Você está na página 1de 89

EBF - Guiados pelo Espírito Santo

EBF 2014

Guiados pelo Espírito Santo

A criança já nasceu com o impulso da procura de Deus. Fica


muito interessada quando falamos dEle se está dentro da sua
compreensão.

Marcia Willemann Moraes Ferreira

1
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Índice

Introdução 03
Objetivo da EBF 03
Sinais de Trânsito na nossa vida de cristão 04
Enriquecendo os conhecimentos: Espírito Santo 08
Semáforo da Oração 09
Aula: 1 – Classe Juniores 10
Hora Da História: Concepção e Nascimento de Jesus 13
Fazendo o Apelo à Criança Não Salva 15
Teatro: O Caminho Da Vida 16
Como ir para o Céu – Plano de Salvação 19
Aula: 1 – Classe Infantil 21
Fantoche: O mais importante é Jesus 24
Enriquecendo os Conhecimentos: Enfrentando a Tentação 29
Aula: 2 – Classe Juniores 30
Enriquecendo os conhecimentos:
A Palavra de Deus – O Semáforo da nossa vida 32
Hora Da História: A Tentação de Jesus 33
Viajando para o Céu – Plano de Salvação 36
Teatro: O Verdadeiro Herói 37
Aula: 2 – Classe Infantil 41
História: A Poderosa Arma Secreta 43
Fantoche: Um Super Herói de Verdade 46
História: Davi - Enfrentando o Inimigo 50
Aprendendo com Davi – Dinâmicas 52
Teatro: Davi e Golias 55
Enriquecendo os Conhecimentos: O Dia de Pentecostes 58
O Batismo no Espírito Santo 59
Aula: 3 – Classe Juniores 60
Lição Objetiva 61
Hora da História:
Os Primeiros Cristãos Testemunham pelo Poder de Deus 64
Obedeça aos sinais – Plano de Salvação 67
Gincana Bíblica 68
Aula: 3 - Classe Infantil 70
Ilustração: Os três ventos da montanha 71
Cânticos 75
Apresentando a Mensagem da Salvação 78
A Criança especial na igreja - Inclusão X Exclusão 82
Orientações para o professor:
Trabalhando com crianças especiais na EBF 83
Plano de Salvação para surdos 85
Do meu coração para o seu: Semáforos Interiores 86
Bibliografia 87

2
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

O Espírito Santo é força de vida, a pessoa de Deus em forma de espírito, a qual


Ele prometeu colocar em você, se você buscá-la. É como ter Deus pulsando
dentro de você, 24h/dia. Você pode imaginar as implicações disso?
Uma das coisas que o Espírito Santo faz quando Ele está dentro de nós pode ser
comparado ao que os semáforos fazem pelos motoristas no trânsito.
Quando você vê um semáforo, você sabe que cada cor tem um significado diferente.
Vermelho significa “pare”. Amarelo significa preparar-se para parar antes do
cruzamento (e não “acelerar para passar antes do vermelho” como muitos motoristas
pensam…). E verde significa “pode seguir”.
O negócio é que semáforos são apenas isso — luzes coloridas. Não são barreiras físicas
que bloqueiam os carros ou motores que os empurra para passar. Eles são apenas
sinais para o cérebro que você deve agir de determinada maneira. Se o vermelho está
aceso e você ainda quer passar pelo cruzamento, você pode. A luz vermelha não vai
lhe parar. Mas as chances são que você terá um acidente…
Da mesma forma, o Espírito Santo pode estar dentro de você, mas Ele não vai forçá-
lo a fazer nada. Parte do que Ele faz é dar um sinal de que você precisa agir de uma
determinada maneira. Ele acende uma luz vermelha se você estiver prestes a fazer
algo errado. Ele lhe coloca em estado de alerta quando uma determinada atitude
pode não ser uma boa ideia. E Ele acende uma forte luz verde quando quer que você
vá em frente com algo que será bom para você.
Mas Ele nunca vai lhe impedir de fazer o que você quer fazer, mesmo que aquilo
signifique que você arruinará a sua vida. E nunca lhe forçará a fazer o que você
tem a fazer, mesmo se sua falta de atitude signifique que você perderá uma grande
oportunidade.
Mas se é assim, qual o benefício de ter o Espírito Santo? – você pergunta.
Imagine que todos os semáforos no centro da cidade parassem de trabalhar de
repente no meio da hora do rush. Você vai logo entender porquê eles existem e como
eles são úteis.
Mas é claro, só se você respeitá-los.

Objetivo desta EBF


Fazer com que as crianças agora crentes em Cristo busquem o batismo com o Espírito
Santo. Pois a vida espiritual começa quando ela nasce de novo pela fé em Jesus
Cristo. Uma vez que o “homem natural” não compreende as coisas espirituais. O
nosso primeiro alvo é sempre levar a criança à salvação em Cristo. No momento da
sua salvação, o Espírito Santo passa a residir em sua vida. O desenvolvimento
espiritual do novo nascido depende da sua alimentação com “o genuíno leite
espiritual” da Palavra de Deus. É nossa responsabilidade como pais e professores
cristãos, entregar este alimento espiritual as crianças. O Espírito Santo fará a sua
parte, operando o crescimento espiritual “... até que todos cheguemos... a perfeita
varonilidade a medida da estatura da plenitude de Cristo” (Ef 4.13) Este é sempre o
nosso alvo.

Por que levar as crianças a buscarem o Espírito Santo?


 Para resistir o pecado;
 Ter poder para falar de Cristo;
 Ser convencido do pecado;
 Ser guiado na verdade;
 Ter poder para agir certo;
 Ter as coisas de Deus reveladas;
 Ser cheio de alegria, gozo, paz, bondade;
 Ser consolado;

3
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

A Comunhão do Espírito Santo


Comunhão significa "comunicar-se com alguém, viajar juntos, transportar-se junto".
O esplêndido desenvolvimento dos transportes tem feito do mundo moderno uma
grande "aldeia global". Por meio de rápido e conveniente sistema de transporte,
pessoas de todo o mundo compartilham o que é necessário para satisfazer suas
necessidades culturais, políticas, econômicas, militares e científicas. Não é exagero
dizer que podemos medir uma civilização pelo desenvolvimento de seu sistema de
transporte.
Suponhamos que este global sistema de transporte fosse, de um momento para outro,
levado a uma paralisação. O mundo inteiro se tornaria um caos. Quase todo tipo de
trabalho terminaria por paralisar-se. As cidades sofreriam fome e frio, quando o
alimento e os estoques de combustível tivessem acabado. As áreas rurais e as
fábricas se veriam inundadas de montanhas de produtos agrícolas e mercadorias em
estado de decomposição, visto que os canais de comercialização estariam obstruídos.
O transporte não é uma comodidade que se possa dispensar. Ele é necessário ao bem-
estar humano.
De igual modo a comunhão do Espírito Santo é um viajar diário e constante no
companheirismo dele — é essencial ao nosso bem-estar espiritual.

Pensando nisto utilizaremos nesta EBF os SINAIS DE TRÂNSITO nas atividades, nas
ilustrações e nas histórias.
Os sinais de transito usados aqui nesta apostila não são apenas para descontração,
mas uma forma de as crianças aprenderem de uma maneira divertida que o
Espírito Santo age assim em nossas vidas, como os sinais de transito orientam
motoristas e pedestres, o Espírito Santo nos orienta na nossa vida cristã.

SINAIS DE TRÂNSITO NA NOSSA VIDA DE CRISTÃO

Temos que estar sempre atentos para que


possamos nos orientar da maneira correta para
evitar acidentes e termos mais segurança nas
ruas e nas estradas.
Mas, na nossa vida de cristão, nós também
podemos usar esta simbologia. Temos que estar
alerta para os sinais que Jesus nos mostra e estar
sempre nos vigiando para não desrespeitá-los.

Vejamos alguns sinais:

Sentido Obrigatório
Tomar outra direção que não a indicada constitui infração. Disse Jesus: “Eu sou o
Caminho, e a Verdade, e a Vida; ninguém vem ao Pai senão por mim” (Jo 14.6)
Não adianta procurar atalhos ou desvios. Jesus é o único caminho seguro para a vida
eterna, numa cidade onde você não precisa pagar pedágio para entrar, pois Ele já
pagou tudo por nós, e o preço foi alto demais: a morte numa cruz.

Sentido proibido
Diga NÃO à contramão; ande nos caminhos do Senhor, pois “o caminho do Senhor é
perfeito” (Sl 18.30).

4
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Dê a preferência
Alguns motoristas colocam em seus carros um adesivo com a seguinte frase: DÊ
PREFERÊNCIA AO SENHOR JESUS. Qual a sua prioridade na vida? Você tem dado
preferência a Jesus? Ou sua prioridade está nos seus próprios afazeres, nos negócios,
nas coisas seculares? Que lugar Jesus ocupa em seu coração?

Proibido acionar buzina


As estridentes buzinas dos automóveis incomodam, principalmente em frente a
hospitais, casas de repouso, etc. Fazer alarde de nossas boas obras compromete o
valor com que as praticamos. Por isso Jesus censurou os fariseus, chamando-os de
hipócritas, porque assim procediam procurando a glória dos homens.

Velocidade máxima permitida


Nas ruas, estradas e avenidas, foram estabelecidos limites de velocidade para os
veículos. Deus também estabeleceu limites para nossa vida (Sl 139.16). Tal qual
acontece no trânsito, quando desobedecemos aos limites de Deus, sofremos as
conseqüências.
Se respeitarmos os limites que Deus estabeleceu para nós, certamente receberemos
de volta nossa licença de vida eterna, garantida por Jesus (Jo 3.16).

Proibido retornar
Preste bem atenção a esse sinal. Ele indica que você não pode manobrar para
tomar o caminho de volta. De igual modo, se você está no caminho de Deus, não
pode retroceder. Jesus ensinou que “ninguém que, tendo posto a mão no arado
olha para trás, é apto para o reino de Deus”.
Os que abandonam o caminho de Deus, e retornam à vida mundana, são comparados,
pelas Escrituras, à porca lavada que voltou a revolver-se no lamaçal (2 Pe 2.22). O
prêmio para aquele que perseverar até o fim da estrada é a coroa da vida.

Duplo sentido de circulação


Este sinal indica a existência de duas faixas de rolamento. É claro que você só pode
estar em uma delas
Muitas pessoas querem levar uma vida de mão dupla, mas Jesus ensinou que
“ninguém pode servir a dois senhores” (Lc 16.13). Vez por outra, por desobediência
ou por não terem se libertado completamente dos caminhos opostos a Deus, passam,
em manobras perigosas, para outra faixa, e se dão mal.
O caminho para Deus é um caminho de mão única. É tempo de decisão. É tempo de
escolher a quem você quer servir.
Tome a decisão acertada; decida-se pelo caminho do Senhor!

Carga máxima permitida


Veículos com peso superior ao indicado por essas placas não devem trafegar nos
locais onde elas se encontram. O solo não suportaria peso acima de sua
capacidade.
Se a carga de sua vida lhe está sendo pesada demais, além de suas forças, Deus não
permitirá que venha a desfalecer. Por isso Jesus diz: “Vinde a mim, todos os que
estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mt 11.28).
Ele tomará seu fardo pesado e lhe dará, em troca, um fardo leve (Mt 11.30), e você
achará descanso para sua alma (Mt 11.29). Seu fardo de dores, frustrações, mágoas,
não podem lhe esmagar; entregue-os a Jesus; encontre descanso nele.

Projeção de cascalhos
Cascalhos são pedrinhas no leito das estradas, geralmente não pavimentadas. Os
carros, ao passarem sobre elas, atiram-nas para os lados, sobre os carros que passam

5
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

em sentido contrário e, por vezes, quebram-lhe os vidros ou arranham sua lataria.


Não devemos atirar cascalhos em ninguém. Esses cascalhos são atirados sob a forma
de fofocas, julgamentos, preconceitos, e quando não quebram a integridade moral e
a auto-estima de nosso próximo, deixam marcas que dificilmente são apagadas.

Luz baixa do cruzar veículo


Coisa desagradável é recebermos luz alta nos olhos. Reclamamos, e, por segundos
ficamos com a visão prejudicada. Acidentes têm ocorrido em conseqüência da
desobediência a essa sinalização.
Não devemos ofuscar nosso próximo, jogando sobre ele a luz alta de nossa vaidade,
nossa soberba, nossa arrogância. Ofuscamos nosso próximo quando queremos ser o
centro das atenções, quando menosprezamos nosso irmão, quando queremos
aparecer mais do que todos.
Jesus ensinou-nos que devemos ser luz do mundo, mas não para ofuscarmos nosso
próximo, e sim para darmos testemunho da glória de Deus-Pai.
Se você seguir essas sinalizações, certamente sua viagem pela estrada da vida será
concluída com sucesso e segurança!

BOA VIAGEM!

Entendendo o tema da EBF – Classe Juniores

Semáforos de Deus
Temos de ouvir a Deus em oração para saber quando ir, parar ou prosseguir com
cautela.

Material: Visual de sinal de trânsito


Olhe para este semáforo. O que cada uma dessas cores do semáforo quer dizer
quando estamos em um carro?
O vermelho significa pare.
Verde significa ir.
Amarelo significa acelerar e ir muito rápido, né? Significa cautela. O cuidado é uma
palavra que significa abrandar. Hoje eu quero falar com você sobre aprender a
conhecer o que Deus quer que você faça. Às vezes, a escuta de Deus é como assistir a
este sinal de trânsito. Vamos dar uma olhada em alguns exemplos da Bíblia.
(Leia Jonas 1.2) A Jonas foi dito Levanta-te, vai a Nínive. Estava claramente sendo
dito por Deus para ir fazer alguma coisa, tomar medidas. Às vezes, quando oramos a
Deus, ele mostrará quando é hora de agir e ir.
(Leia Marcos 5.19) O homem possuído, depois de ser curado, queria ficar com Jesus.
Mas Jesus disse-lhe que não, para parar, que o importante era ficar em casa e contar
a seus amigos sobre Jesus. Às vezes achamos que sabemos o que é certo, mas Deus
nos faz parar e nos diz para fazer algo totalmente diferente que nunca teríamos feito
por nossa conta.
(Leia Isaías 40.31) Este versículo significa que às vezes Deus nos quer desacelerar,
ter cautela e esperar que Ele primeiro aja. Devemos submeter nossa vontade à Dele,
e esperar pacientemente até que Deus nos diga mais. Isso nos dará tempo para
renovar nossa força para o que Deus tem planejado com antecedência. Vamos
aprender a ouvir a Deus quando oramos para que nós saibamos o que fazer.

Sugestão para Decoração: Use sua criatividade, decore a igreja com semáforos,
ruas, carros, placas de sinalização. Faça maquetes de cidade, etc. Use material
reciclável (é um recurso bem barato) peça ajuda das crianças, elas vão adorar.

6
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Classe: Juniores

Aula 1
Sinal Verde!

Nasceu o Salvador!
Vá em Frente!
Siga-o!

7
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Enriquecendo os conhecimentos

Espírito Santo: Deus, o Espírito Santo é igual ao Pai e ao Filho. Ele opera no mundo
para mostrar as pessoas o seu pecado, a justiça de Deus e o seu plano para salvá-las
do juízo vindouro. Mediante o seu poder confio no Senhor Jesus como meu Salvador.
Uma vez que tenha aceito Jesus, o Espírito Santo vive e opera dentro de mim,
convencendo-me do pecado, ajudando-me a conhecer melhor a Deus, e dando-me
forças para fazer o que é certo.

Personalidade
 Ensina - Jo 14.26
 Podemos resistir a Ele – At 7.51
 Consola – At 9.31
 Fala – At 28.25
 Pode ser entristecido – Ef 4.30

Obra da Salvação
 Dá uma nova natureza – Jo 3.5,6; Tt 3.5
 Vem viver dentro de nós – Rm 8.9; 1Co 6.19
 Batiza no corpo de Cristo – 1Co 12.13
 Sela – Ef 1.13; 4.30

Obra entre os crentes


 Consolo – Jo 14.1-29
 Dá poder para agir certo – Jo 14.16-20
 Convence – Jo 16.8-11
 Ensina guiando a toda verdade – Jo 16.13
 Dá poder para testemunhar – At 1.8
 Guia até nas desavenças – At 15.36; 16.15
 Ora por nós – Rm 8.26
 Revela as coisas de Deus – 1Co 2.10
 Concede dons - 1Co 12.1-11
 Enche – Ef 5.18

Obra no mundo
 Convence do pecado, justiça e juízo vindouro – Jo 16.7-11
 Reprime o mal – 2Ts 1.5,6

PARE: Na rodovia quando isso esta escrito, ou quando


os policias pedem pra parar, é pisar nos freios e parar
mesmo. Na bíblia o PARE está sendo usado em vários
versículos. Mais um em especial na parte da fofoca.
Provérbios que há seis coisas que Deus odeia, mais
uma sétima que ele abomina, “...o que semeia
contendas entre irmãos.” Pv 6.19
Em I Timóteo 6: 20 a Bíblia é bem clara: “Evite as
conversas inúteis...”
Então pra esse versículo, coloque a placa PARE e
deixe-a bem vermelha na sua memória, como diz as pessoas, quando a sua língua
tiver coçando pra fazer um "comentário" sobre o irmão ou contar aquela fofoca,
imediatamente coloque os freios na sua língua e PARE.

8
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Semáforo da Oração

Prepare um Grande Semáforo, de preferência com E.V.A, com um cabo para segurar,
ou com uma alça que você possa colocar pendurado no seu pescoço. Para o retângulo
você poderá utilizar E.V.A preto e 6 círculos: 2 vermelhos, 2 amarelos e 2 verdes. Em
cada círculo coloque uma parte de velcro e em cada palavra cole a outra parte.
Prepare-o conforme a ilustração abaixo:

Com o auxílio desse recurso você ensinará as crianças um pouco sobre a Oração.
Apresente a parte da frente do Semáforo e pergunte quem sabe o que ele é, para
que serve. Depois pergunte o que cada cor indica. Conforme as crianças forem
participando com suas respostas vá colando as palavras sobre as cores.

Para cada oração existe um semáforo. Com as mesmas cores e os mesmos significados
que o semáforo de trânsito tem, porém de forma espiritual é claro! É assim, toda vez
que fazemos uma oração acende uma luzinha do semáforo.
Se acender a VERMELHA: Deus está lhe dizendo que não, que o que você está pedindo
não é o correto, que pra você pode até ser, mas Deus bem sabe que não. E quando
essa luzinha acender não adianta espernear. Chorar ou coisa de esse tipo. Deus sabe
o que é melhor para cada um dos Seus filhos e jamais lhe dará algo que não irá lhe
fazer bem! Tiago 4.3 “Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em
vossos deleites”.
Se acender a AMARELA: Deus está te pedindo para ter paciência, talvez não seja o
momento certo de receber o que tanto pede, espere mais um pouco. Confie em Deus
que na hora certa Deus vai te responder e lhe conceder o que pedes, seja paciente e
confie em Deus! Salmos 40:1“Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou
para mim, e ouviu o meu clamor”.
Agora se acender a VERDE: É Deus aprovando a sua oração e derramando sobre você
a sua bênção, agora seja sábio e desfrute da sua conquista! Salmo 37.4 “Agrada-te
no SENHOR, e te concederá os desejos do teu coração”.

9
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Aula: 1 Data: / /

Sinal Verde

Tema: Nasceu o Salvador! Vá em Frente! Siga-o!

Objetivo: Ensinar que o Espírito Santo habita em cada criança como


habitava em Jesus, Ele protege, cuida, guia e dá sabedoria.

História Bíblica: Concepção e Nascimento de Jesus

Texto Bíblico: Mateus 1.18-2.23

Para memorizar: Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após
mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; (Mt 26.24)

Objetivos do Professor: Que a criança não salva receba Jesus, o Prometido, como
Salvador do pecado. E a criança já salva seja batizada com o Espírito Santo.
Mostrar a criança através da história bíblica que o Espírito Santo habitava em Jesus,
desde a sua concepção nota-se a ação do Espírito Santo: Ele avisa , guia, protege e
da sabedoria. Assim também é na vida de cada criança desde que ela aceita a Jesus
como seu Salvador (nascer de novo) o Espírito Santo passa a habitar na vida dela.

Verdade Prática: O senhor Jesus veio para ser o seu Salvador do pecado como
prometido por Deus.

Recursos utilizados: Teatro: O Caminho Da Vida

Cânticos: Banco de trás – Aline Barros; Ao Amanhecer – Os Ovelhas; Minha Porção – Os


Ovelhas; Pare, Olhe, Siga a Jesus – Alessandra Aline e Elias Junior;

Ilustração: O Espírito Santo mora no crente


Um pastor entrou numa casa uma noite e a luz era muito fraca
porque o vidro do foco estava sujo. Tomando um trapo de pano
molhado, ele lavou o vidro e a luz se fez sentir mais forte e
brilhante. Para que o foco dê melhor luz é necessário que se limpe
diariamente.
É possível que a luz seja muito boa dentro do foco, porém, quando
o foco está sujo, ela não brilhará por fora. Assim é com a luz da
vida cristã. O Espírito Santo entra no crente quando se converte,
para morar ali, procurando manifestar o Seu poder, brilhar na vida e alumiar o
caminho para os que vivem em seu derredor.
Muitas vezes, porém, o Espírito Santo não pode fazê-lo devido às manchas da vida. É
preciso que o cristão tenha cuidado para não manchar o seu corpo que é morada do
Espírito, porque o Espírito não poderá brilhar por meio de seus feitos.

