Você está na página 1de 4

Palestra: Fernanda Monteiro Böer - UFMT

Atribuição do psicólogo no campo jurídico: atribuições, desafios, e implicações éticas.

01 de Outubro de 2018 – auditório UFMT Roo

Área que faz diálogo com o campo do direito. No BR não há marco histórico que delimita, mas remonta à
regulamentação da profissão no BR.

No BR, a partir da Lei de Execuções penais que de fato o psicólogo passou a ser inserido nas ações penais.

Estudo Oliveira (2016) subáreas da psico jurífica. O que está contido?

O que faz um psicólogo que atua no contexto jurídico?

Defensoria pública é um ligar em que o psicólogo está inserido. Em MT só duas em Cuiabá. Promover discussões junto
a operadores do direito, realmente o que a psico faz? Importante que o psicólogo saiba o que o psicólogo jurídico faz
para que possamos informar para as pessoas que não são da área da psicologia e o que pode fazer por eles.

Se atendo no CAPS pessoa que cometeu crime, é psico jurídica.

Atualmente é CRESCENTE EXPANSÃO! Estudo dos atos infracionais, área criminal, se inserindo nos campos cíveis. Não
apenas para avaliar as pessoas mas podendo atender os agentes envolvidos (agentes penitenciários, área de saúde do
fórum etc). Acaba estudando as normas do cpto humano e como as pessoas reagem às ordens jurídicas. Ex.: quando
é alterada uma lei, isso influencia no cpto. Ex.: 20/02/2018 – Habeas Corpus 143641 – coletivo concedido pela Segunda
turma do STF para determinar a substituição da prisão preventiva por domiciliar de mulheres presas, em todo o
território nacional , festantes ou mães de crianças de até 12 anos ou ainda de pessoas com deficiência, ....
Muitas pessoas foram atrás desse “direito” por conta dessa decisão. Reflexo no cpto de presos.

PERÍCIA PSICOLÓGICA

Que tipo de processos?

- Trabalhistas (que tipo de sofrimento foi causado na vida dessa pessoa?) Nexo causal entre situação do trabalho ou
não? Como está o indivíduo hoje, indicativos etc

- casos de interdição, avaliação

- adoção – avaliações, casal já habilitados, perfil, quando adoção, início de vínculo, relatório nesse momento, quando
efetivada a adoção.

- o CNJ – apadrinhamento infantil. Juiz solicita laudo da psicóloga para liberar.

- ALIENAÇÃO PARENTAL – considerada uma forma de violência à criança, algum dos genitores tenta “programar” a
criança para “odiar” o outro. O que ela mais tem atuado. Disputa de guarda e regulamentação de visitas. ((tema bem
recente, legislação de 2010, com muitas falhas! Importante para falar sobre o tema!))

- destituição e suspensão do poder familiar – família que perdeu poder familiar sobre crianças, pais que não
conseguem exercer a guarda por conta do uso de drogas, abandonam, violentam; para chegar nesse degrau é um
longo processo. Pai ou mãe sem condições de cuidar da criança

- adolescentes autores de atos infracionais (esse é o tema melhor utilizado)) – avaliação qual contexto que ele está
inserido, ((em Roo área fronteira, uso de drogas, rodovia))

- processos criminais – adultos que cometeram delitos, perícias

OUTRAS ATRIBUIÇÕES:

- mediação de conflitos, não é área exclusiva do psicólogo, aqui em MT formado em direito.

- atendimento a portadores de transtornos mentais que cometeram delitos,

- seleção de magistrados, psicólogo avalia numa fase, fazendo avaliação psicológica.

- cursos de treinamento e formação de policiais (militares, civil, bombeiros);

- atendimento a servidores do campo jurídico;

- atividades de pesquisa, visando a construção e a ampliação do conhecimento psicológico aplicado no campo do


Direito;

- assessoria na formulação, revisão e execução de leis (ex.: maioridade pena, escuta especializada de crianças, adoção
homoparental);

- DEPOIMENTO ESPECIAL – tema polêmico – escuta especializada de crianças que sofreram violência, discussão sobre
como deve ser a forma de escutar. Chegava a denúncia, escuta o relato, vai pra delegacia, criança precisa falar sobre
isso, encaminhada para o psico, fala com outros profissionais, criança falava sobre o tema sem intuito de produção de
prova. Quem tem capacidade técnica para atender essa criança (ou psicólogo ou assistente social). NÃO REVITIZAÇÃO
DE CRIANÇAS. Proporcionar ambiente acolhedor para receber o depoimento de crianças.

CNJ – vantagens do depoimento especial

Redução do número de entrevistas por parte de outros profissionais, evitando revitimização da criança, critério
rigoroso de registro, documentação visual gestos e expressões faciais que acompanham a fala da criança, registro
visual e verbal que pode ser revisto por muito tempo.

www.childhood.org.br/programas/depoimento-especial.
Falar das condições psicológicas da criança com o agressor, relações dessa criança com os outros, etc.

Qual a questão ética do depoimento especial?

O Conselho de Psicologia há psicólogos que são favoráveis e outros que não são. Lei 13.431/2017

Nota técnica do CFP (Conselho Federal de Psico) n01 de 2018 – a prioridade não está no escutar a criança, mas na
produção de provas. Não damos “verdades para eles”, pois não estivemos presentes durante o ato, etc.... “inquirição
não é função do psicólogo”, nem o CFP nem CFSS (Serviço social).

