Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia Mecânica

Motores Alternativos
Docente: Eng.º Manuel Gouveia Martins

Motor de Combustão Interna a Hidrogénio

Trabalho realizado por: Victor Veloso – 31469 Luís Pina – 31534 Daniel Bandeira – 32410

3 Pág. 5 Pág.Índice Introdução Histórica ………………………………………………………………………………………… …………………………………………………………………………………………. ……………………. 7 Pág. Pág. 4 Pág. 2 Pág. 8 Pág. Diferenças entre o Hidrogénio e a Gasolina …………………………………………………… ……………………………………………………… Combustão de um motor de Hidrogénio …………………………………………………………… Implementação e produção de Hidrogénio ……………………………………………………… Projectos Actuais e Futuro dos Motores a Hidrogénio …………………………………… ……………………………………… Bibliografia ……………………… ……………………………………………………………………………… ……. 12 Motores a Hidrogénio Página 1 ... Modo de Funcionamento ………………………………………………………………………………… to Diferenças entre órgãos mecânicos …………………………………………………………………. 2 Pág..

resultando num funcionamento mais fresco e menos resultando emissões de escape que um MCI a gasolina. o BMW Hydrogen 7.até 25% melhor do que um MCI convencional a gasolina. Como o hidrogénio é um gás a temperatura normal. Dado que a maioria dos motores a hidrogénio possuem uma relação ar/combustível elevada. um turbocompressor é muitas vezes necessário para atingir a potência necessária. A baixa densidade energética significa que os tanques de hidrogénio exigem muito espaço.Introdução Histórica O primeiro motor a hidrogénio foi projectado em 1807 por Francois Isaac de Rivaz e em 1863. Uma vez atingidos os pré-requisitos o MCI a hidrogénio é altamente eficiente em termos de requisitos combustível . emissões O hidrogénio tem uma densidade energética mais baixa e queima mais rápido e a uma temperatura mais baixa que a gasolina. temos várias outras vantagens em relação a MCI convencionais. Diferentes métodos para retardar a liberação do hidrogénio a partir de um tanque roto estão a ser testados. • Existe um fornecimento ilimitado de hidrogénio – o hidrogénio é o elemento mais abundante no universo e o décimo elemento mais abundante na Terra. um problema. a compressão pode ser aumentada e mais ar pode ser misturado com o combustível. Muitos vêem como uma das principais vantagens do MCI a hidrogénio o seu potencial de ser utilizado para impulsionar a construção de infra estruturas de abastecimento de infra-estruturas hidrogénio e. Portanto. Armazenar o hidrogénio como um líquido reduz o tamanho. • Não é necessário um pré aquecimento e não existem problemas de arranque a frio pré-aquecimento (mesmo com temperaturas abaixo de zero). Hoje em dia um dos princi principais problemas com que a humanidade se debate é a poluição. assim. que é gasoso. Motores a Hidrogénio Página 2 . diferenças são a eficiência. tais como: vantagens • Bom desempenho em todas as condições meteorológicas. há um alto risco de é explosão em caso de acidente. e como o hidrogénio. Além desta grande vantagem na implementação do hidrogénio como combustível mais comum. Em 1970 foi patenteado pela primeira vez um motor a gasolina modificado para funcionar a hidrogénio. O armazenamento de hidrogénio é. Um desses métodos é a de armazenar o hidrogénio numa espécie de matriz ou “esponja” metálica. mas exige que os tanques tolerem uma alta pressão (até 700 bar). de 30:1 ou mais. nível de emissões e armazenamento de combustível. daí que o estudo dos motores que funcionem a Hidrogénio é de grande relevância. criar a p ponte entre os MCI a gasolina e os veículos fuel cell a hidrogénio (diferentes dos veículos com motor de combustão interna a hidrogénio) de amanhã. énio Modo de Funcionamen Funcionamento Não há muita diferença entre o motor de combustão interna (MCI) que funciona a hidrogénio comparado com um MCI que funciona a gasolina (ver figura) As principais figura). no entanto. Étienne Lenoir construiu o primeiro veículo com um motor a hidrogénio. Nos dias de hoje a Mazda já desenvolveu motores Wankel a Hidrogénio e a BMW afirma ter sido a primeira empresa a conceber um carro totalmente funcional com um motor da eira combustão interna a hidrogénio. desloca o oxigénio dentro dos cilindros.

