Você está na página 1de 40

Redenção e Suas

Reivindicações

Sermão nº 1163

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892)

Traduzido, Adaptado e
Editado por Silvio Dutra

Jan/2019
S772
Spurgeon, Charles H.- 1834-1892
Redenção e suas reivindicações / Charles H.
Spurgeon
Tradução e adaptação Silvio Dutra Alves – Rio
de Janeiro, 2019.
40p.; 14,8 x21cm

1. Teologia. 2. Pregação. 3. Alves, Silvio Dutra.


I. Título.

CDD 252

2
Introdução pelo Tradutor:

Para Deus é algo muito fácil salvar uma alma


da condenação eterna, porque tudo quanto é
exigido é que o pecador se arrependa e creia em
Jesus Cristo.

Nenhuma dificuldade, ou condição de


habilidade ou mérito pessoal foi interposto por
Deus para a salvação do pecador, de modo que
por maiores que sejam as fraquezas e pecados
ou mesmo o longo tempo em que alguém
permaneceu na prática continuada do pecado,
no momento em que a pessoa crê em Cristo pelo
motivo correto, ela é salva instantaneamente, e
para sempre.

Agora, não porque Deus quisesse criar


dificuldades para nos salvar, ele não trará
salvação a qualquer que não queira atender ao
objetivo da salvação, que é o de nos santificar
para que cheguemos à imagem e semelhança do
caráter de Cristo.

Todo aquele, que for conhecido por Deus, em


Sua presciência e onisciência, que jamais se
submeterá a isto, por desejar permanecer como
o próprio senhor de sua vontade e destino,
jamais será atraído por Ele a Cristo para que seja
3
convencido do pecado pelo Espírito Santo, de
modo a confessar-se pecador necessitado de
salvação, e assim achar perdão, paz, libertação e
a bem-aventurança da vida eterna.

Assim, a dificuldade sempre se encontra do lado


do pecador, e não do lado de Deus, na questão da
salvação eterna.

Somos salvos para a santificação do corpo, da


alma e do espírito, e desta forma, enquanto não
formos convencidos desta verdade, e
resistirmos a ela, dificilmente, seremos
transportados das trevas para a luz de Jesus, da
potestade de Satanás para a de Deus.

Deus conhece os nossos corações, de modo que


no caso de alguém ter sido salvo, e não ser ainda
convencido plenamente destas coisas, e não
tendo uma correta compreensão do objetivo da
salvação que é o da nossa santificação, Deus
todavia, o sabe de antemão, e por meio do
conhecimento que ele sabe que viremos a ter
depois, concede-nos aquilo que viremos a amar
de todo o coração e vontade, a saber, a nossa
santificação, mas sobre a qual não estávamos
plenamente conscientes no princípio.

Mas uma vez tendo sido salvos, não demorará


muito tempo que cheguemos ao conhecimento
4
desta verdade que a redenção possui as suas
reivindicações, e que Jesus as cumpriu todas
elas por nós, para que de nossa parte, também
cumpramos aquilo que é exigido de nós, para
um caminhar digno segundo a vocação a que
formos chamados, de sermos e vivermos como
filhos de Deus.

5
“Porque fostes comprados por preço. Agora,
pois, glorificai a Deus no vosso corpo.” (1
Coríntios 6:20)

“Por preço fostes comprados; não vos torneis


escravos de homens.” (1 Coríntios 7:23)

As mesmas palavras são encontradas em


cada lugar, embora uma inferência diferente
seja tirada delas. “Você é comprado por um
preço.” O texto desta manhã foi: “Sem dinheiro
e sem preço”, e, na melhor das minhas
capacidades, tentei mostrar quão livremente as
bênçãos do evangelho são concedidas aos filhos
dos filhos. homens. Mas, embora não nos
custem nada, custaram caro ao Salvador; elas
são sem preço para nós, mas que preço Ele
pagou!

Bem, nosso poeta colocou no verso notável que


nós cantamos –

"Nunca há um presente

que Sua mão concede

que não tenha custado

a seu coração um gemido".


6
Fora disso, crescem certas verdades práticas
mais pesadas de Deus, e eu escolhi isso como a
verdade no assunto do discurso desta noite para
que eu possa exortá-los em suas mentes.

Que o Espírito Santo trabalhe graciosamente


através da Palavra que você ouvirá, e faça com
que você viva como aqueles que são redimidos
com o precioso sangue de Cristo! Primeiro, devo
dizer a você que a redenção é a nossa principal
bênção - nada melhor do que isso: “Você é
comprado por um preço”. Então terei de
lembrá-lo de que a redenção da parte de Deus se
torna Sua prioridade reivindicada sobre nós. E
em terceiro lugar, terei que mostrar que essa
afirmação é extraordinariamente extensa e
exorto-a a admitir isso.

