Você está na página 1de 52

Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)

Prof. Albert Iglésia


Aula 5 – Pontuação

Então, vamos dar continuidade ao nosso curso e estudar, na aula


de hoje, o emprego dos sinais de pontuação? O uso adequado deles é
extremamente relevante para o significado de uma frase.
Quem acompanha as provas elaboradas pelo Cespe já deve ter
percebido o quanto essa banca examinadora explora esse assunto,
principalmente o que diz respeito ao uso da vírgula. É compreensível que seja
assim, pois o uso da vírgula requer atenção especial, em virtude de sua
variabilidade de aplicações e efeitos.
Para você ter apenas uma ideia do que isso significa, use a vírgula
para pontuar a frase abaixo.

SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA


DE QUATRO À SUA PROCURA.

Se você é mulher, certamente colocou a vírgula depois do


substantivo “MULHER”.

Se você é homem, colocou a vírgula depois do verbo “TEM”.

Entendeu a importância de sabermos pontuar adequadamente uma


frase?
Ainda que a vírgula seja o sinal de pontuação com a maior
frequência nas provas de concurso, convém estudarmos todos aqueles que são
alcançados pelo edital do seu concurso.

Sumário

VÍRGULA .............................................................................................. 2
Entre os termos da oração, serve para:................................................... 2
Entre orações, serve para: ...................................................................14
Não se usa vírgula ...............................................................................20
PONTO ................................................................................................ 23
Em relação ao mesmo parágrafo. ..........................................................23

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 1


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Em relação a parágrafos distintos. .........................................................23


PONTO DE INTERROGAÇÃO ................................................................. 23
Usado nas interrogações diretas. ...........................................................23
PONTO DE EXCLAMAÇÃO ..................................................................... 24
PONTO E VÍRGULA .............................................................................. 24
DOIS-PONTOS ..................................................................................... 26
Antes de uma citação...........................................................................26
Para introduzir a fala de uma personagem, no discurso direto. ..................26
Antes de uma enumeração. ..................................................................26
Para esclarecer, explicar ou concluir o que foi dito. ..................................27
Para separar uma oração subordinada substantiva apositiva. ....................28
RETICÊNCIAS ...................................................................................... 29
TRAVESSÃO ......................................................................................... 30
PARÊNTESES ....................................................................................... 32
ASPAS ................................................................................................. 34
LISTA DAS QUESTÕES COMENTADAS .................................................. 36
GABARITO DAS QUESTÕES COMENTADAS ........................................... 52

VÍRGULA (assinala uma pequena pausa)

I. Entre os termos da oração, serve para:


a) separar elementos coordenados entre si que possuem a
mesma função sintática:
Ex.: Os livros, os cadernos, os lápis e as borrachas estão sobre a
mesa. sujeito composto
núcleo núcleo núcleo núcleo

Obs.: havendo repetição da conjunção E para separar os


elementos de mesma função sintática, a vírgula pode se repetir.
Ex.: Comprou sapato, e bolsa, e meias.
objeto direto

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 2


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

1 A participação das mulheres no mercado de trabalho


tem-se ampliado nas últimas décadas, todavia elas ainda
enfrentam processos de segregação ocupacional horizontal e
4 vertical de gênero, marcados, entre outros aspectos, por
discriminação, precarização, desigualdades salariais e
desvalorização profissional. A divisão do trabalho doméstico,
7 a socialização de homens e mulheres e as relações de poder
entre os gêneros são aspectos que contribuem para a construção
[...]

Nanci Stancki Silva. Engenharias no Brasil: mudanças no perfil de


gênero? Internet: <www.fazendogenero.ufsc.br> (com adaptações).

1. (Cespe/Câmara dos Deputados/Analista/2012) No trecho “A divisão do


trabalho doméstico, a socialização de homens e mulheres e as relações de
poder entre os gêneros” (l.6-8), o emprego da vírgula no lugar do
conectivo “e”, em “homens e mulheres”, não alteraria a relação
semântico-sintática entre os termos da oração.

Comentário – A conjunção “e” conecta dois termos que, subordinados ao


substantivo “socialização” por meio da preposição “de”, funcionam como
complementos dele (“socialização de homens e mulheres”). Assim, os
substantivos “divisão”, “socialização” e “relações” constituem os núcleos do
sujeito composto da forma verbal “são”. Com a modificação proposta pela
banca, o termo “mulheres” deixa de ser um dos complementos do substantivo
“socialização” (deixa de ser subordinado a ele por meio da preposição “de”) e
se torna mais um dos núcleos do sujeito composto. Veja: A divisão do
trabalho doméstico, a socialização de homens, mulheres e as relações de
poder entre os gêneros são...
Resposta – Item errado.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 3


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

[...]
O encontro terá a participação de ministros de
10 tribunais superiores, desembargadores, juízes, promotores,
advogados, delegados, diretores de tribunais e professores
universitários. Entre as palestras, painéis e mesas-redondas
13 estão programados temas a respeito de gestão, informatização,
correição virtual, paradigmas, meio ambiente, conciliação,
comunicação, todos eles relacionados à justiça.
Internet: <www.trt10.jus.br> (com adaptações).

2. (Cespe/TRT-10ª Região (DF e TO)/Técnico Judiciário/2013) No segundo


parágrafo, excetuada a última, todas as demais vírgulas têm a mesma
justificativa de uso.

Comentário – Com exceção da última vírgula, as demais separam elementos


coordenados entre si que compõem uma série enumerativa. A última vírgula
separa o aposto resumitivo dos temas enumerados anteriormente.
Resposta – Item certo.

1 As obras de dragagem objetivam remover os


sedimentos que se encontram no fundo do corpo d'água para
permitir a passagem das embarcações, garantindo o acesso ao
4 porto. Na maioria das vezes, a dragagem é necessária quando
da implantação do porto, para o aumento da profundidade
natural no canal de navegação, no cais de atracação e na bacia
7 de evolução. Também é necessária sua realização periódica
para o alcance das profundidades que atendam o calado das
embarcações.
Internet: <www.antaq.gov.br> (com adaptações)

3. (Cespe/Antaq/Nível Médio/2014) A vírgula empregada após “navegação”


(L.6) é utilizada para isolar elementos de mesma função sintática que
compõem uma enumeração.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 4
Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Comentário – A vírgula separou os termos “no canal de navegação” e “no cais


de atracação”. Eles funcionam como adjuntos adverbiais, assim como o termo
“na bacia de evolução”. Eles estão numa sequência enumerativa, por isso o
emprego da vírgula entre os dois primeiros e da conjunção aditiva “e” antes do
último termo da série.
Resposta – Item certo.

b) assinalar a omissão do verbo (vírgula vicária):


Ex.: No mar há os peixes; no céu, as estrelas...
A vírgula substitui a forma verbal “há”

[...]
que fosse domiciliado. Candidatos a vereador e a juiz de paz
tinham apenas de comprovar residência no município e no
25 distrito por mais de dois anos; candidatos a deputado
provincial, dois anos na província; candidatos a deputado geral,
renda anual de 800 mil réis; e candidatos a senador deviam
28 comprovar, além da idade de quarenta anos, a percepção de
renda anual de um milhão e seiscentos mil réis.
[...]

Títulos eleitorais: 1881-2008. Brasília: Tribunal Superior


Eleitoral, Secretaria de Gestão da Informação, 2009,
p. 11-2. Internet: <www.tse.jus.br> (com adaptações).

4. (Cespe/2015/TRE-GO/Técnico Judiciário) Na linha 26, as vírgulas


empregadas após os vocábulos “provincial” e “geral” evitam a repetição
da expressão “tinham apenas de comprovar”, já expressa na linha 24.

Comentário – Esta questão trouxe um exemplo prático de emprego da vírgula


vicária.
Resposta – Item certo

c) separar adjuntos adverbiais intercalados e antecipados:


Ex.: Neste momento, o pelotão se pôs em fuga.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 5


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Obs.: aqui, o aluno deve admitir certa flexibilidade, pois há muitos


gramáticos e escritores que não a empregam, principalmente quando a
expressão é de “pequeno corpo” (normalmente, até dois vocábulos – mas isso
não é uma regra absoluta).

[...]
4 o país planeja estar cada vez mais presente no cosmos. Os
próximos passos serão o lançamento de uma estação espacial
e o envio de astronaves à Lua e a Marte. Tecnologia para essa
7 empreitada os chineses têm. Dinheiro, também. E motivação
política, isso então nem se fala. A missão Shenzhou VII, por
[...]
Tatiana de Mello. A vez dos taikonautas. In: Istoé, 8/10/2008 (com adaptações).

5. (Cespe/2014/TJ-SE/Técnico Judiciário) Na linha 7, a vírgula empregada


após “Dinheiro” marca a elipse do verbo da oração.

Comentário – Sim, ela é a tal da vírgula “vicária”. Observe: “Tecnologia para


essa empreitada os chineses têm. Dinheiro têm também”.
Resposta – Item certo.

[...]

[...]