para permitir uma maior potência. O uso de injecção directa. sendo por isso necessário Motores a Hidrogénio Página 3 . contrariamente ao da injecção indirecta. Estas adaptações podem ser mais ou menos profundas. Nos motores a Hidrogénio é de referir ainda podem existir os seguintes tipos de injecção injecção: • Injecção Indirecta. que pode então ser hidrolisada (separando e nos seus dois (separando-se componentes principais hidrogénio e oxigénio) para render mais hidrogénio. A queima é limpa – ao contrário da queima de combustíveis fósseis. conseguem ter maior eficiência que os seus homólogos a gasolina. A BMW com o seu protótipo 750h consegue obter uma eficiência de 37% superior aos motores a gasolina. Os sistemas híbridos de combustão interna do Hidrogénio conseguem obter uma maior eficiência. sendo o seu objectivo de 50%. • Injecção Directa. tem um maior ganho de potência em relação aos motores de injecção directa a gasolina. a combustão do hidrogénio não produz nenhum poluente nocivo ao meio ambiente. Eficiência – Os sistemas a combustão interna do Hidrogénio. O hidrogénio pesa me menos e gera mais potência do que combustíveis baseados em hidrocarbonetos. Esquema de funcionamento simplificado de um carro com MCI a Hidrogénio Diferenças entre órgãos mecânicos de um motor a gasolina e a Hidrogénio É possível adaptar um motor a gasolina para funcionar com hidrogénio como combustível. • Por Carburador. Potência – Comparando com motores de injecção indirecta a gasolina. teoricamente. O uso de turbocompressores tem sido aplicado. o seu homólogo a Hidrogénio tem uma perda de potência.• • • • • O hidrogénio é renovável – quando o hidrogénio reage com o oxigénio. o subproduto é a água (H2O).

Assim orresponderiam sendo. Alta difusibilidade – Esta propriedade do hidrogénio possibilita que haja uma mistura propriedade mais uniforme com o ar. pois reacção de combustão é mais quando o motor usa misturas Ar Combustível mais Ar-Combustível pobres. Tem a vantagem de o arranque do motor se Ar-Combustível. Porém em misturas mais pobres. Energia de inflamação mais baixa – O que significa que em misturas mais pobres existe maior facilidade de inflamação do hidrogénio que da gasolina.5 vezes superior custo normal de um motor a gasolina). Alta temperatura de inflamação – O que possibilita altas taxas de compressão. Porém este aspecto hidrogénio aumenta a probabilidade de existir detonação. • • • • Motores a Hidrogénio Página 4 . grande escala a quantidade de poluentes emitidos. temos como principais diferenças nos órgãos mecânicos: • Válvulas de admissão e escape endurecidas • Bielas mais resistentes • Velas sem ponta platinada • Bobinas de maior voltagem • Injectores especiais para gás • Cabeça do motor mais robusta • Colectores modificados nos motores com turbocompressor • Uso de óleo de refrigeração que suporte temperaturas mais elevadas Apesar destas diferenças os motores a hidrogénio fazem a combustão exactamente da combustão mesma maneira que os motores a gasolina.verificar o ganho obtido no caso de se querer fazer esta adaptação (todas as modificações corresponderiam a um custo 1. Além disso temperatura final da combustão é menor o que irá reduzir em res. Diferenças entre o H Hidrogénio e a Gasolina Visto que o funcionamento do motor é praticamente igual é proponente enunciar praticamente algumas das características que fazem diferenciar o Hidrogénio da Gasolina. e a potência de um motor a hidrogénio pode chegar a ser 25% superior à potência de um motor a gasolina. a velocidade da frente de se chama diminui significativamente. Propriedades que contribuem para o uso do Hidrogénio em detrito da gasolina: • Larga gama de inflamabilidade – o que permite que o Hidrogénio seja queimado em ja misturas muito pobres de Ar Combustível. tornar muito mais fácil e permite ainda uma maior economia de combustível. Frente de chama mais rápida – Em condições de mistura estequiométrica o Hidrogénio tem uma frente de chama muito rápida o que faz o ciclo termodinâmico real do motor aproximar-se do ciclo ideal.

1 Densidade de energia por unidade de volume (MJ/L) 10.4 46. a Tipo de combustível Hidrogénio Liquido Hidrogénio comprimido a 700 bar Gasolina Gasóleo GPL .Butano Densidade de energia por unidade de massa (MJ/kg) 143 143 46.• Alta densidade de energia – O hidrogénio tem uma elevada densidade de energia por unidade de massa.3 27.1 5.6 34. Motores a Hidrogénio Página 5 . A quantidade de Óxidos de Azoto que se forma depende: • A relação Ar/Combustí Ar/Combustível.2 37. Porém quando em estado liquido ou gasoso este apresenta menor densidade de energia que uma gasolina comum. São as elevadas temperaturas que vão fazer com que o Azoto se combine com o Oxigénio.2 49.7 Comparação da densidade energética entre diferentes combustíveis Comparação Volumétrica e Energética entre motores a Hidrogénio e a Gasolina motores Combustão de um motor de Hidrogénio A combustão de um motor de Hidrogénio apenas tem como produto poluente de tem combustão os Óxidos de Azoto: Os Óxidos de Azoto formam se devido às elevadas temperaturas que se registam no formam-se interior da câmara de combustão. • A taxa de compressão do motor.

