Você está na página 1de 61

Sys Calcular Concreto

Desenvolvido por: Francirley Santos


E-mail: leyfps@gmail.com

Manual passo a passo para calcular


o quantitativo de materiais das
estruturas de concreto
ndice
Coniurao para rodar o sistema - 04 utras inormaes sore a Home do sistema - 0
Caso no tenha o Access Instalado - 10 Consideraes e aradecimentos - 1
Home do sistema - 11
1 Passo: Criar um novo projeto - 12
2 Passo: imensionar o trao do concreto - 13
3 Passo: eterminar o tipo de preparo - 24
4 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos
elementos estruturais - 29
 Passo: Adicionar imaem do projeto - 44
 Passo: Salvar o projeto - 49
 Passo: ierar a uia resumo - 0
 Passo: erar o oramento sico - 1
9 Passo: erar o relatrio do quantitativo dos
materiais e oramento sico - 
Resumo
Sys Calcular Concreto, Software para calcular Resultados: Com a utilização do software Sys
quantitativo de materiais dos elementos estruturais Calcular Concreto, é possível agilizar os cálculos de
confeccionados com concreto e dimensionamento do quantitativo de materiais usados para
traço do concreto conforme métodos da ABCP, confeccionar os elementos estruturais feito com o
determinação do tipo do preparo do traço e cálculo de concreto, é possível dimensionar o traço do
padiolas, latas e betoneiras. Objetivo: Automatizar os concreto, onde o sistema calcula o Fcj do traço,
cálculos de quantitativo de matérias utilizados no traço obtendo um coeficiente de segurança para o traço
do concreto de acordo com o FCK de projeto, também do concreto aos 28 dias, é possível determinar o
podendo gerar relatórios com várias informações tipo de preparo do traço, e dimensionar as
pertinente ao projeto, amarrando cada traço a cada padiolas de areia e agregado graúdo, em caso de
elemento confeccionado, dimensionar o traço do usar uma betoneira na obras o sistema diz a
concreto por meio de analise granulométrica dos quantidade de material a ser despejado na
agregados, analise de massa unitária e massa betoneira conforme seu volume de trabalho.
especifica e analise de umidade e inchamento do Conclusão: O sistema foi desenvolvido em uma
agregado miúdo, onde os resultado das análises são plataforma onde a Micro Software disponibiliza
armazenados no banco de dados do sistema no qual um aplicativo gratuito para rodar o sistema em
esses dados estão relacionado com outras tabelas do qualquer máquina, esse aplicativo é conhecido
sistema para um dimensionamento preciso. Métodos: como (Access Runtime), o Sys Calcular Concreto
O sistema foi desenvolvido no banco de dados da estar sendo desenvolvido para atender tantos os
Micro Software (Access 2016 - MySQL) com linguagem acadêmicos quantos as empresas, sendo um
de programação VBA (Visual Basic For Aplication), o software bem intuitivo de se usar, traz muita
banco de dados é dividido em vários módulos facilidade para o uso de um recém-formado em
contendo as Tabelas, Consultas, Formulários, Macros, engenharia civil, um visual bem elegante e
Relatórios e Módulos de Programação com linguagem profissional, seu maior potencial são os relatórios
VBA, toda parte das análises estão de acordo som suas gerados, trazendo bastante informações para o
respectivas normas e complementos. profissional.
Coniuraes para rodar o sistema

Por ser uma versão em desenvolvimento é necessário fazer algumas configurações no seu
ACCESS para habilitar as macros.

Abra o Access clique na guia Arquivo, siga


para o próximo passo.
Coniuraes para rodar o sistema

Clique em opções, siga para o próximo


passo.
Coniuraes para rodar o sistema

Clique em Central de Confiabilidade


Coniuraes para rodar o sistema

Clique em Configurações de Central


de Confiabilidade
Coniuraes para rodar o sistema

Clique em Configurações de Macro


Coniuraes para rodar o sistema

Marque Habilitar as Macros e dê Ok,


feche o access para habilitar as
configurações e abra o Sys Calcular
Concreto
Caso no tenha o Access Instalado

Caso não tenha o Microsoft Access Instalado em seu computador a


Microsoft disponibiliza um app (Access RunTime) gratuito em seu site
para rodar as aplicações criada em Access, existe a versão 32bit e 64bit
baixe a correta para seu sistema, abaixo o link para o Access Runtime.

Link:
https://www.microsoft.com/pt-br/download/details.aspx?id=50040
ssa  a Home do sistema
Observação: Essa é uma versão beta do
sistema em desenvolvimento podendo haver
ocorrência de bugs e falhas permanentes. Essa
versão é apenas para o uso acadêmico, em
hipótese alguma me responsabilizo por
qualquer uso indevido.