I. Primeiro, então, “VOCÊ É COMPRADO COM


UM PREÇO”. Para todo homem de quem isto
possa ser dito, é a melhor notícia que ele já
ouviu! Um anjo enviado do céu não poderia
trazer a qualquer homem ou mulher uma
mensagem mais encantadora do que esta:
“Você é comprado por um preço, com o
precioso sangue de Cristo.” “Você é de Cristo”,
diz o apóstolo no capítulo. Leia para você (1
Coríntios 3), e ele parecia como se seu coração
brilhasse quando ele disse isso; Ele até fez disso
o clímax de uma notável explosão de eloquência.
7
Portanto, ninguém se glorie nos homens.
Porque todas as coisas são vossas, seja Paulo,
Apolo, Cefas, ou o mundo, ou a vida, ou a morte,
ou as coisas presentes, ou as coisas por vir; todos
são suas; e você é de Cristo; e Cristo é de Deus”.
Ser comprada com um preço é a maior distinção
de nossa humanidade e nos eleva acima dos
próprios anjos! Coloca grande honra sobre os
santos, assim como o Senhor disse: “Visto que és
precioso aos meus olhos, foste honrado e eu te
amei”. A redenção é uma grande misericórdia
na criação. Não é uma bênção mesquinha ter
sido feita, e ter sido criado um homem em vez de
um cachorro ou um sapo, ou um verme - ter sido
abençoado com o intelecto, com uma mente
que pode voar para o invisível, um julgamento
que pode pesar, uma memória que pode reter,
uma imaginação que pode criar e colorir
pensamentos de todo tipo. Não é pouca coisa ser
capaz de uma capacidade mental que amplie a
esfera da existência, crenças que abrem o
passado e nos fazem ver as idades e esperanças
longínquas que aliviam as trevas do presente
com lâmpadas emprestadas do futuro. É uma
grande coisa ser um homem e não um pássaro -
um homem com uma alma que nunca cairá pela
arma do caçador de pássaros; é uma coisa
grande ser um homem imortal, ser uma
criatura que viverá para sempre, em quem Deus
lançou uma centelha de chama imortal; é uma
8
coisa grandiosa ter um espírito dentro de nós e
não ser um gado estúpido! Mas, apesar de tudo
isso, embora o homem seja altamente elevado
na escala do ser e permaneça no topo do ser com
respeito a este mundo, tendo domínio sobre
todas as aves do ar e os peixes do mar, e tudo o
que passar nos caminhos do mar - ainda assim,
se você, ó homem criado, não for redimido, tudo
sobre você será transformado apenas em
poeira, pelo que seria melhor para você que uma
pedra de moinho tivesse sido amarrada no seu
pescoço, que você tivesse sido jogado nas
profundezas do mar, ou ainda melhor para você
que você nunca tivesse nascido, se você não
fosse redimido! “Comprado com um preço” faz
a existência ter sentido! Não ser redimido faria
da existência uma morte sem fim!

Providência, também, é uma palavra curta,


chamando diante de nossas mentes uma grande
massa de misericórdia; mas a providência é a
segunda em sua bem-aventurança para a
redenção.

Gostaria de lembrá-lo das inestimáveis bênçãos


que a providência de Deus trouxe a muitos aqui
presentes; não é pouca coisa estar com boa
saúde, não é pouca coisa ter sua razão
preservada; não é uma bênção menor ter pão
para comer, e roupas para vestir, e não se
9
angustiar, pois muitos dos mais pobres de
nossos irmãos e irmãs são sobre onde colocarão
suas cabeças - e onde encontrarão a comida de
amanhã.

Alguns de nós estão cercados de muitos


confortos, e devemos, toda vez que olhamos
para a cama em que dormimos à noite, e para a
sala em que passamos nossos dias, louvar a Deus
que tanto nos favoreceu –

“Não mais que outros merecemos,

mas Deus nos deu mais”.

Olhe ao seu redor! Alguns de vocês não têm


apenas as necessidades, mas os luxos da vida!
Você é extremamente favorecido nessas coisas.
Mas, oh, se você não é redimido, o que importa
se você estivesse vestido de linho escarlate e
fino, e se suntuosamente a cada dia, e então
deveria levantar depois seus olhos nas chamas
do inferno?

O que importaria, embora você tivesse a beleza


e a aparência majestosa de um Absalão, e ainda
sobre você um pai piedoso teria que dizer: “Que
eu tivesse morrido por você! Ó Absalão, meu
filho, meu filho!” O que seria para você ter sido
o possuidor do mundo, e ter chamado os seus
10
próprios mares, se você não tivesse parte ou
sorte na redenção do Senhor Jesus Cristo, e
nunca fosse salvo da ira de Deus através dele?

A redenção exige uma nota de gratidão mais alta


que a criação! Doce como providência deve
sempre ser para o crente, mas redenção, a
redenção é o melhor vinho guardado até o fim; a
última e melhor obra do céu; o espelho no qual
os atributos mais brilhantes de Jeová são mais
claramente refletidos. Esta é a lápide do canto
que coroa o grande templo da graça divina.
“Deus amou o mundo” - não para torná-lo justo
e bonito - isso não é suficiente! “Deus amou o
mundo” - não para sustentá-lo e dar-lhe dia e
noite, verão e inverno - isso não é suficiente!
Mas a linha que compreenderá as profundezas
do amor divino é esta: Ele “amou o mundo de tal
maneira que deu o seu Filho unigênito, para que
todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha
a vida eterna”.

Lembrem-se, queridos amigos, que a redenção


é aquilo que dá efeito a todas as outras grandes
bênçãos de Deus! Eu digo: "Grandes bênçãos",
pois eu me refiro a bênçãos espirituais - tudo
isso precisa de redenção para completar o
projeto. Por exemplo, a eleição, a fonte da graça
divina, precisa do canal de redenção para trazer
seus fluxos até os pecadores! Somos escolhidos
11
por Deus, mas para obediência e aspersão do
sangue de Jesus. Os santos são escolhidos nEle -
sem Ele, de que bem seria a eleição? Onde,
também, seria nosso chamado? Seria vantajoso
ser chamado se não houvesse uma festa de
amor por nós sermos chamados, e nenhuma
fonte cheia de sangue a que pudéssemos chegar
ao chamado!

A redenção é a plenitude de todas as bênçãos de


Deus! Eles são como o velo de Gideão, e a
redenção os apoia! É a chave do céu, o canal da
graça, a porta da esperança; constitui a nossa
canção na casa da nossa peregrinação e será o
tema da nossa música eterna acima! Eu não
deixaria de lembrar, também, que a redenção,
neste momento, é o fundamento de toda a paz
real que qualquer homem possui. Se você tem
alguma paz de espírito que vale a pena ter, você
a encontrou ao pé da cruz; se a tempestade de
seus medos a respeito da ira de Deus foi
acalmada - há apenas uma voz que poderia ter
acalmado seu ruído barulhento - é a voz de
Jesus! Não há paz à parte do sangue de Jesus, a
menos que seja aquela paz ilusória que, como a
solene quietude que precede o furacão, é apenas
o precursor da destruição! Toda a paz que você
tem é através da redenção, e toda a segurança
que você tem vem da mesma maneira. Você
espera ser salvo no final; sua confiança é que
12
você morrerá triunfalmente e se levantará
alegremente - mas é através do sangue de Jesus!

