Você está na página 1de 2

23/01/2019 Jupiterweb

Informações da Disciplina
Público

Calendário Escolar

Cursos de ingresso Preparar para impressão

Disciplina Júpiter - Sistema de Graduação


Editais

FAQ
Instituto de Geociências

Acesso Restrito
Geologia Sedimentar e Ambiental

Entrar
Disciplina: GSA0252 - Sedimentologia
Esqueci a Senha Sedimentology
Primeiro Acesso
Créditos Aula: 8
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 120 h
Tipo: Anual
Ativação: 01/01/2007 Desativação:

Objetivos
Estabelecer as relações entre processos e produtos sedimentares, em dois enfoques: o dos
processos de transporte e deposição de sedimentos (sedimentologia sensu stricto) e o dos
processos de transformação (diagênese) dos depósitos sedimentares, após a deposição (petrologia
sedimentar).

Docente(s) Responsável(eis)
2245960 - Andre Oliveira Sawakuchi
1345998 - Paulo Cesar Fonseca Giannini
2052941 - Renato Paes de Almeida

Programa Resumido
Processos sedimentares: transporte trativo e estruturas sindeposicionais e erosivas; transporte
gravitacional e estruturas deformacionais. Produtos sedimentares: minerais pesados, arenitos e
calcários.

Programa
PROCESSOS SEDIMENTARES - AS PARTÍCULAS EM MOVIMENTO. 1. Introdução. 1A. Conceitos
básicos: sedimento; área-fonte, bacia sedimentar e nível de base; processos e produtos de
sedimentação; fácies sedimentar. 1B. Partículas sedimentares. 1B1. Tipos descritivos de partículas
sedimentares. 1B2. Tipos genéticos de partículas sedimentares: conceito de alóctone (clástico),
autóctone, terrígeno e alobioquímico. 1B3. Propriedades físicas das partículas sedimentares
(propriedades texturais). 2. O meio de transporte. 2A. Propriedades básicas dos fluidos. 2B. Tipos
de forças atuantes sobre um grão. 3. Transporte e deposição por fluidos de baixa viscosidade. 3A.
Modalidades de transporte de grão individualizados. 3A1. Suspensão. 3A2. Tração. 3B. Deposição
em líquido estacionário. 3C. Deposição em líquido em movimento. 3C1. Velocidades críticas. 3C2.
Regimes de fluxo. 3C3. Estruturas primárias ou singenéticas produzidas por tração. 3C3A.
Estruturas trativas sindeposicionais (construtivas). 3C3B. Estruturas penecontemporâneas
(destrutivas). 3C4. Estruturas primárias ou singenéticas produzidas por oscilação (ondas). 4.
Transporte e deposição por misturas de alta viscosidade: fluxos gravitacionais. 4A. Reologias de
mistura fluido mais grãos. 4B. Mecanismos de interação grãos/fluído. 4C. Tipos de fluxos
gravitacionais. 4D. Estruturas pós-deposicionais eodiagenéticas deformacionais. PRODUTOS
SEDIMENTARES - ROCHAS E DEPÓSITOS. 1. Propriedades químicas das partículas sedimentares.
1A. Composição das partículas sedimentares terrígenas. 2. Os agregados de partículas
sedimentares. 2A. Classificação geral das rochas sedimentares. 2B. Componentes de rochas
sedimentares. 2B1. Componentes deposicionais. 2B2. Componentes diagenéticos. 2C. A formação
da rocha sedimentar. 2C1. Diagênese. 2C2. Estágios ou zonas diagenéticas: eo, meso e telogênese.
2C3. Processos e produtos diagenéticos. 2C4. Modelos de evolução diagenética. 2C5. Estruturas
sedimentares diagenéticas ou secundárias. 2D. Classificações de rochas sedimentares. 2D1.
Classificação das rochas terrígenas. 2D1A. Classificação de rochas arenáceas. 2D1B. Classificação

