Você está na página 1de 6

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

RECOMENDAÇÃO MPF/PRSP Nº 29/2010

O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, representado


pelo Procurador da República que a esta subscreve, no uso de
suas atribuições constitucionais e legais, com fundamento
nos artigos 127, caput, e 129, III, da Constituição Federal
e nos artigos 1°, 2°, 5°, II, “d” e V, “a”, e 6º, XX, da Lei
Complementar nº 75/93, e

CONSIDERANDO a instauração, no âmbito da


Procuradoria da República no Estado de São Paulo, do
Procedimento Administrativo n.º 1.34.001.005966/2010-70,
cujo objeto é a apuração de demora na entrega dos diplomas
aos alunos da União das Instituições Educacionais do Estado
de São Paulo – UNIESP;

CONSIDERANDO que o MINISTÉRIO PÚBLICO é


instituição permanente, essencial à função jurisdicional do
Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime
democrático e dos interesses sociais e individuais, conforme
preceitua o art. 127, da Constituição Federal;

CONSIDERANDO que, nos termos do art. 129,


inciso II da Constituição Federal é função institucional do

1
rua peixoto gomide, 768 – 4º andar - salas 6 – são paulo – sp – cep 01409-904
fone (+55-11) 3269-5091 – fax: (+55-11) 3269-5391 – email:
sgsuiama@prsp.mpf.gov.br
www.prsp.mpf.gov.br
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

MINISTÉRIO PÚBLICO proteger o patrimônio público e social, o


meio ambiente e outros interesses difusos e coletivos;

CONSIDERANDO que é função institucional do


Ministério Público da União zelar pelo respeito aos
princípios constitucionais relativos à educação e pelos
serviços de relevância pública quanto aos direitos
assegurados na Constituição Federal relativos à educação,
conforme prescreve o artigo 5º, incisos II “d” e V “a” da
Lei Complementar nº. 75/93;

CONSIDERANDO que compete ao MINISTÉRIO


PÚBLICO promover a proteção dos direitos constitucionais e
dos interesses individuais indisponíveis, homogêneos,
sociais, difusos e coletivos, expedindo, para tanto,
recomendações visando a garantia e efetividade desses
direitos, bem como o respeito aos interesses, prerrogativas
e bens, cuja defesa lhe cabe promover, na forma do artigo
6º, incisos VII e XX da Lei Complementar nº 75/93;

CONSIDERANDO que a Constituição Federal


prevê, no seu artigo 205, que “A educação, direito de todos
e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada
com a colaboração da sociedade, visando ao pleno
desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da
cidadania e sua qualificação para o trabalho.”;

2
rua peixoto gomide, 768 – 4º andar - salas 6 – são paulo – sp – cep 01409-904
fone (+55-11) 3269-5091 – fax: (+55-11) 3269-5391 – email:
sgsuiama@prsp.mpf.gov.br
www.prsp.mpf.gov.br
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

CONSIDERANDO os princípios do ensino,


insculpidos no artigo 206 da Carta Política;

CONSIDERANDO que o ensino é livre à


iniciativa privada, desde que atendido o cumprimento às
normas gerais da educação nacional e a autorização e
avaliação de qualidade pelo Poder Público (art. 210, CF);

CONSIDERANDO as finalidades da educação


superior arroladas no artigo 43 da Lei de Diretrizes e Bases
da Educação (Lei nº 9.394/96) e as demais previsões do
Capítulo IV do mesmo diploma legal;

CONSIDERANDO que a UNIESP, por não gozar


do status de Universidade, não detem competência para
registrar o diploma de seus alunos, devendo encaminhar os
referidos documentos para outras Universidades no Estado de
São Paulo proceder o competente registro;

CONSIDERANDO que a UNIESP, representada


pelo Dr. Wanderson Luiz Batista de Souza, encaminhou ofício
em 30 de julho de 2010 informando que o lapso temporal entre
um pedido de expedição de diploma e a sua entrega ao
bacharel é de 18 (dezoito) meses, em situações normais;
3
rua peixoto gomide, 768 – 4º andar - salas 6 – são paulo – sp – cep 01409-904
fone (+55-11) 3269-5091 – fax: (+55-11) 3269-5391 – email:
sgsuiama@prsp.mpf.gov.br
www.prsp.mpf.gov.br
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

