Você está na página 1de 109

Clipping Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel

2010
Revista de Imprensa

21-10-2010

1. (PT) - Diário de Coimbra, 22-07-2010, Kontactos foográficos 1

2. (PT) - Diário de Coimbra - Social, 17-07-2010, Convidados viram procissão a partir do Governo Civil 2

3. (PT) - Cabra.net, 13-07-2010, "Coimbra vale mais do que uma passagem de um dia" 4

4. (PT) - Diário As Beiras, 13-07-2010, Está encontrada a fórmula do sucesso nas festas 8

5. (PT) - Diário de Coimbra, 11-07-2010, É uma modalidade em que é preciso estudar muito 9

6. (PT) - Diário de Coimbra, 11-07-2010, Mercado do Quebra-Costas corre o risco de ser reduzido por falta 10

de apoio e mais carinho?

7. (PT) - Diário de Coimbra, 11-07-2010, Kontactos fotográficos 13

8. (PT) - ALFA Online, 11-07-2010, Notcias Verão de "Kontactos Fotográficos" em Coimbra 14

9. (PT) - Diário de Coimbra, 10-07-2010, No âmbito da iniciativa Kontactos Fotográficos promovida pela 15

Secção de Fotografia da AAC e Turismo de Coimbra...

10. (PT) - Diário de Coimbra, 10-07-2010, 1.0 Torneio de Bridge Rainha Santa Isabel 16

11. TSF - Terra-a-Terra, 10-07-2010, Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel 17

12. (PT) - Diário As Beiras, 09-07-2010, Fotografia mostra-se na cidade 18

13. (PT) - Diário de Coimbra, 09-07-2010, Arraial de Sardinhas hoje na Feira Popular 19

14. (PT) - Diário de Coimbra, 09-07-2010, Kontactos aliam fotografia e turismo 20

15. (PT) - Diário de Leiria, 09-07-2010, Arraial de Sardinhas hoje em Coimbra 21

16. (PT) - Diário de Coimbra, 08-07-2010, Mercado Quebra Costas promete sábado animado 22

17. (PT) - Diário As Beiras, 08-07-2010, Festas de Coimbra: O exemplo da rainha santa é actual e mais vivo 23

que nunca - Entrevista a António Rebelo

18. RTP 1 - Portugal em Directo, 08-07-2010, Festas de Coimbra 29

19. (PT) - RH Turismo.net, 08-07-2010, Coimbra recebe amanhã 1.º Arraial de Sardinhas 30

20. (PT) - Turisver.com, 08-07-2010, Coimbra recebe amanhã 1.º Arraial de Sardinhas 31

21. (PT) - Diário de Coimbra, 07-07-2010, Noite dedicada à guitarra com portugueses e espanhóis 32
22. (PT) - Diário As Beiras, 07-07-2010, Bandolins espanhóis na Baixa 33

23. (PT) - Cyber Jornal.net, 07-07-2010, Festas da Rainha Santa Isabel 2010 34

24. (PT) - Diário de Coimbra, 06-07-2010, Folclore internacional hoje na Praça 8 de Maio 36

25. (PT) - Diário de Coimbra, 05-07-2010, Plateia rendeu-se às guitarras 37

26. (PT) - Jornal de Notícias, 04-07-2010, Versão para crianças do milagre das rosas da rainha Santa Isabel 38

27. (PT) - Diário de Coimbra, 03-07-2010, Rodrigo Leão encantou Coimbra 39

28. (PT) - ALFA Online, 03-07-2010, Notícias Verão de "Kontactos Fotográficos" em Coimbra 41

29. (PT) - Diário As Beiras, 02-07-2010, Gastronomia e artesanato durante o fim-de-semana 42

30. (PT) - Diário de Coimbra, 02-07-2010, Grande Noite do Fado junta antigos cantores na Baixa 43

31. (PT) - Diário de Coimbra - Datas Festivas, 02-07-2010, Grande espectáculo de fogo de artifício 44

32. (PT) - Diário de Coimbra - Datas Festivas, 02-07-2010, Águas Dançantes animam Feira Popular 45

33. (PT) - Diário de Coimbra - Datas Festivas, 02-07-2010, Festas da Cidade ganham identidade forte para 46

atrair público a Coimbra - Entrevista a Luís Alcoforado

34. (PT) - Despertar, 02-07-2010, Chocolate com sabor a história 48

35. (PT) - Despertar, 02-07-2010, Feira popular abre hoje na Praça da Canção 49

36. (PT) - Presstur.com, 02-07-2010, Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel apresentam "Guitarras de 50

Coimbra e Lisboa"

37. (PT) - Primeiro de Janeiro, 02-07-2010, Grande Noite do Fado de Coimbra 51

38. (PT) - Diário de Coimbra.pt, 01-07-2010, Coimbra mantém espírito solidário da padroeira 52

39. (PT) - Diário As Beiras, 01-07-2010, As festas começam hoje 53

40. (PT) - Diário de Coimbra, 01-07-2010, Sardinhas e Azeitonas para comer... e dançar 54

41. (PT) - Diário de Coimbra, 01-07-2010, Coimbra mantém espírito solidário da padroeira 55

42. (PT) - Diário de Coimbra, 01-07-2010, Animação deve prolongar-se por todo o ano 57

43. (PT) - Campeão das Províncias, 01-07-2010, Gastronomia e artesanato na Praça do Comércio 58

44. (PT) - Campeão das Províncias - Cidade, 01-07-2010, Espectáculo contra a fome 59
45. (PT) - Campeão das Províncias, 01-07-2010, Ascensor 60

46. (PT) - Diário de Viseu, 01-07-2010, Concerto de Rodrigo Leão abre Festas de Coimbra 61

47. (PT) - Diário de Coimbra, 30-06-2010, Coimbra à mesa com Chakall 62

48. (PT) - Diário de Coimbra, 30-06-2010, Sons de Rodrigo Leão em Santa Clara-a-Velha 63

49. (PT) - Jornal de Notícias - Festas, 30-06-2010, Festas de Coimbra e da Rainha Santsa Isabel 2010 64

50. (PT) - Jornal de Notícias - Festas, 30-06-2010, História da Rainha Santa e dsas Festas de Coimbra 66

51. (PT) - Jornal de Notícias - Festas, 30-06-2010, Salve, rainha! 67

52. (PT) - Jornal de Notícias - Festas, 30-06-2010, Programa Geral 69

53. (PT) - Boas Notícias Online, 30-06-2010, Concerto de Rodrigo Leão abre festas da Rainha Santa 71

54. (PT) - Diário de Coimbra, 28-06-2010, Padroeira de Coimbra retratada por artesãos 73

55. (PT) - Diário As Beiras, 28-06-2010, Festas já mexem 74

56. (PT) - Jornal de Notícias, 27-06-2010, Mostra de Rainhas Santas em Coimbra 75

57. (PT) - Diário de Notícias, 27-06-2010, Roteiro 76

58. (PT) - Diário de Coimbra - Feiras, 26-06-2010, Já cheira a festa em Coimbra - Entrevista a Paulo Mendes 77

59. (PT) - Farol da Nossa Terra.com, 25-06-2010, Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel 2010 79

60. (PT) - Canela & Hortelã.com, 23-06-2010, Festas em Coimbra arrancam com concerto de Rodrigo Leão | 80

Canela & Hortelã, revista online de Cultura e Lazer

61. (PT) - Diário de Coimbra - Social, 19-06-2010, Festas da Cidade e da Rainha Santa foram apresentadas 82

62. (PT) - Despertar, 18-06-2010, Coimbra homenageia Santa Padroeira 83

63. (PT) - Campeão das Províncias.com, 18-06-2010, Bilhetes à venda para concerto de Rodrigo Leão & 84

Cinema Ensemble

64. (PT) - Coimbra Digital.pt, 17-06-2010, Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel 2010 85

65. (PT) - Campeão das Províncias, 17-06-2010, Ambição teve de casar com contenção financeira 92

66. (PT) - RH Turismo.net, 16-06-2010, Festas de Coimbra de 1 a 11 de Julho 94

67. (PT) - Diário de Viseu, 16-06-2010, Concerto de Rodrigo Leão inicia festas da Rainha Santa 95
68. (PT) - Ambitur.pt, 15-06-2010, Festas de Coimbra de 1 a 11 de Julho 96

69. (PT) - Diário Cidade, 15-06-2010, Concerto de Rodrigo Leão inicia festas em Coimbra 97

70. (PT) - Diário de Coimbra, 15-06-2010, Festas da Cidade com programa ambicioso mas contido 98

71. (PT) - Público - Público Porto, 15-06-2010, Rodrigo Leão abre festas de Coimbra 100

72. (PT) - Destak.pt, 14-06-2010, Concerto de Rodrigo Leão inicia festas da Rainha Santa 101

73. (PT) - Diário de Notícias Online, 14-06-2010, Concerto de Rodrigo Leão inicia festas da Rainha Santa 103
Tiragem: 11473 Pág: 4
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Preto e Branco
A1 Period.: Diária Área: 7,89 x 2,96 cm²

ID: 31148184 22-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

KONTACTOS FOTOGRÁFICOS
No âmbito da iniciativa Kontactos Fotográficos promovida

pela Secção de Fotografia da AAC e Turismo de Coimbra, reali-


za-se hoje, entre as 15h00 e as 19h00, no CAPC – Círculo de
Artes Plásticas de Coimbra, no Parque de Santa Cruz, a pales-
tra “”20 Anos de Photoshop”, com José Gomes Ferreira.

Página 1
Tiragem: 11473 Pág: 6
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A2
Period.: Ocasional Área: 25,82 x 27,60 cm²

ID: 31081020 17-07-2010 | Social Âmbito: Regional Corte: 1 de 2

Convidados viram
procissão a partir
do Governo Civil
I A Procissão da Rainha Santa beu algumas dezenas de convi-
recebeu, como já vem sendo dados, entre autarcas, entida-
habitual, milhares de pessoas des e representantes de orga-
que assistiram às festas religio- nismos da cidade, que pude-
sas da cidade de Coimbra. O ram assim conviver e apreciar
Governo Civil, palco privilegia- o momento a partir da varanda
do para assistir ao cortejo rece- do espaço. l Amália Correia, Jaime Devesa e Palmira Pedro Carlos Clemente, Paulo Mendes e Henrique Fernandes

Jorge Castilho, Henrique Fernandes e Cristina Robalo Cordeiro Donzília Faria e Virgilio Caseiro Pedro Coimbra e António Simões

FESTAS DA RAINHA SANTA

Turismo de Coimbra
recebeu convidados
na Procissão de Penitência
I A Procissão de Penitência, com vite surgiu da empresa munici-
a saída da Rainha Santa do Con- pal Turismo de Coimbra, que
vento de Santa Clara-a-Nova em recebeu assim alguns convi-
direcção à Igreja da Graça, foi dados para assistirem a um dos
vista a partir do edifício do Posto pontos mais altos das festas reli-
de Turismo da Portagem. O con- giosas de Coimbra. l

Carlos Encarnação e Filomena Encarnação Luís Alcoforado, Luísa Saraiva e João Paulo Barbosa de Melo

Paulo Leitão, Maria João Castelo Branco e Marcelo Nuno Albino Cleto, Manuel Ramos e Manuel Lopes Porto Ana Lucas, Dora Santana e Ana Bandeira

Página 2
Tiragem: 11473 Pág: 1
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor

Period.: Ocasional Área: 16,65 x 22,28 cm²

ID: 31081020 17-07-2010 | Social Âmbito: Regional Corte: 2 de 2

COIMBRA P6

Fogo de artíficio
fecha com brilho
Festas da Cidade

Espectáculo pirotécnico levou milhares às margens do Mondego


no final de vários dias de festa repletos de múltiplas iniciativas

Página 3
A4

"Coimbra vale mais do que uma passagem de um dia"

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 13-07-2010

Meio: Cabra.net

Jornalistas: Maria Eduarda Eloy

URL: http://www.acabra.net/artigos/coimbra-vale-mais-do-que-uma-passagem-de-um-dia

Terça, 13 de Julho de 2010

por

Pode ler aqui a versão alargada da entrevista ao presidente da empresa municipal de Turismo de

Coimbra, Luís Alcoforado, publicada na edição 217 do Jornal A Cabra

Luís Alcoforado, presidente do Turismo de Coimbra, explica a oferta turística, as especificidades

culturais da cidade universitária e o trabalho feito no âmbito da promoção de Coimbra nos mercados

estrangeiros.

Agora está um pouco na moda falarmos de tangível e intangível. A cidade tem um conjunto de

roteiros com estas duas dimensões que podem interessar todo o tipo de pessoas que nos visitam.

Desde logo naturalmente o património. Se quiséssemos fazer, quase como no computador, uma

pesquisa pelo património construído e pelo interesse que tem do ponto de vista arquitectónico e do

ponto de vista artístico, naturalmente temos o Mosteiro de Celas, o Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, a

universidade e a Biblioteca Joanina, o edifício do Machado de Castro, a Sé Velha e Santa Clara-a-

Velha. A cidade muralhada só por si já justifica uma visita. Há um conjunto muito alargado de

património que vale pela qualidade arquitectónica e das obras de arte que guardam. E todo este

património já é suficiente para que as pessoas possam visitar Coimbra. Se a isto juntarmos depois

toda a alta e a baixa, que são ainda do ponto de vista de organização urbana muito medievais, ainda

alarga mais o nível de interesse turístico.

Depois podíamos ter um roteiro de turismo religioso e aqui incluiríamos Santo António dos Olivais.

Podia ser feita alguma sinergia com o Memorial da Irmã Lúcia e o Mosteiro das Carmelitas.

Também podemos juntar um conjunto de outras coisas. Coimbra começa a ter um espólio de

arquitectura contemporânea, que começa a ser muito importante como motivo de visita de estudo e

Página 4
de interesse. Talvez o primeiro edifício com estas referências claramente contemporâneas seja o liceu

José Falcão. Mas há também as obras dos grandes arquitectos portugueses: Siza Vieira com o

Pavilhão de Portugal no Parque Verde, Gonçalo Byrne com vários contributos; a Casa das Caldeiras de

José Mendes Ribeiro. Há uma intenção já discutida com algumas pessoas de começar a agregar esta

oferta num roteiro específico, que possa criar vontade nas pessoas de se constituir com uma certa

unidade e com uma certa identidade que valha a pena visitar.

Temos ainda toda aquela dimensão que normalmente relacionamos com o intangível. Tão importante

como trazer as pessoas a Coimbra é criar-lhes motivos para que elas se emocionem e para que

possam sentir-se felizes aqui. Se pensarmos, por exemplo, nos grandes escritores portugueses que

passaram por aqui, vemos que estamos num sítio muito interessante. No campo da literatura temos a

Casa da Escrita, central no neo-realismo português; a casa onde viveu Eça de Queirós, enquanto

estudante de Coimbra; a Torre de Anto onde viveu primeiro o António Nobre e, depois, Edmundo

Bettencourt com toda a importância que teve para a geração da presença e também para o

surrealismo português na poesia; e na Portagem, o sítio onde Miguel Torga teve o consultório e que

pode ser complementado pela visita à residência do escritor na zona dos Olivais.

Na música acontece o mesmo: na cidade podemos cruzar-nos com espaços onde algumas das

pessoas mais importantes da música portuguesa como Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira e

Edmundo Bettencourt tocaram, cantaram, viveram.

É um pouco disto tudo que podemos puxar em Coimbra.

A Casa da Escrita está praticamente pronta. Os acabamentos demoram sempre um pouco mais de

tempo. Mas pelo tempo previsível da obra, estará praticamente em conclusão e este ano poderá estar

aberta.

Nós estamos numa fase de estruturar os roteiros. A ideia é avançar um pouco, disponibilizando em

formatos digitais estes roteiros de que estivemos a falar. Uma coisa que nos preocupou foi fazer um

guia de Coimbra, que não havia e neste momento já temos um guia com informação muito detalhada

organizado por zonas da cidade em quatro línguas. A partir daqui nós facilmente podemos fazer todos

os roteiros que quisermos. Temos a informação toda, temos fotografias e agora é só termos

imaginação para organizar os roteiros.

A divulgação é uma aposta e é-o dentro daquilo que obviamente são os recursos disponíveis para a

fazer. Desde logo passando por ter informação atractiva na Internet, dispor de uma página oficial do

Turismo de Coimbra que, em quatro línguas possa disponibilizar todas as informações. Depois, nos

mercados de maior proximidade, é possível irmos às feiras a Espanha, a França, à Bélgica, ao Norte

da Europa no próximo ano, e ao Brasil, que é um mercado que se está a revelar muito importante.

Onde não podemos estar fisicamente presentes e promover o contacto, a ideia tem sido recorrer a

Página 5
publicações da especialidade e generalistas que possam levar esta ideia de Coimbra um pouco mais

longe.

Nós procuramos, como é evidente. O mais importante é tentar demonstrar que Coimbra vale um

pouco mais do que uma passagem de um dia e que vale a permanência de mais algum tempo das

pessoas.

Este turismo de grupos existe em qualquer sítio do mundo. É preciso tentar sensibilizar as pessoas e

as agências de viagens de que vale a pena que as pessoas fiquem aqui mais que um dia. Nós

tínhamos em 2004, uma média de permanência de um turista em Coimbra de um dia em meio e o

objectivo seria subir a média desta permanência para dois dias. Mas este turismo existe em todas as

grandes cidades e não deixa de ser importante. Agora, temos que o complementar e em Coimbra

temos essa possibilidade com o turismo de congressos, que é um turismo que nos interessa muito.

Temos um problema claro de sazonalidade. Os hotéis de Coimbra estão em 'overbooking' de Maio a

Outubro e depois estão um pouco mais libertos a seguir, dizendo eles que têm uma média de

ocupação de 60 por cento, que já não é nada de desprezar.

Mas, no último ano, tivemos dois dados interessantes. Manteve-se mais ou menos o número médio

de turistas que visitaram Coimbra, apesar da crise, se bem que muito à custa dos turistas espanhóis

que aumentaram substancialmente, enquanto outras nacionalidades desceram. Contudo, os turistas

espanhóis diminuíram na época alta e aumentaram na época baixa. O que significa que talvez esta

aposta no país vizinho possa contribuir para equilibrar um pouco mais o efeito de sazonalidade há

muito tempo detectado.

Por outro lado, vamos ter brevemente um instrumento que nos vai ajudar muito a combater esta

sazonalidade porque vamos ter um espaço para grandes congressos, eventos científicos, exposições e

espectáculos no Convento de São Francisco.

Coimbra interessa mais as pessoas com interesses culturais um pouco mais vincados, tirando o caso

do Portugal dos Pequenitos, que é um caso com especificidades muito próprias e que só por si já

justifica toda a importância de um determinado perfil de pessoas: as famílias e as crianças.

Regra geral, a primeira razão para vir a esta cidade é por causa da sua universidade. A segunda

razão é pela música de Coimbra que não deixa de constituir para nós também um motivo de reflexão,

no sentido de podermos ter uma oferta ao longo do ano de que as pessoas possam usufruir. Com

estas duas primeiras razões a serem apontadas e sabendo nós que a canção de Coimbra não é

propriamente uma canção de tops e de hits ficamos também com alguma informação sobre o tipo de

turista que nos procura.

Página 6
Se calhar as duas coisas, como acontece sempre. Mas vamos tentar emendar isso este Verão. Nós

vamos ter um programa de animação que vai ser apresentado brevemente e também vamos fazer a

divulgação em folhetos com quatro línguas para os hotéis. O objectivo dos folhetos é explicar o que é

a canção de Coimbra em 12 linhas - o que foi um desafio - e onde pode ser ouvida. Nos anos

anteriores, usámos a estratégia de fazer pequenas serenatas no início da noite num largo da cidade

onde as pessoas praticamente chocavam. E, se é verdade que aparecia muita gente, continuava a

haver pessoas que não sabiam que essas coisas aconteciam e também há a questão dos turistas, que

estão nos hotéis mais afastados do centro, não saírem à noite. Vamos tentar tirá-los do hotel com

esta informação especializada, tentando obviamente também valorizar espaços que ao longo do Verão

oferecem canção de Coimbra às pessoas.

No quadro das cidades portuguesas Coimbra está longe de ser uma cidade cara, mesmo a nível de

restaurantes. É um sítio onde se dorme em hotéis de qualidade acima da média, muitas vezes a

preços muito aceitáveis. Parece-me que os preços praticados pela indústria hoteleira da cidade são

muito aceitáveis.

Conversámos sobre isso e contribuímos para o trajecto que o Tuk-Tuk vai fazer. Coimbra tem alguns

problemas de acesso para alguns públicos e nós não conseguimos facilmente ter transportes públicos

em todos os locais de interesse histórico e patrimonial da cidade. Termos esta complementaridade de

ofertas do ponto de vista de transportes pareceu-nos interessante, podendo ser completadas por

outras iniciativas que ajudem a transportar as pessoas, principalmente aquelas que têm mais

dificuldade.

MariaEduarda Eloy

Página 7
Tiragem: 10500 Pág: 5
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor
A8
Period.: Diária Área: 17,43 x 24,22 cm²

ID: 31015774 13-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

tradição Rainha Santa Isabel abençoa Coimbra

Está encontrada a fórmula


do sucesso nas festas
Durante dez dias a cidade parou. A padroeira da cidade continua a atrair milhares de
pessoas. Numa altura de crise, a religião dá uma ajuda.
Arquivo-Luís CArregã

◗ Raquel Mesquita

N
ada de mapas, muito
menos de bússolas.
Dois anos depois, é
desta. “Penso que descobri-
mos o caminho que pode
levar a um modelo certo de
festa”.
É altura de balanço. Para
o presidente da empresa mu-
nicipal Turismo de Coimbra,
Luís Alcoforado, o caminho
até pode estar encontrado
mas ainda há que pensar
em possíveis ajustamentos.
Quais?
Daqui a dois anos é pos-
sível que o sábado – entre a
procissão de penitência e a
procissão solene – seja de ar- Luís aLcoforado afirma que as expectativas em relação às festas de Coimbra foram superadas
romba. Ou seja, “diversificar
o programa dessa noite de nem sempre é fácil falar em rico, o concerto no Museu de pessoas passaram por
maneira a culminar os fes- sucesso nos restantes feste- Machado de Castro e muito Coimbra nestes últimos dias.
tejos nesse dia”. Isto porque, jos. Talvez. Porém, este ano mais. Um programa diver- Fizeram-no por fé, devoção.
segundo Alcoforado, “os mi- as expectivas das Festas da sificado e que, mais do que Num resumo, Alcoforado diz
lhares de pessoas que nessa Cidade de Coimbra 2010 su- mostrar a cultura, mostrou a mesmo que “todos se sentem
noite estão pela cidade” são peraram. arte. “Aproveitaram-se os es- tocados”.
para aproveitar. Primeiro, o concerto de paços recentemente requa- Está desfeito o mistério.
E a contagem decrescente Rodrigo Leão, com mais de lificados”. Ou seja, “celebrá- Muitos repararam e até co-
começaou. Acaba uma fes- 2.200 pessoas, foi um suces- mos também os sítios”, subli- mentaram. Se há dois anos
ta, faz-se o balanço e pensa- so. Mesmo a pagar, e numa nha o presidente da Turismo houve flores lançadas de um
se já no futuro. Um futuro noite fresca, foram muitos os de Coimbra. helicópetro, desta vez “nada
que continua a ter em vista que não resistiram a ouvir e A centralidade no aspecto de cenas hollywoodescas”.
“agradar às pessoas”. Mas ver o artista. No que toca a ba- religioso estava definida des- Explicação?
tendo sempre em mente que lanço de receitas... suspense. de o início. Aliás, a procissão Não a crise, muito menos
o principal continua a ser a Luís Alcoforado avança que o penitencial e a procissão so- o esquecimento que impediu
religião”, sublinha Luís Al- montante será apurado jun- lene são os dois grandes mo- as flores vindas do céu. Sim-
coforado. tamente com a Liga Nacional mentos da festa e não há que plesmente, Luís Alcoforado
Numa cidade em que a Contra a Fome. negar. A comprovar, os nú- afirma que se quis respeitar o
Latada e a Queima das Fi- Depois houve Camané, meros. tradicional. Flores sim, sem-
tas são o top das animações, a animação no centro histó- Seguramente, milhares pre. Mas lançadas em terra.

