Você está na página 1de 6

SELM – 2018/2019

Aplicações Numéricas

Problema GST-01
Um grupo gerador elétrico é composto por uma turbina hidráulica de 125 MW – 120 rpm, que
aciona diretamente um gerador elétrico AC síncrono trifásico, autoexcitado.
Deste gerador elétrico, com 125 MVA, 25 kV (Y), 50 Hz, 120 rpm, cosϕN = 0,8, ηN = 94,3 %,
IfN = 125 A, If.0N = 75 A, Classe de Isolamento 180 (H), conhecem-se ainda:
- Resistência medida entre pares de terminais estatóricos, a quente (125 ºC): 280 mΩ
- Resistência do enrolamento de excitação, à mesma temperatura: 4,9 Ω
- Variação de tensão estipulada (regulação): 44%
- Relação de curto-circuito: 1,05.
A turbina está dotada com um regulador de velocidade que lhe permite desenvolver a sua
velocidade estipulada na gama [2,0 – 135] MW; o sistema de excitação do gerador é do tipo
estático e limitado a 250 A.
Com base nestes dados, determine:
(a) O número de polos magnéticos do rotor do gerador elétrico e o valor eficaz por fase da f.e.m.
que o mesmo induzirá em vazio, com velocidade e corrente de excitação estipuladas.
(b) O valor relativo da resistência por fase estatórica do gerador a 25 ºC, em p.u.
(c) O valor eficaz da f.e.m. total induzida em cada fase do enrolamento estatórico do gerador
elétrico quando o mesmo funcionar em regime estipulado, bem como o seu esfasamento face
à tensão simples na mesma fase.
(d) A gama de regulação de tensão que deverá possuir o sistema de excitação estático do mesmo
gerador.
(e) As correntes de excitação e no neutro
IN U
estatórico do gerador com o mesmo a
funcionar como indicado no esquema
V
anexo (Nota: c/ excitação separada). MP
G IN

3 ~
(f) O rendimento do gerador com 85 % de IN W

carga e UN – fN – cos ϕN. 120 rpm

(g) O máximo fator de carga com que se poderá pôr este gerador a funcionar com UN – fN e fator
de potência puramente óhmico, bem como o binário assim exigido à máquina primária.

Problema GST-02
Relativamente ao enrolamento representado esquematicamente na figura anexa, sabe-se que o
mesmo se destina ao induzido de um alternador síncrono (para 50 Hz) convencional de polos
salientes e que comporta 80 condutores circulares em cobre por ranhura, agrupados em 4 feixes
independentes. Nas suas extremidades, cada par destes feixes encontra-se ligado ao mesmo
terminal estatórico. As ranhuras estatóricas são “direitas”.
Justificando todas as respostas que apresentar, pretende-se que:
(a) Indique o número de fases e de polos magnéticos associados ao enrolamento esquematizado.
CAS-setembro.2018 MIEEC – Sistemas Electromecânicos Página 1
SELM – 2018/2019
Aplicações Numéricas
(b) Classifique e caracterize o melhor possível tal enrolamento.
(c) Indique o número total de condutores em série por enrolamento de fase.
(d) Calcule os fatores do enrolamento e as suas parcelas constituintes (só termos ímpares, até à 7ª
ordem).
(e) Indique se é de prever a presença de 150 Hz nas tensões simples (F-N) e compostas (F-F)
produzidas por tal gerador em vazio, quando acionado à sua velocidade estipulada.

Problema GST-03
Um grupo gerador síncrono trifásico é constituído por uma turbina hidráulica que aciona
diretamente um alternador síncrono de 63 MVA, 18 kV (estrela s/ neutro acessível), 50 Hz, 48
polos, cosϕN = 0,8, IfN = 90 A, classe de isolamento 155 (F).
O ensaio deste alternador permitiu apurar:

ηN (%) (pJ/Σp)N (%) Xd (n/ sat) (Ω) Xq (Ω)

95 58 5,34 3,05

Característica interna à velocidade estipulada (kV vs A)

U0 0 4 8 12 15,7 18 19 21,9 24,5 26,7 28,5 30,1

If 0 10 20 30 40 46,7 50 60 70 80 90 100

Pretende-se saber:
(a) O valor da velocidade que a turbina de acionamento deverá garantir.
(b) A regulação deste alternador.
(c) A relação de curto-circuito estipulada do mesmo alternador.
(d) O valor geométrico estipulado do ângulo de carga deste alternador.

CAS-setembro.2018 MIEEC – Sistemas Electromecânicos Página 2


SELM – 2018/2019
Aplicações Numéricas
(e) Os valores relativos da resistência por fase estatórica e das reatâncias síncronas do mesmo
gerador, estas últimas válidas em regime estipulado.

Problema GST-04
Considere um grupo gerador trifásico, constituído por um motor térmico MP (30 kW – 2880 rpm)
que, através de um jogo de engrenagens T (de relação 3:1 e rendimento 96%), aciona um
turboalternador G de 25 kVA, 400 V, 50 Hz, 6 polos, cos ϕN = 0,8, Classe de Isolamento 130 (B),
ligação estatórica em estrela com neutro acessível.
Tal grupo gerador encontra-se ainda dotado com um regulador automático de frequência que, sem
realimentação, pode ser representado satisfatoriamente pela seguinte expressão (nMP em rpm; PMP
em kW):
nMP = (3000 ± 5%) - 4,0⋅PMP
Dados de projeto do alternador permitiram verificar que o mesmo possui 5 ranhuras estatóricas por
fase e polo, em que se aloja um enrolamento espiralado. Um oscilograma da tensão simples por ele
produzida em vazio evidenciou a ausência do harmónico de ordem 5.
Pelo seu lado, o ensaio do mesmo turboalternador conduziu aos seguintes resultados:
• Rendimento estipulado: 93 %
• Regulação: 25 %
• Resistência entre fases estatóricas (a 18ºC): 0,35 Ω
• Reatância síncrona (c/ IN): 6,50 Ω
• Razão Ns / Nf: 0,017
• Máxima corrente de excitação disponível: 2,8 A
• Característica interna a 1000 rpm:
U0.F-F (V) 0 89 178 267 349 422 487 544
If (A) 0 0,4 0,8 1,2 1,6 2,0 2,4 2,8

Pretende-se que calcule:


(a) O valor mais conveniente para o ajuste, no respetivo regulador, da velocidade em vazio do
motor térmico de acionamento;
(b) O número de ranhuras de encurtamento previsivelmente adotado para o enrolamento
estatórico deste turboalternador;
(c) O valor da relação de curto-circuito estipulada do mesmo gerador;
e que verifique se:
(d) 575mΩ é uma boa estimativa para o valor da reatância de Potier deste alternador.

CAS-setembro.2018 MIEEC – Sistemas Electromecânicos Página 3


SELM – 2018/2019
Aplicações Numéricas
Problema GST-05
De um alternador síncrono trifásico de 100 MVA - 10,5 kV (Y com neutro acessível) - 50 Hz - 3000
rpm - cos ϕN = 0,85, sabe-se ainda que o valor estipulado da sua relação de curto-circuito vale 82%.
Convenientemente ensaiado, obtiveram-se:
em vazio, a 3000 rpm
U0.F-N (V) 1535 3070 4600 6000 6480 6880 7200 7485 7960 8350 8660 8890
If (A) 200 400 600 800 900 1000 1100 1200 1400 1600 1800 2000
c/ carga indutiva pura, a 3000 rpm
UF-F = UN Is = 0,85 IN If = 1856 A

Pretende-se determinar, desprezando sempre a resistência estatórica por fase do alternador:


(a) A curva de variação da reatância síncrona deste gerador com o nível de saturação do respetivo
circuito magnético, admitindo que o mesmo é aferido pelo valor tomado pela corrente de
excitação.
(b) O valor em p.u. da reatância de Potier do mesmo gerador.
(c) A regulação do gerador por recurso ao método de Potier.
(d) A mesma grandeza característica (regulação), mas recorrendo agora ao método de Behn-
Eschenburg.
Nota: neste último caso analise primeiro o estado de saturação magnética da máquina e
proceda em conformidade.

Problema GST-06
Os ensaios de um turboalternador síncrono trifásico de 15 MVA - 11 kV (Y com neutro acessível)
- 50 Hz - 1500 rpm - cos ϕN = 0,80, forneceram os seguintes resultados:
em vazio, c/ 1500 rpm
U0.F-F (kV) 6,9 10,4 12,1 13,5 14,8 15,3 15,65 16,4 17,0 17,3
Ic (A) IN
If (A) 15 23 29 35 45 50 55 65 75 80

Deste grupo gerador sabe-se ainda que: (i) Rs é desprezável; (ii) as perdas não-Joule são também
desprezáveis; (iii) a excitação máxima disponível vale 80 A; (iv) a potência máxima disponível na
máquina primária, a 1500 rpm, está limitada a 13,5 MW; (v) o alternador encontra-se ligado a um
barramento de potência infinita (11 kV – 50 Hz).
Nestas condições, determinar:
(a) O fator de potência, o ângulo de carga, a potência reativa e a corrente de carga do alternador
quando este fornece 5 MW com uma excitação de 50 A.
(b) Quais os valores máximos das potências ativa e reativa que o alternador poderá fornecer sem
entrar em sobrecarga se a sua excitação estiver no máximo.