Onde estariam todos os santos se não fosse por


graça redentora e amor moribundo? Apesar de
suas profissões, eles são, sem Cristo, como um
bronze e um címbalo tilintando!

A piedade não tem raiz onde a redenção é


desconhecida; a experiência passada e gozo
presente se derreteriam como o revestimento
da geada da manhã seriam diante do sol
nascente caso não sejamos selados pelo
precioso sangue de Cristo!

O Senhor conhece os que são Seus e os guardará


em segurança até o fim. Mas, amado, há mais
uma verdade de Deus para nunca ser esquecida!
É através da graça redentora que esperamos
entrar no céu! Em poucas semanas, ou meses,
ou talvez anos, você e eu, que cremos em Jesus,
estaremos na glória! Nós teremos concluído
estes dias de trabalho aqui, e teremos entrado
no descanso sem fim! Nós estaremos:

"Onde as congregações nunca se separam,

E a adoração não tem fim!"

A nossa cabeça em breve usará a coroa imortal,


e as nossas mãos levarão a harpa da qual
13
tiraremos a mais rica música de louvor! Mas
nossa única esperança para entrar lá é através
do sangue - e nossa única canção será:
“Lavamos nossas vestes e as branqueamos no
sangue do Cordeiro.”

Ó vocês, estrelas da manhã que cantaram juntas


quando um mundo recém-criado primeiro
girou em torno do sol! Ó vocês espantados
espíritos que frequentemente admiraram a
sabedoria e a justiça de Deus ao lidar com a raça
pecaminosa dos homens, elevem suas notas e
cantem canções ainda mais doces sobre a
redenção! E nunca deixe sua maravilha cessar
para que Deus se torne homem e, como homem,
sofra, sangre e morra para redimir Seu povo -
para que se diga que eles foram “comprados por
um preço”!

II. Assim assegurei a todos que a redenção é a


nossa melhor bênção. Eu confio em que você
não vai descansar sem isso.

Agora, quero me alongar sobre o próximo


ponto, ou seja, que, portanto, a redenção é a
reivindicação do Senhor sobre nós.

Paulo não diz: "Você não é seu, porque Deus o


criou". Isso é verdade para todas as coisas que
são - gado, as árvores e o pó da terra, bem como
14
o homem regenerado. Ele não diz: "Você não é
seu, pois Deus criou você". Isso seria verdade
para o diabo e seus anjos, e para toda a raça de
homens rebeldes!

Nem ele diz: "Você não é seu, pois Deus o


preserva". Isso seria muito verdadeiro, pois
Deus, que mantém a respiração em nossas
narinas, deveria ter nosso louvor; mas isso
também seria verdade para todas as criaturas,
mesmo as mais perversas! Mas há um ponto
especial aqui: “Você não é seu - você é
comprado”, não apenas feito e preservado, mas
comprado e “comprado por um preço”. Vocês
que são filhos de Deus, foram comprados como
os demônios. nunca foram, pois Jesus nunca
morreu para salvá-los! "Ele não tomou anjos,
mas Ele tomou a semente de Abraão."

Você é comprado como os ímpios não foram,


pois eles continuam sendo os escravos de
Satanás, e não são redimidos de suas conversas
vãs recebidas pela tradição de seus pais. Eles
rejeitaram o preço de compra - eles
permanecem não redimidos de sua escravidão
ao pecado! Mas você foi redimido pelo precioso
sangue de Cristo, como de um cordeiro sem
mácula e sem mancha! E, portanto, Cristo
coloca sua mão perfurada sobre você e diz: "Você
15
é meu". Seu rei coloca a flecha larga em você e o
marca esta noite como propriedade real.

Havia uma possessão que Jacó possuía, a qual


ele muito valorizava, e que ele deu a seu filho
querido José, “porque”, disse ele, “eu tirei-o da
mão dos amorreus com minha espada e com
meu arco”. Você também é a possessão que
Cristo valoriza além de tudo, porque Ele o livrou
das mãos do pecado e de Satanás por seus
próprios sofrimentos e morte - e por causa disso
Ele tem o mais alto direito de propriedade
concebível em você! Ele não é meramente seu
Criador e Preservador, mas Ele é seu Redentor
e, portanto, se o mundo inteiro lhe recusar
homenagem e todos os homens se revoltarem
contra Ele, e mesmo que os anjos abandonem
Seu padrão, você não deve, porque você é
comprado com um preço!

Outras reivindicações são forçadas, mas essa


afirmação é esmagadora; outras faixas são
fortes, mas esses cordões de amor são
invencíveis! O amor de Cristo nos constrange.

Agora, vamos olhar para essa afirmação. Pense,


amado, no que você foi comprado! Você era um
escravo e você foi redimido! Você foi um
escravo do pecado! Lembre-se disso. Talvez
houvesse um tempo em que você pudesse fazer
16
um juramento tão bem quanto qualquer um, e
quando os prazeres deste mundo e as suas
concupiscências fossem doces bocados sob sua
língua. Como você chegou a ser salvo de maus
hábitos e paixões imundas? Você é comprado
por um preço! Você é o homem libertado pelo
Senhor! Você quebrou essas correntes, mas não
pelo seu poder. Você foi comprado por um
preço, pois “você não foi redimido com coisas
corruptíveis, como prata e ouro, da sua conversa
fútil, recebida pela tradição de seus pais; mas
com o precioso sangue de Cristo.”

Há redenção do pecado! Então você foi redimido


da punição do pecado! Você começou a sentir
isso; você estava cheio de dúvidas e medos, e
temerosas apreensões da ira de Deus; Você
sentiu como se o inferno tivesse começado em
você. Não é assim agora, pois o sangue da
redenção tem feito com que você ame a Jesus
Cristo Jesus Cristo, tenha paz, e você não tem
mais medo.

