Você está na página 1de 3

PAINEL DA LOJA GRAU DE COMPANHEIRO

PAINEL DA LOJA GRAU DE COMPANHEIRO


Ir∴ José Carlos de Araújo
Loja de Pesquisa Brasil

Antigamente no inicio da Maçonaria Especulativa, quando ainda não tinham sido criados os
Templos Maçônicos, o 1º Experto desenhava no chão, no local onde se realizava a reunião, com
carvão ou giz, o Painel tal qual ele é hoje. Após o fechamento da Loja, termino da sessão era
então apagado. O Painel de Companheiro deve constar do seguinte:

AS COLUNAS ‘B’ E ‘J’ E OS SEUS CAPITEIS – As Colunas apresentam-se intumescidas em


suas bases afilando-se em direção ao Capitel, como em uma Coluna Egípcia, apresenta em seus
fustes inscrições desconhecidas, há quem diga que são de origem Fenícia. Os romãs nos
Capitéis significa a Universalidades da Maçonaria. A Altura de trinta e cinco Côvados, com
Capitel de cinco Côvados, perfazendo quarenta Côvados de altura; A Coluna B, ao Sul,a direita
de quem adentra ao Templo, é presidida pelo 2º Vigilante, e esta representa a BELEZA, também
é a Palavra Sagrada no Grau de Aprendiz, que quer dizer PERSEVERANÇA NO BEM; A Coluna
J, ao Norte, a esquerda de quem entra no Templo, é presidida pelo 1º Vigilante, e esta representa
a FORÇA, também é a Palavra Sagrada, do Grau de Companheiro, que quer dizer
ESTABILIDADE, FIRMEZA, onde tem seu assento.

ORLA DENTADA – Simboliza a atração universal através da fraternidade.

PAVIMENTO MOSAICO – Simboliza a harmonia do contrario.

OS CINCO DEGRAUS – Simboliza a idade do Companheiro, o tempo necessário para o


aprendizado teórico e pratico da construção do edifício Social a que se impõe os Maçons.

O PÓRTICO - O Pórtico é a Entrada da Câmara do Meio a entrada por onde tem acesso ao
SANTO SANCTORUM ou SANTO DOS SANTOS, exibindo as inscrições em Hebraico, quatro
letras que formam o tetragrama sagrado, temos a letras IOD-HÉ-VAU-, significa ¨Aquele que é ¨
JEOVA, sendo assim é o umbral da luz, a porta de entrada para o atingimento da Perfeição e o
conhecimento da verdade.

A CORDA DE TRES NÓS – Representa as três fases ou etapas da vida; a Infância, a Juventude,
e a Maturidade; As duas Borlas pendentes representa a Força e a Beleza e todos esses atributos
ou virtudes são necessários para se chegar a verdade.

AS TRES JANELAS – Representam as três Luzes da Loja: O Venerável Mestre é a Sabedoria,


o 1º Vigilante a Força, e o 2º Vigilante a Beleza.

O MAÇO E O CINZEL – A associação do Maço e do Cinzel, nos indica que a vontade e a


Inteligência, a Força e o Talento, a Ciência e a Arte, a Força Física e a Força Intelectual, quando
aplicados em doses certas permitem que a Pedra Bruta se transforme em Pedra Polida.

A RÉGUA DE 24 POLEGADAS E A ALAVANCA – Régua representa a Retidão do Caráter e a


Exatidão da Conduta, e nos lembra que não devemos perder tempo na ociosidade, planejando
para as 24 horas do dia, representa a divisão do dia entre o trabalho, oração, repouso e estudo;
A Alavanca símbolo da Força, Firmesa da Alma, da Coragem Inquebrantável do Homem
independente do poder invencível que desenvolve o amor pela liberdade e do poder do trabalho,
serve para vencer a resistência da inércia e possibilita o desempenho de grandes tarefas, sob o
ponto de vista intelectual, exprime a segurança da lógica e a força de vontade que se tornam
irresistíveis quando emanam da inteligência isenta da justiça. É também a imagem da filosofia
cujos princípios invariáveis não permitem fantasias e nem superstições.

