Você está na página 1de 10

18/12/2018 Sequestrar e perverter

BLOG ABOUT TOP 10

M e ta po l í ti c a 17
C ONTR A O G L O B A L I S M O

Todas as opiniões aqui expressas são da inteira responsabilidade


do autor de cada postagem, não coincidindo necessariamente
com as posições do órgão público cujos quadros o autor integra
nem de qualquer órgão do governo brasileiro.

All Posts Login / Sign up

Ernesto Araújo Oct 12 3 min read

Sequestrar e perverter

A tática da esquerda consiste essencialmente no seguinte: sequestrar causas legítimas


e conceitos nobres e pervertê-los para servir ao seu projeto político de dominação
total.

A causa ambiental é um bom exemplo. Quem pode ser contra a preservação da


natureza e a utilização responsável de seus recursos? A causa ambiental foi lançada
pelos escritores românticos do final do Século XVIII e começo do Sécuo XIX, um
movimento conservador por excelência, surgido em reação à irrupção da esquerda no
mundo sob a forma Revolução Francesa, cuja proposta era destruir a natureza –
começando pela natureza humana. Ao longo do tempo, entretanto, a esquerda
sequestrou a causa ambiental e a perverteu até chegar ao paroxismo, nos últimos 20
anos, com a ideologia da mudança climática, o climatismo. O climatismo juntou
alguns dados que sugeriam uma correlação do aumento de temperaturas com o
aumento da concentração de CO2 na atmosfera, ignorou dados que sugeriam o
contrário, e criou um dogma “científico” que ninguém mais pode contestar sob pena
de ser excomungado da boa sociedade – exatamente o contrário do espírito científico.

Esse dogma vem servindo para justificar o aumento do poder regulador dos Estados
sobre a economia e o poder das instituições internacionais sobre os Estados nacionais
e suas populações, bem como para sufocar o crescimento econômico nos países
capitalistas democráticos e favorecer o crescimento da China. (Parte importante do
projeto globalista é transferir poder econômico do Ocidente para o regime chinês;
parte fundamental do projeto de Trump é interromper esse processo, o que já está
ocorrendo.) O climatismo é basicamente uma tática globalista de instilar o medo para
obter mais poder. O climatismo diz: “Você aí, você vai destruir o planeta. Sua única
opção é me entregar tudo, me entregar a condução de sua vida e do seu pensamento,
sua liberdade e seus direitos indivuduais. Eu direi se você pode andar de carro, se
você pode acender a luz, se você pode ter filhos, em quem você pode votar, o que pode
ser ensinado nas escolas. Somente assim salvaremos o planeta. Se você vier com
ti t d d dif t d d d fi i i t l t
https://www.metapoliticabrasil.com/blog/sequestrar-e-perverter 1/10
18/12/2018 Sequestrar e perverter
questionamentos, com dados diferentes dos dados oficiais que eu controlo, eu te
chamarei de climate denier e te jogarei na masmorra intelectual. Valeu?”

O mesmo aconteceu com a causa dos direitos dos trabalhadores e a própria palavra
“trabalho”. As reivindicações justíssimas dos trabalhadores a partir do Século XIX,
uma vez sequestradas e pervertidas pela esquerda, vieram dar no PT, o “Partido dos
Trabalhadores”. O PT simplesmente não tem trabalhadores. Nenhum trabalhador de
verdade, do tipo pedreiro, encanador, eletricista, jamais foi visto sequer perto do PT. É
um partido de burocratas sindicais, agitadores de vários tipos, intelectuais marxistas
ou sub-marxistas e seus capachos na mídia e na classe artística. “Partido dos
Trabalhadores”, portanto, é mais uma designação orwelliana entre tantas outras
utilizadas pela esquerda, tão falsa e oportunista quanto a súbida mudança de cores da
campanha de Haddad.

No Brasil, os trabalhadores de verdade, sequestrados pela esquerda, estão


conseguindo libertar-se do cativeiro e não se deixam mais perverter. Hoje temos no
Brasil o embate entre, de um lado, os trabalhadores, e do outro o “Partido dos
Trabalhadores”.