CONSIDERANDO que a UNIESP, conforme


sentença da Exma. Juiza Federal, Dra. Lin Pei Jeng nos autos
do Mandado de Segurança n° 2009.61.00.025601-1, em trâmite
perante a 9° Vara Federal Cível de São Paulo, levou mais de
1 (um) ano para o encaminhamento do diploma da Sra. Adriana
Vaz Vasques para o competente registro a ser efetuado na
UFSCAR;

CONSIDERANDO que um prazo de 18


(dezoito) meses para a expedição de diploma não se encontra
em acordo com o princípio da razoabilidade;

CONSIDERANDO que o diploma é um


documento fundamental para exercício profissional, além de
ser requisito em editais de diversos concursos públicos e
cursos de pós-graduação;

CONSIDERANDO que diversas Universidades


– tais como a UNICASTELO, UNISA, UNIB, etc – firmaram, com
esta Procuradoria da República, Termos de Ajustamento de
Conduta – TAC´s, nos quais foi estipulado o prazo máximo de
90 dias para a expedição e registro de diplomas;

4
rua peixoto gomide, 768 – 4º andar - salas 6 – são paulo – sp – cep 01409-904
fone (+55-11) 3269-5091 – fax: (+55-11) 3269-5391 – email:
sgsuiama@prsp.mpf.gov.br
www.prsp.mpf.gov.br
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

CONSIDERANDO que a atividade de


registro de diplomas é a que demanda um maior lapso
temporal;

RESOLVE, na forma do artigo 6º, XX, da


Lei Complementar nº 75/93, RECOMENDAR à União das
Instituições Educacionais do Estado de São Paulo – UNIESP,
por meio de seus representantes legais, que:

a) proceda o encaminhamento de diplomas à


Universidade competente para registrar o diploma de
seus alunos, para os devidos fins de registro, num
prazo de até 15 (quinze) dias a contar do protocolo da
solicitação de expedição de diploma; e

b) ao recebere os diplomas devidamente registrados


da Universidade competente para a realização de tal
atividade, disponibilize tais documentos aos alunos
num prazo máximo de 15 (quinze) dias.

Expeça-se ofício ao Magnífico Reitor da


União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo –
UNIESP, com fundamento no artigo 8º, IV, da Lei Complementar
nº 75/93, para que informe e comprove, no prazo de 45
(quarenta e cinco) dias, o cumprimento espontâneo da
presente Recomendação.

5
rua peixoto gomide, 768 – 4º andar - salas 6 – são paulo – sp – cep 01409-904
fone (+55-11) 3269-5091 – fax: (+55-11) 3269-5391 – email:
sgsuiama@prsp.mpf.gov.br
www.prsp.mpf.gov.br
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

A partir do recebimento da presente


Recomendação, fica fixada a responsabilidade civil e
administrativa dos gestores da UNIESP pela ilegalidade
decorrente do não-cumprimento das normas constitucionais e
legais aqui referidas.

ENCAMINHE-SE, com urgência, a presente


Recomendação ao Senhor Secretário de Educação Superior do
Ministério da Educação e à representante do Ministério da
Educação em São Paulo – a quem requisito, desde logo, com
fundamento no artigo 8º, III da Lei Complementar nº. 75/93,
que fiscalize o cumprimento desta Recomendação – e à
Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, para ciência e
registro.

São Paulo, 09 de agosto de 2010.

SERGIO GARDENGHI SUIAMA


Procurador da República

6
rua peixoto gomide, 768 – 4º andar - salas 6 – são paulo – sp – cep 01409-904
fone (+55-11) 3269-5091 – fax: (+55-11) 3269-5391 – email:
sgsuiama@prsp.mpf.gov.br
www.prsp.mpf.gov.br