Você está na página 1de 1078

1

A Vinda Do Comando Ashtar - Julho/96

Meu nome é Aldomon, vou falar sobre a vinda do Comando Ashtar.

Nosso universo está passando por uma grande transição. É uma transição vibracional,
quer dizer que todos os corpos, galáxias, nebulosas, constelações, planetas e estrelas estão
vibrando em maior frequência, é como se o nosso universo no seu movimento harmonioso e
infinitamente acelerado e rápido dentro dos nossos parâmetros de velocidade, esse universo
está vibrando numa frequência cada vez mais sutil como se ele se recolhesse para o âmago da
sua essência e se expandisse para os mundos da forma.

Cada estrela, cada sistema solar e cada planeta também vão passar por essa
mudança vibracional, também irá sutilizar-se para ingressar em mundos mais elevados.

O nosso planeta terra está ao longo de séculos iniciando esse processo de sutilização
vibracional, quer dizer que nosso mundo vai mudar, vai mudar para melhor.

As forças negativas e destrutivas que vêm atuando nesse planeta já ao longo de


milênios e milênios em civilizações que nasceram e se autodestruíram e outras que
renasceram das ruínas de civilizações perdidas sempre mostravam o egoísmo que a maldade
humana era capaz de destruir toda a cultura, todo o conhecimento adquirido ao longo da
experiência de muitos povos.

Mas agora isso vai mudar, pois existem dois motivos muito fortes para que haja essa
mudança, o primeiro motivo é o ambiental: o nosso planeta, os continentes e as populações
existem aqui na 3ª biodimensão física ou no terceiro universo paralelo da densidade física, isso
é meio complexo para se explicar em uma fita, mas eu vou tentar fazer o melhor possível.

Nós vivemos na 3ª biodimensão, essa informação pode ser colhida em muitas fontes,
não é apenas eu que digo que é a 3ª biodimensão, várias pessoas também canalizaram a
informação junto aos os seres que coordenam o planeta terra e também obtiveram a mesma
informação.

A 3ª biodimensão é uma dimensão que constitui uma densidade corporal, mental


e emocional que impõe uma série de restrições físicas e essas restrições físicas fazem

÷ Acervo Aluano ÷
2
com que os nossos corpos sintam determinadas emoções e distúrbios pela lentidão da
circulação da energia psico-elétrica nos canais de força.

Quando as vibrações desses corpos vão acelerando em saltos quânticos, a pessoa


começa a vibrar numa frequência um pouco mais sutil do que da 3ª biodimensão, isso aí é um
processo individual, cada pessoa que se aprimora, que se educa, que controla os pensamentos
e as emoções começam a vibrar numa frequência mais sutil.

Essa frequência mais sutil precisa ser incorporada por todas as pessoas que habitam
na 3ª biodimensão por quê? Porque toda a superfície da terra da 3ª biodimensão está prestes a
passar para a 4ª biodimensão.

Outro universo paralelo mais sutil do que esse, mas como é que vai ser essa
passagem? Segundo os dados que colhi junto aos comandos extraterrestres, essa passagem
vai ser iniciada quando o setor do nosso sistema solar junto à nossa galáxia passar pelo portal
universal dimensional, então esse portal dimensional não é criado por meios eletrônicos, quer
dizer que a própria natureza se encarrega de cuidar da evolução dos seres, planetas, estrelas,
galáxias e do universo.

Nós somos simplesmente menos que um grão de areia em uma praia infinita, mas esse
grão de areia para nós é muito importante porque é o nosso planeta e é o nosso corpo.

Quando o nosso planeta terra passar por esse portal dimensional, tudo que existe na
superfície da 3ª biodimensão irá para a superfície da 4ª biodimensão e da 4ª biodimensão irá
para a 5ª. Não nós, o que existe atualmente na 4ª biodimensão será passado para a 5ª
biodimensão e nós que estamos na 3ª iremos para a 4ª.

Quando chegarmos à 4ª biodimensão o nosso corpo estará com um novo código


genético, esse código genético vai ser implantado, já está sendo implantado por
determinadas pessoas que já estão processando uma transmutação genética. Isso faz
com que a pessoa se desanimalize, se purifique dos instintos animais, tais instintos nos
prendem à vibração da 3ª dimensão. Quando houver a passagem dimensional alguns
habitantes, eu diria a maioria dos habitantes do planeta Terra, não suportarão a vibração.

Aqueles espíritos sombrios e trevosos que têm prazer no mal, no egoísmo, no


destrutivismo, esses seres não suportarão a vibração da 4ª dimensão por quê? Porque essa
vibração é tão alta que produziria como que choques eletromagnéticos no corpo físico dessas

÷ Acervo Aluano ÷
3
pessoas, é como se a pessoa estivesse ligada e tocasse de repente as mãos ou o corpo inteiro
em fios de alta tensão elétrica, isso aí causaria a morte instantânea da pessoa e para que isso
não aconteça seres vindos de outros planetas, de outras constelações, de outras galáxias e até
mesmo universos estão vindo para o planeta Terra.

São extraterrestres dos pontos mais longínquos do universo e eles vêm voluntariando-
se para o amor aos seus irmãos mais atrasados, que somos nós aqui do planeta, atrasados
porque não possuímos ainda a fusão consciencial com o cosmo, ainda somos pessoas
rebeldes da fusão com o criador absoluto. Em função disso, ignoramos as leis da criação e pra
nos ensinar a respeito dessas leis esses irmãos das estrelas, esses irmãos mais velhos vêm
nos visitar, eles nos visitam de forma anônima e sutil porque não podem interferir diretamente.
Nós temos o nosso livre-arbítrio, nosso carma, as nossas escolhas.

No entanto a época se aproxima, a época da grande mudança e não suportaremos as


novas vibrações que são maravilhosas por que? Porque se a maioria dos habitantes não se
trabalharem, não se transformarem, não suportarão as ondas vibracionais de um mundo mais
sutil.

Novas civilizações irão surgir e civilizações purificadas dos vícios emocionais, mentais,
físicos, do caráter, então esses vícios não serão mais tolerados pelas novas vibrações.
Infelizmente nem todos poderão experimentar e vivenciar no momento da transição o novo
mundo porque aquelas pessoas que não conseguirem se educar, se transformar para suportar
de maneira equilibrada e harmoniosa as novas vibrações terão que ser levados para outros
mundos, mundos que irão viver na 3ª biodimensão.

Essa dimensão que agora vivemos nesses mundos, essas pessoas terão um ambiente
semelhante ao que a Terra teve no início. Então pra fazer essa retirada desses seres que não
suportarão a nova vibração foi enviado um comando extraterrestre, esse comando
extraterrestre foi enviado pelo conselho do planeta, o conselho do sistema solar e também pelo
conselho planetário.

Existem muitos comandos extraterrestres, por isso o que eu vou narrar aqui não é tudo
que existe no conceito de comunicação extraterrestre, é simplesmente sobre um comando que
eu quero falar, o fato de ter contato com esse comando não me habilita a conhecer todos os
comandos extraterrestres que venham ao mundo físico ou ao planeta terra, porque são tantos,

÷ Acervo Aluano ÷
4
tem mais extraterrestre do que chinês, sem dúvida. Então eu não conheço todos os chineses e
tão pouco todos os extraterrestres.

Quando a Terra precisa ser transmigrada quer dizer que espíritos de grau inferior ao
necessário para continuar na transição da 4ª dimensão física, esses espíritos precisam ser
levados para fora, infelizmente eles não vão de maneira muito amistosa porque eles não
compreendem a necessidade de saírem do planeta, não compreendem que se ficarem aqui
para a transição dimensional até mesmo seus corpos astrais mais densos serão desintegrados
porque essa transição vai acontecer no físico, mas o plano astral também será alterado, as
dimensões de ressonância do nosso mundo físico em relação ao plano espiritual ou plano
astral serão totalmente modificadas, só que as pessoas ‘digamos’ negativas que vivem no
mundo físico não serão retiradas em corpo físico, então elas serão retiradas em corpo astral ou
corpo espiritual, não está planejado retirar essas pessoas e levar para outros planetas com o
corpo físico, antes de tudo é necessário que de maneira natural elas venham a deixar o corpo
físico ou através da morte, melhor dizendo, mas naturalmente que os extraterrestres de
maneira alguma irão provocar a morte dessas pessoas pelo contrário, eles estão aqui zelando
há milênios pela vida desses seres e atualmente na época das guerras do fantasma, da
guerra nuclear foram eles que fizeram interferência para que a gente não se explodisse
aqui, até mesmo materializando naves em bases aéreas, em bases de lançadores de
mísseis e marcando ali a presença, interferindo, desarmando ogivas, desativando
sistemas de lançamento para que a nossa vida planetária não fosse extinta, até mesmo
interferisse em outros planetas porque uma explosão nuclear a nível planetário sem dúvida
atingiria também com radiações os outros planetas e isso não é permitido, os nossos vizinhos
do espaço não estão nos vendo de maneira passiva destruir o nosso mundo e o mundo deles
também, então eles sempre interferiram e estão interferindo agora e cada vez mais. Por isso,
através de catástrofes provocadas pelo nosso próprio desequilíbrio coletivo, através de
enfermidades provocadas pelos desajustes corporais, distúrbios mentais e emocionais. Pela
maneira viciosa de viver as pessoas vão provocar as suas próprias mortes, fruto de um próprio
livre-arbítrio.

Então os extraterrestres não têm responsabilidade alguma se alguém morre, no


entanto após a pessoa morrer e o corpo físico dela ficar aqui inerte sobre a Terra, o corpo astral
dela irá sair e ir para a dimensão astral e é lá na dimensão astral que o trabalho de fato é feito,
o trabalho de reciclagem de habitantes. Quando alguém morre, ela chega ao plano espiritual e
é submetido a uma triagem, essa triagem analisa o grau de vibração através do que ela pensa,

÷ Acervo Aluano ÷
5
sente. Se ela pensa coisas destrutivas, ela irá sentir uma falta de amor, é como se a aura dela,
a aura espiritual fosse apagada, não tivesse uma energia brilhante que pulsa no âmago do ser
ou especialmente no chacra cardíaco do ser. Quando ela chega ao plano astral, técnicos
extraterrestres que têm a função de selecionar as pessoas que têm grau vibracional suficiente
para ficarem no planeta Terra, esses seres identificam: esse aqui não pode nascer mais porque
ele não tem mesmo que tente com todas as suas forças, ele não tem como aumentar a sua
vibração pra suportar a vibração do novo mundo da 4ª dimensão física, então esse ser é
encaminhado para naves espaciais e retirado do planeta, infelizmente nem todos podem ser no
momento atual retirados do planeta porque até a data que até agora não me foi revelada da
grande transição da 3ª dimensão para a 4ª ainda poderá existir um número muito grande de
seres negativos no planeta, principalmente o governo central negativo da terra ainda não foi
retirado, apesar de que os seres que integram esse governo negativo, quando falo governo é
o governo astral espiritual negativo que sem dúvida é coordenado pelo positivo, quer dizer
que os seres elevados que coordenam a terra permitem que os seres negativos atuem aqui pra
resgatar o carma, o resto do carma dessa coletividade que ainda poderá viver no mundo físico
da transição da 3ª para a 4ª dimensão astral, por isso é que eles são digamos complacentes
com esses seres ainda negativos e que persistem em destruir e controlar a Terra, mas quando
o ser desencarna lá, ele passa pela triagem e de acordo com o nível de evolução ele fica, ou
então é compulsoriamente retirado do planeta Terra.

Existem alguns seres que impõe obstáculos a serem retirados daqui, então esses
seres, eles formam legiões, verdadeiros continentes de populações de bilhões de seres
negativos e fazem exércitos, exércitos de rebelião, quer dizer que eles não querem sair
daqui, eles querem ficar e passar pela transição, só que se eles passarem pela transição seus
corpos astrais serão desintegrados, eles não terão como encarnar mesmo que passe milhões
de anos, porque eles não terão esses corpos e demora muito para recompor.

Para recompor esses corpos quando eles são destruídos de maneira voluntária é como
um suicídio astral. Então as leis superiores não permitem que isso aconteça e pra executar
essas leis superiores existem seres que funcionam sobre os raios da justiça, do poder e do
amor. Tais seres que assumiram o trabalho de fazer a retirada compulsória dos espíritos
trevosos do planeta Terra e de fazer a reciclagem com espíritos de nível superior vindos de
mundos mais evoluídos. Esses seres fazem parte do Comando Ashtar. É um comando que se
divide em várias unidades com características bem definidas e também com variações de

÷ Acervo Aluano ÷
6
funções nesse comando Ashtar. “Existem unidades classificadas pelas cores, cada cor
determina a influência daquele raio predominante”, no caso que...

Eu vou falar primeiro é sobre o próprio comandante Ashtar, esse ser de nível angélico
e arcangélico, porque ele está em transição de reinos, ele já passou do angélico para o
arcangélico ou arcanjo.

Ele também aqui, ao longo de toda história planetária, já foi conhecido, já foi
reverenciado pelo seu poder de entrar nos abismos negativos, prender ou soltar os demônios,
mas geralmente ele prende mais do que solta. O nome dele conhecido comumente é como
arcanjo Miguel.

Ele possui a chave dos abismos por quê? Porque é ele quem prende os seres nos
abismos, os seres negativos, demoníacos. Esse arcanjo Miguel é o mesmo comandante
Ashtar. Um ser vindo de um universo muitas vezes mais sutil do que a 3ª biodimensão física,
então ele vem, seu poder alcança dezenas de universos acima do nosso universo aqui.

Ele vem como embaixador de outros planetas nos auxiliar, ele é um ser iluminado de
era, um avatar e vem comandando extraterrestres vindos também dos pontos mais diversos
para modificar planetas, não apenas o planeta Terra. É que ele atua, ele atua também em
muitos outros planetas de várias galáxias e constelações e até mesmo universos, mas
atualmente ele assumiu uma missão, a missão de tirar todos os seres negativos da Terra e de
trazer de vários planetas seres positivos para executar essa missão. Ele já trabalha na Terra há
vários milênios, vem eventualmente junto com seu comando, junto com as frotas de naves, ele
vem pra cá e interfere em nossa civilização.

“Antes que os testamentos bíblicos fossem escritos ele já atuava nesse planeta, antes
que o homem construísse civilizações e aprendesse a se comunicar verbalmente já visitava
esse planeta. Ele participou até mesmo junto à transformação genética do ser humano dos
vários homos. Por isso ele é como um irmão mais velho, eu não diria um pai porque não foi ele
que nos criou, mas eu diria um irmão mais velho da humanidade juntamente com Jesus,
juntamente com os mestres da grande fraternidade branca que controlam de maneira positiva o
nosso planeta.”

Ele tem participado constantemente para harmonizar as nossas várias civilizações


mesmo aquelas que por egoísmo se autodestruíram. Eles sempre procuraram se esforçar e
estarem presentes para nos orientar, infelizmente a maioria dos líderes dessas civilizações não
÷ Acervo Aluano ÷
7
tinha o amor suficiente para se sintonizar com esses seres extraterrestres de nível superior,
mas na fase atual como depende de qualquer habitante da Terra deter a transição em que o
planeta irá entrar, então independe mesmo que toda coletividade do planeta.

Se todos os habitantes se rebelassem e dissessem que iriam alimentar o mal, o


egoísmo, o ódio, isto não conseguiria deter de forma alguma a melhora que o planeta vai
ser submetido por quê? Porque o universo vibra cada vez numa velocidade maior, aqueles
que não seguirem essa velocidade de vibração infelizmente se chocarão com forças superiores
ao seu próprio poder, porque são forças de um universo inteiro em cima de alguém tão
pequenino que se rebele, mas o criador é infinito em seu amor, em sua misericórdia, em sua
justiça, e por isso reserva locais onde essas pessoas poderão viver, evoluir e quem sabe um
futuro breve retornar à terra, ao novo planeta Terra, porque esses seres que estão sendo
retirados não ficarão eternamente fora da terra, em breve tempo quando conseguirem evoluir
um pouco mais e desenvolver mais amor eles serão livres para poder vir aqui ou até mesmo ir
para mundos mais evoluídos do que o que o planeta Terra. Vai se tornar por isso mesmo
aqueles seres que não poderão ficar aqui eles não têm motivo de fato para se verem
revoltados e discriminados por serem retirados de maneira compulsória do planeta porque é
um momentâneo exílio, em breve, quando se educarem mais poderão voltar ou ir para mundos
superiores à esse.

O Comando Ashtar e o comandante Ashtar estão empenhados vinte e quatro horas por
dia, seja durante a luz de um, a luz que incide em determinados continentes ou sobre as
sombras que incidem em outros, eles estão sempre presentes para nos orientar e nos
direcionar, no entanto o Comando Ashtar não pode interferir diretamente em nossa vida, descer
de repente uma frota de naves e falar: "Vocês agora viverão de maneiras diferentes, vocês
agora se amarão, vocês agora cuidarão do meio ambiente, agora cuidarão do lado interior, eles
não podem fazer isso, eles não são tiranos, eles são irmãos maiores que respeitam as nossas
infantilidades, no entanto até o ponto que nossas infantilidades não interfiram na vida dos
adultos espirituais que vivem nos planetas vizinhos ao nosso, nesse caso eles possuem vários
métodos de ação e de vinda ao nosso planeta: televisão, rádio, revista, pessoas comentam
aparições de naves espaciais, discos voadores aparecem em radares de aviões, mas quem
são eles? Nem todos pertencem ao Comando Ashtar porque não existe de extraterrestre
apenas o Comando Ashtar, existe uma quantidade infinita de extraterrestres, mas aqui falarei
sobre a vinda desse comando, como é que ele se faz visível seja nos céus ou na Terra, seja em

÷ Acervo Aluano ÷
8
cada habitante ou seja apenas em alguns, o Comando Ashtar fez um planejamento, esse
planejamento segue uma determinada função de uma missão chamada missão Terra.

A Missão Terra é a missão de preparação do planeta para a transição para a 4ª


dimensão astral. O extraterrestre pertencente ao Comando Ashtar segue uma série de regras
determinadas pelo próprio comandante e também pelo Conselho Planetário ou pela
Fraternidade Branca no caso, esse Conselho Planetário é coordenado no momento pelo
mestre Jesus, aquele mesmo que veio à Terra e foi digamos tirado daqui de maneira tão
brusca.

No plano astral e nas dimensões físicas mais sutis ele o governante desse planeta, é
ele que coordena todas as ações e acontecimentos. Certo que ele está prestes a passar o
seu cargo para outro iluminado de era chamado Maitreya, mas essa já será outra história,
quero me deter nessa fita apenas sobre o Comando Ashtar e sobre sua função aqui no planeta.

Cada ação dos extraterrestres com missão aqui são coordenados pelo Conselho
Planetário, por isso não pense que um extraterrestre pelo fato de dominar uma tecnologia
superior e possuir poderes mentais energéticos pode interferir ao prazer de sua vontade em
acontecimentos no mundo físico. Ele não pode, ele está simplesmente obedecendo a leis, se
faz algo de positivo, ele só pode fazer quando for permitida tal ação. Porque senão ele poderá
simplesmente ficar assistindo, no entanto, esses extraterrestres também podem nascer em um
corpo físico do planeta Terra e é como habitante do planeta Terra que ele pode interferir de
maneira mais efetiva.

Pra isso uma grande parte do Comando Ashtar encarnou, está encarnando e irá nascer
no mundo físico no nosso mundo físico, eles estão digamos que se desligando de seus corpos
extraterrestres e indo para o plano astral.

No plano astral, eles estão programando vidas aqui e vindo pelos métodos naturais,
pelos métodos naturais de qualquer ser astral que ingressa no mundo físico através da
encarnação, nascendo como crianças como qualquer espírito nasce, só que esses seres ao
nascer possuem uma vibração diferente. O corpo de neném que os recebe é um corpo que vai
gradualmente sendo modificado porque as vibrações de um ser que vem de um mundo mais
elevado são vibrações que atuam diretamente no corpo físico, transmutando a genética do
corpo físico.

÷ Acervo Aluano ÷
9
Quer dizer que esses seres eles não sentem mais tantas emoções animalizadas como
aqueles que já estão escravos do planeta terra a várias vidas, sim, há várias vidas porque nós
que nos lembramos de outras vidas constatamos que a vida não acaba quando a roupa de
carne morre ou se danifica, então essa roupa de carne passa por um processo de
transformações, mas essas transformações quando provocadas por vibrações mais elevadas,
esse invólucro de carne quando passadas por transformações mais elevadas vibracionais
consegue atingir uma vibração tamanha que é como se estivesse na 4ª dimensão,
desenvolvendo clarividência, capacidade de ver à distância, de ver o passado de ver o futuro,
de ver outras dimensões ou então a projeção astral que é capacidade de sair do corpo e se
lembrar de tudo o que faz fora dele a capacidade de se lembrar de suas outras vidas; auto-
regressão a vidas passadas, então tais capacidades são os instrumentos que esses
extraterrestres trazem para executarem suas missões para fazer no mundo físico a presença
do Comando Ashtar e dizer: "Olha, nós existimos, nós estamos aqui e estamos atuando em
suas vidas mesmo que de maneira sutil, porque não podemos interferir diretamente com
nossas naves espaciais com nossa tecnologia e cultura mais avançada, mas nós estamos aqui
procurando impedir que vocês destruam uns aos outros.

Um extraterrestre em missão no planeta Terra nem sempre se lembra de que veio para
realizar alguma coisa ou muito menos de onde veio. Quem é certo que nos casos em que ele
não se lembra, ele geralmente busca sua identidade, ele busca descobrir sua missão e essa
busca o leva nos mais diversos caminhos e lugares, existem pessoas que poderão orientá-lo,
são pessoas que também vieram com missões de planetas distantes, no entanto como a vinda
no planeta Terra de um ser de outra dimensão mais sutil do que essa com a missão de ajudar
na transição dimensional, ajudar as pessoas a fazerem essa transição, esses seres são
constantemente atacados pelo governo negativo do planeta, pelos seres trevosos, sombrios e
nesse ato de serem atacados, eles podem ser influenciados negativamente por pessoas que se
dizem orientados pelos comandos extraterrestres nem todo mundo que fala de Comando
Ashtar ou de comandos extraterrestres estão de fato ligados a esse comando.

Existem aquelas pessoas que também têm um intuito de desestruturar, de desviar da


rota as pessoas mudando as suas individualidades através de conceitos fanáticos, de
conceitos que prometem uma salvação ou uma liberação ou um avanço de evolução muito
rápidos, independente da vontade e esforço da pessoa, por isso aproveito aqui para fazer esse
aviso de que cada pessoa precisará evoluir com seu próprio ritmo, com as suas próprias forças
e não entregar sua vida na mão de outras pessoas que se dizem contatados, aqueles que de

÷ Acervo Aluano ÷
10
fato são contatados respeitam a individualidade de cada um e não querem ser líderes
espirituais ou coisas assim, mesmo que sejam líderes espirituais eles não assumem o papel de
chefes sobre a vida de determinada pessoa, respeitam o livre-arbítrio, por isso é que eu faço
aqui esse alerta porque você que agora escuta essa fita pode ser um enviado de um comando
extraterrestre, não apenas do Comando Ashtar mas também de outros comandos e através
das características que narrarei aqui você poderá se sentir participante dessa ação e terá a
partir desse momento que tomar muito cuidado com o direcionamento de sua vida porque
existe seres que farão de tudo para que você não execute sua missão para que você não
desperte sua consciência e descubra quem de fato é e de onde veio e o que veio fazer por isso
a cada instante a sua vida está em transformação e você precisa despertar a sua consciência
para a sua verdadeira identidade e saber qual é o seu papel diante da vida para que possa
executá-lo da melhor maneira possível.

“Após um extraterrestre vindo de mundos mais sutis encarnar aqui, ele passa um
período de mais ou menos quatorze a vinte e um anos em processo de autotransformação, em
processo de transformação de sua própria genética hereditária, quando ele transforma digamos
mais de 60% da sua genética hereditária, ele já consegue começar a sentir as suas próprias
vibrações espirituais e identificar qual é a sua natureza e através dessa descoberta de sua
natureza poder agir aqui de maneira diferente daquilo que a cultura, a escola, a família, que o
meio ambiente impõe a ele viver, ele pode manifestar padrões de comportamentos bem
distintos daqueles que a maioria manifesta, esses padrões de comportamento geralmente
segue um conjunto de características”.

Primeiras características: ele não se contenta em viver a sua vida simplesmente em


busca de objetivos efêmeros, pra ele não basta apenas ter um trabalho estável, uma condição
material satisfatória e o lado afetivo preenchido, pra ele o ser humano é muito mais que isso, o
ser humano é um ser que precisa sentir intensamente cada vez mais a sua vida e a vida
daqueles que o cercam, ele não é isolado, pois se preocupa muito com a felicidade dos outros,
é como se quisesse participar de alguma maneira em uma felicidade coletiva em uma
harmonia entre as pessoas.

Muitas vezes ele se choca em ver a maldade humana e ver o quanto nós poderíamos
ser felizes, mas por egoísmo, agressividade, mágoas, vaidades e orgulhos não somos.

É característica também quando a pessoa sente que não pertence a esse mundo, que
não se enquadra nas leis desse mundo, é como se ela lembrasse, mas ao mesmo tempo não

÷ Acervo Aluano ÷
11
conseguisse visualizar a sua lembrança de um lugar muito diferente desse, ela estranha a
maneira com que as pessoas vivem aqui, muitas vezes ela gosta de ficar sozinha pensando,
tentando se adaptar a esse mundo, tentando compreender o porquê que as pessoas vivem da
maneira que vivem e passam algum tempo dessa maneira, desse jeito, pode passar anos
assim, até que procura despertar a sua lucidez de quem ela é, de onde ela veio.

Essas pessoas estão nascendo nos mais diversos locais e situações culturais sociais,
elas podem nascer nas mais diversas funções e cada função irá determinar a missão dela junto
a esse mundo ou então dará sustentáculo material para que elas realizem a missão que veio
fazer aqui, geralmente se classifica como missão de comunicação aquele ser que vem para
explicar para as outras pessoas através de um intercâmbio com os extraterrestres aquilo que
está acontecendo no planeta, aquilo que está acontecendo a nível energético e também para
trabalharem fora do corpo elas nascem e muitas vezes só trabalham fora do corpo em suas
missões, quando elas vão dormir saem e se encontram com as naves espaciais, com os
extraterrestres colegas da vida anterior e procura realizar missões lá fora até que algum dia
seja necessário que se realize missões aqui.

O Comando Ashtar está preparando uma série de enviados para nascerem aqui
novamente e outros já estão aqui em fase de despertar essa fase, despertar muitas vezes pode
levar 3 décadas, 4 décadas, 5 décadas, em alguns casos, despertam-se mais cedo; em 2
décadas, 1 década e meia, mas isso não é muito importante, a data do despertar, visto que
cada missão é muito programada e organizada pelos colegas extraterrestre, quando o
Comando Ashtar atua em determinados continentes ele geralmente faz um determinado
número de extraterrestres encarnarem através dos métodos naturais, naturalmente e
realizarem determinadas tarefas na área da comunicação.

Quer dizer que ou essas pessoas irão falar sobre os extraterrestres ou escreverão ou
utilizarão qualquer meio de comunicação para falar que o planeta está mudando, isso tem sido
constatado que pessoas que moram nos mais diversos continentes do planeta e que não têm
contato umas com as outras e tenha apresentado as mesmas comunicações, quer dizer que
essas pessoas estão falando as mesmas coisas sem, no entanto, nunca terem se visto aqui no
físico. Elas simplesmente escutam ou sabem aquilo que falam ou então é dito a elas
telepaticamente o que falar e elas comunicam isso, é um fato que pode ser constatado por
qualquer estudioso da transição em que o planeta vive, mas esse comando extraterrestre está
aqui para fazer tanto a transmigração como a reciclagem de habitantes, quer dizer que a
pessoa encarna aqui e ela pode tomar determinadas decisões como habitante do planeta Terra,
÷ Acervo Aluano ÷
12
ele não mais é classificado na posição de um extraterrestre apesar de que se lembre da sua
vida anterior como extraterrestre, mas quando nasce aqui ele mergulha no carma coletivo,
então esse carma coletivo dos habitantes do planeta Terra impõe uma série de limitações e são
com essas limitações que um extraterrestre ganha a liberdade de atuar diretamente no nosso
mundo.

Quer dizer, no mundo da Terra essa atuação será em todos os meios de manifestação
de nossa civilização e cultura, quer dizer que juízes, promotores, professores, médicos,
empresários, políticos. São funcionários das mais diversas empresas, são donas de casas,
estudantes, são as mais diversas pessoas, estão vindo de outros planetas para mudar a nossa
civilização, essas pessoas vão procurar mostrar um comportamento mais evoluído onde não se
corrompam com a perversidade, com lucros, com perversões do caráter da moral da ética,
então são essas pessoas que vão procurar fazer como que um sustentáculo para que nossa
civilização não se auto-destrua antes da transição interdimensional.

Infelizmente, mesmo os enviados extraterrestres do Comando Ashtar que geralmente


enfrentam as barras mais difíceis na executação de seus trabalhos porque encarnam, não
apenas do comando Ashtar encarnam. Eu estou citando aqui porque esses do comando Ashtar
têm uma função mais pesada de ajudar na retirada dos seres trevosos do planeta.

Geralmente, mesmo por eles encarnarem não conseguem mudar totalmente nossa
civilização, visto que depende do poder da maioria de modificar a nossa civilização. Portanto, o
que eles podem fazer é simplesmente evitar que nossa civilização se autodestrua e procurar
manter o máximo de estrutura para a grande transição dimensional, porque até o momento da
transição os seres sombrios não poderão ser tirados totalmente do planeta.

Existem leis que permitem a estadia deles aqui até tal momento, mas se esses seres
sombrios ficassem agindo como quisesse, como bem desejassem, eles destruiriam
rapidamente o nosso planeta. Por isso eles possuem uma liberdade vigiada e são esses seres
que vieram de mundos mais evoluídos é que vigiarão. Infelizmente não tem como haver a
intervenção direta dos extraterrestres, a não ser através da encarnação aqui no planeta Terra.
Quando os habitantes que já estão aqui há muitas encarnações vão despertando para a
necessidade de sutilizar os seus corpos físicos, de melhorar os seus espíritos, eles vão
garantindo que a vibração daqui aumente, isso vai provocar essa mudança dos habitantes
daqui do planeta. Vai provocar uma divergência através de um antagonismo de

÷ Acervo Aluano ÷
13
comportamentos, quer dizer que nunca se verá uma luta tamanha entre o bem e o mal aqui no
planeta.

Quer dizer que muitas vezes uma pessoa vai conviver com outra e vai pensar de
maneira totalmente diferente, uma será adepta do equilíbrio, da harmonia, da auto-educação,
da purificação, dos instintos animalizados.

No entanto, outra por fraqueza do seu espírito, por baixa de vibração irá assumir uma
conduta mais sombria, mais adepta do egoísmo. Esse tipo de comportamento irá demonstrar o
quanto e quais serão as pessoas que serão transmigradas aqui. Será muito evidente quais
pessoas poderão ficar e quais não irão ficar.

Por isso não será difícil que cada um perceba se está de fato se preparando para a
nova vibração do mundo ou se está sendo levada pelo mundo antigo que está em ruína
agonizante.

Agora eu gostaria de falar a respeito das “aparições no físico”. Eu tenho em minhas,


recebido uma série de perguntas a respeito das aparições físicas. Se irão aumentar, se irão se
tornar a nível coletivo, se as naves irão descer e identificar.

Olha... Nós estamos aqui de olho em vocês e queremos um mundo melhor, segundo as
informações que o Comando Ashtar me passou, as aparições espaciais irão aumentar cada
vez mais. Só que não a ponto de descer as naves em massa e ter contato com a nossa
coletividade, não ainda, isso no futuro irá acontecer de fato, irão descer frotas de naves, outras
irão apenas sobrevoar os céus. Irão ter contato com as nossas, com as nossas civilizações,
planeta Terra, não apenas no Brasil, ou na América Latina, na América do Sul, mas em todo
planeta. Em cada continente irão ter aparições cada vez mais intensas. Para que a coletividade
se acostume com a idéia da existência dos extraterrestres. Para que uma nave não seja motivo
de susto, de pavor.

Vamos falar agora sobre “aparição de naves” e “aparição de naves entre as estrelas”.
São dos casos mais comuns de contato com os extraterrestres, no entanto, tenho observado
que em muitos casos a aparição não é real, ou é um satélite de comunicações sobrevoando
aquela parte ou são estrelas cadentes, aviões ou são estrelas que são momentaneamente
cobertos por nuvens e dá uma ilusão de movimento.

÷ Acervo Aluano ÷
14
Então vamos ver aqui algumas características de aparições entre as estrelas.
Olhando para as estrelas que pairam no céu, se alguém observar um ponto luminoso que
dança de maneira triangular, ou de maneira quadrada, ou de maneira circular, fazendo uma
circunferência, que classifica que uma estrela não conseguiria se mexer apenas um pouquinho,
mas formando desenhos no céu, ou mudando de cor em uma velocidade, é bem acima de
qualquer avião poderia fazer, ou não denota piscadela do avião, isso aí poderia ser classificado
como uma aparição de um objeto não identificado, no entanto, algumas informações a respeito
de que alguns países tem feito testes com objetos diferentes do avião convencional, por isso
nesses tipos de contato, quando não há uma proximidade do objeto com o solo, nem sempre
se pode dar muita confiabilidade porque o problema dos balões meteorológicos sempre tem
sido uma desculpa que os governos dão para aparições nesse caso.

Por isso, se a pessoa não observar de maneira bem evidente, que a luz é forte, é
constante, some de repente, reaparece e faz movimentos geométricos no céu não é muito
interessante classificar como aparição as naves do Comando Ashtar.

Também podem aparecer flutuando em cima do solo como se fosse esferas de fogo ou
então como charutos prateados de metal ou então discos de cor prateada de cor vermelha
azulada metálica, ou então triangulares naves pontiagudas.

Geralmente essas naves só aparecem quando há uma necessidade de se fazerem


visíveis, por isso mesmo que se mostrem para alguém, elas só o fazem quando o querem
mesmo que fiquem permanentemente sobrevoando o céu, elas o fazem sempre invisíveis cada
instante, cada minuto, o céu está cheio dessas naves, naturalmente que elas não ficam no
espaço aéreo dos aviões, elas ficam bem acima da altura em que os aviões atingem, quando
alguém deseja fazer um contato com os extraterrestres existem maneiras de fazer.

Esse contato, no entanto, se eles não quiserem não achar necessário comunicar-se
fisicamente com aquela pessoa por mais que alguém fique em cima de montanhas acampando
com máquinas fotográficas, filmadoras, telescópios, não conseguirão de fato ter um contato
real com esses seres. Poderão ver faróis de carros que passam por montanhas, naves
espaciais ou então em satélites, em cometas, em estrelas cadentes, por isso eu recomendaria
que antes que alguém tentasse contato com naves espaciais se perguntasse - por que razão
está de fato querendo encontrar com eles.

÷ Acervo Aluano ÷
15
Porque uma das maneiras mais suaves do contato com os extraterrestres é o método
telepático.

A pessoa sintoniza sua mente com a mente deles e eles farão uma comunicação
telepática, isso, a pessoa pode fazer onde quer que esteja porque já que os extraterrestres
estão permanentemente sobre as cidades, sobre a superfície do planeta Terra, mesmo que de
maneira invisível. É... As pessoas através de um estado alterado de consciência podem entrar
numa sintonia mental com eles, eu quero passar aqui nessa fita alguns exercícios que possam
auxiliar na sutilização telepática para que quem desejar desenvolver um contato cada vez mais
integrado ao planejamento extraterrestre possa através de si mesmo obter determinadas
respostas, certo que nesse contato telepático há alguns pontos que precisam ser tocados
mesmo que a pessoa receba a transmissão dos seres extraterrestres via telepática é
necessário que se faça um trabalho mínimo de autoconhecimento para que a pessoa veja se a
sua personalidade não está interferindo no teor das mensagens telepáticas para que a pessoa
possa discernir se não está ouvindo aquilo que gostaria de ouvir e não aquilo que de fato está
ouvindo através da telepatia.

Na telepatia com os extraterrestres, determinados centros de forças psico-elétricos do


corpo são mais estimulados ou ativados, esses centros de força ou chacras são: o coronário
localizado no topo da cabeça, o frontal chacra frontal localizado no centro da testa e também o
chacra cardíaco localizado logo acima do coração.

Quando alguém começa a ativar de maneira mais intensa esses centros de energia
tem como entrar em sintonia com as mentes mais sutis, no caso tais mentes mais sutis
poderiam ser as dos extraterrestres, mas pra que se consiga captar os pensamentos na
consciência numa transmissão telepática de nível mais sutil é necessário que se sutilize a
mente, que se sutilize a consciência, fazendo vibrar em frequências cada vez mais elevadas os
pensamentos e também é necessário apaziguar os sentimentos nesse momento de
comunicação telepática, não se pode haver mágoas, ressentimento, vaidades ou orgulhos no
coração da pessoa, porque senão isso nubla a consciência, bloqueia o entendimento
vibracional, os seres extraterrestres que vêm de mundos superiores ao nosso já não possuem
tais emoções, então eles possuem sentimentos de maneira tão elevada que pra gente capte as
suas ondas mentais é necessário vibrar numa frequência também similar a frequência deles.

Eu sei que eles estão em grande vantagem em relação a nós, visto que o corpo deles
não possui os instintos e as emoções animalizadas, características de nossos corpos humanos

÷ Acervo Aluano ÷
16
da Terra. Mas através de uma série de visualizações, mentalizações e energizações consegue-
se uma sutilização maior.

Sei que falar em comunicação telepática não é algo muito fácil porque nós não temos a
telepatia ainda desenvolvida, no entanto nesse caso a telepatia real não vai vir de nossa parte
e sim do lado deles, não seremos apenas meros receptores da transmissão, eles é que irão
captar os nossos pensamentos e transmitir os deles, no entanto essa telepatia só se
desenvolve ao longo de algum tempo de treinamento, de persistência e de disciplina, a
comunicação telepática pode vir através da transferência de sensações ou então de
pensamentos ou alterações de identidade.

“Não é o processo tradicional de incorporação ou de mediunidade, é uma coisa bem


mais sutil e mais a nível mental.”

A primeira parte do exercício: você vai procurar pronunciar um mantra energético, é


uma palavra de poder, esse mantra deve ser pronunciado a cada vez que energizar o chacra, o
mantra é o OM e a pronúncia atinge três chacras: cardíaco, frontal e coronário.

Eu vou pronunciar para que se aprenda, se faz assim: enche o pulmão de ar, quando
fizer essa pronuncia ao mesmo tempo procure passar uma mão na outra e depois afaste as
mãos a uns dois palmos de distância uma da outra e aponte a palma da mão uma para outra
fazendo, um movimento aproximando e afastando as mãos, um movimento suave e lento, isso
vai gerar um campo magnético entre as mãos, depois que for gerado esse campo magnético
aproxime-se do seu cardíaco na altura do coração e faça movimentos como se você estivesse
magneticamente estimulando o chacra cardíaco e cada vez que fizer um movimento lento
pronuncie o mantra OM umas três vezes, o chacra cardíaco, depois com as mãos energizadas
aproxime do chacra frontal ou centro da testa sem tocar as mãos no chacra frontal energize
com as duas mãos e pronuncie o mantra OM fazendo um movimento lento como se estivesse
comprimindo o chacra com a energia magnética que existe entre as mãos. Depois faça o
mesmo movimento no chacra coronário, topo da cabeça, só que no topo da cabeça você vai
entrelaçar os dedos da mão e pressionar o topo da cabeça e pronunciará o mantra OM.

Após pronunciar três vezes o mantra OM no topo da cabeça, você fechará os olhos e
procurará imaginar que no topo de sua cabeça surge uma estrela de 6 pontas e que cada
ponta dessa estrela se projeta para o céu como se fosse uma coroa de luzes e cada raio de luz
possui uma cor, pode ser as cores que desejar, no entanto que sejam claras, e aí imagine que

÷ Acervo Aluano ÷
17
através dessa coroa de luzes os seus pensamentos cheguem aos pensamentos dos
extraterrestres e que essas coroas de luz recebam os pensamentos dos extraterrestres, nesse
momento visualize o Comando Ashtar ou algum comando de sua preferência, no entanto esse
comando precisa ser positivo porque “nem todos os extraterrestres são de nível superior”.

“Existem extraterrestres negativos”, por isso tenha cuidado e faça essa mentalização.
Em um mês ou dois, você vai começar a ter uns contatos telepáticos com os extraterrestres, e
procure se informar mais para poder discernir. Obrigado pela atenção.

÷ Acervo Aluano ÷
18

Energias da Mente – 17/10/96

Através desta palestra, desejo passar algumas noções a respeito do manuseio das
energias psíquicas, energias essas que, sem dúvida, atuam na vida de todos nós. É meu
desejo que todos saiam daqui hoje relembrando manuseios de energia e já tendo uma noção
de como fazer em si mesmo certas proteções contra energias intrusas inferiores.

É certo que um assunto tão complexo como este não pode ser passado em apenas
uma hora. Creio que para um domínio médio de tal assunto seria necessário algumas dezenas
de horas ou mesmo alguns anos; não é algo que se adquire da noite para o dia, visto que o
poder da mente é algo incrível, que pode nos elevar ou nos afundar, levando-nos ao
desenvolvimento mental superior ou à loucura incalculável.

É por isto que, ao adquirirmos uma noção mais exata do poder da energia, nos
libertamos do manuseio energético a que estamos sujeitos inconscientemente.

Mas o que seria de fato energias da mente? As energias da mente não são frutos de
uma fantasia de uma mente estimulada nem de uma psique desequilibrada ou influenciável,
como algumas pessoas muitas vezes pensam ou acreditam, por não poderem perceber a
sutileza das energias psíquicas das quais iremos falar hoje.

Imaginemos que o nosso princípio de vida surja em mundos muito sutis, mundos cujo
poder da essência se manifesta como um mar de fagulhas vivas, pensantes, inteligentes. Cada
um de nós aqui presentes é uma fagulha que, vestindo uma casca, se distanciou desse mar,
esse mar infinito de essências. Assim, somos também essências presas em uma casca que
nos isola do mundo exterior, mas através dos 5 sentidos da matéria temos como nos comunicar
com ele, rompendo a casca que são nossos corpos de manifestação, ou seja, o corpo físico,
astral, mental e os vários corpos mais sutis.

As informações a respeito das energias psíquicas objetivam fazer com que possamos
romper a casca, não apenas pelos 5 sentidos da matéria (tato, paladar, olfato, visão e audição),
como também pela extensão dessas habilidades. A energia da mente vai além. Elas são
também manifestações da intuição, que seria o "acesso direto à informação". A intuição é uma
forma de a essência romper a casca que a prende (essa casca seria o corpo físico, no caso de
nós aqui presentes). Essa casca impõe uma prisão que podemos romper na primeira fase de

÷ Acervo Aluano ÷
19
nosso aprendizado. Já a extensão dos 5 sentidos da matéria pode vir através do exercício de
técnicas que exigem disciplina, persistência, concentração e força de vontade.

Não há dúvida que, desenvolvendo a intuição, podemos chegar ao ponto de saber sem
ver, saber sem escutar, saber sem apalpar; saber sem paladar e sentir sem perceber. Isto é a
intuição, porém as energias da mente não param aí, elas estendem-se para além da intuição.

“Dizem ser a intuição o 6º sentido, mas existe um acima deste, que é o contato
com a própria essência.”

O nosso mundo espacial determina que dois corpos não ocupem o mesmo lugar no
espaço. Esta é uma lei física que funciona inevitavelmente. A essência está presa numa casca,
no entanto a essência, apesar de ocupar no espaço o mesmo lugar que a casca (ou corpo)
ocupa, encontra-se num mundo diferente, num universo mais sutil.

Dois corpos podem ocupar o mesmo lugar no espaço, desde que ambos estejam
em dimensões diferentes.

A partir do momento em que o indivíduo entra em contato com a sua essência,


desenvolve nele o 7º sentido, que é o sentido de estar em todas as coisas e em todos os
lugares. “Esse é o poder absoluto da mente”, a pessoa é uma formiga, é um planeta, é um sol,
é uma galáxia e é um universo, pois tudo é energia, em diferentes estágios de manifestação.

Tudo é coordenado pelas mentes superiores, da mesma forma como nós, seres
humanos coordenamos os nossos membros, os nossos órgãos e as nossas células
(reproduzindo-as ou matando-as consciente ou inconscientemente), como detentores da mente
superior em nosso corpo.

Assim, nós podemos coordenar não apenas nossas células, mas também o próprio
roteiro de nossas vidas, roteiro esse que determina nossa saúde ou nossa doença, nossa
prosperidade ou nossa ruína, nosso crescimento ou mesmo nosso afundamento que,
infelizmente, está arraigado em muitos seres cristalizados, mais próximos do animal que do
reino humano.

“A mesma mente que conduz ao abismo também nos conduz ao topo da


montanha (nossa plenitude).”

÷ Acervo Aluano ÷
20
Quem chega à determinada idade, que seria dita a idade da plenitude e afirma "estou
pleno", sabe que houve muitas e muitas realizações. No entanto, muitas frustrações foram
adquiridas ao longo desse caminho, que poderiam ter sido evitadas se soubéssemos manusear
nossas energias mentais ao invés de sermos manuseados por elas.

O poder da mente está ao nosso alcance, no entanto na maioria das vezes é ele que
nos controla. Precisamos aprender a controlar esse fantástico poder, por isto é que o
conhecimento do mesmo (aliado à prática) é fundamental. Só teoria não basta! Exemplo:
“ninguém pega um livro sobre natação e, só porque leu suas páginas, já pula num mar
turbulento e vai nadando”. O poder mental é uma conquista paulatina e gradual, obtida ao
longo de muita prática.

Existem pessoas que conseguem movimentar objetos físicos (fenômeno chamado


telecinésia). Há também aquelas que conseguem flutuar até a 3 m de altura vencendo assim a
lei da gravidade, sem, no entanto anular tal lei, pois ela continua existindo: simplesmente é
somada a uma lei maior. Existem pessoas que conseguem transportar-se simplesmente com a
força do pensamento: é a chamada teleportação.

Há aquelas que não precisam mais se alimentar de alimentos sólidos (já não pegam
fila de supermercado nem precisam ir ao banheiro), porque se alimentam de energias mais
sutis que irrigam seu corpo físico, o que pode ser considerado um grande avanço evolutivo.
Naturalmente, até hoje não vi nenhuma dessas pessoas realizando trabalho pesado no seu
dia-a-dia. Elas sempre estão fazendo trabalhos bem leves. Por este motivo, eu creio que para
nossa evolução atual, mesmo com o manuseio das energias, não temos como abdicar do
nosso alimento.

Raras são as pessoas que conseguem transcender à ingestão de alimentos. Algumas


conseguem, mas torna-se difícil para elas a adaptação a esta realidade diária tão ativa e densa
à qual nós estamos habituados (escola, trabalho, trânsito e alguns ambientes hostis).

Vemos então que o poder da energia, mesmo estando ao nosso alcance, precisa ser
aplicado por nós de forma racional, na medida certa, dentro de padrões de coerência. De nada
adianta a pessoa pensar que por aprender a manusear energias não vai mais precisar de
alimento, pois em breve tempo irá perder peso e prejudicar a saúde. A energia psíquica é,
portanto, empregada aliada à energia física, a energia material que todos nós já conhecemos.

÷ Acervo Aluano ÷
21
“Existe uma gama de poderes como a telepatia, que também é o manuseio de energia
psíquica, além da clarividência, a clariaudiência, a projeção astral e centenas de outras
habilidades psíquicas que são movidas pela energia vital.”

Mas de onde vem essa energia vital? Creio que aqui a maioria não é leiga no assunto,
que já o vem estudando ao longo de anos ou décadas. Sei que falarei de coisas que para
muitos já não é novidade, mas falarei também coisas que irão relembrar e complementar
conceitos já adquiridos.

Na própria comunicação (não querendo entrar em neurolinguística, mas ao mesmo


tempo entrando num conhecimento que é universal), a maior parte do processo é feita de
maneira inconsciente, porque a energia verbal e a energia visual ainda são pequenas diante da
energia psíquica que é transferida de mente para mente.

Cada vez que alguém fala recebe, através de um centro de energia localizado na
testa, a energia dos olhos das pessoas que ouvem.

A pessoa que fala transmite então (da testa) raios de energia que atingem também o
centro da testa delas. Se houver similaridade, elas irão receber esses raios de energia e,
quando escutarem com os ouvidos, terão a impressão de que já sabiam o que estava sendo
dito, como se estivessem simplesmente recordando e não ouvindo pela primeira vez. Isto
significa que a transmissão de energia está sendo recebida. Se alguém tem a impressão de
que está ouvindo pela primeira vez, é porque ainda não assimilou a transmissão energética.
Está recebendo por enquanto, apenas a transmissão verbal e visual da informação. Por isto,
quem tiver a intuição de que já sabia (mesmo estando certo de que nunca leu em local algum)
é porque a transmissão está acontecendo antes de tudo por via energética. Isto poderia ser
chamado de telepatia, porque não?!

Iniciando o quadro mais objetivo, o nosso corpo físico nada mais é que uma casca que
obedece à coordenação de fluxos de força de uma casca mais sutil, o corpo astral, o qual está
numa dimensão extrafísica. O plano espiritual (ou astral) não tem como manifestar-se
diretamente em nosso mundo. Por isto precisa de um "adesivo" para manter-se colado ao
corpo físico, e este adesivo chama-se duplo etérico. Ele se situa no plano etérico, um pouco
acima do plano físico e um pouco abaixo do plano astral.

O plano etérico é o plano intermediário onde fica o "veículo" intermediário, que não é
propriamente um veículo porque ninguém se projeta com corpo etérico, o qual tem a função
÷ Acervo Aluano ÷
22
somente de imantar o corpo físico e a ele prender o corpo astral. Sem o duplo etérico, o corpo
astral se desprenderia e o corpo físico ficaria como uma casca de cigarra.

Creio que todos aqui já viram uma cigarra: quando esse inseto larga a casca nada fica
ali, porque a cigarra não está ali dentro, mas quando a cigarra morre fica o corpo dela junto,
porque o corpo que morreu era um segundo corpo, já que o primeiro libertou-se deixando a
casca e constituiu-se outro corpo com outra casca. Quando ela morreu, é como se houvesse a
morte do segundo corpo.

Todos nós somos como cigarras. Vestimos e vamos vestindo capas cada vez mais
densas, mas algum dia teremos que perdê-las, e quando isso acontecer não teremos mais
corpos, teremos energia psíquica. Se nos habituarmos a movimentar essa energia enquanto
vivos num corpo mais denso, muito mais fácil será movimentá-las no plano em que a energia
psíquica é predominante, mas sem dúvida ao treinarmos essa energia aqui poderemos já
trabalhá-la muito antes de perder o corpo físico.

“Estamos no mundo físico, mas tudo aqui é energia”: energia elétrica, energia
luminosa, energia do ar que respiramos, etc. Existem energias as mais diversas, no entanto a
nossa civilização ainda não nos prepara para aquela energia que nossos olhos não conseguem
ver; não nos prepara para aquilo que nosso tato não consegue perceber ou que nossos cinco
sentidos não conseguem registrar.

Por isto é preciso ser constituída uma ciência que possibilite ao público praticar o
manuseio das energias invisíveis (não são energias físicas), energias essas que são trazidas
do plano extrafísico para o físico. Apesar de estarmos presos nesta casca, podemos manusear
essa energia psíquica invisível.

Se um espírito tem poder de atuar em nossa vida, como é que isto se processa, já que
nós estamos no mundo físico e ele no mundo extrafísico? Mas afirmo que ele tem o poder de
atuar. Aqui no Brasil, a maioria de nós conhece uma forma dessa atuação (mesmo que só
intelectualmente), a famosa macumba ou magia negra, porque na televisão, na literatura ou no
cotidiano é falada muitas vezes. Ademais, somos fruto de uma mistura de raças num histórico
em que o manuseio dessa energia é natural, mas ainda assim é um conhecimento restrito.

Não venho aqui, porém, para falar apenas de magia negra, mas sim falar da
movimentação da energia psíquica em todos os sentidos. De acordo com o tempo disponível,
eu quero explorar ao máximo a exposição dos vários aspectos da energia.
÷ Acervo Aluano ÷
23
“Aquilo que nós conhecemos como magia negra nada mais é do que a utilização da
energia psíquica movimentada por entidades extrafísicas juntamente com mentes físicas
encarnadas (pessoas vivas).”

Aquela pessoa que aprendeu a manusear as energias psíquicas conseguiu adquirir


assim um poder a mais, o de se proteger e não ser tão facilmente influenciado pelas forças
invisíveis.

“O fato de não sermos tão influenciados, já nos dá liberdade para construirmos a nossa
plenitude, a nossa felicidade.”

É por isso que, basicamente, toda a energia psíquica que nós movimentamos aqui não
vem deste mundo, mas de dimensões mais sutis, como o plano mental (onde o pensamento
não se corporifica em nada) e é onde há a condensação das energias vindas dos planos astral,
etérico e físico. Essa condensação vai se manifestando em nossos vários corpos: mental,
astral, duplo etérico e corpo físico.

Alguém anda pela rua e, de repente e sem motivo aparente, sente um arrepio, um
formigamento no corpo, náuseas ou algo parecido com choques elétricos de origem estática
(mas não são). É a energia do plano mental se manifestando.

Muitas vezes, a pessoa entra num ambiente e se sente comprimido, apertado,


sufocado; ao entrar em ambientes estranhos ou diferentes sente náuseas misteriosas, dores de
cabeça, tonteiras, formigamento nas mãos, rosto e nuca (este último é muito comum); sente
vontades bruscas e alheias ao seu padrão de comportamento cotidiano normal, e nem sempre
percebe nestes acontecimentos a influência do processo energético.

Outras vezes, no trânsito, recebe agressões de outros motoristas sem entender o


porquê. Reconhece que muitos acidentes acontecem com ela, parece até um ímã atraindo
desastre, por mais que procure direcionar a atenção para o que faz. Ela se alimenta bem,
dorme bem, mas a saúde começa a se ver debilitada misteriosamente, arrancando-a do seu
cotidiano e jogando-a na cama.

Se ela monta uma empresa e esta vai à falência, fica imaginando por que seria? Às
vezes recebe gratuitamente perseguições energéticas mentais sem atinar qual a razão de tudo
isso. Perdas financeiras, atritos afetivos ou familiares, crises existenciais, depressões, em
grande parte tudo isso é causado não apenas pelo estado evolutivo que a pessoa se encontra,

÷ Acervo Aluano ÷
24
mas também pelas influências de seres não tão evoluídos que a perseguem. Tais influências,
energeticamente falando, podem ser sedutoras ou mesmo agressivas.

O hipnotismo consiste na imantação da energia magnética de um indivíduo sobre


outro ser humano ou sobre um animal. No entanto, objetos também podem ser hipnotizados
para cumprir certas funções. Muitas vezes, a pessoa pensa que coordena a sua vida, mas não
passa de um mero boneco na mão de pessoas que manuseiam energias.

“A pessoa consegue sua libertação quando aprende a movimentar suas energias


psíquicas para se livrar daquilo que a prende, quando usa essas energias para blindar-se
diante daqueles que lhe estão atacando.”

É preciso, no entanto, adotar como fator principal uma conduta ética e moral. Esta
conduta / ética superior e mais coordenada da pessoa acaba determinando, de maneira
natural, um controle maior sobre as energias. Isto quer dizer que todas as pessoas que elevam
seus pensamentos, vencendo o animalismo, controlam e coordenam automaticamente as
energias psíquicas, gerando campos de proteção naturais contra as influências maléficas.

Para quem deseja um aperfeiçoamento no manuseio das energias psíquicas, vamos


entrar objetivamente no estudo desta ciência, apresentando algumas técnicas.

Primeiramente vou pedir desculpas àqueles que já conhecem os centros de força e os


canais de energia, mas terei que falar porque aqueles que ainda não conhecem precisam
conhecer.

Todos sabem que o corpo físico é composto de órgãos, veias e membros, mas vamos
fazer um paralelo. Temos veias que conduzem o nosso sangue, o qual contém as substâncias
necessárias aos vários órgãos, células e tecidos do nosso corpo.

O estômago é que processa a nossa principal fonte de energia, pois tudo que
comemos vai para o estômago que, após a digestão dos alimentos, manda os nutrientes para a
corrente sanguínea que os distribui por todo o corpo.

Comparando com o aspecto energético, não temos apenas um "estômago energético"


ou origem da energia que nos anima. Diferente disso tem no topo da cabeça captores de
energia e distribuidores de energia. Nossa cabeça não é só o crânio, a massa cinzenta

÷ Acervo Aluano ÷
25
(cérebro), cerebelo etc. Existe todo um complexo de energias que os nossos olhos não
conseguem ver, mas que estão ligadas em nosso corpo físico e atuando neste.

Temos um centro de energia, o qual possui uma abertura por onde a energia entra e
sai. Também possui um núcleo constituindo uma esfera de energia. A abertura gira atraindo a
energia para dentro do núcleo, como um exaustor que puxa o ar. Há também o giro inverso,
que expele a energia do núcleo para fora, mas ao expeli-la permite que ela entre novamente,
semelhante ao que acontece nas veias.

Dentro desta visão, temos canais de energia que são bem parecidos com veias, os
quais saem do núcleo e se distribuem por todo o corpo. O sistema todo se constitui em um
centro de energia principal no topo da cabeça, outro na testa, outro no pescoço, outro na região
do coração, outro na região da chamada boca do estômago, outro no umbigo, depois na região
sexual e temos outros milhares deles ao longo do corpo, mas estes são os principais.

Digamos que aqui no umbigo há um centro de energia onde há uma abertura como
uma roda (tanto que em sânscrito é chamada de chacra). Se esse centro, que é uma roda que
gira e vai absorvendo ou transmitindo energia, repentinamente parar de girar, os intestinos e o
estômago terão dificuldade de funcionamento; aquilo que comemos não será digerido, mas
ficará apodrecendo e se decompondo no estômago. Se esse centro de energia não funciona,
gradativamente perdemos o apetite, as forças e o sono. Sem comer e sem dormir o corpo
enfraquece e vai secando, porque não consegue realizar suas atividades normais.

A pessoa inevitavelmente vai ter que visitar um médico, cujo diagnóstico poderá às
vezes indicar um quadro de anemia ou de insuficiência gástrica. O médico prescreve alguns
remédios para tentar estimular os órgãos, porém sem conseguí-lo, porque o corpo não é capaz
de metabolizar esses remédios. Resultado: acaba se intoxicando, pois não está deficiente
daquelas substâncias contidas nos remédios, mas sim está "desativado" por falta de energia
elétrica para fazer os seus mecanismos funcionarem.

Já que o remédio não dá jeito, a pessoa acaba ficando em casa até resolver apelar
para o benzedeiro(a) ou o curandeiro(a), que às vezes soluciona mesmo o problema, pois
através de energização retira o bloqueio energético do centro de força, que assim volta a
funcionar. Assim sendo, as substâncias que estavam no estômago começam a ser digeridas,
gerando apetite para a pessoa, que gradativamente passa a se alimentar novamente.

÷ Acervo Aluano ÷
26
As forças vão voltando, porque o corpo vai absorvendo energia psíquica do ambiente,
energia vital que faz a pessoa ficar boa e acreditando que mais valem os curandeiros que os
médicos. Pobres médicos, porque é muito difícil aplicar conhecimentos que na faculdade não
lhes foram passados. No entanto um corte, um hematoma ou uma outra enfermidade de
origem física, o curandeiro não tem como resolver. Por isso é que é preciso ter-se a
consciência de que associando o que nós dominamos na matéria com as coisas espirituais
energéticas, poderemos conseguir a plenitude.

Mas o que poderia ter gerado a parada desse centro de força, que distribui energia
para as "veias energéticas" ou "meridianos de força"? Muitas vezes andamos tranquilamente
pela rua quando de repente alguém nos olha com expressão agressiva ou sombria. Sentimos
uma pancada no estômago, como se tivéssemos recebido uma agressão direta em nosso físico
(creio que várias pessoas aqui já sentiram isso alguma vez), que chega mesmo a causar dor.
Imaginem isto acontecendo dezenas de vezes por dia.

Depois de uma semana, a energia recebida foi se cristalizando, impedindo que a roda
girasse, quer dizer, que a abertura do centro girasse. Ora, se esse giro é que determina a
absorção e a circulação de energia que vai irrigar os órgãos, sua inexistência faz com que não
chegue energia, que não se absorva energia.

A energia negativa que as pessoas agressivas transmitem no olhar, vai aqui nesse
centro. Qual? Porque ele representa as emoções mais intelectuais como raiva, inveja e mágoa.
Já a agressão física, por ser uma emoção predominantemente física, atinge mais o chacra
básico (ou centro de força sexual), geralmente atinge? Também, mas mais o básico, tanto que
é comum quando a pessoa é sensível energeticamente, se ela ver alguém machucado sente
uma dor na região do períneo. Uma dor, uma pontada, um gelo, um formigamento ou um
arrepio, numa região do corpo, quer dizer que a pessoa está sensível naquele ponto.

“A maioria de nós tem o estômago sensível, porque é o campo das emoções.”

Quando alguém nos joga uma agressão, seja ela verbal ou apenas uma expressão
facial, a energia atinge o estômago e, ou vai se acumulando ou gera hiperatividade. Quando
gera hiperatividade significa que o centro de força da pessoa está querendo reagir, girando
mais rápido para se limpar da energia nociva. É um sistema de defesa do centro de força: ele
gira mais rápido para jogar fora a energia nociva, é como a roda de um carro que quando
atolada e acelerada, joga lama em todas as direções.

÷ Acervo Aluano ÷
27
Coisa semelhante acontece com as pessoas, podendo gerar uma gastrite, depois uma
úlcera perfurada, culminando com um câncer de estômago, isto porque o estômago estava
muito hiperativo. A hiperatividade do estômago incentiva a pessoa a comer mais, e se ela come
algumas "porcarias", incentiva mais ainda o seu mau funcionamento.

Digamos que a pessoa comeu em demasia e percebeu que o estômago não está bem.
Que faz a maioria, neste caso? Apela para o sal de frutas, que é um antiácido. De início isto
propicia certo alívio, porém com o tempo este hábito vai agredindo o corpo e em vez de fazer
bem faz é mal, pois provoca uma hiperacidez no corpo. Com isto, a pessoa acaba tendo que
tomar outro remédio para acalmar o estômago.

Como seria bom não precisar tomar remédio algum! Como pode ser isso? O que se
deve fazer? A solução é simplesmente preservar os centros de força contra a entrada de
energias ruins em nosso corpo.

“Vale observar que tanto a energia negativa como a positiva provem da mesma
origem, o que quer dizer que a energia psíquica é o poder.” O poder não tem a natureza
definida, não se mede se é bom ou ruim. O poder em si é neutro. A direção que damos à
energia psíquica é que determina se o poder é para o lado positivo ou para o lado negativo.

Em se tratando de energia psíquica, o mesmo olhar que transmite vibrações de ternura


pode em outro momento transmitir ódio. No entanto é a mesma energia que, conduzida pelo
pensamento, não conhece barreiras. Ela chega aonde quiser, não importa a distância, não
existe fortaleza ou abrigo atômico aqui na Terra que prenda a energia psíquica, ela chega onde
quer que se esteja.

No entanto, somente energias psíquicas de altas frequências conseguem transpor as


distâncias para fora do planeta Terra.

As de baixas frequências não conseguem sair de nossa atmosfera. Analisando a


transmissão e recepção de energia, podemos afirmar que, cada vez que pensamos em
alguém, esse alguém recebe a transmissão do nosso pensamento, seja um pensamento bom
ou uma maledicência venenosa. Por isto, perceber a energia também abre a nossa mente para
ver quem são nossos verdadeiros amigos.

Através do manuseio energético podemos desmascarar a nós mesmos ou a outras


pessoas, porque o pensamento conduz a energia. O sentimento ou a emoção programa a

÷ Acervo Aluano ÷
28
energia e ela segue o curso que o nosso pensamento direciona. Então, se falamos bem de
alguém, estamos transmitindo energias positivas para ela, mas se falamos mal estamos
transmitindo energias negativas.

Se essa pessoa for sensível, ela vai saber que a outra está transmitindo uma energia
negativa, mesmo que não esteja perto. Já pensaram nisso? Esta pessoa nos encontra e sabe
que nós estávamos falando mal dela, porque ela recebeu a nossa energia.

Conhecem aquela história de quando a gente vai chamar uma pessoa e chama outro
nome? Quando se erra um nome, é comum em nossa cultura dizer-se "ele(a) estava pensando
em mim". Embora a psicologia dê outra explicação, quando nós pensamos o nosso
pensamento é a energia primordial porque, quando despirmos esta e várias outras cascas, o
pensamento continuará a existir. O pensamento, no entanto precisa moldar-se e para isso
requer matéria-prima, que são os diversos tipos de energias manifestadas nas várias
freqüências.

Eu creio que durante o dia muitas pessoas já ficaram observando o horizonte, vendo
coisas brilhantes se movendo, como se fossem um mar de fagulhas. Aquilo ali são veias
atmosféricas prânicas e é através delas que o sol, nosso principal doador energético, transmite
uma série de energias, dentre elas a energia prânica.

As energias cósmicas, de um modo geral, abrangem milhões de frequências e


naturezas energéticas diferentes, dentre estas a energia prânica, que são dezenas de energias
em determinadas frequências que o nosso corpo pode assimilar.

Então o sol nos transmite energia, essa energia entra em nossa atmosfera e nós,
através da respiração (principalmente) e do contato com a luz, recebemos esta energia
prânica, que dentro de nós se transforma em energia vital.

“O nosso pensamento precisa da energia vital que absorvemos do prana que existe na
atmosfera para conduzir mensagens, quer seja emoção, amor, sentimento, movimento,
egoísmo ou ódio. Isto quer dizer que, se eu estou aqui movendo meu braço, é porque estou
usando energia psíquica.”

Podemos falar de duas formas de energia psíquica: uma é chamada energia


psíquica primária e a outra é a viciada, programada ou imantada.

÷ Acervo Aluano ÷
29
A primária é aquela que vem do sol, mas que não foi anda absorvida por mim (razão
pela qual posso chamá-la genericamente de energia cósmica) e por isto ainda não se
transformou em energia vital. Mas se eu respirá-la junto com o ar, ela vai para meus pulmões,
segue para os chacras e depois se distribui para todo o corpo. Nesse momento já não é mais
energia prânica, mas energia vital.

Quando ela sair de mim, já vai programada com o que eu sinto. Se eu estou alegre, por
exemplo, eu posso jogar um raio de energia que vai sair programado de alegria, então qualquer
pessoa que sentir aquele raio terá a tendência de ficar alegre. Mas se quando estiver triste eu
levantar a mão e energizar, vou transmitir tristeza naquele raio.

O espírito negativo que quiser atacar alguém, basta estar bastante infeliz, muito
sofredor, bem negativo mesmo. Assim, se ele ficar energizando o dia inteiro, as pessoas que
não tiverem muita força interna para controlar suas emoções em pouco tempo também estarão
deprimidas.

“A maioria das depressões é causada por realimentação e sustentação de


energia negativa.”

Na maioria das vezes, quem põe lenha na fogueira são entidades desencarnadas ou
sem corpos físicos, logo se a pessoa aprender a criar uma blindagem, a energia negativa não
chega até ele. Essa blindagem pode ser criada pelo manuseio consciente da energia prânica
que entrou no corpo e se transformou em energia vital e, ao se transformar em energia vital, a
pessoa pode associá-la.

O que é associar a energia vital? Imagine que você seja um cozinheiro elaborando
uma receita, então vai colocando um tempero aqui, outro ali, um pouco mais daquele outro,
mistura um ingrediente acolá e no final obtém um excelente prato ou uma coisa horrível. No
caso da pessoa que manuseia as energias vitais (as dela mesma, naturalmente) ela vai gerar
uma terceira energia, a chamada energia ectoplásmica.

A energia ectoplásmica é a energia que os médiuns usam para curar e para


materializar espíritos. Também é esta a energia que os projetores astrais usam para
materializar memória no cérebro físico (aquilo que queriam fazer e o que fizeram fora do
corpo).

÷ Acervo Aluano ÷
30
Quando estamos sintonizados com várias frequências de energia, a nossa aura vira
uma verdadeira salada de cores, tão diversas e flutuantes que fica difícil identificá-las. Estas
cores na maioria de nós aqui da Terra são mais escuras, refletindo um estado de movimento
energético lento, estado esse que em geral foi constituído ao longo de uma conduta um tanto
desavisada ou atraída pelo prazer mais negativo ou mais animal.

