Você está na página 1de 20

Geraldo Almeida despeja o saco

Ja
Camaradas
manipulam
os concursos
públicos
O conhecido jurista fartou-se dos combalachos dos boys: ele próprio vítima das
golpaças que têm envolvido os concursos, resolveu desmontar as falcatruas –
SEMANÁRIO GRATUITO
vencedores alterados por “ordens superiores”, abertura de envelopes sem a presença
ANO I • N.º 14 • 21 Outubro 2010 dos concorrentes. É o vale tudo para beneficiar “camaradas”: a falta de
Director: Vlademiro Marçal
Propriedade: Medi@Capital, SA transparência como regra, o nepotismo como preceito Páginas centrais

Aproveitar enquanto é tempo Vaca gorda dá de mamar ao Governo


Mais dois
na reforma
e a acumular IFH alimenta
manias de
São mais dois tocados pela epidemia: o
presidente da Câmara Municipal de
Santa Catarina do Fogo, Aqueleu
Amado, e o cunhado de Pedro Pires,
Miguel António Lima, passaram à
reforma. Ficam a receber a dobro do
que ganhavam, mais alcavalas da
função, continuam nos seus postos. É

grandeza
tudo dentro da lei. Mas quando se
começa a analisar caso a caso, desco-
brem-se pormenores que cheiram a
esturro. Pág. 5

Na rota dos dias

Agitação na polícia

Depois de chupar o INPS (as pensões dos trabalhadores cabo-verdianos) para acudir ao
descalabro da Electra, que continua a brindar com sucessivos e prolongados apagões, o
Governo achou outra mina: a Imobiliária, Fundiária e Habitat – a IFH. Obriga-a a participar
no capital de um novo banco, o NBCV, e fá-la pagar as custas de uma participação
“Uma aberração”: é assim que espe-
cialistas definem o diploma do megalómana na Expo Shangai. Como se isto não bastasse, e aproveitando a onda despesista,
Governo que regulamenta a organiza-
ção policial. Sindicatos apostam na administradores da IFH somam e somam, sem rei nem roque, gastos não justificados.
impugnação judicial do Estatuto da
PN. Na Guarda Fiscal e Polícia Consequência deste fartar vilanagem: a IFH acumula resultados negativos. Pág. 13
Marítima grassa a indignação. Pág. 3

Isto vimos Sem tirar nem pôr O que por aí vai

INTERBASE: Mesti muda na Justiça TACV em rota de colisão


estaca zero U ma nova visão e um novo
modelo judicial são as li- P erseguições da Administração aos
críticos da sua gestão provocam o caos
De promessa em promessa, de nhas força defendidas pelo da TACV: comandantes são dispensados,
aldrabice em aldrabice: José líder do MpD em convenção apesar de serem cancelados voos por falta
Maria Neves é incansável. que reuniu especialistas. De- deles - só no dia 15 de Outubro, foram can-
Aquando da destruição da nunciando graves violações celados 12 voos internos. Liderada pelo
INTERBASE, anunciou que tudo dos direitos, liberdades e irmão de José Maria Neves, a transportado-
estava resolvido em três meses. garantias dos cidadãos, Carlos ra aérea colapsa. Solidários com os dispen-
Dois anos depois, o responsável Veiga alertou também para os sados, outros comandantes aplicam a lei à
da tutela diz que a empresa problemas da insegurança que risca: fazem greve de zelo. O avião TACV
responsável pela obra faliu. E afastam o investimento e de- entrou em desgoverno e, um dia destes,
volta tudo à estaca zero senvolvimento económicos. Tony Neves vai ter de saltar de paraquedas.
Pág. 12 Pág. 9 Pág. 8
2 • Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010

marco do correio editorial


As cartas destinadas a esta secção devem indicar o nome e a morada do autor,
bem como um número telefónico de contacto. Vlademiro
O Já reserva-se o direito de seleccionar e, eventualmente, reduzir os textos não solicitados, Osvaldo Marçal
nem se prestará informação postal sobre eles.

Electra muito que aprendemos que


desenvolvimento não rima com
imagem que o Eusébio e a comitiva
do Benfica vão levar do nosso País?
envergonha desemprego e ESCURIDÃO.
É precisamente sobre este último
Pois que pela sua capital se vê o
País. Então os gajos dizem que estão
cabo-verdianos aspecto que queria registar aqui o
nosso protesto e indignação e ainda
no patamar no desenvolvimento
médio e nem sequer têm um bem
É uma autêntica VERGONHA aquilo deixar um recado à Sra. Ministra de básico: LUZ!!! E mais, (isto já para
que nós assistimos ontem (no
domingo) no gimno desportivo Vává
Duarte. Até a sua Exa. Sr. Presidente
Energia e Turismo que, nós cidadãos
praienses, estamos fartos de
promessas e mais promessas sobre a
quem de direito responder) nem um
gerador de emergência para evitar a
situação do black-out no pavilhão?
A embaixadora
da República, Pedro Pires, que estava
presente, não deve ter contido esse
sentimento.
resolução do problema de energia
eléctrica aqui na nossa cidade e que
não venham com tretas do tipo "é um
Meu Deus, isto é grave!!! Coitado de
nós, benfiquistas ferrenhos, que
mesmo com o "cau mau" pagamos os
de José Maria Neves
Numa cidade capital de um país que, problema complexo, estrutural, que nossos "suados" 600$00 para vermos

O
papel de um diplomata de carreira, em nome do País que a
alguns apregoam aos quatros ventos, estamos a ou que vamos etc, etc. Nós os nossos ídolos a darem nomeia, é a representação institucional do seu Estado,
como sendo um país em exigimos uma SOLUÇÃO JÁ (entra espectáculo!!! Coitado, também do independentemente dos diferentes credos religiosos,
transformação, utilizando frases ministro sai ministro e o problema Rodrigo Mascarenhas e da sua ideologias políticas ou diferenças raciais que possam existir no seio
líricas e sobredoseadas de marketing persiste, já lá vão 10 anos). empresa R.I. Sports, que mal da sua nação. Quando acreditado num País estrangeiro, um
propagandística, do tipo "Como é BASTA!!! Se há dinheiro para começou a funcionar, vêm o seu
Embaixador tem o dever de se comportar de forma isenta e
bom assistir Cabo Verde a ganhar". estradas, aeroportos e outras infra- primeiro grande evento a ser
equidistante entre as diferentes forças políticas em presença:
Ora isso, a ser verdade, seria motivo estruturas então que haja também e já manchado pela Electra. Já agora
representa o Estado e não o partido do Governo do País que o
de supremo regozijo e orgulho para para resolver o problema da energia amigo Rodrigo, como cabo-verdiano,
todos nós, cidadãos cabo-verdianos,
nomeou.
eléctrica. Não podemos continuar no devias saber em que país estamos e
que amamos este arquipélago. tempo das cavernas, o fogo foi acautelar do RISCO chamado Infelizmente, para Portugal e para Cabo Verde, essa não é a
Contudo, para o mal dos nossos descoberto há largos milhares de ELECTRA/MINISTÉRIO DE realidade da Embaixadora Graça Anderson Guimarães. Nomeada
pecados, isto não passa de uma mera anos e nós praienses continuamos ENERGIA. pelo Governo socialista de José Sócrates, a Embaixadora comporta-
miragem, de quem nos quer tapar o ainda a tentar descobrir a LUZ. se como enviada do Partido Socialista Português e apenas isso. E
sol com a peneira. Felizmente, nós os Voltando ao episódio do gimno Mikinhas isto, segundo os preceitos da Convenção de Viena, que regula as
praienses não somos idiotas, há desportivo, perguntamos qual é a Praia relações diplomáticas entre Estados, significa:
1- Graça Guimarães não exerce o cargo de forma isenta e
independente. Transformou-se em aliada política de JMN.
A verdade sobre Betina melhor, principalmente junto pediu camarote para colocar a o capitão, pelo menos, o Interfere em vésperas das eleições na campanha eleitoral que o
dos familiares, antes de mãe ninguém se desfecho seria diferente, e as Governo desenvolve com o dinheiro dos contribuintes,
Sou prima da vítima. O que vincular qualquer informação, disponibilizou, e limitaram autoridades competentes se
vergonhosa deturpação das regras de uma democracia saudável:
tenho a dizer é o seguinte: e não "desinformar" o que se somente a dizer que não há, fizessem diligências no sentido
Betina não sofria de houve por aí. REPITO: A sem se preocupar em saber da de tentar localizar o corpo, no com isso, desrespeita os pergaminhos da boa diplomacia
perturbações mentais como se BETINA NÃO SOFRIA DE situação. Outrossim, é preciso momento em que foram portuguesa. Esse é problema que Portugal tem que resolver.
diz por aí. Ela, simplesmente, PERTURBAÇÕES saber (já que o filho não está comunicados (10h), pois só Segundo a Convenção de Viena, a isto se chama ingerência nos
apresentava sintomas de MENTAIS. Senão, como é que em condições de esclarecer) deslocaram às 15h30 e assuntos internos de outro Estado.
depressão no último mês, e trabalhava na CM da Brava? que ela não caiu enquanto os chegaram ao local à noite, por 2- Quando interfere em Cabo Verde, de forma parcial, a favor de
vinha à Praia para tratamento Criou 5 filhos Homens, familiares dormiam, como se volta das 20h, quase
determinado partido político, deturpa o seu papel diplomático e a
(a pedido do filho ao médico sozinha, inclusive 2 deles diz por aí, pois quando impossível a localização. No
local). Este sim, deveria contar estão a fazer o curso superior levantou-se a caminho (é claro dia seguinte é mais difícil sua suposta isenção, e então esse é um problema dos
à família, antes da viagem, o em Portugal sendo que 1 que não poderia adivinhar que localizar qualquer corpo por cabo-verdianos. JMN passou longos anos a, demagogicamente,
que estava a passar e como terminou recentemente o curso iria cair) o filho veio atrás causa da correnteza. acusar Carlos Veiga de ter vendido o País aos portugueses; agora
"agasalhar" a Betina durante a de engenharia de construção dela. Quando saltou, estava Este é o país que temos, comporta-se como traidor à pátria, colocando-se sob alçada das
viagem. Consta que o filho civil. Construiu a casa de cerca de 4 passos do filho que infelizmente, o respeito pelas migalhas que recebe dos aliados políticos portugueses, através da
que viajava junto solicitou um família sozinha? Uma pessoa correu para assegurá-la mas pessoas deixa muito a desejar!
camarote, alegando que com perturbações mentais sem sucesso. Quem sofre com a perda de
sua emissária em Cabo Verde. Numa situação normal, a isto
pagava o que for preciso pois consegue fazer tudo isso??? Acho que o médico tem a sua um ente querido é que sabe o chama-se neo-colonialismo.
a mãe não se sentia bem, e foi- De referir que neste país não parte de culpa por não ter que sente. Enfim, Deus que Há cerca de um mês, JMN inaugurou mini-hídrica com o dinheiro
lhe respondido que "este barco temos respeito pelas pessoas. avisado a família como perdoe a Betina e dê um recebido do Governo de Sócrates. Apesar da matreirice de o fazer
não dispõe de camarotes". Depois de acontecer vêm dizer deveriam viajar com ela; e descanso eterno à sua alma. em véspera das eleições, para tentar encobrir o muito que não fez ao
Acho que a comunicação "se me tivessem avisado, quem disse que o barco não longo de dez anos, tinha a seu lado a “enviada” de Sócrates,
social deveria "investigar" etc..." mas quando o filho tem camarote devia comunicar Prima Lena
Embaixadora de Portugal. A intervenção que ouvimos, ao contrário
do que seria de esperar, foi a de inflamada apoiante de JMN, sem as
reservas e distâncias que o seu cargo impõe. Graça Guimarães
estava mais ferrenha e devota do que a grande maioria dos militantes
ai presentes. Uma Embaixadora experiente que exerce o cargo com

Anuncie Já
seriedade nem teria participado na cerimónia, enviando em sua
substituição um Adido para a cooperação, evitando conflitos de
interesses.
Nos últimos dias, o MpD lançou uma campanha de outdoors onde

no jornal de maior pergunta: onde estão os 150 mil computadores que Sócrates
prometeu há dois anos e José Maria não se cansa de anunciar. Até
aqui tudo normal. O que é anormal é a Embaixadora, após estes

tiragem do País 20 000 exemplares!


outdoors, se ter apressado a desbloquear algumas migalhas de
computadores, disso se vangloriando. 

