Você está na página 1de 29

ÍNDICE

INTRODUÇÃO...................................................................1
O que são os Exames de Cambridge............................. 2
Os diferentes exames oferecidos
por Cambridge English...................................................4
Cambridge English: First (FCE).......................................6
Cambridge English: Advanced (CAE)........................... 10
Cambridge English: Proficiency (CPE)......................... 14
Antes do Exame:
O passo a passo para uma boa preparação................. 18
Dicas de Profissional para melhorar
seu desempenho...........................................................20
Veja seleção de sites que vão te ajudar
a estudar para os exames ............................................. 22
Dicas de quem mandou bem nos
exames de Cambridge..................................................25
Voltar para o índice

INTRODUÇÃO
Qualquer brasileiro que deseje fazer um intercâmbio acadêmico no exterior deve
prestar atenção a um pré-requisito que é onipresente nos processos seletivos: os
certificados internacionais de proficiência no idioma.

No caso das nações cujo idioma oficial é o inglês, isso é feito especialmente por meio
de três “famílias” de exames: o International English Language Testing System (IELTS);
o Test of English as a Foreign Language (TOEFL) e os certificados de Cambridge. Já
publicamos guias gratuitos sobre o TOEFL e sobre o IELTS. Agora, chegou a vez de
falarmos mais a fundo sobre os Exames de Cambridge: FCE, CAE e CPE.

Possivelmente você já encontrou nas suas buscas sobre exames de proficiência


referências sobre as provas aplicadas por Cambridge English. Entretanto, como são
diversas opções de exames (25 opções, para ser exato!), podem aparecer dúvidas
sobre o mais indicado para cada necessidade. Então, para facilitar a escolha para
quem busca o certificado e para ajudar na preparação para cada um deles, aqui estão
algumas informações que podem ajudar. Boa sorte!

SOBRE A FUNDAÇÃO ESTUDAR SOBRE O ESTUDAR FORA


A Fundação Estudar é uma organização O EstudarFora.org é a principal fonte
sem fins lucrativos que acredita que o de informação e orientação para
Brasil será um país melhor se tivermos quem deseja estudar no exterior. No
mais jovens determinados a seguir portal, é possível encontrar rankings
uma trajetória de impacto. Criada em com as melhores universidades do
1991, a instituição tem como objetivo mundo, detalhes sobre seus processos
disseminar uma cultura de excelência seletivos, novidades sobre bolsas
e alavancar os estudos e a carreira de de estudo, ferramentas de apoio à
universitários e recém-formados por preparação e histórias inspiradoras de
meio da formação de uma comunidade jovens brasileiros que já viveram (ou
de líderes, do estímulo à experiência vivem) essa experiência.
acadêmica no exterior e do apoio à
tomada de decisão de carreira.

→ No site estudarfora.org.br/especiais você


tem acesso a guias exclusivos e gratuitos.

1
O QUE SÃO OS O Cambridge English Language Assessment é um
departamento sem fins lucrativos da Universidade

EXAMES DE
de Cambridge, que há mais de 800 anos se
dedica a promover educação de qualidade e

CAMBRIDGE
reconhecimento aos alunos. O departamento
atua diretamente na avaliação de proficiência da
língua inglesa e na formação de professores, e sua
equipe de pesquisa de idiomas - que está por
Aplicados pelo Cambridge English trás da elaboração dos testes e exames - é uma
das maiores e mais qualificadas do mundo. Isso faz
– departamento da universidade de
com que Cambridge English seja especialista em
Cambridge que atua na avaliação certificações e avaliação da língua inglesa.
de proficiência e formação de
O departamento conta com uma equipe dedicada
professores de inglês de pesquisadores especialistas trabalhando
constantemente para o aprimoramento e atualização
dos métodos de ensino e avaliações em língua
inglesa. Sua proposta é testar o inglês internacional,
com suas diversas pronúncias.

2
Voltar para o índice O QUE SÃO OS EXAMES DE CAMBRIDGE

A parte de compreensão auditiva conta com A rede ampliada inclui mais de 20 mil examinadores,
gravações de falantes de inglês com diferentes 2.800 centros autorizados e 52 mil centros
sotaques - como americanos, irlandeses e preparatórios registrados.
australianos - e grafias diferentes para a mesma
palavra (como é o caso de color em inglês Todos os produtos atendem a padrões
americano e colour em inglês britânico, ambas internacionais, estando alinhados com o Quadro
consideradas corretas). Europeu Comum de Referência para Línguas
(CEFR). Seus certificados são reconhecidos
Além disso, diferente de testes de diagnóstico, internacionalmente por mais de 20 mil instituições,
como o TOEFL e o IELTS, que medem o entre universidades, faculdades, empresas,
desempenho de cada pessoa dentro de uma ministérios, órgãos governamentais e organizações
escala, representando uma “fotografia” do momento profissionais. Por exemplo, grande parte das
em que foi feito, os certificados de Cambridge não universidades citadas entre as 100 melhores do
perdem a validade1 porque atestam o conhecimento mundo pelo ranking da Times Higher Education
de nível determinado. Para conquistá-los é preciso e algumas das mais cobiçadas pelos brasileiros,
que seja comprovado o domínio do nível testado como Instituto de Tecnologia da Califórnia
nas quatro habilidades (Caltech), Oxford, Cambridge, Melbourne,
“Há testes linguísticas: leitura,
escrita, compreensão
Universidade de Londres, Sydney, Michigan,
Vancouver, Edinburgh e New York University
específicos para auditiva e produção oral. aceitam os exames de Cambridge English para
comprovar a habilidade em inglês. A lista completa
cada nível de Com mais de 100 pode ser acessada no site oficial.
proficiência, anos de tradição,
Cambridge English 1
para diferentes Language Assessment
Porém, é importante ressaltar que boa parte das
instituições de ensino exigem que os testes de proficiência
conta com um portfólio
públicos e que engloba opções
tenham sido realizados há no máximo dois anos. Por isso,

objetivos. ” de testes e exames


divididos em grupos, de
é importante verificar os requisitos de cada instituição de
ensino antes de decidir qual exame realizar.

acordo com suas características ou indicações: há


testes específicos para cada nível de proficiência
(básico, intermediário, avançado e proficiente), para
diferentes públicos (crianças, jovens e adultos) e
objetivos (negócios, gestão, estudo no exterior e
acadêmico). De acordo com o Cambridge English,
isso faz com que seus resultados sejam mais
precisos.

Ao todo, Cambridge English está presente em mais


de 130 países e, no mundo, mais de 5 milhões de
pessoas prestam seus testes e exames anualmente.

3
OS DIFERENTES A escolha do melhor certificado para cada
pessoa precisa levar em consideração três pontos

EXAMES
principais: qual o nível de conhecimento no
idioma; qual o destino desejado e as universidades

OFERECIDOS
foco; e qual o período em que a candidatura
aos processos seletivos deve acontecer. Isso

POR CAMBRIDGE
porque cada país e organização fazem exigências
particulares em relação a qual exame é aceito para
fins específicos e também em relação ao período
ENGLISH de tempo do resultado.