Página 8
Tiragem: 11473 Pág: 20
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A9
Period.: Diária Área: 20,60 x 20,90 cm²

ID: 30987999 11-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

“É uma modalidade em
que é preciso estudar muito”
Pavilhão Centro de Portugal recebeu o primeiro Torneio de Bridge Rainha Santa
Isabel. Cerca de oitenta pessoas aderiram à iniciativa da Turismo de Coimbra
Tatiana Melo análise de risco». É assim que
Júlio Gomes, um dos jogadores
I Uma rosa amarela e uma caixa da equipa que ganhou a última
de chocolates cativavam a aten- Taça de Portugal de Bridge define
ção dos participantes, mal a modalidade.
passavam a porta. Depois, lá den- Apesar da grande tradição do
tro, várias mesas os esperavam, Bridge em Coimbra, a modalida-
mas a competição era posta de de parece não ser conhecida por
lado, diziam procurar apenas todos. Nuno Sousa, habituado a
«um momento de convívio». Era organizar torneios deste despor-
este o ambiente que se vivia, to explica como tudo se processa:
ontem, momentos antes de se «São precisas quatro pessoas, há
iniciar o 1.0 Torneio de Bridge uma parte em que os jogadores
Rainha Santa Isabel discutem entre si qual será o con-
Silva Santos, vice-presidente trato, ou seja o número de vasas e
da assembleia-geral do Clube de o trunfo e depois há uma parte do
Oficiais explica como surgiu a jogo propriamente dita. Em tor-
ideia: «os militares têm uma tra- neios, os jogos são sempre os
dição muito grande de torneios mesmos, as cartas vêm já bara-
de bridge e Coimbra já teve TORNEIO RAINHA SANTA ISABEL juntou 80 bridgistas, portugueses, espanhóis e suecos lhadas, são distribuídas, e as
alguns no passado mas com a equipas depois de jogarem resti-
saída das unidades militares per- Presentes estiveram “Bridegis- que está instalado na família», modos mais profissionais», tuem os jogos tal e qual como os
deu-se um pouco essa tradição. Já tas” vindos de Espanha, da mas este evento tem algo diferen- garante Francisco Costa. «Para o receberam. Estes são jogados em
há uns anos largos que não havia Suécia e de várias partes de te: «tem uma organização muito ano esta data já está reservada, várias mesas e no fim o que cada
nenhum torneio.Assim sendo, e Portugal, entre os quais muitos simpática, jogo há muitos anos e em termos de Federação Portu- pessoa conseguir fazer com as
fruto de alguma insistência por conimbricenses. António Falcão é a primeira vez que sou recebida guesa de Bridge, para o torneio da cartas que tinha à disposição é
parte dos oficiais, decidimos pro- é um deles. Jogador da modalida- com rosas e chocolates num tor- cidade do conhecimento nas fes- comparado entre todos e assim
por à Câmara Municipal a orga- de desde 1965, diz já ter estudado neio», destacou ao nosso jornal. tas da Rainha Santa Isabel», se faz a pontuação».
nização deste torneio». «mais de bridge do que algumas A actividade foi bem acolhida acrescenta. Parece fácil? Desenganem-se.
Projecto este que foi imediata- cadeiras universitárias que fez» e pela população e o resultado «É uma modalidade que é preciso
mente aceite «pelo seu interesse e orgulha-se de ter «uma casa agradou à organização que ante- O que é o Bridge? estudar, por vezes é preciso fre-
por ser o ressurgimento de um recheada de prémios, ganhos vê novos eventos deste desporto «É um jogo de avaliação de risco, quentar cursos» afirma António
torneio da rainha santa Isabel pelo país e no estrangeiro». em Coimbra. «Perante o êxito da requer capacidade de concentra- Falcão, um apaixonado por este
que já existiu», afirma Francisco Maria Corte Real joga bridge iniciativa, a entidade de turismo ção e sobretudo antecipação, é desporto. Para a história, fica o
Costa da Empresa Municipal há mais de quinze anos, afirma já se comprometeu que para o por isso um jogo que tem muito a nome do vencedor: Júlio Gomes
Turismo de Coimbra. que a modalidade é «um vírus ano irá repetir, talvez até em ver com a decisão em termos de Arsénio Abreu.l

Página 9
Tiragem: 11473 Pág: 2
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A10
Period.: Diária Área: 24,80 x 13,49 cm²

ID: 30987881 11-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 3

Mercado do Quebra-Costas corre o


reduzido por falta de “apoio e mais
“Estamos com grandes dificuldades para manter
as edições todas”, confessou Adélia Pinto, da Arte à
Parte, que, entre Março e Novembro, organiza o evento
João Henriques te, sedeada na mesma zona onde que encontra neste evento uma
decorre o evento, entidade que forma de promover diferentes
I E se, de repente, alguém lhe dis- promove o projecto, que, recor- actividades culturais. «Estamos
sesse que o Mercado do Quebra- de-se, nasceu em 2007 por inicia- com grandes dificuldades para
Costas (MQC) corre o risco de tiva de três lojistas da Rua do manter as edições todas», asse-
reduzir a frequência com que é Quebra-Costas. gurou Adélia Pinto. Convém
realizado. Acreditava? Se calhar, A falta de apoio das «institui- lembrar que o Mercado se realiza
os tempos que vivemos, em que a ções» foi lamentada por Adélia de Março a Novembro, todos os

FERREIRA SANTOS
crise serve para justificar tudo, Pinto, que não teve dúvidas em segundos sábados e sextas-feiras
sobretudo cortes orçamentais, afirmar tratar-se de um projecto que os antecedem, excepto em
ficaria pouco, ou nada, surpreen- merecedor de «um olhar de mai- Junho, que decorre no terceiro
dido. «Este MQC não foi apoiado or interesse e carinho». «Quería- sábado do mês. O MERCADO ao ar livre anima a zona histórica de Coimbra
como devia ser», sublinhou Adé- mos que a cidade, que já acari- «Exige muito esforço, envol-
lia Pinto, da Mesa da Assem- nha, acarinhasse ainda mais o vimento pessoal e algum di- pelos comerciantes, têm de exis- cer que, caso a situação se man- te da Arte à Parte, «o Mercado
bleia-Geral da Associação Cultu- MQC», prosseguiu a dirigente nheiro. Não pode ser suportado tir ajudas de fora», assumiu tenha, «vai ter de se cortar nas não tem rendimento nenhum»,
ral de Música e Teatro Arte à Par- dos órgãos sociais da Arte à Parte, só pelas associações culturais e Adélia Pinto, antes de reconhe- actividades». Segundo a dirigen- pois, explicou, «não são meia

Página 10
Tiragem: 11473 Pág: 3
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor

Period.: Diária Área: 13,04 x 12,96 cm²

ID: 30987881 11-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 2 de 3

risco de ser
carinho”
dúzia de finos que cobrem as “Novas paisagens sonoras” foi Integrado no programa das
despesas, nem os 15 euros por o tema da programação cultural Festas de Coimbra e da Rainha
cada banca». «Não dá para as da edição deste ano do MQC. Santa, o MQC de Julho deste
despesas», confirmou. Ontem, os dj’s “Golpe de Estado” ano foi apoiado pela empresa
O que começou por ser um deram música. Um concerto de municipal Turismo de Coim-
mercado ao ar livre foi-se trans- AJM Collective animou a noite bra, mas «não na totalidade».
formando num evento capaz de de anteontem, na sala da Arte à Segundo Adélia Pinto, «os
dinamizar a Alta de Coimbra, Parte, enquanto, ontem, foi a vez eventos no âmbito do Mercado
com vendedores, criadores naci- dos Panda Pompoir subirem ao não são apoiados financeira-
onais de artesanato urbano e ani- palco das Escadas do Quebra- mente», acrescentando que «o
mação musical a partilharem o Costas. Também ontem, de concerto foi suportado pela
mesmo espaço. Nasceu, assim, manhã, no Pátio do Castilho, Arte à Parte». Ainda assim,
uma festa mensal, reunindo, a Circolando apresentou a peça de reconheceu, «já foi uma ajuda»,
cada edição, mais actividades teatro infantil “A Galinha da antes de concluir: «O espaço
artísticas e produtos tão diversos Minha Vizinha”. À tarde, reali- neste dia adquire um ar com-
como roupa, bijutaria, artigos em zou-se a sessão “Poesia Ambu- pletamente diferente do resto
segunda mão, discos, livros, lante: Um Quebra-Costas Poéti- da semana. Fazem falta mais
revistas, comidas e bebidas. Cor- co”, pela companhia Bonifrates. iniciativas deste género duran-
tar o cabelo também passou a ser O grupo Lua Cheia dinamizou te a semana». Uma ideia, ouviu
possível na Rua do Quebra-Cos- as actividades educativas “A o Diário de Coimbra, defendida
tas, assim como outras acções, Princesa Putri Telur” e “A Filha por comerciantes, mercadores,
incluindo o lazer. do Sol”. moradores e visitantes. l

Página 11
Tiragem: 11473 Pág: 1
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor

Period.: Diária Área: 14,98 x 11,09 cm²

ID: 30987881 11-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 3 de 3

ANIMAÇÃO TURÍSTICA E COMERCIAL ENFRENTA DIFICULDADES P2 E 3

Quebra-Costas quer
apoios para o mercado

FERREIRA SANTOS

Página 12
Tiragem: 11473 Pág: 5
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A13
Period.: Diária Área: 7,57 x 2,84 cm²

ID: 30987883 11-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

KONTACTOS FOTOGRÁFICOS
 No âmbito da iniciativa Kontactos Fotográficos promovida pela

Secção de Fotografia da AAC e Turismo de Coimbra, realiza-se


hoje, entre as 17h00 e as 20h00, no CAPC – Círculo de Artes
Plásticas de Coimbra, no Parque de Santa Cruz, a palestra “25
anos de Carreira”. O orador é João de Castro (fotógrafo).

Página 13
A14

Notcias Verão de "Kontactos Fotográficos" em Coimbra

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 11-07-2010

Meio: ALFA Online

URL: http://www.alfa.pt/noticias_detalhe.php?i=217

Realiza-se o evento "Kontactos Fotográficos" de 4 de Julho a 31 de Agosto em Coimbra, organizado

pela Secção de Fotografia da AAC, em colaboração com a empresa municipal Turismo de Coimbra,

visando a promover a fotografia e o turismo.

A iniciativa inclui várias actividades fotográficas, entre elas exposições, palestras, workshops,

projecções multimédia e cinema sobre fotografia, a acontecer em diversos espaços da cidade.

Mais informação: programa de "Kontactos Fotográficos"

voltar atrás

Página 14
Tiragem: 11473 Pág: 4
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A15
Period.: Diária Área: 3,59 x 9,06 cm²

ID: 30978419 10-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

 NO ÂMBITO da iniciativa
Kontactos Fotográficos pro-
movida pela Secção de Foto-
grafia da AAC e Turismo de
Coimbra, realiza-se hoje,
entre as 15h00 e as 18h00,
no CAPC – Círculo de Artes
Plásticas de Coimbra, no Par-
que de Santa Cruz, a palestra
“10 Anos Photovoice”. O ora-
dor é Matt Daw (Project
Manager). Entretanto, de hoje
a 31 de Julho estará patente
no café com Arte a exposição
fotográfica “INdefenido”, de
Pedro Frias e, no centro cul-
tural àCapella, de hoje a 31
de Agosto, pode ser visitada
a mostra “Instrumentos da
Canção de Coimbra”, de
vários autores – Secção de
Fotografia da AAC.

Página 15
Tiragem: 11473 Pág: 23
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A16
Period.: Diária Área: 8,10 x 7,04 cm²

ID: 30979492 10-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

PAVILHÃO DE PORTUGAL

1.0 Torneio de Bridge


Rainha Santa Isabel
 Disputa-se hoje o 1.0 Torneio de de assistir a uma modalidade
de Bridge Rainha Santa Isabel. pré-olímpica, onde estarão pre-
O evento, que está integrado no sentes Bridegistas de todo o país
programa das festas da cidade, e também de Espanha.
tem início marcado para as 15 A modalidade tem uma longa
horas no Pavilhão de Portugal. tradição em Coimbra, cidade na
Organizado pelo Turismo de qual nasceram praticantes de
Coimbra, E.M. em parceria com grande nível, que chegaram mes-
o Clube de Oficiais de Coimbra, mo a representar a Selecção Na-
oferece às pessoas a possibilida- cional de Bridge. l

Página 16
A17

Meio: TSF - Terra-a-Terra


Duração: 01:28:28
Hora de emissão: 09:10:00
ID: 30992468 10-07-2010

Festas de Coimbra e da Rainha Santa


Isabel

Programa "Terra-a-Terra" em directo de Coimbra, onde decorrem as Festas da Rainha Santa Isabel.

Conversa com Luís Alcoforado, presidente do conselho de Administração do Turismo de Coimbra,

Carlos Encarnação, presidente da Câmara Municipal de Coimbra, António Rebelo, vice-presidente da

Confraria Rainha Santa Isabel, e Ilda Rodrigues do Festival de Artes.

Página 17
Tiragem: 10500 Pág: 8
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor
A18
Period.: Diária Área: 13,57 x 8,72 cm²

ID: 30968565 09-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

kontactos

Fotografia mostra-se na cidade


DB-Luís CaRRegã
A Secção de Fotografia da
AAC, em colaboração com a
empresa municipal Turismo
de Coimbra, apresentou on-
tem o evento Kontactos Foto-
gráficos, que se iniciou com
as Festas da Cidade e se pro-
longa até final de Agosto.
Com o objectivo de pro-
mover a fotografia e o turis-
mo, esta iniciativa é constitu-
ída por diversas actividades
fotográficas; exposições, pa- sobre fotografia, em diversos nal de Machado de Castro,
lestras, workshops, projec- espaços da cidade – edifício/ Portugal dos Pequenitos, bar
ções multimédia e cinema sede da AAC, Museu Nacio- A Capella e Café Com Arte.

Página 18
Tiragem: 11473 Pág: 4
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Preto e Branco
A19
Period.: Diária Área: 4,73 x 31,39 cm²

ID: 30968818 09-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

“AZEITONAS” NA FESTA

Arraial
de Sardinhas
hoje na Feira
Popular
 O 1.o Arraial de Sardinhas de

Coimbra realiza-se hoje à noite,


no recinto da Feira Popular (Pra-
ça da Canção), e inclui actuação
do grupo “Azeitonas” (ver en-
trevista no DC Magazine, nesta
edição).
A entrada para o arraial e
para o espectáculo custa 5 euros
e a organização promete muita
animação e «sardinha à discri-
ção, acompanhada de broa e cal-
do verde».
A iniciativa integra-se nas
Festas da Cidade e da Rainha
Santa, que assim incluem na
programação propostas mais ao
gosto popular.
Amanhã, no coreto do Par-
que da Cidade, vão actuar os
Anaquim, que fecham a noite
de fogo de artifício, mas logo à
noite, na Praça da Canção, o
convite é mesmo para o bailari-
co. Numa organização concer-
tada entre a Turismo de Coim-
bra (TC) e a Junta de Freguesia
de Santa Clara, a Praça da Can-
ção acolhe assim a primeira edi-
ção do Arraial de Sardinhas de
Coimbra, uma iniciativa que,
segundo Luís Alcoforado, da
TC, «pretende pôr toda a gente
bem disposta».
Arraial não é arraial sem
música e dança e o grupo “Azei-
tonas”, que se assume como «fiel
depositário de um nacional-
cançonetismo, perdido algures
nas brumas do tempo», promete
trazer a Coimbra um espectácu-
lo que “obrigará” o público a
fazer o gosto ao pé.
O presidente da Turismo de
Coimbra espera que esta inici-
ativa venha a ter continuidade
e acredita que será uma das
preferidas da população, até
porque não podia estar incluí-
da em ambiente mais popular
do que o da Feira Popular,
organizada em conjunto com a
Junta de Freguesia de Santa
Clara.
As Festas da Cidade e da Rai-
nha Santa incluem ainda hoje
animação medieval pelos ele-
ARQUIVO

mentos da Viv’Arte, nas ruas


Visconde da Luz e Ferreira Bor-
ges, e às 22h00, no âmbito do
Mercado do Quebra Costas, um
concerto pelo AJM Collective na
Associação Arte à Parte, na Rua
Fernandes Tomás (entrada 5
euros). l Página 19
Tiragem: 11473 Pág: 7
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A20
Period.: Diária Área: 8,62 x 17,45 cm²

ID: 30968959 09-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

ACTIVIDADES EM VÁRIOS ESPAÇOS DA CIDADE

“Kontactos” aliam
fotografia e turismo
José João Ribeiro realizar no próximo dia 24, nos
jardins da AAC, e “Nu Académi-
 “Kontactos Fotográficos”, que co”, no domingo, na Quinta das
decorre até finais de Agosto, é uma Lágrimas.
iniciativa constituída por diversas O jardim da Associação Aca-
actividades, como exposições, démica recebe, por outro lado, a
palestras, “workshops”, projecções partir do próximo dia 14, um ciclo
multimédia e cinema, a realizar de cinema com sessões sobre “A
em vários espaços de Coimbra. grande tradição do fotojornalis-
Assim, no edifício da Associa- mo”, “A renovação da fotografia
ção Académica, na Rua Padre contemporânea” e “A fotografia
António Vieira, encontram-se conceptual”.
patentes as mostras “Queima das Na apresentação do evento,
Fitas 2010” e “Full Beauty”, esta que teve ontem lugar no Portugal
última de Fernando Algarvio e dos Pequenitos, Paulo Abrantes,
João Castro. Na opinião dos orga- da Secção de Fotografia da AAC,
nizadores, esta exposição é a considerou a iniciativa como
«celebração do corpo humano na «mais um produto para os turis-
sua dimensão estética mais ela- tas usufruírem», aludindo às
borada, cheia de protagonismo e inúmeras actividades que se rea-
sentimento a cada retrato, a cada lizam em Coimbra nesta altura
corpo e a cada momento». do ano e a uma «aliança da foto-
Museu Machado de Castro, grafia com o turismo».
Portugal dos Pequenitos, A Gustavo Silva, vice-presidente
Capella e Café com Arte são da Associação Académica de
outros espaços que acolhem Coimbra, salientou o facto de aque-
exposições como “Home”, de la secção não se confinar às “quatro
Raquel Vida, “Outro Olhar” (de paredes” do edifício da AAC. «Este
vários autores, pacientes do Hos- é mais um exemplo dessa abertura
pital Pediátrico de Coimbra), à sociedade», concretizou.
“Instrumentos da Canção de “Kontactos Fotográficos” é um
Coimbra” e “INdefenido”, de evento organizado pela Secção de
Pedro Frias. Fotografia da AAC, em colabora-
Destaque também para os ção com a Empresa Municipal de
“workshops” “New fashion” a Turismo de Coimbra. l

Página 20
Tiragem: 3722 Pág: 17
Diário de Leiria País: Portugal Cores: Cor
A21
Period.: Diária Área: 16,70 x 6,31 cm²

ID: 30969166 09-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

FESTAS RAINHA SANTA ISABEL

Arraial de Sardinhas fundo são os ingredientes de


mais uma noite das Festas de
Amanhã, as festas contam com
um desfile etnográfico e festi-

hoje em Coimbra Coimbra e da Rainha Santa


Isabel, desta vez de cariz popu-
val de folclore, teatro, poesia,
um torneio de Bidge, uma rega-
lar, mas associada a um bom ta de vela, um concerto com
espectáculo. Anaquim e fogo-de-artifício.
 Num ambiente verdadeira- do concerto do grupo ‘Os Azei- A iniciativa é da Turismo de No próximo domingo, e de-
mente popular, a Praça da tonas’. Coimbra, E.M. e da Junta de pois das cerimónias religiosas,
Canção acolhe hoje, a partir Sardinha, broa, caldo verde e Freguesia de Santa Clara, haverá também uma regata de
das 20h00, o ‘1.o Arraial de Sar- vinho à descrição, com boa decorrendo ainda no âmbito da vela e um concerto com Cyro
dinhas de Coimbra’, seguido música portuguesa em pano de Feira Popular de Coimbra. Baptista. l

Página 21
Tiragem: 11473 Pág: 27
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Preto e Branco
A22
Period.: Diária Área: 16,85 x 20,75 cm²

ID: 30951908 08-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Mercado Quebra Costas


promete sábado animado
Artesanato urbano, livros, teatro e concertos são
propostas desta edição, que se integra nas Festas da Cidade
 O Mercado Quebra Costas,
com o lema “Novas paisagens
urbanas”, regressa amanhã e
sábado, associando-se ao pro-
grama das Festas de Coimbra e
da Rainha Santa.
Durante todo o dia de sábado,
entre as 11h00 e as 20h00, o Que-
bra Costas vai animar-se com
bancas de mostra e venda de ar-
tesanato urbano, bem como de
livros (presentes as editoras
Alma Azul, Angelus Novus, Dr.
Kartoon) e ainda de publicações
pela Cena Lusófona, A Escola da
Noite, Oficina de Poesia da
Faculdade de Letras, MACA,
jazz.pt e Revista Via Latina. Os
visitantes podem também petis-
car na banca do Fangas Mercea-

D.R.
ria Bar, cortar o cabelo pelas
mãos da marca Ilídio design ou DINAMIZAÇÃO da Alta é o propósito da iniciativa
simplesmente relaxar na zona
lounge à sombra. das pelo Turismo de Coimbra, propõe várias actividades ao lon- encerrando esta programação
Na véspera, sexta-feira às E.M. pela segunda vez, albergam go do dia de sábado. Às 11h00, no com o concerto do grupo rock
22h00, para os menos novos, a vários projectos culturais da cida- Pátio do Castilho, Circolando Panda Pompoir (19h00).
Associação Arte à Parte promove de dando conta da diversidade apresenta a peça de teatro infantil O Mercado Quebra Costas, que
um concerto de AJM Collective cultural vivida em Coimbra. Há, “A Galinha da Minha Vizinha”, se propõe «devolver à cidade as
(jazz/rock), e no sábado, pelas assim, ainda mais razões para sair para crianças dos 5 aos 12 anos, e ruas da Alta de Coimbra, dinami-
19h00, as escadas do Quebra Cos- à rua e percorrer a Baixa e a Alta. às 14h00 realiza-se a sessão “Poe- zar culturalmente a cidade e pro-
tas são palco de um espectáculo Esta é a edição ideal para tra- sia Ambulante: Um Quebra Cos- vocar novos registos sonoros
ao ar livre dos Panda Pompoir. zer as crianças, pois as três acti- tas Poético”, pela companhia pelas paisagens da Alta de Coim-
Todas as actividades são gra- vidades poderão encher-lhes o Bonifrates. O grupo Lua Cheia bra», é um projecto criado em
tuitas, à excepção do concerto de próximo fim-de-semana de dinamiza às 15h00 a actividade 2007 por três lojistas, sendo pro-
amanhã dos AJM Collective, sonhos e descobertas», anuncia educativa “A Princesa Putri movido pela Associação Cultural
que tem um custo de 5 euros. a organização. Telur” e às 18h00 “A Filha do Sol”, de Música e Teatro Arte à Parte,
«As comemorações, promovi- O Mercado Quebra Costas para um público dos 5 aos 12 anos, sedeada neste local da cidade. l

Página 22
Tiragem: 10500 Pág: 13
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor
A23
Period.: Diária Área: 26,00 x 33,30 cm²

ID: 30952020 08-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 6

espeCIAL Desporto

antónio rebelo Vice-presidente da Confraria da Rainha Santa Isabel

“o exemplo da rainha santa


é actual e mais vivo que nunca”
A crise leva a que a confraria espere uma grande multidão na procissão de penitência que esta noite tem lugar. Tal significa,
segundo António Rebelo, que o seu exemplo está “mais vivo que nunca”.


DB-A.A.

◗ António Alves
ferro em que se assistiu à
criação de bilhetes especiais
DIÁRIO AS BEIRAS – Quais para os que desejassem vir
são as expectativas da con- até Coimbra para participar
fraria para a procissão de hoje na procissão da Rainha San-
e do próximo domingo? ta, oriundos de várias regi-
ANTÓNIO REBELO ões do país. Há ainda uma fé
– Prevê-se uma grande as- muito forte, quase
sistência, sobretudo devido Como é que a Confraria se es-
aos momentos de crise que tá a preparar para acolher os inabalável, nas
atravessamos. As pessoas, milhares de fiéis? virtudes e no
nestas fases mais críticas, Nós já tivemos as reuni-
recorrem ao auxílio da Rai- ões que achamos adequadas
auxílio da Rainha
nha Santa. No caso da devo- com a Protecção Civil dis- Santa.
ção popular, há ainda uma fé trital e municipal e com as
muito forte, quase inabalá- autoridades – PSP, INEM,
vel, nas virtudes e no auxílio GNR, Bombeiros e Polícia
da Rainha Santa. Municipal – para que tudo
corra da melhor forma.


