Você está na página 1de 17

Ações táticas de defesa e de

ataque na Iniciação ao Handebol

Aracajú,
junho 2002

Capacidades Táticas: divisão

Ataque Defesa

• Formações • Formações
ofensivas defensivas
• Generalidades • Generalidades
• Tática: • Tática:
– Individual – Individual
– Grupo – Grupo
– Conjunto – Conjunto

1
Princípios táticos do ataque
• Segundo Juan de Dios Román Seco (2000)

• Princípio do jogo na largura e na profundidade.


• Princípio dos apoios sucessivos.
• Princípio da continuidade das ações.
• Princípio da variabilidade das ações.
• Princípio da troca de ritmo
• Princípio da escolha dos meios táticos idôneos
ao sistema defensivo adversário

Princípios táticos do ataque


Segundo Juan de Dios Román Seco (2000)

ÏJogo na largura e na profundidade:


– Utilização de todo o espaço do campo de jogo

ÏApoios sucessivos
Ï Todos os jogadores devem ser apoio eficaz para um possível
passe

ÏContinuidade das ações.


Ï Não aplicar meios de ataque fechados (jogadas
programadas) e exigir o jogo na sua continuidade

2
Princípios táticos do ataque
Segundo Juan de Dios Román Seco (2000)

ÏVariabilidade das ações.


ÏAcelerar e Alternar diferentes ações e
procedimentos (meios) táticas em um mesmo
ataque
ÏTroca de ritmo
Ï diminuir o ritmo de passe e de movimentações dos
jogadores (relacionado com a regra de Jogo Passivo)

Ï Escolha dos meios táticos idôneos ao sistema


defensivo adversário
Ï Adequação ao adversário em relação as próprias
possibilidades

Capacidades Táticas no ataque


Ataque
Tática de grupo

• Tática:
– Individual
– Grupo • Engajamento / penetração
– Conjunto • tabelas
• Cruzamentos
• Cortinas/bloqueios
• Ponte aérea

3
Tática Individual de ataque
• Linhas de corrida / Movimentações
– com ou sem bola
• Mudança de velocidade
• Fintas
– Queda com um pé
– queda com dois pés
– giro

Tática Individual de Ataque

Linhas de corrida / Movimentações

• Pontas

• Pivô

• Armadores

4
LINHAS DE CORRIDA - MOVIMENTAÇÕES

• PONTAS
• - Habilidades de deslocamento em espaços curtos e oponente
próximo.
• - Quando em circulação deverá ter capacidade de lançamento à
distância

LINHAS DE CORRIDA - MOVIMENTAÇÕES

PIVÔ
- Deverá deslocar-se com velocidade.
- Deve possuir grande potência, mobilidade e agilidade

5
LINHAS DE CORRIDA - MOVIMENTAÇÕES

ARMADORES LATERAIS
- Deverá deslocar-se com mudanças de velocidade,
- Deverá deslocar-se com mudanças de direção,
- Deve possuir grande potência de pernas e braços, bom lançamento

LINHAS DE CORRIDA - MOVIMENTAÇÕES

ARMADOR CENTRAL
- Deverá deslocar-se com mudanças de velocidade,
- Deverá deslocar-se com mudanças de direção,
- Deve possuir grande potência de pernas e braços, bom lançamento

6
Mudanças de Velocidade
• Lento a rápido • A mudança de
velocidade pode ser
• Rápido lento utilizada combinando
com as mudanças de
direção.
• Combinações
• São básicas para a
aplicação das fintas

Capacidades Táticas no ataque

Tática de grupo

Ataque
• Engajamento / penetração
• tabelas
• Cruzamentos
• Cortinas/bloqueios
• Ponte aérea
• A PERMUTA
9 A CORTINA F E BM
9 A PANTALHA

7
OS MEIOS TATICOS BÁSICOS
1.- Conceito

2.- Classificação
9 TABELA / PASSE E VAI
9 AS PENETRAÇÕES SUCESSIVAS (ENGAJAMENTO)
9 CRUZAMENTOS
9 O BLOQUEIO
9 A PERMUTA
9 A CORTINA
9 A PANTALHA