Imaginem que cada centro de força nosso também represente um lado emocional, um
lado da personalidade. Aquela pessoa (por exemplo) que dá mais importância ao aspecto da
alimentação acaba desenvolvendo mais esse centro de força, ficando sua aura evidenciada
pelas emoções características desse centro de força.

Já na pessoa que é sexualmente muito ativa, é o chacra básico (ou centro de força
básico) que predomina na manifestação energética. Quer dizer, o chacra básico vai ficar
hiperativo, levando a pessoa a ter mais atividade sexual do que o que seria considerado
equilibrado ou normal dentro da sua constituição física, fazendo-a extrapolar para muito além
do que o corpo e a mente dela exigem.

A pessoa que é muito intelectual geralmente desenvolve mais o chacra


(Coronário), e apresenta esse centro de força bem expandido. Mas a intelectualidade em si é
neutra.

Já naquele que desenvolve mais o sentimento, o centro de força cardíaco chega a


iluminar. Os centros de força mais hiperativos vão determinar a aura da pessoa.

Pode-se dizer qual é o pensamento de uma pessoa pela sua aura. Assim, dependendo
da cor da aura, dá para determinar qual é o chacra nela predominante, porque existem
determinadas cores que são mais associadas a certos chacras. Esteja a pessoa bem trajada
ou mal vestida, andando tranquilamente pela rua, olhando as vitrines ou observando os outros
passarem, de qualquer forma sua aura não mente: “o centro de força que estiver mais
estimulado é que vai determinar a cor da sua aura”.

As auras se atraem, quer dizer que uma pessoa bem desonesta andando pela rua vai
atrair para sua aura pessoas desonestas, pois é uma questão de afinidade. Uma pessoa que
goste de determinada área da vida, vai atrair sempre pessoas que gostam da mesma área, em
função da sua aura predominante. É um ímã que atrai outro ímã na mesma frequência. A
atração vai ocorrer mesmo que essas pessoas se mascarem, pois não se pode enganar as
energias.
÷ Acervo Aluano ÷
31
É possível fazer a limpeza da aura, no entanto o processo deve ser abrangente.
Suponha que você more próximo a um rio todo sujo de lama. De nada adianta pegar um rodo
bem grande e limpar aquela margem do rio, pois ele vai encontrar outro rio de lama maior
ainda. Para que o esforço valesse à pena, seria preciso fazer a limpeza de todos os seus
afluentes, a partir das nascentes.

De nada adianta a pessoa limpar a aura sem dar a devida atenção aos centros de força
ou chacras, porque logo estará tudo sujo novamente, porque a aura suja acaba inundando
tudo, deixa tudo negativo, tudo que a pessoa toca absorve energia negativa de sua aura. O
ambiente dela fica energeticamente sujo.

“As energias negativas sujam tudo, porque aquilo que nós tocamos, aquilo que
olhamos, tudo que nós apontamos, nós energizamos.”

Quem tem jardim certamente já ouviu falar no famoso "olhar de seca pimenteira": uma
visita olha a plantinha e se admira "nossa, mas que planta bonita, me dá uma muda?" Quem já
conhece o problema dá logo a muda, pois sabe o que pode acontecer se negá-la: a pessoa
olha com tanta força que suga a energia vital da planta e poucas horas depois a planta está
murcha ou até mesmo morta.

E o que dizer do famoso mau olhado? Muitas vezes a pessoa arruma um animalzinho
de estimação e trata logo de pôr uma fita vermelha no pescoço dele para protegê-lo disto.
Criança também pega mau olhado: devido a sua frágil aura, pode adoecer devido à influência
de algum olhar não tão agradável de alguém ou de alguma outra energia negativa.

Já observaram o hábito horrível que os adultos têm de ficar passando a mão na


cabeça das crianças? Às vezes o adulto está com a mão energeticamente imunda, e vai lá no
chacra coronário da criança e passa a mão: "nossa, que menino mais bonitinho". Na hora que
tira a mão, o topo da cabeça da criança fica cheio de vermes energéticos, que vão descendo
pelo corpo dele e vão bloqueando os centros de força. O coitadinho adoece.

Não se recomenda passar a mão no topo da cabeça de ninguém, muito menos de uma
criança, que tem uma aura bem frágil, exceto se for um ser de uma energia bem positiva, aí
sim faz muito bem. No entanto, a maioria de nós nem sempre está muito positiva, logo não
devemos tocar a mão na cabeça de uma criança. É preciso ter muita prudência senão a
pessoa pode contrair a responsabilidade de ter causado enfermidade a um pequenino.

÷ Acervo Aluano ÷
32
Muitas vezes somos visitados por uma espécie de energia das mais terríveis. As
pessoas que não têm um determinado bem material, um relacionamento afetivo feliz ou não
vivem bem com os seus ou vivem sozinhas, têm a tendência de projetar, consciente ou
inconscientemente, a energia invejosa, justamente em cima daqueles que têm um
relacionamento feliz.

A energia invejosa é disparada por quem não tem uma resignação, não se conforma
em não poder ter aquilo que outros possuem. Tenta então (por exemplo) tomar o(a)
namorado(a) do(a) outro(a) ou fica torcendo para que o namoro não dê certo, para que a outra
pessoa fique também sofredora como ela. A energia invejosa gera terríveis formas-pensamento
em volta da pessoa.

Para entender o que é uma forma-pensamento, estenda sua mão e imagine uma
rosa enorme e brilhante como se fosse uma estrela. Sustente este pensamento durante dois
minutos. A rosa aparece espiritualmente (no plano extrafísico) e se você tiver muita energia e
se continuar a concentrar, a rosa vai aparecer no plano etérico. Se você permanecer
concentrando mais ainda, depois de algumas semanas a rosa aparece no plano físico e se
você tiver disciplina ela pode existir durante algumas semanas.

Apenas os seres no estágio evolutivo de Avatar conseguem materializar formas-


pensamento em apenas alguns minutos, como é o caso do Avatar indiano “Sai Baba”. Mas para
fazer isso não é preciso ser um Avatar. O que é preciso é ter ectoplasma, como acontece com
os médiuns ou paranormais, que são pessoas que movimentam as energias no sentido
ectoplasmático.

Pessoa assim, se pensa numa rosa, a rosa aparece; se pensa numa casa, a casa
aparece; se pensa num carro, o carro aparece. Se o pensamento em determinada coisa
continuar, se vai pensando tanto, tanto e tanto, a coisa vai se cristalizando e, na continuidade
do processo, vai buscando ganhar corpo. Como um espírito que quer encarnar, a coisa busca
um corpo ou uma forma e acaba achando. Observem que quando as pessoas pensam demais
em algo, esse algo acaba acontecendo.

Nós temos o poder de criar a forma daquilo que vai acontecer. Para quem vive
pensando coisas ruins acontecem coisas ruins; para quem vive pensando coisas boas
acontecem coisas boas. Já quem vive falando mal dos outros, tipo "aquela pessoa é metida" ou

÷ Acervo Aluano ÷
33
"fulano é um idiota", isso é maledicência e da boca dela sai uma energia de início pastosa,
porém quando entra em contato com o ar deixa de ser pastosa e começa a tomar forma.

A forma vai saindo da boca da pessoa e cai no chão, partindo como louca e sem
direção. Quem nunca teve sonho com cobras? São cobras muito inteligentes a nos perseguir,
mas na verdade não são cobras que morreram, e sim a famosa energia da maledicência, da
perfídia. Essa energia vai atrás do alvo (a pessoa objeto da maledicência) como um cão de
caça.

O primeiro contato que eu tive com energias não foi nada agradável. Em minhas
primeiras projeções astrais, tão logo saía do corpo, fui vampirizado de maneira tal que fiquei
doente. "Cobrinhas" é coisa menor, é o mínimo que se vê de energia negativa. Existem
monstros horríveis criados pelas energias psíquicas das pessoas que ficam assediando outras.

Se a pessoa alvo da maledicência não for também maledicente vai ter proteção, mas se
também for, a cobra energética vem, enrola-se nela e fica ali picando-a de modo que pode até
gerar dor física. Muitas vezes, a pessoa está conversando com alguém quando de repente
sente uma pontada nas costas (lugar preferido). Podem ser dezenas ou centenas de formas,
algumas pegadas do astral, que dão uma verdadeira surra na pessoa. A pessoa esperneia,
grita, chora, clama por socorro.

A proteção espiritual existe, mas “se a pessoa planta maledicência vai colher
maledicência”. O protetor vem e ajuda: cria um escudo, leva os bichos para longe, põe fogo em
tudo, mas eles voltam, pois a pessoa está colhendo simplesmente o que plantou. Quando a
forma-pensamento vai no alvo mas o alvo está protegido, ela volta para o seu criador e fica ali
como um cão que não é alimentado pelo dono, até que certo dia ele come o dono.

Dei o exemplo da serpente, mas têm também escorpiões, tigres, uma série de coisas
que são criadas, animais terríveis que atacam as outras pessoas, microorganismos e coisas
assim, tudo direcionado para causar enfermidades e outros propósitos negativos.

O que a pessoa pode fazer a esse respeito? O primeiro passo é trabalhar mais o
controle de suas emoções. Existem diversos livros na área do manuseio da energia psíquica,
que inclusive recomendam a construção de escudos protetores.

Eu vou dar um exemplo que todos podem usar, de como construir o escudo. Vamos
tirar todo mundo da monotonia, acordar quem está bocejando ou quase dormindo. Peço que

÷ Acervo Aluano ÷
34
coloquem a bolsa de lado. Vamos fazer um exercício prático. Quem não quiser fazer não
precisa ficar com vergonha, mas vai perder a oportunidade de pelo menos ter uma sensação
diferente, porém nada é obrigatório. Quem quiser tirar o relógio pode fazê-lo, mas se achar
muito trabalhoso pode deixá-lo no braço. O exercício vai durar pouco tempo, mas se começar a
doer no lugar do relógio é normal, porque o relógio impõe obstáculo.

Passe as mãos uma sobre a outra, fazendo um movimento circular, que é para
sensibilizar os centros de força. Agora coloque as mãos numa distância de dois palmos uma da
outra e faça um movimento de mais ou menos um centímetro, suavemente, procure visualizar
que cada vez que aproxima as mãos há uma repulsão e cada vez que as afasta há uma
atração.

Agora estenda discretamente um braço e faça esse movimento aqui ( passe sobre ao
longo do braço a palma da mão ), visualizando que um raio de energia sai de uma mão e vai
para o braço.

Faça 3 vezes e depois inverta, fazendo com o outro braço o mesmo movimento e
visualizando um raio de energia que fique a mais ou menos a meio palmo de distância do
braço.

Energizem-se jogando raios de energia do topo da cabeça até os pés, três vezes. Isto
vai ativar suas energias. Se a mão ou o corpo esquentar é comum. Agora, para perceber o
quanto se ativou energeticamente, aponte para o rosto, mas sem tocá-lo, feche os olhos e
tente sentir a energia tocando no rosto e o rosto sentindo a energia das mãos, suavemente,
olhos fechados.

Agora que todos já estão sensibilizados energeticamente, eu creio que a maioria tenha
sentido a manifestação da energia. Este é o exercício básico de ativação energética, embora
existam diversos outros bem mais aprofundados.

Como criar um escudo de energia? As mãos têm centros de força, que são aberturas
energéticas. Se alguém energizou a mão, um vidente ao olhar para ele não vê uma mão, vê um
foco de energia, um facho de energia ou um sol brilhando, porque a energia é tão forte que até
sobressai da forma ou da silhueta da mão.

Quando nós começamos a induzir o pensamento e a energia saindo de uma mão e


indo para a outra, isto acaba gerando uma corrente de força na direção reta. Podemos inverter

÷ Acervo Aluano ÷
35
a direção da energia invertendo as mãos. Se eu não quiser que a energia siga uma direção
reta, posso visualizar que a energia saia para frente, então ela vai fazer uma curva e vai para
frente. Se eu visualizar que ela vai para cima, ela vai; se eu quiser que ela vá para algum
objeto, ela também irá. Quando quero construir um escudo de força, eu preciso ter energia
suficiente. Se eu não tiver, não adianta.

Vou agora passar um exercício de construção de escudo de força. Podemos


sensibilizar as mãos e através delas fazer a transferência de energia de seu corpo para o
ambiente, mas é preciso ter muito cuidado nesse processo, porque espíritos inferiores podem
aproveitar esse momento para vampirizar suas energias.

Por isto devem ser evitadas manifestações de sensualidade (por exemplo), porque se
na hora você estiver movimentando energia, sua energia vai virar sensual. Isso vai ser o
mesmo que um SOS: "gente eu quero sexo". Aí saem raios de energia sensual e um tanto de
entidades na área da sensualidade vem ali sugar a sua energia.

Se estiver com mágoa de alguém, não faça movimento de energia, porque aí seria
emitido outro SOS: tudo quanto é entidade extrafísica magoada viria para ficar também
magoada junto com você. Se o pensamento for de agressão, virão entidades agressivas, assim
em qualquer área de emoções inferiores virão seres inferiores para compartilhar a sua energia.
Eles irão se alimentar da energia que você direcionar, como se fosse um banquete energético.
Sairão todos muito fortalecidos deixando você extremamente debilitado.

Manuseio de energia não é brincadeira; quem fizer o curso vai poder constatar, mas
é possível manter todo o processo sob controle. Podemos fazer um escudo de energia, cujo
propósito é nos proteger contra a inveja, o mau olhado, o olho gordo, a agressividade, a
mágoa, o negativismo, o pessimismo, a depressão ou qualquer outra emoção negativa vinda
de outra pessoa.

É preciso compreender que sua energia não pode estar igual à energia daquele de
quem você quer se proteger, pois seria como criar um escudo de isopor, ou melhor, uma
casquinha de sorvete. Não adianta, quando a ameaça chegar ela vai quebrar e até mesmo
comer essa proteção. Por isso é preciso antes de tudo estar sentindo algo melhor do que o que
o seu suposto agressor esteja sentindo.

Mas não é só de espíritos que a gente se protege energeticamente. Às vezes eu quero


visitar uma pessoa que é de difícil trato e preciso de um escudo protetor. Afinal, estamos na
÷ Acervo Aluano ÷
36
Terra e aqui este tipo de pessoa é muito comum. Assim, nos protegemos também de pessoas e
a energia mental nos possibilita a construção de um escudo.

Podemos gerar um escudo através das mãos, energizando-as e estendendo-as a certa


distância e sentir a energia saindo das mãos. Visualizar que essa energia vai construindo
paredes em nossa volta: energizando para a direita, aparecem paredes energéticas; para a
esquerda, idem; para trás, idem; para frente, idem; para cima, idem e para baixo idem.
Visualizar que essas paredes vão se espichando e se movendo para cima, para os lados, para
trás e para baixo, até que nos envolvam numa perfeita esfera.

O escudo ideal é o escudo sólido. Visualizar que ele é feito de um metal muito
resistente, como aço ou titânio. É um metal transparente de dentro para fora, mas de fora para
dentro é como um espelho, de preferência na cor lilás ou prateado. Estas duas cores são
prediletas, porque blindam as energias mais densas. Imagine o escudo como uma coisa muito
resistente, visualize-o durante 5 minutos.

O escudo vai durar de algumas horas a um dia, mas se for muito atacado dura menos.
Mas esta proteção também tem suas regras. Se uma pessoa vem te agredir e você permanece
tranquilo, o escudo lhe protege da energia agressiva, mas se uma pessoa lhe agride e você se
magoa e a agride também, nesse ato seu escudo se acaba, não há mais proteção alguma
nesse caso.

Esse foi o seu escudo pessoal, que é sólido, mas há também outro escudo que é o
escudo magnético. Para criar este último, senta-se, colocando os pés desse jeito aqui (a sola
de um pé na sola do outro) e as mãos assim uma palma na outra. Energize as mãos, depois os
pés e visualize que uma aura de força vai se criando em volta do seu corpo, que começa a
esquentar seu corpo, mas não fique preocupado. Nesse momento faça uma prece ou uma
oração, para elevar o seu padrão vibracional. Esse é o escudo magnético, o melhor escudo
que se pode ter, pois ele pode lhe proteger por vários dias.

Mas como funciona esse escudo magnético? Quer dizer que se alguém jogar uma
coisa negativa em você a coisa não pega e é repelida. Já o escudo sólido tem um problema: se
atritar demais ele pode quebrar-se. Já o magnético não quebra nunca: quando atingido pela
energia negativa, ela é repelida ou desintegrada.

A tendência da energia que for repelida é voltar para o seu criador, mesmo que não
tenhamos a intenção de revidar o ataque, mas simplesmente não a aceitamos. O problema
÷ Acervo Aluano ÷
37
agora é de quem criou a energia negativa, é como já falei, se o cão de caça não conseguiu
nada, volta e come o dono.

Já está aí a proteção energética colocada de uma forma bem prática. Digamos que
você um dia perceba que sua casa está sendo energeticamente atacada, está todo mundo
discutindo um com o outro gerando mal-estar geral, o clima está pesado, a casa por maior que
seja parece que ficou pequena. Que fazer então? Vá para um local onde você possa se isolar
um pouco. Chegando lá energize e harmonize-se, isto é, procure não sentir raiva, ódio, mágoa,
nem agressividade alguma contra quem quer que seja.

Para melhor conseguir harmonizar-se, entre em estado de oração procurando


visualizar uma coisa boa, por exemplo, imagine-se num lugar de linda paisagem, com lago,
flores e árvores. Esse artifício de visualização é geralmente muito útil no processo de
harmonização.

Após isso, comece a energizar e transmitir pelas mãos um raio de energia que atinja
uma parede e visualize que de suas mãos vai saindo uma energia que vai contagiando
positivamente todas as paredes, que vai limpando, limpando e se propagando, que começa a
fazer o chão, o teto e as paredes brilharem. Se alguma entidade negativa estiver presente, a
tendência é ela ir embora, assim como qualquer energia negativa.

Mas há um problema. A pessoa, depois que terminar, vai ficar debilitada, porque muito
de sua energia vital foi consumida nesse processo. Aconselho fazer absorção prânica durante
tempo equivalente àquele gasto na energização.

O que é absorção prânica? O trabalho é feito principalmente através da respiração,


mas não é como o pranaiama (que é respirar e soltar e vice versa), porém uma coisa mais
simples ainda, que qualquer um de nós pode fazer rapidamente. A absorção prânica, porém, só
pode ser feita durante o dia, porque de noite não é adequado. Durante o dia a energia prânica
atmosférica pode ser vista no céu, brilhante como um mar de luzes piscando.

Técnica: Olhe para o horizonte e visualize que aquela energia brilhante começa a se
soltar, que estrelas bem pequeninas, quando a gente respira, entram em nosso corpo
juntamente com o ar. Visualize que essas estrelas, esses pequenos sóis energéticos, entram
pelo nariz, sobem pela testa, invadem o topo da cabeça, descem pela coluna vertebral e
energizam o corpo todo.

÷ Acervo Aluano ÷
38
Mas só isso ainda não basta. Visualize que antes delas entrarem pelo seu nariz, essas
fagulhas de energia se condensem, para que a absorção seja melhor. Veja que o seu
pensamento pegue aquelas fagulhas de energia e que elas vão se espremendo umas às
outras, e quando formarem uma "nuvem" bem compacta já não será como ar rarefeito, e
quando você respirar vai entrar boa quantidade de energia.

Após 5 minutos você vai começar a sentir certa sonolência, mas não respire rápido
demais, senão você pode sofrer uma hiperoxigenação. Respire naturalmente, numa velocidade
normal. Nos primeiros dias de prática puxe o ar pelo nariz e solte pela boca. Apenas quando já
estiver acostumado, isto é, após vários dias de absorção prânica ou várias práticas, já pode
puxar o ar pelo nariz e soltar também pelo nariz.

Esta é a técnica básica da absorção prânica. Alguns sentem formigamento no nariz,


pressão na testa, sonolência ou relaxamento, mas depois passa. Se você for fazer algum tipo
de energização, como doar energia ou criar algum escudo protetor, vai precisar fazer
previamente tempo equivalente de absorção prânica. Isto é aconselhável porque depois de
fazer a doação energética, se não fez absorção prânica vai estar muito fraco para ter ânimo de
fazê-la agora, portanto é preciso fazer enquanto tem energia.

É ideal fazer a absorção prânica em ambientes que tem abertura. Numa sala fechada é
difícil, porque o prana que está lá fora, ao passar através dos objetos sólidos, tem a tendência
de sofrer uma filtragem e chegar mais fraco. Já em ambiente aberto (de preferência ao ar livre),
o prana chega mais forte.

Suponhamos que você visualizou que está jogando energia. Logo nas primeiras
práticas, mesmo depois que para de pensar em energia, vai sentir que das mãos ainda está
saindo energia, que ainda tem energia correndo pelas mãos, mas não se preocupe, pois isso é
comum acontecer. Apenas depois da 10ª prática de energia é que ela para de sair das mãos
quando já não se está pensando. Enquanto não se está acostumado vaza um pouco mesmo,
mas depois passa.

O maior poder que se pode dar à energia de alguém é aceitar uma indução
energética. Se uma pessoa olha para você e joga uma energia dizendo assim: "você é um
idiota" e você acredita ser um idiota, a energia dela terá poder sobre você. Mas se ao invés de
se achar idiota você joga uma energia para ela pensando "eu não sou", mas também sem

÷ Acervo Aluano ÷
39
revidar a ofensa, porque você se conhece e sabe do seu potencial, aí a energia negativa não
lhe fará mal algum.

Se uma pessoa lhe joga uma energia desejando que você não existisse, jogue então
uma energia para ele demonstrando o quanto você tem a felicidade e prazer em existir, que vai
continuar existindo e que ele não tem o poder de lhe tirar a vida.

O maior poder da energia que se conhece é a hipnose, onde uma pessoa com
maior domínio do poder mental lhe joga uma ordem, nem sempre positiva, fazendo você
acreditar (por exemplo) que é uma galinha. É isso que enfraquece as pessoas, que de tanto
receberem embates energéticos, tornam-se cada vez mais frágeis, desde que a mente aceite.

Vejo que esta palestra vai ter sua continuidade mais adiante, pois o tempo já está se
esgotando, mas pelo menos vocês vão sair daqui sabendo como fazer um escudo de proteção,
como fazer absorção de energia e entendendo, enfim, um pouco mais do processo energético.

Para quem desejar fazer o curso Energias da Mente Nível I, aviso que o mesmo tem
duração de 10 horas. Já temos programado o Nível II e em breve também teremos o Nível III.

Estamos planejando para breve, oficinas de vivência sobre energias da mente, onde
será passado o conhecimento e o manuseio prático da energia, ensinando a pessoa a auto
limpar-se energeticamente, bem como a proteger-se criando os escudos.

Também será ensinado como fazer a absorção e a recomposição energética, como


imantar objetos, como modular ou transmutar energias. É um curso que dará segurança para
quem quer lidar com a influência espiritual. Aqueles que quiserem maiores informações a
respeito desse curso podem informar-se aqui com os Voluntários, após o término da palestra.

PERGUNTAS

01 - O BANHO COM VEGETAIS É TAMBÉM BENÉFICO NA LIMPEZA ÁURICA?

Depende do vegetal e do estado em que o mesmo se encontra. O banho que


geralmente é recomendado, que não é fruto de misticismo e que tem uma explicação
energética, é o banho de pétalas de rosas, de preferência brancas, porque a rosa branca tem
uma propriedade química e energética que absorve as energias mais densas. Para quem
quiser fazer um teste, coloque uma rosa branca num ambiente de energia perturbada, que no
período de 6 a 7 horas as pétalas terão murchado ou até caído, dependendo da densidade do
÷ Acervo Aluano ÷
40
ambiente. Já a rosa de outra cor não tem o mesmo efeito, porém as rosas brancas atraem
fortemente as energias negativas. É por isto que o banho de vegetais (no caso das rosas ou
pétalas de flores) são recomendáveis, porque absorvem as energias negativas e transmitem
energias agradáveis.

Outro conhecido nosso é o sal grosso. Esse elemento tem uma capacidade muito
grande de absorver e arquivar energias, sejam elas positivas ou negativas. No entanto, depois
que a pessoa usa a água com sal, tem que desfazer-se dela com cuidado, porque ela fica
muito carregada de energia negativa.

No caso das pétalas de rosas, é preciso também que se desfaça delas, jogando-as no
lixo ou coisa assim, porque também ficam impregnadas de muita energia negativa. Nada de
usar as pétalas e depois jogá-las no vaso sanitário.

A melhor limpeza áurica, no entanto, é aquela feita pela energia psíquica, que atinge
maiores dimensões. A limpeza feita por substâncias como as pétalas ou o sal só atinge
dimensões mais densas, mas não atinge as mais sutis que ainda são inferiores.

02 - QUANDO PENSO MUITO EM ALGUÉM, COM ESSE PENSAMENTO AFETO A OUTRA


PESSOA?

Sem dúvida, afeta. Por exemplo, até pensar bem, em alguns casos, afeta a outra
pessoa. Como é que pode? Digamos que tem uma pessoa que é muito querida para você e
essa pessoa tenha algum relacionamento afetivo com alguém. O fato de você ficar pensando
demasiadamente nessa pessoa, faz com que a sua energia se intrometa na energia do casal,
podendo assim gerar atrito e até separação. Por isto é preciso ter muito cuidado quando se
pensa a respeito de outra pessoa, sempre pensar ponderando um ato positivo e respeitoso,
senão acaba gerando distúrbios.

Todo pensamento dirigido a alguém atinge essa pessoa gerando uma repercussão e
somos responsáveis por esses pensamentos. Se alguém visualiza alguma coisa com alguém, é
como se já o tivesse feito energeticamente com aquela pessoa. Por isso é preciso trabalhar a
disciplina do pensamento, pois o que pensamos acaba acontecendo e isso pode gerar carma.

÷ Acervo Aluano ÷
41
03 - PARA TER UM MAIOR APROVEITAMENTO NOS ESTUDOS, QUE TIPO DE
VISUALIZAÇÃO POSSO FAZER?

A visualização a fazer é a de um sol na testa e no topo da cabeça, de preferência um


sol dourado. Inicialmente é como se fosse uma flor dourada, que vai se abrindo. Depois que se
abrir na testa ela se expande, projeta energia e se transforma em um sol, tanto na testa como
no coronário (dúvida: é um sol ou são dois sóis?). Isso vai retirar do cérebro as energias
viciadas, fazendo os neurônios cerebrais se ativarem mais. Esse processo faz melhorar a
assimilação nos estudos. Existem outras visualizações, mas essa é a única que eu posso
passar no momento.

04 - QUAL A IMPORTÂNCIA OU INFLUÊNCIA DO SENTIMENTO NAS FORMAS-


PENSAMENTO?

A importância é total, porque o que a pessoa sente é que vai dar vida à energia
fazendo-a ganhar forma. As formas já são universais: se uma pessoa pensa em ternura ou
meiguice com outra pessoa, aparece uma brilhante chuva de pétalas de rosas de várias cores
sobre a pessoa.

Pensamentos de atenção e desejo de fazer o bem jogam uma energia tipo estrelinhas
azuladas. Muitas vezes você pode estar conversando com alguém, dando atenção, querendo
compartilhar positivamente quando vê estrelinhas azuis pipocando, aparecendo e
desaparecendo. Isso é sintoma de que aí está havendo um diálogo sincero, onde um quer
ajudar o outro.

Já quando há inveja ou contrariedade, como quando você está com uma pessoa e ela
fala uma coisa que você não gostou, ela joga uma ponta, que aparece como se fosse um
alfinete ou um espinho vindo dela na sua direção. Por isso o que se sente é fundamental: se
você sente coisas boas a respeito de alguém, não tem como gerar formas-pensamento
negativas.

05 - ALGUÉM PODE SER MORTO NO PLANO ASTRAL PELA ENERGIA PSÍQUICA?

É possível sim, mas geralmente só quando a pessoa já morreu fisicamente é que pode
ocorrer morte com o corpo astral. Enquanto a pessoa está encarnada num corpo físico, há uma
hierarquia de espíritos que a protegem para não morrer no astral em função de energias.

÷ Acervo Aluano ÷
42
Quando a pessoa se projeta ela só morre se o corpo físico dela for atingido, mas não morre se
for atingido apenas o corpo astral.

Não há, portanto, esse perigo de morte por projeção astral, mas pode haver dor. A
pessoa pode sentir dor e voltar para o corpo físico com ferimentos. Mas isso independe da
pessoa saber fazer ou não a projeção astral, porque quer queiramos ou não nós sempre
saímos do corpo.

06 - TALISMÃS GERAM PROTEÇÃO?

Alguns talismãs geram, porque é possível imantar de energia um objeto. Se eu olho


para um copo cheio de água e visualizo que o líquido tome a cor dourada, vou energizando
com a mão e visualizando com a mente, energeticamente ele vai tomando a cor dourada. Eu
visualizo que esse líquido aqui seja o líquido que vai me energizar, que vai me dar ânimo, eu
vou imantando ele com ânimo, com disposição, com garra, com determinação e com disciplina;
vou imantando, imantando, vou visualizando e sentindo estas boas vibrações, vou pensando e
energizando esse copo com o líquido que está nele. Após esse processo, quem tomar desta
água vai pegar a mesma vibração.

Quem fizer isso para o mal, vai ver que outros seres vão manipulá-lo energeticamente
também. É a lei do carma.

Os talismãs tanto podem gerar proteção como também podem atacar a pessoa, porque
tudo é imantável. Toda imantação, porém, tem um determinado tempo de duração, perdendo
seu efeito depois de algum tempo, do mesmo modo que uma bateria vai perdendo a carga.

07 - COMO PODEMOS NOS DEFENDER DE PESSOAS QUE SUGAM NOSSAS


ENERGIAS? COMO IDENTIFICAR SE É PROBLEMA FÍSICO OU ATAQUE DE ENERGIAS
NEGATIVAS?

O primeiro sintoma de que sua energia está sendo vampirizada: você está bem antes
de chegar perto da pessoa; depois que você chega perto começa a ficar mal; depois que sai
fica pior ainda. Não há como se enganar, porque não existe outra explicação, principalmente se
você se alimentou bem, não está com má digestão, não tem doença alguma, simplesmente
sente-se fraco. Geralmente é tudo muito rápido: você chega perto da pessoa e ela vai te
apertar a mão, geralmente leva o dedo no seu pulso (consciente ou inconscientemente) e suga

÷ Acervo Aluano ÷
43
sua energia. Você solta a mão, conversa um pouquinho e a pessoa vai embora, já lhe deixando
enfraquecido.

Para se ter uma noção do poder do vampirismo energético, ele pode acontecer até
mesmo pelo telefone, porque energia não mede distância.

Você está ao telefone falando com a pessoa e ela está derramando problemas no seu
ouvido, aí você fica ouvindo e assentindo com exclamações "ah, é isso", "você tem razão",
"fulano é assim mesmo". No final da conversa seu interlocutor diz "puxa, como eu estou me
sentindo bem depois de ter falado com você. Eu precisava mesmo contar isto para alguém..."
Quando ela vai embora é que você se dá conta de que aquela pessoa lhe sugou uma enorme
quantidade de energia.

Como se proteger de conversas deste tipo? Evitar o contato com a pessoa que você
sabe que é negativa ou então fortificar-se energeticamente. Sabemos que não é fácil, que
envolve muito treino psíquico, dezenas de práticas de energia. Muitas vezes é preciso construir
de dez a quinze escudos diferentes e fazer imantações energéticas para transmutar a energia
negativa. Gostaria de poder explicar tudo, mas esse conhecimento é muito profundo para ser
passado no curto tempo de uma palestra como esta.

08 - COMO A VIDA SEXUAL DESEQUILIBRADA PODERIA ATRAPALHAR O DOMÍNIO DO


MANUSEIO DA ENERGIA PSÍQUICA?

A energia que vibra na sexualidade desequilibrada é a mesma que vibra na agressão,


na mágoa e na vingança. Todas as energias ditas inferiores fazem parte de uma egrégora onde
uma parte interfere na outra. Se uma pessoa quer se proteger da mágoa de alguém, mas se
sexualmente não está com tanto equilíbrio, ela não terá como gerar uma blindagem
suficientemente forte para se resguardar da mágoa.

O padrão vibracional do desequilíbrio é sempre semelhante, não importa qual a origem,


seja sexualidade desequilibrada, vício de drogas, álcool, fumo ou vícios de comportamento:
sempre há a tendência de uma vibração mais lenta e isto caracteriza uma vulnerabilidade.

No plano astral, como eu disse no início, meu primeiro contato com a energia foi de
maneira ruim, mas com o tempo e muita disciplina consegui superar este problema.

÷ Acervo Aluano ÷
44

Transição Planetária (Livro) - 1996

O Nascimento de Uma Nova Civilização - A missão de alertar

Estava de pé, olhando através de um das muitas janelas daquele imenso anfiteatro,
onde milhares de espíritos estavam reunidos para receber a última orientação antes de
encarnarem em um corpo físico da Terra com a missão de avisar as pessoas do mundo físico
das transformações que em breve ocorrerão em todo planeta. Através da janela via as torres
incrivelmente altas que compunham aquela colorida cidade.

Lembrei-me com contentamento quando carinhosamente fomos recebidos pelos


dirigentes daquele recanto de luz, logo que chegamos ao Planeta Terra. Éramos habituados a
permanecer a maior parte do tempo a bordo das naves espaciais, mas para encarnarmos em
corpos físicos da Terra se fazia vital nos aclimatarmos em uma cidade espiritual que possuísse
as vibrações que nos preparasse parra suportar a densidade terrestre. A maior parte dos que
se autovoluntariaram para a descida ao solo já se encontravam prontos para vestir o corpo de
carne.

Percebi que seria dado inicio à palestra que ainda ouviríamos como espíritos livres.
Naqueles milhares de olhares que se espalhavam nas arquibancadas em forma de círculo
notava-se um misto de entusiasmo por servir o Criador Absoluto e ao mesmo tempo o receio
de se verem presos em um corpo cheio de limitações e no qual por um tempo indeterminado
esqueceriam suas origens.

No centro do anfiteatro estavam vários espíritos que compunham parte da direção da


Grande fraternidade Branca, que, coordenados pelo Senhor Jesus, integravam o Governo
Superior da Terra, tendo também coligação com os outros planetas do sistema solar e também
de outras Galáxias. Foi dado início a palestra. O primeiro a falar foi uma Entidade cujo nome
não é conhecido na Terra.

- Filhos da luz, que o Cristo esteja com todos para iluminar suas vidas nos caminhos
sombrios da Terra, onde a maior parte de nossos irmãos ainda resiste ao amor.

Será dura a vida de todos vocês, incontáveis serão as dificuldades, se faltar a luz
interior muitas serão as quedas, mas estaremos sempre ao seu lado para ajudar a levantá-los
e a seguir em frente.

÷ Acervo Aluano ÷
45
Todos aqui sabem que se submeterão a uma grande prova, que irá aumentar o grau de
amor de todos.

Os habitantes da Terra em sua maioria estão com suas consciências imersas em um


sono profundo. E apesar de se avizinharem acontecimentos que abalarão cada palmo de terra
desde o mundo astral até o mundo físico, mesmo assim eles não estão querendo despertar
para a evolução espiritual. A cada instante apegam-se mais e mais ao materialismo e ao
animalismo, que os impedem de ver o seu Criador. E com a ânsia do egoísmo planejam
destruir a todos, pela loucura do domínio do seu próximo, mas não deixaremos, pois
comprometeriam a evolução da vida de muitos inocentes.

O Criador os envia para junto dos seus irmãos que dormem, para que sejam na Terra
os mensageiros do Novo Mundo e avisem que as trevas perderão seus domínios e serão
levadas para outras moradas.

“Uma nova Humanidade será trazida de mundos mais evoluídos para viver no
planeta Terra, mas para isso essa civilização deixará de existir, para que de suas cinzas
nasça uma nova que será obediente à lei do Amor Crístico.”

Avisem no mundo físico que não temam a perda do corpo de carne, que é a roupagem
transitória do espírito, mas antes de tudo que não deixem seus espíritos serem perdidos nas
sombras do egoísmo. O amor Crístico será a luz capaz de iluminar os caminhos que levam ao
Criador que poderá ajudar a humanidade Terrestre a ter forças para suportar as mudanças
dolorosas.

Para que os seres humanos encarnados não sejam pegos de surpresa, muitos
mensageiros já foram enviados e ainda muitos o serão, para avisar aqueles que queiram ouvir.
Informem que é necessário que se preparem espiritualmente para prestarem a prova final, pois
aqueles que não tiverem acumulado exemplos de amor Crístico suficiente não serão admitidos
no novo mundo.

Vão meus filhos e semeemos os avisos de luz, para diminuir a dor inevitável e que o
Criador Absoluto ajude todos nós a cumprir essa empreitada.

Muitos foram os espíritos que nos expressaram orientações preciosas ao êxito da


missão, ofertaram-nos força e fé para o mergulho no mundo material.

÷ Acervo Aluano ÷
46
Após a palestra fui acompanhado pela equipe encarregada da minha encarnação. Já
há algum tempo havia sido ligado a um corpo que estava em formação no ventre da minha
futura mãe e que naquele instante estava prestes a dar a luz. Com rapidez fui levado, e
tomando a forma de bebê encarnei em meu novo corpo físico; pela primeira vez chorei em uma
maternidade simples de uma cidade de interior.

O Planeta Terra receberá ajuda dos Extraterrestres

Os extraterrestres estão à nossa volta e em breve se farão visíveis no físico. Ainda não
chegou a hora de sua aparição em massa, mas isto irá acontecer, eles estarão aqui na época
da transição.

Receberemos ajuda de nossos irmãos mais velhos, ou seja, os seres pertencentes a


civilizações mais avançadas que nos observam e que no passado já interferiram em nossas
civilizações e em breve irão interferir novamente.

Legiões de seres extraterrestres sob o comando de Ashtar, um ser de evolução


Arcangélica, estão atuando na transição do nosso mundo, na transição dos universos e na
reconstrução da nova Terra. Para poder expressar melhor a função dos extraterrestres, é
preciso explicar, antes de tudo, a fase que o planeta vai viver, ou melhor, já está vivendo.

Os comandos extraterrestres são compostos de várias unidades. Muitas delas fizeram


seres extraterrestres encarnarem aqui para realizar missões no físico, na civilização da Terra.
Como existem unidades ligadas às áreas da comunicação, avanço tecnológico, medicina,
evolução espiritual, etc., é possível que muitas pessoas de renome mundial que conhecemos
ou que tanto ouvimos falar sejam alguns desses enviados!

O Senhor Jesus é o poder supremo que governa este planeta. Assim, podemos dizer
que o Comandante Ashtar é o poder e a justiça que Jesus buscou para atuar aqui, é ele que
virá com suas naves recolher as pessoas em corpos físicos como também em espírito.

Ao longo dos séculos a história vem registrando aparições de objetos luminosos,


metálicos e, também, documentando seres vestidos em trajes espaciais, similares aos dos
astronautas. Alguns acreditam serem viajantes do tempo, outros, talvez, alucinações.

÷ Acervo Aluano ÷
47
Em vivências pude registrar, com perfeição, a existência de níveis de seres
extraterrestres, os positivos e os negativos. Falarei aqui, principalmente, a respeito dos
positivos, qual a razão de sua aparente timidez e por que agem secretamente.

Estará à humanidade preparada para um contato coletivo com seres de outros


planetas? Como reagiremos se essas civilizações começarem a aparecer abertamente com
seus veículos espaciais, como um mar de estrelas flutuando no céu? A resposta é clara: não
estamos preparados. A maioria duvida ou tem medo. Apenas uma minoria ínfima é que está
de fato pronta para um contato mais direto com essas civilizações.

Atualmente, milhares de seres extraterrestres visitam esta nossa esfera azul. No


entanto, os casos registrados pelas pessoas, pela ciência e pelos governos geralmente se
referem aos extraterrestres de nível não muito evoluído, vindos de planetas cuja evolução
tecnológica está um pouco acima da nossa. No entanto, em nível ético, é inferior ou
equivalente, podendo ser descritos como seres rebeldes que ainda não desenvolveram um
sentimento maior.

No entanto, a maioria dos extraterrestres que visitam o planeta Terra é de origem


positiva. Seus mundos, aqueles que patrocinam suas viagens, são lugares onde a harmonia
e o amor entre todos os habitantes é a tônica geral. São seres que vivem num sistema de
governo que não faz imposições, que não dita normas. A norma existe dentro de cada um
de maneira espontânea, de maneira que cada ser possui a consciência da harmonia e do
amor.

Nesses mundos, ninguém vê o outro como um estranho, mas como parte de si


mesmo, uma parte que precisa ser cuidada, preservada, respeitada. Esses seres são dotados
de grande amor, um amor que os faz ficar em permanente contato com suas essências, com
seus espíritos elevados, com o Criador Absoluto, aquele que aqui na Terra chamamos de
Deus.

É através do amor recebido do Criador Absoluto que olham para os seus irmãos
menores, como nós aqui da terra, que sofremos, amamos, mas que nos machucamos; que
somos alegres, mas que também experimentamos grande tristeza; que construímos, mas
que também nos destruímos.

Esses seres, que são como nossos irmãos mais velhos, chegam com o propósito de
nos ajudar. Entretanto, nosso animalismo, nosso temor e nossos desamores ainda não
÷ Acervo Aluano ÷
48
possibilitam a presença maciça aqui desses irmãos que já galgaram por seus esforços, como
nós ainda galgaremos o nível de evolução, de expansão humana, não mais de purificação
animal.

Dentre um número infinito de seres vindos de outros planetas, são eles integrantes de
um comando do amor, da justiça e do poder.

Milhões de seres espaciais, vindos das mais diversas galáxias, de planetas de nível de
evolução superior ao nosso, são voluntários, autoconvocados, que aqui vieram empunhando a
bandeira do amor e da fraternidade, em ajuda aos planetas que dela necessitam.

Já em épocas passadas o Comando Ashtar se fez presente em nosso planeta,


quando a terra passou por diferentes estágios de evolução.

Mas há tempo muito o planeta não vive uma fase semelhante a que se aproxima. É
a fase da transição dos universos, quando muito virá a acontecer. Foi por isto que Ashtar
enviou vários dos seus ‘filhos’ para se integrarem, através do nascimento, em corpos de
carne e viverem por algum tempo junto aos seres que, há várias existências, estão nascendo
na Terra. Sua missão principal é fazer despertar aqueles que já esqueceram suas origens,
que já esqueceram a razão pela qual nasceram neste mundo e, por isso, precisam ser
conscientizados para perceberem o quanto é necessário acelerarem o seu ritmo evolutivo.

Os extraterrestres procuram de muitas formas ajudar a evolução dos habitantes da


Terra, muitas vezes tendo que interferir energicamente nos governos, como por exemplo,
limitar o uso do armamento nuclear para que nós não nos destruamos a todos.

Infelizmente, as pessoas, em sua grande maioria está cega quanto à natureza


superior da vida. Estão surdas da consciência plena de um contato com a essência. Estão
com o corpo imobilizado, o que as impede de expressar os sentimentos mais sublimes que o
plano superior e que o criador absoluto transmitem.

Por essas razões é que estamos sendo tão visitados pelos nossos irmãos mais velhos,
de maior maturidade, que vêm de outros mundos. Não estão aqui com o propósito de tirar
algo de nós. Isso representa a mesma coisa que alguém já possuidor de tudo que deseja, de
tudo que precisa, querer tirar algo de um mendigo que se agarra com todas as forças a seus
pequenos e ilusórios pertences.

÷ Acervo Aluano ÷
49
Nossos irmãos não querem nos escravizar. Pelo contrário, querem ajudar a nos
libertar de nós mesmos, da nossa capacidade de autodestruição e do nosso egoísmo. Se não
aparecem diante de nós com seus corpos extraterrestres para falarem diretamente, é porque
sabem que não estamos ainda prontos para o encontro com civilizações mais avançadas.

Ao longo da história planetária, vários comandos extraterrestres nos enviaram muitos


dos seus mensageiros: Missionários da Luz e Iluminados de Era, que tentavam, como um sol
retido em um corpo de carne, irradiar para os homens a luz do amor, da justiça e da sabedoria.
Desse modo, a humanidade pôde conviver durante algum tempo com Iluminados como Buda,
Jesus e os grandes mestres que compõem a Fraternidade Branca do Conselho Planetário e
Solar.

Recentemente, muitas Luzes voltaram a descer no planeta Terra. São espíritos que
internamente brilham como sóis que, numa época turva e dolorosa como esta, tem a função
de ser a luz que romperá as trevas, mesmo quando elas parecem prevalecer. Mas é bom
sabermos que nesta vida as trevas têm poder relativo, apenas aparente.

Verticalização do Eixo da Terra

Possuía em minha memória espiritual a informação de que um planeta intruso


futuramente invadiria nosso sistema solar influenciando fortemente todos os planetas inclusive
a Terra; por isso, toda geografia planetária passaria por grandes transformações, alterando por
completo seus continentes. Com estes acontecimentos, muitos seres encarnados perderiam
seus corpos físicos de maneira algumas vezes dolorosas.

Quando busquei maiores detalhes a respeito da aproximação desse planeta, os


extraterrestres me possibilitaram, por meio da saída do meu espírito do corpo físico, viajar para
fora do planeta Terra.

Da janela da espaçonave pude ver a aproximação do planeta intruso, que pertence a


outro sistema solar.

Observei seu volume físico pouco maior que o da Terra, e sua cor era marrom-laranja
parecido com ferro enferrujado. Estava pensando que dali o planeta não parecia tão
assustador ou agressivo a ponto de tirar outros planetas de suas órbitas.

÷ Acervo Aluano ÷
50
De repente foi ligada na janela da nave uma tela visual de varredura multifrequencial,
que mostrava em si não apenas o planeta intruso em sua constituição física, mas
principalmente a irradiação áurica da sua força magnética.

Quando avaliei o tamanho do campo magnético daquele astro, fiquei surpreso ao ver
que seu magnetismo era vertiginosamente maior que sua massa física. Ao realizar o trajeto de
sua orbita, deixava para trás uma imensa cauda, como as dos cometas. A tela de rastreamento
mostrava números que marcavam o intervalo de tempo das pulsações do campo magnético.
O magnetismo em determinados momentos diminuía incrivelmente, mas depois de certo
tempo, como que em uma explosão, expandiam-se centenas de vezes.

Isso dava a impressão de que o planeta passava algum tempo concentrando energia
para depois explodi-la em volta de si. Com isso observei que as camadas mais suaves do
campo magnético em cada explosão atingia o Sistema Solar, afetando inclusive o planeta
Terra, que, ao receber a influência magnética alterava o seu clima, aumentando a temperatura,
provocando tempestades, maremotos como também terremotos. Era também afetada a
personalidade dos animais como também as dos seres humanos, via-se que as pessoas
tinham a tendência a se tornarem mais animalizadas. Quando a explosão magnética do planeta
intruso acabava e voltava a enfraquecer, mesmo assim sua aura ainda atingia a Terra, só que
os efeitos gerais eram bem mais suaves.

Era evidente o raciocínio de que, quando o planeta intruso aproximasse da Terra e nele
houvesse uma nova explosão magnética, isso afetaria de maneira brusca ou quase instantânea
a órbita da Terra, alterando fortemente seu campo magnético, o que acarretaria mudanças na
rotação e translação, causando a verticalização de seu eixo magnético, sacudindo
violentamente as placas tectônicas ou continentes, o que modificaria toda geografia da
superfície terrestre.

Os técnicos extraterrestres calcularam o tempo de órbita do sistema solar da Terra e


concluíram que, logo que houvesse a verticalização do eixo, a Terra entraria em uma região do
espaço sideral que é um portal natural de aceleração vibracional, o que a transportaria para
uma dimensão da densidade atômica mais sutil.

Portanto, é recomendável que as pessoas presentemente encarnadas na Terra


busquem se espiritualizar de maneira tal a contatar que todos nós somos espíritos imortais que

÷ Acervo Aluano ÷
51
momentaneamente estamos vestindo corpos de carne. Ao nascermos aqui, a maior certeza é
de que algum dia teremos que devolver nosso corpo de carne através da morte física.

A Terra também irá Atravessar Um Portal Dimensional

Nós trabalhamos, estudamos, acordamos e dormimos e muitas vezes não


conseguimos perceber o que está acontecendo, porque a realidade pode facilmente fugir aos
cinco sentidos do corpo aos quais estamos acostumados. As informações que passarei foram
colhidas através da projeção astral e da auto-regressão a vidas passadas.

Projeção astral é, em síntese, a saída consciente do corpo. Imagine que o espírito


ou alma saia de dentro do corpo físico ou material e possa ir para o lugar aonde as pessoas
vão depois que desencarnam ou quando dormem. Nesses mundos extrafísicos podemos viajar
para fora do planeta, visitar outros mundos e explorar outras dimensões. Foi valendo-me desta
habilidade que colhi as informações que estão sendo passadas por intermédio de palestras,
livros, fitas, para que haja uma união de forças entre todos aqueles que estão tendo contato
com algum comando da luz.

Nossos irmãos de outros planetas terão uma importante atuação no que vai acontecer.
Veja bem, estamos num planeta que vibra na 3ª dimensão da densidade atômica física.
Independentemente de entendermos de física quântica, nossos corpos e as coisas materiais
que nos cercam são compostos de partículas tão condensadas que vêm nos mantendo na 3a.
dimensão física ou dimensão densidade. Já há algumas décadas algumas mudanças vêm
gradualmente ocorrendo. Um fenômeno cósmico de abrangência universal está acontecendo.

“O universo inteiro está passando por uma transição.”

Os corpos estão começando a vibrar mais rápido e um portal natural está sendo criado
para fazer os mundos saltarem de uma dimensão para outra. Nós estamos em um mundo que
está começando a se transferir para outra dimensão. Os contatos de certas pessoas com os
extraterrestres especificamente nessa fase visam criar em nós o clima da transição, porque
não estamos preparados para ela, nem mental nem tecnologicamente. Nossa cultura ainda não
admite aquilo que transcende, porque a tecnologia humana está arcaica em relação à
tecnologia dos extraterrestres, não tendo como oferecer, com o conhecimento de que dispõe a
base necessária para se conseguir uma transição sem traumas.

÷ Acervo Aluano ÷
52
A Terra já não é totalmente um planeta de 3ª dimensão, estando agora no limiar do
portal dimensional, também conhecido como Cinturão de Fótons.

A irradiação desse portal já começa a influenciar o nosso planeta. A noção de espaço-


tempo começa a ser alterada, o tempo não é mais aquele a que estávamos acostumados. Ele
anda mais rápido! Ainda que o relógio registre 24 horas por dia, 60 minutos por hora, o
tempo já não é como antes, foi alterado e será cada vez mais alterado. Nosso planeta já
iniciou a transição, mas por enquanto pega apenas a aura da 4ª dimensão, que nada tem a ver
com o universo espiritual, é uma dimensão física, porém mais sutil do que sua antecessora.

Na 4ª dimensão é possível vermos a energia que existe nos corpos, uma suave
película envolvente, porque a matéria começa a se libertar.

Hoje nossos corpos e os objetos são como que imprensados, ou seja, suas partículas
são muito condensadas. Nosso mundo está passando para outra dimensão, mas não é só isto.
Os objetos, constelações, galáxias, tudo que há nesse universo está gradualmente passando
para outra dimensão, um universo empurrando outro universo, provocando uma reação em
cadeia. O que está acontecendo não é uma coisa isolada, tudo na vida está sendo alterado
porque o planeta está se aproximando do portal. Alguns planetas do nosso universo vão levar
ainda bilhões de anos para chegar até esse portal, mas nós temos a sorte de já estarmos à
beira dele, faltando pouco para transpô-lo totalmente.

As profecias contidas na Bíblia e em vários livros históricos registram os


acontecimentos que virão em breve. Fazendo certa alusão ao Apocalipse, digamos que ele
conta apenas parte da história. O nosso mundo está à beira de uma porta e pronto para
transpô-la. A irradiação dessa porta já está nos atingindo, fazendo-nos mudar a percepção de
tempo com a sensação de que tudo anda mais rápido. Apesar de o relógio marcar 24 horas,
parece que não temos mais 24 horas, o tempo está sendo reduzido cada vez mais e podemos
notar isto pelo ritmo do avanço tecnológico.

Outra alteração iminente é a noção de espaço, as pessoas muitas vezes vão ter a
sensação de que tudo está sendo comprimido ou em expansão, vão sentir que as coisas são
maiores ou menores do que o normal. Tais sensações são causadas pela turbulência do portal
dimensional, provocadas pela pequena irradiação da aura do portal. No núcleo desse portal é
que acontecerão mudanças realmente bruscas e radicais em nossa civilização terráquea e em
civilizações de outros planetas, com a diferença de que naqueles serão aplicados métodos

÷ Acervo Aluano ÷
53
diferentes dos que serão usados em nosso planeta. Planetas hostis, ainda dominados pelo
chamado mal, pelo destrutivismo (como o nosso), precisam de cuidados especiais, como uma
criança inconseqüente que na beira de um abismo precisa do auxílio de uma inteligência maior.

A transição começou basicamente na década de 50, devendo encontrar em breve o


seu apogeu ou término. Ainda não podemos perceber totalmente seus resultados porque não
entramos realmente no portal, pegamos apenas sua irradiação, mas muitos de nós já começam
a sentir que algo no mundo está mudando, não importa a religião ou credo, o importante é que
internamente muitas pessoas estão sentindo que a vida está mudando. Respostas estão sendo
buscadas e, para oferecer tais respostas, pessoas ao longo do planeta inteiro assumiram
determinadas missões de entrar em contato com a Hierarquia Oculta do Mundo, que coordena
as nossas vidas aqui no mundo físico. A HOM está atuando efetivamente no nosso mundo
apesar de ele ainda ser ilusoriamente dominado pelas trevas, ou seja, pelo lado do mal. Apesar
de todos os percalços, a HOM está conseguindo fazer o trabalho de preparar terreno para a
transição, com o fim de gerar o menor trauma possível a nós, humanos terrestres.

Não está sendo fundada nenhuma religião, seita ou filosofia, procuramos apenas
transmitir o conhecimento de coisas muito fortes que estão acontecendo e que irão acontecer,
bem como divulgar alguns métodos que a pessoa pode aplicar para se preparar internamente.

Quando nosso planeta passar pela transição, tudo aqui deixará de existir como nós
conhecemos. O planeta será reconstruído, mas não devemos ter medo de perder o corpo
físico, porque existem coisas bem piores do que o desencarne e devemos considerar que de
uma forma ou outra daqui alguns anos não estaremos mais aqui. Isto é inevitável, porque
somos perecíveis, sendo que a maioria de nós não chega aos 80 anos, mais cedo ou mais
tarde a gente deixará esse mundo.

“O próprio medo da morte é um estado de espírito que pode ser trabalhado, uma
vez que a pessoa adquira consciência total de que morte é uma ilusão.”

Baseado em que ciências posso afirmar que haverá tantas mudanças? É porque há
vários anos pratico a projeção astral, que também ensino às pessoas. Através da PA ou saída
consciente do corpo, as pessoas relembram vidas passadas, podem ver o próprio futuro, o
futuro das coisas e até o futuro do mundo! PA não é uma habilidade subjetiva, ela pode ser
desenvolvida por qualquer pessoa, bastando para isto que tenha paciência, disciplina e uma
série de outros atributos que podem ser adquiridos com a persistência.

÷ Acervo Aluano ÷
54
“Em uma grande reforma, às vezes é preciso destruir para poder reconstruir
depois.”

Para que tudo que hoje está ruim mude para melhor vai haver inicialmente o caos,
mas isto é necessário e vai acontecer em função da influência do planeta intruso que em breve
estará próximo à Terra e da passagem de nosso planeta pelo portal dimensional.

O Comando Ashtar tem várias funções e uma delas é recolher pessoas no corpo físico
e levá-las para o interior de naves apropriadas, onde permanecerão durante a transição.
Cabem aqui as seguintes considerações:

 Não serão recolhidos todos os habitantes;

 Há pessoas ditas positivas (que trabalharam o seu lado interno), que não serão
recolhidas;

 Será recolhida apenas uma pequena percentagem dos habitantes;

 O programa ou missão de vida, que a pessoa fez antes de nascer aqui, é o fator que
determinará se ela será recolhida fisicamente ou não;

 Ser recolhido no físico pelas naves não é o principal, pois existe gente muito boa que fez
pela humanidade tudo que podia de positivo e que, quando acontecer essa transição, irá
para planeta muito melhor que a Terra de 4a. dimensão, mas para isso terá que perder o
corpo físico;

 Os futuros habitantes da Terra de 4a. dimensão precisam ser recolhidos às naves


porque nós não conseguimos, com nossa tecnologia, gerar proteção para a oscilação
eletromagnética e vibracional causada pelo cataclismo e pela transição de um universo
para outro.

Muitas das naves espaciais que cruzam o universo são o habitat dos seus tripulantes,
que normalmente pertencem à 4a. até 13a. dimensão. Acima da 3a.dimensão a matéria é mais
livre, os seres, isentos de certas limitações e inibições, podem manifestar um poder mais amplo
junto à Criação. Assim lhes é possível densificar seus corpos de manifestação para poderem
atuar em dimensões inferiores. Como vamos fazer exatamente o inverso, a sutilização de
nosso corpo é o caminho.

÷ Acervo Aluano ÷
55
Todo ser vivo na face da Terra passará pela transição, seja humano ou animal. Este
mundo será lançado na 4a dimensão e os ETS vem fisicamente, no momento de emergência,
com a missão de recolher quem for preciso.

O início da transição será pouco antes do crepúsculo, entre 18 e 19 horas aqui em


Brasília, local onde estive em projeção astral e obtive estas informações. Com base na hora de
Brasília, é fácil calcular a hora para os outros estados e países. O fenômeno acontecerá no
planeta inteiro ao mesmo tempo, sendo que em alguns países será noite, em outros
madrugada, em muitos já será dia ou estará amanhecendo.

Quase ninguém vai estar esperando quando a transição tiver seu início. O processo
não será nada indolor e o trauma não seria menor se a pessoa soubesse o momento exato. É
preciso, antes de tudo, que as pessoas se preparem a nível interno, e isto é realmente o que
importa, porque qualquer que seja a roupa que se vista ou o local em que se esteja, lá chegará
a irradiação do portal. A maioria das pessoas não está nem física nem mentalmente preparada
para essa irradiação vibracional, mas nem por isto devemos entrar em pânico, porque nós não
estamos sozinhos e estaremos sendo ajudados quando for necessário.

Nós estamos sendo vigiados permanentemente, cada pessoa é monitorada pelos


extraterrestres, que tem a ficha de todos os que nascem, de todos os que morrem e de todos
os que vivem no mundo espiritual. Eles sabem quem é quem, quanto a gente merece, qual é o
nosso programa de vida, se teremos que perecer aqui na transição ou se deveremos ir para
outro mundo.

“Aqueles já recolhidos ao interior das naves é que povoarão o novo planeta


Terra.”

É importante frisar que em vários países pessoas que nem se conhecem estão dizendo
o mesmo que está sendo dito aqui. Através da Internet podemos constatar que pessoas que
nunca se viram estão obtendo as mesmas informações, porque estão ligados à mesma fonte,
ou seja, os comandos extraterrestres e ao mundo espiritual. Para algumas pessoas que estão
pela primeira vez tendo acesso a estas informações, elas podem parecer absurdas, mas daqui
a pouco tempo tudo isto fará sentido.

Como as pessoas irão constatar a iminência do fenômeno? Com a aproximação do


portal e do planeta intruso, o inconsciente coletivo vai começar a sentir o início das mudanças,

÷ Acervo Aluano ÷
56
mas sentir não é bastante. De nada adiantará querer se preparar quando a transição já estiver
começando. É necessário começar agora, já!

Quando a Terra estiver passando pela transição, vários planetas também o estarão,
mas existem alguns que conseguem se proteger de seus efeitos usando de tecnologia
avançadíssima, com a criação de uma barreira dimensional em volta do planeta, tendo para
isto o aval da Hierarquia Espiritual Superior.

O Comando Ashtar está atuando não apenas no nosso planeta, mas em vários
planetas do nosso sistema solar e mesmo fora dele, porque a reviravolta será geral, haverá
interferência em todos os planetas.

Dando um exemplo simples, imagine que você mora numa ótima casa alugada a preço
muito bom e que o final do contrato já está chegando. Você não cuidou bem dela, desmantelou,
quebrou e sujou, fez uma desordem geral e agora o dono da casa vai ver se você está
preparado para continuar morando nesta casa tão boa. Se você não for considerado preparado
para refazer o contrato, então vai perder o direito de viver nesta casa. Uma unidade do
Comando Ashtar faz o papel da polícia encarregada do despejo, mas não joga simplesmente o
inquilino na rua deixando-o ao relento. Leva-o para outra casa não tão boa quanto a primeira,
onde ele poderá fazer a sua bagunça sem prejudicar ninguém inocente, até que aprenda dar
valor à coisas que tem. Assim, de acordo com seu lado interno, os seres vão sendo recolhidos
para várias casas, uma casa razoável ali, outra pior acolá, tudo em consonância com o grau
evolutivo do espírito de cada um.

Visões do Futuro

Acabara de sair em espírito do corpo físico e Ashtar me proporcionou uma viagem


através do tempo, para o futuro da Terra. Esta projeção me levou a Brasília no dia das
transformações planetárias.

Em espírito me vi em uma calçada em frente a um dos prédios de uma quadra


comercial do final da Asa Norte do Plano Piloto. Estava de pé, e vi que o tempo indicava o cair
do crepúsculo, o sol havia se posto e a noite tomava conta do ambiente.

÷ Acervo Aluano ÷
57
Escutei a voz de Ashtar em minha cabeça, identifiquei que ele estava falando comigo
por telepatia. Ele me falou que prestasse muita atenção no que iria acontecer, pois me caberia
narrar o que fosse visto quando regressasse ao corpo físico; com isto agucei minha atenção.

A rua mostrava-se repleta de carros visto que as pessoas que saíram de seus trabalhos
estavam regressando para suas casas, algumas andavam pela calçada, porém sem notarem
minha presença, pois, como ali estava em espírito, seus olhos físicos não podiam me ver. A
movimentação das pessoas aparentava normalidade. De súbito um vento estranho soprou
fortemente de cima para baixo verticalmente, a pressão atmosférica começou a ser abalada,
com isto o ar começou a tremer. Imediatamente os carros pararam, e as pessoas tomadas de
assombro começaram a correr por todos os lados, algumas já gritavam de pânico. O chão
começou a tremer e coisas desabavam, neste momento olhei para o céu e vi pontos luminosos
surgindo em todo horizonte, tais luzes começaram a descer em direção ao solo. Ao se
aproximarem de onde me encontrava, pude identificar que algumas eram naves batedoras que
começavam a transmitir informações verbais por meio de aparelhos que conseguiam
neutralizar o distúrbio atmosférico. Estas são algumas das informações que pude ouvir:

O planeta está passando por uma transformação há muito esperada para o bem dos
seres que aqui viverão seguindo as leis de Deus, pedimos que procurem manter a harmonia
por que dentro do possível, serão recolhidos.

Logo após as pequenas e luminosas naves descerem, outras naves diferentes estavam
descendo e começaram a recolher pessoas. Uma das naves deu um vôo rasante sobre minha
cabeça, olhei para cima e vi escrito em alto relevo no casco da nave a seguinte frase:

"Brasil, nós o amamos, estamos aqui para ajudá-lo."

Ao voltar meus olhos para as pessoas vi um mundo em desespero e pavor, a energia


elétrica havia acabado, e na escuridão das ruas o desencarne ceifava os corpos físicos de
muitos. Próximo de mim passaram correndo duas mulheres que tentavam falar histericamente
com alguém por meio do telefone celular, que por sinal não estava funcionado. Percebi que
elas, como a maioria das pessoas, estavam pensando que as naves é que estavam
provocando tudo aquilo.

Fui tomado pela emoção e corri em direção daquelas duas mulheres desesperadas e
lhes disse que as naves estavam ali para ajudar e que não precisavam ter medo, pois no

÷ Acervo Aluano ÷
58
mundo físico ou no espiritual receberiam ajuda. Isso de nada adiantou, pois eu ali estava em
espírito e elas não me puderam ver ou escutar.

Voltei a observar o que acontecia, raios elétricos estranhos desciam do céu em direção
ao solo e iam como que queimando ou desintegrando as coisas, os prédios começaram a
pegar fogo e a ruir de cima para baixo.

As naves que recolhiam as pessoas levavam-nas para o interior de naves-mãe fora da


atmosfera terrestre, onde estariam em segurança.

Pouco a pouco o portal dimensional começou a descer com sua cor, de um dourado
muito forte quase alaranjado, e foi envolvendo todo o planeta. Nada escapava a esse
envolvimento que ia alterando a matéria, fazendo aumentar a cadência de vibração de todas as
suas moléculas. A operação de resgate durara alguns minutos.

Ashtar explicou-me que, após o clima terrestre ser reequilibrado, recolocariam as


pessoas na Terra e os ETs ajudariam a reconstruir uma nova civilização com doação de
equipamento e o serviço de técnicos especializados, pois a lei do carma estaria alterada
positivamente.

Voltei para o corpo físico e sem demora tratei de memorizar cada detalhe do que tinha
visto e ouvido.

Vi que em sua grande maioria as pessoas não estavam preparadas. Não o estavam
porque não trabalharam seu lado espiritual de respeito às leis do criador absoluto. As pessoas
tiveram a oportunidade de se preparar. Lembrei-me de que em minhas palestras eu havia
prevenido muito. Infelizmente a maioria ridicularizara o aviso e não imaginara que no momento
da transição não haveria nem tempo de se lembrar que foi avisado, tão grande o pânico!

O processo de transferência para o interior da nave é a teleportação. A pessoa é


desmaterializada aqui e rematerializada no interior da nave. Alguns pensavam que as pessoas
estavam sendo destruídas pelos ETs!

O medo da morte, apego, tanto afetivo como material, talvez tenha sido o principal
trauma que observei no momento da transição. Daí sobrevinha uma solidão profunda, porque
as pessoas não tinham ninguém em quem se amparar, em sua maioria se sentiam
desesperados e sós. Mas uma minoria já estava esperando por isso e, enquanto tudo

÷ Acervo Aluano ÷
59
acontecia, se regozijava de ver toda a miséria se acabando, finalmente iria ter um mundo novo,
um mundo livre desta maneira autodestrutiva de viver, livre de vícios e de bombas que
exterminam pessoas, livre da fome e da doença, da ignorância e do egoísmo.

“Não há nada que possa parar estas mudanças, porque é um acontecimento cósmico.”

Portanto, é preciso imediatamente que a pessoa cultive o desapego material, viver não
para ter, mas ter para viver. Não encarar tudo como meu, mas como emprestado pela vida. Até
mesmo este corpo com que nos manifestamos neste mundo não nos pertence, pois, se agora
estamos encarnados, daqui a pouco podemos não estar. A pessoa materialista de repente vê
que não tem mais dinheiro no banco, que não tem mais seu emprego, que sua empresa não
mais existe, o carro some, acaba tudo que tinha, nem sabe se terá mais amigos e se irá
reencontrar seus familiares.

É importante que saibamos que não são as naves que vão provocar a transição
dimensional. Elas estão aqui para nos ajudar e não para provocar confusão.

De nada adianta saber o dia exato e o local da transição. O local é o planeta inteiro, por
isto não pense que escapará só porque comprou uma fazenda lá no morro mais alto ou se
escondeu em um buraco bem fundo.

Também de nada adianta ser abastado e mandar construir um abrigo antiatômico. A


Terra vai ser interpenetrada pelo portal, que é muito mais que energia atômica ou nuclear, é
energia dimensional. Logo, não existe átomo ou partícula que não seja jogada para a 4ª
dimensão. É preciso iniciar já o processo de preparo interno, porque não há como fugir
eternamente, é preciso parar com essa coisa de tirar o corpo fora. Quando acontecer, quem já
tiver contato com o seu Eu interno e com a Hierarquia Espiritual, quem já tiver trabalhado o
desapego material e afetivo (amor é diferente de apego) terá muito menos trauma. Mas isto
não quer dizer que devo hoje deixar o emprego, dar todos os meus bens materiais para os
outros e viver apenas com minha camisa e meus chinelos. Enquanto não chega a época da
transição, temos a oportunidade de nos aprimorar e, ao invés de ficar alimentando as ilusões
materiais, é preciso despertar a consciência para o que realmente importa, cultivando a
fraternidade, o desapego e o contato com a essência interna.