Acha que é só por necessida- Um devoto da Rainha Santa
de? afirmou, esta semana ao DI-
Não é só por isso. As pes- ÁRIO AS BEIRAS, que eram
soas procuram a Rainha San- necessárias mais Rainhas
ta pelos mais diversos moti- Santas em todo o Mundo. É
vos. Nós ouvimos as súplicas da mesma opinião?
das pessoas enquanto passa Há sempre por aí, feliz-
a procissão, em alguns casos mente, nesse mundo, muitas
de uma forma comovente. As pessoas devem Rainhas Santas desconheci-
Por exemplo, o caso de uma compenetrar-se de das e que passam desperce-
mãe que pede à Rainha San- bidas aos meios de comuni-
ta para libertar o seu filho da que integram uma cação social. Mas o exemplo
droga; a outra que pede a re- procissão religiosa, antónio rebelo garante que tudo está a ser feito para que as procissões corram sem sobressaltos da Rainha Santa é actual e
conciliação da filha com o mais vivo do que nunca. É
genro; a sogra que pede um
não um cortejo da teriores? obrigar a que muitas das pes- ja um momento profundo um exemplo que nos inter-
parto feliz e sem complica- Queima das Fitas. Não há alterações. É o soas tenham de sair mais ce- de oração, de recolhimento, pela constantemente a que se
ções para a nora... percurso habitual, quer no do do emprego para poderem de meditação, de penitência coloquecoloquemos em prá-
dia 8, quer no dia 11. chegar a tempo da procissão, como se adequa ao nome da tica as virtudes cristãs da ca-
Ou seja, prevêem que hoje e é um entrave à maior partici- própria procissão. Ao mes- ridade, as obras de misericór-
no domingo milhares de pes- Disse que também esperam pação dos fiéis. mo tempo, colaborem com dia, as bem-aventuranças que
soas assistam à procissão? muita gente no domingo. Mas a organização e procurem Cristo nos propôs. Cada um
São expectativas altas, Que conselho dá a quem de- nesse dia, diz a tradição, costu- De que forma espera que as aproveitar os momentos de de nós pode ser uma Rainha
desde logo pelo momento de cidir participar ou assistir à ma haver menos gente ao lon- pessoas se associem à procis- paragem para meditar, rezar, Santa. Basta, para tal, que te-
crise que atravessamos, os procissão? go do percurso? são? guardando silêncio e procu- nhamos força de vontade e,
problemas de desemprego, Venham o mais cedo pos- Bem pelo contrário. O fac- Nos anos em que têm lu- rando integrar-se espiritual- sobretudo, nos momentos
as dificuldades económicas. sível, deixem os automóveis to de acontecer a um domin- gar as procissões, nós edita- mente na procissão. Quan- difíceis, uma adesão incon-
Isto, para além do que já é não muito perto do Conven- go e de ser a mais vistosa – é a mos um desdobrável com al- to à procissão de domingo, é dicional ao espírito de comu-
habitual e que leva a que ve- to de Santa Clara-a-Nova por- procissão solene – com a par- guns conselhos. As pessoas mais festiva, mas seria bom nhão, de solidariedade e de par-
nham a Coimbra pessoas de que o espaço é pequeno e po- ticipação do bispo, e de muitas devem compenetrar-se de que as pessoas mantivessem tilha, se pensarmos mais nos
quase toda a região e de ou- dem prejudicar a formação das outras forças vivas da Igre- que integram uma procis- a mesma atitude de silêncio, outros, designadamente, nos
tros pontos do País. No fun- da procissão, como também ja e não só, acaba por suscitar são religiosa, não um corte- recolhimento, porque conti- mais carenciados, não em ter-
do, trata-se de uma tradição ficarem bloqueados em fi- grande interesse das pessoas. jo da Queima das Fitas. A de nua a ser uma procissão sé- mos materiais, mas também
que se enraizou já há mais las de automóveis. Venham O próprio dia em que se rea- hoje é uma procissão peni- ria e, do ponto de vista com- em termos afectivos. Há mui-
de um século. com tempo e preparados pa- liza ajuda a que, aqueles que tencial, que tem como ob- portamental, seria bom que tas pessoas que vivem isoladas
ra andar um pouco a pé. viajam de longe, a possam in- jectivo principal permitir às mantivessem esta atitude de e para as quais basta uma pala-
Por que razão? tegrar ou simplesmente as- pessoas que possam cum- meditação sobre a Rainha vra amiga e de esperança, uma
Desde logo, com a inau- O percurso que vai ser usa- sistir a ela. A de hoje, até pe- prir as suas promessas. Es- Santa e o exemplo que ela simples conversa, para ficarem
guração dos caminhos-de- do é igual aos dos anos an- lo facto de, em alguns casos, pero, sinceramente, que se- nos deixou. interiormente mais ricas.
Página 23
Tiragem: 10500 Pág: 15
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor

Period.: Diária Área: 27,01 x 32,94 cm²

ID: 30952020 08-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 2 de 6

PortugalCentro
ANDOR Ramiro Monteiro é um dos responsáveis milAgRe DAs ROsAs

Alma Azul lança


Estado da calçada torna versão para crianças
a descida mais difícil a lenda do milagre da
Rainha Santa Isabel, que terá
vrarias, e outra para a colec-
ção “Literatura Portátil”, com
transformado pão em rosas, é desenhos de crianças de to-
Durante 40 anos foi um dos irmãos que carregou a imagem da Rainha Santa. Agora, contada numa versão original do o país.
e por causa da idade, é um dos responsáveis do andor. destinada às crianças, produ- A primeira sessão do tra-
zida pela editora Alma Azul. balho de produção de ilus-
DB-A.A.
de 800 a 900 quilos”, refere. A história, que vai ter du- trações pelas crianças decor-
Um peso que é dividido as edições em livro a lançar reu domingo no espaço Ler
por 10 homens numa ex- pela Alma Azul, foi apresen- ao Cubo, do Parque Verde do
tensão superior a dois quiló- tada pela primeira vez no do- Mondego, na oficina de de-
metros. E com algumas difi- mingo numa oficina de dese- senho realizada em parceria
culdades no caminho. Uma nho, em que as crianças par- com a Biblioteca Municipal
delas logo à saída do Conven- ticipantes foram desafiadas de Coimbra.
to de Santa Clara-a-Nova. A a produzir ilustrações inspi- De acordo com a responsável
descida da Calçada de San- radas naquela narrativa ori- da editora, este trabalho vai
ta Isabel, “até pelo seu esta- ginal. ser desenvolvido até Março
do actual, torna mais difícil “Queremos contar outro de 2011 em escolas de todo o
a descida do andor”. Nesse milagre das rosas, de uma país, incentivando as crianças
período, segundo Ramiro forma mais atraente e poéti- a desenhar as ilustrações para
Monteiro, o segredo dos 10 ca”, disse a responsável pela a edição, cuja receita reverte
homens é efectuar força con- editora, Elsa Ligeiro, ao real- integralmente para a Biblio-
trária à descida para que não çar o facto de a mulher de D. teca Alma Azul de Tinalhas
seja ainda mais difícil efec- Dinis ser “uma figura muito (Castelo Branco).
tuar este percurso. Depois, querida de uma larga camada Da autoria de Elsa Ligeiro, es-
a paragem na Ponte de San- da população” e de ter “uma ta versão infantil do milagre
ta Clara – “arrefecemos um relação forte com a identida- das rosas vai ser lançada pró-
pouco” – e a entrada na Igre- de local”. ximo Festival de Artes Para a
ja da Graça. “Temos de bai- Na sua perspectiva, a Rai- Infância - O Melhor do Mun-
xar o andor e a porta estrei- nha Santa Isabel “é uma fi- do, que decorrerá em Maio
SÃO PRECISAS cerca de 700 rosas para enfeitar o andor da Rainha Santa, garante responsável ta” obriga a que apenas três gura notável, de uma inteli- de 2011, em Coimbra, Caste-
irmãos de cada lado possam gência superior”. “É possível lo Branco e Aveiro, especial-
◗ António Alves
um dos irmãos que ajuda a Para além das flores, o an- fazer esse trabalho. “Mas na- torná-la ainda mais atractiva, mente dirigido a crianças dos
colocar a imagem da Rai- dor tem no seu interior duas da que não se consiga fazer”, e sobretudo mais atractiva pa- quatro aos nove anos, mas

U
ma dezena de ho- nha Santa no andor”, afir- baterias de dimensões mé- frisa. ra as crianças”, sublinhou. também a educadores e pais.
mens faz, de dois ma. O trabalho começa no dias para alimentar os qua- Este ano, e pela primeira A história “Isabel e as Ro- A editora com sede em
em dois anos, a dia anterior (quarta-feira de tro holofotes que iluminam vez, haverá duas equipas de sas” será lançada em duas Coimbra publicou já uma
dupla viagem do andor da manhã), para que na data a imagem da Rainha Santa 10 homens a acompanhar o edições: uma normal, com biografia de Isabel de Aragão,
Rainha Santa na sua visita da procissão da penitência em toda a sua extensão: cerca andor e cinco novos elemen- ilustrações e cartonada, para da autoria de António de Vas-
à Cidade. Durante 40 anos, esteja tudo pronto, até mes- de 2,10 metros. Este sistema tos que, em caso de necessi- o mercado tradicional das li- concelos.
Ramiro Monteiro foi um dos mo as flores – normalmen- funciona, maioritariamente, dade, entrarão nas equipas
escolhidos para esta missão. te, rosas – colocadas. Ramiro na procissão de hoje. Com já definidas. Todos eles, ga-
A idade obrigou-o a ceder o Monteiro sabe que para en- tudo isto, a pergunta impõe- rante, estão preparados pa-
seu lugar aos mais novos, feitar o andor são precisas se: qual o peso real do andor- ra que tudo corra da melhor pAVilHãO ceNTRO De pORTUgAl
sendo desde há quatro anos
um dos responsáveis pelo
cerca de 700 flores coloca-
das em várias esponjas hu-
da Rainha Santa? O respon-
sável diz que ninguém sabe.
forma e para que a imagem
da Rainha Santa faça a dupla Portugal e Espanha
andor. “Acompanho a pro-
cissão num dos lados e sou
medecidas com um metro
de comprimento.
“Esse é um mito. Mas, hipo-
teticamente, estamos a falar
viagem sem qualquer tipo de
sobressalto. no 1.º Torneio de Bridge
modalidade com longa de variedades de fado, no Par-
pROcissãO tradição em Coimbra, na Aca- que Verde do Mondego.
demia e no seio de algumas Com este festival, organizado
Liga dos Combatentes participa pela primeira vez colectividades, o bridge está
de regresso à cidade no próxi-
pela Turismo de Coimbra em
parceria com o Clube de Ofi-
mo sábado, 10 de Julho, com ciais de Coimbra, pretende
o núcleo de coimbra morações do Dia de Portugal, grar esta representação de- ta, casaco azul e sapato preto). a realização do 1.º Torneio de dinamizar-se uma modalida-
da Liga dos Combatentes vai em Faro. vem estar cerca das 19H00 no Por outro lado, aos antigos Bridge Rainha Santa Isabel, de pré-olímpica que, na cida-
participar hoje, pela primeira Segundo o vice-presiden- largo do Convento da Rainha combatentes que tiverem me- que reunirá bridgistas de to- de, viu nascer praticantes de
vez na sua história, na Procis- te do núcleo de Coimbra, te- Santa e dirigir-se ao respon- dalhas e condecorações é re- do o país e de Espanha. elevada craveira que, inclusi-
são de Penitência da Rainha nente-coronel Mário Olivei- sável que terá nas suas mãos comendada que sejam porta- Integrado no programa das ve, chegaram a representar a
Santa Isabel. A presença dos ra, “entendemos que também o guião do núcleo conimbri- doras das mesmas. Os asso- Festas da Cidade e da Rainha Selecção Nacional de Bridge.
antigos combatentes deveu-se deveríamos participar neste cense da Liga dos Combaten- ciados devem ainda dirigir-se Santa Isabel, o evento decor- Em simultâneo, constitui um
a um compromisso asssumi- acto religioso da cidade, já que tes. Segundo a informação à secretaria do núcleo para re- re no Pavilhão de Portugal, a momento significativo da di-
do pelos actuais responsáveis muitos dos nossos associados fornecida, os sócios devem, ceberem o emblema da liga, o partir das 15H00, culminan- vulgação da cidade junto dos
junto dos associados e vem no também são devotos da Rai- se possível, usar o traje da Li- qual deve ser colocado no ca- do com a entrega de prémios participantes, nomeadamen-
seguimento do desfile de an- nha Santa”. ga (camisa branca, gravata, se saco na procissão de hoje e do no decorrer de um jantar, ao te de aqueles que chegam de
tigos combatentes nas come- Os interessados em inte- possível da liga, calça cinzen- próximo domingo. qual se segue um espectáculo Espanha.

Página 24
Tiragem: 10500 Pág: 15
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor

Period.: Diária Área: 25,80 x 15,36 cm²

ID: 30952020 08-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 3 de 6

ESPECIAL
DB-LUÍS CARREGÃ

FOGO Teatro de Cor iluminará cidade no sábado à noite TSF


“Terra-a-Terra”
Bouquet da Rainha em directo
do Parque Verde

durará cinco minutos O PROGRAMA da rádio


TSF, “Terra-a-Terra”, irá ser
realizado este sábado em
directo do Parque Verde do
O Grupo Luso Pirotecnia foi o escolhido pela Turismo de Mondego. A emissão tem
lugar entre as 09H00 e as
Coimbra para realizar os dois espectáculos de fogo de artifício 11H00 e será totalmente de-
que se realizam hoje e no próximo sábado à noite. Mais logo, dicado às Festas de Coimbra
o Bouquet durará cinco minutos. e da Rainha Santa Isabel.
Na esplanada do par-
que, irão passar como con-
◗ António Alves
e harmoniosos bouquets rão as cores em que a cidade vidados da quela estação
compostos pelas mais belas “será abraçada por todo um Carlos Encarnação, presi-

O
espectáculo pi- formas pirotécnicas conju- ambiente teatral numa noi- dente da Câmara Municipal
rotécnico pre- gadas com cores graciosas te onde a imprevisibilidade, de Coimbra, o presidente da
visto para a noi- e alegres”. Para este espectá- a surpresa e a admiração to- empresa municipal Turismo
te de hoje tem culo, a empresa irá recorrer marão de assalto as emoções de Coimbra, Luís Alcoforado,
como conceito a imagem a cinco plataformas instala- de quem assiste”. e o vice-presidente da Con-
da Rainha Santa. De acor- das no rio Mondego. “Teatro de Cor recria to- fraria da Rainha Santa Isa-
do com a proposta acordada O contrato prevê a reali- da a ilusão, magia e beleza bel, António Rebelo, entre
com a Turismo de Coimbra zação de outro espectáculo do fogo-de-artifício que abri- outros.
pelo Grupo Luso Pirotecnia, no sábado à noite. “Teatro lhantará as Festas da Cidade, A iniciativa integra-se no
o Bouquet da Rainha Santa de cor” durará 15 minutos num estilo muito próprio e programa oficial das Festas
homenageará a padroeira e voltará a ter como palco o único, onde a palavra de or- de Coimbra e da Rainha San-
da cidade, “desenhando no rio Mondego. Das oito pla- dem será a cor”, refere a pro- ta Isabel, que culminam no
céu de Coimbra delicados taformas ali colocadas saí- posta. CINCO plataformas serão colocadas no rio para hoje à noite próximo domingo.

Página 25
Tiragem: 10500 Pág: 16
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor

Period.: Diária Área: 26,72 x 15,58 cm²

ID: 30952020 08-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 4 de 6

ESPECTÁCULOS Vários locais FOTOS CEDID


AS PELA TURISMO DE
COIMBRA

Qualidade
e casa cheia
Os primeiros sete dias das
Festas de Coimbra foram um
sucesso. O Convento de Santa Rodrig
Clara-a-Velha, onde decorreu o oLeão &
Cinema Taxi Guitarra
s de Coim
bra
concerto com Rodrigo Leão, o Ensem e Lisboa
ble
Parque Verde, onde actuaram
os portuenses Taxi, o Pátio da
Universidade, em que Camané
participou no espectáculo “Gui-
tarras de Coimbra e Lisboa”, a
Praça do Comércio, através do
concerto de Eneida Marta, o
Museu Machado de Castro, que
acolheu o Concerto Prestígio
dedicado à Serenata, e a Praça 8
de Maio, com “Coimbra Street restíg
io
Eneida erto P ata
Serenata
Dancing” e folclore internacio- Marta Conc e r e n de Coimb
ra
ic a d oàS
nal tiveram sempre casa cheia. ded

Página 26
Tiragem: 10500 Pág: 17
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor

Period.: Diária Área: 26,50 x 15,94 cm²

ID: 30952020 08-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 5 de 6


17
ESPECIAL
FESTAS O que ainda falta

Azeitonas,
Anaquim
e Cyro
nne Os próximos três dias pro-
astie
Azeito ien B Torneio d
metem muita música e ani-
nas Bast e Bridge
mação na cidade. O pro-
grama estabelecido pela
Turismo de Coimbra garante
amanhã um arraial popular
com a música dos Azeitonas
na Feira Popular ou a repo-
sição da ópera “Bastien Bas-
tienne”. Sábado, a música
pertence aos Anaquim, no
coreto do Parque Dr. Manuel
Braga. O palco do último dia
uim
Merca
do Anaq Cyro Bap
tista na Praça do Comércio é de
do Que
bra-Co
st as
Cyro Baptista.

Página 27
Percurso da Procissão da Rainha Santa Isabel

ID: 30952020

Convento da
Rainha Santa

o
deg
Rossio on
o M
08-07-2010

Ri
Diário As Beiras

Convento de
Santa Clara-
a-Velha
País: Portugal

Period.: Diária
Tiragem: 10500

Âmbito: Regional

Igreja da
Graça

Portagem
Pág: 18

Cores: Cor

Corte: 6 de 6

Igreja St.ª
Cruz
Área: 26,51 x 34,95 cm²

o
ondeg
M
Rio

Página 28
Convento da Rainha Santa, Calçada Santa Isabel, Rossio de Santa Clara, Av. João das Regras, Ponte de Santa Clara, Av. Mar- Sete etapas (paragens) da procissão Andor vira para o Mosteiro de Santa
ginal, Av. Emídio Navarro, Largo da Portagem, Rua(s) Ferreira Borges e Visconde da Luz, Praça 8 de Maio e Rua da Sofia Clara-a-Velha e o monumento ilumina-se
A29

Meio: RTP 1 - Portugal em Directo


Duração: 00:08:10
Hora de emissão: 18:39:00
ID: 30960947 08-07-2010

Festas de Coimbra

Começa daqui a pouco um dos pontos altos das Festas de Coimbra. Comentários de António Rebelo,

Confraria da Rainha Isabel, Gonçalo Lobo Xavier, Turismo de Coimbra.

Página 29
A30

Coimbra recebe amanhã 1.º Arraial de Sardinhas

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 08-07-2010

Meio: RH Turismo.net

URL: http://www.rhturismo.net/index.php?option=com_content&task=view&id=9693&Itemid=
2

08-Jul-2010

No âmbito das Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel, a Praça da Canção, em Coimbra, recebe

amanhã o "1.º Arraial de Sardinhas de Coimbra", seguido do concerto de Os Azeitonas.

O arraial tem início pelas 20h00 e promete todos os petiscos associados a esta iniciativa popular, com

destaque para o Caldo Verde e vinho à descrição, sem esquecer a sardinha e a broa. A partir das

21h30, há o concerto da banda Os Azeitonas que promete musica popular portuguesa e muita

animação.

A iniciativa é organizada pelo Turismo de Coimbra, E.M., e pela junta de freguesia de Santa Clara e a

entrada custa cinco euros, incluindo arraial e concerto.

I.M. TURISVER

Página 30
A31

Coimbra recebe amanhã 1.º Arraial de Sardinhas

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 08-07-2010

Meio: Turisver.com

URL: http://www.turisver.com/article.php?id=48771

No âmbito das Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel, a Praça da Canção, em Coimbra, recebe

amanhã o "1.º Arraial de Sardinhas de Coimbra", seguido do concerto de Os Azeitonas.

O arraial tem início pelas 20h00 e promete todos os petiscos associados a esta iniciativa popular, com

destaque para o Caldo Verde e vinho à descrição, sem esquecer a sardinha e a broa. A partir das

21h30, há o concerto da banda Os Azeitonas que promete musica popular portuguesa e muita

animação.

A iniciativa é organizada pelo Turismo de Coimbra, E.M., e pela junta de freguesia de Santa Clara e a

entrada custa cinco euros, incluindo arraial e concerto.

I.M.

Página 31
Tiragem: 11473 Pág: 4
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Preto e Branco
A32
Period.: Diária Área: 24,73 x 11,68 cm²

ID: 30934026 07-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

ESPECTÁCULO HOJE NA PRAÇA 8 DE MAIO

Noite dedicada à guitarra


com portugueses e espanhóis Torneio
de bridge
com inscrições
 A programação das Festas da géneros, estilos e épocas, percor- abertas
Cidade e da Rainha Santa Isabel rendo mais de 100 obras, entre as
prossegue hoje com uma noite quais um importante número de
dedicada à guitarra. Na Praça 8 obras originais de diversos auto-  No âmbito das Festas da

de Maio, a partir das 21h30, res», explica a Turismo de Coim- Cidade e da Rainha Santa
apresentam-se a Orquestra de bra, organizadora do espectáculo. Isabel vai decorrer sába-
Laudes Españoles Conde Ansú- A orquestra espanhola integra do, a partir 15h00, no Pavi-
rez (Valladolid) e o Ensemble de vinte músicos e é dirigida por lhão Centro de Portugal,
Guitarras de Coimbra. Carlos Rodríguez de Vivar. um torneio de bridge,
A formação espanhola foi fun- Ainda integrada no programa estando ainda abertas ins-

D.R.
dada em 1996 em Valladolid e no da festas decorre um conjunto de crições através do número
espectáculo de hoje dará a conhe- exposições intitulado “Kontactos ORQUESTRA espanhola actua hoje na Praça 8 de Maio 915 669 666 ou pelo ende-
cer «um reportório variado, abar- Fotográficos” evento organizado reço electrónico brid-
cando praticamente todos os pela Secção de Fotografia da Associação Académica de Coim- Pequenitos (Sala de St. Iria) recebe nata. Tratou-se de mais um espec- ge.coimbra@sapo.pt.
bra, em colaboração com a Turis- até 31 de Agosto a exposição táculo protagonizado pela Or- Mais do que um jogo de
mo de Coimbra «com o objectivo “Outro Olhar”, de vários autores, questra Clássica do Centro, a que cartas, o bridge é uma
de promover a fotografia e o que retratam os pacientes do se associaram o tenor Carlos Gui- modalidade olímpica,
turismo». De hoje a 31 de Agosto Hospital Pediátrico de Coimbra. lherme, Paulo Soares (guitarra de adoptado por planos curri-
estará patente no edifício da AAC Entretanto, na noite de segun- Coimbra), os Antigos Orfeonistas culares de diferentes esco-
a mostra “Full Beauty”, com tra- da-feira o Museu Nacional de da Universidade de Coimbra e o las pela sua capacidade de
balhos de Fernando Algarvio e Machado de Castro foi palco do grupo de bailado Vórtice Dance desenvolvimento mental. l
João de Castro. O Portugal dos concerto prestígio dedicado à Sere- Company, da Figueira da Foz. l

Página 32
Tiragem: 10500 Pág: 8
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor
A33
Period.: Diária Área: 17,86 x 7,01 cm²

ID: 30935045 07-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Bandolins espanhóis na Baixa


Dr a ORQUESTRA de Laudes
Españoles Conde Ansúrez,
fundada em 1996 na cidade
espanhola de Valladolid, ac-
tua hoje à noite na Praça 8
de Maio. Os 20 elementos do
grupo darão a conhecer em
Coimbra um reportório va-
riado numa iniciativa inte-
grada nas Festas de Coimbra
e da Rainha Santa Isabel,
promovidas pelo Turismo de
Coimbra.

Página 33
A34

Festas da Rainha Santa Isabel 2010

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 07-07-2010

Meio: Cyber Jornal.net

URL: http://www.cyberjornal.net/index2.php?option=com_content&task=view&id=11871&pop
=1&page=0&Itemid=28

As Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel estão de volta e até 11 de Julho, apostam na

diversidade de conteúdos, e espaços e públicos. Promovidas pela segunda vez pela Turismo de

Coimbra, E.M., o evento, a decorrer desde o passado dia 1, conjuga, na sua programação culto e

lazer, religião e cultura, rua e património, solidariedade e evasão.

Procissões, espectáculos, animação de rua, arraiais populares, folclore, etnografia, artesanato,

exposições, ópera, fado, bridge, vela, desporto automóvel, são algumas das muitas iniciativas, que,

dentro e fora de portas, fazem das Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel 2010 um evento

abrangente e dinâmico.

Assim, e após duas semanas de muita animação, as festividades prosseguem hoje, dia 7 Julho, com

animação medieval, pela Viv'Arte, nas ruas Visconde da Luz e Ferreira Borges; às 21.30 h., Orquestra

de Laúdes Españoles Conde Ansúres - Valladolid e Ensemble de Guitarras de Coimbra, na Praça 8 de

Maio.