De fato, o PT é tão “dos trabalhadores” quanto o coração de Haddad é verde e


amarelo. No momento isso parece óbvio, o novo marketing petista é uma jogada
ridícula. Porém, olhando toda a história da esquerda, essa mudança de cores deve
preocupar-nos. Não deixemos que o PT faça com a nossa bandeira, com a
nacionalidade, o mesmo que já fez com o meio ambiente, com o trabalho e com tantas
coisas: sequestrar e perverter.

10,172 views 14 comments 16

Recent Posts See All

O Brasil no barco de Objetos Voadores Não Ideologia não, ideias sim


Ulisses Ideológicos

10,145 31 23 3,885 20 32 20,040 52 151

Log in to leave a comment!

juscelino.araujo Nov 15

A ciência é justamente o oposto de dogma, espero que seu artigo seja do mau uso da
mudança climática, e não que você esteja negando isso, porque isso seria lunático,
https://www.metapoliticabrasil.com/blog/sequestrar-e-perverter 2/10
18/12/2018 Sequestrar e perverter

senão o próximo artigo vai ser da terra plana? Você conseguiu juntar PT com isso,
Ernesto a guerra fria já acabou faz tempo, esse discurso de "a esquerda isso, a
esquerda aquilo" é infantil, só no Brasil que vejo o uso de "esquerda/direita" pra
chamar aquilo o que é contra ou ao seu favor, é 2018 não se usa 1 palavra só pra
resumir N ideais políticos, sociais e ecônomicos. Se você realmente for nosso Ministro,
que amadureça muito isso, e sucesso na jornada.

fsomalia Nov 16

Edited: Nov 16

O senhor começa o texto muito bem, relatando corretamente o sequestro de pautas


que deveriam ser de qualquer humano pela esquerda. Por essa introdução, acreditei
que fosse denunciar o sequestro da "moralidade" da conservação da natureza, mas ao
invés disso o senhor recai na falácia do climatismo.

Espero sinceramente que o senhor, agora chanceler, tenha bons consultores de


ciência antes de retomar este tema. A ação do homem sobre o clima é fato científico e
independe de ideologia.

Existe sim, muito dinheiro envolvido com as políticas de conservação natural, e existe
o sequestro da moralidade pela esquerda, que brada que conservadores não se
importam com o futuro do planeta. Isso deve ser combatido.

97% dos cientistas entendem que o homem está influenciando nas mudanças
climáticas. Em ciência, não há mais consenso do que isso. Defender o oposto é
simplesmente conspiracionismo.

Se não acredita que a ação humana pode afetar o planeta, pesquise sobre o cientista
Clair Petterson, e sua pesquisa sobre o chumbo atmosférico depositado na Antártida,
devido ao chumbo presente na gasolina de automóveis, até a década de 1970, que foi
por fim banido corretamente.

Guilherme Lobo Nov 16

Caro futuro Ministro,

Por favor, cite a literatura científica usada :

"O climatismo juntou alguns dados que sugeriam uma correlação do aumento de
temperaturas com o aumento da concentração de CO2 na atmosfera, ignorou dados
que sugeriam o contrário"

Sua afirmação é contrária a maioria dos artigos, existe um consenso que as recentes
mudanças climáticas foram causadas pela atividade humana

Segue literatura confirmando os efeitos da atividade humana nas mudanças


climáticas:

https://www.metapoliticabrasil.com/blog/sequestrar-e-perverter 3/10
18/12/2018 Sequestrar e perverter

Relatório do Intergovernmental Panel on Climate Change(IPCC)

https://www.ipcc.ch/report/ar5/syr/

"Human influence on the climate system is clear, and recent anthropogenic emissions
of green-house gases are the highest in history. […] Warming of the climate system is
unequivocal, and since the 1950s, many of the observed changes are unprecedented
over decades to millennia."

Artigo publicado por Cook et al. 2016:


"Consensus on consensus: a synthesis of consensus estimates on human-caused global
warming", publicado na Environmental Research Letters

"We examine the available studies and conclude that the finding of 97% consensus
that humans are causing recent global warming"

http://iopscience.iop.org/article/10.1088/1748-9326/11/4/048002

A NASA, outras diversas instituições governamentais, acadêmicas e científicas


americanas também declaram que as atividades humanas estão promovendo as
mudanças climáticas

https://climate.nasa.gov/scientific-consensus/

Então, por favor. Reveja, atualiza-se e deixei a ideologia de lado

Atenciosamente,

José Roberto Toledo Jr Nov 17

Edited: Nov 17

Caro futuro Chanceler Ernesto Araújo.