Se o motor estiver nas melhores condições as emissões de um motor de hidrogénio são praticamente nulas De seguida a apresentação de dois gráficos que comparam as emissões de um motor a Hidrogénio com as emissões de um motor a gasolina em função de phi (Relação função Ar/Combustível) Emissões de um motor de Hidrogénio em perfeitas condições Motores a Hidrogénio Página 6 . o que significa que o motor está a deixar passar compressão. mas apenas se existir queima do óleo de lubrificação.• • A velocidade do motor. Pode existir também a presença de Monóxido de Carbono e Dióxido de Carbono. O avanço à ignição.

argumenta que é uma questão de oferecer aos clientes mais escolhas ydrogen. somando somando-as todas e comparando às das produzidas por um carro a combustível fóssil.Emissões de um motor a gasolina Implementação e produção de Hidrogénio Os fabricantes têm debatido durante algum tempo a necessidade de desenvolver novas fontes de combustível. “Não se trata de reduzir a confiança nos combustíveis fósseis. Vimos o Não desenvolvimento de carvão para o petróleo e agora estamos a obter gás natural. para o ambiente. Mas há ainda inúmeras questões sobre a viabilidade do hidrogénio como um combustível alternativo. director executivo da Shell ões Hydrogen. hidrogénio não são produzidos compostos de carbono devido à combustão (óxidos de azoto. bem como a melhor forma para o produzir. ainda assim causa 25-40% menos CO2 que um ural 40% carro a combustível fóssil. é que o CO2 produzido ambientalistas durante esse processo vai como que neutralizar os benefícios de um combustível com zero benefícios emissões. s mesmo que se use gás natural como a fonte. O hidrogénio é um gás limpo e quando usado em fuel cells para produzir energia para os automóveis água é o único produto das reacções químicas (nenhum automóveis. gerente de desenvolvimento da BP. Embora as companhias de petróleo e os ambientalistas vejam o hidrogénio como um objectivo. calculou a quantidade de CO2 que é produzido em cada estágio da cadeia de produção de hidrogénio. NOx. são o único composto nocivo produzido nesta combustão) não sendo assim tão agressivo combustão). Ainda existem benefícios ambientais consideráveis se for utilizado benefícios Motores a Hidrogénio Página 7 . As companhias de petróleo argumentam que a obtenção de hidrogénio através do gás natural é a opção mais natural fácil.” Steve Cook. O maior problema com que os ambientalistas estão preocupados. natural. Jeremy Bentham. tipo de poluente é lançado para a atmosfera) tal como nos motores de combustão interna a atmosfera). as suas razões são bem diferentes. escolhas. “Se fizer essa análise.

não existem sinais de levar-nos que num futuro próximo os combustíveis fósseis poderão vir a ser substituídos por um poderão combustível alternativo tal como o hidrogénio. a BMW tem-se focado noutro tipo de estratégia. Estes factores podem levar nos à conclusão que. como híbridos). são necessários 3kg de gás natural para produzir ás apenas 1kg de hidrogénio. destacamos em seguida apenas três: . que a falta de postos de abastecimento e o potencial alto custo poderão afectar a quantidade de pessoas que poderão investir num automóvel deste tipo no presente momento.BMW Hydrogen 7 . reconhecendo no entanto. estando a fazer campanha para uma maior produção de hidrogénio através de fontes renováveis. preferindo focar-se numa estratégia a curto prazo de produção de carros mais eficientes (tanto se a combustível fóssil. Ao passo que as várias marcas de automóveis procuram diferentes soluções para o problema. Em contraste com ros outros construtores.” transformação de gás natural em hidrogénio. Assim sendo.Mazda Premacy Hydrogen RE Hybrid . Mas essa veículo. De referir que as infra-estruturas (estações) são uma parte importante no desenvolvimento do hidrogénio. é o consumidor que terá um papel muito importante a desempenhar na mudança da oferta de transportes e combustível. a 30 anos de distância. um grupo de cientistas acredita que no futuro o hidrogénio será produzido abordo do veículo em vez de vir de uma fonte externa. Na Universidade de W e Warwick. por enquanto. em vez de fuel cells. Grupos ambientais tais como a Greenpeace têm algumas dúvidas têm sobre o uso de hidrogénio. tecnologia está. se este for produzido por gás natural.BMW H2R Motores a Hidrogénio Página 8 . estando concentrada em produzir se carros com motor de combustão interna a hidrogénio. pelo menos. tais como energia eólica ução . como combustível alternativo. a BMW acredita que carros movidos a hidrogénio podem não estar assim tão longe. os fabricantes de automóveis estão incertos quanto á implementação desta tecnologia em larga escala. Até lá. e solar.um combustível fóssil para produzir o hidrogénio A shell calcula que usando um processo de hidrogénio. Projectos actuais e futuro dos Motores a Hidrogénio Embora existam vários projectos envolvendo motores de combustão interna a hidrogénio.

