Você está na página 1de 4

02/02/2010

Introdução
Ergonomia: Noções sobre o
Principais funções que influenciam no
Organismo Humano 
desempenho do trabalho:
Disciplina: Ergonomia ◦ Função neuromuscular;
Prof.: Murilo Ribeiro Cardoso ◦ Coluna vertebral;
Curso: Segurança do Trabalho ◦ Metabolismo;
◦ Visão;
◦ Audição;
◦ Senso sinestésico.
 Restrige-se aos aspectos operacionais.

Função Neuromuscular Função Neuromuscular


 Sistema Nervoso  Músculos:
◦ Impulsos elétricos  natureza eletroquímica ◦ São responsáveis pelo movimento do corpo;
◦ Conduzidos até o sistema nervoso central ◦ Músculos Lisos / e do Coração
◦ Interpretado e processado ◦ Músculos Estriados (40% - total de 434)
 Ida  aferente  fibras nervosas
 75 pares de músculos  envolvidos na postura e
 Volta  eferente  nervos motores movimentação global do corpo.
◦ Sinapses (dentrites e axônios) ◦ Sarcômero (miosina e actina)
 Sentido único;
 Fadiga;
◦ Fibras  contraídas ou relaxadas
 Efeito residual; ◦ Potência máxima do músculo  3 a 4 kg/cm²
 Desenvolvimento;  Mulher  70% em relação aos homens
 e Acidez.

Função Neuromuscular Coluna Vertebral


◦ Irrigação Sanguínea  33 Vértebras
 Inúmeros vasos capilares (0,007 mm) – tamanho de ◦ 7 Cervicais
um glóbulo vermelho
◦ 12 Torácicas
 Contração  estrangula as paredes dos capilares
◦ 5 Lombares
 Relaxamento  restabelecimento da circulação
◦ 5 + 4 Sacro-cóccix
 Contração e Relaxamento  permite a circulação
 Sustentação corpo
◦ Fadiga Muscular
 Curvaturas:
 Redução da força provocada pela deficiência de
irrigação sangüínea  falta de oxigênio ◦ Lordose Cervical
 Acúmulo de ácido lático e potássio, liberados com o ◦ Cifose Toráxica
relaxamento muscular ◦ Lordose Lombar

1
02/02/2010

Coluna Vertebral Coluna Vertebral

Coluna Vertebral Coluna Vertebral


 Deformações da
Coluna
◦ Escoliose
◦ Osteófitos (Bico de
Papagaio)
◦ Hérnia de Disco
◦ (Lordose)
◦ (Cifose)

Coluna Vertebral Metabolismo


 Estudo dos aspectos energéticos do
corpo humano;
 Energia provém da alimentação;
◦ Alimentos  transformações químicas:
 Construção de Tecidos; e
 Combustível.
 Excedente  gordura
 Metabolismo Basal  energia necessária
para manter apenas as funções vitais

2
02/02/2010

Metabolismo Metabolismo
 Metabolismo Basal
◦ 1.800 kcal/dia para homens
◦ 1.600 kcal/dia para mulheres
 Metabolismo e as Profissões:
◦ Escritório – 2.500 kcal/dia
◦ Motorista – 2.800 kcal/dia
◦ Mecânico de Automóveis – 3.000 kcal/dia
◦ Trab. Industriais – 2.800 a 4.000 kcal/dia
◦ Estivadores – 4.500 kcal/dia

Metabolismo Visão
 Se a quantidade de energia gasta não for
suprida pela alimentação...
◦ ... Redução do peso
◦ ... Queda no rendimento
◦ ... Mais suscetível à doenças
 Exemplo:
◦ Indivíduo precisa de 3.600 kcal/dia 
rendimento de 100% ...
◦ ... Caso ingira 2.800 kcal/dia  60% (rend.)
◦ Red. 22% alim.  Resulta Red. 40% rend.

Visão Audição
 Anatomia do Ouvido
 Cones e Bastonetes
◦ Externo
 Escuro  Claridade = 1 a 2 minutos  Pavilhão Auditivo (orelha)
 Conduto auditivo externo
 Claridade  Escuro = 30 minutos
 Tímpano (vibrações)
 Acuidade Visual ◦ Médio (vibrações sonoras)
◦ Iluminamento  Tubo de Eustáquio (manter a pressão)
 Martelo Bigorna e Estribo (ossículos)  amplificam até 22
◦ Tempo de Exposição vezes
◦ Interno (vibrações hidráulicas)
 Cóclea (forma de caracol)
 Células sensíveis  sinais elétricos (nervo auditivo)
◦ Receptores Vestibulares

3
02/02/2010

Audição Audição
 Variáveis do Som
◦ Freqüência (Hz)
 Ouvido Humano  20 a 20.000 Hz
 Abaixo de 1.000, graves / Acima de 3.000, agudos
◦ Intensidade (dB)
 Ouvido Humano  20 a 140 dB
 A cada 3 dB, a pressão sonora aumenta
 Acima de 120 dB  desconforto
 Acima de 140 dB  doloroso
◦ Duração (segundos)