O ENGAJAMENTO
AS PENETRAÇÕES SUCESSIVAS
1.- Conceito

2.- Protagonistas

CONCEITO
PAR / IMPAR

9JOGADOR INICIADOR
9JOGADOR RESPOSTA
9OUTROS

8
CONCEITO PAR / IMPAR

PAR

2
A 3

2
B

IMPAR

A B A 2

B 3

Penetrações sucessivas: Par Impar


JOGADOR INICIADOR
1. ATAQUE NO ESPAÇO LIVRE
COM BOLA (INTERVALO)

2. BÚSQUEDA DO IMPAR

3. PENETRAÇÃO

4. PASSE

5. CONTINUIDADE

1. VARIEDADE DE PASEES
DOMINAR
2. DESLOCAMENTOS / RITMOS

9
Penetrações sucessivas: Par Impar
JOGADOR RESPOSTA
1. PERCEPÇÃO/ MOBILIDADE
SEM BOLA
2. DESMARQUE

3. RECEPÇÃO

4. FIXAR

5. PASSE

6. CONTINUIDADE

DOMINAR 1. VARIEDADE PASSES / RECEPÇÃO

2. DESMARQUES

A TABELA (PASSE E VAI)

1.- Conceito

2.- Protagonistas

9JOGADOR INICIADOR
9JOGADOR RESPOSTA
9OUTROS JOGADORES

10
Tabela: JOGADOR INICIADOR

1. PRÓXIMO AO DEFENSOR
COM BOLA
2. PASSAR AO COLABORADOR

3. DESMARQUE DO SEU DEFENSOR

4. RECEPÇÃO DA BOLA

5. AÇÃO POSTERIOR

DOMINAR 1. VARIEDADE DE PASSES

2. DESMARQUES

Tabela: JOGADOR RESPOSTA

1. PERCEPÇÃO/ MOVILIDADE
SEM BOLA
2. DESMARQUE

3. RECEPÇÃO

4. FIXAR

5. PASSE

6. CONTINUIDADE

DOMINAR 1. VARIEDADE PASSES / RECEPÇÃO

2. DESMARQUES

11
Tabela: OUTROS

1. PERCEPÇÃO/ MOBILIDADE
SEM BOLA
2. DESMARQUE

3. RECEPÇÃO

4. AÇÃO POSTERIOR

1. VARIEDADE RECEPÇÕES
DOMINAR

2. DESMARQUES

Tabela:
DESCRIÇÃO. BASES DE FUNCIONAMENTO
1. TABELA (PASSE E VAI)

2. PASSE AO OUTRO COLEGA

12
B

2
A (2)

B
3

(1)

A TABELA (PASSE E VAI)

BLOQUEIOS

Frente
1- Técnica da Cortina Costas
Lateral
2 - Tipo de Cortina Sob braço lançamento
Contra braço lançamento
3 - Falsa Cortina Sob braço lançamento
(Saída da finta) Contra braço lançamento
4 - Tomada de decisão Passe
Lançamento
5 - Seqüência da Ação Deslocamento do Pivô
Deslocamento do Armador
6 - Velocidade Lenta
Rápida

13
CORTINA

Técnica de cortina

De frente De Lado De costas

CORTINA

Tipo de cortina

Sob o braço de Contra o braço de


lançamento lançamento

14
CORTINA

FALSA CORTINA
(Saída da Finta)

Sob o braço de Contra o braço de


lançamento lançamento

CORTINA

TOMADA DE
DECISÃO

Passe Lançamento

15
CORTINA

SEQÜÊNCIA DA
AÇÃO

Do pivô executante Do armador


beneficiário

MUITO

OBRIGADO

16
PabloMUITO
Juan Greco

Escola de Educação Física


UFMG
OBRIGADO
Av. Presidente Carlos Luz, 4664
Campus Universitário - Pampulha
Cep.:31310-250
Telefone: (31) 499-2301 e fax: (31) 499-2304
E-mail: grecopj@eeffto.ufmg.br
Celular: (031) 9974- 9790

17

Você também pode gostar