Exílio Espiritual

÷ Acervo Aluano ÷
60
Os ETs têm outra missão junto ao Conselho Planetário Oculto, Conselho Solar Oculto
ou ainda, como alguns conhecem Fraternidade Branca Universal.

É a tarefa de recolher e levar para outros planetas os espíritos que não tiverem o grau
evolutivo para permanecerem no planeta Terra depois das transformações, pois a transição
também acontecerá no mundo espiritual.

Os corpos espirituais dos seres que não são evoluídos o suficientemente não poderão
ficar na Terra para presenciar a transição, porque não estão preparados para receber as
irradiações energéticas do portal. Imagine o que aconteceria a alguém como nós que, sem
nada para proteger, tocasse as mãos nos fios condutores de um transformador de alta
voltagem! Coisa semelhante aconteceria com um ser de vibração baixa em contato direto com
uma alta vibração. O corpo "espiritual denso" seria desintegrado, causando a segunda morte.

O corpo "espiritual denso" também morre e corre riscos. Veja bem, a essência ou
consciência é imortal, jamais morre, mas pode vir a perder veículos de manifestação. Para
que não se perca nenhum desses veículos durante a transição é que estaremos em breve
sendo amparados pelos nossos irmãos mais evoluídos.

Para executar tarefas, Ashtar estará comandando milhões de seres extraterrestres


tripulando uma imensa frota de naves-mãe, sendo que a menor delas pode cobrir inteiramente
uma cidade como Brasília.

Há dezenas de milhares de anos a Terra vem recebendo espíritos hostis, exilados de


muitos planetas que foram promovidos a um grau maior de evolução, o que causou uma
seleção natural dos seres espirituais e encarnados que os povoavam. Naturalmente que nestas
seleções alguns seres não apresentavam a evolução necessária para continuarem morando no
mundo que se tornara mais adiantado. Os excluídos eram então encaminhados para planetas
de níveis compatíveis com seus estados de evolução espiritual.

Aqui no planeta Terra, a partir da década de 50, foi iniciada a seleção e exílio de
espíritos que se mostravam despreparados para aqui reencarnarem após as mudanças
planetárias.

Atualmente, em 1996, intensifica-se cada vez mais o recolhimento em massa dos


espíritos contrários ao cumprimento das leis do Cristo.

÷ Acervo Aluano ÷
61
Aqueles que se encontram no mundo espiritual e sabem que não irão ficar na Terra já
se mostram terrivelmente revoltados e agressivos, pois não podem mais reencarnar por falta
da devida permissão da Hierarquia Superior.

Os espíritos arraigados no mal sabem que seus dias na Terra estão contados,
desesperadamente eles perseguem os encarnados como também os desencarnados na ânsia
de levá-los ao desequilíbrio espiritual coletivo. Procuram arregimentar pessoas perturbadas
que irão aumentar suas falanges sombrias, na ilusão de com isto se sentirem mais fortes para
oferecerem resistências aos desígnios da hierarquia de espíritos superiores.

Em função da revolta das forças do mal que não respeitam as leis da criação, será
travado um grande confronto, em que as legiões de espíritos sombrios serão definitivamente
expulsos da Terra pelas forças do bem.

Com o intuito de se evitar que algum espírito bom, porém desavisado presencie tal
batalha e sofra conseqüências traumáticas, então sendo feitos os avisos no planeta inteiro,
para que todos se elevem espiritualmente através do cumprimento das leis do Criador
Absoluto.

Quem estiver em permanente contato com sua própria essência e com os espíritos
superiores, caso venha a perder o corpo físico através de uma desencarne brusco, não sofrerá
nenhum trauma ou dor no mundo espiritual, pois, ao libertar-se do corpo de carne,
automaticamente será levado por sua evolução a mundos espirituais luminosos e de grande
paz.

O tempo que resta antes de as transformações planetárias ocorrerem é extremamente


precioso. Quem utilizá-lo de maneira a permanecer firme no trabalho de aprimoramento
espiritual terá a oportunidade de dar um salto evolutivo. Porém aqueles que aplicarem o pouco
tempo restante na ilusão do apego aos prazeres animalizados e materialistas que alimentam o
egoísmo terão a triste sina de serem levados para outros mundos cuja hostilidade é
consideravelmente maior do que a que existia na antiga Terra.

Como ninguém evolui através do medo, será dada oportunidade a cada um segundo as
obras feitas espontaneamente.

Uma Nova Civilização Surgirá na Terra

÷ Acervo Aluano ÷
62
Após os cataclismos da verticalização do eixo magnético e da passagem da Terra pelo
portal dimensional, nossos irmãos ETs irão nos ajudar a construir novas cidades nos vários
continentes.

Uma era de luz começará a ser vivida pelos habitantes das novas civilizações, em que
cada habitante expressará de forma espontânea o cumprimento das leis de amor incondicional.

Com rapidez as lembranças dolorosas das mudanças planetárias desaparecerão da mente das
pessoas. Um governo único regerá toda a Terra e todos os países serão uma única
nação. Não haverá mais fome nem miséria, pois todos se unirão para oferecer moradia,
escolas, hospitais, trabalho para todos que quiserem. O comportamento das pessoas não será
egoísta nem injusto, a preguiça e desonestidades se terão ido junto com os espíritos exilados
do planeta.

Para que pudesse antever como ficaria o planeta depois das transformações, os ETs
me possibilitaram viajar para o futuro da Terra logo após a reconstrução das cidades.

Acabara de sair do meu corpo físico, fui transportado para o futuro. Apareci às
margens de um grande dique de concreto que, imperturbável, detinha a água azul de um mar
sereno. Olhei para o horizonte daquela imensidão de água quase azul turquesa. Com atenção
fui examinando alguns navios de modelo desconhecido. O que mais me chamou a atenção foi
um incrivelmente agigantado, que passou em alta velocidade, impulsionado por uma hélice em
forma de roda dentada que ficava nas laterais do navio.

Voltei minha atenção para a cidade construída à beira daquele mar. Fiquei
deslumbrado com a beleza daquela arquitetura cujos prédios e casas seguiam um design de
sinuosas curvas que fazia com que as moradias não tivessem aspecto quadriculado. Todas as
ruas e quadras eram extremamente organizadas, amplas e muito arborizadas. Frondosas
árvores alcançavam o topo dos prédios, via-se entre as quadras parques floridos decorados
com lindos lagos artificiais. Olhei para o céu e vi veículos que voavam sem asas, e logo
identifiquei que a humanidade finalmente havia aposentado a roda descobrindo a flutuação
magnética.

Um espírito passou perto de mim, não contive minha curiosidade e lhe perguntei:

- A transição planetária já ocorreu?

÷ Acervo Aluano ÷
63
Com um sorriso me respondeu:

Já há vários anos passamos pela grande transformação.

Fiquei muito feliz em constatar o quanto se tornou belo o mundo em tão pouco tempo,
e novamente perguntei:

- Que cidade é esta em que estou?

A população que aqui vive vivia anteriormente em Brasília, que foi destruída nos
cataclismos, mas esta é geograficamente a área mais próxima da antiga cidade, que agora,
como pode ver, está à beira-mar.

Não querendo tomar mais tempo daquele gentil rapaz, fiz a última pergunta.

- As pessoas foram avisadas de que a Terra passaria por estas mudanças?

Praticamente todas as pessoas receberam de diversas formas os avisos, porém


poucos de fato esperaram as mudanças. Com um aceno de mão me despedi.

Em passos rápidos percorria as ruas procurando memorizar as inovações daquela


civilização recém-criada. Era fácil notar que a humanidade não apenas adquirira um incrível
avanço tecnológico, mas que também desaparecera o egoísmo das pessoas, pois aqueles que
sustentavam as paixões inferiores haviam desencarnado nos cataclismos.

Assim que atravessei uma rua, tive uma agradável surpresa, encontrei um amigo que
conheci em Brasília em 1996. Ele também estava fora de seu corpo físico, no entanto era uma
época que lhe era própria, pois seu corpo aparentava ser uns 20 anos mais velho, além de ter
mudado um pouco o visual, deixando o bigode crescer. Ele logo me viu e nos
cumprimentamos. Só faltei pular em cima dele de alegria, falei-lhe que era grande o meu
contentamento por presenciar a existência daquela nova civilização. Sem demora revelei-lhe
que havia sido transportado para o futuro.

Com um sorriso matreiro ele me disse que estava muito feliz por ter realizado seu
sonho de viajar de nave espacial, e que durante o período em que ficou nas naves havia

÷ Acervo Aluano ÷
64
desenvolvido uma nova profissão que muito o realizava. Em Brasília ele fazia animação gráfica
e agora estava fazendo programação de realidade virtual para treinamento de pilotos de nave.

Senti que meu corpo físico estava me puxando, o que indicava que a qualquer instante
acordaria em 1996. Sem demora perguntei-lhe a ele qual seria a data exata da transição
planetária. Ele, por alguma razão, não me quis dizer. Suavemente voltei para meu corpo físico.

Quando Acontecerá a Transição Planetária

Estabelecer datas exatas é algo muito difícil, pois as informações são obtidas de
fontes espirituais onde o tempo funciona de maneira diferente em relação ao do mundo físico.
No entanto, os espíritos conhecedores da relatividade temporal conseguem converter a data do
calendário espiritual para a data correspondente ao calendário físico.

Mesmo tendo-me sido mostrada a transição do planeta, de início fiquei relutante em


aceitar a data que a Hierarquia Superior indicava para os acontecimentos. O que posso dizer a
respeito da data é que está muito próxima.

Nos cataclismos não haverá lugares seguros nem dentro nem sobre a Terra.

Os que procuraram viver as leis de amor do Cristo, o que independe de religiões, não
sofrerão, pois entregarão suas vidas nas mãos de Deus, e serão protegidos seja em corpo seja
em espírito.

Os seres humanos que até a data da transição negligenciaram o aprendizado das leis
de amor, verdade, justiça, humildade, caridade, pureza e todas as formas de altruísmo se verão
abatidos por tamanha dor que nenhum nome poderia qualificar.

Mesmo que não estejam conscientes os habitantes da Terra, já foi iniciada a


contagem regressiva para ocorrer a Transição Planetária.

Os que quiserem se preparar para os acontecimentos que inevitavelmente assolarão a


Terra podem começar desde já a aplicar de maneira eficiente ao crescimento interno cada
minuto de suas vidas, pois está perto o dia em que o tempo estará irrevogavelmente acabado.

÷ Acervo Aluano ÷
65
Transitoriedade da Vida do Corpo Físico

O planeta Terra desde o início da vida humana vem recebendo informações do mundo
espiritual de ser o corpo físico meramente uma roupa de carne que o espírito veste para poder
evoluir em direção de sua essência espiritual.

A vida no plano físico da Terra constitui-se uma valiosa escola de aprimoramento


espiritual, através da qual conseguimos transcender as emoções animalizadas e o
materialismo, conquista esta que nos liberta da obrigatoriedade cármica de ter que reencarnar
em corpos primitivos.

Na atualidade os continentes da Terra abrigam quase 6 bilhões de seres humanos


encarnados, cuja maior parte é constituída de pessoas que ignoram que são seres espirituais
que momentaneamente deixaram suas casas espirituais para mais uma descida ao mundo
físico através da reencarnação; aqui chegando, acabam sendo escravizados pelo
materialismo.

O materialismo é uma força tão sorrateiramente perigosa que até mesmo alguns
daqueles que acreditam que são seres espirituais se deixam conduzir por interesses
puramente de ordem material, que os induzem a gastar quase 100% de seu tempo de vida
física correndo atrás de um punhado de pó que toma diversas formas, seja como dinheiro ou
patrimônios que inevitavelmente terão que deixar quando desencarnarem.

Os bens materiais em si só deveriam ser aplicados exclusivamente para manter o


corpo físico vivo e com saúde e para realizar parte das aspirações do espírito, se para isso se
necessitar de recursos materiais. É preciso se ter a noção de que tudo que se consegue nos é
cedido por Deus como empréstimo e que algum dia teremos que prestar contas de tudo que
nos foi possibilitado.

Ao estarmos vivendo em um corpo de carne, precisamos ter em nossas consciências


que algum dia teremos que devolver o corpo para ser consumido pela Terra, através da morte
física, deixando para trás todas as conquistas materiais, só levando para outro plano as
conseqüência de nossas ações e o que aprendemos.

O espírito antes de encarnar, leva uma vida no mundo espiritual compatível com o seu
grau de evolução. A maneira de viver pode ser pacífica ou perturbada. O fator determinante é
o que se pensa, sente e faz.

÷ Acervo Aluano ÷
66
No mundo espiritual a pessoa tem a oportunidade de conviver com familiares, parentes
e amigos de várias encarnações passadas, morando, estudando, trabalhando e se divertindo
naquilo que for de maior preferência.

Existem cidades espirituais de diversos níveis, algumas são como precárias favelas
localizadas em dimensões inferiores e cujos habitantes não evoluíram suficientemente para
deixar de viver de forma agressiva.

Há cidades nos mundos espirituais mais sutis que são como paraísos, com uma infra-
estrutura jamais sonhada pelos habitantes do mundo físico, casas confortáveis e
aconchegantes harmoniosamente situadas em quadras ornamentadas por jardins e lagos cuja
beleza parece jamais se extinguir.

Escolas, universidades, parques industriais e setores de lazer e turismo são usufruídos


pelos habitantes destas cidades sem desigualdades, pois pelo grau elevado de amor adquirido
todos vivem de maneira harmônica. O que produzem é tão abundante que não falta nada para
ninguém. Os seres que desejam ir ou viver em cidades como estas precisam apresentar em
suas auras espirituais a quantidade suficiente de evolução no amor, senão não poderão lá
entrar.

Quando alguém vive feliz no mundo espiritual e pela necessidade de evoluir é obrigado
a encarnar, o ser por um lado, sente alegria por ter a oportunidade de adquirir mais amor
através do mergulho no mundo físico, mas, por outro lado, sente a dor da saudade por ter que
se afastar dos amigos queridos com quem convive no mundo espiritual há incontáveis milênios,
pois o espírito é imortal.

Quando o espírito reencarna, ele esquece seus amigos, seu lar, seu trabalho e lazer
predileto, pois nem todos estariam preparados para lembrar-se do passado e continuar vivendo
no mundo físico.

Há um programa de vida que é determinado no mundo espiritual, que pré-estabelece


uma data precisa de quando a pessoa terá que desencarnar. No entanto, quando chega o
momento de regressar para sua verdadeira casa que é a espiritual, novamente se vê diante da
dor de ter que deixar para trás entes queridos. Assim que o espírito se encontra despido de sua
veste carnal e recobra a lembrança de seus amigos de longas datas, seu coração transborda
de júbilo.

÷ Acervo Aluano ÷
67
Para que façamos nossa viagem de regresso a nosso lar espiritual com toda
tranqüilidade, faz-se necessário estudar sobre a vida espiritual para saber o que vai encontrar
lá fora.

Como Se Preparar para a Transição

Sendo a vida física algo tão transitório, quem deseja de fato fazer bom uso dela
precisará fazer esforços para vencer as sedutoras ilusões do mundo da matéria e do
animalismo.

Os bons conselhos e orientações aliadas à luz da verdade, justiça e amor vão


constituindo um roteiro seguro para aqueles que querem vencer a ilusão e viver de fato
cumprindo as leis do Criador Absoluto.

Grandes seres já desceram por muitas vezes ao solo terreno com a missão sublime de
levar a luz da evolução espiritual aos povos da Terra. Eram eles os iluminados de era como
Antúlio, Abel, Krishna, Moisés, Buda e Jesus. Todos estes deixaram em suas épocas a grande
mensagem de amor incondicional, que era consolidado com seus exemplos de seres sábios e
unidos à divina presença do Deus Absoluto.

É desnecessário, no tempo em que vivemos discutir religiões, mesmo que seja no


intuito de salvar alguma alma "perdida".

A humanidade da Terra ao longo de milênios, séculos e décadas teve a oportunidade


de escolher trilhar os caminhos iluminados do Cristo. O momento presente é de definição,
quem acredita estar do lado do Cristo agora terá que provar-lhe sendo um exemplo de amor e
fé e se submetendo à justiça de Deus, o que independe de religião.

Bem se sabe que o espírito encarnado, para vencer determinado vício de caráter, com
muito esforço leva décadas, séculos e até milênios.

Não é de uma hora para outra que alguém muda de barro para água cristalina. Os
que aparentemente se transformam de forma brusca é porque há longo tempo vinha
processando em seu interior a mudança.

O momento atual é de emergência, pede soluções rápidas. Um plano de


esclarecimento coletivo foi elaborado no mundo espiritual por entidades de grande evolução

÷ Acervo Aluano ÷
68
com o intuito de diminuir o sofrimento dos encarnados e desencarnados durante esta fase de
transição planetária.

O plano de ajuda é bem simples, consiste em oferecer informações que ensinem as


pessoas a manterem uma permanente ligação com suas essências espirituais e com os
espíritos evoluídos como o Senhor Jesus, que dirigem a evolução do planeta Terra.

Este contato interno com a divina presença é adquirido com conexão com a divindade,
e é o que dará força para que os seres humanos consigam suportar os acontecimentos que se
aproximam.

Conexão com a Divindade

Primeira etapa: Procurar conduzir os pensamentos, sentimentos e atitudes, com:


amor, justiça, verdade, humildade, perdão, altruísmo,
mansidão,compreensão, caridade,tolerância, serenidade, fé.

Se estes requisitos não forem seguidos, mesmo que em grau inicial, não se conseguirá
fazer com eficiência a segunda etapa.

Falar à sua divina essência através da oração. O poder de falar com a centelha
espiritual, que é Deus no interior do ser humano, se consegue através da oração, que precisa
ser verdadeiramente pensada e sentida.

Para orar, é preciso dirigir-se à divindade:

 Admitindo verdadeiramente para si mesmo que existe um poder supremo que é Deus
Absoluto que zela por toda vida com humildade e gratidão pelo dom da vida que
recebemos permanentemente de Deus;

 Com reconhecimento de todos os erros por você cometidos e suas limitações;

 Chegando ao arrependimento de suas falhas, e não querer mais errar;

 Pedindo que lhe ensine a corrigir seus erros e que tenha forças para não mais cometê-
los;

 Demonstrando o desejo de aprender as leis de Deus para poder cumpri-las;

÷ Acervo Aluano ÷
69

 Submetendo-se à justiça do Criador, com confiança e resignação;

 Pedindo com sabedoria o que achar ser necessário para sua vida.

Escutar a divina essência através da meditação.

A meditação realizada logo após a oração é o meio pelo qual recebemos orientações
da essência de Deus que em nós habita e nos mantém vivos, como também, para recolher a
sabedoria e amor dos espíritos superiores da luz divina.

Logo após ter terminado sua oração, procure concentrar sua atenção no amor que
envolve sua alma e pergunte à sua consciência o que fazer em relação a qualquer aspecto de
sua vida. Se a orientação surgir nos seus pensamentos seguindo as leis de Deus, isto significa
que a meditação está acontecendo.

Com a prática constante da conexão com a divindade, a pessoa ficará


permanentemente ligada à sua essência e aos espíritos superiores e, quando acontecer a
transição planetária, seja em corpo físico ou em espírito, a pessoa será amparada e protegida.

Vale frisar que, se alguém segue alguma religião ou filosofia que a liga a Deus, esta
pessoa também estará preparada para a transição, mesmo que não saiba o que vai acontecer,
pois o mais importante é estar ligado as forças superiores, que serão as únicas a quem
poderemos recorrer.

÷ Acervo Aluano ÷
70

Luz Espiritual II - 27/02/97

Hoje nós estamos aí com diversas atividades para a noite, o tema da palestra não foi
anunciado porque são vários temas e práticas que iremos desenvolver. Primeiramente iremos
falar sobre o que está acontecendo no mundo espiritual, depois práticas, depois perguntas,
perguntas que todas as pessoas poderão fazer por escrito e dentro do possível serão
respondidas, podem ser perguntas no sentido existencial, profissional, familiar, afetivo,
perguntas pessoais, no entanto não é necessário por o nome, e dentro do possível serão
respondidas, com o propósito de elevação espiritual. Quer dizer que as respostas podem não
ser bem aquilo que as pessoas gostariam de receber, mas sim aquilo que é necessário saber
para poder mudar o direcionamento que vem dando, muitas vezes, à vida.

Então houve essa permissão de nessa noite ser realizada esse tipo de
questionamento, com o propósito de orientação, então isso será no meio das nossas
atividades, não sei quando exatamente será, mas será hoje, antes do final da palestra.

Para iniciarmos eu gostaria de falar que hoje, mais uma vez, e diria mais fortemente,
estamos com o apoio de espíritos de padrão vibracional bem elevado, aqui no ambiente, que a
maioria naturalmente não poderá ver, mas eu creio que até a metade das nossas atividades já
poderão sentir o bem estar que a presença deles nos causa. Porque o propósito dessas novas
atividades é possibilitar, a cada um que aqui venha, que daqui saia levando um patamar
energético bem maior do que o que tinha antes de receber as energias transmitidas pelos

÷ Acervo Aluano ÷
71
espíritos de luz que estão apoiando esse trabalho e estão com a finalidade de nos energizar
para elevarmos o nosso padrão vibracional e com isso conseguirmos vencer de forma mais
tranquila as dificuldades impostas pela nossa vida tão densa, nessa realidade hostil, que todos
nós desde a fase de criança já estamos habituados, mudando assim nossas perspectivas de
vida, não apenas perspectivas de vida material, mas principalmente de realização existencial,
que engloba todos os setores da vida, então é um trabalho, antes de tudo patrocinado pelos
espíritos que querem ver a libertação dos seres humanos do animalismo e o apoio dos
voluntários da Sociedade dos Voluntários do Comando Ashtar, voltando a falar.

Agora eu pediria que todos ficassem numa posição confortável, quem não quiser fazer
o exercício não precisa, mas quem desejar fazer o exercício vai sentir um benefício, pois vai
deixar a aura mais sensibilizada para poder captar as energias que são transmitidas. Essas
energias são energias de alta frequência vibracional, quer dizer que uma pessoa no estado
normal, geralmente, não as percebe, então precisa sensibilizar mais a aura para captar essa
intensidade energética de um padrão mais sutil.

Exercício: eu peço para ficarem em posição relaxada, fechar os olhos, os braços


precisam estar relaxados, em cima das pernas, de preferência. Com os olhos fechados
procurar direcionar os olhos, olhando como se fosse para o centro da testa, mas não
fixamente, olha para o centro da testa, normaliza novamente a visão, com os olhos fechados,
visão interna dos olhos, depois, novamente aponta para o centro da testa, convergindo os
olhos, como se estivesse olhando para cima e para o centro. Quando fizer essa convergência
de olhos, respire profundamente, puxando o ar e enchendo os pulmões de ar. Encheu os
pulmões faça a convergência dos olhos, de forma agradável, nada que agrida o corpo. Expire
umas 4 vezes suavemente e faça uma convergência para tranquilizar o corpo.

Agora com o pensamento vamos visualizar que o teto desse auditório desapareceu e
que estamos vendo o céu totalmente estrelado, cheio de estrelas brilhantes, imaginemos que
uma brisa muito agradável entra pelo teto e refresca todo o ambiente e vamos imaginar que no
alto do auditório uma imensa galáxia de cor rosa, bem suave, um rosa bem claro, vá se
formando, um disco galáctico, bem maior do que o teto, lá no alto, vai se formando e que do
centro desse disco galáctico, de galáxia, começa a ser irradiada uma luz, um raio de luz muito
forte, muito luminoso, muito brilhante, e banha a todos os nossos corpos astrais, mentais,
físico, e cada um de nossos corpos, físico, astral e mental, vão se tornando brilhantes de um
rosa bem clarinho, e vai nos dando a tranquilidade, é refrescante, vai oferecendo leveza ao

÷ Acervo Aluano ÷
72
nosso corpo, essa visualização ajuda a nos deixar abertos para receber as energias
vibracionais do amor, do sentimento, para estimular o nosso centro de força cardíaco.

Muita paz vai sendo direcionada a nós, as falanges de espíritos que trabalham pelo
Cristo, pelo amor, justiça, verdade, sabedoria, aqui estão, pois são onipresentes, para nos
energizar com amor que se manifesta na cor rosa.

Imaginemos que o nosso corpo vai se tornando leve, não prestemos atenção no peso
dele, procuremos sentir como se o nosso topo da cabeça estivesse sendo puxado para cima,
como se uma energia magnética, como um ímã nos puxasse pela cabeça e fizesse os nossos
pensamentos se ampliarem, se projetando num universo infinito.

Visualizar agora a pele do corpo, como se ela começasse a transmitir pequenas


partículas brilhantes, em volta do nosso corpo, do corpo de cada um, vai saindo as partículas e
vão se agregando a sua própria aura, tornando o corpo mais sutil, vai descompactando a
densidade das partículas dos átomos, o tamanho, o seu tamanho vai aumentando, o seu corpo
vai ficando com o dobro do tamanho, no entanto, muito mais leve, duplica-se o tamanho e o faz
mais leve, agora sente que pequenas partículas vão saindo desta expansão de corpo e vão
sendo direcionadas em volta do seu corpo, como uma aura, e procure sentir o seu corpo, os
ossos, a musculatura, vibrando, uma vibração que é a identidade verdadeira do ser.

Dentro dessa vibração procure imaginar que existe o som de um mantra, um som
cósmico que ajuda a sustentação da criação, o mantra: OHMMMMMMMMMMMMMMMMMMM,
OHMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM, OHMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM!

Procuremos conscientemente ouvir a voz sem som que fala em nosso interior e
procurar aceitar as orientações dessa voz quando ela sintonizar-se com nosso eu interno, com
nossa essência, dentro de cada um de nós pulsa a centelha viva que nos anima, a fonte
inesgotável de toda a vida é que sustenta o nosso princípio inteligente, é que forma cada
pensamento que surge em nossa mente, sintamos e olhemos internamente para àquele que
em nós sustenta essa voz sem som, e anima, àquele que sustenta o pensamento e nos faz
existir. Se aqui viemos hoje foi em busca de respostas em busca de crescimento, em busca de
força, para que possamos vencer as sombras, a ignorância, os descontroles emocionais e
mentais, para que possamos ter firmeza diante da vida e não sermos escravos do tempo, da
ilusão, da distância, da morte, para que todos nós possamos com a força vinda Daquele que é
essência de toda a vida, que está aqui e está além desse mundo, que possamos receber a

÷ Acervo Aluano ÷
73
força através dos nossos centros energéticos ou chacras, localizados ao longo de todo o corpo,
que possam se tornar como antenas vivas, para que possamos captar a informação consciente
e inconsciente e com essas informações possamos viver melhor.

Gradativamente vamos cessando o relaxamento, abrindo os olhos, agora com a mente


mais aberta, com os pensamentos mais sutis, a consciência mais ampliada, vamos poder
captar melhor os conhecimentos transmitidos de dimensões bem mais sutis do que a que
estamos habituados.

Cada pessoa atualmente, vivente em um corpo de carne aqui na Terra, está tendo uma
oportunidade única, a oportunidade de se libertar do carma compulsório que nos obriga a
encarnar em situação tão precária como essa que encarnamos aqui, os nossos 5 sentidos são
por demais limitados e arcaicos até, diante das possibilidades que nosso espírito tem de se
manifestar na vida.

Nós sofremos dores, ansiedades, limitações, desde o momento em que nascemos


nesse mundo aqui, o próprio ato do nascimento é um ato agressivo para nós, estamos lidando
com agressividade desde o momento em que nascemos e porque tudo isso? Muitas vezes nos
perguntamos, existimos, e porque de existirmos? Pensamos o porquê de pensarmos. Essas
respostas podem ser obtidas, no entanto se tivermos como fonte de informação apenas esses
5 sentidos arcaicos: visão, audição, paladar, tato, olfato, sem dúvida não poderemos
alcançar as respostas, visto que elas transcendem esses 5 sentidos. É possível fazer os olhos
verem aquilo que não é material, no entanto para ver aquilo que não é material é preciso
desenvolver uma visão que também não seja material.

“Mesmo de olhos fechados podemos ver aquilo que é espírito, mesmo de


ouvidos fechados podemos escutar aquilo que é espírito.”

Cada pessoa tem esse potencial dentro de si mesmo, só que por direcionarmos toda a
nossa energia só para os 5 sentidos, falta-nos energia para os sentidos que estão além destes.
Falta energia, vontade, falta direcionamento, falta querer e falta o conhecimento.

O planeta Terra tem atualmente quase 6 bilhões de habitantes que em sua maioria
estão cegos, surdos, mudos, falam, falam, mas nada dizem, escutam, mas nada aprendem,
vêm e nada entendem, por quê? Porque nós estamos presos em uma realidade muito limitada,
muito densa, que nos isola da vida, é como se uma pessoa estivesse morrendo de sede, com
água mineral do lado e não consegue vê-la, porque está cego, não consegue tocá-la, porque o
÷ Acervo Aluano ÷
74
tato não é físico, a solução para qualquer problema existe, qualquer problema de qualquer
ordem, a questão é que a maioria de nós tem a tendência de negligenciar nossas
responsabilidades de crescimento, de aprendizado, de lucidez e aumento da consciência.

O plano espiritual que eu falo, “plano espiritual é aquele que transcende o plano físico,
astral, mental, é aquilo que é a essência de toda vida”, envia seres que não precisavam mais
estar aqui entre nós, pois já se libertaram do aprendizado dessa escola há muitos e muitos
milênios, centenas de milênios, mas aqui estão novamente para nos ajudar, estes seres
respondem por uma hierarquia que vem desde o mundo da essência, passando pelo mundo
mental, astral e chega ao físico.

No mundo astral a hierarquia trabalha estruturando e sustentando nossa vida, cada


pessoa que aqui permanece é porque recebe ajuda de seres astrais, e os seres astrais de
seres mentais, que estão em dimensões mais sutis.

Atualmente no mundo astral está havendo uma grande seleção espiritual, diversas
pessoas que estão perdendo o corpo físico, através do desencarne, estão sendo levadas para
um espaço vazio, vazio entre aspas, porque o vazio não existe, um espaço mais sutil, onde
estão esperando o momento de serem levados para outro planeta de nível inferior ao nível
evolutivo do planeta Terra. Esses seres estão em situação muito desagradável, muito
desconfortável, eles ficam flutuando no espaço vazio, como digamos isso aqui, só que não é
como esse aqui, porque eles não têm ponto de referência, aqui tem o chão, se estivéssemos
próximos ao planeta Terra, teríamos a Terra, eles estão presos numa dimensão de segurança,
é difícil explicar isso, porque nós sempre baseamos em ponto de referência, imagine um
espaço onde para toda direção onde a pessoa olhe não tem nenhum planeta, nenhuma
particulazinha, só espíritos, de reino humano flutuando, roupagem normal, tem pessoas que
estão com a roupa... Digamos que morreram ou desencarnaram, é a que geralmente vestem,
porque não possuem nem grau evolutivo suficiente para moldar uma roupa, esses seres estão,
digamos por demais aflitos e sentindo grande agonia, porque eles não sabem para onde vão e
muitas vezes nem o que está acontecendo, porque não querem aceitar o que está
acontecendo.

Outros seres que estão perdendo o corpo atualmente estão tendo a liberdade para
buscar planetas de nível mais, muito mais evoluído do que o nosso planeta, onde não existe
egoísmo, incompreensão, desrespeitos, injustiças, mentiras, onde tudo funciona seguindo a lei

÷ Acervo Aluano ÷
75
do Criador Absoluto e lá reencontram parentes, amigos, milhares, centenas de milhares de
entes queridos, e vivem num êxtase permanente.

A hierarquia espiritual está muito preocupada, quando eu falo preocupada, não é


inquieta, não é ansiosa, é apenas um termo, está preocupada, quer dizer que ela não está se
preocupando, não, quer dizer não está ocupando antecipadamente com alguma coisa, como a
nossa preocupação aqui não, quer dizer que ela está tendo como importante, avisar e preparar
os seres que estão encarnados para que mesmo aqui no corpo físico, permaneçam num
estado de felicidade, suficiente para zelar pela harmonia de cada pessoa e com isso quando
elas tiverem que perder o corpo físico, possam chegar no mundo astral numa situação bem
melhor do que o da maioria, porque é lastimante observar o sofrimento dessas pessoas, mas
não apenas para evitar a dor, que está sendo feito um trabalho de sutilização, de expansão e
de contato com a essência no mundo físico, como esse trabalho que estamos fazendo aqui,
para quem não tem contato com as dimensões mais sutis, os níveis mais sutis de consciência,
pode estranhar métodos de visualização, mas a mente do ser humano da Terra é atrofiada, na
maioria dos casos, a pessoa geralmente tem pensamentos, ela nem sabe pensar, quer dizer
ela é um reflexo de um banco de dados e não é uma fonte criadora, apesar de ser de fato, mas
ela não está uma fonte criadora, é preciso se tornar, despertar a fonte criadora que existe em
cada um de nós.

A maioria do tempo nós somos bem animalizados aqui, lutando para manter o corpo
físico. Mas existe um percentual de tempo que nós estamos buscando a razão de ser, vamos
aproveitar cada minuto que estamos buscando a razão de ser para de fato sermos e não
apenas estarmos, como estamos na maioria do tempo.

O mundo espiritual enviou, como eu disse na palestra anterior, diversos seres que já se
libertaram do carma terrestre, já ascencionaram, nos enviou também diversos seres que são
encarnações divinas ou avatares, não adianta jogarmos a culpa em cima da ignorância, ou
justificar um erro com outro erro, porque cada um de nós pode ter a nosso serviço, quando eu
falo a nosso serviço é a serviço do nosso crescimento espiritual, do nosso esclarecimento, do
aumento de nossa lucidez, um avatar ou mais de um, mestres e mais mestres, anjos, arcanjos.
Podemos ter esses seres a nosso serviço, quando eu falei a nosso serviço é para nosso
crescimento espiritual e não pensar: arcanjo Miguel proteja o meu carro. O arcanjo Miguel tem
muito mais trabalho do que ficar protegendo o carro de alguém, visto que o carro passa, os
trabalhos que estes seres fazem são imortais, eles não passam, para proteger o carro tem lá
um espírito amigo que vai fazer a proteção do carro, não é um arcanjo que vai fazer a proteção
÷ Acervo Aluano ÷
76
de um carro, por exemplo, proteger bens transitórios, só há proteção de bens transitórios,
quando tais bens são direcionados para algo imortal, aí sim legiões de arcanjos, de avatares
são mobilizadas para poder proteger algo, não em função daquilo em si, mas do que
representa.

Quando alguém deseja o crescimento espiritual, deseja falar: eu quero ser um ser
consciente da minha essência, consciente de quem é o Criador Absoluto, imediatamente após
esse pensamento, mestres e mais mestres espirituais nos aparecem, mas enquanto buscamos
a ignorância com todas as nossas forças, ela será o mestre ou a mestra, vai ser a orientadora
da pessoa. Então não vai ser um ser iluminado, porque a ignorância tem em si a função que
cada pessoa busca de acordo com a sua vontade, mas aqueles que buscam se libertar da
ignorância não podem enxergar só numa direção, quer dizer a consciência direcionada, tem
que ser em todas as direções, em cima, em baixo, em todos os lados expandindo para se
tornar onipresente, os seres espirituais, de nível mais sutil, estão como se pode dizer,
apadrinhando pessoas que queiram evoluir para orientar, só que essas pessoas não adianta
falar da boca para fora, é preciso falar com o espírito, com a alma, aquilo que vem lá do nosso
âmago, quando se pede internamente eles estão determinados a nos dar toda a ajuda.

Certo que as quedas são muitas, mas no final a pessoa consegue o objetivo de ser
feliz de fato e não uma felicidade transitória: Ah, eu estou feliz porque eu estou amando uma
pessoa e de repente o relacionamento acaba e aí fica infeliz, estou feliz porque ganhei alguma
coisa material e aí fico feliz porque a conta bancária aumentou e de repente acontece alguma
perda e a conta bancária diminui e aí vem a infelicidade.

Então a felicidade real não depende de posse, ela transcende isso, só que há
uma diferença quando nós temos contato com o Criador Absoluto entre ter e não ter,
qual a diferença? A diferença é que quando não estamos em contato com Ele, quando não
temos alguma coisa, não é porque não queremos ter, queremos ter, mas não temos, quando
estamos em contato com Ele, se não temos é porque queremos não ter e se temos é porque
queremos ter, há essa liberdade, a riqueza não é algo negativo em si, mas aquele que ainda
está preso ao carma pelo desconhecimento e desrespeito das leis da criação, ele não é rico,
mesmo que aparentemente seja, porque ele pode perder aquilo que tem, porque não tem,
aquele que segue as leis do Criador, ele é de fato rico, mesmo quando aparentemente está
pobre, quer dizer, mesmo quando aparentemente nada têm, mas ele pode ter a partir do
momento que queira ter, é uma escolha, então imaginemos qualquer pessoa aqui, se sabe que
tem uma coisa, você sabe eu tenho isso, você pode muitas vezes nunca usar aquilo que tem,
÷ Acervo Aluano ÷
77
mas você sabe que tem, isso lhe dá uma tranquilidade, a mesma coisa quem está em contato
com a essência, ela pode não estar utilizando alguma coisa, mas ela sabe que tem, quando ela
precisar ela utiliza, agora quem não tem uma coisa e está utilizando, mas sabe que aquilo não
lhe pertence, não experimenta mesma tranquilidade que a outra que de fato tem.

O que quer dizer tudo isso? Quer dizer que: ao nos ligarmos à essência de toda a vida
e respeitarmos essa essência passamos a ter tudo que nos é necessário e com isso atingimos
um nível de paz e de felicidade imperturbável, aí está a fonte da verdadeira riqueza, porque
não pense que não ter nada na vida é sinônimo de evolução, não é. Porque aquele que é
evoluído ele tem o que ele quer, o que ele necessita. Se ele precisa de 1 milhão de reais para
fazer alguma coisa, ele terá um milhão de reais para fazer, porque aquilo que ele quer fazer
está de acordo com as leis da criação.

Agora aquele que não está de acordo com as leis da criação, ele pode muitas vezes
querer ter alguma coisa e não terá.

A luz da essência ela está dentro de cada um de nós, sem exceção, no entanto, ela
está aprisionada dentro de nós, porque eu falo aprisionada? Porque nós não a libertamos
conscientemente.

Imagine que cada um de nós traz dentro de si uma... Mas quando ele se manifesta,
porquê e como. Ao percebermos esse morador nós começamos a nos sentirmos sempre
acompanhados, mesmo quando aparentemente sós, nós nos sentimos acompanhados, a
solidão desaparece, isso já nos traz grande tranquilidade. O mundo espiritual superior é
habitado por seres que já experimentam isso permanentemente, e estes seres querem que nós
também experimentemos esse estado de vida, nos sentirmos permanentemente
acompanhados pela essência que anima nossa vida.

Pela personificação do Cristo que é fusão de amor, voltando a relembrar o que é amor,
amor incondicional, quer dizer que o amor incondicional ele não vê: ah, aquele sujeito ali é
injusto, então eu não existirei para ele, se o amor fosse condicional, quando alguém cometesse
um dito crime, ele se desmaterializaria imediatamente, por quê? Se o amor fosse condicional,
porque o amor não agregaria as partículas atômicas dele, porque o que faz um planeta girar
em torno de um sol é o amor. O que faz os átomos ficarem coesos é o amor. E o que permitem
momentaneamente que eles se separem é o amor. Só que para o amor operar ele precisa ter
humildade, porque se o amor se sentir superior a alguma coisa, ele não se manifesta naquilo

÷ Acervo Aluano ÷
78
que ainda não tem consciência dele. Se o amor não é humilde, ele não consegue desenvolver
a compreensão e compreensão faz parte do amor.

Toda vez que uma pessoa nos agride e a gente para e pensa: porque ele está nos
agredindo? E vai à origem real da agressão e compreende a perfeição da vida naquilo ali,
estamos exercendo compreensão, mas para compreender é preciso nos colocar no lugar da
pessoa, é preciso nos lembrar de quando tínhamos aquelas limitações, ou é preciso olhar para
as nossas próprias limitações, isso é humildade.

Humildade não é se sentir menos do que alguém não, humildade é ver que todos
são um, ver que todos são iguais, não importa a roupagem que estejamos vestindo,
porque roupa, a gente sabe que roupa, essa camisa aqui que estão vendo, daqui a
alguns anos, não vão vê-la mais, ou amanhã pode não existir mais essa roupa, então o
que vestimos, são papéis transitórios.

Não podemos esquecer isso, senão somos inconscientes, e se somos inconscientes a


essência não é transmitida pela nossa vontade, ela funciona alheia a nossa vontade e o amor
no caso está em nós independente de querermos ou não. Porque ele é que sustenta a nossa
vida, e esse amor é: humildade, compreensão, tolerância. Perdão se funde à compreensão.
Porque só precisa perdoar aquele que não compreende, porque não compreendendo nos
ofendemos, então aquele que se ofende é porque não compreende, e uma vez que se ofenda,
precisa depois perdoar, mas quando não se ofende mais, não precisa mais perdoar, então o
perdão se funde à compreensão, se torna um com a compreensão, perdão e compreensão.
Depois da compreensão, tolerância, mansidão, e diversos outros sentimentos: meiguice, coisa
que a gente quase não vê, meiguice é uma coisa rara nesse mundo, porque é um estágio bem
depurado de amor, bem mais trabalhado de amor, é a meiguice, é uma coisa que só quem já
está bebendo o amor há muito tempo é que consegue manifestar meiguice, é um subproduto
do amor. Mas esse produto traz tranquilidade e felicidade na vida de alguém, porque pelos
olhos dessa pessoa que tem meiguice ela vê Deus em todas as coisas, porque são olhos
puros, são olhos que não vê maldade, porque vê que em tudo existe uma razão de ser, não
acredita no acaso, não acredita na injustiça, porque injustiça não se manifesta no amor
consciente, injustiça é ignorância pura, porque ela não existe, mesmo naquilo que
aparentemente é injusto, a justiça está operando, não existe injustiça, injustiça é o reflexo de
ignorância.

÷ Acervo Aluano ÷
79
Se alguém pensa que algo é injusto é porque não conhece as leis do Criador Absoluto,
então amor, justiça, verdade, sabedoria, formam Cristo, que Jesus no caso personificou muito
bem, como avatar que era, como encarnação da divindade que era, Ele manifestou muito bem.
Buda manifestou Crista, Cristo também, porque ele manifestou amor, verdade, justiça,
sabedoria. Naturalmente que existem níveis de intensidade da manifestação do Cristo, existe o
Cristo interno, quer dizer o Cristo de um determinado ser, cada um de nós aqui tem o nosso
Cristo interno, Ele está ali como eu disse aprisionado, entre aspas, quer dizer que, a nossa
consciência não o libera conscientemente, Ele opera inconscientemente em nós, quer dizer nós
não vemos a operação Dele, é como uma pessoa que nos alimenta e não vemos que Ele nos
alimenta, nos sustenta, não vemos que Ele nos sustenta, nos dá onde morar e não vemos que
Ele nos dá onde morar, cuida de nós e nós não detectamos a existência Dele, Ele é tão
incrivelmente respeitador, que Ele não se impõe a nós, porque respeito faz parte do amor.

Quando alguém começa a se tornar consciente do Cristo em si, começa a se tornar


consciente do amor, começa a sentir o amor, começa a ver cada pessoa como parte de si
mesmo, mesmo quando alguém dá uma fechada no trânsito que coloca o nosso patrimônio,
nossa vida e nossa saúde em risco, se o Cristo estiver operando ali no momento, a pessoa não
tem raiva, porque raiva não faz parte do amor, não faz parte do amor consciente, não faz,
quando temos a manifestação do amor, da verdade, da justiça, da sabedoria, nós podemos
liberar esta energia e aí nos tornarmos um canal da essência.

É como se cada um de nós fôssemos o leito de um rio, por onde a água passa, a água
é essência, a maioria das pessoas é represa, porque prendem a essência, mas inevitavelmente
essa represa um dia irá estourar e o Cristo irá se libertar, a essência irá se libertar em nós, por
isso que o destino de cada um de nós é nos tornarmos, conscientemente, Deus, o Criador
Absoluto de toda a vida, apesar de sermos Ele, mas não temos consciência Dele em nós, mas
essa consciência será inevitável, nós iremos adquiri-la, é uma lei da vida, é a lei da expansão.

As entidades que já liberaram a energia da essência em si mesmas estão nos


apoiando, como sempre apoiaram, mas agora o planeta vive uma situação difícil e ao
mesmo tempo maravilhosa, por quê? Porque nós estamos passando por uma seleção
espiritual, prova final de ciclo reencarnatório, quer dizer que muitos de nós aqui tivemos
dezenas, centenas de encarnações no planeta Terra e agora estamos prestando a última
prova, nessa última prova vai ser determinado se permanecemos aqui, para pegar um grau
maior do que o que já alcançamos no passado, se já transcendemos tudo o que isso aqui pode
nos oferecer até num grau maior e vamos para um mundo muito mais evoluído do que a Terra
÷ Acervo Aluano ÷
80
vai se tornar ou se somos levados para um mundo equivalente ao que a Terra é, mas inferior
ao que ela será, depois da transição planetária, ou se seremos levados para um planeta inferior
ao que a Terra é agora, porque muitas vezes não temos o padrão de consciência para viver
num mundo como esse é atualmente, cada pessoa saberá em si mesmo, antes dessa fase de
seleção, quer dizer, quando eu falo antes, antes de chegar lá na filona, não existe filona para a
maioria das pessoas, é uma coisa vibracional, quer dizer que, imagine que cada pessoa, a vida
nela opera num movimento, esse movimento tem um ritmo, e esse ritmo gera uma vibração, e
essa vibração gera um som, e este som é a digital espiritual de cada pessoa. É o nome
imutável de cada pessoa. Então tem pessoas que estão mi, mi, mi, mi, mi, mi, mi, mi, mi, mi,
mi, o som dela está mais ou menos nessa faixa, a vida, as leis da criação já levam ela, quando
ela desencarna, para um mundo onde lá a vibração está mi, mi, mi, mi, mi, mi, mi, ou ali está
miiiiiiii, outro miiiiiiiiiiiiiiii, mas tudo mais ou menos na mesma frequência. Outro está
ommmmmmmmmmmm, vai para outra, por quê?

“Porque a vibração é a nossa identidade.”

Não adianta o sujeito falar lá: eu fui santo na minha vida, eu nunca desejei isso aqui de
mal para ninguém e a vibração dela está nananananananana, não tem isso, a coisa é
automática, então é como leis da física, leis da química, então não se mistura com determinada
dimensão, com a preocupação, ou melhor dizendo com o interesse de nos ajudar a
transcender a dor e o sofrimento, avatares que são encarnações de seres divinos, quer dizer
que já se tornaram onipotentes, onipresentes e oniscientes, que não precisam estar mais nem
no mundo físico, nem no astral, nem no mental, mas que estão aqui por amor, esses seres
estão nos apoiando para que possamos transcender o nosso animalismo, para que possamos
nos tornar humanizados, e não animalizados. Eles estão nos apoiando, quem aceitar o apoio
desses seres vai poder ter um crescimento, porque antes, quando a pessoa não tem
consciência do apoio de alguém ela pensa: ah, não eu estou sozinho no mundo, ninguém olha
por mim, eu tento fazer uma coisa e não dá certo, desisto porque eu sou muito pequenininho,
eu sou muito imperfeito, muito cheio de defeito, eu deixo para a próxima reencarnação, não
tem problema, quando pensamos dessa forma, não temos de fato a força para ir, esses seres
estão querendo que nós tomemos consciência de que eles estão aqui, estão nos ajudando, nós
não estamos sozinhos, eles estão 24 horas por dia sabendo o que acontece conosco. Ah, mas
como isso é possível? Porque eles são onipresentes, eles estão aqui, estão lá com o japonês
no Japão, com o chinês na China, com o árabe na Arábia, com o brasileiro aqui, basta a
pessoa querer senti-los e a ajuda deles nos chega. Então é preciso saber como é isso.

÷ Acervo Aluano ÷
81
Essas palestras que estão começando a ser desenvolvidas, agora com um novo
enfoque, são exatamente para isso, para que através da conscientização, através do
esclarecimento, através da oportunidade energética de recebermos novas vibrações desses
seres, possamos ir depurando, sutilizando, o nosso corpo e expandindo nossa consciência.

Atualmente a vida nesse mundo que nós estamos aqui, está, como se pode dizer, está
ficando cada dia mais difícil, quando eu falo mais difícil, eu estou falando genericamente, cada
vez para o nosso coração bater, ele está exigindo mais força, ele precisa ser mais forte, cada
vez que respiramos, o nosso pulmão precisa ser mais forte ainda para a gente respirar, cada
vez que andamos, o nosso passo precisa ser mais forte para realizarmos o movimento, mas o
que está acontecendo? Porque que está sendo assim? Que coisa paradoxal é essa? O planeta
caminha para a sutilização, quer dizer o portal dimensional que vai jogar a nossa 3ª dimensão
para a 4ª dimensão, está irradiando já forças para nós e porque que há essa lentidão, essa
dificuldade? Porque o planeta Terra há dezenas, centenas de milênios abriga vida humana, de
seres muitas vezes inferiores, quer dizer inferiores ao nível de amor consciente, seres
inconscientes, esses seres, eles, muitas vezes, são como se pode dizer, dedicados a
perversidade, a maldade, a tudo que é negativo, ignorante ainda, eles construíram no
subterrâneo, cidades em abismos, e viveram por lá por um bom tempo, a gravidade os puxava,
a força gravitacional puxava eles para baixo, e eles iam afundando, criou aí até a fábula do
inferno né? Que o inferno ficava lá embaixo. Porque muitos seres que saiam do corpo e iam
para dimensões mais densas iam para abismos e nesses abismos viam moradores bem
agressivos e maldosos, esses seres agora começam a subir para a superfície, líderes de
falanges negativas começam a fazer exércitos na superfície terrestre, desde alguns anos para
cá isso tem acontecido...

Esses seres eles têm um poder mental curioso, que poder é esse? Eu vou contar
uma projeção que tive. Na projeção astral, saída do corpo, quer dizer, o meu corpo físico dorme
e meu espírito ou corpo astral se projeta para fora do corpo físico e vai para a dimensão astral,
a maioria das pessoas da Terra, quando morrem vão para a dimensão astral, uma minoria vai
para o mental, mas a maioria vai para o astral.

E lá tem várias dimensões, tem dimensões que são lindas, maravilhosas, é como o
paraíso, um céu, e outras como o inferno, o que faz a dimensão ser um inferno são os
moradores ou o paraíso são os moradores, esses seres estão vindo para cá e fazendo diversas
coisas.

÷ Acervo Aluano ÷
82
Em projeção astral eu vi o que um desses seres estava fazendo, era um mago que
movimentava as energias da natureza, ele junto com a sua falange ficou em meditação. Ah,
mago negro também medita sabiam disso? É não é só espírito que quer evolução que
medita não, mago negro também medita. Eles meditam negativamente.

O que eles fazem na meditação? Eles pronunciam mantras negativos. Eles vibram
negativamente e produzem energias áuricas como uma pessoa de frequência positiva também.
Eles estavam em meditação e irradiavam energia e esta energia envolvia todo o planeta Terra,
começava a ser como uma nuvem escura, uma sombra, e ia envolvendo as cidades da terceira
dimensão astral, a terceira dimensão astral é tida como dimensão agressiva, dimensão inferior,
umbralina ou inferno astral, e digamos tinha pessoas andando nas ruas, tranquilas,
relativamente, de repente vinha aquela nuvem escura, envolvia tudo, as pessoas tinham
dificuldade para respirar, as árvores astrais encolhiam, as folhas secavam. Esses seres faziam
isso com a terceira, depois iam para a quarta dimensão astral.

O que quer dizer ir para a quarta dimensão astral? Quer dizer que quando um
espírito quer ter contato com uma pessoa encarnada, digamos nós estamos aqui, se um
espírito quiser nos ver e nos tocar, mesmo que a mão dele atravesse o nosso corpo, para fazer
isso ele precisa ir para a quarta dimensão astral, é chamada de dimensão dos obsessores e
dos protetores, quer dizer, quem quer nos proteger fisicamente protege na quarta dimensão
astral, quem quer nos atacar espiritualmente, ataca na quarta.

Esses espíritos negativos começaram ir para a quarta dimensão e fazer isso: gerar
nuvens energéticas negativas, que iam alastrando e envolvendo as pessoas. As pessoas
começavam a se tornar mais agressivas, começavam a ver a vida mais pessimistamente,
começavam a ser como se pode dizer, mais maldosas, começavam a não ver amor nas outras
coisas, e nas pessoas e em si mesmas, os pensamentos se tornavam desordenados, e tudo
isso fazia com que esses seres negativos pudessem aumentar o poder de ação nas pessoas, e
esse aumento de poder de ação nas pessoas está acontecendo atualmente, porque
atualmente as falanges negativas estão subindo a superfície em massa, porque o astro intruso,
quer dizer, o planeta que está vindo para o nosso sistema solar, ele gerou um campo
magnético que está puxando como um ímã os seres, quer dizer que a gravidade não está mais
prendendo esses seres na superfície, porque existe outro campo gravitacional, vindo de outro
planeta e puxando esses seres para a superfície, e eles estão tentando e em grande parte
conseguindo montar impérios na quarta dimensão astral e a hierarquia superior está permitindo
isso para a grande seleção.
÷ Acervo Aluano ÷
83
Então está havendo a permissão. Isso cumpre toda a justiça, não é injusto esse tipo de
acontecimento, mas quer dizer o seguinte: que para cada pessoa que descuidar com as
emoções, descuidar com os pensamentos, com as ações, terá uma falange de entidades,
dezenas de entidades inferiores, para vampirizar, para manipular a pessoa, não quer dizer que
ela não está tendo proteção, ela está tendo proteção das entidades superiores, mas a lei, as
leis, melhor dizendo da criação, precisam ser respeitadas por todas as pessoas, ninguém está
acima das leis, ninguém. Ah, eu sou protegido de Arcanjo não sei quem, posso deitar e rolar,
afundar o pé na jaca, estou liberado, não tem isso.

Bebeu? Consciência diminuiu? Entorpeceu? As emoções se liberaram, as entidades


estão ali, marcando presença, fazendo a pessoa realizar coisas que ela no estado lúcido,
consciente não faria. E escravizando as pessoas.

“Só se escraviza quem dá oportunidade ao tirano para escravizar.”

Portanto, é um alerta, a cada dia que passa as entidades inferiores estão subindo, é
preciso redobrar a atenção, no que pensa, no que sente, no que faz, no que fala, em todas as
manifestações. Orai e vigiai ou vigiai e orai. Ah, mas isso é complicado demais, eu não vou
fazer isso, porque isso é muito trabalhoso.

É preciso fazer esse tipo de coisa, porque se não fizer vai avolumar as fileiras dos
escravos das sombras, é a grande seleção que já foi profetizada na própria Bíblia, quer dizer
que, o joio vai ser separado do trigo agora, mas para separar é preciso juntar trigo com trigo,
joio com joio e aí arranca com o exílio coletivo, com a transmigração espiritual coletiva na
transição planetária.

Quando eu vi em projeção astral as sombras aumentando no planeta,


imediatamente fui me fortificar em um templo espiritual no mundo astral, fui me fortificar,
fui entrar em meditação, por quê? Porque o contato com o Cristo interno precisava ser
aumentando e quando meditei nesse templo espiritual, que qualquer pessoa aqui pode fazer
isso ou já está fazendo isso, aumentei o meu contato com a essência, e esse contato
aumentado, pude receber as orientações para iniciar este trabalho que agora está sendo
iniciado.

É o trabalho de contato com a essência, é preciso ver a vida no mundo físico, não
como um passeio no parque, num jardim, é preciso ver a vida no mundo físico como uma
grande jornada, onde diversos são os caminhos, alguns nos conduzem a muita dor, outros, nos
÷ Acervo Aluano ÷
84
dá paz, outros felicidade, mas só nós podemos escolher o caminho, ninguém pode escolher
por nós.

Não adianta a pessoa pensar: “vou levar a vida na neutralidade, não existe mais aqui
na Terra, se já existiu algum dia, que eu não creio”, mas não existe na Terra neutralidade, a
pessoa que não está praticando algo positivo, está praticando algo negativo, é inevitável, e
para não praticar agressividade, é preciso ser manso, para não praticar a incompreensão é
preciso ser compreensivo, para não ser injusto é preciso ser justo, e para adquirir esses
atributos maravilhosos, é preciso trabalho, é preciso querer, é preciso vontade, se não se
consegue e isso está ao alcance de cada pessoa.

Qualquer pessoa que meditar e analisar um pouco vai ver que quando nós estamos,
digamos perto de outra pessoa, seja em casa, no trabalho, na rua, em qualquer local, parece
que nas outras pessoas tem algo, isso aí eu não estou generalizando, mas na maioria das
pessoas parece que tem algo negativo nelas e quando a gente chega perto delas elas atraem,
esse algo negativo atrai algo negativo em nós, e fica como se o negativo dela brigando com o
negativo nosso e o negativo nosso com o negativo dela, fica esse atrito. Uma palavra áspera
de uma pessoa que evoca em nós, uma palavra áspera e isso começa a atritar.

Como evitar esse tipo de coisa? É preciso tirar essa energia negativa que existe dentro
de nós, porque quando chegar perto de alguém que tem uma energia negativa, não vai haver o
efeito magnético, o ímã, não vai nos atrair, porque não existe nada em nós que atraia.

Exemplo: Imagine que alguém comeu bastante lima de ferro, comeu bastante lima de
ferro, se pegar um ímã e tocar na barriga dela, o ímã vai ficar aqui preso no estômago dela, a
pessoa levanta e o ímã está aqui, aí a pessoa: sai ímã, sai ímã, sai ímã, fica culpando o ímã,
como se ele fosse culpado de estar aqui incomodando, mas se ela não comer limagem de
ferro, por mais que ela toque o ímã, o ímã não vai grudar no corpo dela, então por mais que
uma pessoa nos xingue, nos desrespeite, nos ironize, nos satirize, nos deprecie, se não
tivermos em nós a frequência energética que ela busca, vai atravessar, não vai haver nenhum
ponto de atração para atritar, por isso que é importante ao invés de ficar jogando a culpa em
quem desrespeita a gente, procurar respeitar, mas respeitar conscientemente, saber o porque
eu respeito alguém, se a gente não sabe porque respeita, a gente não está respeitando, a
gente está se fanatizando, é diferente.

Fanatismo é inconsciência!

÷ Acervo Aluano ÷
85
Quando alguém faz algo consciente da razão pela qual está fazendo, não é fanatismo,
isto é lucidez, então respeito lúcido, diante de alguém que respeita a vida, respeita tanto a vida,
que respeita a vida daquele que não respeita, sabe que existe uma inteligência maior
coordenando tudo.

Para vencer as dificuldades desse mundo aqui, é preciso a pessoa tirar a origem da
dificuldade em si mesmo. Ah, mas uma pessoa não me compreende, compreenda ela que o
problema vai ser resolvido, porque sobre a Terra não tem lugar onde iremos ser
compreendidos, não tem.

Só quem tem contato com a essência pode compreender alguém, quem não tem não
compreende e quem tem contato com a essência não nos agride voluntariamente, precisamos
lidar é com aqueles que não têm contato com a essência e esses que não têm contato com a
essência é mais de 90%, 90 e não sei quantos por cento aqui na Terra, incluindo muitas vezes
nós mesmos, mas podemos ter contato com a essência e mudarmos a nossa maneira de ser,
de sentir, de agir diante da vida, então é imprescindível quando sentimos a manifestação dessa
força viva em nós, nós começamos a ter forças para vencer qualquer obstáculo e viver em
permanente comunhão com o Criador Absoluto.

As entidades que estão nos ajudando espiritualmente, elas têm um poder curioso, vou
aqui explicar o poder dessas entidades. A aura normal de alguém é em volta assim de 2
metros, a aura que eu falo, tem a aura física, tem a aura etérica-física, tem a aura etérica-
astral, olha só a aura física uma, etérica física duas, etérica-astral três, astral, mental, eu
coloquei astral sintetizando, porque temos 7 corpos astrais, então temos 7 auras astrais, é aura
que não acaba mais... Dois metros, pode se estender para centenas de metros, quilômetros,
milhares de quilômetros, milhões de quilômetros, bilhões, quadrilhões, galáxias, universos.

Exercício: Agora nesse momento, chegou aqui uma entidade que pretende fazer um
exercício, eu não vou fazer esse exercício, porque eu não tenho a força da aura dela, ela está
bem aqui, eu sei que não dá para ver mas ela está bem aqui, eu vou pedir que todos fechem
os olhos, mas antes de fechar os olhos, eu vou pedir para que passem as mãos, assim,
sensibilizando a palma das mãos, eu vou pedir para sentir a aura dessa entidade que é uma
energia maravilhosa, é uma entidade que se manifesta com forma de mulher, é uma mulher
assim que aparenta ter uns 45 anos mais ou menos, agora visualize que uma energia sai das
mãos e envolve todo o corpo, faça esse movimento energizando o corpo, o seu próprio corpo,
imagine que tem um magnetismo saindo das suas mãos e energizando o corpo, ok.

÷ Acervo Aluano ÷
86
Agora baixem as mãos, fechem os olhos e observe a pele, procurem sentir a pele de
todo o seu corpo, e sinta como se tivesse uma vibração, um formigamento nas mãos, vai
estendendo para os braços, pele de todo o corpo, pernas, todo o corpo, os ossos começam a
formigar, a vibrar, a musculatura e agora procure observar em volta do seu corpo se sente uma
vibração, a entidade já começou a jogar a energia, a energia dela, a aura dela pega todo esse
salão, se quiser ficar com os olhos abertos pode ficar, se dá para concentrar, abertos ou
fechados tanto faz, e procure sentir em volta do seu corpo a vibração, é como se tivesse
partículas energéticas formigando em volta do seu corpo e o seu corpo sente essas partículas
e elas vão entrando no seu corpo e vão trazendo leveza e bem estar.

Vamos agora tirar a atenção da vibração do corpo, quem já está, digamos um tanto
mais sensível, pôde perceber imediatamente a vibração, quem não estava, digamos com a
mente direcionada para observar a vibração, só irá sentir a reação dessa vibração daqui a uns
10, 20 minutos, daqui uns 10, 20 minutos já vai começar a sentir assim uma leveza, um bem
estar, então tudo isso vem em função da vibração.

Essa vibração que a entidade que já até desmaterializou, desapareceu, o tempo desse
pessoal parece que é corrido, desmaterializa e materializa rapidinho, essa entidade jogou uma
vibração de alta frequência que envolveu a aura de todos, e algumas pessoas estavam com
alguns probleminhas digamos, um probleminha leve de saúde, a vibração desintegra a energia.

Ah, mas e o carma, o carma onde fica? Todos que vieram com o intuito de crescer,
de se aprimorar, isso aí já começa a alterar o carma, se tem um benefício, é um incentivo a
mais para se aprimorar, então já está dentro da lei do darma, procurou se espiritualizar, se
aprimorar, já gerou darma, isso possibilita minimizar o carma.

Em todas as palestras teremos exercícios e receberemos energias positivas das


entidades espirituais, e vamos sentir o benefício.

Vamos agora para perguntas, mas não é pergunta propriamente sobre a palestra,
pergunta sobre a palestra a gente vai fazer no final, vamos agora para perguntas, porque tem
algumas entidades aqui, eu não sou médium, vou logo explicando, de incorporação não, eu
não sou médium, eu sinto telepaticamente a transmissão mental dessas entidades, então eles
pensam, eu escuto o pensamento deles e aí de acordo com o possível serão respondidas
perguntas na área profissional, afetiva, familiar, energética, espiritual, perguntas por escrito,
então serão dados os papéis, algumas perguntas eu não responderei, se não houver

÷ Acervo Aluano ÷
87
autorização espiritual para responder, o que for possível responderei, mas todas as respostas
serão direcionadas para o contato com a essência. Quem quiser selecionar as perguntas o
façam o mais rápido possível, porque teremos poucos minutos para as respostas.

PERGUNTAS

01 - AS PESSOAS QUE POSSUEM DONS MEDIÚNICOS SÃO OBRIGADAS A


TRABALHAR? OU HÁ OUTRA FORMA DE SUBSTITUIR ESSE DOM?

É de conhecimento de quem atua mediunicamente, que a maioria das mediunidades


quando se manifestam são compulsórias, obriga a pessoa a exercitá-la de forma caridosa,
produtiva.

Mediunidade é um fator hereditário, transmitido de pai para filho, o filho traz no seu
código genético a programação daquela habilidade psíquica, espontânea, que ele não teve
treinamento mental para controlar. É a mesma coisa de um poder que a pessoa tem, mas não
sabe controlá-lo e nem utilizá-lo. Se a pessoa aprende a controlar esse poder, ela pode utilizá-
lo só quando desejar, se uma pessoa faz algo só quando quer, o ato de fazer não é
compulsório, não é obrigatório, então enquanto há ignorância, quer dizer a pessoa não sabe
como controlar a mediunidade e nem o que fazer com ela, é cármico, ela terá que trabalhar,
senão a mediunidade irá desequilibrá-la, seja profissionalmente, afetivamente, familiarmente,
existencialmente, energeticamente, saúde, interfere em tudo, como o exemplo da incorporação,
tem pessoas que incorporam, ou psicofonia, ou psicografia, incorporação é um termo
inadequado, mas é leigamente conhecido, incorpora sem querer e aí diz: você tem que
trabalhar mediunicamente, senão você vai piorar, geralmente piora, se ela aprender a lidar com
essa faculdade dela, ela vai trabalhar como quiser e quando quiser, então não é obrigatório,
enquanto ela não aprende é obrigatório, depois que ela aprende a lidar com a capacidade, não
é obrigatório, aí ela passa a ser sensitiva ou paranormal, o médium é classificado aquele que
não controla a sua faculdade, a partir do momento que ele controla passa a ser sensitivo,
mesmo que seja de psicografia, ou psicofonia, psicometria, diversas habilidades, ou
materialização, passa a ser paranormal ou sensitiva.

Paranormal, quando atua no físico, sensitivo quando percebe o extrafísico, então pode
mudar o carma mediúnico sim. Pode mudar, através de estudos sobre energias psíquicas,
estudos sobre corpo etérico, prática de energia psíquica, controle emocional, meditação, esses
quatro fatores fazem a pessoa controlar a mediunidade, seja ela qual for.

÷ Acervo Aluano ÷
88
02 - QUALQUER SER POR MAIS EVOLUÍDO QUE SEJA PODE CAIR?

Uma vez que a pessoa anule de sua consciência a ignorância das leis da criação,
jamais essa pessoa irá ignorar as leis da criação porque ela se funde, isso é impossível dela
cair, enquanto uma pessoa não atingiu um estágio consciencial, ela está sujeita a diversos
erros que pode bloquear a consciência pequena que ela já adquiriu, mas uma vez
incorporando-se às leis da criação, ela não cai mais, isso é sinônimo de evolução, pode ser
classificado como evoluído apenas aquele que se ligou a essência das leis, quem não se ligou
a essência das leis não é evoluído ainda, é classificado como ignorante. Posso me incluir
nesse estágio aí ainda.

03 - NOSSO ESPÍRITO TEM MATÉRIA NA SUA DIMENSÃO, COMO É ESSA MATÉRIA?

Primeira pergunta: nosso espírito não tem matéria na sua dimensão. Uma pessoa tira o
corpo físico, fica o astral, tira o primeiro astral, fica o segundo, depois de tirar 7 corpos astrais,
ela aparece com o corpo mental, nos corpos astrais, tem matéria astral, nos mentais tem
matéria mental, mas se ela despir-se do mental fica essência, na essência não há dualidade,
não havendo dualidade não há matéria, onde há dualidade, há matéria.

O que é dualidade? É microcosmo e macrocosmo é a manifestação básica da


dualidade. Então onde não há microcosmo e macrocosmo não há dualidade, não havendo
dualidade, não há matéria, então o espírito não tem matéria.

Quando a pessoa faz muitas perguntas no papel eu não respondo todas, porque é
injusto com as que fizeram só uma.

04 - ESTOU NUM BECO SEM SAÍDA, PRECISO DE UM EMPREGO PARA SOBREVIVER E


NÃO VEJO SOLUÇÃO, ISSO É CARMA?

É. Pode ser carma de vida passada, de vida presente e carma instantâneo.

Como é que é carma instantâneo? Se eu pegar a minha mão e colocar debaixo de uma
roda de carro em movimento e a roda passar em cima e quebrar a minha mão, é carma
instantâneo, se esse ano eu cometi uma injustiça com alguém e daqui a três anos fazem uma
injustiça comigo, é carma dessa vida presente.