https://uspdigital.usp.br/jupiterweb/obterDisciplina?sgldis=GSA0252&codcur=44011&codhab=100 1/2
23/01/2019 Jupiterweb
de rochas rudáceas. 2D1C. Classificação de rochas lutáceas. 2D2. Classificação de rochas
bioquímicas (ênfase a carbonáticas).Exercício prático de campo 1: Quaternário costeiro: introdução
aos conceitos de fácies e elos processo-produto; descrição de formas de leito e estruturas trativas
em superfície deposicional e em trincheiras. Exercício prático de campo 2: Bacia fanerozóica:
introdução à análise de fácies, em depósitos de tração e suspensão livre; elaboração de seção
geológica em sucessão sedimentar. Exercício prático de campo 3: Bacia fanerozóica:
compartimentação geomorfológica do Estado de São Paulo; análise de fácies em depósitos de
fluxos gravitacionais; análise de associações de fácies, como subsídio para a interpretação de
sistemas deposicionais; elaboração de seções colunares e geológicas em sucessões sedimentares.
CARGA HORÁRIA TOTAL DAS AULAS DE CAMPO: 37,5 HORAS.

Avaliação
Método
Aulas teóricas expositivas interativas, com exercícios baseados na análise de diapositivos.
Aulas práticas de campo e microscopia, com atribuição de tarefas - desafio aos alunos.
Critério
Exercícios de avaliação imediata. Três exercícios "Caso Geológico", baseados nos resultados
dos exercícios práticos de microscopia. Três relatórios ou cadernetas de campo. Outros tipos
de atividades realizadas pelos alunos durante aulas práticas e teóricas, tais como
questionários e exercícios orais. Pesa total da (10%). Exercício de avaliação mediata: Três
exercícios individuais (provas) teórico-práticos escritos. Peso total da (90%).
Norma de Recuperação
Alunos com média final inferior a 5, porém maior ou igual a 3, com pelo menos 70% de
freqüência, terão oportunidade de realizar prova de recuperação no início do ano seguinte.
Para aprovação, devem obter nota maior ou igual 5. A Nota final será calculada conforme a
seguinte fórmula: Nf = (Ma + Nr)/2;
Ma = média final da disciplina; Nr = nota da prova de recuperação.

Bibliografia
Bibliografia Básica: PETTIJOHN, F.J. Sedimentary Rocks. Harper & Row Publishers, N.Y. 3ª ed.,
1975, 718p. PETTIJOHN, F.J.; POTTER, P.E.; SIEVER, R. Sand and Sandstone. Springer-
Verlag, Berlim, 1973, 618p. FRITZ, W.J. & MOORE, J.N. 1988. Basics of Physical Stratigraphy
and Sedimentology. New York, John Wiley & Sons, Inc. 371p. Bilbiografia complementar:
COLLINSON, J.D. & THOMPSON, D.G. Sedimentary Structures. George Allen & Unwin, London,
1982, 194p. FOLK, R.L. 1974. Petrology of Sedimentary Rocks. Texas, Hemphill's Publish. Co.,
1980. 185p. LEEDER, M.R. 1982. Sedimentology; Process and Products. London, George Allen
& Unwin, 344p. P.A. Carbonate rocks. Constituentes, textures, cements and porosities. AAPG,
Memoir 27, 1978, 589p. SCHOLLE P.A.; BEBOUT, P.G.; MOORE, C.H. Carbonate depositional
environments. AAPG, Memoir 33, 1983, 708p. READING, H.G. Sedimentary Environments and
Facies. Blackwell Scientific Publications, Oxford, London, 1980, 557p. SCHOLLE, P.A. &
SPEARING, D. Sandstone depositional environments. AAPG, Memoir 31, 1982, 410p. TUCKER,
M. Techniques in Sedimentology. Blackwell Scientific Publications, 1988, 394p. WALKER, R.G.
Facies Models. Geol. Assoc. Of Canada, Ontário, 2 ed., 1986, 317p.

Clique para consultar os requisitos para GSA0252

Clique para consultar o oferecimento para GSA0252

Créditos | Fale conosco


© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP

https://uspdigital.usp.br/jupiterweb/obterDisciplina?sgldis=GSA0252&codcur=44011&codhab=100 2/2