Você está na página 1de 2

Artigo Técnico

Análise experimental e analítica Comprimento x


altura x largura
(mm) antes da
Experi-
mento
Dimensões dos corpos de prova
após a laminação
Comprimento Altura Largura
2. Materiais e Métodos

2.1. Procedimento de Laminação a Quente

para previsão do alargamento


laminação (mm) (mm) (mm)
A laminação foi realizada pelo laminador DEMAG, equipa-
1 220,0 11,0 13,5 do por dois cilindros não reversíveis, com diâmetro 178,8 mm
200,0 x 12,7 x 12,7 2 225,0 10,5 14,5 e comprimento da mesa de 200 mm. Em relação ao ensaio de

de barras laminadas a quente 3


4
230,0
245,0
10,0
11,0
15,0
19,5
laminação, a rotação dos cilindros foi 27 rpm, e a velocidade
periférica dos cilindros foi 252,8 mm/s.
Doze barras quadradas do aço SAE 1020 com dimensões
200,0 x 16,0 x 16,0 5 248,0 10,5 20,0 apresentadas na Tabela 1, foram austenitizadas a 1200°C no
6 250,0 10,0 21,5 forno (mufla), e laminadas na temperatura de 1000 °C (devido
Artigo realizado no Laboratório de Transformação Mecânica, situado no Centro 7 225,0 16,0 20,0
a perdas de calor para os cilindros de laminação e ao ambien-
te). Em seguida, as mesmas amostras foram resfriadas lenta-
de Tecnologia da UFRGS, no qual é vinculado ao Programa de Pós-Graduação em 200,0 x 19,0 x 19,0 8 227,0 15,5 20,5 mente ao ar.
Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais. 9 228,0 15,0 21,5
2.2. Deformações na Laminação
10 246,0 18,5 29,0
As deformações específicas das barras laminadas foram
200,0 x 25,4 x 25,4 11 250,0 17,5 30,0 medidas com o auxílio de um paquímetro e de uma trena. A
Rafael Luciano Dalcin, Rodrigo Afonso Hatwig, Angela Selau Marques, Alexandre da Silva Rocha e Rafael Menezes Nunes* 12 253,0 17,0 30,5 deformação em altura, largura e comprimento de uma barra
de seção retangular geralmente é expressa na forma de de-

R
Tabela 1 - Dimensões dos corpos de prova antes e após a laminação.
formação absoluta, deformação relativa e deformação ver-
*Todas as barras quadradas foram laminadas individualmente.
Resumo: Todos os modelos matemáticos encontrados nas li- quadradas com diferentes dimensões foram austenitizadas e dadeira, conforme mostrado na Tabela 2, respectivamente
teraturas técnicas sobre alargamento em laminadores a quente posteriormente laminadas individualmente. Comparando-se vários fatores que influenciam no processo, esse alargamento (WUSATOWSKI, 1969).
são baseados em dados coletados em experiências controla- os resultados apresentados, verificou-se que o alargamento existe e sua intensidade vai depender do perfil geométrico do Ao passar a barra pelo laminador, está é reduzida em
das. Para utilizar estes cálculos em laminadores na indústria, calculado pelo modelo de Köster foi extremamente condizente canal de laminação, do atrito entre a barra e os cilindros, da altura, aumentada em comprimento e largura, ou seja, a
necessita-se avaliar os resultados entre teoria e prática e criar com o alargamento do material, logo o modelo de Siebel foi temperatura de laminação, do diâmetro dos cilindros, da velo-
uma relação entre eles, pois as variáveis do processo e suas menos preciso. cidade de laminação, entre outros (SCHAEFFER; MILANEZ,
peculiaridades são parâmetros importantes em cálculos de ca- 2005; RODRIGUES; MARTINS, 2005).
libração dos cilindros. Logo, o objetivo deste estudo é medir o Introdução: Deseja-se em um processo de laminação ide- Há diversos modelos matemáticos para o cálculo do
alargamento em barras quadradas do aço SAE 1020 e validar al, que o efeito da redução de altura seria transmitido comple- alargamento na laminação, alguns levam em consideração SÓ UM A Aços Favorit aumentou a área
os resultados obtidos experimentalmente com alguns modelos tamente para o comprimento da barra laminada e a largura apenas parâmetros geométricos, enquanto outros incluem o de armazenagem em 5.000m² e
matemáticos disponíveis na literatura. Portanto, doze barras não tivesse alterações dimensionais. Entretanto, como existem fator de atrito. Por melhores que sejam, jamais poderão por GRANDE ESTOQUE agora totaliza 40.000m² no Brasil
em uma estrutura inteiramente
si só fornecer resultados suficientemente precisos, uma vez GARANTE O MELHOR construída em aço para estocar
que sempre haverá fatores dos mais diversos que não serão a sua linha de produtos e garantir
levados em conta por eles (SCHAEFFER; MILANEZ, 2005). ATENDIMENTO. mais agilidade nas entregas.
Enfim, as divergências existentes entre os métodos de cál-
culo fizeram com que se comparasse o alargamento obtido NOSSOS PRODUTOS:
experimentalmente com alguns com modelos matemáticos • Aços Construção Mecânica • Tubos Mecânicos • Trefila de bitolas
disponíveis na literatura. • Aços Ferramenta • Vigas Estruturais
• Aços Comerciais
especiais de rolo para
• Aços Inoxidáveis barra e barra para barra
• Aços Ressulfurados • Ferro Fundido