Bem, eu me lembro quando as chamas do


inferno queimaram em minha alma, tanto
quanto puderam nesta vida humana, sim,
secaram meu espírito, e ressuscitaram meu
coração, de modo que minha alma escolheu a
morte em vez de vida! Era uma coisa muito
miserável para se viver. Mas não é assim agora,
17
bendito seja Deus! Somos redimidos do remorso
e do desespero e libertados do horrível
sentimento de culpa! Em pouco tempo
estaríamos no inferno - mas, uma vez que
cremos, nunca entraremos no lugar do
tormento - pois o pecado é perdoado e o
sentimento de pecado é removido.

Podemos dizer nas palavras do nosso texto do


último domingo à noite: “Quem é aquele que
nos condenará? É Cristo que morreu, sim, que
ressuscitou, que se assenta à destra de Deus,
que também intercede por nós”. Somos
redimidos do pecado, do remorso e do próprio
inferno! E agora, neste momento, somos
redimidos da justiça vingadora de Deus. Jesus
Cristo carregou nossos pecados em Seu próprio
corpo no madeiro e, pelo mérito de Sua morte,
compensou para sempre a honra ferida da
justiça divina! Ele exaltou a lei e a tornou
honrosa, de modo que a própria lei não pode
mais pedir a um pecador por quem Cristo
morreu, pois Cristo pagou à lei tudo o que a
justiça poderia exigir.

Oh, pensem nisso! Alegrem-se, amados que


vocês foram redimidos do pecado, da morte e do
inferno, e das reivindicações da justiça
inflexível; e certamente você sentirá que há uma
reivindicação sobre você que você deve ser do
18
Senhor! Reflita muito amorosamente sobre
aquele querido amigo que te comprou da
escravidão de ferro, quem foi que te redimiu!

Você não foi redimido por um anjo! Caro seria o


nome angélico se assim fosse! Mas os anjos
eram impotentes nesse grande caso. Quem se
inclinou para te pegar, ó inseto de um dia?
Quem se inclinou para te salvar? Quem, senão
aquele que sustenta os imensos pilares da terra,
e espalha os céus no exterior! O Filho de Deus,
Onipotente, Eterno e Infinito, se apaixonou
pelos filhos caídos do homem - e para eles vestiu
a veste de carne humana, e naquela carne
sofreu até a morte, e morreu uma morte muito
vergonhosa no Calvário!

Oh, diga em toda parte que Jesus Cristo, que é


Deus sobre todos, bendito para sempre, nos
redimiu!

E depois disso, quem dirá que não pertencemos


a Ele? Então pense no preço que ele pagou. O
texto não nos fala sobre isso, e certamente a
razão de seu silêncio está no fato de que as
palavras não podem expressar a poderosa soma.
“Você é comprado. Você é comprado com um
preço.” Às vezes é melhor quando você não pode
dizer o que faria, para não dizer nada. O famoso
pintor, quando desenhou a imagem de
19
Agamenon do sacrifício de sua filha, sentiu que
não podia retratar a tristeza do semblante do pai
e, portanto, ele sabiamente colocou um véu
sobre ele, e o representou escondendo o rosto
do rosto com a visão assustadora. Então o
apóstolo parece ter sentido: “Eu não posso dizer
a você tudo o que Jesus sofreu, então eu vou
deixar isso. Você é comprado por um preço.”

Agora, transforme isso amorosamente. Medite


nisso devotamente até seus corações
queimarem como brasas de zimbro!

“UM PREÇO!” O preço era Deus nascido em


Belém como homem, e então vivendo 30 anos e
mais na pobreza e sofrendo no Getsêmani até
que o suor de sangue caísse no chão; falsamente
acusado, ridicularizado, cuspido, esbofeteado,
açoitado, pregado na cruz, deixado ali para
morrer, enquanto em Sua alma, a grande pedra
de moinho da ira de Jeová esmagou Seu espírito
até se derreter nele como a cera! Só Deus
conhece os sofrimentos do Filho de Deus - bem,
a liturgia grega derrama esse apelo misterioso:
“Por meio de vossos sofrimentos
desconhecidos, bom Senhor, livra-nos”, pois
eles eram desconhecidos!

Ó vocês, santos, foram, de fato, comprados por


um preço, e eu te ordeno, pela agonia e suor
20
sangrento, pela cruz e paixão, a reconhecer o
fato de que você pertence a Jesus! Confesse que
Ele te comprou com um preço incalculável!
Você é dEle e não desejaria questionar essa
compra divina que é a base de sua esperança!
Você não pode, não pode contestar as
afirmações sagradas que Jesus tem sobre você -
em vez disso, você deve dizer: “Ó filho de Davi,
nós somos seus e tudo o que temos!”

Há ainda essa consideração adicional de que o


preço de compra de cada filho de Deus foi
totalmente pago.

Vi terras que pertenciam a homens que eram


reputados como ricos, mas havia uma pesada
hipoteca sobre eles, de modo que, apesar de
chamarem as terras deles, dificilmente seriam
assim. Mas não há hipoteca sobre os santos! Não
há dívidas a serem exigidas em épocas futuras,
seja de nós ou do nosso Redentor! “Está
consumado”, disse o Salvador, e terminou! Ele
comprou você e pagou por você. Você não é
dele? Não há uma única boa obra sua necessária
para completar o mérito, ou uma única pontada
de sofrimento exigida de você para aperfeiçoar
a expiação. Você está perfeito em Cristo Jesus!
Bem, então, se o preço está pago tão
plenamente, não somos completamente do
Senhor? Eu vou dizer isso muito solenemente a
21
você, e depois deixar o ponto. Amado, se você
está pronto para confessar que você foi
comprado com um preço, você deve estar
igualmente pronto para reconhecer que você
não pode ser seu, mas pertence a Ele que te
comprou! Note você, que se o primeiro não for
verdadeiro, o segundo também não é. Mas se o
primeiro é verdadeiro, a saber, que Cristo
redimiu você, então o segundo é também
verdadeiro, a saber, que você é dele e deve viver
como sendo dele, ou então você está
defraudando-O!