A partir disso, vale salientar que o mais indicado


São mais de 25 tipos de exames, para quem objetiva os estudos no exterior é
buscar por exames que atendam a partir do nível
que variam de acordo com o nível
B2 do CEFR, que classifica o usuário do idioma
de fluência, público e objetivo. como independente e capaz de se comunicar
em todas as habilidades necessárias. Dentre as
Conheça os principais!
opções oferecidas por Cambridge English, os
exames que atendem essa necessidade são o
Cambridge English: First, o Cambridge English:
Advanced e o Cambridge English: Proficiency.

4
Voltar para o índice OS DIFERENTES EXAMES OFERECIDOS
POR CAMBRIDGE ENGLISH

O Cambridge English: First (FCE) leva em consideração conhecimentos de nível intermediário superior,
e é ideal para candidatos que desejam provar que têm as habilidades para morar, estudar ou trabalhar
de forma independente em um país de língua estrangeira. O Cambridge English: Advanced (CAE) é uma
qualificação internacional de nível avançado que pode ser usada tanto para requerimentos de vistos
de estudante no Reino Unido e na Austrália quanto para ingresso em universidades. Já o Cambridge
English: Proficiency (CPE) é indicado para quem quer comprovar fluência equivalente ao de um nativo
da língua, e auxilia no desenvolvimento de habilidades necessárias para o sucesso em ambientes de
PhD, por exemplo.

Assim, o candidato que opta por realizar um destes exames pode receber quatro opções de resultados:

1) Aprovação (quando há a comprovação de domínio do nível do certificado);

2) Certificação estendida superior (quando além de aprovado o candidato demonstrou dominar um nível
superior de conhecimento, que resulta no recebimento de um relatório que atesta o nível imediatamente
superior ao certificado);

3) Certificação estendida inferior (quando o candidato não foi aprovado, mas obteve pontuação equivalente
ao nível do exame imediatamente inferior e, dessa forma, recebe um relatório com o atestado de nível inferior);

4) Reprovação (quando o candidato não alcança bom desempenho no geral)

Além do resultado, o candidato recebe uma pontuação global na Cambridge English Scale, que detalha o nível
alcançado em cada uma das diferentes habilidades avaliadas.
Esse aprofundamento não costuma ser pedido nos processos de admissão, mas permite que cada um
conheça mais profundamente suas habilidades e identifique pontos de melhoria.

Lembrando que este modelo de resultados é diferente dos adotados pelos exames IELTS e TOEFL – em que
candidatos com todos os níveis de proficiência realizam a mesma prova e, assim, o seu “Nível de Fluência” é
medido a partir da nota obtida.

Confira aqui um resumo das diferenças entre as três modalidades de exames:

First Advanced Proficiency


Nível avaliado B2 C1 C2

Reading and Use of English 1h15 para 52 questões 1h30 para 56 questões 1h30 para 53 questões

Writing 1h20 - 2 partes 1h30 - 2 partes 1h30 - 2 partes

Listening 0h40 para 30 questões 0h40 para 30 questões 0h40 para 30 questões

Speaking 0h14 - 2 partes 0h15 - 4 partes 0h16 - 3 partes

Nos próximos capítulos, vamos falar sobre cada um destes exames e como se preparar para eles.

5
CAMBRIDGE O Cambridge English: First (FCE) leva em
consideração conhecimentos de nível

ENGLISH:
intermediário superior e é ideal para candidatos
que desejam provar que têm as habilidades

FIRST (FCE)
lingüísticas para morar, estudar ou trabalhar
de forma independente em um país de língua
estrangeira ou mesmo se candidatar a uma vaga de
emprego no Brasil que necessite de comprovação
Este exame, de nível intermediário desse conhecimento. Ele é reconhecido por mais
de 6.200 instituições de ensino superior em mais
superior, é reconhecido por mais
de 110 países.
de 6 mil instituições. Confira como
Na estrutura da prova, 1h15 é dedicada para
se preparar!
Reading e Use of English (leitura e gramática); 1h20
para Writing (escrita); aproximadamente 40 minutos
para Listening (compreensão auditiva) e 14 minutos
para Speaking (oral).

O certificado do Cambridge English: First atesta


o conhecimento de nível B2 do Quadro Europeu
Comum de Referência para Línguas (CEFR).

6
Voltar para o índice CAMBRIDGE ENGLISH:
FIRST (FCE)

Isso quer dizer que o candidato é capaz de comunicar-se de forma eficaz face a face, expressar opiniões
e apresentar argumentos; acompanhar notícias; produzir conteúdos em inglês (cartas, relatórios, histórias,
etc) de forma clara e detalhada, expressar opiniões e explicar as vantagens e desvantagens de diferentes
pontos de vista.

Assim, o candidato que opta por realizar o FCE será pontuado na seguinte escala:

Cambridge English Scale Score Grade/CEFR CEFR Level


180 ~ 190 Grade A C1

173 ~ 169 Grade B B2

160 ~ 172 Grade C B2

140 ~ 159 Level B1 B1


Exemplo da apresentação da nota detalhada

Ele pode ser realizado em papel impresso ou no computador e é aplicado por centros autorizados em todo o Brasil.

As Seções no FCE

Reading and Use of English


Essa etapa testa suas habilidades de interpretação de texto e seu conhecimento e uso de vocabulário e
gramática. Durante 1 hora e 15 minutos o candidato precisa resolver as sete partes do paper.

Nas primeiras são apresentados três textos curtos com tarefas diferentes - que inclui completar as lacunas
com diferentes tipos de palavras. Na quarta etapa é preciso reescrever frases de uma maneira diferente.
As partes de 5 a 7 têm textos e tarefas de compreensão: primeiro há um texto longo com oito perguntas
de múltipla escolha e, então, um texto com espaços em branco que você deve completar escolhendo a
sentença correta, além de uma tarefa de múltiplas combinações.

Todos os textos são sobre temas de interesse geral. Os critérios de avaliação são: quão bem você pode
usar uma variedade de vocabulário e gramática e o domínio de habilidades de leitura - incluindo a
compreensão de detalhes, opiniões e sentimentos, organização do texto e da ideia principal.

“A melhor dica para se preparar para essa atividade, assim como a tarefa de escrita, é ler o máximo possível e
variar o formato de texto”, sugere Alberto Costa, senior assessment manager de Cambridge English no Brasil.

Para se preparar para esta seção, tente ler:


• Contos e histórias curtas;
• Artigos de jornais e revistas;
• Textos informativos, como sites de viagens ou enciclopédias online;
• Análises e críticas de livros, filmes ou tecnologia;

7
Voltar para o índice CAMBRIDGE ENGLISH:
FIRST (FCE)

Além disso, se você tem um interesse especial ou hobby, tente ler sobre isso em inglês, tanto quanto você puder.
Também é muito útil usar um dicionário monolíngue enquanto o candidato está se preparando para o exame.
Eles contêm informações detalhadas sobre como palavras e frases são usadas e não apenas o seu significado.
Tudo isso ajudará com o emprego de pronomes e phrasal verbs, por exemplo. “Você também se tornará mais
consciente da linguagem usada no inglês escrito e como os escritores usam paráfrase”, completa Costa.

Writing
O paper do teste de escrita tem duas partes que devem ser resolvidas em um total de 1 hora e 20 minutos.
Na primeira o enunciado pede que o candidato escreva uma redação que mostre sua opinião sobre o tema
dado na prova, usando duas ideias indicadas e uma própria. Já a segunda permite que o candidato escolha
entre três perguntas diferentes e escreva um artigo, um email, um relatório ou uma resenha baseada na
escolha pessoal.

Os critérios de avaliação são:


1. Conteúdo, que leva em consideração se a tarefa foi executada com eficiência e com qualidade;
2. Habilidade comunicativa, que se concentra na estrutura gramatical;
3. Organização das ideias, que avalia os argumentos e a lógica empregada;
4. Domínio do idioma, ou seja, poucos ou nenhum erro de ortografia e de gramática e a gama de vocabulário utilizado.

Um ponto da prova que tende a deixar os candidatos nervosos é o número limite de palavras para cada
tarefa. Para que isso não afete o desempenho, duas dicas são fundamentais: treinar a produção de textos
nos modelos exigidos pelo exame (para dosar o tempo de maneira suficiente para planejar, escrever e
revisar o conteúdo) e também focar em responder o que o enunciado pede.

Durante esses treinos, é recomendável buscar exames anteriores e materiais próprios - como é o caso
dos que são desenvolvidos por Cambridge University Press - e observar nos exercícios resolvidos como
os autores desenvolvem cada um dos itens dos critérios de avaliação dentro do contexto. E, então, ciente
de como pensar estrategicamente cada um deles, explore aquele que você encontra mais dificuldade.
“Por exemplo, se for a organização das ideias, foque em como o escritor organiza seus pensamentos em
parágrafos. Pense em como ele chegou a esse formato e estude como ele construiu o link entre cada
parágrafo” explica Alberto Costa.

Listening
O Listening tem como objetivo testar as diferentes habilidades de compreensão auditiva em situações
cotidianas, com ouvir informações, opiniões ou detalhes e também o entendimento do contexto geral de
todo o conteúdo.

Há quatro partes no componente de listening e há uma mistura de monólogos (apenas uma pessoa
falando) e diálogos (duas ou mais pessoas falando). O tempo de prova é de aproximadamente 40 minutos
e as tarefas incluem responder perguntas de múltipla escolha com enunciados curtos e longos; completar
espaços enquanto ouve-se um texto mais longo; e opções de correlação para monólogos curtos.

8
Voltar para o índice CAMBRIDGE ENGLISH:
FIRST (FCE)

No momento da prova a ansiedade pode ser controlada com uma recomendação simples: sempre ler
as perguntas antes de o áudio iniciar. Os enunciados podem ajudar a se concentrar no conteúdo para
encontrar as respostas que precisam ser dadas. Cada gravação será repetida duas vezes.

Mas antes da prova também é indicado treinar os ouvidos! Há uma enorme oferta de gravações e vídeos
na internet, como clipes musicais, podcasts, palestras, transmissões ao vivo de emissoras de TV, estações
de rádio e sites especialmente desenvolvidos para que pessoas de diferentes países interajam. Tente
variar o formato para se acostumar com diferentes abordagens e sotaques. Essa preparação é o que
propicia o aprendizado do idioma de forma definitiva (e não apenas para o exame).

Speaking
A sessão de Speaking é a que costuma gerar mais ansiedade nos candidatos. Ela dura cerca de 14
minutos e é realizada em pares (ou ocasionalmente em trios). Na primeira parte é estimulada uma conversa
geral entre o examinador e cada candidato. Em seguida, os candidatos se revezam para falar por cerca
de 1 minuto sobre duas fotografias. Já na terceira parte os dois participantes discutem uma tomada de
decisão e tópicos relacionados à tarefa.

O que é avaliado?
Você será testado em diferentes aspectos da expressão oral, como:
1. Pronúncia;
2. Emprego de boa gramática e vocabulário;
3. Organização de ideias;
4. Interação em discussões com outras pessoas.

É permitido durante a prova que o candidato peça ao seu examinador para repetir a pergunta, caso
não esteja certo do seu significado. “Para ganhar mais segurança, tente ouvir com calma o que o seu
par expõe para que você elabore sua resposta. Isso faz parte da habilidade de uma boa comunicação”,
sugere o senior assessment manager de Cambridge English.

Além disso, não faça do speaking um “bicho de sete cabeças”. Falar inglês é possível e quanto mais você
treinar, mais natural será. Para se preparar converse com pessoas diferentes, em situações diferentes e
sobre temas diferentes. Grave sua voz discorrendo sobre assuntos de interesse e ouça isso para checar o
que é possível aperfeiçoar. Isso vai ajudar bastante na segunda parte do exame.

Para se familiarizar com o que te espera, é uma boa ideia conferir um simulado desse exame, em vídeo.

9
CAMBRIDGE O Cambridge English: Advanced (CAE) é uma
qualificação internacional de alto nível que pode

ENGLISH:
ser usada tanto para requerimentos de vistos
de estudante no Reino Unido e na Austrália,

ADVANCED (CAE)
para ingresso em universidades, ou mesmo para
candidatos a uma vaga de emprego no Brasil que
necessitem de comprovação de nível avançado da
língua inglesa.
Este exame é a certificação
Ele é reconhecido por mais de 7.700 instituições
mais aceita para ingresso em
de ensino superior em mais de 110 países, não
universidades e também para a possui prazo de validade e corresponde a
conhecimentos de nível C1 do CEFR - o que
obtenção do visto de estudante
significa que a pessoa é proficiente no idioma
no Reino Unido e na Austrália. (nas quatro habilidades lingüísticas: leitura,
escrita, compreensão auditiva e produção oral)
e é capaz de seguir um curso acadêmico em
nível universitário, comunicar-se de forma eficaz
e expressar-se com um alto nível de fluência,
além de participar com confiança em reuniões de
trabalho, tutoriais e seminários acadêmicos.

10
Voltar para o índice CAMBRIDGE ENGLISH:
ADVANCED (CAE)

Da mesma forma como acontece no FCE, o estudante pode receber a aprovação, uma certificação estendida
superior, superior ou reprovação – de acordo com sua pontuação global na Cambridge English Scale:

Cambridge English Scale Score Grade/CEFR CEFR Level


200 ~ 210 Grade A C2

193 ~ 199 Grade B C1

180 ~ 192 Grade C C1

160 ~ 179 Level B2 B2


Exemplo da apresentação da nota detalhada

A prova destina 1h30 para Reading e Use of English (leitura e gramática), 1h30 para Writing (escrita),
aproximadamente 40 minutos para Listening (compreensão auditiva) e 15 minutos para Speaking (oral).

Ele pode ser realizado em papel impresso ou no computador e é aplicado por centros autorizados em
todo o Brasil.

As Seções no CAE

Reading and Use of English


Durante 1 hora e 30 minutos o candidato irá se dedicar a um componente composto por oito partes e 56 perguntas.

As primeiras três são baseadas em um texto e envolvem escolher ou completar as lacunas com diferentes tipos
de palavras. A quarta tem como foco as sentenças e envolve escrevê-las de maneiras diferentes. Já o restante
retoma a compreensão em torno de textos mais longos por meio de questões de múltipla escolha, múltiplas
combinações e espaços que devem ser completados. O conteúdo dos textos pode ser de ficção ou não, mas
sempre está relacionado ao ambiente acadêmico.

Essa seção testa as habilidades de leitura do candidato e seu conhecimento consequente de vocabulário e
gramática. Os critérios observados são:
1. Amplo domínio da linguagem por meio de palavras, frases, sentenças e aprofundamento dos textos;
2. Leitura em vários níveis, como ideias principais, informações específicas, estrutura de texto, implicações e tom.

Para se preparar, busque contato de leitura com formatos que se aproximam da exigência desse nível, como
artigos de jornais e revistas e jornais não-técnicos; relatórios e comentários; biografias, romances e contos.

“Todos eles podem ser encontrados online e uma dica para ser mais eficiente no estudo é definir para si
mesmo desafios como definir um prazo específico que o force a ler e encontrar rapidamente as ideias
principais do conteúdo. E a partir daí propor outras tarefas como aprofundar-se nos detalhes e entender
a ideia central de cada parágrafo. Dessa forma, variando a maneira de lidar com a leitura, você estará
desenvolvendo diferentes habilidades que serão necessárias para o sucesso no exame”, orienta Costa.

11
Voltar para o índice CAMBRIDGE ENGLISH:
ADVANCED (CAE)

E não se esqueça que antes de começar a preencher as lacunas é recomendável uma leitura completa de
todos os textos. Isso facilitará a familiarização com o idioma e com as tarefas.

Writing
O paper do teste de escrita tem duas partes compostas por tarefas que pedirão a produção de textos entre
220 e 260 palavras cada e que devem ser resolvidas em um total de 1 hora e 30 minutos.

Na primeira, obrigatoriamente o candidato deve escrever uma dissertação baseada em duas ideias já
estabelecidas no enunciado e uma ideia própria, destacando qual ponto dentre todos é o mais importante,
acompanhado dos motivos e da opinião própria. Já a segunda permite que o candidato escolha um formato
entre carta, proposta, relatório ou resenha que terá um contexto, tema, propósito e leitor-alvo estabelecido
pelo enunciado.

Os critérios de avaliação são:


1. Conteúdo, que leva em consideração quão bem você cumpriu a tarefa (ou seja, se você fez o que foi pedido);
2. Habilidade comunicativa, que se concentra em checar o quão apropriado a escrita foi para a atividade e o
tom e caminho adotado;
3. Organização das ideias, que avalia os argumentos, a lógica empregada e a ligação entre as ideias;
4. Domínio do idioma, ou seja, gramática e vocabulário.

Durante a preparação, leve em conta as dicas abaixo:


• Familiarize-se com diferentes formatos de conteúdos escritos, como relatórios, propostas, resenhas,
cartas e dissertações;
• Treine produzir em 10 minutos esquemas de argumentação sobre temas variados. Isso o ajudará a pensar
de forma estratégica a construção dos textos e a produção se tornará mais automática e rápida;
• A partir destes esquemas, evolua a argumentação e produza dissertações dentro do mesmo tempo que
será disponibilizado para a conclusão da prova. Isso contribui para que você se acostume com o ritmo e
não sinta a pressão do prazo;

Além disso, conheça os critérios de avaliação e tenha contato com exames já resolvidos para entender como
cada um deles se aplica no conteúdo final e também o que é esperado de um candidato de nível C1 do CEFR.
A melhor fonte para isso são as oficiais, como os materiais desenvolvidos por Cambridge University Press.

“Por fim, lembre-se que são esperadas duas tarefas dentro dessa seção e tenha o cuidado de não investir
muito tempo em apenas uma delas para que não seja preciso correr com a outra. Organize-se para executá-
las com a mesma qualidade e separe alguns minutos para checar o que foi feito e realizar as possíveis
edições”, ressalta o professor.

Listening
O Listening tem como objetivo testar as diferentes habilidades de compreensão auditiva em situações
cotidianas, como ouvir informações, opiniões ou detalhes e também o entendimento do contexto geral de
todo o conteúdo.

12
Voltar para o índice CAMBRIDGE ENGLISH:
ADVANCED (CAE)

Durante cerca de 40 minutos os candidatos devem resolver um paper de quatro partes e 30 perguntas que
se referem a pequenos textos, um monólogo longo, uma entrevista ou discussão e um monólogo curto sobre
um tema em particular. As tarefas incluem múltipla escolha, completar frases e correspondência múltipla.

O treino dos ouvidos também vale para o Cambridge English: Advanced. Busque por conteúdos que tenham
falantes com diferentes sotaques, mergulhe no universo dos podcasts, tenha contato com a transmissão de
notícias, entrevistas e debates de outros países. Documentários também são bastante interessantes, assim
como produções culturais.

Para o dia do exame vale uma ressalva: se você perder alguma parte do áudio, não entre em pânico. Cada
conteúdo será reproduzido duas vezes para que você tenha uma segunda possibilidade. E, antes do início das
gravações, certifique-se de ler as perguntas - elas poderão dar uma ideia do tema do conteúdo que virá a
seguir para um acompanhamento mais fácil.

Speaking
A parte mais temida dos exames de proficiência, a avaliação oral pede mais do que gramática e vocabulário.
Os candidatos são avaliados pela pronúncia e também por diferentes capacidades como de organizar seus
pensamentos, iniciar e manter uma discussão e chegar a uma decisão por meio de negociação.

Para isso são quatro partes no exame que leva 15 minutos e é feito em pares (ou ocasionalmente trios). Tudo
começa com uma breve introdução entre candidatos e examinador. Na segunda parte são apresentadas
algumas fotos que devem guiar a conversa. Já na parte três é pedida a discussão de algumas ideias, com base
em instruções escritas. E, finalmente, na última etapa é gerado um debate relacionado com as etapas anteriores
em que cada um precisa dar sua opinião, justificá-la e aprofundar os pontos de vista.

“O melhor que se pode fazer para a preparação é não perder nenhuma oportunidade de falar inglês! Inclua
o idioma em todos os contextos que você puder: sobre diferentes tópicos, com pessoas diferentes e com
objetivos diversos”, detalha Alberto Costa. Familiarize-se também com os critérios que serão usados pelos dois
examinadores que estarão na sala: domínio dos recursos gramaticais e léxicos, gestão do discurso, pronúncia
e comunicação interativa. “Comunicação é sobre ouvir e responder adequadamente. Ou seja, esteja certo de
que você ouviu o que o parceiro está falando para entrar na conversa de maneira assertiva”, completa ele.