Deformação Altura Largura Comprimento

Absoluta

Relativa
• Matriz Cachoeirinha/RS: (51) 3470.9000 • Curitiba/PR: (41) 3025.1000
• Itupeva/SP: (11) 4591.7373 • Caxias do Sul/RS: (54) 3028.5000
Foto: Divulgação ArcelorMittal

Verdadeira

Tabela 2 – Deformações em altura, largura e comprimento na


laminação (SCHAEFFER, 2016)
* Denominações em relação à altura, largura e comprimento: inicial www.favorit.com.br
(h0, b0 e l0) e final (h, b e l), respectivamente.

24 SIDERURGIA BRASIL MARÇO/ABRIL 2018 MARÇO/ABRIL 2018 SIDERURGIA BRASIL 25


Artigo Técnico

deformação na altura é transferida na largura e no compri- ças auxiliares para assegurar a condição de agarre no início da os resultados encontrados por Schaeffer; Milanez (2005), do. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2006. 152 p.
mento. Por meio da Lei da Constância de Volume [V= h.l.b] laminação (COSTA et al., 2013). Milanez (2006) e Costa et al. (2013). RODRIGUES, J.; MARTINS, P. Tecnologia Mecânica: Tec-
verifica-se que não deve ocorrer alterações no volume das nologia da deformação plástica. Volume II – Aplicações Indus-
barras quadradas. A soma das deformações na altura, lar- 2.5. Modelos Analíticos para o Cálculo do Alargamento 4. Conclusões triais. 2 ed. Lisboa: Escolar Editora, 2005. 742 p.
gura e comprimento é igual a zero, sendo assim, não existe 2.5.1 Modelo de Köster As seguintes conclusões podem ser obtidas a partir dos re- SCHAEFFER, L. Manufatura por Conformação Mecânica:
variação de volume da peça ao longo do processo (COSTA O modelo de Köster propõe para o cálculo da deformação sultados apresentados neste artigo: Projetar – Fabricar – Utilizar. 1 ed. Porto Alegre: Imprensa Li-
et al., 2013; SCHAEFFER, 2016). logarítmica da largura a Equação 3. Sendo que (b0) correspon- O modelo matemático de alargamento que mais se apro- vre, 2016. 217 p.
de a largura antes da entrada nos cilindros e (Cbµ) o fator de ximou dos resultados experimentais foi o modelo de Köster, SCHAEFFER, L; MILANEZ, A. Alargamento em laminação
2.3. Estimativa do Coeficiente de Atrito correção do modelo de Köster para a temperatura de lamina- quando comparado ao modelo de Siebel. a quente. Metal-Mecânica, 54-59, 2005.
A Equação 1, desenvolvida por Ekelund para determinar o ção (Tlam), expresso em Kelvin (°K), e determinado por [Cbµ= Os resultados teóricos utilizando o modelo de Siebel para SCHAEFFER, L.; ROCHA, A. S. Conformação Mecânica:
coeficiente de atrito (µ) dos cilindros de aço, varia com a quali- 1000/Tlam] (SCHAEFFER; ROCHA, 2007). determinar o alargamento foi preciso apenas para pequenas Cálculos aplicados em processos de fabricação. 2. ed. Porto
dade do material do cilindro e com a temperatura de laminação reduções (redução até aproximadamente 17,5%). Conforme o Alegre: Imprensa Livre, 2007. 200 p.
(Tlam) em Graus Celsius (°C) (SCHAEFFER; ROCHA, 2007). (3) percentual de redução é aumentado, os resultados teóricos se WUSATOWSKI, Z. Fundamentals of rolling. Oxford: Per-
distanciam mais dos experimentais. gamon, 1969. 679 p.
(1) Após encontrado a deformação logarítmica da largura ( ),
é possível determinar a largura final (b) da barra, conforme 5. Referências Bibliográficas *Rafael Luciano Dalcin1; Engenheiro Mecânico, com Mestrado
2.4. Condições de Agarre procedimentos adotados na Equação 4. Muitas vezes, tam- COSTA, L. L.; JOÃO, A. J. S.; CORRÊA, F. J.; MARTINS, em Processos de Fabricação pelo Programa de Pós-Graduação em
Para que ocorra o agarre na barra é necessário que o ângu- bém é importante conhecer a largura média (bm), para isso V.; SCHAEFFER, L. Estudos comparativos dos métodos de Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais (PPGE3M) da
lo de contato seja menor que o coeficiente de atrito, ou seja, basta somar a largura inicial com a final e dividir por dois, ou cálculo experimental do alargamento no processo de la- Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). rldalcin@
. O ângulo de agarre máximo na barra é determi- seja, [bm=(b0+b)/2] (SCHAEFFER; ROCHA, 2007). minação a quente do aço AISI 1020. In: 2° Seminário de gmail.com
nado por e o ângulo de agarre efetivo por Inovação e Tecnologia do IFSul. Rio Grande do Sul. Junho, Co-autores: Rodrigo Afonso Hatwig2; Angela Selau Mar-
, onde é o arco de contato e (R), o raio (4) 2013. p. 1-10. ques3; Alexandre da Silva Rocha4; Rafael Menezes Nunes5
dos cilindros. Contudo, para determinar o ângulo de agarre MILANEZ, A. Estudo da Calibração de barras chatas lami- 1-5
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Laboratório de
efetivo é necessário conhecer , que é calculado pela Equa- 2.5.2 Modelo de Siebel nadas a quente em um laminador Trio. Dissertação de Mestra- Transformação Mecânica, Porto Alegre, RS, Brasil.
ção 2 (WUSATOWSKI, 1969). O modelo de Siebel apresentado na Equação 5, é utilizado
para calcular a deformação logarítmica da largura. Onde ( )

Calcule seus lucros em gramas ou toneladas


(2) representa o coeficiente de correção da fórmula de Siebel para
a temperatura de laminação (0,35 para aço de construção, à
Como o ângulo de contato aumenta à medida que a seção temperatura de 1000°C) (SCHAEFFER; ROCHA, 2007).
da barra é reduzida, é preciso aumentar o atrito ou buscar for- Balança de Bancada Modelo 520
(5)
Modelo BGB Modelo BGE
de 2.000 até 10.000kg de 500 até 50.000kg Pesadora/Contadora de Bancada
Deformação Alargamento (mm)
Siebel propõe que o alargamento é diretamente proporcio-
Experimento verdadeira em Display de parede
altura (%) Largura Largura Modelo de Modelo nal ao comprimento da projeção do arco de contato. Então, (opcional) Balança pesadora e
inicial final Siebel de Köster contadora; opcionalmente
para resolver o cálculo da largura final (b), basta desenvolver a pode ser acoplada à
1 14,4 12,7 13,5 13,3 13,5 Equação 6 (SCHAEFFER; ROCHA, 2007). impressora térmica Zebra.

2 19,0 12,7 14,5 13,5 13,9


(6) Kit troca
3 23,9 12,7 15,0 13,8 14,4 rápida de bateria

4 37,5 16,0 19,5 18,3 19,7 3. Resultados e Discussão


A mais precisa do Brasil!
Calibração de balanças Solução simples e eficaz para
5 42,1 16,0 20,0 18,7 20,3 Controle com até 10.000 kg pesagem e contagem de peças e componentes
3.1. Comparação do Alargamento do Material com os remoto padrão de pesos-padrão
6 47,0 16,0 21,5 19,1 21,0 Modelos de Köster e Siebel
Os modelos matemáticos para estimar o alargamento Locação de balanças Calibração Assistência Técnica Impressoras
7 17,2 19,0 20,0 19,9 20,4
a cada passe são ferramentas indispensáveis para prever
Opções de impressão
www.viapapel.com.br

8 20,4 19,0 20,5 20,1 20,7 o comportamento do material ao passar pelo laminador de etiquetas, inclusive
(SCHAEFFER; MILANEZ, 2005). Neste contexto, é mos- código de barras
9 23,6 19,0 21,5 20,4 21,1
trado na Tabela 3 os valores do alargamento experimental
10 31,7 25,4 29,0 27,8 29,3 das barras quadradas, assim como os resultados calculados
a partir dos modelos de Köster e Siebel.
A melhor relação custo x benefício em sistemas de pesagem
11 37,3 25,4 30,0 28,3 30,3
De maneira geral, os modelos matemáticos de Köster
12 40,2 25,4 30,5 28,6 30,8
e de Siebel apresentaram boa aproximação com o alarga-
Tabela 3 - Comparação do alargamento experimental com os modelos mento final da barra, entretanto, o modelo matemático de Rua Amazonas da Silva nº 283
Show Room: Rua 12 de Setembro, 700
analíticos Köster se aproximou melhor do experimental, confirmando
V. Guilherme - 02051-000
26 SIDERURGIA BRASIL MARÇO/ABRIL 2018 São Paulo - SP - Brasil
www.navarro.com.br Tel: 11 2901 1895