Você está na página 1de 6

NORMA ABNT NBR

BRASILEIRA 15185

Primeira edição
31.12.2004

Válida a partir de
31.01.2005

Inspeção visual de superfícies para pintura


industrial
Surface visual inspection for industrial painting
Exemplar autorizado para uso exclusivo - PETROLEO BRASILEIRO - 33.000.167/0036-31

Palavras-chave: Pintura. Inspeção. Visual.


Descriptors: Paiting. Inspection. Visual

ICS 25.220.10

Número de referência
ABNT NBR 15185:2004
2 páginas

© ABNT 2004

Impresso por: PETROBRAS


ABNT NBR 15185:2004
Exemplar autorizado para uso exclusivo - PETROLEO BRASILEIRO - 33.000.167/0036-31

© ABNT 2004
Todos os direitos reservados. A menos que especificado de outro modo, nenhuma parte desta publicação pode ser
reproduzida ou utilizada em qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, incluindo fotocópia e
microfilme, sem permissão por escrito pela ABNT.

Sede da ABNT
Av. Treze de Maio, 13 – 28º andar
20003-900 – Rio de Janeiro – RJ
Tel.: + 55 21 3974-2300
Fax: + 55 21 2220-1762
abnt@abnt.org.br
www.abnt.org.br

Impresso no Brasil

ii © ABNT 2004 ─ Todos os direitos reservados

Impresso por: PETROBRAS


ABNT NBR 15185:2004

Sumário Página

Prefácio...............................................................................................................................................................iv
1 Objetivo ..................................................................................................................................................1
2 Referências normativas ........................................................................................................................1
3 Requisitos gerais...................................................................................................................................1
4 Execução da Inspeção ..........................................................................................................................1
4.1 Superfícies sem pintura........................................................................................................................1
4.2 Superfícies com pintura nova danificada ou envelhecida (pintura de manutenção).....................2
4.3 Superfícies com pintura prévia............................................................................................................2
5 Registro de resultados..........................................................................................................................2
Exemplar autorizado para uso exclusivo - PETROLEO BRASILEIRO - 33.000.167/0036-31

© ABNT 2004 ─ Todos os direitos reservados iii


Impresso por: PETROBRAS
ABNT NBR 15185:2004

Prefácio
A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o Fórum Nacional de Normalização.
As Normas Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB), dos
Organismos de Normalização Setorial (ABNT/ONS) e das Comissões de Estudo Especiais Temporárias
(ABNT/CEET), são elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores
envolvidos, delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).

A ABNT NBR 15185 foi elaborada no Comitê Brasileiro de Corrosão (ABNT/CB-43), pela Comissão de
Estudo de Pintura Anticorrosiva (CE-43:000.02). O Projeto circulou em Consulta Nacional conforme
Edital nº 04, de 30.04.2004, com o número Projeto 43:000.02-011.

Esta Norma é baseada na Norma Petrobrás N-1204.


Exemplar autorizado para uso exclusivo - PETROLEO BRASILEIRO - 33.000.167/0036-31

iv © ABNT 2004 ─ Todos os direitos reservados


Impresso por: PETROBRAS
NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 15185:2004

Inspeção visual de superfícies para pintura industrial

1 Objetivo
1.1 Esta Norma estabelece os requisitos exigíveis para a realização de inspeção visual e para a
classificação de superfícies destinadas a receber pintura anticorrosiva.

1.2 Esta Norma se aplica a superfícies novas não pintadas e a superfícies que já tenham sido pintadas
anteriormente.

1.3 Esta Norma somente se aplica à inspeção visual de superfícies para pintura após a sua entrada em
vigor.

2 Referências normativas
As normas relacionadas a seguir contêm disposições que, ao serem citadas neste texto, constituem
prescrições para esta Norma. As edições indicadas estavam em vigor no momento desta publicação.
Exemplar autorizado para uso exclusivo - PETROLEO BRASILEIRO - 33.000.167/0036-31

Como toda norma está sujeita a revisão, recomenda-se àqueles que realizam acordos com base nesta que
verifiquem a conveniência de se usarem as edições mais recentes das normas citadas a seguir.
A ABNT possui a informação das normas em vigor em um dado momento.