÷ Acervo Aluano ÷
89
Se em outra vida eu fiz alguma coisa e nessa acontece e eu nunca agi de maneira, é
de vida passada. Então essa questão o que a pessoa precisa fazer para mudar isso aqui,
primeira coisa ela precisa meditar. Nossa, mas meditar? Ela está num beco sem saída e tudo,
não, medita. Porque quando a pessoa não medita, ela não vê todas as respostas, ela só vê
aquilo que ela quer que seja resposta, e como ela não a tem, só vê a falta da resposta.

É preciso meditar sobre o que? Precisa primeiro aprender a meditar, porque se não
sabe meditar não adianta.

Primeira coisa para meditar, ela precisa, para quem não sabe, isolar-se num local
tranquilo, onde não vê ninguém, ah, mas o problema está: nossa eu tenho conta para pagar, eu
tenho que viver, eu tenho que morar, é conta, é dívida, porque quando tem o emprego até está
tranquilo, mas quando não tem o emprego e tem muita dívida, é mais intranquilo ainda, a
pessoa para, ela precisa se isolar da identidade que ela tem atualmente, então ela vai para um
local isolado, ela se senta numa posição confortável, não deita, porque senão dorme, senta
numa posição confortável, mas não muito confortável, fecha os olhos, fica imóvel, se energiza
todo para a energia obedecer o pensamento, quando a gente se energiza psiquicamente,
quando a gente pensa, o pensamento imanta a energia e a energia faz o nosso corpo obedecer
o pensamento, então se energiza e aí ela começa a pensar, ela sai da identidade dela, ela não
é mais digamos, digamos que ela seja José, o José está desempregado, ela medita, ela não é
mais José, ela não é mais da Terra, ela é pensamento.

“Pensamento não precisa comer, pensamento não precisa vestir, não precisa
trabalho, não precisa de nada.”

Ela é pensamento, e aí ela começa a lembrar de toda a vida dela, as pessoas que ela
conhece, como ela se relaciona com essas pessoas, o que ela transmite para as pessoas, se
ela está agradando as pessoas, se está sendo justa com as pessoas, se está sendo bondosa
com as pessoas, se está sendo verdadeira com as pessoas, começa a ver se ela é uma
pessoa que procura aprimorar, estudar, fazer o melhor possível pelos seres humanos, vai
vasculhando tudo isso, e ela vai vendo onde é que eu errei? Eu errei aqui, errei aqui, mas não
com interesses pessoais, ela tem que ser impessoal na meditação, a lei, a lei que funciona
para mim de uma forma, funciona para outra pessoa da mesma forma, então quando
meditamos precisamos ser impessoais, ela vai começar a ver ih, ali eu fui preguiçoso, ih, ali eu
fui negligente, ih, ali eu fui submisso, ih, ali eu fui ineficiente, eu tenho como aumentar a minha
eficiência? Tenho, isso vai oferecer mais respostas, isso é ela adquirir as respostas, mas

÷ Acervo Aluano ÷
90
digamos que ela esteja com pressa, ela já quer alguma resposta mais ou menos pronta, eu vou
dar uma resposta mais ou menos pronta, seja amoroso em tudo o que for fazer, se vai procurar
um emprego, seja humilde, seja amoroso, humilde não é submisso não, se não consegue
emprego, arruma um trabalho, é porque emprego é diferente de trabalho, trabalho você vê o
que você pode fazer, ah, eu posso fazer uma coisa, isso aí vai gerar benefício para o ser
humano, vai gerar renda, então quando alguém é amoroso nas coisas que faz, quer dizer, faz
com carinho, faz com humildade, faz com mansidão, com tranquilidade, com honestidade e
antes de tudo deseja o bem das pessoas, é lei de ação e reação, vai ser o benefício revertido a
ela, então isso é regra, muita gente pensa ah, eu não consigo uma coisa, eu não consigo,
quando ela começa a realizar alguma coisa, se a gente chega num restaurante, chega lá as
pessoas nos tratam com carinho, com respeito, faz a comida com amor, ela sai saborosa, a
gente vai querer aquele restaurante, se faz com amor não vai aumentar demais o preço, vai ser
uma coisa acessível, vamos querer ir naquele restaurante, se a comida é feita com amor, se o
tratamento é com amor, e se a pessoa é justa com ela e conosco.

Quem não gosta de ser tratado com amor? Então essa é a fonte. Onde há amor não há
falta de alguma coisa, ação rápida, amor, se não sentir, não consegue.

05 - O QUE EU FAÇO PARA ESTAR CADA VEZ MAIS PREPARADO PARA REALIZAR A
MINHA MISSÃO? O QUE DEVO FAZER?

Primeira coisa, é uma pergunta que eu mesmo já me fiz antes de ter a resposta,
demorei uns três anos para conseguir a resposta, mas tudo bem eu vou ajudar a pessoa para
ver se ela não demora três anos.

Primeira coisa para a pessoa realizar uma missão: ela precisa se conhecer, no ato de
se conhecer ela vai saber daquilo que gosta mais de fazer, aquilo que dá mais felicidade a ela,
e aquilo que dá mais felicidade a ela fazer é a missão dela, ah, mas se uma pessoa... O que
ela gosta mais de fazer é fumar, aí ela vai pensar então a minha missão é fumar? E começa a
fumar, ela vai ter alguma enfermidade, e isso vai gerar enfermidade, que é a reação que vai
gerar uma repercussão nela infelicidade, quer dizer que a partir desse momento fumar não
será mais a felicidade dela, e sim a infelicidade, ela vai arrumar outro objetivo para a felicidade,
até que ela vai sair de objetivos pequenos e vai ter uma missão mais abrangente e se a pessoa
que fez essa pergunta está se referindo a missão abrangente, é preciso procurar compreender
as leis da vida, depois de procurar compreender a si mesmo, mas para compreender a si
mesmo, precisa compreender as leis da vida que são materiais e espirituais, depois ver aonde

÷ Acervo Aluano ÷
91
se enquadra nessas leis, e aquilo que dá mais felicidade no cumprimento dessas leis será a
missão da pessoa.

Então as perguntas que restaram serão respondidas na próxima palestra se possível.


Eu sei que são muitas perguntas, mas não dá tempo para tudo, na próxima palestra eu
respondo o máximo que der.

Então voltando aqui ao nosso tema, cada um de nós estamos recebendo, como disse
anteriormente, a ajuda de seres espirituais de alta frequência vibratória.

Quando nós nos desequilibramos emocionalmente, mentalmente, mas mais


emocionalmente, eles estão nos olhando, estão nos vendo, estão sabendo o que a gente está
sentindo e o que a gente está pensando, se nesse momento que a gente está se
desequilibrando, ih, eu estou desequilibrado e a pessoa identifica que está desequilibrada, e
ela pensa assim: gente, me ajuda Deus, me ajuda, oh, meu espírito amigo, oh, ser que me
protege, que me orienta, oh, meu orientador espiritual, oh, não sei quem me ajuda, qualquer
devoção seja a Nossa Senhora, Arcanjo não sei quem, Anjo não sei quem, Jesus, Buda,
Maomé, quem seja, a pessoa evoca no momento e pede ou Deus mesmo, Essência Criadora
Absoluta de todas as coisas, quer dizer, sem intermediários, se ela quer ir direto na fonte ajuda
eu preciso, me ajuda a me equilibrar, pode contar no máximo 5 minutos que a pessoa estará
equilibrada, se ela fizer sinceramente esse pedido, 5 minutos no máximo ela estará tranquila,
podem fazer isso até agora, mas o pedido tem que ser sincero, não pode ser um pedido da
boca para fora, não precisa nem pronunciar verbalmente, em pensamento já é o suficiente,
então a pessoa está desequilibrada, eu preciso me equilibrar, me ajuda Deus, me ajuda não sei
quem, instantaneamente receberá ajuda, só que dependendo da pessoa pode levar de 5 a 10
minutos no máximo para ela se ajudar, porque a outra pessoa que vem ajudar vai precisar, vai
começar a jogar energias positivas nela, orientação espiritual e isso vai fazer com que ela se
harmonize, leva de 5 a 10 minutos, mas geralmente 5 minutos é a média, e a pessoa terá
benefício, podem fazer isso que funciona muito mesmo.

Então antes de eu finalizar a palestra me deixa falar aqui sobre quem não pegou esse
folheto do curso, eu estou dando, porque eu vivo de curso, eu vou logo explicando, a minha
profissão é dar cursos, aqui tem um curso de Sutilização Corporal, esse curso será dado nesse
próximo final de semana, sábado e domingo, quem quiser realizar esse curso, esse curso visa
a sutilização física, astral, mental, áurica e energética, também visa sutilizar os chacras e a
psiquê, as emoções, o padrão vibracional, a realidade existencial.

÷ Acervo Aluano ÷
92
O sistema usado no curso é sutilização através de alimentação oral, nós vamos ver
sobre alimentação, o que a pessoa come e densifica, ela vai aprender a se alimentar de forma
que ela se torne mais sutil, ela também vai ver sobre o que ela enxerga, muitas vezes ela fica
assistindo televisão, vendo programas, vendo filmes que a densifica, então ela vai aprender
nesse curso quais são as coisas mais adequadas para ela ver, ela pode continuar assistindo
seu filme e tudo, só que vai saber exatamente o que ela está se alimentando visualmente, ela
vai também ver sobre coisas auditivas, sobre o que ela fala, e tudo isso visa o benefício de
auxiliar no contato com sua essência e com seres da luz, também faz com que facilite o seu
desenvolvimento de faculdades extrasensoriais e paranormais.

Também porque uma vez que a pessoa se sutiliza ela deixa de ser o átomo dela, deixa
de ser de frequência DNA para ser ADN, que é a nova frequência da nova vibração, então
ela já vai começando esse processo de mudança do DNA para ADN, para quem está vindo
pela primeira vez a minha missão é trabalhar para as pessoas saberem sobre a transição
planetária e se preparem para a transição planetária, através do contato com a essência, nessa
missão eu não cobro nada, as palestras: a entrada é franca, as meditações, em breve a
entrada, quer dizer a gente vai arrumar um espaço maior, um tempo maior, a entrada também
será franca, os direitos autorais de livros e fitas não são revertidos a mim, e sim para multiplicar
o material, vai para a Sociedade dos Voluntários do Comando Ashtar, e ele multiplica o
material, a minha profissão é dar cursos de aprimoramento, projeção astral, energias psíquicas,
controle emocional e este curso aqui entre outros.

Agradeço a todos por terem vindo esta noite, é... Vou falar, calma aí, a próxima palestra
será reduzida assim para digamos 20 minutinhos e o resto, o outro tempo será para o
lançamento do livro transição planetária o nascimento de uma nova civilização, no dia 13, aqui
nesse mesmo auditório nós estaremos lançando o livro que será um livreto fino, mas com muito
conteúdo, o valor previsto para o livro é de R$ 5,00, cada livro, é um valor onde a gente não
está assim como se pode dizer, a margem de lucro é bem pequena, só para a gente multiplicar
a edição, os direitos autorais são revertidos para a reprodução de mais livros, então estão
convidados, vai ser no mesmo horário da palestra, tem o convite ali na portaria, tem o folheto
do curso para quem quiser ter em mãos o material para não esquecer, esse livro é um livro de
impacto, porque nele eu falo as projeções que eu tive vendo a transição planetária, tem o
desenho das naves que recolherão as pessoas no momento da transição planetária, falo lá
sobre como a pessoa pode se preparar para essa transição, sobre o portal dimensional, sobre
o planeta intruso e mais algumas coisinhas, então agradeço a todos, o curso é esse final de

÷ Acervo Aluano ÷
93
semana para quem quiser. Muito obrigado e uma boa noite a todos e até a próxima palestra
lançamento de livro.

Avatares, Mestres, Meditação e Energização - 10/04/97

Hoje teremos uma pequena palestra sobre os avatares e os mestres, teremos também
uma meditação, uma energização no final e vamos ver se cada um de nós possa sair daqui
hoje mais leve, leves de problemas, de preocupações, de tensões, de energias negativas.
Já algum tempo o propósito dessa reunião aqui, é possibilitar a cada pessoa que
recebam novas energias, que possam ser aplicadas durante o dia a dia da pessoa. Então todos
aqui foram convidados para receber essas vibrações vindas de espíritos de nível vibratório bem
sutil e que coordenam a harmonia do mundo.
Esses espíritos são os nossos patrocinadores espirituais, porque qualquer trabalho
ligado à área positiva no mundo em que nós vivemos só consegue funcionar se houver o apoio
de seres espirituais positivos, porque sem esse apoio a gente não consegue encontrar com
uma pessoa sequer para falar determinados assuntos, sem que haja uma intervenção das
forças contrárias ao crescimento espiritual, individual ou coletivo.
Então, antes de tudo, esse ambiente é um ambiente aonde a tranquilidade, a paz, a
harmonia vai gradativamente envolvendo as emoções, os pensamentos de cada um, para que
todos possam aprender e nos transformar positivamente a cada momento que venhamos a
buscar a informação que nos eleve espiritualmente.
Os avatares, os mestres espirituais aqui estão nesse planeta Terra, em centenas de
seres, alguns deles encarnados atualmente, mas muitas vezes não podemos identificá-los,
visto que a maioria está secretamente vivendo em vários pontos de vários países, porque o
momento de demonstrarem de fato quem são ainda não chegou, mas ele irá chegar e

÷ Acervo Aluano ÷
94
gradativamente seres estão se levantando e realizando o trabalho de construir uma ponte de
luz entre as dimensões extrafísicas ou astrais ou mentais superiores e o mundo físico em que
nós vivemos.
Esses seres de hierarquia superior que não são mais obrigados a nascer, nós na
maioria das vezes somos compulsoriamente levados a nascer em um corpo como esse, a
encarnar, mas os mestres ascensionados, os avatares não precisam ter essa obrigatoriedade,
eles nascem espontaneamente com a única tarefa de auxiliar a humanidade em seu
crescimento consciencial.
Outros seres nascem com tarefas menores, que estão mais relacionadas ao nível
cultural e material da vida, mas a função mais sublime de um ser que nasce entre nós é auxiliar
no crescimento consciencial, esse crescimento consciencial é o fator determinante da
libertação evolutiva de um ser, o que quer dizer isso? Quer dizer que o indivíduo passa a
nascer apenas se quiser, a nascer aqui. Existem mundos, fora do corpo, muito mais
agradáveis, mais harmônicos e que podemos conquistar mais facilmente a nossa felicidade, do
que esse em que nós vivemos, portanto aquele que aqui nasce, a maioria é impulsionado pelo
chamado carma.
Esse carma que é a lei de ação e reação negativa que funciona fazendo com que cada
pessoa tenha que vivenciar as consequências de suas ações passadas e as ações do
presente, faz com que o indivíduo acabe sendo obrigado a nascer.
Então, a maioria de nós nasceu, porque fomos obrigados a nascer, não é porque a
gente queria propriamente dito. Mesmo que o ser já tenha alcançado a liberdade de falar
assim: você tem certo carma ainda, isso não te obriga a nascer na Terra digamos, onde nós
vivemos aqui, você não é obrigado, mas se você nascer vai evoluir mais rápido, vai resgatar
mais rapidamente os seus erros do passado, vai amadurecer muito rápido, você quer nascer?
Aí a pessoa: quero, mas esse quero não é um quero totalmente espontâneo, porque o carma
dela a impulsiona a nascer.
Então ela nasce para aliviar o seu peso consciencial, nasce pelo aspecto cármico,
mesmo que seja de forma mais aparentemente espontânea e não compulsória, e tem aquele
ser que aqui nasce, que não tem direito de escolher: ele é colocado no corpo, porque deve
tanto e o espírito tem que resgatar, porque a consciência no mundo astral é muito mais ampla
do que aqui.
“ Quando alguém perde o corpo físico, através do desencarne ou morte física, surge no
plano astral, um mundo que é cheio de universos paralelos, como é o mundo físico e a pessoa
lá é encaminhada para uma cidade ou país correspondente ao seu grau evolutivo e lá
chegando ela se vê obrigada a viver muitas vezes de forma muito pior do que vivia aqui e para
÷ Acervo Aluano ÷
95
aliviar a dor que sentem pelos erros cometidos, pela transfiguração, muitas vezes negativa do
corpo, essas entidades anseiam por demais encarnar.”
Outras não anseiam, mas são obrigadas, mas os mestres estão acima disso e o
inevitável para todos nós aqui será nos tornarmos mestres espirituais, avatares, para que com
isso possamos auxiliar também a humanidade.
Mas porque que digo que é inevitável? Todos nós iremos nos tornar seres iluminados.
É porque tudo que é erro, tudo que é egoísmo, que é aparente injustiça, que é aparente
maldade, é transitório, é um fato cujo tempo amadurece. Os erros de hoje serão os acertos de
amanhã, graças à lei de ação e reação.
Os mestres espirituais estão atualmente encarnados para poder ajudar a humanidade
nessa fase de transição em que ela está vivendo, o problema é que a maioria de nós, por
tendências culturais religiosas, muitas vezes pensamos que um mestre é um ser que
arregimenta milhões de pessoas com seu carisma, com sua sabedoria, com seu amor.
Tem muitos mestres espirituais que já não precisavam mais estar aqui entre nós,
que convivemos com eles sem perceber que eles são mestres, por quê? Porque a função
de um mestre não é só lidar com a coletividade diretamente, muitas vezes a função dele é
transmitir o seu amor para algumas pessoas chaves e essas pessoas irão realizar
determinadas tarefas, dando um efeito dominó, uma reação em cadeia. Então nem sempre
encontraremos os mestres espirituais, seres que não precisavam estar aqui entre nós,
ministrando conhecimentos elevados à multidão, nem sempre, pelo contrário muitas vezes
veremos pessoas aí arrastando multidões e não são mestres espirituais, porque o aspecto
carismático independe do grau evolutivo do ser.
Na época atual qual é a situação humana? A situação humana é que muitos mundos
culturais em vários sentidos religiosos, científicos, materiais, esses mundos estão em
transformação, muitos estão morrendo moribundos e aquelas pessoas acostumadas a esses
mundos estão perdidas.
Porque perdidas? Porque elas estavam habituadas a um tipo de vida que não têm
condições mais de levar, de viver, no entanto não sabem ainda a vida que poderão viver a
partir de agora.
A transição planetária já está acontecendo. Certo que a maioria das pessoas que
sabem dessa transição planetária fica ansiosa esperando a transição no sentido físico, quer
dizer, cataclismas, mortes e coisas assim.
A preparação maior que precisamos ter é para enfrentar a fase que já estamos da
transição planetária, onde um mundo viciado, onde o materialismo, animalismo onde a
escravidão pelas emoções inferiores, pelo consumismo insensato e desnecessário, pelas
÷ Acervo Aluano ÷
96
aparências simplesmente que as pessoas expõem de vida, pela sonolência consciencial que a
maioria dos seres humanos atualmente está.
O que é essa sonolência consciencial? A sonolência consciencial é aquilo que faz
com que uma pessoa não sinta permanentemente a sua existência, não sinta a vida
inesgotável que existe em cada ser, é o que faz com que as pessoas olhem as pessoas, as
outras pessoas, os animais, as plantas, os objetos, o aparente vazio e não sinta a vida pulsante
e inesgotável que existe em cada coisa.
Essa sonolência é o que faz a pessoa não saber nem quem ela é, nem o porquê está
aqui, nem o porquê existe, é o que faz a pessoa não querer nem conhecer a Deus, nem saber
onde Ele está, como aumentarmos o contato com Ele, qual a função dele, é o que faz a pessoa
acreditar em sorte e azar, pensando que existe um acaso coordenando a vida, é o que faz a
pessoa tentar dominar aquilo que não lhe pertence, é aquilo que isola a pessoa dos mundos
superiores e da essência que anima a sua própria vida.
Quando alguém desperta nesse mundo, ela transcende e isso é possível para qualquer
pessoa que busque essa transcendência, ela transcende o nível cultural dela, o nível social
dela, o nível étnico, criação familiar, traumas familiares, limitações biológicas, limitações do
corpo dela, ela transcende o tempo, ela transcende o espaço.
Para algumas pessoas pode ser inacreditável que possamos transcender as limitações
de nossa vida, mas isso é possível e na época em que nós vivemos, não apenas será
necessária a constatação de que é possível, mas será necessário que cada indivíduo, que
cada ser humano presentemente encarnado e até mesmo desencarnado, tenha que alcançar
um grau de equilíbrio e de lucidez suficiente para não ser controlado pela onda negativa que
está se espalhando ao longo de todo planeta.
É algo que nossos olhos físicos, ordinários não têm como ver, alguns sensitivos ou
pessoas de uma sensibilidade de amor, de tranquilidade, já estão percebendo que estamos
mergulhando em um oceano perturbado, de energias agressivas, de energias muito turbulentas
e que tiram a paz de qualquer pessoa que com elas se sintonizem, portanto precisamos
despertar.
“Despertar para a lucidez não é desenvolver simplesmente uma crença e
cegamente a seguir, não, não é isso, é despertar a consciência de nosso verdadeiro eu,
aquele que não se deixa controlar pelas circunstâncias externas.”
Sabemos muito bem o mundo em que estamos vivendo, não é preciso muitos
exemplos, violência desmedida, desonestidade, agressividade, insensatez, inconsequência
coletiva, loucura coletiva, nós estamos nessa fase.

÷ Acervo Aluano ÷
97
Liga um aparelho de televisão, um rádio e o que escutamos? 99,9% de coisas que
nos induzem ao desequilíbrio, à tristeza, à falta de esperança, à revolta.
Saímos na rua, nos sentimos muitas vezes controlados pelo meio ambiente em que
nós vivemos, controlados por uma inteligência grupal e não pelo nosso próprio espírito, ser o
mais desconhecido para a maioria das pessoas encarnadas, o maior desconhecido é o próprio
espírito, a própria essência, a própria individualidade imortal, está em uma época que
precisamos despertar, aquele que não despertar viverá numa oscilação incontrolável,
determinado dia está alegre, a maioria dos dias está triste.
Tivemos coletivamente, ao longo de várias civilizações que surgiram e desapareceram,
tendências coletivas, tendências à guerra, tendências à promiscuidade, tendências às traições,
ao materialismo, ao animalismo.
Na época atual estamos vivendo a tendência a tudo que é de mais negativo, pessoas
hoje estão fazendo coisas que proporcionalmente são muito mais desequilibradas e negativas
do que em épocas passadas, por quê? Porque está vindo à tona tudo que é de negativo e que
as pessoas escondiam, sejam em seus passados, sejam dentro de si mesmas, quer dizer que
nós teremos exposto, vindo à tona, tudo que temos de mais negativo, como também o que
temos de mais positivo, precisaremos escolher de que lado nós estamos e os mestres
espirituais estão aqui para que nesse momento de penúria, de agonia e desespero, eles
possam nos auxiliar, não apenas com a palavra morta, impressa em livros, deixada ao longo de
séculos e milênios, mas também com sua própria energia viva, originadas essas energias de
suas auras, de seus corpos, de suas palavras vibrantes, de seus exemplos, que de fato é o
fator de maior importância e sustentação para aqueles que querem nesse oceano perturbado
de desequilíbrio e agonia, as pessoas que querem se aliviar, porque aqui dentro dessa sala,
independente da idade, do nível cultural, do sexo, todos aqui estão vivendo uma fase difícil,
quem pensa que não está vivendo é porque está fugindo das próprias dificuldades.
Muitas pessoas vêm até mim e se queixam: nossa, mas eu estou vivendo uma fase tão
difícil na minha vida, como eu jamais vivi, lembro-me do passado que muitas vezes achava que
estava vivendo dificuldade e hoje é que eu sei o que é dificuldade. Isso está acontecendo na
vida de todas as pessoas, crianças, adultos, pessoas mais idosas, não existe idade, a
dificuldade está crescendo, os obstáculos parecem mais altos, porque é necessário nessa fase
de final de ciclo que apliquemos 100% de nossa capacidade de força para vencer os
obstáculos.
Vai haver uma tendência coletiva a jogar as próprias responsabilidades nos
ombros de outras pessoas, essa tendência coletiva vai se acentuar cada vez mais, por
quê? Porque as pessoas vão sentir que o fardo estará mais pesado, em função de nossa
÷ Acervo Aluano ÷
98
cultura autodestrutiva e que está chegando o seu término, quer dizer que chegou o momento
da nossa civilização se autodestruir, mas quando eu falo se autodestruir não é no sentido de
guerra nuclear, não, não é nesse sentido porque não está havendo permissão para tal.
A autodestruição que me refiro são as pessoas se autodestruírem pelo que acreditam,
pela maneira que vivem, porque uma pessoa para se destruir não precisa estar morto, visto
que a morte física não é a destruição, a destruição real é a pessoa viver em agonia, em
perturbação, em sofrimento, em dor perene, essa é que é a destruição que todos nós estamos
sendo testados e aqueles que não tiverem força contínua, não conseguirão sair bem dessa.
Ficaremos perplexos ao ter notícia ou já estamos perplexos muitas vezes de pessoas
conhecidas nossas que de repente demonstraram um comportamento inesperado de
depressão, muitas vezes de suicídio ou de fuga para a bebida, drogas ou violência ou
irresponsabilidade, então a tranquilidade, a paz, a serenidade, a confiança na vida, a
esperança, tais coisas serão as coisas mais raras que nós iremos conhecer.
Aquisição material na fase atual em que vivemos não é o mais difícil, em função do
avanço tecnológico humano, mas a aquisição de harmonia interna é algo que independe de
nível cultural, social, étnico, é algo que depende de um despertar interno, creio que todos que
aqui vieram hoje, vieram em busca de informações espirituais, de energias positivas. Nós
enquanto não transcendemos muito, não podemos dizer ah, estou acima disso, já bebo na
fonte, quando se bebe na fonte da energia positiva, crística, amorosa já não é necessário mais
buscar rios, ou a pessoa já mergulha no oceano infinito da energia crística, os mestres estão
nesse patamar.
Digamos que para uma população imensa que constitui a população terrestre, temos aí
uma quantidade de centenas de mestres ascensionados, encarnados atualmente.
Esses mestres se reúnem fora do corpo para receberem as diretrizes vindas dos
iluminados de eras e dos avatares que são encarnações divinas, estes mestres ascensionados
já dominaram as suas emoções ao ponto de não serem subjugados por elas, enquanto a
maioria das pessoas que não transcenderam as emoções egoístas, onde a pessoa pensa
primeiramente em si, para depois pensar nos outros, esses mestres eles já transcenderam o
egoísmo, podem uma vez encarnados, eventualmente manifestarem comportamentos
egoístas, mas na hora em que chega o momento da definição, explode a manifestação crística
nesses seres e eles se transformam.
Qualquer chama ou mácula de egoísmo vindo de uma cultura viciada ou de um código
genético hereditário viciado se transmuta, não estamos desamparados diante da vida, a
questão é: é preciso buscar esses mestres, é preciso buscar os seres de luz, mas como
buscar? A tentativa de buscar muitas vezes não é adequada e as pessoas acabam
÷ Acervo Aluano ÷
99
encontrando falsos mestres, porque estavam falsamente buscando, o que quer dizer?
Quer dizer que quando buscamos alguém para nos ajudar espiritualmente, não podemos ter
em mente encontrar alguém para que tirem de nós as responsabilidades de nossos atos, se
assim for encontraremos falsos mestres e eles irão fazer promessas diversas, mas não terão
condições de cumpri-las, porque existem leis que estão muito acima dos seres, tanto os
mestres, esses são os que mais obedecem às leis da criação.
Atualmente quem que pode sustentar sem conhecimento, conhecimento
superior, sem alimentação espiritual superior, quem que pode sustentar a sua vida com
tranquilidade? Porque instabilidade econômica, todos aqui no Brasil, nível planetário já está
vivendo, mais do que nunca, apesar de uma aparente calma, mas a instabilidade sempre está
rondando, porque o mundo está em mutação, o chão não está mais firme como era antes, as
pessoas não sabem mais o correr da estória, já não sabem mais, algo mudou nos
acontecimentos do mundo, quem já percebe, não sabe como se situar, quem não percebe está
mais confuso ainda, está como cego em tiroteio, não sabe para onde corre, aqueles que já
identificaram o que está acontecendo buscam o conhecimento para se harmonizarem, se
adaptarem às novas regras de vida, mas sustentar uma tranquilidade com a instabilidade
econômica, instabilidade material, agressividade corporal, emocional, mental, psíquica, cultural,
doença que vai aumentar muito, como está aumentando diversos tipos de doenças.

A gente vai a hospitais, vê como está o processo da doença, que nada mais é do que
a manifestação de um desequilíbrio mental e emocional acumulado ao longo de anos, meses,
décadas e vidas e que uma vez modificado e sanado todo o carma, a enfermidade desaparece
em sua origem e não apenas o efeito, então tranquilidade, paz, serenidade, é o que é
necessário já começar a ser desenvolvido e treinado e exercitado na fase em que estamos
vivendo, para que quando chegar a transição planetária a pessoa já esteja pronto.
Não tem como se prontificar rapidamente, porque nós já estamos na fase da transição
planetária emocional e mental, nós já estamos na fase, não tem o que esperar mais, os
mestres ascensionados, seres que já dominaram os 5 sentidos corporais, já dominaram o que
pensam, o que sentem, o que fazem, esses seres estão para nos dar a força necessária, mas
não teremos como identificá-los facilmente, é preciso ter, digamos, o desejo interno de crescer.
Muitas vezes eles se aproximam de nós espiritualmente, visto que pela proporção de
pessoas um trabalho mais eficaz vem através da ajuda espiritual, porque um único ser pode se
manifestar em muitos lugares ao mesmo tempo, utilizando os seus corpos astrais, corpos mais
sutis do que esse físico e assim nos ajudar.

÷ Acervo Aluano ÷
100
Atualmente, tem aproximadamente 6 avatares, esses 6 avatares eles são encarnações
divinas.
O que quer dizer uma encarnação divina? Um avatar? Um avatar é diferente de um
mestre ascensionado, falei isso em palestras anteriores e volto a dar algumas significações: um
avatar é uma encarnação divina, essa encarnação divina ela vem da essência.
Nós estamos no mundo físico ou plano físico, esse que estamos aqui. Existe um plano
astral e um plano mental, nesse plano mental as dimensões mais sutis podem ser chamadas
de causal, mas faz parte do mental.
O mestre ascensionado simplesmente se liberta da obrigatoriedade de encarnar no
mundo físico, ele não encarna mais no mundo físico, ele transcendeu, ele ascendeu a evolução
e não nasce mais no mundo físico, em qualquer planeta físico ele não nasce mais, dos
universos físicos, ele só nasce no mundo astral, não precisa mais vir aqui, esse ascensionou,
se libertou do carma, nada aqui é objeto de desejo para fazer com que ele nasça aqui, esse é
ascensionado físico, existe outro ascensionado, o ascensionado astral, no mundo astral as
pessoas nascem e morrem também, o ascensionado astral não precisa mais nascer no mundo
astral, ele se libertou do mundo astral para o mundo mental, então ele só vai para o mundo
astral como mestre só para orientar, ele não vai lá usufruir nada que o mundo astral possa
oferecer, ele vive no mental.
O ascensionado mental, ele se torna um avatar, por quê? Deus, ele se funde, ele se
derrete, ele se dilui no oceano infinito sem forma, do Criador Absoluto, aquele que não nasceu,
aquele que não morre. Nós estamos acostumados com algo que nasce e que morre, que são
os mundos da forma, então um avatar ele tem essa diferença ele saiu do mundo das formas,
ele foi para a essência de toda a vida, é algo que para nós aqui é inconcebível avaliar, a não
ser que se tenha uma experiência mística de êxtase cósmico ou de Samadi, uma experiência
transcendental, esses seres sustentam a vida dos mundos, nós só conseguimos viver aqui
graças à presença desses seres encarnados ou em corpo sólido, físico, no universo físico...
Os avatares, eles não precisam nascer de mulher se não desejarem, quer dizer
que eles podem materializar à vontade os seus corpos de manifestação, quer dizer que
não precisam de mulher, materializa-se o corpo e vivem entre nós, mas é preciso ter um
corpo sólido sustentando uma carga energética que faz com que a vida seja possível
aqui, senão ela não seria possível, mas como isso? É como se fizer o Criador Absoluto é o
grande mantenedor da nossa vida, é o que gera a nossa vida, mas os avatares são os seres
que fazem a manutenção da nossa vida, se não existir essa manutenção dos avatares nós
destruímos coletivamente os nossos corpos de manifestação.

÷ Acervo Aluano ÷
101
O que quer dizer? Quer dizer que só não há suicídio coletivo, suicídio em massa,
porque há aí um quanto energético de amor sustentado 24 horas pelos avatares e pelos
mestres ascensionados. Se não fossem eles, as pessoas entrariam em desespero e o desejo
de continuar vivendo acabaria e haveria mortes coletivas. Em função do amor gerado pelos
avatares e mestres ascensionados nós podemos continuar vivendo, apesar de toda a
dificuldade, vivendo, aprendendo, resgatando os nossos erros e nos libertando de nossas
limitações.
“Um avatar atinge todo o planeta Terra.”
Muitos avatares são um quantum maior, quando mais aumenta a população de um
planeta, sendo que a civilização do planeta não é positiva, não é construtiva de fato, é
autodestrutiva, é preciso aumentar o número de avatares, então já conceituou-se bem o que é
um avatar, é uma encarnação divina, é um ser que já transcendeu o plano físico, o plano astral,
o plano mental, não precisa mais estar aqui, não quer, por desejo egoístico estar aqui, o único
desejo que move um avatar para vir ao mundo físico, ou ao astral ou ao mental, é o desejo de
ser um instrumento do Criador Absoluto para conduzir a evolução daqueles que não se
tornaram avatares ainda e eles conduzem.
Quando for acontecer a transição planetária vai haver um desfecho, onde mais um
avatar estará aqui entre nós, vai dar o total de 7 avatares encarnados, só que não vai levantar
7 iluminados de era.
O que é um iluminado de era? Jesus foi um iluminado de era, é o ser responsável por
toda a humanidade terrestre, é aquele que é responsável, ele é o diretor, mesmo que tenha
outros de grau equivalente ou até superior ao dele, mas cabe a ele o papel de dirigir a
humanidade, os outros, mesmo sendo de evolução superior, talvez até ao diretor, mas serão
submetidos à direção do ser responsável, no caso o ser responsável por nós atualmente é o
Senhor Jesus, que mesmo antes de ser Jesus já era o nosso dirigente planetário, o cargo dele
não foi assumido de dois mil anos para cá, há milênios ele está aqui coordenando, só que mais
fora do corpo do que no corpo, ele enviou também avatares para coordenar a Terra, teve
Krishna, teve muitos outros avatares aí que vieram para coordenar a vida na Terra, mas o
diretor superior da Terra, Jesus, já faz muitos milênios, eu não tenho o número exato, que nem
vem ao caso também se é 10, 20, 15, não tem utilidade prática, mas que ele está coordenando
e há milênios nos coordena evolutivamente.
Atualmente, em função da transição planetária, um grau maior de energia crística
precisou sustentar, está precisando sustentar a humanidade terrestre para que não se
extermine, por isso é que o número de avatares aumentou muito atualmente.

÷ Acervo Aluano ÷
102
Temos até um encarnado na Índia chamado Sai Baba que é um avatar, não é o
iluminado de era, visto que o iluminado de era vigente é Jesus, mas Sai Baba veio como um
avatar, uma encarnação divina, que está encarnado atualmente, então ele tem setenta e
poucos anos e está atualmente encarnado há décadas prestando serviço à humanidade, só
que no ocidente praticamente são raras as pessoas que conhecem, na Índia, ele recebe
milhares e milhares de pessoas, no mundo inteiro são milhões de pessoas que seguem suas
orientações, seus ensinamentos, no entanto, nem todo mundo o conhece.
Ser um avatar não quer dizer que será o ser que vai entrar em rede mundial de
televisão e vai dizer: o governo de Deus está sobre a Terra, e vai todo mundo!
O que é ser um avatar? Um avatar é ser um ser que transmite uma energia que só
quem está despertando do sono da inconsciência é que consegue reconhecer, um ser que não
está desperto olha um avatar e pensa que fulano esquisito é esse? Não consegue identificar
nele, reconhecer nele um ser divino, porque só quando o nosso próprio for divino começa a
despertar é que começamos a ter olhos, a ver até sem os nossos olhos físicos, a ter uma
percepção espiritual para poder sentir se a pessoa transmite luz, transmite Cristo para nós ou
não.
Eu creio que para quem está vindo pela primeira vez está estranhando o termo Cristo,
Jesus é um ser, um avatar, uma encarnação divina, que antes de ser Jesus já era avatar, já
não precisava mais estar aqui entre nós, mas veio por amor, ele não veio para curtir as praias
do planeta, para culinária, para o ouro, para pedras preciosas, para as mulheres, não, ele veio
para ajudar a humanidade a crescer, isso é que classifica ele como avatar, um ser liberto,
onipresente, onipotente, onisciente.
Ele veio, mas naturalmente pela história já sabemos que nem todos reconheceram nele
um ser divino, muitos viram nele um aproveitador, um manipulador, sendo que ele não era
manipulador, ele era uma encarnação divina, atualmente isso vai acontecer também com os
mestres ascensionados e até mesmo com os avatares, tentam matá-los, tentam ridicularizá-los,
mas não tem força que possa parar a energia divina quando se manifesta no físico, só o
Criador Absoluto é que determina as ações desses seres e os acontecimentos na vida desses
seres.
Então os avatares estão ao longo do planeta, têm muitos desses avatares que não
descobriram que são avatares ainda, por quê? Por aspecto estratégico, muitas vezes para
que não precipite a evolução do ser... O que é isso? O ser é tão evoluído que se ele
recobrar muito rapidamente o seu grau evolutivo aqui, ele começa a fazer coisas em um tempo
inadequado ao cumprimento de um contexto missionário, porque os avatares não estão
trabalhando isoladamente, então um avatar que está lá em tal continente, outro em outro
÷ Acervo Aluano ÷
103
continente, tudo tem uma interação, faz parte de uma grande máquina, e que cada um tem
uma função específica, eles não podem despertar ao mesmo tempo, enquanto isso eles ficam
trabalhando inconscientemente fora do corpo, até que despertem para quem de fato são e
comecem a realizar suas missões, geralmente quanto isso acontece com o avatar é porque ele
nasceu de mulher, quando ele vem e fica adormecido por algum tempo, quando ele materializa
o corpo dele, solidifica por materialização, ele já se materializa consciente de quem é, de qual a
missão, mas quando nasce de mulher há uma série de limitações físicas, psicológicas mentais
que impedem a manifestação direta.
Esses avatares estão dando as coordenadas para os mestres ascensionados...
Existem mestres ascensionados aqui na Terra de 2 níveis: “o que já transcendeu o
plano físico e o que já transcendeu o plano astral”, então existem 2 hierarquias de mestres
ascensionados, avatar só tem uma hierarquia, não tem outra hierarquia acima, é o ser que já
venceu todos os níveis, esses seres eles coordenam os mestres ascensionados e os mestres
ascensionados coordenam a humanidade, os seres humanos que estão para se despertar,
portanto quando alguém vive uma dificuldade, só está sendo derrubado por essa dificuldade ou
perturbado porque quer, porque internamente a partir do momento que a pessoa busca eu
quero paz, custe o que custar, eu quero paz, é porque a pessoa quer paz, mas ela não quer
abrir mão daquilo que tira a paz dela, então ela não quer paz de verdade.
Quem quer paz de verdade precisa abrir mão daquilo que perturba, aí chega um ser e
fala: olha, você vai conquistar a sua paz, mas para de fazer isso, isso e isso aí à pessoa, ah,
não, mas isso aí é que me dá prazer, não tem como adquirir paz dessa forma, quem quer paz
real precisa estar aberto a renúncia, a abrir mão de coisas, para que outras coisas sejam
colocadas no lugar, portanto em nossas orações nunca recebemos tanta ajuda como estamos
recebendo atualmente na Terra.
Centenas de mestres ascensionados de 2 hierarquias estão encarnados, muitos outros
estão desencarnados em plano astral e mental nos ajudando, 6 avatares estão encarnados,
falta só o sétimo materializar-se, esse número não importa, não se apegue aos números, se
apegue ao fato de que estamos sendo ajudados, seres angélicos, arcangélicos, estão nos
auxiliando também, portanto chegou durante o dia, sentiu uma tristeza imensa, um desespero,
fraqueza corporal, desânimo de viver, ou uma doença que está incomodando ou um problema
que está tirando a paz, o sono, a tranquilidade, só através da aquisição do conhecimento
transcendental, só através da aquisição da prática do conhecimento e do desenvolvimento de
uma consciência crística.

÷ Acervo Aluano ÷
104
O que é o Cristo? Cristo é amor, justiça, sabedoria. Esses 3 aspectos aliados formam
o Cristo. Existem seres que são Cristos, porque já desenvolveram um grau crístico e se fundem
ao Cristo do macrocosmo, quer dizer dos outros seres crísticos.
Jesus foi o exemplo de um ser que tinha desenvolvido um grau de amor incondicional,
de justiça, de sabedoria que pôde canalizar o amor crístico a justiça e a sabedoria do espírito,
do logos planetário, do espírito solar, numa reação em cadeia, numa hierarquia crística,
chegando a galáxia, chegando a universo, Jesus canalizou a energia crística, se fundindo ao
Criador Absoluto como avatar que era, mas cada um de nós para a época atual de sombras e
trevas em que vivemos, será necessário que incorporemos, através de um desenvolvimento
diário, permanente, o Cristo interno que vem através do amor, através da justiça e através da
sabedoria.
“Não existe injustiça na vida, tudo é aparente, não existe bem e mal.”
Se uma pessoa se conscientizar, comprovar para si mesma que não existe bem e mal,
ela não terá mais motivo para ansiedades, não terá motivos mais para perder a sua própria
paz, ela será uma pessoa em paz. Quando ela perceber que a paz dela está fugindo, ela
recobra a consciência, a lucidez de que não existe bem e mal.
Mas como não existe bem e mal? Quer dizer que alguém que mata, que tortura, que
é agressiva, que é violenta, que é desonesta, essa pessoa não é má, que paradoxo é esse? E
aquela pessoa que é caridosa, benevolente, ela não é boa? Não existe essa coisa de bem e
mal? Quando estamos dormindo consciencialmente existe bem e mal, o bem é motivo de
contentamento, o mal é motivo de perda de tranquilidade, de dor, de infelicidade, quando
despertamos para a vida real, que transcende o meio dessa estória transitória que vivemos
aqui, começamos a constatar uma coisa: que existe amor consciente e amor inconsciente.
O que quer dizer isso? Quer dizer que um indivíduo que vá e pratique algo que nós
chamamos mal, ele matou alguém, torturou alguém, fez o mal a alguém, todos nós o
condenamos, digamos, seja mentalmente, censuramos, discriminamos, depreciamos,
inferiorizamos em relação àqueles chamados bons, só que esse ser num sentido evolutivo está
iniciando a vida nesse mundo, quando eu falo nesse mundo, não é só mundo físico, é mundo
astral, é mundo mental, ele é um espírito novo ainda, espírito infantil ainda, quando eu falo
espírito infantil, não é espírito de criança física, é espírito mesmo que aqui nesse mundo da
forma ainda não tem maturidade suficiente, ainda está muito adormecido, mas ele vai e
pratica o quê? Ele pega uma criança e agride e mata, isso é mau? A visão adormecida diz
que isso é mau, vamos ver uma visão mais profunda: aquele espírito que foi agredido no caso,
vamos olhá-lo, não como uma criança, vamos começar a ver ele como espírito imortal que ele
é, vamos ver antes dele nascer, encontramos ele no plano astral, numa dimensão perturbada
÷ Acervo Aluano ÷
105
digamos, uma dimensão densa, inferior, um inferno astral, e chegamos lá vemos ele
perturbado, sendo atacado por muitos ditos inimigos espirituais, que já perseguiam ele ao
longo de muitas encarnações, porque ele tinha torturado, tinha assassinado outros seres, então
ele tinha em seu histórico de vida, de suas ações, mortes e torturas, ele precisava resgatar
isso, porque existe uma lei, a lei da ação e reação, se a pessoa tem uma ação dita
desagregadora, ela gera o carma e vai precisar resgatar.
Quer dizer o seguinte: “nós podemos fazer quase o que queremos, não podemos fazer
também o que queremos, mas podemos fazer quase o que queremos, mas teremos que pagar
por aquilo que fizermos, teremos que responder por aquilo que fizermos, é uma lei, essa é a lei
de Maia, a lei da ilusão, a lei da matéria, a lei das formas”, quando nós nascemos não nos
lembramos de nada, mas o que nós fizemos no passado está na nossa aura, que fica como se
fosse uma antena, transmitindo todo o nosso histórico para o inconsciente coletivo, um
indivíduo que deseja fazer alguma coisa, digamos matar alguém, agredir alguém, torturar
alguém, ele ao pensar esse tipo de coisa, ele entra em sintonia, numa empatia negativa com o
ser que transmite o seu carma, na sua aura, mesmo que ela não tenha consciência, mas ela
fica transmitindo e aquele recebe e recebe essa transmissão e pela lei da ação e reação, ela
tem permissão de fazer com aquela pessoa o que ela fez com outras, ela tem a permissão, é
uma lei de, é uma lei evolutiva, é o que faz as pessoas evoluírem, amadurecerem,
despertarem, a lei de ação e reação.
A criança é agredida, não existe mal, por quê? Porque o ser que a agride cumpre a
justiça, só que ele é inconsciente, ele está cumprindo a justiça, porque está dando a colheita
para aquele indivíduo que plantou aquele tipo de coisa, essa é a lei de ação e reação, é a lei
cármica, é a justiça absoluta, então tem aí a justiça, justiça está sendo feita, está sendo feita
por amor, porque aquele ser, se não houvesse essa justiça, essa lei de ação e reação seria um
fator aleatório, desagregador, quer dizer que ela continuaria com aquele comportamento
indefinidamente, isso geraria a estagnação evolutiva em um ser, quer dizer que o ser mataria,
mataria, mataria, mataria, mataria, mataria, indefinidamente, infinitamente, isso faria com que
ele não evoluísse porque ele matava e escapulia do carma, matava e escapulia do carma, ele
jamais se colocaria no lugar daquele que morre, daquele que é agredido, jamais se colocaria,
mas existe uma lei que compulsoriamente põe, porque ele escolheu, então é a lei da justiça
suprema.
Existe a justiça aparente e existe a justiça suprema, essa suprema ninguém tem
como fugir dela, a aparente, aparentemente se foge, mas a suprema pega, então quem matou,
matou aquele que ou já matou alguém em situações semelhantes ou se predispôs a morrer
como uma forma de libertação, como uma forma de prova, para desenvolver mais o amor, o
÷ Acervo Aluano ÷
106
perdão, a compreensão, a resignação, o desapego, tem a prova mais, os crimes bárbaros, a
maioria deles são carma, alguns são provas, e outros são missão, como Jesus, Jesus foi
agredido e tudo, aquilo ali não era carma, ele não devia nada, e não foi prova, porque ele não
precisava daquela prova, foi uma missão, ele fez aquilo como um sacrifício, para que muitos
crescessem em função desse sacrifício, então a pessoa tem direito por amor a se por em
sacrifício, mas no caso de um indivíduo comum, ele foi morto por justiça, por amor, é uma
sabedoria cósmica, então não existe mal ali...
Mas aquele que matou ele não está praticando o mal? Não está por quê? Porque
ele tem o desejo de matar, ele vai buscar algum lugar para executar tal desejo, para que possa
saciar o desejo com as consequências, com o carma, aí vem o carma nele, e ele é morto, e ele
vê: não, matar não é tão bom, aí ele começa a perder, saturar o desejo de matar, aí ele não
mata mais, então não existe o chamado mal, porque tanto quem foi morto, como quem matou,
amadureceu e cresceu com essa ação, naturalmente que quem mata, nesse caso quem
agride, quem pratica o chamado mal, ele está sendo um ser amoroso e justo inconsciente, quer
dizer que, ele não sabe, mas o amor cósmico, para impulsionar a evolução do ser, permitiu que
ele agisse assim com aquele ser, então ele é um instrumento do amor, e da justiça, e da
sabedoria, só que inconsciente, ele não sabe disso, então não existe aí o mal, porque se o
indivíduo contraísse um débito e não tivesse uma forma dele pagar, imagine a agonia de
alguém que cometeu um erro e não tem como sanar o erro, a pessoa ficaria desesperada,
seria como se pode dizer uma imperfeição da vida, uma imperfeição do Criador, a pessoa
cometer um erro e não poder paga.
Portanto esses seres que cometeram erro eles precisam pagar, é até uma necessidade
deles para que possam evoluir, se não tivesse tal possibilidade, se um indivíduo numa
determinada vida, fumasse, fumasse, fumasse, fumasse, o pulmão dele ficasse preto,
enchesse o pulmão de nicotina, de tudo e ele não tivesse nenhuma doença, jamais que ele iria
parar de fumar em qualquer encarnação futura, mas numa encarnação x ela não teve, mas
numa futura ela terá, então não existe essa coisa de bem e mal, muitas vezes vê uma pessoa
passando uma dificuldade, aí a pessoa nossa eu vou ajudar essa pessoa, ela vai e ajuda,
nossa se a pessoa está passando fome e ela tira um dinheirinho do bolso dela e dá, toma vai
comprar comida, e a pessoa sai toda alegre, vai para casa digamos comprar comida mesmo,
mas no caminho de casa ela é assaltada, ela é assaltada, o bem que aquela pessoa fez, ela
não tinha muitas vezes noção do aspecto cármico daquela pessoa, e o carma dela não permitia
que ela recebesse o bem, o chamado bem, então a pessoa fez o bem pensando que estava
fazendo o bem, mas não estava, a lei da justiça e do amor que a tudo, que é transcendental,
que a tudo vê e compreende desde o começo meio e fim, sabe que o que é de fato amoroso, o
÷ Acervo Aluano ÷
107
que é de fato positivo para alguém e coordena a vida, não existe nada que aconteça na nossa
vida, a gente não perde ou recebe um elétron, sem que seja por uma lei justa, amorosa e
sábia, quando nós constatamos isso na prática, nos conscientizamos dessa lei, que não existe
bem e mal...
Quando estivermos no trânsito e uma pessoa jogar o carro contra nós,
ameaçando nossa vida e nosso patrimônio, a gente não vai xingar ele e desejar mal a
ele, porque? Porque a gente vai saber de uma coisa: que se acontecer alguma coisa conosco
é porque está dentro da lei, da lei amorosa, e da lei justa, e da lei sábia, ah, mas isso é
impossível de ser praticado. Não é.
Os mestres ascensionados praticam permanentemente isso e os avatares praticam
permanentemente isso. Porque que eles conseguiram tal coisa? Porque 24 horas por dia
eles acordavam, eles pensavam isso, eles lembravam disso, eles viviam, estavam comendo,
estavam trabalhando e pensando nisso, eles dormiam pensando nisso, 24 horas por dia
pensando nisso, então eles se conscientizaram, tiveram certeza absoluta, nós a partir do
momento que acordamos, buscamos o conhecimento transcendental, não, não existe mal, não
existe bem, existe amor, justiça em tudo, eu quero ser um instrumento consciente do amor ou
inconsciente?
Já observamos aí, falando que não existe bem e mal, algumas pessoas mais
conservadoras podem pensar: mas este rapaz está induzindo ao erro, ele está estimulando o
erro na vida das pessoas. Ah, eu estou com vontade de fumar um baseado eu vou fumar,
porque não existe mal, não existe bem, não, existe amor consciente e amor inconsciente,
aquele que pratica o amor inconsciente, faz aquilo que chamamos bem ou mal, aquele que
pratica o amor inconsciente terá que arcar com a lei do carma, a lei de ação e reação
desagregadora, quer dizer o seguinte: se ele pensa que não, não tem essa coisa de bem e
mal, tudo é amor, tudo é justiça e sabedoria, eu vou fazer o que quiser, ela vai sofrer as
conseqüências do seu carma, não pensa que saber disso, faz com que a pessoa transcenda o
carma, o que faz com que alguém transcenda o carma é a partir do momento em que
começamos a despertar e nos tornar lúcidos para praticarmos o amor, e a justiça, e a
sabedoria conscientemente, é não ver uma pessoa sofrendo e maldizer a Deus, maldizer o
azar, ou o acaso por ela estar sofrendo, é saber o que posso fazer para que ela não sofra? Ela
já está chegando ao ponto que não quer mais sofrer?
É comum quando alguém encontra a luz do esclarecimento e que começa a parar
de sofrer, ao ver alguém sofrendo e vai lá e começa a forçar goela abaixo a solução, o
antídoto para o sofrimento, mas será que a pessoa quer parar de sofrer? Quando ela
quiser, ela vai parar de agir daquela forma, ela vai buscar o conhecimento.
÷ Acervo Aluano ÷
108
Portanto, a missão dos mestres ascensionados e dos avatares é despertar a
humanidade, eles não estão na humanidade para serem bajulados, exaltados, oh, mestre,
nada disso, eles estão aqui para transmitirem a luz, sendo reconhecidos ou não, eles não estão
para cultuar seus egos, para ganharem rótulos de mestres, eles estão para ajudarem as
pessoas e ajudarem aos seres vivos em geral a transcenderem.
...Quando em suas orações, busque, peça a orientação e a proteção de um mestre
espiritual, escolha um mestre e peça, peça para que sua vida seja guiada, a partir de então, por
um ser já esclarecido, demonstre que quer abrir mão de apegos, para que o sofrimento
desapareça, então finalizando, a missão dos mestres que estão entre nós, encarnados, vamos
partir para a meditação, para quem está vindo pela primeira vez, passo uma meditação que a
pessoa só faz aqui se desejar, não há obrigatoriedade de praticar a meditação aqui, a pessoa
não quer, não precisa praticar, que não vai agredir a nada, porque é muito desconfortável irmos
a determinado local e todo mundo começa a fazer uma coisa, e a gente não quer fazer e faz
para não ficar sem graça, isso é muito desconfortável, então não é necessário fazer, se não
quiser fazer, não precisa fazer, não vai ficar as pessoas olhando e pensando nossa, aquela
pessoa não está fazendo, não, não tem esse problema, essa meditação é passada para que
durante o dia a dia da pessoa ela exercite.
Eu recomendo fazer pela manhã, divide o dia em três partes, porque eu falo pela
manhã, mas se a pessoa acorda 11 horas da manhã, não é mais pela manhã, né? Ou meio dia,
não é mais pela manhã, mas divide em três partes, se acordou em determinada hora, faça a
meditação nesse horário, logo assim que acorde, depois calcule mais ou menos o meio do dia,
faça outra oração outra meditação, depois o final do dia e outra meditação, certo que de início
é difícil, a pessoa não está acostumada com tanta meditação, então faça pelo menos uma vez
por dia, pela manhã, depois pode fazer 2 vezes, pela manhã e a noite, eu não recomendo fazer
a noite, porque a noite a pessoa está tão cansada, tão exausta que ela não vai conseguir fazer
uma boa meditação, é melhor pela manhã, que aí ela já dá uma injeção de ânimo para o dia
inteiro.
Quando faz 3 vezes, a pessoa entra num estado de harmonia quase inabalável, depois
de alguns anos de meditação ela se torna inabalável em harmonia então nada, a pessoa chega
e seu carro bateu, a pessoa vê o que pode fazer, mas sem, a você isso, a você aquilo, não tem
nada mais, a pessoa transcende, não é que ela se torna negligente, irresponsável, não, é que
ela faz a parte dela, o que está acima dela ela entrega para Deus, confiança plena, total, então
essa meditação, ela é simples, a meditação de hoje será mais simples do que a meditação da
palestra anterior, visto que a maioria das pessoas não conseguiram reproduzir com todos os
detalhes em casa, tem a fita da palestra, quem quiser adquirir na palestra próxima pode
÷ Acervo Aluano ÷
109
adquirir ou nessa, não sei se ainda tem com a técnica, então numa meditação é imprescindível
fazer com que a consciência transcenda a identidade e o corpo físico, e as dificuldades físicas
e tudo então a pessoa precisa se posicionar numa situação superior a individualidade dela, a
identidade dela da vida, para que ela busque forças para ampliar a consciência dela aqui,
então uma meditação ajuda muito a ampliar uma consciência e despertar do sono da
inconsciência.
Existem 2 tipos de meditação: existe aquela meditação que a pessoa faz 24 horas
por dia e existe aquela que ela escolhe momentos específicos para fazer, vamos realizar a de
momentos específicos.
Exercício: Então eu vou pedir para que todos se situem numa posição confortável. O
ideal numa meditação é deixar os braços sobre as pernas, para que o corpo possa ficar solto,
os iogues costumam fazer a famosa posição de lótus, nessa posição de lótus, uma vez
treinada, a pessoa pode ficar horas e horas e horas numa única posição, sem precisar se
mover, mas já que nós ocidentais de juntas duras, essa posição é muito desconfortável, faz é a
pessoa ficar alguns minutos desconfortavelmente, então vamos usar a posição sentada
mesmo, deitada eu não recomendo, porque a pessoa dorme, então é sentado, senão vai
embora, dorme mesmo, mãos, braços sobre as pernas, para soltar os ombros, quem solta os
ombros relaxa, então vamos soltar os ombros, os braços sobre as pernas, fechar os olhos para
se desligar do ambiente, a respiração vai se tornando suave, lenta, mais profunda, não tão
profunda, procure sentir a pele do corpo vibrando suavemente, visualize, crie com a
imaginação em seus pensamentos um sol dourado flutuando logo acima da cabeça, é um sol
dourado, morno, sua luz é morna, calmante, ela desce pelo topo da cabeça, a luz do sol,
ilumina todo o topo da cabeça, os cabelos começam a brilhar, a pele da cabeça começa a
brilhar, como se fosse gradativamente se transformando em luz.
A luz vai descendo pelo corpo, vai chegando aos braços e todo o corpo vai se
transformando numa luz dourada, vai descendo pelo tronco, e o corpo vai se transformando em
luz dourada, vai descendo pelas pernas, pés, e todo o corpo, como se fosse de vidro
transparente, brilha intensamente, como se fosse uma luz dourada, este brilho vai energizando,
harmonizando os centros de força, os chacras, o sol continua a flutuar logo acima da cabeça
energizando, irradiando luz dourada para todo o corpo.
Agora visualizar que este sol dourado comece a descer pela cabeça, ele entra pela
cabeça, só que como ele é luz, ele é energia, ele passa como um espírito, como um sol
espiritual, ele passa por dentro da nossa cabeça, descendo pelo nosso pescoço, se
transformando em uma aura de nosso corpo, ele vai se derretendo dentro de nosso corpo, e o
corpo começa a brilhar, os braços desaparecem, as pernas, o tronco, a cabeça, o pescoço e o
÷ Acervo Aluano ÷
110
corpo se transforma em uma bola de energia dourada, em um sol dourado, todo o corpo se
transforma nesse sol dourado.
Agora o sol dourado começa a tomar a forma do corpo aparecem pernas, braços,
pescoço e cabeça, tronco, tudo, o corpo vai ficando perfeitamente idêntico ao corpo físico, só
que a pele brilha intensamente, a pele de todo o corpo brilha, sai luz pelos olhos, pela boca,
pelos ouvidos, pelo nariz, pelos poros do corpo sai uma luz.
Visualizar agora que no centro da Terra há um sol prateado e que este sol prateado vai
subindo pela Terra e chega até o solo, até o chão, visualize como se estivesse pisando, como
se os pés estivessem sobre um sol prateado, este sol prateado irradia uma luz prateada que
sobe pelas pernas, dando agora às pernas um brilho prateado, a energia luminosa vai subindo
cada vez mais e vai ficando o contraste entre a luz dourada e a prateada, vai subindo pelas
pernas o prateado, empurrando o dourado, vai subindo pelo tronco, pelos braços, até que sai
pela cabeça, pelo topo da cabeça, e todo corpo se torna agora prateado, como se fosse o
brilho da solda elétrica, um brilho prateado intenso, agora simultaneamente visualize
novamente que o sol dourado apareça sobre o topo da cabeça flutuando e ele projete uma luz
dourada, que desce pelo topo da cabeça e encontra a luz prateada na altura do coração, ao
chegar no coração visualize como se o sol começasse a crescer dentro do seu corpo,
expandindo o seu corpo e o sol se projetasse para a altura do topo da cabeça e a sua cabeça
fosse sendo aumentada, como se sua consciência tivesse um espaço maior para ocupar dentro
da cabeça, como se a cabeça se transformasse em uma projeção de luz, aumentando o
tamanho do corpo.
Visualize agora que o sol flutua, o sol dourado que flutua acima da cabeça começa a
tomar a cor branco-azulado, um branco brilhante, azulado e começa a girar, o sol gira
lentamente e como se transformasse em uma fumaça, começa a formar um disco galático,
imagine que sobre o topo de sua cabeça está se formando o disco da via láctea, uma galáxia
branca azulada, brilhante, visualize que do centro desse disco galático que gira acima de sua
cabeça, desça um eixo de luz, um cilindro de luz e desça pelo topo da cabeça, pela coluna
vertebral e saia pelos pés, passando pelas pernas, e vá se alargando e todo o seu corpo está
dentro deste cilindro de luz branca azulada do disco galático, da Via Láctea visualize sinta,
pense, que sua consciência se projeta para dentro da Via Láctea, e todo corpo vai se tornando
agradável, que toda dor desapareça, que toda energia perturbadora seja desintegrada pela
energia da galáxia.
Quando sentir a harmonia envolvendo todo o corpo, uma leveza, bem estar, paz,
tranquilidade, procure internamente se perguntar: quem eu sou? Que inteligência sustenta

÷ Acervo Aluano ÷
111
minha existência? Que força viva cria a minha vida e a mantém? Procure ver sem os
olhos, escutar sem os ouvidos, tocar sem o tato. Busque a luz, busque a transcendência.
Imagine-se como um princípio inteligente que existe independente dos braços, das
pernas, do corpo físico, independente de qualquer coisa eu existo, nada e nem ninguém pode
tirar de mim minha existência, mesmo que o corpo não se mova, eu existo, mesmo que não
escute, eu existo, mesmo que não veja, eu existo, mesmo que não respire, eu existo, mesmo
que não viva em um corpo físico, eu existo, eu não sou o corpo, eu estou num corpo, eu não
sou homem ou mulher, eu estou homem ou mulher, sinta que acima de tudo a existência é
inesgotável, os pensamentos são criados, são mantidos, nada pode segurar os pensamentos,
nada pode limitá-los, conduzi-los, a não ser você, se independente de corpo, ou de situação
corporal você existe, eu existo, não há nada a temer, não há nada que possa abalar a
existência, independente de corpo, eu existo.
Suavemente, de forma gradativa, vamos direcionando a atenção para o corpo físico,
recobrando o corpo físico, os pensamentos começam a despertar o corpo físico, vamos abrindo
os olhos.
Esta meditação ajuda a despertar a autoconsciência.
O sol dourado e o sol prateado ajudam a equilibrar a energia yin e yang do corpo,
ajuda a equilibrar a atitude de ação, onde nós fazemos nossa parte, e a atitude de passividade,
onde Deus faz a Dele.
O disco galáctico flutuando acima da cabeça nos liga com a manifestação do Cristo
Cósmico, ajudando a despertar a nossa lucidez, para concluirmos, gostaria agora de passar
para a energização.
Quem quiser fazer a energização faça esse movimento com as mãos, passando
suavemente em movimentos circulares, depois façam a medida de um palmo e meio
aproximadamente e coloque uma mão apontando para a outra mão e faça um movimento
suave aproximando as palmas das mãos e afastando.
Ao sentir uma suave elasticidade pode cessar o exercício e pegar a ponta do indicador
e tocar na altura do cardíaco, e sentir o coração batendo dentro do peito e cada vez que o
coração bater procure sentir amor, imagine alguém que você ama muito, alguém que é
importante para você e visualize que todas as pessoas são este alguém, veja esse alguém em
todas as pessoas, se é um ente querido, imagine que cada pessoa é este ente querido e sinta
o amor pulsando no coração, desejo de cuidar de manter, de proteger, de compreender, de ter
paciência com aquela pessoa, de perdoá-la, de tolerá-la, de ser manso com ela, sinta o
coração batendo e o amor concentrando-se nele, agora aponte a palma da mão e faça aquele
movimento de elasticidade magnética, aproxime e afaste e visualize que a mão está gerando
÷ Acervo Aluano ÷
112
um sol no cardíaco, um sol na cor rosa, um rosa suave, que pulsa, numa temperatura morna e
vai sentindo enchendo-se de vida o coração e na altura do cardíaco vai surgindo uma chama
rosa, e quando respira o ar é cheio de amor, cheio de vida, de bem estar, de tranquilidade,
agora pode baixar as mãos, com a ponta novamente do indicador, vai buscar o topo da cabeça,
com a ponta do indicador, ao encontrar o centro do topo da cabeça, leve o indicador um pouco
para trás, não na nuca, mas um pouquinho para trás e procure sentir um ponto, ele é muito
sensível, ao tocar e apertar um pouco, ele é um pouco dolorido, procure encontrar esse ponto,
ao perceber que ao apertar sente uma dorzinha suave, um dolorido, comece a pulsar, aperte o
dedo e solte, aperte e solte e visualize que da ponta do dedo sai uma energia dourada e
começa a criar uma estrelinha dourada no local do dedo.
De olhos fechados abaixe a mão e visualize que a estrelinha dourada daquele local
comece a se transformar numa flor de girassol, numa flor de girassol, amarelo vivo, desça a
mão e visualize a flor de girassol no topo da cabeça, ao surgir visualizando na mente no topo
da cabeça a flor de girassol, como se o talinho da flor fosse o ponto onde estava apertando o
dedo, o talinho está ali, o girassol agora começa a emitir por cada pétala uma chama dourada,
e no centro do girassol onde não há pétalas, onde fica a semente, começa a sair uma chama
de cor violeta, violeta é um roxo bem mais claro, mais suave, fica como se fosse uma chama
dourada nas pétalas do girassol e a chama violeta no núcleo do girassol.
Visualize agora que a chama cresce e toma toda a cabeça aumenta e toma os ombros,
visualize todo o corpo dentro da chama, e o corpo sentado dentro de um girassol dourado,
pode cessar a visualização, suavemente.
Essa visualização do girassol ela não pode ser feita por muito tempo, a chama violeta é
uma chama muito poderosa que pode sobrecarregar o chacra coronário, que fica no topo da
cabeça, gerando dores de cabeça, ou perturbações diversas.
É uma chama tão forte que só pode ser utilizada por um breve espaço de tempo e
espaçadamente, a não ser que a pessoa esteja já com um trabalho interno muito intenso, mas
mesmo assim, precisa dosar, então em casa eu só recomendo fazer com a cor dourada.
Então por hoje é só para quem não pegou o calendário ainda, na portaria tem alguns.

÷ Acervo Aluano ÷
113

Como Manter a Paz na Transição – 22/05/97

Uma boa noite a todos! Se Deus quiser hoje sairemos daqui com vibrações áuricas,
espirituais e corporais bem agradáveis. No final da palestra teremos perguntas por escrito,
quem desejar fazer poderá fazer perguntas referentes ao tema da palestra. Na próxima
palestra que está no calendário que para quem não adquiriu tem lá na portaria no papel a
primeira parte de sete e meia até oito horas eu estarei aqui para responder digamos uma
pergunta sobre assuntos espirituais.

Não é consulta pessoal, são assuntos referentes à evolução, se for pessoal, mas
referente à evolução ao crescimento.

O tema de hoje é “paz em fase de transição planetária”, é um tema importantíssimo


porque nós precisamos de paz. Paz para nossa vida existencial, paz como pessoas que
somos, paz como profissionais, pais, irmãos, como marido, como esposa, como filho.
Precisamos de paz em todos os sentidos de nossas vidas para que possamos viver em
harmonia e com a felicidade suficiente para dizer para si mesmo que vale a pena estar vivo,
existir.

“Quando temos paz dizemos para nós mesmos: sou feliz por existir!”

÷ Acervo Aluano ÷
114
Então vamos ver hoje algumas fórmulas para se manter a paz nessa fase de transição
que já estamos vivendo porque falamos da transição planetária, a mudança dessa civilização
que nós vivemos para algumas muitas vezes melhores do que essa, naturalmente não será um
paraíso, um céu espiritual não, mas os conceitos básicos de vida irão se alterar, mas enquanto
eles não se alteram a nossa civilização continuará morrendo, inevitavelmente o seu destino
será desaparecer dessa civilização destrutiva que estamos acostumados a viver, em todos os
ambientes que geralmente frequentamos, mesmo em nossa casa geralmente que seria para
ser o local sagrado de proteção emocional, mental, física e energética não estamos tendo a
proteção, não estamos tendo os cuidados para tal.

