Você está na página 1de 8

Ciência e Tecnologia dos Materiais

Prof.: Luciano Renato

LISTA DE EXERCÍCIOS I

1º) Qual o número de coordenação e fator de empacotamento para as seguintes estruturas: CCC,
CFC e HC. Demonstre como determinar os fatores de empacotamento destes arranjos estruturais.
Resposta:
Número de
Estrutura FEA
coordenação
CCC 0,68 8
CFC 0,74 12
HC 0,74 12

Obs.: As demonstrações foram realizadas em sala.

2º) Definir isotropia e anisotropia e explicar por que as propriedades dos materiais
policristalinos são frequentemente isotrópicas.
Resposta:
Isotropia  independência entre propriedades e a direção medida. Ou seja, em materiais isotrópicos em
qualquer direção em que a propriedade seja medida, obteremos o mesmo resultado.
Anisotropia  as propriedades são dependentes da direção medida.
Os materiais policristalinos são frequentemente isotrópicos pelo fato de serem formados por grande
quantidade de monocristais que estão orientados dentro do material de forma randômica.

3º) Descreva os possíveis tipos de defeitos pontuais (puntuais ou puntiformes) nos


materiais.
Resposta:
Lacunas  ausência de átomos (ou moléculas) em pontos de rede.
Impureza intersticial  átomos diferentes daqueles que formam a rede cristalina ocupando vazios intersticiais.
Impureza substitucional átomos diferentes daqueles que formam a rede cristalina substituindo os átomos
em pontos de rede.
Auto intersticial  átomos idênticos àqueles que formam a rede cristalina ocupando vazios intersticiais.

4º) Sendo gerada na produção do silício elementar (Si) ou de ligas Fe-Si, a sílica ativa ou
microssílica é largamente empregada como adição reativa em misturas a base de cimento
Portland com o intuito de melhorar o desempenho mecânico e aumentar a durabilidade dos
Ciência e Tecnologia dos Materiais
Prof.: Luciano Renato

produtos. Este material é constituído basicamente de SiO 2. As areias quartzosas também


são constituídas de SiO2, entretanto são consideradas inertes, não reagem com o cimento
Portland gerando o mesmo efeito que a sílica ativa. Discorra sobre os diferentes
comportamentos de materiais com a mesma composição química.
Resposta:
Comportamentos distintos de materiais com a mesma composição química podem ser explicados pelas
diferentes que estes possuem (ver polimorfismo). Outro aspecto importante se deve a existência de
cristalinidade ou amorfismo. No caso do quartzo e sílica ativa, os diferentes comportamentos se devem a este
motivo. O quartzo é cristalino, o que promove ao material um estado energético reduzido, enquanto a sílica
ativa é amorfa, o que torna o material reativo, uma vez que a estrutura desordenada apresenta alto estado
energético.

5º) Um dado material metálico tem densidade igual a 8,94 g/cm3. Sabendo que este material
é formado por um elemento químico de raio atômico igual a 0,128 nm, peso atômico igual
a 63,5 g/mol e que o volume da célula unitária é conhecido e igual a 0,04745 nm 3, indique
por meio de cálculos, qual a sua estrutura cristalina (CS, CFC, CCC ou HC).

Resposta:
CFC, uma vez que n=4
Obs: transformar o volume de nm³ para cm³ e calcular n com a fórmula da densidade.

6º) Acima de 882 °C o titânio tem estrutura cristalina CCC, com a = 0,332 nm. Abaixo desta
temperatura, o titânio tem estrutura HC, com a = 0,29503 nm e c = 0,46831 nm. Determine
a variação percentual de volume quando o titânio CCC se transforma em titânio HC. Indique
se ocorre contração ou expansão.
Resposta:
Há contração.
O volume é reduzido em ~ 3,5%
Obs: calcular o volume de cada uma das células e comparar o volume de uma célula HC com três
células CCC, pois a célula HC possui 6 átomos e a CCC possui somente dois átomos.
Ciência e Tecnologia dos Materiais
Prof.: Luciano Renato

7°) Com relação à densidade teórica dos materiais:


a) Determine se o arranjo estrutural do Nióbio é CS, CCC, CFC, ou HC, sabendo-se
que o raio atômico do Nb é igual a 0,1430 nm e sua densidade é igual a 8,57 g/cm³.