CAS-setembro.2018 MIEEC – Sistemas Electromecânicos Página 4


SELM – 2018/2019
Aplicações Numéricas
(c) Entre que valores se situará o fator de potência do alternador quando o mesmo estiver a
produzir potências ativa e reativa e a sua corrente de carga for fixada em 715 A.
(d) Qual a mínima excitação necessária para que o grupo gerador forneça, tanto quando
aconselhável, a potência ativa máxima nele disponível e, nesta situação, com que fator de
carga e com que fator de potência ficará a trabalhar o respetivo alternador.
---------
(e) Completar o desenho do diagrama de limites do grupo gerador, usando Xs = 5,16 Ω = cons.te.

Problema GST-07
Um alternador síncrono trifásico de polos salientes encontra-se a funcionar sobre um barramento de
potência infinita (UN – fN). Relativamente ao mesmo, sabe-se que:
rs ≈ 0 p.u. ; xd = 1,15 p.u. ; xq = 0,65 p.u. ; E0.MÁX = 1,93 p.u. (de UN) ; cos ϕN = 0,90
ΣpnJ ≈ 0 p.u. ; Ps.MÁX = PN
Desprezando os efeitos de saturação magnética do ferro da máquina, pretende-se determinar, sempre
em valores relativos:
(a) Os limites para o valor da potência reativa trocada pelo alternador com a rede, e os
correspondentes valores para a f.e.m. em vazio, quando o mesmo estiver a produzir Ps = PN.
(b) Valor mínimo do fator de potência do alternador quando o mesmo, sobrexcitado, funcionar à
plena carga.
(c) A carga do alternador quando o mesmo fornecer à rede o valor máximo possível de potência
reativa.
(d) O valor máximo de potência ativa que o alternador será capaz de fornecer à rede na ausência
de excitação e correspondentes valores do ângulo e do fator de carga.
---------
(e) Completar o desenho do diagrama de limites do grupo gerador.

Problema GST-08
Dispõe-se de uma máquina síncrona trifásica de ímanes permanentes originalmente concebida para
funcionamento como motor. Alguns dos seus dados disponíveis são:
UN = 380 V (Y) – IN = 250 A – fN = 60 Hz – 4 polos
(pFe + pmec)N = 6,28 kW – RF-F = 105 mΩ – Ld = 1,7 mH – Lq = 2,8 mH
J = 1,5326 kgm2 – Classe de Isolamento: 155 (F) {θN = 80 K ; Tref = 75 ºC}
Tensão como gerador em vazio a 1000 rpm: U0.F-F = 190 V
Pretende-se integrar esta máquina num grupo gerador síncrono trifásico, acionada diretamente por
uma máquina primária do tipo térmico (motor Diesel).
(a) Especifique tal máquina primária em termos de: (i) Velocidade estipulada; (ii) Potência
estipulada; (iii) Binário estipulado.

CAS-setembro.2018 MIEEC – Sistemas Electromecânicos Página 5


SELM – 2018/2019
Aplicações Numéricas
(b) Verifique numericamente se tal grupo gerador, funcionando em modo isolado, conseguirá
alimentar a 380 V – 60 Hz uma carga elétrica trifásica, internamente ligada em triângulo, cuja
impedância por ramo vale (2,403 – j1,075) Ω.
Notas relativas apenas à alínea (b):
(i) Despreze as perdas do gerador e eventuais efeitos de aquecimento e de saturação magnética.
(ii) Determine o fator de carga, o fator de potência e o ângulo de carga do gerador nas condições
especificadas.
(iii) Verifique a conformidade entre o valor requerido e o valor disponibilizado para a f.e.m. estatórica
produzida exclusivamente pelos ímanes permanentes do alternador.
(c) Considere agora que se coloca o mesmo grupo gerador a funcionar sobre um barramento de
potência infinita com 400 V – 50 Hz, ao qual deverá entregar 135 kW. Que potência reativa
trocará o gerador com tal barramento e com que fator de carga?
Notas relativas apenas à alínea (c):
(i) Despreze as perdas do gerador e eventuais efeitos de aquecimento e de saturação magnética.
(ii) Se optar por uma determinação analítico-gráfica, sugere-se o uso da seguinte escala para a tensão:
ρ = 10 V/cm.

CAS-setembro.2018 MIEEC – Sistemas Electromecânicos Página 6