Se você está preparado para desistir de sua


redenção, você também pode jogar fora sua
fidelidade a Cristo; mas se você não está
disposto a desistir da redenção pelo sangue - e
eu acredito que você não está, pois isso é desistir
de tudo - então você também deve concordar
com isso, que você não é seu, ou de qualquer
outro homem, mas pertence inteiramente a
Cristo. E por essa causa você é obrigado a
render-lhe todo o seu eu, espírito, alma e corpo.
É apenas seu culto racional, pois todo homem
razoável espera receber o que pagou. Se Jesus
pagou caro pela sua alma, e se for confessado
que é dele, então deixe que Ele a tenha, e não
seja tão vil a ponto de roubar a Cristo da
recompensa do sangue de Seu coração!
“Roubará o homem a Deus?” Você roubará seu
22
Redentor? Você roubará dele a compra de suas
agonias, e privá-lo-á daquilo que lhe custou a
vida para comprar? A alegação é forte, mas
apenas corações agradáveis a sentirão. Ó
espírito abençoado, faça-nos sentir
profundamente, agora e eternamente, para agir
sob seu poder irresistível!

III. Isso me leva ao terceiro ponto, que é, como


eu provei a afirmação do Redentor - para
mostrar a EXTENSÃO DELE. A reivindicação de
resgate é abrangente. Se você ler gentilmente o
contexto do meu primeiro texto, verá que inclui
o corpo e a alma, “glorifique a Deus em seu
corpo e em seu espírito, que são de Deus”. Ali o
apóstolo fala primeiro do corpo. Jovem, leia essa
passagem quando chegar em casa. Eu não posso
lê-lo agora, mas se você professa ser um cristão,
lembre-se que este seu corpo é santo e
ressuscitará dos mortos. Eu te ordeno, pelo
sangue de Cristo, nunca contamine este corpo,
seja pela embriaguez ou pela luxúria. Se fosse o
corpo de um homem comum, eu diria a você,
para seu próprio bem, evitar esses males. Mas se
você é cristão, eu tenho um argumento mais
forte, pois o seu corpo é o templo do Espírito
Santo! Marque com quanta força o apóstolo o
coloca e tente sentir a força de suas palavras.
Vocês, rapazes que vêm a Londres em meio aos
seus vícios, leiam essa passagem e evitem tudo
23
o que é semelhante à lascívia, ou à luxúria, pois
seus corpos foram comprados com a vida de seu
Senhor - e eles não são seus para brincar! Evite a
mulher estranha, sua companhia, seu vinho,
seus olhares, sua casa, suas canções e seus
resorts. Seus corpos não são seus para ferir por
autoindulgência de qualquer tipo! Mantenha-os
puros e castos para o Noivo celestial que os
comprou com o Seu sangue! E então sua alma é
comprada também. Fui obrigado a mencionar o
corpo porque é mencionado aqui, e é tão
necessário que seja mantido puro. Mas
mantenha a alma pura também. Cristo não
comprou esses olhos para que eles lessem
romances como os que são publicados hoje em
dia, calculados para levar os homens à vaidade e
ao vício. Cristo não comprou este meu cérebro
para que eu possa deleitar-me na leitura de
obras de blasfêmia e imundície; Ele não me deu
a ideia de que eu possa arrastá-lo pela lama com
a esperança de lavá-lo, novamente, como alguns
parecem imaginar que é a coisa certa estar
sempre se contaminando com ceticismo e
heresia, depois vêm a algum ministro para
ajudá-los a sair da terra, ou a algum amigo sábio
para esfregar a sujeira! Haverá poeira suficiente
para percorrer as melhores estradas - não há
necessidade de ir e rolar em cada montão de
sujeira que ateus insensatos e céticos
orgulhosos escolhem colocar no caminho! Não
24
contamine sua mente - ela pertence a Deus - ela
é comprada com o sangue de Jesus! Toda a sua
vida pertence a Deus se você é um cristão. Todo
corpo físico, todo poder natural, todo talento,
toda possibilidade de seu ser, toda capacidade
de seu espírito - todos foram comprados! Seria
uma coisa terrível para você se houvesse
alguma parte de você fora do inventário; isso
seria uma parte amaldiçoada do tecido do seu
ser! Mas tudo é comprado com sangue, se você
é, de fato, um homem ou mulher redimido.
Portanto, mantenha o todo para Jesus, pois
pertence a ele.

O apóstolo extrai do fato de que somos


comprados com um preço no meu primeiro
texto, a inferência: "Você não é seu próprio". É
claro como o sol ao meio-dia que se você é
comprado você não é seu! Agora, se eu não sou
meu, o que essa declaração negativa implica?
Significa, em primeiro lugar, que não posso
reivindicar o direito de fazer o que quiser. Eu
não sou meu; se eu fosse meu, poderia fazer o
que quisesse. Mas eu não sou meu; não devo
fazer o que me agrada, mas o que agrada a Cristo.
Eu tenho que agradar meu Senhor e Mestre em
tudo! A minha pergunta na vida não é como
obter mais felicidade para mim mesmo, mas
como posso trazer mais honra a Ele? Eu não sou
meu; então não devo seguir minhas próprias
25
paixões. Se eu fosse meu, eu poderia arremessar
o freio no meu pescoço e ir aonde quisesse e não
mais segurar minhas paixões. Mas desde que eu
não sou meu, eu não devo! Eu não posso viver
segundo a carne! A menos que eu seja falso para
com Aquele que me comprou, não ouso
obedecer a ordem de minhas corrupções!