Uma civilização como a nossa onde as pessoas são guiadas por costumes nem
sempre sábios ou justos acabam pagando por aquilo que nem sempre sabem exatamente o
que é. Quantas cenas podemos durante o dia notar, cenas de violência, de injustiça
aparentemente natural, mas para nós é injustiça, cenas de desespero, nós precisamos
aprender que não adianta dizer para si mesmo: eu precisava ver essas cenas porque senão eu
vou me alienar dessa realidade.

Será que precisamos de fato observar os inúmeros acontecimentos negativos


presentes nos telejornais? Precisamos de fato de ver tudo isso? Já não sabemos de sobra
que vivemos num mundo hostil onde as pessoas, algumas delas têm um comportamento
animalizado, não é preciso aprender a selecionar na vida aquilo que quer para si porque tem
determinadas coisas que já estão prejudicando na paz.

A fase de transição que já estamos vivendo é uma transição mental e emocional, a


primeira transição divide-se da seguinte maneira: de um lado conceitos
tradicionais/milenares de comportamento de pessoas que valorizam na vida prioritariamente
bens materiais, utilização de produtos para o corpo como status, muito luxo, além do
necessário uma imagem de poder e de sucesso que inconsequente temos aí uma nova
civilização já surgindo entre nós, essa civilização vem daqueles seres que não se contentam
mais apenas com aquilo que serve ao corpo físico.

Sabemos que é importante dar proteção, dar cuidado, dar uma boa alimentação, um
bom estudo a esse corpo físico, mas muitos de nós chegamos a um ponto onde o que
podíamos fazer no sentido físico foi executado. Mas precisamos de algo mais e aí buscamos
algo do espírito, buscamos o contato com realidades mais amplas, ou melhor, a gente não se
contenta mais só com os 5 sentidos do corpo: visão, audição, paladar, tato, olfato, queremos

÷ Acervo Aluano ÷
115
viajar para outros mundos, conhecer a imortalidade da alma, conhecer pessoalmente, não
teoricamente, conhecer a liberdade do espírito de poder ir e vir, seja dimensionalmente ou
espacialmente, visitar outros planetas, outras civilizações, outros mundos dimensionais, o
mundo astral, o mundo mental, outros universos físicos paralelos, identificamos em nós um ser
que está nascendo, esse ser é diferente do que é essa realidade, então esse novo ser que está
nascendo em nós se torna cada dia mais forte criando uma dualidade em nós, a dualidade da
pessoa antiga que seguia os conceitos estabelecidos pela tradição das civilizações que
surgiram e desapareceram mas as suas tendências, sejam positivas ou negativas continuaram,
e nós somos muito mais do que simplesmente a cultura adquirida ao longo de décadas.

Somos tanto uma cultura genética, hereditariamente transferida de pais para filhos
como também uma cultura de civilizações, as civilizações remotas do passado que já não
existem mais como eram, mas existem através de nós que estamos aqui, que atua do nosso
inconsciente para o consciente.

Quantas vezes nós tivemos a percepção de conhecer algo que não existe aqui?
Mas que de alguma forma se faz presente em nós. Quantos de nós já tivemos em alguns
momentos quando vamos dormir, principalmente quando estamos prestes a cair no sono, não
percebemos uma identidade diferente daquela que estamos habituados a observar em nós
mesmos, pensamentos diferentes surgem em nossas mentes, pensamentos que jamais
tivemos.

Esses pensamentos, essas identidades novas que parecem que não são sustentadas
por nada na nossa vida, nada seja algo que a família tenha incutido em nós, algo que a escola,
que o campo da mídia, que desenvolve uma cultura dentro da nossa civilização tenha incutido
em nós, então essa identidade que brota em muitos seres atualmente encarnados aqui no
planeta é um indício evidente de que esse ser está despertando para a nova civilização, uma
nova civilização onde o ser deixará de ser animal para ser definitivamente humano, onde nós
não seremos mais coordenados pela nossa herança genética animal e sim pela consciência
humana que atua em nosso corpo físico...

Então essa transição está vivendo a nível mental que é o que pensamos, a nível
emocional que é o que sentimos, nós precisamos estar conscientes dessa transição onde
valores antigos não mais irão satisfazer a nossa fome espiritual e por não satisfazer mais a
nossa fome espiritual teremos a tendência de fugir para a inconsciência ou buscar com todas
as nossas forças a verdade espiritual.

÷ Acervo Aluano ÷
116
E através dessa verdade espiritual conseguiremos nos tornar definitivamente,
plenamente, essa realidade que está nascendo, essa identidade que está nascendo dentro de
cada um de nós.

A transição planetária não vai acontecer só fisicamente como muitas vezes se dá tanta
importância ao aspecto principal físico, não do que adianta a verticalização de um eixo,
sutilização das partículas atômicas de uma dimensão através de uma sutilização
vibracional se internamente os seres não evoluírem também passando por uma
transição interna? A nossa transição interna já está acontecendo, muitas pessoas não estão
percebendo porque não temos parado para pensar, nós falamos demais, nós enxergamos
demais, nós escutamos demais, no entanto só escutamos aquilo que está fora de nós, vemos o
que está fora de nós e falamos sobre o que está fora de nós.

De certa forma o percentual da humanidade está gestante, está gerando um novo ser
dentro de si, e este novo ser não é um espírito, não é um espírito, é uma vida de uma nova
identidade que nós desejamos assumir para nós abandonarmos os valores antigos, as
tendências prejudiciais de vidas passadas e até mesmo dessa vida atualmente, essa geração é
praticamente a última geração da civilização antiga, não sabemos com certeza absoluta em
que data vai acontecer a transição física, os espíritos dizem datas, mas só poderemos
confirmar quando acontecer, no entanto quando acontecer a transição interna dentro de cada
pessoa já terá acontecido, aquele que não vivenciar a transição planetária dentro de si mesmo,
não poderá vivenciar a transição planetária externamente.

Para ver a nova terra, a nova civilização, dependemos de ver em nós a nova
identidade!

A paz em tempo de transição precisa ser trabalhada agora, imediatamente, não


deixar para depois por quê? Eu vou dar alguns sintomas que já estão ocorrendo de 10 anos,
15, 15 anos para cá, mas 10 anos acentuou mais, o seguinte sintoma está aumentando. O
sintoma é uma perda parcial de identidade. Quer dizer o seguinte: muitas pessoas, não importa
a idade, seja criança, adolescente, adulto, idoso, não importa as fases corporais, mas está
começando a haver um conflito de identidade, e em função desse conflito nós por algum
tempo, pode durar um dia, dois e um mês ou uma semana e um mês ou durante um ano ter
alguns casos de perda temporária de identidade.

÷ Acervo Aluano ÷
117
Muitas vezes a pessoa externamente não vai conseguir identificar isso, outras vezes
identificam claramente, quer dizer que seguimos acreditando em algo durante algum tempo e
certo dia deixamos de acreditar em qualquer coisa, não sabemos no que acreditar na vida,
mesmo que em determinados momentos tivemos provas irrefutáveis a respeito da veracidade
de alguma coisa mas em outros momentos poderemos perder tal convicção e entrar numa
instabilidade emocional e mental, causada por esse distúrbio de identidade.

Esse distúrbio irá aumentar e aumentando ele causa uma instabilidade de sensações,
determinado momento parece que a pessoa entra em êxtase de felicidade pela vida, sabe
quem é e o que quer, em outro momento ela desce à agonia, à insegurança, à incerteza,
chegando à depressão, isso de pessoas que jamais pensariam atingir esse estado espiritual de
depressão, é uma depressão que não terá os motivos que geralmente a psicologia
tradicional encontra, seja perdas materiais, perdas afetivas, essa depressão é causada
por uma perda de si mesmo, a própria pessoa se sente vazio de si mesmo por quê?
Existem 2 seres lutando pelo espaço dentro de um mesmo corpo, esses seres não são seres
espirituais, são criaturas, são personalidades, personalidades que uma pertence à civilização
antiga que começa a morrer, essa nossa, da maioria.

A outra pessoa dentro de nós pertence à nova civilização, isso vai acontecer naqueles
que irão permanecer aqui na Terra para a nova civilização, quem for para ser levado para
planetas de nível inferior ao que a Terra vai se tornar isso não vai acontecer com essas
pessoas, elas não vão ter conflitos de identidade, quer dizer o seguinte: elas vão saber não, eu
sou isso aqui, nada está mudando em mim, não vão sentir nada, mas quem sentir a mudança
em si é porque tem uma parte em si que será transmutada, deixará de existir e uma nova parte
nascerá, vão surgir medos diversos, teremos medo de deixar de existir, porque estávamos
acostumados a ser de determinada forma, aquela forma podia não ser a melhor, poderia não
ser uma forma que nos trouxesse felicidade, mas afinal estávamos acostumados com ela.

Surge agora uma nova identidade que não estamos acostumados com ela e aí?
O que fazer? Não sabemos. Nossa natureza não gosta de mudanças porque mudança oferece
algo novo, e algo novo exige de cada um adaptabilidade e para alguém se adaptar precisa se
desapegar de coisas antigas para coisas novas, o dinossauro que há em nós, não vai ver
pacificamente a nossa mudança de identidade para uma identidade mais humanizada que
pertence aos mundos mais sutis, aos mundos transcendentais, onde nós viajamos
planetariamente, viajamos para vários mundos, portanto precisamos saber dessa dualidade
que já começa existir em nós.
÷ Acervo Aluano ÷
118
Se nós ficarmos indecisos entre a quem daremos ouvidos, se a nova identidade que
está florescendo em nós ou a identidade antiga que está agonizando, o mal estar que muitas
vezes a pessoa sente é o mal estar da morte de si mesmo, existem em nós hábitos que
nascem, tendências que nascem, que estão nascendo, uma nova mente está sendo formada e
uma antiga está morrendo só que sentiremos as dores, sentiremos as dores do auto parto quer
dizer do que nós iremos nascer o novo ser em nós e a dor daquele que morre, o ser antigo.

Muitas vezes teremos sonhos, e esses sonhos irão revelar a simbologia de alguém
que morre e de alguém que nasce, de alguém que sofre e de alguém que é feliz, dentro de nós
mesmos.

Não confunda esses 2 seres com 2 espíritos, entidades diferentes, não, nosso espírito
é um só, mas a personalidade muda com o tempo, com a experiência, com a aquisição de
maturidade e é a respeito dessa aquisição de maturidade que nós precisamos refletir para ver
se os nossos valores estão os mesmos, coisa que não está naqueles que despertam para a
nova civilização que será primeiramente construída dentro de cada ser que irá viver dentro
dela, portanto primeiro nós estamos sendo preparados, depois o planeta será preparado.

De nada adianta um mundo melhor com habitantes não melhores, não tão melhores,
rapidamente geraria um novo caos, então os habitantes de agora já estão precisando
desenvolver paz na transição interna para ter paz na transição externa.

Preocupação quem reflete com coerência, com visão mais longínqua, quer dizer não é
aquela pessoa que só olha para daqui a um mês para o futuro, mas a pessoa que olha daqui a
décadas, séculos para o futuro se observa como a nossa civilização tem vivido, nós não temos
futuro.

Meio ambiente está sendo destruído, não se fala mais apenas na camada de ozônio,
se fala no meio ambiente como tudo, até a própria água potável está ameaçada que é um
elemento vital para a nossa vida.

Os recursos naturais sejam de petróleo, de diversos recursos são exauríveis, além do


fato de estarmos poluindo demais, outro fato é nossa humanidade, melhora em tecnologia, mas
em moral não melhora, quer dizer que aqueles que geralmente mais têm de posse, nada têm
de consciência, só não aconteceu ainda uma guerra nuclear que dizimasse a espécie humana
da Terra porque o plano espiritual, a federação espiritual e física da Terra não permitiram, nós

÷ Acervo Aluano ÷
119
temos uma federação do sistema solar, um conselho do sistema solar, que determina a vida no
nosso sistema solar.

Os extraterrestres que entram no nosso universo têm 2 origens: a origem


predominante são de extraterrestres coligados a várias federações intergalácticas,
interestrelares, interplanetárias, interuniversais, que engloba galáxias de vários universos, a
federação planetária de evolução não permitiu que nossa civilização se autodestruísse porque
existe um percentual de pessoas encarnadas em nossa civilização que impossibilitou esse
acontecimento, quer dizer que a intervenção não permitindo que nós fôssemos destruídos por
guerra nuclear foi causada por um percentual minoria, mas substancial da população que não
tem débito cármico de passar por morte por guerra nuclear no entanto não tem como segurar
essa intervenção por muito tempo.

Faz algum tempo, desde a segunda guerra, praticamente desde a segunda guerra que
estamos sendo protegidos pela mão forte da hierarquia espiritual que atua no físico aqui na
Terra, ela visivelmente não está atuando no físico, só invisivelmente, mas em breve ela estará
atuando visivelmente porque após a transição planetária física será criado no planeta Terra um
governo único planetária que terá o seu membro efetivo ou seus membros efetivos junto à
federação do sistema solar, que é também coligada à federação constelatória e galáctica e
intergaláctica. Existe uma hierarquia perfeita na vida, no entanto nossa cultura, nossa
civilização ainda está muito primitiva para se ter um contato direto e consciente com a
população.

Os principais governos da Terra já estão tendo contato com as civilizações positivas, no


entanto sua rebeldia tem possibilitado uma troca de conhecimentos culturais visto que nossos
governos só estão querendo como se pode dizer absorver conhecimento bélico, que possa
oferecer um domínio sobre os demais e isso a federação positiva não está de forma alguma
querendo trocar conhecimento tecnológico que possa ser utilizado para finalidade bélica.

Os negativos, os extraterrestres negativos já estão barganhando com os governos


da Terra, tecnologia que para nós é bem sofisticada, mas para elas já é até arcaica em troca de
livre trânsito pelo planeta.

O governo positivo dos extraterrestres têm ficado de olho permanente nesses seres
e minimizando suas ações de acordo com o mérito do carma coletivo, também não podem
interferir proibindo total, proibindo totalmente o trânsito dos extraterrestres negativos no planeta

÷ Acervo Aluano ÷
120
visto que não temos mérito para tal, visto que muitos que aqui estão atualmente encarnados
podem não se lembrar, mas em vidas passadas eram extraterrestres de polaridade negativa ou
de intenções negativas, portanto os extraterrestres negativos ainda têm poder de atuar aqui
entre nós, eles não estão tendo permissão é para entrar de outros lugares aqui...

E Os que estão atuando? É porque já estão aqui na Terra há várias décadas, alguns
já se reproduziram aqui, então eles vivem em cidades, naves, escondidos aí ao longo do
planeta, seja debaixo do mar ou em cavernas subterrâneas na Terra mesmo, em montanhas,
mas eles pensam que eles não estão sendo monitorados e observados e estão, só que a
liberdade deles como a nossa própria liberdade é relativa às leis, se uma lei proíbe eles não
têm poder, se uma lei libera eles têm o poder aparente, nessa fase de transição interna que
estamos vivendo, tanto os espíritos inconscientes que vivem no mundo astral inferior como os
seres negativos que habitam nosso universo físico, vindo de outros planetas, eles estão como
se pode dizer, final de festa, é como eles estão se sentindo, eles precisam fazer o que puderem
fazer agora porque em breve não poderão, sabendo que não dispõe de muito tempo utilizarão
cada segundo, cada instante, cada dia, cada ano, cada década, como estão fazendo a
décadas para usufruir ao máximo dos recursos naturais ou humanos que tem aqui no planeta
Terra.

Esses extraterrestres vindos de mundos inferiores para a terra, alguns deles já


reencarnaram, estão aqui entre nós, só que são extraterrestres negativos que intelectualmente
possuem muitas vezes um intelecto muito avançado, um inteligência muito grande, no entanto
eles não têm evolução para isso, inteligência, intelecto não é sinônimo de evolução, e eles
estão manipulando o máximo que podem as pessoas encarnadas para levar na transição
planetária o máximo de pessoas que puderem, quer dizer que quem não manter a paz, não
mantiver a paz nessa fase de transição por algum tempo abdicará do direito de ser livre.

Nas dimensões mais densas não existe liberdade não, lá a lei da escravidão é a
predominante!

Deus existe e atua em tudo, mas ele não impõe nada, se nós nos tornamos escravos
de outros seres é porque desejamos. Quem se projeta para fora do corpo através da projeção
astral, consciente, lúcida e se lembre dessas saídas pode constatar que nas dimensões astrais
mais densas existe governo onde a direção é a tirania que escraviza.

÷ Acervo Aluano ÷
121
Quer dizer que um escravo pode possuir outro escravo e outro escravo tendo um chefe
predominante ou dono de todos e esse chefe predominante é aquele que absorveu em si
ampla quantidade de negatividade maior do que os outros e domina hierarquicamente. Eles
estão dominando a massa de pessoas.

Conseguiram reunir a população no sentido planetário quer dizer que o domínio se


tornou corporativo e não mais isolado, isso fez com que eles conseguissem um domínio quase
total da civilização terrestre.

Quer dizer o seguinte: muitos políticos e empresários, pessoas que eles infiltraram para
manipular a massa, “a massa é a predominância das pessoas”, a nossa predominância e
através disso sustentar a nossa inconsciência.

Como que eles sustentam a nossa inconsciência? Fazendo com que a gente não
pense, fazendo com que a gente não crie nada de novo, fique sempre se alimentando do
antigo, sempre do antigo, eles descobrem esse governo negativo, eles descobrem que as
pessoas gostam de promiscuidade sexual e isso gera a inconsciência. É como um vício!

Tem muita gente que usa cocaína, tem muita gente que bebe, mas tem muita gente
que é controlada por superconsumismo e eles sabem que isso gera materialismo que
desenvolve uma visão sectarista em relação à vida e é fácil manipular quando alguém não vê a
vida como um todo e sim como uma parte, portanto “manter a paz na transição planetária é se
libertar da manipulação do governo negativo” que por enquanto em função do carma coletivo
dos habitantes da Terra tem permissão de agir em nós.

A proteção espiritual nos é dada, mas quando nós escolhemos determinada maneira
de viver, como poderia dizer os nossos anjos da guarda de 3 metros de altura por 2 de altura
ficam de braços cruzados só nos olhando, sem poder levantar um único dedo para interferir na
nossa vida, nos tirando a agonia da perseguição espiritual negativa, ou até física negativa e aí
somos como se pode dizer totalmente manipulados pelo lado negativo... Quando somos
manipulados? Somos manipulados no que comemos, escutamos, no que vemos, no que
trabalhamos, no que conversamos, eles observam, “eles”, eu falo o governo negativo do
planeta, observam 24 horas por dia o que nós estamos fazendo.

Manipulam as empresas, manipulam a mídia, os governos para tirar qualquer


incentivo que venha a nos auxiliar a expandir a consciência por quê? Se 50 % da
população terrestre, 50% tomasse uma posição de consciência ampla, de consciência cósmica,
÷ Acervo Aluano ÷
122
que não tivesse limitações, nós não passaríamos pela transição que vamos passar fisicamente,
a transição seria branca, não seria nada, por quê? Porque esses 50% já seria suficiente
para gradativamente ao longo de alguns séculos mudarem totalmente a nossa civilização para
uma civilização de mundo humano e não de mundo animalizado, nos integrando assim aos
governos interplanetários dos extraterrestres, portanto o governo negativo não vai abrir mão,
não está abrindo mão de querer manipular cada pessoa, cada criança já nasce e sem saber já
começa a ser manipulada, já começa a ser manipulado pelo médico que só quer saber de
ganhar dinheiro, pelo hospital que só quer saber de ganhar dinheiro, já é manipulado pelos
produtos que usam que foram feitos na base da desonestidade, da manipulação das mentes
para serem adquiridos.

Depois começa a ser manipulado para uma alimentação que bloqueia a consciência,
comer produtos que é uma forma de suicídio inconsciente, produtos que matam as nossas
células antes delas morrerem de forma natural, quer dizer de morte natural, elas morrem
assassinadas e os negativos estão felizes com isso.

Cada vez que uma pessoa se alimenta de algo tóxico eles agradecem por quê?
Porque essa pessoa está aumentando em si a sua inconsciência, cada vez que alguém lê um
livro falando sobre algo negativo está alimentando esse governo negativo, cada vez que a
pessoa assiste a um filme de algo negativo está fortificando esse governo, quantas vezes
durante o dia não valorizamos isso? E a mídia está ficando cada vez mais manipulável pelo
lado negativo, quer dizer que vai chegar a um ponto que a mídia vai ficar 100% manipulada
pelo lado negativo. E quem perder a paz vai ficar totalmente sob o controle do lado negativo.

E quando houver a transição física? E aí? Mortes em massa, pessoas perderão o


corpo físico em massa, irão para o plano astral, quem for manipulado pelo lado negativo, pelo
governo, falange de entidades físicas e astrais negativas irão para terceira dimensão, quarta
dimensão astral, quem aparece nessa dimensão é imediatamente recolhido em naves
espaciais para ser levado para fora do planeta visto que quem tem o padrão vibracional dito
positivo, harmônico, amoroso, não aparece em dimensões astrais mais densas, e sim em
dimensões astrais mais sutis, esses serão recolhidos para mundos onde ficarão protegidos, até
poderem reencarnar, quem permanecer no corpo físico será auxiliado, mas se já não tiver
passado pela transição mental e física não irá suportar, acabará até desencarnando por
despreparo.

÷ Acervo Aluano ÷
123
Basta muitas vezes uma chuvinha mais forte, alguma coisa, e a pessoa já quase
desmaia de medo, imagine o caos generalizado, tem gente que morre de parada cardíaca
simplesmente, por desespero, é como o peru que morre de véspera, não espera nem chegar a
data e já está morto, portanto manter a paz em fase de transição.

Precisamos primeiramente manter a paz na transição que já estamos vivendo,


mas para isso é preciso não valorizar tanto os conceitos da cultura que está morrendo
se adora as artes, gosta de ver filmes, de ler, seleciona, seleciona, por quê? Alguém por
acaso consegue manter a paz digamos, chega na hora do jantar a pessoa se reúne com sua
família e liga a televisão num telejornal, começa a jogar sangue de violência pela tela da
televisão e é impossível ter paz dessa forma, porque fica na mente da pessoa as cenas, as
cenas de violência, as cenas de desumanidade, de desrespeito à vida, de inferioridade de
seres humanos que ainda não têm o grau de consciência suficiente para ter educação ou para
ter respeito pela vida, quem quer manter a paz na transição que já estamos vivendo e na que
iremos, nós estamos sendo como simulados, estamos passando por uma simulação para
quando acontecer a transição todos nós já sabermos como agir, estamos simulados por perdas
materiais, de repente perdemos um bem material, perdemos ou o dinheiro diretamente ou um
patrimônio ou um objeto, estamos com perdas materiais, problemas de acidentes, problemas
de perdas familiares, pessoas que morrem, tudo Isso.

Algumas coisas já existiam há muito tempo, outras estão sendo desenvolvidas agora
em função dessa fase que estamos vivendo de transição, tudo isso já é treinamento, quer dizer
o seguinte, se a gente não for capaz de abrir mão de algum patrimônio agora que
venhamos a perder, estaremos mentalmente, emocionalmente, para abrir mão
eventualmente de tudo o que possuímos de patrimônio? Da casa, do carro, do trabalho, da
conta bancária, nem banco existe, mas digamos numa transição cataclísmica. Se nos
perturbamos com as perdas pequenas com a grande iremos entrar em desespero, medo é
normal numa transição planetária física, no entanto, pânico, desespero não, isso é sintoma de
quem não está preparado, primeiro sente-se o medo, aqui nesse auditório tem diversas
pessoas que já tiveram projeções com a transição planetária, e virá a fase acontecendo, e não
é só aquilo que foi narrado no livro transição planetária não, ao longo do planeta inteiro tem
pessoas que desde criança, tem pessoas que desde criança tem sonhos e sensações com a
transição planetária, então isso não é novidade nem parece coisa absurda para essas pessoas
e sim uma realidade que elas já vivenciam.

÷ Acervo Aluano ÷
124
Na transição planetária física a gente vai ter medo, mas teve medo, faz oração, já
observaram quando nós eventualmente olhamos a televisão e que passa alguma cena de
acidente ou de enchente, de terremoto, tem pessoas que elas falam assim, entreguei a Deus,
perdi tudo que eu tinha, entreguei a Deus, agora eu não tenho mais como fazer nada, a pessoa
entrega sua vida para Deus.

No momento da transição só vai conseguir manter a paz, medo vai ter, tem o medo,
susto e medo, isso terá, mas depois numa oração sincera ela reconhece: eu entrego minha
vida para Deus!

“É como alguém que andando no meio do mato pisa em cima de uma cobra e a
cobra se enrola na perna e ela fica, ela não tem mais nada o que fazer ali a não ser ficar
quieta e entregar a sua vida a Deus, ela não tem poder de reagir.” É ali, se for para morrer
ali, se não for, não morra.

Nós precisamos estar preparados para a perda desde que nascemos, nós temos
medo até de falar nisso porque pensamos que isso atrai, falar na noite pela manhã atrai
a noite? Não, a noite será inevitável, tem coisas em nossa vida que é inevitável, falando ou
não falando elas chegarão, mas antes que chegue essa fase de transição física mesmo, nós
precisamos vivenciar a transição mental e emocional, com isso já está nascendo uma
civilização alternativa, é já está surgindo uma civilização alternativa, é uma civilização onde
pessoas já estão trabalhando os filmes que assistem, os livros que lêem, as revistas que lêem
o ambiente que trabalham, o tipo de trabalho que executam, o propósito do trabalho, onde se
alimentam e do que se alimentam, o que falam, e o que não falam, o que escutam e o que não
escutam, já começa a haver uma seleção maior.

Naturalmente que vamos ver que o percentual é ínfimo à totalidade das pessoas se
aqui hoje fosse uma festa naturalmente que esse auditório não caberia tanta gente, se fosse
uma festa dançante, bebida e tudo que tem direito na área de vícios não caberia nesse
auditório se fosse por quê? Porque a maioria de seres ainda vive sobre os padrões das
civilizações antigas... Porque que eu falo antiga? Porque aquilo que está morrendo e
inevitavelmente vai morrer e algo novo está surgindo, não podemos contar com aquilo que está
morrendo...

÷ Acervo Aluano ÷
125
“É a mesma coisa de alguém que mora numa casa, mas vendeu a casa e vai ter
que desocupar a gente não fala que essa pessoa é o dono da casa, é o morador
temporário da casa, o dono é o real proprietário quer dizer quem vai morar nela.”

Portanto, se queremos manter a paz vamos precisar trabalhar o campo do desapego,


desapego na família, a gente precisa ver que nós não somos nem pais nem filhos, isso é uma
coisa temporária, portanto, quem é filho e é muito apegado aos pais, ou os avós ou algum
parente, precisa compreender que faz parte da vida, precisa buscar o conhecimento, precisa
buscar a observação, observar os processos da vida para poder gerar o desapego familiar,
muitas vezes quando a gente tem filhos, ou irmãs ou irmãos pequeninos que a gente acha
indefesos, que a gente acha que precisa proteger como uma rosa delicada que a gente tem
medo até que vai atravessar uma rua, a gente fica com medo de acontecer alguma coisa, que
vai viajar a gente fica com medo, que sai de casa, demora um pouco pra chegar a gente já fica
todo meu Deus será se aconteceu alguma coisa?! Então isso é apego, precisamos nos
desapegar, ter amor sem dúvida, mas saber que existe alguém que cuida de todos nós, é como
muitas vezes a gente vê uma criança pequenininha atravessando uma rua sozinha, a gente vê
a imprudência dos motoristas e fica pensando meu Deus, Deus olha, a gente fica condoído,
fica sentindo as dores sem acontecer nada, mas pelo que pode acontecer, é preciso
compreender que tudo é vigiado, é coordenado de forma amorosa.

O desapego em qualquer área familiar que é um ente querido, o desapego afetivo que
é muitas vezes aquilo que a pessoa pensa: não eu tenho que ter essa pessoa senão eu não
sou feliz, muitas vezes o relacionamento já chegou num ponto onde já não tem como continuar
mais, já cumpriram. O que tem que cumprir, o que tiveram que cumprir, porque aqui na Terra,
por exemplo, o casamento geralmente...

O casamento acontece por 2 causas mais fortes: uma é ter filhos, outra é
desenvolver tolerância, perdão, paciência, renúncia, para se adaptar um ao outro, esses são os
2 motivos mais frequentes do casamento, as razões mais frequentes, tem o carma de vidas
passadas, mas mesmo os carmas tendo renúncia, paciência, tolerância, compreensão,
humildade, quem é casado sabe disso, se não tiver humildade não dura, ou então um tem que
se anular totalmente, isso não é bom, chega um ponto que a pessoa não aguenta mais,
explode, seja numa doença ou seja verbalmente, emocionalmente, portanto todas as pessoas
que convivem hoje vão precisar se separar algum dia, é uma necessidade, a vida é movimento,
evolução, pode viver a vida inteira com uma pessoa, mas pode viver um mês, não cabe a nós
escolher totalmente a quanto tempo viver com alguém, seja um irmão, um pai, uma mãe, um
÷ Acervo Aluano ÷
126
marido, uma esposa, portanto, é fundamental que trabalhemos o desapego agora, na
transição mental e emocional, para depois termos já o quê? Passamos pelo vestibular,
passamos por tudo para fazer a faculdade da transição física, que vai exigir todo esse cabedal
de experiência, de maturidade adquirida por nós ao longo da vitória sobre os problemas de
desapego em todas as áreas, portanto é bom se conscientizar, a vida não acaba, isso é
fundamental, quem pensa que a vida acaba se apega, isso é inevitável, quem constata que a
vida não acaba diminuiu o apego, mas ainda fica apegado porque a nossa civilização é a
civilização do apego, portanto, vendo que os nossos filhos são nossos filhos em função da
responsabilidade que assumimos perante Deus, perante a vida com eles, mas que quando
aquele que nos deu a responsabilidade nos tirar é porque chegou o momento, e que não temos
força para reter essa mão, para segurar a mão do tempo que a tudo devora e destrói.

Perdas materiais nós vivemos desde criancinhas estudando e depois trabalhando para
adquirir o necessário para alimentação, para moradia, para o conforto do corpo, mas de
repente vem alguém ou algum acontecimento e nos tira aquilo que foi difícil, mesmo que tenha
sido honestamente ou desonestamente adquirido, geralmente as coisas não são fáceis, quem
diga aqueles que atualmente adquiriram coisas desonestamente, hoje o carma está mais
acelerado, isso faz com que eles paguem mais rápido também. Então está vendo que adquirir
coisas, está cada vez mais difícil tanto justamente como injustamente.

É preciso aprender a ter desapego, é difícil demais, é difícil demais por isso é que é
necessário um trabalho espiritual, efetivo, constante, amoroso, espontâneo, quem se dedica só
de vez em quando a se conscientizar do desapego não consegue ter desapego, teoria só não
adianta!

Não adianta nada alguém ler sobre natação e pular na água! É preciso ter uma
prática paulatina, cada vez mais expansiva, portanto, é preciso ver e se lembrar sempre que o
termo alto e baixo é natural na vida, perdas e ganhos, isso acontece.

A vida é como uma gangorra que desce e que sobe, que desce e que sobe, quem dera
né, que quando a pessoa já chega a 70, 80 anos já sabe disso, que a vida já teve tantas
coisas, mas nós que somos ainda muito inexperientes a respeito da vida, muitas vezes ficamos
nos apegando a momentos, mas quando chega lá a 7 décadas de vida, 8 décadas, é preciso
não se tornar amargo, é preciso amadurecer sem se tornar amargo, como o vinho, ou melhor a
qualidade ou vira vinagre, se assimilar bem vira vinho da melhor qualidade, mas se não
assimilar amarga, ou melhor dizendo azeda.

÷ Acervo Aluano ÷
127
“Paz se desenvolve trocando os assuntos pessimistas pelo otimismo, trocando a
crítica negativa pela observância positiva do lado bom da vida, do lado imperecível, do
lado agradável, é trocar, ao invés de ficar falando do defeito de alguém, fale das virtudes
de alguém, se não tiver virtudes de ninguém para falar, é melhor calar, não falar nada.”

Se quer assistir um filme, veja um filme que fale sobre amor, amor assim, não é filme
de namoro simplesmente, é filme que fale de amor humano, de alguém que respeite a vida,
que valorize a vida, filme que fale sobre a evolução e não tem como alguém ter paz valorizando
violência, valorizando desrespeito à vida, valorizando promiscuidades da vida, não tem como
adquirir paz.

Se traçar um objetivo para vida onde pense assim: eu quero o necessário para minha
vida não terá mais motivo para não ter mais, porque vai ver que sempre terá o necessário,
jamais falta, aquilo que não é necessário, que vem em função da nossa vaidade, do nosso
orgulho, isso não vem, mesmo que a gente corra atrás, sempre corre de nós, quando a gente
pensa que segurou, de repente vai embora.

O mundo espiritual está de olho em nós, a hierarquia positiva representada pelos


extraterrestres positivos, Jesus é extraterrestre positivo, ele comanda a frota de naves dele
que os extraterrestres até chamam a frota de naves de Jesus de a frota dos meigos,
porque meigos? Porque a característica predominante dos seres que trabalham diretamente
sobre o comando de Jesus é de serem meigos, são pessoas extremamente ternas,
extremamente puras de coração, puras no sentido de meiguice mesmo, são pessoas suaves,
de semblantes andrógenos, é incrível, Ashtar que também é conhecido na nossa história como
Arcanjo Miguel, ele já tem outra característica, os seres que trabalham com ele já são mais
seres ligados a área do poder e da justiça enquanto Jesus é mais da área do amor, não que
Ashtar não tenha amor e os seres que com ele trabalham, mas são linhas de evolução mais
características, como Buda é da área da sabedoria, não tanto da área da ação, mas da área da
sabedoria, esses seres estão nos patrocinando, encarnaram entre nós, seres que têm uma
função especial nessa fase, tem a função de avisar sobre a transição planetária, tem a função
de preparar sobre a transição planetária, em avisar, é tão difícil viu gente, eu vou falar porque
já faz o que quase 8 anos que eu estou trabalhando, avisando sobre transição planetária,
difícil por quê? Primeiro é difícil acreditar naquilo que não se vê, depois aqueles que
conseguem ver pela projeção astral ou pela intuição estão vendo, mas é difícil explicar porque?
Porque são muitos os aspectos a serem observados, depois têm aqueles que falam sobre

÷ Acervo Aluano ÷
128
mudança planetária, mas que diz que o planeta vai acabar, isso é absurdo, o mundo não vai
acabar, o planeta Terra ainda tem milhões de anos de vidas, milhões seres vivendo aqui...

O ser humano vai chegar a perder esse corpo e ainda vai continuar vivendo na
Terra, como perder? A gente vai virar só luz, vai perder o corpo sólido, no mundo físico, ainda
vai continuar vivendo aqui na Terra, a gente não porque a gente vai estar bem longe quando
isso acontecer, em planetas muito mais evoluídos do que esse.

Portanto, a Terra não vai ser destruída, isso não vai acontecer, não teve civilizações no
passado que deixaram de existir, Atlântida, Lemúria, por exemplo, que é antiga, e outras antes
dessa, isso vai acontecer com a nossa também, só isso, mas a vida vai continuar.

Outra coisa que vai ser diferente é que nessas outras civilizações não houve a
transmigração total dos espíritos, mas agora vai haver uma seleção total, um pente fino, só vai
ficar aqui quem tiver a fineza de espírito, quem não tiver vai ser levado, então é isso que vai
acontecer, não vai acontecer essa coisa de fim do mundo que meteoro destrói tudo não, não
vai acontecer nada disso, mas o problema é que quando a gente começa a trabalhar dizendo
que vai acontecer uma transição as pessoas logo associam a isso a coisas absurdas que vai
aumentar cada vez mais até 99, nossa senhora, o que vai ter de suicídio aí não é brincadeira,
então as pessoas sérias acabarão pagando por aquelas que não são sérias, não são
coerentes, que não são contactadas, reais, mas mesmo assim terão que cumprir a missão
entregue, entregue pelo comando extraterrestre, portanto tem essas 2 características, falar
sobre a transição e preparar, e tem uma terceira característica mais difícil ainda, irradiar
energia vibratória para tirar a agonia daqueles que estiverem se transformando internamente
para a nova identidade, a agonia, agonia provocada pela morte do ego da civilização que
morre, então esse ego, essa identidade inferior, ilusória, ela vai sofrer, esse ego vai sofrer
muito, já está sofrendo, então quando acontecer um dia em que se sentirem angustiados, você
já acorda mal, geralmente, acontece assim: você já acorda, nossa, mas eu estou sentindo a
pessoa, geralmente pensa assim: eu estou me sentindo tão mal, sinto como se os pulmões
estivessem sendo apertados, como se o estômago estivesse sendo apertado, o coração
apertado, respira, mas parece que o ar não tem vida, e fica de mau humor, fica irritadiço com
qualquer coisa, mas sem motivo, fica pessimista, vê a vida: ah, eu não acredito em nada disso,
negócio espiritual de evolução não, eu quero arrumar é um encosto para morrer encostado, a
pessoa geralmente fica pessimista, fica sem alento quando isso acontece.

÷ Acervo Aluano ÷
129
Aconteceu esse tipo de coisa é preciso elevar o padrão vibracional... O que gera esse
tipo de coisa? Cenas, sensações, coisas que viu, que presenciou, que é característico da
civilização que morre, isso gera.

Aos nossos padrões de vida, de nova vida espiritual, isso também pode acontecer,
essa agonia, e quando dá essa agonia parece que nada dá jeito, vou dar uma boa solução,
quando acontecer isso, vá dá uma caminhada, vai fazer uma caminhada num lugar tranquilo,
não vá assistir televisão, não, não faça isso de jeito nenhum, não vá ficar observando os
defeitos de outras pessoas, vá fazer uma caminhada e na caminhada faça visualizações,
comece a visualizar o seu corpo brilhando por dentro, como se ele começasse a aquecer por
dentro, e a brilhar por dentro, pode visualizar o brilho numa cor prateada ou na cor violeta, para
quem não conhece o violeta, o violeta é uma mistura de rosa e azul, mas fica azul claro e rosa,
rosa claro também, e fica mais para a tendência azul do que para a tendência do rosa, esse é o
violeta, quando pega o azul escuro que tem mistura de preto ou rosa escuro que também tem
mistura de preto e junta aí vira o roxo, é diferente do violeta, da cor violeta, visualiza por dentro
do corpo, só o período da sensação e faça orações, aprenda a orar de fato, a oração tem um
poder científico imenso de elevar vibratoriamente essas agonias, vêm porque todo carma de
vidas passadas e da vida presente concentra nessa região do plexo solar, concentra
tudo aqui no chacra, o centro de força plexo solar e nós começamos a ter a energia do
corpo toda puxada para cá, essa energia começa a concentrar no plexo solar e a gente
começa a perder energia por aqui, geralmente a sensação de agonia vem com perda de
vitalidade, a pessoa se sente fraca, desanimada, ela se sente amarrada, ela tenta fazer as
coisas e não consegue, principalmente o que for para a evolução espiritual dela fica mais difícil,
é como se ela estivesse acorrentada, algemas pesadíssimas, portanto manter a paz é
selecionar o que assiste na televisão, nada de violência, nada de promiscuidade, nada de
desrespeito à vida, selecionar o que lê, e procurar selecionar os ambientes que frequenta,
casas de pessoas, ou ambientes públicos, alguns são totalmente danosos ao novo ser que
nasce em nós.

Vamos preparar para a meditação e energização para depois fazermos as perguntas.


Exercício: Procurando uma posição confortável, relaxar o corpo, com a finalidade de elevar o
padrão vibracional de todos, só que eu devo avisar que se alguém aqui tiver algum bloqueio,
principalmente no centro de força coronário que fica no topo da cabeça, essa meditação irá
forçar para romper o bloqueio, tirar o bloqueio poderá gerar alguma dor de cabeça
momentânea, ou alguma pressão ou pontada na cabeça, ou eventualmente uma náusea

÷ Acervo Aluano ÷
130
passageira, mas isso é um bom sintoma de que algo que estava obstruindo, a energia foi
desbloqueado, foi tirado do corpo, depois qualquer sensação incômoda passará, não será
persistente, portanto, de qualquer forma a meditação gerará um benefício, peço a todos que
fechem os olhos, respirem suavemente, observando a respiração visualizem agora como se o
teto desaparecesse, as nuvens desaparecessem, imaginem em sua mente que tanto teto e
nuvens desapareceram e que o céu estrelado é o nosso teto.

Visualize primeiro que as estrelas que flutuam no céu por uma força poderosíssima
foram juntadas umas às outras formando uma única estrela, imensa, que o céu possua uma
única estrela de proporções vertiginosas e que ilumina absolutamente todo o céu, o universo.
Visualize agora que este sol imenso desce em direção à Terra, ele é muitas vezes, muitas
vezes, incontavelmente maior do que a Terra, ao descer do firmamento, ficando próximo à
Terra, a Terra é muito menor do que uma gota d’água num oceano imenso, muito menor, mas
este sol, visualize que a cor seja de um branco dourado, é um branco puxando suavemente
para o dourado, este sol é morno, ele não é quente ao ponto de queimar, ele é um calor morno,
agradável, visualize que este sol derrete e parte do seu líquido é derramado sobre este salão e
nós ficamos mergulhando dentro desse líquido, respirando, é um líquido dourado, branco
dourado de luz, luminoso e transparente.

Este líquido é absorvido por nossa pele,nossa musculatura absorve, nossa estrutura
óssea absorve esse líquido dourado brilhante e todo o nosso corpo agora começa a brilhar
como se fosse uma lâmpada florescente, numa cor branca dourada transparente.

Agora nós visualizamos que o líquido para de derramar no salão, o sol se afasta
nossos corpo, absorvem totalmente o líquido e continua brilhando.

Visualizamos agora as nossas maiores virtudes, visualize suas maiores virtudes, seus
maiores sentimentos, chame para dentro de si sua humildade, de não querer ser maior do que
ninguém, de não querer ser mais importante ou ter mais direitos à vida do que qualquer ser,
humildade se sentir com os mesmos direitos à vida de todos os seres e a humildade vem como
uma forma de anjo luminoso que desce vindo do sol que flutua no céu desce o seu anjo da
humildade, luminoso, ele parece uma estrela que mostra uma silhueta de luz onde aparece
possíveis pernas, e braços e cabeça, totalmente iluminado desce esse anjo de luz de
humildade, entra pelo topo da cabeça encaixando ao seu corpo e todo o seu corpo brilha nas
freqUências da energia da humildade, amor.

÷ Acervo Aluano ÷
131
Visualize seu desejo de preservar a vida, de manter a vida, de proteger a vida, de se
doar sem nada querer em troca a não ser o prazer de se doar, visualize que desce novamente
do sol um anjo luminoso, com seu semblante, no entanto seu semblante mais sutil, mais
evoluído, brilhante, cheio de amor fraterno, incondicional, que deseja respeitar a todas as
coisas vivas, a todos os seres, que deseja manter a vida sem jamais agredi-la, que deseja
cuidar da vida, que deseja trabalhar para manter a vida, incorpore esse anjo, ele desce, e entra
no corpo e faz o corpo brilhar, todo o corpo brilha na cor rosa suave, como se fosse uma rosa
aveludada e brilhante, todo o corpo brilha intensamente na cor rosa, seu corpo parece um sol,
um sol de força refulgente que ofusca a quem o olhe, que ofusque pela pureza, pela meiguice,
pela esperança, pela mansidão, pela calma, pela tranquilidade, pela esperança imperturbável,
pelo perdão imperturbável, incondicional, infinito, que luz do amor agora interaja que o nosso
corpo luminoso projete raios de energia para a essência de toda a vida, todos os seres
humanos interagem com os raios rosas da essência do amor que é transmitido pelo nosso
corpo, a respiração acontece livre, cheia de vida, suave, despreocupada, nada na vida
interessa mais do que a sensação de paz que nos envolve a todos, pela sensação de
esperança respiremos agora o ar do amor, o ar saturado de amor, o ar cheio de vida, o ar rosa,
o ar da personificação do Cristo Cósmico, o ar da personificação do mantenedor Absoluto de
toda a vida, daquele que sustenta a vida chama inestinguível que sustenta a fagulha da vida.

Visualizemos agora que nossas pernas são chamas rosas, que nossos braços são
chamas e não mais braços, que nosso tronco seja uma chama e não mais um tronco, que
nossa cabeça seja uma chama rosa, que todo o corpo agora se transforme numa labareda rosa
como a labareda da chama de uma vela, só que do tamanho do corpo.

Para quem desejar se energizar: eleve as duas palmas das mão no chacra cardíaco,
no centro do peito e visualize seu corpo todo em chama e suas mãos uma chama morna
agradável, e suas mãos vibrando intensamente e delas saindo uma energia rosa amorosa,
cheia de paz, de tranquilidade, esperança, de segurança, de certeza no futuro, onde não
existirá mais nenhuma dor, onde só o bem estar existirá, que essa paz nos envolva por
completo, imaginemos que o nosso semblante se transforme em um semblante de amor
incondicional, que nossa voz jamais seja áspera, jamais agrida a vida, que nossas atitudes
sejam pautadas na justiça, na sabedoria, na verdade e que cada dia de nossa vida seja
totalmente envolto em paz, e que as pessoas que conosco convivem possam receber a paz do
sol único que ilumina o nosso interior e o exterior que compõem todos os universos. Que cada

÷ Acervo Aluano ÷
132
um internamente agradeça sua própria essência por existir. E quando quiserem podem cessar
a meditação e a energização.

PERGUNTAS

As perguntas poderão ser feitas por escrito e avisar sobre o curso de transformação...

01 - COMO SERÁ A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA PARA OS SERES DESENCARNADOS?


ELES VIVERÃO E SENTIRÃO O QUE ESTIVER ACONTECENDO?

Eles experimentarão a transição planetária também, quem estiver desencarnado antes


da fase da transição sentirá a transição planetária só que nem sempre saberão exatamente o
que está acontecendo, visto que só saberá aquele que for informado do que iria acontecer, no
caso no tempo aqui já estava acontecendo.

Quem não for informado não saberá o que está acontecendo, pode pensar que é um
cataclisma, que é alguma coisa, mas não uma transição do mundo mesmo. E nem sempre eles
identificarão também que estão desencarnados, terão pessoas que vão pensar que estão ainda
em corpo físico, portanto esses dois problemas de não saber que está acontecendo a transição
planetária e de não saber que está desencarnado irá ocorrer na transição planetária.

A maioria, dificuldade terá aqueles que passarem para o plano astral sem estarem
preparados, porque eles irão se traumatizar e irão dificultar o trabalho das equipes
especializadas em transição e transmigração espiritual.

02 - QUANDO OCORRERÁ A TRANSIÇÃO?

Não tenho certeza o dia que será, mas o dia que ninguém mais me encontrar
facilmente é porque está perto porque essa missão de avisar sobre a transição é só até
determinado período, depois já não tem mais, acaba essa tarefa, visto que já foi todo mundo
avisado, partimos para outra tarefa.

Espíritos diversos afirmaram, afirmaram os espíritos diversos afirmaram que é provável


que aconteça em 99 não na virada do século, quer dizer em dezembro, segundo eles pode
acontecer antes de dezembro, mais ali aproximadamente em novembro, mas são os espíritos
que dizem isso, só acreditaremos quando acontecer, de qualquer forma está próxima, não se
pode ser amanhã ou depois ou daqui a algum tempo, mas com certeza nós veremos a
transição, ou então ser em 99 como os espíritos falam, se eu tivesse desencarnado também
÷ Acervo Aluano ÷
133
talvez eu dissesse. A questão é que os espíritos falam porque se não acontecer eles não vão
estar aqui, né?

03 - O QUE ACONTECE QUANDO O COMANDANTE ASHTAR ESTÁ EM ATIVIDADES


DIFERENTES E ALGUÉM CHAMA, APELA, OU APELA NÉ UM CLAMOR PELO ARCANJO
MIGUEL?

O comandante Ashtar conhecido também por Ashtar Sheran é um chamado Avatar, o


avatar é onipresente, onisciente e onipotente. Quer dizer que ele é onipresente, sendo
onipresente, ele está em todos os lugares que alguém pensar nele e onde não pensarem nele.
Seja aqui na Terra, em outros universos simultaneamente.

Para nós que somos ainda tão meros mortais é difícil avaliar o que é isso, mas ele
sendo onipresente está em todos os lugares, se ele tem uma frota de naves espaciais de naves
mães enorme, as naves e a frotas é porque muitos seres que estão com ele não são
onipresentes e não sendo onipresentes precisam desses calhambeques espaciais para se
locomover.

Ashtar não precisa de nave para se locomover de um universo para outros, de uma
galáxia para outra, ele pensa mesmo fisicamente e pode ir para qualquer ponto que quiser, só
com o pensamento, só com a vontade dele, a nave, ele precisa para levar a turma que vai com
ele, que não tem esse poder todo, olha o amor desse ser. Ele prefere ir arcaicamente viajando
alguns segundos, né, porque as naves viajam em segundos de um ponto ao outro do universo
ou muitas vezes minutos no máximo, mas ele se submete por amor a tal coisa, portanto
chamou ele, se de fato for justo, uma das onipresenças dele ali estará.

04 - É VERDADE O QUE SE DIZ SOBRE O BOM HUMOR DE ARCANJO MIGUEL E DOS


MESTRES ASCENSIONADOS?

Primeira coisa é que alguém que vive imerso na consciência do Criador Absoluto, que
não vê dualidade, que não vê bem, não vê mal, não vê dor, não vê prazer, em coisas
transitórias vive em permanente bom humor porque para eles tudo isso aqui não passa de uma
brincadeira visto que eles não são, nada que acontece nesse mundo os influencia e sim a
essência que vive nesse mundo, então eles não são atingidos por nada desse mundos, eles é
que sustentam o que existe nesse mundo.

÷ Acervo Aluano ÷
134
Portanto constante bom humor, mas não é bom humor porque ganhou uma nave nove,
visto que ele nem precisa de nave, não é bom humor porque um planeta inteiro se converteu à
fraternidade dos extraterrestres não, é bom humor porque vive em permanente fusão com o
Criador Absoluto, os mestres ascensionados, quando ascensionam, também desenvolvem
isso, no caso de Arcanjo Miguel, ele é um Avatar, é diferente de um mestre ascensionado.

Um mestre ascensionado pode ter se libertado do plano físico ou do plano astral, mas
um avatar ele se libertou do físico, do astral e do mental, então está acima de mestre
ascensionado. No caso dos mestres ascensionados se eles ascensionarem em determinada
vida, eles podem ter essa característica de bom humor sempre.

Mas o que é o bom humor? É estar sempre rindo? Nem sempre isso é característica
de bom humor. Muitas vezes o bom humor se mascara com a energia, se manifesta com a
energia ou com serenidade, isso depende.

05 - QUANDO FOI DITO SOBRE A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA FOI FALADO NO MOMENTO


QUE AS PESSOAS QUE NÃO ESTIVESSEM PRONTAS IRIAM PARA OUTROS PLANETAS
OU PARA OUTRO PLANO E OUTROS EM OUTRO MOMENTO DISSE QUE SE AS
PESSOAS ESTIVESSEM PRONTAS QUE IRIAM PARA OUTROS PLANETAS. QUAL É O
CORRETO?

O correto é que pessoas prontas poderão perder o corpo físico e ir para planetas
superiores ao planeta Terra ou reencarnar aqui no planeta Terra, digamos uma pessoa que
tinha um corpo defeituoso com algum defeito incurável, mas que resgatou todo o carma dele,
vem a transição, morre nesse corpo, depois renasce aqui, num corpo melhor, isso é mérito,
outro ser vai para outro planeta superior ao que a Terra vai se tornar, isso ele estava pronto e
outros seres que não estão prontos, esses inevitavelmente serão transmigrados
compulsoriamente, levados expulsos usando o termo assim mais forte expulsos da Terra para
um planeta que seja compatível ao grau de evolução ainda inferior deles, inferior porque a
Terra é de grau de evolução superior ao que eles têm.

Quem não tiver com grau vibratório necessário para ficar aqui na Terra para a
nova civilização inevitavelmente terá que devolver à Terra o corpo físico e com a
mãozinha na frente e outra atrás ir espiritualmente para outro planeta sem nada, vai
ganhar só passagem de ida.

÷ Acervo Aluano ÷
135
Depois lá irá evoluir, adquirir mais educação espiritual, mais elevação consciencial e
poder voltar para a Terra, para a nova Terra, não é também exílio eterno não, é só
momentâneo, é só até evoluir, evoluiu o suficiente, volta para cá ou para planetas superiores à
Terra. Nessa história que muita gente que foi exilada de outros planetas para cá chegou para
evoluir rapidinho aqui, voltar para o outro planeta, está indo é agora transmigrado para outro
inferior a esse aqui.

06 - VOCÊ SABE COMO SERÁ A TRANSIÇÃO? OS EXTRATERRESTRES SERÃO


VISUALIZADOS?

Eles não serão visualizados, eles serão vistos mesmo. Na transição física os
extraterrestres irão ter contato com a nossa civilização porque o carma coletivo terá sido
alterado em função dos cataclismas e da morte de um percentual substancial da população.

Portanto os extraterrestres irão vir até nós e nos auxiliar visto que se não
recebêssemos auxílio dos extraterrestres nossa civilização se atrasaria em séculos e séculos,
portanto com ajuda deles, daqui a algumas décadas estaremos com a tecnologia séculos
adiante da nossa atual em função do apoio dos extraterrestres depois da transição planetária.

Portanto, se não fosse para ter uma idéia do quanto nossa civilização é frágil, se faltar
luz elétrica durante um mês como é que fica a nossa vida? Banco não funcional, os
sistemas em funcionamento de água, paralisa tudo, a gente vai para então está aí, coisa
simples, agora imagine sistema elétrico, sistema hidráulico, transporte, fábricas, tudo parado...

Da onde vamos tirar alimento, mesmo que alguém tenha estocado algum
alimento, quanto tempo dura? Um mês, uma semana? Portanto se não recebêssemos
ajuda dos extraterrestres nós não teríamos esperança, quem não morresse na transição,
morreria de fome ou de ferimentos e coisas assim, ou de doença, enfermidade então graças a
eles seremos, como se pode dizer: colocados em boas mãos já aqui na Terra.

Mas depois que veio vida humana aqui para a Terra, nunca houve uma transição como
a que haverá agora, houve uma transição na época prá lá de pré-histórica, que o que estava na
primeira, na segunda dimensão veio para a terceira, que é a dimensão que nós habitamos
hoje, só que não tinha vida humana, depois com o passar de milhares e milhões de anos veio a
vida humana, depois que tem seres humanos aqui na Terra jamais houve uma transição
planetária como essa que vai haver. Por isso que nossa civilização não catalogou essa
transição, a civilização da terra, não catalogou, quer dizer que é inesperada, cataclismas são
÷ Acervo Aluano ÷
136
esperados... Ter um dado exato porque a nossa civilização é muito recente não existe arquivo
da nossa civilização sobre esses processos de transição, só a federação intergaláctica possui
esses arquivos.

07 - FOI DITO DAS FORÇAS NEGATIVAS QUE ATUAM NO NOSSO PLANETA NA


DUALIDADE DE TODO MUNDO TEMOS O POSITIVO E O NEGATIVO, O CARMA
PLANETÁRIO NEGATIVO VEM SENDO ATENUADO DIA A DIA PELO TRABALHO DA
GRANDE FRATERNIDADE BRANCA.

Para quem não sabe: “grande fraternidade branca é o governo espiritual da terra que é
coligado ao governo físico e espiritual do sistema solar e por diante constelatório, galáctico,
intergaláctico, interuniversal”.

Muito do que aconteceria foi perdoado em função da semente do amor impessoal


plantada no coração das pessoas no caso sem dúvida. De vários de nós, como fica a
passagem para a nova era, em função da evolução do homem e conseqüentemente do planeta
Terra.

Primeira coisa é que mesmo estando sendo atenuada, a predominância de 80% a 90%
da população terrestre ainda tem sido negativa.

Quer dizer o seguinte: tem nascido muitos seres positivos de evolução superior cujo
nível do espírito é bem mais evoluído do que os padrões da Terra, no entanto ao nascerem os
pais, a civilização, a escola, a mídia, a cultura, induz o indivíduo a viver de maneira, a pensar
de maneira, a fazer certas coisas que não são da natureza espiritual dele, mas ele faz porque
ainda não tem força interna para romper com as tradições erradas, viciadas, portanto mesmo
com o trabalho amoroso que está sendo feito e será feito até a fase da transição, apesar de se
atenuar a entrada na nova civilização será dolorosa, bom seria se tivesse 50% da população
vibrando em faixa positiva, conscientemente positiva, a transição não aconteceria como vai
acontecer, haveria intervenção extraterrestre não deixando gerar os cataclismas, portanto a
intervenção não há porque não temos mérito, mas todo trabalho que for feito será atenuante,
mas não irá mudar o doloroso que será.

Então se acabaram as perguntas, eu desejo a todos uma boa noite!

÷ Acervo Aluano ÷
137

Consciência Universalista, Meditação e Energização II – 05/06/97

A palestra de hoje versa sobre a consciência universalista. Esta consciência exige


muito respeito pela vida e muita compreensão.

“Todos nós temos a tendência natural de criticar ou condenar o que é contrário


às nossas crenças e costumes.”

Por isso, ser universalista, ou ter a consciência universalista, é algo realmente, muito
difícil. No entanto, podemos adquirir essa consciência.

Aqui na Terra, ao longo de várias civilizações que apareceram e desapareceram,


a consciência universalista tem sido uma jóia rara, dificilmente encontrada nos seres
que vivem e que já viveram por aqui. Por quê? Porque, para alguém incorporar em si o
universalismo é preciso ter adquirido respeito por si mesmo, uma auto compreensão e uma
compreensão da vida, de forma tal, que faça com que possamos conviver com as diferenças
de temperamento, de crenças, de ações e procurar o ponto de equilíbrio entre as coisas.

÷ Acervo Aluano ÷
138
Para ter-se uma idéia, a maior parte das guerras que surgiram em nossas civilizações,
surgiram porque os líderes e os habitantes dos países, dos continentes, não tinham a
consciência universalista. Se tivessem essa consciência não teriam surgido as guerras, ou
melhor, a maioria das guerras, visto que “o simples fato de alguém respeitar o ponto de vista
alheio é uma manifestação de consciência universalista”.

Se alguém nos fala algo e isso nos agride, queremos, de alguma forma, revidar e
agredir a pessoa. A agressão pode ser de ordem mental, com pensamentos depreciativos, ou
maledicentes. Pode ser agressão física, através de palavras ásperas, rudes, ou até, pode ser
por agressão corporal. Isso acontece, porque há diferenças de opinião e de vontades. Essas
diferenças não podem ser motivo de atrito, quando desejamos desenvolver uma consciência
universalista. Muitas vezes, as pessoas acreditam que o universalismo é simplesmente extrair
das religiões o que elas têm de bom. Mas a essência do universalismo não é, simplesmente,
isso.

É preciso compreender, que o fato de não tolerar a diversidade de opiniões, o fato de


condenar, de depreciar, de ironizar, de satirizar ou enfim, de ser maledicente em relação àquilo
que é diferente, anula qualquer manifestação de consciência universalista.
O universalismo adquirido ao longo de muitas e muitas vidas, isto é, tal consciência precisa
amadurecer muito para adquirir a tendências universalista.

Espíritos novos, no reino humano não têm como serem universalistas, por quê?
Porque o universalismo é desapego, também. Procurarei exemplificar um caso simples de falta
de consciência universal. Exemplo: Quando alguém demonstra um ponto de vista
extremamente racional, não é emotivo, filtra tudo pela razão, para então expressá-lo, seja
através de idéias ou de sentimentos, terá, muitas das vezes, grande dificuldade, se não for
universalista, em lidar com pessoas muito emotivas, que por qualquer coisa se perturbam
emocionalmente, que choramingam demais, que demonstram comportamento,
predominantemente, emocional. Então, há uma tendência da pessoa muito racional ser
intolerante com aquelas que são muito emotivas. Por que essa intolerância? Essa
intolerância aparece porque a pessoa se sente irritada por aquele comportamento muito
diferente do seu. Uma pessoa universalista aprende ao longo da vida, por milênios e milênios
de encarnações, a aceitar as pessoas como elas são, ou melhor dizendo, como elas estão.
Porque essa diversidade toda acontece muito em função do estar e não tanto do ser.

÷ Acervo Aluano ÷
139
Portanto, cada vez que nós nos encontramos em situações onde o meio externo, seja
uma pessoa, seja um acontecimento ou muitas pessoas serem muito diferentes de nós, e nós
procurarmos aprender algo que melhore nossa vida, através da diversidade que se manifesta
nas outras pessoas, nós demonstraremos ser possuídos da essência do universalismo. E
aquele que se torna lúcido a respeito do universalismo, torna-se consciente.

Portanto, hoje temos muita dificuldade, em nossa vida, de manifestarmos


universalismo, principalmente quando alguém ameaça a nossa vida, quando alguém
desrespeita nossa dignidade, quando alguém nos toma por algo que não estamos ou não
somos. “Muitos de nós, em vidas passadas, já lutaram por terra, por política, matando ou
morrendo nas guerras de civilizações passadas”. Até que se chega a um ponto em que
amadurecemos e compreendemos que na vida o importante é o que fazemos e não o que as
pessoas fazem.

Nós precisamos aprender a respeitar a diversidade de pensamento, de crenças,


de cor, de nível cultural, de nível social. Por quê? Porque dessa forma podemos criar uma
vida mais harmoniosa para nós, o que para a época em que estamos vivendo é bem mais
proveitoso. As guerras, como as havia no passado serão cada vez menores. Somente as
guerras locais irão continuar, até o início da transição planetária.

Mas hoje, está sendo travada uma guerra invisível. Todos a sentem, apesar de não ser
possível verem-se claramente as armas, os feridos e os mortos.

E há, também, uma guerra travada em nossa vida: é a guerra dos temperamentos
muito diferentes, que se atritam. É a guerra, em que filhos agridem os pais, e onde os pais
agridem os filhos, porque são diferentes. E por se acharem diferentes, não acreditam que
possam conviver uns com os outros. Em certos casos, realmente, não há como conviver. Mas a
parte de nós que é o nosso Ego, para conviver com os outros em uma forma de consciência
universalista, pode ser modificada. Nem sempre a solução é ficar a muitos quilômetros de
distância de certa pessoa. Muitas vezes, a solução é simplesmente deixar a pessoa falar o que
quiser, simplesmente, isso. Agora, seguir e concordar com o que as pessoas falam é uma
coisa que só nós podemos determinar, isto é, se queremos ou não queremos atendê-las,
submetendo-nos aos seus pontos-de-vista. É comum as pessoas que têm uma personalidade
muito forte impor demais o que pensam, o que sentem, no que acreditam. Nessa imposição,
sem querer, ou de forma inconsciente, massacram as pessoas que as ouvem, as que recebem
a transmissão daquele conhecimento ou daquele ponto de vista.

÷ Acervo Aluano ÷
140
E ao massacrarem as pessoas, mentalmente, verbalmente, com argumentos até
convincentes ou com agressões emocionais, verbais, a consciência universalista desaparece,
seja de quem é massacrado ou daquele que massacra. Então, é comum, ao termos nossos
pontos-de-vista questionados, através de argumentos muito fortes, serem eles abalados e não
termos mais segurança naquilo em que acreditávamos.

Outras vezes, estes argumentos contrários, apesar de não gerarem insegurança,


geram agressividade e repulsa em nós, pelo seu desrespeito às nossas crenças. Quer dizer,
nós sempre tentamos impingir mais a nossa vontade do que a outra pessoa nos impor a dela,
para que não tenhamos abaladas as nossas crenças.

No cotidiano, convivemos com nossos familiares, com os que nos são íntimos, ao
longo de dias, meses, e anos. É com eles, que precisamos exercer o universalismo. Depois, a
consciência universalista deve ser estendida para as pessoas da rua, para o trabalho, para o
meio social, em geral.

Através dessa prática constante, onde nós, ao sermos agredidos pela imposição
de alguém, simplesmente avaliamos, se devemos ou não seguir a isso? Nós temos livre-
arbítrio. Então, seja, não queremos. Não é preciso atender o que nos é dito, se não quisermos.
Também, não é necessário dizer que não concordamos, para não gerar atrito. Simplesmente,
podemos calar.

Essa história de dizer: “quem cala consente”, não é verdade. Muitas das vezes, quem
cala está poupando energias que gastaria se entrasse em atrito, visto que quem impõe não
expõe.

“Quem impõe, quer falar, quer ter a razão, não quer ouvir, não quer ter coerência,
não quer ter discernimento.”

“Quem expõe, com educação, não está determinado a querer que os outros
concordem com ele.”

Quem expõe, não impõe. Então, uma pessoa que expõe, não agride a diversidade de
opinião dos outros. Somente quem impõe é que agride a diversidade do outro. Exemplo: É
como alguém que olha para um prédio e diz que aquele prédio é lindo e quer que a gente ache
o prédio bonito, também. No entanto, essa noção de beleza é relativa. Todos sabem que a
beleza está nos olhos de quem vê e não tanto nela (na coisa), em si.

÷ Acervo Aluano ÷
141
Portanto, no que diz respeito ao relacionamento, quando pessoas e grupos adotam o
universalismo, eles minimizam, por demais, os atritos. Não digo que venham a eliminar os
atritos, visto que as pessoas se unem por afinidade, e se repelem, por antagonismo. Se o atrito
é oriundo apenas de uma parte, naturalmente, será minimizado, diminuído, e seus efeitos e
consequências, também, serão reduzidos.

Falemos, agora sobre o “universalismo religioso”. Há muitas religiões aqui na Terra.


Existem ateus que não acreditam, que exista Deus ou uma Inteligência Superior que coordene
toda a vida ou que haja um mantenedor de toda a vida. O ateu descrê de tudo que se refere
a Deus. No entanto, existe muito pseudo-ateu, que na verdade é mais religioso do que
muito religioso nominal. Por quê? Porque o importante não é acreditar simplesmente que
Deus existe, mas é muito mais importante, ‘cumprir as leis da criação’. Existem muitos
‘chamados ateus’, que têm um código de ética que muitos religiosos não têm. Quer dizer, eles
não querem causar dano às pessoas; eles querem proteger a vida; eles não querem roubar;
eles não querem ser injustos; eles não querem agredir. Não estou falando de todos os ateus.
Estou falando de alguns.

“Em todas as religiões ou determinadas classes existem as exceções”. Então,


não quer dizer que uma pessoa que siga determinada religião, seja uma representação exata
da totalidade daquela religião, não.

Qual a função das religiões? A cultura popular muitas vezes não gosta de falar em
religião. Logo, a maioria acha a pessoa religiosa alienada ou que está usando de subterfúgios
para diminuir a sua consciência em relação à culpa sobre erros cometidos ao longo da sua
vida.

A religião foi constituída, aqui, no nosso mundo, para ligar-nos ao Criador da vida, ao
Mantenedor da vida, para que pudéssemos encontrá-Lo e seguir as leis da vida, para, então,
viver em harmonia com a vida. A religião foi feita para nos ligar ao Criador Absoluto, porque nós
nos desligamos d’Ele e precisamos ser religados a Ele. No entanto, existem muitos níveis de
se religar ao Criador Absoluto. Existem níveis que são mais próximos, e existem outros, que
são mais distantes. Por serem diferentes os níveis evolutivos das pessoas, não tem, como
todos os seres humanos apresentarem o mesmo grau de evolução ou de educação.

Exemplo: É a mesma coisa como vestir uma roupa de criança em um marmanjão.


Vestindo-lhe uma roupa de criança, aquela roupa ser-lhe-á muito apertada.

÷ Acervo Aluano ÷
142
Aquele que acredita professar a religião verdadeira, que todos devem seguir, é a mesma coisa
como alguém acreditar ter uma roupa que todos devem vestir, não importando se o número da
roupa não seja o número da pessoa. Então, isso seria bastante incoerente.

Portanto, a consciência universalista é uma característica dos que já amadureceram,


dos que já aprenderam a respeitar os diferentes níveis de evolução dos seres humanos.
Portanto, existe a religião católica, que é uma das mais conhecidas no ocidente, uma das mais
adotadas. Dentro do Catoliscismo existe o praticante e o não praticante.