Programa, a partir de amanhã:

8 Julho

19h., Procissão de Penitência| Saída da igreja do Convento de Santa Clara-a-Nova

22h., Procissão de Penitência| Fogo-de-artifício, cântico e saudação| Portagem

23h., Entrada da imagem da Rainha Santa| Igreja da Graça

9 Julho

8h./21h., Imagem da Rainha Santa exposta| Igreja da Graça

9h., 11h., 18h., Missa|Igreja da Graça

20h., "1º Arraial de Sardinhas de Coimbra"| Praça da Canção

21.30h., Azeitonas (concerto)| Feira Popular| Praça da Canção

21.30h., "Bastien Bastienne", de W. A. Mozart, pela Ópera de Coimbra| TAGV

Animação medieval, pela Viv'Arte| Ruas Visconde da Luz e Ferreira Borges

10 Julho
Página 34
8h./21h., Imagem da Rainha Santa exposta| Igreja da Graça

9h.,|11h00|18h00|Missa|Igreja da Graça

10h., Desfile etnográfico| Concentração na Rua Visconde da Luz

11h./17.30h., Feira da Rainha Santa| Terreiro de Santa Clara-a-Nova

11h., Mercado do Quebra-Costas| Escadas do Quebra-Costas

11h., "A Galinha da Minha Vizinha" (teatro)| Pátio do Castilho

14h., "Poesia Ambulante", pela Bonifrates| Escadas do Quebra-Costas

14h., Regata de Vela - Encontro Regional de Escolas de Vela

15h., 1.º Torneio de Bridge Rainha Santa Isabel | Pavilhão Centro de Portugal

15h., "A Princesa Putri Telur", pelo Grupo Lua Cheia (teatro)| Escadas do Quebra-Costas

19h., Panda Pompoir (concerto)| Escadas do Quebra Costas

21h., Festival de Folclore| Praça 8 de Maio

22h., Feira Popular - "Banda ERRE"

24h., Noite de Fogo-de-artifício| Espectáculo piromusical| Rio

24.15h. Anaquim| Coreto do Parque Manuel Braga Mondego

11 Julho

9h.| 10h.| 16h.|Missa| Igreja da Graça

8h./17.30h., Imagem da Rainha Santa exposta| Igreja da Graça

12h., Regata de Vela - Encontro Regional de Escolas de Vela

17.30h., Procissão Solene de Regresso| Saída da Igreja da Graça

20h., Procissão Solene de Regresso| Chegada à Igreja da Rainha Santa

22h., Cyro Baptista| Concerto de Encerramento| Praça do Comércio

Fonte: Turismo de Coimbra

cyberjornal, 7 Julho 2010

Página 35
Tiragem: 11473 Pág: 4
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Preto e Branco
A36
Period.: Diária Área: 17,19 x 11,92 cm²

ID: 30916786 06-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

FESTAS DA CIDADE E DA RAINHA SANTA ISABEL

Folclore Arquivo da Universidade de


Coimbra a exposição “450 Anos
internacional da Confraria da Rainha Santa Isa-
hoje na Praça bel”, dedicada à padroeira da cida-
de de Coimbra. O programa de
8 de Maio actividades de hoje refere ainda,
que durante o dia, haverá anima-
 A programação das Festas da ção medieval, pelos elementos da
Cidade e da Rainha Santa Isabel companhia Viv’arte, nas ruas Vis-
prossegue hoje com uma noite conde da Luz e Ferreira Borges.
dedicada ao folclore internacio- Entretanto, domingo à noite, a
nal, iniciativa que conta com a Praça 8 de Maio registou enchen-
colaboração do Folk Cantanhede. te de público, que assistiu ao
Na Praça 8 de Maio, a partir das espectáculo de dança e cor intitu-
21h30, apresentam-se os grupos lado “Coimbra Street Dancing”. 17
Kalasinpittayasan – Folk Ensem- bailarinos reconhecidos como os
ble, da Tailândia e o Zlatna – melhores do país apresentaram
Trakia – Folk Ensemble, da Bul- um diversificado espectáculo de
gária. Segundo a Turismo de dança flamenca, salsa, bachata,
Coimbra, que organiza o espectá- tango argentino, chá-chá-chá,
culo, os grupos vêm a Coimbra rumba e outras danças de salão.
para mostrar o «melhor do folclo- Na sequência deste encontro
re internacional, numa noite que musical realizou-se um outro, na

FIGUEIREDO
se esperar de cor e movimento». Praça do Comércio, protagoniza-
A partir de hoje e nas próximas do pela cantora da Guiné-Bissau,
semanas, o público pode visitar no A DANÇA flamenca animou o “Coimbra Street Dancing” Eneida Marta. l

Página 36
Tiragem: 11473 Pág: 4
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Preto e Branco
A37
Period.: Diária Área: 16,65 x 11,62 cm²

ID: 30900431 05-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

CAMANÉ CANTOU NA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

Plateia
rendeu-se
às guitarras
 A Turismo de Coimbra, orga-
nizadora, não tem dúvidas: «Foi
mais um concerto memorável».
Cerca de 1.400 pessoas assisti-
ram ao espectáculo Guitarras de
Coimbra e Lisboa, com vozes de
Camané e João Farinha, realiza-
do sábado à noite no Pátio das
Escolas.
Uma noite de temperatura

FIGUEIREDO
amena que convidava a sair,
músicos de grande qualidade,
vozes consagradas e o belo cená- O ESPECTÁCULO foi mais uma aposta ganha na programação das Festas da Cidade
rio da Via Latina conjugaram-se
para mais um espectáculo bem um concerto que encantou um Manuel Neto (Lisboa) e Ricardo soou nas vozes de Camané –
sucedido nas Festas da Cidade e público heterogéneo e onde se Dias (Coimbra), na viola Carlos uma participação especial
da Rainha Santa Isabel. destacaram muitos turistas. Proença (Lisboa), Pedro Lopes e daquele que é considerado um
Com entrada livre, os lugares Durante hora e meia, o espectá- Ni Ferreirinha (Coimbra), no dos maiores fadistas da actuali-
da plateia esgotaram e houve culo uniu Coimbra e Lisboa. contra-baixo Carlos Bica e no dade – e do fadista de Coimbra
pessoas que assistiram de pé a Nas guitarras estiveram José acordeão Ricardo Dias. O fado João Farinha. l

Página 37
Tiragem: 121713 Pág: 57

País: Portugal Cores: Preto e Branco


A38
Period.: Diária Área: 5,71 x 18,71 cm²

ID: 30889357 04-07-2010 Âmbito: Informação Geral Corte: 1 de 1

Página 38
Tiragem: 11473 Pág: 6
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A39
Period.: Diária Área: 16,94 x 26,29 cm²

ID: 30888805 03-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 2

Rodrigo Leão
encantou Coimbra
Cerca de 2.200 pessoas assistiram ao concerto no jardim
do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha
Andrea Trindade

I Mais de 2.200 pessoas assisti-

ram anteontem ao concerto de


Rodrigo Leão & Cinema Ensem-
ble, o espectáculo que marcou o
arranque das Festas e Coimbra e
da Rainha Santa Isabel. Uma
abertura com “chave de ouro”.
Em palco com Celina da Piedade,
Ana Vieira, Viviena Toupikova,
Marco Pereira, Bruno Silva, Luís
Aires e Luís San Payo, Rodrigo
Leão encantou uma plateia aco-
modada no jardim e com vista
para o antigo mosteiro de claris-

FIGUEIREDO
sas, iluminado a preceito.
O músico apresentou o novo
álbum “A Mãe”, que o próprio dis- O PÚBLICO ouviu novo álbum de Rodrigo Leão, “A Mãe”, num espaço de enquadramento histórico
tingue de outros trabalhos pelo
carácter «mais vincadamente me- (2007) eram os seus dois últimos
lancólico», e recolheu numerosos Parte shirts e merchandising diver- trabalhos.
aplausos, de muitos fãs e seguido- da bilheteira so. «Não foi ainda contabiliza-
res, mas também de outros apre- do o valor da bilheteira e tam- “Surpreendente”
ciadores mais ou menos informa- reverte para bém há uma campanha a adesão de público
dos sobre a sua obra. combater a fome decorrer até ao fim das festas. As expectativas para o arranque
Temas como “Vida tão estra- No final, reuniremos com a de «um programa de animação
nha”, “Voltar”, “Passion”, “Sle- instituição e divulgaremos o com identidade» e que escolheu
pless Heart” ou “Solitude” fo- I Luís Alcoforado não sabe resultado», disse ontem ao Rodrigo Leão e o espaço renova-
ram sussurrados na assistên- ainda dizer que percentagem Diário de Coimbra. do de Santa Clara-a-Velha para
cia, encantada pelo envolvi- da bilheteira reverterá a favor Recorde-se que a Liga Naci- o primeiro espectáculo era gran-
mento que proporcionava a da Liga Nacional Contra a onal Contra a Fome, criada há de, como admitiu o presidente
música e o enquadramento de Fome, a instituição que a 14 anos no Porto, apoia já 15 da empresa municipal Turismo
Santa Clara-a-Velha. À emocio- Turismo de Coimbra enten- famílias carenciadas em Coim- de Coimbra, mas foram, ainda
nante voz de Ana Vieira, junta- deu beneficiar nestas Festas bra, distribuindo cabazes assim, superadas. «Tivemos
ram noutros temas a de Celina da Cidade, não só com a atri- mensais de alimentos. A aber- mais de 2.200 pessoas, foi sur-
da Piedade e ainda a do músico buição de parte do valor con- tura de um refeitório social que preendente. É um projecto
Gomo - uma surpresa no con- seguido naquele que foi o úni- possa servir 80 a 100 pessoas, musical de elevada qualidade,
certo -, cantando “Kathy” com co espectáculo pago do pro- na zona da Conchada, é o pró- que não se apresenta muitas
alma e coração. grama, mas também com a ximo projecto na cidade, mas vezes em Coimbra e que atraiu
Admirado pelo mundo fora, possibilidade de venda de t- que tem custos avultados. l muitas pessoas também pelo
Rodrigo Leão gravou este local em que se realizou o espec-
novo trabalho em cidades táculo, um espaço recentemente
como Goa e Nova Iorque, dei- na de Costa Leão Muñoz Mi- músico tem vindo a afirmar requalificado e emblemático
xando adivinhar o eclectismo, guez, já falecida. uma obra que mistura diferen- para a cidade», referiu Luís Al-
exotismo e sofisticação que já Desde “Ave Mundi Luminar” tes géneros e estilos, envolvendo coforado, da Turismo de Coim-
marcava a obra anterior do (1993), o seu primeiro álbum a o clássico e o electrónico. O bra, sublinhando a importância
músico. O álbum é dedicado à solo - depois de experiências nos “Mundo [1993-2006]” (2006) e de aproveitar o mosteiro para
sua mãe, Maria Manuela Lu- Sétima Legião e Madre Deus -, o “Portugal, Um Retrato Social” eventos culturais. l Página 39
Tiragem: 11473 Pág: 1
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor

Period.: Diária Área: 14,98 x 14,54 cm²

ID: 30888805 03-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 2 de 2

CONCERTO NO JARDIM DO MOSTEIRO DE SANTA CLARA-A-VELHA JUNTOU 2.200 PESSOAS P6

Coimbra encantada
com Rodrigo Leão

FIGUEIREDO

Página 40
A41

Notícias Verão de "Kontactos Fotográficos" em Coimbra

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 03-07-2010

Meio: ALFA Online

URL: http://www.alfa.pt/noticias_detalhe.php?i=217

Realiza-se o evento "Kontactos Fotográficos" de 4 de Julho a 31 de Agosto em Coimbra, organizado

pela Secção de Fotografia da AAC, em colaboração com a empresa municipal Turismo de Coimbra,

visando a promover a fotografia e o turismo.

A iniciativa inclui várias actividades fotográficas, entre elas exposições, palestras, workshops,

projecções multimédia e cinema sobre fotografia, a acontecer em diversos espaços da cidade.

Mais informação: programa de "Kontactos Fotográficos"

voltar atrás

Página 41
Tiragem: 10500 Pág: 2
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor
A42
Period.: Diária Área: 8,37 x 24,73 cm²

ID: 30870744 02-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

s. bARtOLOmEU
Gastronomia e artesanato
durante o fim-de-semana arquivo-Luís Carregã

carlOS cleMente pediu apoio aos comerciantes da Baixa

a Praça do Comércio aco- do concelho e distrito”, disse.


lhe amanhã e domingo a Tradições que estarão tam-
10.ª edição da Feira de Ar- bém à mesa. Com o apoio de
tesanato e a quarta dedicada seis grupos folclóricos - um
aos sabores tradicionais. Pe- deles do concelho de Mon-
la primeira vez, a entida- temor-o-Velho -, os visitan-
de organizadora – Junta de tes poderão saborear diver-
Freguesia de S. Bartolomeu sos pratos tradicionais. Pelo
– decidiu promover o even- segundo ano consecutivo, é
to durante dois dias. O pre- possível assistir ao vivo à con-
sidente, Carlos Clemente, fecção tradicional de broa,
considera que o risco é assu- bem como à sua cozedura
mido, pois “coincide com as num forno ali instalado no re-
Festas da Cidade”. Por outro cinto. O bacalhau assado com
lado, porque os expositores batatas a murro ou as queija-
já vinham a reclamar uma das de Pereira são outras das
edição com dois dias. propostas gastronómicas pa-
Esta solicitação obrigou a ra os visitantes.
junta a ter de preparar a ini- O certame conta ainda
ciativa de outra forma. Desde com muita animação. Ama-
logo, e como disse Carlos Cle- nhã à noite, depois da recria-
mente, “vamos colocar os 20 ção, realiza-se um festival de
artesãos no interior de uma folclore com grupos da re-
tenda”. No sábado e domin- gião. Domingo, às 17H00,
go, quem ali se deslocar po- actua a Tuna Mista da Facul-
derá ver os artífices do distri- dade de Psicologia, fechando
to de Coimbra a trabalhar ao com o espectáculo de Eneida
vivo. Marta (englobado nas Festas
Uma das novidades da da Cidade e da Rainha Santa).
presente edição é a recriação, Carlos Clemente enalteceu a
no sábado à noite, das lides parceria com a Turismo de
do Pinhal efectuada pelos ele- Coimbra, tendo solicitado o
mentos do Rancho Típico de apoio do comércio da Bai-
Anaguéis. “Uma iniciativa xa para que esteja de portas
inovadora que pretende tra- abertas no sábado ou, então,
zer aos moradores da cidade “que não deixem as montras
lides e costumes do interior às escuras”.

Página 42
Tiragem: 11473 Pág: 9
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A43
Period.: Diária Área: 25,26 x 13,86 cm²

ID: 30871435 02-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Grande Noite do
Fado junta antigos
cantores na Baixa
Programa das Festas de Coimbra e da Rainha Santa
Isabel 2010 propõe ainda hoje a inauguração

D.R.
da Feira Popular e a actuação do grupo “Táxi” O GRUPO de fados “Guitarras de Coimbra” apresentar-se-á acompanhado de oito cantores

 Os cantores Alcino Costa, Fer- e Tito Costa Santos, actuando na outra é esta, realizada pelos anti- Bailado “Águas Dançantes” A abertura da Feira Popular outros ou para conhecer as
nando Rolim e Augusto Cama- qualidade de convidados. gos estudantes e antigos canto- na abertura da feira Popular fica este ano marcada pela músicas do recente trabalho
cho Vieira actuam hoje, às 21h30, O grupo de fados Guitarras de res e guitarristas que oferecem A tradicional feira Popular orga- apresentação do espectáculo lançado 22 anos após o último
na Praça 8 de Maio, na Grande Coimbra, que sobe ao palco com uma noite que se repete há já 10 nizada pela Junta de Freguesia “Águas Dançantes” que conju- disco de originais.
Noite do Fado de Coimbra, even- oito cantores, participa igual- anos consecutivamente e que de Santa Clara, com o apoio do ga dança por um grupo de bai-
to integrado no Programa das mente no espectáculo, classifica- este ano não foge à regra», refere Turismo do Centro, Águas de larinas, música, luz, água e Programa religioso
Festas de Coimbra e da Rainha do como uma das duas «grandes Alexandre Cortesão, presidente Coimbra e Câmara Municipal fogo-de-artifício. Entretanto, hoje, na igreja do
Santa Isabel 2010. noites com fado de Coimbra» daquela associação. de Coimbra, é inaugurada hoje A fechar a noite actuam às Convento de Santa Clara-a-No-
Organizada pela Associação que se realizam na cidade. Cerca de duas dezenas de às 23h00, e poderá ser visitada 23h30, no Parque Verde do va prossegue o programa religi-
Cultural “Coimbra Menina e «Em Coimbra há duas gran- fados e guitarradas de Coimbra até 18 de Julho, na Praça da Can- Mondego (margem direita) os oso das festas dedicadas à
Moça”, a Grande Noite do Fado des noites com fado de Coimbra. serão interpretados no espectá- ção, local onde também está “Táxi”. Oportunidade para padroeira de Coimbra. Às 21h30,
compreende ainda prestações Uma é a Serenata Monumental culo, apresentado por Sansão patente (até 4 de Julho), a CIC reencontro com temas clássi- tem lugar o Tríduo preparatório
de outros antigos cantores da que se realiza na Queima das Coelho e patrocinado pela 2010 - Feira Comercial e Indus- cos da banda nortenha como com pregação a cargo de D. Albi-
cidade como José Henrique Dias Fitas pelos actuais estudantes. A empresa Turismo de Coimbra. trial de Coimbra. “Chiclete”, “Rosete”, “Cairo” e no Cleto, bispo de Coimbra. l

Página 43
Tiragem: 11473 Pág: 7
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A44
Period.: Ocasional Área: 25,02 x 13,79 cm²

ID: 30872757 02-07-2010 | Datas Festivas Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Grande espectáculo
de fogo de artifício
“Teatro da Cor” promete, no dia 10 deste mês, 15 minutos
de emoções à beira-rio, alimentando o fascínio histórico

ARQUIVO
de Coimbra por este tipo de espectáculos
Ana Margalho sábado (antes da Procissão do mas há, à beira-rio, espaços Tudo está preparado ao por-
Regresso) tem-se transforma- convidativos para esperar pela menor. À meia-noite apagam-se
 As Festas da Cidade voltam a do, ao longo dos tempos, num sessão de fogo de artifício que, todas as luzes daquela zona, que
apostar forte naqueles que são, verdadeiro momento alto das no sábado, dia 10 de Julho, está passa a ser iluminada por “can-
provavelmente, os momentos Festas da Cidade. preparado para ser oferecido à delas” laranjas, corações verme-
mais ansiados pela população Muitos ainda se lembrarão de cidade. lhos, “balonas” amarelas, raios
de Coimbra (e não só) nesta altu- famílias inteiras, de Coimbra e “Teatro de Cor” é o nome do verdes, vulcões azuis ou come-
ra do ano: os espectáculos de arredores, a chegar à cidade ao espectáculo e o convite é para tas cor-de-rosa (numa homena-
fogo de artifício. sábado à tarde para assentar que Coimbra se deixe maravi- gem às mulheres que assistem
Este é, aliás, um fascínio com arraiais no areal do Mondego, lhar pelas cores do arco-íris e ao espectáculo) em 15 minutos de
história em Coimbra. Para fazer piqueniques e convívios. pelas sensações que cada uma emoções fortes, repartidos por
além da importância histórica, Tudo à espera do fogo de artifí- transmite, numa proposta do vários actos, que terminam nu-
religiosa e emocional do famo- cio. Era, depois no mesmo areal, grupo Luso Pirotecnia, que pre- ma explosão de cor, que anteci-
so Bouquet da Rainha Santa (na que dormiam, à espera da pro- tende instalar no Mondego oito pa o final do espectáculo, onde o te de animação, pelo menos dará um espectáculo especial, de
noite do dia 8), que dá as boas cissão do dia seguinte. plataformas de onde fará dis- branco ganhará destaque. durante a hora e meia seguinte. hora e meia, no coreto do Parque
vindas à Rainha Santa aquan- É esta tradição que a Turis- parar momentos de muita luz, O espectáculo promete mara- A noite está entregue, depois, da Cidade, prometendo convi-
do da sua chegada à cidade na mo de Coimbra não quer que se cor e emoção, a fazer jus à tradi- vilhar todos quantos se dirigi- aos Anaquim, um grupo de dar todos para um início de
Procissão da Penitência, o es- perca. Hoje, não será possível ção da cidade neste tipo de rem à beira-rio, que poderão Coimbra com grande reconhe- madrugada recheado de dança e
pectáculo de fogo de artifício de usufruir do areal do Mondego, espectáculos. continuar por ali, num ambien- cimento a nível nacional que boa música. l

Página 44
Tiragem: 11473 Pág: 7
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A45
Period.: Ocasional Área: 8,01 x 10,19 cm²

ID: 30872751 02-07-2010 | Datas Festivas Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

“Águas ingredientes principais deste


Dançantes” espectáculo, da responsabili-
dade de uma empresa da
animam Figueira da Foz, que será mon-
Feira Popular tado no recinto da Feira Popu-
lar e que tem como ponto prin-
cipal uma piscina de alguma
 A Feira Popular é inaugura- dimensão de onde são lança-
da hoje na Praça da Canção e dos jactos de água coloridos e
com um espectáculo especial, fogos de artifício. Tudo acom-
que resulta da parceria entre a panhado de propostas musi-
Junta de Freguesia de Santa cais variadas e de dança.
Clara, a Turismo de Coimbra e «Será uma coisa nunca vista
a Águas de Coimbra. “Águas em Coimbra», adiantou o pre-
Dançantes” é uma proposta sidente da Junta de Freguesia
arrojada da organização da de Santa Clara, convicto de que
feira – representa um investi- este espectáculo será uma for-
mento de 7.500 euros – mas ma de «chamar mais gente à
José Simão está convencido Feira Popular» e marcar a sua
de que será um verdadeiro qualidade. O “Águas Dançan-
sucesso. tes” está marcado para as
Luz, cor, água, música, fogos 23h00, logo a seguir à inaugu-
de artifício e dança são os ração da feira popular. l

Página 45
Tiragem: 11473 Pág: 4
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A46
Period.: Ocasional Área: 25,63 x 15,29 cm²

ID: 30872726 02-07-2010 | Datas Festivas Âmbito: Regional Corte: 1 de 2

Festas da Cidade ganham “identidade


forte” para atrair público a Coimbra
Com um orçamento cortado ao meio, mas com convicção de que Coimbra viverá 15 dias
de propostas diversificadas e com qualidade, Luís Alcoforado acredita que o programa das Festas
da Cidade faz jus aos 450 anos das primeiras festividades em honra da Rainha Santa em Coimbra

Ana Margalho dissociar esta tradição. As festas e, depois, à volta das festas religi- nómeno de animação na cidade. faça descobrir um pouco mais da
têm uma âncora essencialmente osas, haver um programa que se Acontecem num ano em que cidade com o muito que ela tem
Diário de Coimbra (DC) A Turis- religiosa, são baseadas na fé, na destina à participação, tanto quan- Coimbra tem, talvez, um programa de diferente. A ideia é termos
mo de Coimbra está apostada devoção e na ligação que em to possível, de todas as pessoas. de animação dos mais interessan- espectáculos de muito boa quali-
em fazer coincidir as Festas Coimbra, e pelo país fora, existe à Para já, a ambição é que toda a tes dos últimos anos. Tivemos um dade musical, muito diversifica-
da Cidade com as da Rainha Rainha Santa Isabel. As Festas da região de Coimbra possa ter aqui programa muito interessante na dos, e que possamos celebrar os
Santa, fazendo deste um mo- Cidade têm, desde o início, esta grandes momentos, mas talvez Semana Santa, a Queima das espaços requalificados em Coim-
mento alto na animação da ci- dupla componente que vale a possamos, dentro de meia dúzia Fitas, os Encontros de Jazz, o Fes- bra nos últimos tempos.
dade. Acha que o programa pena manter: a religiosa, de fé e de anos, ter força suficiente para tival das Companhias de Teatro,
deste ano corresponde a essa devoção à rainha e a de alegria, que mais pessoas, de todo o país, vamos ter as Festas da Cidade, DC Nota-se a preocupação LUÍS ALCOFORADO, presidente da emp
expectativa? festa, que se deve ao facto de a possam vir a Coimbra só por cau- com a CIC e a Feira Popular, tere- em estender os eventos aos
rainha ter sido canonizada. sa das Festas da Cidade. As festas mos o programa de animação de locais mais emblemáticos conhecemos e com os prémios
Luís Alcoforado (LA) Este ano religiosas já têm força suficiente, Verão. Teremos depois os U2. E de Coimbra… que tem recebido. Hoje temos
são celebrados 450 anos de fes- DC Esse é, então, o ponto de mas o que queremos é criar aqui continuaremos, com certeza, com LA O programa é muito interes- um dia dedicado ao rock, no
tas ininterruptas em Coimbra. As partida para esta edição das um programa integrado, com o programa de animação de Natal. sante. Abrimos com o Rodrigo Parque Verde, com um espectá-
Festas da Cidade começaram por Festas da Cidade… identidade forte para que muito As Festas da Cidade não apare- Leão & Cinema Ensemble, um culo dos Táxi. Depois vamos
uma alegria popular, mais ou LA Estamos a tentar manter as mais gente venha a Coimbra. cem como um epifenómeno, como espectáculo que não se vê em juntar, na Universidade, músicos
menos espontânea, pela canoni- Festas da Cidade de dois em dois noutros sítios do país. O desafio é Coimbra e que também não se da guitarra de Lisboa e da gui-
zação da rainha. As festas reali- anos, porque só assim é que elas DC Está satisfeito com o re- termos aqui um programa que não vê no espaço relvado do Mostei- tarra de Coimbra com dois can-
zam-se de dois em dois anos e têm significado. Terem uma ânco- sultado final? repita receitas de outros e que vá ro de Santa Clara-a-Velha, com tores convidados, o Camané e o
acho que não podemos estar a ra muito firme na vertente religiosa LA Estas festas não são um epife- de encontro às pessoas, que as todas as virtualidades que lhe Farinha. Depois, temos, logo de

Página 46
Tiragem: 11473 Pág: 5
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor

Period.: Ocasional Área: 25,77 x 13,71 cm²

ID: 30872726 02-07-2010 | Datas Festivas Âmbito: Regional Corte: 2 de 2

ligação à dança, com a Compa- identidade na Baixa de Coimbra, LA Se me pergunta, por exemplo, DC Mais uma vez uma preo- LA – Este ano, das propostas
nhia Vórtice. Teremos música ao longo destes dez dias, para se era possível trazer um outro cupação grande de chegar a que nos chegaram, resolvemos
africana, espanhola, da Tailân- que as pessoas sintam e perce- nome mais sonante? Sim, obvia- todos os tipos de públicos… acolher a da Liga Nacional con-
dia e da Bulgária e vamos fechar bam que Coimbra está em festa. mente que sim. Repare que há LA Essa é a nossa ideia. Ter- tra a Fome que pretende, num
com um espectáculo de um dois anos trouxemos a Rosa Pas- mos uma oferta diversificada. espaço já disponibilizado e com
músico brasileiro, Cyro Baptista, DC Como é que é possível sos, uma cantora conhecidíssima A nossa ideia não é, por opção, projecto em andamento, abrir
que já tocou com grandes cumprir um programa des- no Brasil, que todos consideram até porque a Queima das Fitas uma cantina para ajudar pes-
nomes da música mundial e que tes com menos de metade uma das vozes mais impressivas até fez isso, terminar com es- soas necessitadas na zona da
vem de propósito só para fazer do orçamento de há dois da música brasileira mas que em pectáculo de música de um Conchada. Achámos que era
este espectáculo em Portugal. A anos? Portugal não tinha as referências cantor como Tony Carreira. um projecto que merecia a nos-
ideia não é inventar nada, mas LA Houve uma aposta na qualida- que tem no Brasil. De qualquer Não podemos repetir fórmulas sa ajuda. A proposta era que
aproveitar aquilo que Coimbra de musical sem ter uma expres- forma, foi o espectáculo mais e, não as repetindo, ocupamos houvesse material de mers-
tem e o que as instituições de são de encargos financeiros tão visto. Se calhar temos de ter este um espaço. Queremos apre- chandising a ser vendido ao
Coimbra já estão a fazer. grande e um cuidado de validar- objectivo: trazer nomes menos sentar projectos musicais de longo das festas, o que aceitá-
mos a qualidade das ofertas, sen- conhecidos, mas que, noutras qualidade, muito diversifica- mos de imediato. Depois achá-
DC Querem mostrar Coimbra do certo que queríamos diversifi- circunstâncias, Coimbra também dos, que qualquer pessoa pos- mos que podíamos fazer um
em todas as suas dimen- car. Teríamos nomes mais conhe- não veria. Depois, a guitarra de sa olhar para o programa e ver pouco mais e que o primeiro
sões… cidos, mas não podemos, em ter- Coimbra e a de Lisboa. Não é que tem, pelo menos, dois ou espectáculo pudesse ter uma
LA Com algumas pequenas expe- mos de cachês e de logística, todos os dias que se juntam com três espectáculos que interes- contribuição para esse fim. O
riências, também. Há, obviamen- ultrapassar o valor que tínhamos estas pessoas. Não sendo propri- sam. Se não for a tudo, que que eles propuseram é que os
te, aquilo que já era uma tradição, dito. Estamos a trabalhar com amente novidade, junta José cada pessoa possa encontrar lucros do espectáculo fossem
como é o caso do Rallye da Rai- várias produtoras e pedimos vári- Manuel Neto que é, talvez, o gui- dois ou três motivos para se destinados à instituição. Mas
ARQUIVO

nha Santa, a Regata da Rainha as propostas. Fomos analisando tarrista que mais acompanha deslocar a cada uma das acti- vamos destinar parte da bilhe-
Santa. Complementámos também ao longo de quatro ou cinco me- nomes da Canção de Lisboa, vidades. teira a essa finalidade. Uma
presa municipal Turismo de Coimbra um pouco com animação de rua. ses para que o programa se man- com dois músicos de absoluta atitude perfeitamente congru-
Queremos que as ruas de Coim- tivesse com qualidade, com diver- excelência que é o Carlos Proen- DC Já falou no espectáculo ente com a padroeira das fes-
seguida, no Museu Machado de bra e do Centro Histórico tenham sidade, mas que não ultrapassas- ça e o Carlos Bica. Aqui teremos do Rodrigo Leão e ele teve tas, que ajudava quem mais
Castro, outro espaço emblemáti- esta componente de festa ao lon- se aquilo que podíamos pagar. os dois “Ricardos” Dias, o guitar- mais um motivo para fazer necessitava. Incluindo-nos no
co e requalificado, um espectá- go deste período em que procura- rista e o pianista, com o Ferreiri- com que as pessoas se des- espírito da padroeira, vamos
culo pela Orquestra Clássica do mos concentrar um pouco mais DC Há algum evento que o nha e o Pedro Lopes e dois can- locassem ao Mosteiro de procurar que as festas que lhe
Centro dedicado à Serenata que as actividades. O que tentámos foi orçamento não lhe tenha tores. A ideia é tentarmos sem- Santa Clara-a-Velha, que é a são dedicadas ajudem quem
vai ter, pela primeira vez, uma criar alguma animação, alguma permitido organizar? pre soluções de qualidade. vertente solidária. precisa. l

Página 47
Tiragem: 3500 Pág: 8
Despertar (O) País: Portugal Cores: Preto e Branco
A48
Period.: Quinzenal Área: 28,27 x 12,76 cm²

ID: 30873064 02-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Página 48
Tiragem: 3500 Pág: 6
Despertar (O) País: Portugal Cores: Preto e Branco
A49
Period.: Quinzenal Área: 27,96 x 16,38 cm²

ID: 30872958 02-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Página 49
A50

Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel apresentam "Guitarras de Coimbra e


Lisboa"

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 02-07-2010

Meio: Presstur.com

URL: http://www.presstur.com/site/news.asp?news=25648

Sábado com a participação do fadista Camané

Presstur 02-07-2010 (15h51) O espectáculo "Guitarras de Coimbra e Lisboa", com a participação

especial do fadista Camané, inserido nas Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel, tem lugar

amanhã às 22h00 no Páteo das Escolas da Universidade de Coimbra.

Com entrada livre, este concerto que reúne em palco José Manuel Neto (Lisboa) e Ricardo Dias

(Coimbra), na guitarra, Carlos Proença (Lisboa), Pedro Lopes e Ni Ferreirinha (Coimbra), na viola,

Carlos Bica, no contra-baixo, Ricardo Dias, no piano, e João Farinha e Camané, na voz.

O evento, promovido pela Turismo de Coimbra E.M., em cooperação com diversos agentes e

instituições de oferta cultural da cidade, conjuga religião, lazer e cultura numa agenda preenchida até

11 de Julho, que inclui procissões, espectáculos, animação de rua, arraiais populares, folclore,

etnografia, artesanato, exposições, ópera, fado, bridge, vela e desporto automóvel (clique para ler:).

Para aceder ao programa clique:

Clique para ver mais:

Clique para ver mais:

Página 50
Tiragem: 20000 Pág: 11

País: Portugal Cores: Preto e Branco


A51
Period.: Diária Área: 5,48 x 17,23 cm²

ID: 30870395 02-07-2010 Âmbito: Informação Geral Corte: 1 de 1

PRAÇA 8 DE MAIO
Grande Noite
do Fado de Coimbra
Os cantores Alcino Costa,
Fernando Rolim e Augusto
Camacho Vieira atuam hoje
na Grande Noite do Fado de
Coimbra, que se realiza na
Praça 8 de Maio, na Baixa da
cidade. Organizada pela Asso-
ciação Cultural «Coimbra Me-
nina e Moça», a Grande Noite
do Fado compreende ainda
prestações de José Henrique
Dias e Tito Costa Santos. O
grupo de fados Guitarras de
Coimbra, que sobe ao palco
com oito cantores, participa
igualmente no espetáculo.
Patrocinado pela empresa
municipal Turismo de Coim-
bra, o evento é apresentado
por Sansão Coelho e decorre a
partir das 22h00.

Página 51
A52

Coimbra mantém espírito solidário da padroeira

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 01-07-2010

Meio: Diário de Coimbra.pt

Jornalistas: Ana Margalho

URL: http://www.diariocoimbra.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=7948&Itemi
d=135

Festas da Cidade

Depois de, há dois anos, a população de Timor-Leste ter beneficiado da ajuda financeira das Festas

da Cidade para melhorar os seus cuidados de saúde, este ano a Turismo de Coimbra deixou-se

conquistar pelo projecto apresentado pela Liga Nacional contra a Fome, uma instituição criada há 14

anos (e IPSS há cinco), com sede no Porto, que deseja já há algum tempo dispor em Coimbra de um

espaço onde possa criar um refeitório social para famílias necessitadas do concelho.

Dos projectos apresentados, este pareceu-nos o que se coaduna mais com o espírito da nossa

padroeira, sublinhou Luís Alcoforado, recordando a imagem solidária e de ajuda aos mais necessitados

que, ao fim de todos estes séculos, se mantém associada à Rainha Santa Isabel.

Pois é isso mesmo que a Liga Nacional contra a Fome pretende fazer em Coimbra e é para a ajudar

que as Festas da Cidade lhe irão entregar os lucros do espectáculo de Rodrigo Leão & Cinema

Ensemble, que se realiza hoje, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha (entrada por um portão lateral

junto à antiga discoteca).

Escrito por Ana Margalho

Página 52
Tiragem: 10500 Pág: 4
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor
A53
Period.: Diária Área: 21,60 x 16,51 cm²

ID: 30852987 01-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1


DR
lho do conjunto, lançado
◗ Textos de Vasco Garcia
espectáculos Taxi actuam amanhã no Parque Verde do Mondego 22 anos depois do último

H as festas
oje, quando fo- álbum de originais.
rem 21H30, O segundo dia das fes-
Rodrigo Leão so- tas fica ainda marcado
be ao palco do Mosteiro por mais dois espectácu-

começam
de Santa Clara-a-Velha, los: “Grande Noite do Fa-
acompanhado pelo Cine- do”, na Praça 8 de Maio,
ma Ensemble e dá início e “Águas Dançantes”, na
às Festas de Coimbra e da Praça da Canção.

hoje
Rainha Santa 2010. Por outro lado, a ver-
Este é o único concer- tente religiosa é sempre
to com entradas pagas. aguardada com grande
Mas por uma boa causa. expectativa pelos conim-
As receitas de bilheteira bricenses. Este ano, a pro-
reverterão a favor de um cissão da penitência sai às
projecto que junta a Liga
O concerto de Rodrigo Leão 19H00 de terça-feira (dia
Nacional contra a Fome, marca o arranque das 8 de Julho) do Convento
a Turismo de Coimbra e a Festas de Coimbra e da de Santa Clara-a-Nova. O
MedicineOne. Tem como regresso da imagem da
objectivo a criação de um
Rainha Santa Isabel 2010. Rainha Santa está marca-
refeitório social na cida- Bilhetes já estão do para as 17H30 de sex-
de, para que sejam diaria- quase esgotados. ta-feira (dia 11). A missa
mente servidas refeições a solene, presidida pelo bis-
quem mais precisa. po de Coimbra, realiza-se
Ontem à tarde, o espec- às 11H00 de domingo, no
táculo estava já quase es- Convento de Santa Clara-
gotado. Na Ticketline, já a-Nova.
só havia bilhetes para lu- A sessão solene do Dia
gares de pé. Os últimos da Cidade tem lugar no
ingressos podem ser ad- RodRigo leão actua esta noite no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, acompanhado pelo Cinema Ensemble novo anfiteatro na Quin-
quiridos no Mosteiro de ta das Lágrimas. Será en-
Santa Clara-a-Velha. A euros. dos pontos altos das fes- ra um reencontro com te- tregue a Medalha de Ouro
entrada para a plateia VIP Amanhã, e num estilo tas. Os Taxi actuam, a par- mas clássicos, como “Chi- a Luzio Vaz e ao maestro
custa 20 euros, para a pri- completamente diferen- tir das 23H30, no Parque clete”, “Rosete” ou “Cairo” Virgílio Caseiro. Manuel
meira plateia 10 e para te, haverá outro concer- Verde do Mondego. Será e para conhecer as músi- Córrego recebe o prémio
a segunda (de pé), cinco to que será, também, um uma boa oportunidade pa- cas do mais recente traba- literário Miguel Torga.

Página 53
Tiragem: 11473 Pág: 5
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A54
Period.: Diária Área: 13,04 x 30,80 cm²

ID: 30853886 01-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Sardinhas e “Azeitonas”
para comer... e dançar
Feira Popular, que abre amanhã, conta na
programação com um grande arraial popular

ARQUIVO
FEIRA POPULAR promete muita animação no Parque Verde

Ana Margalho um, menos animado, fazer o que estarão instaladas na Pra-
gosto ao pé. ça da Canção.
 A qualidade que se quis as- O presidente da Turismo de «Esta será uma boa maneira
sociada ao programa das Fes- Coimbra acredita que esta ini- de ir à feira e jantar por pouco
tas da Cidade não fez com que ciativa – que se pretende que dinheiro», adiantou o autarca,
faltassem na “agenda” propos- venha a ter mais edições – será recordando que quem quiser
tas mais populares. Os Ana- uma das preferidas do povo de participar no arraial terá apenas
quim actuarão no dia 10, no Coimbra, até porque não podia de pagar cinco euros, passando a
coreto do Parque da Cidade, estar incluída em ambiente mais ter direito «a comida e bebida à
num espectáculo que fechará a popular do que o da Feira Popu- descrição». Tudo «num ambiente
noite de fogo de artifício, mas lar, organizada em conjunto típico de arraial» que é tanto do
na noite anterior, na Praça da com a Junta de Freguesia de San- agrado das pessoas, especial-
Canção, o convite é mesmo ta Clara. «Este arraial é um com- mente nesta altura do ano. O
para o bailarico. plemento de uma feira que já é objectivo é que a Praça da Canção
Numa organização concerta- feita em conjunto e que quere- encha de «animação, boa dispo-
da entre a Turismo de Coimbra mos que continue a fazer parte sição e música», como afirmou
e a Junta de Freguesia de Santa do programa de animação das José Simão, porque as sardinhas,
Clara, a Praça da Canção – onde, Festas da Cidade», explicou Luís o vinho e os “Azeitonas” irão
a partir de sexta-feira a Feira Alcoforado. encarregar-se de fazer o resto.
Popular – acolhe a primeira edi- «É uma iniciativa engraçada O arraial é apenas um dos
ção do Arraial de Sardinhas de que inclui um bom espectáculo, momentos de animação da Feira
Coimbra. Nem é preciso descre- de um grupo que tem caracterís- Popular. Entre as propostas
ver mais para se perceber o que ticas populares, mas que não musicais, José Simão destaca, no
pode esperar quem participar diminui o nível de exigência e de próximo dia 10, um espectáculo
nesta iniciativa que, como expli- qualidade que tínhamos impos- solidário pela Banda “ERRE”,
cou Luís Alcoforado, da TC, to a nós próprios, num ambien- cuja receita reverterá a favor da
«pretende pôr toda a gente bem te popular que também acha- Associação Famílias Solidárias
disposta». mos que se justifica perfeita- com Deficiência, estando ainda
E ingredientes para que isso mente nestas festas», continuou prevista para dia 17 uma noite
aconteça não faltam. Ambiente o responsável. dedicada às crianças, num es-
popular. Sardinha à descrição. pectáculo da responsabilidade
Broa e caldo-verde para os mais “Animação, boa disposição da cantora Simara chamado
famintos. E, ainda por cima, e música” “Crianças vão ao Circo”.
“Azeitonas”. Sim, porque arraial Já José Simão, presidente da «São todas formas de chamar
não é arraial sem música e dan- Junta de Freguesia de Santa mais gente à Feira Popular»,
ça e este grupo de música portu- Clara, espera que este primei- continuou o autarca, garantindo
guesa, que se assume como sen- ro arraial seja mais uma forma que a Junta de Freguesia de San-
do «fiel depositário de um Naci- de atrair pessoas à Feira Popu- ta Clara faz, todos os anos, um
onal-Cançonetismo, perdido lar, onde já é habitual as pes- grande investimento neste
algures nas brumas do tempo», soas jantarem – e muitas vezes evento que anima, durante
promete trazer a Coimbra um sardinhas – enquanto se di- vários dias, as noites da margem
espectáculo que fará qualquer vertem nas várias atracções esquerda do Mondego. l Página 54
Tiragem: 11473 Pág: 4
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A55
Period.: Diária Área: 25,92 x 19,34 cm²

ID: 30853857 01-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 2

Coimbra mantém espírito Liga já


apoia 15
do projecto “A Semente”, que
visa apoiar famílias carencia-
das. Desde 2005 que tem, no

solidário da padroeira famílias


em Coimbra
Porto, um Refeitório Social,
onde são confeccionadas
refeições gratuitas para uten-
tes com fracos recursos eco-
 Criada em 1996, a Liga Naci- nómicos e carências alimen-
Festas da Cidade e da Rainha Santa Isabel ajudam Liga Nacional onal contra a Fome é uma tares e, desde 2006, um Pro-
IPSS há cinco anos, dedican- grama de Apoio Alimentar no
Contra a Fome a abrir refeitório social na freguesia de Santa Cruz do-se desde a sua criação a Domicilio.
promover actividades de A delegação de Coimbra está
Ana Margalho carácter social e humanitário aberta há dois anos, estando a
para apoio a idosos, toxicode- instituição a fazer a distribui-
 Depois de, há dois anos, a pendentes e a desprotegidos ção de cabazes mensais a cerca
população de Timor-Leste ter em geral, bem como a criar de 15 famílias carenciadas do
beneficiado da ajuda financeira centros de acolhimento e concelho. A abertura do Refei-
das Festas da Cidade para me- apoio social. tório Social é o projecto que se
lhorar os seus cuidados de saú- O primeiro grande projecto segue, mas Gaspar Pessoa não
de, este ano a Turismo de Coim- da instituição foi o Apoio Ali- esconde a vontade de desen-
bra deixou-se conquistar pelo mentar direccionado a crian- volver mais projectos de apoio
projecto apresentado pela Liga ças carenciadas, seguindo-se, social na cidade. «Um projecto
Nacional contra a Fome, uma em 2004, o desenvolvimento de cada vez», rematou. l
instituição criada há 14 anos (e
IPSS há cinco), com sede no Por-
to, que deseja já há algum tempo «Será, com certeza, uma exce- chada será «mais um comple-
dispor em Coimbra de um espa- lente ajuda», continuou o respon- mento importante» para este
ço onde possa criar um refeitó- sável, confiante de que, entre os apoio, para além de permitir alar-
rio social para famílias necessi- produtos de merschandising e a gá-lo a mais pessoas.
tadas do concelho. receita do espectáculo de Rodrigo Sem poder, para já, avançar

D.R.
«Dos projectos apresentados, Leão, será possível à instituição com o valor do investimento,
este pareceu-nos o que se coadu- CONCERTO de hoje de Rodrigo Leão tem finalidades sociais angariar cerca de 30 mil euros. «Se Gaspar Pessoa garante que este
na mais com o espírito da nossa não for possível, todo o dinheiro projecto tem um custo «muito a-
padroeira», sublinhou Luís Al- Ensemble, que se realiza hoje, no venda de t-shirts e outros produ- pretende ver a funcionar, em que vier é bem-vindo», continuou vultado» para a instituição, es-
coforado, recordando a imagem Mosteiro de Santa Clara-a-Velha tos da liga (têm uma banca a fun- breve, num espaço adquirido Gaspar Pessoa, considerando que perando que, para além das Fes-
solidária e de ajuda aos mais ne- (entrada por um portão lateral cionar na CIC 2010), mas prome- pela instituição na freguesia de este espaço que a liga pretende tas da Cidade, outras institui-
cessitados que, ao fim de todos junto à antiga discoteca). tendo entregar uma verba refe- Santa Cruz, em Coimbra, um abrir em Coimbra «é fundamen- ções e particulares possam con-
estes séculos, se mantém asso- «O que nos foi proposto era rente ao único concerto pago das refeitório social (à semelhança tal» para o espírito da liga, que tem tribuir para que ele seja uma
ciada à Rainha Santa Isabel. que fosse possível vender pro- Festas da Cidade. do que já existe no Porto) que uma abrangência nacional. realidade. Para já, a Liga Nacio-
Pois é isso mesmo que a Liga dutos de merschandising du- possa apoiar a nível alimentar «Para além de ser uma cidade nal contra a Fome está numa fase
Nacional contra a Fome pretende rante as festas, cujas receitas re- Cerca de 100 beneficiários entre 80 a 100 utentes, encami- onde temos a nossa delegação [na de reuniões com a Segurança
fazer em Coimbra e é para a aju- verteriam para a instituição, mas Esta é uma ajuda considerada nhados por instituições da cida- Rua Dr. João Jacinto, nº 44/46] é o Social, de modo a que o futuro
dar que as Festas da Cidade lhe nós quisemos ir mais longe», «crucial» para Gaspar Pessoa, de, nomeadamente Segurança centro do país», continuou o res- refeitório possa vir a «cumprir
irão entregar os lucros do espec- afirmou o presidente da Turis- fundador e presidente da Liga Social, outras IPSS ou as própri- ponsável. O refeitório social que todas as exigências legais» de um
táculo de Rodrigo Leão & Cinema mo de Coimbra, confirmando a Nacional contra a Fome, que as Juntas de Freguesia. pretende abrir na zona da Con- equipamento deste género. l

Página 55
Tiragem: 11473 Pág: 1
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor

Period.: Diária Área: 4,20 x 2,70 cm²

ID: 30853857 01-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 2 de 2

FESTAS DA CIDADE
AJUDAM LIGA
CONTRA A FOME
COIMBRA SOLIDÁRIA P4

Página 56
Tiragem: 11473 Pág: 4
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Preto e Branco
A57
Period.: Diária Área: 24,95 x 12,06 cm²

ID: 30853872 01-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

HOTELEIROS DE COIMBRA REUNIRAM COM A EMPRESA MUNICIPAL DE TURISMO

Animação deve das Companhias de Teatro, ape-


nas para citar alguns, a cidade
prolongar-se por todo o ano tem uma oferta de animação
permanente. O Café de Santa
Cruz e o espaço àCapella são
Rosette Marques de um programa de animação alguns dos exemplos. Raúl
mais vasto para o concelho». Lopes, director do Hotel Astória,
 Coimbra fervilha de animação. Num almoço, no Hotel Tivoli, destacou «o facto de na oferta
Decorre a CIC 2010, as festas da que reuniu os directores dos on-line do hotel constar um
Rainha Santa estão em curso com hotéis da cidade, Luís Alcofora- pack com fado, que tem tido
iniciativas que se distribuem por do afirmou, de forma simples e resultados muito positivos».
vários espaços da cidade. No directa que, a programação é fei- Em jeito de remate, Luís Alco-
entanto, os hoteleiros de Coimbra ta de acordo com outras iniciati- forado afirma que a Empresa
e Cantanhede reuniram mais vas locais, tendo em conta «perí- Municipal de Turismo «tem a
uma vez com Luís Alcoforado, odos específícos da cidade». A obrigação de ter um programa
administrador da Empresa título de exemplo, referiu a de animação para o ano inteiro»,
Municipal de Turismo, de modo Queima das Fitas, em que a ani- o que o agradou aos hoteleiros,
a «limar arestas» para que todas mação está a cargo de uma pois, na maioria, consideram
essas iniciativas e as que se reali- comissão criada para o efeito, que Coimbra ainda não tem
zam ao longo do ano possam ser mas a EM Turismo de Coimbra uma marca que «arraste pessoas

D.R.
«um elemento de atracção de presta apoio na promoção das para a cidade e ocupem as unida-
turistas e, consequentemente, de festas e da cidade. Por isso, a LUÍS ALCOFORADO foi o convidado do segundo ciclo de tertúlias dos hoteleiros des hoteleiras». Por fim, garantiu
ocupação dos hotéis». estratégia é «quando ninguém ainda que o programa para 2011
Luís Alcoforado referiu, a pro- faz, fazemos nós». tertúlias dos hoteleiros, tal como cidade e fazer uma avaliação. está mais atractiva, do ponto de será entregue de modo a que os
pósito, que «as festas da cidade Luís Alcoforado foi o primeiro havia sido no 1.o ciclo. O objecti- Para Luís Alcoforado, «houve vista da animação. Além dos hotéis possam delinear a sua
são apenas uma peça do puzzle convidado do segundo ciclo de vo é saber o que existe para a um salto qualitativo» e a cidade Encontros de Jazz e do Festival promoção, de forma atempada. l

Página 57
Tiragem: 9000 Pág: 7
Campeão das Províncias País: Portugal Cores: Preto e Branco
A58
Period.: Semanal Área: 17,57 x 10,02 cm²

ID: 30855143 01-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Gastronomia e artesanato na Praça do Comércio


A Feira de Artesanato e Sabores Tradicionais, organizada pela Junta
2 
% ‚
 
1
   

. #
 
domingo), na Praça do Comércio (também conhecida como Praça Velha).
Sob uma tenda gigante, seis grupos folclóricos vão confeccionar e servir
alguns dos mais tradicionais pratos e petiscos da gastronomia regional,
como é o caso da chanfana e dos negalhos, dos carapaus de escabeche e
das pataniscas de bacalhau, entre outros. Para sobremesa, haverá doçaria
variada de Coimbra, como o arroz doce, e também as afamadas queija-
das de Pereira. No mesmo espaço, duas dezenas de artesãos mostram
trabalhos em cestaria, barro, tamancos, entre outros produtores manufac-
turados, sendo de registar também a presença de artesanato africano. O
certame, feito em parceria com a empresa municipal Turismo de Coimbra e com a Câmara Municipal, é inaugurado no sábado,
dia 03, às 10h30, pelo presidente da autarquia, Carlos Encarnação. Às 21h00, realiza-se um Festival de Folclore. Domingo,
Dia da Cidade, o certame reabre às 10h30, e durante a manhã um grupo de gaiteiros faz uma arruada pelas ruas da freguesia.
A partir das 17h00, actuam a Tuna Mista da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação e o Rancho Folclórico da Vila
de Pereira. Às 23h00, actua a artista Eneida Marta. Carlos Clemente, presidente da Junta de Freguesia de São Bartolomeu, faz
votos para que a feira, alargada a dois dias, pela primeira vez, seja um êxito à semelhança dos anos anteriores. “A pedido das
pessoas, arrisquei mais um dia. É uma aposta na Baixa em movimento”, sublinha o autarca, lembrando que nos mesmos dias
do evento da Junta de Freguesia, decorre nas ruas Ferreira Borges e Visconde da Luz, uma feira de artesanato urbano.

