Você está na página 1de 4

SANTOS DUMONT

ENGLISH ASSESMENT

Instruções para o Candidato

2013
SANTOS DUMONT ENGLISH ASSESSMENT

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO

O Santos Dumont English Assessment - SDEA é o exame de proficiência


linguística desenvolvido pela ANAC com objetivo de verificar o nível de proficiência
linguística dos pilotos portadores de licença brasileira, de acordo com os requisitos
estabelecidos no Anexo 1 e no RBAC 61.

O objetivo do teste é avaliar as habilidades dos candidatos de falar e


compreender a língua inglesa em um contexto relacionado ao trabalho, incluindo
situações inesperadas e de emergência. O SDEA é um teste para fins específicos, que
avalia a habilidade dos pilotos de usar, com eficácia, a linguagem apropriada ao
contexto operacional, suficiente para comunicações radiotelefônicas eficientes e
seguras.

Em todas as partes do teste as questões são relacionadas ao universo da


aviação civil, mais especificamente ao contexto da radiotelefonia. A fraseologia padrão
de tráfego aéreo poderá ser utilizada para contextualização das questões, contudo a
produção oral do candidato não será julgada de acordo com a precisão técnica ou
operacional.

O teste proporciona oportunidades para o candidato demonstrar suas


habilidades de compreender e falar inglês, e seu desempenho será avaliado de acordo
com os descritores holísticos e a escala de proficiência linguística da ICAO. A escala
detalha as seis áreas de desempenho linguístico avaliadas: pronúncia, estrutura,
vocabulário, fluência, compreensão e interações.

2
PART 1 – PILOT’S BACKGROUND

Na primeira parte, “Pilot’s Background”, os candidatos respondem a


questões gerais relativas a sua experiência profissional e atividades cotidianas no
desempenho de suas funções. O objetivo desta parte é fazer com que os candidatos
sintam-se confortáveis durante a entrevista, criando uma atmosfera favorável para
que possam demonstrar seu conhecimento do idioma. Entretanto, as respostas dadas
já são avaliadas, devendo ser informativas e com a duração aproximada de 1 (um)
minuto cada.

PARTE 2 – INTERACTING AS A PILOT

Na segunda parte, “Interacting as a Pilot”, o candidato vai interagir com o


controle de tráfego aéreo como o piloto de uma aeronave bimotora, cujo call sign é
ANAC 123.

Há três diferentes comunicações radiotelefônicas nesta parte do teste, nas


quais situações previsíveis e inesperadas são apresentadas (dois áudios em cada uma
das três situações). Nesta parte, o candidato pode ouvir até duas vezes as elocuções
gravadas de cada situação. Caso o candidato sinta necessidade de ouvir uma segunda
vez, é necessário que peça repetição. É recomendado que, sempre que uma
informação não esteja clara, o candidato peça para repeti-la. É importante salientar
que o candidato não é penalizado quando usa estratégias de esclarecimento.

Nesta parte do teste, e também na parte 3, o candidato pode fazer


anotações enquanto escuta as gravações. Todas as informações são importantes. O
objetivo desta parte é analisar a capacidade do candidato de compreender as
situações apresentadas por meio de mensagens gravadas por falantes de sotaques
variados, bem como de interagir de forma apropriada, confirmando ou esclarecendo
mal-entendidos.

3
PART 3 – EMERGENCY SITUATIONS

Na terceira parte, “Emergency Situations”, o candidato escuta três


situações de emergência diferentes, apresentadas por meio de gravações de
comunicações radiotelefônicas entre pilotos e controladores.

Nesta parte do teste também é permitido fazer anotações. Após ouvir cada
gravação duas vezes, com uma pausa de 5 segundos entre elas, o candidato deve
relatar todas as informações que conseguiu compreender e responder a uma questão
proposta pelo examinador. No final da Parte 3, o candidato deve comparar as
emergências que escutou com relação ao grau de severidade, soluções possíveis e
formas de prevenção.

O objetivo desta parte é não apenas avaliar a capacidade do candidato de


identificar e compreender situações reais de emergência ou complicações situacionais
através de gravações (canal não visual), como também de interagir com o examinador
ao relatar o que ouviu (face-a-face), fazendo a transição da fraseologia padronizada
para o inglês geral.

PART 4 – AVIATION TOPICS

Na quarta parte, Aviation Topics, o candidato deve descrever uma figura.


Depois, ao responder às questões propostas, deve discutir sobre a situação em si,
inferindo, avaliando, levantando hipóteses, usando argumentos e comparando as
consequências ocorridas em eventos passados, atuais e passíveis de ocorrer no futuro.
O objetivo desta parte é avaliar o desempenho do candidato ao sustentar uma
discussão, relatar suas opiniões e explicações sobre um tópico relacionado à aviação.

A habilidade do candidato em desenvolver, satisfatoriamente, diálogos de


alto nível relacionados ao seu trabalho, utilizando o inglês geral, é o ponto crucial.