Nem tampouco, se eu não for meu, posso seguir


meus próprios gostos se de algum modo eu
trouxer sofrimento ao povo de Deus ou desonra
ao nome de Cristo. Penso, queridos irmãos e
irmãs, que um dos melhores testes de um
cristão é que ele não apenas não fará nada de
errado, mas não fará o que pode levar outros a
cometerem erros. Muitas coisas nos são lícitas,
as quais não são convenientes, e muitas vezes o
cristão dirá a si mesmo: “Uma coisa que acho
que poderia fazer se fosse Alexandre Selkirk
numa ilha deserta e ninguém me visse; mas, do
mesmo modo, há outros que aproveitarão a
ocasião para ir além deste meu ato; e os fracos
que ficarão escandalizados com o que eu faço,
Deus me livre de fazer meu irmão ou irmã se
escandalizar, pois eu não sou meu! Se eu fosse
meu próprio senhor e não tivesse meu Senhor e
Sua causa para considerar, eu poderia fazer mil
coisas, mas negarei a mim mesmo muitas coisas
lícitas por amor a ele e pela causa de Sua igreja,
pois eu não sou meu. Eu negarei a mim mesmo
26
as coisas permitidas que eu possa manifestar
porque eu não pertenço a mim mesmo, mas a
Ele. ”Eu não sou meu. Então não devo confiar em
meus próprios raciocínios. Se eu fosse meu
próprio mestre, então, é claro, eu deveria
aprender minhas lições com meu próprio livro.
Mas eu tenho um rabino, Jesus, e estou
resolvido com mansidão para aprender dEle. Eu
pensei que era sábio uma vez, mas agora me
tornei uma criancinha, e adoro me sentar aos
pés de Jesus para aprender sobre Ele, pois
entreguei minha razão a Ele. Eu acredito no que
Ele me ensina porque Ele diz isso; Seu ipse dixit
é para mim em vez de argumento, pois o que ele
diz deve ser verdade! Eu não sou meu e,
portanto, não devo procurar meus próprios fins;
não devo viver neste mundo para enriquecer ou
para ser famoso; Eu posso negociar e obter
riquezas, mas deve ser para que eu possa usá-las
para ele. Eu tenho uma família para ser mantida.
Sim, devo dar minha família a Cristo e depois
trabalhar para manter a família de Cristo - e
assim trabalharei para Cristo. Não é da minha
conta sustentar a mim mesmo, pois o Senhor é
meu Pastor, e o Senhor me apoia através de
meus próprios esforços e, portanto, eu, mesmo
em trabalho comum, sirvo a Ele. Tendo comida
e vestuário, ficarei contente e viverei para fazer
o bem aos pobres e à igreja de Deus e aos meus
semelhantes. Quando Ele me enviar riquezas,
27
vou pegar meu vaso de alabastro e quebrá-lo, e
derramá-lo em Sua cabeça, e nunca contar
meus tesouros também usados como meus
quando eu os entrego a Ele.”

Se, como José de Arimateia, o crente possuísse


um novo sepulcro, onde o homem nunca se
deitou, preparado para si mesmo - ele
consideraria que seria melhor se seu Senhor se
dignasse a usá-lo para seu sepultamento. De
bom grado, ele emprestaria sua câmara para
que Jesus mantivesse a Páscoa, ou seu animal,
para que seu Senhor pudesse entrar em
Jerusalém - pois o santo mantém todas as coisas
prontas ao passo de seu Mestre! Sua vida é
consagração; ele jurou ao Senhor:

“Trabalharei por você;

Sofrerei por você;

Eu escreverei para você;

Eu vou viver por você,

eu vou morrer por você!

De algum modo, mostrarei

que não sou meu


28
ou qualquer coisa que tenha.”

Oh, irmãos e irmãs, eu não gostaria de ter um


cabelo não consagrado na minha cabeça, ou
uma hora não consagrada do dia, ou uma
faculdade não consagrada! Todo poder mental
que Deus deu a um homem deve ser usado para
a causa de Deus! Nenhuma faculdade que é
essencialmente natural para nós pode ser
dispensada de inclinar o pescoço para o jugo do
Senhor Jesus Cristo.

Às vezes, quando digo uma coisa engraçada na


pregação, não lhe pedi desculpas, pois se Deus
me deu humor, pretendo usá-lo em Sua causa;
muitos homens foram apanhados, com o ouvido
preso e a atenção conquistada por uma
observação estranha. Se alguém puder provar
que é mau, e não uma faculdade natural, eu a
abandonarei; mas é uma faculdade da natureza
e deve ser consagrada e usada para a causa de
Cristo! Tudo o que você pode fazer, se é uma
coisa certa a fazer, e Deus fez disso uma
característica do seu ser, faça isso por Jesus! Se
você não pode falar como o Sr. Moody, ou cantar
como o Sr. Sankey, mas de alguma forma ou de
outra pode ajudar a promover a glória do Senhor
Jesus Cristo, faça por você que não seja seu
próprio: "Você é comprado por um preço."
29
No meu segundo texto, o apóstolo traz outra
inferência. Leia o capítulo 7 no versículo 23 -
“Você é comprado por um preço; não sois servos
dos homens”. Com o que ele quer dizer: como
não é para viver por si mesmo, não é para tornar-
se escravo de outros homens e entregar seus
poderes a alguém que não seja ao Senhor Jesus
Cristo. Nem mesmo siga os bons homens
servilmente. Não diga: "Eu sou de Paulo. Eu sou
de Apolo. Eu sou de Calvino. Eu sou de Wesley.”
Calvino redimiu você? Wesley morreu por
você? Quem é Calvino e quem é Wesley senão
ministros pelos quais você acreditou como o
Senhor lhe deu? Não se entregue a qualquer
liderança que prefira seguir o homem do que o
seu Mestre. Eu seguirei qualquer um se ele
seguir o caminho de Cristo, mas eu não seguirei
ninguém, pela graça de Deus, se ele não seguir
nessa direção. Não prenda sua fé na manga de
ninguém. Fique perto do Senhor Jesus Cristo.
Você é comprado com um preço - não seja o
servo dos homens; não se entregue ao espírito
de festa. É uma pena quando um homem se
importa apenas com a política; quando a única
grande coisa que ele vive é devolver um liberal
ao Parlamento, ou entrar em um Radical, ou
levantar um Tory até o topo da enquete! Viver
para um partido político é indigno de um
homem que professa ser cristão! A política mais
avançada sob o sol não é nada comparada a viver
30
pelo Salvador que está sangrando e a gastar a si
mesmo pela promoção dos princípios imortais
da cruz! Não devemos nos entregar a qualquer
especulação científica, esforço educacional ou a
qualquer empreendimento filantrópico, de
modo a desviar nossa mente da grandiosa causa
antiga de Jesus e nosso Deus!