ABNT NBR 15156:2004 – Pintura industrial – Terminologia

ISO 8501-1:1988 – Preparation of steel substrates before application of paints and related products –- Visual
assessment of surface cleanliness – Part 1: Rust grades and preparation grades of uncoated steel substrates
and steel substrates after overall removal of previous coatings

ASTM D 610:1995 – Standard test method for evaluating degree of rusting on painted steel surface

3 Requisitos gerais
3.1 Para inspeção em ambientes fechados, deve ser instalada iluminação adequada para que as
comparações com os padrões visuais das normas não sejam erroneamente avaliadas.

3.2 Para superfícies de aço galvanizado novas, a inspeção para a aplicação da tinta de fundo de aderência
se limita às verificações da presença de vestígios de óleos, graxa, cimento, pontos de corrosão e outros
materiais estranhos.

3.3 Para estruturas de aço galvanizado envelhecidas pelo tempo, apresentando corrosão branca (sal de
zinco), esta deve ser registrada para que seja efetuada sua remoção.

4 Execução da Inspeção

4.1 Superfícies sem pintura

4.1.1 A superfície deve ser inspecionada visualmente antes de ser iniciado qualquer procedimento de
limpeza ou preparação.

© ABNT 2004 ─ Todos os direitos reservados 1


Impresso por: PETROBRAS
ABNT NBR 15185:2004

4.1.2 O inspetor deve marcar os locais onde existam vestígios de óleo, graxa, cimento, concreto, gorduras,
carepa de laminação, pontos de corrosão e outros materiais estranhos.

4.1.3 No aço, o grau de corrosão da superfície inspecionada deve ser classificado com grau “A”, “B”, “C” ou
“D”, de acordo com os padrões visuais da ISO 8501-1.

4.2 Superfícies com pintura nova danificada ou envelhecida (pintura de manutenção)

4.2.1 A superfície deve ser inspecionada visualmente, antes de ser iniciado qualquer procedimento de
limpeza ou preparação.

4.2.2 O inspetor deve marcar os locais onde existam vestígios de óleo, graxa, cimento, pontos de corrosão
e outros materiais estranhos. Devem também ser anotados e mapeados os locais onde não há mais demão
de acabamento e os locais onde não há mais tinta de fundo.

4.2.3 A superfície inspecionada deve ser classificada com grau de 1” a 9”, de acordo com os padrões
visuais da ASTM D 610.

4.2.4 Durante a inspeção deve ser examinado se a película de tinta está isenta de falhas como
empolamento, enrugamento, bolhas, descascamento, empoamento, fendilhamento, entre outras.

4.3 Superfícies com pintura prévia

Se for constatada a presença de qualquer tipo de pintura, esta deve ser avaliada pelo inspetor para
verificação da integridade da película e da conformidade com o especificado, visando possível remoção
Exemplar autorizado para uso exclusivo - PETROLEO BRASILEIRO - 33.000.167/0036-31

ou não.

5 Registro de resultados
5.1 Os dados obtidos na inspeção devem ser registrados por meio de um sistema de identificação e
rastreabilidade que permita correlacionar as falhas e problemas com o local e/ou equipamento inspecionado.

5.2 A terminologia para descrição dos defeitos deve estar de acordo com a ABNT NBR 15156.

5.3 Deve ser elaborado um relatório contendo:

a) nome do emitente;

b) identificação numérica;

c) registro dos resultados, indicando os tipos de falhas;

d) normas de referência;

e) laudo indicando aceitação ou rejeição;

f) data;

g) identificação e assinatura do inspetor responsável.

2 © ABNT 2004 ─ Todos os direitos reservados


Impresso por: PETROBRAS