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 6


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

6. (Cespe/TC-DF/Auditor de Controle Externo/2012) Justifica-se o emprego


da vírgula logo após “mas” (L.18) para enfatizar o sentido de contraste
introduzido por essa conjunção, razão por que a supressão desse sinal de
pontuação não acarretaria prejuízo gramatical ao texto.

Comentário – A vírgula não enfatiza nenhum sentido de contraste. Ela foi


empregada para ajudar a isolar o adjunto adverbial intercalado entre a
conjunção e o restante da oração: “...mas, do ponto de vista político,
assistiu-se...”. A retirada dela fragmentaria indevidamente a oração: “...mas
do ponto de vista político, assistiu-se...”.
Resposta – Item errado.

1 A expansão da telefonia celular, impulsionada pela


privatização do sistema TELEBRAS, em 1998, está entre as
maiores conquistas da economia brasileira nas últimas duas
4 décadas. [...]
Veja, 25/7/2012, p. 70-1 (com adaptações).

7. (Cespe/Anatel/Analista Administrativo/2012) Feitas as necessárias


adaptações na grafia das palavras, o adjunto adverbial “em 1998” (L.2)
poderia ser deslocado, seguido da vírgula, para o início do parágrafo, sem
que o sentido original e a correção gramatical do texto fossem
prejudicados.

Comentário – Gramaticalmente, não haveria problema. Deslocado para o


início do período, o adjunto adverbial é separado pela vírgula. Mas o sentido
original do texto estaria prejudicado. Observe: Em 1998, A expansão da
telefonia celular, impulsionada pela privatização do sistema TELEBRAS, em
1998, está entre as maiores conquistas da economia brasileira nas últimas
duas décadas. Dessa forma, a circunstância de tempo deixa de fazer referência
à época da “privatização do sistema TELEBRAS” para indicar quando se deu “A
expansão da telefonia celular”. Além disso, a incoerência surgiria entre a noção
pretérita do ocorrido (“Em 1998, A expansão da telefonia celular”) e a forma

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 7


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

verbal indicativa de um acontecimento presente (“está”), quando deveria ser


flexionada também no passado (“esteve” ou “estava”).
Resposta – Item errado.

[...]
pelo eleitor no resultado das urnas. Assim, embora louvável o
7 esforço, não lhe cabe primar por “votos de qualidade”, apenas
pelos votos legitimamente conquistados.
[...]
de sua vontade. Embora por vezes seja atraente o discurso de
13 que uma das funções da justiça eleitoral seria incentivar o
eleitor a melhor escolher seus candidatos, a utilizar-se de
critérios objetivos e a não levar em conta elementos menores
16 que o interesse público, este não é o seu papel.
Paola Biaggi Alves de Alencar. A concretização do direito eleitoral
a partir dos princípios constitucionais estruturantes. In: Revista
de Julgados/Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, vol. 1, 2002,
Cuiabá: TRE/MT, 2002/6 v, p. 99 (com adaptações).

8. (Cespe/TRE-MS/Analista Judiciário/2013) O mesmo motivo justifica o


emprego de vírgula logo depois de “esforço” (L.7) e de “candidatos”
(L.14).

Comentário – Não é bem isso. Na linha 4, a vírgula ajuda a isolar o adjunto


adverbial “embora louvável o esforço” intercalado. Observe atentamente que a
oração em negrito sofreu uma quebra na sua sequência natural: “Assim,
embora louvável o esforço, não lhe cabe”.
Na linha 14, a vírgula separa termos que desempenham a
mesma função sintática: objeto indireto do verbo “incentivar”. Repare que o
complemento direto desse verbo é o termo “o eleitor” e que os complementos
indiretos estão regidos pela preposição “a”:

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 8


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

VTDI OD OI
a melhor escolher seus
candidatos, a utilizar-se
de critérios objetivos e a
incentivar o eleitor
não levar em conta
elementos menores
que o interesse público

Resposta – Item errado.

1 O Tribunal Regional do Trabalho da 10.ª Região


(TRT), após autorização da presidenta, efetuou a doação de
diversos equipamentos, chamados de “passíveis de
4 desfazimento” [...]
Internet: <www.trt10.jus.br> (com adaptações).

9. (Cespe/TRT-10ª Região (DF e TO)/Técnico Judiciário/2013) O trecho “após


autorização da presidenta” (L.2) está entre vírgulas porque se trata de
adjunto adverbial intercalado na oração principal, ou seja, deslocado em
relação à ordem direta.

Comentário – A história se repete! Observe o quadro abaixo e constate a


intercalação que houve entre sujeito e verbo.

ADJ. ADV. (TEMPO)


SUJEITO VERBO
INTERCALADO
O Tribunal Regional do após autorização da
efetuou
Trabalho da 10.ª Região presidenta

Resposta – Item certo.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 9


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

[...]
Isso ocorre desde os desdobramentos da Revolução
Industrial no século XIX, quando ciência e tecnologia
10 passaram a constituir um binômio, abreviadamente
expresso por C&T, no qual, cada vez mais, conhecimento
científico e técnica se entrelaçam. [...]

Raquel Folmer Corrêa. Tecnologia e sociedade: análise de tecnologias sociais


no Brasil contemporâneo. Porto Alegre: UFRGS, 2010. Dissertação de mestrado.
In: Internet: <http://www.lume.ufrgs.br> (com adaptações).

10. (Cespe/INPI/Todos os Cargos/2013) Na linha 11, a retirada da vírgula


logo após a expressão “no qual” acarretaria prejuízo gramatical ao texto.

Comentário – É muito útil reescrever o trecho sem a tal vírgula indicada pelo
examinador: “no qual cada vez mais, conhecimento científico e técnica se
entrelaçam”. Observe que tanto a expressão “no qual” (que substitui “binômio)
como a expressão “cada vez mais” funcionam na oração como adjuntos
adverbiais de lugar e de intensidade, respectivamente. A vírgula cuja retirada
o examinador propõe separa dois termos com a mesma função sintática, como
no seguinte exemplo bem simplório: Comprei maçã, banana, uva e abacaxi.
Portanto o emprego dela está perfeitamente adequado e sua retirada afetaria a
gramaticalidade do texto.
Resposta – Item certo.

1 Em 2012, o CNJ promoveu, em parcerias com órgãos


do Executivo e do Judiciário, campanhas importantes para
promover o bem-estar do cidadão, como a da aplicação da Lei
[...]
Internet: <www.cnj.jus.br/q2rc> (com adaptações).

11. (Cespe/2013/CNJ/Técnico Judiciário/Área Administrativa) Na linha 1, a


vírgula logo após “2012” poderia ser suprimida, sem prejuízo para a

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 10


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

correção gramatical do texto, uma vez que a expressão “Em 2012”


classifica-se como um adjunto adverbial de pequena extensão.

Comentário – Esta questão é muito oportuna, pois sinaliza o posicionamento


do Cespe em relação ao assunto. Nota-se que a banca também admite a
possibilidade de o adjunto adverbial de pequeno corpo não ser separado pela
vírgula mesmo estando antecipado.
Resposta – Item certo.

d) separar o aposto explicativo:


Ex.: Jorge Amado, autor de “Jubiabá”, é um excelente romancista.

1 Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros, o


verão não é sinônimo apenas de praia, corpos à mostra e pele
bronzeada. O calor extremo provocado por massas de ar quente
[...]
Internet: <www.correioweb.com.br> (com adaptações).

12. (Cespe/2015/FUB/Nível Médio) Seria mantida a correção gramatical do


período caso o fragmento “Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros"
(l.1) fosse deslocado e inserido, entre vírgulas, após “verão" (l.2) feitos os
devidos ajustes de maiúsculas e minúsculas.

Comentário – Vejamos como ficaria a mudança: O verão, estação do ano


mais aguardada pelos brasileiros, não é sinônimo apenas de praia... Note
que o termo entre vírgulas funciona como aposto explicativo do substantivo
“verão”. Com as alterações indicadas pelo examinador, não haveria nenhum
problema para a correção gramatical.
Resposta – Item certo.

e) separar o vocativo:
Ex.: Não toque nesses doces, menino!

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 11


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

f) separar datas de localidades:


Ex.: Brasília, 1º de março de 1985.

g) separar expressões de caráter explicativo, conclusivo, de


retificação, de realce (por exemplo; isto é; ou seja; a saber; ora etc.):
Ex.: Ele consegue, por exemplo, dirigir sozinho.

[...]

13. (Cespe/PC-CE/Inspetor de Polícia/2012) A vírgula após “Ora” (L.3) pode


ser suprimida sem prejuízo para a correção gramatical e para o sentido original
do texto.

Comentário – A palavra “Ora” é interjeição e serve para realçar os


sentimentos (de surpresa, admiração) do enunciador. A vírgula não deve ser
retirada, sob pena de prejudicar a pausa característica da entonação e de
possibilitar a compreensão desse vocábulo como sendo uma flexão do verbo
orar.
Resposta – Item errado.

