Você está na página 1de 36

LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

LEGISLAÇÃO DE
TRÂNSITO
GUARDA MUNICIPAL
DE NITERÓI

PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 1
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO – CTB

SISTEMA NACIONAL DE TRÂNSITO

FINALIDADE DO SNT

O SNT tem por finalidade o exercício das atividades de:

(TRE-PI - FCC - Técnico Judiciário - Segurança) Os objetivos básicos do Sistema Nacional de Trânsito são, dentre out-
ros,
A) rever periodicamente toda a legislação de trânsito.
B) estabelecer as penalidades para condutores infratores.
C) promover o intercâmbio com os sistemas de trânsito de outros países.
D) fixar os valores das multas e demais penalidades por infração de trânsito.
E) estabelecer diretrizes para a segurança, fluidez, conforto, defesa ambiental e educação para o trânsito.

(2016 - Prefeitura do Rio de Janeiro – RJ - Fiscal de Transportes Urbanos) De acordo com o Código Brasileiro de Trânsi-
to (DENATRAN, 2008), um dos objetivos básicos do Sistema Nacional de Trânsito consiste em:
A) estabelecer diretrizes da Política Nacional de Trânsito, com vistas à segurança, à fluidez, ao conforto, à defesa
ambiental e à educação para o trânsito, e fiscalizar seu cumprimento
B) zelar pela uniformidade e cumprimento das normas contidas no Código Brasileiro de Trânsito e nas resoluções
complementares
C) dirimir conflitos sobre circunscrição e competência de trânsito no âmbito da União, dos Estados e do Distrito
Federal
D) estimular e orientar a execução de campanhas educativas de trânsito

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 2
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(2016 – IBFC - Técnico em Mobilidade Urbana Jr) Compõem o Sistema Nacional de Trânsito os órgãos ou entidades
relacionados abaixo, exceto o que está na alternativa:
A) Conselho Nacional de Trânsito.
B) Conselhos Estaduais de Trânsito.
C) Conselho de Trânsito do Distrito Federal.
D) Conselho do Ministério dos Transportes.

(2016 - Prefeitura do Rio de Janeiro - Fiscal de Transportes Urbanos) O coordenador máximo do Sistema Nacional de
Trânsito é:
a) o Conselho Nacional de Trânsito
b) a Câmara Interministerial de Trânsito
c) o Ministério das Cidades
d) a Conferência Nacional das Cidades

(Prefeitura de Salvador/BA - SENASP - Agente de Fiscalização de Trânsito e Transporte) Faz parte do CONTRAN
A) um representante do Ministério da Educação e do Desporto.
B) um representante do Ministério da Economia.
C) dois representantes do Ministério da Saúde.
D) três representantes do Ministério dos Transportes.

(CONSULPLAN) Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, compõem o Sistema Nacional de Trânsito os seguintes
órgãos e entidades:
I. O Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN.
II. Os Conselhos Estaduais de Trânsito – CETRAN.
III. Os Conselhos Municipais de Trânsito – COMUTRAN.
IV.As Polícias Militares dos estados e do Distrito Federal.
Estão corretas as alternativas
A) I, II, III e IV.
B) I e II, apenas.
C) I, II e III, apenas.
D) I, II e IV, apenas.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 3
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(CONSULPLAN) Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, o Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN, com sede no
Distrito Federal, tem, em sua composição, os seguintes representantes:
I. Um representante da Casa Civil.
II. Um representante do Ministério dos Transportes.
III. Um representante do Ministério da Justiça.
IV. Um representante do Ministério do Meio Ambiente.
V. Um representante da Controladoria Geral da União.
Estão corretas apenas as alternativas
A) I, III e IV.
B) II, III e IV.
C) I, II, IV, e V.
D) II, III, IV e V.

(CESPE – CBM/DF – 2011) - Acerca do que dispõe a Lei n.º 9.503/1997, Código de Trânsito Brasileiro (CTB), julgue os
itens a seguir:
Conforme o CTB, a Polícia Militar do Distrito Federal e o Corpo de Bombeiros Militares do Distrito Federal integram
o SNT.