Telefone: (00238) 2623817


Já SEMANÁRIO GRATUITO E-mail: semanarioja@gmail.com
Propriedade: Medi@capital, SA
Administração e Redação: Director: Vlademiro Marçal
Largo Eusébio da Silva Ferreira, Design e Paginação: Medi@capital, SA
Achada de Santo António, Cidade da Praia, Impressão: Grafedisport SA
Aproveite os preços promocionais. Ligue 260 14 14 e reserve o seu espaço Ilha de Santiago, Cabo Verde C.P. 669 Tiragem: 20.000 exemplares
Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010 • 3

na rota dos dias


Governo desconsidera Guarda Fiscal e Polícia Marítima Derrames na Baía de Porto Grande

Estatuto da PN pode ser Faltam meios


para combater
impugnado poluição
A poluição espalha-se pela Baía do Porto Grande: barcos
abandonados, óleo derramado. E nada a fazer: não há
meios para combater a poluição. É grave a situação em S.
Vicente

N a zona da ONAVE estão bar-


cos velhos abandonados que
derramam óleo e poluem a Baía do
sível limpar ou travar a mancha de
óleo.
A sorte é que os derrames têm sido
Porto Grande. Entre eles, o casco de pequenas quantidades. Para
velho do Djenny, no antigo esta- fontes ouvidas por Já, “no dia em
leiro naval. A Capitania dos Portos que houver derrame de grandes
não pode intervir nos estaleiros para quantidades assistiremos a desastre
mandar remover os barcos - não ambiental terrível para a Baia”,
tem autoridade. Quanto ao óleo der- porque só as petrolíferas dispõem
ramado pelas embarcações é o que de meios para controlar o óleo der-
se sabe: as autoridades marítimas ramado das suas instalações, como
não têm meios para a limpeza do fez a ENACOL.
crude na Baía.
Isso ficou provado aquando de der- Barcos velhos
rame na ENACOL, no início do Os barcos velhos são problema
ano 2000. Mesmo que a Capitania bicudo de resolver. Os traficantes
atue sobre os donos dos barcos de droga deram ajuda, quando
O Estatuto da Polícia Nacional (PN) e o Regulamento Disciplinar já foram publicados no poluentes, para que façam a lim- começaram a comprar sucata dos
Boletim Oficial. Esperou 5 anos - desde que a PN foi criada, em Novembro de 2005 - mas já peza do óleo derramado, tal não é barcos encalhados no Mindelo,
indigna os agentes possível por não existirem na ilha depois apreendida com cocaína no
equipamentos para essa limpeza. A Porto da Praia.

A
Polícia de Ordem Pública profissionais e pessoais adiados” - 2007, que, desde então, não viram O atual Instituto Marítimo e
carência de meios vem contra toda
(POP), a Guarda Fiscal (GF), assevera Barros: o Estatuto foi conce- atualizados os seus vencimentos. Portuário gastou milhares de contos
a conversa sobre proteção ambien-
a Polícia Marítima (PM) e a bido para servir os interesses corpora- A situação, segundo Já apurou, é obje- para limpar a Baia dos cascos dos
tal da Baía do Porto Grande que
Polícia Florestal (PF), ao abrigo do tivos da POP, principalmente os dos to de uma ação judicial: o processo navios. Depois surgiram novos bar-
pertence ao restrito clube das
diploma publicado no Boletim Oficial, oficiais. está a correr os seus trâmites no Su- cos abandonados, alguns arrastados
“Baías mais belas do Mundo”.
passaram a integrar o novo modelo de O que foi negado à GF é, justamente, o premo Tribunal de Justiça e o acórdão pela corrente até à zona da Galé e
A situação não é de hoje. Há algum
organização policial. Mas este diploma subsídio de risco, o que, na perspetiva pode sair a todo o momento. os donos não têm dinheiro para os
tempo, a obra no cais acostável
– que, segundo o Governo de José Ma- do presidente da ASPP-GF, denota remover. Por isso, de nada vale a
provocou derrame de crude durante
ria Neves, visa o “reforço da capaci- insensibilidade e desconhecimento do Emolumentos e ajudas várias semanas, sem que fosse pos- Capitania multar….
dade operacional e da racionalização Governo perante os riscos a que os
dos meios materiais e humanos” - é já agentes estão sujeitos: “enquanto
de custo
considerado improcedente. garante da luta contra a fraude e eva- Relativamente aos subsídios da con-
Para os especialistas, a ideia é uma são fiscal, qualquer agente está expos- dição policial e de risco, a nossa fonte
aberração. “Temos uma organização to a riscos de vária ordem, desde os é perentória: “não se percebe o porquê
policial que não responde às novas físicos aos de saúde”. de aos agentes da POP serem atribuí-
ameaças à segurança”, sublinha um ofi- dos subsídios, permitido que sejam
acumuláveis com outras remunera-
cial da PN visivelmente desapontado. Promoções da PM sem ções, e à GF e PM sejam literalmente
atualização salarial negados”.
Guarda Fiscal, parente Na PM também grassa descontenta- Os emolumentos e ajudas de custo
mais pobre da PN mento. “As palavras-chave para de- auferidos pela GF e da PM são, à se-
“Fomos apanhados de surpresa. O finir o Estatuto são discriminação e melhança dos da POP, serviços remu-
Governo ultrajou os agentes da GF. violação do princí- nerados prestados a
Foi-nos negada a condição policial”, pio de igualdade, “Todos os agentes terceiros, não supor-
referiu o presidente da Associação consagrado na Cons- policiais se confrontam tados pelo Orçamen-
Socioprofissional do Pessoal Policial tituição”, interpreta to do Estado - só se
da Guarda Fiscal (ASPP-GF), João fonte conhecedora
com situações de risco. recebem mediante
José Monteiro Barros. da legislação maríti- Negar-lhes o subsídio é prestação de um
A GF é, segundo o sindicalista, o pa- ma. uma falácia e serviço.
“Por ironia ou não,
rente mais pobre do sistema policial
mais uma vez o Go-
desconhecimento total da “Todos os agentes
policiais se confron-
cabo-verdiano. “Estávamos muito
melhor com o nosso regime jurídico verno dá uma prenda realidade operativa destas tam com situações
do que com o Estatuto”, garante João antecipada de Natal. duas forças” de risco. Negar-lhes
Barros, que admite a hipótese de Os agentes acabaram o subsídio é uma fa-
impugnarem o diploma. de sofrer um duro golpe com este Es- lácia e desconhecimento total da reali-
“No seio da GF, o descontentamento é tatuto”, desabafa o nosso interlocutor, dade operativa destas duas forças” -
generalizado, sobretudo entre os mais recordando a promoção dos agentes de comenta um agente da PM que exorta
antigos, que viram os seus sonhos 2ª para 1ª classe, em Novembro de o Governo a rever a sua posição.
PUB
Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010 • 5

sem perdão
Reformas chorudas continuam Mais um atropelo

Miguel Lima com mais Espoliado,


de meio milhão/mês preso e
Mais reformas, mais casos: no Boletim Oficial vão sendo publicados em catadupa. Se umas
vezes, os funcionários da Função Pública atingiram mesmo a idade de reforma e são
aposentados pelo tempo de serviço prestados ao Estado, noutras, conta o cargo que ocupam
espancado
atualmente – e com as eleições à porta -, o que é um dos requisitos para uma boa
aposentadoria, principalmente se o salário é chorudo
tempo que Miguel Lima estiver à
pela Polícia da ASA
frente da ARFA vai receber a dobrar: Um agente policial cobiça um terreno: chega lá, desaloja
salário mais reforma…570 contos um coitado que habita uma barraca, prende-o, leva-o para
mensais. Se tiver subsídio de trans- a esquadra, espanca-o e exige que ele abandone aquele
porte e comunicação…O problema
chão. Se não usasse farda, o autor do golpe fazia kasubodi.
que se põe é como chegou à Agência.
Por concurso público? Vestindo farda, que nome tem isto?
De acordo com o BO n.º 36, de 8 de

É
abuso cometido por polícia da esquadra da Achada de Santo António.
Setembro, o aposentado deve 261.116
A ser comprovado, é gravíssimo atropelo à legalidade de que
contos ao Estado, referente às quotas
Benvindo se queixa. Conta ele que um polícia, por sinal com casa
João Aqueleu Amado em atraso e vai poder pagá-las em 120
própria, decidiu que o terreno tem a sua barraca passou a pertencer-lhe. Sem
prestações (10 anos), ou seja,
nenhum processo nem ordem de despejo, o agente decidiu derrubar a barra-
Miguel António Lima,

N
o BO n.º 34 de 25 de Agosto, 2.176$00 por mês.
ca: a vítima do desmando queixou-se e reconstruiu-a. O agente policial não
foi publicada a reforma do presidente da Agência de
Por este andar… esteve com meias medidas: foi ao local, agrediu-o e chamou reforços. A
atual presidente da Câmara
Regulação e Supervisão dos Benvindo, preso e espancado na esquadra, foi exigido que abandonasse o ter-
Municipal de Santa Catarina do Fogo, Mas a reforma de Miguel Lima é uma
reno.
com 34 anos de serviço. João Aqueleu pechincha junto dos salários dos Produtos Farmacêuticos e Benvindo lamenta-se a Já: nunca teve problemas com a polícia nem nunca
Barbosa Amado vai ter dois salários Presidentes do Conselho de
Administração da TACV ou do
Alimentares (ARFA), ainda a pensou que isto pudesse acontecer. “A polícia devia servir para me proteger,
iguaizinhos: 136 vezes dois, igual a
exercer o cargo naquela mas prende-me e serve-se da farda para me agredir e roubar”. Diz que um
272. Fora as alcavalas atribuídas a Director do NOSi. António Neves,
homem se sente impotente, quando tem de resistir a um polícia armado, vesti-
quem exerce o cargo autárquico. Pelo que se recusa a receber menos do que instituição reguladora vai do à civil, que usa a arma que lhe foi confiada para fazer valer os seus inter-
menos até ao final do seu mandato, qualquer piloto ou trabalhador da
receber uma reforma anual esses pessoais.
que termina em 2012, vai ser assim. empresa, alegadamente, recebe à volta
O queixoso está perplexo: “Que devem pensar os cidadãos quando são con-
Tudo dentro da lei. de 700 contos por mês. O mesmo de 3.420.000$00, ou seja, frontados com polícias que, na disputa de um terreno ilegal, levam uma pes-
O caso mais gritante e que salta á vista salário que Jorge Lopes recebe no
285 contos, que é o seu soa para a esquadra, brutalizam-na e ameaçam-na, só para que um agente se
de todos é o de Miguel António Lima, NOSi. Pior, é se os dois resolverem,
salário atual. Também tudo apodere de um pedaço de chão, apesar de ele já ter casa própria e o chão não
o presidente da Agência de Regulação de repente, pedir a reforma e a admi-
lhe pertencer?”.
e Supervisão dos Produtos nistração pública confirmar que têm dentro da lei… O fato de ser O terreno em causa situa-se na ladeira Sampadjudo, cidade da Praia. A
Farmacêuticos e Alimentares (ARFA). os requisitos para as receber. Seria
Embora ainda esteja a exercer o cargo uma aposentadoria sem rugas. cunhado do Presidente da Esquadra da ASA é a mesma onde, a meio da noite, se ouvem gritos de pes-
soas barbaramente espancadas por agentes e onde funciona o Comando
de presidente daquela instituição regu- Com tantos jovens licenciados no República é pormenor.
Regional, a cargo do “famoso” Comandante Guilherme Cardoso.
ladora, Lima vai receber uma reforma desemprego, é altura do Estado pôr Durante o tempo que estiver É mais um caso de atropelos policiais de que a nossa redação recebe notícia.
anual de 3.420.000$00, ou seja, 285 cobro a situações do género, porque
à frente da ARFA vai receber Tutelando tudo isto, está um ministro, Lívio Lopes, a encolher os ombros
contos, que é o seu salário atual. todos os cabo-verdianos têm direito a
diante da degeneração em que, dia a dia, mergulha que devia ser garantia de
Também tudo dentro da lei… porque “se gota d’ága”, como cantou Renato a dobrar: salário mais segurança para os cidadãos. Benvindo, ao relatar-nos os fatos de que é vítima,
completou 34 anos de serviço, muito Cardoso. E ninguém faz menção de
menos do que o seu “camarada” José deixar o cargo que ocupa para então
reforma, 570 contos diz ter consciência que se sujeita a mais sevícias: “estou em perigo, sob a
ameaça de agentes da esquadra da Achada Santo António que não têm proble-
Brito, o ministro (que diz ter 39). solicitar a reforma. No sítio certo, na mensais. Se tiver subsídio de
mas nem passar por cima da lei quando os seus interesses são postos em
O fato de ser cunhado do Presidente da hora certa. Porque a debandada é transporte e comunicação… causa”. Vão assim as coisas em Cabo Verde, em 2010…
República é pormenor. Durante o geral.

