Você está na página 1de 22

Disciplina: Projeto de Ferramentais I

Professor: Guilherme O. Verran

Aula 11 – Projetos 04 – Considerações sobre projetos de fundição

1. Análise Inicial do Projeto - principais pontos a serem considerados antes de


iniciar um projeto de fundição
Projeto da Peça
Analise dos Desenhos das Peças
Principais pontos a serem analisados nos desenhos de peças fundidas.

2. Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição

Definições – processo de moldagem, apartação, contração, sobremetal, etc...

Definições – enchimento, alimentação, configuração de canais.


Projeto de Ferramentais I
Prof. Dr. Guilherme Verran
Projetos de Peças
Fundidas
Objetivo:

Produzir peças fundidas visando a combinação


dos seguintes fatores:

• Elevada Qualidade

• Baixo Custo

• Produção e entrega no menor Prazo


possível
Projeto de Ferramentais I
Prof. Dr. Guilherme Verran
Principais pontos a serem considerados antes
de iniciar um projeto de fundição:
• Composição química do metal

• Características mecânicas

• Ensaios não destrutivos

• Formato e tolerâncias dimensionais (sobremetal, precisão e


variações dimensionais)

• Características superficiais (rugosidade)

• Tratamentos Térmicos

• Testes Hidráulicos

• Padrões de Recuperação

• Referência para Usinagem

• Montagem
Projeto de Ferramentais I
Prof. Dr. Guilherme Verran

Análise dos desenhos das peças fundidas:

Objetivos:

• Racionalização das dimensões.

• Facilitar a fundição

• Redução do Custo
Projeto de Ferramentais I
Prof. Dr. Guilherme Verran

Principais Pontos a serem Analisados nos


Desenhos das Peças Fundidas

Determinação do processo de
1 . Formato e Dimensões ⇒ moldagem adequado às dimensões
especificadas.

Analisar propriedades do metal,


2 . Espessuras Mínima como fluidez e contração e
e Máxima ⇒
tendência a trincas
Projeto de Ferramentais I Principais Pontos a serem Analisados nos Desenhos das Peças
Prof. Dr. Guilherme Verran Fundidas

3 . Locais que dificultam


ou impossibilitam a Estudar possibilidades para

retirada de areia dos estas retiradas
machos

4 . Análise de todas as operações do processo de


fabricação da peça na fundição

Análise do formato da peça e


5 . Locais que dificultam identificação das dificuldades

saídas de gases dos machos para saídas de gases dos
machos.
Projeto de Ferramentais I Principais Pontos a serem Analisados nos Desenhos das Peças
Prof. Dr. Guilherme Verran Fundidas

6 . Análise das dimensões e localização das marcações de machos.

7 . Análise das futuras operações de usinagem.

8 . Posicionamento dos pontos de referência para usinagem.


Projeto de Ferramentais I Principais Pontos a serem Analisados nos Desenhos das Peças
Prof. Dr. Guilherme Verran Fundidas

9 . Análise sobre produtividade

10 . Análise sobre quantidade a ser fabricada.

11 . Definir necessidade de Alteração no projeto da


contato entre cliente e ⇒ peça ⇒ adequação ao
fornecedor processo de fundição
Projeto de Ferramentais I
Prof. Dr. Guilherme Verran Procedimentos para Elaboração dos
Projetos de Fundição

Definições Processo de
Moldagem
Apartação do Modelo
Alimentação
Contração

Sobremetal
Resfriadores

Temperatura de
Vazamento
Canais

Tipo de Areia
Peso Bruto
Projeto de Ferramentais I Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran

Moldagem Mecanizada

Processo de
Moldagem Moldagem Manual

Processo Especial
Projeto de Ferramentais I
Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran

Número e posição do (s)


Massalote (s)

Formato e Tamanho
Alimentação
Massalote (s)

Ventilações
Projeto de Ferramentais I
Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran

De contato (seção reta)

Resfriadores De contato (seção não


reta)