A ferramenta Sys Calcular Concreto é


separadas por guias, na 1° guia fica a
Home do sistema, na Home é possível
executar algumas funções importantes
como:
Cadastrar o traço do concreto e consumo dos
materiais por m³, isso se o mesmo for
conhecido.
Dimensionar o traço e consumo dos matérias,
existindo analise de agregado miúdo e graúdo.
É possível gerar relatórios dos matérias por
projeto, isso se o mesmo já estiver sido
calculado.
Entre outras funções, como é possível observa
nos botões localizado na Home do sistema.
1° Passo: Criar um novo projeto
Para começar o calculo do
quantitativo de materiais é
necessário criar um novo
projeto, clique no botão novo
pra criar um novo projeto.
Em seguida dê uma
descrição para o projeto,
informe o responsável pelo
projeto e seu número do
Observação: CREA.
Quando os botão novo ou alterar são clicados, são liberar os campos dos
formulários para alteração.
Após liberar os campos dos formulários, os campos que ficarem na cor cinza os
mesmo não permitem alteração, esses campos são preenchidos ou calculados
automaticamente.
Quando os botões salvar ou excluir são clicados os mesmo bloqueiam os campos
dos formulários para proteger de alterações involuntária.
2° Passo: Dimensionar o traço do concreto
Para dimensionar o traço do concreto clique no botão indicado (Dimensionar
Traço/Consumo), a tela para o dimensionamento do concreto será aberta conforme a
imagem abaixo, siga os próximos passos para o dimensionamento. No banco de
dados existe analise dos agregado graúdo e miúdo feitos na Ulbra (Areia e Seixo),
esses dados podem ser usado para dimensionar o traço do concreto.
2°.1 Passo: Dimensionar o traço do concreto

Selecione o Tipo de Cimento, no banco de dados já foram


cadastrado os diverso tipo de cimento, escolha o tipo adequado ao
projeto estrutural.

Observação: Lembrando que os campos em cinza não podem ser


alterados esses campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados automaticamente.
2°.2 Passo: Dimensionar o traço do concreto

Por padrão o saco do cimento já abre com 42,5kg mais pode ser
alterado se houver necessidade.

Observação: Lembrando que os campos em cinza não podem ser


alterados esses campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados automaticamente.
2°.3 Passo: Dimensionar o traço do concreto

Informe o FCK de projeto, O FCK é obrigatório para o calculo


do Fcj28 dias, que é um coeficiente de segurança para o
traço do concreto.

Observação: Lembrando que os campos em cinza não


podem ser alterados esses campos estão bloqueados, os
mesmo são preenchidos ou calculados automaticamente.
2°.4 Passo: Dimensionar o traço do concreto

Informe o Slump Test definido em projeto, o Slump Test é


obrigatório para determinar o consumo de água no traço do
concreto.

Observação: Lembrando que os campos em cinza não


podem ser alterados esses campos estão bloqueados, os
mesmo são preenchidos ou calculados automaticamente.
2°.5 Passo: Dimensionar o traço do concreto
Informe o tipo de agregado graúdo,
no banco de dados existe o Seixo
Ulbra que foi feita as analise de
granulometria, massa unitária solta
e compactada e massa especifica, é
obrigatório informa esse dado.

Observação: Lembrando que os


campos em cinza não podem ser
alterados esses campos estão
bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
2°.6 Passo: Dimensionar o traço do concreto
Informe o tipo de Controle do Traço
do Concreto, essa informação é
obrigatório pra determinar o Fcj28
dias, para cada tipo de controle
existe um SD que é inserido na
expressão para o calculo do Fcj 28
dias, (Fcj = Fck + (1,65*SD)).

Observação: Lembrando que os


campos em cinza não podem ser
alterados esses campos estão
bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
2°.7 Passo: Dimensionar o traço do concreto
Informe o tipo de Agregado Miúdo,
no banco de dados existe a Areia
Branca Ulbra, esse material foi feita
a analise de granulometria, massa
unitária e massa especifica em
laboratório, é obrigatório informa
esse dado.

Observação: Lembrando que os


campos em cinza não podem ser
alterados esses campos estão
bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
2°.8 Passo: Dimensionar o traço do concreto
Informe o tipo de Aditivo usado no
Traço do Concreto, não havendo
aditivo no Traço do Concreto
informe Nenhum, esse campo não
pode ser vazio.