Há, também, o protestantismo, que é uma das linhas que se fragmentou do


Catolicismo. Há o Budismo, o Induísmo. Há muitas e muitas crenças. Temos ainda o Islamismo.
Cada uma das religiões são baseadas no conceito de amor ao próximo, de respeito à vida e na
busca de Deus. Todas as religiões são baseadas nisso.

Exemplo: Naturalmente que existe, como na Matemática, as contas mais simples para
aqueles que estão iniciando; depois virão as equações intermediárias, até chegar às equações
mais complexas, que só alguém que domine muito a matéria poderá compreender.

Seria amoroso admitir que uma criança iniciante no aprendizado das contas de
somar, soubesse resolver uma equação matemática complexa, que só alguém
frequentando Faculdade teria condições de resolver? Não é. Assim, na ânsia de, muitas
vezes, querer ter razão, e de querer impô-la, em algum assunto, acabamos agredindo as
pessoas. Devemos compreender que cada pessoa está num determinado nível evolutivo.
Muitas vezes, a pessoa quer estar num nível superior e não consegue. Outras vezes, a pessoa
não quer estar em determinado nível, mas nele está.

Quantas pessoas não dizem, assim: oh, meu Deus, se eu não tivesse essa consciência
que tenho, eu faria muitas coisas. Mas a minha consciência não me permite fazer. Essa pessoa
está num nível, em que nem sempre gostaria de estar. Porque, segundo o nível consciencial,
há certo grau de entendimento que não permite cometer determinados erros.

Aqueles que têm nível evolutivo inferior não apresentam grau de discernimento que
permita compreender que todas as religiões cumprem seu papel importantíssimo de religar o
ser humano ao Criador. Na verdade, são muitos os caminhos que conduzem ao Criador
Absoluto. Muitas vezes, alguém pode afirmar: ah, mas esse aí está indo pelo caminho errado.
Eu não posso ver isso e ficar calado. Por quê? Porque, para alguém amadurecer e perceber
÷ Acervo Aluano ÷
143
que determinado caminho não leva ao Criador, ele precisa ter percorrido muitos caminhos.
Porém, enquanto ele ainda não tiver adquirido maturidade sobre a experiência dos caminhos,
ele não terá as respostas e as certezas. Enquanto houver a dúvida, enquanto houver o desejo
de realizar uma ação, ainda não haverá condições de compreender a realidade de que tudo
leva a Deus. Portanto, se alguém está numa religião, que entendemos ser ainda muito
materialista, tenhamos paciência para compreender a importância daquela religião para a vida
dessa pessoa.

“Não existe nada neste mundo que seja inútil e que não cumpra uma função
muito amorosa e muito justa”. Exemplo: Muitas vezes as pessoas vêm os urubus
sobrevoando uma carniça e condenam os urubus por aquilo, dizendo: que coisa feia estar aí,
comendo. No entanto, eles cumprem a sua função. Se não estivessem aí, a carne em
decomposição, encheria a Terra de micro-organismos nocivos ao nosso corpo. Eles (os urubus)
podem ser repelentes, nojentos para nós, mas eles cumprem a sua função de se alimentarem
de coisas muito mais nocivas para nós.

Portanto, não é permitido que condenemos as religiões, por suas diferenças nas
crenças ou nos rituais. Se, por acaso, as condenarmos é porque ainda não temos o grau de
compreensão universalista, isto é, ainda não temos a consciência universalista.

Exemplo: É comum, muitas vezes, ouvir alguém dizer: eu estou com a verdade,
porque sou um espiritualista; eu conheço os chacras, conheço as energias, conheço o Eu
Superior, conheço a personalidade-alma, o EGO, os planos extrafísicos, enquanto que certo
religioso não conhece nada disso, e fica, aí, sendo iludido pela vida. Se eu me sentir superior
com isso, estou sendo enganado por mim mesmo. Porque existe muito mais vida onde não
vemos, do que onde vemos.

Então, quando vemos alguma coisa e pensamos que estamos vendo muito, não
estamos vendo nada. Portanto, se houvesse consciência universalista no espírito das pessoas
durante a Idade Média, a maioria das guerras religiosas não teriam ocorrido. E as guerras
religiosas, ainda acontecem hoje, aqui, e em todos os lugares. Há pessoas que assistem uma
palestra e nem sempre concordam com o que está sendo exposto e acabam se sentindo
agredidas. Não há motivo. Todos nós temos as nossas verdades. Mas existe uma verdade que
está acima das nossas verdades. Deverá ser aquela verdade imutável, aquela que ainda
precisa ser descoberta. Nós vemos apenas parte da verdade, e a descobrimos apenas em
parte.

÷ Acervo Aluano ÷
144
A partir do momento em que, no sentido religioso, aprendermos a respeitar e a ver
como é importante cada religião, principalmente para aquele que a segue, iremos conviver
mais harmonicamente uns com os outros.

Exemplo: Se encontrar um protestante, não vá pensar: nossa, eu não, eu sou


espiritualista. Este é o nosso maior erro, querer condenar os outros por não serem e pensarem
como nós. Isto é anti-consciência universalista. Eu não vejo a vida sob esse enfoque. Quem
apresenta uma consciência universalista mais ampla do que outro, tem a obrigação de
respeitar o limite consciencial do outro. Ele pode desrespeitar, mas não deve. Não se deve
forçar demais a consciência de alguém. “Cada pessoa tem o grau de sua busca”. Depende
do seu preparo para abrir mais a consciência. Ele vai e busca; pergunta e busca a informação.
A informação não pode vir muito, como se pode dizer, à força. Não devemos nos aproximar de
uma pessoa e lhe falar de certas coisas, sem que ela nos pergunte, ou sem que tenhamos
certeza da utilidade do que lhe falarmos, ou se isto lhe será benéfico. Com nossa atitude
impensada podemos agredi-la.

Exemplo simples: Digamos que alguém que acredite em vida após a morte, que tenha
contato com os planos extrafísicos, que movimente energias psíquicas, que trabalhe os
chacras, que lide com o lado esotérico da vida, e tenha contato com um religioso, uma pessoa
que na fase em que está, busque apenas o contato com o lado intelectual da religião, e lhe fale
dessas coisas esotéricas, o religioso nada disso quererá saber. Ele (o religiosos) estará
envolvido com certos dogmas da sua religião.

O dogma constitui uma cerca, uma cerca protetora. A pessoa quando aceita e defende
um dogma, na verdade ela está pondo uma proteção contra algo que possa abalar a sua fé,
abalar a sua crença. Quando alguém impõe demais para outro que tem um dogma, ela está
ameaçando a proteção da pessoa. Ela terá a tendência de agredir. Digamos que alguém bem
esotérico, alguém que tenha contato com coisas espirituais, energéticas, etc., tenha contato
com certos religiosos, estes considerarão o esotérico e suas coisas como que demoníacas. Se
o esotérico sabe que não é adequado expor tais coisas em certas circunstâncias e não as
expõe, todos podem conviver, pacificamente, ninguém impondo nada a ninguém. Na maioria
das vezes, podem, até, conversar muito harmoniosamente, e ter inclusive uma simpatia
recíproca. Mas se aquele que abriga certas crenças que o outro não aceita, abrir a boca para
expor as sua crenças, ele estará gerando atrito, imediatamente.
Sempre falei que deve-se respeitar e não expor, inadequadamente, os nossos pensamentos e
convicções, principalmente as idéias religiosas. “Expor inadequadamente é imposição”.
÷ Acervo Aluano ÷
145
Quer dizer, que numa conversa com outra pessoa, esta expõe a religião em que
acredita e você sabe que o que você defende, espiritualmente a ofende. Isso atrita a conversa,
(não é intencional, é simplesmente que a outra não aceita e não respeita) por você expor a sua
idéia, sem necessidade. Esta é uma atitude que não é universalista.

Mas quando seria necessário expor o nosso ponto de vista? Como podemos ter
esse grau de discernimento? Quando é necessário e quando não é necessário? Digamos
que será necessário expor e conversar sobre a sua Verdade, quando alguém busca saber
daquilo que você sabe. Este é o momento, em que será necessário falar, mas tudo dosado.
Exemplo: Se alguém chega com fome, e lhe pede alimento, dê o necessário para saciar a sua
fome. Não dê muito acima do necessário, porque gerará uma congestão alimentar. Nem todos
nós estamos preparados para nos alimentar de muito conhecimento. Dará uma congestão
mental. Gerará uma instabilidade mental.

Portanto conviver com familiares, companheiros, companheiras, esposas, maridos,


nem sempre é fácil. Poucas vezes os familiares estão preparados para aceitar aquilo que nós
aceitamos. É preciso respeitar os que não estão preparados e filtrar aquilo que pode ser
transmitido, porque senão, mesmo sendo verdade, causará muito mais dano do que se
ficássemos calados. Ah, mas eu descobri uma coisa que é maravilhosa. Exporei isso para todo
mundo. Isso é uma grande ingenuidade e gerará muito problema, porque precisamos respeitar
os níveis conscienciais de cada ser vivo. Demonstrar a consciência universalista é respeitar o
nível consciencial das pessoas.

Vou repetir: demonstrar a consciência universalista é respeitar o nível consciencial das


pessoas.

Exemplo: Certa vez, uma pessoa muito experiente na área espiritual, que tinha muito
desejo de sempre expor o que sabia, expôs demasiadamente o que sabia para quem sabia
muito mais do que ela, e, assim, desperdiçou tanta energia e se passou por alguém que pouco
sabe. Porque se fosse universalista, não teria desperdiçado tantas palavras e tanto
conhecimento com pessoas ou com uma pessoa que não tinha perguntado, que não tinha se
disposto a aprender ou a escutar determinadas coisas. Nós, muitas vezes, na ânsia de expor o
que sabemos, acabamos impondo e gastamos energia, tempo, esforço, oportunidades e
possibilidades, por não sabermos adequadamente transmitir o que sabemos ou o que
acreditamos saber.

÷ Acervo Aluano ÷
146
Quando alguém nos fala certas asneiras, coisas que para a gente é asneira,
procuremos entender o porquê dessa pessoa estar dizendo tanta asneira. Procuremos
compreender o porquê ela estar dizendo as coisas que diz e tolerá-las e respeitá-las. É preciso
compreender que é importante a pessoa falar sobre aquilo.

“Quem mais impõe determinadas coisas, é quem mais precisa daquilo que está
impondo.”

Quando vemos uma pessoa combatendo demais alguma coisa, digamos certo vício de
caráter ou vício de hábito alimentar ou corporal, ela, no mínimo, ainda é escrava dessas
tendências ou já foi num passado recente. E, assim, ao falar, ao exteriorizar o seu pensamento,
de forma enérgica, muitas vezes, até desrespeitosa, acaba por saciar em si e fortificar em si a
crença naquilo de que tanto fala. Quer dizer, geralmente, quando impomos algo, é porque
aquilo não está muito fixo em nós, não está ainda cristalizado em nós, estamos fortalecendo
aquilo em nós.

Portanto, cada vez que vemos alguém falar, insistentemente, sobre algo, podemos ter
certeza que se é falado de forma desnecessária, é porque aquela pessoa é quem mais está se
beneficiando com o que fala. Exemplo: É como, quando a gente pretende fazer alguma coisa,
e falamos para um amigo o que iremos fazer. Aí, você fala para outro amigo, que vai fazer isso.
Você se escuta tanto, que acabará fazendo aquilo. Você acaba tendo forças para fazer o que
diz, isto é, aumenta mais a sua força de fazer aquilo. Se houver inveja, aí, se falar com outros,
dificulta o processo de se fazer algo. Então, no caso dos invejosos é melhor não falar nada,
porque a inveja gera formas- pensamento negativas. Essas formas-pensamento são projetadas
para a aura da pessoa e toda vez que a pessoa pensa em fazer certas coisas, essas formas-
pensamento criadas pelas pessoas invejosas que não querem que ela faça, a envolvem,
‘amarrando’ o processo da realização. O poder da inércia, assim criado pela inveja, aumenta
muitas vezes. A pessoa não consegue realizar os movimentos corretos para a realização.

Então, toda a vez que pensa em fazer algo, não consegue, porque existem muitas
pessoas desejando que ela não realize. Ela precisará aumentar muito mais a sua força para
fazer o que deseja. Assim, quase sempre, quando ouvimos alguém falar insistentemente, e
desnecessariamente sobre algo, é porque ela ainda não acredita naquilo, isto é, no seu projeto.
Ela precisa ter certeza daquilo ou dominar aquela área.

“Portanto, quem mais reprime é quem mais precisa ser reprimido.”

÷ Acervo Aluano ÷
147
Na verdade, ele está reprimindo no outro o que está reprimindo em si mesmo.
Abordemos o vício. Qual a utilidade do vício? A utilidade é ver e sentir, que ele gera muito
sofrimento e que é melhor não tê-lo. Mas, ele só saberá que é melhor não tê-lo, quando o tiver
por um longo tempo e os danos forem muito maiores do que o prazer, que proporciona. Quer
dizer, se o sofrimento for maior do que o prazer proporcionado pelo vício, ele – o sofrimento -
faz com que a gente amadureça e abandone o vício.

A consciência universalista é algo tão simples, mas tão maravilhoso, que faz com que
as pessoas se unam. Ela é o ponto de coesão. É onde a adversidade faz as forças se unirem.
Exemplo: É a mesma coisa, que, se numa empresa todo o mundo fosse chefe; já imaginaram
a bagunça que seria? Ou, se todo mundo fosse, digamos, empregado ou subalterno, sem
nenhum chefe? Ninguém tomaria decisões ou todos quereriam tomar decisões.

Portanto, é preciso respeitar a diversidade que forma a unidade. Ao respeitar esta regra
ou lei, nós aprendemos a criar harmonia. É difícil. Bem sabe disso, quem tem que conviver com
alguém todos os dias, ou com várias pessoas, que têm pontos de vista diferentes.
Temos, muitas vezes, a tendência em querer que as pessoas pensem como nós, sejam como
nós. Mas isso não é possível.

Os seres, quando vão evoluindo, vão perdendo a sua individualidade. Simplesmente,


vão aprendendo a respeitar cada vez mais a diferença que há no outro. Então, se uma pessoa
gosta de vermelho, adora vermelho e o outro gosta de preto? Que mal há nisso? Ah, não, eu
não vou ficar com aquela pessoa, porque ela só gosta de falar desse tipo de coisa, de falar
palavrão. Não quero nem chegar perto daquela pessoa. Eu passo a quilômetros de distância.
Então, quando alguém dentro dessa diversidade de conceitos e práticas faz algo destrutivo,
não será o que faz algo de construtivo que irá corrigi-lo, e, sim, as leis de ação e reação.

“Quando evoluirmos, aprenderemos isso: não somos nós que educamos as


pessoas. São as leis que educam as pessoas. As leis são vivas e inteligentes e não
erram de endereço, como são as leis do carma, por exemplo.”

Portanto, a consciência universalista respeita tudo e todos. No entanto, há certos


limites. Por exemplo: uma pessoa que preza muito sua saúde, mas tem um amigo, ou um
conhecido ou um colega que não preze tanto e tem um hábito de fumar. Digamos, que ainda é
um hábito, não é um vício.

÷ Acervo Aluano ÷
148
Hábito? Porque um hábito é classificado como algo que não cria dependência e a
pessoa pode modificar facilmente. Vício? Quando a pessoa já não pode mais parar facilmente,
já é um vício. O que significa parar facilmente? A partir de agora não quero mais fazer
determinada coisa e não a faz mais. Isso é um hábito. Ah, eu quero parar, mas eu não consigo,
isso já não é mais um hábito, deixou de ser um hábito e passou a ser um vício. Quer dizer, é
algo, que gerou dependência. Trata-se de algo, que controla o comportamento da pessoa.
Então, quando a pessoa controla o que faz, será um hábito e não vício. Será um vício, quando
a pessoa é controlada pelo que faz. Essa é a diferença.

Exemplo: Digamos, que uma pessoa fume. Se ela encontrar outra pessoa que não
fume e não respeitá-la e ficar fumando perto dela, jogando fumaça ao ar, a outra pessoa pode
se considerar prejudicada. Não será falta de consciência universalista o fumante ter contato
com outra pessoa, que seja fumante, também. O respeito existirá quando não somos atingidos
com a ação do outro. Atingidos, que eu falo, é de uma forma que não temos como nos
proteger. Então, se alguém faz algo que nos prejudica e não podemos nos proteger, isto é, não
temos meios de neutralizar o dano que aquela maneira de ser daquela pessoa nos causa,
então não temos como conviver com aquela pessoa. Se a convivência com outras pessoas é
obrigatória de forma tal que não dependa de nossa vontade, haverá aspectos cármicos
envolvidos, ou cumprimento de uma missão ou pode representar uma prova, fatos esses, que
precisam ser analisados.

Exemplo: Digamos que certa pessoa está falando de política e a gente não goste de
política. Ela está falando, que fulano de tal, político sicrano está fazendo determinadas coisas
com a qual não concorda e nós escutamos, tranqüilamente, sem nos envolvermos, sem dar
muita importância ao fato, mas escutamos, com respeito. Por outro lado, também, não
colocamos lenha na fogueira; isso é consciência universalista. Se uma pessoa começa a falar
de política e exigir de nós participação, nós não precisaremos pegar uma bandeira para fazer
passeata. Nesse caso, se não concordamos, não é falta de consciência universalista, não.
O universalismo respeita a ação do outro, mas não apóia ou incentiva ou participa da ação do
outro. Quer dizer o seguinte: uma pessoa, digamos, no sentido religioso, pode respeitar uma
religião. Mas o fato de respeitar, não fará com que ela seja obrigada a participar daquela
religião. Ela até pode ir, se quiser. Muitas vezes, quando a pessoa tem uma consciência
universalista, ela visitará aquela religião, pois sabe que é importante para a outra pessoa, ela ir.
Não lhe custará nada nem lhe causará nenhum dano. Ah, eu vou. Não tem problema. Será
importante para a outra pessoa e não lhe causará dano. Ela irá por amor que tem pela outra

÷ Acervo Aluano ÷
149
pessoa e não por causa daquilo, de uma pseudo-verdade, que já não representa mais nada
para ela.

“Portanto, a consciência universalista é uma verdadeira diplomacia espiritual,


sem hipocrisia.”

Mas, muitas vezes, a pessoa finge estar, diplomaticamente, lidando com a diversidade
de opiniões, mas por dentro rumina e remói pensamentos feios. Aí, não adianta nada, porque
está infringindo a lei, gerando atrito. Os nossos relacionamentos não podem gerar atrito, de
forma alguma, principalmente para quem quer ter ou desenvolver uma consciência
universalista.

Retomando o ponto da necessidade de termos discernimento, a consciência


universalista não nos obriga a agir de acordo com o que as outras pessoas queiram, isto é, que
nós ajamos de acordo com suas imposições e desejos e a gente vá lá e faça exatamente o que
eles queiram, não. Então respeitar a diversidade de opinião de outrem, não é querer encampar
essa opinião ou atender os desejos dos outros.

No entanto, poderemos observar uma coisa, que os que desenvolvem em si a


consciência universalista, escutam e respeitam o ponto de vista alheio. Mas você observará,
também, que as outras pessoas nem sempre respeitam o seu ponto de vista.

Darei um exemplo simples, simplíssimo, para quem está no caminho da introspecção.


Introspecção? Quer dizer: conhecer-se a si mesmo, é desenvolver a consciência universalista.
Muitas vezes, na família, você acorda num certo dia, e você estará mais introspectivo naquele
dia. Quer ficar caladinho, quieto. Não quer ficar conversando. Muitas vezes, você está assim
tão compenetrado que não quer nem explicar o porquê de estar compenetrado e as pessoas
ficam pensando que você, por estar calado, está mal humorado ou está com raiva de alguém,
com alguma coisa contra alguém, isto somente, porque você está introspectivo, quieto.
Quando alguém fala, nós podemos ter o grau de universalismo para respeitar, escutar e não
nos chatearmos, quando alguém fica lá falando ‘abobrinha’, falando besteiras que não são
importantes para nós, mas que respeitamos, não falando para a pessoa: “cale a boca, fique
quieta”.

Então deixe a pessoa falar, falar, falar, falar. Se você se cansar, afaste-se; vá fazer
outra coisa, mas não fale para a pessoa se calar. No entanto, quando você cala e fica muito
calado, a pessoa pensa que você está com alguma coisa contra ela. Geralmente está
÷ Acervo Aluano ÷
150
chateado, está ressentido com algo, e aí te cobram para falar alguma coisa. Assim, sorria,
mostre os dentes, alegremente.

“Então, ter consciência universalista significa, que mesmo quando alguém está
calado, quieto, a gente respeite a atitude do calado”. Ah, mas eu estou com sentimento de
culpa. Vá, que eu falei alguma coisa, de que a pessoa não gostou e ela está chateada comigo.
Nós temos essa tendência. Porque a gente erra tanto, que nem sempre sabe onde é que errou
e quando errou. Então, simplesmente, é necessário procurar não errar tanto, diminuir o
aspecto do erro.

“Portanto, quanto mais nos vigiamos, menos nos impomos”. Assim, se nos
vigiarmos, nada teremos do que sentir culpa, nada. Por quê? Porque a gente vasculha, a
gente vê porque a pessoa está calada; a gente se pergunta, se fez alguma coisa de errado?
Não, não fiz. Então ficarei tranquilo. A gente deseja que as pessoas exponham aquilo que nós
queremos. Isso é que dificulta muito a consciência universalista.

Por que a gente espera que as pessoas nos apoiem? Para quê? Para que não
sintamos remorso de alguma coisa e não nos causemos dor, porque o remorso gera dor, o
sentimento de culpa gera dor, e nós queremos aliviar a dor.

Muitas vezes, somos gentis com alguém, não por amor, mas sim para aliviar a própria
dor; isso não faz parte da consciência universalista. Então alguém está calado perto de nós,
não quer falar. Respeite o silêncio da pessoa, isso é fundamental. Nós aqui, principalmente,
aqui no ocidente, temos uma cultura diferente.

Em vidas passadas eu já estive lá no lado do oriente. A cultura lá é muito diferente;


muito diferente mesmo. Aqui, no ocidente, não costumamos respeitar muito as outras pessoas.
Lá eles respeitam mais a outra pessoa. Quer dizer o seguinte: Aqui temos muita cobrança para
o que as pessoas fazem ou não fazem. Se alguém está calado a gente nem sempre respeita,
porque fica com sentimento de culpa, ou se sente agredido. Se a pessoa fala demais, a gente
nem sempre respeita, porque acha que a pessoa está nos perturbando. Se a pessoa é
imprudente, nós a condenamos porque ela é imprudente. Quantas vezes, a gente no trânsito,
condena alguém. Condenamos aquela pessoa que deixa o carro em fila dupla e a gente quer
sair, mas não acha o dono do carro para a gente sair. Quantas vezes condenamos a pessoa
que comete certos erros, pensando como é que ela pode cometer esses erros? Errar aqui, é
tão comum. Existem diferentes níveis de erro. Nós erramos, muitas vezes, ao falarmos acerca

÷ Acervo Aluano ÷
151
de coisas que eram inadequadas para serem ditas em determinado momento. A questão é que
a gente acha que esse erro é mais merecedor de perdão do que a pessoa que agride
fisicamente alguém. Então, a gente só olha o erro do outro. Mas a consciência universalista é
imparcial, nós vemos as pessoas como iguais

.O que significa sermos iguais? Iguais nos direitos e nos deveres. Mas nem sempre
o direito pode ser manifestado e nem sempre o dever pode ser cumprido. Como eu já disse em
outras ocasiões: uma pessoa, muitas vezes, pode fazer determinada coisa, mas não deve.
Outras vezes, a pessoa deve fazer determinada coisa, mas nem sempre pode, porque
inúmeras vezes está impossibilitada, por muitas razões e causas involuntárias.

Mas a consciência universalista sempre vê a situação de forma muito respeitosa,


compreensiva, tolerante, e tranqüila. Essas são as qualidades básicas da consciência
universalista. Alguém que chegue até nós e pergunte algo, tem o direito de ouvir a resposta. Se
alguém chega e nos pergunta algo, e não nos predispomos a responder, não demonstramos
consciência universalista. Se nós prometemos para determinada pessoa responder certas
coisas, quando solicitados, e a pessoa ao perguntar, nós falarmos, assim: ah, não quero
responder. Nós não estamos no nosso direito, porque havíamos prometido, previamente,
responder sobre o assunto. Então, estando em débito, temos que responder. Na hipótese de
não ter havido promessa de resposta, não somos obrigados a responder, quando perguntados
a respeito de qualquer assunto. Só que a nossa cultura não respeita muito isso. Por quê?
Porque a nossa cultura segue muito a inconsciência. As pessoas fazem determinada coisa e
não sabem porque fazem. As pessoas agem com os outros e não sabem porque agem. A
noção de direito e dever não é muito clara na nossa cultura. Quer dizer, que na nossa cultura,
por exemplo, falar a verdade é algo muito difícil. Porque temos a tendência a nos ofender muito
facilmente. Mas, em algumas circunstâncias, a verdade precisa ser dita, porém, de forma
amorosa, respeitosa e suave para minimizar prováveis ofensas que algumas pessoas sentirão.

Então, no meio em que vivemos, uma pessoa chega e nos pergunta algo, mas nós não
queremos nos envolver com conversa. Podemos, amorosamente, desviar o assunto sem
desrespeitar a pessoa. Isso é fundamental. Primeiro, porque para termos respeito por alguém,
precisamos ter respeito por nós mesmos.

Muitas vezes, nós não queremos fazer determinadas coisas, mas as pessoas nos
forçam a fazer. Nos forçam, por que? Porque, se não fizermos, pensamos assim: ah,
ofenderemos a pessoa. A pessoa ficará ressentida, porque eu não posso fazer. Não, isso não é

÷ Acervo Aluano ÷
152
universalismo. Isso não é ser tolerante. Isso é ser conivente, e não respeitar a si mesmo.
Nós só aprenderemos a respeitar o próximo, se nos respeitarmos primeiro.

O que é o próximo? O próximo é aquela pessoa que convive constantemente com a


gente. É aquela pessoa que a gente nunca viu antes e encontra ali, esse é o próximo. Nós só
aprenderemos a respeitar o próximo, quando aprendermos a respeitar a nós mesmos.
Sem respeito, não há universalismo. Então, se nós pensamos, que temos o direito de seguir
determinada coisa na vida, de ter conceitos e crenças, porque não permitir esse mesmo direito
aos outros. É simplesmente isso. O universalismo está nisso. Ah, mas essa pessoa acredita
saber demais, muitas vezes é arrogante e me humilha. Quer dizer, ela me acha uma besta. Ah,
vou baixar o orgulho dessa pessoa. Não, as leis de ação e reação é que educam as pessoas.
Não seremos nós que educaremos e repararemos os conceitos de alguém, para que através
disso nos sintamos melhores, porque tentaram nos menosprezar. Isso não é universalismo.

Muitas vezes, nos meios espiritualistas há pessoas que precisam de ajuda, mas
pensam: ah, eu não vou procurar ajuda de ninguém. Eu conheço líderes, que realizam
atividades espirituais e que muitas vezes precisam da ajuda de outras pessoas, mas não tem
humildade suficiente para pedi-la aos outros. Esses líderes pensam: ah, eu não vou pedir,
porque a pessoa sentir-se-á superior a mim. Isso é o que muitos pensam. Mas isso não é
consciência universalista. Quem tem a consciência universalista não separa, mas une forças.
Não quer dizer que vá ficar lá, juntinho, um com o outro, não. Não quer dizer, que seguirá o que
o outro prega, não. Quer dizer, simplesmente, que compreenderá e respeitará a opinião e as
crenças dos outros. Então é fundamental na consciência universalista, respeitar as crenças de
alguém. Em síntese é isso. Uma vez que respeitemos os outros, será maravilhoso.
Maravilhoso, por quê? Porque iremos ter amigos para sempre. É, para sempre.
Exemplificando, você pode ter um amigo, que fazendo coisas com as quais não concorde, mas
mesmo assim nutrirá por ele um grande sentimento de amizade.

Quer dizer o seguinte. Você pode encontrar aquela pessoa depois de anos e continuar
sua amiga. Você pode passar 10 anos sem ver aquela pessoa, e no dia em que estiver
andando numa rua e ver aquela pessoa, você não vai atravessar a rua, como que fugindo, e
olhar para o outro lado, como acontece muitas vezes. Aquela pessoa não acredita no que eu
acredito, então eu não quero nem passar perto. Isso eu vi aqui em Brasília, mesmo. Acontece
demais. Aqui, em Brasília há muita gente de fora, que desenvolveu um certo individualismo
frio. Aí, muitas vezes, as pessoas evoluem e mudam de crença e passam a não acreditar mais
em determinados aspectos que acreditavam antes, onde conheceram certas pessoas. Depois
÷ Acervo Aluano ÷
153
de alguns anos ou algum tempo encontram essas pessoas do passado na rua, viram o rosto
para o outro lado e fazem de conta que não estão vendo. Isso é tão triste, é muito triste. Aí, a
pessoa sai correndo, ei, ei, olha eu aqui. Esses fatos acontecem e são tristes demais. A
consciência universalista não tem disso, não. Quando acontecem essas coisas é porque há
desrespeito. Não está havendo compreensão necessária, para a continuidade da amizade.

Não é maravilhoso, depois de tantos anos, encontrar pessoas de antigas crenças?


Falar: Ah, está tudo bem com você? Mesmo que uma pessoa exponha numa mini palestra o
que sabe sobre determinada coisa, e você não concorde, tudo bem; respeite. Conceda a
oportunidade para aquela pessoa reforçar aquilo em que ela quer acreditar. Mas, também, não
se sinta superior à pessoa palestrante. Caso contrário você estará alimentando seu ego, e
dificultará o convívio.

Quanto mais o ego cresce, mais o orgulho e a vaidade crescem. Isso atrapalha a
consciência universalista. Por quê? Porque a vaidade é um sentimento negativo, onde eu
quero ser mais do que aquela pessoa. Orgulho? O orgulho é eu acreditar ser mais do que
aquela pessoa. Então, o que a outra pessoa sabe eu sei mais. Se eu não sei, fico chateado e
vou querer aprender mais para poder vencer o outro. Isso é vaidade e orgulho.
Quem quer ter consciência universalista não pode adotar esse tipo de comportamento para a
vida. A consciência universalista faz com que uma pessoa possa conviver com os mais
diferentes meios de níveis conscienciais, sem se atritar com nenhum deles. Há pessoas que se
eu falasse a elas o que falo numa palestra, não iam querer me ver nunca mais, isto é, se eu
falasse no dia a dia. Mas, não é necessário falar. Para quê, eu vou falar? Certas pessoas não
acreditam e condenam totalmente esses conhecimentos. Então, por que iria falar se não tem
utilidade?

No entanto, se eu encontrar uma dessas pessoas em uma palestra minha, eu não


cancelarei a palestra, porque a pessoa está na palestra. Esse é o ponto. Quando precisamos
fazer algo, de fato, faremos. Mas, quando não é necessário, não faremos. Se soubermos que
algo agredirá determinada pessoa, não é necessário externar o nosso conceito, a nossa
crença. Não o faremos. Isso é consciência universalista.

Exemplo: Se uma pessoa pede luz, e a gente acende uma luz forte demais, nós
ofuscaremos a pessoa, nós a cegaremos. Se acendemos a luz, na proporção certa, isto é, no
grau necessário à sua evolução, ela segue o caminho iluminada. Portanto, dentro dos aspectos
da consciência universalista, todos nós podemos solucionar os mais diversos problemas de

÷ Acervo Aluano ÷
154
relacionamento. Onde houver atrito, o seu motivo será a diversidade por imposição de
opiniões. É a diversidade de opiniões, que por imposição, impossibilita a convivência pacífica.
Porque não há ninguém aqui que não sofra, todos os dias, algum tipo de imposição. É
imposição de alguém que quer que a gente acredite. É a imposição de alguém que cobra de
nós um comportamento diferente do que temos. A maioria das pessoas age de uma forma e
quer que a gente aja da mesma forma, seja no jeito do corte do cabelo, da roupa que vestimos,
etc. Tudo isso não importa. No entanto, “cortar o cabelo sobre a sopa que a outra pessoa
come, isso importa”.

Sempre é preciso cuidado com aquilo que atrita com a vida de outras pessoas. Não
atritou, não haverá problema algum. Ah, existem pessoas com o vício da maledicência, falando
mal de outros. Exemplo: Digamos, que no trabalho, uma pessoa esteja falando mal de um
funcionário, e destilando veneno, numa conversa empolgada, e você fique calado, silencioso,
só ouvindo. A pessoa percebe que você não está concordando com ela. Ela fica meio indecisa,
porque você, também, não está contra-argumentando. Então, para descobrir se você está ou
não concordando, a pessoa tem a tendência de dar aquele famoso sorriso conivente.
Como é o sorriso conivente? Alguém fala uma coisa e depois olha para você para ver se você
sorri e fizer assim também... Se a pessoa vê que você não deu apoio, há a tendência de se
chatear. Mas, mais vale a pessoa se chatear, do que você fazer algo que não quer.
O problema é que nós somos viciados. Quando falo nós, é a nossa cultura, que é viciada em
barganhas. Você concorda comigo agora, eu concordo com você depois. Isso é uma barganha,
um negócio. A coisa não é tão explícita assim, mas é uma coisa informal, quase que instintiva.

Então, você sabe que se não concordar com aquela pessoa, ela poderá não concordar
contigo, quando você precisar que alguém concorde contigo. Tem tudo isso implicado!
Portanto, é preciso avaliar muito bem as situações envolvidas.

A consciência universalista, também, é desapego. Você vai ter que se desapegar de


muitas coisas. Porque há o famoso “rasgar de seda”, não é? Uma pessoa enche o teu ego e
você enche o ego dela. Logo os dois estão flutuando no ego. É, tem isso, também? Porque,
quando alguém é maledicente com outra pessoa, se você der apoio, saberá que quando, por
sua vez, destilar veneno contra alguém, haverá alguma pessoa para ajudar a formar as
cobrinhas de ‘formas-pensamento’. Portanto, é necessário desenvolver uma noção de não ser
conivente e participante. Farei uma rápida comparação.

÷ Acervo Aluano ÷
155
Exemplo: Conheci uma pessoa que trabalhava num setor, onde havia um tremendo
chato, que vinha com conversas que não tem nada a ver, e outras brincadeirinhas. Muitas
vezes a esposa ligava e ele tinha a mania de fazer piadinhas e isso foi chateando a pessoa.
Ela me perguntou o que deveria fazer? Dei as alternativas: não lhe falei o que devia fazer.
Cada pessoa precisa saber o que fazer. Mas eu dei as alternativas do que poderia fazer. Ela
que escolhesse o melhor caminho. E o caminho que ela escolheu foi o de demonstrar para a
pessoa que não estava gostando da maneira como estava sendo tratada. Então, quando a
pessoa tornou a fazer outra brincadeira, ela demonstrou repulsa, respondendo com certa
energia. Não foi violento. Não foi desrespeitoso. Não foi agressivo; foi apenas enérgico,
utilizando o seu direito. Demonstrou para a pessoa que não estava gostando daquele tipo de
brincadeira. A pessoa chata, no caso, ficou duas semanas sem chegar perto e nem fazer
brincadeiras. Chateou-se, por sua vez. Depois de duas semanas sem conversar com a outra
pessoa, ela voltou gradativamente a ter contato. Só que aí, não era mais com aquelas
brincadeiras. Não era mais com aqueles comportamentos desrespeitosos com a outra pessoa.
Se nós não soubermos impor limites aos outros, sofreremos com eles. Há pessoas que não
tem noção de limites, e poderão nos desrespeitar ao extremo. Naturalmente, quando não
temos o poder de mudar isso, precisamos ter tolerância com o desrespeito dos outros. Mas,
quando temos o poder de mudar, devemos mudar e nos impor.

Mais vale ter uma pessoa que não fale contigo, do que ter alguém que fale
demasiadamente coisas prejudiciais. É preciso ter respeito próprio. Mas, na ânsia de ter
respeito próprio, não se pode desrespeitar os outros. Ter consciência universalista é
complicado, tendo em vista as grandes variações que a vida nos apresenta. Ela parece simples
em síntese. Para entender as múltiplas variáveis da vida, é preciso um estudo mais contínuo e
profundo. Não será numa simples palestra que se entenderá as muitas variáveis implicadas.
Pode-se, até, pegar a síntese. Convém estudar bem o assunto para compreender a
consciência universalista, que nada mais é do que uma tolerância profunda adaptada e
adequada ao nosso viver diário, para que este se desenvolva em amor e simpatia, dando nos
paz e tranquilidade.

Meditação:

Agora relaxemos, a fim de nos preparar para a meditação. A meditação que faremos
hoje é uma repetição da mesma técnica que foi dada há algum tempo atrás. No entanto, dessa
vez farei um aviso que não foi feito na vez anterior. Pela presente técnica, qualquer bloqueio na
região do coronário poderá ser rompido bruscamente, podendo gerar uma leve dor de cabeça,
÷ Acervo Aluano ÷
156
que passará rapidamente. Se alguém estiver com qualquer bloqueio energético na região do
frontal, do laríngeo, e do coronário, ao executar a técnica aqui recomendada, desbloqueará as
energias. Quer dizer, a técnica da meditação incentivará o desbloqueio. O fluxo da energia, ao
forçar o desbloqueio, pode gerar dor corporal que será passageira; ela não persistirá. A técnica,
em si, não gera dor. O que pode gerar dor é o desbloqueio que porventura ocorra na pessoa se
o bloqueio existir e for rompido muito bruscamente, o que não deve ser motivo de
preocupação. Essa técnica pode ser feita todos os dias num período máximo de 5 minutos.

Não recomendo esse exercício para quem já não vem praticando comigo as meditações há
algum tempo. A pessoa não deve praticar esse exercício por mais de 5 minutos por dia. Caso
pratique mais de 5 minutos por dia, criará uma pressão na cabeça que gradativamente poderá
ir aumentando, gerando uma dor de cabeça desagradável. Se o exercício for de 5 minutos
diários, os centros de força adaptar-se-ão à voltagem crescente de energia que circulará pelo
corpo. Isso fará com que não haja nenhuma dor.

Exemplo: O problema é semelhante ao que a gente tem, quando pega uma lâmpada
de uma voltagem de 100 W. e coloca em uma voltagem muito maior do que suporta. Ela
queima. Mas a lâmpada do corpo tem uma capacidade incrível de adaptar-se a qualquer
voltagem, desde que ela (a voltagem) for gradativamente subindo e não subindo bruscamente.
É como aquela lâmpada, em que vai-se graduando a luminosidade com o interruptor. A
lâmpada do nosso corpo se comporta assim, mas não pode ser de maneira brusca.

Essa técnica auxilia a nossa evolução. Imagine a evolução como o seguinte: Nós
temos dentro de nós, no centro cardíaco – sobre o coração - um centro de força, chamado de
centro de força do coração ou cardíaco, ou ainda, de chacra cardíaco.
Quando determinada pessoa entra no reino humano, apresenta o centro de força do coração e
outros girando numa determinada velocidade. Cada giro é registrado no núcleo do centro de
força. Para cada pessoa esses centros de força giram com velocidades diferentes...

Quanto mais evoluída for a pessoa, maior será a velocidade dos giros dos centros de
força. Quando a pessoa morre fisicamente, essa contabilidade de giros vai para o corpo astral.
Se a pessoa morre astralmente, vai para o corpo mental. Se a pessoa morre mentalmente, vai
para a essência.

÷ Acervo Aluano ÷
157
Ao nascer, a pessoa renascerá em corpos mentais, astrais e físicos, mas a
contabilidade dos giros dos centros de força (chacras) continuará a mesma de quando ela
morreu. Quer dizer, transfere-se dos corpos mais sutis, para os menos sutis (mais densos) o
quantitativo numérico dos giros de cada chacra.

Se acelerarmos os giros dos chacras (da forma comum para a mais rápida)
aumentaremos com isso nossa evolução. Por quê? Porque quanto mais rápido o giro do
chacra, tanto mais se amplia a nossa consciência e uma consciência amplificada amadurece
mais rápido do que uma consciência fechada, uma consciência limitada, pequena. Por isso
essa técnica é tão fantástica, porque trabalha a aceleração evolutiva.

A cultura hindu, ou melhor, a religião hindu, a dos yogues estuda muito sobre essa
técnica. Essa meditação foi por mim aprendida, em encarnações anteriores, há alguns milênios
atrás, lá na Índia, na região do Tibet. Lá é muito usado esse método pelos yogues, para fins de
meditação, porque através dessa técnica pode-se acelerar o nível consciencial, isto é,
incrementar o nosso nível evolutivo. Então, quem quiser praticar essa técnica pode praticar.
Quem não desejar, pode apenas apreciar. Para quem incrementar o nível consciencial
desenvolverá determinados comportamentos antagônicos, que precisam ser trabalhados,
convenientemente.

Essa técnica só é recomendada para quem quer acelerar o nível evolutivo, para quem
já está trabalhando o lado do seu comportamento, o seu lado consciencial.
Se uma pessoa leva uma vida muito desregrada, e não quer se educar e faz essa técnica, é a
mesma coisa de tomar um estimulante e um calmante ao mesmo tempo. Não será muito bom.
Quem não segue um processo evolutivo, e utilizar essa técnica terá suas emoções muito
amplificadas, e mais difíceis de controlar.

Vamos à técnica:

Peço a todos que relaxem as pernas e os braços. Procurem respirar de forma suave.
Não será necessário transformar a respiração em algo profundo e incômodo. Somente
suavizem a respiração. Fechem os olhos; se preferirem podem permanecer com eles abertos;
não fará diferença. Façam uma convergência dos olhos fechados para o centro da testa, como
se fossem olhar para o meio das sobrancelhas dentro do crânio.

Agora baixem os olhos (como num olhar normal- para a frente – mas de olhos
fechados) e façam nova convergência. Façam umas dez vezes essa convergência, baixando
÷ Acervo Aluano ÷
158
os olhos e fazendo os convergir para o centro da testa, entre as sobrancelhas; umas dez
vezes. Façam isso suavemente.

Depois visualizem uma estrela aparecendo no centro da testa, uma estrela de luz, um
sol, uma miniatura de sol. De olhos fechados, relaxem os olhos. Visualizem esta estrela no
centro da testa. A metade da estrela está dentro da testa e a outra metade está fora. Coloquem
a língua encostada no céu da boca. Visualizem que a estrela desce da testa para o céu da
boca, entra pela língua, desce pelos pulmões, vai para a coluna vertebral, e vai até a base da
coluna vertebral.

Agora, mentalmente, façam o movimento inverso. Suavemente, façam subir a estrela


pela coluna vertebral, passando pela região do umbigo, do estômago (plexo solar), do
cardíaco, do laríngeo, do frontal até o coronário. Desçam a estrela, novamente, pelo céu da
boca, passando pela língua, indo para a coluna vertebral, de onde desce até a base da coluna.
De lá, sobe novamente até o topo da cabeça, repetindo-se o movimento de descida e subida
por uma série de vezes (umas 10 a 15 vezes ou mais), formando um circuito de energia.

Esta técnica é chamada de “Circulação de energia” - Um sol dourado visualizado


sobre a cabeça

Visualizem agora um sol dourado, flutuando um palmo sobre a cabeça. A energia,


anteriormente visualizada na Estrela, sobe pela coluna vertebral, vai até o topo da cabeça,
saindo pelo topo da cabeça, onde visualizem um botão de rosa. Esse botão se abre e de
dentro dele aparece uma rosa aberta, donde sai uma energia que é como a energia elétrica.
Esta energia vai para o sol dourado, acima da sua cabeça. Depois desce do sol, entra pelo
topo da cabeça, desce pela coluna vertebral, vai até a base da coluna, sobe agora pelo topo da
cabeça, e entra no sol que flutua. Sintam a energia subindo e descendo; ela atua como um
magnetismo. Sintam uma pressão magnética, como um ímã, circulando dentro do corpo,
suavemente.

Dedos das mãos entrelaçados sobre a cabeça:

Entrelacem os dedos das mãos e toquem com as palmas das mãos o topo da cabeça e
façam uma suave pressão, pulsando, apertando suavemente o topo da cabeça e soltando;
apertando suavemente, e soltando. Memorizem a pressão, o apertar suave. Sintam a pressão
na cabeça; soltem a pressão.

÷ Acervo Aluano ÷
159
Procurem sentir como se houvesse uma pressão de dentro para fora, de baixo para
cima na cabeça. A pressão vem de fora para dentro, de cima para baixo, na cabeça. Soltem a
pressão de baixo para cima, de dentro para fora. Apertem a pressão de fora para dentro, de
cima para baixo. Soltem e apertem.

Visualizem, agora, que a energia sobe, e quando chega no topo da cabeça você solta a
pressão, e a energia sai, indo até o sol. Ao descer, você faz a pressão. A energia entra pelo
topo da cabeça vai até a base da coluna vertebral. Ao subir, você solta a pressão. Ao descer,
novamente, baixe as mãos. Não se pode forçar muito, porque senão a energia fica muito
estimulada. Deve ser o suficiente para sentir a pressão.

Visualizem novamente, a energia subindo até o topo da cabeça, de lá saindo, para ir ao


o sol. Você sente a pressão. Quando a energia desce, você sente a pressão. Quando a energia
sobe, a pressão é de baixo para cima; quando desce, é de cima para baixo. Cessemos, agora,
esta visualização.

Se alguém sentiu alguma espécie de descarga elétrica suave no cérebro é natural.


Aproveitemos a vibração ambiental, que melhorou muito, para fazermos o exercício de
Energização.

Energização dupla:

Hoje nós vamos fazer uma energização direcionada para a vibração. Faremos em duas
etapas de energização.

A primeira limpará o corpo; a segunda energizará o corpo.


Outra coisa que preciso mencionar. Só faz o exercício quem quiser. Não há obrigatoriedade, ou
pensar que se não fizer, (como muitas vezes acontece, quando se vai a determinados lugares,
onde as pessoas fazem coisas, e a gente não quer fazer e tem que fazer para não ficar
envergonhado), fica chato. Se não quiser fazer o exercício, não será preciso. Os demais farão
o exercício.

Peço que façam a emissão de um mantra – 7 vezes. Demonstrarei como se pronuncia


o mantra.

Mantra é uma palavra sonora que liga os nossos chacras, a nossa consciência a
determinada frequência de energia que o Criador Absoluto criou no Cosmo. Então,

÷ Acervo Aluano ÷
160
quando pronunciamos um mantra, nós nos transformamos, numa antena receptora. O mantra
nos sintoniza, pois nós já somos uma antena. O mantra nos sintoniza com certa frequência. A
frequência desse mantra é uma das primeiras frequências ou das mais elevadas dos mundos
da forma. No entanto, ele precisa ser bem pronunciado, caso contrário ele não gera a
frequência.

O mantra é pronunciado em três etapas. Assim pronunciado ele precisa atuar no


sentimento, na ação e no pensamento. (isto é: no corpo físico, no coração e na mente). Ele
precisa atingir o cardíaco, o frontal e o coronário. Quando nós fazemos esse mantra, nós
visualizamos ele em três etapas. Nós o dividimos em três partes.

A primeira parte ou um terço servirá e irá para o cardíaco; a segunda parte ou o


segundo terço irá para o frontal e o terceiro terço irá para o coronário. Nós faremos a divisão
pelo ar. Ao enchermos o pulmão de ar, nós calculamos o ar que existe no pulmão e soltamos a
primeira parte pela boca, totalmente, aberta, visualizando o cardíaco.

A segunda parte, quer dizer, o segundo terço do ar nós soltamos visualizando o


frontal, e o terceiro terço do ar, visualizamos o coronário. Quando pronunciamos a primeira
parte do mantra, do cardíaco projeta-se um foco de luz, como se saísse uma explosão de luz.
Essa luz é lançada para todos os lados, na cor rosa. Quando pronunciamos a segunda parte
do mantra, projetamos do frontal uma cor azul anil, uma luz de um azul mais escuro. Quando
pronunciamos a terceira parte do mantra, pojeta-se do coronário uma luz dourada.

Faremos 7 pronúncias do mantra OM. Mas primeiramente sensibilizemos as nossas


mãos energeticamente. Como é isso? Esfreguemos uma palma da mão contra a outra,
visualizando uma chama violeta saindo das mãos. Das mãos sairão raios de energia, que irão
para o corpo e o corpo se aquece como se estivesse virando uma brasa e a brasa produz a
chama e ficamos como uma labareda na cor violeta. Depois nós nos energizaremos na cor
dourada para nos revitalizarmos. Sai das mão, novamente, um raio de energia, só que o raio é
elétrico. Este vai para o corpo. O corpo se aquece e vai virando uma brasa dourada, até que
surjam labaredas douradas. Assim finalizamos essa energização com as mãos.

Pronunciarei uma vez o mantra, para que todos compreendam como é o mantra. Trata-
se do mantra OHM. Depois todos juntos pronunciaremos 7 vezes. A primeira vez que eu fizer
não conta; é demonstração. Depois começarei a pronunciar- guiando a pronúncia e todos
podem segui-la.

÷ Acervo Aluano ÷
161
Todos sentirão uma vibração a partir da pronúncia do 4º mantra. Essa vibração precisa
ser criada, para que possamos gerar energia na frequência que será indicada. Se a vibração
não estiver alta, ao visualizarmos a cor violeta ela não sairá na cor violeta. Para quem não
sabe exatamente o que é cor violeta, a cor violeta é um roxo muito suave, mas não é bem o
roxo, porque o roxo é a mistura de preto com azul e rosa. O violeta é a mistura de rosa, rosa
mesmo com azul mesmo, sem nenhuma mistura de preto. Esse é o violeta originário. Se ficar
mais para o rosa, surge o lilás. Então, o violeta é mais azulado que o lilás.
Então, pronunciemos o mantra.

Quem quiser usar a mão e tocar no centro de força (chacra), quando estiver
pronunciando o mantra, para ficar mais fácil a visualização, pode fazer, também. Por exemplo,
quando estivermos pronunciando o mantra relativo ao cardíaco, por a mão espalmada no
cardíaco. Quando estivermos pronunciando o mantra correspondente ao frontal, poremos a
mão sobre a fronte. Quando for no coronário não será preciso colocar a mão sobre a cabeça.
Não tem problema.

Vamos aos mantras. Encham, primeiramente os pulmões, para depois pronunciar o


mantra em 3 partes. Vamos para o primeiro mantra da demonstração que apenas eu farei para
que vocês vejam como é. Vocês não pronunciam. Só eu. No próximo todos começarão e então
faremos os sete mantras de OM. Somente eu:
OHMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM!

Vejam como a primeira parte do ar (a primeira terça parte) o som sai somente pela
boca. Na segunda parte o ar sai tanto pela boca como pelo nariz, pois a boca permanece
entreaberta. Na terceira parte o ar e o som não saem mais pela boca, só saem pelo nariz,
quando a boca estará totalmente fechada.

Vamos ao mantras pronunciados em três partes:

OHMMMMMMMMMMMMMMMMMMM, OHMMMMMMMMMMMMMMMMM,
OHMMMMMMMMMMMMMMMMMMM, OHMMMMMMMMMMMMMMMMM,
OHMMMMMMMMMMMMMMMMMMM, OHMMMMMMMMMMMMMMMMM,
OHMMMMMMMMMMMMMMMMMMM.

Sensibilização energética das mãos:

÷ Acervo Aluano ÷
162
Agora sensibilizaremos energeticamente as mãos, passando suavemente a palma de
uma mão contra a outra até sentir as palmas das mãos vibrando. Façamos a seguir uma suave
elasticidade magnética, aproximando e afastando as palmas uma da outra.

Procuremos sentir uma pressão magnética entre as mãos. Ao aproximarem, há uma


repulsão; ao afastarem as palmas haverá uma atração.

Elevem as palmas das mãos ao topo da cabeça e visualizemos um raio de energia


saindo de cada mão. Será uma energia quase vaporosa energizando todo o corpo. Essa
energia desce pela testa, pelo cardíaco, jogando raios de energia, que descem pelas pernas,
indo até a palma dos pés, até a sola dos pés. Da sola dos pés o roteiro da energia a circular
será em sentido inverso, voltando pelas pernas, pelo tronco, pelo frontal, até o coronário. Esse
foi o primeira circuito. Faremos mais 9 circulações, de ida e volta.

Agora visualizemos a cor violeta, a circular com a energia. Os raios são de cor violeta,
aquecendo o corpo. A energia, quando chega ao coronário, apresenta uma força magnética
maior do que no resto do corpo. É como se estivéssemos com um cocar energético, uma coroa
energética. Observem muito bem o coronário, no topo da cabeça. Sintam, como que um relevo
energético no topo da cabeça ao passarem as mãos. Desçam, novamente, até a ponta dos
pés, até concluírem em 10 vezes. Quando concluírem as 10 vezes, baixem os braços e
visualizem o corpo como uma brasa violeta, do qual surgem labaredas violetas. Sintam a
energia nas palmas das mãos. Ao concluírem, visualizem-se como uma labareda de cor violeta.
Visualizem toda a energia intrusa, perturbadora desaparecendo do corpo.

Visualizem que a sua pele, a pele de todo o corpo, que contenha qualquer energia
negativa (que cause dano à pele), seja desintegrada imediatamente.

Visualizem, agora, a musculatura, todos os seus músculos sendo filtrados pela energia.
A energia desce aos músculos como se fosse uma peneira onde separa e desintegra toda a
energia perturbadora. Os ossos, a seguir, começam a brilhar como brasa e a energia negativa
toda vai desintegrando, isto é, toda a energia perturbadora, toda a enfermidade vai sendo
queimada, desintegrada e sendo carbonizada.

Juntando as palma das mãos em atitude como bem desejarem, visualizem que todo o
seu corpo se transforma em luz dourada. Você começa a virar uma lâmpada acesa, dourada e
começa a brilhar.

÷ Acervo Aluano ÷
163
Visualize, agora, o seu corpo perfeito. Visualize sua aparência alegre, cheia de
esperança, cheia de ânimo. Visualize como você deseja ser, seu estereótipo de plenitude.
Visualize sua pele totalmente saudável, lisa como uma seda, saudável como uma pérola,
resistente como um diamante. Sua pele vai sendo recomposta.

Visualize a junção dos tecidos, as placas de junção dos tecidos, das células. Visualize
que eles brilham, brilham e se fortificam.

Visualize que a junção seja total, que não exista nenhuma brecha entre a junção das
placas de tecido da pele.

Visualize a luz dourada como que estando soldando qualquer fissura nas placas da
pele, deixando só os poros abertos, mas as fissuras por onde qualquer enfermidade pudesse
entrar são fechadas agora.

Todos visualizem as células do corpo como pessoas de mãos dadas, juntas. Algumas
estão com as mãos soltas.

Visualizem as mãos se tocando, isto é, as células se agregando, harmoniosamente,


amistosamente.

Visualizem a situação anterior, em que as células estavam brigando umas com as


outras e agora se acalmaram. Visualizem a situação em que as células que morreram
desocupam o lugar e células novas se agreguem ao lugar.

Visualizem toda a musculatura saudável; todas as fibras dos músculos saudáveis, sem
nenhuma toxina, sem nenhum ácido nocivo.

Visualizem que qualquer tumor seja desintegrado, como se estivesse sendo derretido
em uma cratera de vulcão. Qualquer tumor, por minúsculo que seja, por microscópico que seja,
todo o microorganismo prejudicial ao corpo começa a ser derretido e desintegrado.
Toda a musculatura está sendo filtrada, transformando-se em tecido puro.

Visualizem todos os tendões flexíveis, e resistentes como titânio, como o aço, mas
flexíveis como a borracha, e muito resistentes, enraizados à estrutura óssea, enraizados à
musculatura.

÷ Acervo Aluano ÷
164
Visualizem, agora, a estrutura óssea com sua formação de cálcio perfeita; os ossos
resistentes, absorvendo todo o cálcio necessário, todos os minerais necessários. Eles brilham
na cor dourada e se tornam resistentes como o aço, inquebráveis, e saudáveis, sem dor
alguma.

Visualizem que todo o corpo está em paz. Nenhuma dor perturba o corpo. Nada que
desrespeite este corpo, não lhe causando nenhum dano. Procure compreender o quanto esse
corpo é importante na sua caminhada para o aprendizado, para viver, para realizar. Procurem
compreender a importância de cuidar bem desse corpo, de amá-lo, de não agredi-lo, de
protegê-lo. Visualizem todo o aparelho digestivo funcionando bem; o coração revitalizado.
Visualizem que os pulmões estão limpos. Visualizem que vocês respiram uma energia que
queima toda a impureza dentro dos pulmões e eles se purificam, se libertam. A coluna vertebral
fica totalmente iluminada.

Para finalizar, peço que elevem a palma da mão direita sobre a cabeça e visualizem
descendo dela um casulo energético na cor prateada. Esse casulo energético tem função
protetora, descendo por todo o corpo, envolvendo a pele, e criando camadas de energia
prateada em torno do corpo. Vocês sentem a mão vibrando. O casulo desce até os pés, e se
transforma numa esfera protetora em volta do seu corpo, tocando a sua pele. Visualizem que
nenhum pensamento negativo de outrem, nenhuma energia aleatória, perturbada, deprimida,
possa penetrar nesse casulo, nessa esfera.

Que apenas a tranquilidade, a paz e o amor penetrem nesse escudo protetor. Que
somente a paz, a prosperidade, a harmonia, a alegria, a esperança, entrem nesse casulo. Ele é
intransponível por energias negativas e contrárias aos sentimentos agradáveis.
Abaixem os braços. Esse escudo protetor pode ser feito em casa. É importante, porém, fazer a
limpeza, previamente. Não adianta nada, criarem um escudo de proteção cheio de formas-
pensamento negativas. É preciso limpar primeiro, para depois fazer a proteção. Não façam a
proteção com suas auras sujas. Depois de terem limpado a aura, sentirão o benefício.

Daremos, a seguir, alguns avisos. Quem fez o curso de nível I de Projeção Astral,
poderá fazer, no próximo dia 7, o curso de nível II. Quem já fez a matrícula, já está avisado.
Quem ainda não fez e queira fazer o nível II precisa ter feito o nível I de Projeção Astral. Se não
tiver feito o nível I de Controle emocional, não pode fazer esse curso. No dia 14 estaremos
realizando ( sábado e domingo) o nível II de Controle Emocional. É onde aprimoramos o
Controle Emocional. Podem procurar-nos para informação sobre matrículas. Para quem não

÷ Acervo Aluano ÷
165
fez nenhum curso de Projeção Astral e nem de Controle Emocional haverá um curso a se
iniciar no próximo dia 21, sábado. Os detalhes serão dados na palestra que vem que versará
sobre a Transmutação Cármica. A próxima palestra versará sobre a transformação do carma.
Depois haverá palestra sobre transformação genética. Será depois do dia 21.

No dia 21 desse mês, haverá o curso de Transmutação Genética.


Nesses cursos aprenderemos técnicas energéticas para adormecermos ou despertarmos
tendências mentais e emocionais, e muitas vezes até físicas dependendo da disciplina que
herdamos dos nossos antepassados. Se herdamos algumas tendências positivas e elas não se
manifestaram ainda, haverá técnicas de postura mental e energética e de comportamento. É
como se ela detonasse dentro de si os genes que ainda não despertaram e que são
importantes para ela. Outros genes não são importantes para ela, mas estão com ela. A pessoa
quer adormecê-los e para tal há técnicas apropriadas que se aprenderão. A prática pode ser
feita em casa e num período muito curto obter-se-á um grande êxito de transformação
genética.

É a nossa mente que cria o corpo, as energias mentais e emocionais. Se nós


trabalharmos essas energias nós acabamos mudando muita coisa. Não dá para mudar
totalmente. Na última vez teve uma pessoa que perguntou, se ela tem como mudar a cor
dos olhos? Lente de contato é uma alternativa muito mais simples do que ficar mentalizando a
mudança da cor dos olhos. Então, este aprendizado é para coisas mais úteis, digamos, para
uma enfermidade genética, como um câncer genético que os antepassados tiveram, e a
pessoa os adquiriu por hereditariedade. Ela precisa aprender como isso não se manifestar
nela.

Então, eu ensino nesse curso, como evitar isso. Outras vezes os pais eram muito
agressivos. Assim, eles adquiriram esse genes de agressividade; precisam aprender a acalmá-
los, a trabalhá-los.

O curso “nível II de Projeção Astral”, será realizado à noite em quatro sábados ou


quatro domingos. É um curso que se estende por quase um mês. Haverá colchonetes para os
alunos deitarem e praticarem os exercícios para o desenvolvimento da saída do corpo ou seja
a projeção extrafísica. No curso de Controle Emocional, a pessoa aprende a controlar, de forma
não repressora, as emoções, a fim de ficar mais calminha quando a barra estiver pesada e não
explodir, não é? Então, o controle emocional garante isso, ou, pelo menos diminui. Enquanto
não se domina totalmente o controle emocional a explosão ainda persiste, até que chega a um

÷ Acervo Aluano ÷
166
ponto em que não explode mais. Outra coisa. Em breve teremos fitas cassete de meditação,
que já estou elaborando. Há gente cobrando. Se elas não estiverem prontas até a próxima
palestra, estarão prontas, brevemente. Aí, as pessoas poderão chegar em casa e
simplesmente seguir as instruções de meditação. Haverá, também cassetes de Energias da
Mente e de outros cursos. É só aguardar. Na próxima palestra, que será daqui a 15 dias, falarei
sobre a Transformação do Código Genético Humano. Uma boa noite a todos.

CIVILIZAÇÕES MAIS EVOLUÍDAS - 03/07/97 (SVCA)

Vou trazer aqui relatos das minhas viagens extrafísicas para civilizações mais
evoluídas do que a nossa, mostrando a todos, através desses relatos o que nos espera.
Porque nós vivemos em um mundo onde, por mais que seja bem sucedido, as limitações são
incontáveis. Não dominamos o mundo em que vivemos, mas existem mundos onde podemos
construir a nossa felicidade, algo que aqui construímos, mas em função da instabilidade do
mundo físico, principalmente o físico da terra, a felicidade é transitória, como transitório é tudo
naqueles mundos, não que a felicidade nesses mundos mais sutis que irei narrar também não
seja transitória, a questão é que essa transitoriedade tem mais estabilidade do que o mundo
em que nós vivemos.

É difícil avaliar que existe algo, além disso, aqui enquanto não desenvolvemos sentidos
extrasensoriais que se sintonizem em frequências mais sutis da existência da vida. Mesmo que
alguém tenha capacidade da clarividência, da vidência, da audiência, clauriaudiência, ou até
mesmo da projeção astral, se essa pessoa não sintonizar esse instrumento valioso que é a
percepção extrasensorial, vinda de várias áreas, seja da visão, audição ou projeção, se não
sintonizarmos com os mundos mais sutis, pouca coisa temos a acrescentar, porque
continuamos vivendo neste mundo cheio de angústias, cheios de agonias, de alegrias, mas de
tristezas, de ganhos, mas de perdas, de mansidão, de violência.

“Esse mundo que nós vivemos ele é uma escola, transitória, como um Jardim de
Infância é uma das fases mais transitórias do aprendizado educacional de alguém”. Um

÷ Acervo Aluano ÷
167
período rápido. Nós estamos num jardim da infância espiritual. Mas sem referenciais de um
curso superior a esses que estamos cursando aqui, nós não temos como aceitar que existam
mundos muito melhores que esse. Portanto, não basta, como disse, ter contato com o extra-
físico, é preciso ter contato com extra-físico de alta frequência vibracional.

A vida aqui na terra, em média, a pessoa não chega aos 100 anos. Em civilizações
mais avançadas, o mínimo de média de vida é de 1000 anos. É o primeiro aspecto. Primeiro
porque alguém que viva muito tempo nessa realidade física terrestre, ele não tem muito do que
se vangloriar, visto que, depois de algum tempo isso aqui passa a ser um castigo, e não um
mérito, e não um crédito, visto que para nós continuarmos vivos neste mundo aqui precisamos
comer três vezes por dia no mínimo para ter saúde, e comer adequadamente. Beber, como
dizem, dois litros de água para ficar bem como adulto, precisamos ter cuidado para não nos
acidentarmos, com os vírus para não adoecermos, precisamos ter contato com milhares de
coisas que podem nos agredir e nos machucar, ou até nos matar.

O prazer que temos, em relação ao desprazer, nesse mundo aqui é muito mutável, ora
sofremos, ora somos felizes. Essa instabilidade gera uma insegurança que tira a formação da
maturidade de qualquer pessoa, por mais que alguém seja culto, letrado, ou materialmente
capacitado, em determinados setores de sua vida, acontece a insegurança, a
instabilidade, a agonia... Por quê? Porque nós estamos em um mundo onde não
conseguimos dominar os elementos da natureza.

Em projeção astral visitei as dimensões mais sutis do plano astral e lá conheci


civilizações muito agradáveis, muito agradáveis, as quais, uma vez que as conheci, ou
relembrei, porque já conhecia antes de nascer neste corpo aqui eu já as conhecia, para voltar
depois foi um trabalho. Porque não queria voltar pra cá, o que me fez voltar prá cá foi o desejo
de transmitir algo que ajudasse as pessoas que não conhecem esses mundos a poderem
visitá-los. Se não enquanto encarnados neste corpo atual, pelo menos depois que
desencarnarem desse corpo, poderem ir para esses mundos e lá experimentarem a felicidade
infinita que esses mundos possibilitam.

Nós estamos no planeta Terra. Calcula-se que estejamos na terceira dimensão da


densidade do átomo atômico, quer dizer, do átomo do plano físico, o átomo do plano físico, ele
vibra em diversas frequências, associando essas frequências nós temos níveis, e cada nível
corresponde a uma dimensão ou universo paralelo. Esse universo paralelo, ele fica um dentro
do outro, ocupando o mesmo lugar no espaço, só que em dimensão diferente, portanto não há
nenhum problema. Nos mundos mais sutis do que esse nosso aqui, não basta apenas ser

÷ Acervo Aluano ÷
168
mundo físico. Existem seres aqui que são encarnados, que vieram de planetas, de universos
físicos mais sutis do que esse, 4ª dimensão física, 5ª, 6ª, 7ª, 8ª, 10ª, 20ª, 30ª, mundos muito
mais avançados que esse, no entanto plano astral, as dimensões mais sutis do plano astral,
são mais evoluídas do que os mundos existentes nos universos paralelos do plano físico,
mesmo os planos mais sutis do plano físico não se comparam com os mundos mais sutis do
plano astral, visto que o plano astral é um plano extra-físico acima do plano físico.

Quem se projeta e vai para uma dimensão astral mais sutil geralmente não quer voltar,
tem problemas depois com o conflito de realidade, por isso que a projeção astral precisa ser
desenvolvida com acompanhamento que ofereça uma segurança, que através dessa
segurança de alguém, possa trazer para essa realidade um projetor que queira ficar 12 horas,
14 horas fora do corpo curtindo as dimensões mais sutis, não, se nós nascemos é porque tem
uma razão de ser, e precisamos compreender, encontrar e cumprir essa razão de ser.

Vamos então para essas civilizações mais sutis... Quero pegar como ponto de
referência as dimensões astrais mais sutis. Dimensões sutis? As mais sutis são aquelas onde
a pessoa está quase saindo do plano astral e indo para o plano mental, tais civilizações
oferecem a nós um tipo de vida quase totalmente diferente do tipo de vida que levamos aqui,
não é totalmente diferente, mas muito diferente. O único ponto de semelhança que vejo, ou
pontos, é o fato de que aqui nós temos corpos e lá também. Aqui nós sentimos coisas e
pensamos e lá também, mas vou descrever uma das dimensões em que visitei. Nesta
dimensão, eu vi pessoas com aparência semelhantes às nossas, boca, nariz, ouvidos, cabelos,
poderia ser tido como uma pessoa da Terra normal, só que uma pessoa da Terra com muita
saúde, com os traços muito perfeitos, os traços corporais. O corpo não demonstrava nenhum
aspecto desarmônico, nenhuma gordurinha localizada, nada maior do que precisa ser de fato,
ou proporcionalmente é irregular. Então o corpo dessas pessoas, dessa dimensão geralmente
segue o aspecto harmônico delas, no entanto, as pessoas dessa dimensão podem tomar
formas que desejarem, não precisa ficar só com forma de pessoas, se quiser pegar a forma de
um pássaro, adota a forma de um pássaro. A forma de qualquer animal ou planta, ou mineral
ou energia psiquico-elétrica.

Se um ser deseja virar um sol, ele vira um sol, braços e pernas, cabeça, tronco
desaparecem e no lugar aparece uma esfera luminosa, como um sol.