Página 58
Tiragem: 9000 Pág: 4
Campeão das Províncias País: Portugal Cores: Cor
A59
Period.: Anual Área: 13,83 x 11,84 cm²

ID: 30855708 01-07-2010 | Cidade Âmbito: Regional Corte: 1 de 1


Rodrigo Leão & Cinema Ensemble

Espectáculo contra a fome


Hoje, pelas 21h00, no Mosteiro de Santa Clara-a-
Velha, realiza-se o primeiro espectáculo das Festas da
Cidade e da Rainha Santa, com Rodrigo Leão & Cine-
ma Ensemble, a única iniciativa com entradas pagas.
Trata-se de uma iniciativa da MedicineOne, em par-
ceria com a Liga Nacional contra a Fome e a empresa
municipal Turismo de Coimbra, que uniram esforços
e estão a desenvolver esforços para abrir um refeitório
social, para que diariamente sejam servidas refeições
a quem mais precisa.
Para além da cedência de parte das receitas de bi-
lheteira do espectáculo, outra das formas de angariação
de fundos passa pela venda de uma tshirt, durante as Festas da Rainha Santa.
Rodrigo Leão é um dos mais conhecidos e apreciados compositores portugueses.
Na década de 80, o seu visionário trabalho nos Sétima Legião lançou pistas que ainda
hoje são exploradas pela música pop. Fez também parte dos Madredeus, grupo com
que começou por explorar o mundo e
com quem gravou três álbuns que angariaram aplausos em todo o mundo. Depois,
Rodrigo Leão aventurou-se a solo com um enorme sucesso.
Em palco com Celina da Piedade, Ana Vieira, Viviena Toupikova, Carlos Gomes,
Bruno Silva, Luís Aires e Luís San Payo, Rodrigo Leão volta a convocar as melodias
mágicas que lhe têm valido aplausos constantes em todo o mundo.

Página 59
Tiragem: 9000 Pág: 6
Campeão das Províncias País: Portugal Cores: Preto e Branco
A60
Period.: Semanal Área: 9,30 x 32,35 cm²

ID: 30855016 01-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

A S C E N S O R

A S U B I R

Alfredo Castanheira Neves – A absolvição de José


Gomes, antigo titular da Direcção de Estradas de Coimbra
. 

!, / 

-

 


assegurada pelo advogado Castanheira Neves.

Carlos Cidade – A investidura de Carlos Cidade na


presidência da nova Comissão Concelhia do PS/Coimbra
está a fazer prova de vida da estrutura partidária. A primei-
ra reunião de trabalho daquele órgão foi acompanhada de
uma intervenção do secretário de Estado Paulo Campos
e Cidade dá sinal de se mexer bem no largo do Rato.
Acresce que António Vilhena, José Manuel Ferreira da
Silva e António Reis Marques foram assertivos na defesa
do projecto do Sistema de Mobilidade do Mondego (Me-
tro de superfície concebido para ligar Coimbra à Lousã).

Euclides Dâmaso – O director do Departamento de


Investigação e Acção Penal (DIAP) de Coimbra, procura-
dor-geral adjunto do Ministério Público, acaba de alertar



  
  
 
    


habilitar o Estado com bens associados à criminalidade.
O magistrado faz parte de um grupo de trabalho sobre
o assunto, esperando-se que o intercâmbio com outros
estados e a cooperação internacional a ele subjacente
habilitem o nosso país a deixar de tratar com pinças os
protagonistas da “criminalidade de colarinho branco”.

A D E S C E R

Aníbal Cavaco Silva – Pedro Passos Coelho, novo


líder do PSD, já alertou para o provável «chumbo» da
proposta de Orçamento do Estado para o próximo ano,

    
  

-
(

 

 0  

 
de meio ano (últimos meses de 2010 e primeiros de 2011).
+

  
+  
 %   

medida em que o calendário da próxima eleição presi-
dencial o leva a afastar qualquer cenário de convocação
até Setembro de eleições legislativas antecipadas. A bem
da Nação, em cujas costas se traçam desígnios nacionais,
apesar de, por vezes, estes cederem aos pessoais.

José Sócrates – O que está a passar-se com o pro-


jecto do Sistema de Mobilidade do Mondego, ameaçado
de suspensão (ou pior do que isso), é um episódio que
atesta a falta de competência do Governo. O Metro de
superfície de Coimbra arrisca-se a ser a única obra em
curso a soçobrar perante o PEC. Posto isto, a sigla do
Programa de Estabilidade e Crescimento parece soar a
Plano de Espezinhamento de Coimbra.

Paulo Mendes – A 30ª. edição da Feira Comercial


6 
+ #
.+6+/) 

 
 )
$
'
A crise económica e social é demolidora, mas a ACIC
tem a sua quota parte de responsabilidade na debilidade
do certame.

Pedro Machado – Que pensará o líder distrital de


Coimbra do PSD da ameaça a pairar sobre o Sistema
de Mobilidade do Mondego? Por estranho que pareça,
Machado ainda não abriu a boca.

Victor Baptista – Nervoso miudinho, eis o que


denota o presidente da Federação de Coimbra do PS em
entrevista acabada de conceder ao diário As Beiras. Pela
amostra, Baptista está mesmo com receio de os camaradas
lhe imporem a passagem de testemunho a Mário Ruivo.

Página 60
Tiragem: 2327 Pág: 17
Diário de Viseu País: Portugal Cores: Cor
A61
Period.: Diária Área: 16,26 x 12,28 cm²

ID: 30853808 01-07-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Actividades prolongam-se até dia 11


Concerto de Rodrigo Leão abre Festas de Coimbra
É com o concerto de Rodrigo
Leão e Cinema Ensemble, esta
noite, que arrancam as Festas
de Coimbra e da Rainha Santa
Isabel 2010. O espectáculo, o
único com entradas pagas, mas
ainda assim, quase esgotado,
realiza-se pelas 21h30, no Mos-
teiro de Santa Clara-a-Velha.
Procissões, espectáculos, ani-
mação de rua, arraiais popula-
res, folclore, etnografia, artesa-
nato, exposições, ópera, fado,
bridge, vela, entre tantas outras
iniciativas, dentro e fora de por-
tas, compõem o programa das
Festas, que se prologam até ao
próximo dia 11. No programa religioso, destaca-se a Procissão da Penitência, a realizar no dia 8
Trata-se, de acordo com a
empresa municipal Turismo oferta cultural da cidade". De lhimento, fé e devoção", mas dos estilos, de diferentes pontos
de Coimbra, entidade organiza- acordo com Luís Alcoforado, também sejam "uns festejos do mundo, mas, sempre, de
dora do evento, "uma acção presidente da Turismo de que envolvam as pessoas, as grande qualidade, colocada ao
abrangente e dinâmica, resulta- Coimbra, E.M. pretende-se que instituições e os espaços sociais alcance de todos e integrando-
do de uma multiplicidade de as festas tenham, "como absolu- e patrimoniais". -se harmoniosamente nalguns
projectos e da cooperação de ta centralidade", não só, "os O programa conta com dos espaços mais significativos
vários agentes e instituições da momentos habituais de reco- "muito boa música", "de varia- da cidade", acrescenta.

Página 61
Tiragem: 11473 Pág: 9
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A62
Period.: Diária Área: 12,36 x 7,41 cm²

ID: 30835623 30-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

CHEF GRAVA PROGRAMA NA PRAÇA 8 DE MAIO

Coimbra mais tradicionais, para reinventar Chakall não estará sozinho.


receitas da cozinha portuguesa. Com ele estará o conimbricense
à mesa Este verdadeiro acontecimen- Filipe Albuquerque que acom-
com Chakall to gastronómico não estava pre- panhará o chef, nas compras, no
visto no programa inicial das Mercado D. Pedro V e, depois, o
festas, mas foi o próprio Chakall ajudará a confeccionar os vários
 Coimbra vai entrar na rota do quem contactou a Turismo de pratos, numa carrinha especial-
chef Chakall, um dos mais conhe- Coimbra, para, aproveitando o mente adaptada, de raiz, para o
cidos cozinheiros no nosso país, espírito festivo da cidade, trazer efeito (com cozinha incorporada)
que escolheu a nossa cidade, por para Coimbra mais um momen- que estará estacionada na Praça
altura das suas festas, para gravar to divertido e apetitoso o que, 8 de Maio, num convite à partici-
na Praça 8 de Maio um episódio como confessou Luís Alcoforado, pação de todos quantos passem
do seu mais recente programa de «ilustra um pouco a imagem de por aquela zona e queiram aju-
televisão: “Portugal Revisitado”, Coimbra e o peso que tem no dar à festa gastronómica. O pro-
onde o chefe parte à descoberta imaginário de todas as pessoas e grama será gravado durante o
dos produtos locais, nos mercados de todos os profissionais». dia 8 de Julho. l

Página 62
Tiragem: 11473 Pág: 28
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Preto e Branco
A63
Period.: Diária Área: 20,53 x 17,98 cm²

ID: 30835630 30-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Sons de Rodrigo Leão


em Santa Clara-a-Velha
Espectáculo do compositor dos mais inspirados composito-
res do mundo».
dá início amanhã às Festas Em 2007, compôs a banda
de Coimbra e da Rainha Santa sonora para a série televisiva
“Portugal – Um Retrato Social” e
é ainda autor de algumas peças
I Um dos mais conceituados segunda plateia. O alinhamento musicais da série de ficção
compositores portugueses da do espectáculo de amanhã inclui “Equador”.
actualidade, Rodrigo Leão, abre alguns dos temas mais conheci- «Em 2009 chega “A Mãe”,
amanhã o programa cultural dos da carreira de Rodrigo Leão: álbum com que Rodrigo Leão
das Festas da Cidade e da Rai- “As ilhas dos Açores”, “Voltar”, procura homenagear o mais
nha Santa. “A corda”, “A valsa do Equador”, puro dos amores. Ao vivo, temas
O concerto de Rodrigo Leão e “A estrada”, “A comédia de Deus”, novos como “Vida Tão Estra-
Cinema Ensemble realiza-se às “Deep blue”, “Happiness”, “Slee- nha” cruzam-se com momentos
21h30 no Mosteiro de Santa Cla- pless heart”, “Mar me quer”, “Os altos do seu reportório, como “A
ra-a-Velha e é o único concerto cidadãos”, “Cathy”, “Vida tão Casa”, “Voltar” ou “Solitude”. Em
das festas de Coimbra com entra- estranha”, “Canciones negras”, palco com Celina da Piedade,
das pagas, visto que uma parte da “Solitude”, “La fête”, “No sè nada”, Ana Vieira, Viviena Toupikova,
bilheteira reverte a favor da cons- “Ya skaju tebe” e “Pasión”. Carlos Gomes, Bruno Silva, Luís
trução de um refeitório social nes- O trabalho de Rodrigo Leão Aires e Luís San Payo, Rodrigo
ta cidade, numa parceria entre a marcou na década de 80 o per- Leão volta a convocar as melodi-
MedicineOne, a Liga Nacional curso dos Sétima Legião. O músi- as mágicas que lhe têm valido
contra a Fome e a empresa muni- co integrou depois os Madre- aplausos constantes em todo o
cipal Turismo de Coimbra. deus, grupo com quem gravou mundo», sublinha uma nota de
Os bilhetes estão à venda em três álbuns, e de seguida aventu- Imprensa da empresa Turismo
D.R.

Ticketline, lojas Fnac, Worten, rou-se numa nem sucedida car- de Coimbra, recordando que o
Viagens Abreu, Megarede, Cen- reira a solo. Editou “Ave Mundi RODRIGO Leão & Cinema Ensemble nas Festas de Coimbra disco “A Mãe” teve entrada
tros Comerciais Dolce Vita, El Luminar” em 1992, a que se segui- directa para o primeiro lugar do
Corte Inglês e Mosteiro de Santa ram os trabalhos “Mysterium” Em 2004, o álbum “Cinema” internacionalmente o seu traba- Top de vendas nacional, onde
Clara-a-Velha, custando 20 euros (1995), “Theatrum” (1996), “Alma reaproxima o compositor da lho, levando por exemplo o cine- permaneceu cinco semanas con-
para plateia Vip, 10 euros na pri- mater” (2000) e a compilação esfera pop, e a compilação “O asta espanhol Pedro Almodôvar secutivas e alcançou o galardão
meira plateia e cinco euros na “Pasion” (também de 2000). Mundo”, em 2006, projecta a considerar Rodrigo Leão «um de disco de platina. l

Página 63
Tiragem: 121713 Pág: 2

País: Portugal Cores: Cor


A64
Period.: Ocasional Área: 23,57 x 14,46 cm²

ID: 30856641 30-06-2010 | Festas Âmbito: Informação Geral Corte: 1 de 2

Página 64
Tiragem: 121713 Pág: 1

País: Portugal Cores: Cor

Period.: Ocasional Área: 21,82 x 24,91 cm²

ID: 30856641 30-06-2010 | Festas Âmbito: Informação Geral Corte: 2 de 2

Página 65
Tiragem: 121713 Pág: 6

País: Portugal Cores: Cor


A66
Period.: Ocasional Área: 23,10 x 28,66 cm²

ID: 30856665 30-06-2010 | Festas Âmbito: Informação Geral Corte: 1 de 1

Página 66
Tiragem: 121713 Pág: 4

País: Portugal Cores: Cor


A67
Period.: Ocasional Área: 23,03 x 28,79 cm²

ID: 30856662 30-06-2010 | Festas Âmbito: Informação Geral Corte: 1 de 2

Página 67
Tiragem: 121713 Pág: 5

País: Portugal Cores: Cor

Period.: Ocasional Área: 11,31 x 26,31 cm²

ID: 30856662 30-06-2010 | Festas Âmbito: Informação Geral Corte: 2 de 2

Página 68
Tiragem: 121713 Pág: 2

País: Portugal Cores: Cor


A69
Period.: Ocasional Área: 22,30 x 14,34 cm²

ID: 30856649 30-06-2010 | Festas Âmbito: Informação Geral Corte: 1 de 2

Página 69
Tiragem: 121713 Pág: 2

País: Portugal Cores: Cor

Period.: Ocasional Área: 22,70 x 12,06 cm²

ID: 30856649 30-06-2010 | Festas Âmbito: Informação Geral Corte: 2 de 2

Página 70
A71

Concerto de Rodrigo Leão abre festas da Rainha Santa

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 30-06-2010

Meio: Boas Notícias Online

URL: http://www.boasnoticias.pt/index.aspx?p=LifeDetail&MenuId=2124&ParentId=149

30/6/2010

Um concerto de Rodrigo Leão & Cinema Ensemble, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, inicia no dia

01 de Julho as Festas de Coimbra e da Rainha Santa I. Os festejos prolongam-se até dia 11 com

nomes como Camané, Táxi e Anaquim, entre outros, avança a Lusa. À exceção do concerto de

abertura, todos os eventos são gratuitos.

Rodrigo Leão afirmou que este concerto vai incidir sobre o seu mais recente trabalho: "A Mãe" [2009

- oiça abaixo um dos temas do albúm, "Vida Tão Estranha"]. O disco foi gravado em cidades como

Goa e Nova Iorque, deixando adivinhar o eclectismo, exotismo e sofisticação que já marcava a obra

anterior do músico.

O concerto será o único com entradas pagas, com as receitas a reverterem para a criação de uma

cantina da Liga Nacional Contra a Fome. Cumpre-se assim um desígnio perseguido pela Rainha Santa,

de ajuda aos pobres e famintos, e com um evento a decorrer no mosteiro para onde se recolheu após

a morte de D. Dinis.

Previamente ao programa oficial realiza-se, entre os dias 25 e 27 de Junho, o 40.º Rallye Rainha

Santa, para carros antigos. No dia 26 é inaugurada a XXX Feira Comercial e Industrial de Coimbra e,

no dia 29, é recriado o milagre das rosas no Parque Verde do Mondego.

No dia 29 realiza-se ainda, no Museu Nacional de Machado de Castro, o colóquio "Escultura

patrocinada pela Rainha Santa. Uma perspectiva interdisciplinar" e é inaugurada a exposição "Mestre

Pêro -- O Escultor da Rainha".

Além de evocarem a beatificação de Isabel de Aragão, as festas pretendem "celebrar o centro

histórico e alguns espaços que têm sido requalificados", afirmou Luís Alcoforado, presidente da

empresa municipal Turismo de Coimbra.

A 2 de Julho, segundo dia das festas, é inaugurada a Feira Popular e realiza-se uma Serenata de

Página 71
Coimbra, na Praça 8 de Maio, e um concerto pela banda portuense Táxi.

Um encontro de filarmónicas do distrito e uma celebração da guitarra de Coimbra e Lisboa, a que se

associam as vozes de Camané e João Farinha, marcam o dia 3.

Dia 4 as tradicionais danças de salão, como o flamenco, salsa e tango, saem à rua para realizarem na

Praça 8 de Maio o "Coimbra Street Dancing", no mesmo dia em que a guineense Eneida Marta dá um

concerto na Praça do Comércio.

Um concerto dedicado à serenata, com a Orquestra Clássica do Centro e a Vórtice Dance Company,

da Figueira da Foz, e o folclore da Tailândia e Bulgária destacam-se no dmané, ia 5.

Concertos pela Orquestra de Bandolins Espanhóis, de Valladolid, (dia 7), e das bandas Azeitonas (9) e

Anaquim (10) são outras iniciativas de animação. O último concerto decorre dia 11 de julho com o um

espetáculo do percussionista brasileiro Cyro Baptista, músico radicado nos EUA.

No dia 10 realiza-se o 1.º Torneio de Bridge da Rainha Santa, iniciativa que pretende incluir Coimbra

no roteiro das competições internacionais da modalidade, disse Luís Alcoforado.

No programa religioso destaca-se no dia 8 a Procissão da Penitência e no dia 11 a Procissão do

Regresso. Na primeira, a imagem da santa sai do Convento de Santa Clara-a-Nova para a Igreja da

Graça, na Baixa. Na segunda retorna à proveniência.

Estão previstos dois espectáculos de fogo de artifício. O primeiro, a 8, para saudar a chegada da

imagem da Rainha Santa à Baixa. O segundo às 24:00 do dia 11.

As festas da rainha Santa realizam-se de dois em dois anos, e evocam a beatificação de Isabel de

Aragão, em 1516.

Página 72
Tiragem: 11473 Pág: 7
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A73
Period.: Diária Área: 16,48 x 13,71 cm²

ID: 30801223 28-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Padroeira de Coimbra
retratada por artesãos
Mostra/venda zona de Coimbra (Filomena
de rainhas santas Cabral Antunes, Filomena Go-
mes, Gilberto Zeferino, Maria
abre hoje José Nogueira e Olinda Correia
no Mercado Mata) mas, também, oriundos
Municipal de Barcelos (Conceição Sapa-
teiro, Eduardo Pias, João Gon-
çalves Ferreira, Júlia Cota,
I No Mercado Municipal D. Júlia Ramalho e Laurinda Pias)
Pedro V abre hoje ao público às ou de outras zonas, como é o
9h30 uma mostra/venda de Rai- caso de Vila Nova de Gaia
nhas Santas artesanais, criadas (representada por Maria do
por vários artistas populares e Carmo Alves), Caldas da Rai-
em representação de diversas nha (Atelier S. Miguel) e de
regiões do país. Canas de Senhorim (Maria

D.R.
Esta é uma iniciativa «do Adélia Albadia).
Departamento de Cultura que, IMAGENS da Rainha Santa em exposição A mostra/venda estará paten-
em ano de Festas de Coimbra e te até 26 de Julho, de segunda a
da Rainha Santa Isabel pretende várias perspectivas da repre- Os trabalhos que se apresen- sexta-feira e no feriado munici-
mostrar, aos conimbricenses e a sentação artesanal da padroeira tam no antigo Posto de Turis- pal (4 de Julho), das 9h30 às
todos quantos nos visitam por da cidade», explica a Câmara mo do Mercado são concebidos 17h30; ao sábado, das 9h30 às
alturas das Festas da Cidade, Municipal de Coimbra. não apenas por artesãos da 12h30. Encerra ao domingo. l

Página 73
Tiragem: 10500 Pág: 7
Diário As Beiras País: Portugal Cores: Cor
A74
Period.: Diária Área: 4,29 x 13,79 cm²

ID: 30801039 28-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Festas
já mexem
As FestAs da cidade e da
Rainha Santa apenas co-
meçam a 1 de Julho, mas
já estão a decorrer diversas
iniciativas de natureza des-
portiva – como o rali que
percorreu as estradas da re-
gião, no fim-de-semana – e
culturais. É o caso de uma
instalação de imagens que
pretendem recriar simboli-
camente o milagre das ro-
sas que é inaugurada, ama-
nhã, no Parque Verde. Tra-
ta-se de um conjunto de 17
rosas, ilustradas pelas es-
colas da Rede de Bibliote-
cas de Coimbra. Também
amanhã, mas no Museu
Nacional de Machado de
Castro, decorre o colóquio
“Escultura patrocinada pe-
la Rainha Santa” e é inau-
gurada a exposição “Mes-
tre Pêro – O Escultor da
Rainha”.

Página 74
Tiragem: 121713 Pág: 20

País: Portugal Cores: Cor


A75
Period.: Diária Área: 9,90 x 12,18 cm²

ID: 30789942 27-06-2010 Âmbito: Informação Geral Corte: 1 de 1

Página 75
Tiragem: 51989 Pág: 72

País: Portugal Cores: Cor


A76
Period.: Diária Área: 27,04 x 27,18 cm²

ID: 30789745 27-06-2010 Âmbito: Informação Geral Corte: 1 de 1

Página 76
Tiragem: 11473 Pág: II
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A77
Period.: Ocasional Área: 25,48 x 19,10 cm²

ID: 30792449 26-06-2010 | Feiras Âmbito: Regional Corte: 1 de 2

“Já cheira a festa


em Coimbra”
Começa hoje mais uma edição da Feira Comercial
e Industrial de Coimbra, inaugurada a partir das 18h00.
O presidente da ACIC, Paulo Mendes, fala sobre o balanço
da edição anterior e as expectativas para o ano
em que o certame celebra o seu 30.o aniversário
Joana Martins Paulo Mendes (PM) Nada de DC Quantos expositores terem assim oportunidade de
especial, afinal de contas é ape- estarão este ano no recinto? fazer negócio e de se darem a
Diário de Coimbra (DC) A CIC nas mais um ano. Os 30 valem PM Este ano teremos, à seme- conhecer ao público.
celebra os seus 30 anos. tanto como os 29 e são apenas lhança da edição anterior, cer-
Têm algum evento prepara- sinal de maturidade deste certa- ca de 150 expositores, sendo DC Qual o balanço que faz
do para assinalar a data? me e da sua consolidação. que desses alguns, nunca da edição do ano passado?
tinham participado na CIC. PM O ano passado tivemos um
Penso que o facto de manter- balanço muito positivo, nomea-
mos o número de expositores é damente em termos da adesão
positivo, sobretudo num ano do público, pois recebemos cerca DC O facto de a CIC coinci- festa e está perfeitamente
como este, mais complicado de 70 mil pessoas, o que nos dir com as Festas da Cida- enquadrada na sua data tradi-
para as empresas em termos parece um bom número. Além de é uma vantagem para o cional. Os próprios expositores
económicos. disso, os relatórios dos exposito- certame? também ganham com este clima
res mostraram precisamente PM Sim. Há três anos atrás de festa.
DC Apesar da crise, continua esse feedback positivo. Como tal, antecipámos a exposição uma
a ser uma vantagem para as mantivemos o tipo de organiza- semana em relação às Festas da DC Qual o preço das entra-
empresas participarem nes- ção, pensando na comodidade do Cidade e o certame ficou bas- das na CIC?
tes certames? público e dos expositores, voltan- tante desenquadrado do ritmo PM O preço é mais uma vez de
PM Claro que sim e o maior sinal do a apostar por exemplo, nos da festa e este ano isso não vai 1,50 euros por pessoa e 2,50
de que é uma vantagem é o facto caminhos alcatifados e em acontecer. Já cheira a festa em euros para famílias. As crianças
de as empresas estarem lá e stands de qualidade. Coimbra e a CIC faz parte dessa até aos 12 anos não pagam.