Interno (cravo)
Projeto de Ferramentais I Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran

Ataque por baixo


Localização
Canal de
Ataque Ataque na apartação
ou no molde
Tempo de superior
Vazamento
Canais
Velocidade do
Metal nos
Canais
Relação de Áreas
Dimensões dos
Canais - Descida Distribuição do
Distribuição- Fluxo
Ataque
Formato
Projeto de Ferramentais I Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran

Apartação/ Enchimento
Definições Horizontal

Apartação do Apartação/ Enchimento


Modelo Vertical

Apartação Horizontal
Enchimento Vertical
Projeto de Ferramentais I Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran
Vantagens
Apartações Enchimento • Simplifica apartação
Horizontais
• Moldação manual ou
mecânica
• Facilita alimentação nos
dois flanges
• Quantidade de caixas é
mínima
Desvantagens
•Dificulta alimentação no
meio do copo
• Facilita inclusões no meio
do copo
Projeto de Ferramentais I Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran
Vantagens
Varias Apartações Horizontais
Enchimento Vertical • Dificulta empenamento ou
deslocamento do macho
• Facilita saída dos gases
do macho
• Reduz inclusões na parte
do copo
Desvantagens
• Dificulta alimentação no
flange inferior
• Maior possibilidade
de desencontro
• Necessita maior
quantidade da caixas
Projeto de Ferramentais I Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran

Vantagens
Apartação e Enchimento Vertical • Dificulta empenamento ou
deslocamento do macho
• Facilita saída dos gases
do macho
• Reduz inclusões na parte
do copo
• Simplifica apartação e
moldagem
Desvantagens
• Dificulta alimentação no
flange inferior
• Moldagem Especial : CO2
Cura a Frio ou Caixa Especial
Projeto de Ferramentais I
Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran
Dimensões a serem acrescentadas no
Definições projeto dos modelos para compensarem a
redução dimensional ocorrida durante o
resfriamento
Fatores que influenciam:
Contração • Tipo de Material
Linear • Formato e Espessura da peça

• Temperatura de Vazamento

•Temperatura e Resistência do Molde


Expressa em
% ou mm/m • Tempo de Desmoldagem

• Tipo de Macho
Projeto de Ferramentais I Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran

Contração Linear da Peça Fundida em


Vários Materiais
Tipo de Peça/Material Contração Linear %

Cilindro Ferro Fundido 0,8


Cilindro de ferro Fundido
0,55
Pequeno Porte

Ferro Fundido 0,55

Tubos de Ferro Fundido 1,0


Aço Fundido 2,0

Ferro Fundido maleável 1,0


Projeto de Ferramentais I
Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran
Contração Linear da Peça Fundida em
Vários Materiais

Tipo de Peça/Material Contração Linear %

Latão Grande Espessura 1,30

Latão Pequena Espessura 1,55

Zinco 2,60

Chumbo 1,55

Estanho 2,0

Alumínio 1,65
Projeto de Ferramentais I
Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran
Contrações Lineares de Diferentes
Aços em Função do tipo de Molde

Tipo de Aço Molde Estufado Molde à Verde Molde CO2

Aço C
(molde simples) 12 - 20 / 1000 20 - 23 / 1000 20 - 23 / 1000

Aço C (molde
12 -17 / 1000 15 - 20 / 1000 15 - 20 / 1000
complexo)

Aço Manganês 25 / 1000 25 - 28 / 1000 25 - 28 / 1000


Aço Inoxidável
(austenítico) 20 - 23 / 1000 20 - 25 / 1000 20 - 25 / 1000
Projeto de Ferramentais I Procedimentos para Elaboração dos Projetos de Fundição
Prof. Dr. Guilherme Verran

Contrações Lineares dos Aços fundidos


em Função da Espessura da Peça

Espessura Contração

Peças Finas 8 -14 / 1000

Peças Médias 14 -20 / 1000

Peças Grossas 20 - 25 / 1000

Você também pode gostar