[...]
sobreviveu nos tribunais. O Código Penal de 1890 livrava da
condenação quem matava “em estado de completa privação de
19 sentidos”. O atual Código Penal, de 1940, abrevia a pena dos
criminosos que agem “sob o domínio de violenta emoção”. Os
[...]

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 12


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Ricardo Westin e Cintia Sasse. Dormindo com o inimigo. In: Jornal do Senado.
Brasília, 4/jul./2013, p. 4-5. Internet: <www.senado.gov.br> (com adaptações).

14. (Cespe/2014/TJ-SE/Nível Superior) O emprego das vírgulas que isolam


“de 1940” (l. 19) é facultativo, de modo que a supressão dessas vírgulas não
prejudicaria o sentido original ou a correção gramatical do texto.

Comentário – Ao dizer “atual Código Penal” (grifo meu), o autor já sinalizou


que está se referindo ao código de 1940, pois ele é o mais recente e o que
está em vigor. Portanto a expressão “de 1940” tem caráter meramente
explicativo e deve permanecer entre vírgulas. A retirada delas tornaria a
expressão restritiva e daria a entender que existe outro código penal paralelo
ao de 1940.
Resposta – Item errado.

h) separar conjunções intercaladas:


Ex.: Ela virá; não se sabe, contudo, quando.

[...]
muita autonomia às unidades regionais. Os militares, por outro
10 lado, defendiam um Poder Executivo forte e se opunham à
autonomia buscada pelos civis. Isso sem mencionar as
acirradas disputas internas de cada grupo. Esse era um quadro
13 que demonstrava a grande instabilidade sentida pelos cidadãos
que viveram naqueles anos. Mas havia cidadãos?
[...]

Ane Ferrari Ramos Cajado, Thiago Dornelles e Amanda Camylla Pereira.


Eleições no Brasil: uma história de 500 anos. Brasília: Tribunal Superior
Eleitoral, 2014, p. 27-8. Internet: <www.tse.jus.br> (com adaptações).

15. (Cespe/2015/TRE-GO/Analista Judiciário) A inserção de vírgula logo após


“Mas" (L.14) não prejudicaria a correção gramatical do texto, pois, nesse caso,
a utilização da vírgula é de caráter facultativo.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 13


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Comentário – Muito cuidado! Não há motivos para a inserção de uma vírgula


após a conjunção “Mas”. Os termos estão numa ordem direta, não existe
termo intercalado entre eles. A vírgula fragmentaria indevidamente o período.
Saiba ainda que a conjunção “Mas” não tem caráter adversativo nesse
contexto. Ela é uma palavra denotativa de situação e serve para dar
ocasião ao discurso, para motivar o início do enunciado.
Resposta – Item errado.
i) separar objetos pleonásticos:
Ex.: O relógio, guarda-o no bolso do paletó.
objeto direto objeto direto pleonástico

j) separar o predicativo do sujeito invertido ou intercalado:


Ex.: Decepcionado, o torcedor afastou-se lentamente.
O torcedor, decepcionado, afastou-se lentamente.

II. Entre orações, serve para:

a) separar orações coordenadas assindéticas


Ex.: Pare, olhe, siga.

b) separar as orações coordenadas sindéticas, exceto as


aditivas.
Ex.: Vá, mas volte sempre.

Obs.: usa-se a vírgula para separar orações coordenadas


sindéticas aditivas de sujeitos diferentes ou com repetição da conjunção.

Ex.: Ele foi ao Japão, e ela foi à Itália.

sujeito sujeito

E estuda, e trabalha, e dorme...

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 14


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Atenção! Há casos em que as típicas conjunções aditivas


introduzem orações adversativas; assim sendo, o emprego da vírgula é
obrigatório. Ex.: Estudou, e não passou. (semanticamente, a conjunção “e”
tem valor adversativo)

c) separar orações adverbiais antecipadas ou intercaladas


(quando vierem na ordem direta, o emprego será facultativo)
Ex.: Ao anoitecer, saíram.
Saíram ao anoitecer.
Saíram, ao anoitecer.

[...]

[...]

16. (Cespe/TJ-RR/Nível Superior/2012) A omissão da vírgula empregada após


a palavra “defesa” (L.7) acarretaria incorreção gramatical.

Comentário – Não há dúvida sobre isso. O segmento inicial “Quando se fala


em defesa” constitui uma oração (note a presença do verbo falar) que está
antecipada. A vírgula obrigatoriamente deve separar essa oração.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 15


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Resposta – Item certo.

[...]
10 e harmonia nas sociedades estatais. A concentração do poder
em um só órgão ou pessoa viria sempre em detrimento do
exercício da liberdade. É que, como observou Montesquieu,
13 “todo homem que tem poder tende a abusar dele; ele vai até
onde encontra limites. Para que não se possa abusar do poder
[...]

Fernanda Leão de Almeida. A garantia institucional do Ministério Público em função da


proteção dos direitos humanos. Tese de doutorado. São Paulo: USP, 2010, p. 18-9.
Internet: <www.teses.usp.br> (com adaptações).

17. (Cespe/2015/MPU/Analista) A correção gramatical e a coerência do texto


seriam preservadas, caso a vírgula empregada logo após o vocábulo “que”
(l.12) fosse eliminada.

Comentário – Observe que o segmento entre vírgulas (“como observou


Montesquieu”) constitui uma oração subordinada adverbial conformativa. Como
ela surgiu intercalada, os sinais de pontuação são obrigatórios. A retirada de
uma vírgula ou das duas prejudica o texto.
Resposta – Item errado.

[...]
Naquela época, o voto não era universal: para
participar do processo eleitoral, requeriam-se 200 mil réis de
13 renda líquida anual comprovada. Havia, no entanto, a previsão
[...]
Títulos eleitorais: 1881-2008. Brasília: Tribunal Superior
Eleitoral, Secretaria de Gestão da Informação, 2009,
p. 11-2. Internet: <www.tse.jus.br> (com adaptações).

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 16


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

18. (Cespe/2015/TRE-GO/Técnico Judiciário) Caso a vírgula que sucede o


vocábulo “eleitoral” (l.12) fosse suprimida, o sentido do texto seria
preservado, mas não a sua correção gramatical.

Comentário – O segmento “para participar do processo eleitoral” constitui


uma oração subordinada adverbial antecipada. Por isso o emprego da vírgula é
obrigatória. A retirada dela prejudicaria gramaticalmente o texto, embora o
sentido permanecesse inalterado.
Resposta – Item certo.

d) separar orações subordinadas adjetivas explicativas.


Ex.: Jesus Cristo, que também é Deus, ressuscitou.

Leis anticorrupção não andam


1 O Brasil é signatário de pelo menos quatro
convenções internacionais que tratam do combate à corrupção.
No entanto, segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas,
4 desperdiça cerca de R$ 7 bilhões por ano com a perda de
produtividade provocada por fraudes públicas, além de figurar
entre os principais países onde a corrupção é um empecilho
7 para o crescimento. [...]
Correio Braziliense, 19/9/2012, p. 6 (com adaptações).

19. (Cespe/TCE-ES/ACE/2012) A inserção de vírgula imediatamente após a


palavra “internacionais” (L.2) manteria a correção gramatical e o sentido
original do texto e ainda conferiria ênfase à ideia expressa na oração
subsequente, ou seja, ao fato de as convenções internacionais versarem
sobre o combate à corrupção.

Comentário – A correção gramatical não seria prejudicada, pois a vírgula faria


surgir oração adjetiva explicativa e esta tem amparo na gramática. Mas o
sentido original do texto seria alterado, porque a oração “que tratam do
combate à corrupção” perderia seu caráter restritivo para assumir

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 17


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

características de natureza explicativa. A ausência da vírgula serve para


expressar a existência de convenções que tratam do combate à corrupção e de
outras que não tratam do tema. Nosso país participa de pelo menos quatro
convenções que tratam desse combate. Mas, com a vírgula, indica-se que
todas as convenções internacionais, sem distinção, tratam do combate à
corrupção.
Resposta – Item errado.

[...]
10 as pessoas não torceram apenas pela condenação dos principais
suspeitos. Torceram também para que a versão que inculpou
o pai e a madrasta fosse verdadeira.
[...]

Maria Rita Khel. A morte do sentido. Internet:


<www.mariaritakehl.psc.br> (com adaptações).

20. (Cespe/Polícia Federal/Escrivão/213) Sem prejuízo da correção gramatical


e do sentido do texto, a oração “que inculpou o pai e a madrasta” (l.11-
12) poderia ser isolada por vírgulas, sendo a opção pelo emprego desse
sinal de pontuação uma questão de estilo apenas.