Observação: Lembrando que os


campos em cinza não podem ser
alterados esses campos estão
bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
2°.8 Passo: Dimensionar o traço do concreto

Se todos o campos foram preenchidos corretamente


o próximo passo é clicar no botão Calcular para que
seja determinado o Traço e o Consumo dos
materiais.
Agora que o traço e o Consumo foi dimensionado, é
possível imprimir um relatório do traço para ser
anexado no processo da obra, e futuramente ser
rastreado com seu código único.

Observação: Lembrando que os campos em cinza


não podem ser alterados esses campos estão
bloqueados, os mesmo são preenchidos ou
calculados automaticamente.
2°.8 Passo: Dimensionar o traço do concreto

Para imprimir o relatório do Traço e Consumo dos


Materiais, clique no botão indicado (Imprimir), o
relatório será gerado como mostra na imagem ao
lado, podendo ser impresso. Em seguida a tela
pode ser fechada, siga para o próximo passo.

Observação: Lembrando que os campos em cinza


não podem ser alterados esses campos estão
bloqueados, os mesmo são preenchidos ou
calculados automaticamente.
3° Passo: Determinar o tipo de preparo
Com o Traço e Consumo determinado e gravado no
banco de dados, o próximo passo é determinar o
tipo de preparo do Traço do Concreto.
Para determinar o tipo de preparo do Traço do
Concreto clique no botão indicado (Determinar o
Preparo do Concreto), uma nova tela será aberta,
siga os próximos passos.

Observação: Lembrando que os campos em cinza


não podem ser alterados esses campos estão
bloqueados, os mesmo são preenchidos ou
calculados automaticamente.
3°.1 Passo: Determinar o tipo de preparo

Para determinar o tipo de preparo do


Traço do Concreto informe o Traço do
Concreto que foi dimensionado nos
passos anteriores, é possível localizar o
Traço pela a descrição e FCK do
mesmo.

Observação: Lembrando que os


campos em cinza não podem ser
alterados esses campos estão
bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
3°.2 Passo: Determinar o tipo de preparo
Próximo passo é informa o tipo de preparo, existe três tipos de
preparo: Betoneira, Lata, e Padiola, selecione um dos três.
Ao selecionar o preparo com a Padiola, o sistema calcula
automaticamente as alturas da boca da padiola.
Ao selecionar o preparo com a Betoneira, é necessário informa
o volume de trabalho da betoneira, existem três volumes de
trabalho, 250L, 400L e 600L, informe apenas o numeral.
Ao selecionar o preparo com a Lata o volume já abre com 18L
que é o padrão.
Após ter selecionado o tipo de preparo siga os próximos
passos.

Observação: Lembrando que os campos em cinza não podem


ser alterados esses campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados automaticamente.
3°.3 Passo: Determinar o tipo de preparo

Com os campos todos preenchidos


corretamente, o próximo passo é
Salvar o registos no banco de dados
e determinar o tipo de preparo na
forma em que o mestre de obra
compreende. Em seguida um
relatório do tipo de preparo pode ser
gerado clicando no ícone da
impressora.
Observação: Lembrando que os
campos em cinza não podem ser
alterados esses campos estão
bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
3°.4 Passo: Determinar o tipo de preparo

Após determinar o tipo de preparo e salvar


o registro no banco de dados é possível
gerar um relatório do tipo de preparo
clicando no ícone da impressora, ao clicar o
relatório será gerado como mostra na
imagem ao lado, podendo ser impresso e
anexado ao processo da obra, uma copiar
deverá ser entregue ao mestre de obra. Em
seguida a tela poderá ser fechada, siga
para o próximo passo.
Observação: Lembrando que os campos
em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4° Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais

Como é possível observar, após a guia


Home existem as guias dos elementos
estruturais básicos onde é possível calcular
o quantitativo dos materiais desses
elementos, para calcular o quantitativo de
materiais das sapatas clique na guia Sapata
indicado pela seta vermelha. Em seguida
siga os próximos passos.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.1 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais

Para calcular o quantitativo dos materiais do


elemento Sapa clique no botão informado
Novo, você receberá uma mensagem
pedindo para informar o FCK de projeto e
siga para o próximo passo.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.2 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais

Informe o FCK de Projeto, é possível


localizar pela a descrição o Traço do
Concreto que foi dimensionado nos passos
anteriores, esse campo é obrigatório.
Após selecionar o FCK de projeto os
campos do Traço e Consumo serão
alimentados com os valores retornados do
banco de dados.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.3 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais

Informe o tipo de Sapata, existe dois tipos


de sapatas a simples e pirâmide, repare
que abaixo do campos existe a imagem de
cada sapata e uma variável informando seu
lado, essas variáveis será usada para
preenchimento da dimensões nos próximos
campos.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.4 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais

Informe uma identificação para a Sapata,


exemplo: sp 01, sp 02 etc...
Essa informação é muito importante, sendo
possível localizar os elementos nos
relatórios pela sua identificação.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.5 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais

Informe o lado maior (A), essa informação é


referente ao lado da sapata indicado pela
variável (A) na imagem ao lado.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.6 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais

Informe o lado maior (B), essa informação é


referente ao lado da sapata indicado pela
variável (B) na imagem ao lado.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.7 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais
Informe o altura maior (h), essa informação
é referente a altura maior da sapata
indicado pela variável (h) na imagem ao
lado.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.8 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais
Informe o lado menor (a), essa informação
é referente ao lado menor da sapata
indicado pela variável (a) na imagem ao
lado.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.9 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais
Informe o lado menor (b), essa informação
é referente ao lado menor da sapata
indicado pela variável (b) na imagem ao
lado.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.10 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais
Informe a altura menor (h0), essa
informação é referente a altura menor da
sapata indicado pela variável (h0) na
imagem ao lado.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.11 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais
Informe a quantidade de sapatas, essa
informação é o total de sapatas que
possuem as mesmas dimensões e mesmo
formato.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.12 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais

Após ter preenchido todos os campos


corretamente clique no botão indicado
Calcular, o volume total das sapatas será
calculado, siga para o próximo passo.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
4°.13 Passo: Calcular o quantitativo de materiais dos elementos estruturais
Com o volume total calculado, próximo
passo e calcular o quantitativo de materiais
do elemento, para calcular o material clique
no botão indicado Calcular Material, você
receberá uma mensagem clique em ok.
Havendo tipos de sapatas diferentes será
preciso clicar no botão Novo e seguir todo o
processo novamente para calcular o
material. Siga para calcular o próximo
elemento estrutural.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
Algumas observações importantes antes de seguir para os próximos passos!

Para calcular o material do próximo elemento estrutural deve ser seguido os


passos anteriores.
O sistema permite criar, salvar, alterar, excluir e localizar o elemento estrutural,
sempre que existir elementos estruturais do mesmo formato mais de
dimensões diferentes deve-se calcular o novo e identifica-lo de forma que
quando gerar o relatório dos quantitativos de materiais fique fácil sua
identificação.
Para localizar o elemento estrutural use as setas avançar e retorna como é
possível observar na imagem.
Sempre que possível cheque os campos das dimensões para não haver
nenhum erro com o calculo do volume.
5º Passo: Adicionar imagem do projeto

Após ter sido calculado todo o quantitativo


de materiais do elementos do projeto, o
próximo passo será adicionar imagens do
projeto no banco de dados para facilitar a
compreensão do mesmo, clique na guia
indicada Plantas Projeto, siga para os
próximos passo.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
5º.1 Passo: Adicionar imagem do projeto

Para adicionar uma nova imagem no banco


de dados clique no botão indicado Nova
Planta para liberar os campos, siga para os
próximos passos.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
5º.2 Passo: Adicionar imagem do projeto

Dê uma descrição para a imagem, o campo


data é preenchido automaticamente, siga
para o próximo passo.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
5º.3 Passo: Adicionar imagem do projeto

Clique no espaço indicado destinado a


imagem em seguida aparecerá um clipe no
canto superior esquerdo, clique nele para
adicionar a imagem, abrirá um nova tela
onde será possível localizar a imagem no
diretório onde a imagem estar guardada.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
5º.4 Passo: Adicionar imagem do projeto

Com a imagem adicionada clique no botão


indicado Salvar para salvar a imagem no
banco de dados, em seguida siga para o
próximo passo.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
6º Passo: Salvar o projeto

Agora que já foram executados todos os


passos para calcular o quantitativo de
materiais, o próximo passo é clicar no botão
indicado “Salvar Projeto”, para salvar seu
projeto no banco de dados e atualizar o
resumo do projeto, para gerar um
orçamento básico é preciso acessar a guia
Resumo de pois de ter salvo seu projeto.
Siga para o próximo passo.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
7º Passo: Liberar a guia resumo

Após ter salvo o projeto, as guias ficaram


bloqueadas para desbloquear clique no
botão indicado “Alterar Projeto” para liberar
as guias, siga para o próximo passo.

Observação: Lembrando que os campos


em cinza não podem ser alterados esses
campos estão bloqueados, os mesmo são
preenchidos ou calculados
automaticamente.
8º Passo: Gerar o orçamento básico

Com o projeto salvo e o Resumo atualizado,


é possível gerar um orçamento básico do
projeto, clique na guia indicada “Resumo”,
nessa guia é possível visualizar todo o
quantitativo dos materiais por elemento do
projeto, siga para o próximo passo para
gerar o orçamento básico.