COMPETÊNCIAS DOS ÓRGÃOS DO SNT

(FUNRIO - PRF – 2009 - Adaptada) Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios organizarão os respectivos órgãos

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 4
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

e entidades executivos de trânsito e executivos rodoviários, estabelecendo os limites circunscricionais de suas at-
uações. Sobre as competências atribuídas aos respectivos órgãos e entidades que compõem o Sistema Nacional de
Trânsito julgue os itens.
Compete ao Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) estabelecer as normas regulamentares referidas neste Códi-
go e as diretrizes da Política Nacional de Trânsito e coordenar os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito, objeti-
vando a integração de suas atividades.

(CESPE – MPU – Técnico Segurança – 2010) Julgue os seguintes itens, no que se refere às competências do Conselho
Nacional de Trânsito (CONTRAN), de acordo com o CTB.
Incluem-se, entre as competências desse órgão, o acompanhamento e a coordenação das atividades de adminis-
tração, educação, engenharia, fiscalização e policiamento ostensivo de trânsito.

(CESPE – MPU – Técnico Segurança – 2010) Julgue os seguintes itens, no que se refere às competências do Conselho
Nacional de Trânsito (CONTRAN), de acordo com o CTB.
Ao CONTRAN compete coordenar os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito.

(CESPE – MPU – Técnico Segurança – 2010) Julgue os seguintes itens, no que se refere às competências do Conselho
Nacional de Trânsito (CONTRAN), de acordo com o CTB.
Compete a esse conselho normatizar os procedimentos sobre a aprendizagem, a habilitação e a expedição de docu-
mentos de condutores de veículos.

(ESAF - MPU - Técnico em Segurança/adaptada) Julgue as afirmações a seguir.


Compete ao Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) julgar os recursos interpostos contra a decisão da Junta de
Recurso de Infração (JARI) e dos órgãos e entidades executivos estaduais nos casos de inaptidão permanente, con-
statados nos exames de aptidão física, mental e psicológica.

(CESPE - PRF - 2008) Julgue os itens subsequentes com respeito ao SNT.


As Câmaras Temáticas, órgãos técnicos vinculados ao CONTRAN, são integradas por especialistas e têm como obje-
tivo estudar e oferecer sugestões e embasamento técnico sobre assuntos específicos para decisões daquele cole-
giado.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 5
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(CESPE - DETRAN/DF – Analista de Trânsito - 2009) Compete ao Conselho de Trânsito do DF (CONTRANDIFE) re-
sponder a consultas relativas à aplicação da legislação e dos procedimentos normativos de trânsito.

(FUNRIO - PRF – 2009 - Adaptada) Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios organizarão os respectivos órgãos
e entidades executivos de trânsito e executivos rodoviários, estabelecendo os limites circunscricionais de suas at-
uações. Sobre as competências atribuídas aos respectivos órgãos e entidades que compõem o Sistema Nacional de
Trânsito julgue os itens.
Compete aos Conselhos Estaduais de Trânsito (CETRAN) e ao Conselho de Trânsito do Distrito Federal (CONTRAN-
DIFE) avocar, para análise e soluções, processos sobre conflitos de competência ou circunscrição, ou, quando
necessário, unificar as decisões administrativas e dirimir conflitos sobre circunscrição e competência de trânsito no
âmbito da União, dos Estados e do Distrito Federal.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 6
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(2015 - CRQ - 1ª Região (PE) – IDHTEC) Da lei Nº 9.503/97; Art. 17. Compete às JARI:
I. Proceder à supervisão, à coordenação, à correição dos órgãos delegados, ao controle e à fiscalização da execução
da Política Nacional de Trânsito e do Programa Nacional de Trânsito.
II. Apurar, prevenir e reprimir a prática de atos de improbidade contra a fé pública, o patrimônio, ou a administração
pública ou privada, referentes à segurança do trânsito.
III. Julgar os recursos interpostos pelos infratores.
IV. Solicitar aos órgãos e entidades executivos de trânsito e executivos rodoviários informações complementares
relativas aos recursos, objetivando uma melhor análise da situação recorrida.
V. Encaminhar aos órgãos e entidades executivos de trânsito e executivos rodoviários informações sobre problemas
observados nas autuações e apontados em recursos, e que se repitam sistematicamente.
Estão CORRETAS:
a) I e II
b) I, II e III
c) III, IV e V
d) II, IV e V
e) II, III, IV e V