Que ninguém os contradiga Os erros ortográ-


ficos não bastavam neste cartaz afixado no Hotel Trópico, Prai-
nha, cidade da Praia. O GIABA (Grupo Intergovernamental de Ac-
ção Anti-Branqueamento de Capitais), em parceria com o Mi-
nistério da Finanças, decidiu “escurecer” a língua em que escreve
(Intergovernemental, em vez de Intergovernamental; Africa em
vez de África; Occidental, em vez de Ocidental; definação em vez
de definição) para “definar” a estratégia para “financiar o terro-
rismo de Cabo Verde”. Alguém esperaria isto? Mas, enfim, em
plena pré-campanha eleitoral, com o desvario que se tem visto, as
gentes de José Maria Neves são capazes de tudo – até fazerem de
Cabo Verde um país terrorista, cujo financiamento se prepara. Se
eles mesmos o dizem…
6 • Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010

cá se fazem

A hora do batismo

Halcyonair
voa mais alto Jorge Spencer Lima, PCA da Halcyonair

e mais longe
C
hama-se “Santa Catarina”. Foi batizado no dia 18, no Ae- mercado cabo-verdiano com voos regulares para Maio e S. Nicolau,
roporto Internacional Amílcar Cabral, DjarSal. É o novo duas ilhas com deficientes ligações aéreas.
ATR 42-500 da Halcyonair. Recebeu as bênçãos do padre É assim que a Halcyonair se prepara para voar mais longe. Em cinco
Imã Ferreira e Guiomar Ferreira, sócia fundadora e um dos prin- anos já subiu de altitude: de um capital inicial de 15 mil contos, apenas
cipais colaboradores da transportadora área, foi madrinha. realizado em 30 por cento, vai hoje nos 600 mil contos e, segundo
Presentes e sorridentes, José Maria Neves, Primeiro Ministro, Scapa, isso é já manifestamente insuficiente para financiar a atividade
Jorge Figueiredo, Presidente da Câmara Municipal do Sal, e Jorge diária da companhia: em cinco anos, a Halcyonair transportou 159.725
Spencer Lima (Scapa), PCA da Halcyonair - criada em 25 de Fe- passageiros, e registou uma taxa de ocupação de 56 por cento em 2008,
vereiro de 2005, tendo por sócios a Agytour, Clamtour, Mora- 64 em 2009 e 68 por cento até Setembro de 2010.
bitur, Safetour e Andrea Stefanina. “Santa Catarina” recebeu nome em homenagem aos primeiros clientes
“Santa Catarina” é o segundo avião da transportadora aérea pri- da Halcyonair, oriundos daquele município de Santiago, que viajavam
vada de Cabo Verde. Em ambiente de justificada festa, Spencer para o Sal para trabalhar nas obras da construção civil ou no comércio
Lima anunciou que a companhia vai em breve voar para os mer- informal entre ilhas.
cados da costa ocidental africana, com abertura, numa primeira Como batismo sem alegrias do estômago não há, a festa acabou com
fase, de rotas para o Senegal e Bissau, e posteriormente entrar nos almoço no Hotel Ôdjo D’Água, Santa Maria, para os convidados - rep-
mercados português e italiano, com aquisição de um novo apare- resentantes de bancos, seguradoras, agências de viagens, jornalistas e
lho, ainda em 2011. Para já, a Halcyonair pretende consolidar o confissões religiosas. Agnelo Barbosa, da AAC

O casal Figueiredo Soares Guiomar e Armando Ferreira ouvem com atenção um operador turístico Jorge Figueiredo e JMN

Boa assistência no Aeroporto do Sal Assistente da Halcyonair As agências de viagens bem representadas na cerimónia
Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010 • 7

notícias do jet-set

Sessão na Câmara

Eusébio e Fernando Jorge escutam o hino nacional dos dois países

2 em 1: Benfica
e Eusébio
A
pesar de ter sido a equipa de Futsal do ouviram-se o hino nacional e o português. Lá Não é todos os dias que temos pelos sãodominguenses. Ainda houve tempo
Sport Lisboa e Benfica (e não a de dentro vieram os discursos. Primeiro, de para uma pequena demonstração com os jovens
futebol de onze) em S. Domingos a Fernando Jorge Borges; depois Maria Tavares, uma figura mundial e uma equipa de uma escola e, na despedida, “feijão com
população recebeu os campeões europeus desta da RI Sports (promotora do evento), João Pedro de campeões entre nós. xerém” em “Nôs África”. Porque na África
modalidade e o “Pantera Negra” em clima de Ferreira, diretor do Futsal do Benfica que lusófona continuam as raízes da maior falange
Nos Paços do Concelho
euforia. Não é todos os dias que temos uma agradeceu o convite; e, por fim, Eusébio da de apoio daquele que é considerado um dos
figura mundial e uma equipa de campeões entre Silva Ferreira - naturalmente feliz por regressar de S. Domingos ouviu-se o hino clubes com mais adeptos no mundo. E que
nós. Nos Paços do Concelho de S. Domingos a Cabo Verde e pela forma como foi recebido nacional e o português levou a taça do Torneio Internacional da Praia.

Director de Futsal do Benfica Anilton, o cabo-verdiano do Benfica Os jovens viveram momentos inesquecíveis junto dos campeões europeus

Capitão Pedro Costa oferece Os angolanos da Toyota


Maria tavares, badia bunita da RI Sports camisola a Fernando Jorge estiveram em S. Domingos Elas cuidam da imagem do Benfica
8 • Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010

o que por aí vai


os rabos de Filú

Câmara
reabilita
placas
desportivas

TACV S. Francisco

Neves e Comandantes
de ATR em
rota de colisão S. Martinho Pequeno

O
s pilotos da Transportadora É que segundo as nossas fontes, só quando foi chamado para fazer o voo
Aérea nacional, a TACV, e a existe um motivo para o PCA da de sexta-feira já tinha relizado três
administração da empresa TACV não ter renovado o contrato de voos noturnos numa semana, mesmo
estão em rota de colisão, por causa da Barbosa: ele, João Cetenaia e mais no limite do que aceitável pela atual
decisão do PCA, António Neves em dois comandantes fazem parte do legislação. E mais: o referido decreto
não renovar o contrato com o coman- grupo que andou a negociar com a diz que “o operador (nesse caso a
dante Luís Barbosa, alegadamenete, empresa a melhoria nos salários, tendo TACV) deve comunicar ao tripulante
porque o seu vínculo com a empresa em conta que consideram inadmissív- com antecedência mínima de 48 horas
tinha terminado. el que um co-piloto – mesmo sendo do a necesidade de efetuar qualquer voo,
Alegadamente, porque, segundo con- Boeing -, possa ganhar mais de que de forma que este possa planear o seu S. Pedro
seguiu apurar Já, os argumentos apre- um comandante na mesma compan- período de repouso”.
sentados pela administração de que é hia. E Luís Barbosa como tinha con- O que não aconteceu no caso do Lá diz o ditado de que “a pressa é inimiga da perfeição”.
dispensável o referido comandante, é trato a prazo, Neves decidiu que não comandante Lopes que é acusado no Em 2008, em véspera de eleições, o então presidente da
falacioso, como ficou demonstrado precisava dele, quando na verdade comunicado emitido pela TACV de
tem falta de trabalhadores com as suas causar “enormes transtornos e prejuí-
Câmara Municipal da Praia corria pelos bairros da
nos últimos dias: só na sexta-feira, 15
de Outubro, foram cancelados 12 voos qualificações. zos à companhia". Só que no caso de capital acenado aos jovens com a promessa em
internos da TACV por falta de coman- E foi a partir daí que “a porca torceu o Cetenaia, Já sabe que é um dos construir placas desportivas. Esquecera que teve 4 anos
dante. rabo”. Alguns comandantes solidários, comandantes a quem a companhia tem para as fazer. Resultado: ficou tudo inacabado e a
Se por um lado a TACV culpabiliza o com o colega, resolveram fazer uma negado conceder férias, e tudo leva a
Comandante João Centenaia Lopes - “greve de zelo”, ou seja, não voar no crer que só uma intervenção da degradação é o que se vê. Nos bairros de S. Pedro, S.
que alegou cansaço -, pelos cancela- seu período de folga ou de descanso e Inspeção Geral do Trabalho deverá Francisco e S. Martinho é tudo uma lástima. A equipa
mentos dos voos, não é menos verdade levar ao pé da letra o decreto lei de 28 demover a companhia em deixar o seu liderada agora por Ulisses Correia e Silva vai gastar
de que há quem defenda que o proble- de Dezembro último e que define o trabalhador gozar as férias de que tem
ma da companhia é de má gestão e ale- tempo de trabalho do pessoal móvel direito.
milhares de contos para reabilitar e construir placas
gada perseguição para com os traba- da aviação civil, que lhes dão algumas E tratando-se de um piloto, os pas- desportivas em quase todos os bairros. Porque os jovens
lhadores que não lêm pela mesma car- prerrogativas para não voarem. sageiros até agradecem… que goze merecem e Praia tem solução.
tilha de António Neves. No caso de Cetenaia, o comandante, férias. Boas férias.
Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010 • 9

sem tirar nem pôr


Justiça mesti muda

Investidores recuam por


falta de
segurança

A
Justiça vive tempos que Monteiro, alegadamente violentada radores económicos na realização
causam grande preocupa- na sua própria casa, à frente dos fi- dos seus projetos, afugentado eventu-
ção. Hoje é claro que ela lhos, por nove homens. Sete deles fo- ais investidores. “Os advogados tes-
também mesti muda”, disse Carlos ram já libertados com temunham, com fre-
Veiga na sessão de abertura da Con- Termo de Identidade e Na presença de José quência, numerosos
Aguiar Branco
venção sobre a Justiça que, por ini- Residência. Pedro Aguiar Branco, investidores que hesi-
ciativa da bancada parlamentar do Na presença de José Carlos Veiga teceu tam ou recuam nos
MpD, decorreu na passada semana na Pedro Aguiar Branco, seus projetos, porque ais” disse Veiga. José Pedro Aguiar Branco apresentou
Assembleia Nacional e visou recol- ex-ministro da Justiça duras críticas ao não conseguem ver Para ele, os principais males de que o tema “Relação entre a Justiça e o
her subsídios para o debate sobre o de Portugal e deputa- estado da Justiça garantido que os imó- padece a Justiça em Cabo Verde são a Desenvolvimento”, sublinhando que
Estado da Justiça - no Parlamento no do do PSD, Carlos cabo-verdiana e veis registados em enorme morosidade, inoperância, um bom sistema de Justiça contribui
final deste mês. Veiga, que se perfila seus nomes estão, ineficácia das instituições judiciárias, para o desenvolvimento económico
“Precisa-se de um novo modelo e de como próximo Pri- mostrou-se definitivamente, ex- a roçar a denegação de justiça; a vio- de um país, facilita a realização dos
uma nova visão da Justiça que tenha meiro Ministro de Ca- preocupado com a sua cluídos de quaisquer lação impune dos direitos fundamen- contratos, dá confiança aos em-
em conta os reflexos do seu fun- bo Verde, teceu duras morosidade e impacte controvérsias ou que tais; o desrespeito gritante e grave, presários e ao investimento estran-
críticas ao estado da
cionamento na vida política, eco-
Justiça cabo-verdiana
na vida das pessoas os litígios, eventual-
mente, surgidos em
mas também impune da Cons- geiro e nacional, o que motiva a
nómica e social dos cabo-verdianos”, tituição; a insegurança jurídica; a entrada e a circulação de divisas. Há
defendeu o líder do MpD, citando e mostrou-se preocupado com a sua relação ao seu investimento serão politização da Justiça e sua depen- estudos em Portugal que mostram
casos gritantes de violações dos di- morosidade e impacte na vida das resolvidos num quadro de previsibil- dência face a outros órgãos de so- que o bom funcionamento da Justiça
reitos, garantias e liberdades dos ci- pessoas. idade, oportunidade, qualidade eficá- berania e a contingência na luta representa, só por si, a possibilidade
dadãos. Destacou o caso de Elisa A situação causa transtornos aos ope- cia, e eficiência das decisões judici- político-partidária. de aumento do PIB.

Oeiras ajuda Santa Catarina na habitação

Cooperação aponta ao desenvolvimento


A cooperação entre Oeiras e municípios cabo-verdianos dá frutos, numa aposta para o desenvolvimento sustentado e a construção de equipamentos
básicos, além de formação profissional, técnica e académica

D
e visita a Santiago, Mada- niões de trabalho em quatro conce- “Estamos a dar apoio em diversas formação académica em Portugal.
lena Castro, vereadora do lhos cabo-verdianos contemplados áreas. As prioridades e linhas estra- A vereadora de Oeiras ofereceu sim-
pelouro de Obras Municipais com acordos de cooperação pela tégicas são obviamente definidas por bolicamente os primeiros equipamen-
e Espaços Verdes da Câmara de autarquia portuguesa, nomeadamente cada um dos presidentes e vereações tos para os bombeiros de Santa Cata-
Oeiras (CMO), participou em reu- Praia e Santa Catarina. camarárias, mas apostamos particu- rina e enfatizou a necessidade de alar-
larmente na área social e na área de gamento da cooperação, realçando as
proteção civil e equipamentos”, re- áreas em que, hoje, a ajuda é prestada,
feriu a vereadora no final de reunião nomeadamente, a formação técnica e
de trabalho na Câmara Municipal de profissional em atividades como a
Santa Catarina (CMSC). qualificação de operários especializa- Madalena Castro
O presidente da CMSC, Francisco dos, administrativos e quadros superi-
Tavares, adiantou ao Já que o municí- ores dos municípios envolvidos. A tarquias de Cabo Verde.
pio santacatarinense “vai proceder à CMO envia formadores a Cabo Verde Para Madalena Castro, “a experiência
construção de 8 fogos e reabilitação e recebe funcionários municipais e qualidade de vida que se tem con-
de outros dez”, graças aos laços de cabo-verdianos “nas diversas áreas struído em Oeiras, levando o concel-
cooperação entre os dois municípios. orgânicas da sua competência”, com ho a ter os melhores indicadores do
Há “projetos em curso para as áreas destaque para as “áreas do planea- país ao nível do ensino, da educação,
do saneamento básico e da recolha de mento, gestão urbanística e estágios da felicidade das famílias, da insta-
lixo”. Anualmente, Oeiras garante de arquitetos”, setores de atividade lação do tecido económico… são
Qualificação e Formação em cima da mesa
duas bolsas a alunos do concelho para onde há maiores fragilidades nas au- mais-valias que queremos partilhar”.
10 • Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010

pela boca grande entrevista


Geraldo Almeida
aponta o dedo ao PAICV

Concursos públicos
manipulados em
favor de camaradas
A manipulação dos concursos públicos por agentes Como avalia a questão dos concursos públicos em Cabo Verde neste
momento?
A minha perceção é extremamente negativa. Este Governo perdeu a ver-
do partido no poder merece a denúncia do gonha total relativamente aos concursos públicos: são manipulados já nos
anúncios e o processo decorre até ao fim sempre inquinado. Vejamos: os
resultados dos concursos muitas vezes não são conhecidos - e isto é já um
conhecido jurista Geraldo Almeida, Em declarações grande absurdo. No momento de abertura dos concursos há, em regra,
dois grandes princípios a ser observados: a parte técnica e a parte finan-
a Já, Geraldo Almeida apresentou fatos concretos ceira. As duas propostas devem ser apresentadas em separado e, se quiser-
mos executar as tarefas com pessoas de qualidade, a parte técnica do con-
curso vale mais do que a parte financeira, numa relação de 70 contra 30%.
de que ele próprio foi vítima e analisa a confiscação Ora, não há observância deste princípio, nem de outros elementares, o que
realmente põe em risco a transparência, tão fundamental no quadro dos
concursos públicos realizados num Estado de Direito Democrático. Quem
dos terrenos da Boa Vista, que ainda pode ir até às participa num concurso, tem de conhecer os resultados desse concurso, a
posição que conquistou, etc - mas a verdade é que estes aspetos são pura
barras de Tribunais Internacionais. Em contraste, e simplesmente ignorados.