Para se familiarizar com o que te espera, é uma boa ideia conferir um simulado desse teste, em vídeo.

13
CAMBRIDGE O Cambridge English: Proficiency (CPE) é a
qualificação internacional de mais alto nível de

ENGLISH:
proficiência na língua inglesa. Este exame é indicado
para quem quer comprovar fluência equivalente
ao de um nativo da língua para propósitos
PROFICIENCY (CPE) gerais, acadêmico e profissional. Essa é a única
certificação de nível próximo ao nativo e auxilia no
desenvolvimento de habilidades necessárias para o
sucesso em ambientes de PhD, por exemplo.
Este exame é a certificação que
mais se aproxima do nível nativo Em mais de 110 países, mais de 5200 instituições de
ensino superior aceitam o certificado, que não tem
da língua e pode ser diferencial prazo de validade e que também pode ser usado
para o sucesso em ambientes de para requerimentos de vistos de estudante no Reino
Unido e na Austrália.
PhD, por exemplo.
Ele corresponde a conhecimentos de nível C2 do
CEFR, o mais elevado de todos, e que mostra que
o candidato pode estudar temas exigentes ao mais
alto nível, incluindo programas de pós-graduação
e mestrado; negociar e persuadir efetivamente
em ambientes de negócios internacionais; falar
sobre questões complexas ou sensíveis e lidar com
confiança com questões difíceis.

14
Voltar para o índice CAMBRIDGE ENGLISH:
PROFICIENCY (CPE)

No caso do CPE, o candidato também recebe uma pontuação global de acordo com a Cambridge English
Scale, mas são apenas três possibilidades em relação ao desempenho: aprovação; certificação estendida
inferior e reprovação. Não é possível obter uma certificação estendida superior pois o C2 já é o nível
máximo de proficiência.

Cambridge English Scale Score Grade CEFR Level


220 ~ 230 Grade A C2

213 ~ 219 Grade B C2

200 ~ 212 Grade C C2

180 ~ 199 Level C1 C1


Exemplo da apresentação da nota detalhada

A prova destina 1h30 para Reading e Use of English (leitura e gramática), 1h30 para Writing (escrita),
aproximadamente 40 minutos para Listening (compreensão auditiva) e 16 minutos para Speaking (oral).

Ele pode ser realizado em papel impresso ou no computador e é aplicado pelos centros autorizados em
todo o Brasil.

As Seções no CPE

Reading and Use of English


Esta seção, que tem duração de 1 hora e 30 minutos, mostra que o candidato pode lidar com diferentes
tipos de texto e que demonstra conhecimento e controle do idioma. Ao todo são sete partes.

Na primeira, segunda e terceira são apresentados três textos curtos com indicação de diferentes
atividades, como completar lacunas com palavras faltantes ou formar novas palavras. A etapa 4 não
é baseada em texto. Ela envolve reescrever sentenças de formas diferentes. As três finais retomam a
compreensão em torno de textos mais longos por meio de questões de múltipla escolha, múltiplas
combinações e espaços que devem ser completados.

O conteúdo dos textos varia. Alguns são de interesse geral, outros possuem traços mais acadêmicos ou
temas relacionados ao ambiente de trabalho. Tudo isso para cumprir com a estrutura da prova, que enfoca
o conhecimento léxico nas três primeiras tarefas, gramática na quarta e a capacidade de dar origem a
novas palavras a partir de variações.

Ou seja, por ser uma certificação de nível próximo ao de fluência nativa, há muitas sub-habilidades que são
avaliadas, como a capacidade de trabalhar com paráfrases e trabalhar significados a partir de contextos gerais.
Para isso, é necessário dominar a leitura detalhada, entender e acompanhar a dinâmica de argumentações e
discussões, coerência e ligação de ideias, além de ser capaz de buscar informações específicas.

15
Voltar para o índice CAMBRIDGE ENGLISH:
PROFICIENCY (CPE)

Para obter um bom desempenho, o especialista Alberto Costa recomenda que o candidato:

• Adote o costume de recorrer ao dicionário monolíngue para tirar possíveis dúvidas. Para entender seu valor,
pense em uma palavra que tem mais de uma forma de uso. O dicionário irá listar vários significados úteis com
frases curtas de uso comum e recorrente. Por exemplo: Sense. Significado - sensação de alívio, direção,
proporção, justiça, cheiro/gosto/toque. Aplicação: não há sentido em, fazer algum sentido para alguém, em
alguns sentidos etc. Há um número bastante grande de casos como esse e isso irá multiplicar seu repertório
de colocações e frases comuns. Outro benefício é que desenvolverá a noção de formação de palavras. Por
exemplo, quando você repara em diferentes prefixos e sufixos como em sensible, (in)sensitive, senseless, sensor,
sensitise, sensory, sensuous, sensual. Preposições e phrasal verbs também serão encontradas.

• Seja assíduo. A leitura constante em outro idioma permite adquirir conhecimento de diferentes aspectos
do inglês, como colocações, expressões idiomáticas, phrasal verbs e conectores, assim como uma maior
familiarização com a sintaxe do inglês escrito. E tudo isso é primordial para o paper de Use of English.

• Esta etapa conterá diferentes formatos de texto. Então, tente ler textos com conteúdos elaborados em
estruturas variadas, como livros de ficção, histórias curtas de não-ficção, biografias, e as seções de artigos e
entrevistas dos jornais e revistas.

• Pratique diferentes níveis de leitura. Teste ler tudo em detalhes e tente entender absolutamente tudo o que
diz um parágrafo. Em outras vezes defina limite de tempo para ler algumas partes de um artigo para forçar uma
leitura mais rápida. Isso o obriga a entender os pontos principais e não os detalhes. É um mix entre tudo isso que
será exigido no exame.

“Também é preciso ter em mente que os textos usados para a fase de estudos precisam estar construídos
com base em uma boa linha de argumentos para que se desenvolva a partir disso”, alerta o senior assessment
manager de Cambridge English. Uma boa opção são os livros de estudos desenvolvidos por Cambridge
University Press, que reúnem conteúdos bem escritos já com esse objetivo.

“Um caminho para o treino, nesse caso, é ignorar as questões no primeiro momento e se concentrar em seguir
a linha de pensamento dos argumentos e como eles são desenvolvidos e articulados, com atenção especial
à forma utilizada para iniciar as sentenças de cada parágrafo. E, então, reconstruir esses argumentos nas suas
próprias palavras”, aconselha ele.

Writing
Este paper mostra que o candidato é capaz de produzir textos de formatos variados, como dissertações
e propostas. As duas partes da seção devem ser resolvidas em 1 hora e 30 minutos de prova. Na primeira é
solicitada uma redação que resuma as ideias principais de dois textos curtos indicados no enunciado. Na
segunda é possível escolher uma estrutura entre artigo, carta, relatório ou resenha.

Você será testado em quão bem pode elaborar e desenvolver pensamentos sobre um assunto, a impressão
que você transmite ao leitor, seu uso de linguagem e a qualidade com que atinge o objetivo para a escrita.
Os critérios de avaliação são:
1. Conteúdo, que avalia a qualidade com que a tarefa foi executada;
2. Habilidade comunicativa, que checa se a estrutura utilizada foi apropriada para a tarefa;
3. Organização das ideias, que foca nos argumentos, na lógica e a na conexão entre as ideias;
4. Domínio do idioma, que significa o uso gramática e vocabulário de maneira assertiva.

16
Voltar para o índice CAMBRIDGE ENGLISH:
PROFICIENCY (CPE)

No período pré-teste, repare em como os escritores estruturam parágrafos e respostas, como eles pensam no
leitor-alvo e na variedade de estrutura gramatical e vocabulário que eles empregam.

A maior dificuldade relatada pelos candidatos nessa etapa é lidar com a pressão do limite de tempo. Para
driblar isso no dia do exame a dica é simular as condições de prova durante os estudos para fazer disso uma
coisa habitual. Além disso, conheça bem os critérios de avaliação e se familiarize com as convenções de cada
estilo diferente de texto que pode ser solicitado. Prepare mapas mentais em 10 minutos sobre diferentes temas
para tornar o raciocínio lógico mais automático e rápido.

“O componente tempo é crucial para o desempenho. É tentador querer escrever em muitos detalhes no início
e ficar sem tempo para finalizar a tarefa. Por isso é importante se planejar para desempenhar as duas partes
com excelência. Para isso, saber, por exemplo, quantos tópicos elaborar dentro de cada tema solicitado é uma
estratégia bastante sábia e que confere maior segurança para a realização do exame”, explica Alberto Costa.

Listening
O Listening do Cambridge English: Proficiency mostra que o candidato é capaz de acompanhar uma série
de formatos falados de interação, como palestras e entrevistas. Ao todo são quatro partes que devem ser
respondidas em 40 minutos e que contemplam textos curtos, um discurso ou palestra longa que pede para o
candidato completar com sentenças, uma longa discussão com questões de múltipla escolha e duas tarefas de
resposta simultâneas.

Neste paper será necessário lidar com a linguagem que pode ser encontrada em uma situação de trabalho, na
universidade ou mesmo na rua. Isso testa a capacidade da pessoa se inserir em diferentes propósitos da vida,
com a habilidade de trabalhar com contextos, detalhes e opiniões.

Para se preparar para o exame invista em formatos de áudio dinâmicos e que exigem um acompanhamento
contínuo, como a transmissão de notícias em tempo real, entrevistas e documentários.

Speaking
Na avaliação oral o candidato terá 16 minutos de prova realizada em pares ou trios para provar que é capaz de
se comunicar em qualquer situação da vida real. Seu início contempla uma curta introdução seguida por uma
tarefa relacionada a uma imagem apresentada pelo examinador. Depois, é solicitado que se discorra com base
em informações escritas em um cartão que guia o exercício e, por fim, os candidatos são convidados a se
juntar a uma discussão com tema relacionado ao mundo real.

Os pontos que serão observados incluem, entre outros, pronúncia, entonação, velocidade do desempenho
oral, assim como a habilidade de organizar pensamentos, negociar e sustentar uma discussão. Eles integram
os critérios avaliados pelos examinadores, que são: domínio dos recursos gramaticais e léxicos, gestão do
discurso, pronúncia e comunicação interativa.

“Para expandir sua gama de conhecimento para a expressão oral no idioma, busque transcrever interações
faladas em inglês (isso ajuda a refletir sobre estruturas, conectores e outros aspectos importantes) e grave
trechos de performance própria que você julgue que poderá usar novamente, para trabalhar com exercícios de
repetição e para melhorar o que ainda pode representar desafios pessoais’, recomenda Costa.

Para se familiarizar com o que te espera, é uma boa ideia conferir um simulado dessa seção em vídeo.

17
ANTES DO EXAME: O primeiro passo é fazer um teste diagnóstico
para saber qual o seu nível de inglês. É possível

O PASSO A PASSO
testar os conhecimentos gratuitamente no site de
Cambridge English.

PARA UMA BOA Então, cheque se as instituições desejadas

PREPARAÇÃO
por você aceitam o exame pretendido no
processo de admissão da graduação ou da
pós-graduação, conforme o seu objetivo. Esta
informação está disponível no site Cambridge
São mais de 25 tipos de exames, English, mas é recomendado consultar também
diretamente o site da instituição ou o edital do
que variam de acordo com o nível
programa/bolsa de estudos, pois eles podem
de fluência, público e objetivo. possuir requisitos específicos.

Conheça os principais!
Uma vez decidido qual exame, acesse o calendário
de exames do Centro Autorizado mais conveniente
para a realização da sua prova. Há datas de exames
ao longo de todo ano. Atente-se para o período
de admissão das Universidades e planeje realizar a
prova com a antecedência necessária - calculando
também o tempo de retorno do resultado.

18
Voltar para o índice ANTES DO EXAME: O PASSO A PASSO PARA
UMA BOA PREPARAÇÃO

Eles são entregues online em um período que varia Há uma série de recursos pagos e gratuitos para
de quatro a seis semanas para os exames em papel e quem quer se preparar melhor:
duas semanas para os realizados em ambiente digital.
Cambridge English: First
Por fim, monte um planejamento de estudos. É Nesse link é possível encontrar simulados e atividades
importante se familiarizar com todos os papers relativas ao FCE e aqui um vídeo com dicas
e tipos de tarefas exigidas para se habituar a para a seção de Speaking. Há ainda os materiais
respondê-las. As provas são projetadas para que desenvolvidos por Cambridge University Press.
você demonstre toda sua capacidade no exame,
então, entenda o que está sendo analisado e quais Cambridge English: Advanced
os critérios de avaliação. O dia do exame pode Nesse link é possível encontrar simulados e atividades
deixar qualquer um nervoso e se você souber relativas ao CAE e aqui um vídeo com dicas
exatamente o que vai encontrar e o que é importante, para a seção de Speaking. Há ainda os materiais
a ansiedade diminui. desenvolvidos por Cambridge University Press.

A melhor forma de estudar para os exames Cambridge English: Proficiency


de Cambridge Nesse link é possível encontrar simulados e atividades
Combine com a rotina de estudos do idioma um relativas ao CPE e aqui um vídeo com dicas
momento para estudar também os enunciados. para a seção de Speaking. Há ainda os materiais
Treine para se adaptar ao tempo de prova para desenvolvidos por Cambridge University Press.
cada habilidade, principalmente gramática e
redação. Embora o conhecimento de gramática
e vocabulário seja extremamente importante, é
essencial perceber que você está sendo avaliado
por uma gama de habilidades comunicativas
dentro de alguns parâmetros.

Por exemplo, se no teste de escrita você não estiver


à vontade com o formato dos exercícios, com as
competências que serão buscadas ou com o limite
de tempo da prova pode ser que não consiga
demonstrar seu verdadeiro potencial na performance.

Para evitar essa situação é bastante útil adotar


simulados e testes práticos que se assemelham às
tarefas solicitadas em prova e que estão formulados
no nível correto de avaliação para que se apliquem
os prazos exigidos no dia.

Uma dica é inverter o raciocínio. Ao trabalhar com


perguntas de múltipla escolha, por exemplo, ao invés
de buscar a opção correta, dedique-se a pensar
cuidadosamente o motivo pelo qual todas as outras
estão erradas e por quê.

19
DICAS DE Para se sair bem em exames que exigem alto nível
de expressão e comunicação, é importante ter
PROFISSIONAL conhecimento e saber discorrer sobre temas gerais.
Alguns temas comumente abordados pelos exames
PARA MELHORAR de Cambridge são relacionados com as áreas de
estudo, lazer, trabalho e planos para o futuro.

SEU DESEMPENHO Dentro dessas áreas, você poderá ser solicitado


a descrever uma partida de um jogo que lhe
marcou e justificar sua importância, relatar em um
Especialista lista alguns temas
texto uma visita que fez a uma filial da sua empresa
que são usados nas seções ressaltando pontos que devem ser aprimorados,
de Speaking e Writing e que redigir um e-mail informal sobre suas últimas férias,
justificar numa discussão se os colégios devem
podem servir de base para a ou não permitir o uso de celulares em sala de aula,
sua preparação. redigir um texto argumentativo para seu professor
sobre os impactos positivos e negativos das redes
sociais na vida em sociedade, entre outros.

Por Alberto Costa, senior


Esses são só alguns exemplos para ilustrar os
assessment manager de
temas abordados nos exames.
Cambridge English

20
Voltar para o índice DICAS DE PROFISSIONAL PARA
MELHORAR SEU DESEMPENHO

E, para completar, confira também uma seleção de frases e expressões que refletem bom conhecimento
do idioma e que são bem avaliadas pelos examinadores:

Para se sair bem falando ou escrevendo sobre os temas acima, é necessário dominar primeiro a estrutura
de cada diálogo ou texto, bem como uma série de expressões adequadas para uma comunicação
eficiente. Exames dos níveis B2, C1 e C2 exigem fluência e flexibilidade no uso dessas expressões e, para
isso, é necessário saber variar as expressões para cada situação.

Quanto mais alto o nível, mais alta será a demanda por expressões variadas. Como se trata de uma lista
muito extensa, recomendo aqui situações dos exames que exigem expressões formais e informais. Para
cada situação, quantas expressões você consegue listar?

• Dar sugestões ou fazer recomendações


• Dar explicações em várias situações
• Passar informações claras e ordenadas
• Concordar com um argumento ou discordar de um argumento com diplomacia
• Descrever lugares, situações de forma ordenada, sem confundir o leitor ou o ouvinte
• Comparar e contrastar ideias e opiniões
• Dar a sua opinião, com razões e justificativas claras
• Tecer comentários de forma diplomática e/ou profissional
• Relatar com detalhes um problema que aconteceu numa viagem
• Propor mudanças e ações em uma área da cidade, departamento de uma empresa, etc.

Novamente, essas são apenas algumas situações a que você será exposto e saber que expressões usar
em cada uma delas será determinante para o seu sucesso.

21
VEJA SELEÇÃO Agora que você já sabe em detalhes como são
as provas, é hora de colocar a mão na massa e

DE SITES QUE
estudar. Com a ajuda do especialista Alberto Costa,
selecionamos 5 sites e plataformas que vão ajudá-
lo a se preparar para a prova:
VÃO TE AJUDAR
1. Write&Improve
A ESTUDAR PARA Trata-se de uma ferramenta online em que a pessoa
escolhe um tema, escreve seu texto no idioma e

OS EXAMES submete a um sistema que retorna um feedback em


segundos do que pode ser melhorado em termos
de gramática e vocabulário.

Esta seleção de recursos vai


A navegação é simples e intuitiva. O exercício é
auxiliar seus estudos para os interativo e é possível escolher entre elaborar a
redação no nível iniciante (que conta com temas
exames de Cambridge English
como e-mail de apresentação e descrição da
vida cotidiana); intermediário (com temáticas mais
aprofundadas como reportar um problema de extravio
de mala para a companhia aérea ou discorrer sobre o
que acontece quando não há uma boa conexão com
a internet); ou ainda avançado (em que são exigidas
construções mais complexas como uma carta de
candidatura ou uma análise sobre um serviço).

22
Voltar para o índice VEJA SELEÇÃO DE SITES QUE VÃO TE
AJUDAR A ESTUDAR PARA OS EXAMES

Quando o texto estiver pronto, basta clicar no botão As tarefas são de múltipla escolha, com base em
para enviar e em segundos o conteúdo aparece sentenças, áudios e textos, de acordo com cada
corrigido em uma tela ao lado, com uma avaliação combinação escolhida, e podem ser acessadas de
geral e dicas sobre pronomes faltantes, palavras um desktop ou de um dispositivo mobile para quem
pouco usadas ou grafias e construções incorretas, deseja praticar em deslocamento, por exemplo.
por exemplo. A partir disso, o usuário pode refazer
sua redação e submeter à correção novamente. 3. Quiz Your English
O progresso é acompanhado em um gráfico que Este app recém lançado é um game que permite
contabiliza a quantidade de vezes que o conteúdo aprender, melhorar e testar o idioma enquanto o
foi reescrito e sua evolução em termos de nível, jogador se diverte ao competir com seus amigos
que segue os parâmetros internacionais do Quadro e outros praticantes em todo o mundo em jogos
Comum Europeu de Referência para Línguas (CEFR). rápidos de cinco perguntas cada.