Comentário – Haveria prejuízo para o sentido do texto se a oração indicada


fosse isolada por vírgulas. Repare: Torceram também para que a versão, que
inculpou o pai e a madrasta, fosse verdadeira. Isolada, a oração adjetiva perde
sua característica restritiva e ganha caráter meramente explicativo. Ela deixa
de estabelecer distinção entre diferentes tipos de versões (versão “a”, versão
“b”, versão que inculpou o pai e a madrasta” etc.). Passa a considerar a
existência de apenas uma versão e evidencia um fato subentendido: que a tal
versão inculpou o pai e a madrasta.
No Cespe, este tipo de questão é muito recorrente. Você
precisa entender que a mudança de uma oração adjetiva restritiva em
explicativa (ou vice-versa) implica prejuízo semântico para a ideia original. Não

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 18


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

se trata meramente de uma questão de estilo, conforme afirmou o


examinador.
Resposta – Item errado.
[...]
militares. Os civis, representados pelas elites das principais
7 províncias — São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio
Grande do Sul —, queriam uma república federativa que desse
muita autonomia às unidades regionais. Os militares, por outro
10 lado, defendiam um Poder Executivo forte e se opunham à
autonomia buscada pelos civis. Isso sem mencionar as
[...]
Ane Ferrari Ramos Cajado, Thiago Dornelles e Amanda Camylla Pereira.
Eleições no Brasil: uma história de 500 anos. Brasília: Tribunal Superior
Eleitoral, 2014, p. 27-8. Internet: <www.tse.jus.br> (com adaptações).

21. (Cespe/2015/TRE-GO/Analista Judiciário) Caso as vírgulas que isolam o


trecho “representados (...) do Sul —" (L. de 6 a 8) fossem suprimidas, a
correção gramatical do texto seria mantida, mas o seu sentido original
seria alterado.

Comentário – Repare que o examinador questiona dois aspectos: a correção


gramatical e o sentido original do texto. A retirada das duas vírgulas não
acarretaria prejuízo gramatical, mas alteraria o caráter explicativo do
segmento isolado para restritivo. De acordo com a mensagem original, todos
os civis eram representados pelas elites citadas e queriam a tal república
federativa. Sem as vírgulas, a ideia seria a seguinte: apenas os civis que eram
representados pelas elites citadas queriam a tal república federativa. Ou seja,
os civis passariam a ser divididos em dois grupos diferentes.
Resposta – Item certo.

e) separar as orações intercaladas:


Ex.: Creio, disse ele, que esse é um caso perdido.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 19


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

1 Enviar informações para um território de


8,514 milhões de km2, colocando em contato mais de
190 milhões de habitantes, e, além disso, gerar riqueza e
4 avanço social não são tarefa fácil. [...]
Internet: <www.ipea.gov.br> (com adaptações).

22. (Cespe/Anatel/Técnico Administrativo/2012) O emprego de vírgulas para


isolar o segmento “colocando em contato mais de 190 milhões de
habitantes” (L.2-3) justifica-se por isolar oração reduzida de gerúndio
intercalada.

Comentário – A questão vem contemplar a regrinha explicada acima. A


oração reduzida de gerúndio intercalou-se entre um dos segmentos que
compõe o sujeito composto e o verbo: Enviar informações... e... gerar riqueza
e avanço social não são tarefa fácil.
Resposta – Item certo.

f) separar as orações subordinadas substantivas apositivas:


Ex.: É imprescindível que o país adote duas diretrizes, distribuir
renda e reconstruir o ensino público.

III. Não se usa vírgula


a) entre sujeito e verbo (mesmo quando o sujeito é muito longo
ou vem depois do predicado):
Ex.: Os pequenos filhotes de vira-lata destruíram meu jardim.
sujeito predicado

Obs.: a intercalação de termos entre o sujeito e o verbo deve ser


marcada por vírgulas, uma antes e outra depois.
Ex.: Os deputados, ontem à tarde, decidiram aceitar o projeto do
sujeito predicado

presidente da República.
b) entre o verbo e seu complemento (OD ou OI):
Ex.: Entreguei o presente ao aniversariante.
verbo OD OI

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 20


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

c) entre o nome e seu adjunto ou complemento:


Ex.: A todos os presentes informamos os novos valores
nome
dos produtos que vendemos.
adjunto adnominal
Não há necessidade de tanta estupidez.
nome complemento nominal

d) para isolar o agente da passiva


Ex.: As medidas econômicas foram aprovadas pelo presidente.

e) para separar as orações subordinadas substantivas (exceto a


apositiva) da sua principal.

Ex.: Duvido de que esse prefeito dê prioridade às questões sociais.


oração subordinada substantiva objetiva indireta

Veja como essa matéria já foi cobrada em prova.

[...]

23. (Cespe/PC-CE/Inspetor de Polícia/2012) Na linha 33, caso se insira, antes


de “caracterizado”, o segmento que é, será necessário, para a
manutenção da correção gramatical e do sentido do período, o emprego
de vírgula após “mundo”.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 21


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Comentário – Observe a alteração proposta pela banca: E considerar outras


formas de soberania que respondam melhor a um mundo que é caracterizado
ao mesmo tempo pela desigualdade e pela diversidade.
Sem o segmento que é, o sentido do substantivo “mundo” já
figurava limitado, restrito, qualificado pela expressão “caracterizado ao mesmo
tempo pela desigualdade e pela diversidade”. O enunciador não se referia a um
mundo qualquer, mas a um mundo específico, caracterizado por aquilo que foi
explicitado no texto.
A inclusão do pronome relativo e do verbo (que é) apenas
ressaltaria, por meio da oração subordinada adjetiva restritiva desenvolvida, o
caráter particular, específico atribuído ao substantivo “mundo”. E por se tratar
de uma oração adjetiva restritiva, a vírgula não deve ser empregada.
Portanto a manutenção da correção gramatical e do sentido do
período fica preservada sem a necessidade de vírgula após “mundo”.
Resposta – Item errado.

[...]
10 A rigor, não há grande diferença entre o emprego
dessas duas palavras na psicanálise e no materialismo histórico.
[...]
Maria Rita Kehl. 18 crônicas e mais algumas.
São Paulo: Boitempo, 2011, p. 142 (com adaptações

24. (Cespe/PF/Agente/2012) Com correção gramatical, o período “A rigor (...)


histórico” (l.10-11) poderia, sem se contrariar a ideia original do texto, ser
assim reescrito: Caso se proceda com rigor, a análise desses conceitos,
verifica-se que não existe diferenças entre eles.

Comentário – Existe aqui uma série de erros. Vou me deter àquele que diz
respeito à pontuação. As vírgulas isolam a expressão “a análise desses
conceitos” erroneamente. Do modo como figura no enunciado, a expressão
desligada de um verbo não funciona nem como sujeito, nem como

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 22


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

complemento dele. Parece que a intenção tem a ver com o último caso e
deveria funcionar como complemento indireto da forma verbal “proceda”. Este
verbo é transitivo indireto no sentido de levar a efeito, executar, realizar. Mas
isso nos levaria a apontar outros problemas de construção sintática, os quais
se distanciam do foco desta aula sobre pontuação. De qualquer forma, já dá
para notar que a reescritura proposta pelo examinador está truncada.
Resposta – Item errado.

PONTO

I. Em relação ao mesmo parágrafo, é empregado no final de


cada período, indicando uma pausa mais longa entre as frases.
Ex.: A menina abriu os olhos pasmada. Suavemente avisado, o
cachorro estacou diante Del. Sua língua vibrava. Ambos se olhavam. (Clarice
Lispector)
II. Em relação a parágrafos distintos, assinala a passagem de
um conjunto de ideias a outro de natureza diversa.
Ex.: A monarquia se enterrava. Revogou-se, portanto, o exílio dos
Braganças, trouxeram-me para cá os ossos do velho monarca e de sua esposa.
E recebeu-se a visita do Rei Alberto, a quem ofereceram festas magníficas.
As finanças do Brasil não iam mal, permitiam despesas de
vulto. Iniciaram-se então as obras contra a seca do Nordeste, que logo foram
interrompidas. (Graciliano Ramos)

PONTO DE INTERROGAÇÃO

I. Usado nas interrogações diretas.


Ex.: Fazer o quê? O vazamento se dava entre o soalho e o forro,
não havia acesso possível. Onde descobrir um bombeiro em Londres, num
sábado à noite? (Fernando Sabino)

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 23


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

PONTO DE EXCLAMAÇÃO

I. Usa-se nos enunciados de entonação exclamativa, depois de


interjeições, vocativos, verbos no imperativo.

Ex.: Que linda manhã!


Ai! Essa doeu.
Filho! Vem aqui.
Avançar!
PONTO E VÍRGULA (pausa intermediária entre o ponto e a vírgula)

I. O emprego deste sinal de pontuação depende muito do


contexto. Em geral, podemos seguir as orientações abaixo quanto ao seu uso:

a) para separar, numa série coordenada, elementos que já


estão anteriormente separados por vírgula, a fim de ressaltar a hierarquia
das informações:
Ex.: Encontramos na reunião: José, o presidente; Pedro, o vice;
Carlos, o primeiro-secretário; Francisco, o tesoureiro; e outros convidados.

b) para separar enumeração após dois pontos:


Ex.: Os alunos devem respeitar a seguintes regras:
– não fumar dentro do colégio;
– não fazer algazarras durante o intervalo;
– respeitar os funcionários e os colegas;
– trazer sempre o material escolar.

c) para separar as orações coordenadas sindéticas com


conjunção intercalada:
Ex.: Apressou-se; não chegou, porém, a tempo.