m 230 km/h (restritos electronicamente) 9. Este automóvel possui as seguintes características: Tipo de motor Cilindrada Combustível Potência Binário Velocidade máxima Aceleração (0-100 km/h) 100 Alcance Otto com 12 cilindros em V 6000 cm3 Hidrogénio Gasolina 191 kW (256 cv) 191 kW (256 cv) 390 N.m @ 5000 rpm Motor síncrono AC 170 km/h (no funcionamento com H2) 10 segundos 200 km 550 km • BMW Hydrogen 7 Modelo de 2007 que permite o funcionamento tanto com gasolina como hidrogénio.• Mazda Premacy Hydrogen RE Hybrid Modelo de 2007 em que o motor Wankel permite o funcionamento tanto com gasolina como hidrogénio.5 segundos 201 km 480 km Motores a Hidrogénio Página 9 . Este automóvel possui as seguintes características: Tipo de motor Cilindrada Combustível Potência Binário Motor Eléctrico Velocidade máxima Aceleração (0-100 km/h) 100 Alcance Wankel com 2 rotores 2 654 cm3 Hidrogénio Gasolina 80 kW (109 cv) 154 kW (210 cv) 140 N.m @ 5000 rpm 222 N. Em adição existe um tanque de gasolina de 60 litros.4 kg de hidrogénio. O tanque de hidrogénio com capacidade para 110 litros a 350 bar armazena 2.m 390 N. Possui um tanque para armazenar 8 kg de hidrogénio líquido e um tanque de gasolina com capacidade de 74 litros.

• BMW H2R Este modelo é um dos primeiros carros de competição adaptados para funcionar com um motor que consome hidrogénio líquido. este carro de corrida já bateu vários recordes de velocidade meses. Concebido e desenvolvido num período de tempo relativamente curto de 10 meses. na sua categoria. provando assim poder vir a ser uma alternativa viável no mundo da competição. Este automóvel possui as seguintes características: Tipo de motor Cilindrada Combustível Potência Binário Velocidade máxima Aceleração (0-100 km/h) 100 Otto com 12 cilindros em V 6000 cm3 Hidrogénio 173 kW (232 cv) 301 km/h 6 segundos Motores a Hidrogénio Página 10 .

Após a análise dos vários pontos deste trabalho. De qualquer forma. Além destes factores. até conseguirmos meios de transporte totalmente limpos em que essa mesma rede de transportes seja sustentável. o que poderá constituir o elo de ligação entre os veículos actuais e os veículos do futuro que utilizam a tecnologia fuel cell (accionamento de um motor e eléctrico através de reacções químicas que envolvem o hidrogénio). são uma excelente resposta aos problemas ambientais gerados pela utilização de motores que trabalham com combustíveis fósseis. teoricamente. poderão haver problemas em angariar clientes que queiram adquirir um produto que utiliza uma tecnologia considerada “transitória” ou “a curto prazo”. poderemos eventualmente ver o hidrogénio como uma solução sustent sustentável e amplamente aceite tanto tecnicamente como economicamente. Motores a Hidrogénio Página 11 . Estas parecem ser as questões mais difíceis de ult ultrapassar na implementação de motores a hidrogénio. conforme explicado no subtema Implementação e produção de Hidrogénio ainda há um longo caminho a percorrer Hidrogénio. Constatamos que os motores a hidrogénio têm um funcionamento praticamente igual ao de atamos um motor a gasolina. pode se dizer que com uma pode-se pesquisa contínua nesta área e medidas de implementação devidamente planeadas e bem dirigidas. concluímos que os motores de combustão interna a Hidrogénio. Mas.

00.1511916.wikipedia.wikipedia.hybrid-vehicle.pdf http://observer.energy.html http://en..org/wiki/Hydrogen_internal_combustion_engine_vehicle http://www1.wikipedia.co.org/wiki/Mazda_Premacy_Hydrogen_RE_Hybrid http://en.howstuffworks.htm http://auto.Bibliografia • • • • • • • • http://en.gov/hydrogenandfuelcells/tech_validation/pdfs/fcm 03r0.html http://www.com/bmw-h2r.org/wiki/BMW_H2R http://auto.org/wiki/Mazda_Premacy_Hydrogen_RE_Hybrid http://en.howstuffworks.eere.uk/carbontrust/story/0.guardian.wikipedia.org/hybrid-vehicle-ice.com/bmw Motores a Hidrogénio Página 12 .wikipedia.org/wiki/BMW_Hydrogen_7 http://en.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful