Você está na página 1de 2

AGRUPAMENTO ESCOLAS SALVATERRA DE MAGOS

Ficha 5

Vê o resumo do documentário “super size me”

https://www.youtube.com/watch?v=MUzOirAOWeI

ou o documentário completo em

https://www.youtube.com/watch?v=W4m28PVklHA

1. Explicite qual o método utilizado por Morgan Spurlock para provar as consequências nefastas da fast food
no organismo humano.

2. Baseando-se no que viu no documentário, estabeleça comparações entre os hábitos alimentares do povo
americano e do povo português.
3. Indique algumas das doenças/sintomas que poderão ser provocadas pelo consumo excessivo de fast
food.

4. Quais as principais estratégias utilizadas pelas multinacionais de fast food para atraírem os mais
novos?

5. No início do documentário, é referido que duas jovens obesas colocaram a Macdonalds em tribunal,
culpando a multinacional pelo seu estado de saúde. Concorda com esta culpabilização? Justifique a sua
resposta.

6. O documentário demonstra a realidade alimentar das escolas americanas. Estabeleça comparações com a
realidade das cantinas escolares portuguesas.

7. Observe o gráfico e comente os resultados do mesmo.


8. “As vendas da McDonald's Portugal atingiram os 270 milhões de euros em 2009, mais 12,3 por
cento em 2009, face a 2008, crescimento que acontece pelo sétimo ano consecutivo, anunciou hoje
a multinacional norte-americana.”

“A alimentação de baixo custo está a ganhar quota de mercado. As vendas de marcas como Burger
King, Pans, KFC e Companhia das Sandes estão em crescimento, ao passo que os restaurantes
convencionais registam quebras.

8.1 Qual a sua opinião acerca desta crescente proliferação de restaurantes de fast food no
nosso país? Indique possíveis razões para esta situação e quais as consequências que daí
podem advir.

“Cientistas desconfiam que o excesso de gordura e açúcar não só


dispara a produção de leptina, o hormona da obesidade, como estimula
os neurotransmissores que causam dependência; ou seja, quanto mais
comemos hambúrguer e companhia , mais o nosso cérebro precisa
deles. Um estudo feito em ratos alimentados com ração rica em gordura,
realizado na Universidade de Wisconsin, nos EUA, mostrou que o corte
repentino desse tipo de
dieta provocou sintomas de abstinência. Nem sempre os animais têm as
mesmas reações que o ser humano, mas, este é mais um alerta aos fast
foods, explica Walmir Coutinho, endocrinologista do Rio de Janeiro.”

9. Tendo em conta esta informação e o que viu no documentário, acha que a dependência de fast
food é uma realidade? Dê a sua opinião acerca do assunto.

10. Comente a seguinte imagem, tendo


em conta a contradição patente na mesma.

BOM TRABALHO