Veja como esta matéria foi cobrada em prova.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 24


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

[...]

[...]

25. (Cespe/PC-CE/Inspetor de Polícia/2012) Sem que haja prejuízo para o


sentido original do texto, “Isso” (L.24) pode ser corretamente substituído
por o que, desde que se substitua o ponto que antecede esse pronome
por ponto e vírgula.

Comentário – Veja como ficaria o que o examinador afirma: Por outro, o fato
de o império absorver povos diferentes faz que alguns de seus componentes
desejem destacar-se do conjunto; o que explica por que os impérios
perduram, racham, reconfiguram-se e caem.
Ao que parece, a nova redação enfatiza o desejo de alguns
componentes do conjunto de se destacarem dele como explicação do fato de
os impérios perdurarem, racharem, reconfigurarem-se e caírem.
Antes, porém, a pausa mais intensa proporcionada pelo ponto e
a imediata iniciação de novo período com o pronome demonstrativo “Isso”
parece retomar toda a ideia anterior como explicação do fato de os impérios
perdurarem, racharem, reconfigurarem-se e caírem. Em outras palavras, tanto
a atitude do império absorvendo povos diferentes, quanto o desejo de alguns
componentes do conjunto de se destacarem dele servem de explicação.
Resposta – Item errado.

1 Em 2012, o CNJ promoveu, em parcerias com órgãos


do Executivo e do Judiciário, campanhas importantes para
promover o bem-estar do cidadão, como a da aplicação da Lei
4 Maria da Penha no âmbito dos tribunais; a do reconhecimento
da paternidade voluntária; a do fortalecimento da ideia de
conciliação no Judiciário; e a de valorização da vida.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 25
Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

[...]
Internet: <www.cnj.jus.br/q2rc> (com adaptações).

26. (Cespe/CNJ/Técnico Judiciário/2013) Prejudica-se a correção gramatical


do período ao se substituir os sinais de ponto e vírgula por vírgulas no
trecho “como a da aplicação da Lei Maria da Penha (...) a de valorização
da vida” (L.3-6).

Comentário – Os sinais de ponto e vírgula separam elementos coordenados


de uma série enumerativa. Sem dúvida alguma, o sinal de ponto e vírgula
confere maior destaque a cada elemento da série, separando-o do seu
consequente imediato. Mas a vírgula também poderia ser empregada sem
acarretar prejuízo gramatical.
Resposta – Item errado.

DOIS-PONTOS

I. Antes de uma citação.


Ex.: Disse Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém
vem ao Pai senão por mim”. (João 14:6)

II. Para introduzir a fala de uma personagem, no discurso


direto.
Ex.: Sempre que o professor entra em sala ele diz:
– Essa moleza vai acabar.

III. Antes de uma enumeração.


Ex.: A dupla articulação da linguagem caracteriza-se: a) pela
combinação e b) pela comutação.

1 Uma casa tem muita vez as suas relíquias, lembranças


de um dia ou de outro, da tristeza que passou, da felicidade que
se perdeu. Supõe que o dono pense em as arejar e expor para
[...]

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 26


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Machado de Assis. Advertência. In: Relíquias da


casa velha. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1986.

27. (Cespe/2015/CGE-PI/Auditor Governamental) O emprego de dois-pontos


em substituição à vírgula logo após a expressão “suas relíquias” (l.1) não
geraria erro gramatical.

Comentário – O que vem após a vírgula constitui uma sequência enumerativa


em relação às “relíquias” contidas numa casa. Como o sinal de dois-pontos
também pode ser empregado antes de uma enumeração, a troca não geraria
erro gramatical.
Resposta – Item certo.

IV. Para esclarecer, explicar ou concluir o que foi dito.


Ex.: Todos já sabiam: ele não seria eleito.

[...]

28. (Cespe/PC-CE/Inspetor de Polícia/2012) Com os devidos ajustes de


maiúsculas e minúsculas, o ponto após “passados” (L.27) pode ser
substituído por dois-pontos sem que haja prejuízo para a correção
gramatical e o sentido original do texto.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 27


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Comentário – O trecho ficaria assim: Pensar o império significa ressuscitá-lo


dos mundos passados: trata-se de considerar a multiplicidade de formas de
exercício do poder sobre um dado espaço. Note que a informação posterior aos
dois-pontos serve de esclarecimento ou conclusão do que foi dito antes.
Resposta – Item certo.

29. (Cespe/2015/MEC/Cargos de Nível Superior) Na linha 9, os dois-pontos


têm a função de introduzir uma explicação referente à informação
anterior.

Comentário – Sim, é verdade. A informação seguinte constitui um


esclarecimento sobre a mensagem otimista mencionada pelo enunciador.
Resposta – Item certo.

V. Para separar uma oração subordinada substantiva apositiva.


Ex.: Só espero uma coisa: que você estude.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 28


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

RETICÊNCIAS

I. Para indicar indecisão, dúvida, insegurança, hesitação,


surpresa na fala da personagem.

Ex.: Jacó! Diga-me... você... me traiu?


II. Para indicar que, em um diálogo, a fala de uma personagem
foi interrompida pela fala de outra.

Ex.: – Já que todos deram sua opinião...


– Um momento, seu presidente, ainda falta eu.

III. Para sugerir ao leitor que dê continuidade à ideia suspensa.

Ex.: Quem não se comunica...


IV. Para indicar, em uma transcrição, que alguns trechos foram
suprimidos.

Ex.: “Vou contar aos senhores [...], principiou Alexandre


amarrando o cigarro de palha.” (Graciliano Ramos)

30. (Cespe/STJ/Técnico Judiciário/Telecomunicações e Eletricidade/2012) O


ponto final empregado logo após “imprensa” poderia ser corretamente
substituído por reticências.

Comentário – É muito importante notar que o examinador focaliza a correção


gramatical, e não a alteração de sentido. Com o ponto final, a frase está
plenamente acabada, isto é, a ideia transmitida está completa. Com
reticências, a ideia torna-se suspensa (o pensamento é interrompido), e o
interlocutor é instigado a imaginar ou completar o sentido da informação. Mas
não existe erro.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 29


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Resposta – Item certo.

TRAVESSÃO

I. Nos diálogos, marca a mudança de interlocutor.

Ex.: – Quais são os símbolos da pátria?


– Que pátria?
– Da nossa pátria, ora bolas! (Paulo Mendes Campos)

II. Serve para isolar/separar palavras, expressões e orações


explicativas, frases intercaladas.

Ex.: Mesmo com o tempo revoltoso – chovia, parava, chovia,


parava outra vez... – a claridade devia ser suficiente p’ra mulher ter avistado
mais alguma coisa. (Mário Palmério)

1 A economia solidária vem-se apresentando como uma


alternativa inovadora de geração de trabalho e renda e uma
resposta favorável às demandas de inclusão social no país. Ela
4 compreende uma diversidade de práticas econômicas e sociais
organizadas sob a forma de cooperativas, associações, clubes
de troca, empresas de autogestão e redes de cooperação — que
7 realizam atividades de produção de bens, prestação de serviços,
finanças, trocas, comércio justo e consumo solidário.
[...]

Internet: <http://portal.mte.gov.br/imprensa> (com adaptações).

31. (Cespe/TRT-10ª Região (DF e TO)/Analista Judiciário/2013) A supressão


do travessão empregado na linha 6 não afetaria a correção gramatical do
texto, mas alteraria o seu sentido original.

Comentário – O travessão separa uma oração adjetiva explicativa. A


supressão dele realmente manteria a correção gramatical do texto, mas

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 30


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

afetaria o sentido original. A oração explicativa se tornaria restritiva. Esse tipo


de questionamento é comum nas provas do Cespe. Fique atento!
Resposta – Item certo.

[...]
Como nos três anos anteriores, vinte alunos foram vencedores
― cinco em cada gênero trabalhado pelo projeto. Além de
19 opinião (2.º e 3.º anos do ensino médio), a olimpíada destacou
[...]

Língua Portuguesa, 1/2015. Internet: <www.revistalingua.uol.com.br> (com adaptações).

32. (Cespe/2015/FUB/Nível Médio) Na linha 18, caso o travessão fosse


substituído por dois-pontos, não haveria prejuízo para a correção
gramatical do texto.

