Você está na página 1de 9

Como funciona fita de LED?

Veja como
calcular e escolher a fonte driver da fita
para o seu projeto
Iluminação

como funciona fita de led: cama com fita de led azul

O LED tem se tornado cada vez mais popular nos projetos de iluminação. Um dos usos
que tem ganhado atenção especial no design de interiores é a fita, muito usada em
sancas e prateleiras. Mas você sabe como funciona a fita de led?

Alguns produtos de iluminação, assim como as fitas de led, para que possam funcionar
corretamente precisam de uma fonte de energia ou equipamento auxiliar chamado
driver.

E para entender como especificar a fonte driver correta para as fitas de led, precisamos
compreender o seu funcionamento.

Quer trabalhar com iluminação? Confira nosso curso gratuito de Lighting Design:
O que é um driver – a fonte para o LED

como funciona fita de led: fonte

Os drivers são equipamentos periféricos usados com leds, assim como os reatores são
para as lâmpadas fluorescentes. A seguir mostraremos de forma esquemática essa
explicação.

Para que as lâmpadas recebam a energia elétrica, são utilizados equipamentos auxiliares
que ajudam a transmitir a energia de forma correta e sem interrupções. Cada tipo de
lâmpada recebe o seu equipamento auxiliar de acordo com o seu modelo.

Fluorescentes utilizam Reatores

Halógenas utilizam Transformadores

LEDs utilizam Drivers


Atualmente no mercado as fontes para as fitas de LED são denominadas como
DRIVERS, que é responsável pelo seu bom funcionamento.

O driver é uma fonte de alimentação eletrônica, com uso mais adequado para as cargas
que necessitam de uma corrente contínua e estabilizada como é o caso dos LEDs.

Funções do Driver

Para que os LEDs possam funcionar corretamente o Driver adequado deve fornecer as
seguintes funções:

 Converter a corrente alternada em corrente contínua de AC para DC;


 Transformar a tensão da rede 127V ou 220V em 12V ou 24V;
 Filtrar os ruídos, reduzindo a ondulação na tensão retificada;
 Ter isolamento entre os circuitos de proteção contra eventuais curtos-circuitos na
saída;
 Tensão de saída regulada e estabilizada, independente da variação da tensão de
entrada 90 a 240V;
 No caso de alimentação de múltiplos LEDs, prover a variação proporcional da
tensão, entretanto mantendo a corrente do circuito em série constante;

Fonte de Alimentação – Tensão Constante

Quando uma fita de led indicar que seu funcionamento é tensão constante, quer dizer
que poderá ser ligado em paralelo.

Ligação em paralelo é o que acontece na maioria das instalações elétricas. Por exemplo,
nas residências, o par de fios passa pela tomada, pela lâmpada e segue sempre em
paralelo para ligar outras.
como funciona fita de led: tensão constante

Neste exemplo podemos observar o que é a ligação em paralelo e podemos ver a


indicação da fonte como sendo de tensão (24V).

Como calcular fonte para fita led?

Ficou perdido? Confira as grandezas elétricas básicas e entenda os conceitos básicos de


elétrica.

Fonte de Alimentação – Corrente Constante

Módulos de LED que funcionam com corrente constante NÃO podem ser conectados
em paralelo, apenas em ligação em série.

A ligação em série é feita conforme exemplo abaixo.

como funciona fita de led: corrente constante

Liga-se um dos fios no primeiro módulo (-) e faz a ligação (+) e (-), sendo conectado de
módulo em módulo, até o último, enquanto que um fio (+) vai por fora do circuito e liga
o último módulo.

O mais importante é ressaltar que fontes de corrente devem ser sempre ligados em
módulos em série nunca em paralelo.

Como funciona fita de Led


como funciona fita de led: fita de led colorida

Chamamos de Módulo de LEDs um produto que tenha os LEDs montados em uma


placa ou fita, transformando em um conjunto que permita ser utilizado para iluminar
ambientes com o auxílio de uma luminária ou não.

É o caso das fitas de Led, que são instaladas diretamente no local, podendo iluminar
sancas, rasgos de luz no teto ou paredes, como prateleiras e móveis.

Esses módulos sempre necessitam de um equipamento auxiliar (fonte driver) na sua


montagem no local a ser iluminado. Por isso é importante entendermos as formas de
ligação elétrica.

Qual fonte usar para fita de LED?


como funciona fita de led: placa com 10 LEDs, fazendo uma régua com LEDs e uma
fonte

No caso de módulos tipo régua, podem ser ligados vários em uma mesma fonte,
respeitando sempre o total da potência permitida por esta fonte, ou seja, a potência total
ligada deve ser igual ou menor que a indicada na fonte.

como funciona fita de led: fita de LED flexível de rolo

Nas fitas de Led flexível, sempre haverá a indicação de quantos metros serão ligados a
uma mesma fonte.

Veja também como criar a iluminação perfeita para o seu projeto:

 Iluminação ideal para banheiro: tipos e dicas essenciais para o ambiente perfeito
 Qual a iluminação ideal para quarto? Siga nosso guia e crie um ambiente super
aconchegante!
 Como iluminar a sala de jantar de acordo com o estilo do ambiente e do
mobiliário
 Veja os tipos de luz e como fazer um bom projeto de iluminação de sala de estar

Voltagem

As fitas de Led funcionam em 12 volts e, portanto, também podem ser instaladas em


automóveis. Para instalação em residências será necessária uma fonte driver de 12 V.

Potência

A potência que seria capacidade de iluminação pode variar. O modelo de entrada


consome 4,8 watts por metro. Em um rolo de 5 metros o consumo é de 24 watts. Para as
fitas RGB aquelas que mudam de cor, o modelo de entrada consome 7,2 watts por metro
(36 watts por rolo).

Existem modelos que consomem até 72 watts por rolo, e por isso contam com uma
iluminação mais forte.

Escolha da fonte de alimentação

A fonte de alimentação deverá ter uma potência superior a 30% da potência total
instalada, para que possa haver uma folga. Assim, para uma fita com 24 watts de
consumo, um rolo de 5 metros de 4,8 watts por metro.

Escolha uma fonte de no mínimo 2 amperes, que seria 24 watts dividido por 12 volts dá
uma corrente de 2 amperes. Contudo considerando a folga de 30% para não haver
sobrecarga especifique uma fonte de 3 amperes. Deixa a fonte no máximo a 5 metros da
fita, circuitos em baixa tensão 12V tem muita perda.

Quais os tipos de Fontes para LED?

Dimerização

É possível dimerizar fitas de led, entretanto o projeto da fonte de alimentação deve


permitir a dimerização. Alguns modelos podem ser dimerizados, utilizando-se drivers
em conjunto com dimmers tradicionais.

Para atribuir efeitos luminosos e controle de intensidade nas fitas unicolores, assim
como é feito com as fitas RGB, basta ligar um módulo de controle entre a fita e a fonte.
Existem também controladores remotos para fitas led unicolores.
Como instalar e como cortar fita de LED

Uma das características mais versáteis da fita led é que ela poderá ser cortada
adequando-a na medida onde será colocada. Para isso, utilize uma tesoura comum. Os
pontos de corte são impressos na fita, geralmente a cada 6 cm.

A instalação dessas fitas poderá ser feita de forma simples. Elas aceitam normalmente
cola e alguns tipos de fitas são autoadesivas, que quando retiradas a proteção poderão
ser coladas diretamente no local a ser iluminando.

Para instalar mais que um rolo fita led podemos utilizar uma fonte para cada rolo ou
uma fonte única. Nesse último caso, a fonte deverá suportar a soma da potência de todos
os rolos.

Porém, para ligar mais de um rolo de fita com a mesma fonte, faça a ligação em paralelo
da fita até a fonte. A ligação em série poderá danificar a fita.

De forma geral, instalar uma fita led é muito simples. Basta conectar a saída da fonte
nos terminais da fita led, e plugar a fonte na tomada elétrica. Nenhuma ferramenta é
necessária.

Instalação múltipla de fitas brancas ou unicolor

Para instalar a fita led RGB o processo é similar. A única diferença é que entre a fita e a
fonte é preciso conectar o módulo de controle da fita. Porém deve-se atentar que A
ligação em série poderá danificar a fita.

Instalação múltipla de fitas RGB

Para fitas RGB, o segundo rolo pode ser ligado através de um conector tipo Y. É como
um benjamim elétrico: ligam-se os dois rolos de fita nos dois conectores de saída, e o
controlador no conector de entrada. A fonte nesse caso pode ser única e deverá suportar
a potência das duas fitas.

Para ligar 3 ou mais rolos de fitas RGB é preciso distribuir o fornecimento de energia
através de fontes complementares.

Para que a mudança de cor seja sincronizada em todos os rolos, é necessário utilizar
mini amplificadores RGB.

Com um único controle central, podemos operar um ilimitado número de rolos de fita
RGB.
como funciona fita de led: instalação múltipla de fitas RGB

Essas são algumas características básicas sobre fontes para fita de led. Para saber mais
sobre conceitos luminotécnicos conheça o curso de iluminação a distância gratuito.

Veja também:

 Como calcular a luz? Aprenda a fazer um cálculo luminotécnico rápido e


simplificado!
 Você sabe a diferença entre lúmen, candela e lux? Conheça os conceitos
luminotécnicos básicos

Esse conteúdo foi desenvolvido pela Ilunato, loja virtual de iluminação e decoração
criada para atender profissionais. Conheça e se surpreenda com o nosso programa de
especificadores parceiros.