÷ Acervo Aluano ÷
169
Se quiserem virar um relâmpago, transformam-se num relâmpago. Mas, o estado
normal dessas pessoas, normal é aquilo que fica sem ter que pensar alguma coisa; é o corpo
humano nosso, semelhança parecida à nossa. Porque são originalmente nascidos em corpos
semelhantes aos nossos, mas quando desejam adotar uma forma, basta pensar e sustentar o
pensamento. Uma vez que não sustenta mais o pensamento volta à forma original, humana.

Como na forma humana, tem homens e tem mulheres, crianças podem ter, mas lá
ninguém nasce de mulher, quer dizer que para nascer a relação sexual é diferente da nossa, a
relação sexual não envolve contato sexual, a relação sexual é basicamente gerada por contato
vibratório, que quer dizer que uma pessoa transmite a sua aura para outra pessoa, o produto
dessa junção de aura, se desejarem pode ser um corpo astral, de alguém que esteja no plano
mental e queira nascer astral.

Muitas pessoas perguntam como nascem no plano astral? É como aqui? Não, se
nasce no plano astral com a junção de pensamentos e de sentimentos, a energia vital dos
corpos, do homem e da mulher, se juntam para dar a matéria prima para formar o corpo, mas
tal corpo só é formado com tal junção de sentimentos e pensamentos.

As pessoas lá namoram, casam, têm filhos, mas o método é diferente. As pessoas lá


não se casam seguindo nenhuma burocracia, não é como aqui. Lá se casam em função de
afinidades de pensamento, e de sentimento, e de ideais, e de polaridade energética. Ao se
casar a pessoa deseja conviver com a outra, só que sem nenhum sentimento de posse, de
ciúme ou cobranças diversas.

A ética está implantada em cada pessoa, não há necessidade de vigilância para uma
cobrança, visto que só existem seres nessa dimensão que através da evolução dos
pensamentos e da depuração dos sentimentos, ao refiná-los ao patamar necessário para
ingressar nessas dimensões é que se entra, portanto lá não tem ninguém mal intencionado, ou
indisciplinado, ou infiel, ou irresponsável, desrespeitador, não tem. Quem tem tais
características não conseguem entrar nessa dimensão, mesmo que aqui no físico alguém
tenha tais características, não quer dizer que lá venha a ter as mesmas, visto que quando
estamos encarnados nós temos toda uma herança genética hereditária que nos induz ao tipo
de comportamento nem sempre condizente com o nosso comportamento espiritual.

Quando desencarnamos mudamos um tanto nossa personalidade, ou quando nós


estamos em projeção também mudamos. Depende da dimensão em que nos encontramos fora

÷ Acervo Aluano ÷
170
do corpo. Nessa dimensão as pessoas namoram, mas o namoro é diferente do namoro do
físico.

Aqui no físico nossa civilização terrestre viciou no namoro onde o contato corporal é a
principal fonte de prazer. Pessoas encarnadas aqui, que já educaram um pouco mais o aspecto
do namoro, em projeção astral experimentam algo que aqui já começam a experimentar, que é
o prazer de sentir a existência de outro ser, o simples prazer de sentir que alguém existe, e o
prazer de ter proximidade com aquela pessoa. Quem já sente esse tipo de prazer já está
sentindo o prazer semelhante ao que se tem nessa dimensão, só que o prazer de sentir a
existência de alguém, que para nós é querida essa pessoa, ainda é uma das formas primitivas
de prazer nessas dimensões. O prazer mais sutil lá não é esse. O de maior valor não é esse.

No namoro convivem pessoas que trocam sentimentos, pensamentos, e com isso


evoluem mais rápido, e cumprem funções de responsabilidade, seja com filhos, seja com
funções determinadas onde hajam afinidades de ações conjuntas.

Roupagem? A roupa que essas pessoas vestem nessa dimensão, geralmente é uma
roupa simples, mas também podem encontrar setores onde as pessoas não usam roupas, são
totalmente despidas, elas não usam roupas, porque não há necessidade de usar roupas.

Definição de sexo no plano invisível? Podem encontrar também nessas pessoas


algumas que não mostram órgãos sexuais, visto que não usam mais os órgãos sexuais, eles
vão atrofiando, reduzindo o tamanho e desaparecendo, então chega a um ponto que só
conseguimos discernir quem é homem, quem é mulher pela polaridade, começam a adotar um
aspecto andrógino onde não se identifica se é homem ou se é mulher, isso fisicamente, porque
nós aqui nesse mundo nos guiamos apenas pela casca, pela aparência corporal de
alguém, se uma pessoa fisicamente aqui é bela, dentro dos conceitos de determinada
cultura, geralmente a maioria das pessoas a vêem com uma pessoa bonita ou bonito...

E na dimensão astral? Beleza exterior não quer dizer nada lá. Uma pessoa pode
tomar a forma de alguém fisicamente horrível, mas não vai enganar ninguém lá nessa
dimensão, porque eles vêem é o que a pessoa sente, é o amor que tem dentro dela, é a
sabedoria que expressa nas palavras, na aura, nas atitudes... Essa vibração harmoniosa é que
determina a beleza de alguém.

Roupagem? A roupa, quando usam, geralmente o padrão mais utilizado é o padrão


rústico, simples, não se denota a roupa como é aqui, nessa dimensão em específico, dentro
dessa civilização. Lá a roupa não é tão cheia de pedaços como é aqui. Aqui para se fazer uma

÷ Acervo Aluano ÷
171
camisa, por exemplo, a maioria dá um trabalho imenso, são muitas peças para confecção, para
se fazer uma calça, por exemplo, lá as roupas são simplíssimas, não há aquela cobrança, "há,
você não está com a roupa da moda", não existe isso, as pessoas usam o que elas gostam e
como não dão tanto valor à vestimenta, usam coisas simples geralmente.

Adornos? Existem, só que não com o intuito de vaidade ou de orgulho, mas com o
intuito de bem estar, os adornos podem ser os mais diversos: pedras, metais são utilizados,
mas a maioria dos adornos que utilizam lá são de elemento vegetal, em segundo plano mineral
pedra, metal quase não valorizam, em função da densidade energética do metal, mas também
adotam, não com tanta frequência como aqui que a gente valoriza o ouro e a prata, lá não
valorizam tanto isso, pedras valorizam bastante, pedras como os rubis, diamantes, eles têm as
esmeraldas, todas as pedras que transmitem um padrão vibracional agradável, que eleva o
espírito através de uma modulação vibratória.

O trabalho lá é totalmente diferente do que o trabalho aqui. Por que totalmente?


Lá ninguém acorda de manhã, primeiro porque não dormem nessas dimensões. Lá a pessoa
não dorme, ela não necessita repousar nada. Mas o dia nessas dimensões é diferente porque
tudo possui luz própria, não há noite. Aqui para a gente pensar em um mundo onde não haja
noite, onde não haja dormir fica meio difícil, mas lá não é necessário o sono. Não é necessário.
Não existe noite nem dia porque tudo tem luz própria, as plantas têm luz própria, minerais,
vegetais, animais, humanos, o sol, o ar, em função de que a energia lá é tão livre que ela é
irradiante, não é como aqui que a energia está sendo compensada, a energia presa, lá a
energia é totalmente livre, difícil é permanecer com uma forma definida lá, porque ela é tão
controlável pelo que se pensa, pelo que se sente, que é comum alguém se transfigurar sem
perceber. Começar a brilhar sem perceber.

O estado de espírito das pessoas lá é êxtase cósmico, ou samadi, então os seres


ficam em permanente prazer, prazer que aqui na terra poucos conhecem. Como é que é
esse prazer? A pessoa sente o corpo inteiro vibrar, principalmente o coração e a cabeça, aí já
é o coração e a região do cérebro, sente brilhando, é um brilho interno, que pode se
exteriorizar. Sente uma vibração elétrica, essa vibração elétrica faz com que a pessoa não se
sinta tão sólida, nós aqui sentimos o nosso corpo bem sólido, lá a pessoa não sente o corpo
tão sólido, mas não é líquido, não é gasoso, nem é diversos estados da matéria, pastoso, não,
não se sente tão sólido porque o corpo fica quase como energia elétrica, liberta, não há
sensação de peso nessa dimensão.

÷ Acervo Aluano ÷
172
Aqui nós sentimos nosso corpo pesado, lá o corpo não pesa nada e as pessoas, elas
se locomovem, raramente andando, mas também andando. Mas é muito raro se ver alguém
andando, geralmente alguém anda quando quer ter contato com o solo, ou então deita sobre o
solo, depois eu vou contar qual o lazer que se tem lá.

Locomoção? É feito principalmente por teleportação, a pessoa pensa num lugar,


digamos que ela queira ir a mil galáxias adiante, mil galáxias adiante, numa linha reta. Ela
pensa em qual lugar quer estar, ela só precisa ter para a teleportação o alvo. Precisa saber
onde quer aparecer para se teleportar, ou então alguém. Digamos que uma pessoa esteja mil
galáxias adiante e ela pense na pessoa e queira estar ao lado da pessoa, a pessoa no caso é
um ponto de referência, a vibração, lá é diferente daqui. Quando alguém pensa em outra
pessoa, não se prende muito à fisionomia, mas à sensação vibratória energética que aquela
outra pessoa nos causa. Essa sensação energética vibratória é o que nos faz localizar alguém.
Então sente a pessoa, pensa e desaparece e aparece ao lado da pessoa, não importa a que
distância ela esteja. Pode ser mil galáxias, 100, ou qualquer direção.

Com isso já deu para ver que não existem carros ou naves espaciais nessa dimensão,
não existem porque não têm utilidade. Não têm utilidade nenhuma naves espaciais. Naves
espaciais vai ter em só dimensões astrais inferiores a essa ou a determinadas dimensões
físicas também arcaicas em relação a esta.

Os seres se locomovem com pensamento, mas também gostam de voar. Métodos de


Transporte? O primeiro método de transporte é a teleportação, o segundo é o vôo, a flutuação
energética. O outro, que não usam como meio de transporte é andar. E quando andam são tão
leves que não deixam marcas no chão, só se desejarem deixar, aí vão ter que fixar o
pensamento para afundar no solo, para deixar alguma marca. Isso faz com que no chão possa
crescer uma vegetação com flores bem delicadas, e andam sobre as flores sem danificá-las.
Por quê? Porque não há peso algum é como, a flor sente como se uma brisa estivesse
passando sobre ela, nada mais que isso, uma brisa, uma brisa suave.

Nessa dimensão a pessoa não trabalha como trabalhamos aqui. Quer dizer que lá
ninguém tem necessidade de ganhar dinheiro? Dinheiro não existe nessa dimensão. Se
alguém quer comer alguma coisa, digamos que alguém chegue lá e é alguém que chegou
recém, que vivia na terra antigamente, recém chegado da Terra, e aqui gostava de comer uma
fruta, digamos, gostava de comer qualquer fruta, chega lá, suponhamos que não encontre a
fruta desejada, é simplesmente pensar na fruta e ela aparece, cria, com o gosto da fruta. Não
há necessidade para a pessoa trabalhar para comer lá. Há abundância de plantas que

÷ Acervo Aluano ÷
173
produzem frutos, lá, alimentação quando alguém ingere algo sólido é no máximo frutas, nem
leguminosas se usa, nem cereais, nem nada disso, mas se a pessoa quiser comer, pode
comer. Ou se alguém quer comer carne lá, também poderia comer, só que a vibração da
pessoa é incompatível com a vibração da carne, por isso que ela não deseja comer algo como
a carne que nós nos alimentamos mais comumente aqui nessa realidade. Não se alimentam de
cereais porque não precisam, não sentem vontade, o cereal é como alguém aqui querer se
alimentar de parafusos, porcas e parafusos, então aqui ninguém voluntariamente gosta de
comer isso, lá também é a mesma coisa. Raramente alguém come frutas, mas quando se
come é frutas, a maioria das pessoas só se alimentam respirando, no ar já tem toda a energia
necessária para manter o corpo vivo, e ar tem de graça, ninguém precisa comprar ar.

Estações Climáticas? Outra coisa é que o clima é tão agradável que não há
necessidade de casa. As pessoas geralmente não têm casa nesta dimensão, o que quer dizer
elas não dormem. Porque a gente quer ter casa? Prá tomar banho, pra dormir, pra comer, pra
guardar os nossos pertences, para nos proteger do sol, da chuva, do frio, do calor. Lá não
precisa nada disso, o sol é agradável, jamais agride alguém, não há frio excessivo, não há
calor excessivo, não há ladrão, porque ninguém quer nada, e se alguém quer alguma coisa é
só pensar que materializa.

Geralmente não há casa, mas há construções nessas dimensões. Quais são as


construções? São templos espirituais, são as únicas construções que existem, mas um
templo espiritual lá é diferente daqui. Mais adiante eu vou falar o que é um templo espiritual...

Como alguém vive lá? Se acordasse de manhã, coisa que não ocorre porque não
dorme, ela faz o que gosta de fazer, o trabalho dela é o que ela gosta de fazer, se uma pessoa
gosta de pintar, o trabalho dela é pintar, se a pessoa gosta de pintar e cantar, o trabalho é
pintar e cantar. Se uma pessoa gosta de pintar, cantar, escrever, fazer comida, arrumar as
frutas mais deliciosas para servir para quem gosta de comer frutas, lá se faz isso, mas não
existe o princípio de troca como há aqui, apesar de que recebemos presentes e damos
presentes, mas sempre tendo o prazer de dar, não querendo receber algo em troca porque não
precisamos de nada. É um mundo totalmente diferente do nosso no sentido comercial.
Por quê? Porque tem tudo que precisamos. Somos muito independentes nesse mundo.

Solidão? Outra coisa é que alguém não se sente isolado dos outros seres vivos. Lá,
quando estamos nesse mundo, nos sentimos fazendo parte das plantas, dos animais e dos
outros seres, sejam humanos ou acima dos humanos. Com isso nós não desejamos agredir
ninguém.

÷ Acervo Aluano ÷
174
Hostilidade? Não existem seres hostis à saúde de alguém: mosquitos, serpentes, não
existe nada que pudesse agredir o corpo de alguém. Esses seres hostis só funcionam em
ecossistemas cujo carma não permite um aprimoramento de ecossistema. Portanto, o
ecossistema lá é diferente do nosso. O nosso foi elaborado por engenheiros de gens, que
determinaram, em função do nosso carma, ter esse ecossistema hostil, onde existem animais,
e bactérias e vírus e fungos, e diversos elementos nocivos ao corpo. Lá não existe isso,
portanto, a vida é muito agradável a esse mundo. A pessoa faz o que quer, liberdade total.

O que é liberdade total? Vai prá onde quiser, dentro da dimensão. O que quer dizer o
seguinte, em dimensões inferiores a pessoa mergulha num carma coletivo. Em dimensões
superiores a pessoa não consegue viver porque não está preparada ainda para viver acima do
seu grau evolutivo, mas naquele patamar ali onde se está, tem liberdade para ir onde quiser,
para fazer o que quiser. E tudo o que a pessoa quer não prejudica a ninguém. Lá ninguém iria
querer, por exemplo, destruir um planeta, não, então podem fazer o que quiser dentro do
padrão evolutivo que alcançaram.

O corpo pode tomar a forma que a pessoa desejar, como disse, tem crianças; tem
pessoas que preferem ficar com aparência de crianças, outras com aparência de jovem.
Geralmente quem gosta de ficar com o aspecto de jovem, fica com o aspecto de 25 anos em
média, 25 anos, 30 no máximo. Tem as pessoas que gostam de ficar com a aparência mais
idosa. Tem pessoas que ficam bem velhinhas no aspecto, mas isso tudo é só roupagem
externa, de pouca importância.

Grau de conhecimento? O grau cultural dos seres que vivem nessa dimensão.
Exemplo: Imagine alguém que estude, faça várias faculdades durante mil vidas, e se lembre
de tudo... O grau cultural desses seres é enorme, dos seres que vivem nessa dimensão. O
patamar consciência e de conhecimento é incomensurável. Para ter uma idéia eles podem
construir mundos se desejarem, isso já no plano astral, um planeta inteiro, com toda fauna,
com toda flora, podem construir, já sabem engenharia genética, já sabem física, tudo que
imaginar, o que pode ser aprendido no mundo da forma, os seres sabem, nessa dimensão.
Então são seres bem amadurecidos.

Eles gostam de trabalhar, o prazer é servir à vida. Não existe egoísmo nessa
dimensão. Ninguém lá deseja ganhar com o sofrimento de alguém, ou tirar algo de alguém. Lá
todas as pessoas vivem para servir o seu próximo, das fórmulas que lhes são peculiares.
Ninguém vai ficar se sentindo inferiorizado com alguém que consegue servir o próximo de uma
determinada forma, não, todos servem como sentem prazer em servir. Não existe essa coisa

÷ Acervo Aluano ÷
175
de trabalho mais importante lá, como aqui muitas vezes uma pessoa fala que o médico o
trabalho dele é mais importante que o do enfermeiro, do enfermeiro mais que o do faxineiro, do
faxineiro mais do que outra coisa, do que um peão de obra, lá não existe isso, lá o trabalho de
todas as pessoas são importantes, todas as pessoas incorporam em si o amor próprio.

Estado Comportamental? O prazer que elas têm com de trabalhar. O estado normal
delas é em êxtase, só que esse êxtase, ele não é uma coisa que fique nivelado sempre no
mesmo patamar. O êxtase, a pessoa sente prazer em comunhão com Deus. Só que essa
comunhão com Deus, como disse Buda, "de todas as delícias, a religião é a delícia maior" de
"todos os prazeres, a religião é o prazer maior". Lá os seres vivem a prática disso. De todos os
prazeres, Deus é o prazer maior, não tem trabalho, não tem arte, não tem nada, não tem
ciência que substitua o prazer do contato com Deus.

As únicas construções que identifiquei valorizadas nestes mundos são os templos


espirituais, onde as pessoas vão para meditar, para fazer yoga, e através das yogas e das
meditações a amplificarem em si a comunhão com o Criador Absoluto, Transcendental. Os
seres lá se expandem como um universo, que voltam para Deus. Para quem estuda a ciência
da criação dos mundos, Deus de início cria mundos, densificando e se tornando forma e depois
dilui esses mundos se sutilizando e voltando a sua essência imperecível. Nesse mundo, a
civilização que eu estou mostrando, que eu estou expondo, tem como principal objetivo
regressar ao Criador Absoluto, à essência, e eles meditam. Nessa meditação, amplificam o
êxtase, o êxtase lá não vem quando comem demais, ou quando namoram demais, quando tem
coisa demais. Não, o êxtase lá é simplesmente sentir a Deus. O prazer lá maior é sentir a
própria vida, e agradecer a Deus por viver. Aqui nós chamamos de louvar, então lá, ao
agradecer a Deus a pessoa está louvando a Deus, está contemplando a criação em si e fora de
si. Portanto, é um estágio que nós aqui da terra geralmente não vivenciamos.

Desencarne? Quando alguém daqui morre, geralmente quer ir para a 5ª dimensão


astral, no máximo, a maioria quer ficar na 4ª dimensão astral. A dimensão de que estou falando
está acima da 40ª dimensão. Quarenta dimensões astrais acima... são as últimas dimensões
do corpo astral. Quando um ser aqui desencarna, ele fica pensando geralmente no dinheiro
que deixou, ou nas contas que deixou, nos filhos que deixou, na esposa ou marido que deixou,
nos bens e nas responsabilidades, no trabalho, nas pessoas que tinha raiva, nas pessoas que
gostava. Ao morrer vai para a 4ª dimensão astral e fica assombrando a vida dessas pessoas,
visitando elas fora do corpo, visitando elas quando elas desencarnam... Fica aqui comendo e
bebendo, tendo os mesmos prazeres que tinham antes, isso é o que geralmente acontece.

÷ Acervo Aluano ÷
176
Desapego? Quando alguém já se desapegou, tem um grau mais esclarecido no
desencarne, vai daqui para dimensões astrais mais sutis, só que os erros cometidos nesse
mundo aqui na Terra, faz com que a consciência da pessoa doa, ou que ela não tenha paz de
espírito e ela pense "nossa, mas eu agredi tantas pessoas, eu roubei, muitas vezes eu fui
desonesto, ou fui infiel, ou desrespeitei, ou agredi a vida ou fui muito autoritário, ou... diversos...
ou avarento, tive tanto poder na mão e não usei pra nada de bom aquilo, tinha muito mais do
que eu precisava e não fazia bom uso" e fico pensando que eu não aprendi a lidar com tudo.
Isso dói na consciência da pessoa, ou então a pessoa pensava assim, "não, eu bebia demais,
eu preciso aprender a controlar isso, que eu era descontrolado" e acaba tendo a necessidade
de reencarnar, e reencarna.

Não consegue chegar nas dimensões astrais mais sutis. Por quê? Porque quer
descer e não subir. Muitas vezes a pessoa chega na 4ª dimensão astral que é bem próxima
dessa aqui e pensa "Ah eu quero tanto beber, eu quero tanto comer determinadas coisas que
aqui não tem, só tem lá no mundo físico" e reencarnam só para comer determinadas coisas ou
para ter determinadas coisas ou usufruir de prazeres que só existem aqui neste mundo, e a
pessoa reencarna. A idéia da pessoa, não tem mais patrimônio, até nas dimensões astrais
intermediárias a pessoa deseja demais ter coisas: ter uma casa confortável, ter poder para ter
naves espaciais para poder ir e vir. Ainda tem muitas necessidades nessas dimensões astrais
intermediárias, que não são consideradas nem superiores, nem inferiores, de estar no médio,
essas dimensões existem um percentual de aproximadamente 30% da população da Terra
encarnada que vai para essas dimensões, as intermediárias, onde a pessoa deseja ter certas
coisas, mas ela já não tem prazeres muito grosseiros, como os prazeres comuns aqui dessa
realidade, mas elas acabam regressando aqui por débito cármico.

Os seres da civilização que eu estou falando, da civilização mais evoluída que estou
mencionando, os seres dessa civilização, eles não tem mais obrigatoriedade de nascer no
mundo físico. Quando falamos mundo físico não é só na Terra não, é em qualquer mundo
extraterrestre de outros universos paralelos no plano físico. Não há obrigatoriedade de nascer
em um, só vem aqui na Terra se desejarem. E só desejam vir aqui com um propósito, servir,
ajudar a humanidade é o único propósito. Sem ser com esse propósito, não descem aqui. E
quando descem com esse propósito e não conseguem realizar tal propósito, vivem infelizes,
descontentes, sentindo um vazio que nada consegue preencher.

Tem pessoas que não sentem vazio porque adoram beber e a bebida preenche o
vazio. Outras gostam de fumar, outros gostam de abuso sexual, outros gostam de ter, outros

÷ Acervo Aluano ÷
177
gostam de trabalho profissional, digamos, fazer coisas que faz uso daqui a 10, 15, 100, 500
anos já não vai estar mais aí para servir ninguém, mas tem prazer nisso.

Seres que vivem na civilização mais evoluída que me referi não se sentem saciados
com o prazer transitório. Só o prazer de servir a vida, num sentido mais profundo, consegue
preencher a felicidade desses seres. Eles que por nós são chamados ascensionados. Só que
existem vários níveis de ascensionados, eu estou falando do 1º ascensionado. O que é o
1º? O 1º grau da ascensão espiritual. O 1º grau é o ascensionado físico, o 2º grau é o
ascensionado astral, o 3º grau faz o ascensionado se transformar em avatar. Jesus é um
ascensionado do 3º grau, ou avatar. Depois quando se alcança o nível avatar, aí tem os vários
estágios, o avatar Crístico, o avatar Búdico, tem até o avatar Ashtar.

Ashtar Sheran, o comandante extraterrestre, é um avatar do nível evolutivo Ashtar.


Jesus é do nível evolutivo Crístico, Buda é do nível evolutivo Búdico. Eu não quero entra
nesses níveis aqui hoje. Mas só são citações necessárias para compreender o que é
necessário para viver nessa civilização. É necessário internamente desapegar-se de tudo
desse mundo.

“Desapegar não é o mesmo de não usar, de não ter, desapegar é não viver para
ter, é ter para viver. E quando não tiver, não sentir dor com isso. E não ter o desejo de ter
por ter, é ter para cumprir algo que não é perecível.”

Esta civilização, se alguém aqui começar a fazer um trabalho evolutivo, onde valorize o
ser e o fazer pelo próximo, e não o ter primeiramente, já é o primeiro degrau para alcançar tal
civilização. Uma vez com esta postura de vida a pessoa já acaba pensando assim "Preciso
educar minhas palavras", porque palavras ociosas ou palavras maledicentes, ou palavras que
não vão servir para a evolução de ninguém, não quero pronunciá-las, pois estaria atrapalhando
a evolução. Aquilo que não ajuda tirando obstáculos, põe obstáculos. É buscar (?) o que se
fala, depois a pessoa vai querer controlar o que se sente e depois o que se pensa. Controlando
o que se fala, o que se sente, o que se pensa e tendo o desapego, está preparado para ir para
essas civilizações, e regressar à Terra só se desejar, e ter um prazer jamais sonhado aqui na
Terra, que pode ser vislumbrado por quem medita seguindo técnicas de yoga adequadas, sob a
orientação de alguém autêntico no desenvolvimento da yoga, da meditação ou através do
servir à Deus voluntariamente. Quer dizer que mesmo que a pessoa não tenha o conhecimento
das meditações e da yoga, mas se ela faz a coisa com total desinteresse, sem nada querer em
troca, e por amor, e buscando a sabedoria, e buscando a justiça, ela também consegue
vislumbrar em projeções astrais ou em sonhos ou até no corpo físico o prazer que se tem

÷ Acervo Aluano ÷
178
nesse mundo. E a pessoa acaba, internamente, tendo a certeza de que existe um mundo onde
a felicidade permanente é possível e este mundo é a civilização das últimas dimensões astrais,
ou as mais sutis.

Infelizmente hoje não teremos tempo para perguntas, mas basicamente sobre essa
civilização é isso. Quero fazer agora uma rápida citação sobre uma civilização mais avançada
que essa, mas é uma rápida citação. É a civilização do mundo mental.

Mundo mental? Os seres não possuem mais corpos com a aparência humana. Os
corpos são espacialmente infinitos dentro daquele universo ou universos. Quer dizer o
seguinte, que o tamanho de alguém só é determinado pela vontade desse alguém. Ele
interpenetra outros seres, ocupando o mesmo lugar no espaço de outros seres. Mesmo o plano
astral nas dimensões mais sutis, é comum o ser ocupar lugar diferente no espaço na mesma
dimensão. No plano mental é comum os seres ocuparem o mesmo lugar no espaço, na mesma
dimensão... Que se alteram no plano mental. Lá não existe espaço, lá não existe tempo, esse é
o plano mental. Lá continua existindo o homem, lá continua existindo a mulher. O ser pode não
ter corpo lá, visível, isso aqui que chamamos de vazio, lá estamos passando a mão dentro de
um corpo de um ser mental, mesmo se traça uma linha reta, no infinito, estaremos dentro do
corpo desse ser mental. Mas esse ser mental pode pensar em criar uma esfera e essa esfera
aparece. Ele pode pensar em criar uma galáxia e essa galáxia aparece, um universo inteiro,
um universo aparece. Eles vivem interpenetrando outros universos que cada ser cria, que
constitui o próprio corpo.

Aqui nós poderíamos chamar esse ser mental de deus, mas lá existem vários deuses,
ainda não é o “Criador Absoluto Transcendental que é a junção de todos esses”. Eu diria
que cada ser desse seria como a gota d’água que forma o oceano, e isso próximo ao oceano.
O prazer desses seres é exclusivamente o êxtase cósmico. Exclusivamente, eles não têm mais
prazer de se alimentar de coisas. Eles não são mais sólidos, nem vaporosos, nem gasosos,
nem líquidos, nem pastosos, nem seguem mais as leis da física. É um mundo muito diferente
do mundo astral e do físico. E as civilizações que vivem lá estão em permanente contato
conosco, só que nós não conseguimos sequer identificar sua existência. No do astral nós
conseguimos, mas no mental é difícil, precisa estar vibrando na mesma frequência e para isso
é preciso estar em êxtase ou no samadi para conseguir vê-los ou senti-los. Com isso
finalizamos as civilizações mais evoluídas.

÷ Acervo Aluano ÷
179

Um Salto para a Imortalidade – 28/08/07

Boa noite a todos! Cada um desses nossos encontros constitui um contato com as
dimensões mais sutis, contato esse que auxilia consciencialmente cada um de nós a
permanecermos cada vez mais ligados a civilizações mais evoluídas. O tema de hoje é "Um
Salto para a Imortalidade".

“Nós estamos em evolução, mas nem sempre temos consciência de que somos
seres imortais.”

História: Gostaria de iniciar contando uma rápida história: é a história de um ser que
veio do espaço para a Terra e quando aqui chegou, identificou que há muito, mas muito tempo
atrás, ele já havia vivido aqui neste planeta. Quando ele desceu à nossa superfície e observou
a vida, o primeiro aspecto que ele estranhou é que não possuía um corpo, ele era só
pensamento, e, junto com a chuva, e com os elementos da natureza, ele absorveu energias
vitais e constituiu um corpo temporário.

Este ser já tinha se tornado liberto da necessidade de viver em corpos físicos, mas ao
chegar na Terra ele se lembrou dos seus seres queridos, daqueles seres humanos que com ele

÷ Acervo Aluano ÷
180
tinham convivido na época em que vivera no planeta Terra e foi em busca desses seus entes
queridos.

Muitos deles já não estavam aqui, mas alguns ainda continuavam aqui, e para vê-los
ele teria que tomar um corpo visível, um corpo que pudessem identificá-lo, visto que captar a
onda de pensamento desse ser era impossível para aqueles que estavam corporificados ou
encarnados, ele não teria nem como ser visto quando os seres encarnados se projetassem,
porque ele não tinha nem corpo astral, nem corpo mental, era pensamento apenas, para nós
ele seria totalmente invisível, nós passaríamos através dele, e também seria intocável para
nós...

Mas o amor que ele surtia por diversos seres encarnados fez com que ele
juntasse os elementos da natureza e formasse um corpo visível.
Por que eu falo um corpo visível?

Porque não é um corpo como o das outras pessoas, é o corpo de um imortal. Um


imortal não está mais preso a corpo algum, nem físico, nem astral, nem mental; ele é um ser
que alcançou a liberdade, através da imortalidade.

Antes, no passado, ele era diferente, ao observar nossas vidas aqui na Terra, a
maneira como ainda vivemos, ele se recordou de como também vivera um dia assim, há muito
tempo atrás, a dor que ele sentia ao rastejar com o corpo pesado sobre a superfície da Terra,
de sangrar e sentir dor, de envelhecer, de morrer, de ir para o plano astral, de renascer no
plano físico, através da encarnação e esquecer-se do fora antes, do que gostava, do que não
gostava e teve compaixão de nós, por vivermos dessa forma, esquecendo-nos de quem de fato
somos.

O primeiro passo para a nossa imortalidade, é não perder mais a nossa própria
identidade. Todos nós hoje somos uma determinada pessoa, os anos nos transformam, nos faz
expandir, amadurecer; tem uma parte de nós que jamais muda, mas o nosso histórico de vida é
uma patrimônio muito precioso, do qual muitas vezes só não sentimos falta, em função de não
nos lembrarmos deste patrimônio, temos um valor incalculável dentro do nosso próprio ser.
Aqueles que já experimentam, mesmo que tenham sido os primeiros "insights" de imortalidade,
sabem o quanto é duro deixar de ser você mesmo durante décadas, muitas vezes mais de um
século.

Nossa humanidade já está entrando numa fase, em que se pode vencer a forte barreira
que nos separa do nosso arquivo de espíritos imortais milenares, muitas vezes espíritos que

÷ Acervo Aluano ÷
181
contam mais de milhões de anos no reino humano, com todo um histórico, que seria uma
bagagem preciosa, para aplicarmos no nosso dia a dia, para que não errássemos tanto, para
que de acordo com os problemas, com as dificuldades, com os questionamentos, pudéssemos
obter uma resposta bem mais rápida do que o nosso raciocínio baseado em algumas décadas
de vida.

“Tornarmos imortais é uma meta que só é almejada por quem já começa a tocar
na imortalidade.”

Este ser a quem me refiro, ao ver a vida de quem está encarnado na Terra se lembrou
do passado, muitos milênios atrás, em civilizações que não existem mais aqui na Terra; mas se
lembrou de quando ainda tinha corpo e quis ajudar as pessoas. Seres como este que estou
falando, existe em uma quantidade incomensurável e que nos observam nesta exata condição,
e sofrem conosco, não o nosso sofrimento em si, porque este sofrimento é muito agudo, é
muito intenso; o sofrimento a que refiro é espiritual, bem diferente do sofrimento físico, ao qual
nós estamos acostumados (ou corporal), seja o corpo das emoções ou o corpo mental. O
sofrimento do pensamento puro é algo difícil para nós que estamos habituados ao sofrimento
do corpo físico, é difícil assimilarmos o significado em sua plenitude maior; mas o importante é
sabermos que podemos vencer essa barreira terrível que nos separa de quem nós somos de
fato, porque ao nascermos temos o bloqueio corporal. Este é o primeiro bloqueio, depois temos
o bloqueio dimensional, que já está sendo bastante vencido, porque nós estamos nos
aproximando cada vez mais do nível vibratório da próxima dimensão física, já estamos mais
de 60% da transição dimensional.

O tempo - podemos perceber muito facilmente - que a cada dia encurta-se mais, a
percepção de realidade se altera bruscamente, todos nós podemos perceber isso, que a
percepção que temos de realidade está mudando muito rapidamente, tudo isso são indícios da
mudança dimensional, que está fazendo com que os nossos corpos mental, astral, duplo
etérico e corpo físico sutilizem-se e possam expandir a manifestação da consciência, a um
nível tal que crie em nós mesmos uma passagem dimensional que nos sintonize com nossos
corpos mais sutis, onde estão os nossos arquivos imortais.

Nós temos um histórico imenso e podemos buscá-lo nesta fase atual, não precisa ser
um ser extremamente evoluído para conseguir os primeiros contatos com o arquivo imortal, é
necessário que sigamos alguns princípios, para que nossa consciência possa se sintonizar
com os corpos que guardam a memória de outras vidas, de outras realidades, porque muitas
vezes nos dedicamos à evolução, mas se perdemos parte de nossa bagagem ou a maior parte

÷ Acervo Aluano ÷
182
dela a cada reencarnação, fica muito difícil de deixar de cometer os mesmos erros que se
cometeu em vidas passadas.

Portanto, o primeiro passo a ser observado é a consciência, “a consciência funciona


como antena, é uma antena sintonizada naquilo que para o ser é mais importante ou nas
coisas mais importantes”. Toda vez que uma pessoa começa a se tornar muito lúcida, lúcida
do que acontece na vida, lúcida da razão de existir ou das leis que coordenam a vida, esta
pessoa está expandindo sua própria consciência, e esta expansão acaba por gerar o contato
com seus corpos mais sutis e este contato é que fará a ponte, por onde a memória transitará e
vencerá em nosso cérebro físico a amnésia encarnatória.

Começar a desenvolver a imortalidade não é para qualquer pessoa (não é necessário


que se tenha muita evolução), mas é necessário que tenha desenvolvido a habilidade de
compreender as leis da criação, de forma tal, que não nos sintamos culpados pelos nossos
erros do passado ou do presente, e sim que possamos através dos erros desenvolver os
acertos e a maturidade, porque muitas vezes lembrar de uma, duas, três, quatro, cinco vidas
atrás, não é uma benção e sim uma maldição. Se não tivermos a capacidade de nos
compreender e nos perdoar - as lembranças de delitos, crimes de ações destrutivas - acabam
por nos bloquear em um estágio de evolução do qual não nos sentimos fortes o suficiente para
crescer.

Exemplo: É como alguém que, digamos que nesta vida, sinta a tendência de cometer
determinados atos violentos ou animalizados, primitivos e se lembre que em vidas passadas
fez coisas piores do que aquilo que visualiza fazer nesta existência; quase não terá força ou
não terá força consciencial para vencer as tendências inferiores, ao mesmo tempo que não se
lembrar, gera uma dor, e, se lembrar e não estar preparado gera uma dor bem maior.

Portanto a consciência é o primeiro passo para a imortalidade, quem não tem


consciência com um nível de lucidez necessário para se lembrar, não pode se lembrar, porque
senão entra em desequilíbrio.

Regressões às vidas passadas nem sempre são positivas, nem sempre, mas
algumas vezes sim, outras não, como saber? É difícil, pois nossa consciência é
extremamente flutuante, instável. Alguém em determinada fase está consciencialmente bem,
por alguma negligência ou circunstância, cai consciencialmente e o nível não é suficiente para
suportar a lembrança de certas coisas. Quando alguém exercita as energias psíquicas,
desenvolve o aumento da lucidez consciencial e entra através de técnicas, seja de oração, de

÷ Acervo Aluano ÷
183
meditação, em um estado de interiorização, ela começa a acessar em seu arquivo espiritual o
histórico das vidas em que viveu e coisas que atualmente para ela são importantes. Exemplo:
Digamos que uma pessoa se dedique demais a arte na vida atual e a valorize muito, em
determinada área, vai ter maior facilidade em se lembrar do aspecto artístico ou das coisas
ligadas à arte em vidas passadas; depois começa o processo de enriquecimento através do
aumento da lucidez a sua consciência, e começa a se lembrar de outros setores, que nem
sempre estão vinculados às suas ações aqui no físico.

Este é um exercício muito simples, a primeira coisa é expandir consciência, vigiar e


selecionar o que come; alguém que coma coisas que diminuam a lucidez, terá dificuldades
para expandir a consciência a um nível tal em que venha se lembrar do arquivo imortal.

Ausência de lucidez? Bebidas alcóolicas, substâncias tóxicas que alterem a


consciência não são positivas, porque a maioria das substâncias que ingerimos e que alteram
a consciência, alteram negativamente, não alteram positivamente e isto faz com que a nossa
consciência encolha muito.

“O nível consciencial de alguém é o fator primordial da imortalidade, tanto que


todo aquele que começa a desenvolver a consciência contínua, começa a desenvolver a
imortalidade.”

O que é consciência contínua? Os animais têm consciência semi-contínua, nós


temos a consciência contínua, mas não ativa, por quê? Por que o nosso pensamento assim
não permite e quando permite o ser humano manifesta a sua consciência contínua. Os nossos
apegos nos atrapalham de ter o acesso a consciência contínua que possuímos, porque nos
apegamos demais a momentos, a pessoas, a coisas, toda vez que nos apegamos ao que
lembramos, nos apegamos demasiadamente, nos tiramos todos os feixes.

Exemplo: Imagine a consciência como se fosse uma estrela, uma estrela com mil
raios, raios de luz, e imagine estes mil raios de luz direcionados apenas para um ponto, este
ponto é a vida atual, porque nossa vontade, direcionada pelo apego, tem a tendência de
colocar apenas no ponto atual que nós estamos vivendo; quando eu falo ponto, identidade, é
através desse parâmetro de nossa identidade é que o nosso espírito foca a nossa consciência
como se fosse uma luz.

Exemplo: Imagine nossa consciência como se fosse uma lanterna, é uma lanterna que
poderia brilhar em todas as direções, mas em função da vontade daquele que conduz a

÷ Acervo Aluano ÷
184
lanterna ser muito grande em uma única direção, ele fez uma convergência dos raios
multidirecionais, apenas para um ponto, este ponto é nossa vida atual.

Quando determinadas pessoas vivem traumas muito fortes que geram o desapego total
da vida presente e não gera depressão para a pessoa tentar fugir, há uma tendência dela tocar
a sua imortalidade também, porque o estímulo do desapego, a própria identidade ajuda a ter
contato com suas outras identidades. Veja bem, eu disse que ajuda não disse que possibilita,
que gere o fato de ter contato, não gera, mas facilita, o que gera é a consciência, no caso do
desenvolvimento da imortalidade. Se lembrar de algumas vidas, não quer dizer imortalidade
tem pessoas que se lembram, não em função de um merecimento vindo de conquista, mas em
função de um carma assumido em vidas passadas e precisa se lembrar como uma forma de
ser impulsionado a mudar o próprio comportamento, mas depois vem a perder a memória em
outras encarnações.

Bem, aumentou a lucidez com desapego, observando do que se alimenta (quando eu


falo do que se alimenta, é o que se come, o que se escuta, o que se vê, o que se fala, o que se
pensa), este é nosso alimento. Precisamos, se desejamos aumentar a nossa lucidez,
selecionar de forma mais adequada estes elementos que podem nublar nossa consciência e,
ela nublada, não conseguiremos ver o que está atrás do véu que nos afasta da imortalidade. A
minha proposta para todos é a de romper este véu, é a de pensar assim: “quando chegar o dia,
o momento inevitável em que eu tenha que deixar este corpo, vou para um outro mundo, e
algum dia quando for necessário retornar a este ou a qualquer outro físico, poderei me lembrar
do meu histórico, de quem sou de fato”, isto será muito importante.

A nossa vida é algo maravilhoso, alguém que vive num mundo físico e se lembre
das centenas, milhares, milhões de amigos, porque que eu falo amigos e não parentes?
O parentesco é algo muito transitório, mas a amizade não, a amizade pode ser também imortal,
algo que acompanhe milhares e milhares de encarnações. Quantos amigos temos na atual
encarnação? Dez, quinze, vinte, quando muito, a maioria das pessoas mal tem dois, eu falo
amigos de verdade, aqueles que nos amam, nos respeitam, que se preocupam no sentido de
querer nos preservar da dor, que expressam carinho, fidelidade, companheirismo, que faz com
que o ar se encha de vida.

Os verdadeiros amigos se sentem uns dentro dos outros, o nosso corpo físico, em
função de ter uma densidade que nos tira a sensibilidade, nos faz sentir isolados uns dos
outros, mas o sentimento verdadeiro de amizade é um sentimento que expressa o amor mais

÷ Acervo Aluano ÷
185
puro, o amor fraterno, é aquele que dá, sem nada querer receber, apenas pelo prazer de se
doar.

O nosso mundo se aproxima rapidamente da data em que a maior parte dos seres
humanos não mais serão animais e sim, no amanhecer de uma nova encarnação vestirão a
roupa e no entardecer da morte física, se despirão da roupa de carne e farão este processo de
vestir e despir-se do veículo transitório, quantas vezes for necessário, sem o medo de deixar
de ser. É uma meta que cada um pode fazer e nesta vida, se se esforçar, pode alcançar, é uma
questão de esforço e de conhecimento.

Consciência: a nossa consciência é algo que está além do cérebro, está além da
glândula pineal, sede do ligamento do nosso espírito ao corpo físico. A consciência está além
de todos os nossos corpos de manifestação. Tudo o que nós vivemos vai para a nossa
essência e quando vem de nossa essência vem em forma de consciência, então a consciência
não é algo que vem do físico, é algo que vem da essência, por isso ela é imperecível, no
entanto, “nosso corpo físico é como um espelho, que só vai poder refletir a luz com sua
plenitude se estiver limpo, quer dizer que se o nosso corpo não estiver suficientemente
limpo (quando eu falo corpo, não me refiro apenas ao físico mas sim ao etérico, astral,
mental) e se não estiverem brilhando não refletirão com plenitude a luz da nossa
consciência”. Por isso é muito importante que valorizemos a expansão consciencial como um
meio rápido, eficiente e seguro de lembrarmos de quem nós de fato somos, de nosso histórico,
chegando ao ponto de lembrar não apenas o que somos ou o que fomos, mas o que seremos.
A partir do momento que não nos apegamos mais ao presente, facilmente temos contato com o
passado e com o futuro, porque o que nós somos é imutável. Está meio difícil de compreender
de início, porque o nosso vocabulário é muito pobre para expressar o significado de
determinados estados de espírito, que não são físicos, nossa linguagem foi muito baseada
naquilo que o nosso corpo físico, utilizando-se dos seus cinco sentidos pode deduzir e
decodificar ou codificar.

Quando nos dedicamos com seriedade a sutilizar o pensamento, através do


universalismo?

Todas as vezes que nós enfocamos nossa consciência apenas em algo, nós nos
afastamos da consciência contínua. O universalismo nos possibilita ter contato com diversos
níveis de consciência, quando nós nos direcionamos para um nível de consciência, perdemos o
acesso aos outros níveis. São diversos níveis que podem ser alcançados pelo indivíduo ao
mesmo tempo, sem necessidade dele pertencer propriamente a algum.

÷ Acervo Aluano ÷
186
O nosso cérebro físico vibra, o que eu falo vibra, e vibrar é: o cérebro com seus
neurônios cerebrais são constituídos de tecidos neurais, de células neurais, de moléculas;
estas moléculas de átomos e estes átomos de partículas são cada vez menores e menores e
menores... A velocidade é que vai determinar se alguém vai lembrar ou não de suas vidas
passadas, no aspecto da imortalidade.

Se alguém agir de forma tal, que seus neurônios cerebrais induzam os seus tecidos
neurais a vibrarem mais lentamente, vai induzir as células a vibrarem mais lentamente, as
células as moléculas, as moléculas os átomos e os átomos as sub-partículas e isso cria o
bloqueio.

A amnésia encarnatória: vem em função da lentidão vibratória de nossos cérebros,


tanto astrais, como físico, mas mais especialmente físico, visto que a dificuldade é bem maior
de nos lembrarmos de nossas vidas passadas quando estamos encarnados, depois que
desencarnamos, que nos despimos do corpo físico, fica bem mais fácil de nos lembrarmos de
nossas vidas passadas, mas isto não garante a todos os seres a lembrança das vidas
passadas, não há garantia apenas pelo fato de perder o envoltório físico.

Nem todos os espíritos se lembram de suas vidas passadas, muitos deles ao perderem
os seus corpos físicos, só se lembram da vida que tiveram no plano físico, não lembram nem o
que faziam, o que pensavam, o que sentiam, quem conheciam antes de encarnarem, portanto
não basta apenas estar desencarnado para se lembrar, no entanto posso assegurar que aquele
que se lembra enquanto encarnado, se lembrará muito mais quando tiver perdido o corpo
físico. Quem começa a fazer o trabalho, já, agora, depois vai ter benefícios muito grandes.

Mas voltemos à aceleração vibratória do cérebro: O nosso cérebro vibra em


determinada frequência, a frequência é calculada pela velocidade do giro e pelo ritmo do giro.
Tem determinados ritmos que diminuem a velocidade, que ritmos são esses que
diminuem a velocidade? São ritmos que nós estamos habituados a entrar, inconscientemente
nós entramos nos ritmos. Todas as vezes que nós pensamos determinadas coisas, vemos ou
comemos, que alteram a nossa corrente sanguínea, as substâncias no corpo, de forma que
perturbem o ritmo da vibração, este ritmo precisa ser um ritmo contínuo, é o ritmo contínuo em
harmonia, isso é a vibração acelerada, em harmonia com o universo, este é o conceito de
microcosmo e macrocosmo. O nosso universo interior, quer dizer que os nossos átomos
internos eles precisam vibrar de forma tal que estejam na mesma sintonia e ritmo do universo.
As galáxias vibram ou giram, respeitando a harmonia do universo. Nós precisamos também
entrar nesta mesma harmonia, para que nosso cérebro vibre tão rapidamente, mas tão

÷ Acervo Aluano ÷
187
rapidamente, que ele se desbloqueie e tenha acesso com cérebros mais sutis, quer dizer o
cérebro astral, cérebro mental.

Um exemplo simples disso que eu posso dar é: nós temos em nossa memória
determinada lembrança, mas em um certo momento que nós nos emocionamos nós perdemos
o acesso a essas lembranças, todos podem fazer esta auto-análise, nossa capacidade de
memória é diminuída quando estamos perturbados emocionalmente, quando a gente está
nervoso quase não se lembra das coisas, muitas vezes tenta se lembrar e dá aquela agonia de
bater na porta da memória e ela estar fechada e você está ali quase lembrando e você não
consegue, oh! agonia terrível, né? Toda essa agonia por não se lembrar de uma coisa, um
nome de alguém, um nome de alguma coisa, esqueceu alguma coisa e não sabe o que e fica
lá tentando se lembrar, tentando se lembrar, isso gera uma angústia. Imagine agora tentar se
lembrar de várias encarnações e não conseguir, é uma agonia muito maior, este pode parecer
um exemplo simplista, mas é o mesmo princípio.

Não nos lembramos de determinadas coisas, em função da perturbação


emocional, o que faz nossos átomos vibrarem mais densos ainda do que o habitual, quer
dizer ficarem densos em função de girarem lentamente, ao girarem lentamente eles se
agregam mais, ao se agregarem mais, o que acontece? Obstáculos à circulação da
memória. É como a velocidade da luz, ela é relativa aos obstáculos encontrados para a sua
propagação, e isto quer dizer o que? Que aqui no plano físico a luz tem uma determinada
velocidade, mas no plano astral, a cada dimensão do plano astral a velocidade vai mudando; a
mesma coisa acontece com a memória, os nossos cérebros físico, astral e mental são
condutores de lembranças, estas lembranças, imaginem que elas vêm como eletricidade, então
a eletricidade vem, vem, e se encontram com um condutor ruim, madeira, por exemplo,
condutor péssimo, com certeza vai haver dificuldades aí. Nós precisamos melhorar nossos
condutores cerebrais para que possamos conseguir também este acesso à memória imortal.

Toda vez que nós xingamos, toda vez que nós dizemos um palavrão e se associa a
uma egrégora... Perturbada emocionalmente, toda vez que nós valorizamos falar mal de
alguém, ao invés de falar bem de alguém ou então calar-se, estamos nos afastando da
memória imortal, por quê? Toda vez que nós nos atritamos com as leis amorosas da vida,
nosso ritmo vibratório entra em atrito com o ritmo vibratório da vida e este atrito faz com que
aumente os obstáculos na circulação de energia; aumentando os obstáculos nossa cadeia
neural de memorial é momentaneamente bloqueada, isto quer dizer o seguinte: nós temos

÷ Acervo Aluano ÷
188
coisas maravilhosas dentro de nós, só que nos foi confiscado por algum tempo, por algum
tempo não conseguimos acessar.

O que eu estou tentando estimular são os meios para acessar este banco de
dados, este arquivo precioso, como? Simplesmente expandindo a consciência, através
de uma sutilização corporal, que englobe corpo físico, corpo astral, corpo mental,
através do que? É um processo longo, leva pelo menos uns cinco, seis anos, muitas vezes
dez anos para a pessoa que se dedica com afinco, disciplina, ter as suas primeiras lembranças
de vidas passadas. Só que tem uma coisa: são lembranças conquistadas, uma lembrança
conquistada não se perde, ou seja, na próxima encarnação vão se lembrar, vão ter
lembranças, sem fazer nenhum esforço. Se alguém em hipnóse se lembra da vida passada,
não é conquista, a pessoa precisa em estado de vigília lembrar, em estado normal mesmo,
começar a se lembrar, através da sutilização cerebral, dessa forma ela não perde a conquista,
na próxima encarnação que ela tiver ela vai se lembrar: “vivi no Brasil, o Brasil ficava em um
planeta azul, o nome, como é que era mesmo o nome? Terra, planeta Terra”. Está lá em outro
planeta e fala em Terra. Aí alguém vem e fala: “não, nunca ouvi falar em Terra, será que ele
existe, que não é criação da mente desta pessoa?” Como muitas vezes a pessoa fala aqui:
“numa vida anterior eu vivia no planeta Dinsdon”, por exemplo um nome estranho do planeta
que eu vi, Dinsdon, aí a pessoa pensa: “nossa esta pessoa está inventando isto, eu nunca ouvi
falar deste planeta, não tem nos mapas estelares”, mas a outra pessoa se lembra porque lá
naquele planeta já tinha conquistado, só que aí surge um problema: o problema é se alguém
aqui desenvolver o princípio de imortalidade na terceira biodimensão, com o corpo biológico
semelhante ou, digamos igual ao nosso. Só terá como se lembrar até a terceira dimensão em
um corpo semelhante ao nosso ou mais sutil, se pegar um corpo físico mais primitivo que o
nosso em uma dimensão mais densa que a nossa, não há garantias de que se lembre, só um
imortal consegue, porque ele já conseguiu a imortalidade em todos os corpos.

Atenção: estou falando aqui do desenvolvimento do princípio da imortalidade, você


começa a se desenvolver o que não quer dizer que desenvolveu, há uma diferença grande
entre quem começa a aprender e quem já aprendeu.

“Portanto, o nível de lembrança é relativo à densidade corporal e dimensional”,


mas temos uma vantagem: toda a vez que pegarmos um corpo de dimensão mais sutil nós...
Nos lembraremos de mais coisas do que nos lembramos em um corpo da Terra, porque o
processo amplifica-se em dimensões mais sutis, assim como diminui nas dimensões mais
densas.

÷ Acervo Aluano ÷
189
Quando nós atingimos um nível de consciência tudo se torna mais fácil. Eu pediria a
todos que vasculhassem os seus arquivos de anos atrás, de décadas atrás e procurassem por
um momento, sentir a sua consciência, e ver qual a diferença dela hoje para há de alguns anos
atrás ou mais, digamos uma década atrás.

Você vai perceber aí alguma diferença, algumas pessoas vão perceber uma diferença
enorme, em função dos processos de expansão consciencial, ao qual foi submetido, então tem
pessoas que já não se reconhecem, quando tentam visualizar como eram
consciencialmente no passado, qual a percepção que terão? A percepção de que a
consciência no passado era bloqueada, pois eu afirmo que, daqui há alguns anos para o futuro,
se continuar o processo de expansão consciencial, vai ter a noção semelhante, de que mesmo
quando a consciência aparentemente está ampliada, ela está na verdade em princípio de
ampliação, não está de fato ampliada ainda, só o onisciente, onipresente, onipotente tem a
consciência plenamente ampliada.

O imortal caminha nesta direção, mas a imortalidade ainda é um nível pequeno em


relação ao nível “avatar” (avatar é encarnação divina), a pessoa se torna imortal antes de se
tornar “avatar”, bem antes, ela já começa a trilha da imortalidade. Ao se tornar imortal ela
rapidamente alcança a transcendência.

Técnicas de meditação: quando alguém desejar desenvolver esta imortalidade, a qual


me referi, pode começar com os passos básicos: modifique sua alimentação, se ingere bebidas
alcóolicas, pare de beber coisas alcóolicas, drogas eu não vou nem falar, porque não é
necessário, é óbvio, se come muita carne, diminua a quantidade da carne, porque a carne
animaliza, em função da transferência das emoções contidas no animal, as emoções são
transferidas para quem come a carne do animal, e emoções, como eu disse, quando a pessoa
está muito nervosa ela vibra mais lentamente e esta lentidão aumenta o obstáculo na condução
da energia e ela tem dificuldade de se lembrar das coisas, então animalismo é um bloqueio à
imortalidade, quanto mais humanizado se tornar, melhor.

“Trabalhou alimentação, não está bebendo, nem ingerindo substâncias tóxicas,


de forma alguma, a não ser à exceção dos remédios, que muitas vezes são mesmo
necessários e a pessoa não tem como fugir, mas depois destas etapas ela vai precisar
controlar a boca, o que quero dizer é: não ficar falando mal das outras pessoas, você
não vê nenhum imortal "descendo a lenha" em alguém, parece uma coisa inofensiva a
maledicência.”

÷ Acervo Aluano ÷
190
O que é a maledicência? Maledicência é depreciar alguém, ironizar, satirizar,
inferiorizar, desrespeitar, criticar no sentido de inferiorização, são algumas das coisas. Ver com
malícia significa que a pessoa está com intenções menos dignas em tudo que faz. Não falar
isto, depois de algum tempo, toda vez que a pessoa for falar ela vai pensar: “ih, eu estou sendo
maledicente” e então se calará e procurará dialogar com os seus próprios pensamentos.
Depois de uns três, quatro anos ela pára de pensar maliciosamente ou com maledicência.

Vencendo a maledicência ela já está preparada para ir para o passo seguinte:


qual é o passo seguinte? Ela vai precisar trabalhar as energias psíquicas, exercitar o
manuseio das energias psíquicas. Depois que ela já tiver aprendido noções de energias
psíquicas vai precisar fazer meditações, onde ela vai modular a consciência.

O que é modular a consciência? Ela vai aprender a alterar sua consciência. Isso é
importantíssimo aprender a modular a sua consciência. Tem determinados níveis de
consciência que não são adequados em certos momentos, em certas circunstâncias, porque
cada situação pede um tipo de ação e a ação pede um tipo de consciência...

Uma pessoa quando está com a consciência muito sutilizada, tem dificuldade de
realizar certas tarefas, que precisa estar com a consciência mais densa. Denso não é
sinônimo de consciência pequena não, apenas de consciência modulada. Isso é meio
difícil de explicar em poucas palavras. Neste momento a minha consciência está alterada,
quando eu comecei a palestra comecei a alterar a minha consciência, ela perdeu o contato
com algumas realidades que eu estava tendo contato antes e começou a ter contato com
outras realidades, quando a palestra terminar, minha consciência altera-se novamente, ela
deixa de ter contato com determinadas realidades e passa a ter contato com realidade mais
terrestre, mais densa, mas não quer dizer que isso vai fazer com que ela diminua, ela apenas
modulou em que frequência ela quer atuar.

O treinamento da modulação consciencial é fundamental: quando uma pessoa


sutiliza a frequência consciencial ela tem contato com os cérebros mais sutis, de lá obtém
conhecimentos, que no estado normal não teria, depois quando modula a consciência na
frequência mais densa ela perde o acesso, e aí se alguém perguntar a ela uma determinada
coisa, ela não saberá responder. Isso não é mediunidade, é modulação consciencial.
Cada um de nós podemos aprender a fazer isto. Bom seria na hora de uma prova, né? Você
faz lá uma modulação e expande a sua consciência e começa a ter contato com seus cérebros
mais sutis e começa a saber as respostas.

÷ Acervo Aluano ÷
191
O problema é que na maioria das vezes a pessoa está tão nervosa com medo de
não acertar que ela não consegue fazer a modulação consciencial, portanto, o único
caminho é o treinamento mesmo. E como é que nós treinamos? Toda vez que uma
pessoa está modulando e sutilizando a consciência o que a pessoa vai sentir? Sensação
física: a cabeça aumenta o tamanho, a percepção, não é tamanho físico, ela sente como se a
cabeça começasse a se expandir, principalmente o topo da cabeça, ela começa a ficar leve, ela
não sente o peso da cabeça, começa a ficar leve e a percepção maior, quando ela movimenta
parece que a cabeça não é só o tamanho que tem normalmente, ela fica várias vezes maior.

Outro tipo de sensação é quando a pessoa começa a perceber uma mudança de


identidade, por quê? A identidade é relativa à percepção de realidade, a partir do momento
que nossa consciência acessa consciências mais sutis a identidade se altera, porque nós só
somos aquilo que compreendemos, aquilo que pensamos, a partir do momento que passamos
a compreender coisas mais sutis, realidades mais amplas, nossa identidade muda
imediatamente, muda para uma identidade mais sutil. Dessa forma ao alcançar identidade mais
sutil, é a mesma coisa de quando a pessoa é criança pequenininha e tenta pegar uma coisa lá
no alto e não consegue, nem sempre tem algo por perto para ela por e subir e ela tenta e não
consegue, por não conseguir ela pensa muitas vezes que não tem determinada coisa. Quando
a pessoa expandi a consciência, modelando para frequência mais sutil, como alguém que
estica, cresce e consegue tocar em coisas e aí vai automaticamente acionar mecanismos de
banco de memória.

O que eu quero dizer é que tem certos botõezinhos dentro de nós, que o nosso braço
tem que tornar mais cumprido para alcançá-los, temos a ilusória sensação ou percepção de
que não existem os botões, portanto enquanto não se expande, modulando a consciência em
vibrações mais sutis, não se consegue acessar a memória e vai ter a sensação de que não
existe isso, esse banco de dados, esse arquivo, de que é uma fantasia, mas não é fantasia,
quem faz isto que estou falando consegue acessar; mas é algo flutuante, tem determinados
momentos que você sente: estou começando a lembrar, estou começando a lembrar, se você
der continuidade a modulação, expandindo e sutilizando a consciência cada vez mais, aí você
vai lembrando, lembrando, fica lembrando aquilo por dias e dias e dias, só que a sua vida
muda, é o emprego que muda, são as pessoas que começam a lhe hostilizar, começa a
modular a consciência em um nível mais denso, perde o acesso a lembrança, quer dizer o
seguinte: você esquece, por isso a imortalidade é uma conquista que precisa ser
permanentemente alimentada, descuidou, a consciência modulou em freqüências mais densas:
perde o acesso a memória.

÷ Acervo Aluano ÷
192
A questão é que ao alcançar determinado nível de consciência, não perdemos mais o
acesso à nossa memória, digamos que a oscilação da consciência e o normal seja ir até aqui,
vai lá em cima, vai lá embaixo, nós expandimos a consciência ela aumenta, o mínimo aumenta,
aí quando oscila não chega lá embaixo, não chegando lá no anterior, não se esquece mais
determinadas coisas, se esquece outras, mas aí com o passar do tempo vai modulando, vai
expandindo e sustentando cada vez mais num nível também cada vez mais sutil e aí não vai
esquecendo mais, só que vai acontecer igual a história daquele ser: vai para fora do planeta,
vai para outro planeta, onde nem corpo tem, algum dia que tiver que nascer não vai nascer
mais de mulher, vai ter que pegar um corpo usando elementos da natureza, é um corpo
ilusório, porque ilusório? Porque não é de carne e osso, ele pode até parecer de carne e
osso, mas ele não tem os elementais do corpo, como os nossos corpos têm.

O que são os elementais do corpo? São os espíritos que habitam nos nossos
órgãos, os espíritos animais, aí é outra coisa que daria tema para uma palestra inteira, eu não
vou nem aprofundar nesses espíritos elementais do corpo.

Quando atingimos através da meditação, que meditação é esta? A meditação eu já


passei para todos que têm acompanhado as palestras há algum tempo, aquelas meditações
que eu observo que a maioria não faz, porque os que vêm aqui eu encontro com quase todos
fora do corpo físico, em projeção astral e eu acompanho o processo evolutivo de cada um e
vejo que a indisciplina é muito grande, tanto que muitas vezes eu brinco: tem gente que de 15
em 15 dias faz uma regulagem na vibração, porque num intervalo nem consegue parar para
meditar.

Quando meditar é perceber essas sensações que descrevi, que a consciência, que a
cabeça, que os pensamentos, os pensamentos quando estão numa consciência modulada em
densidade, eles agem dentro da mente todos espremidos, quando a consciência vai
expandindo os pensamentos ficam mais espaçosos dentro da consciência, quer dizer dentro da
mente, quanto mais expandimos nossa mente, mais os pensamentos ganham poder de ação,
não de ação perturbadora, não, os pensamentos começam a se organizar melhor, em função
do espaço maior. Quando o espaço é muito pequeno, em função da consciência estar muito
pequena, os pensamentos ficam todos, um ocupando o lugar do outro, vira uma bagunça,
quando a consciência se expande os pensamentos começam a se organizar, em função de
terem um maior espaço, é a mesma coisa de colocar quatro filhos em um quarto pequeno, é
uma bagunça, se colocar um filho em cada quarto, a bagunça é menor, a mesma coisa são os
pensamentos que são os nossos filhos. Colocar não sei quantos pensamentos, quer dizer um

÷ Acervo Aluano ÷
193
milhão de pensamentos em meio metro cúbico consciencial, olha lá que esses pensamentos
vão ter problemas.

Na meditação ao perceber a expansão consciencial vai procurar lembrar-se do


passado, começa a lembrar o que fez durante o dia, olha o exercício, isso aí já é o exercício viu
gente? Vai se lembrar do que fez durante o dia, o que fez durante vários dias atrás, meses,
anos, décadas, até lembrar da infância, no caso se for uma pessoa de 11, 12 anos, é mais fácil
ainda, fácil neste sentido, não é no sentido consciencial não, fácil porque tem pouco tempo
físico para lembrar, tanto que a criança de 1 a 7,8 anos lembra-se de vidas passadas com
muita facilidade, depois começa a esquecer, aí depois começa a se lembrar novamente, se
fizer o processo de expansão consciencial.

Quando começar a fazer a rememoração de fatos vividos, você vai começar a chegar
em datas onde vai começar a ter dificuldades e vai lembrar quando era criança, estava muitas
vezes aprendendo a sentar e naquela época vai sentir como se a consciência fosse muito
nublada, na fase de criança a nossa consciência é extremamente nublada, nós somos quase
semiconscientes, quer dizer que nós somos quase como animais, quando estamos com a
idade de 1 ano, alguns meses, nós somos quase iguais aos animais. ...depois volta novamente
a consciência, depois vai embora, quando vai para a fase de criança, a criança em
determinados momentos assume uma consciência, aí parece até adulto, de repente a
consciência bloqueia e volta ao nível de criança novamente.

Portanto, ao tentar se recordar, isso tudo de olhos fechados, não fazer deitado, senão
pode dormir, tem que fazer sentado, lembre-se da primeira coisa que você teve ao encarnar,
quer dizer a idade mais nova, quer dizer 1 mês, 2 meses, o útero da mãe, se chegar no útero
da mãe, a sensação que o ser tem geralmente, quando ele está lúcido (porque a maioria dos
seres da Terra quando encarnam não ficam lúcidos), quando está no processo de útero e todos
eles estão inconscientes. Mas quem fica no útero consciente, é comum se lembrar de estar
afunilado em uma linha que parece interminável, em um fio interminável, a pessoa tem a
sensação de que ela não tem corpo, que ela é só pensamento, que está num túnel, esse túnel
é o fio e vai afunilando, ele vai indo em uma direção, sempre a frente, sempre a frente, jamais
retrocede e vai afunilando, afunilando...

O que vai afunilando? A consciência. A consciência vai sendo afunilada, o que é esse
afunilar? Ela vai sendo compactada, espremida, a consciência vai sendo espremida para
caber dentro do cérebro físico, senão não cabe, se puser a consciência de um ser astral dentro
de um cérebro físico, ele frita o cérebro físico, torra, em alguns casos torra, frita não, antes de

÷ Acervo Aluano ÷
194
fritar torra, queima, isso aqui é muito arcaico ainda em relação à nossa consciência humana,
então espremendo, espremendo para caber, só que esta sensação de espremer é
desagradável, por isso a maioria não lembra, reencarnar é extremamente desagradável,
reencarnar em um corpo natural.

O que é reencarnar em corpo natural? Nascer de mulher, nascer de genética que eu


falo, mesmo que seja clonagem, em um processo artificial, mas o processo vai ser semelhante,
ele vai ter que assumir um cérebro desse e isso é doloroso demais, por isso o ser só consegue
vencer isso depois que alcançar um nível de compreensão e perdão para ele perdoar a dor que
ele sofreu, perdoar a Inteligência Superior que rege toda a vida, quer dizer Deus, senão a
pessoa pode dizer: “poxa como é que Deus me coloca numa situação dessas?” Então é
preciso compreender, ter um nível de compreensão e perdoar esta situação e ver que foi por
uma causa maior.

Ao romper esta linha a pessoa já vai se ver no astral. Muita gente fala: “ah, me lembro
de uma vida tal, mas e a vida antes de reencarnar no astral? Por que antes da gente
reencarnar a gente não saiu de um corpo lá e instantaneamente entrou neste?” Tem um
lapso aí, pode ser de alguns dias, meses, anos, milênios, mas tem um lapso de tempo entre
uma encarnação e outra e nesse lapso nós ficamos no plano astral, então vai se lembrar da
vida no plano astral e depois lembrar-se da vida no plano físico.

Seguindo todas aquelas etapas: trabalhe alimentação, trabalhe o que fala, trabalhe o
que olha, escuta, faz a meditação, depois faz esta auto-regressão, fazendo isto, digamos toda
semana, não adianta fazer todo dia não, chega um ponto que dói fazer isso, não é dor física, é
dor consciencial, não é a mesma dor, mas é semelhante aquela dor que nós sentimos quando
tentamos nos lembrar de algo e não conseguimos e ficamos batendo ali na porta, “gente eu
estou quase me lembrando”, mas não consegue, chega um ponto que dói e aí você fala: “eu
não vou tentar lembrar agora não, outra hora eu lembro”.

Meu tempo de explanação já acabou, hoje nós temos perguntas, podem fazer
perguntas por escrito. Na próxima palestra falarei sobre a realidade extraterrestre, que será
explanado o seguinte: uma ponte a mais entre a vida, eu vou falar um pouco como vivem os
extraterrestres, como está o contato conosco com a nossa civilização, porque eles já estão em
permanente contato com a nossa civilização, mas não é ufologia tradicional, eu não sou
ufólogo, porque eu não estudo extraterrestre. Eu falarei da convivência que eu tenho com eles,
visto que muitos de nós somos extraterrestres encarnados.