O que é perícia psicológica? Avaliação Psicológica com intuito de produzir uma “prova”, exige conhecimento de
natureza específica e especializada. O juiz tem o poder mas não o conhecido em todas as áreas, por isso chama peritos.
Perícia é trabalho de profissional da área, que resulta em laudo, anexado no processo, como produção de provas.
Sustentação sobre decisão de causas.

Impacto disso para pessoas, grupos e sociedade. Muitas vezes laudos tem se mostrado muito “estigmatizadores”,
termos do senso comum e que não são da área da psicologia. Cuidados que são necessários, danos causados na vida
de uma família, uma organização, etc.

Exige leitura, supervisão, cursos, compartilhar experiências profissionais em congressos etc.

O que difere da avaliação psicológica (AP) de outros contextos?

Quem é o meu cliente? Tecnicamente é o juiz! É a ele que vou responder. Laudo entregue para o juiz, em nome dele!

Como fica o sigilo? Há limites na confidencialidade, inserido no contexto. Não é serviço de detetive! Vc está aqui hoje,
o juiz me pediu para fazer uma avaliação. Etc.... pessoa precisa saber porque ela foi chamada ali. Tudo o que for
relevante será escrito no documento. Atuar visando sempre questão de direitos humanos, (.....)

A devolutiva – como ela é para o juiz apresento o laudo. Algumas vezes chamados por ele para explicar.

Interações entre o psicólogo e a pessoa que atende. Não é clínica. É como se fosse coercitivo. A pessoa não quer ir até
essa conversa. Vai porque o juiz mandou!

Trabalho multiprofissional. Equipe produz documentos junto. Pode mas tem porém! Desde que esteja claro no
documento o que é da área da psicologia e o que é da área do serviço social. O que cada um escreveu precisa estar
delimitado. Nota técnica do CRP – PR 2015 fala sobre isso! Usar como base, normativa de que venha separado
(delimitado) o que é de cada área. Psicólogo pode fazer recomendações, sugestões mas não determinações. Pontuar
as recomendações, faça acompanhamento psicológico para trabalhar as seguintes áreas: ((E cita quais!!)).

Cuidados e limites técnicos e éticos: problema das redes sociais.

Relatórios psicológicos jogados na mídia, algumas coisas fogem da alçada do psicólogo. Não controlamos as
informações. Nunca mais conseguimos “segurar”.

O que é assistente técnico? Em MT é raro. O que é? Fiz a perícia, mas a parte pode contratar uma assessoria
psicológica, elaborar parecer crítico dos laudos que foram feitos, assessor da psicologia da parte! Há muita exigência
desse trabalho nos concursos públicos.

Discussões sobre AP realizadas nos contextos de concursos públicos. Muitas vezes o profissional da psico não
recomenda o candidato. A pessoa entra com processo juducial e aí consegue a vaga.

Cuidados especiais: ler os manuais, aplicação coletiva ou individual! Perfis individualizado. AP feitas coletivamente não
podem mais ser feitas!

A caça ((filme para assistir)) Exemplo do que não fazer, uma criança que há suposta percepção de que ela foi abusada
por um professor. As pessoas logo condenaram o professor. Prejuízos para ele. Entrevista totalmente errada. Vale a
pena assistir. Ambiente não acolhedor.

Cuidado em fazer entrevistas com perguntas fechadas!

Resolução do CFP n° 07/2003 - critérios.


Shine 2009 – ((exemplos do que não fazer!!!))

Frizzo 2004 – estudo sobre infrações cometidas por psicólogos em SC de 1992 a 2003.

A maioria dos profissionais que produziram laudos é da área clínica. E não da área jurídica.

Fazer relatórios de cada atendimento realizado no CAPs a determinada pessoa para o juiz! Posso fornecer declaração
de que ele está comparecendo, horário etc. Mas não relatório. Não é porque o juiz determinou que preciso fazer. É só
fundamentar questões ética do CFP.

Principais desafios:

- instrumentais utilizados não é produzido para questões forenses (falta pesquisa na área);

- relações de poder são difíceis; mas o diálogo é possível.

- Há disputas de interesse, pessoa te processar, te perseguir, o que vc vai produzir a pessoa pode entender que vc foi
“contra” ela;

- busca pela “verdade” nossa ciência não vai atrás disso! Não temos esse “poder”;

- constante leitura das normas jurídicas e da área da psicologia;

Email: fernandamboer@gmail.com

Há descrição de cargo para psicólogo jurídico? Raro ter concurso para isso!

Descrição de que psicólogo faz tudo! Mistura, salada! No Tribunal de Justiça de MT o cargo foi extinto! O que tem sido
feito são seletivos. Profissionais sem vínculo empregatício. Tanto na área de perícias como de saúde! O “provimento”
do cargo de psicólogo pelo TJ é enorme. Mas já atuou em perícia.

Saúde máximo 40 horas por mês...

Perícia até 100 horas no mês...

Salário valor da hora técnica! Varia de 3 mil a 4 mil. 2 anos de credenciamento.

Salário alto no RS.

IDEIA = AGÊNCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA DESENVOLVER PESQUISA na área jurídica. Especialmente na área da
psicologia.

Operadores do direito querem nos ouvir, querem que nos posicionemos. Não há indiferença!