Podemos então inferir que tais concursos têm a função utilitária de


reconhece a lisura da Câmara Municipal da Praia servir interesses obscuros?
Absolutamente! Na verdade, quem está a ganhar tais concursos são pes-
soas ligadas aos partidos políticos, no caso concreto o partido que está no
nos processos de concurso público Governo. Eu admito que os concursos públicos são realizados já na pers-
petiva de servir os interesses políticos. Não quero dizer que o partido tire
proveito direto dos honorários, mas o problema é querer beneficiar o boy,
o militante…
Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010 • 11

Desde que o PAICV é Governo... - mas até agora estou à espera. Eu pergunto: como é possível um técnico,
um cidadão participar num concurso e receber um telefonema, ou uma
Mas tem dados concretos sobre a situação que descreve? mensagem com três linhas, a dizer que não foi selecionado? Como?
Já participei em vários concursos e, desde que o PAICV é Governo, nunca Chegou a hora de todos ficarmos vigilantes nestas coisas, porque há gente
ganhei um concurso. Nunca ganhei e vou explicar como. Participei num disposta a manipular e a usurpar os direitos, sobretudo dos mais incautos.
concurso para feitura de leis para a Imprensa Nacional, e Ilídio Cruz
ganhou o concurso, pois é militante. Exigi o relatório desse concurso e vi O processo dos terrenos da Boa Vista é escandaloso
que fizeram manipulação das minhas qualificações, com o argumento de
que em termos académicos tinha notas mais altas, mas em termos práticos Afirma-se apreensivo em relação aos concursos públicos... É conheci-
Ilídio Cruz tinha notas superiores às minhas. da a sua intervenção no caso dos terrenos da Boa Vista que o
Participei noutro concurso para dar assessoria à Direcção Geral de Silvi- Governo já expropriou.
cultura e Pecuária e aí estranhamente ganhei o concurso. Era um concur- A sua luta sobre esta matéria já terminou?
so meramente curricular, não se exigia proposta financeira e, quando fui Não, de modo nenhum. Se for necessário, vamos recorrer aos tribunais
discutir a proposta financeira, aceitaram as minhas sugestões e até man- internacionais. O processo está a correr nos tribunais judiciais, a gente não
daram-me um e-mail manifestando o apreço por ter ganho o concurso. pode ainda fazer o recurso externo, porque a lei diz que, enquanto não


Mas, quando - decorrido algum tempo - quis saber quando é que eu en- esgotarmos os meios internos, não podemos dar este passo. A situação é
trava no exercício das funções, fui informado que tinham recebido instru- grave porque se os tribunais, aqui, deixarem o processo arrastar-se por dez
ções superiores para não me adjudicarem o trabalho. Claro que não recorri anos. Temos de esperar, mas não de braços cruzados. Enquanto houver
aos tribunais. Não por que não acredite na Justiça, mas fazendo a avalia- uma gota de sangue a correr nas minhas veias, não vou parar de batalhar,
Participei num
ção da perda de tempo, acabei por decidir fazer as denúncias na comunica- porque o processo dos terrenos da Boa Vista é escandaloso. E o mais grave concurso para
ção social. está acontecer neste quadro de Estado de Direito Democrático: os terrenos
Claro que, como advogado e agente da Justiça, tenho necessariamente de não foram expropriados, foram confiscados. Até tenho um relatório inter- assessoria à Direcção
acreditar na Justiça. Entretanto, creio que se perde muito tempo à procura nacional que confirma o confisco. E, havendo indicadores claros de con-
dos direitos consagrados constitucionalmente e que nenhum indivíduo ou
Geral de Silvicultura e
fisco, sabendo o Governo que a situação é de injustiça, o único rumo seria
fação pode fazer usurpação desses direitos, porque é crime bem definido o de arrepiar caminho, e não deixar que o problema seja alimentado Pecuária e aí
na lei. desnecessariamente prejudicando muita gente. Em Cabo Verde fala-se de
Face à situação reinante, estamos perante atitude arbitrárias que devem ser diálogo. Não estou a negar a sua existência, mas o certo é que tem gente
estranhamente
corrigidas, pois não se coadunam com o Estado de Direito Democrático. que não gosta desse mecanismo, que é o único para resolver as questões. ganhei o concurso.
Eu defendo que o Estado deve fazer um esforço para ser pessoa de bem,
porque é esta a sua missão. Não podemos estar satisfeitos com manobras Este caso dos terrenos da Boa Vista vem se arrastando há muito tempo. Era um concurso
que, à vista desarmada, constituem atentado à Constituição e que nenhum
Governo deve alimentar ou criar condições para que determinadas práti-
Sim, tempo demais para se fazer justiça. Vê-se que falta sensibilidade. O meramente
MpD tem as suas culpas sobre a questão, mas sempre foi dizendo que as
cas venham a fazer escola, como tem estado a acontecer. pessoas têm direitos - vamos fazer expropriações, mas vamos indemnizar curricular, não se
todos aqueles que a isso têm direito. Mas logo veio o PAICV defender total- exigia proposta
Concorrentes não são informados da abertura dos mente o contrário, alegando que os terrenos são do Estado. E com o argu-
envelopes mento de que se podia dar um subsídio, uma compensação aos propri- financeira e, quando
etários, o que mais me afigura uma espécie de esmola.
Mas não ter recorrido aos Tribunais pode ser um ato de fraqueza?
fui discutir a proposta
Não acredito que tivesse sido. O que eu digo é que posso até acrescentar No meio de tudo isso, face a tais denúncias, podemos dizer que reina financeira, aceitaram
outros casos que mostram a situação a que chegámos. Há dias, participei uma certa podridão na condução de certos processos?
num concurso sobre áreas protegidas. Penso que, entre os juristas Podridão, sim, que exige de todos nós uma atitude vigilante. Creio que o as minhas sugestões
nacionais, poucos terão trabalhado como eu no domínio das terras - sou o Governo não está a fiscalizar. Não creio que os membros do Governo, e até mandaram-me
único que tem um livro publicado sobre a questão, tenho vários trabalhos pelo menos todos, estejam a patrocinar tais atos. Mas eu, Geraldo
científicos neste domínio, incluindo relatórios considerados a nível inter- Almeida, farei tudo para que os expropriadores dos terrenos da Boa Vista um e-mail
nacional. De modo que estou à vontade. fiquem registados na História. Todos aqueles que colaboraram no proces-
Todos estarão de acordo que a competência tem de ser provada, há que so de expropriação desses terrenos, e que estão integrados no Governo de
manifestando o
haver argumentos dessa competência e acredito que na minha trajetória José Maria Neves, têem de ficar registados para a história. apreço por ter ganho
tenho procurado conquistas à base do mérito. Não queria, no entanto, terminar esta
De modo que sou intransigente nesta entrevista sem reconhecer a forma co- o concurso. Mas,
matéria. O mérito é sempre mérito. “Num concurso sobre áreas protegidas, mo a Câmara Municipal da Praia tem decorrido algum
Vou contar a história do concurso sobre áreas participei com duas propostas em separado: conduzido os concursos públicos. Os
protegidas, revelando todos os meandros, por concursos são abertos através de anún- tempo, quando quis
uma técnica , outra financeira. Fiquei à
forma a ficarmos com uma ideia clara de cios onde todos os procedimentos saber quando é que
como as coisas estão a decorrer neste País. espera de ser chamado para a abertura do legais são revelados, o que denota uma
Participei nesse concurso com duas propos- envelope diante de toda a gente, para certa lisura, uma transparência que entrava no exercício
tas em separado: uma técnica e outra finan- inspira confiança. Posso não ganhar
receber a minha qualificação e das funções, fui
ceira. Fiquei à espera que fosse chamado nenhum concurso feito por esta Câmara
para a abertura do envelope diante de toda a posteriormente ser chamado para a Municipal, mas o que eu tenho observa- informado que
gente, para receber a minha qualificação e abertura do envelope da proposta do até agora é exatamente um esforço
posteriormente ser chamado para a abertura para garantir a transparência, o que é tinham recebido
financeira, porque assim é que mandam as
do envelope da proposta financeira, porque um sinal de seriedade. Defendo que instruções superiores
assim é que mandam as regras. Outra forma regras. Qual o meu espanto quando, dias Cabo Verde tem de encontrar mecanis-
é ilegal. Qual o meu espanto quando, dias depois, fui informado que não fui mos de fortalecimento da Justiça, mas para não me
depois, fui informado que não fui seleciona- esse fortalecimento só pode ser real se
do. Logo perguntei-lhes como é que as coisas
selecionado. Perguntei-lhes como é que as
todos os cidadãos derem o seu contrib-
adjudicarem o
podiam ser assim, pois não fui chamado para coisas podiam ser assim, pois não fui uto e o Estado, entidade com respons- trabalho
o processo de abertura dos envelopes. Isto é chamado para o processo de abertura dos abilidades acrescidas, der o exemplo
ainda mais grave, porque aconteceu na Casa maior. Caso contrário, vamos continuar
envelopes”
Parlamentar. Estou agora à espera do a assistir a cenas como as que aqui
relatório do concurso, instrumento que exigi referi.
12 • Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010

isto vimos
Caça-votos sai pela culatra Na ante-estreia de “Eugénio
coração crioulo”
Bolseiros caloteiros Júlio Silvão pede
beneficiados plano nacional para
apoiar o cinema
J úlio Silvão, realizador de “Eu-
génio Tavares Coração Crioulo”,
vencedor do concurso DOCTV/CPLP,
leque de novos realizadores que, sendo
apoiados, podem lançar “uma lufada
de ar fresco” no panorama do cinema
apresentado em ante-estreia na cidade cabo-verdiano, uma mais valia para a
da Praia, no Dia Nacional da Cultura, cultura nacional. Na sua opinião, a
está determinado a produzir mais Cultura tem que ser libertada dos
filmes e lamenta a falta de um plano quadros partidários e os apoios estab-
nacional para promover o cinema. elecidos de acordo com regulamentos
O objetivo do perdão da dívida aos bolseiros é claramente render votos. Pelas reações havidas, “Não tenho razão de queixa em claros.
tudo indica que o tiro saiu pela culatra: os lesados ou injustiçados são mais do que “os poucos relação a apoios do Para este realizador,
Ministério da Cultura que vem construindo
caloteiros beneficiados” ou de outras institu- uma cinematografia já

O
Governo decidiu perdoar a dinheiro emprestado, diz agora: “a vidadas devido aos empréstimos que ições a que me tenho significativa e recon-
dívida dos ex-bolseiros fi- minha família hipotecou a casa para fizeram para que os filhos pudessem dirigido para apresen- hecida no estrangeiro, é
nanciados pelo Estado cabo- financiar os estudos do primeiro filho. estudar. É o caso de um sanvicentino tar os meus planos de fundamental que o
verdiano através do Fundo de Apoio Ele terminou o curso, que vendeu o carro realização. Mas a ver- mecenato não seja
aos Estudantes em Formação – FAEF, graças a Deus, já está a Um pai foi à banca para financiar os estu- dade é que não há um “palavra vã”: deve ser
as célebres bolsas-empréstimos dos trabalhar e a pagar 30 dos do filho: já tinha plano coerente para fomentado e conve-
anos 90. Para muitos, é uma medida mil escudos mensais pedir dinheiro um empréstimo para apoiar o cinema em nientemente regula-
“caça votos” que se transforma em pelo empréstimo. emprestado e diz habitação e o Banco Cabo Verde. O que mentado.
“perder votos”. Os primeiros a reagir Acha que devemos agora: “a minha não lhe concedeu um existe são apoios pon- “Cabo Verde tem feito
foram estudantes universitários que estar contentes?” segundo empréstimo. tuais, feitos a retalho, conquistas interessan-
contraíram empréstimos bancários Outros não entendem
família hipotecou a Outros rezam para que que nada beneficiam o O autor de “Batuko, tes no domínio do cine-
para estudar. Um estudante da como “se penaliza casa para financiar os os filhos consigam fa- desenvolvimento e a ma, mas as autoridades
Universidade Lusófona disse a Já: “a duas vezes aqueles que estudos do primeiro zer o curso no tempo afirmação do cinema
alma de um povo” parecem ignorar este
medida é injusta porque o Governo, se sacrificaram para
filho. Ele terminou o estipulado e, mais im- cabo-verdiano. apela a que as fato”, anota Júlio Sil-
ao perdoar a uns, está a fazer que terem parcos bens e portante, que consi- O autor de “Batuko, al- autoridades nacionais vão. No seu entender,
estes fiquem em vantagem em relação que podem ser hipo- curso, graças a Deus, gam trabalho para aju-
a outros. Muitos, com certeza, estão tecados para conseguir já está a trabalhar e dar a pagar a dívida. É
ma de um povo” apela
despertem para esta “o sucesso não é pa-
trimónio dos reali-
a que as autoridades
formados e em condições de pagar um empréstimo, e se está a pagar 30 mil o caso de uma família nacionais despertem realidade, pois, no seu zadores, mas de todos
para que haja dinheiro para outras perdoa a caloteiros. que pediu 1200 contos para esta realidade, entender, a Economia os cabo-verdianos”.
pessoas terem a mesma oportu- Beneficia-se quem re- escudos mensais pelo emprestados à banca e pois, no seu entender, a da Cultura não pode Júlio Silvão ultima
nidade”. E concluiu: “Eu esforço-me cusou pagar um em- empréstimo que tem oito anos para os Economia da Cultura mais dois documen-
por estudar e estou a criar uma dívida préstimo e não cum- fizemos. Acha que pagar. Esta gente não não pode ser apenas ser apenas um tários: um sobre a
pela qual se, no futuro, não pagar, priu com as suas obri-
devemos estar entende e não aceita o um domínio para a domínio para a Tabanca, outra sobre a
tenho que responder na justiça. É uma gações, penaliza-se perdão político do retórica de alguns. Faz retórica de alguns. Faz evolução e desenvolvi-
injustiça que nem todos possam quem cumpriu. Acham contentes?” Governo a pessoas falta uma política cul- mento da Cidade da
usufruir do programa de bolsas, e que esta medida vai que, hoje, estão bem tural consistente, com
falta uma política Praia. Serão apresenta-
aqueles que tiveram essa oportu- dar-lhes votos?” empregadas, e com grandes salários planos de ação de- cultural consistente, dos no próximo ano, e
nidade saiam sem pagar, só agrade- na Administração Pública. Também finidos, metas traçadas, com planos de ação se tudo correr como
cendo pelo investimento do Estado”.
Vendeu o carro para o não compreendem o silêncio dos linhas de financiamen- planeado, em 2011 irá
filho estudar caloteiros, que tomam a boleia do
definidos, metas
Alguns pais reagiram, considerando a to. Silvão diz que, nos realizar um documen-
medida “mero expediente para caçar A nossa pesquisa levou-nos a his- Governo para não pagarem o que últimos tempos, surgiu traçadas, linhas de tário sobre a Guiné-
votos”. Um pai, que foi à banca pedir tórias de sacrifício de famílias endi- devem. em Cabo Verde um financiamento Bissau.

Aquando a destruição da António Monteiro tinha razão…


INTERBASE, José Maria
Neves prometeu resolver
o problema rapidamente e
que em três meses
Obras da INTERBASE não vão arrancar
“teríamos uma nova
INTERBASE”. Passaram
A 5 de Outubro, o presidente da
UCID afirmou ter dados seguros
de que “a empresa espanhola a quem o
quadro cor-de-rosa que o governo pin-
celava para o setor das pescas.
A confirmação chegou agora, provan-
do no concurso ou então terão de
lançar novo concurso. “Queremos
avançar rapidamente”.
zero: armadores e pescadores penam e
cerca de 80% da frota não se fez ao
mar na campanha iniciada a 1 de Outu-
dois anos e o ministro dos Governo adjudicou as obras para a re- do que António Monteiro tinha razão: O problema pode estar no “rapida- bro porque não há lugar para ar-
construção da INTERBASE não tinha o próprio ministro José Maria Veiga mente”. Dois anos depois de José Ma- mazenar o pescado.
Recursos Marinhos condições para as iniciar”. Em res- veio dizer que “a empresa a quem ria Neves ter prometido que em três Cabo Verde não se desenvolve tendo
confirma que tudo está na posta, houve silêncio oficioso, enquan- adjudicaram a obra faliu”. Por isso, ou meses o problema da INTERBASE por base o princípio de que “é bom
estaca zero to os armadores pintavam de negro o vão avançar com o segundo classifica- estava resolvido, tudo volta à estaca ouvir José Maria Neves a falar”.
Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010 • 13

nota$ solta$
É um regabofe de
incontrolado despesismo,
à boa maneira tambarina.
A agravar esta situação,
o Governo decidiu fazer
da IFH um saco-azul
às ordens, contribuindo para
A Imobiliária financia tudo… assim lhe esvaziar o cofre

IFH, a caixa três O Governo do PAICV

do Governo
elegeu a Imobiliária
Fundiária e Habitat (IFH)
como a caixa 3 do
Tesouro do Estado, aonde
recorre sistematicamente

D
epois do INPS, o Governo do Mas, em Abril do corrente ano, também várias vezes; nas Canárias, Angola,
PAICV elegeu a Imobiliária por resolução que indicou João Vieira China, França, para não contar as via- para sacar dinheiro e
Fundiária e Habitat (IFH) co- como Comissário, o Governo decidiu gens internas. E sempre no segredo dos alimentar alguns dos
mo a caixa 3 do Tesouro do Estado, que a IFH “assegura o apoio logístico à deuses, já que à exceção desta última caprichos a que se propôs,
aonde recorre sistematicamente para sa- Comissão Nacional e ao Comissário viagem à China nenhuma das outras foi
car dinheiro e alimentar alguns dos ca- Nacional de Cabo Verde para a Expo- divulgada à imprensa. como a promessa da
prichos a que se propôs, como a pro- Shanghai2010”. Só nesta vaigem à China, Soares e Sil- criação de um banco:
messa da criação de um banco: o banco O que mais intriga as nossas fontes é va foram com passagem e estadia de o banco dos pobres.
dos pobres. Um exemplo recente, soube como um país, como o nosso, a passar uma semana no Oriente e mais uma se-
o jornal Já, foi a decisão em “obrigar” a por crise profunda, altamente endivida- mana na Europa de regresso, segundo
Um exemplo recente,
Imobiliária a entrar no capital social do do, dá-se ao luxo de gastar milhões com consta, para contatos e compras em soube o jornal Já, foi a
Novo Banco de Cabo Verde (NBCV), a participação na referida exposição. Portugal, para as obras de remodelação decisão em “obrigar” a
inaugurado recentemente na Praia. A título de exemplo, só a última deslo- da sede da IFH. Não se sabe ao certo,
cação do PCA da IFH, Paulo Soares, e porém, o que foram lá fazer a diretora
Imobiliária a entrar no
O NBCV, com capital social de 300 mil
contos, além dos 5 por cento detidos do diretor dos Recursos Humanos e comercial e um dos arquitetos da imo- capital social do Novo
pelo Banco Português de Gestão Administração, Daniel Silva, à China, biliária, com ordens susperiores para se Banco de Cabo Verde
(BPG), tem como restantes acionistas: para participar no Dia de Cabo Verde encontrarem com o PCA em Lisboa. (NBCV), inaugurado
o Estado cabo-verdiano (5 por cento), na Expo Shangai, terá ultrapassado lar-
recentemente na Praia
os Correios de Cabo Verde (25 por cen- gamente os dois mil contos. E no perío- Carlos Moura gasta mais
to), a Imobiliária, Fundiária e Habitat do preparatório para esse Dia e durante Ao que Já apurou, não é só o PCA que
(IFH, 25 por cento), o Instituto Nacio- a exposição, houve inúmeras viagens tem a fama de gastador na IFH. O
nal de Previdência Social (INPS, 20 por de pessoas que fazem parte do Comis- administrador Carlos Moura, embora
cento) e a Caixa Económica de Cabo sariado, para além de honorários e das trabalhe a tempo inteiro, é pouco visto
Verde (20 por cento). atividades por lá desenvolvidas. na sede da empresa e é considerado o
Só a última deslocação do
Inicialmente, a IFH esteve para partici- mais gastador de todos. “Ultrapassa PCA da IFH, Paulo Soares,
par com alguns dos seus terrenos, mas Amor com amor se paga quase sempre o plafond de combustí- e do diretor dos Recursos
acabou por entrar com 75 mil contos, Talvez seja por isso que o Governo de- vel”. Por vezes, até consome mais do
ou seja, 25% do capital. Para quem co- Humanos e
cidiu designar o presidente da IFH co- que as viaturas da Imobiliária. que pra-
nhece a Imobiliária e os seus proble- mo Comissário Nacional na Expo ticamente passam o dia a circular. Administração, Daniel
mas, esta situação é preocupante, até Shangai. “Uma forma de reconheci- Passou 3 semanas na Europa em mis- Silva, à China, para
porque o IFH está a passar por um am- mento pelos recursos dispendidos”. são de serviço - a fazer o quê, é que nin-
biente de crise e tentativa de recupera-
participar no Dia de Cabo
Mas as críticas à gestão da IFH e ao seu guém sabe. No início de Agosto, esteve
ção financeira. PCA não ficam por aqui. Logo no pri- em São Vicente para representar a IFH
Verde na Expo Shangai,
meiro dia do seu empossamento, Paulo no II Fórum Internacional sob o lema terá ultrapassado
Cabo Verde na EXPO Soares começou a causar dúvidas aos “Novos Instrumentos e Métodos para o largamente os dois mil
Shangai trabalhadores. Era quinta-feira de Desenvolvimento Local”, matéria que
contos. E no período
Outro aspeto, não menos importante, é Aleluia, 1 de Abril (sexta foi feriado), só indiretamente tem a ver com o obje-
a participação de Cabo Verde na Expo mas mesmo assim fez questão de levar to da IFH. O fórum era de dois dias. preparatório para esse Dia
Shangai 2010, também financiada pela o carro de função para casa, sabendo de Carlos Moura ficou em Mindelo quase e durante a exposição,
IFH, apesar da Resolução n.º 35/2008, antemão que só iria trabalhar na segun- uma semana e nem sequer compareceu houve inúmeras viagens
de 20 de Outubro, dizer taxativamente da-feira. na abertura do encontro.
no seu art 4º (Fundo Financeiro) que, “É o Conselho de Admistração que São “coisas e loisas” que vão acontece- de pessoas que fazem
para a organização e participação de mais viajou na IFH. E nunca prescin- do nesta terra e num período de vacas parte do Comissariado,
Cabo Verde na exposição mundial, “o dem da Classe Executiva quando via- magras, numa empresa que apresenta para além de honorários e
Governo põe à disposição da Comissão jam para o exterior, alugando sempre sucessivamente resultados negativos, e
Nacional os meios financeiros necessá- viaturas de alta cilindrada”, dizem as quando o nosso principal parceiro, Por-
das atividades por lá
rios para o cumprimento das atribui- fontes. Nos seis meses em funções, já tugal, os sinais de crise estão longe de desenvolvidas
ções conferidas por esta Resolução”. estiveram em Portugal e no Brasil por serem ultrapassados.
14 • Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010

À maneira chinesa

coisas do mundo A nomeação de Liu Xiaobo para Nobel da Paz animou as movimentações dos democratas
chineses. Jia Qinglin, presidente do Comité Nacional da Conferência Consultiva Política do
Povo Chinês (CCPPC), celebrando o 10º aniversário do convite à participação dos chineses
do ultramar no CCPPC, apelou a mudanças e reformas na China, com vista à “modernização
e unidade” e permitindo atrair tecnologias e talentos ao país. Na sibilina linguagem do
pós-maoísmo, isto é um convite a um pronunciamento pela democracia na China.

Portugal: Porreiro, pá! Brasil

Orçamento Dilma joga agora


à defesa
a quanto obrigas… Com a diferença entre “presidenciáveis” a diminuir (no fim de semana,
apenas seis pontos separavam Dilma de Serra), a candidatura pêtista
dispara o alarme: “a situação é problemática”, diz o estado-maior de
Dilma Roussef, liderado por Lula da Silva. Consequência, redefinição
da estratégia – os esforços passam a centrar-se no Sul e Sudeste,
Sitiado pelas “conveniências de Estado”, o líder da oposição vê-se obrigado a dar
onde Serra pode ganhar vantagens, enquanto o Nordeste, dado como
mãozinha a Sócrates, mas a contestação social e a crise sugerem um ano para chão seguro, é quase retirado do mapa de campanha
esquecer aos mesmos de sempre: os que vivem dos rendimentos do seu trabalho
se resguardou apesar das intenções dos

H
á burros com sorte” pare- construindo o estado psicológico sus- mentares, espera ao Governo um ano seus lugares-tenentes, iria correr sérios
ce ser adágio popular ade- cetível ao renascer da Fénix socia- marcado pela inevitável contestação riscos junto de uma opinião pública que
quado para legendar a ta- lista… social. A greve geral agendada para 24 parece arredia a este tipo de controvér-
luda da sorte que protege o Primeiro de Novembro – convocada pelas duas sias.
Ministro português. Quando todos Annus horribilis centrais sindicais - pode, segundo a Se Dilma corre atrás de abaixo-assina-
alvitravam a iminência do manto fúne- De qualquer modo, 2011 será um ano generalidade dos analistas, ser o la- dos contra o aborto, Serra recorre a ima-
bre do caos, José Sócrates – que para marcado pela desdita. Com um previ- boratório de ensaios para uma agitação gens de santinhos e a citações de Cristo
tal contou com o prestimoso auxílio de sível crescimento da em crescendo que Em tempo de eleições: todos para chamar a si os “católicos” contra
Cavaco Silva – consegue ver garantida economia abaixo dos Independentemente dos transforme a querem o voto dos Céus os “evangélicos” assediados pela adver-
a aprovação do seu Orçamento de 0,5 por cento - núme- arranjos parlamentares, primeira metade de
Estado e, por consequência, contar
com o essencial crédito institucional
ro avançado pelo mi-
nistro das Finanças,
espera ao Governo um 2011 numa gincana
permanente de de-
A s coisas começaram a complicar-
-se para Dilma por força de erros
táticos cometidos. Dilma está a gerir
sária. Vale tudo: até as campanhas,
infames e infamantes, onde Dilma é
apontada como “megera”, “terrorista” e
que lhe permite furtar o governo à Teixeira dos Santos ano marcado pela safio ao Governo so- mal a “questão religiosa”, embora tenha (até já a isso se chegou) mesmo de
inconveniência de gerir a duodécimos, –, o que, curiosamen- inevitável contestação cialista. Até porque consigo dois pesos pesados da “Igreja “sapatão” (lésbica). E ambos são apon-
com o inevitável aumento do défice e te, contraria José Só- a argumentação ofi- da libertação”: Frei Betto e Leonardo tados de corruptos: Dilma é embrulhada
a provável falência de bancos mais crates, que no último
social cial tem, nas últimas Boff, jurando ambos, por todos os san- na corrupção que manchou os governos
vulneráveis ao aumento de juros dos debate parlamentar havia garantido semanas, enfatizado a necessidade de tinhos, que a candidata nunca foi ateia. de Lula; Serra vê abater-se sobre si os
empréstimos na banca internacional. manter-se a previsão no valor per- cortes draconianos nos salários como Está também a gerir mal a “questão do casos de corrupção que toldaram a sua
Passos Coelho, o recém-eleito líder do centual referido. óbice ao “colapso financeiro” do aborto”, com Dilma a subscrever, à governação no Estado paulista. Mas o
Partido Social Democrata (PSD), viu Independentemente dos arranjos parla- Estado. pressa, manifestos anti-abortistas. Por que vale esta acusação num país onde já
-se emparedado entre a vontade das esta forma, a pêtista colocou-se na houve um candidato que quase ia sendo
bases em reprovar liminarmente o or- defensiva, o que – nos combates políti- eleito à custa do slogan “Ademar
çamento e a pressão dos barões do par- cos, tal como no xadrês - é a mais com- (Ademar de Barros) rouba, mas faz pro-
tido para que, alegando “razões de Es- plicada das situações. Por outro lado, gresso”?
© Henrique Monteiro

tado”, desse a Sócrates nova oportu- cometeu o erro de atacar frontal e vio- Faltam menos de duas semanas para a
nidade - depois de já lhe ter estendido lentamente o seu adversário, José Serra: nova ida às urnas. No ponto em que as
a mão no PEC2 (Plano de Estabilidade quem tomasse a iniciativa de um ataque coisas estão, e apesar da vantagem de
e Crescimento), mesmo tendo sido deste tipo, de que Serra prudentemente Dilma, os resultados são imprevisíveis.
enganado pelo Primeiro Ministro que,
como vem sendo hábito, não saldou os
compromissos acordados para o apoio
parlamentar do PSD.
Na roleta guineense
Coelho caçado…
A Passos só resta dar indicações à ban-
Malam Bacai Sanhá,
cada para que, mesmo com a absten-
ção, viabilize o Orçamento de Estado
para 2011, sob pressão de todos os ex-
o grande croupier
presidentes da República e os ditames
incontornáveis de Bruxelas. Também
A nomeação de Bubo Na Tchuto para chefe do
Estado Maior da Armada, que – segundo o Pre-
sidente Malam Bacai Sanhá – teria em vista normalizar
no mesmo sentido se posiciona o a difícil relação entre o Poder político e o militar na Gui-
essencial dos membros do grupo parla- né-Bissau, veio atrapalhar o jogo. Acusado de envolvi-
mentar, alegando que o “não” do PSD mento no narcotráfico (denominador comum nas forças
daria novo fulgor a Sócrates que, apo- armadas guineenses), a ascensão de Na Tchuto ao vér-
stando na vitimização, teria via aberta tice militar de Bissau, foi mal recebida pela Cooperação
para poder disputar as próximas Internacional, vital, como pão para a boca, num país onde tudo falta, até bom-
eleições, remetendo o ónus do caos à -senso. Por outro lado, inserido há muito nas intrigas dos quartéis, Na Tchuto é,
liderança de Pedro Passos Coelho. sobretudo, chefe de fação que em nada unifica a sociedade castrense.
É que, a suceder o de todo imprevisí- A nomeação de Bubo surge num momento com fortes sinais de instabilidade no
vel chumbo social-democrata, o Pri- seio do PAIGC: uma fação, reunida em torno de Manecas Santos (com Roberto
meiro Ministro teria preparado um Ferreira Cacheu, Daniel Gomes e Marciano Barbeiro) toma por alvo o Primeiro
“plano b”, o qual determinaria a sua Ministro Carlos Alberto Gomes, acusando Cadogo, em carta aberta, de “incapaci-
dade para garantir a unidade e a coesão internas” e “instituir a eliminação física
demissão no próprio dia da votação
dos adversários como método de governação”- alusão aos assassinatos de 2009
(29 de Outubro), mantendo-se o go-
(Hélder Proença e Baciro Dabó). Este núcleo, identificado como próximo a
verno em funções de gestão, com a Malam Bacai Sanhá, pede uma reunião extraordinária do bureau político do
vantagem de um resto de mandato li- PAIGC.
mitado constitucionalmente, ilibando- Na estranha roleta guineense, o Presidente Malam Bacai parece o “grande crou-
se de responsabilidades, arrastando pe- pier”: “faites vos jeux, faites vos jeux”. Aguardemos pela próxima vasa.
la lama os “malandros da oposição” e
Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010 • 15

polichinelo
kasu-bodi
Cuidado com as pulgas, Marzim! O que ele
Polichinelo teve barrigada de riso ao ver o espernear do “Filho da…, …Pulga” Amadeu quer é mama Mentirómetro
Oliveira nas páginas daquele balão de vento ao serviço do “Filho da Pulga” Pancrácio, o
da verruga, que andou por aí a atirar-se às pombas da Praia. Mas, de súbito, ficou alerta
ao deparar com a revelação do “Filho da Pulga” Oliveira que afirmarão por aí “que Mário
L endo a diarreia em prosa do
Filho da Pulga Amadeu,
contorcendo-se aos pés do
Matos anda a receber dois subsídios de doença e um ordenado de deputado”. Esta, Em 18 Janeiro de 2005, o
camarada Brito, promovido a uma
Polichinelo jura mesmo que nunca tal houvera ouvido. Mas se o “Filho da Pulga” o diz, espécie de Buda de ouro, fica-se ministro Manuel Inocêncio
não há que duvidar, ficamos com a pulga atrás da orelha: Marzin que se cuide com as pul- com a ideia de que o coitado fareja de Sousa anunciava:
gas amadónicas mais os subsídios. Ai, Mário, vê bem o que o teu camarada “Filho da alguma percentagem da pensão do
Pulga” Oliveira te arranja. “heróico” quase ex-ministro dos “Vamos efetivamente,
Negócios Estrangeiros. Ele, o Filho
da Pulga, será um daqueles que, durante este ano,
em defesa da estrela negra,
fazer o processo de
Os recordistas resistentemente suportou “muita
privação, carência alimentar,
marchas forçadas”… Aquele rosto
reestruturação da
P olichinelo comoveu-se, até às lágrimas e até às fezes, ao
descobrir, lendo o choradinho do Filho da Pulga Amadeu
Oliveira a propósito dos heróicos sofrimentos do camarada
ansioso, angustiado, estampado no
balão de vento do Pancrácio da
verruga, com ar pensativo e
TACV que conduzirá
à sua privatização em
Brito, sendo um daqueles “a quem foi já reconhecido o apaixonado, não engana, não.
Estatuto de Combatentes da Liberdade da Pátria, em virtude de O que o Filho da Pulga quer é 2006, inevitavelmente,
terem estado nas frentes da luta armada ou por terem andado mama. Ó Brito, ó herói, ó
nas vilas e cidades, dia e noite, anos a fio, enfrentando a temi- camarada: tem dó do Filho da
e com isso queremos
da e famigerada PIDE”. Depois de se ter esvaído em lágrimas, Pulga. Dá-lhe uma chupeta! transformar a TACV
Polichinelo pôs-se a investigar: em que frente de luta armada,
onde, em que ano, andou o coitado do camarada Brito?; por numa boa empresa”
que vilas e cidades, de que país, andou o coitado do camarada Quatro anos depois, a
Brito a enfrentar a famigerada PIDE? Ó Filho da Pulga, não se única medida de
acanhe – explique lá. Agora, todo o mundo ficou intrigado e reestruturação de TACV –
quer saber. E essa de o camarada Brito ter andado “dia e noite,
anos a fio” a enfrentar “a temida e famigerada PIDE”, faz dele
a nomeação do irmão de
o recordista da tortura do sono. Merece ir para o Guiness, ó se José Maria Neves para
merece. Falta saber se é Brito que merece ir para o Guiness Presidente da
como o recordista dos seviciados, se é Amadeu que merece ir PULGUS Administração da empresa.
para o Guiness como recordista da estupidez. HORRIBILLIS
Polichinelo
pergunta:
privatização
boka bedjo significa entregar a
gestão da TACV à
família Neves?

Estrela cada vez mais negra Em 14 de Fevereiro 2002, o


Conselho de Ministros
anunciava:
“O Conselho de
Ministros entendeu
necessário dotar país
de uma Carta de
Infra-estruturas
Desportivas”
Oito anos depois,
onde está essa
POLICHINELO AVISA: Carta? Fica óbvio:
CUIDADO! o Desporto em
NEM ÁLCOOL, NEM Cabo Verde precisa
SUMO DE de mudar de
TAMBARINA! treinador…

AVISO À NAVEGAÇÃO: polichinelo é sátira e xuxadera. Aqui não se respeita ninguém: são ditas as coisas sem recato. É o reino da má-
-língua, pura e dura. A quem tenha temores e pudores, um conselho: não leia. Quem goste de rumores e tenha bons humores, leia, leia!
16 • Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010

em jogo
Futebol de S. Vicente FIFA anuncia inquérito

Derby
quer reconquistar
campeonato Mundial 2018
suspeita
de corrupção
A FIFA anunciou no domingo a abertura de um inquérito após ser
noticiado que dois membros do Comité Executivo pediram
dinheiro para votarem num candidato à organização do
Mundial2018, ao qual Portugal concorre em conjunto com a
Espanha

Com um treinador conhecedor do futebol, ex-jogador do Benfica de Portugal, o Derby prepara


O jornal britânico Sunday Times
publica uma notícia com o título
"Mundial: votos à venda", segundo a
ção do Mundial já ofereceram dinhei-
ro à Oceânia para obter o seu voto.
A FIFA precisou, em comunicado, que
nova época com um objetivo: conquistar o regional que lhe escapou por uma unha negra, no ano qual Amos Adamu, membro nigeriano pediu ao jornal para ter acesso aos ele-
do Comité Executivo da FIFA, pediu mentos que permitiram publicar o arti-
passado
570 000 euros para apoiar uma candi- go em questão e que abriu o seu

O
F. C. Derby arrancou com a Portugal. Este estará mais um ano no disse Aberto ao Já. datura. próprio inquérito.
preparação da época despor- comando dos derbianos. Para que o FC O F. C. Derby fez novas contrações em O jornal filmou um encontro do diri- A notícia surge na semana em que os
tiva 2010/11. Recorde-se que Derby consiga conquistar o regional, São Vicente e Santo Antão. Isto para gente nigeriano com jornalistas, que Estados Unidos renunciaram à candi-
o Derby foi líder no campeonato regio- quatro anos depois. cumprir os objetivos traçados no início se apresentaram como apoiantes de datura para a organização do Mundial
nal de S. Vicente, no ano passado, até O treinador tem apostado em treinos desta temporada. um consórcio americano, no qual de 2018, a fim de se concentrarem
à última jornada. Mas um empate a ze- tático-fisicos para a realização dos Eis os novos reforços: os guarda-redes Adamu deu a "garantia" de votar na apenas na edição de 2022.
ro diante da Académica do Mindelo di- objetivos do clube. “No ano passado Dani (ex Mindelense), Tui (ex Aca- candidatura dos Estados Unidos em À corrida à organização do Mundial
tou a perda do troféu. Apesar de não ter houve aquele deslize, bem se lem- démica P. Novo), os defesas Kula (ex troca daquela soma de dinheiro. de 2018 mantém-se as candidaturas
amealhado nenhuma derrota o empate bram. Mas agora estamos mais fortes e Académica), Fabrício (ex Salamansa), Reynald Temarii, do Tahiti, vice-pre- conjuntas de Portugal e de Espanha e
foi crucial para que a equipa do Ba- concentrados. Porque sabemos aquilo Fredi (ex Marítimo P. Novo), os sidente da FIFA e presidente da Con- da Bélgica e da Holanda, de Inglaterra
tuque conquistasse o regional da ilha. que queremos, ou seja, vencer jogo a médios Djate (ex Académica), Ari (ex federação da Oceânia, terá, por seu e da Rússia.
Porém, apesar do desaire, os dirigentes jogo. Caso isso aconteça, o Derby será Sanjoanense P. Novo), e os avançados turno, pedido 1,6 milhões de euros pa- A FIFA designará a 02 de Dezembro
mantiveram confiança no técnico campeão. Contudo também queremos Zé D´Angola (ex Académica), Gil (ex ra uma academia de desportos e afir- os países organizadores dos Mundiais
Alberto, ex-jogador do Benfica de vencer o torneio de abertura e a taça”, Batuque) e Djack (ex Farense). mado que dois candidatos à organiza- de 2018 e 2022.