(FUNRIO - PRF – 2009 - Adaptada) Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios organizarão os respectivos órgãos
e entidades executivos de trânsito e executivos rodoviários, estabelecendo os limites circunscricionais de suas at-
uações. Sobre as competências atribuídas aos respectivos órgãos e entidades que compõem o Sistema Nacional de
Trânsito julgue os itens.
Compete às Juntas Administrativas de Recursos de Infrações (JARI) cumprir e fazer cumprir a legislação e as normas
de trânsito, no âmbito das respectivas atribuições; elaborar normas no âmbito das respectivas competências; re-
sponder a consultas relativas à aplicação da legislação e dos procedimentos normativos de trânsito.

(ESAF - MPU - Técnico em Segurança/adaptada) Julgue as afirmações a seguir.


Compete à Junta de Recurso de Infração (JARI) julgar os recursos interpostos pelos infratores e solicitar, aos órgãos
e entidades executivos de trânsito e executivos rodoviários, informações complementares relativas ao recurso, ob-
jetivando uma melhor análise da situação recorrida.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 7
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 8
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 9
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(FUNRIO - PRF – 2009 - Adaptada) Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios organizarão os respectivos órgãos
e entidades executivos de trânsito e executivos rodoviários, estabelecendo os limites circunscricionais de suas at-
uações. Sobre as competências atribuídas aos respectivos órgãos e entidades que compõem o Sistema Nacional de
Trânsito julgue os itens.
Compete à Polícia Rodoviária Federal, no âmbito das rodovias e estradas federais, cumprir e fazer cumprir a legis-
lação de trânsito e a execução das normas e diretrizes estabelecidas pelo CONTRAN, no âmbito de suas atribuições;
proceder à supervisão, à coordenação, à correição dos órgãos delegados, ao controle e à fiscalização da execução da
Política Nacional de Trânsito e do Programa Nacional de Trânsito.

(CESPE - DETRAN/DF – Auxiliar de Trânsito - 2009) O patrulhamento ostensivo das rodovias federais é de competên-
cia exclusiva dos DETRAN´s.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 10
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(CESPE – CBM/DF – 2011) - Acerca do que dispõe a Lei n.º 9.503/1997, Código de Trânsito Brasileiro (CTB), julgue os
itens a seguir:
O órgão executivo com circunscrição sobre as vias urbanas do DF é o CONTRANDIFE.

(CESPE - CETURB/ES – Agente de Trânsito) Entre as atribuições dos órgãos executivos de trânsito dos estados, in-
clui-se a de organizar e manter o registro nacional de veículos automotores.

(CESPE - CETURB/ES – Motorista) O sistema de estacionamento rotativo pago nas vias deve ser mantido e operado
por entidade de trânsito dos estados.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 11
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(2016 – IBFC – Controlador de Trânsito e Transporte) Leia as afirmativas a seguir tendo como base a lei que instituiu
o código de trânsito brasileiro. Compete aos órgãos e entidades executivos de trânsito dos Municípios, no âmbito
de sua circunscrição:
I. Cumprir e fazer cumprir a legislação e as normas de trânsito, no âmbito de suas atribuições.
II. Implantar, manter e operar o sistema de sinalização, os dispositivos e os equipamentos de controle viário.
III. Coletar dados estatísticos e elaborar estudos sobre os acidentes de trânsito e suas causas.
IV. Implantar, manter e operar sistema de estacionamento rotativo pago nas vias.
V. licenciar, na forma da legislação, veículos de tração e propulsão humana e de tração animal, fiscalizando, autuan-
do, aplicando penalidades e arrecadando multas decorrentes de infrações.
Das afirmações apresentadas estão corretas:
a) Apenas I e IV.
b) Apenas II e III.
c) Apenas I, III e V
d) I, II, III, IV e V.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 12
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

Código de Trânsito Brasileiro - CTB

Vias e Velocidades

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 13
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