Página 77
Tiragem: 11473 Pág: III
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor

Period.: Ocasional Área: 25,85 x 13,93 cm²

ID: 30792449 26-06-2010 | Feiras Âmbito: Regional Corte: 2 de 2

DC Nunca ponderaram fazer seria necessário melhorar as


PAULO MENDES deste evento um certame de infra-estruturas eléctricas para
faz um balanço entrada livre? que os eventos que ali aconte-
positivo da edição PM Sim, já ponderámos não cessem não desperdicem tanto
anterior da CIC cobrar as entradas, mas o que é dinheiro.
livre dá ideia de menor qualidade
e assim optámos por este valor DC Quando o Centro de
que é simbólico. Congressos estiver con-
cluído pode ser um espaço
DC Com que tipo de anima- para futuramente albergar
ção podemos contar este a CIC?
ano? PM O Centro de Congressos é
PM A animação terá um cariz um projecto e uma infra-estru-
mais local, em parceria com as tura com uma finalidade dife-
autarquias. Teremos grupos de rente, mas não deixa de ser
música popular, folk, uma uma mais-valia para a cidade e
orquestra, enfim, vários grupos. é, sem dúvida, um espaço útil e
necessário. No entanto, realizar
DC O recinto da Praça da lá a CIC não.
Canção é um espaço privile-
giado para a realização do DC A Associação Comercial
evento? e Industrial de Coimbra
PM É um recinto que não tem (ACIC) estará presente na
todas as condições ideais, mas CIC com um stand. Que ini-
tem a melhor localização possível ciativas e tipo de divulgação
na cidade. Falta-lhe ter um espa- prepararam?
ço coberto permanente, para PM A ACIC estará presente como
podermos dispensar as tendas, e todos os anos e mais uma vez
faltam alguns melhoramentos em aproveitaremos para divulgar a A ORGANIZAÇÃO
termos do nivelamento do piso e nossa oferta formativa e os servi- continua a apostar no chão alcatifado
de assentar o pó. Além disso, ços associados.

Página 78
A79

Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel 2010

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 25-06-2010

Meio: Farol da Nossa Terra.com

URL: http://www.faroldanossaterra.net/festas-de-coimbra-e-da-rainha-santa-isabel-2010/

24 Junho 2010

As Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel estão de volta. Promovido pela segunda vez pela

Turismo de Coimbra, E.M., o evento, a decorrer entre 1 e 11 de Julho (embora o programa abarque

iniciativas já a partir de 25 de Junho), aposta, na edição de 2010, na diversidade de conteúdos,

espaços e públicos.

Procissões, espectáculos, animação de rua, arraiais populares, folclore, etnografia, artesanato,

exposições, ópera, fado, bridge, vela, desporto automóvel, entre tantas outras iniciativas, dentro e

fora de portas, fazem das Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel 2010 uma acção abrangente e

dinâmica, resultado de uma multiplicidade de projectos e da cooperação de vários agentes e

instituições da oferta cultural da cidade.

Página 79
A80

Festas em Coimbra arrancam com concerto de Rodrigo Leão | Canela & Hortelã,
revista online de Cultura e Lazer

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 23-06-2010

Meio: Canela & Hortelã.com

URL: http://canelaehortela.com/festas-em-coimbra-arrancam-com-concerto-de-rodrigo-leao

Publicado por

em 23 de Junho de 2010

Um concerto de Rodrigo Leão & Cinema Ensemble, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, inicia no dia 1

de Julho as Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel, que vão animar a cidade do Mondego até dia

11 de Julho, com um pré-arranque já no próximo dia 25 de Junho.

Os festejos, que se realizam de dois em dois anos e evocam a beatificação de Isabel de Aragão em

1516, terminam a 11 de Julho com um concerto pelo percussionista brasileiro Cyro Baptista, músico

radicado nos Estados Unidos da América. As festas pretendem ainda "celebrar o centro histórico e

alguns espaços que têm sido requalificados", afirmou Luís Alcoforado, presidente da empresa

municipal Turismo de Coimbra durante a apresentação à imprensa.

A 2 de Julho, segundo dia das festas, é inaugurada a Feira Popular e realiza-se uma Serenata de

Coimbra, na Praça 8 de Maio, e um concerto pela banda portuense Táxi.

Um encontro de filarmónicas do distrito e uma celebração da guitarra de Coimbra e Lisboa, a que se

associam as vozes de Camané e João Farinha, marcam o dia 3.

Dia 4 as tradicionais danças de salão, como o flamenco, salsa e tango, saem à rua para realizarem na

Praça 8 de Maio o "Coimbra Street Dancing", no mesmo dia em que a guineense Eneida Marta dá um

concerto na Praça do Comércio.

Um concerto dedicado à serenata, com a Orquestra Clássica do Centro e a Vórtice Dance Company,

da Figueira da Foz, e o folclore da Tailândia e Bulgária destacam-se no dia 5.

Concertos pela Orquestra de Bandolins Espanhóis, de Valladolid, no dia 7, e dos grupos Azeitonas a 9,

e Anaquim a 10 são outras iniciativas de animação.

Página 80
No dia 10 realiza-se o 1.º Torneio de Bridge da Rainha Santa, iniciativa que pretende incluir Coimbra

no roteiro das competições internacionais da modalidade, disse Luís Alcoforado.

No programa religioso destaca-se no dia 8 a Procissão da Penitência, na qual a imagem da Rainha

Santa sai do Convento de Santa Clara-a-Nova para a Igreja da Graça, na Baixa e no dia 11, a

Procissão do Regresso, na qual a imagem regressa ao Convento.

Estão previstos dois espectáculos de fogo de artifício. O primeiro, a 8, para saudar a chegada da

imagem da Rainha Santa à Baixa. O segundo às 24h00 do dia 11.

O concerto de abertura será o único com entradas pagas, com as receitas a reverterem para a criação

de uma cantina da Liga Nacional Contra a Fome.

Por Cristina Alves Imagens Turismo de Coimbra

Canela & Hortelã

Página 81
Tiragem: 11473 Pág: 2
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor
A82
Period.: Ocasional Área: 16,85 x 30,87 cm²

ID: 30677306 19-06-2010 | Social Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Festas da Cidade e da Rainha


Santa foram apresentadas
I O programa das Festas de Alcoforado, presidente da musicais. Aníbal Pinto Castro, «vários gostos». Em representa-
Coimbra e da Rainha Santa Isa- empresa municipal deu assim a presidente da Confraria da Rai- ção da Câmara Municipal de
bel foi apresentado esta semana conhecer as festividades religio- nha Santa Isabel, confessou-se Coimbra, o vice-presidente João
pela Turismo de Coimbra, que sas, com as duas procissões a «admirado» com as propostas Paulo Barbosa de Melo elogiou o
anunciou um investimento a sair à rua, o programa de anima- da Turismo de Coimbra, pela que considera um programa
rondar os 100 mil euros. Luís ção e as diferentes propostas particularidade de satisfazer «ambicioso, mas contido». l

Aníbal Pinto Castro, Pedro Pita, João Paulo Barbosa


Aníbal Pinto Castro e Maria João Castelo Branco de Melo e Luís Alcoforado

Armando Fidalgo, Carlosé Clemente e Tiago Almeida Dora Santana e Gonçalo Lobo Xavier

Fausto Correia e Joaquim Silva Santos Fausto Correia, Artur Corte-Real e Ana Alcoforado

José Madeira, Sandra Bem, Francisco Brito e Joana Botelho Joel Araújo, Artur Corte-Real e António Rebelo Página 82
Tiragem: 3500 Pág: 2
Despertar (O) País: Portugal Cores: Preto e Branco
A83
Period.: Quinzenal Área: 27,89 x 20,34 cm²

ID: 30664551 18-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Página 83
A84

Bilhetes à venda para concerto de Rodrigo Leão & Cinema Ensemble

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 18-06-2010

Meio: Campeão das Províncias.com

URL: http://campeaoprovincias.com/pt/index.php?option=com_content&view=article&id=8012
:bilhetes-a-venda-para-concerto-de-rodrigo-leao-a-cinema-
ensemble&catid=14:actualidade&Itemid=130

Actualizado em Sexta, 18 Junho 2010 16:59Escrito por CPSexta, 18 Junho 2010 16:47

Estão à venda os bilhetes para o concerto de Rodrigo Leão & Cinema Ensemble, o espectáculo que

marca o arranque, a 01 de Julho, das Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel 2010, no Mosteiro

de Santa Clara-a-Velha.

Este é o único espectáculo com entradas pagas nas festas da cidade, revertendo parte da receita da

bilheteira a favor da construção de um refeitório social em Coimbra, numa parceria entre a Turismo de

Coimbra, E.M., a MedicineOne e a Liga Nacional contra a Fome.

Outra das formas de angariação de fundos passa pela venda de uma t-shirt, durante as Festas de

Coimbra, na qual todo o lucro reverterá para esta causa.

Os bilhetes (20EUR - Plateia Vip, 10EUR - Primeira Plateia e 5EUR - Segunda Plateia) podem ser

adquiridos no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, Casa Aninhas, Ticketline, lojas Fnac, Worten, Viagens

Abreu, Megarede, Centros Comerciais Dolce Vita e El Corte Inglês.

Página 84
A85

Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel 2010

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 17-06-2010

Meio: Coimbra Digital.pt

URL: http://www.coimbradigital.pt/Artecultura/agendacultural/Paginas/FestasdeCoimbraedaRa
inhaSantaIsabel2010.aspx

Múltiplas actividades vão animar a cidade até 11 de Julho.

As Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel estão de volta. Promovido pela segunda vez pela

Turismo de Coimbra, E.M., o evento, a decorrer entre 1 e 11 de Julho (embora o programa abarque

iniciativas já a partir de 25 de Junho), aposta, na edição de 2010, na diversidade de conteúdos,

espaços e públicos.

Procissões, espectáculos, animação de rua, arraiais populares, folclore, etnografia, artesanato,

exposições, ópera, fado, bridge, vela, desporto automóvel, entre tantas outras iniciativas, dentro e

fora de portas, fazem das Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel 2010 uma acção abrangente e

dinâmica, resultado de uma multiplicidade de projectos e da cooperação de vários agentes e

instituições da oferta cultural da cidade.

PROGRAMA

25, 26 e 27 Junho

"40.º Rallye Rainha Santa" (carros antigos)| Automóvel Clube do Centro

26 Junho

Inauguração CIC'2010 - XXX Feira Comercial e Industrial de Coimbra| Praça da Canção

29 Junho

9h30/13h00 - 14h00/17h00 | "Escultura patrocinada pela Rainha Santa. Uma perspectiva

interdisciplinar" (colóquio)| Museu Nacional de Machado de Castro

18h00| "Mestre Pêro - O Escultor da Rainha" (exposição)| Museu Nacional de Machado de Castro

Página 85
"Festa das Rosas - recriação simbólica do milagre das rosas da Rainha Santa Isabel"| Parque Verde

do Mondego (junto ao pólo de leitura "Lerao cubo"). Instalação, constituída por 17 rosas ilustradas

pelas Escolas da Rede de Bibliotecas de Coimbra - Patente até Setembro

30 Junho

21h00| Ançãble| Santa Clara-a-Nova

1 Julho

21h30| Rodrigo Leão & Cinema Ensemble| Mosteiro Santa Clara-a-Velha| Entradas pagas20EUR -

Plateia Vip| 10EUR - Primeira Plateia| 5EUR - Segunda Plateira

Bilhetes à venda em Ticketline, lojas Fnac, Worten, Viagens Abreu, Megarede, Centros Comerciais

Dolce Vita e El Corte Inglês. No local e dia do espectáculo também estarão bilhetes à venda

Parte da Bilheteira reverte a favor da construção de um refeitório social em Coimbra

21h30| Tríduo preparatório com pregação pelo Bispo de Coimbra| Igreja do Convento de Santa Clara-

a-Nova

2 Julho

21h30| Tríduo preparatório com pregação pelo Bispo de Coimbra| Igreja do Convento de Santa Clara-

a-Nova

21h30| Grande Noite do Fado: Serenata de Coimbra| Praça 8 de Maio

23h00|Inauguração Feira Popular com o espectáculo "Águas Dançantes", fogo-de-artifício, som e

dança| Praça da Canção

23h30| Taxi| Parque Verde do Mondego

3 Julho

10h00 e 11h00| Workshop de dança| Rua Ferreira Borges (frente ao Edifício Chiado)

13h00| Regata do Dia do Clube de Vela

17h00 e 18h00| Workshop de dança| Parque Verde do Mondego

Página 86
17h00| Encontro de Filarmónicas| Parque Verde do Mondego

19h00| Concerto de jazz "Sítio dos Sons"| Praça 8 de Maio

21h30| Tríduo preparatório com pregação pelo Bispo de Coimbra| Igreja do Convento de Santa Clara-

a-Nova

22h00| "Guitarras de Coimbra e Lisboa"| Universidade de Coimbra

Espectáculo de guitarras de Coimbra e Lisboa, que junta alguns dos melhores executantes

portugueses da actualidade.

GUITARRA

Lisboa: José Manuel Neto

Coimbra: Ricardo Dias

VIOLA

Lisboa: Carlos Proença

Coimbra: Pedro Lopes e Ni Ferreirinha

CONTRA-BAIXO

Carlos Bica

PIANO

Ricardo Dias

VOZES

Lisboa: Camané (participação especial)

Coimbra: João Farinha

4 Julho

Página 87
10h00/19h00| Feira de Artesanato Urbano| Rua Visconde da Luz e Rua Ferreira Borges

10h00 e 11h00|Workshop de dança| Rua Ferreira Borges (frente ao Edifício Chiado)

11h00| Missa solene presidida pelo Bispo de Coimbra| Igreja do Convento de Santa Clara-a-Nova

17h00 e 18h00| Workshop de dança| Parque Verde do Mondego

18h00| Sessão Solene Comemorativa do Dia da Cidade de Coimbra

21h00| "Coimbra Street Dancing"| Praça 8 de Maio

23h00| Eneida Marta (música africana)| Praça do Comércio

"Kontatos Fotográficos"| Exposições de fotografia| Vários locais da cidade (até 11 de Julho)

5 Julho

22h00| "Concerto Prestígio dedicado à Serenata", pela Orquestra Clássica do Centro| Museu Nacional

de Machado de Castro

Carlos Guilherme - Tenor

Paulo Soares - Guitarra de Coimbra

Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra| Participação Especial: Vórtice Dance Company

(bailado)

Animação medieval, pela Viv'Arte| Ruas Visconde da Luz e Ferreira Borges

6 Julho

21h30| Noite de Folclore Internacional| Praça 8 de Maio

Kalasinpittayasan - Folk Ensemble -- Tailândia

Zlatna - Trakia - Folk Ensemble - Bulgária

"450 Anos da Confraria da Rainha Santa Isabel" (exposição)| Arquivo da Universidade de Coimbra

Página 88
Animação medieval, pela Viv'Arte| Ruas Visconde da Luz e Ferreira Borges

7 Julho

Animação medieval, pela Viv'Arte| Ruas Visconde da Luz e Ferreira Borges

21h30|Orquestra de Laúdes Españoles Conde Ansúres - Valladolid e Ensemble de Guitarras de

Coimbra| Praça 8 de Maio

8 Julho

19h00| Procissão de Penitência| Saída da igreja do Convento de Santa Clara-a-Nova

22h00| Procissão de Penitência| Fogo-de-artifício, cântico e saudação| Portagem

23h00| Entrada da imagem da Rainha Santa| Igreja da Graça

9 Julho

8h00/21h00| Imagem da Rainha Santa exposta| Igreja da Graça

9h00| 10h00| 18h00| Missa|Igreja da Graça

20h00| "1º Arraial de Sardinhas de Coimbra"| Praça da Canção

21h30| Azeitonas (concerto)| Feira Popular| Praça da Canção

21h30| "Bastien Bastienne", de W. A. Mozart, pela Ópera de Coimbra| TAGV

Animação medieval, pela Viv'Arte| Ruas Visconde da Luz e Ferreira Borges

10 Julho

8h00/21h00|Imagem da Rainha Santa exposta| Igreja da Graça

9h00|10h00|18h00|Missa|Igreja da Graça

10h00| Desfile etnográfico| Concentração na Rua Visconde da Luz

Página 89
11h00/17h30| Feira da Rainha Santa| Terreiro de Santa Clara-a-Nova

11h00| Mercado do Quebra-Costas| Escadas do Quebra-Costas

11h00| "A Galinha da Minha Vizinha" (teatro)| Pátio do Castilho

14h00|"Poesia Ambulante", pela Bonifrates| Escadas do Quebra-Costas

14h00| Regata de Vela - Encontro Regional de Escolas de Vela

15h00| 1.º Torneio de Bridge Rainha Santa Isabel|Pavilhão Centro de Portugal

15h00|"A Princesa Putri Telur", pelo Grupo Lua Cheia (teatro)| Escadas do Quebra-Costas

19h00|Panda Pompoir (concerto)| Escadas do Quebra Costas

21h00|Festival de Folclore| Praça 8 de Maio

22h00| Feira Popular - "Banda ERRE"

23h00|Anaquim| Coreto do Parque Manuel Braga

24h00|Noite de Fogo-de-artifício| Espectáculo piromusical| Rio Mondego

11 Julho

9h00| 10h00| 16h00|Missa| Igreja da Graça

8h00/17h30|Imagem da Rainha Santa exposta| Igreja da Graça

12h00| Regata de Vela - Encontro Regional de Escolas de Vela

17h30|Procissão Solene de Regresso| Saída da Igreja da Graça|

20h00|Procissão Solene de Regresso| Chegada à Igreja da Rainha Santa

22h00|Cyro Baptista| Concerto de Encerramento| Praça do Comércio

Mais informações.

Página 90
De:

25-06-2010 0:00

Até:

12-07-2010 0:00

Fonte de Informação :

Turismo de Coimbra, E. M.

15-06-2010

Página 91
Tiragem: 9000 Pág: 17
Campeão das Províncias País: Portugal Cores: Preto e Branco
A92
Period.: Semanal Área: 26,89 x 14,01 cm²

ID: 30648180 17-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 2

)HVWDVGH&RLPEUDHGDUDLQKD6DQWD,VDEHOGHFRUUHPHQWUHHGH-XOKR
&,&GHGH-XQKRDGH-XOKR
$PELomRWHYHGHFDVDU $&,&IHLUDFRPHUFLDOHLQGXVWULDOGH&RLPEUDTXHHVWH
DQRDVVLQDODDHGLomRUHDOL]DVHGHGH-XQKRDGH-XOKR
na Praça da Canção.
$SHVDUGDFRQMXQWXUDHFRQyPLFDRSUHVLGHQWHGD$V

FRPFRQWHQomRÀQDQFHLUD VRFLDomR&RPHUFLDOH,QGXVWULDOGH&RLPEUD3DXOR0HQGHV
DFUHGLWDTXHRFHUWDPHWHPFRQGLo}HVSDUDYROWDUDVHUXP
JUDQGHFHUWDPHHPSUHVDULDO6HJXQGRDRUJDQL]DomRHVWiD
G. B. conta os visitantes nacionais DQLPDUDFLGDGHGH&RLPEUD vilhão Centro de Portugal. O VHUGHVHQYROYLGDXPDUHOHYDQWHDFomRGHFRPXQLFDomRTXH
e estrangeiros. HFRQWULEXLUSDUDRDPELHQWH JUDQGHREMHFWLYRpVHJXQGR SHUPLWLUiXPDYLVLELOLGDGHVLJQLÀFDWLYDDRVH[SRVLWRUHVHR
$7XULVPRGH&RLPEUD /XtV $OFRIRUDGR SUH de festa. DRUJDQL]DomR´ID]HUUHÁHF FRUUHVSRQGHQWHQ~PHURHOHYDGRGHYLVLWDQWHV
(0DVVXPHSHODVHJXQGD sidente do conselho de ad $SDUGDVSURFLVV}HVUH tir a diversidade cultural de $&,&SURPHWHFRQWULEXLUHPVLPXOWkQHRSDUDR
YH]D SURPRomRGDVIHVWDV PLQLVWUDomR GD 7XULVPR GH OLJLRVDV GLDV  H  GH &RLPEUD PRVWUDQGR XPD GHVHQYROYLPHQWRUHJLRQDOHSDUDDSURPRomRGRVQHJyFLRVGRV
GH &RLPEUD H GD UDLQKD &RLPEUD ( 0 FRQVLGHUD -XOKR  ² WHVWHPXQKR GD FLGDGHPDLVSDUWLOKDGDHPDLV H[SRVLWRUHVSUHVHQWHV(VWHDQRRFHUWDPHFRQWDFRPFHUFDGH
Santa Isabel. A diversidade TXHRSURJUDPDGDVIHVWDVGD secular devoção dos co vivida”. HPSUHVDVQ~PHURLGrQWLFRjHGLomRDQWHULRU
GH FRQWH~GRV O~GLFRV GRV cidade e da Rainha Santa Isa QLPEULFHQVHVjUDLQKD6DQWD (PFRODERUDomRFRPD $JXDUGDQGRFRPH[SHFWDWLYDDFRQVWUXomRGRSDYLOKmR
HVSDoRV RQGH GHFRUUHP DV EHOp´DPELFLRVRµFRQWXGR ,VDEHO²DVIHVWDVGDFLGDGH HPSUHVD PXQLFLSDO D &RQ PXOWLXVRVTXHVHJXQGR3DXOR0HQGHVUHSUHVHQWDUiXPPR
LQLFLDWLYDV H GRV S~EOLFRV UHYHODDSUHRFXSDomRFRPD H GD SDGURHLUD GH &RLP IUDULDGD5DLQKD6DQWD,VDEHOp PHQWRGHYLUDJHPQDKLVWyULDGRFHUWDPHHPSUHVDULDOD$&,&
D TXH VH GLULJHP PDUFD R necessidade de controlar cus EUD LQFOXHP HVWH DQRXP XPGRVSDUFHLURVPDLVLPSRU U UHHGLWDDIHLUDDQXDOGDFLGDGHDSRVWDQGRQXPSURJUDPDGH
SURJUDPD GHVWH DQR TXH WRVSDWHQWHQXPRUoDPHQWR FRQMXQWR GH HVSHFWiFXORV WDQWHVVHPRTXDODIHVWDTXH DQLPDomRDOLFHUoDGRHPSDUFHULDVFRPRXWUDVLQVWLWXLo}HVGD
DUUDQFDMiDGH-XQKRHVH GHDSUR[LPDGDPHQWH DQLPDomR GH UXD DUUDLDLV honra a padroeira não seria a região.
SURORQJDDWpDRGLDGH-X HXURV FHUFD GH PHWDGH GD populares, folclore, etnogra PHVPD$QtEDO3LQWR&DVWUR 2VWHPSRVVmRGHFRQWHQomRUHFRQKHFHXRGLULJHQWH
OKR6HJXQGRDRUJDQL]DomRD edição anterior. ÀD DUWHVDQDWR H[SRVLo}HV presidente da confraria disse DÀUPDQGRVHFRQYLFWRTXHR´HYHQWRWHPWXGRSDUDVHUHFR
SURJUDPDomRGDVIHVWDV´IRL 5RGULJR/HmR7D[L&D ySHUDHIDGR7DOFRPRYHP ter sido surpreendido pelas QRPLFDPHQWHHTXLOLEUDGRµ2FHUWDPHGHVWHDQRUHFHEHXP
SHQVDGDGHIRUPDDFRQMXJDU PDQp(QHLGD0DUWD$]HL DFRQWHFHQGR HP HGLo}HV SURSRVWDV GD 7XULVPR GH VXEVtGLRFDPDUiULRGHHXURV2H[HFXWLYRPXQLFLSDO
RFXOWRHROD]HUDUHOLJLmRHD WRQDV$QDTXLPHRP~VLFR DQWHULRUHVKiXPDYHUWHQWH &RLPEUD H VREUHWXGR SHOD DSURYRXSRUXQDQLPLGDGHQDVHJXQGDIHLUDDLQGDDDWULEXLomR
FXOWXUDDUXDHRSDWULPyQLR brasileiro Cyro Baptista são associada ao desporto, que disponibilidade para acolher GHXPVXEVtGLRQRYDORUGHHXURVj)HLUD3RSXODUTXH
a solidariedade e a evasão”, RVDUWLVWDVPDLVFRQKHFLGRVGH integra provas de vela, auto VXJHVW}HV FDSD]HV GH DJUD WDPEpPYDLGHFRUUHUQDPDUJHPHVTXHUGDGR0RQGHJRHQWUH
DWUDYpV GH XP FRQMXQWR GH XPORQJRHGLYHUVLÀFDGRFDU U PRELOLVPR H SHOD SULPHLUD dar a todos, conjugando a HGH-XOKR1HVWHFDVRDDXWDUTXLDWHPDLQGDDVHXFDUJRD
DFo}HVLGHDOL]DGRGHHSDUD WD]PXVLFDOTXHHQWUHRVGLDV YH] XP WRUQHLR GH EULGJH YHUWHQWHUHOLJLRVDFRPDIHVWD OLPSH]DGLiULDGRUHFLQWRDFHGrQFLDGHYDVRVFRPSODQWDVSDUD
DFLGDGHWHQGRHPOLQKDGH HGH-XOKRSURPHWHP TXHLUiVHUGLVSXWDGRQR3D popular. GHFRUDomRHRIRUQHFLPHQWRGHHQHUJLDHOpFWULFD

Página 92
Tiragem: 9000 Pág: 1
Campeão das Províncias País: Portugal Cores: Preto e Branco

Period.: Semanal Área: 13,13 x 5,41 cm²

ID: 30648180 17-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 2 de 2


Festas da cidade, da Rainha Santa e CIC

Coimbra animada
mas sujeita ao aperto do cinto
A diversidade de conteúdos lúdicos, dos espaços onde decorrem as iniciativas e dos públicos a
que se dirigem marca o programa deste ano das Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel, o qual
arranca já a 25 de Junho e se prolonga até ao dia 11 de Julho. A CIC, Feira Comercial e Industrial
de Coimbra, que este ano cumpre a 30.ª edição, realiza-se de 26 de Junho a 4 de Julho. Mercê do
contexto económico, ambos os eventos são marcados pela contenção orçamental. Página 17

Página 93
A94

Festas de Coimbra de 1 a 11 de Julho

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 16-06-2010

Meio: RH Turismo.net

URL: http://www.rhturismo.net/index.php?option=com_content&task=view&id=9288&Itemid=
2

15-Jun-2010

A Turismo de Coimbra promove, pela segunda vez, as Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel

2010, que vão decorrer de entre 1 e 11 de Julho.