Atividades para fixação:


Crianças anunciam o nascimento de Jesus na TV e no jornal impresso.
Quando a gente coloca as crianças para fazer alguma atividade, os resultados
sempre são bons e a gente se surpreende.
Material: Bíblias e livros; mapa da região de Belém; papel e lápis; livros de geografia
e história para você estudar previamente.
Como Fazer:
Trabalhar com as crianças uma leitura e interpretação atual da história de Jesus.

10
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Faça um diagrama sobre as sessões que um jornal contém, tipos de matérias, se


levam fotos ou não, etc..
Desenvolva um jornal sobre o dia do nascimento de Jesus. Pode ser em formato
impresso (que pode depois ser fotocopiado e distribuído aos adultos) ou em formato
TV.
Antes de iniciar, determine:
- Quem edita o jornal? (O povo local era judeu; o governo era romano).
- O jornal é de onde? (da cidade de Belém? de todo o país?)
Temas que vocês podem desenvolver:
a) lotação esgotada nas hospedarias
b) um editorial sobre o censo: a direção do jornal concorda ou discorda do decreto
romano para realizar o censo?
c) uma estranha estrela nos céus
d) a visita inesperada de reis do oriente (explore com as crianças a aparência
diferente que estes homens deviam ter, o impacto deles na população local, etc...)
e) a visita de pastores de ovelhas à cidade (no meio do horário de expediente!! Será
que os pastores estão fazendo uma greve?)
f) um dos "repórteres" pode ir junto com os pastores ou os reis, e entrevistar os pais
da criança (porque ela está recebendo tantas visitas, quem é, o que há de tão
especial aqui?)
g) previsão do tempo (quem sabe até com um mapa da região?)
Incluam também propagandas, afinal, um jornal as tem:
- uma do governo, convocando para o censo
- quais os produtos da época? Camelos (aluguel de camelos ou "vaga" para estacioná-
los); comidas (o que se comia? como anunciar estes produtos?); pontos turísticos de
Belém ("aproveite que você está aqui para o censo, e visite..." - quem sabe o templo,
ou algum local relevante da história do rei Davi).
Outros:
1. As fotografias para o jornal impresso podem ser desenhos das próprias crianças.
2. Para o jornal da TV, vocês podem confeccionar um cenário para os "âncoras"
usando mesas e cadeiras e um painel de papel pardo ou um pano no fundo e da
mesma forma criar cenários para as entrevistas e reportagens nos diferentes locais.
3. O importante é que as crianças mergulhem na história e encontrem aspectos
inusitados da narrativa bíblica.

Dinâmica: Meu corpo é Templo do Espírito Santo


Participantes: Indefinido.
Tempo Estimado: 20 minutos.
Material: 2 folhas de papel para cada participante, canetas hidrocor, fita adesiva,
cola e tesoura.
Descrição: Cada membro do grupo deve desenhar em uma folha de papel uma parte
do corpo humano, sem que os outros saibam.
Após todos terem desenhado, pedir que tentem montar um boneco (na certa não vão
conseguir pois, terão vários olhos e nenhuma boca… ). Em seguida, em outra folha de
papel, pedir novamente que desenhem as partes do corpo humano (só que dessa vez
em grupo) Eles devem se organizar, combinando qual parte cada um deve desenhar.
Em seguida, após desenharem, devem montar o boneco.
Terminada a montagem, cada membro deve refletir e falar sobre como foi montar o
boneco. Explique que o boneco não tem vida, falta algo nele, assim é a criança sem o
Espírito Santo em sua vida. Conduzir um momento de oração a Deus, cada um pode
orar em voz alta pedindo para que o Espírito Santo venha encher este templo.
Objetivo: Levar as crianças a buscarem o batismo com o Espírito Santo.

11
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Observações:
O Espírito Santo em ação na vida de Jesus (Ler Mateus)
A atividade do Espírito Santo é evidente em cada fase da vida e do ministério de
Jesus. Foi por meio do Espírito que Jesus foi concebido no ventre de Maria.
Antes de Jesus começar seu ministério publico, Ele foi tomado pelo Espírito de Deus
e foi conduzido pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo Diabo como
preparação adicional ao seu papel messiânico. O poder do Espírito habilitou Jesus a
curar e a expulsar demônios.
Da mesma forma que João imergia seus seguidores na água, Jesus imergirá seus
seguidores no Espírito Santo.
Jesus declarou que suas obras eram feitas sob o poder do Espírito Santo,
evidenciando que o Reino de Deus havia chegado e que o poder de Satanás estava
sendo derrotado.
O Espírito Santo está ligado aos exorcismos de Jesus e à presente realidade do Reino
de Deus, mais precisamente, o Espírito Santo está executando um novo
acontecimento com o Messias – “é chegado o Reino de Deus sobre vós”.
O Espírito Santo é encontrado na Grande Comissão. Os discípulos são ordenados a ir e
a fazer discípulos de todas as nações, “batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do
Espírito Santo”. Isto é, eles deveriam batizá-los “no/com referência ao” nome – ou
autoridade – do Deus Triúno. Em sua obediência a essa missão, os discípulos de Jesus
tem garantida sua constante presença com eles.

Peça ajuda do Espírito Santo para ministrar as aulas. Não por


força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos
exércitos. (Zc 4: 6)
O que distingue a Educação secular da cristã, é que esta tem a
Bíblia como seu objeto de estudo e sua meta é a transformação de
vidas. Em razão disto a obra do Espírito Santo é indispensável para
o alcance de tão sublime meta.
Na educação cristã, a eficácia do ensino depende indiscutivelmente da obra do
Espírito Santo. Esta eficácia ocorre na preparação da aula, na ministração e na
recepção por parte dos alunos.
A necessidade do Espírito Santo na vida do professor.
O professor precisa de capacitação espiritual.
Em 1Co 2.1 e 2Co 3.5 está claro que o sucesso do ensino não depende, em primeiro
lugar, da capacidade do professor.
Assim, o mestre pode ser eloqüente, didaticamente correto, demonstrar grande
conhecimento sem, no entanto, obter o resultado esperado.
A Educação cristã se dá através do contato do aluno com Deus.
Enquanto o professor estuda, planeja e ensina, o Espírito Santo dá a direção, o
poder, o discernimento e a iluminação. O coração do professor transborda e o
coração do aluno se enche. Sendo iluminados os olhos do vosso coração. (Ef 1.18)

12
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Hora Da História:

Concepção e Nascimento de Jesus


Introdução:
Alguém já fez uma promessa pra você e não cumpriu? Você talvez ache que as
pessoas nunca cumprem as suas promessas. Quando Deus faz uma promessa, Ele
sempre cumpre. A promessa mais especial de Deus estava perto de se cumprir.

Andamento:
Chegou à hora de Deus cumprir a promessa de enviar o Seu Filho feita a centenas de
anos (Gl 4.4,5). Nosso Deus Santo entristeceu-se com o pecado que estragou a sua
perfeita criação. Imediatamente após o pecado Deus fez a promessa que agora havia
cumprido (Gn 3.15).

Quando Maria e José eram noivos, um anjo apareceu e disse a Maria que Deus ia
realizar um milagre nela usando-a para trazer Seu Filho ao mundo sem um
homem como pai.
Nenhuma outra criança havia nascido ou haveria de nascer desse modo. Nosso Deus
amoroso estava enviando Seu Filho perfeito ao mundo de maneira milagrosa; Ele
seria um Deus em corpo humano. Como seria tanto um Deus perfeito quanto homem
perfeito, só Ele podia pagar o preço por todo pecado de todas as pessoas do mundo.
Em amor, Deus queria que todos se reconciliassem com Ele. Embora você seja
pecador, Deus já o amava antes de você nascer, e sempre o amará. Ele quer que
você o conheça e tenha um relacionamento certo com Ele. A palavra de Deus diz: (Jr
31.3). Foi por isso, que quando chegou a hora oportuna, Deus cumpriu Sua
promessa de enviar Seu Filho perfeito. Para nascer como homem.

Um anjo apareceu mais tarde a José num sonho, contando a Ele que o filho de
Maria seria chamado Jesus, pois salvaria o povo dos pecados deles (MT 1.19-23).
Jesus, que nunca haveria de pecar, ia morrer numa cruz, recebendo o castigo pelo
seu pecado e pelo meu. Você e eu somos os que merecem o
castigo pelo nosso pecado (as coisas erradas que pensamos,
dizemos ou fazemos). Desagradamos muitas vezes a Deus. Você
costuma usar o nome de Deus para jurar? Ele nos proíbe isso.
Você talvez nem sempre fale a verdade sobre onde esteve, sobre
o que você vê na televisão, ou sobre a sua tarefa de casa. A
Bíblia diz que Deus odeia mentira (Pv 6.16-19). (Dê exemplos de
pecado conforme a idade dos alunos da sua classe). Deus é santo
- tão bom e reto que deve castigar o pecado. O castigo para todo
pecado é a morte. Isto significa ficar separado de Deus para sempre (Rm 6.23). Eu

13
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

mereço este castigo e você também. Mas Deus nos ama tanto que prometeu enviar
seu Filho para receber este castigo por nós. Deus estava agora cumprindo esta
promessa: Jesus em breve nasceria ao mundo.

José obedeceu ao anjo e casou-se com Maria (Mt 1.24,25).


Como Deus havia prometido em Is 7.14 o Filho de Deus foi milagrosamente concebido
pelo Espírito Santo no útero de uma virgem. Deus Filho é eterno. Ele já existia na
eternidade com o Pai (Jo 1.1,2) e ia agora tornar-se Deus homem.
José obedeceu imediatamente. Se você é filho de Deus, também
precisa obedecer a Ele. Algumas vezes é difícil obedecer a Deus,
mas Ele vai ajudar você a dar-lhe a Sua força para dizer “Não” ao
erro e “Sim” a Ele. José confiou em Deus e depois de receber a
mensagem do Anjo, obedeceu e foi para o Egito.

Quando Jesus nasceu em Belém, os magos foram adorá-lo (Mt


2.1,2)
Maria e José estavam agora morando numa casa. Depois de ver a
estrela nos céus os magos foram da Pérsia (Irã) para adorar o recém-nascido.

Ouvindo que os magos tinham vindo adorar o Rei dos Judeus, o Rei Herodes
chamou os principais sacerdotes e escribas para descobrir onde a criança deveria
nascer (Mt 2.3-7).

Herodes ordenou-lhes que fossem a Belém, encontrassem esse Rei e depois


voltassem para dar noticias, dizendo que ele também queria adorá-lo.
Satanás tentou ativamente evitar que Deus cumprisse a sua promessa.

Guiados por uma estrela, os magos encontraram Jesus, o adoraram e lhe deram
presentes.
Alguns acreditam que o presente de ouro fala da divindade ou pureza de Jesus; o
incenso, fala da fragrância da Sua vida; e a mirra de Sua morte.

Quando Deus avisou os magos, em um sonho, que não voltassem a Herodes, eles
regressaram a seu país por outro caminho diferente.

Enquanto isso, Deus proveu a proteção de Seu Filho. Em um sonho um anjo disse
a José para levar Maria e Jesus para o Egito (MT 2.13-15).

Vendo que os magos não voltaram Herodes irou-se e mandou que todos os
meninos com menos de dois anos, em Belém, fossem mortos.
A tentativa de Satanás para frustrar o plano de Deus não foi uma
surpresa (Jr 31.15). Satanás tentou impedir que Deus cumprisse
a Sua promessa. Mas, na fidelidade da Sua Palavra, Deus não
permitiu que nada acontecesse a Seu Filho que veio para ser o
Salvador do mundo (1Jo 4.14). O plano de Deus era para Jesus
ser pregado numa cruz dando o seu sangue pelos nossos pecados
(Hb 9.22). Ele não merecia morrer por que não tinha pecado,
mas, o Filho perfeito de Deus, o Senhor Jesus, aceitou
voluntariamente receber o castigo pelo seu pecado e o meu (1Jo
4.9,10). No terceiro dia depois de Jesus ter morrido e ser sepultado, Deus o trouxe
de volta a vida. Quanto Deus ama a você e a mim? Ama tanto que deu seu único Filho
para morrer na cruz para que nós “não perecêssemos [fossemos punidos para sempre
pelo nosso pecado], mas tivéssemos a Vida Eterna [vida especial, que nunca acaba!]”
(Jo 3.16). Você pode ter a Vida Eterna quando crê no Senhor Jesus e O recebe como

14
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Salvador. Jesus foi o Prometido que Deus enviou ao mundo. Ele não permitiria
que a Sua promessa falhasse.

Clímax:
Apesar das tentativas de Satanás para destruir o senhor Jesus, Deus manteve a
Sua promessa, protegendo Seu Filho, o Messias, a quem tinha enviado para ser o
Salvador do mundo.

Conclusão:
Ao receber outra mensagem do Anjo, José e sua família voltaram para Israel,
estabelecendo-se em Nazaré.
[A fuga para o Egito e a saída de lá cumpriram Oséias 11.1: “do Egito chamei meu
Filho”. O fato de José estabelecer-se em Nazaré levou ao cumprimento de Mateus
2.23.]

Apelo (não salvos)


Você percebeu o que a maior promessa de Deus significa para sua vida? Você pode
ser salvo dos seus pecados, crendo no prometido de Deus, o senhor Jesus Cristo,
(Jo 3.16).

Fazendo o Apelo à Criança Não Salva


O apelo é uma oportunidade para a criança expressar seu desejo de receber Cristo
como Salvador. Para o professor, ele é um elo entre ensinar a Mensagem da Salvação
e o aconselhamento. Este é um momento importante quando você não quer que nada
dê errado, prepare-se com antecedência e reflita cuidadosamente sobre como fará o
apelo para a Salvação. Confie depois no senhor, para que Ele seja sua tranqüilidade e
confiança durante o apelo.
Use a Bíblia
Leia ou cite um versículo bíblico que inclua tanto condição de Deus para a Salvação
(o que Ele requer da criança) quanto à promessa divina de Salvação (o que Ele
oferece a criança). Explique a condição e a promessa à criança.
Faça o apelo só depois de apresentar a Mensagem da Salvação. Se tiver de atender ao
apelo de Deus, a criança deve compreender a sua necessidade como pecadora e crer
na morte e ressurreição do senhor Jesus como único caminho para a salvação.
Escolha antecipadamente o versículo que vai ler ou citar para o apelo, use depois os
mesmos conceitos e palavras quando apresentar a Mensagem da Salvação, por
exemplo, “receba” Cristo e torne-se “filho de Deus” (Jo 1.12) ou “creia” e seja
“salvo” (At 16.31).
O apelo deve ser claro.
Pratique para que possa explicar claramente o versículo do apelo. Sua voz deve ser
baixa e reverente para ajudar a transmitir a importância dessa decisão. Tenha
certeza de que a criança saiba exatamente qual o propósito do seu apelo.
O apelo deve ser breve.
A atenção da criança é pequena. Se Deus estiver falando com a criança, ela irá
atender sem um apelo prolongado.
Esteja certo de que o apelo é pessoal.
Use o pronome você em vez de alguém ou quem.
A decisão da criança ao atender ao apelo deve ser espontânea.
Permita que o Espírito Santo a convença do pecado. Quando Ele está trabalhando no
coração da criança, não há necessidade de pressão ou de um apelo emocional.
Nunca pressione a criança para tomar uma decisão.

15
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Atividade Extra: Jogo do POR QUÊ? - É um jogo rápido e bastante emocionante. Um


participante terá que dar uma resposta imediata para as perguntas do mestre.
Funciona assim: O mestre começa perguntando qualquer coisa. Daí, com base na
resposta do jogador ele faz outra. Ex: MESTRE: - Por que você está aqui? VÍTIMA: -
Por que meu pai paga. MESTRE: - Por que ele paga? VÍTIMA: - Porque ele trabalha.
MESTRE: - Por que ele trabalha?
E por aí vai... A vítima perde o jogo quando fala "Por que sim" – "Por que não",
quando repete uma resposta já dita antes ou quando amarela.

Teatro: O Caminho Da Vida

Elenco: 1, 2, 3) Obstáculos; 4) Estudante; 5) Evangelista

Atuação: Este drama é uma tragédia, e os atores devem procurar vivenciar a dor da
rejeição, que certamente muitos estudantes sofrem na escola, na rua ou em casa.

Apresentação: Um amigo nosso está enfrentando dificuldades que todos


enfrentamos, uma vez ou outra. Qual será a solução?

Entram o evangelista primeiro e se posta no extremo da fila, segurando o Livro da


Vida e os três obstáculos e ficam lado a lado, no meio do palco, de frente para a
platéia, com um metro de distância entre si.

Entra o estudante, fica no canto do palco: Que bom estar vivo, como estou alegre.
Quero percorrer o caminho da vida, afinal viver é tão fácil! Dá um volta e começa a
andar na linha em frente aos outros atores.

O obstáculo 1 estende o braço e impede que o estudante continue: Você é feio.


Veja que nariz horrível que você tem. E este cabelo, olha que coisa feia! Suas roupas
são ridículas. Você é mesmo muito feio.

O estudante volta para o canto do palco, cabisbaixo, começa a chorar: Ele diz que
eu sou feio, sou ridículo. Chora, e com muito custo se consola: A vida não é tão fácil
como eu pensava, mas eu vou tentar novamente.

O estudante dá uma volta e começa a andar na linha em frente aos obstáculos


novamente. Passa pelo primeiro, mas o segundo estende o braço e o impede de
continuar: Você é burro. Veja suas notas. Você não sabe nada, não sabe escrever,
não sabe fazer contas, você vai repetir de ano, você é burro, você é burro!

O estudante volta para o canto do palco cabisbaixo e chora: Ele diz que eu sou
burro. Eu não fiz nada para ele, mas ele não gosta de mim. Diz que eu sou burro, que
eu vou repetir de ano, diz que eu não sei nada. Chora muito, e com dificuldade se
consola: A vida é muito, muito difícil. Mas eu vou tentar novamente.

O estudante dá uma volta e começa a andar na linha em frente aos obstáculos.


Passa pelo primeiro, passa pelo segundo, mas o terceiro estende o braço e o
impede de continuar: Você não vale nada! Você é um fracasso! Você só me
atrapalha! Eu não gosto de você. Você não tem futuro. Você não vale nada. Você
não vale nada!

O estudante volta para o canto do palco chorando. Os três obstáculos o


perseguem, cada um repetindo seu discurso, em tumulto à volta dele. O

16
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

estudante sucumbe e vai caindo no chão até ficar em posição fetal, chorando,
todo encolhido. Os obstáculos continuam perturbando.

O evangelista sai de sua posição e acenando com o Livro da Vida espanta os


obstáculos que se refugiam no fundo do palco. O evangelista ajuda o estudante a
se levantar: O que você tem? O que está acontecendo?

Estudante: É impossível viver. Eu tentei, mas dizem que eu sou feio, que eu sou
burro, que eu não valho nada, que sou um fracasso. Volta a chorar.

Evangelista: Não fique assim! Veja aqui, há alguém que te ama muito! Abre o Livro
da Vida e mostra. Este livro conta a história de alguém que enfrentou todos os
obstáculos para ajudar você a viver uma vida feliz. É Jesus, ele ensinou que você é
muito, muito importante para Deus.

Estudante pegando o Livro da Vida e apreciando: É mesmo? Eu sou importante para


Deus? Levanta a cabeça consolado, pulando de alegria: Eu sou importante para
Deus!

Os obstáculos voltam e tentam atacar, então o estudante os ataca com o Livro da


Vida e grita: Jesus disse que eu sou importante para Deus. Os obstáculos caem no
chão e o estudante diz ainda: Eu sou importante para Deus.

Todos os atores ficam lado a lado, apontam para a platéia e dizem: Jesus disse que
você é importante para Deus!

Um dos atores se adianta e faz a aplicação. Se houver um testemunho de


sentimento de rejeição complexo de inferioridade curado por Jesus, será muito
propício: Que situação difícil passou este personagem. Eu também passei por isto.
Houve um tempo de minha vida que eu ficava na cama, chorando, desejando
desaparecer deste mundo porque eu achava que ninguém gostava de mim. Todos
davam risada de mim, achava defeito em tudo o que eu fazia. Ninguém queria ser
meu amigo, ninguém gostava de andar comigo, eu era desprezado e rejeitado. Mas
eu comecei a ler a história e o ensino de Jesus, e aprendi que ele se importou
comigo, ao ponto de enfrentar os maiores obstáculos para me ensinar a ser feliz.
Algo começou a mudar dentro de mim. Comecei a reconhecer o meu valor, e as
pessoas começaram a me dar valor também. Hoje superei toda aquela tristeza e vivo
feliz, porque Jesus me ajudou. Tudo o que Jesus disse está neste livro que vamos lhe
dar de presente hoje. Aqui você vai encontrar ajuda e superar a tristeza e
sentimentos que tiram a sua felicidade de viver. Leia este livro com cuidado e siga o
ensino e o exemplo de Jesus em sua vida.

Enriquecendo os conhecimentos
O Espírito Santo: é a terceira pessoa da Santíssima Trindade, é Aquele que foi
enviado por Deus para ser o Consolador, o Paráclito (Jo 15. 26)
É Ele que nos ajuda a reconhecer nossas falhas, a voltarmos para Deus, que nos dá
força para vencermos o pecado na nossa vida. É Ele que faz o nosso coraçãozinho
bater bem forte, nos dizendo o que é certo e o que é errado.
Quando fazemos algo errado o nosso coraçãozinho quase salta pela boca. Parece que
um alarme é acionado dentro da gente, avisando que algo está errado... é o Espírito
Santo de Deus que mora em mim e em você que faz isso!
O Espírito Santo dentro de nós diz assim: “Não faça isso! É errado! É perigoso!” O
Espírito Santo é nosso grande amigo e companheiro de todas as horas, principalmente
na nossa escola, na hora da aula, de fazer tarefa e de oração.

17
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Papai do Céu cuida de nós, por isso nos mandou seu Espírito Santo como
companheiro. Um amigo sempre pronto para nos guiar e nos ensinar o que é certo e o
que é errado!

A Palavra de Deus conta que Jesus também recebeu o Espírito Santo, quando foi
batizado o Espírito veio até Jesus em forma de uma pombinha. Mas também vemos
na Bíblia outros símbolos do Espírito Santo:

· Água – Jo 4.10 · Pomba – Lc 3. 21-22


· Fogo – Lc 3. 16; At 2. 3-4 · Vento – At 2. 2
· Nuvem – Lc 9. 34-35; Ex 33. 9
· Dedo – Lc 11. 20

Algumas passagens da Bíblia em que o Espírito Santo está presente:

· Na criação – Gn 1. 2; Gn 2. 7. Espírito Santo os impediu de proclamar


· Na anunciação – Lc 1. 26-35 a palavra de Deus na Ásia.At 16. 6-7
· Quando Jesus foi batizado – Lc 3. 21- · Pentecoste -At 2. 1-4
22 · Mistério revelado pelo Espírito Santo I
· Primeira viagem de Paulo e Barnabé – Cr 2. 10
At 13. 2
· Na viagem de Paulo e Timóteo, o

A maior obra do Espírito Santo foi gerar Jesus (Lc 1. 34)


Nós fomos criados para amar, servir, perdoar e não vivermos vazios. Cristão sem o
Espírito Santo é cristão bola murcha
O Espírito Santo, se faz presente hoje na nossa Igreja para nos dirigir, nos
impulsionar para nos soprar para onde Deus quiser.

O Espírito Santo é quem nos dá poder e unção para podermos ganhar almas.
· Jo 14. 26 – É Ele que nos recorda as mensagens de Jesus.
· Rm 8. 26 – Nos ajuda, fortalece nos momentos difíceis.

Refletir em oração:
Pedindo sempre o Espírito Santo, cresceremos crianças fortes e inteligentes, pois o
Espírito Santo vem sempre em nosso socorro, nos momentos mais difíceis.

EM OBRAS: Principalmente nas estradas por onde


viajamos quase que semanalmente, encontramos
placas escritas “EM OBRAS”. Nós constantemente
vamos encontrar na nossa vida a placa EM OBRAS.
Em Filipenses 1.6 diz: “Estou convencido de que
aquele que começou boa obra em vocês, vai
completá-la até o dia de Cristo Jesus.”
É um transtorno grande agora, temos que andar
mais devagar, temos que esperar na pista, temos
que passar pelos desvios, porém quando a obra
estiver pronta, vai ser uma delicia viajar por essas
estradas. Deus esta constantemente trabalhando
em nós pra que também sejamos bons, pra que
possamos ser perfeitos, para ser santo como Ele é.

18
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

19
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Classe: Infantil

Aula 1
Sinal Verde!

Nasceu o Salvador!
Vá em Frente!
Siga-o!

20
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Aula: 1 Data: / /

Sinal Verde

Tema: Nasceu o Salvador! Vá em Frente! Siga-o!

Objetivo: Ensinar que o Espírito Santo habita em cada criança como


habitava em Jesus, Ele protege, cuida, guia e dá sabedoria.

História Bíblica: Concepção e Nascimento de Jesus

Texto Bíblico: Mateus 1.18-2.23

Para memorizar: Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após
mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; (Mt 26.24)

Objetivos do Professor: Que a criança não salva receba Jesus, o Prometido, como
Salvador do pecado. E a criança já salva seja batizada com o Espírito Santo.
Mostrar a criança através da história bíblica que o Espírito Santo habitava em Jesus,
desde a sua concepção nota-se a ação do Espírito Santo: Ele avisa , guia, protege e
da sabedoria. Assim também é na vida de cada criança desde que ela aceita a Jesus
como seu Salvador (nascer de novo) o Espírito Santo passa a habitar na vida dela.

Verdade Prática: O senhor Jesus veio para ser o seu Salvador do pecado como
prometido por Deus.

Recursos utilizados: Fantoche: O mais importante é Jesus

Cânticos: Banco de trás – Aline Barros; Ao Amanhecer – Os Ovelhas; Minha Porção – Os


Ovelhas; Pare, Olhe, Siga a Jesus – Alessandra Aline e Elias Junior;

Ilustração:
Perfeito como Ele é Perfeito (Mt. 5.48)
À beira de um grande charco, vivia um casal com seu filhinho Henrique. Um dia
Henrique seguiu o pai, pântano adentro, sem que os pais o percebessem. Quando
deram pela falta do menino, puseram-se a procurá-lo, ansiosos. Afinal descobriram
seus pequenos rastos, rumo ao charco.
Em cada pegada deixada pelo pai, via-se o rasto do pequenino sapato de Henrique.
Os pais o seguiram, penetrando no charco, forçando a vista no afã de descobrir o
paradeiro do filhinho. Ao chegarem ao outro lado do pântano, encontraram Henrique
sentado à beira do caminho. Ali, no chão batido, não podia mais ver os rastos do pai,
de maneira que se sentou, à espera que o pai o viesse buscar,

Seria maravilhoso se, como filhos de Deus que somos nossos pés sempre só fossem
encontrados onde as pisadas de nosso Pai celestial assinalam o caminho!

Atividades para fixação: Jogo do Trânsito;


Quadro de Perguntinhas
O quadro de perguntinhas pode ser confeccionado com papel pardo, folha de álbum
seriado ou cartolina e deve ser utilizado no suporte para álbum seriado ou mesmo no
quadro-de-giz. Basta desenhar, no papel escolhido, um retângulo dividido em
quadrinhos e numerados. Cada número deverá corresponder a uma pergunta que

21
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

podem ser registradas em fichas pautadas ou cartolina colorida. As crianças deverão


responder à pergunta correspondente ao número escolhido por elas.

Atividades Extras: Futesopro: É uma espécie de futebol, mas ao invés de bola, usa-
se bexiga e ao invés de pés, usa-se a boca. No final de cada extremidade da sala
existirá um gol. O Objetivo é, através do sopro, levar a bexiga ao gol. A equipe que
fizer mais gols vence.

Entendendo o Tema da EBF - Classe Infantil

Sinais de Trânsito
Com antecedência, preparar em cartolina alguns sinais de trânsito mais comuns que
as crianças reconheçam.
Mostrar os sinais para as crianças e falar sobre o significado de cada um deles. Então,
permitir que cada criança “dirija” um carrinho de brinquedo no chão. Pedir que
prestem atenção na pessoa que estará segurando um sinal de trânsito e que eles
devem obedecer ao sinal. (Devem parar quando virem o sinal “Pare” ou o sinal de
“travessia de pedestres”; devem parar e olhar para os dois lados quando virem o
sinal “dê a preferência” etc.)

Dar tempo para respostas ao perguntar:


Vocês gostaram dessa atividade?
Foi fácil ou difícil obedecer aos sinais ou regulamentos de trânsito?
Por que existem regulamentos e sinais de trânsito? (Para segurança, para evitar
acidentes, etc)
O que aconteceria se não estivessem obedecendo os regulamentos de trânsito
(Acidentes, motoristas ficariam zangados ou assustados)
Onde mais temos regulamentos? (Em casa — não brincar com tornadas obedecer
prontamente, ir para a cama quando foi mandado; na escola — não mascar
chiclete, não correr com tesoura na mão; na igreja — não correr nem falar alto; ao
dirigir um carro — obedecer aos sinais de trânsito e ao limite de velocidade; nas
piscinas — não correr, nem mergulhar; nos aviões - não fumar; nos restaurantes —
não entrar sem camisa, nem descalço.)
Por que temos regulamentos em tantos lugares? (Para todos saberem o que fazer,
ninguém se enganar, evitar acidentes, ninguém ficar triste ou zangado, tornar jogos
divertidos)
A Bíblia mostra que Deus deu regulamentos ao seu povo pelos quais viver. Ele quer
que sejamos felizes ao seguirmos esses regulamentos.
Hoje vamos aprender os sinais que Deus usa para nos orientar nessa viagem ao céu.

22
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

23
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Fantoche: O mais importante é Jesus

Maria Linguaruda: (CANTAROLANDO) Lá, lá, lá…

Maga: Olá, Maria Linguaruda, você está tão bonita!

Gugu: É mesmo, Maria Linguaruda!

Maria Linguaruda: Obrigada! Minha mãe faz uma roupa nova para mim todos os dias.

Maga: Puxa! Que beleza!

Gugu: E os seus sapatos! Que lindo!

Maria Linguaruda: A minha mãe compra sempre um sapato novo para combinar com
as roupas que eu tenho.

Gugu: Sua mãe deve ser muito rica, Maria Linguaruda!

Maga: É mesmo! Para fazer tudo isso por você tem que ser muito rica.

Maria Linguaruda: É verdade. Tudo o que eu quero ela me dá. Ela tem muito
dinheiro e pode comprar tudo.

Gugu: Tudo não! Eu sei que ela não pode comprar uma coisa…

Maga: O quê, Zeca?

Gugu: Ela não pode comprar a vida de ninguém, porque a vida pertence a Deus.

Maria Linguaruda: Ah! Isso aí é, né? Eu não tinha pensado nisso, claro.

Maga: Você tem muitos brinquedos?

Maria Linguaruda: Claro que tenho! Eu não sei o que eu ainda não tenho de
brinquedos.

Maga: Puxa, então leva a gente para brincar um pouquinho na sua casa.

Maria Linguaruda: Não, não posso, minha mãe não deixa brincar com eles, porque
vocês podem estragar tudo.

Maga: Quer dizer que você não pode levar seus amigos para brincar com seus
brinquedos?

Maria Linguaruda: Às vezes. Com alguns colegas, né?

Gugu: Acho que você não é muito feliz. Eu e a Maga juntamos os nossos brinquedos
todos os dias. A gente se diverte muito. Brinca na terra, dá cambalhotas na grama,
sobe nas árvores, faz uma festa.

Maga: Nós somos pobre, mas temos um tesouro maior que todas as pessoas ricas.

Maria Linguaruda: Tesouro, vocês tão pobres têm tesouros? Ah! Ah! Ah!

24
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Gugu: É verdade! Temos sim, e esse tesouro pertence ao nosso pai do céu. Ele é o
Rei dos reis. Nós temos dois pais: um do céu e um aqui na terra que mora comigo. O
Pai do céu é o dono do tesouro, e nós somos filhos dEle, por isso somos seus
herdeiros. Lá no céu tem um palácio preparado para nós. Só quem tem Jesus vai
morar lá.

Maria Linguaruda: Palácio! Ah! Ah! Ah! Os meus pais são ricos.

Maga: Não, Belinha. Você está enganada. Nosso pai do céu foi quem criou todas as
coisas. Até onde você mora e o que você tem é dEle. Apenas está emprestado para
você. Onde eu moro, também! Ele é o dono de tudo.

Maria Linguaruda: Emprestado? Vocês estão enganados, vou perguntar aos meus
pais. Eu não acredito em vocês!

Narrador: Os dias se passaram e Maria Linguaruda não esqueceu o que seus amigos
falaram. Perguntou a seus pais se na verdade Jesus (Deus) era o criador de todas as
coisas e se apenas Ele poderia dar a vida e tirá-la. Seus pais assim confirmaram.
Depois, passados alguns dias, Maria Linguaruda ficou muito enferma, e seus pais
gastaram todo o dinheiro para que ela ficasse boa. Mas não obtiveram sucesso.

Maria Linguaruda, muito fraquinha, lembrou-se das palavras de seu amigo, que havia
dito que o dinheiro não poderia comprar a vida, mas Jesus poderia curar e salvar. E,
naquela hora, os pais de Maria Linguaruda reconheceram que as crianças estavam
certas. Então as convidou para visitá-la, e elas oraram por Maria Linguaruda e seus
pais.

No dia seguinte…

Gugu: Olá, Maria Linguaruda! Puxa! Como a sua casa é linda, hein!

Maga: Você está melhor, Maria Linguaruda?

Maria Linguaruda: Que bom ver vocês! Agora estou bem melhor. Jesus me curou e
graças a vocês eu aprendi que o dinheiro não é tão importante. A gente morre e tudo
fica. O principal é a nossa salvação. Quase perdi minha vida. Agora posso dizer: Sou
feliz! Jesus me salvou! Jesus me curou!

Maga: Que bom! Jesus é um tesouro que não se acaba.

Gugu: Na terra, tudo se consome e perde seu valor. Se cair uma bomba e destruir
tudo, de nada vai adiantar o dinheiro. Mas quem tem Jesus tem tudo.

Maria Linguaruda: É mesmo. Obrigada! A partir de hoje, eu quero que vocês venham
brincar sempre aqui com os meus brinquedos.

Narrador: E assim Maria Linguaruda aprendeu que o dinheiro não compra a salvação,
pois o preço que Jesus pagou na cruz do Calvário não tem valor que pague. Ele é o
nosso maior tesouro. Jesus é o tesouro mais importante desta vida!

25
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

26
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

27
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Classe: Juniores

Aula 2
Sinal Amarelo!

Atenção!
Cuidado com o inimigo!

28
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Enriquecendo os Conhecimentos

Enfrentando a Tentação
A tentação é a causa da morte espiritual do cristão. Mas, através do exemplo de
Jesus, aprendemos que é possível enfrentar a tentação e sair vitorioso desse conflito
espiritual.
Jesus enfrentou grandes tentações durante o tempo em que permaneceu neste
planeta. Em certas ocasiões, por exemplo, Satanás tentou fazer com que Jesus caísse
em pecado por meio dos maus-tratos que recebia de Seus irmãos, mas Jesus
permanecia firme. Ao ser confrontado por Satanás no deserto, Jesus já estava
familiarizado com esse inimigo astuto. O conflito entre os dois havia começado desde
o Seu nascimento.
A Bíblia relata que Jesus foi “guiado” pelo Espírito Santo para ser tentado. Muitas
pessoas não concordam com a idéia de Deus nos guiar para uma situação tentadora,
mas a fé que não é provada não é uma fé verdadeira. Todo aquele que escolher
seguir a Cristo será guiado para situações para que sua fidelidade a Deus seja
testada. Em momentos como esses é que nossos músculos espirituais são fortalecidos.
Devemos nos apegar à promessa de 1 Coríntios 10:13 que diz: “Deus cumpre Sua
promessa e não deixará que vocês sofram tentações que vocês não têm forças para
suportar. Quando uma tentação vier, Deus dará forças a vocês para suportá-la, e
assim vocês poderão sair dela.”
Jesus enfrentou cada uma das tentações de Satanás com um claro “Está escrito”. A
Palavra de Deus é importante em nossas lutas do dia-a-dia com Satanás. Jesus venceu
Satanás porque havia estudado os escritos dos profetas disponíveis em Seu tempo.
Era um seguidor disciplinado de Deus. Orava, estudava e jejuava — o jejum fez parte
da Sua preparação para a ocasião em que foi tentado no deserto.
Com o auxílio do Espírito Santo, somos capazes de vencer qualquer tentação, assim
como Jesus.

“No interior da Austrália encontra-se uma planta conhecida como ‘drósera’. Essa
planta possui um caule fino e folhas pequenas e arredondadas, que possuem
pequenos cabelinhos que resplandecem com as gotas brilhantes de um líquido
espalhado em sua superfície que aparenta ser tão delicado quanto o orvalho. Pobre
do inseto que ousar passear por suas folhas. Apesar de suas flores atrativas nas cores
vermelha, branca e cor-de-rosa serem inofensivas, as folhas são cruelmente
mortíferas. O líquido brilhante espalhado pelas folhas dessa planta é pegajoso e
qualquer inseto que resolver passear por ali acabará ficando preso. Ao tentar se
soltar, a vibração dos movimentos do inseto fará com que as folhas se fechem ao seu
redor. Essa planta de aparência tão inocente se alimenta de suas vítimas.”

Ninguém cairia numa tentação que não parecesse ser de alguma forma boa ou
prazerosa. As tentações sempre prometem algo bom, mas no final acabam
machucando mais do que esperávamos. “Toda tentação vencida representa uma nova
reserva de energia moral. Toda prova suportada e resistida com um espírito correto
torna a alma mais nobre e mais forte do que era antes.” Em cada tentação há a
oportunidade de crescimento em Cristo que, se rejeitada, não poderá ser
recuperada. Ao se preparar para explorar as histórias das lições desta semana,
mantenha em mente que foi o hábito de Jesus de resistir ao Diabo e a Sua iniciativa
de sempre fazer a vontade de Deus no lugar da Sua que O capacitou a enfrentar as
tentações no deserto e a sair vitorioso.

29
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Aula: 2 Data: / /

Sinal Amarelo

Tema: Atenção! Cuidado com o inimigo!

Objetivo: Levar a criança a entender que o Espírito Santo ajuda a


recusar as coisas que o inimigo oferece, Jesus venceu o inimigo, nós
também podemos vencer se buscarmos a Deus e praticar o que a sua
Palavra nos ensina.

História Bíblica: Jesus – Enfrentando o Inimigo; Davi - Enfrentando o Inimigo

Texto Bíblico: Mateus 4.1-11

Para memorizar: Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs
sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não
segundo Cristo. (Cl 2.8)

Objetivos do Professor: Que a criança salva cite a Palavra de Deus, resistindo a


Satanás quando tentada a agir errado.

Verdade Prática: Deus usará a Sua Palavra para ajudá-lo a resistir a tentação.

Recursos utilizados: Teatro: O Verdadeiro Herói

Cânticos: Super Poderoso – Tio Beto; Jesus é Meu Herói – Cristina Mel; Eu Quero mais Unção –
Os Ovelhas, Se o Espírito de Deus se move em mim – Mara Maravilha

Ilustração: Contestação Sábia


Uma senhorita da Escócia, durante os dias da perseguição,
dirigia-se, num domingo, para o lugar de culto, quando
encontrou uma companhia de cavalaria, inimiga dos cristãos,
cujo chefe lhe perguntou para onde ia. Nesse momento ela se
recordou da promessa de Cristo, que prometia ensinar-lhe o
que deveria falar. Pediu em silêncio que o Espírito Santo desse
a confirmação de tal promessa e repentinamente lhe vieram estas palavras à mente:
"Estou a caminho para casa de meu Pai; meu Irmão maior morreu; Seu testamento
será lido hoje e eu tenho interesse nele."
O chefe de armas deu permissão que a senhorita seguisse o seu caminho,
expressando o desejo de que ela recebesse uma porção rica do testamento do seu
Irmão mais velho.

Atividades para fixação:


Dinâmica: Eu no mundo ou o mundo em mim?
Ideal para palestras com adolescentes que tratem desta correlação.
Material: uma folha branca de ofício ou A4; uma folha de papel de cor escura (preta,
azul, vermelha e etc) do mesmo tamanho; Cola.
1 – Convide uma criança para vir à frente e dê o papel branco. Diga que aquele papel
é ele como cristão, se refere à sua vida com Deus no dia a dia se preparando para a
vida eterna. Foi resgatado por Cristo e precisa viver assim…. Branco, limpo, sem
mancha.
2 – Ao outro dê o papel colorido. Diga que significa o mundo com toda sua beleza,
ofertas e oportunidades. Festas, diversões, músicas, vocabulários (palavrões e/ou

30
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

gírias), namoros com incrédulos, ficar e etc. (explore bem ao nível do contexto da
criança, mas não exagere).
3 – Agora vá passando a cola pelo papel branco e dizendo que ela significa as ofertas
do mundo em sua vida; que vai ouvindo, se deixando levar pela influência de amigos,
provocações do Diabo. (espalhe cola por todo papel). Não se esqueça que tem de ser
passada a cola NO BRANCO.
4 – Agora peça a duas para juntarem os papéis. Diga que é o salvo se deixando
influenciar pelo mundo.
5 - Alise com a mão pressionando os dois. É o mundo insistindo e a criança ali se
deixando ouvir e ver tudo; parado, sem reagir, sem procurar ajuda de alguém (líder,
pastor, pais, crentes de confiança e etc). Permaneça até perceber que colou.
6 – Agora puxe o PAPEL BRANCO. É a criança tentando sair e……. É tarde demais, o
mundo a influenciou, esta escravizando, já tirou pedaço (a fé, o temor, a obediência,
o interesse pelas coisas de Deus. vai machucar, vai ferir, vai doer e pode até matar
(vá arrancando pedaço no papel branco).
MENSAGEM: Não dê lugar para o mundo em sua vida.
Cuidado, o mundo é cruel e só se mostra bonzinho para te cativar.
Talvez não dê tempo de retornar antes de ser destruído.
Não se brinca com Deus e nem facilita com o Diabo.
Se você está aqui, numa situação semelhante, é porque Deus está te dando uma
chance e deve aproveitá-la sem perder tempo.
Faça um convite ao arrependimento e conserto, ore COM eles e POR eles.