Conta-se uma história de um dos primeiros


santos - penso que foi Jerônimo - que ele sonhou
que morreu e foi até os portões do céu, e eles
disseram: “Quem é você?” E ele disse: “Eu sou
Jerônimo, um estudante das Escrituras.” E eles
disseram a ele: “Não, você não é; você é um
Jerônimo, um estudante de Cícero”, pois ele
estava muito mais acostumado ao estudo de
Cícero e dos grandes escritores latinos do que à
leitura das Escrituras. Sonhou, portanto, que
não lhe foi permitido entrar no céu. E ao
despertar de seu sonho, ele deixou de lado seus
livros clássicos para tornar a Palavra de Deus o
principal estudo de sua vida. Infelizmente, há
muitas pessoas no mundo que não vivem para
Cristo! Eles estão vivendo para outra coisa; a
principal coisa com eles é muitas vezes um
pouco leve como o ar - uma busca do mais
infinito valor!

Ouvi uma vez um grande ditado de um teólogo a


outro grande teólogo, que ele havia passado o
31
dia mais importante em Snowdon - ele o
considerava um dos dias mais bem-sucedidos
de sua vida. Estando na linha deles, eu me
perguntava que grandes cultos de reavivamento
haviam sido realizados em Snowdon, entre os
galeses. O eminente eclesiástico disse que
esteve muitos anos em vigilância, mas nunca,
até aquele dia, conseguiu se satisfazer! Eu me
perguntei se ele estava em oração, aguardando
a conversão do povo galês. Ele disse que
encontrou três tipos diferentes deles e agora
tinha certeza de que eles eram bastante
distintos. Ele quis dizer três tipos de
inquiridores religiosos cujos casos ele tinha,
finalmente, conseguido entender? Não! Ele
estava falando de três espécies de besouros que
ele encontrou depois de um dia de buscas! O
ministro de Cristo teve muita alegria sobre três
besouros, mas provavelmente pouco se
importou com o arrependimento dos
pecadores! E temo que muitos passem o tempo
em coisas tão pequenas quanto isso e, talvez,
muito menos inocentes. Tudo é uma ninharia
para um homem que é cristão, exceto a
glorificação de Cristo. “Félix foi rebaixado em
um embaixador,- disse o bom e velho William
Carey, quando lhe disseram que seu filho Félix
fora nomeado embaixador da corte britânica
para a corte de Burmah. Ele tinha sido um pobre
missionário antes e agora eles o fizeram um
32
grande embaixador! Mas seu pai disse: “Ele se
tornou um embaixador”. Se um homem que
vive para Jesus e prega o evangelho de repente
pudesse ser transformado no Imperador da
Alemanha, seria uma terrível queda para ele!
Viver para Jesus é o estilo mais elevado do
homem! Deus nos conceda poder perceber que,
nós somos comprados com um preço!

Se não pertencemos ao homem, segue-se que


não devemos seguir as modas do mundo.
Algumas pessoas devem estar na moda, custe o
que custar; fora da moda, eles acham que podem
estar fora do mundo. É quase morte para eles se
eles não podem se vestir e agir de acordo com a
maneira da sociedade! Portanto, eles se
deparam com extravagância, orgulho,
ostentação e loucura. O orgulho da vida os
devora. Quando as modas dão errado, deve ser a
moda do cristão ir contra a moda; não deixe
ninguém ser seu mestre! Se você tem mestres
segundo a carne, sirva-os com toda fidelidade,
assim como você, dando-lhes serviço diligente -
mas, como a qualquer mestre sobre o seu
espírito, não permita que ninguém seja assim -
consciências foram feitas somente para Deus!
Não curve seu coração e consciência diante do
homem, mas seja livre, pois “Você é comprado
por um preço.” Somos, então, inteiramente de
Cristo. Cristo, então, meus irmãos e irmãs, se
33
formos como devemos ser, é o Senhor do nosso
tempo! Nós não podemos dizer: "Eu tenho uma
hora para desperdiçar." É a hora de Cristo! Ele é
o Senhor da nossa casa. Nós não reivindicamos
ser primordial lá, mas nós dizemos, “Senhor,
estes são Seus filhos; ajude-nos a trazê-los para
você. Nossa casa é sua, Senhor, conceda que,
pela oração familiar e pelo santo exemplo,
possamos fazer com que nossa família seja
“santidade ao Senhor.”

Você sairá aos negócios e dirá: “Este negócio


não é meu, é do meu Mestre.” Você não
negociará de maneira desonesta se fizer isso.
Será comércio sagrado! O fazendeiro vai para o
campo e diz: “Este é o campo do Redentor, e que
proveito eu vou ganhar com ele.” Se ele se sente
assim, suas ações serão gentis, generosas,
corretas e tementes a Deus.

Eu gostaria que todo jovem sentisse: “Se eu


tenho talentos, eles são talentos de Deus, para
serem usados por Ele”. Homens jovens se
juntarão a clubes e sociedades e se tornarão
membros mais enérgicos; mas quando eles se
juntam a igrejas, muitas vezes temos a distinta
honra de ter seus nomes no livro do rol de
membros da igreja, e não muito mais! Isso não
está certo se eles pertencem a Jesus. O povo
cristão deve, em tudo o que faz, estar
34
procurando oportunidades de servir a Cristo.
Ouvi falar de um judeu que, indo ao comércio e
tendo uma escolha entre duas cidades,
perguntou: “Onde está a sinagoga?” E quando
ele encontrou uma sinagoga em uma cidade, e
não na outra, ele deu a preferência àquela em
que ele poderia adorar com seus irmãos.
Deveria ser assim com o cristão! Mas muitas
vezes os cristãos esquecem até mesmo de
perguntar sobre tais assuntos. Ganham
dinheiro e vão morar fora de Londres, e onde
escolhem a residência? Eles dizem: “Aqui está
uma bela vista e uma vizinhança respeitável”.
Mas não há lugar de culto onde eles possam
levar seus filhos e para onde possam ir, eles
mesmos - isso sempre os influencia? Temo que
não. Eles olham para outros assuntos primeiro.
Eu os conheço ir a lugares onde eles não
poderiam conseguir nenhum bem - e eles nem
tentaram fazer nada! Eu gosto de ouvir um
homem cristão dizer: “Há uma aldeia
desamparada; agora, se eu moro lá, posso
construir um pequeno local de culto, e assim
posso fazer o bem ”. Esse é um objetivo que vale
a pena almejar - e se os ricos cristãos da
Inglaterra, quando se afastam de grandes
centros populacionais - sempre dispostos a
trabalhar para tentar espalhar o evangelho
sobre onde eles vivem, eles seriam como
semente semeada no chão, ou como sal
35
espalhados pela sociedade para preservar a
terra!