A velocidade máxima permitida para a via será indicada por meio de sinalização, obedecidas suas características
técnicas e as condições de trânsito.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 14
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(2016 - Prefeitura do Rio de Janeiro - RJ - Prefeitura de Rio de Janeiro - RJ) De acordo com o Código Brasileiro de
Trânsito, a velocidade máxima permitida para uma via será indicada por meio de sinalização, obedecidas suas car-
acterísticas técnicas e as condições de trânsito. Contudo, nas vias urbanas coletoras, onde não existir sinalização
regulamentadora, a velocidade máxima será de:
A) 30 km/h
B) 40 km/h
C) 50 km/h
D) 60 km/h

(CESPE – DPRF – Policial Rodoviário Federal) Considere as seguintes situações hipotéticas, envolvendo veículos,
velocidades e vias desprovidas de sinalização regulamentadora de velocidade:
I) trólebus (ônibus elétrico) transitando a 50 km/h em uma via local;
II) motocicleta transitando a 80 km/h em via arterial;
III) micro-ônibus transitando a 108 km/h em uma via de trânsito rápido;
IV) ônibus transitando a 108 km/h em uma rodovia;
V) caminhão transitando a 80 km/h em uma via arterial;
VI) camioneta transitando a 95 km/h em uma estrada;
VII) automóvel transitando a 100 km/h em uma estrada;
VIII) caminhão transitando a 60 km/h em uma via coletora.
Com relação às situações descritas acima, julgue os itens a seguir, de acordo com o CTB.
O tipo de veículo que transita nas vias mencionadas nas situações I, II, III e V é irrelevante para efeito de definição
da velocidade máxima permitida.

(2015 - CESPE - STJ - Analista Judiciário - Administrativa) Um servidor do STJ, ocupante do cargo de segurança, foi
designado para conduzir veículo utilizado para o transporte de dez magistrados da sede em Brasília – DF para uma
cidade X, distantes 500 km uma da outra, em uma rodovia.
Considerando essa situação hipotética, julgue o item a seguir de acordo com os dispositivos do CTB.
Nos trechos da rodovia em que inexista sinalização regulamentando a velocidade máxima permitida, o condutor do
veículo utilizado na viagem deverá observar os limites máximo de 90 km/h e mínimo de 45 km/h.

CRIMES DE TRÂNSITO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 15
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 16
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 17
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 18
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 19
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 20
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(2015 – UFMT - DETRAN-MT - Agente do Serviço de Trânsito) Joana estava indo ao supermercado dirigindo seu au-
tomóvel, quando atropelou Ivanilda, que atravessava a rua na faixa de trânsito destinada a pedestres. Devido à
gravidade dos ferimentos, Ivanilda morreu na hora. Diante desse quadro, é correto afirmar:
A) Joana praticou o crime de lesão corporal gravíssima na direção de veículo automotor.
B) Joana praticou o crime de homicídio doloso, uma vez que o atropelamento ocorreu na faixa de pedestre.
C) Tendo em vista que Joana não tinha intenção de matar Ivanilda, não houve crime, mas a autoridade de trânsi-
to poderá aplicar, cumulativamente, todas as medidas administrativas previstas no Código de Trânsito Brasileiro
(CTB).
D) Joana praticou o crime de homicídio culposo na direção de veículo automotor e sua pena poderá ser aumentada
de um terço à metade.

(2016 - Prefeitura do Rio de Janeiro – RJ - Fiscal de Transportes Urbanos) As penas para aquele que praticar lesão
corporal culposa na direção de veículo automotor são detenção de seis meses a dois anos e suspensão ou proibição
de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor. Contudo, caso o infrator, no exercício de sua
profissão ou atividade, esteja conduzindo veículo de transporte de passageiros, a pena tem aumento:
A) de 1/4 (um quarto) à 1/2 (metade)
B) de 1/3 (um terço) à 1/2 (metade)
C) de 1/4 (um quarto) ao dobro

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 21
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

D) de 1/3 (um terço) ao dobro

(2016 - Prefeitura do Rio de Janeiro – RJ - Fiscal de Transportes Urbanos) Após um acidente de trânsito, o condutor do
veículo prestou pronto e integral socorro à vítima. Neste caso, NÃO pode ser aplicada a este condutor a:
A) imposição de prisão em flagrante, mas é permitida a exigência de fiança e a apreensão do veículo
B) imposição de prisão em flagrante e apreensão do veículo, mas é permitida a exigência de fiança
C) imposição de prisão em flagrante, bem como a exigência de fiança
D) exigência de fiança, bem como a apreensão de veículo

(2015 – FCC - TRT - 9ª REGIÃO (PR) - Técnico Judiciário) São crimes previstos no Código Brasileiro de Trânsito (Lei nº
9.503/1997), dentre outros,
A) praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor; afastar-se o condutor do veículo do local do
acidente, para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída; deixar o condutor do veículo, na
ocasião do acidente, de prestar imediato socorro à vítima, ou, não podendo fazê-lo diretamente, por justa causa,
deixar de solicitar auxílio da autoridade pública.
B) avançar o sinal vermelho do semáforo ou o de parada obrigatória; deixar de sinalizar qualquer obstáculo à livre
circulação, à segurança de veículo e pedestres, tanto no leito da via terrestre como na calçada, ou obstaculizar a
via indevidamente; trafegar em velocidade incompatível com a segurança nas proximidades de escolas, hospitais,
estações de embarque e desembarque de passageiros, logradouros estreitos, ou onde haja grande movimentação
ou concentração de pessoas, gerando perigo de dano.
C) praticar homicídio doloso na direção de veículo automotor; afastar-se o condutor do veículo do local do acidente,
para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída; conduzir o veículo com dispositivo antirra-
dar.
D) participar, na direção de veículo automotor, em via pública, de corrida, disputa ou competição automobilística
não autorizada pela autoridade competente, gerando situação de risco à incolumidade pública ou privada; avançar
o sinal vermelho do semáforo ou o de parada obrigatória; praticar homicídio culposo na direção de veículo automo-
tor.
E) praticar homicídio culposo na direção de veículo automotor; usar no veículo equipamento com som em volume ou
frequência que não sejam autorizados pelo CONTRAN; participar, na direção de veículo automotor, em via pública,
de corrida, disputa ou competição automobilística não autorizada pela autoridade competente, gerando situação
de risco à incolumidade pública ou privada.

(2015 – VUNESP - PC-CE - Escrivão de Polícia Civil de 1a Classe) Assinale a alternativa correta no tocante à Lei no
9.503/97 (CTB).
A) A conduta de dirigir veículo automotor em via pública, sem a devida permissão para dirigir ou habilitação, config-
ura crime (art. 309), gerando ou não perigo de dano.
B) A única possibilidade de configuração do crime de embriaguez ao volante (art. 306) é por meio da constatação de
concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue, ou igual ou superior a 0,3 miligrama de
álcool por litro de ar alveolar.
C) Mesmo sem resultar dano potencial à incolumidade pública ou privada, é crime (art. 308) participar, na direção
de veículo automotor, em via pública, de disputa ou competição automobilística não autorizada pela autoridade
competente (“racha”).
D) O condenado por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor (art. 303), além da pena privativa de
liberdade sujeitar-se-á, obrigatoriamente, à pena criminal de suspensão ou proibição de obter a permissão ou a ha-
bilitação para dirigir veículo auto- motor.
E) É crime (art. 311) trafegar em velocidade incompatível com a segurança nas proximidades de escolas, gerando
perigo de dano.

(Questão inédita) Julgue as sentenças abaixo com relação aos crimes de trânsito:
I – É cabível aumento de pena no homicídio culposo, se o agente não possuir Permissão para Dirigir ou Carteira de
Habilitação;
II- São incompatíveis os crimes de fuga do local de acidente e o de omissão de socorro do CTB;
III – Tanto o homicídio culposo quanto a lesão corporal culposa causados na direção de veículo automotores terão
suas penas aumentadas pela embriaguez;
A) Apenas I está correta.
B) Apenas II está correta.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 22
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

C) Apenas III está correta.


D) Apenas I e II estão corretas.
E) Apenas I, II e III estão corretas.

CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB

PENALIDADES

(CESPE – BOMBEIRO – CBM DF – 2011) A cassação do documento de habilitação é uma medida administrativa apli-
cada quando a autoridade de trânsito aplica penalidade de suspensão do direito de dirigir.

(2013 - CESPE - PRF - Policial Rodoviário Federal) Com base na legislação da PRF, julgue os itens que se seguem.
A autoridade de trânsito, na esfera de suas atribuições, poderá aplicar, quando cabível, penalidade consistente na
frequência obrigatória em curso de reciclagem, sem prejuízo das punições originárias de ilícitos penais decorrentes
de crimes de trânsito

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 23
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 24
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(2016 - Prefeitura do Rio de Janeiro - RJ - Fiscal de Transportes Urbano) Se o peso declarado na nota fiscal, fatura ou
manifesto for superior ao limite legal, a responsabilidade pela infração relativa ao excesso de peso bruto total é do:
A) condutor, transportador e embarcador, solidariamente
B) transportador e embarcador, solidariamente
C) transportador
D) embarcador

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 25
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 26
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

Art. 170. Dirigir ameaçando os pedestres que estejam atravessando a via pública, ou os demais veículos:
Infração - gravíssima;
Penalidade - multa e suspensão do direito de dirigir;”

“Art. 165.  Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência:       
Infração - gravíssima;       
Penalidade - multa (dez vezes) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses.” 

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 27
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(FCC – TÉCNICO ESPEC. TRANSPORTES – DPE-RS – 2013 Na forma estabelecida pelo CONTRAN, o infrator terá que
fazer o curso de reciclagem, quando
A) houver uma remoção de seu veículo.
B) constatada uma infração grave em sua pontuação.
C) vencido o prazo de renovação da licença para conduzir.
D) suspenso do direito de dirigir.
E) dirigir sem habilitação.

(2015 - IDHTEC - CRQ - 1ª Região - Motorista - adaptada) O Art. 257. Do CTB afirma que as penalidades serão impostas
ao condutor, ao proprietário do veículo, ao embarcador e ao transportador, salvo os casos de descumprimento de
obrigações e deveres impostos a pessoas físicas ou jurídicas expressamente mencionados neste Código. Sobre este,
é julgue os itens abaixo.
Aos proprietários e condutores de veículos serão impostas concomitantemente as penalidades de que trata o CTB
toda vez que houver responsabilidade solidária em infração dos preceitos que lhes couber observar, respondendo
cada um de per si pela falta em comum que lhes for atribuída.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 28
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(2015 - IDHTEC - CRQ - 1ª Região - Motorista - adaptada) O Art. 257. Do CTB afirma que as penalidades serão impostas
ao condutor, ao proprietário do veículo, ao embarcador e ao transportador, salvo os casos de descumprimento de
obrigações e deveres impostos a pessoas físicas ou jurídicas expressamente mencionados neste Código. Sobre este,
é julgue os itens abaixo.
Ao proprietário caberá sempre a responsabilidade pela infração referente à prévia regularização e preenchimento
das formalidades e condições exigidas para o trânsito do veículo na via terrestre, conservação e inalterabilidade de
suas características, componentes, agregados, habilitação legal e compatível de seus condutores, quando esta for
exigida, e outras disposições que deva observar.

(2015 - IDHTEC - CRQ - 1ª Região - Motorista - adaptada) O Art. 257. Do CTB afirma que as penalidades serão impostas
ao condutor, ao proprietário do veículo, ao embarcador e ao transportador, salvo os casos de descumprimento de
obrigações e deveres impostos a pessoas físicas ou jurídicas expressamente mencionados neste Código. Sobre este,
é julgue os itens abaixo.
Ao condutor caberá a responsabilidade pelas infrações decorrentes de atos praticados na direção do veículo.

(2015 - IDHTEC - CRQ - 1ª Região - Motorista - adaptada) O Art. 257. Do CTB afirma que as penalidades serão impostas
ao condutor, ao proprietário do veículo, ao embarcador e ao transportador, salvo os casos de descumprimento de
obrigações e deveres impostos a pessoas físicas ou jurídicas expressamente mencionados neste Código. Sobre este,
é julgue os itens abaixo.
O embarcador é responsável pela infração relativa ao transporte de carga com excesso de peso nos eixos ou no peso
bruto total, quando simultaneamente for o único remetente da carga e o peso declarado na nota fiscal, fatura ou
manifesto for inferior àquele aferido.

(2015 - IDHTEC - CRQ - 1ª Região - Motorista - adaptada) O Art. 257. Do CTB afirma que as penalidades serão impos-
tas ao condutor, ao proprietário do veículo, ao embarcador e ao transportador, salvo os casos de descumprimento
de obrigações e deveres impostos a pessoas físicas ou jurídicas expressamente mencionados no CTB. Sobre este, é
julgue os itens abaixo.
O transportador e o embarcador são responsáveis pela infração relativa ao transporte de carga com excesso de peso
nos eixos ou quando a carga proveniente de mais de um embarcador ultrapassar o peso bruto total.

(2015 - UFMT - DETRAN-MT - Agente do Serviço de Trânsito - adaptada) Sobre as penalidades previstas no Código de
Trânsito Brasileiro (CTB), julgue os itens a seguir.
Uma das possibilidades de cassação do documento de habilitação dá-se quando, suspenso o direito de dirigir, o in-
frator conduzir qualquer veículo.

(2015 - UFMT - DETRAN-MT - Agente do Serviço de Trânsito - adaptada) Sobre as penalidades previstas no Código de
Trânsito Brasileiro (CTB), julgue os itens a seguir.
Quando o infrator cometer, simultaneamente, duas ou mais infrações, ser-lhe-ão aplicadas, cumulativamente, as
respectivas penalidades.

(2015 - UFMT - DETRAN-MT - Agente do Serviço de Trânsito - adaptada) Sobre as penalidades previstas no Código de
Trânsito Brasileiro (CTB), julgue os itens a seguir.
O veículo apreendido em decorrência de penalidade aplicada será recolhido ao depósito e nele permanecerá sob
custódia e responsabilidade do órgão ou entidade apreendedora, sem quaisquer ônus para o seu proprietário.

(2015 - UFMT - DETRAN-MT - Agente do Serviço de Trânsito - adaptada) Sobre as penalidades previstas no Código de
Trânsito Brasileiro (CTB), julgue os itens a seguir.
As penalidades de suspensão do direito de dirigir e de cassação do documento de habilitação serão aplicadas por
decisão da autoridade de trânsito competente, em processo administrativo, não sendo necessário fundamentar o
motivo de aplicação da penalidade ou assegurar ao infrator o direito de defesa.

(CESPE – PROCURADOR – DETRAN PA – 2006) Decorrido um ano da cassação da Carteira Nacional de Habilitação,
o infrator pode requerer sua reabilitação, submetendo-se a todos os exames necessários à habilitação, na forma
estabelecida pelo CONTRAN.

(2017 – CONSULPLAN - TRF - 2ª REGIÃO - Técnico Judiciário - Segurança e Transporte) Segundo o CTB, a autoridade

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 29
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

de trânsito, na esfera das competências estabelecidas por esse Código e dentro de sua circunscrição, deverá aplicar,
às infrações nele previstas, certas penalidades. Acerca dessas penalidades, marque V para as verdadeiras e F para
as falsas.
( ) Multa.
( ) Advertência verbal.
( ) Suspensão do direito de dirigir.
( ) Cassação da Carteira Nacional de Habilitação.
A sequência está correta em
a) V, F, V, V.
b) V, F, F, V.
c) V, F, V, F.
d) F, V, F, V.

(2016 - Prefeitura do Rio de Janeiro - Fiscal de Transportes Urbanos) Se o peso declarado na nota fiscal, fatura ou
manifesto for superior ao limite legal, a responsabilidade pela infração relativa ao excesso de peso bruto total é do:
a) condutor, transportador e embarcador, solidariamente
b) transportador e embarcador, solidariamente
c) transportador
d) embarcador

CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB

MEDIDAS ADMINISTRATIVAS

(CESPE- DETRAN - DF) Julgue os itens com base na legislação de trânsito.


