Você está na página 1de 2

 Vais acampar e no regresso, por vezes, dizes que não o voltarás a fazer, mas, no entanto,

voltas a ir.
 De certeza que o teu melhor amigo(a) lá esta, e talvez a pessoa que amas também; e se
não está, tentas levá-la para o grupo.
 Aprendes algo de novo e ensinas algo a alguém...
 Os miúdos vêem-te como um exemplo a seguir e tens um exemplo a seguir.
 Numa festa tua tens mais escuteiros do que colegas de escola e, mesmo assim, os
poucos que lá estão são os que são importantes.
 Comes do mesmo prato que os teus companheiros e recordas os momentos divertidos
que passaram à noite quando estavam prestes a dormir.
 Preocupas-te tanto com o teu bando, patrulha ou equipa como se fossem a tua família.
 O teu dirigente é como um segundo pai ou como o teu irmão mais velho.
 Parece-te invulgar porque às vezes tens tanto respeito pelo teu chefe.
 Vêem-te como um bicho raro na rua.
 Na vida fora dos escuteiros podes fingir ser uma determinada pessoa, mas nos
escuteiros não consegues evitar ser tu próprio.
 Quando voltas cansado de um acampamento, 99% das vezes chegas a casa, comes como
um abade, tomas um banho e vais dormir.
 Quando te sentes em baixo, sabes que tens sempre um amigo escuta que te ouve e que
mostra o caminho.
 Há sempre um escuteiro que sabe os teus segredos.
 Ao chegares à tua sede sabes sempre que tens gente que te quer ver e estar contigo.
 A tua Promessa fica para sempre gravada na tua memória.
 Os acampamentos começam ainda antes de te juntares a todos aqueles que contigo vão
acampar.
 Por vezes nem consegues dormir só com a ansiedade de partir.
 Sentes com mais força o abraço dos teus pais quando voltas de um acampamento.
 Chegas à conclusão que o comilão da tua patrulha come sempre tudo o que a patrulha
tem para comer.
 Recordas que, às vezes, o chão das latrinas se movia.
 Há sempre alguém que se quer aproveitar da tua inexperiência de acampar, mas sentes-
te útil ao ires buscar lenha.
 Estás tranquilo com os teus irmãos escutas e não suportas que nada nem ninguém diga
mal do teu agrupamento.
 Num acampamento, é quase certo que, se adormeceres às 6h da manhã, às 7h o teu
chefe está a dar a alvorada e não tens outra hipótese senão passar o resto do dia com uma
soneira terrível.
 A comida é sempre saborosa, mesmo que tenha restos de carvão ou sabor a ervas e
terra.
 Os teus pais aprendem a confiar mais em ti pelo simples facto de seres escuteiro e não
se sentem embaraçados por dizerem aos seus amigos que o seu filho ou filha é escuteiro,
enquanto que aqueles perguntam "o que é isso de escuteiros" e "quanto se paga para
matricular o meu filho nos escuteiros?"
 As pessoas que não sabem o que é ser escuteiro gozam contigo, enquanto que te sentes
mais orgulhoso e contente por saberes que essas pessoas não sabem o que perdem.
 Pões toda a gente ao teu redor de boca aberta e com atenção sempre que contas
aventuras que passaste em acampamentos e actividades.
 Se és rapariga, não falta quem te diga "como é que gostas de uma coisa que é para
rapazes?"
 Se és rapariga, dás-te conta em como os rapazes da tua patrulha ou equipa te tratam
bem e não te discriminam por seres rapariga.
 Se és rapaz, por vezes reparas em algumas raparigas que olham para ti em vez de
outros rapazes por estares uniformizado e, se participas numa actividade nacional ou
internacional, é garantido que arranjas pelo menos 5 e-mails de raparigas.
 Ao encontrares algum escuteiro que conheceste há muito tempo, sentes sempre uma
sensação de alegria e dás-lhe uma forte canhota.
 Às vezes sentes-te triste ao encontrar pessoas que te dizem "esse uniforme é
estúpido e ridículo" e tu pensas: "vocês é que não são escuteiros, não percebem nada do que
isto significa para mim".
 Se tens medo dos animais da noite, descobres que estes desaparecem durante os jogos
nocturnos.
 A beleza disto é conhecer gente de fora que nunca conhecerias se não fosse pelos
escuteiros e por vezes choras nas despedidas por uma pessoa com quem estiveste só por 3
ou 4 dias e que fica para sempre no teu coração.
 Ris com o Quim Novato que vai ao seu primeiro acampamento, que se corta numa mão
com um tronco de árvore e fica exausto num raide, mas, no fim, acabas por ajudá-lo.
 As caminhadas que os teus chefes organizam parecem curtas, mas parece que andaste
uma vida inteira quando só fizeste 5 kms.
 Vês que a cor do teu lenço, meias e calções vai mudando conforme o uso que tem e
sentes-te orgulhoso por teres um uniforme quase sem cor porque sabes que com ele
passaste por muitos sítios e vives muitas aventuras.
 Quando vais a algum lado e a chuva te molha, sabe sempre pior do que num
acampamento.
 Gostas de ver chegar alguém novo ao teu agrupamento e observas a maneira boa ou má
de como se comporta nas actividade; e isso faz-te recordar o teu primeiro dia nos
escuteiros e como sofreste com as actividades desse dia, mas sabes que essa mesma
pessoa vai gostar de ser escuteiro.

(Autor não identificado)