“Rei” prefere Di Stefano: melhor jogador argentino de sempre


Pelé vê Maradona como “exemplo negativo”
Continua a rivalidade entre Pelé e Maradona, apimentada no sábado com mais uma declaração do astro brasileiro, que considerou o ex-selecionador
argentino "um exemplo negativo" e acrescentando que Di Stéfano é que foi o melhor jogador argentino de sempre

O brasileiro aproveitou o lança-


mento de um projeto social em
São Paulo para criticar os comporta-
errado na vida, como as drogas, ainda
tem quem lhe dê emprego", disse
Pelé, classificando-o de "grande
o antigo jogador madrileno era
melhor que Maradona. "Quando vou
à Argentina digo: discutam primeiro
existe possibilidade de "voltar a ser
selecionador" da equipa das pampas.
Afastado do comando técnico alvice-
mentos menos ortodoxos do craque jogador, mas um exemplo negativo". quem é o melhor da Argentina e leste após o Mundial, pelo presidente
argentino. "Maradona recebeu de "Na época áurea do Santos e do Real depois tentem ver quem é o melhor do da Federação Argentina de Futebol,
Deus esse presente, esse dom de jogar Madrid, na década de sessenta, mundo", contou Pelé. Julio Grondona, o Diez argentino diz
à bola. E teve muita sorte porque, diziam que Di Stéfano era melhor que Entretanto, Maradona disse em entre- que "as portas da selecção estão
apesar de tudo o que lhe aconteceu de Pelé", referiu o brasileiro, para quem vista a uma TV argentina que não fechadas".
Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010 • 17

olhem para elas


Próteses dentárias Dicas de beleza

Uma história com Cuidados a ter


com a pele
séculos gatória não é afetada? E se mastig- primeiros dias são bem desagra-
A pele define a pessoa. Exige que tanto homens como
mulheres tenham especiais cuidados com ela. Já dá aqui
dicas que ajudam à necessária higiene cutânea
amos mal, há algum problema para o dáveis, a sensação relatada pela
nosso organismo? Acho que não, afi- maioria dos pacientes é “ter um cor- Para homens
nal ninguém precisa comer para viver po estranho na boca, muita saliva,
Mais oleosa do que a das mulheres, e
– dizem alguns. Mas a resposta corre- falar de forma diferente, morder sem
por terem que fazer a barba com fre-
ta é SIM… SIM. E mais uma vez, querer a bochecha, dor e desconforto
quência, a atenção dos homens com a
sim. em regiões onde a prótese assenta”.
sua pele deve ser redobrada para evitar
Perder um único dente muda tudo. Quando o dentista entrega a prótese,
pêlos encravados, excesso de oleosi-
Em alguns casos, o organismo adata- ele o previne sobre estes problemas.
dade e cravos. Já recomenda que,
se bem e contorna o problema. Mas Todo o mundo passou por isso mas,
diariamente, o rosto seja lavado com
quando não o consegue, problemas normalmente, um mês depois tudo é
sabonete e higienizada com um tónico.
como dores de cabeça, enxaquecas, ultrapassado – variando de caso para
O grande truque, que ajuda na hora de
problemas de estômago podem caso.
Zarina Santos aparecer. Fica então evidente a Dicas infalíveis: nos primeiros dias
fazer a barba, é esfoliar a pele, pois o
encravamento dos pêlos promove a
Graduanda em Odontologia importância de repô-los. mastigue devagar, de forma homo-
renovação celular, controla a oleosidade e ajuda a prevenir cravos e espi-
Tipos de prótese: existem aos pon- génea, em movimentos verticais, de
nhas.

D
esde o final do séc. IV e no tapés, dependendo do material. forma pausada e equivalente por
Para que não gaste dinheiro com produtos caros, esta semana ensinamos
século V a.C., artesãos e ou- Podem ser de resina, de cerâmica e ambos os lados da prótese;
duas receitas rápidas (5 min) e fáceis – afinal, um chefe de família é
rives fenícios confecio- até de metal; fixas ou não na boca; • resista ao torresmo do mercado da
muito atarefado.
navam próteses dentárias removíveis, parciais ou totais; sobre implantes ou Assomada, deixe para mais tarde
Esfoliante de açúcar
feitas ou com dentes naturais… “ar- não. Temos próteses totais ou den- aquele milho verde de São Domin-
Misture uma colher de sopa de açúcar cristal com uma de mel. Em segui-
rancados à força de escravos”, ou tadura (Foto1), próteses parciais re- gos, ou torre depois aquela mancarra
da, passe-o no rosto, com movimentos circulares leves, e retire com bas-
esculpidos em marfim, enrolados em moviveis (foto2) e proteses fixas do Fogo. Coma alimentos de fácil
tante água.
fios de ouro. O mesmo se fazia no (foto 3). mastigação: puré de batata de terra,
É ideal para peles com muitos cravos, mas não é recomendável para
Egito (3100- 2181 a.C.), onde anéis Nem sempre é possível dar ao cavala fresca, sopa.
peles sensíveis - pode ocasionar vermelhidão - ou muito oleosas.
de ouro fixados aos dentes segu- paciente a escolha entre próteses, • a maioria não gosta que o vizinho
Esfoliante de aveia
ravam as próteses. Esta história de pois a opção varia conforme o resul- saiba que usa prótese, e vai parecer
Misture duas colheres de sopa de aveia em flocos com duas de mel. Passe
repor dentes perdidos vem de há sé- tado que ele pretende, conforme as que todo mundo consegue perceber
em todo o rosto e faça movimentos circulares. Em seguida, retire o esfo-
culos. suas possibilidades económicas, as que ele tem prótese. Mas é impor-
liante com água.
Finalidade: talvez nem seja ne- exigências estéticas compatíveis com tante, apesar do desconforto que
É mais suave e, por isso, indicado para peles mais sensíveis. Além disso,
cessário mencionar a palavra estética, as condições bucais e a técnica de possa sentir, manter a prótese na
a aveia promove a nutrição da pele.
mas pergunto-vos: quando são os confeção. É mais “adequar a próte- boca o máximo de tempo possível.
Recomendações
dentes lá do fundo? “Ninguém os vê se certa a cada caso”. Um grande mestre em Odotologia
Mas ainda pode-se fazer mais!
mesmo”. Será que a função masti- Adaptação: não vou mentir-lhes - os estética, Baratieri, disse uma vez -
• Recomendamos o uso de um hidratante em gel, com protector solar,
“O bébé não tem nenhum dente, mas
principalmente pela oleosidade da pele masculina;
de todos os sorrisos o dele é o mais
• Faça a esfoliação uma vez por semana com movimentos circulares
lindo, porque tem energia e é o mais
leves;
verdadeiro”. Então continue sorrindo
• Lave o rosto com sabonete, tónico, e use hidratante com filtro solar
com vontade;
diariamente, isso evita o ressecamento da pele e facilita o barbear.
• eu sei que, mesmo tendo o com-
padre portista ao lado a mandar bocas
que a sua águia parece mais uma gal- Para mulheres
inha, tente progressivamente se Lábios irresistiveis
ajustar ao seu novo modo de falar, Os lábios são um dos grandes charmes
aos novos movimentos de sua língua, femininos, mas acabam sofrendo com o
músculos da face e lábios, e calma- tempo e nem sempre são o que cada
mente diga-lhe que o dragão não tem uma deseja: “finos de mais” ou “volu-
nada, lagartixa encaixa-se melhor. mosos de mais”. Já dá a boa notícia que
Para a semana falaremos sobre a para esses incómodos existe maquilha-
higienização das próteses e a sua lon- gem apropriada.
1 Rugas labiais
gevidade.
O que evidencia as rugas é quando o
batom escorre: evite o gloss e tons escuros. As amantes de cores fortes
apostem em produtos secos e de longa duração.
Lábios finos
Sinónimo de cores claras e cintilantes. Simples, não? Também pode fazer
o contorno por fora da linha natural, com lápis na cor da boca ou do
batom que vai usar. Tome cuidado para não exagerar, se não vira palhaço.
Tons mais claros no centro também dão aparência de mais volume. Quem
escolha o rosa, deve usar um tom mais claro no centro.
Lábios grossos
Nem todas gostam de ser uma Angelina Jolie na vida. Nesse caso, os
batons escuros são curingas. E deve apagar o contorno com base e fazê-
2 3 -lo por dentro da linha original.
18 • Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010

cachupada
Conto infantil

Mia,
Horóscopo Por Maria Helena a baleia do Bairro Manguí - XIII
De 24 a 30 de Outubro