Considere a seguinte situação hipotética.
Após cometer várias infrações de trânsito que, juntas, totalizaram mais de vinte pontos, Leandro teve a sua carteira
de habilitação apreendida pelo agente de trânsito em uma operação de fiscalização.
Nessa situação, o agente de trânsito agiu corretamente.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 30
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 31
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 32
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

(CONSULPLAN) Segundo o Código de Trânsito Brasileiro são modalidades de penalidade aplicáveis às infrações de
trânsito nele previstas, EXCETO:
A) Advertência por escrito.
B) Transbordo do excesso de carga.
C) Cassação da Carteira Nacional de Habilitação.
D) Frequência obrigatória em curso de reciclagem.

(2015 - Instituto Legatus - Prefeitura de Matões - MA - Agente de Trânsito) Uma das medidas administrativas, pre-
vistas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), consiste na manutenção do veículo no local em que se encontra, com
a finalidade de que a irregularidade constatada seja sanada pelo condutor do veículo. Caso não seja possível sanar
a irregularidade, o veículo deve ser liberado, mediante o recolhimento do Certificado de Licenciamento Anual. Tra-
ta-se da medida administrativa de:
A) Remoção de veículo.
B) Apropriação de veículo.
C) Retenção de veículo.
D) Transbordo de veículo.
E) Apreensão de veículo.

(2015 - FUNCAB - Motorista) Carlos foi flagrado conduzindo o seu veículo com o farol desregulado. Esta situação é
considerada uma infração grave, com penalidade de multa e medida administrativa de:
A) retenção do veículo.
B) remoção do veículo.
C) apreensão do veículo.
D) recolhimento do CRV.
E) recolhimento da CNH.

(FCC – TECNICO SEGUR. E TRANSPORTE – TRF/2ª - adaptada) É uma medida administrativa presente no CTB, aplicáv-
el às infrações de trânsito nele previstas. Trata-se de
cassação da Carteira Nacional de Habilitação.
suspensão do direito de dirigir.
C) frequência obrigatória em curso de reciclagem.
D) advertência por escrito.
E) remoção do veículo.

(IAUPE – MOTORISTA – PREF. MUN. SURUBIM PE – adaptada) Com base na legislação de trânsito, julgue os itens.
As medidas administrativas adotadas pelas autoridades administrativas e seus agentes terão por objetivo prior-
itário a proteção à vida e à incolumidade física da pessoa.

(2017 - Inédita - Estratégia Concursos) Julgue os itens com base na legislação de trânsito.
Quem conduzir pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo, salvo nos casos devidamente autorizados,
estará cometendo uma infração de trânsito. Nesse caso, cabe uma medida administrativa de retenção do veículo
para transbordo.

(IAUPE – AGENTE DE TRANSITO – PREF. MUN. ABREU E LIMA-PE) Ao deter um motorista que exibiu o licenciamento
do veículo vencido, o policial efetua o recolhimento do Certificado de Licenciamento Anual mediante
A) nota fiscal.
B) recibo.
C) depósito de multa.
D) depósito de infração.
E) prontuário.

(FCC – TÉCNICO ESPEC. TRANSPORTES – DPE/RS– 2013) Referente às medidas administrativas, o recolhimento do
Certificado de Registro dar-se-á mediante recibo, além dos casos previstos no Código de Trânsito Brasileiro − C.T.B.,
quando:
I. houver suspeita de inautenticidade ou adulteração.
II. se, alienado o veículo, não for transferida sua propriedade no prazo de 30 (trinta) dias.

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 33
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

III. se o prazo de licenciamento estiver vencido.


Está correto o que consta APENAS em
(A) I e III.
(B) I e II.
(C) II e III.
(D) II.
(E) I.

CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB

NORMAS GERAIS DE CIRCULAÇÃO E CONDUTA

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 34
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 35
LEGISLAÇÃO DE TRÃNSITO - GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI PROFº ALEXANDRE HERCULANO

LEGISLAÇÃO DE
TRÂNSITO
GUARDA MUNICIPAL
DE NITERÓI

PROFº ALEXANDRE HERCULANO

WWW.CONCURSOVIRTUAL.COM.BR 36

Você também pode gostar