Observações:
O Espírito em Ação no Ministério de Jesus (Ler Marcos)
Junto com os outros escritores do Evangelho, Marcos recorda a profecia de João
Batista de que Jesus “vos batizará com Espírito Santo”. Os crentes seriam totalmente
imersos no Espírito, como os seguidores eram nas águas do rio Jordão.
O Espírito Santo desceu sobre Jesus em seu batismo, habilitando-o para sua obra
messiânica de cumprimento da profecia de Isaías (Is 42.1; 48.16; 61.1,2). A
narrativa do ministério subseqüente de Cristo testemunha o fato de que seus
milagres e ensinamentos resultaram da unção do Espírito Santo. Marcos declara,
graficamente, que “o Espírito o impeliu para o deserto para que fosse tentado”,
sugerindo a urgência por encontrar e vencer as tentações de Satanás, que queria
corrompê-lo antes que Ele embarcasse em uma missão de destruir o poder do inimigo
nos outros.
O pecado contra o Espírito Santo é colocado em contraste com “os pecados”, pois
esses pecados e blasfêmias podem ser perdoados. O contexto define o significado
dessa verdade assustadora. Os escribas blasfemaram contra o Espírito Santo ao
atribuírem a Satanás a expulsão de demônios que Jesus realizava pela ação do
Espírito Santo. Sua visão prejudicada tornou-os incapazes para o verdadeiro
discernimento. A explicação de Marcos confirma o motivo de Jesus ter feito esta
grave declaração (Mc 3.30). Jesus também se refere à inspiração do Antigo
Testamento pelo Espírito Santo. Um grande estímulo aos cristãos que enfrentam a
hostilidade de autoridades injustas é a garantia do Senhor de que o Espírito Santo
falará através deles quando testemunharem de Cristo. Alem das referências
explicitas ao Espírito Santo, Marcos emprega palavras associadas ao dom do Espírito,
como poder, autoridade, profeta, cura, imposição de mãos, messias e reino.

31
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Enriquecendo os conhecimentos:

A Palavra de Deus – O Semáforo da nossa vida

Provérbios 8.32 - Como são felizes os que guardam os meus caminhos.

Cuidado! O sinal virou vermelho!! Pisei no freio


e, por um triz, evitei um possível acidente. O
motorista responsável elimina as situações de risco
obedecendo às sinalizações do semáforo, que é um
orientador do tráfego de veículos.
Na vida em sociedade, é necessário um
procedimento similar. Há preceitos e sinais que
precisam ser respeitados para uma conduta digna e
responsável, tanto na relação com Deus quanto no
trato com o próximo.
A fonte primária, geradora dos sinais que regem
nossa vida espiritual - o semáforo de Deus - é a
Bíblia, sua Palavra. Seus ensinos e advertências
ajudam o homem na trajetória de sua vida
terrena.
Assim como acontece com o amarelo do semáforo,
sinal de alerta ou atenção, a Escritura com freqüência adverte o homem para
disciplinar sua conduta: Salomão afirma: "O Senhor vê os caminhos do homem e
examina todos os seus passos" (Pv 5.21). Cuidado! A Bíblia diz que o Senhor vê e
examina.
O sinal vermelho representa a transgressão, o pecado. Acã disse: "Vi entre os
despojos uma bela capa feita na Babilônia... prata... ouro, e os cobicei e me apossei
deles (Js 7.21). Acã não resistiu à tentação, ultrapassou o sinal... e morreu.
E o verde? É o sinal livre que nos permite avançar. Paulo diz aos Colossenses: "Vivam
de maneira digna do Senhor" (Cl 1.10).
O semáforo de Deus, farol, sinal luminoso, sinaleira ou que outro nome tenha, indica
a cada ser humano a possibilidade de transitar para uma vida de aprovação diante do
Senhor.
No entanto: Atenção! Cuidado quando o amarelo indicar o perigo iminente da
tentação! Pare diante do risco que o vermelho do pecado representa! E, confiante,
avance no verde da esperança para uma vida de felicidade com Deus.

32
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Hora Da História:

A Tentação de Jesus
Introdução: Quantos de vocês sabem citar versículos da Bíblia? (Deixe que as crianças
citem versículos que memorizaram). É importante memorizar a Palavra de Deus
porque o inimigo de Deus, o Diabo, nos tenta a proceder mal. O que podemos fazer
quando o diabo nos tenta? Se o Senhor Jesus é o seu Salvador, Deus usará a Sua
Palavra para ajudá-lo a resistir à tentação. Jesus nos deu exemplo de como usar a
Palavra de Deus quando somos tentados.

Depois de ser batizado, o Espírito de Deus levou Jesus imediatamente para o


deserto para ser tentado (provado) pelo Diabo.
No batismo de Jesus, Deus declarou que Ele era Seu Filho, Aquele que tinha enviado
para salvar o mundo do pecado. Agora, sob a direção de Deus, Jesus seria tentado
pelo Diabo (o acusador ou caluniador). O Diabo queria que o Senhor Jesus
desobedecesse a Deus Pai. Era impossível para o Filho de Deus cometer pecado, mas
Ele teve de suportar até que as provas se completassem. Durante a tentação, o
Senhor Jesus mostrou novamente que Ele era exatamente quem afirmava ser.

As provas começaram depois de Jesus ter jejuado e estar com muita fome.

Satanás desafiou o Senhor Jesus a transformar pedras em pão.


O plano de Deus era para que Seu Filho, durante Seu
tempo como homem, dependesse inteiramente do
Pai (Hb 10.5-7). Satanás estava tentando persuadir
Jesus a agir independentemente do Pai,
desobedecendo a Sua vontade. Ele sugeriu que, se
Jesus era o Filho de Deus, devia então demonstrar o
Seu poder, satisfazendo Seu apetite, sem precisar da
ajuda divina. O Diabo talvez estivesse tentando
dizer também que o Pai não estava cuidando do
Filho.
Você sabia que se você é filho de Deus, o Diabo vai
também tentá-lo? Satanás odeia a Deus e aos filhos
de Deus. Ele nos tenta, procurando constantemente fazer-nos pecar. A Bíblia diz...
(veja 1Pe 5.8). Você pode pensar em algumas ocasiões em que o Diabo tentou você?
(Deixe que as crianças citem suas tentações pessoais). Não é pecado ser tentado,

33
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

mas é pecado ceder as coisas erradas que Satanás quer que façamos. Se você
conhece o Senhor Jesus como seu Salvador, Deus usará a Sua Palavra para ajudá-lo
a resistir à tentação. Resistir a Satanás significa dizer “Não” a ele e “Sim” a Deus.
Você não precisa aceitar a tentação porque Deus vive em você. Satanás estava
procurando fazer Jesus desobedecer ao Pai, ao tentá-lo a transformar as pedras em
pão.

Jesus respondeu: “Não só de pão viverá o homem”


Jesus usou a Palavra de Deus para ensinar Satanás que é
melhor para nós obedecermos a Deus e dependermos dEle para
prover as nossas necessidades no tempo que ele ache
oportuno.
Jesus conhecia a Palavra de Deus e citou-a. Se você é salvo,
Deus usará a Sua Palavra para ajudá-lo a resistir à tentação.
A Sua Palavra ensina a você o que é certo e errado. Deus lhe
dá forças para dizer “Não” a tentação quando você faz uso da
sua Palavra. (Discuta duas ou três maneiras de como as
crianças podem ser tentadas, e ensine versículos que possam ajudá-las a vencer. Ex:
desobedecer as autoridades, 1Pe 2.13; roubar Ef 4.28; irar-se Cl 3.8. Jesus
acreditava na Palavra de Deus e citou-a para Satanás.

Satanás levou Jesus ao ponto mais alto do templo e O tentou a provar que era o
Filho de Deus, induzindo-o que se atire dali.
Ao interpretar indevidamente o Sl 91.11,12, Satanás
estava incentivando Jesus a pôr à prova a promessa
do Pai de modo errado. Se Jesus pulasse e nada
sofresse, poderia então provar que verdadeiramente
era Filho de Deus. Jesus, assim como muitos outros
judeus conheciam a profecia de Malaquias (Ml 3.1),
que falava de um tempo em que o Messias
apareceria subitamente no céu e iria para o templo.
Se Jesus pulasse e Deus o protegesse, todos
saberiam que Ele era o Messias. Mas este não era o plano de Deus.
O plano de Deus era que Seu Filho morresse na cruz para resolver o problema do
nosso pecado. Ele deveria receber os castigos pelos seus e os meus pecados, dando
para isso o Seu sangue. Não ia ser fácil, Jesus teria de sofrer muita dor e vergonha
para pagar pelos nossos pecados. Pregos seriam cravados em Suas mãos e pés; uma
lança traspassaria o Seu lado; Ele seria açoitado. Só mediante o Seu sacrifício, os
nossos pecados poderiam ser perdoados (Hb 9.22a). Ele morreria e voltaria
novamente à vida. Este era o plano de Deus para o Senhor Jesus, e Satanás queria
arruiná-lo. Satanás estava insinuando que se Jesus pulasse, o povo o veria como o
Messias, e Ele não teria de morrer na cruz.

Jesus lembrou a Satanás: “não tentarás o Senhor teu Deus”

Satanás levou Jesus a um alto monte e ofereceu-lhe os reinos do mundo se Jesus


o adorasse.
O propósito supremo de Satanás é aqui revelado. Ele quer que Jesus o adore. Este
teste também é um ataque ao Plano de Deus – o Plano que Jesus reine sobre o
mundo, como Rei dos reis. Satanás estava dizendo: “Eu posso realizar a vontade de
Deus por você neste momento. Por que esperar o que é seu por direito? Tudo que
você tem de fazer é adorar-me”.

Jesus resistiu a Satanás: “Ao Senhor teu Deus adorarás”

34
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Esta foi a terceira vez que Jesus disse “Não” a Satanás. A cada vez que Ele usou a
Palavra de Deus – versículos que aprendeu nela. A Bíblia diz que ela é a “espada do
Espírito”. Quando sabemos versículos da Palavra de Deus e o citamos, o Espírito usa
cada um como espada contra satanás. A Palavra de Deus é tão poderosa que quando
você fizer uso dela, o inimigo vai fugir de você (Tg 4.7). Deus usará a Sua Palavra
para ajudá-lo a resistir à tentação.

Clímax:
Jesus resistiu a Satanás usando a Palavra de Deus e o Diabo finalmente O deixou.

Conclusão:
Os anjos cuidaram de Jesus

Apelo:
Se você não recebeu Jesus como Salvador do pecado, não tem proteção contra
Satanás. Satanás está agindo na sua vida para impedir que você confie em Jesus. A
Bíblia diz... (Veja Jo 5.24).

Desafio:
Se você creu no Senhor Jesus como Salvador, Deus usará a Sua
Palavra para ajudá-lo a resistir à tentação. A Palavra de Deus
tem poder para livrar você do pecado. (Mencione circunstancias
em que as crianças podem ser tentadas esta semana). A Palavra
de Deus tem resposta para cada prova ou problema. É por isso
que devemos aprender o máximo que pudermos sobre a Bíblia.
Satanás é real. Ele está empenhado em nos fazer pecar. Nesta
semana quando Satanás tentar você a desobedecer a Deus mostre
a sua confiança na Palavra dEle, citando versículos relativos a
tentação. Você pode vencer Satanás, usando a poderosa Palavra de Deus (Cite Tg
4.7).

Atividade: Dê as crianças um cartão para marcarem um versículo que usaram para


resistir a Satanás.

Atividade Extra: Fale com as crianças: Tente refletir sobre uma tentação que
gostaria de vencer. Não precisa ser relacionada a um pecado grande. Pode ser que
estejam lutando contra coisas simples, como conversar durante a explicação dos
professores durante a aula, por exemplo.
Assim que os alunos tiverem pensado na tentação que gostariam de vencer, peça que
façam o seguinte:
• Imaginem que a tentação que estão enfrentando esteja nas mãos deles. Peça para
juntarem as mãos e apertá-las bem.
• Peça que fechem os olhos, sentem-se direito na cadeira e direcionem as mãos para
cima, de modo que o cotovelo descanse sobre a coxa.
• Instrua-os a fazerem uma oração silenciosa pedindo força a Deus para vencer a
tentação que têm em mente. Peça para abrirem as mãos e soltarem a tentação
diretamente para as mãos de Jesus.
Encerre com uma oração de gratidão a Deus pela vitória através de Jesus Cristo.

35
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

36
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Teatro: O Verdadeiro Herói


Autora: Elzeni da Silva Araujo Rodrigues

Personagens:
*Monstro: Daniel
*Heróis: Batman- Homem Aranha- Ben 10
*Criança 1 (ungida)- Ana
*Criança 2 (mundo)- Beto
*Jesus-

Beto está sentado na escada, na sala jogando no celular. Entra Ana)

Ana- E aí Beto, tudo bem?


Beto- E... e vem a chatonilda. O que você tá fazendo aqui?
Ana- A sua mãe chamou a minha, pra passar a tarde aqui.
Beto- Eu não acredito!
Ana- O que você está fazendo?
Beto- É um jogo novo. Vem ver.
(Ana senta-se ao lado de Beto)
Beto- A minha mãe vai me levar ao cinema pra ver o Batman, " muito louco".
Ana- Ah! Eu não gosto desses filmes. Tem muita mentira.
Beto- Você é boba! O filme tá bombando. (começa a imitar o Batman) muito legal.
Eu queria ser como ele, combater o inimigo, vencer sempre.
Ana- Mas pra isso você não precisa ser como o Batman, basta ser como Jesus.
Beto- Tava demorando... Eu to falando de herói! Batman, Homem Aranha, Ben 10.
Você vem falar de Jesus.
Ana- Claro! Ele é o meu herói.
Beto- A tá. Na hora do medo é ele que vem voando pra te socorrer?
Ana - É isso mesmo. Um dia eu tive muito medo, ele veio voando com a espada de
fogo na mão e acabou com os monstros que estavam debaixo da minha cama. Agora
eu não tenho mais medo.
Beto- Eu também não tenho medo de mostro não; quando faz barulho no armário
eu... me transformo em um herói, fico quietinho debaixo do cobertor até o monstro
cansar e ir embora. Cada dia eu viro um herói na hora de dormir. (faz gestos
imitando um herói) Legal ne?
(Beto mostra pra ela os jogos legais que ele tem no celular. Surge um barulho dentro
de um armário).
Ana - Que barulho é esse? Vem do armário.
Beto- Eu... sei lá. Num vem me fazer medo não. Que... as minhas roupas de herói
minha mãe pôs pra lavar.
Ana- Como é que é?
Beto- É que sem as minhas roupas eu... não tenho poder.
(o barulho aumenta)

Ana- Pois eu tenho todo o poder aqui comigo.


Beto- Deixa de ser boba; isso não é hora pra brincadeiras. (o monstro sai do armário)
Socorro! Socorro!... (aparece o homem aranha)
H. aranha- O que esta havendo?
Beto- O monstro do armário!
H.Aranha- Deixa comigo. (o homem aranha joga sua teia, luta com o monstro perde
e sai correndo)
Beto- Ana pega a lanterna, rápido. (Beto acende a lanterna e mostra pro céu). Agora
eu quero ver! (aparece o Batman; que já chega lutando com o monstro. Ele também
perde e sai correndo)

37
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Batman- Chame reforços! (Batman e o Homem aranha ficam em posição de ataque


aparece o Ben 10. Ele luta com o monstro)
Ben 10- Não fique parado aí, venham me ajudar. Os três lutam com o monstro que os
joga longe.
Monstro- Ninguém pode me deter.
Ana - Eu posso!
Beto- Ana, cuidado ele não está de brincadeira.
Ana- Nem eu. Eu tenho a unção que capacita. Assim como o rei Davi eu também
tenho a unção de Deus. (Lê um versículo , grita por Jesus) Jesus!

(Jesus aparece)
Jesus- O que esta havendo minha filha?
Ana- É esse monstro que esta fazendo bagunça.
Jesus- Você está pronta?
Ana - Claro Senhor! (Jesus pega a espada de fogo e derrota o monstro, os falsos
heróis se prostram diante de Jesus)
Beto- Ana, você tinha razão. Isso é que é Herói de verdade.
Ana - Eu não te falei!
Não há poder que se compare com o de Jesus.
(Lê um versículo)

Jesus - você já sabe quando precisar é só chamar que eu venho como relâmpago te
socorrer.

Semáforo Cristão
Sinal verde
No louvor que é o momento
de espontaneidade, liberdade e carisma. Permitem-
se as danças, as palmas, brados e gritos de alegrias,
pois estamos adorando e celebrando a ao único que
é digno de ser louvado. Esse é para nós o sinal
verde, ou seja, liberdade.

Sinal Amarelo
Fora da igreja devemos observar mais do que agir...
Quando acaba o culto e voltamos às ruas, ou as
nossas casas, ou em nossas escolas e trabalho,
estamos vivendo um sinal amarelo, pois são locais
que exigem de nós cuidado e observação, digo isso
por causa do testemunho que devemos ter diante
das pessoas. Aqui não podemos vacilar ou escandalizar nosso Deus, temos que estar
atentos e cuidadosos o tempo todo. Cuidado então quando estiver num ambiente fora
da igreja, pois são momentos de sinal amarelo: cuidado, observe, cautela, pois
outros estão a te observar.

Sinal Vermelho
O homem deve se calar quando Deus está falando...
Quando lá no culto o pastor anunciar que chegou o momento da Palavra, aí é o
tempo proibido pra você. No momento da pregação da Palavra, não devemos nos
mover, nunca conversar ou deixar que nosso pensamento se ausente dali. É o
momento de proibição ao homem, pois quando o homem se cala, Deus fala.

38
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

39
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Classe: Infantil

Aula 2
Sinal Amarelo!

Atenção!
Cuidado com o inimigo!

40
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Aula: 2 Data: / /

Sinal Amarelo

Tema: Atenção! Cuidado com o inimigo!

Objetivo: Levar a criança a entender que o Espírito Santo ajuda a


recusar as coisas que o inimigo oferece, Jesus venceu o inimigo, nós
também podemos vencer se buscarmos a Deus e praticar o que a sua
Palavra nos ensina.

História Bíblica: A Tentação de Jesus

Texto Bíblico: Mateus 4.1-11

Para memorizar: Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs
sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não
segundo Cristo. (Cl 2.8)

Objetivos do Professor: Que a criança salva cite a Palavra de Deus, resistindo a


Satanás quando tentada a agir errado.

Verdade Prática: Deus usará a Sua Palavra para ajudá-lo a resistir à tentação.

Recursos utilizados: Fantoche: Um Super-herói de verdade

Cânticos: Super Poderoso – Tio Beto; Jesus é Meu Herói – Cristina Mel; Eu Quero mais Unção –
Os Ovelhas, Se o Espírito de Deus se move em mim – Mara Maravilha

Ilustração: A Poderosa Arma Secreta

Atividades para fixação: Neurônios em Ação;


Pétalas Bíblicas: As pétalas podem ser confeccionadas com papel crepon, papel seda
ou papel ofício. Depois de recortadas devem receber uma pergunta de um lado e um
número no outro. Monte a flor no flanelógrafo com velcro ou no quadro-de-giz com
fita crepe de duas faces. As crianças tiram as pétalas e respondem às perguntas da
pétala retirada.

Atividades extras:
Mímica: Determine quantos pontos esta tarefa irá valer.
Cada grupo escolhe um dramatizador e um versículo, sem deixar que os grupos
adversários escutem. O dramatizador através de mímicas e gestos (ou o grupo todo,
através de cenas mudas) apresenta o versículo escolhido. Ganha ponto o grupo que
adivinhar primeiro o versículo que o outro grupo apresentar. Determine antes o
tempo disponível para cada grupo apresentar seu versículo. Os dramatizadores
devem ser mudados a cada rodada para que mais crianças possam participar.
Outra sugestão é utilizar músicas e corinhos conhecidos do grupo, e colocar seus
títulos num papel. Vocês podem determinar antecipadamente se o grupo tentará
dramatizar uma parte da música, só com gestos, para que os demais adivinhem, ou
se tentarão cantarolar (sem cantar a letra) ou assoviar a música para que os demais
adivinhem.

41
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

42
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

A Poderosa Arma Secreta

Era uma vez um país lindo! Ele tinha toda classe de riquezas: cereais, frutas,
animais, gado, minerais… Ele tinha maravilhosas paisagens de sol e neve,
bosques, selvas, pântanos, praias, campos, serras, rios, etc. Era uma terra
próspera e de muitas oportunidades. Todos pensavam: Será um país magnífico
e muito rico.
Todos pensavam assim, menos um bando de ladrões que moravam numa sombria
cova. Esses malvados não podiam suportar que as pessoas fossem felizes.
Eles odiavam a Deus, aquele país e tudo o que era correto.
-Vamos destruir e arruinar tudo!- Disse um deles.
-Tenho uma idéia! – Disse outro. -Façamo-nos invisíveis e nos misturemos entre
os moradores e espalhemos neste país o Gás Tóxico: Desobediência e rebeldia,
para que eles mesmos destruam seu próprio país.
-Será muito divertido! Este Gás foi usado pelo nosso terrível e malvado senhor,
desde a fundação do mundo.
Quando chegou a noite…
-Vamos!- Disseram e saíram com as armas nas mãos, espalhando ao longo do país.
Quando o gás foi espalhado no país, os moradores começaram a desobedecer todas as
regras e leis, se tornando cidadãos irresponsáveis e rebeldes. Os motoristas de ônibus
e carros não respeitavam os sinais de transito, andavam a altas velocidades, faziam
rachas, andavam na contramão, era um caos.
As donas de casa desperdiçavam água a toa, deixando as mangueiras ligadas durante
horas sem se importar com nada.
Os homens inventaram trapaças para não pagar impostos, para ficarem ricos
ilegalmente.
E nas escolas e colégios, tudo era um caos! As crianças estavam intoxicadas com
desobediência e rebeldia, desde a ponta dos cabelos ate o dedão do pé. E por cima
de tudo achavam isso engraçado!
Em casa, mamãe não respeitava papai e as crianças faziam o que queriam!
Os malvados riam a até não poder mais!! Que êxito, tudo estava do jeito que eles
queriam: um caos, o país debaixo de uma fumaça invisível de REBELDIA.
Outros malvados conseguiram que ao longo do vasto país, crianças e velhos sujassem
e estragassem a natureza. As pessoas passaram a jogar lixo nas ruas, nas praças. As
crianças comiam balinhas e jogavam o papel no chão, as garrafas pet nas ruas, pneus
velhos nas estradas, e todo tipo de sujeira entupindo córregos e rios. Com isso os
peixinhos começaram a morrer, pela contaminação das águas.
Adultos e jovens, e até algumas crianças começaram a fumar em todo lugar, sujando
o ambiente, jogando a bituca do cigarro em qualquer lugar.
Para completar este triste quadro, se fez um hábito sujar as paredes de qualquer

43
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

edifício, escola, muro, hospital, pontes, templo… pichando com recados dos mais
diversos.
As pessoas pichavam nomes, desenhavam corações, escreviam xingamentos, em
banheiros, bancos da sala de aula, nas arvores, nem as rochas e pontos turísticos
como estátuas e monumentos se salvaram dos vândalos.
As pessoas começaram a estragar os bens públicos, os bancos das praças, os telefones
públicos, os bancos dos ônibus. Também começaram a roubar lâmpadas de
iluminação pública, torneiras, arrancavam flores dos jardins de parques e praças,
homens malvados mandavam desmatar os bosques e parque para ganhar dinheiro.
As crianças maltratavam os bichinhos de estimação, quebravam tudo, xingavam
palavrões horríveis!
Que pena! O país que era tão lindo!!
Enquanto os malvados riam, parecia que a peste evoluía e piorava nas pessoas! Agora
podia se ver claramente uma nova epidemia brotando. A queixa e a murmuração.
Todos os moradores se queixavam até não poder mais!
-Este país não presta!
-E nosso governante não sabe de nada!
-Assim vamos nos afundar na miséria!
Ate que os malvados conseguiram que as pessoas pensassem de maneira contrária e
errada em todas as coisas! Eles se achavam muito espertos quando faziam coisas
como trapacear, mentir, roubar, brigar, xingar, ficar. Mas ser honesto, amável e
verdadeiro era coisa de tolos.
Isso trouxe todo tipo de males e mortes para o país. Parecia que não tinha mais
remédio! Parecia tudo perdido!
Mas foi nesse momento, que desde o norte até o sul, desde o leste até o oeste do
grande país, muitos homens, mulheres e crianças foram movidos pelo precioso
Espírito de Deus para se levantarem como uma geração santa. Com um grande
encargo de Deus no coração e uma poderosa arma dada por Ele. Também era uma
arma secreta, mas muito poderosa. Quando os malvados viram esse exército de filhos
de Deus com as suas armas tremeram como folhas.
Eles choravam e gritavam:
-Essa não!!!!
O exercito do Rei dos reis acordou!
-E eles vêm armados com uma arma mortal para nós! A oração!
Os filhos do grande Rei dos reis começaram a experimentar um avivamento e usaram
sua poderosa arma dia e noite. Oravam e clamavam pelo amado país, para que Deus
perdoasse os pecados das pessoas e as livrasse da peste da desobediência e de toda
maldade!
Eles começaram a tocar trombeta, que passou a ser ouvida por todo o país,
incentivando, animando e chamando aos irmãos para jejuarem e orarem pela amada
pátria.
O clamor era um:
-Deus visita nosso amado Brasil!! Aviva a tua obra no meio dos tempos. Venha sobre
nós como chuva!!! Muda a nossa realidade! Salva as pessoas que estão perdidas no
pecado.
Logo, logo as mudanças começaram a aparecer!! Muitas pessoas começaram a ter
fome e sede da Palavra de Deus. Muitos receberam a Jesus em seus corações e
passaram a orar e a ganhar os seus familiares para Deus. O gás tóxico da rebeldia
estava sendo dissipado pelo poder da oração!
Amiguinho, você também pode ser um intercessor, um guerreiro na sua cidade!!
Vamos orar para o poder de Deus ser liberado sobre a cidade?

44
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

45
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Fantoche: Um Super Herói de Verdade

BABI: Carol! Carol!


CAROL: oi, Babi!
BABI: Vai lá em casa hoje assistir a um filme sobre super-herói.
CAROL: Puxa, Babi! Vou sim, obrigada por me convidar. E qual é o nome do filme que
vamos assistir?
BABI: Eu ainda não sei, mas o meu pai vai trazer o melhor.CAROL: Que bom! Vou
falar com a minha mãe, e logo estarei lá! Tchau! Já estou indo lá! (SAEM DE CENA.
DEPOISVOLTAM)
BABI: Você gostou do filme, Carol?
CAROL: Gostei! Foi emocionante!
BABI: Viu aquela cena em que a malvada feiticeira foi presa com sua própria
armadilha? E a parte em que o grande herói salvou aquela menininha?
CAROL: É legal! Pena que nada daquilo é verdade.
BAB!: Tudo parece tão real que faz a gente acreditar que é verdade.
CAROL: Eu tenho um super – herói de verdade.
BABI: Ah! Já sei, é o seu pai. Eu também sempre digo que meu pai é um super-herói.
Ele é formidável!
CAROL: Eu acho o meu pai superlegal, mas tem um outro que é super. Eu gosto muito
dEle.
BABI:E quem é este super de quem você é fã?
CAROL: Eu sou fã de Jesus. Ele é o melhor.
BABI: Eu ainda não o vi na televisão e nem nas revistas.
CAROL: Você precisa conhecê-Io melhor e ler um livro que tem lindas histórias sobre
Ele.
BABI: E o que Ele faz assim de tão especial?
CAROL: A história conta que mesmo, sendo rico, se fez pobre para ajudar a
humanidade. Ele é o Rei dos reis, Senhor dos senhores e não é de mentira, como os
heróis da televisão.
BABI: Eu não sabia que existia um super-herói de verdade.
CAROL: A Ele foi dado poderes e Ele faz milagres e maravilhas. Além disso, sempre
ouve e ajuda qualquer pessoa com problemas.
BABI: Puxa! Que legal! Ele livra as pessoas do perigo.
CAROL: Claro, Ele pode tudo! O livro conta que, certa vez, Ele salvou um povo da
escravidão e de um homem muito malvado, chamado Faraó. Ele também fez o mar
se abrir só para um povo passar a salvo e escapar dos soldados que os estavam
perseguindo.BABI: Emocionante! Já pensou um grande mar se abrindo só para a gente
passar, caramba! E aí? Continua! Conta mais!
CAROL: Certa vez, as pessoas que não gostavam dEle o crucificaram numa cruz. Elas
achavam que estava tudo acabado eque não tinha mais jeito. Até riram dEle. Os seus
inimigos achavam que ele tinha sido derrotado, e diziam: Ele morreu; está tudo
acabado. Só que eles não sabiam de quem Ele era filho e, quando souberam que
havia ressuscitado, ficaram maravilhados. Então reconheceram que aquele era o filho
do Deus Todo-poderoso e que recebera todo o poder no céu e na terra.
BABI: Ele virou assombração?
CAROL: Não, mas Ele está em todo lugar cuidando de nós e nos livrando do mal.
Como já lhe disse: foi dado a Ele todo o poder no céu e na terra.
BABI: Até no céu Ele é o Manda – chuva?
CAROL: Sim. Este é o lugar que Ele foi morar. É mais bonito que qualquer castelo
encantado. Lá é o verdadeiro paraíso, acidade da eterna felicidade e tem um valor
incalculável.
BABI: Eu queria conhecer esse lugar onde só há alegria e felicidade. Por que eles não
fazem filmes para nos mostrar como é?

46
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

CAROL: Esse filme só vai ser revelado às pessoas que desejam que Jesus seja o seu
super-herói de verdade. Só aqueles que o aceitarem como Salvador terão privilégio
de conhecer esse lindo lugar.
BABI: Eu quero que Ele seja meu super herói, para um dia conhecer esse lugar lindo.
CAROL: Vou te emprestar a Bíblia, o meu livrinho de histórias verdadeiras. Você vai
ficar apaixonada por Jesus e será sua 'fã.
BABI: Que bom a gente saber que tem um super-herói de verdade e que cuida de nós.
CAROL: Ele quer cuidar de todos, mas nem todos sàbem o quanto Ele é o melhor, por
isso estão sofrendo com super-heróis de mentira, que não podem ajudá-Ias e nem
fazer nada por eles. Seria bom se todos lembrassem que existe um super-herói de
verdade que nos guarda e nos livra de todo mal. É só aceitar Jesus como Salvador.
BABI: Agora Jesus é o meu super-herói de verdade, e eu nunca vou querer estar longe
dele.
CAROL: Que bom, Babi! Você vai ver como Ele é maravilhoso!
BABI: Muito obrigada pelo convite, tchau Carol!
CAROL: Tchau!

PROIBIDO ESTACIONAR
Sabe aquelas placas que diz que é PROIBIDO
ESTACIONAR, isso me lembra a vida cristã. Às
vezes queremos estacionar na vida cristã,
queremos parar, relaxar.
Estamos caminhando a toda velocidade, mas
acabamos nos acomodando, querendo parar
deixar de lado o compromisso que temos com
DEUS. Mas a todo o momento tem placas que
nos avisa que não podemos parar que devemos
seguir em frente. Não podemos deixar que a
nossa vida cristã vire uma rotina, mas que ela
seja NOVIDADE DE VIDA. Deus sempre tem algo
novo pra você então siga em frente ao alvo.

47
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

48
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

A História de Davi

Atenção!
Cuidado com o inimigo!

49
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Davi - Enfrentando o Inimigo (1 Sm 16:1-13, I Sm 17.1-50)

Davi é ungido Rei – Israel tinha um rei chamado Saul, o primeiro Rei de Israel, mas
ele estava desobedecendo a Deus. Então Deus falou para Samuel que não queria mais
que ele fosse o Rei de Israel, que Samuel enchesse um chifre de azeite e fosse a casa
de Jessé em Belém que Ele tinha escolhido um dos filhos de Jessé para ser o novo
Rei. Samuel ficou com medo e disse que se Saul soubesse o mataria.

Deus mandou Samuel levar um bezerro para sacrificar a Ele em Belém e que
convidasse Jessé e seus filhos e lá Deus mostraria quem era o seu escolhido. E Samuel
fez como Deus mandou, na hora do sacrifício falou para Jessé que Deus ia mostrar o
seu escolhido e ele iria ungi-lo.
A unção – A unção não se tratou apenas de um simbolismo, mas da presença do
Espírito Santo na vida de Davi, o capacitando para o reinado, enchendo-o de coragem
nas batalhas e contra o gigante Golias, guiando-o e o inspirando como sacerdote e
profeta. Davi foi um exemplo de que, quando confiamos em Deus e deixamos Ele nos
usar, certamente faremos muito mais que imaginamos no serviço do Reino. Ele se
tornou o maior rei da história do povo israelita, e até os dias atuais podemos sentir a
unção com a qual, inspirado por Deus, escreveu os Salmos.

Samuel achou que era os mais fortes, homens de guerra, mas Deus disse que Ele não
olhava como homem vê. O último filho de Jessé que era pastor de ovelhas foi o
escolhido, seu nome era Davi. Samuel o ungiu na frente de seus irmãos e depois
voltou para Ramá.
Davi foi escolhido:
O nome de Davi significa “amado”. Embora tenha sido desprezado por todos, ele era
amado por Deus; Mesmo que o mundo nos despreze, inclusive nossos amigos ou
familiares, somos amados por Deus, Ele nos aceita com base no seu amor e não na
nossa condição. Ele nos vê com base no seu plano para nós e não com base no que
somos hoje.

50
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

O Espírito de Deus dominou Davi e daquele dia em diante nunca mais se apartou
dele. Davi foi ungido pelo poder do Espírito Santo, isto é, Deus derramou Sua Graça e
benção sobre ele. (Unção significa delegar a alguém poder, diante de um grupo de
pessoas ou nação. Quando recebemos a unção somos compelidos viver de maneira
nova, pois somos constrangidos pelo Grande Amor de Deus derramado em nossos
corações pelo Espírito).
Davi era cheio do Espírito Santo – o Espírito do Senhor se apoderou quando Samuel
tomou azeite e o ungiu (1Sm 16.13).
Quando Davi tocava harpa o espírito maligno que atormentava Saul se retirava dele
Davi possuía a unção de Deus. E quando o espírito maligno da parte de Deus vinha
sobre Saul, Davi tomava a harpa, e a tocava com a sua mão; então Saul sentia alívio,
e se achava melhor, e o espírito maligno se retirava dele (1 Sm 16:23).
O Espírito Santo é o nosso fortalecedor debaixo da unção de Deus nós somos mais do
que vencedores, em Deus faremos proezas, o nosso inimigo tem que recuar.

Davi e Golias: Saul não conseguia derrotar o seu


inimigo, o gigante Golias, pois estava com medo
e seus soldados também, mas Davi não aceitou
as provocações do gigante Golias e sem medo,
confiando no Senhor pediu para enfrentar o
gigante. Davi foi desprezado pelos irmãos, pelo
rei e pelo próprio inimigo. Todos zombaram
dele. Mas ele não se importou. Ele sabia que
Deus estava com Ele, para protegê-lo e lhe dar
vitória. O tempo todo ele declarou a sua vitória
em Deus e foi exatamente o que ele recebeu:
ele venceu o inimigo! Davi não somente confiou,
mas ele teve ação: ele não aceitou usar as
armas desse mundo, mas pegou a funda e atirou
uma pedra na força do Senhor, com fé e venceu
o gigante Golias. (Davi tinha cerca de 23 anos
quando matou Golias.)
Davi foi movido por um propósito. Ele fala ao
seu oponente que a vitória iminente tinha um
objetivo maior: "e toda a terra saberá que há
Deus em Israel”. O jovem Davi foi movido pela vingança do nome de Deus em um
mundo ignorante. Você fica triste em pensar em quantos dos seus amigos e vizinhos
não conhecem a Deus? Se isso te chateia, o que você fará? Davi não aceitaria sentar
ao lado enquanto um filisteu incircunciso desafiou os exércitos do Deus vivo!
Enquanto a verdade de Deus leva uma pessoa a indignação justa e confiança
absoluta, como também preocupação pelas almas perdidas de outras pessoas, ela não
poderá mais tremer em timidez. Ao invés disso, ela se levantará e agirá. Como Isaías,
ela dirá “Aqui estou, envia-me”. Como termina esta história? “Assim, prevaleceu
Davi contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e o feriu, e o matou”. O
resto, como dizem, é história.

Enriquecendo os conhecimentos:
O azeite foi derramado sobre Davi e o Espírito do Senhor se apoderou dele – isto era
uma figura daquilo que Jesus haveria de fazer mais tarde.
No livro de Atos, que conta a História da Igreja, Atos 2:17, Lucas registrou uma
promessa que Jesus fizera: “E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que
derramarei do meu Espírito sobre toda a carne... até sobre os meus servos e sobre
as minhas servas derramarei do meu Espírito naqueles dias, e profetizarão”.

51
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Quando Jesus subiu à glória e mandou o Espírito Santo definitivamente em


Pentecostes, Pedro explicou para a multidão: “Jesus foi levado para sentar-se ao
lado direito de Deus, o seu Pai, o qual lhe deu o Espírito Santo, como havia
prometido. E Jesus derramou sobre nós esse Espírito, conforme vocês estão vendo e
ouvindo agora...” (At 2.33).
Em outra passagem do livro de Atos, Lucas tornou a escrever: “...também sobre os
gentios foi derramado o dom do Espírito Santo”.
O propósito de Deus é que todos os crentes, inclusive as crianças, sejam cheios do
seu Espírito!

Aprendendo com Davi - Dinâmicas

Dinâmica 1: Não escolha pela aparência.


Colocar dois embrulhos na mesa: um muito bonito com um brinde
bem inferior. Outro embrulho feio e amassado com um bom
brinde (caixa de Bis). Na maioria das vezes, a criança escolhe o
presente mais bonito. Conversar com eles que a aparência nem
sempre é o mais importante.
Esta dinâmica está relacionada à história da Davi quando foi
ungido rei de Israel pelo profeta Samuel. (1 Sm 16:7)

O que aprendemos?
Nem sempre as coisas bonitas que são colocadas perante nós são enviadas por Deus.
Preste atenção a esta história:
Certa vez os lixeiros de Nova York fizeram uma greve e paralisaram a coleta de lixo
por quase duas semanas, deixando a cidade entupida de entulho.
As pessoas foram proibidas de colocar seu lixo nas calçadas ou de jogá-los em
terrenos baldios, obrigando-se a armazená-lo em suas casas, até que a greve
acabasse.
Um sujeito, malandrão, que já não tinha mais onde guardá-lo, bolou um plano para
se livrar dele.
Arrumou várias caixas de papelão, comprou papéis de presentes, fitas para enfeite e
também fita adesiva. Colocou seu lixo nas caixas, fez embrulhos de presentes com
laços bem caprichados, pôs as caixas no porta-malas do seu carro, levou-as até uma
esquina bem movimentada, deixou-as no chão e saiu.
Foi até uma lanchonete próxima, pediu um lanche, sentou-se numa mesa e ficou
observando a reação das pessoas: Passavam devagar, olhavam curiosas, viravam o
pescoço... Até que apareceram uns corajosos que lançaram mão dos embrulhos e os

52
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

levaram para suas casas.

Esta história faz-me pensar: - Quantas pessoas não estão fazendo o mesmo, não é
verdade? Estão pegando o lixo deste mundo apenas porque o diabo o tem colocado
em lugar visível, em embalagens maravilhosas?

Dinâmica 2: Você tem Valor


Dramatizar com as crianças o mesmo da ilustração
abaixo. Substitua a nota por uma de outro valor!
Amassa um pouquinho, mas a nota não fica danificada.

“Num Seminário, um famoso palestrante mostra uma


nota de 20 dólares e pergunta:
- Quem quer esta nota?
Mãos começam a se erguer e ele continua:
- Eu a darei a um de vocês, mas antes, farei isto:
Então, ele amassa a nota e pergunta:
- Quem ainda quer esta nota?
As mãos continuam erguidas…
- E se eu fizer isto?
Ele deixa a nota cair no chão e começa a pisá-la e esfregá-la… depois pega a nota,
agora imunda e amassada, e pergunta:
- E agora? Quem ainda quer esta nota?
Todas as mãos permanecem erguidas.
Então, ele fala:
- Não importa o que eu faça com esta cédula, ela ainda vale 20 dólares. Isso também
se dá conosco. Muitas vezes, em nossas vidas, somos amassados, pisoteados e
por decisões que tomamos e/ou pelas circunstâncias que surgem em nossas vidas, e
sentimo-nos desvalorizados, sem importância…
Creiam, não importa o que aconteça, jamais perderemos o nosso valor!
O preço de uma vida não é pelo que se faz ou se sabe, mas pelo que se é!
É assim que Deus nos vê, é dessa forma que temos que nos ver também.”

Davi foi levar um lanche para irmãos que estavam na guerra quando viu aquele
gigante ofender a Deus e o seu povo. Davi não aceitou aquela situação e se dispôs a
lutar contar aquele gigante. Quando olharam para Davi, o julgaram pela sua
aparência, achando que para aquela batalha ele não teria nenhum valor. Mas Davi
convenceu a todos que poderia pelejar contra aquele gigante filisteu.

O que aprendemos?
Você tem valor !!!
Seu cabelo pode ser enroladinho ou lisinho.
Você pode ser ter a pele branquinha ou bem escurinha.
Pode ser gorducho ou bem magrelinho. Não importa... VOCÊ TEM VALOR!!

Cantar
“Quero que valorize o que você tem,
Você é um ser, você é alguém tão importante para Deus!!!...”

53
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Dinâmica 3: Lute com as armas que Deus te der


Esta dinâmica consiste, inicialmente, num momento de
descontração.
Já que Davi conseguiu permissão do rei para enfrentar Golias,
o gigante filisteu, teria que ser equipado com uma boa
armadura para isso. E foi o que fizeram: colocaram uma
armadura em Davi. Escolha uma criança no meio da Igreja para
representar o pequeno Davi armado. Mostre um saco à Igreja
dizendo estar ali a armadura de Davi e vá colocando na
criança:
* Uma panela como capacete.
* Uma tampa de panela como escudo.
* Uma colher de pau como espada.
Dá para guerrear assim? Claro que não! Mas Davi também não guerreou com a
armadura que Saul lhe deu, se sentiu muito desajeitado. Sabe por quê? Porque
aquelas armas não eram dele. Davi rejeitou as armas de guerra e preferiu seu
cajado, sua funda e cinco pedrinhas para enfrentar o gigante.

O que aprendemos?
Assim é conosco!
Deus nos dá armas específicas para vencermos o mal. Não é somente a armadura de
Deus descrita em Efésios 6:11-17, mas ferramentas para usarmos na obra do Senhor.
Uns louvam, outros ensinam, outros cuidam da limpeza. Não queira a arma do seu
irmão... lute com aquela que Deus lhe der!

Dinâmica 4: Não importa o tamanho do seu problema


Vamos fazer nesta dinâmica a brincadeira Cabo de guerra.
Escolha o maior adulto da Igreja e uma criança pequena.
Antes de dar a corda para a brincadeira, combine com o adulto
que ele deve perder para a criança.
Crie um clima descontraído antes da brincadeira e questione à
criança se ela não está com medo de competir com alguém tão
grande!
Davi não se importou com o tamanho de seu inimigo e matou o
gigante com uma pedrada.
Quem diria? Um menino pequeno vencer um homem tão grande?

O que aprendemos?
Se Deus está contigo, seja corajoso!
O problema pode ser grande, mas maior é Deus.
Nesta noite Deus quer capacitar a cada criança e cada adulto nesta Igreja a ser
vencedor!
Vença o pecado, venças as lutas do dia a dia, vença o inimigo e lute pela coroa da
vida.
Que todo sentimento de inferioridade seja repreendido: não importa sua aparência,
de que família você vem, se você tem estudo ou não, enfim! Deus trabalha diferente
do homem e hoje ele te diz: “Eu te amo, cuido de você e te faço campeão. Eu te
criei para habitar dentro de você”.
Basta apenas uma coisa: deixar Jesus Cristo habitar em seu coração!
Fazer o Apelo!

54
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Teatro: Davi e Golias

A história bíblica de Davi e Golias, numa Versão Moderna para crianças.


As ameaças do gigante, a coragem do baixinho...

PERSONAGENS: GOLIAS e DAVI

(Diga às crianças que tem que sair e buscar algo que esqueceu, mas que continuem
em reverência e façam silêncio. Quando o cenário estiver vazio, Golias
aparecerá, temível, ameaçador e lançará grandes ameaças).

GOLIAS: (Dirigindo-se às crianças) Quem são vocês? O que fazem todos aí sentados e
me olhando? Respondam-me! Não fiquem calados. O gato comeu a língua
de vocês? Ah, já sei... Vocês estão aí, cantando para esse Jesus, não é?
Então, se é assim, todos vocês são meus inimigos! Querem saber mais? Vou
destruir todos vocês porque sou mais forte do que vocês, vou dar a vocês
coisas que gostam, mas que levam à morte... Ha, ha, ha!
(Tem um saco com bexigas (ou bola) cheias. Cada bexiga representa uma tentação ou
pecado que nos afasta de Deus)
(Golias, à medida que vai tirando as bexigas, as identifica claramente e pergunta
quem quer. Ex. tira uma bexiga amarela que diz “MENTIRAS” e fala:
“Olhem, crianças, que bexiga tão bonita e que cor tão brilhante. Quem
quer?)
(Logicamente alguma criança pedirá; então Golias dirá: “Ha, ha, ha! Claro que te
dou, pegue”. Joga-o para o público. E assim tira do saco bexigas com
diferentes nomes como: ROUBO, EGOÍSMO, PALAVRÕES, MALDADE,
DESOBEDIÊNCIA etc. Finalmente tira uma bexiga vermelha que diz
“VIOLÊNCIA” e fala: “Oh, este é bonito e tenho mais destes aqui!” (Tira
mais bexigas vermelhas que dizem “violência” e joga para as crianças). Diz
a eles: “Peguem crianças, são todos para vocês, contagiem-se e destruam-
se! Ha, ha, ha! Todos morrerão... a menos que... A menos que saia um
valente e venha lutar comigo por suas vidas! Ha, ha, ha! Mas creio que não
haja nenhum valente que se atreva a lutar comigo, ha, ha, ha! Todos são
uns GALINHAS!
(De repente sai dentre as crianças, Davi, uma criança pequena, mas
valente, com túnica, um biombo e várias pedras pequenas, atira nas
bexigas que ainda estão em frente o cenário e deve estourá-los).
DAVI: (Para Golias) Pare! Em nome de Jesus! Eu defenderei estas crianças e te
matarei.
GOLIAS: Ha, ha, ha! Você? E mais quantos? Não me faça rir, veja, é um anão! Como
te atreves me desafiar?
DAVI: Tu vens aqui, com tuas mentiras e bobagens de presentes para destruir estas
crianças, mas isso não vai ficar assim, porque tu não podes destruir. E sabe
por quê? Existe algo que tu não sabes, eles têm um amigo poderoso que te
vai tirar você daqui.
(Golias procura ver entre as crianças este tal Poderoso).
DAVI: (Para as crianças) Vamos ver, crianças, vamos chamar este amigo poderoso
para que tire este gigante mentiroso deste lugar. (Todos num coro: JESUS,
JESUS, JESUS, JESUS).
GOLIAS: (Quando escuta esse nome, cobre o rosto, dá vários pontapés e sai gritando)
Não, não! Ele não, ele não! (sai correndo do cenário).
DAVI: (Para as crianças) Crianças! Quem de vocês quer morrer? Ninguém, verdade?
CRIANÇAS. Ninguém!

55
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

DAVI: Então, destruam todos os presentes que Golias deu, porque isso só fará mal.
Vamos estourá-los!!!

56
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

57
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Classe: Juniores

Aula 3
Sinal Vermelho!

Pare! Espere!
Até que do alto seja
revestido de poder!

58
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Enriquecendo os Conhecimentos

O Dia de Pentecostes (At 2.1)


O nome Pentecostes vem da palavra grega relativa a “cinqüenta”. Era uma das mais
importantes festividades do ano, comemorada no qüinquagésimo dia após a Páscoa.
No AT, o Pentecostes é chamado de Festa da Colheita. Celebrava o fim da colheita
do grão e os judeus davam graças a Deus por sua bênção. Nos tempos apostólicos, a
festividade era principalmente para comemorar a entrega da Lei, por Deus, a Moisés.

As nações de Pentecostes
No primeiro século cristão, as comunidades judaicas estavam situadas principalmente
na parte leste do Império Romano, onde predominava o idioma grego. Mas, elas
também existiam em pontos remotos no oeste, como a Itália, e no leste, como a
Babilônia. Alem dos povos das nações mostradas aqui, os presentes no Dia de
Pentecostes (At 2.9-11) incluíam visitantes da Mesopotâmia e até do oriente mais
distante, da Partia, Média e Elão (o Irã atual).

A Obra do Espírito Santo


No inicio
 Ativo e presente na criação, pairando sobre condições ainda indefinidas (Gn
1.2)

No Antigo Testamento O Espírito Santo


 A origem dos dons sobrenaturais (Gn 41.38) é a terceira
pessoa da
 O doador das habilidades artísticas (Ex 31.2-5) Trindade. O
 A fonte do poder e da força (Jz 3.9,10) Deus do NT é
 A inspiração da profecia (1Sm 19.20,23) um Deus único
em três
 A mediação da mensagem de Deus (Mq 3.8) pessoas: Deus
Pai, Deus Filho
Na profecia do Antigo Testamento e Deus Espírito
 A purificação do coração para uma vida santa (Ez 36.25-29) Santo.

Na salvação
 Regenera o crente (Tt 3.5)
 Santifica o crente (2Ts 2.13c)
 Vive plenamente no salvo (At 2.4)

No Novo Testamento
 Declara a verdade sobre Cristo (Jo 16.13,14) O NT entende
 Concede poder para proclamação do Evangelho (At 1.8) que o Espírito
Santo é a
 Derrama o amor de Deus no coração (Rm 5.5) segurança do
 Intercede pelos salvos (Rm 8.26) Senhor Jesus
 Concede dons para o ministério (1Co 12.4-11) Ressurreto
habitando nos
 Capacita o fruto da vida santa (Gl 5.22,23) crentes
 Fortalece o ser interior ( Ef 3.16)

Na Palavra Escrita
 Inspirou os escritores das Escrituras (2Tm 3.16, 2Pe 1.21)

59
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

O Batismo no Espírito Santo...

 Levará a pessoa a amar, exaltar e glorificar a Deus Pai e ao Senhor Jesus


Cristo mais do que antes.
 Aumentará a convicção da nossa filiação com o Pai celestial, levará a uma
maior percepção da presença de Cristo em nossa vida diária e aumentará o
clamor da alma “Aba, Pai”!
 Aumentará nosso amor e apreço pelas Escrituras. O Espírito da verdade, que
inspirou as Escrituras, aprofundará nosso amor à verdade da Palavra de Deus
 Aprofundará nosso amor pelos demais seguidores de Cristo e a nossa
preocupação pelo seu bem-estar. A comunhão e fraternidade cristãs, de que
nos fala a Bíblia, somente podem existir através do Espírito.
 Deve ser precedido de abandono do pecado e de completa obediência a
Cristo. Ele será conservado quando continuamos na santificação do Espírito
Santo.
 Fará aumentar o nosso repúdio às diversões pecaminosas e prazeres ímpios
deste mundo, refreando-nos a busca egoísta de riquezas e honrarias terrenas.
 Nos trará mais desejo e poder para testemunhar da obra redentora do Senhor
Jesus Cristo
 Deve despertar em nós o desejo de uma maior operação sua no reino de Deus,
e também uma maior operação de seus dons em nossa vida. As línguas como
evidência inicial do batismo devem motivar o crente a permanecer na esfera
dos dons espirituais.
 Tornará mais real a obra, a direção e a presença do Espírito Santo em nossa
vida diária. Depois de batizados no Espírito Santo, os crentes de Atos
tornaram-se mais cônscios da presença, poder e direção do Espírito Santo.

Observe os sinais
Quando te desviares para a direita e quando te
desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão
atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o
caminho, andai por ele. (Is 30.21)
Suponha que você esteja dirigindo pela estrada. No
meio da pista há sinais. Alguns são linhas amarelas
paralelas alertando que, se você ultrapassá-las,
correrá o alto risco de uma colisão. Algumas são
linhas brancas intermitentes que significam que você
pode passar para o outro lado e ultrapassar o carro à
sua frente, desde que tenha cautela e observe o tráfego.
Há também placas que dão direção específica ou avisos: “RETORNO”; “MÃO
ÚNICA”; “EM OBRAS”; “CURVA A DIREITA”. Se você observar as instruções, evitará
uma situação perigosa. O mesmo é verdade na vida. Há sinais espirituais que nos
instruem sobre como permanecer sob a proteção de Deus. Se você observar esses
sinais, será capaz de permanecer em segurança no caminho. Por exemplo, sempre
procure a paz e estará na direção certa.

60
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Aula: 3 Data: / /

Sinal Vermelho

Tema: Tema: Pare! Espere! Até que do alto seja revestido de poder!

Objetivos: Ensinar que o Batismo no Espírito é importante e é para


hoje. Jesus disse ficai em Jerusalém até que do alto sejam
revestidos, foi o que os discípulos fizeram, pararam e esperaram até serem
revestidos pelo Espírito Santo.

História Bíblica: Os Primeiros Cristãos Testemunham Pelo Poder de Deus

Texto Bíblico: Atos 2:1-47

Para memorizar: E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na
cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder. (Lc 24.49)

Objetivos do Professor: Que a criança salva testemunhe a uma pessoa esta semana
usando o material recebido na aula.

Verdade Prática: Você tem o Espírito Santo vivendo em seu interior, que o ajuda a
testemunhar.

Recursos utilizados: Gincana Bíblica

Quebra-Gelo: Coloque um pequeno espelho no fundo de uma caixa de sapato. Do


lado de fora, cole as palavras. Ele é forte, corajoso e cheio de fé. Pergunte para as
crianças: quem já viu o rosto de Jesus? Qual é a aparência dele? Nós sabemos que
Jesus tem várias características, como Ele é forte, corajoso, cheio de fé etc. Mas
com quem Ele se parece? Dentro desta caixa eu tenho uma foto do Senhor Jesus.
Quem gostaria de ver? Então eu mostrarei a cada um de vocês, mas apenas com uma
condição: Aquele que já viu não poderá fazer comentários aos outros, combinado?
Façam filas e olhem um de cada vez, em silêncio, até que o último também veja.
Conclusão: Deus fez você parecido com Jesus! E, quanto mais você ora, mais você se
torna semelhante a Ele. Esta semelhança não será somente por fora, mas por dentro.
Quando você ora você se torna como Jesus.

Cânticos: Crente Pipoquinha – Cristina Mel; Mas que Batucada é Essa? – Cristina Mel;
Pare e Pense – Marilene Vieira; Eu li na Bíblia – Aline Barros

Ilustração: Língua de Fogo


Suponhamos que víssemos um exército ante uma
fortaleza e nos dissessem que iam derrubá-lo. No
momento perguntaríamos: "Como?" Eles nos
apontariam uma grande bala de canhão. "Sim, porém,
não há poder nesta bala;" – responderíamos – "é
pesada, e se todos os homens do exército a arrojassem
contra a fortaleza, ela apenas faria uma fraca
impressão na pedra dura." Eles nos diriam: "Olhe o
canhão." "Bem", diríamos ainda, "mas, não há poder no
canhão; uma criança poderia subir nele sem nenhum
perigo; um pássaro poderia parar na sua boca com o mesmo resultado; é uma

61
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

máquina e nada mais." "Olhe a pólvora." "Sim, mas não há poder nenhum nela
sozinha; as crianças podem pegá-la e os pássaros colhê-la sem resultado algum.
Mas com esta pólvora impotente e com esta bala sem poder no canhão também
impotente e uma chispa de fogo chegada à pólvora, será o suficiente para haver uma
explosão que arrojará a bala com um poder irresistível, fazendo ruir a fortaleza.
Assim é com o maquinismo da igreja hoje em dia: temos o instrumento para derrubar
as fortificações do inimigo; só se precisa do fogo do Espírito Santo.

Atividades para fixação:


Dinâmica: Cheios do Espírito Santo
Objetivo: Perceber a presença do Espírito Santo em nossa vida
Participantes: indefinido.
Tempo Estimado: 15 minutos.
Material: bexigas para todos os participantes.
Palavra de Deus: 1 Cor 3.16 "Não sabeis que sois templo do Espírito e que o Espírito
de Deus habita em vós?"
Preparação: Antes de entregar as bexigas aos participantes e com as bexigas ainda
vazias pegue uma agulha faça um pequeno furo em algumas bexigas sem que
ninguém veja, pode até fazer dois ou três furos em algumas bexigas. Desde modo
quando eles forem encher acontecerá o seguinte:
- As bexigas sem furo, irão encher normalmente
- As bexigas com um furo apenas irão encher, mas irão esvaziar-se
- As bexigas com mais de um furo, podem ate não encher porque a pessoa não terá
força para encher, ou então enche, mas se esvazia muito mais rápido que as outras.
Desenvolvimento: Entregar as bexigas e pedir que cada um encha as bexigas e
esperar a todos os outros terminarem de encher. Quando todos encherem pedir para
que eles soltem as bexigas, desde modo as bexigas irão realizar uma trajetória,
podendo ir longe, ou então ir alto e depois cair perto de quem a lançou, isso não
importa.
Conclusão: Aqueles que estão cheios do Espírito Santo, vão mais longe, evangelizam
os outros. Os que estão vazios não espalham a palavra de Deus, porque quando
ouvem a Palavra rapidamente se esvaziam e porque se esvaziam? Porque suas vidas
estão cheias de "buracos" que impedem que Deus entre em sua vida e ali permaneça,
o prazer imediato oferecido pelo mundo, o pecado etc.
Não podemos ser como as bexigas furadas, precisamos fechar esses buracos para que
possamos deixar Deus habitar em nós.

Observações:
O Espírito Santo e a sua obra na vida de Jesus e no ministério contínuo da igreja
(Ler Lucas)
Em primeiro lugar, a ação do Espírito Santo é vista na vida de várias pessoas fieis
relacionadas com o nascimento de João Batista e Jesus. Bem como no fato de João
ter cumprido seu ministério sob a unção do Espírito Santo. O mesmo Espírito
capacitou Jesus para cumprir seu papel messiânico.
Em segundo lugar, o Espírito Santo capacita Jesus para cumprir seu ministério – o
Messias ungido pelo Espírito Santo. Nos capítulos 3 e 4 de Lucas há cinco referências
explícitas ao Espírito Santo, usadas com força progressiva:
1. O Espírito Santo desce sobre Jesus em forma corpórea, como uma pomba.
2. Ele leva Jesus ao deserto para ser tentado.
3. Após sua vitória sobre a tentação, Jesus volta pra Galiléia em poder do
mesmo Espírito.
4. Na sinagoga de Nazaré, Jesus lê a passagem messiânica: “o Espírito do Senhor
está sobre mim”, reinvidicando cumprimento nele.

62
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

5. Evidência do seu ministério carismático está repleta e contínua em todo seu


ministério de poder e compaixão.
Em terceiro lugar, o Espírito Santo, através de oração de petição, leva a cabo o
ministério messiânico. Em momentos críticos daquele ministério, Jesus ora antes,
durante ou depois do acontecimento crucial. O mesmo Espírito Santo que foi eficaz
através das orações de Jesus dará poder as orações dos discípulos e ligará o
ministério messiânico de Jesus ao ministério poderoso deles através da igreja.
Em quarto lugar, o Espírito Santo espalha alegria tanto a Jesus quanto a nova
comunidade. Cinco palavras gregas denotando alegria ou exultação são usadas duas
vezes com mais freqüência tanto em Lucas, como em Mateus ou Marcos: Quando os
discípulos voltam com alegria de sua missão “naquela hora, exultou Jesus no Espírito
Santo”, e enquanto os discípulos estão esperando pelo Espírito prometido, “então,
eles, adorando-o, voltaram para Jerusalém, tomados de grande júbilo e estavam
sempre no templo, e louvando a Deus”.

Histórias Bíblicas sobre o Batismo com o Espírito Santo:


 Atos 2.4: A descida do Espírito Santo;
 Atos 8.14-25: Pedro e João em Samaria;
 Atos 9.17-20: Paulo batizado com o Espírito Santo;
 Atos 10. 44-48: O Espírito Santo desce sobre os gentios;
 Atos 19.1-7: Paulo em Éfeso.

Lição Objetiva
Materiais Visuais de sinais de trânsito
Deus quer que pensemos cuidadosamente a respeito de Seus mandamentos e de como
podemos obedecer-lhes. Veremos hoje alguns sinais que nos ajudam a obedecer
quando estamos seguindo por uma estrada.

1. Mostre um sinal de trânsito por vez. Pergunte: Se estivéssemos dirigindo um


carro na estrada, por que teríamos de obedecer a estes sinais? (Permitir respostas.)
Exatamente. Se não obedecermos, poderemos causar um acidente e machucar
alguém. Explique os sinais de trânsito que as crianças desconheçam.

63
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

2. Quais destes sinais nos podem ajudar a sabermos se estamos desobedecendo a


Deus? (Permitir respostas.) Boas respostas! Por exemplo, o sinal PARE nos diz que não
devemos fazer algo errado. O sinal RETORNO nos diz que talvez devamos mudar
totalmente de direção para podermos obedecer a Deus.
Leia em voz alta o Salmo 119:59 “Refleti em meus caminhos e voltei os meus passos
para os Teus testemunhos.” Que palavra neste verso significa o mesmo que
“mandamentos”? (Testemunhos.) Este Salmo nos faz lembrar que devemos obedecer
aos mandamentos de Deus, que devemos seguir em Seus caminhos. Deus tem, em Sua
Palavra, sinais para nos guiar em nossa vida, em todos nossos caminhos. Hoje
escutaremos a história de um menino que conhecia estes sinais.

História
Keisler gostava muito de acompanhar seu pai quando saía para pregar, embora ele
fosse a lugares distantes e tivesse de caminhar muito.
Certa vez, quando ele tinha oito anos, acompanhou seu pai que foi pregar em “Los
Ángeles” e para chegar ao local deveriam cruzar o rio Mayo – uma caminhada longa e
difícil com quatro horas e meia de duração. Será que nesse caminho havia placas de
sinalização? Não! Por isso era muito difícil de avançar. Nesse dia, além do percurso
difícil, estava chovendo muito. O barro estava cada vez mais espesso, enquanto
Keisler e seu pai lutavam para dar outro passo. A certa altura, Keisler escorregou e
caiu, e se afundou na lama. Seu pai teve de ajudá-lo a levantar-se para prosseguirem
com a caminhada. Ambos tinham a certeza de que o Senhor e Seus anjos os estavam
acompanhando.
Quando chegaram, sentiram-se felizes de poderem pregar o evangelho à noite, e com
isso Keisler se esqueceu totalmente do barro e da chuva.
Por três dias eles permaneceram nessa cidade onde, com alegria, puderam ver
algumas pessoas se entregarem a Jesus!
O caminho que tiveram de percorrer foi difícil, em meio ao barro e sob a intensa
chuva, sem nenhuma placa de sinalização. Porém, Keisler conhecia muito bem outros
sinais que os guiariam em segurança. Quais eram? Muito bem. Os mandamentos de
Deus escritos em Sua Palavra. Ele sabe o quanto o Senhor Se agrada quando falamos
de Seu amor a outras pessoas.
Muitas crianças e adolescentes, como Keisler, sentem o desejo de levar o evangelho
a lugares distantes, sendo bons missionários. Eu gostaria de convidar vocês a também
conhecerem a Jesus, perto ou longe de onde vivem. Talvez vocês não tenham de
caminhar quatro horas e meia como Keisler, talvez, na sua vizinhança haja pessoas
que ainda não conhecem o Salvador e esperam que lhes transmitam as boas novas de
salvação!

64
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Hora da História:

Os Primeiros Cristãos Testemunham pelo Poder de Deus


Introdução:
Os olhos de Bruno se arregalaram ao ver o aviso dependurado na janela da sorveteria.
Ele dizia: “Um sorvete grátis para quem entrar na sorveteria hoje”. O menino ficou
então pensando: Será que devo guardar só para mim esta notícia? Devo contar aos
meus amigos? O que você acha que ele decidiu? (Deixe as crianças responderem)
Você sabe que Deus oferece um presente bem mais valioso do que um sorvete? O
presente gracioso de Deus é a Vida Eterna por intermédio de Seu filho Jesus. Se você
recebeu o presente de Deus, vai contar a outros a noticia? Os discípulos de Jesus
estavam aprendendo que podiam fazer justamente isso.

Andamento:
Pessoas de muitos países haviam ido a Jerusalém para o Dia de Pentecostes
Os discípulos de Jesus também se achavam reunidos em Jerusalém
Reunidos em um cenáculo, os discípulos esperavam que o Senhor
cumprisse uma promessa muito especial. Ele ia enviar o Espírito
Santo para ser o seu Consolador e dar-lhes poder para ser
testemunhas dEle. Se você pediu a Jesus para salvá-lo, Ele quer
que também testemunhe por Ele. Você é uma testemunha
quando conta o que Jesus fez por você. É difícil para você falar
para alguém cobre o Senhor? Por quê? (Discuta problemas que
tornam o testemunho difícil para as crianças – timidez; não
sabem com quem falar; tem medo do ridículo ou da perseguição; não sabem o que
dizer). Você tem o Espírito Santo vivendo em seu interior, que o ajuda a
testemunhar. O Espírito Santo ajuda você e lhe dará poder para compartilhar as Boas
Novas sobre Jesus (Leia At 1.8). Em Jerusalém, os discípulos esperaram juntos pela
chegada do Espírito Santo prometido.

O Espírito Santo, enviado por Deus, chegou de repente.


Ouviu-se um som, como de vento impetuoso e surgiram
como que pequenas línguas de fogo; os discípulos
começaram a falar em outros idiomas.

Os judeus de outras terras, muito espantados ouviram


Deus sendo louvado em suas próprias línguas.

65
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Ouvindo-os falar em línguas estrangeiras, algumas pessoas zombaram dos


discípulos, dizendo que eles estavam embriagados.

Pedro explicou que essa habilidade para falar em outras línguas era evidência do
Espírito Santo que Deus prometeu enviar.

Capacitado pelo Espírito Santo, Pedro fez um discurso para contar ao povo que
Deus havia planejado a morte e a ressurreição de Jesus.
O Espírito Santo estava usando a mensagem de Pedro para
trabalhar no coração deles. Quando você pede ao Senhor Jesus
para salvá-lo, Deus, o Espírito Santo, passa a viver no seu
coração. O Espírito Santo batiza você no Corpo de Cristo (1Co
12.12,13), tornando-o parte da família de Deus. Você tem o
Espírito Santo vivendo em seu interior, que o ajuda a
testemunhar. É difícil para você falar com alguém sobre Jesus?
Lembre-se que Deus é Todo-Poderoso e que o Espírito Santo está
em seu coração. (Leia At 1.8) O que você pode fazer quando
sente vergonha de falar com alguém? (Lembre-se que o Espírito Santo está em você e
lhe dá forças; comece testemunhando a um amigo intimo). Quem precisa conhecer
Jesus? (Outras pessoas da sua família, amigos, ou colegas da escola – qualquer um
que não tenha sido salvo). O que pode dar coragem quando você tem medo de fala
do Senhor? (Agradeça a Deus pelo Espírito Santo morar em seu coração para ajudá-lo
a ser corajoso – Jo 14.26 peça a um amigo crente que ore por você na hora em que
está planejando testemunhar, leve um amigo crente com você e assim por diante.) o
que você pode dizer para testemunhar sobre Jesus? (Explique um versículo como João
3.16; mostre um folheto ou livrinho com o caminho da Salvação.) Enquanto
testemunha, pode contar com o Espírito Santo para ajudá-lo a trabalhar no coração
dos ouvintes. Pedro contou com a ajuda do Espírito Santo para falar a milhares de
pessoas, e com esse auxílio deu um testemunho poderoso sobre o Senhor Jesus.

Quando Pedro terminou, o povo, convencido pelo Espírito de Deus, perguntou o


que devia fazer; Pedro aconselhou que se arrependessem de seu pecado e
pedissem a Deus que os salvasse.
Todos neste mundo (inclusive você e eu) nascem pecadores e precisam ser salvos.
Pecar é fazer coisas que não agradam a Deus; e o pecado nos
separa dEle. Mas Deus nos ama e mostrou o Seu amor a você e a
mim, quando enviou Seu Filho Jesus para morrer por nós. Em
vista de Jesus ter dado o Seu sangue quando morreu na cruz,
podemos ser perdoados e salvos do castigo do pecado (Rm 5.8,9).
Deus teve poder para ressuscitar Jesus dos mortos. Ele tem poder
para salvar você quando se arrepende do seu pecado e pede a
Salvação a Ele. Pelo fato de não haver nada que possamos fazer para salvar a nós
mesmos, Deus planejou a morte e a ressurreição do Senhor Jesus para salvar-nos.
Esta foi a mensagem que Pedro pregou poderosamente e o povo aceitou com
entusiasmo.

Clímax:
Enquanto Pedro testemunhava pelo poder do Espírito Santo, cerca de três mil
pessoas foram salvas naquele dia.

Conclusão:
Os discípulos continuaram se reunindo todos os dias.
A cada dia mais pessoas eram salvas e se juntavam aos discípulos.

66
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Desafio:
Se Jesus é seu Salvador, você tem o Espírito Santo vivendo em
seu interior, que o ajuda a testemunhar. Deus, o Espírito
Santo, dá poder para capacitar você a testemunhar. Você vai
testemunhar para alguém esta semana? (Peça alguns momentos
de silencio, enquanto anima as crianças a pensarem em alguém
a quem possam testemunhar).

Apelo (não salvos):


Se você pediu a Deus para salvá-lo, pode fazer isso agora.

Atividade Extra: Dê a cada criança um folheto ou folha de papel no qual você tenha
escrito o plano da Salvação de maneira simples; por exemplo:
Jesus pode salvar você do pecado:
Reconheça que pecou. “Todos pecaram” (Rm 3.23)
Creia que Jesus morreu pelos seus pecados. “Cristo morreu pelos nossos pecados”
(1Co 15.3)
Peça a Jesus para salvar você. (Rm 10.13)
Demonstre como um folheto pode ser usado; de a cada criança a oportunidade para
praticar na classe com um colega.

Fixação do Assunto: 1.Pegue um copo plástico e o amasse. Diga que assim estão
todos que não têm Jesus no coração, porque o nosso inimigo veio para roubar, matar
e destruir, e só Jesus pode nos dar poder para enfrentá-lo, através do Espírito
Santo. 2.Depois pegue um segundo copo em perfeito estado. Coloque um pouco de
água e diga que assim estão todos aqueles que recebem Jesus em seus corações: Nós
somos os copos (agora novos, e não mais destruídos), e o Espírito é a água dentro do
copo. 3.Pegue agora mais água e encha o copo até a boca. Diga que Deus não quer só
nos salvar, mas quer nos encher com o seu poder que está presente no Espírito
Santo. Pergunte quem deseja ser cheio com o Espírito Santo. 4.Jogue mais água no
copo até derramar, e pergunte quem que receber tanto poder até ficar
transbordando. Explique que Deus nos dá poder para que possamos realizar, com
sucesso, a obra que Ele tem para nós: Ganhar vidas para Jesus.

Apelo: Explique que para ser cheio do Espírito Santo é necessário quatro coisas:
 Aceitar a Jesus como Senhor e Salvador
 Arrepender-se dos pecados cometidos
 Crer que Deus quer te encher com o Espírito Santo
 Desejar ser cheio do Espírito Santo.
Faça uma oração para que as crianças recebam o batismo com o Espírito Santo, peça
às crianças que já são batizadas que ajude você a orar pelas outras crianças.

Não DESANIME! As crianças precisam de você, de ouvir através de você a Palavra


de Deus! Mesmo com as dificuldades, não DESISTA! O SENHOR TE ESCOLHEU! SIGA
EM FRENTE, PROSSIGA! Olhe apenas para o ALVO, para o SENHOR JESUS!

67
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

68
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Gincana Bíblica
Observação Inicial: O grupo está dividido em duas equipes
Cada equipe recebe a mesma tarefa simultaneamente.
A equipe que cumpri-la primeiro, ganha os respectivos pontos.
Tarefa 01
Entregar para cada Grupo um Envelope Idêntico contendo, numa folha de sulfite
cortada em 10 pedaços (quebra-cabeça) misturados, a palavra MULO e, embaixo
dela, a indicação de 2 Sm 18.9 e, abaixo, a pergunta: "A quem pertence o Mulo?" (A
Absalão). Ao sinal, o Grupo vai abrir o Envelope, montar o quebra-cabeça até ao
ponto de decifrar tudo e levar a resposta certa ao dirigente. (O objetivo é a resposta
certa). Quem terminar certo primeiro, ganha os pontos.
Tarefa 02
Trazer ao dirigente, vivos e inteiros, dois exemplares do animal citado em Pv 30.25.
(Formigas)
Tarefa 03
O Grupo que, sem sair do recinto, (máximo pode ir até seus carros ou motos, etc)
apresentar o maior número de objetos citados em Lc 21.2 (não importa o montante
do valor dos objetos) (Moedas)
Tarefa 04
O Grupo que, sem sair do recinto, (máximo até seus veículos) apresentar o maior
número de peças de tecido citadas em Jo 11.44 (não importa o sexo, cor,
tamanho...) (Lenço)
Tarefa 05
O Grupo que primeiro entregar na mão do dirigente um exemplar do objeto que
passou a existir na vara de Arão, conforme citado em Nm 17.8 (Flor)
Tarefa 06
O Grupo que primeiro passar a imitar o animal citado em Jz 15.16 (Jumento) Tem
que imitar certo. Se começar imitando animal errado, perdeu os pontos.
Tarefa 07
Entregar para cada Grupo um envelope idêntico contendo, em papéis separados, as
três seguintes palavras: DISCÍPULOS, BATIZANDO, FILHO. Ao sinal, os Grupos abrem o
envelope e, a partir das três palavras,.... O Grupo que primeiro decifrar o versículo
de Mt 29.19 – "Ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai
e do Filho e do Espírito Santo." (Ganha o Grupo que primeiro mais se aproximar do
certo).
Tarefa 08
Ganha os pontos o Grupo que fizer mais bonito um breve espetáculo somente com as
mãos, conforme sugere o Sl 47.1a (Bater Palmas)
Tarefa 09
Cada Grupo escolhe 6 pessoas. Com essas 6 pessoas organiza e apresenta
brevemente o que Davi estava fazendo em 2Sm 6.14 - O Grupo que melhor organizar
e apresentar, sem sujeiras, ganha os pontos. (Dançar)
Tarefa 10
O Grupo que primeiro trouxer uma pessoa e pintar o seu nariz na frente do dirigente
com o material de pintura citado em Pv 26.21a. (Carvão)

69
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Classe: Infantil

Aula 3
Sinal Vermelho!

Pare! Espere!
Até que do alto seja
revestido de poder!

70
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Aula: 3 Data: / /

Sinal Vermelho

Tema: Pare! Espere! Até que do alto seja revestido de poder!

Objetivos: Ensinar que o Batismo no Espírito é importante e é para


hoje. Jesus disse ficai em Jerusalém até que do alto sejam
revestidos, foi o que os discípulos fizeram, pararam e esperaram até serem
revestidos pelo Espírito Santo.

História Bíblica: Os Primeiros Cristãos Testemunham Pelo Poder de Deus

Texto Bíblico: Atos 2:1-47

Para memorizar: E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na
cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder. (Lc 24.49)

Objetivos do Professor: Que a criança salva testemunhe a uma pessoa esta semana
usando o material recebido na aula.

Verdade Prática: Você tem o Espírito Santo vivendo em seu interior, que o ajuda a
testemunhar.

Recursos utilizados: Use velinhas coloridas para contar a história. A idéia de usar
várias cores é para que as crianças saibam que, aqueles homens que estavam ouvindo
os discípulos do Senhor, vinham de diferentes países e por isso, falavam em
diferentes línguas. Use as velas para representar os que receberam o Espírito Santo e
enquanto conta a história, vá acendendo o fósforo para representar as línguas "como
de fogo", que vinham do céu e caíam sobre os discípulos, que passaram a pregar nas
diferentes línguas, de modo que os presentes conseguiam ouvir a pregação na sua
própria linguagem.

Quebra-Gelo: Coloque um pequeno espelho no fundo de uma caixa de sapato. Do


lado de fora, cole as palavras. Ele é forte, corajoso e cheio de fé. Pergunte para as
crianças: quem já viu o rosto de Jesus? Qual é a aparência dele? Nós sabemos que
Jesus tem várias características, como Ele é forte, corajoso, cheio de fé etc. Mas
com quem Ele se parece? Dentro desta caixa eu tenho uma foto do Senhor Jesus.
Quem gostaria de ver? Então eu mostrarei a cada um de vocês, mas apenas com uma
condição: Aquele que já viu não poderá fazer comentários aos outros, combinado?
Façam filas e olhem um de cada vez, em silêncio, até que o último também veja.
Conclusão: Deus fez você parecido com Jesus! E, quanto mais você ora, mais você se
torna semelhante a Ele. Esta semelhança não será somente por fora, mas por dentro.
Quando você ora você se torna como Jesus.

Cânticos: Crente Pipoquinha – Cristina Mel; Mas que Batucada é Essa? – Cristina Mel;
Pare e Pense – Marilene Vieira; Eu li na Bíblia – Aline Barros

Ilustração: O três ventos da Montanha

Atividades para fixação: Cata vento pomba do Espírito;


Versículo Embaralhado: Escolha um versículo da Bíblia, quanto mais "desconhecido"
mais difícil a tarefa. Escreva este versículo numa folha em branco e recorte as
palavras (procure fazer cortes retos e iguais para que o desenho).

71
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Coloque as palavras misturadas num envelope e dê um a cada grupo para que


montem o versículo. Decida se irá permitir aos grupos consultar a Bíblia.
O grupo que acabar primeiro ganhará pontos.

Ilustração: Os três ventos da montanha

Há muito tempo atrás, viviam numa montanha muito alta, três ventos. O primeiro
chamava-se Vento-grande-e-furioso. Ele soprava fazendo assim: Uoooooooooo-oooo-
oooooooooooo. E quanto mais intenso se movia, mais forte era o seu sopro: Uooooo-
oooooooo-ooooooooo oooooooo-eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee.
Ele era um vento muito importante.
O segundo era o Vento-forte-e-constante. O seu sopro era assim: Hooooooooooooo
muito baixinho. Era um vento muito importante também.
O terceiro vento se chamava ventinho-de-dia-quente. Seu sopro era muito fraquinho.
Era agradável vê-lo bater contra a folhagem: Huuuuuuu. Um dia, os três ventos se
encontraram, e começaram a conversar no alto da montanha. O vento-grande-e-
furioso disse assim: Uhuuuuuu, sou muito importante. Sou forte, carrego tudo que
encontro pela frente. As pessoas têm medo de mim, e correm quando eu me
aproximo.
_Você tem razão, respondeu o Vento-forte-e-constante, mas eu acho que esta não é
uma maneira bonita de ser importante. Você é importante para as pessoas porque
elas o temem, mas eu sou importante porque sou útil.
E o Vento-forte-e-constante tomou fôlego e soprou: Hoooooooooo. As nuvens
viajaram depressa pelo céu. As crianças correram para dentro de casa e colocaram
seus agasalhos. As roupas molhadas secaram bem depressa. E os barcos no mar
andaram mais depressa, cortando as ondas.
_Está vendo como sou útil? Disse o Vento-forte-e-constante. E as pessoas não têm
medo de mim.
_E daí? Gritou o Vento-grande-e-furioso. A verdade é que eu sei soprar mais forte. E
o Vento-grande-e-furioso ficou ainda mais bravo.
O ventinho-de-dia-quente estava se sentindo pequenininho, pequenininho diante do
Vento-grande-e-furioso tão forte, forte. E foi saindo devagar, como quem não quer
nada. Mas muito preocupado.
_Eu não sirvo para nada! Pensava ele. Vento-grande-e-furioso amendrota as pessoas,
mas ele sabe fazer alguma coisa pelo menos. Vento-forte-e-constante é útil, e as
pessoas gostam dele, mas eu, eu não consigo fazer nada!
Então o Ventinho saiu palas montanhas. O sol estava muito quente, e continuou
assim. O céu estava muito azul, e continuou cada vez mais azul.
Mas à medida que o ventinho passava, as pessoas abriam suas janelas, e voltavam
seus rostos quentes na direção em que ele soprava.
Saiam de suas casas e sorriam, que alegria! O ventinho encontrou uma menininha
com um papagaio. Soprou o mais que podia. O papagaio se ergueu, e a menina ficou
radiante. A seguir, viu um menininho junto a uma poça de água. Na poça estavam
dois barquinhos com velas de papel, mas não saiam do lugar. O Ventinho soprou e
devagarzinho os barquinhos atravessaram a poça. O menino sorriu, vendo os barcos
se movendo.
Depois, viu um passarinho a beira do seu ninho.
__Voe, soprou o Ventinho.
__Tenho medo respondeu o passarinho.
Então o Ventinho soprou com toda a sua força, e obrigou o passarinho a cair do
ninho,e então o passarinho feliz,viu que podia voar.
Já era bem tarde quando o Ventinho voltou para a sua casa,no alto da montanha.
Seus amigos o esperavam preocupados.
__E então, Ventinho,por onde andou? O que você estava fazendo todo esse tempo?

72
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

__Quase nada, disse o Ventinho. E contou o que fizera.


Vento-grande-e-furioso já não parecia tão furioso assim. Vento-forte-e-constante
Estava pensativo. E falaram ao Ventinho:
__Sabe, Ventinho-de-dia-quente, todos nós fazemos coisas importantes, mas o que
você faz é mais importante: Você leva alegria ás pessoas. Vento-grande-e-furioso é
respeitado porque as pessoas o temem, eu sou apreciado porque lhes sou útil; mas a
você elas amam, porque você, com o seu sopro leve, as alegra e acaricia, e ajuda.
Então o Ventinho desceu a montanha alegremente. Lá embaixo as pessoas grandes e
as crianças calorentas ao sentirem a volta do ventinho ficaram radiantes de novo; a
menininha viu seu papagaio subir. Pelo jardim voou o passarinho flutuando nas asas
do Ventinho como um barco flutua no mar. E todos se alegraram.

Observação: Dramatizar a história, enfatizando o fato de que cada um é importante


e dentro de suas possibilidades precisar se dispor a ajudar o outro. Possibilitar que a
criança se identifique com o “Ventinho” da história, que traz alegria e leveza ao
nosso mundo.

73
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

74
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

75
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Cânticos Vai balançando o corpo todo.


Pulando como pipoca. Vai até tocar o
Eu Tenho a Força de Deus céu
Eu não preciso de anéis, pra ficar Banco de trás
poderoso. Por muito tempo dirigi a minha vida
Eu não preciso de cristais pra me em busca de aventura
defender Como um piloto de corrida que não
Criptonita não me empede de ser tinha habilitação
vitorioso Sem noção eu "pisava fundo",
Eu não dependo de espinafre pra ter ignorando a sinalização
força e poder Nem quebra-mola nem sinal vermelho
Eu não invoco os poderes do ar. Eu não me parava, não
entrego oferendas no mar Diversas vezes derrapei, saí da pista,
É pela força do Senhor Jesus. Que eu subi na calçada
vou andar na luz E fui multado quando quis "cortar
Eu tenho a força de Deus. Eu tenho a caminho" pela contramão
força, tenho a força de Deus Graças a deus eu saí inteiro. Tomei
Eu tenho a força de Deus. Eu tenho a juízo, não me arrisco mais
força, tenho a força de Deus Chamei Jesus pra direção e agora ando
Gnomos e Duendes nada podem fazer no banco de trás
O Pokemon tem a força mais é só na tv Eu tô andando numa estrada nova.
Hallowen nem as cartas do Yo Gui Ho Vivendo a verdadeira aventura
Não tem poder sobre a mente de quem Nesta viagem estou seguro, Jesus sabe
serve ao Senhor onde me levar
Harry Potter não me confundiu. Na Eu confiei a ele o meu destino. E no
bruxaria que ele mesmo caiu volante eu não pego mais
É pela força do Senhor Jesus. Que eu Jesus dirige a minha vida. E eu vou
vou andar na luz tranqüilo no banco de trás
[Ao Rei Jesus seja a glória, a honra e a
majestade pelos séculos dos séculos, Quando O Espírito De Deus Se Move Em
Amém] Mim
Quando o Espírito de Deus se move em
Mas que batucada é essa? mim. Eu oro como rei Davi.
Mas que batucada é essa? Que chegou Eu oro, eu oro, oro como rei Davi. Eu
sem querer pressa. Acelerou os oro como o rei Davi
corações
Esse clima diferente. Com Jesus que Quando o Espírito de Deus se move em
está presente. Que bonita adoração mim. Eu canto como rei Davi
As meninas vão cantar. Os meninos vão Eu canto, eu canto, canto como rei
dizer: - Louvar tem gosto de mel! Davi. Eu canto como o rei Davi
Vai balançando o corpo todo. Pulando Eu oro como rei Davi
como pipoca. Vai até tocar o céu
Quando o Espírito de Deus se move em
Tum,tum,Tum. Tá batendo o mim. Eu danço como rei Davi
coração Eu danço, eu danço, danço como rei
Tum,tum,Tum. Tô sentindo a emoção Davi. Eu danço como o rei Davi
Eu canto como o rei Davi. Eu oro como
Foi a alegria que chegou. De o rei Davi
mansinho acampou nesta adoração
Quando o Espírito de Deus se move em
(Final) Uh,uh mim. Eu louvo como rei Davi
Tum,tum,tum iê!Tum,tum,tum oô! Eu louvo, eu louvo, louvo como rei
Davi. Eu louvo como o rei Davi

76
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Eu danço como o rei Davi. Eu canto Não deixe de testemunhar. Se não as


como o rei Davi. Eu oro como o rei pedras Vão falar em seu lugar.
Davi

Crente Pipoquinha Minha Porção


Poing, poing, poing, poing, poing, E és fiel, eu bem sei que não me
Gelatina. deixará
Poing, poing, poing, poing, poing, Tua palavra é a verdade suas
Gelatina. promessas nunca vão falhar
Crente gelatina eu não quero ser, Fica Se escuro estiver tua mão me guiará
balançando não sabe no que crer. E se eu desanimar, com seus braços tu
Vive sem firmeza é mole demais. me ergues e fortalecerá
Crente gelatina. Eu não quero ser
jamais! Cada metro dessa terra que eu piso os
lugares que eu ponho a planta dos
Que gostosura, que felicidade! meus pés
Como é gostoso ser um crente de O Senhor Jesus me deu como herança
verdade! e hoje disso eu me aposso pela fé
Como Josué marchamos pela terra
Pique, pique, poque, pique, poque, passo a passo para dela se apossar
Pipoquinha. Seu exercito como valentes guerreiros
Pique, pique, poque, pique, poque, hoje eu me levanto para conquistar
Pipoquinha.
Crente pipoquinha, Esse eu quero ser: Minha porção dessa herança dá-me
Sempre animado, gosta de crescer! esse monte esta cidade.
Se o calor aumenta, explode pra valer!
E fica bem branquinho, Pipoquinha eu
quero ser! Jesus é meu Herói
O meu herói não é um herói de
Nham, nham, nham, nham, nham, brinquedo. O meu herói não é um
Picolé. herói de papel
Nham, nham, nham, nham, O meu herói não é um desenho
nham, Picolé. animado. Igual aquele que assisti na
Crente picolé, esse não dá pé! Está TV
sempre gelado, sem amor. Perdeu a O meu herói não usa máscara negra,
fé! Nem espinafre como força e poder
O meu herói não se disfarça em nada.
Eu quero mais unção Nem se esconde atrás de uma TV
Eu quero mais unção. Jesus, eu O meu herói é Todo-Poderoso. Ele é
quero mais poder mais forte que o Super Man
Eu quero mais autoridade. A tua face É só orar que ele aparece. Vem
eu quero ver rapidinho pra me socorrer!
Um coração igual ao teu. É o que eu O meu herói é Todo-Poderoso. Ele é o
quero ter filho do Grande Deus
E abrir a minha boca. O fogo santo Não usa um martelo, mas sua palavra.
vai descer É uma espada com muito poder

Nesse mundo em que vivemos. Jesus é meu Herói! Jesus é meu


Devemos ser sal, devemos ser luz Herói! Jesus é meu Herói! E vai me
E mostrar que vale a pena. Viver pra proteger!
Jesus Jesus é meu Herói! Jesus é meu
Onde houver enfermos: _Vamos Herói! Jesus é meu Herói! Com Ele
curar. Houver necessitados: _Vamos eu vou vencer!
ajudar

77
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Super poderoso Pare e Pense


Planeta Terra foi a uma reunião e Pare e pense, olhe paro lado, olhe
todos os planetas fora a participar paro outro, preste atenção. (2x)
Discutiram o maior bem da criação,
qual é mais importante criação que há Não vai seguir em frente sem saber a
no ar onde ir, há muitos caminhos você pode
Então a Terra disse ser mais confundir, há muitos olhares, tudo
importante, porque abrigava a obra- quer te impressionar, há muitas
prima do Senhor escolhas tudo quer te seduzir.
O Sol então deu uma gargalhada
Hahaha e disse o que seria de você A muitos caminhos que parece ser
sem meu calor direito, cheio de prazeres e de muita
diversão, são caminhos largos e fácil
Super poderoso, Super poderoso, de seguir, mas que com certeza eles
Super poderoso é só mesmo meu vão te destruir.
Senhor
Super poderoso, Super poderoso, Existe um caminho certo e verdadeiro,
Super poderoso é só mesmo meu parece ser difícil andar nesse caminho,
Senhor mas ele é o único que deve se
escolher. O caminho tem um nome, e
Então a lua disse toda animada a noite esse nome tem poder.
é clara e quem brilha nela sou eu É Jesus ! Vamos nele crer! (4x)
O Sol então disparou em gargalhada e
disse o brilho que reflete em ti é meu Eu Li Na Bíblia
Quando Saturno e Plutão iam votando Eu li na Bíblia e vou contar pra você
no senhor Sol por ele ter muito Que com Jesus, você pode vencer
esplendor Você fica valente, fica obediente
Ouviram o som da terra e crianças Se vem o mal, você vence porque
cantando que poderoso é só mesmo o
Criador. Não tem medo de cara feia não
Deus te dá forças pra matar leão
Ao amanhecer Se Davi venceu até gigante
Ao amanhecer, quando eu acordar Sei Mesmo pequenininho você pode ser
que vou sentir tua doce presença
A me envolver... A me proteger... Forte, corajoso como Sansão
Deus que guarda Israel também guarda Amigo de deus como Abraão
a mim Muito inteligente como Salomão
Você pode ser o que quiser
Ouço a tua voz, ao anoitecer. Use a sua fé 2x
Quando a escuridão cobre a terra.
Mesmo assim eu posso os teus olhos Lute, lute, lute como Davi lutou
ver. O Deus que guarda Israel, Dance, dance, dance como Miriã
também guarda a mim. dançou Grite, grite, grite como Josué
gritou. E derrube as muralhas na força
do Senhor 2x

78
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Apresentando a Mensagem da Salvação


Todas as histórias contidas nesta apostila já incluem o Plano de Salvação, pois as
histórias já ensinam a Mensagem da Salvação através da vida de Jesus, porém se
você achar necessário poderá utilizar os modelos abaixo:

Versículos sobre a Mensagem da Salvação

O Amor de Deus Jr 31.3; Jo 3.16; Rm 5.8; 1Jo 4.8; 1 Jo 4.10; 1Jo 4.19
A Necessidade (Pecado) Nm 33.23; Sl 52.3; Sl 90.8; Ec 7.20; Is 53.6; Is 59.2; Jr
17.9; Rm 3.10,11; Rm 3.23; Rm 5.12; Rm 6.23; Tg
4.17; 1Jo 1.8; 1Jo 3.4
O Caminho (A Pessoa e a 1Co 15.3; 2Co 5.21; Cl 1.14; Hb 9.22b; 1Pe 2.24; 1Pe
obra do Espírito Santo) 3.18
A Apropriação (Receber Jo 1.12; Jo 3.15,16; Jo 3.36; Jo 5.24; Jo 6.47; Jo
Cristo) 20.31; At 10.43b; At 16.31; Rm 10.13

Dinâmica para a Mensagem da Salvação

Como chegar até a Vida Eterna (Mt 28.19,20)

Material necessário:
uma lâmpada que acenda (abajur, lanterna)
um lenço
algumas cadeiras
(colocar ainda outros objetos que desejar como obstáculos)
um cartaz escrito: VIDA ETERNA.

Chamando a atenção à mensagem:


Um aluno têm seus olhos vendados com o lenço, outro aluno a gira.
Nos primeiros instantes deixe que a criança tente chegar sozinha à VIDA ERTENA
tentando vencer os obstáculos.

Agora chame outra criança e peça que ela dê as dicas de como a criança vendada
chegará à VIDA ETERNA (dar instruções tais como: mais para a esquerda, agora tem
um obstáculo na frente, vire à direita, cuidado, vai quebrar, não pise, etc).
Faça essa brincadeira algumas vezes e depois dê início à mensagem.

Mensagem:
Vocês perceberam o que aconteceu?
Foi fácil chegar até a Vida Eterna?
Alguém conseguiria sozinho?
Vocês sabiam que no mundo existem muitas pessoas assim?
Elas querem chegar a Deus, mas não sabem o caminho a seguir. Alguém precisa
ajudá-las.
Somos nós quem daremos as "dicas" a essas pessoas de como chegar a VIDA ETERNA.
De que maneira poderemos fazer isso?!? (desenvolva a partir daqui a sua aula).
Mesmo com alguém ajudando os obstáculos existem, e precisamos contorná-los para
chegar a VIDA ETERNA.

79
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

O Plano da Salvação Contado com Balões

Material necessário:
5 balões nas cores: amarelo, preto, vermelho, branco e verde; inflador de balões;
estilete.

Você deverá inserir os balões dentro dos outros na seguinte ordem:


Primeiro introduza o preto no interior do amarelo; O vermelho no interior preto;
Branco no interior do vermelho; e finalmente o verde dentro do branco.
1- Dobre o balão ao meio.
2- Após o balão ter sido dobrado ao meio, enrole-o como na foto.
3- Introduza o balão enrolado no interior do próximo balão. Após isso procure
desenrolá-lo para que não dificulte inflá-lo.
4- Os balões devem ficar nessa seqüência de cores do interior para o exterior: verde,
branco, vermelho, preto e amarelo. Também devem ser inflados nessa mesma
seqüência de cores.
Observe as imagens e realize as orientações que facilitarão realizar a atividade.

* Atenção, à medida que forem inseridos os balões dentro dos demais balões, nenhum
deverá ser inflado. Só deverão ser inflados quando todos estiverem introduzidos nos
demais conforme as cores acima citadas.

Comece inflando do interior para o exterior, ou seja: infle primeiro, amarre-o na


ponta e empurre-o para dentro do branco;
Infle agora o branco, amarre-o e empurre-o para dentro do vermelho e assim
sucessivamente.
Mas, atenção, procure inflar os balões de forma que quando for estourar com estilete
o que estiver no exterior, não corte estoure também o que estiver imediatamente no
interior. Os balões que estão na camada mais exterior deverão ter mais ar do que
estão na camada subseqüentemente mais ao interior.
Esta linda atividade servirá para você contar o plano da salvação às crianças de
maneira bem interessante. À medida que for falando das cores estoure o balão com a
cor correspondente, para isso utilize o estilete.

*NÃO USE NA CLASSE DOS MUITO PEQUENOS*

80
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

81
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

82
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

A Criança especial na igreja - Inclusão X Exclusão

Através da inquietação do Espírito Santo de Deus no meu coração, uma pergunta


começou a me incomodar: “onde estão as centenas e centenas de crianças
portadoras de deficiências? Porque não estão na minha casa”? Esta pergunta gerada
por Deus no meu espírito, me levou a observar as igrejas evangélicas em todas as
denominações por onde tenho ministrado cursos, seminários, palestras e pregações (e
não foram poucas), comecei a observar e a procurar nas igrejas crianças especiais,
com deficiência de qualquer ordem física ou mental. Constatei o fato de que
raramente encontramos crianças portadoras de deficiência nas classes bíblicas de
crianças, nos cultos, na igreja. E quando há uma a duas crianças, estas não
participam do ministério infantil (dados de uma pesquisa que estou realizando).
Devolvi a pergunta ao Espírito Santo: Senhor, onde estão estas crianças?? Realmente
elas existem aos montes e não as encontramos em nossas igrejas, onde estarão?? Para
minha tristeza e vergonha, o Senhor me respondeu: “Estão escondidas em casa, por
pais envergonhados, tímidos, solitários e também uma grande quantidade destas
crianças estão nas casas espíritas.
Envergonhada e triste de constatar este fato, comecei a escrever sobre o assunto.
Note você também, já parou para observar a sua volta? Quantas crianças deficientes
freqüentam, ou seja, fazem parte da sua igreja? Realmente se não são adotadas por
Deus que é pai de amor, são adotadas por satanás.
Como alcançar estas crianças? A grande necessidade do evangelismo infantil também
para as crianças especiais, como não entram nas igrejas, é preciso lançar as redes,
elas precisam da salvação em Cristo Jesus. Como alcançar suas famílias ministrando
uma palavra de consolo, orientação, encorajamento, para que a criança seja amada
e aceita pela mesma, com pais que não se envergonham diante da sociedade e da
igreja.
Como inserir a criança especial no ministério infantil, como trabalhar com elas, como
vivenciar na igreja a inclusão e não a exclusão?? Como tem sido infelizmente na
prática.
A luz da Palavra de Deus precisamos abordar todas estas questões e situações de
maneira prática, clara e objetiva, lançando também uma semente de amor no
coração da igreja, de professores, líderes, amor por crianças especiais, que precisam
ser amadas e atendidas com suas limitações também. São muito amadas por Jesus,
vamos excluí-las??
O preparo e orientação para os professores do ministério infantil é fundamental, não
sabem o que fazer e como fazer na aula bíblica com a criança especial. Cada
deficiência demanda um preparo específico, como incluir na classe da escola bíblica
dominical, uma criança deficiente visual, com síndrome de down ou uma criança
paraplégica ou surda?
Estas e outras questões sobre a criança excepcional precisam ser discutidas na igreja
hoje, não podemos fazer de conta que não existem e ignorarmos como tem
acontecido ainda hoje, pleno século XXI. Jesus jamais ignorou, ele teve compaixão,
estendeu a mão, abençoou, curou. Somos o seu reino aqui na terra, embaixadores de
Cristo Jesus, e não podemos lançar fora nenhuma criança, mesmo sendo uma criança
especial. Jesus morreu por elas também Não importa se com limitações ou sem elas,
pois dos tais é o reino dos céus....
Pastor Alek Sandro Batista Dias

83
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Orientações para o professor:


Trabalhando com crianças especiais na EBF

Os desafios serão constantes, assim como a falta de pessoas que disponham e se


preparem para o serviço. Não é apenas afirmar que a EBF seja para todos, mas criar
condições para que todos realmente se sintam bem-vindos, amados e incluídos.
Especialmente ensinando-os a lidar com a sua INTEGRALIDADE, seja qual for a sua
condição e contexto. Para que a EBF seja espaço de APRENDIZAGEM, de
CRESCIMENTO e de ACOLHIMENTO deve, antes de tudo, ensinar o ser humano a
APRENDER a CONHECER, a FAZER, a RELACIONAR-SE e a SER, incluindo nessas
aprendizagens os valores e os princípios cristãos. São APRENDIZAGENS essenciais à
vida como um todo, mas dependerão do modelo de EBF que pretendemos ter e da
prática de ensino pela qual fizermos opção. É fato que a natureza humana é bem
mais ampla, complexa e não apenas espiritual, mas também CORPO, ALMA e MENTE,
partes que formam um todo indissociável.

O professor não deverá deter-se apenas a rotina, mas ser flexível e criativo sabendo
trabalhar com a imprevisibilidade e chegar a um contexto enriquecedor e favorável á
aprendizagem. Para que isso ocorra, é fundamental que o professor tenha uma visão
global do aprendizado proporcionando através de jogos o equilíbrio entre a
imaginação e a lógica, o que por sua vez estará fortalecendo a comunicação
interpessoal, professor-alunos-colegas de classe. O professor deve ter como propósito
não a limitação, mas sempre o potencial de cada aluno.

 Não exigir do aluno qualidades que ele não tem, ou que faça algo que esteja
limitado por sua deficiência;
 Valorize os alunos em suas potencialidades, nos seus melhores aspectos e não
enfatizar seus erros e pontos fracos;
 Lembre-se que todas têm condições em comum a necessidade do amor,
compreensão e aceitação;
 Orientar toda comunidade escolar de como se relacionar bem com uma
criança com necessidade educacional especial;
 Procurar não encarar a deficiência com pena, compaixão, a criança com
necessidade educacional especial não precisa de piedade, mas sim de
oportunidades;
 Não chamar nem permitir que outras crianças se refiram a criança com
necessidade educacional especial, salientado sua deficiência. chamá-lo de
mudinho, ceguinho, é de extrema indelicadeza. Ninguém gosta de ser
rotulado e classificado por seu defeito aparente.

DINÂMICAS: quando um aluno com necessidades educacional for integrado em classe


comum, sugerimos que além das orientações gerais oferecidas pela professora da
classe, a mesma possa desenvolver com o grupo algumas dinâmicas, elas iam facilitar
a integração do aluno com necessidades educacional especial.

EX.: Quebra-cabeça- A professora divide aleatoriamente uma folha de cartolina e


quantos pedaços forem necessários para que cada aluno receba uma peça. As peças
devem ser numeradas em seqüência de acordo com o número de alunos da classe.
Antes de recortar a cartolina fazer um desenho qualquer com cores fortes. Recortar
e oferecer uma peça para cada criança. Em pequenos grupos de 5 ou 6 crianças,
escolhidas sem respeitar a numeração das peças, tentam montar a cartolina
novamente. Isso não será possível, então a professora pede a toda turma para tentar

84
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

montar, discretamente a professora pede que uma criança esconda uma das peças e
sugerem que respeitem a numeração das peças. No final fica faltando uma peça, e a
professora diz que o trabalho continua incompleto, e reforça que por menor que seja
a colaboração, para que um trabalho seja bem feito, “todos” tem que participar.

TEATRO NÃO VERBAL: O aluno irá utilizar o corpo e gestos para transmitir uma
mensagem

PAINEL DE ROTINA: Utilização de material com informação visual.

HISTÓRIAS NÃO VERBAIS: Utilizar elementos não verbais para a transmissão de


mensagens.

PECS- SISTEMA DE COMUNICAÇÃO POR FIGURAS (PECS- PICTURE EXCHANGE


COMMUNICATION SYSTEM): Este é o método de comunicação mais utilizado com
autistas, desde os primeiros anos de vida. Muito popular seu uso em escolas (classes
especiais), terapias e em casa. Os PECS são extremamente importantes para os
autistas não verbais.

85
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

86
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

Do meu coração para o seu: Semáforos Interiores


Um dos sinais de trânsito mais conhecidos é o semáforo. Este
sinalizador é de fundamental importância para a segurança dos
pedestres e dos motoristas. Desobedecê-lo é colocar em risco a
própria vida e também a de outras pessoas. Muitos já
desobedeceram ao que o semáforo indicava e o resultado não foi
bom. Ou foram vítimas de um acidente ou então receberam uma
multa. Segundo o Código Nacional de Trânsito, avançar um sinal
vermelho é uma violação gravíssima às normas impostas. O motorista
que comete tal falta perde sete pontos em sua carteira de habilitação. Diante de tal
gravidade que pode ocorrer quando o sinal está vermelho, melhor será para o
condutor do veículo obedecer.
No entanto, sabemos que nem todos os motoristas e pedestres respeitam os sinais de
um semáforo. Diante da imprudência de tal atitude o resultado nem sempre é
positivo. Muitos já perderam a vida e outros tantos a roubaram de seus semelhantes.
Atitudes inconseqüentes têm resultados trágicos. O coração humano é um grande
semáforo. Ele nos indica qual a postura que devemos ter diante das mais variadas
situações da vida. Porém, é preciso reconhecer as cores que nos indicam o que
devemos fazer diante das encruzilhadas de nossas opções!
Sinal vermelho do semáforo do nosso coração indica que é tempo de parar. A pressa
em chegar pode nos fazer provar o amargo das emoções que ainda estão verdes.
Ultrapassar o sinal vermelho é arriscado e perigoso. Podemos causar acidentes que
deixarão graves seqüelas no coração de quem não era culpado.
Respeitar o pedestre é sempre prioridade nas leis de trânsito. Nas leis do coração
a mesma atitude é fundamental. Respeitar aqueles que cruzam as esquinas de
nossa alma e caminham lado a lado conosco é atitude de um cristão consciente!
Sinal amarelo é sempre de atenção. Olhar para os dois lados da vida e ver qual deles
nos oferece mais segurança! Parar e observar se a nossa pressa não poderá ser
interrompida por alguém que vem em alta velocidade e ainda não aprendeu a
respeitar os semáforos de nosso coração é imprescindível. Buscar a segurança
necessária para que não sejamos vítimas de nossos próprios descuidos é cuidar
com atenção de nosso coração.
A esperança é verde. Quando o semáforo de nossa alma nos indicar que podemos
seguir em frente não hesitemos. Com segurança poderemos trilhar os mais belos
caminhos e descobrir as mais lindas paisagens escondidas nas curvas de nossa
alma.
Há muitos corações congestionados com sentimentos confusos. Há ainda
semáforos queimados que precisam ser trocados. Um semáforo que não serve para
nos indicar com segurança o nosso caminho se torna sucata. Jesus é o grande
Semáforo da nossa vida. Ele nos indica qual é o melhor caminho que devemos seguir.
Nem sempre o verde da esperança estará nos indicando que podemos seguir em
segurança. O vermelho do proibido, muitas vezes, vai salvar nossa vida de tristes
acidentes emocionais. A atenção do amarelo vai nos garantir que precisamos parar e
olhar para a vida com mais cuidado.
Para a pecadora arrependida o vermelho da hora de parar foi aceso. O jovem rico
recebeu o sinal amarelo da atenção: era preciso parar e rever as escolhas que estava
fazendo. Judas estava com o semáforo de seus sentimentos quebrado. Não havia
prestado atenção que o sinal amarelo indicava o vermelho que iria chegar. Não olhou
e foi atropelado pelos próprios erros. Maria Madalena descobriu em uma manhã de
ressurreição o sinal verde de novas possibilidades.
Nos semáforos do coração encontramos a segurança necessária para caminharmos

87
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

pela vida de mãos dadas com um tempo novo. Jesus nos dá sinais de trânsito livre
e seguro no cotidiano dos congestionamentos de nossa alma.

“A cada passo que der ao guiar uma


criança a Cristo, ore e espere que o
Espírito Santo a convença do pecado,
revele a verdade do Evangelho, e ilumine
a mente da criança para que ela possa
compreender a verdade salvadora.”
J. Irvin Overtholtzer

Fontes:
Bíblia de Recursos para o Ministério com Crianças – APEC
Bíblia de Estudos Plenitude
Bíblia de Estudos da Mulher
A Bíblia da Família
O Espírito Santo, Meu Companheiro – David (Paul) Yonggy Cho
Ele Concedeu uns Para Mestres – D. V. Hurst
Psicologia da Criança – Robert Fay e Eunice V. Johnson

Marcia Willemann Moraes Ferreira


Site: http://marciawillemann.webnode.pt/
E-mail: marcia_willemann@hotmail.com
Página no Facebook: https://www.facebook.com/criancasdejesusmsbn

88
EBF - Guiados pelo Espírito Santo

89

Você também pode gostar