O
s amiguinhos do bairro Manguí passaram todo o dia entusiasmados
com a ideia de que iam conhecer a outra Mia que Juninho teimava em
dizer que era a mesma Mia baleia que todos conhecidam, só que era
Carneiro Leão Sagitário uma baleia especial, às vezes era só baleia, outras vezes era sereia!
Quando o sol começou a pestanejar com sono, ao fim da tarde, lá foram ter com
21-3 a 20-4 23-7 a 22-8 21-11 a 20-12
Carta Dominante: 3 de Ouros, que Carta Dominante: 3 de Espadas, que Carta Dominante: 7 de Espadas, que
o avô Irondino para irem todos para o cai. Porém, o velho amigo dos meninos
significa Poder. significa Amizade, Equilíbrio. significa Novos Planos, Interferências. não quis ir com eles!
Amor: Procure dar um pouco mais de Amor: Lute pelo verdadeiro amor, não se Amor: Estará muito carente, procure ser – Vão lá. Eu não quero ir, não devo ir.
atenção às crianças da sua família. deixe influenciar por terceiros. mais optimista quanto ao seu futuro – Porquê, avô Irondino?! – questionaram os miúdos, com espanto.
Saúde: Evite comidas com alto teor de Saúde: Vigie o seu estômago. sentimental.
– Se eu for, ela não vai aparecer e acabaram-se as perguntas.
gordura porque o colesterol terá tendência Dinheiro: Não se precipite nas suas Saúde: Tendência para dores de cabeça.
para subir. compras, pode sair prejudicado. Dinheiro: Período favorável, aproveite O grande momento aproximava-se e a excitação também. O cais do Porto
Dinheiro: A sua situação económica Número da Sorte: 53 bem este momento. Velho estava deserto e o mar mal se ouvia de tão sereno, de tal forma que pare-
manter-se-á estável. Números da Semana: 17, 23, 38, 9, 49, 3 Número da Sorte: 57 cia também estar atento ao grande encontro.
Número da Sorte: 67 Dia mais favorável: quarta-feira Números da Semana: 23, 11, 36, 44, 29, 6 Junto à pedra da sereia, todos esperavam, de olhos postos na água quieta, até
Números da Semana: 7, 28, 16, 38, 24, 41 Lema da Semana: a amizade ajuda-me a Dia mais favorável: terça-feira
Dia mais favorável: segunda-feira preservar o equilíbrio na minha vida. Lema da Semana: Acredito nos meus
que de repente umas bolhas de ar muito redondinhas e brilhantes começaram a
Lema da Semana: tenho o poder de Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 15 planos e não desanimo com os obstáculos. surgir à superfície! E a cada bolha que aparecia, ouvia-se o nome de cada um
tomar as decisões certas na minha vida. Horóscopo Diário - Ligue já! 760 30 10 19 vindo de trás!
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 11 – Olá, Juninho… olá, Nádia… olá, Nixon… olá, Iva…
Todos se viraram para trás e nada viram, mas quando voltaram a olhar o mar…
exceto Juninho, as três bocas dos outros amiguinhos ficaram abertas e todos
Touro Virgem Capricórnio ficaram arrepiados! Sentada na pedra estava uma senhora muito bonita, de
cabelos muito compridos e olhos azuis iguais aos da Mia, que da cinta para
21-4 a 21-5 23-8 a 22-9 21-12 a 20-1
baixo tinha rabo e barbatana de baleia!!! Tudo muito brilhante e cor de prata,
Carta Dominante: O Sol, que significa Carta Dominante: A Torre, que significa Carta Dominante: Valete de Ouros, que
Glória, Honra. Convicções Erradas, Colapso. significa Reflexão, Novidades. como se de um sonho se tratasse.
Amor: O amor e o carinho reinarão na sua Amor: Se falar mais abertamente acerca Amor: Guarde o seu sarcasmo e fique – Olá, meninos, chegou a hora de nos conhecermos – disse.
relação afectiva. dos seus sentimentos, poderá ver progredir atento às queixas do seu par. Nenhum falava nem fechava a boca, tanto era o espanto.
Saúde: A rotina poderá levá-lo a estados a sua relação afectiva. Saúde: Espere um período regular. – Não tenham medo, conheço-os a todos há muito tempo.
depressivos. Saúde: Cuide da sua saúde física, faça Dinheiro: Poderá investir em novos
Dinheiro: Sem problemas neste campo da mais exercício. projectos, mas com prudência.
– Ah!!!!... Miiiiia?!!! – exclamaram.
sua vida. Dinheiro: Com trabalho e esforço Número da Sorte: 75 – Sim… e obrigado por me terem indicado o caminho do porto. Vou recompen-
Número da Sorte: 19 conseguirá atingir o seu objectivo. Números da Semana: 20, 27, 9, 14, 40, 32 sar-vos por isso, mas primeiro é bom que saibam que Mia e eu somos apenas
Números da Semana: 29, 32, 43, 14, 2, 27 Número da Sorte: 16 Dia mais favorável: quarta-feira uma só. E só daqui a muito tempo vão perceber porquê. Para já, quero que me
Dia mais favorável: sábado Números da Semana: 49, 10, 5, 19, 11, 20 Lema da Semana: Reflicto nas novidades
contem coisas do Bairro Manguí que eu não saiba. Por exemplo, o que fazem
Lema da Semana: o amor glorifica a Dia mais favorável: quarta-feira que a vida me apresenta, para tirar delas o
minha vida. Lema da Semana: estou sempre a tempo melhor. os vossos pais?
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 12 de começar de novo. Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 20 – Meu pai é desempregado, adiantou Juninho.
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 16 – Meu pai também, respondeu Nixon.
– Eu não conheço o meu pai – disse Nádia.
– Minha mãe é que é meu pai – disse Iva.
Gémeos Balança Aquário – E o que gostam mais de fazer?
– Brincaaaar todo o dia – responderam em coro.
21-5 a 20-6 23-9 a 22-10 21-1 a 18-2
Carta Dominante: Cavaleiro de Espadas, Carta Dominante: Valete de Espadas, que
– Então e estudar? Não andam na escola?
Carta Dominante: Valete de Paus, que
que significa Guerreiro, Cuidado. significa Amigo, Notícias Inesperadas. significa Vigilante e Atento. – Siiiiiim – responderam todos.
Amor: Deixe de lado as tristezas e Amor: Irá manifestar-se em si uma grande Amor: Andará muito exigente ao nível – E também é preciso comer bem todos os dias – advertiu a sereia.
aproveite mais efusivamente os momentos energia sensual. dos afectos e das carícias. Os quatro amiguinhos do bairro Manguí olharam para o chão e ficaram cala-
bons que a vida lhe oferece. Saúde: Consulte o seu médico e faça Saúde: Sentir-se-á cheio de energia. dos! Por que seria?! E como será o resto da conversa? E porque é que o avô
Saúde: Cuidado com as suas costas. exames de rotina. Dinheiro: Aproveite bem as oportunidades
Dinheiro: Período sem alteração nas Dinheiro: Resolverá os seus problemas que lhe surjam. Irondino não quis ir ao cais?!
finanças. facilmente. Número da Sorte: 61 José Braga-Amaral
Número da Sorte: 62 Número da Sorte: 33 Números da Semana: 21, 14, 16, 23, 45, 9
Números da Semana: 17, 25, 30, 2, 9, 28 Números da Semana: 25, 11, 33, 5, 17, 1 Dia mais favorável: segunda-feira
Dia mais favorável: terça-feira Dia mais favorável: domingo Lema da Semana: estou vigilante e atento
Lema da Semana: estou atento ao que me Lema da Semana: Os amigos trazem para não ser surpreendido por nada.
rodeia. mais alegria à minha vida. Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 21
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 13 Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 17

Caranguejo Escorpião Peixes


21-6 a 22-7 23-10 a 21-11 19-2 a 20-3
Carta Dominante: A Imperatriz, que Carta Dominante: O 6 de Copas, que Carta Dominante: O 2 de Espadas, que
significa Realização. significa Nostalgia. significa Afeição, Falsidade.
Amor: Apague de uma vez por todas as Amor: Não deixe que os seus familiares Amor: Não seja tão possessivo e
recordações do passado. mais afastados tenham saudades suas, ciumento.
Saúde: Não se auto-medique, procure contacte com eles. Saúde: Tente dormir as horas necessárias
antes o seu médico. Saúde: Possíveis problemas com o para o seu bem-estar físico e psicológico.
Dinheiro: Esta é uma boa altura para fazer aparelho digestivo. Dinheiro: Não gaste mal o seu dinheiro.
uma doação de caridade. Dinheiro: Tenha cuidado com os falsos Número da Sorte: 52
Número da Sorte: 3 amigos, pois nem sempre as pessoas que Números da Semana: 45, 9, 28, 34, 17, 41
Números da Semana: 14, 18, 26, 48, 35, 7 nos sorriem são as mais verdadeiras. Dia mais favorável: sábado
Dia mais favorável: quinta-feira Número da Sorte: 42 Lema da Semana: cultivo a afeição na
Lema da Semana: concentro-me no Números da Semana: 9, 46, 27, 33, 21, 14 minha vida, não deixo espaço para
presente, só assim concretizo os meus Dia mais favorável: sexta-feira qualquer falsidade.
desejos. Lema da Semana: Vivo o presente com Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 22
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 14 confiança.
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 18
Já • Quinta-feira 21 Outubro 2010 • 19

cachupada
Telenovelas PALAVRAS CRUZADAS
RECORD • Ribeirão do Tempo
Horizontais:
1 – Compartimentos de uma casa;
Cingir. 2 – Que tem abundância de
areia; Lugar onde se seca a cana-
-de-açúcar. 3 – Rasoira; Matemá-
tica (Abrev.); o. 4 – Gosto de; Tira
de coiro para atar. 5 – Afastado; Lia
de líquidos; Aquelas. 6 – Óxido de
cálcio; Ena!. 7 – A parte mais larga
dos membros dianteiros das reses;
Borrifar; Aqueles. 8 – Desagra-
dável; Junte. 9 – “Ruténio” (s.q.);
Antiga porcelana do oriente; Anuir.
Joca continua desaparecido depois de levar tiro 10 – Varrer (as brasas do forno);
Fazer soar. 11 – Penhor; Coisa in-
F ilomena convida Diana para ser a dama de honra do seu casamento. A meni-
na aceita o convite, mas pede para ajudá-la a escolher o seu vestido. Diana
conta a Arminda que foi visitar Joca e a executiva refila com a adolescente. Flores
significante.

aponta a arma a Joca, que não pára quieto. Flores atira e Joca assusta-se. Joca Verticais:
corre, mas é atingido na barriga. Ele cai no rio. 1 – Curas: Palavreado (fig.). 2 – Cer-
Flores e Sereno procuram Joca, mas não o encontram e concluem que ele morreu. co com arame; Melindrar. 3 – Fran-
Animado, Tito conta a Filó sobre os próximos passos para reerguer a pousada. co (fig.); “érbio” (s.q.). 4 – Ala;
Diana reclama com Arminda porque ela reprova tudo o que ela faz. Tito diz a Untara. 5 – “Escândio” (s.q.); Pes-
Filomena que acha importante eles fazerem um acordo pré-nupcial. Flores e soa que pertence à mesma catego-
Sereno voltam para a casa. ria. 6 – objecto da nossa afeição;
Filomena convida Tito para jantar com ela, mas ele recusa, gentilmente. Karina Antiga embarcação de vela e re-
diz a Nicolau que quer destruir Tito e Filomena. O senador fica interessado e os mos. 7 – Desistir; “Nióbio” (s.q.).
dois beijam-se, violentamente. Filomena diz a Arminda que quer todos os prepar- 8 – Puxar para trás; Nome da séti-
ativos para o casamento feitos em Ribeirão para dar oportunidade ao povo da ma letra do alfabeto grego. 9 – Cen- ENTOAR. 11 – ARRAS; BARRO.
cidade. Flores escreve o manifesto do Comando Invisível. to e um (romanos); Inclinação. REGAR; OS. 8 – AMARGAR; ADA. 9 – RU; AAL; EMIR. 10 – RAER;
Léia confessa a Sancha que está preocupada com Joca, pois ele não voltou para 10 – Conjunto de partículas granu- EL. 4 – AMO; CORREIA. 5 – SO; BORRA; AS. 6 – CAL; EIA. 7 – PA;
casa. Ari conta a Ajuricaba que o trataram como um príncipe no novo partido. lares de natureza mineral; Aborre- Horizontais: 1 – SALAS; ARCAR. 2 – ARISCA; EIRA. 3 – RASA; MAT;
Bruno diz a Nicolau que Querêncio só vai participar da convenção se a mesma cer. 11 – Apoquentas (fig.); Fuli-
Soluções:
acontecer na discoteca. Célia sugere a Nicolau e a Bruno que eles aceitem a pro- gem que a pólvora queimada deixa
posta de Querêncio e façam uma campanha com a cara do pintor. Léia pergunta a nas armas.
Filomena se ela sabe onde Joca está. Léia cansa-se de esperar para que Arminda
a receba e vai-se embora. Léia pede ajuda a Flores para encontrar Joca. O profes-
sor abraça Léia, protetor.

SIC • Passione Boa Mesa Farmácias


de serviço
Avenida principal do Palmarejo, cidade da Praia
Praia
Forno de Breogan: 22/10 – Farmácia
Africana

arriba España! 23/10 – Farmácia Avenida


24/10 – Farmácia Santa
Isabel
mas. É de salientar um aspeto particular
deste restaurante: o fato de, em paralelo 25/10 – Farmácia
com a cozinha espanhola, existir enorme
Universal
variedade de pratos portugueses - desde
Bete volta à presidência e Fred é expulso da Metalúrgica o cozido à portuguesa ao bacalhau á 26/10 – Farmácia 2000

F red demonstra ter grande parte das ações da metalúrgica e Saulo fica a seu
favor. Berilo finge falar com seu patrão e desliga o telefone, deixando
Agostina irritada. Olavo e Clô fazem as pazes. Jéssica fica furiosa quando vê
lagareiro, entre outros
Situado na avenida principal do
Palmarejo, Forno de Breogan oferece,
27/10 - Farmácia
Moderna
Berilo sair para viajar. Totó entra na sala de reuniões, surpreendendo todos os pre- além dos pratos principais, grande varie- 28/10 – Farmácia Central
sentes. Bete reassume a presidência da metalúrgica. dade de petiscos, tudo acompanhado de
29/10 – Farmácia Santo
Bete comenta com Totó que pretende colocar Mauro como presidente e ele apoia pão tradicional espanhol, produzido na
a mãe. Fred invade a sala de Bete e Totó o expulsa da metalúrgica. Lorena e Terra Branca e vendido no restaurante, António
Chulepa passeiam no parque. Agnello pede para falar com a ex-namorada. Stela mas também distribuído por outros pos-
sofre e confessa a Arthurzinho que não consegue esquecer o italiano. Agnello tos de venda.
avisa a Alfredo que vai se afastar de Lorena. Berilo diz a Agostina que o falso Quanto a dificuldades no desempenho da S. Vicente
documento é para o seu patrão. sua atividade, os donos do restaurante 20/10 – Farmácia
Fortunato exige que Clô lhe peça desculpas. Lorena chora e Sinval tenta consolá- apontam a falta de profissionalismo.
la. Stela fica feliz ao saber que a filha rompeu de vez com Agnello. Fred tira sat- Higiene
isfações com seu advogado. Totó diz a Bete que não vai mais deixar-se enganar
por Clara. Adamo maltrata Francesca e ela fica arrasada. Mimi mente a Benedetto
A cidade da Praia é cada vez mais
uma cidade cosmopolita e isso
reflete-se na variedade de restaurantes e
“Fomos obrigados a formar o nosso pes-
soal. Fazemos questão de ter um bom
serviço, se tivermos em conta que os nos-
21/10 – Farmácia Jovem
22/10 - Farmácia Mindelo
e consegue convencê-lo a viajar. cozinhas estrangeiras. No Palmarejo, sos clientes são de classe média /alta”.
Melina incentiva Gerson contra Diana. Gerson expulsa Mauro da sua casa e Espanha marca presença a alto nível com O prato mais caro a 1600$00, o mais 23/10 – Farmácia Avenida
Melina fica arrasada. Fátima conta a Candê que foi ao encontro de Diógenes, mas o Forno de Breogan. barato a 500$00 (prato do dia) Forno de 24/10 – Farmácia Leão
disfarça quando Felícia chega. Kelly conta a Danilo que Clara está presa. Melina Este restaurante tem como pratos princi- Breogan está aberto todos os dias da
afirma a Bete que vai se vingar de todos. Danilo visita Clara na cadeia. Melina pais a tortilha espanhola, a paella de semana, das dez até às duas da manhã. 25/10 – Farmácia Nena
procura Fred. Valência e o bacalhau de diversas for- Arriba Espanha!
PUB