Observação: Antes de ir para a guia


Resumo é preciso salvar o projeto e depois
clicar no botão alterar para liberar a guia
Resumo.
8º.1 Passo: Gerar o orçamento básico

Estando na guia Resumo role a barra


vertical indica para descer até a área do
orçamento básico, siga para o próximo
passo.

Observação: Antes de ir para a guia


Resumo é preciso salvar o projeto e depois
clicar no botão alterar para liberar a guia
Resumo.
8º.2 Passo: Gerar o orçamento básico

Informe o valor unitário de cada material,


para gerar o orçamento básico é preciso
informa o valor de todos os materiais, siga
para o próximo passo.

Observação: Antes de ir para a guia


Resumo é preciso salvar o projeto e depois
clicar no botão alterar para liberar a guia
Resumo.
8º.3 Passo: Gerar o orçamento básico

Com todos os valores unitários preenchidos


clique no botão indicado “Gerar Orçamento
Básico”, o orçamento será gerado obtendo
um valor total pra o projeto. Siga para o
próximo passo.

Observação: Antes de ir para a guia


Resumo é preciso salvar o projeto e depois
clicar no botão alterar para liberar a guia
Resumo.
9º Passo: Gerar o relatório do quantitativo dos materiais e orçamento básico

Com o orçamento básico gerado, é possível


gerar um relatório do quantitativo dos
matérias e orçamento básico, para isso
volte para guia “Home”, siga para o próximo
passo.

Observação: Antes de ir para a guia


Resumo é preciso salvar o projeto e depois
clicar no botão alterar para liberar a guia
Resumo.
9º.1 Passo: Gerar o relatório do quantitativo dos materiais e orçamento básico

Para gerar o relatório do quantitativo de


materiais clique no botão indicado “Gerar
Relatório dos Materiais”, a tela do relatório
será aberta, siga para o próximo passo.
Observação: Antes de ir para a guia
Resumo é preciso salvar o projeto e depois
clicar no botão alterar para liberar a guia
Resumo.
9º.2 Passo: Gerar o relatório do quantitativo dos materiais e orçamento básico

Para visualizar as páginas seguintes do


relatório clique na seta indicada para ir para
a próxima pagina.
Observação: Antes de ir para a guia
Resumo é preciso salvar o projeto e depois
clicar no botão alterar para liberar a guia
Resumo.
9º.3 Passo: Gerar o relatório do quantitativo dos materiais e orçamento básico

Para ir para a ultima página clique na seta


indicada, siga para o próximo passo.

Observação: Antes de ir para a guia


Resumo é preciso salvar o projeto e depois
clicar no botão alterar para liberar a guia
Resumo.
9º.3 Passo: Gerar o relatório do quantitativo dos materiais e orçamento básico
Aqui é possível visualizar o quantitativo
geral e o orçamento básico do projeto. Aqui
finaliza os passos para calcular o
quantitativo de materiais do projeto.

Observação: Antes de ir para a guia


Resumo é preciso salvar o projeto e depois
clicar no botão alterar para liberar a guia
Resumo.
Outras informações sobre a Home do sistema
Nesse menu é possível obter os valores dos
ensaios de agregado graúdo e miúdo,
esses dados são obrigatório para
dimensionar o traço do concreto.

Nesse menu é possível cadastrar os


materiais para a confecção do traço do
concreto e também cadastrar os materiais e
seus preços unitários.
Sys Calcular Concreto

Considerações

Aqui encerra o passo a passo para calcular o quantitativo de materiais das estruturas de
concreto, esse é um software que está em desenvolvimento, essa é uma versão beta e
gostaria de lembrar que a possibilidade de haver alguns erros.
Esse sistema é apenas uma ferramenta que vai compor o Sys Orça Obra, software para
orçamento geral de qualquer projeto da construção civil, conto com o feedback de todos para
implementar as melhorias e voltar a distribuir mais versões melhoradas, a ideia é desenvolver
duas versões uma gratuita para os acadêmico em engenharia civil e uma de uso comercial.

Agradecimentos

Gostaria de agradecer a todos os colegas do curso de engenharia civil (CEULM ULBRA) que
participaram direta e indiretamente para o desenvolvimento do sistema.
Gostaria de agradecer os professores do curso de engenharia civil (CEULM ULBRA) em
especial os Prof’s. Fernando Fernandes, Reginaldo Queiros e o Eng. Claudionildo Teles
Batalha “Fiscal de Obras SEMINF”, Eng. Sebastião Dias Sales “Diretor de Acompanhamento
de Obras SEMINF”