Comentário – O travessão separa adequadamente uma expressão que


funciona como aposto. Na verdade, ela retoma os “vinte alunos” e os distribui
em grupos de cinco pessoas, de acordo com os gêneros dos trabalhos. Com
esse papel, o travessão poderia muito vem ser substituído pelo sinal de
dois-pontos: Como nos três anos anteriores, vinte alunos foram vencedores:
cinco em cada gênero trabalhado pelo projeto.
Resposta – Item certo.
Atenção! Uso de travessões em vez de vírgulas

Muitas vezes, as vírgulas são substituídas por travessões. Isso


confere modernidade ao texto, além de deixá-lo mais claro. Veja:
1) E aquelas que ainda não tiveram a sua oportunidade – a sua
hora e sua vez, como diria mestre Rosa – ficam num desespero de "aparecer",
de "vencer", de "ser alguém". (Ser alguém, Rachel de Queiroz)
2) Hoje é dia de falar das sogras, essas santas senhoras tão mal
compreendidas neste mundo de Deus. Acredite em tudo o que você sempre
ouviu falar de mal delas, que são perigosas; a melhor política, já que não se
pode matá-la – ainda –, é a distância. (Danuza Leão. Sogra X Sogra)

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 31


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

3) Como temos pouco poder e voz na arena internacional – e


temos cada vez menos –, os maus resultados por fazer a coisa certa de
maneira errada (para não dizer, errática, como no Mercosul, por exemplo)
permanecem restritos ao nosso território e pesam apenas sobre os nossos
próprios ombros. [...] E seu governo, em vez de fazer certa a coisa -
destravando os investimentos, para fazer a coisa certa, aumentar o
crescimento -, optou por um choque de demanda: [...]. (Marco Antonio Rocha.
O crescimento do Peru no pires. In: Estadão, 5/2/2007)

4) Ironia das ironias, o CMN (Conselho Monetário Nacional) decidiu,


alguns dias antes da semana do consumidor – comemora-se neste 15 de
março o Dia Internacional do Consumidor –, reduzir o rendimento das
cadernetas de poupança e, por tabela, do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo
de Serviço). (Maria Inês Dolci. Balas perdidas contra o consumido. In: Folha,
13/32007)
5) Primeiro, partindo do fato de que os êxitos da medicina estão
eliminando infecções que são das causas mais freqüentes de mortes – e com
isso alongam a vida média das pessoas –, coloca-se esta questão: a
contrapartida da vida mais longa costuma ser a convivência com doenças
crônicas, degenerativas e/ou desabilitantes; O que é mesmo a morte? E a
vida? (Washington Novaes. In: Estadão, 1/2/2008)
Você deve ter observado que, nos exemplos 3, 4 e 5, após o
travessão, há vírgula. Por quê? Experimente tirar o que está entre os
travessões. Você verá que a vírgula é obrigatória.

PARÊNTESES

I. Nas indicações bibliográficas.

Ex.: “Sede assim qualquer coisa serena, isenta, fiel.” (MEIRELLES,


Cecília. Flor de poemas. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1972, p. 109.)
II. Nas indicações cênicas dos textos teatrais.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 32
Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Ex.: – Mãos ao alto! (João automaticamente levanta as mãos, com


os olhos fora das órbitas. Amália se volta.) (G. Figueiredo)

III. Para isolar termos e orações intercaladas de natureza


semântica explicativa.

Ex.: “... e a jovem (ela tem dezenove anos) poderia mordê-lo,


morrendo de fome.” (Clarice Lispector)

Veja como a matéria foi cobrada em prova.

[...]
planos de saúde, bem como o equilíbrio do setor. O grupo
7 técnico — composto por representantes de operadoras,
beneficiários, órgãos de defesa do consumidor, entre outros —
estudou o tema e levou em consideração inúmeras publicações
10 disponíveis que dão suporte à proposta feita pela ANS. Além
[...]
Internet: <www.ans.gov.br> (com adaptações).

33. (Cespe/ANS/Técnico Administrativo/2013) Mantém-se a correção


gramatical do período ao se substituir os travessões (l.7 e 8) por vírgulas
ou parênteses.

Comentário – Os travessões foram empregados para isolar uma oração


reduzida de particípio de natureza explicativa. Temos visto até aqui que eles,
os parentes e as vírgulas podem isolar termos e orações dessa mesma
natureza que se intercalam entre a ordem natural dos termos. Veja como
ficaria já com as substituições:
a) O grupo técnico (composto por representantes de
operadoras, beneficiários, órgãos de defesa do
consumidor, entre outros) estudou o tema...

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 33


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

b) O grupo técnico, composto por representantes de


operadoras, beneficiários, órgãos de defesa do
consumidor, entre outros, estudou o tema...
Devemos reconhecer que, no segundo caso, como já há
outras vírgulas internas na oração intercalada, o emprego de mais duas
vírgulas poluiria o texto, sendo recomendável mesmo a utilização dos
travessões ou dos parênteses para ressaltar a hierarquia entre os constituintes
sintáticos do trecho. Mas o uso das vírgulas em nada prejudicaria a correção
gramatical do período.
Resposta – Item certo.

ASPAS

I. Para indicar citações textuais (palavra, expressão, frase ou


trecho).

Ex.: “Viver é lutar”, disse Gonçalves Dias.


II. Para assinalar neologismos, estrangeirismos, gírias etc.

Ex.: Havia um “play-ground” excelente.


Ele era o que mais “colava” na prova.
III. Citar títulos de obras artísticas ou científicas (livros, revistas,
jornais, filmes).

Ex.: “Vidas Secas” ganhou vários prêmios.

IV. Para indicar ironia.

Ex.: Com um “amigo” desses... ninguém precisa de inimigo!

V. Também as aspas são usadas para ressaltar conceitos que se


deseja pôr em evidência.

Ex.: Desde os cinco anos merecera eu a alcunha de “menino


diabo”. (Machado de Assis)

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 34


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Veja como esta matéria já foi cobrada em prova.

1 O Tribunal Regional do Trabalho da 10.ª Região


(TRT), após autorização da presidenta, efetuou a doação de
diversos equipamentos, chamados de “passíveis de
4 desfazimento” [...]
Internet: <www.trt10.jus.br> (com adaptações).

34. (Cespe/TRT-10ª Região (DF e TO)/Técnico Judiciário/2013) O emprego de


aspas em ‘passíveis de desfazimento’ (L.3-4) justifica-se porque
‘desfazimento’ é expressão não dicionarizada que constitui neologismo.

Comentário – Não se trata de um neologismo, pois o vocábulo desfazimento


encontra-se elencado nos mais diversos dicionários (Aulete, Michaelis) e no
próprio Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP).
As aspas foram utilizadas para ressaltar um conceito bem
conhecido no ambiente administrativo e contábil.
Resposta – Item errado.

Fique com Deus e até o próximo encontro!

Albert Iglésia

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 35


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Lista das Questões Comentadas

1 A participação das mulheres no mercado de trabalho


tem-se ampliado nas últimas décadas, todavia elas ainda
enfrentam processos de segregação ocupacional horizontal e
4 vertical de gênero, marcados, entre outros aspectos, por
discriminação, precarização, desigualdades salariais e
desvalorização profissional. A divisão do trabalho doméstico,
7 a socialização de homens e mulheres e as relações de poder
entre os gêneros são aspectos que contribuem para a construção
[...]

Nanci Stancki Silva. Engenharias no Brasil: mudanças no perfil de


gênero? Internet: <www.fazendogenero.ufsc.br> (com adaptações).

1. (Cespe/Câmara dos Deputados/Analista/2012) No trecho “A divisão do


trabalho doméstico, a socialização de homens e mulheres e as relações de
poder entre os gêneros” (l.6-8), o emprego da vírgula no lugar do
conectivo “e”, em “homens e mulheres”, não alteraria a relação
semântico-sintática entre os termos da oração.

[...]
O encontro terá a participação de ministros de
10 tribunais superiores, desembargadores, juízes, promotores,
advogados, delegados, diretores de tribunais e professores
universitários. Entre as palestras, painéis e mesas-redondas
13 estão programados temas a respeito de gestão, informatização,
correição virtual, paradigmas, meio ambiente, conciliação,
comunicação, todos eles relacionados à justiça.
Internet: <www.trt10.jus.br> (com adaptações).

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 36


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

2. (Cespe/TRT-10ª Região (DF e TO)/Técnico Judiciário/2013) No segundo


parágrafo, excetuada a última, todas as demais vírgulas têm a mesma
justificativa de uso.

1 As obras de dragagem objetivam remover os


sedimentos que se encontram no fundo do corpo d'água para
permitir a passagem das embarcações, garantindo o acesso ao
4 porto. Na maioria das vezes, a dragagem é necessária quando
da implantação do porto, para o aumento da profundidade
natural no canal de navegação, no cais de atracação e na bacia
7 de evolução. Também é necessária sua realização periódica
para o alcance das profundidades que atendam o calado das
embarcações.

Internet: <www.antaq.gov.br> (com adaptações)

3. (Cespe/Antaq/Nível Médio/2014) A vírgula empregada após “navegação”


(L.6) é utilizada para isolar elementos de mesma função sintática que
compõem uma enumeração.

[...]
que fosse domiciliado. Candidatos a vereador e a juiz de paz
tinham apenas de comprovar residência no município e no
25 distrito por mais de dois anos; candidatos a deputado
provincial, dois anos na província; candidatos a deputado geral,
renda anual de 800 mil réis; e candidatos a senador deviam
28 comprovar, além da idade de quarenta anos, a percepção de
renda anual de um milhão e seiscentos mil réis.
[...]
Títulos eleitorais: 1881-2008. Brasília: Tribunal Superior
Eleitoral, Secretaria de Gestão da Informação, 2009,
p. 11-2. Internet: <www.tse.jus.br> (com adaptações).

