Você está na página 1de 2

Avaliação Fisioterapêutica em Reumatologia

POR QUE AVALIAR?


 Fator diagnóstico; Compreensão completa e clara dos problemas e da história do
paciente, bem como a base física dos sintomas.
 Planejamento de tratamento efetivo, compatível com as necessidades e metas do
paciente e membros da equipe de saúde;
 Controle e evolução do quadro e tratamento= prognóstico funcional
 Primeiro contato- durante avaliação:
 Paciente pouco a vontade (transmitir segurança, observar
linguagem não verbal voluntária e não voluntária)
 Movimentos Corporais: observar sempre os movimentos que
possam transmitir insegurança, medo, ansiedade, olhar refletindo
emoção, posições corporais, expressões faciais, gestos e postura.
 Fala: observar o tom, timbre, ênfase; que podem significar
emoções como raiva, medo tristeza.
 Atitude com a doença: veio ao tratamento espontaneamente ou
não, conhecimento da doença e da sua evolução
 Sinais psicológicos: depressão, ansiedade
 Efeitos da doença qualidade de vida
 Expectativa quanto ao tratamento

Princípios Básicos da Avaliação Fisioterápica


 Ouvir o paciente
 Olhar para o paciente com manifestação de interesse
 Sentar-se o mais próximo possível
 Atentar para linguagem não verbal
 Desestimular informações irrelevantes
 Fazer perguntas de fácil compreensão
 Formular perguntas q/ não conduza o paciente a respostas tendenciosas
 Realizar uma pergunta de cada vez
 Saber interpretar o q/ ouve do paciente.
Ficha de Avaliação Fisioterapêutica

 DADOS PESSOAIS
Nome/Sexo/Nascimento/Raça/Endereço/Telefone/e-mail/Naturalidade/Estado
civil/número de filhos/Membro dominante/Profissão/Grau de escolaridade/Diagnóstico
clínico/Nome e telefone do médico responsável pelo diagnóstico clínico

 ANAMNESE
Queixa principal (s.i.c.)/História da molétia atual (Como? Quando? Onde?)/História da
moléstia pregressa (Procurar alguma ligação com a doença atual)/Antecedentes pessoais

 FICHA DE AVALIAÇÃO FISIOTERÁPICA


 Geral: Pressão arterial (mmHg)/Peso (Kg)Freqüência cardíaca
(bpm)/Altura(m)/Freqüência respiratória (rpm)/Temperatura (°C)

 Específico: Inspeção/Palpação/Avaliação da ADM (detalhar qual


o movimento realizado, qual o ponto de referência para o braço
móvel e o braço fixo do goniômetro e sempre realizar de forma
bilateral para comparações)/Perimetria (anotar quais foram os
pontos anatômicos de referência e qual foi a distância entre cada
medição)/Equilíbrio estático e dinâmico/Avaliação da Marcha
(descrição detalhada da marcha realizada pelo
paciente)/Avaliação Respiratória (padrão respiratório, tipo de
tórax, etc.)/Avaliação Funcional (tanto AVD quanto AVP anotar
detalhadamente quais são as dificuldades que o paciente relata e
qual o grau de dificuldade para a realização das mesmas)/Testes
Especiais/Objetivos/Prognóstico/Conduta curto e a longo prazo