Resposta:
CCC
Obs: resolver um sistema com a equação da densidade e a equação do FEA, assim você descobrirá que o
FEA da estrutura é 0,68.

b) O chumbo CFC possui parâmetro de rede de 0,4949 nm e contém uma lacuna a


cada 500 átomos de Pb. Calcule a massa específica (densidade) e o número de
lacunas por grama de Pb.

Resposta:
Densidade teórica sem considerar que o material apresenta lacunas
4 𝑥 207,19
𝜌= = 11,352 𝑔/𝑐𝑚³
(0,4949𝑥10−7 )3 𝑥6,023𝑥1023
Densidade teórica considerando que o material apresenta lacunas
499
4𝑥( ) 𝑥 207,19
𝜌= 500 = 11,329 𝑔/𝑐𝑚³
(0,4949𝑥10 )3 𝑥6,023𝑥1023
−7

Número de lacunas por cm³


∆𝜌 = 11,352 − 11,329 = 0,023𝑔/𝑐𝑚³
207,19 0,023
=
6,023𝑥10²³ 𝑁𝐿
𝑁𝐿 = 6,686𝑥1019 lacunas/cm³

Número de lacunas por grama


6,686𝑥1019
𝑁𝐿 = = 5,902𝑥1018 lacunas/g
11,329

8°) Determine as direções A, B, C e D apresentadas na figura abaixo.

A [1̅ 0 1]
B  [1 2̅ 2]
C [ 4 3̅ 4̅]
Ciência e Tecnologia dos Materiais
Prof.: Luciano Renato

D  [ 2̅ 2 1]

9°) Com relação aos planos cristalinos:


a) Determine os índices de Miller para os planos apresentados na figura abaixo;

Resposta:
A  (1 1̅ 1) , obs.: A origem foi modificada para o vértice inferior direito da face posterior do cubo.
1
B  (0 3 0)
1
C  ( 1̅ 0 )
2

b) Esboçe na figura abaixo os planos (122) e (1̅ 2 1̅ ).


Ciência e Tecnologia dos Materiais
Prof.: Luciano Renato

Resposta:

1/2
(1 2 2)

Y
1/2

x
Ciência e Tecnologia dos Materiais
Prof.: Luciano Renato

1/2
x Y
(1̅ 2 1̅)

10°) Determine a densidade linear nas direções [0 0 1] e [1 1 0] para o cobre CFC, sabendo-
se que o raio atômico do cobre é igual a 0,128 nm e que a densidade linear é igual ao
número de pontos de rede por unidade de comprimento na direção considerada.

Resposta:
Na direção [0 0 1]  DL = 2,76 átomos/nm
Na direção [1 1 0]  DL = 3,91 átomos/nm

11º) Determine a energia para formação de lacunas na prata, sabendo-se que o número de
lacunas em equilíbrio a 800°C é de 3,6.1023 lacunas/m3 para a prata. Sabe-se que o peso
atômico e a densidade da prata são, respectivamente, 107,9 g/mol e 9,5 g/cm 3. A constante
de Boltzman é igual a 8,62.10-5 eV/(átomo.K).

Resp.: 1,10 eV/átomo

Obs.: Transformar o número de lacunas para lacunas/cm³, em seguida, determinar N com o valor da
−𝑄
𝑁𝐿
densidade da prata e o peso atômico e aplicar logaritmo Neperiano para isolar Q na equação = 𝑒 𝑘𝑇
𝑁
Ciência e Tecnologia dos Materiais
Prof.: Luciano Renato
Ciência e Tecnologia dos Materiais
Prof.: Luciano Renato