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 37


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

4. (Cespe/2015/TRE-GO/Técnico Judiciário) Na linha 26, as vírgulas


empregadas após os vocábulos “provincial” e “geral” evitam a repetição
da expressão “tinham apenas de comprovar”, já expressa na linha 24.

[...]
4 o país planeja estar cada vez mais presente no cosmos. Os
próximos passos serão o lançamento de uma estação espacial
e o envio de astronaves à Lua e a Marte. Tecnologia para essa
7 empreitada os chineses têm. Dinheiro, também. E motivação
política, isso então nem se fala. A missão Shenzhou VII, por
[...]
Tatiana de Mello. A vez dos taikonautas. In: Istoé, 8/10/2008 (com adaptações).

5. (Cespe/2014/TJ-SE/Técnico Judiciário) Na linha 7, a vírgula empregada


após “Dinheiro” marca a elipse do verbo da oração.

[...]

[...]

6. (Cespe/TC-DF/Auditor de Controle Externo/2012) Justifica-se o emprego


da vírgula logo após “mas” (L.18) para enfatizar o sentido de contraste
introduzido por essa conjunção, razão por que a supressão desse sinal de
pontuação não acarretaria prejuízo gramatical ao texto.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 38


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

1 A expansão da telefonia celular, impulsionada pela


privatização do sistema TELEBRAS, em 1998, está entre as
maiores conquistas da economia brasileira nas últimas duas
4 décadas. [...]
Veja, 25/7/2012, p. 70-1 (com adaptações).

7. (Cespe/Anatel/Analista Administrativo/2012) Feitas as necessárias


adaptações na grafia das palavras, o adjunto adverbial “em 1998” (L.2)
poderia ser deslocado, seguido da vírgula, para o início do parágrafo, sem
que o sentido original e a correção gramatical do texto fossem
prejudicados.

[...]
pelo eleitor no resultado das urnas. Assim, embora louvável o
7 esforço, não lhe cabe primar por “votos de qualidade”, apenas
pelos votos legitimamente conquistados.
[...]
de sua vontade. Embora por vezes seja atraente o discurso de
13 que uma das funções da justiça eleitoral seria incentivar o
eleitor a melhor escolher seus candidatos, a utilizar-se de
critérios objetivos e a não levar em conta elementos menores
16 que o interesse público, este não é o seu papel.
Paola Biaggi Alves de Alencar. A concretização do direito eleitoral
a partir dos princípios constitucionais estruturantes. In: Revista
de Julgados/Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, vol. 1, 2002,
Cuiabá: TRE/MT, 2002/6 v, p. 99 (com adaptações).

8. (Cespe/TRE-MS/Analista Judiciário/2013) O mesmo motivo justifica o


emprego de vírgula logo depois de “esforço” (L.7) e de “candidatos”
(L.14).

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 39


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

1 O Tribunal Regional do Trabalho da 10.ª Região


(TRT), após autorização da presidenta, efetuou a doação de
diversos equipamentos, chamados de “passíveis de
4 desfazimento” [...]
Internet: <www.trt10.jus.br> (com adaptações).

9. (Cespe/TRT-10ª Região (DF e TO)/Técnico Judiciário/2013) O trecho “após


autorização da presidenta” (L.2) está entre vírgulas porque se trata de
adjunto adverbial intercalado na oração principal, ou seja, deslocado em
relação à ordem direta.

[...]
Isso ocorre desde os desdobramentos da Revolução
Industrial no século XIX, quando ciência e tecnologia
10 passaram a constituir um binômio, abreviadamente
expresso por C&T, no qual, cada vez mais, conhecimento
científico e técnica se entrelaçam. [...]
Raquel Folmer Corrêa. Tecnologia e sociedade: análise de tecnologias sociais
no Brasil contemporâneo. Porto Alegre: UFRGS, 2010. Dissertação de mestrado.
In: Internet: <http://www.lume.ufrgs.br> (com adaptações).

10. (Cespe/INPI/Todos os Cargos/2013) Na linha 11, a retirada da vírgula


logo após a expressão “no qual” acarretaria prejuízo gramatical ao texto.

1 Em 2012, o CNJ promoveu, em parcerias com órgãos


do Executivo e do Judiciário, campanhas importantes para
promover o bem-estar do cidadão, como a da aplicação da Lei
[...]

Internet: <www.cnj.jus.br/q2rc> (com adaptações).

11. (Cespe/2013/CNJ/Técnico Judiciário/Área Administrativa) Na linha 1,


vírgula logo após “2012” poderia ser suprimida, sem prejuízo para a

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 40


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

correção gramatical do texto, uma vez que a expressão “Em 2012”


classifica-se como um adjunto adverbial de pequena extensão.

1 Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros, o


verão não é sinônimo apenas de praia, corpos à mostra e pele
bronzeada. O calor extremo provocado por massas de ar quente
[...]
Internet: <www.correioweb.com.br> (com adaptações).

12. (Cespe/2015/FUB/Nível Médio) Seria mantida a correção gramatical do


período caso o fragmento “Estação do ano mais aguardada pelos
brasileiros" (l.1) fosse deslocado e inserido, entre vírgulas, após “verão"
(l.2) feitos os devidos ajustes de maiúsculas e minúsculas.

[...]

13. (Cespe/PC-CE/Inspetor de Polícia/2012) A vírgula após “Ora” (L.3) pode


ser suprimida sem prejuízo para a correção gramatical e para o sentido
original do texto.

[...]
sobreviveu nos tribunais. O Código Penal de 1890 livrava da
condenação quem matava “em estado de completa privação de
19 sentidos”. O atual Código Penal, de 1940, abrevia a pena dos
criminosos que agem “sob o domínio de violenta emoção”. Os
[...]
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 41
Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Ricardo Westin e Cintia Sasse. Dormindo com o inimigo. In: Jornal do Senado.
Brasília, 4/jul./2013, p. 4-5. Internet: <www.senado.gov.br> (com adaptações).

14. (Cespe/2014/TJ-SE/Nível Superior) O emprego das vírgulas que isolam


“de 1940” (l. 19) é facultativo, de modo que a supressão dessas vírgulas
não prejudicaria o sentido original ou a correção gramatical do texto.

[...]
muita autonomia às unidades regionais. Os militares, por outro
10 lado, defendiam um Poder Executivo forte e se opunham à
autonomia buscada pelos civis. Isso sem mencionar as
acirradas disputas internas de cada grupo. Esse era um quadro
13 que demonstrava a grande instabilidade sentida pelos cidadãos
que viveram naqueles anos. Mas havia cidadãos?
[...]

Ane Ferrari Ramos Cajado, Thiago Dornelles e Amanda Camylla Pereira.


Eleições no Brasil: uma história de 500 anos. Brasília: Tribunal Superior
Eleitoral, 2014, p. 27-8. Internet: <www.tse.jus.br> (com adaptações).

15. (Cespe/2015/TRE-GO/Analista Judiciário) A inserção de vírgula logo após


“Mas" (L.14) não prejudicaria a correção gramatical do texto, pois, nesse
caso, a utilização da vírgula é de caráter facultativo.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 42


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

[...]

[...]

16. (Cespe/TJ-RR/Nível Superior/2012) A omissão da vírgula empregada após


a palavra “defesa” (L.7) acarretaria incorreção gramatical.

[...]
10 e harmonia nas sociedades estatais. A concentração do poder
em um só órgão ou pessoa viria sempre em detrimento do
exercício da liberdade. É que, como observou Montesquieu,
13 “todo homem que tem poder tende a abusar dele; ele vai até
onde encontra limites. Para que não se possa abusar do poder
[...]
Fernanda Leão de Almeida. A garantia institucional do Ministério Público em função da
proteção dos direitos humanos. Tese de doutorado. São Paulo: USP, 2010, p. 18-9.
Internet: <www.teses.usp.br> (com adaptações).

17. (Cespe/2015/MPU/Analista) A correção gramatical e a coerência do texto


seriam preservadas, caso a vírgula empregada logo após o vocábulo “que”
(l.12) fosse eliminada.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 43


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

[...]
Naquela época, o voto não era universal: para
participar do processo eleitoral, requeriam-se 200 mil réis de
13 renda líquida anual comprovada. Havia, no entanto, a previsão
[...]
Títulos eleitorais: 1881-2008. Brasília: Tribunal Superior
Eleitoral, Secretaria de Gestão da Informação, 2009,
p. 11-2. Internet: <www.tse.jus.br> (com adaptações).

18. (Cespe/2015/TRE-GO/Técnico Judiciário) Caso a vírgula que sucede o


vocábulo “eleitoral” (l.12) fosse suprimida, o sentido do texto seria
preservado, mas não a sua correção gramatical.