A PEDRA BRUTA – É o símbolo da alma Jovem, onde o Aprendiz se esforça para vencer as
dificuldades do mundo material, desbastando a PEDRA BRUTA, polindo-a, educando a si
próprio, para ocupar o seu lugar na Construção Social, a que o Maçom se propõe, representa os
Aprendizes.
A PEDRA POLIDA – É o símbolo do Grau de Companheiro, trabalhando no polimento da pedra,
com a ajuda do Esquadro, do Nível, e do Prumo (Retidão, Moralidade, Igualdade, Equilíbrio, e
Prudência), de Bruta a Polida, ate que se transforme em Cúbica, na forma hexaédrica perfeita,
símbolo da perfeição, ideal de todo o Maçom.

A PRANCHETA – Representa os Mestres.

O ESQUADRO E O COMPASSO – A posição do Esquadro e do Compasso sobre o Livro da Lei,


no Altar dos Juramentos, determina o Grau em que a Loja esta trabalhando. No Grau de
Companheiro, o esquadro e o compasso se apresentam entrelaçados com o esquadro na
posição do Gr.`. ponta do compasso sobre e Esquadro. Simbolizando que o Companheiro já
atingiu um estagio evolutivo de equilíbrio entre a Materialidade e Espiritualidade. A Haste livre
do Compasso pretende demonstrar que a mente turvada por preconceitos e convenções que
impediam o Aprendiz de livremente pesquisar e procurar a verdade, começa a se abrir e o
Companheiro, com certa liberdade de raciocínio, encontra-se no caminho de se tornar um Livre
Pensador, que lhe possibilitara encontrar a verdade.

O NIVEL – Simboliza a Igualdade.

O PRUMO – Simboliza o Equilíbrio, a Prudência e a Retidão.

A ESPADA – Simboliza a Igualdade e também o Poder e a Autoridade, Simboliza ainda a


Coragem, a Lealdade e a Honra.

A TROLHA – Simboliza a Virtude da Tolerância e Também serve para Glorificar o Trabalho


Perfeito do Maçom.

O SOL E A LUA – Simboliza o Antagonismo da Natureza que gera o equilíbrio, para conciliação
dos contrários.

AS ESTRELAS – Quando em números de Sete, representam o numero mínimo de Irmãos, que


deverão estar presente para se abrir uma Loja e ainda as Sete Artes e Ciências Liberais. Quando
em numero Indeterminado representa a Universalidade da Maçonaria.

A ESTRELA FLAMÍGERA OU FLAMEJANTE– Esta representada com Cinco Pontas, derivam


respectivamente, do Latim Flammantis, que significa ¨que expele chamas¨ é o Símbolo Distintivo
do Companheiro, que conhece a formula ¨E∴V∴A∴E∴F∴, o iniciado que já atingiu um certo estado
de Espiritualidade e de Iluminação que permite que sua mente esteja aberta a todas as
compreensões em nosso ritual consta: Contemplai esta Estrela Misteriosa, e nunca afastai do
nosso Espírito. Ela é, não só o Emblema do Gênio que leva à prática das grandes ações, mas
também o símbolo do fogo sagrado com que nos dotou o S∴A∴D∴U∴, e sob cujos raios devemos
Discinir, Amar e Praticar a Verdade, a Justiça e a Equidade.

A LETRA G – Esta no centro da Estrela Flamígera ou Flamejante, a letra IOD, que é o mesmo
que a letra G, traduz o nome do Criador Incriando e Auto-Divino, e também representa a
Geometria, que é a Ciência da Construção fundamentada nas aplicações infinitas do Triangulo,
e seguindo nosso Ritual, tem Múltiplos significados: Geometria; porque o Maçom tem que ocupar
um lugar polido no Edifício Social, porque ela faz a Obra da Vida. Gravidade; porque há uma
Força Irresistível que une os Irmãos. GENIO; Porque o Maçom pesquisa a Verdade, e aspira
sempre subir, aprimorando-se. GNOSE; Porque Inquirir as Verdades Eternas.

Os Painéis sintetizam os Mistérios de cada Grau, estudando, analisando cada símbolo,


descobrimos a riqueza histórica e evolução da Maçonaria Universal, adentraremos com maior
facilidade, polindo as imperfeições inerentes a todos seres humanos, do Neófito ao mais alto
Grau Hierárquico, estudo, pratica estudo e pratica engrandece o iniciado na Arte Real.

Bibliografia:
Simbologia Maçônica dos Painéis de Aprendiz, Companheiro. Autor: Almir Sant´ Anna Cruz. 1ª
Edição 1997. Ed. A Trolha.

Ir∴ José Carlos de Araújo – ARLS – Renovação Londrinense 141


Rito Brasileiro (GOP)
Londrina – PR