Nosso primeiro objetivo na vida deve ser


glorificar o Senhor Jesus Cristo. Temo que eu
esteja batendo um pouco em você, ou talvez
você o chame pisando em seus calos. Você não
deveria ter calos, sabe, e então eu não poderia
pisar neles! Se você não está certo, e qualquer
coisa que eu diga chega perto de pisar em seus
calos, pois que assim seja!

Querido irmão, tente consertar; não ache culpa


no pregador porque ele descobre suas falhas! Vá
e se emende!

Entrou nesta casa há alguns anos um querido


irmão, um jovem cristão sincero; Eu estava
pregando algum sermão como este, e ele sentiu
que não estava vivendo para Cristo. Ele voltou
para a cidade onde morava e começou a pregar
nas ruas. Ele continuou a pregar, e Deus o
abençoou, e ele se desenvolveu em um servo
sincero e talentoso de nosso Senhor Jesus
Cristo, cujo nome é muito querido para todos
vocês. Um dos melhores dias de trabalho que já
fiz foi ser o meio de chamá-lo para tal serviço!
Não há algum jovem desse tipo aqui, esta noite?
Não pode haver aqui uma mulher cristã, com
habilidade, talento e educação, que deveria
36
estar ensinando mulheres jovens, fazendo o
bem e levando-as ao Salvador? Minha querida
irmã, você não é sua - você não é sua! Se você
fosse, eu acho que você teria toda a razão em
ficar parada no domingo e se sentir confortável
na semana. Mas você não é sua! Você não é sua!
O sangue de Jesus comprou cada partícula de
você; você não vai se dedicar a ele? Você não vai
orar para tornar sua consagração mais prática
do que tem sido até agora, e a partir de agora? A
marca de sangue sagrado está em todas as
partes do seu espírito e do seu corpo; não tente
esconder isso! Entregue tudo a Jesus, enquanto
você vive, para que quando você morrer, você
possa lutar um bom combate e completar a sua
carreira, e ter dito a você: "Muito bem, servo
bom e fiel."

No que você não sabe nada sobre ser comprado


com um preço, você estará perdido a menos que
você saiba! Se Cristo não te comprou, o inferno
te receberá, e o desespero será sua porção! Que
Deus lhe conceda conhecer o poder da redenção
pela fé em Jesus Cristo, nosso Senhor!” Se Cristo
não te comprou, o inferno te receberá, e o
desespero será sua porção! Que Deus lhe
conceda conhecer o poder da redenção pela fé
em Jesus Cristo, nosso Senhor! Amém!
37
PARTE DA ESCRITURA LIDA ANTES DO
SERMÃO - 1 CORÍNTIOS 3.

1Cor– 3

1 Eu, porém, irmãos, não vos pude falar como a


espirituais, e sim como a carnais, como a
crianças em Cristo.

2 Leite vos dei a beber, não vos dei alimento


sólido; porque ainda não podíeis suportá-lo.
Nem ainda agora podeis, porque ainda sois
carnais.

3 Porquanto, havendo entre vós ciúmes e


contendas, não é assim que sois carnais e andais
segundo o homem?

4 Quando, pois, alguém diz: Eu sou de Paulo, e


outro: Eu, de Apolo, não é evidente que andais
segundo os homens?

5 Quem é Apolo? E quem é Paulo? Servos por


meio de quem crestes, e isto conforme o Senhor
concedeu a cada um.

6 Eu plantei, Apolo regou; mas o crescimento


veio de Deus.
38
7 De modo que nem o que planta é alguma coisa,
nem o que rega, mas Deus, que dá o
crescimento.

8 Ora, o que planta e o que rega são um; e cada


um receberá o seu galardão, segundo o seu
próprio trabalho.

9 Porque de Deus somos cooperadores; lavoura


de Deus, edifício de Deus sois vós.

10 Segundo a graça de Deus que me foi dada,


lancei o fundamento como prudente
construtor; e outro edifica sobre ele. Porém
cada um veja como edifica.

11 Porque ninguém pode lançar outro


fundamento, além do que foi posto, o qual é
Jesus Cristo.

12 Contudo, se o que alguém edifica sobre o


fundamento é ouro, prata, pedras preciosas,
madeira, feno, palha,

13 manifesta se tornará a obra de cada um; pois


o Dia a demonstrará, porque está sendo revelada
pelo fogo; e qual seja a obra de cada um o próprio
fogo o provará.

14 Se permanecer a obra de alguém que sobre o


fundamento edificou, esse receberá galardão;
39
15 se a obra de alguém se queimar, sofrerá ele
dano; mas esse mesmo será salvo, todavia, como
que através do fogo.

16 Não sabeis que sois santuário de Deus e que o


Espírito de Deus habita em vós?

17 Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus


o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois
vós, é sagrado.

18 Ninguém se engane a si mesmo: se alguém


dentre vós se tem por sábio neste século, faça-se
estulto para se tornar sábio.

19 Porque a sabedoria deste mundo é loucura


diante de Deus; porquanto está escrito: Ele
apanha os sábios na própria astúcia deles.

20 E outra vez: O Senhor conhece os


pensamentos dos sábios, que são pensamentos
vãos.

21 Portanto, ninguém se glorie nos homens;


porque tudo é vosso:

22 seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o


mundo, seja a vida, seja a morte, sejam as coisas
presentes, sejam as futuras, tudo é vosso,

23 e vós, de Cristo, e Cristo, de Deus.


40

Interesses relacionados