Leis anticorrupção não andam


1 O Brasil é signatário de pelo menos quatro
convenções internacionais que tratam do combate à corrupção.
No entanto, segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas,
4 desperdiça cerca de R$ 7 bilhões por ano com a perda de
produtividade provocada por fraudes públicas, além de figurar
entre os principais países onde a corrupção é um empecilho
7 para o crescimento. [...]

Correio Braziliense, 19/9/2012, p. 6 (com adaptações).

19. (Cespe/TCE-ES/ACE/2012) A inserção de vírgula imediatamente após a


palavra “internacionais” (L.2) manteria a correção gramatical e o sentido
original do texto e ainda conferiria ênfase à ideia expressa na oração
subsequente, ou seja, ao fato de as convenções internacionais versarem
sobre o combate à corrupção.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 44


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

[...]
10 as pessoas não torceram apenas pela condenação dos principais
suspeitos. Torceram também para que a versão que inculpou
o pai e a madrasta fosse verdadeira.
[...]
Maria Rita Khel. A morte do sentido. Internet:
<www.mariaritakehl.psc.br> (com adaptações).

20. (Cespe/Polícia Federal/Escrivão/2013) Sem prejuízo da correção


gramatical e do sentido do texto, a oração “que inculpou o pai e a
madrasta” (l.11-12) poderia ser isolada por vírgulas, sendo a opção pelo
emprego desse sinal de pontuação uma questão de estilo apenas.

[...]
militares. Os civis, representados pelas elites das principais
7 províncias — São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio
Grande do Sul —, queriam uma república federativa que desse
muita autonomia às unidades regionais. Os militares, por outro
10 lado, defendiam um Poder Executivo forte e se opunham à
autonomia buscada pelos civis. Isso sem mencionar as
[...]
Ane Ferrari Ramos Cajado, Thiago Dornelles e Amanda Camylla Pereira.
Eleições no Brasil: uma história de 500 anos. Brasília: Tribunal Superior
Eleitoral, 2014, p. 27-8. Internet: <www.tse.jus.br> (com adaptações).

21. (Cespe/2015/TRE-GO/Analista Judiciário) Caso as vírgulas que isolam o


trecho “representados (...) do Sul —" (L. de 6 a 8) fossem suprimidas, a
correção gramatical do texto seria mantida, mas o seu sentido original
seria alterado.

1 Enviar informações para um território de


8,514 milhões de km2, colocando em contato mais de
190 milhões de habitantes, e, além disso, gerar riqueza e
4 avanço social não são tarefa fácil. [...]
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 45
Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Internet: <www.ipea.gov.br> (com adaptações).

22. (Cespe/Anatel/Técnico Administrativo/2012) O emprego de vírgulas para


isolar o segmento “colocando em contato mais de 190 milhões de
habitantes” (L.2-3) justifica-se por isolar oração reduzida de gerúndio
intercalada.

[...]

23. (Cespe/PC-CE/Inspetor de Polícia/2012) Na linha 33, caso se insira, antes


de “caracterizado”, o segmento que é, será necessário, para a
manutenção da correção gramatical e do sentido do período, o emprego
de vírgula após “mundo”.

[...]
10 A rigor, não há grande diferença entre o emprego
dessas duas palavras na psicanálise e no materialismo histórico.
[...]
Maria Rita Kehl. 18 crônicas e mais algumas.
São Paulo: Boitempo, 2011, p. 142 (com adaptações

24. (Cespe/PF/Agente/2012) Com correção gramatical, o período “A rigor (...)


histórico” (l.10-11) poderia, sem se contrariar a ideia original do texto, ser

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 46


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

assim reescrito: Caso se proceda com rigor, a análise desses conceitos,


verifica-se que não existe diferenças entre eles.

[...]

[...]

25. (Cespe/PC-CE/Inspetor de Polícia/2012) Sem que haja prejuízo para o


sentido original do texto, “Isso” (L.24) pode ser corretamente substituído
por o que, desde que se substitua o ponto que antecede esse pronome
por ponto e vírgula.

1 Em 2012, o CNJ promoveu, em parcerias com órgãos


do Executivo e do Judiciário, campanhas importantes para
promover o bem-estar do cidadão, como a da aplicação da Lei
4 Maria da Penha no âmbito dos tribunais; a do reconhecimento
da paternidade voluntária; a do fortalecimento da ideia de
conciliação no Judiciário; e a de valorização da vida.
[...]
Internet: <www.cnj.jus.br/q2rc> (com adaptações).

26. (Cespe/CNJ/Técnico Judiciário/2013) Prejudica-se a correção gramatical


do período ao se substituir os sinais de ponto e vírgula por vírgulas no
trecho “como a da aplicação da Lei Maria da Penha (...) a de valorização
da vida” (L.3-6).

1 Uma casa tem muita vez as suas relíquias, lembranças


de um dia ou de outro, da tristeza que passou, da felicidade que

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 47


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

se perdeu. Supõe que o dono pense em as arejar e expor para


[...]
Machado de Assis. Advertência. In: Relíquias da
casa velha. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1986.

27. (Cespe/2015/CGE-PI/Auditor Governamental) O emprego de dois-pontos


em substituição à vírgula logo após a expressão “suas relíquias” (l.1) não
geraria erro gramatical.

[...]

28. (Cespe/PC-CE/Inspetor de Polícia/2012) Com os devidos ajustes de


maiúsculas e minúsculas, o ponto após “passados” (L.27) pode ser
substituído por dois-pontos sem que haja prejuízo para a correção
gramatical e o sentido original do texto.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 48


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

29. (Cespe/2015/MEC/Cargos de Nível Superior) Na linha 9, os dois-pontos


têm a função de introduzir uma explicação referente à informação
anterior.

30. (Cespe/STJ/Técnico Judiciário/Telecomunicações e Eletricidade/2012) O


ponto final empregado logo após “imprensa” poderia ser corretamente
substituído por reticências.

1 A economia solidária vem-se apresentando como uma


alternativa inovadora de geração de trabalho e renda e uma
resposta favorável às demandas de inclusão social no país. Ela
4 compreende uma diversidade de práticas econômicas e sociais

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 49


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

organizadas sob a forma de cooperativas, associações, clubes


de troca, empresas de autogestão e redes de cooperação — que
7 realizam atividades de produção de bens, prestação de serviços,
finanças, trocas, comércio justo e consumo solidário.
[...]
Internet: <http://portal.mte.gov.br/imprensa> (com adaptações).

31. (Cespe/TRT-10ª Região (DF e TO)/Analista Judiciário/2013) A supressão


do travessão empregado na linha 6 não afetaria a correção gramatical do
texto, mas alteraria o seu sentido original.

[...]
Como nos três anos anteriores, vinte alunos foram vencedores
― cinco em cada gênero trabalhado pelo projeto. Além de
19 opinião (2.º e 3.º anos do ensino médio), a olimpíada destacou
[...]

Língua Portuguesa, 1/2015. Internet: <www.revistalingua.uol.com.br> (com adaptações).

32. (Cespe/2015/FUB/Nível Médio) Na linha 18, caso o travessão fosse


substituído por dois-pontos, não haveria prejuízo para a correção
gramatical do texto.

[...]
planos de saúde, bem como o equilíbrio do setor. O grupo
7 técnico — composto por representantes de operadoras,
beneficiários, órgãos de defesa do consumidor, entre outros —
estudou o tema e levou em consideração inúmeras publicações
10 disponíveis que dão suporte à proposta feita pela ANS. Além
[...]
Internet: <www.ans.gov.br> (com adaptações).

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 50


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

33. (Cespe/ANS/Técnico Administrativo/2013) Mantém-se a correção


gramatical do período ao se substituir os travessões (l.7 e 8) por vírgulas
ou parênteses.

1 O Tribunal Regional do Trabalho da 10.ª Região


(TRT), após autorização da presidenta, efetuou a doação de
diversos equipamentos, chamados de “passíveis de
4 desfazimento” [...]
Internet: <www.trt10.jus.br> (com adaptações).

34. (Cespe/TRT-10ª Região (DF e TO)/Técnico Judiciário/2013) O emprego de


aspas em ‘passíveis de desfazimento’ (L.3-4) justifica-se porque
‘desfazimento’ é expressão não dicionarizada que constitui neologismo.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 51


Língua Portuguesa para o INSS (Teoria e Exercícios)
Prof. Albert Iglésia
Aula 5 – Pontuação

Gabarito das Questões Comentadas

1. Item errado 30. Item certo


2. Item certo 31. Item certo
3. Item certo 32. Item certo
4. Item certo 33. Item certo
5. Item certo 34. Item errado
6. Item errado
7. Item errado
8. Item errado
9. Item certo
10. Item certo
11. Item certo
12. Item certo
13. Item errado
14. Item errado
15. Item errado
16. Item certo
17. Item errado
18. Item certo
19. Item errado
20. Item errado
21. Item certo
22. Item certo
23. Item errado
24. Item errado
25. Item errado
26. Item errado
27. Item certo
28. Item certo
29. Item certo

www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Albert Iglésia 52