Gostaria de corroborar os três primeiros comentários e acrescentar que, mesmo que


não tenhamos habilidades em todos os campos do conhecimento, é necessário que
tenhamos uma leitura mais aguçada sobre alguns temas antes de expressar nossas
opiniões. Achismos e teorias da conspiração não cabem nesse espectro que se
propõem articulado e na discussão de um tema onde somos líderes mundiais. Como
brasileiro, não posso concordar com o discurso raso em relação ao tema climático em
nenhum espaço. Não se trata de ideologia. Muito pelo contrário. Tenho visto em
minha cidade fenômenos que nunca aconteceram antes, principalmente em função
do calor excessivo. Portanto, é algo sensível, não são teorias prós ou contras. Há algo
de diferente acontecendo com o clima e é perceptível. E aí a Ciência e a comunidade
científica tem que se preocupar em estudar e dar respostas a essas mudanças. Sem
lados e ideologias, haverá sempre a discussão de mais ou menos influência do sistema
climático sobre nossas vidas. Entretanto, não considerar que há algo novo e estranho
acontecendo com o clima, sugere perguntar onde temos passado nossos dias e noites.
Em minha opinião, o tema é mais simples que a retórica de "sequestrar e perverter".
Venta, chove e faz calor de forma muito mais intensa hoje do que num passado
recente. E isso é sensível e ao mesmo tempo complexo, porque demanda bastante
estudo científico. E aí cabe perguntar: que respostas a ciência tem nos dado a
https://www.metapoliticabrasil.com/blog/sequestrar-e-perverter 4/10
18/12/2018 Sequestrar e perverter
respeito? Essa é a questão a se discutir seriamente.
Pela simplicidade, pela sensibilidade e pela complexidade do tema, gostaria de vê-lo
mais aprofundado, mais discutido, de preferência sem sequestros e perversões, com
uma visão técnica sobre clima, afinal nosso país é o líder mundial, o número 1,
quando o assunto é Meio Ambiente.

Josi Bertuzzi Nov 17

https://m.youtube.com/watch?v=Z8eqJquw5Wo&feature=youtu.be#fauxfullscreen
A farsa do aquecimento global é discutida e corroborada por cientistas no mundo
todo. Parabéns pelo artigo.

Franck Delcroix Nov 17

Prezado ignorante escritor deste ignóbil subracional texto. Favor alugar um cérebro
antes de assumir o cargo. Espero que seu nome seja jogado na lata de lixo antes que
assuma. Tem que ter alguém menos bitolado, o PT não pode ter jogado a qualidade
tão baixo assim até porque conheço recém formandos do Itamarati e são mais
capazes que Vsa, se tomarmos como base o seu texto. Como iniciativa para fazer
crescer através de conhecimento a sua massa cefálica acima de uma acima ameba, os
links fornecidos pelo leitor são um belo início. Quanto a china...o crescimento desta
não tem nada a ver com meio ambiente ou sequestro ideologico e sim com mão de
obra barata....quebra de todas as regras de negócios legais e investimentos pesados
por conta de um potencial mercado que foi vendido como eldorado aos investidores
americanos e europeus, assim como passos certos na educação desde os anos 80. Me
impressiona muito que uma pessoa capaz de escrever asneiras de tal calibre tenha
passado na rio branco. O nível devia estar exepcionalmente baixo no ano da sua
prova ou o Sr. Exagerou nas drogas na sua vida pós prova. Também é correta, como
bem disse um critico do seu texto, o fim da dicotomia esquerda direita. Quer parecer
inteligente então fale em competência / incompetência... A guerrá fria morreu, é
mero instrumento de jornaleco de 3° mundo para atrair fósseis intelectuais. A sua
tarefa como líder da diplomacia brasileira será provar que não pertencemos mais a
este passado triássico. Com as idéias expostas no seu texto acéfalo, é correto afirmar
que iniciou muito mal, embora na época não tinha a menor idéia que poderia ser
cotado para o cargo que irá ocupar.

miguel.sono Nov 18

Parabéns Ernesto Araujo! Cada vez mais acredito que que será um brilhante Ministro
de Relações Exteriores no nível que o Brasil realmente merece!
O alarmismo com as mudanças climaticas já foi desmistificado por inúmeros
cientistas sérios em dezenas, senão centenas, de documentários e entrevistas que
https://www.metapoliticabrasil.com/blog/sequestrar-e-perverter 5/10
18/12/2018 Sequestrar e perverter
apontam as inconsistências dos relatórios do IPCC, inclusive por cientistas dissidentes
que não compactuaram com a elaboracão dos relatórios executivos do Painel,
alardeados pela grande mídia e pelos ambientalistas, em desconexão com as
evidências empíricas encontradas pelos próprios cientistas nos relatórios detalhados.
A mudança climática causada pelo homem é uma bandeira no mínimo questionável e
que muito bem serve aos propósitos do Globalismo crescente!

tanynep Nov 18

" [a] irrupção da esquerda no mundo sob a forma Revolução Francesa "
O senhor deve se informar melhor, é o próprio conceito de esquerda/direita que foi
criado na Revolução francesa. Antes da Revolução francesa, não existia nem esquerda
nem direita. No entanto, as ideias da esquerda pós-Revolução já nasceram antes da
Revolução, com as "Lumières". Ou até têm raízes mais antigas, com autores do
Renascimento tais como o Montaigne.

Victor Antonioli de Moura Nov 20

Meu cachorro cagando consegue ter uma linha de raciocínio mais madura que a sua.

Cresce, amigo! Você será o principal diplomata do maior país da América Latina e fica
ladrando um monte de groselha infundada. Não cita artigos científicos, trabalhos
acadêmicos nem nenhum item que ajuda na sua sandice (vídeo de conspiracionistas
do youtube não é referência). Pior ainda, você descredita todo um trabalho sério
acadêmico nessa mistura doida de achismo pessoal com raiva do PT. Faz o favor pra
nós, brasileiros, apenas sorri e acena, fica quietinho, você consegue, você ganha muito
bem, você consegue!

Ou só vai me fazer ter certeza que seu próximo texto será para dizer que a terra é
plana e é culpa do PT dizerem que é redonda.

Johnny Rottava Nov 24

Parabéns MRE!! Pelo nível de cegueira intelectual de muitos comentaristas aqui, o sr.
apontou exatamente em mais uma grande falácia marxista: o aquecimento global.
Aos ignorantes que reclamam ausência de fontes/artigos, há nesta lista de
comentários um link de um documentário que cita dezenas de artigos e refuta ponto-
por-ponto toda a lógica do aquecimento global antrópico.

https://www.metapoliticabrasil.com/blog/sequestrar-e-perverter 6/10
18/12/2018 Sequestrar e perverter

Jim Ring Nov 30

Terceiro relatório de avaliação do IPCC


Capítulo 14
Seção 14.2.2.2
Último parágrafo: "em suma, uma estratégia deve reconhecer o que é possível. Na
pesquisa e modelagem climática, devemos reconhecer que estamos lidando com um
sistema caótico não-linear acoplado e, portanto, que a previsão de longo prazo dos
Estados climáticos futuros não é possível. "

Esta informação não foi incluída no relatório de resumo para formuladores de


políticas dado à imprensa e ao público.

Se o clima é realmente um sistema caótico não-linear acoplado (quem pode duvidar


do IPCC) Então não há nenhuma base racional ou científica para fazer uma indicação
definitiva sobre um estado futuro do clima.

Neste ponto a natureza caótica não-linear acoplada do clima faz observações


científicas academicamente interessantes mas individualmente não têm nenhuma
relevância em prever o estado futuro do clima. O clima é um sistema que significa que
as relações entre estas observações são o que é importante não as próprias
observações.

Todo o discurso público sobre o futuro estado do clima tem sido baseado na falsa
premissa de que os modelos climáticos atuais estão prevendo o futuro estado do
clima, quando na verdade os modelos estão meramente projetando esses Estados.

As previsões são a visão da ciência. As projeções do modelo só podem concordar com


as previsões quando os modelos duplicam o mundo real que o IPCC diz que é
impossível de fazer.

Para basear a política pública em um estado desconhecido de um sistema desafia o


senso comum. No entanto, muito dinheiro e poder político está em jogo para os
planejadores centrais para fazer o contrário.

Eu discutiria que os crentes verdadeiros do modelo do clima são esses que tomam
uma aproximação científico ao assunto.

Em janeiro de 1961, o Presidente Eisenhower em seu discurso de despedida


identificou a situação em que nos encontramos hoje:

"Semelhante a, e em grande parte responsável pelas mudanças profundas na nossa


postura industrial-militar, tem sido a revolução tecnológica durante as últimas
décadas.
Nesta revolução, a pesquisa tornou-se central; Ele também se torna mais formalizado,
complexo e dispendioso. Uma participação cada vez maior é conduzida para, por, ou
no sentido de, o governo federal.
Hoje, o inventor solitário, conserindo em sua loja, foi ofuscado por forças de trabalho
dos cientistas nos laboratórios e nos campos de teste. Da mesma forma, a
Universidade livre, historicamente a Fountainhead de idéias livres e descoberta
científica experimentou uma revolução na condução da pesquisa. Em parte por causa
dos custos enormes envolvidos, um contrato do governo transforma-se virtualmente
um substituto para a curiosidade intelectual. Para cada quadro-negro velho há agora
centenas de novos computadores eletrônicos.
A perspectiva de dominação dos estudiosos da nação por emprego Federal, alocações
de projeto, eo poder do dinheiro está sempre presente e é gravemente a ser
https://www.metapoliticabrasil.com/blog/sequestrar-e-perverter 7/10
18/12/2018 Sequestrar e perverter

considerado. No entanto, na realização de investigação científica e descoberta em


relação, como devemos, devemos também estar alerta para o perigo igual e oposto
que a política pública poderia se tornar o cativo de uma elite científico-tecnológica.
É tarefa de estadista moldar, equilibrar e integrar essas e outras forças, novas e
antigas, dentro dos princípios do nosso sistema democrático, sempre visando os
objetivos supremos da nossa sociedade livre. "

Outras publicações relevantes de Eric Hoffer são: "o verdadeiro crente" e "o
temperamento de nossos tempos"

De "o temperamento de nossos tempos": "toda grande causa começa como um


movimento, torna-se um negócio e, eventualmente, degenerar em uma raquete."

fsomalia Dec 1

Sr. Jim Ring, o senhor deveria ter quotado o parágrafo inteiro ao invés de retirar um
trecho do contexto. O trecho copiado fora do contexto faz transparecer a ideia de que
os próprios autores do IPCC não acreditam que seja possível prever o clima, e
portanto todo o alarme de mudança climática é descabida e histeria.

Mas deixe-me copiar o trecho inteiro. De


https://www.ipcc.ch/ipccreports/tar/wg1/505.htm:

"In climate research and modelling, we should recognise that we are dealing with a
coupled non-linear chaotic system, and therefore that the long-term prediction of
future climate states is not possible. The most we can expect to achieve is the
prediction of the probability distribution of the system's future possible states by the
generation of ensembles of model solutions. This reduces climate change to the
discernment of significant differences in the statistics of such ensembles. The
generation of such model ensembles will require the dedication of greatly increased
computer resources and the application of new methods of model diagnosis.
Addressing adequately the statistical nature of climate is computationally intensive,
but such statistical information is essential."

Aqui o grupo de autores está tratando da dificuldade de processamento dos modelos


de previsão do clima, dado a natureza do próprio clima.

Para entender esse trecho é preciso recorrer ao próprio relatório, em seu capítulo 1,
onde é dada a definição de climate e weather, duas coisas diferentes que em
português chamamos de clima (https://www.ipcc.ch/ipccreports/tar/wg1/039.htm):

"The "weather", as we experience it, is the fluctuating state of the atmosphere around
us, characterised by the temperature, wind, precipitation, clouds and other weather
elements. This weather is the result of rapidly developing and decaying weather
systems such as mid-latitude low and high pressure systems with their associated
frontal zones, showers and tropical cyclones. Weather has only limited predictability.
Mesoscale convective systems are predictable over a period of hours only; synoptic
scale cyclones may be predictable over a period of several days to a week. Beyond a
week or two individual weather systems are unpredictable. "Climate" refers to the
average weather in terms of the mean and its variability over a certain time-span and
a certain area. Classical climatology provides a classification and description of the
various climate regimes found on Earth Climate varies from place to place
https://www.metapoliticabrasil.com/blog/sequestrar-e-perverter 8/10
18/12/2018 Sequestrar e perverter
various climate regimes found on Earth. Climate varies from place to place,
depending on latitude, distance to the sea, vegetation, presence or absence of
mountains or other geographical factors. Climate varies also in time; from season to
season, year to year, decade to decade or on much longer time-scales, such as the Ice
Ages. Statistically significant variations of the mean state of the climate or of its
variability, typically persisting for decades or longer, are referred to as "climate
change"".

O clima que sentimos no dia a dia, capaz de ser observado por instrumentos como
termômetros, barômetros e anemômetros, é o weather. Este tipo de clima de curto
tempo pode ser registrado objetivamente, mas tem previsibilidade limitada. Além de
duas semanas, o weather é imprevisível.

Já o clima de longo termo, em inglês climate, é o conjunto agregado de todas as


informações do clima weather que temos de uma determinada área em um período
de tempo. Climate é estatística sobre o clima passado, por definição. Através do
conjunto coletado de todas as informações do clima que sentimos no dia-a-dia,
construímos modelos para prever o clima em longo termo. Através dos modelos de
climate é que sabemos que ano que vem a probabilidade de nevar em Cuiabá é muito
pequena - porque o conjunto agregado coletado de todos esses tempos diz que nunca
nevou lá.

O seu excerto apenas diz que não se cabe prever estados do clima, já que este são
dados estatísticos. Mas a continuação do parágrafo diz, literalmente, que é possível
possível prever a probabilidade de certos futuros de clima acontecerem. E
comparando essa probabilidade com os modelos estatísticos que temos sobre o clima,
é possível, de fato, prever uma mudança climática.

O trecho foi omitido do relatório para decisores porque é um trecho técnico, para
técnicos, acerca do processamento computacional para gerar os modelos estatísticos.
Essa "omissão" não tem nada a ver com um complô de cientistas contra o mundo
livre. Acontece que decisores não precisam perder tempo com esse tipo de
informação que não muda nada nas conclusões importantes.

Se o senhor tivesse copiado o trecho inteiro, nem teríamos essa conversa. Mas o
senhor preferiu copiar apenas o trecho que lhe importava, num exemplo claríssimo
de citação fora de contexto
(https://pt.wikipedia.org/wiki/Cita%C3%A7%C3%A3o_fora_do_contexto), escondendo a
informação que refuta exatamente a sua crença. O senhor não é o primeiro a usar
esse trecho como uma tentativa de desqualificar as previsões de mudança climática.
Muitos já o fizeram. Mas espero sinceramente que esta tenha sido a sua última vez.

Yuri da Subversão Dec 8

O "fsomalia" deixou o comentário mais ridículo possível. Ciência não é democracia


pra maioria decidir o que é verdade. O aquecimento global causado pelos seres
humanos não é um fato científico, é contestado por muitos cientistas. Aquecimento
global, fim do mundo, catastrofismo, é que são teorias mirabolantes. Vamos ser livres.
Vai lá Ernesto.

https://www.metapoliticabrasil.com/blog/sequestrar-e-perverter 9/10
18/12/2018 Sequestrar e perverter

Yuri da Subversão Dec 8

Todos "argumentos" para "comprovar" o tal aquecimento deixados aqui tratam a


ciência como democracia. "blá blá blá consenso"

Join my mailing list

Email Address Subscribe Now

© 2023 by The Book Lover. Proudly created with Wix.com

https://www.metapoliticabrasil.com/blog/sequestrar-e-perverter 10/10

Você também pode gostar