Apresentada ontem, a programação aposta na diversidade de conteúdos, espaços e públicos, com

áreas entre o culto e lazer, religião e cultura, rua e património, solidariedade e evasão. Entre as

actividades incluem-se procissões, espectáculos, animação de rua, arraias populares, folclore,

etnografia, artesanato, exposições, ópera, fado, bridge, vela, desporto automóvel, entre outras.

AMBITUR

Página 94
Tiragem: 2327 Pág: 15
Diário de Viseu País: Portugal Cores: Cor
A95
Period.: Diária Área: 8,32 x 27,31 cm²

ID: 30625139 16-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Coimbra
Concerto de Rodrigo Leão
inicia festas da Rainha Santa

Rodrigo Leão & Cinema Ensemble actuam a 1 de Julho


Um concerto de Rodrigo Le- 8 de Maio, e um concerto pela
ão & Cinema Ensemble, no banda portuense Táxi.
Mosteiro de Santa Clara-a-Ve- Dia 4, as tradicionais danças
lha, inicia a 1 de Julho as Festas de salão saem à rua para reali-
de Coimbra e da Rainha Santa zarem na Praça 8 de Maio o
Isabel. Os festejos evocam a 'Coimbra Street Dancing', no
beatificação de Isabel de Ara- mesmo dia em que a guineen-
gão, em 1516, e terminam a 11 se Eneida Marta dá um concer-
de Julho com um concerto pe- to na Praça do Comércio.
lo percussionista brasileiro Cy- No dia 10 realiza-se o 1.º Tor-
ro Baptista, radicado nos Esta- neio de Bridge da Rainha Santa,
dos Unidos da América. iniciativa que pretende incluir
O concerto de abertura será o Coimbra no roteiro das compe-
único a pagar, com as receitas a tições internacionais da moda-
reverterem para a criação de lidade, disse Luís Alcoforado.
uma cantina da Liga Nacional No programa religioso desta-
Contra a Fome. ca-se dia 8 a Procissão da Peni-
Cumpre-se, assim, um desíg- tência e no dia 11 a Procissão
nio perseguido pela Rainha, de do Regresso. Na primeira, a
ajuda aos pobres e famintos, e imagem da Santa sai do Con-
com um evento a decorrer no vento de Santa Clara-a-Nova
mosteiro para onde se recolheu para a Igreja da Graça. Na se-
após a morte de D. Dinis. gunda retorna à proveniência.
Previamente ao programa Estão previstos dois espectá-
oficial realiza-se, entre os dias culos de fogo-de-artifício. O pri-
25 e 27 de Junho, o 40.º Rallye meiro, a 8, para saudar a chega-
Rainha Santa, para carros anti- da da imagem da Rainha Santa
gos. No dia 26 é inaugurada a à Baixa e o segundo às 24h00
XXX Feira Comercial e Indus- do dia 11.
trial de Coimbra e, no dia 29, é Os bilhetes para o concerto
recriado o milagre das rosas no de Rodrigo Leão encontram-se
Parque Verde do Mondego. à venda, a partir de dia 21, na
Além de evocarem a beatifi- Fnac, Worten, Centro Comer-
cação de Isabel de Aragão, as cial Dolce Vita, El Corte Inglês,
festas pretendem "celebrar o Viagens Abreu, MegaRede e
centro histórico e alguns espa- www.ticketline.sapo.pt.
ços que têm sido requalifica- Já a partir de hoje, podem ser
dos", afirmou Luís Alcoforado, adquiridos na sede da Turismo
presidente da empresa munici- de Coimbra, na Casa Aninhas,
pal Turismo de Coimbra. em frente à Câmara Municipal.
A 2 de Julho, é inaugurada a Podem ainda ser feitas reser-
Feira Popular e realiza-se uma vas através do número 707 234
Serenata de Coimbra, na Praça 234. Página 95
A96

Festas de Coimbra de 1 a 11 de Julho

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 15-06-2010

Meio: Ambitur.pt

URL: http://www.ambitur.pt/site/print_news.asp?news=20134

10:20h - 15/06/2010

A Turismo de Coimbra promove, pela segunda vez, as Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel

2010, que vão decorrer de entre 1 e 11 de Julho.

Apresentada ontem, a programação aposta na diversidade de conteúdos, espaços e públicos, com

áreas entre o culto e lazer, religião e cultura, rua e património, solidariedade e evasão. Entre as

actividades incluem-se procissões, espectáculos, animação de rua, arraias populares, folclore,

etnografia, artesanato, exposições, ópera, fado, bridge, vela, desporto automóvel, entre outras.

Página 96
Tiragem: 22219 Pág: 12
Diário Cidade País: Portugal Cores: Cor
A97
Period.: Diária Área: 17,24 x 18,16 cm²

ID: 30606475 15-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 1

Página 97
Tiragem: 11473 Pág: 6
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Preto e Branco
A98
Period.: Diária Área: 25,39 x 31,62 cm²

ID: 30605811 15-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 1 de 2

Festas da Cidade com programa OUTROS DESTAQUES

“ambicioso” mas “contido” ILUMINAÇÃO


 A iluminação festiva alusiva às Festas da Cidade é visível a

partir de 26 de Junho e prolonga-se até 11 de Julho. No total,


são 26 espaços iluminados: nove na margem esquerda e 17 na
Anaquim, Camané, Rodrigo Leão e o músico brasileiro Cyro margem direita.

Baptista são algumas das vozes que vão passar por Coimbra
nas Festas da Cidade, em ano de comemorações religiosas SARDINHADA E “AZEITONAS”
 A noite anterior de 9 de Julho está concentrada, essencial-

Patrícia Isabel Silva mente, na Feira Popular, com o 1.º Arraial de Sardinhas de
Coimbra e o concerto dos “Azeitonas”. Há sardinha à descri-
 «Ambicioso», mas a reflectir ção, broa e caldo verde. Tudo por cinco euros. Em simultâneo,
«um ano um pouco difícil». O no Teatro Académico de Gil Vicente, decorre a reposição de
programa das Festas de Coim- “Bastien e Bastienne”, pela Ópera de Coimbra.
bra e da Rainha Santa Isabel
implica, em 2010, um investi-
mento da empresa Turismo de TORNEIO DE BRIDGE
Coimbra a rondar os 100 mil  O Pavilhão Centro de Portugal acolhe, no dia 10, o I Torneio

euros, menos 50% do que orça- de Bridge Rainha Santa Isabel, com a presença de alguns dos
mento da edição anterior, adian- melhores jogadores ibéricos da modalidade
tou Luís Alcoforado, realçando
que o papel das parcerias é deter-
minante para fazer umas festas MERCADO DO QUEBRA-COSTAS
«à medida de Coimbra» e como  Com a cidade em festa, as Escadas do Quebra-Costas, além

«a nossa padroeira merece». da venda de artesanato urbano, também a 10 de Julho, é espa-


Em ano de festividades religi- ço de um conjunto de várias actividades de âmbito cultural e
osas, com as duas procissões artístico, com teatro, poesia e música.
FIGUEIREDO
(ver caixilho) a sair à rua, o pro-
grama de animação decorre
entre 1 e 11 de Julho, com diferen- LUÍS ALCOFORADO apresentou programa no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha FEIRA DA RAINHA SANTA
tes propostas musicais. A abrir,  No penúltimo dia das Festas da Cidade, a Associação de Fol-

no Mosteiro de Santa Clara-a- clore e Etnografia da Região do Mondego (AFERM) organiza a


Velha, Rodrigo Leão & Cinema 7.ª edição da reposição da Feira da Rainha Santa, no Terreiro
Ensemble protagonizam o único de Santa Clara. Por ali, serão vendidos artigos de artesanato e
concerto pago do programa, doçaria tradicional.
com parte das receitas a reverter
para a Liga Nacional Contra a
Fome, que pretende construir AINDA EM JUNHO
um refeitório social na Rua  A CIC 2010 é inaugurada no dia 26, na Praça da Canção, e a

Infante D. Henrique. Outra das 29, decorre a Festa das rosas – recriação simbólica do milagre
formas de angariação de fundos das rosas da Rainha Santa”, no Parque Verde do Mondego.
é a venda de uma t-shirt, duran- No Museu Nacional de Machado de Castro há um colóquio
te as Festas da Cidade, cujo lucro sobre a escultura inspirada na padroeira, seguido da inaugura-
irá direitinho para esta causa, ção da exposição “Mestre Pêro – o escultor da Rainha”.
frisou o presidente da Turismo
de Coimbra.
Cyro Baptista, artista brasilei-
ro, radicado em Nova Iorque, é Camané e João Farinha e músi- O folclore está em destaque a 6
um dos nomes principais anun- cos das duas cidades a acompa- de Julho, com a vertente interna-
ciados ontem. Com seis discos nhar. Durante a tarde, o Parque cional, e também no dia 10, na
D.R.

editados, o músico ficou célebre Verde acolhe um workshop de Praça 8 de Maio, numa noite on-
por actuar com nomes famosos CYRO BAPTISTA é brasileiro, mas está radicado em Nova Iorque dança e o encontro de filarmóni- de os conimbricenses Anaquim
da cena internacional, como ca, enquanto, a partir das 19h00, vão actuar no coreto do Parque
David Byrne, Paul Simon, Brian forma, sublinhou Luís Alcofora- na Praça 8 de Maio, é dado espaço Dr. Manuel Braga, a anteceder o
Eno, Santana, Sting e também ça por volta das 22h00. Nes- do, de também os «celebrar». ao jazz com “Sítio dos Sons”. No espectáculo de fogo de artifício, a
compatriotas seus, desde Milton
Procissões sa altura, haverá uma sauda- dia do feriado municipal, no mes- partir da meia-noite, no Rio
Nascimento a Marisa Monte. em honra da ção, um cântico e um bou- Concerto Prestígio à Serenata mo local, decorre o “Coimbra Mondego. Aníbal Pinto Castro,
Num concerto único em Portu- padroeira quet para a padroeira “em Quem não se lembra de “Chicle- Street Dancing” e, na Praça do presidente da Confraria da Rai-
gal, Cyro Baptista actua na Pra- a 8 e 11 de Julho forma” de fogo de artifício, te” ou “Cairo”, temas imortaliza- Comércio, ouve-se a música da nha Santa Isabel, confessou-se
ça do Comércio, a 11 de Julho, que cumprirá cinco minu- dos pelos Taxi? A banda do Por- guineense Eneida Marta, num «admirado» com as propostas
pelas 22h00, no concerto de tos. O cortejo segue depois to vai estar no Parque Verde do dia também marcado pela sessão da Turismo de Coimbra, pela
encerramento das Festas, onde  2010 é ano da imagem da até à Igreja da Graça, de Mondego, no dia 2, numa noite solene comemorativa. particularidade de satisfazer
promete contagiar o público Rainha Santa Isabel sair à onde, a 11 de Julho, domingo, musical que começa, na Praça 8 A 5 de Julho, o Museu Nacio- «vários gostos». Em representa-
com o seu «samba rock com rua. A Procissão da Penitên- às 18h00, sai a Procissão de Maio, com a “Grande Noite nal de Machado de Castro aco- ção da Câmara Municipal de
influências orientais». cia realiza-se no dia 8 de Solene de Regresso. do Fado: Serenata de Coimbra”, lhe um “Concerto Prestígio”, Coimbra, o vice-presidente João
Mas, há muitos mais sons Julho, quinta-feira, com iní- Na chegada a Santa Clara-a- seguida da inauguração da Feira dedicado à Serenata, pela Or- Paulo Barbosa de Melo elogiou o
para escutar em Coimbra por cio às 19h00, na Igreja do Nova, será dada a bênção do Popular, com o espectáculo questra Clássica do Centro, com que considera um programa
esses dias, com a particularida- Convento de Santa Clara-a- Santo Lenho, com breve alo- “Águas Dançantes”. as participações do tenor Carlos «ambicioso, mas contido».
des de os espectáculos decorre- Nova, prevendo-se que a cução do Bispo de Coimbra, No dia 3, os sons e as vozes do Guilherme, o guitarrista Paulo O Diário de Coimbra é este
rem em diferentes espaços, mui- chegada à Portagem aconte- D. Albino Cleto. l fado de Lisboa e de Coimbra cru- Soares e os Antigos Orfeonistas ano o jornal oficial das Festas da
tos deles requalificados. É uma zam-se na Universidade, com da Universidade de Coimbra. Cidade e da Rainha Santa. l

Página 98
Tiragem: 11473 Pág: 1
Diário de Coimbra País: Portugal Cores: Cor

Period.: Diária Área: 14,76 x 8,25 cm²

ID: 30605811 15-06-2010 Âmbito: Regional Corte: 2 de 2

EM ANO DE PROCISSÕES DA RAINHA SANTA P6

Festas de Coimbra
mostram ambição
apesar da crise
Programa de animação, entre 1 e 11 de Julho, abre com
concerto de Rodrigo Leão no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

Página 99
Tiragem: 50458 Pág: 34

País: Portugal Cores: Cor


A100
Period.: Diária Área: 16,85 x 9,22 cm²

ID: 30602487 15-06-2010 | Público Porto Âmbito: Informação Geral Corte: 1 de 1

Rodrigo Leão abre festas de Coimbra


a Um concerto de Rodrigo Leão & um evento a decorrer no mosteiro pa- pular e realiza-se uma Serenata de
Cinema Ensemble, no Mosteiro de ra onde ela se recolheu após a morte Coimbra, na Praça de 8 de Maio, e
Santa Clara-a-Velha, inicia no dia 1 de D. Dinis. um concerto pela banda portuense
de Julho as Festas de Coimbra e da Além de evocarem a beatificação de Táxi. No dia seguinte, o destaque vai
Rainha Santa Isabel. Os festejos, que Isabel de Aragão, as festas pretendem para uma celebração da guitarra de
se realizam de dois em dois anos, e “celebrar o centro histórico e alguns Coimbra e Lisboa, a que se associam
evocam a beatificação de Isabel de espaços que têm sido requalificados”, as vozes de Camané e João Farinha.
Aragão, em 1516, terminam a 11 de afirmou Luís Alcoforado, presidente No programa religioso, destaca-se,
Julho com um concerto pelo per- da empresa municipal Turismo de no dia 8, a Procissão da Penitência
cussionista brasileiro Cyro Baptista, Coimbra. A 2 de Julho, segundo dia e, no dia 11, a Procissão do Regresso.
músico radicado nos Estados Unidos das festas, é inaugurada a Feira Po- Na primeira, a imagem da santa sai
da América. Rodrigo Leão do Convento de Santa Clara-a-Nova
O concerto de abertura será o úni- leva o Cinema para a Igreja da Graça, na Baixa. Na
co com entradas pagas, com as re- Ensemble a um segunda, retorna à proveniência.
ceitas a reverterem para a criação de espaço cuja Estão previstos dois espectáculos
uma cantina da Liga Nacional Contra recuperação de fogo-de-artifício. O primeiro, a 8,
a Fome. Cumpre-se assim um desíg- já mereceu para saudar a chegada da imagem da
nio perseguido pela rainha santa, de uma distinção rainha santa à Baixa. O segundo às
internacional
ajuda aos pobres e famintos, e com 24h do dia 11. Lusa

Página 100
A101

Concerto de Rodrigo Leão inicia festas da Rainha Santa

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 14-06-2010

Meio: Destak.pt

URL: http://www.destak.pt/artigo/66799

Coimbra

14 | 06 | 2010 15.49H

Um concerto de Rodrigo Leão & Cinema Ensemble, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, inicia no dia

01 de julho as Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel.

Os festejos, que se realizam de dois em dois anos, e evocam a beatificação de Isabel de Aragão, em

1516, terminam a 11 de julho com um concerto pelo percussionista brasileiro Cyro Baptista, músico

radicado nos Estados Unidos da América.

O concerto de abertura será o único com entradas pagas, com as receitas a reverterem para a criação

de uma cantina da Liga Nacional Contra a Fome.

Cumpre-se assim um desígnio perseguido pela Rainha Santa, de ajuda aos pobres e famintos, e com

um evento a decorrer no mosteiro para onde se recolheu após a morte de D. Dinis.

Previamente ao programa oficial realiza-se, entre os dias 25 e 27 de junho, o 40.º Rallye Rainha

Santa, para carros antigos. No dia 26 é inaugurada a XXX Feira Comercial e Industrial de Coimbra e,

no dia 29, é recriado o milagre das rosas no Parque Verde do Mondego.

No dia 29 realiza-se ainda, no Museu Nacional de Machado de Castro, o colóquio "Escultura

patrocinada pela Rainha Santa. Uma perspetiva interdisciplinar" e é inaugurada a exposição "Mestre

Pêro - O Escultor da Rainha".

Além de evocarem a beatificação de Isabel de Aragão, as festas pretendem "celebrar o centro

histórico e alguns espaços que têm sido requalificados", afirmou Luís Alcoforado, presidente da

empresa municipal Turismo de Coimbra.

A 2 de julho, segundo dia das festas, é inaugurada a Feira Popular e realiza-se uma Serenata de

Página 101
Coimbra, na Praça 8 de Maio, e um concerto pela banda portuense Táxi.

Um encontro de filarmónicas do distrito e uma celebração da guitarra de Coimbra e Lisboa, a que se

associam as vozes de Camané e João Farinha, marcam o dia 3.

Dia 4 as tradicionais danças de salão, como o flamenco, salsa e tango, saem à rua para realizarem na

Praça 8 de Maio o "Coimbra Street Dancing", no mesmo dia em que a guineense Eneida Marta dá um

concerto na Praça do Comércio.

Um concerto dedicado à serenata, com a Orquestra Clássica do Centro e a Vórtice Dance Company,

da Figueira da Foz, e o folclore da Tailândia e Bulgária destacam-se no dia 5.

Concertos pela Orquestra de Bandolins Espanhóis, de Valladolid, (dia 7), e das bandas Azeitonas (9) e

Anaquim (10) são outras iniciativas de animação.

No dia 10 realiza-se o 1.º Torneio de Bridge da Rainha Santa, iniciativa que pretende incluir Coimbra

no roteiro das competições internacionais da modalidade, disse Luís Alcoforado.

No programa religioso destaca-se no dia 8 a Procissão da Penitência e no dia 11 a Procissão do

Regresso. Na primeira, a imagem da santa sai do Convento de Santa Clara-a-Nova para a Igreja da

Graça, na Baixa. Na segunda retorna à proveniência.

Estão previstos dois espectáculos de fogo de artifício. O primeiro, a 8, para saudar a chegada da

imagem da Rainha Santa à Baixa. O segundo às 24:00 do dia 11.

Destak/Lusa |

Página 102
A103

Concerto de Rodrigo Leão inicia festas da Rainha Santa

Tipo Meio: Internet Data Publicação: 14-06-2010

Meio: Diário de Notícias Online

URL: http://dn.sapo.pt/cartaz/musica/interior.aspx?content_id=1593109

Música

por Lusa

Um concerto de Rodrigo Leão & Cinema Ensemble, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, inicia no dia

01 de Julho as Festas de Coimbra e da Rainha Santa Isabel.

Os festejos, que se realizam de dois em dois anos, e evocam a beatificação de Isabel de Aragão, em

1516, terminam a 11 de Julho com um concerto pelo percussionista brasileiro Cyro Baptista, músico

radicado nos Estados Unidos da América.

O concerto de abertura será o único com entradas pagas, com as receitas a reverterem para a criação

de uma cantina da Liga Nacional Contra a Fome.

Cumpre-se assim um desígnio perseguido pela Rainha Santa, de ajuda aos pobres e famintos, e com

um evento a decorrer no mosteiro para onde se recolheu após a morte de D. Dinis.

Previamente ao programa oficial realiza-se, entre os dias 25 e 27 de Junho, o 40.º Rallye Rainha

Santa, para carros antigos. No dia 26 é inaugurada a XXX Feira Comercial e Industrial de Coimbra e,

no dia 29, é recriado o milagre das rosas no Parque Verde do Mondego.

No dia 29 realiza-se ainda, no Museu Nacional de Machado de Castro, o colóquio "Escultura

patrocinada pela Rainha Santa. Uma perspectiva interdisciplinar" e é inaugurada a exposição "Mestre

Pêro -- O Escultor da Rainha".

Além de evocarem a beatificação de Isabel de Aragão, as festas pretendem "celebrar o centro

histórico e alguns espaços que têm sido requalificados", afirmou Luís Alcoforado, presidente da

empresa municipal Turismo de Coimbra.

A 2 de Julho, segundo dia das festas, é inaugurada a Feira Popular e realiza-se uma Serenata de

Página 103
Coimbra, na Praça 8 de Maio, e um concerto pela banda portuense Táxi.

Um encontro de filarmónicas do distrito e uma celebração da guitarra de Coimbra e Lisboa, a que se

associam as vozes de Camané e João Farinha, marcam o dia 3.

Dia 4 as tradicionais danças de salão, como o flamenco, salsa e tango, saem à rua para realizarem na

Praça 8 de Maio o "Coimbra Street Dancing", no mesmo dia em que a guineense Eneida Marta dá um

concerto na Praça do Comércio.

Um concerto dedicado à serenata, com a Orquestra Clássica do Centro e a Vórtice Dance Company,

da Figueira da Foz, e o folclore da Tailândia e Bulgária destacam-se no dia 5.

Concertos pela Orquestra de Bandolins Espanhóis, de Valladolid, (dia 7), e das bandas Azeitonas (9) e

Anaquim (10) são outras iniciativas de animação.

No dia 10 realiza-se o 1.º Torneio de Bridge da Rainha Santa, iniciativa que pretende incluir Coimbra

no roteiro das competições internacionais da modalidade, disse Luís Alcoforado.

No programa religioso destaca-se no dia 8 a Procissão da Penitência e no dia 11 a Procissão do

Regresso. Na primeira, a imagem da santa sai do Convento de Santa Clara-a-Nova para a Igreja da

Graça, na Baixa. Na segunda retorna à proveniência.

Estão previstos dois espectáculos de fogo de artifício. O primeiro, a 8, para saudar a chegada da

imagem da Rainha Santa à Baixa. O segundo às 24:00 do dia 11.

Página 104

Interesses relacionados