Construído com princípios de gamificação, ao evoluir O aplicativo contempla uma grande variedade de
na escrita, a pessoa recebe selos comemorativos que níveis e temas, como estudos, viagens, estilos de
podem ser compartilhados com outros usuários dentro vida, uso no trabalho ou em casa, por exemplo. A
da plataforma. Para quem deseja ir além, é possível partir dessa primeira escolha os jogadores podem
criar um login e senha e convidar outras pessoas para desafiar seus amigos em tempo real onde quer que
acompanhar o progresso do aprendizado. eles estejam ou entrarem em batalhas com gamers
em diferentes países. Ao todo são cinco séries que
O Write&Improve foi desenvolvido a partir da união incluem perguntas relacionadas com a gramática e o
da experiência e expertise de dois departamentos vocabulário voltados para atividades do dia-a-dia.
líderes da Universidade de Cambridge voltados para
o ensino e avaliação de inglês (Cambridge English À medida que a pessoa avança de nível, ela
Language Assessment e Cambridge University Press). ganha pontos para subir no ranking e moedas
virtuais que podem ser trocadas por power-ups
2. Learning English (poderes/vantagens) no jogo. É possível também
Dentro do site de Cambridge English há uma analisar as perguntas e respostas de rodadas
seção chamada Learning English especialmente anteriores para verificar quais foram os erros e
construída para os interessados em treinar acertos e solicitar revanches.
suas habilidades na língua. O link reúne cerca
de 80 opções de atividades, com temas O app está disponível para as plataformas iOS
cotidianos como alimentação, entretenimento, (Apple) e Android e para países como o Brasil,
relacionamentos interpessoais e trabalho e também México e Espanha.
assuntos ligados a tarefas usuais, como preencher
formulários e emitir opiniões. 4. Virtually Anywhere
Escrito e produzido por Cambridge English, o
Os exercícios são interativos e é possível audiodrama Virtually Anywhere proporciona uma
selecionar as atividades por habilidade (gramática, oportunidade de desenvolver a compreensão
compreensão auditiva, expressão oral, leitura, auditiva do idioma em nível intermediário.Cada um
vocabulário ou escrita), nível de conhecimento dos sete episódios da série acompanha atividades
(básico, intermediário ou proficiente) e por tempo que podem ser usadas em sala de aula e fora dela,
disponível para o estudo (de 0 a 5 minutos, de 5 a pelos próprios estudantes.
10 minutos ou mais de 10 minutos).

23
Voltar para o índice VEJA SELEÇÃO DE SITES QUE VÃO TE
AJUDAR A ESTUDAR PARA OS EXAMES

5. Cambridge English TV
Com uma enorme variedade de conteúdos em
vídeo, o canal de Cambridge English no YouTube
contém palestras, dicas e atividades voltadas ao
aprimoramento das habilidades de estudantes e
professores, assim como informações institucionais
que respondem as perguntas mais frequentes dos
pais e dos gestores dos centros autorizados de
Cambridge English.

A série Chunks, por exemplo, expande o domínio de


quem está aprendendo o idioma com a introdução
de expressões menos formais, mas bastante
frequentes da língua inglesa, utilizadas no dia a dia
de quem é nativo.

O canal também conta com apresentações de


educadores, linguistas e pesquisadores de renome
internacional sobre o ensino do inglês como
segunda língua, os processos de aquisição de
linguagem, os critérios de avaliação dos exames e
a utilização dos recursos interativos de Cambridge
English em sala de aula.

Isso tudo sem contar os casos de sucesso, as


entrevistas e as informações institucionais que
são relevantes aos pais de crianças pequenas
que estão aprendendo o idioma, aos profissionais
e aos gestores de centros autorizados de
Cambridge English.

24
DICAS DE QUEM A estudante de Direito Fernanda Nemr encarou os
exames de Cambridge como uma oportunidade

MANDOU BEM
de melhorar seu inglês cada vez mais. Além de
saber que poderia precisar dos exames no futuro

NOS EXAMES DE
– para programas de intercâmbio e oportunidades
de emprego, por exemplo – ela se incentivava

CAMBRIDGE
pelo desafio. “Desde que decidi prestar o FCE,
tinha em mente que gostaria de prestar os três.
Primeiro, via sempre os Exames como um pacote: já
que iria começar, tinha que terminar. A maioria das
Estudante que realizou os três pessoas que conhecia prestavam os exames apenas
exames – e foi aprovada em até o CAE e, por isso, sabia que o CPE seria um
diferencial”, comenta ela.
todos eles – dá dicas de como
melhorar o seu desempenho. “Meu incentivo final para prestar o CPE ocorreu
quando visitei uma feira de representantes de
universidades e conheci o Admissions Officer de uma
universidade que me contou a grande maioria dos
ingleses não tinha conseguido passar no CPE. A cara
de surpresa que ele fez quando eu – com 16 anos, à
época – disse que estava me preparando para prestar
o exame no final do ano, foi com certeza o incentivo
final que precisava para prestar a prova!”, relembra.

25
Voltar para o índice DICAS DE QUEM MANDOU BEM
NOS EXAMES DE CAMBRIDGE

Fernanda se preparou para os exames de A saída, segundo ela, foi começar a conversar
Cambridge desde o Ensino Fundamental, pois suas sobre outras coisas (em inglês, claro!), como séries
aulas de inglês eram preparatórias para os exames. e filmes. “Nessas horas, acho que a tranquilidade é
Além disso, fazia também aulas particulares junto tudo!”, afirma.
com seu irmão gêmeo – que faria o exame na
mesma época e com quem treinava o Speaking. Tranquilidade e Confiança
Ela se preparou através destes cursos e através de “Minha maior dica – tanto para os exames de
muita leitura em inglês para os exames FCE e CAE. Cambridge quanto para qualquer outra situação
Já a preparação para o CPE, porém, foi diferente, de grande pressão – é manter a calma. Parece
pois não existem muitos cursos específicos para bobo, mas é realmente uma das coisas mais
o CPE. Ela decidiu estudar por conta própria, importantes. Quando fazemos uma prova com
através de materiais encontrados na internet. “Antes tranquilidade e confiança, nossos resultados são
da prova, porém, realizei algumas aulas com uma sempre melhores. A insegurança é a maior causa
professora especializada, especialmente por conta de resultados ruins em provas, na minha opinião.
das redações que seriam pedidas”, explica. Por isso, recomendo fazer os exames só quando
você realmente estiver se sentindo preparado.
Como se preparar para os Não tenha pressa para fazer a prova, ou obter um
Exames de Cambridge resultado específico. Prepare-se antes, estude, e
Fernanda explica que sempre teve mais dificuldade vá fazer com a confiança de quem sabe que tem
com as seções gramaticais dos exames, pois capacidade para ser aprovado!”
boa parte do seu conhecimento em inglês veio
de situações mais cotidianas. Para lidar com esta
dificuldade, aulas e exercícios fizeram a diferença.
“Além disso, busquei fazer uma série de mock tests
e de questões de prova antes do exame, para me
acostumar com o formato”, relembra ela.

Para incrementar seu vocabulário, Fernanda decidiu


começar a ler livros ingleses e norte-americanos
em sua versão original, e assistir seriados e filmes
sempre com legenda inglês – o que ajudava a
aprimorar também o “Listening”.

Nos dias das provas, Fernanda buscou relaxar


antes e nos intervalos entre as etapas. “Fiz as duas
primeiras provas (FCE e CAE) no colégio em que
eu estudava, o que foi muito bom. Como estava
cercada de pessoas que eu conhecia, os intervalos
entre as etapas eram momentos de descontração,
o que me ajudou muito a manter a calma e o foco”,
explica. “No CPE, porém, fiquei mais nervosa. Fiz a
prova em uma escola para professores, e todas as
pessoas que também estavam prestando o exame
ali eram muito mais velhas do que eu e meu irmão”.

26
Textos
Nathalia Bustamante

Edição
Nathalia Bustamante

Design
Aaron Saiki
Danilo de Paulo
Renata Monteiro

fundação estudar, 2017