÷ Acervo Aluano ÷
195
PERGUNTAS

1 - PORQUE NÃO NOS LEMBRAMOS DE NOSSOS SONHOS, SEGUNDO A VISÃO


ESPIRITUALISTA?

Esta pergunta não está muito clara, mas eu vou dar algum significado a ela. Visão eu
vou classificar então como consciência espiritual. Quando alguém está fora do corpo tem uma
consciência, digamos espiritual, e quando volta a pessoa não lembra, segundo esta
consciência.

A primeira coisa: nem todas as pessoas que estão sonhando estão conscientes,
porque sonho não é consciência, quando alguém está fora do corpo e está sonhando ela não
está consciente, ela está vivendo fantasias de medos ou de desejos, no caso do medo ela está
vivendo pesadelo, no caso do desejo sonho, então ela não está lúcida, não estando lúcida ela
não tem como ter consciência. Quem sai fora do corpo e está lúcido, consciente, nem sempre
se lembra, porque para se lembrar o cérebro precisaria estar na mesma frequência vibracional
do cérebro astral, porque senão não se lembra. É fácil se lembrar de projeções astrais em que
estamos fazendo coisas semelhantes ao que fazemos aqui, com um nível de consciência
semelhante ao nosso, quando o nível de consciência é muito acima do nosso, nosso que eu
falo, quando no corpo físico, se o nível de consciência for muito mais elevado, temos
dificuldade, o bloqueio será quase certo.

2 - COMO É O PROCESSO DE DESENCARNE DE UM SUICIDA?

Doloroso, muito, porque o suicida ele tem, digamos bateria para gastar por muito
tempo, morre antes da hora, toda aquela carga, geralmente é direcionada para o momento da
morte, que quer dizer? Uma pessoa que morreu comendo sorvete demais vai ficar sempre com
o gosto de sorvete na boca, mas se não foi sorvete, foi veneno, vai sentir sempre o veneno
queimando, corroendo garganta e pulmão, se foi asfixia, vai sentir asfixia, durante muitas vezes
quase o tempo que continuaria vivo. Quer dizer o seguinte: uma pessoa que viveria até 60
anos, se suicidou com 15, vai ficar 45 anos penando, a não ser que mude a sua consciência,
coisa que o percentual é muito pequeno daqueles que mudam, O que é mudar? Expande a
consciência e procura compreender o porquê fez aquilo e fazer algo para resgatar. Isso é raro,
mas acontece. Só que coisa de 80% vive os anos restantes sofrendo o momento da morte.
Quando tem o mérito de ter um acompanhamento de protetores espirituais, acelera o tempo,
mas de qualquer forma é sempre muito doloroso e sofrido.

÷ Acervo Aluano ÷
196
3 - QUAL A DIFERENÇA ENTRE OS PLANOS BÚDICOS E CRÍSTICOS?

Plano búdico é alcançado por um ser que está com o nível consciencial a nível búdico.
Plano crístico é alcançado por um ser que está com a evolução crística. Ambos os planos, não
são planos propriamente ditos, são níveis existenciais no plano mental, quer dizer o seguinte: o
plano mental (tem o chamado mental concreto e o mental abstrato), desde o concreto até o
abstrato, o plano mental, significa o plano físico onde nós estamos, que é composto por
diversas dimensões de densidade física, tem o plano etérico, tem o plano astral e depois tem o
plano mental, plano búdico fica no plano mental, só que plano seria um termo inadequado, mas
que utilizamos, seria o nível búdico. Nível búdico está nas dimensões abstratas mais sutis do
plano mental ou plano causal. Nível crístico está lado a lado com o búdico e o nível “ashtar”
também está ali. Não sei qual que é o mais evoluído, quando eu chegar lá eu conto.

4 - PORQUE NA HIPNÓSE NINGUÉM LEMBRA DA VIDA NO ASTRAL? NO INTERVALO?

Esse ninguém aqui é uma afirmação pessoal, porque já pude presenciar diversos
casos de pessoas que se lembraram em sessões de hipnose da vida no astral, a maioria de
fato não se lembra, mas existe a minoria que se lembra. Por que é difícil? Porque para se
lembrar da vida no astral, precisa já ter alguma experiência de projeção astral. Quem faz
regressão e já faz progressão astral vai se lembrar da vida no astral. Quem tem muita
dificuldade para se lembrar de projeção, terá dificuldade para se lembrar da vida no astral,
porque o cérebro físico precisa estar em nível de modulação que possa alcançar a freqüência
do cérebro astral, senão não se lembra da vida no astral, então projeção astral e se lembrar da
vida no astral é semelhante, o cérebro sempre precisa estar em sintonia.

5 - O QUE ACONTECE COM OS ELEMENTAIS DO CORPO FÍSICO, ETÉRICO E ASTRAL


DE QUEM ASCENSIONA?

Porque a gente não tem corpo emocional, é um termo inadequado, como muita gente
fala corpo etérico, mas nós não temos corpo etérico, nós temos duplo etérico, então as
emoções manifestam-se nos corpos astrais mais densos, quando a pessoa as têm, então
vamos chamar de corpo astral. Os elementais, toda vez que alguém ascensiona eles evoluem
junto, só que eles não acompanham a pessoa. Os elementais do corpo de quem está
encarnado agora, quando a pessoa morrer, os elementais vão seguir o rumo deles e a pessoa
o rumo dela, quer dizer que eles não ficam unidos carmicamente.

÷ Acervo Aluano ÷
197
6 - EXISTE ALGUM CASO DE ALGUM SER DA NOSSA HUMANIDADE TER VIVIDO NO
PLANETA TERRA, ATRAVÉS DA AQUISIÇÃO DE UM CORPO NÃO FÍSICO?

Existem diversos casos, o problema que quando a pessoa experimenta este tipo de
manifestação, nem sempre ele vem e diz: olha eu não estou com o corpo físico. É muito difícil
identificarmos quem está e quem não está, mas todo o “avatar” faz isso. Quer dizer o seguinte,
uma vez que a pessoa se liberta da obrigatoriedade de descer no mundo da forma, ela
materializa e desmaterializa a vontade. Tem o caso do “Babagi”, na Índia, tem o caso de outro
que também sustenta o corpo, que é “Sai Baba”, que o corpo dele não é mais corpo comum,
Jesus mesmo, aí há uma polêmica, que não quero nem entrar, mas dizem que o corpo de
Jesus também não era comum. Todo “avatar” não possui um corpo comum, mesmo que
aparentemente seja, mas a partir do momento que o ser consegue desmaterializar com o poder
da vontade o seu corpo, deixa de ser corpo como o nosso, os elementos da natureza não se
submetem a isso, desmaterializa com a própria vontade e rematerializa.

7 - NUMA EXPANSÃO CONSCIENCIAL PODERÍAMOS TER A SENSAÇÃO DE ESTARMOS


ENORMES, OLHANDO AS PESSOAS, QUE FICAM MUITO LONGE DE NÓS?

Sim, mas não quer dizer que este sintoma seja só da expansão consciencial, tem
diversos sintomas, desmaios, quando a pessoa está desmaiando ela tem a sensação parecida,
ela sente o corpo dela maior, porque não vai sentindo o corpo, então vai se sentindo leve, o
pensamento se torna livre, muitas vezes ela se projeta e tudo vai ficando longe. Aproximações
espirituais também podem gerar a mesma coisa, um espírito de nível consciencial muito
elevado, ao se aproximar da aura de alguém que esteja numa sintonia semelhante, ele gera
sensações parecidas na pessoa, a pessoa vai se sentindo ausente e expandindo, então esse
sintoma também é um dos sintomas da expansão consciencial, mas não é exclusivamente da
expansão.

8 - PODE UMA SUPERDOSE DE ANESTESIA, NO CASO DE UMA CIRURGIA, PROVOCAR


PERDA DE MEMÓRIA? ATINGE QUAL A PARTE DO CÉREBRO? PODE SER
REVERSÍVEL?

Isso aqui é um conhecimento de medicina que eles já comprovaram que alguns casos
além de perder, até mata com a anestesia, pessoas que tem alergia e coisas assim. A maioria
dos casos é difícil a reversão, quando perde memória por uso de anestesia, mas é possível
reverter, mas aí tudo tem implicações cármicas.

÷ Acervo Aluano ÷
198
9 - PORQUE TODOS FALAM, INCLUSIVE VOCÊ, QUE AS CRIANÇAS DE 1 A 7 ANOS SE
LEMBRAM COM MAIOR FACILIDADE?

Eu não tenho como responder esta pergunta, porque a explicação é muito longa.

10 - VER NOVELA, JORNAL, INTERFERE NA EXPANSÃO CONSCIENCIAL?


FREQUENTAR LOCAIS QUE TEM BEBIDAS ALCÓOLICAS TAMBÉM INTERFEREM?

Sim, isso eu vou explicar bem no curso. Interfere sim, porque nós funcionamos por
ressonância. A pessoa coloca aqui uma música batida, aquela bem batidona, o coração da
gente vai começar a bater descompassado, os pensamentos vão começar a sair da ordem. Se
uma pessoa coloca uma música bem harmônica, bem serena, o coração vai bater lentamente,
a respiração vai ficar longa, os pensamentos vão começar a ficar harmônicos, porque
respondemos a ressonância dos estímulos, se somos estimulados visualmente, auditivamente
ou fisicamente a determinadas coisas, nós respondemos aos estímulos, então interferem sim.

11) HÁ PESSOAS QUE CONFUNDEM DESAPEGO COM DESAMOR, QUASE QUE UM


DESAPEGO A VIDA. O QUE ME DIZ DISSO?

Desapego é muito diferente de desamor. Quando uma pessoa fica desconsolada da


vida, desiludida da vida, como dizem, é que a pessoa tentou fazer determinadas coisas na vida
e não deu certo e ela foge, então fugir de algo é diferente de ter desapego de algo.

Ter desapego é estar tudo bem, tudo maravilhosamente bem, mas você não se deixa
seduzir, quer dizer você sabe que, independente daquilo ali você continuará sempre bem. No
caso aqui é fugir, algo está difícil, para evitar a dor, foge, então isso não é desapego, é
covardia. Como se vence a covardia? Vence com uma razão imortal de existir, quer dizer que
todos nós que vivemos para realizações transitórias, a covardia sempre vai bater à nossa
porta, por quê? Quando a gente vê que não consegue dominar a situação, a gente vai se
sentir totalmente vulnerável, ao se sentir totalmente vulnerável, vamos nos colocar na situação
de vítimas, de injustiçados da vida e aí vamos querer fugir, através do desalento, da depressão,
por isso é preciso ter ideais que não sejam tão perecíveis, tão corrosivos pela matéria, tudo
que se quebra, tudo que é instável, basear a vida nisso, com certeza um dia o carma pega.

12 - É POSSÍVEL FICAR PRESO NO PLANO ASTRAL? SE SIM, COMO OCORRE? COMO


SE LIBERTAR?

÷ Acervo Aluano ÷
199
Quando alguém sai do corpo pode momentaneamente levar um susto lá no astral, ficar
preso por alguns minutos ou até horas, mas o corpo físico quando sentir que a energia vital
está acabando, não vai ter falange, não vai ter corda, não vai ter nada astral que consiga
resistir a puxada magnética do corpo físico, então se liberta biologicamente ou então
recebendo ajuda de algum espírito ou a própria pessoa sabendo alguma técnica de defesa
psíquica.

13 - DE TODOS OS DEFEITOS O MAIS DIFÍCIL DE CONTROLAR É A FÚRIA. COMO


POSSO MINIMIZAR TAL TENDÊNCIA?

De todas as tendências animalizadas as mais difíceis são: agressividade e


sexualidade. São as forças mais difíceis de serem controladas por nós aqui da Terra. Uma
pessoa não ser agressiva, porque a fúria está dentro do campo da agressividade, da ira, da
cólera, uma pessoa não ter o aspecto agressivo e ter a sexualidade sob controle é de tirar o
chapéu. Como? Amor. Agora como amar é uma história muito longa...

14 - MEDITAR DIARIAMENTE CAUSA ESTAFA, ASSIM COMO FAZER REGRESSÃO


TODOS OS DIAS?

Se a meditação não for adequada, sim, precisa ser uma meditação adequada ao nível
consciencial da pessoa. Se uma pessoa vai fazer uma meditação que acelera demais a
vibração todo dia, ela vai ter problema, não é o meditar em si, é o tipo da meditação, a pessoa
pode meditar três vezes ao dia: pela manhã, à tarde e à noite, mas uma meditação que esteja
compatível com o seu grau evolutivo vai trazer só benefícios. Se ela tentar fazer uma
meditação que não é compatível ao seu grau evolutivo, vai dar dor de cabeça, dores corporais,
fadiga mental, sem dúvida.

15 - TODAS AS PESSOAS VÃO PERCEBER QUE A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA


OCORREU?

Quando acontecer totalmente, sim, todas as pessoas que estiverem aptas a


permanecer na nova vibração, as que não estiverem, não, nem todas. Tem pessoa que quando
acordar já vai acordar em outro planeta de nível equivalente a sua vibração e nem vai saber
que aconteceu esta transição, vai ficar inconsciente disso. Naturalmente vai ficar inconsciente,
porque reencarna lá, não lembra de nada, onde é que encarnou em vida passada, então
habitua-se ao meio. Isso é que é duro, você saiu de outro planeta, conhecia lá uma civilização,
perdeu a consciência, reencarnou em outro planeta e nem sabe que foi transmigrado, você só
÷ Acervo Aluano ÷
200
acha arcaico determinado tipo de coisa, digamos hoje nós temos uma tecnologia que não é tão
avançada, mas em relação a carro de boi, bastante, pega um jato, vai rapidinho para outro
país, outro continente, de carro de boi você não chega de jeito nenhum.

16 - APÓS A TRANSIÇÃO PODEREMOS FALAR COM AS PESSOAS, AS QUAIS SOMOS


MUITO APEGADOS, SE ELAS SAÍREM DE NOSSO PLANO?

Algumas vezes sim, outras não quando a pessoa quiser, pode levar milênios para
reencontrar determinadas pessoas.

OS QUATRO TIPOS DE ILUMINAÇÕES CONSCIENCIAIS – 11/12/97 (SVCA)

Vou falar sobre grandes iluminados e suas características mais fortes e mostrar um
caminho que inevitavelmente todos nós já estamos começando a trilhar, eu nem digo que
iremos no futuro trilhar, mas que já estamos trilhando, que é o caminho da iluminação
consciencial. A consciência de uma nova era que surge fala muito sobre consciência cósmica,
mas nem sempre nós estamos plenamente ligados a essa consciência cósmica ao ponto tal de
sentir os seus traços de essência ou sentir o que quer dizer de fato consciência cósmica, além
das palavras o significa real desse nível de espírito. Nós aqui na Terra poderemos desenvolver
4 tipos específicos de iluminação que compõem a manifestação da consciência cósmica neste
universo em que nós estamos vivendo.

O primeiro aspecto que precisamos desenvolver é o amor, existe a iluminação


consciencial do amor, depois precisaremos desenvolver a sabedoria que é outra
iluminação consciencial, depois a justiça e o poder, portanto todo mestre, todo iluminado e
todo avatar, ele trilha uma dessas características de iluminação, mas o seu destino inevitável é
alcançar os 4 tipos em um único ser.

Nós conhecemos ao longo da história diversos iluminados, um dos mais conhecidos


para a nossa cultura é o senhor Jesus, um grande mestre que não apenas é um mestre, mas é
uma descida da divindade ao mundo da forma, quer dizer um avatar. Jesus quando veio ao
mundo ele já era uma essência liberta.

O que é uma essência liberta? É essência que o desejo não aponta mais para os
mundos da forma, nós enquanto desejamos coisas ligada puramente à forma, nós não somos

÷ Acervo Aluano ÷
201
seres libertos, quando nos desapegamos de pessoas aqui no físico de bens, de cultura, de
poder, nós nos libertamos fisicamente e isso faz com que nos tornemos mestres
ascensionados físicos, mas Jesus ele não era um mestre, um mestre é apenas alguém que
dominou determinado mundo, determinado plano, ele era essência, todos nós também somos
essência a única diferença é que a nossa essência ela não quer viver como essência, ela quer
viver como forma transitória, essa é diferença. A essência de Jesus já não queria mais ser
apenas um corpo, a essência de Jesus já tinha plena consciência de que ele era Deus, que ele
era tudo. Nada difere nossa essência da essência de Jesus a não ser o desejo, o desejo de
querer viver nesse mundo, pelo mero fato de viver aqui usufruindo tanto a dor como o prazer
que esse mundo oferece. Jesus tornou-se um iluminado do amor, o amor quando manifesta-se
na sua plenitude incorporando-se a fatores de justiça, sabedoria e poder transforma-se em uma
personificação que nós chamamos de Cristo, Cristo e Jesus não são as mesmas pessoas.
Muitas vezes as pessoas só pensam: não, Cristo está associado à Jesus, Buda associado a
Siddharta, mas não é assim, Cristo é uma personificação de um amor equilibrado pela justiça,
pela sabedoria e pelo poder, mas cujo traço mais forte é o amor, então se nós colocássemos
elementos conscienciais de sentimento para formar uma fórmula veríamos que Jesus tem a
maior parte de sua personalidade formada por amor, amor incondicional, incondicional entre
aspas, visto que respeita condições de justiça suprema, sabedoria transcendental e poder
transcendental, então esses outros 3 elementos juntos com a matéria-prima, que é o amor,
formam a manifestação do Cristo. Jesus ele tinha no seu próprio espírito esses atributos
crísticos, que nós podemos chamar de Cristo interno, Cristo interno não é a mesma coisa de
essência. Todos nós temos uma essência, mas uma essência que aflora, se nós não
tivéssemos essência não estaríamos nem vivos, ela está sempre aflorando por meio da
manifestação da nossa própria vida, no entanto o Cristo, apesar de fazer parte da essência,
nem sempre ele vem a tona como a essência sempre se manifesta, ele vem a tona, mas nós
também somos inconscientes de sua existência e de sua manifestação. Jesus, antes de ser
Jesus, ele já era um iluminado, um iluminado crístico. Muitas pessoas pensam quem foi mais
evoluído? Jesus, Buda, Krishna, tem agora atualmente Sai Baba, quem deles seria o mais
evoluído? Há uma pergunta uma questão eu não sei se seja tão importante saber quem é o
mais evoluído, o importante é saber porque caminho eles estão indo? Isso seria dito como o
mais importante seguir o caminho deles, caso queira alcançar o que eles alcançaram, portanto
Jesus já era iluminado antes de se chamar Jesus, antes desse nome, o nome do corpo, ele já
teve milhares, milhões incontáveis nomes, como todos nós aqui já tivemos diversos nomes de
acordo com cada vida que assumimos...

÷ Acervo Aluano ÷
202
Jesus é apenas um nome, agora a essência dele e o Cristo é uma conquista de suas
incontáveis encarnações, conquista que nós todos inevitavelmente iremos alcançar e já
estamos começando a alcançar tal conquista, nós já somos Cristo, nós somos essência, no
entanto nós não sabemos disso e para que nós soubéssemos que nós somos Cristo e de que
nós somos essência é que Jesus veio, como o iluminado do amor, no entanto ele não era
apenas iluminado do amor, a iluminação mais forte, digamos que ele fosse um ser que tivesse
4 luzes em seu corpo isso é uma metáfora, 4 luzes em seu corpo, a luz mais forte seria a luz do
amor, outra luz que estaria junto, a luz da sabedoria, outra luz da justiça e outra luz do poder,
não em intensidades semelhantes e sim a luz do amor a mais forte, isso fez com que Jesus
fosse conhecido não pela sabedoria búdica, por exemplo que é uma característica que Buda
desenvolveu, que Siddharta desenvolveu, mas pelo Cristo, aquele que traz a luz do amor, a luz
do mantenedor da vida, esta é a grande diferença.

Ele veio e transmitiu o amor, transformou-se em portal vivo, que portal é esse? O portal
por onde todos os seres que desejassem também desenvolver o amor pudessem entrar, mas
como isso? Entrar dentro de uma pessoa é possível? De uma pessoa em si não, mas de uma
irradiação feita pela pessoa sim, então Jesus quando veio ele foi um iluminado, atualmente não
é porque Jesus não existe mais, aquilo era uma personalidade, quem existe hoje não é uma
personalidade, então nós precisamos muito de nomes, aquele ali é Joaquim, aquele é José,
aquele é João, aquele é Jesus, nossa, aquele é Jesus, aquele que fez aquilo tudo? É aquele,
nossa, damos valores a nomes, no entanto nosso espírito que é imperecível, que nome ele
teria? Que ele é um com tudo, que nome ele teria? Deus. Quando Jesus disse, tem muita
gente que pode estar pensando que isso aqui é aula de religião, né? Mas eu vou falar sobre
cada iluminado, não com a visão propriamente religiosa, mas uma visão metafísica, uma visão
consciencial, quando Jesus dizia eu e o pai somos um, ele estava se referindo que ele e a
essência eram um, nesse momento ele não era Jesus, Jesus ele penou porque ele tinha
muitas vezes que falar como Jesus e muitas vezes falar como essência, só que as pessoas só
viam a forma, o corpo, dele, então quando ele falava como essência estavam pensando que
era ele falando, é que era a forma dele, o corpo dele falando, como se fosse Jesus, mas não
era mais Jesus, ali era o Cristo, quer dizer o seguinte quando nós nos iluminamos seja da
sabedoria, do amor, da justiça, do poder, e estamos sobre o efeito da iluminação, não é nós
mais quem se manifesta que, que eu falo nós? Não é Joaquim, não é José não é Pedro, é a
essência e a essência vai ter determinados atributos predominantes, no caso de Jesus era o
Cristo, era o Cristo dele, dele, do ser que chamava-se momentaneamente Jesus e que antes
teve outros nomes e depois disso também terá diversos outros nomes.
÷ Acervo Aluano ÷
203

Um Cristo faz parte de nós, outro Cristo não propriamente, não é ainda nosso, é
chamado de Cristo cósmico, seguindo uma hierarquia cósmica. Jesus, eu disse inicialmente
que ele se transformou em um portal de luz amorosa, luz crística, imagine que esse portal era
alimentado por outro portal, só que neste outro portal, a maioria quase que total dos habitantes
da Terra, na época, não conseguiriam entrar no outro portal que ele consegue entrar e ao
entrar ele transforma-se em um portal. Jesus sintonizava-se com o Cristo do espírito do planeta
Terra, chamado Logus Planetário.

Nós estamos sobre este solo como piolhos em um ser muito mais evoluído, muito mais
evoluído do que nós, alguém que sinta muito amor crístico suficiente para entrar em sintonia
com este ser, também será como Jesus, não exatamente idêntico a ele, mas será como a ele,
também banhando-se ou entrando no portal vibratório crístico e uma vez que se entra em
sintonia com este portal, a pessoa receberá uma quantidade de energia crística que parecerá
um Sol, qualquer um iluminado, alguém que veja um iluminado com a clarividência, atingindo a
dimensão vibratória do sentimento, da sabedoria, do poder ou da justiça, vai ver um Sol, um
Sol irradiante.

Exemplo: A maioria de nós não somos irradiantes, nós somos ímãs, nós puxamos,
então vamos nos tornar sóis, Jesus já era um Sol antes de ser Jesus, um Sol de amor crístico e
através do seu Sol muitas pessoas acenderam em si o Sol crístico, iluminando a consciência
com a vibração do Cristo. Essa vibração ela é altíssima, ela faz com que a nossa consciência
possa sair dos padrões de realidade desse mundo em que nós vivemos e ao sair desse padrão
nós entramos em contato com a nossa verdadeira moradia, a vida absoluta. Esta não é nossa
casa e os iluminados vieram para nos resgatar para a nossa casa verdadeira, que é a
essência, mas eles não podem simplesmente chegar aqui e nos obrigar a voltarmos para a
nossa casa verdadeira, tais iluminados nos convidam, eles não impõem, eles expõem a luz.

Jesus foi exemplo de um iluminado do amor, o amor crístico, a sua centelha


crística brilha aqui na Terra até hoje e brilhará pelos tempos dos tempos, mesmo quando
a Terra não existir mais fisicamente, essa energia ainda vai continuar aberta aqui, por
quê? Porque disso? Porque uma vez que o portal se abre, ele atinge outras pessoas que se
transformam em portais e sempre vão repassando numa reação em cadeia tal vibração para
outras pessoas, outras pessoas, outras pessoas, formando um grande Sol crístico, Jesus
assim que veio, já existia a energia crística na Terra, antes dele encarnar como Jesus, já
÷ Acervo Aluano ÷
204
existia, no entanto não existia na voltagem tão alta como ele trouxe, existia em voltagens
menores, mas ele amplificou a energia crística e aquelas pessoas que estavam na sintonia
crística, começando a querer desenvolver o amor crístico, captaram tal energia, quem não
estivesse nessa faixa evolutiva, poderia ficar lado a lado com Jesus e não sentir absolutamente
nada demais, um homem comum, diriam, um mero homem comum, esquisito, poderiam dizer
isso, excêntrico, mas quem estivesse na sintonia reconheceria: aquele ali é o Sol e beberiam
dessa vibração, até que aprenderiam a buscar na fonte.

“Todos os mestres descem para nos ensinar a mergulhar no oceano e não nos
rios, e não nos córregos, nos riachos e sim no oceano. Todo mestre que vêm e não
ensina isso, de fato não é um mestre, ele é uma pessoa que quer, ao invés de servir à
humanidade, ou servir à vida, ser servido pela vida.”

Então Jesus foi um exemplo de Sol crístico, porque nós temos diversos ciclos
evolutivos, tem ciclo em que o iluminado que vem e se faz visível é o ciclo do amor, outras
vezes é o iluminado da sabedoria, o ciclo da sabedoria, outras vezes é o ciclo da justiça e
outras do poder.

Buda, Buda quando veio também já era Buda, no entanto enquanto ele não despertou
para a iluminação da sabedoria, ele não sabia quem ele era. Exemplo: Nós ao mergulharmos
na encarnação e assumirmos um corpo de carne, nós somos como uma lâmpada que
mergulha em lodo viscoso e que mesmo acesa não irradia o brilho, uma lâmpada muito forte
consegue queimar o lodo, desintegrar o lodo e brilhar, mas isso leva algum tempo, mesmo
Buda que conseguiu uma iluminação admirável e difícil, que é a iluminação da sabedoria, uma
das mais difíceis de se adquirir, a iluminação do amor ela é mais fácil, porque é uma iluminação
de interação com a vida, a iluminação da sabedoria ela é mais difícil, porque mais difícil?
Porque precisamos tocar aquilo que não pode ser tocado, ver o que não pode ser visto, escutar
o que não tem como ser escutado, fazer o impossível essa é a iluminação do amor, o
impossível para as nossas regras, para os nossos conceitos se falar assim toque aquilo que
não pode ser tocado, o que as mãos não conseguem tocar, nem as mãos do corpo, nem as
mãos do corpo astral, nem as mãos, se o corpo mental tivesse as mãos mentais, aquilo que só
a essência pode alcançar, esta iluminação de Buda, uma iluminação que faz com que o
indivíduo compreenda a realidade, compreenda a verdade única, conhecer a verdade única é
dificílimo, compreender a verdade única é mais difícil ainda, a maioria de nós vemos apenas a

÷ Acervo Aluano ÷
205
nossa verdade ou a verdade dos outros, quase não alcançamos a verdade única que está
acima da minha, ou da sua ou de todos nós.

Agora imagine alguém compreender, alguém chegar a um ponto em que não exista
mistério, onde todas as perguntas existem respostas e respostas verdadeiras, a verdade
adquirida pela sabedoria é um elemento tão forte, pois ela não é jamais destruída, a verdade é
um dos elementos que sempre existe e sempre existirá e jamais terá como ser destruída. Uma
pessoa que anda com os princípios da verdade única, ela se transforma em alguém tão forte,
como o próprio Deus, nada pode abalar, a pessoa se situa acima de tudo.
O amor ainda pode provocar dor, mesmo o amor pode provocar dor, o êxtase do Cristo
quando ele sentia a ilusão com que as pessoas viviam e vivem, alguns momentos é necessário
evocar a sabedoria para que a dor seja diminuída, seja como que neutralizada, veja bem que
mesmo Cristo se ele não busca na sabedoria a compreensão da dor, da dor pela qual nós
passamos, ele chora, chora de amor, tem muita gente que chora de dor ou chora de amor.

Quantas vezes pessoas que tiveram contato com outros seres que têm uma
vibração amorosa muito grande, pessoas começaram a chorar sem querer, não
controlava, abria o berreiro, porque sentia a vibração alta do amor e não estava
preparado para tal vibração e chorava, então existe, o que que evita o choro no caso de
alta vibração? A sabedoria, que é outra iluminação também, Jesus incorporou a iluminação do
amor, mas Buda incorporou a iluminação da sabedoria, Jesus no caso manifestava-se mais
amor, manifestava em si mais amor do que Buda, no entanto Buda manifestava em si mais
sabedoria do que Jesus, como dizer que Buda foi maior do que Jesus ou Jesus foi maior do
que Buda, sendo que cada um manifestava-se com mais força estas características, que são
dois tipos de iluminação, então Buda, imagine qualquer pergunta que você tenha, se você
chega para Buda e pergunta, eu estou falando Buda eu não estou falando Siddharta Gautama,
se eu estou falando Cristo, eu não estou falando Jesus, eu estou falando a personificação da
iluminação, então se chega para Buda e pergunta qualquer coisa, absolutamente qualquer
coisa, ele saberá explicar, porque ele compreende, compreensão da verdade única,
compreensão plena, esse nível consciencial chama-se Buda e nós poderemos alcançar, mas
antes de chegar em Buda, teremos que percorrer Cristo primeiro, teremos que percorrer a
iluminação da justiça primeiro, mas vamos explorar um pouco mais a iluminação da sabedoria.

A iluminação crística, eu tenho que fazer paralelo, porque as duas iluminações mais
conhecidas em nossa civilização são essas duas, as outras duas quase não são conhecidas. A
÷ Acervo Aluano ÷
206
iluminação crística: desenvolve mais a irradiação do amor, que manifesta-se pelo chacra
cardíaco, a iluminação búdica: manifesta-se mais pelo topo do cabeça, irradia-se pelo topo da
cabeça. Jesus um clarividente poderia ver uma coroa de luzes sobre a cabeça dele, mas o
mesmo clarividente se olhasse para o coração dele veriam um Sol de primeira grandeza que
ofuscava a coroa de luzes, mesmo com a coroa de luzes que apontavam para o infinito, o seu
Sol no cardíaco era imbatível, imbatível pela coroa de luz dele, né? Não por outros seres,
Jesus é um dos iluminados, ele não é o iluminado, existe uma quantidade infinita de
iluminados, tanto crístico, como búdico, como justiça ou como poder.

Quando Buda desenvolveu a sua iluminação ele alcançou a compreensão suprema do


mundo da forma e do mundo da essência, o que quer dizer que ele alcançou um estado que é
difícil de ser alcançado, é mais fácil você desenvolver o seu Cristo interno do que você
desenvolver o seu Buda interior, por quê? Porque desenvolver o Cristo interno você ama
tudo, mas ainda vive aqui também, você vive lá, mas vive aqui. Quando você desenvolve o
seu Buda interior você mesmo estando aqui você não está aqui, como é isso? Você
desenvolve um estado de compreensão onde há onde há uma dissociação corporal do espírito,
no estado crístico também há, só que o aspecto crístico tem dificuldade, quando alguém está
em estado de êxtase crístico tem dificuldade de interagir com o mundo exterior, a pessoa
começa a negligenciar coisas, começa a deixar de observar elementos funcionais do aspecto
exterior, quando a iluminação é muito predominante apenas crística, por isso os seres eles
sempre, mesmo quando desenvolvem determinada iluminação especificamente, eles ficam
trabalhando para equilibrar as 4 iluminação, eu vou falar de seres que já estão próximo disso,
de não apenas serem iluminados crísticos ou búdicos, mas ser iluminado em 4 vibrações, em 4
níveis de consciência, no caso alguém que ilumine-se cristicamente, ela poderá muitas vezes
não compreender certos aspectos funcionais da vida, no entanto quem ilumina-se no aspecto
búdico, a sabedoria, ela não está nesse mundo, mas compreende o funcionamento desse
mundo e fica atento ao funcionamento desse mundo ou dos mundos, porque a sabedoria é o
que monitora o funcionamento da vida, o amor é o que faz a vida acontecer, mas o amor em si
não é a parte, digamos burocrática da vida, é a parte que executa, amor é a força que agrega
os átomos, no entanto ele não é a inteligência que organiza tal agregação e que compreende o
porque de ser de tal organização, quem compreende e coordena é a sabedoria, a sabedoria
búdica, então quando alcançamos o aspecto búdico rapidamente começamos a alcançar o
aspecto crístico, o aspecto da justiça e do poder.

÷ Acervo Aluano ÷
207
Exemplo: O aspecto crístico é um tipo de característica que vem muito no ser quando
ele quer purificar outros seres, digamos do egoísmo, imagine os seres humanos da Terra como
se fossem pessoas que estivessem um tanto sujinhas, com a roupa suja e viesse algo para
limpar essa roupa e esse algo que vem imediatamente para limpar essa roupa é o amor, depois
vem algo para passar esta roupa, para deixar ela alinhada, seguindo determinadas regras, é a
sabedoria...

Iluminados da justiça, quem seriam iluminados da justiça? Conhecemos aí Arcanjo


Miguel que é um avatar, chamam de arcanjo, mas é um avatar uma descida da divindade à
carne, porque ele também assume corpos físicos. Ele é um iluminado da justiça, só que não
apenas da justiça, também do poder, porque para que a justiça seja cumprida é necessário ter
o poder, senão a justiça fica só na área da sabedoria, não se executa, não se faz cumprir a
justiça, portanto Buda iluminou-se na sabedoria e compreendeu tudo a respeito da evolução,
ele compreendeu aquilo que palavras poderiam transmitir e compreendeu aquilo que nosso
idioma terrestre, quando eu falo idioma terrestre não estou falando português, inglês, indiano,
estou falando aquilo que nós como seres dessa realidade, dessa dimensão, temos como
colocar em palavras, esse é o idioma terrestre, aquilo que nós estamos acostumados a
verbalizar, pintar, codificar fisicamente, Buda não teve como transmitir tudo que compreendeu,
existem coisas que o verbo cristalizado não consegue manifestar, visto que a energia
vibratória, que gera o verbo, ao se transformar em verbo ela já se limitou, o OHM primordial, a
vibração primordial, esse OHM, que muitas vezes a gente vê a pronúncia dele, que é uma das
vibrações primordiais, ao surgir no mundo da forma já se limitou, quem ilumina-se pela
sabedoria é como, Exemplo: imagine alguém projetar do topo de sua cabeça raios que não
são simplesmente raios, imagine como se fosse, nós temos olhos, nós temos mãos, nós temos
ouvidos, tato, paladar, olfato, imagine que ao invés de ter esses 5 sentidos corporais,
tivéssemos milhares, milhões de sentidos, que não são do corpo, que são da essência que se
manifestasse e se projetasse rumo ao infinito e captasse desse infinito supremo, infinito que eu
falo é a essência, porque o mundo da forma ela sempre terá fim e sempre terá recomeço,
morte, vida, um eterno morrer e nascer, parece um pesadelo, você já imaginou morrendo,
nascendo, morrendo, nascendo, morrendo, nascendo, o mundo da essência que nós podemos
alcançar através da iluminação búdica, não existe morrer e nascer e através dos sentidos
búdicos nós podemos compreender, saber daquilo que os olhos jamais viram, com certeza
absoluta de que existe, ver além dos sentidos corporais, ver além do tempo, ver além do
espaço, ver aquilo que não muda jamais, se situa acima de tudo, Buda situou-se acima de
tudo, e após ele muitos budas existiram e existem atualmente budas, no entanto eles não
÷ Acervo Aluano ÷
208
chegam assim e diz para você olha eu sou Buda, veste um negócio lá amarelo, alaranjado e
diz eu sou Buda, não, são budas que manifestam na vida com compreensão absoluta, mas
sabem de uma coisa: não tem como uma pessoa que vê mostrar para um cego de nascença
aquilo que ele está vendo, é impossível, o que ele pode fazer, se for a função dele, a tarefa
assumida perante a essência, ensinar o cego a enxergar, se isso puder ser aprendido e no
caso pode, porque Buda nem sempre foi Buda, quer dizer Siddharta nem sempre foi Buda, ele
transformou-se em Buda, ele já era, mas ele não sabia que era, então é como se não fosse,
nós somos mas não sabemos, por isso é como se não fôssemos também Buda, nós somos
Cristo mas nós não sabemos, então é como se não fôssemos Cristo, porque que Buda
veio? Para nos ensinar que nós podemos ser Buda, porque que Jesus veio, para nos ensinar
que nós também podemos ser Cristo, mas isso sempre parece algo tão distante, algo tão
religioso, o religar a volta para casa parece ficção, mito, mas não é e tanto não é que na época
atual muitos budas, muitos cristos, muitos iluminados do poder e da sabedoria aqui estão e vão
pipocar como pipocas numa panela quente no planeta inteiro, tema da próxima palestra.

Quando Buda alcançou a compreensão suprema ele começou a irradiar, ele


transformou-se também num portal, o portal da iluminação da sabedoria e através dele
irradiou-se luz e muitas pessoas entraram nele e transformaram-se em portais, no entanto um
ser ele ao entrar num portal, como portal do Cristo ou do Buda ele se transforma num
ser curioso, porque curioso? Porque imagine alguém, alguém que já não precisa mais seguir
outras pessoas, nós buscamos muitas vezes mestres, no entanto a razão pela qual esses
iluminados vieram e vêm não é para serem mestres dos outros, a história está cheia de
enganos, de equívocos diversos a respeito desses iluminados, eles não vieram para ser
mestres, as pessoas é que os fizeram mestres, não foram eles que se fizeram mestres, eles
vieram para ser o caminho, não ser uma muleta o que, que é ser o caminho? Mostrar, através
do próprio exemplo, como fazer, mas as pessoas tinham necessidade de aprender e por isso o
seguiam e como o patamar em que eles estavam era tão, tão assim avançado, as pessoas
levavam muito tempo, encarnações e encarnações aí acabava gerando religiões, seguidores
de fulano de tal, aí um seguidor falava para outro seguidor não você está indo para o caminho
errado, não é bem aí, vira para cá, aí começava a surgir as religiões diversas aí que um sujeito
acha que o outro que o iluminado apontou naquela direção o outro fala não, não é naquela não,
é um pouquinho é 30 graus a direita e aí ramificavam-se as diversas religiões e as pessoas
seguindo as religiões estavam seguindo os iluminados? Nem sempre, se não seguissem o
caminho, não estavam seguindo os passos dos iluminados é difícil demais, muito difícil, porque
nem sempre nós sentimos eles e a intenção deles não é que nós o sintamos, eles são portais.
÷ Acervo Aluano ÷
209

Jesus não estava nem aí se alguém estava seguindo Jesus ou não ele estava
querendo que as pessoas sentissem o Cristo e não Jesus, que é uma figura que morreu há não
sei quantos mil anos atrás, não tem nem pedaço dele mais, mas o Cristo existe, o Buda foi a
mesma coisa, ele existe, tem pessoas que encontram eles todos os dias em todos os lugares,
porque Cristo, Buda fazem parte do Criador Absoluto, fazem parte da essência que está em
tudo, que anima tudo, por isso eles existem todos os dias, em todos os lugares, no entanto só
quem despertou o próprio Buda interior, o próprio Cristo interior podem captar tais vibrações e
entrar no portal. Buda desencarnou, muitas pessoas disseram que ele saiu do reino humano,
só que ele não pertence, antes de nascer como Sidharta, já não era do reino humano mais,
Jesus também não é do reino humano mais, todo ser que transcende o mundo da forma não é
mais ser humano, aí ele entra na hierarquia dos avatares humano é todo aquele que necessita
de nascer em corpo humano, esses seres iluminados eles não manifestam-se apenas em
corpos humanos, corpos humanos é um dos que eles se manifestam, mas eu não quero
aprofundar demais nessa manifestação corporal, vamos entrar na iluminação da justiça.

Nós tivemos Khisna, que muitas vezes nós vemos os Hare Khrisnas e nem sempre
compreendemos a profundidade dos conhecimentos trazidos por Khrisna, das informações
que, aliás, no Bhágavad Gíta, que é uma espécie de Bíblia hindu, estão contidas ainda muito
intocáveis, intocadas melhor dizendo, porque sabemos que ao longo da história no mundo
ocidental, a igreja, houve muita destruição de documentos passados da época que Jesus veio,
então nós não temos assim a profundidade da verdade como ela é, no entanto na Índia, um
lugar que foi preservado a documentação em sua origem sem ser deturpada, modificada
Khrisna veio e nós aqui do Ocidente quase não conhecemos a história de Khrisna, desse
iluminado, que só associamos ao Hare Khrisnas que seguem também determinados princípios
trazidos por Khrisna, mas que iluminado foi Khrisna? Khrisna foi um iluminado curioso,
porque ele tinha em si o Cristo, ele tinha em si o Buda e tinha em si a iluminação da justiça,
essa foi a iluminação de Khrisna... Khrisna foi um iluminado que em certo ponto transcendeu
Buda e transcendeu Jesus ou melhor dizendo, é Jesus e Siddharta Gautama, porque? Falar
dele é meio difícil, porque há muito tempo atrás muitos milênios atrás, não é só 2 mil anos
outra época, outro povo, só pude buscar histórico de Khrisna em projeções mentais, projeções
astrais em dimensões mais sutis, onde os arquivos do histórico dele estão mais acessíveis,
quanto mais sutil a vibração de um ser mais difícil é a gente pegar informação sobre ele,
porque as ondas vibratórias áuricas desses seres são muito altas, captar isso não é brincadeira
Exemplo: é a mesma coisa de você ver um pássaro tão alto que você tem que usar uma
÷ Acervo Aluano ÷
210
luneta assim muito potente se não você não consegue captar, mas a vibração de Khrisna é
uma vibração de um iluminado que irradiou na época que veio, transcendência,
transcendência, Jesus iluminou transcendência, Buda iluminou transcendência, mas Khrisna foi
a manifestação da transcendência, ele foi a transcendência em pessoa, Khrisna teve tanta
vibração elevada, que Jesus ele levou algum tempo para despertar, Buda levou algum tempo
mais tempo do que Jesus aliás, porque o tipo de iluminação dele para essa civilização é mais
difícil a iluminação da sabedoria, para aqui para a Terra é mais difícil por causa do nosso
animalismo, então o nosso animalismo bloqueia muito a consciência, um ser ele pode amar
mais facilmente do que compreender mais facilmente, então Khrisna ele tinha uma iluminação
tanto de sabedoria, tanto de amor, tanto de justiça e quando ele veio desde criança ele já era
Khrisna, quer dizer tanto era Khrisna que o próprio nome dele ele foi uma manifestação
diferente das outras, porque diferente? Porque existe manifestação onde a pessoa se torna
a manifestação do avatar, existe avatar que ele já nasce avatar, como avatar assim?
Antes deles nascerem, eles já eram, mas assim que eles nascem por algum tempo é comum
ele não saber que é um avatar, é comum isso, passa algum tempo ele não sabe, até que de
repente ele descobre eu sou, aí amplifica sentimento ou consciência e pronto incorpora a
divindade em si a essência divina e daí em diante passa a seguir irradiando como um Sol, mas
Khrisna foi diferente, Khrisna ele já nasceu iluminado que, que é iluminado? Ele não teve
amnésia encarnatória, não aconteceu isso com Khrisna, então ele foi diferente, porque?
Porque ele não teve personalidade egóica de corpo, de gens, de herança familiar, não teve
nada disso, Buda teve, Buda foi filho de fulano de tal, Khrisna não teve isso ele, desde cedo ele
não era filho de fulano de tal, ele não era filho de ninguém ele era Deus, esta é uma grande
diferença desses dois iluminados em relação à Khrisna, então Khrisna ele foi uma das grandes
manifestações em que ele era Deus,,,

Jesus também era Deus, Buda também era Deus, nós também somos deuses, no
entanto nós nem sempre sabemos que nós somos Deus, sentimos que nós somos, veja bem
Buda sabia que ele era Deus e sentia, Jesus sentia muito mais que ele era Deus do que sabia,
ele também sabia, mas o grau de sentir Deus era maior do que o de saber que é Deus, Buda
sabia mais do que sentia, no entanto Khrisna sabia, sentia e executava como Deus as coisas, é
uma grande diferença, então esta manifestação de Deus fez com que Khrisna fosse Khrisna
desde o início, então não é como Siddharta Gautama transformou-se em Buda, não é como
Jesus transformou-se em Cristo, Khrisna sempre foi Khrisna, quer dizer Deus manifestante, por
isso que muita gente pode até achar um tanto arrogante que não compreende isso a narração
do Bhágavad Gíta de Khrisna, ali são versos e tudo, mas pode achar um tanto arrogante
÷ Acervo Aluano ÷
211
dizendo: eu sou isso, eu sou aquilo, eu sou aquilo outro, como algo transcendente, uma pessoa
em corpo dizer isso é difícil de compreender, mas não é como Buda que teve que trabalho de
diferenciar onde era Buda e onde era Siddharta, chegou um ponto que Cristo que Jesus deixou
de ser Jesus, passou a ser Cristo, então ele já não queria mais que as pessoas tratassem ele
como Jesus, mas como Cristo, Buda chegou um ponto em que ele não queria mais que as
pessoas tratassem ele como Siddharta, porque ele não era mais Siddharta, Siddharta morreu,
Jesus morreu, então mas Khrisna jamais morreu, porque ele já nasceu Deus.

Então essas iluminações, esse é o terceiro nível da iluminação, a iluminação do amor,


da sabedoria e da justiça, agora tem um outro quarto tipo de iluminação, a iluminação do poder.
Um ser que venha com a iluminação do poder, do amor, da justiça, da sabedoria ele fecha o
ciclo e tem um ser que andei colhendo elementos, tem dois seres que identifiquei com tais
características um está encarnado: Sai Baba, ele está encarnado e foi identificado na pesquisa
que eu fiz no astral e no mental que ele é um iluminado crístico, um iluminado búdico, um
iluminado Khrisna e um iluminado do poder, ele tem 4 iluminações em um só e o sujeito é
baixinho, desse tamanhozinho o corpo dele, a cabecinha cabeludinha, para quem não conhece
ele, ele é negro, baixinho, tem um metro e cinquenta e pouco parece, pequenininho, não se
engane com aquele baixinho porque ele é Deus, suspeitam até que ele tenha sido Khrisna, isso
aí eu não tive como confirmar lá fora, mas suspeitam que ele tenha sido Khrisna; outro é
Ashtar, também conhecido como arcanjo Miguel, que é um iluminado do amor, do poder, da
sabedoria e da justiça, então porque que todo mundo não corre lá para Índia vem cá cadê o
Deus? Porque cada pessoa tem, mesmo esses iluminados, eles são como rios, eles ainda não
são o oceano o oceano não está nesse mundo, o oceano não pertence a esse mundo, nesse
mundo encontraríamos rios, Buda, Jesus, Siddharta, Khrisna, Sai Baba, Arcanjo Miguel, são
rios, um é o rio Amazonas, outro é um rio São Francisco, mas são rios, algumas pessoas já
não se contentam mais com as águas dos rios, querem a água do oceano, águas mais
profundas, um mundo diferente desse, o rio está dentro desse mundo, mas o oceano é outro
mundo diferente do nosso.
Portanto a iluminação de Ashtar por exemplo, vou falar um pouco sobre Sai Baba que
está aí, depois eu vou falar um pouco mais sobre Ashtar, Asthar Sheran é o mesmo ser, que é
o mesmo arcanjo Miguel, ser que tem um aspecto do poder, da justiça, do amor, da sabedoria
conhecem eles mais pelo aspecto da justiça do poder, mas eles são igualmente grandes em
amor e sabedoria, a questão é que como para nós vieram outros iluminados que não podiam
ter na época características, digamos de justiça e poder, porque nós não estávamos tão
preparados na época agora já está podendo vir, temos aí Sai Baba...
÷ Acervo Aluano ÷
212

Sai Baba: Vou contar um rápido caso de justiça de Sai Baba, teve um brasileiro que foi
com uma comissão lá para ver Sai Baba e ficaram lá vários dias, vários dias e já estavam para
voltar para o Brasil e não conseguiam uma entrevista com ele, porque o homem é difícil viu, o
homem, não o Deus lá, não vou nem chamar homem, porque é uma ofensa, a gente chamar
uma pessoa que não sabe que é Deus de homem ou de mulher não é ofensa, mas chamar
Deus que sabe que é Deus de homem ou de mulher é uma ofensa, não tem como ofender, é
uma ofensa para nós mesmos, porque não tem como ofender Deus, é a mesma coisa de, de
cuspir para cima a gente não vai acertar a lua, a gente vai ser acertado, então no caso dessa
comissão, conseguiram no último dia serem atendidos por Sai Baba e foram lá, cada um tinha
direito a uma pergunta, um fez uma pergunta ele respondeu, outro fez uma pergunta, outro fez
uma pergunta, não eu não posso responder isso, se a pergunta é indevida ele não responde e
pronto, perde a vez e foi para outra pessoa, terminou de responder para todas as pessoas, ele
se levantou foi até a porta, eles seguiram, ele saiu da porta, todos saíram e ele voltou
novamente para a porta para entrar e todos voltaram novamente, já tinha terminado, ele foi
gentilmente levou até aí, quando estavam voltando ele olhou assim para eles e: fora, falou em
inglês, fora aí eles ficaram assim olhando sem entender, ele falou para gente fora, para a gente
ir embora, aí ele olhou mais sério ainda para eles e falou: para fora, aí eles enfiaram o rabinho
entre as pernas e foram para fora sem entender o porque, como é que essa pessoa mandou a
gente sair? Sai Baba falou desse jeito comigo fora, quem deu esse direito para ele? Nós somos
tão mal acostumados, então uma pessoa que tenha muita justiça, qual é a justiça? Terminou,
pronto, não tem que ficar, olhe quantas pessoas precisam dessa pessoa, do serviço dessa
pessoa da irradiação, da presença, da sabedoria, do amor dessa pessoa, porque que
egoisticamente eles queriam ficar ali grudados igual mariposa na luz, então enquanto há só
amor, só sabedoria não é essa energia de cumprir a justiça, fora, sem como se pode dizer
culpa, então nós manifestamos muitas vezes o amor, mas a gente quando vai executar a
justiça, a gente sente culpa, fala: gente será se eu vou ser compreendido? Será se isso? Não
vou ofender? Não vai isso ou aquilo?

Então a justiça, outra coisa, mentir, muitas vezes a pessoa mesmo que seja amorosa,
de vez em quando para não ofender a pessoa, mente, mas com o aspecto da justiça a pessoa
não mente, então mesmo que vá doer, mas a verdade é melhor do que a mentira que não dói
no momento, Exemplo: a mentira é igual cupim vai corroendo por dentro quando a pessoa vê
cai, é como o cupim na cadeira está sentado numa cadeira e vai mentindo, mentindo, mentindo
e a cadeira é de madeira e o cupim está comendo por dentro, um belo dia quebra as pernas da
÷ Acervo Aluano ÷
213
cadeira e você cai, é muito melhor não deixar o cupim entrar, mesmo que tenha que arranhar a
cadeira.

No caso executar justiça são seres até que acionam o carma, um avatar que pouca
gente conhece e que eu vim saber um dos nomes que ele adotou, que tem várias pessoas que
adotaram esse nome, mas não é esse avatar que eu estou falando, para quem já leu
"Autobiografia de um iogue", de Paramahansa Yogananda, um avatar chamado Babagy, ou
Babagy tem várias pronúncias, esse avatar ele tem as 4 iluminações, ele é um avatar do amor,
da sabedoria, tem diversos avatares, eu estou falando aqui os mais conhecidos, eu estou
falando agora um que é pouco conhecido, para quem leu o livro tem uma passagem lá que
pode achar uma coisa estranha, porque ele estava com um dos discípulos em seu grupo e ele
queimou o discípulo com uma madeira incandescente, aí teve até um discípulo dele: falou que
maldade isso com uma pessoa, aí ele falou, mas eu estou aliviando o carma dela, se eu não
queimasse ele aqui agora, ele poderia acontecer algo bem pior com ele, agora para nós
compreendermos uma coisa dessa é difícil mesmo, sujeito ir queimar o outro e dizer que está
fazendo para aliviar o carma dele, a gente ia falar que esse sujeito está é doido, está usando é
o lado místico, espiritual para fazer maldade com os outros, pois é, só que por isso é que os
iluminados da justiça e do poder quase não se manifestam, porque nós não estamos
preparados para conviver muito proximamente com esses seres, nós precisamos avançar um
pouco mais, tanto em amor como em sabedoria, para alcançar a compreensão da justiça e do
poder, esses seres eles têm tanto poder...

Encontro com Sai Baba: Sai Baba quando eu fiquei sabendo de Sai Baba, eu falei: eu
quero ver se esse sujeito é bom mesmo, porque fala assim dele, eu vi a foto, falei: não, isso
aqui sujeito sério, meio até carrancudo, me projetei, quando encontrei o homem, homem não
Deus, eu vou te falar uma coisa, a vibração, eu ia chegando no Ashira dele, lá na dimensão
que eu fui que eu atravessei uma colina, quando eu vi, falei: o Sol ali, o Sol pousou na Terra,
quando eu fui chegando perto o Sol você via parecia o Sol, você via a quilômetros e
quilômetros e quilômetros de distância aquele Sol, aí você anda, voa, voa no caso, eu estava
voando no astral, no astral a gente voa, não batendo asa não, eu estava assim igual ao
Superman, é bom demais, para quem não conhece o astral é para onde a gente vai depois que
morre ou quando dorme, tem gente que vai para o mental quando já tem muito desapego do
astral você desencarna aqui, desencarna lá também e vai direto para o mental, mas no caso eu
estava no astral e voando, voando, aí quando dei fé eu falei ué, mas o Sol está de lá, como é
que tem outro Sol dali, é porque eu estava como Sol nas costas e estava vendo outro Sol lá na
÷ Acervo Aluano ÷
214
frente, só que aquele outro Sol era meio azulado, um azul assim celeste, indo para um degrade
um ia, tinha várias tonalidades de azul, muito bonito e brilhando, brilhando, eu fui chegando,
chegando, chegando até que eu fui entrando nas camadas, fui entrando nas camadas, nas
camadas da energia luminosa e aí pousei, aí quando eu vi está lá aquele baixinho lá andando,
com aquela roupa laranjada para cima e para baixo, então aí eu falei: gente que hora, isso aí
eu estava no físico, só que aquilo fica no físico? Fica nada, aquilo é onipresente, eu via assim,
de repente ele virava 100, de repente virava uma quantidade que não dava para contar, só via
gente saindo de dentro dele, quer dizer ele saia em várias formas, imagine uma pessoa que
está ali, só que se você olha por uma visão espiritual você não vê só uma pessoa, você
começa a ver um tanto de gente multiplicando, multiplicando, multiplicando, multiplicando,
multiplicando, sendo um única, a mesma pessoa, essa foi a visão que eu tive de Sai Baba
quando eu fui visitar ele espiritualmente e aí eu falei assim: é, deixa eu ficar por aqui mesmo,
porque ele deve ter segurança por aqui, não vão deixar eu me aproximar demais, é porque
desses seres têm espíritos que ficam em volta deles fazendo proteção, aí vai que eles olham
para mim, quem é esse sujeito trevoso chegando aqui querendo ver, trevoso que eu falo é com
tanta luz que ele tem, a gente parece um vaga-lume, então aí eu cheguei e vaga-lume
piscando, né? De vez em quando é bem, de vez em quando é mau, de vez em quando
consciência, de vez em quando inconsciência e aí o que aconteceu? Eu consegui chegar
perto do homem, aí quando ele veio, ele me abraçou e aí foi muito bom, não vou descrever o
que teve não, experienciei umas vibrações muito elevadas e voltei para casa satisfeito, porque
o homem de fato era Deus, não era exagero dos outros de falar, eu falei: não, esse eu ponho a
minha mão no fogo, porque até mestre de vez em quando, como se pode dizer, enfia o pé na
jaca, descuida e faz uma besteira e aí mas ele é um avatar, avatar não erra, o erro não existe
no campo do avatar, quer dizer que o erro não mora neles. Esses seres quando eles se
iluminam até o nível de quarta iluminação eles se transformam em Deus presente.

Que é Deus presente? São seres que não têm mais lapso como Khrisna, Khrisna já
era uma manifestação, ele já estava desenvolvendo na encarnação de Khrisna o poder, por
isso suspeita-se que Sai Baba seja Khrisna da vida passada, mas não há certeza, só uma
suspeita, então não leve em consideração, quando esses seres desenvolvem tamanho poder,
para ter idéia eles podem construir corpos de planetas, eles podem mudar ajudar a mudar
órbitas de planetas, só com o poder mental deles, eles não precisam empurrar o planeta não
eles só pensam e o planeta muda de órbita. São seres incrivelmente poderosos, no entanto
eles mudam órbitas de planetas simplesmente, aleatoriamente, não, o ser quando mais

÷ Acervo Aluano ÷
215
evoluído é mais respeita as leis da vida, então existem leis supremas e estes seres eles são os
primeiros a executar tais leis...

Os iluminados de 4 iluminações, eles são avatares completos, porque


completos? Porque eles conseguiram manifestar os 4 elementos de Deus aqui, os elementos
conscienciais e tais seres começam a ser como numa hierarquia, começam a coordenar
mundos, os habitantes que vivem nos mundos e quando eles vão aumentando em sua
evolução, tais iluminados de 4 iluminações passam a animar planetas, meteoros, luas,
sistemas solares, estrelas, constelações, quer dizer que esses seres eles podem manter a vida
de planetas eu estou falando o seguinte: a Terra é um espírito planetário, agora você pensa
que esse espírito está como nós, preso dentro do corpo? Não, não está preso, quando nós
vamos evoluindo nós não precisamos mais ficar dentro de um corpo para fazê-lo viver, por
exemplo, eu estou conversando com vocês agora, no entanto o meu primeiro corpo astral está
dentro desse corpo físico para que esse corpo físico manifeste-se, se eu fosse um avatar não
precisaria, não precisaria mais estar dentro desse corpo, de longe eu faria este corpo fazer o
que eu quiser e não apenas esse, mas vários e vários e vários e vários, infinitos, um mestre
pode fazer vários corpos ficarem ao mesmo tempo 3, 4, 5, até 7 um mestre pode fazer, no
entanto ele não consegue fazer mais do que o número de corpos astrais que ele tenha e ele
não dá conta de aumentar o número de corpos astrais, porque senão falta-lhe energia, começa
a ficar muito inconsciente nos outros corpos, invalida a encarnação o que, que eu estou
querendo dizer? Eu estou querendo dizer que vou dar um exemplo bem comum: muitas
vezes você está fazendo alguma coisa e de repente você fica assim lento e parece que você
ficou ausente, você ficou ausente, você está ali, mas parece que não está ali, você está
fazendo tudo meio robotizado, muito mecanicamente, você mesmo percebe que você está
longe, de repente você volta aí você, mas o que, que aconteceu mesmo? Você fica como se
aquele pedaço de ausência você não estivesse muito ali presente, isso foi porque um corpo
astral seu seja 2º corpo, 3o, se projetou e o 1o ficou aqui dentro e ele levou muita lucidez junto
e você não tinha como manter o mesmo padrão de lucidez, enquanto ele estava fora, por isso
baixou, agora você imagine encarnado em vários corpos, dividindo demais a sua consciência a
lucidez diminui, quer dizer a pessoa fica encarnado, mas fica quase igual um zumbi, então ele
não vai ter como aplicar muito bem a encarnação, por isso só os avatares conseguem a
onipresença em vários corpos e quando eles alcançam as 4 iluminações conscienciais eles
podem ir chegando a um ponto, onde eles não se envolvem tanto com seres humanos, eles
passam a se envolver mais com planetas, evoluções planetárias, de estrelas, de galáxias, de
universos eles lidam com os humanos, mas numa hierarquia, quer dizer eles dão comando lá
÷ Acervo Aluano ÷
216
aí vai para os arcanjos menores, aí vai que só tem digamos 1 iluminação, 2, 3 até que chega
nos mestres e os mestres executam, portanto é um grau de iluminação suprema as 4
iluminações, no entanto enquanto nós não nos tornamos avatares, enquanto somos seres
ainda muito, como se pode dizer presos ao carma terrestre, à ilusão, ilusão da verdade relativa,
nós precisamos ver uma coisa, quer desenvolver o amor crístico? Muito bem, isso aí é o
caminha da iluminação, no entanto nós precisamos sempre ter 2 asas sabedoria e amor,
porque? Amor demais também não é sinal de carma, quer dizer de darma, você precisa ter
amor crístico sim, mas é preciso ter sabedoria, porque senão o amor passa a não ser crístico,
amor crístico é amor com sabedoria com justiça e com até certo poder quando necessário, mas
é num crescendo, amor aqui em cima, sabedoria aqui, justiça aqui, poder aqui, essa é a
manifestação do Cristo, se você tiver só amor e não tiver sabedoria, esse amor ele não vai
durar, porque que ele não vai durar? Porque as ações vão gerar reações desarmônicas, não
basta você ter muito amor, você precisa ter sabedoria senão você ah, eu estou sentindo uma
coisa boa e vai só pelo que está sentindo e faz coisas desejando o melhor possível, mas o que
está fazendo está desrespeitando uma série de leis, a sabedoria é a compreensão, é o
conhecimento e compreensão das leis da vida, a justiça é a execução das leis que se
compreendeu, o poder é a motivação, é o ato de executar o cumprimento da justiça com
sabedoria e com amor, então o poder vejam bem que é o último que vem, mas ele precisa,
porque que eu falo que é o último? Mesmo no Cristo tem poder, mesmo no Buda tem poder,
mesmo em khrisna tem poder, mas o poder supremo só vem depois do Cristo, depois do Buda,
depois de khrisna, ele vem pequenininho, crescendo devagarinho junto com os outros, mas ele
só vai tomar força mesmo depois que os outros se firmarem bem, os outros elementos nós
podemos começar dia após dia, você vai fazer um gesto de amor, você vai fazer uma ação por
amor, você faça, mas veja busque a sabedoria: peraí o que eu estou fazendo está certo?
Porque que está certo? Compreenda as leis, as leis da vida, será se eu estou fazendo a coisa
correta, será se eu não estou sendo precipitado demais? Será se eu estou ponderando? Será
se o que eu estou fazendo vai fazer bem agora, mas depois, ver sempre por uma visão mais
ampla, isso vai fazer com que você comece a trabalhar a sua iluminação crística real e não só
a sua iluminação de amor, amor sem sabedoria, justiça e poder não é Cristo, Cristo só vem
com esses elementos.

Hoje nós teremos algumas perguntas eu sei que o tema é vasto, mas já preciso
finalizar quem quiser fazer quem quiser fazer perguntas pode levantar a mão que será
entregue um papel.

÷ Acervo Aluano ÷
217

PERGUNTAS

1- DESLIZES QUE OS MESTRES ASCENSIONADOS PODERIAM COMETER?

Próxima palestra eu vou falar sobre os mestres ascensionados.

2 - PERGUNTA MUITO INTERESSANTE. UM SER PODE ESCOLHER SEU ASPECTO


EVOLUTIVO OU ISSO É UMA TENDÊNCIA NÃO ESCOLHIDA?

Escolhe, então se um ser desenvolveu mais o Cristo do que o Buda, ou um ser mais o
Buda do que o Cristo, não ou Cristo, isso é escolhido pela pessoa, então é a característica que
a pessoa se identificou mais só que ela desenvolve, desenvolve, chega um ponto que para ele
desenvolver mais ela vai precisar de outra característica, aí ela passa a ter desejo de
desenvolver aquela outra características, mas nada é compulsório você não vai desenvolver
uma coisa porque alguém o obriga, não, tudo é espontaneamente.

3 - PORQUE SAI BABA ESTÁ ENCARNADO, SENDO QUE ELE É UM DEUS?

Quando um ser é um Deus, estar encarnado ou desencarnado é indiferente para o ser,


porque ele é onipresente, parte dele está encarnado agora a outra parte está em tudo, se a
outra parte está em tudo a parte que está encarnada não vai limitar Deus, mas não é só Sai
Baba que é um Deus, ele é um Deus que sabe plenamente que é Deus, nós todos aqui sem
exceção de ninguém, nem do mosquito que está voando aqui todos nós somos Deus e se Sai
Baba veio, se Khrisna veio, se Buda veio, se Jesus veio se todos os mestres e avatares e
arcanjos vieram é para nos ensinar a descobrir que nós também somos Deus e aí nos
tornarmos Deus consciente.

4 - A RESPEITO DO "FORA" QUE SAI BABA DISSE, ELE NÃO PODERIA UNIR A JUSTIÇA
A UMA FORMA AMOROSA DE SE FALAR?

Ele falou de forma amorosa, para quem já ouviu o homem falar, ele fala, eu falei fora
aqui, mas é que eu falei enérgico, ele não falou assim, no dia que eu estiver na evolução de
Sai Baba eu imito ele direitinho, ele falou fora, mas com amor, só amor com energia, no entanto

÷ Acervo Aluano ÷
218
se a pessoa tem um ego muito grande, ele não vai ver o amor ele só vai ver o aspecto da
energia, então aí ele vai dizer vai sair de lá ofendido, mas Sai Baba vai muito perder o sono por
causa disso, né?

5 - CRISTO AINDA SE REENCARNARÁ NO PLANETA?

Se está falando de Cristo, o Cristo está vindo em muita gente, atualmente mais do
que em épocas passadas, porque ele está vindo dentro das pessoas, não é como, essa volta
de Cristo não é a volta de Cristo fisicamente como Jesus, Jesus vai voltar, Jesus já voltou
muitas e muitas vezes e ninguém viu ele aí, o avatar ele volta sempre que quer, então cada vez
que um sujeito materializa o seu corpo no físico ele voltou, agora não quer dizer que ele vai
publicar, vai na mídia e vai dizer: olha sou Jesus, cheguei aqui e estou aqui, quem quiser me
seguir eu estou aqui, então vai ficar como doido né? Geralmente para fazer isso tem que ser
meio doido mesmo, então a volta do Cristo não é a volta de Jesus, Jesus já voltou muitas
vezes, só que ninguém sabia que ele era Jesus ou ele não saia dizendo quem ele é, quem ele
foi, melhor dizendo, porque Jesus é como Joaquim José Pedro é uma personalidade é um
nome que um pai, uma mulher deu para o filho e o filho assumiu aquele nome, depois que
morre rasga-se a identidade, registro, nome já era, ele pode ficar usando por algum tempo até
assumir o próximo ou então usar o seu verdadeiro do mundo da forma, então Jesus ele já
voltou várias vezes, agora o Cristo desde que ele veio o Cristo vem voltando cada vez mais
nas pessoas, toda pessoa que desenvolve amor, com justiça, sabedoria, está desenvolvendo o
Cristo, então é a volta do Cristo, não é a volta de Jesus é a volta do Cristo cósmico em cada
pessoa, manifestando através desses elementos...

Cada vez que uma pessoa sente necessidade de respeitar as leis da vida, de fazer o
bem ao próximo, Cristo está voltando através daquela pessoa.

6 - VOCÊ FOI SÃO JOÃO BATISTA NA ÉPOCA DE CRISTO?

Que eu saiba não.

7 - ESTA É A SEGUNDA PALESTRA QUE ASSISTO, PORQUE SINTO AO OUVI-LO O MEU


CORPO EXPANDIR E PASSO A TER UM SONO INCONTROLÁVEL?

÷ Acervo Aluano ÷
219
Quando nós elevamos o nosso padrão vibracional, esse assunto tira nossa mente e a
nossa consciência do padrão de realidade física ao que nós estamos habituados, começamos
a tocar outras realidades, isso faz a nossa consciência expandir-se ela ao se expandir faz o
nosso corpo vibrar mais rapidamente, ao vibrar mais rapidamente dá uma sensação de
expansão, essa expansão vibratória baixa o metabolismo físico, a pessoa pode ter sonolência
ou até dormir, isso pode acontecer, mas com o passar do tempo, acostuma aí não sente mais
sonolência que, que eu falo acostuma? Acostuma com a mudança vibratória brusca.

8 - GOSTARIA DE SABER SE NÃO SERIA POSSÍVEL QUE JESUS TIVESSE


REENCARNADO NESSE PLANETA COMO KHRISNA, BUDA, ADQUIRIDO ASSIM
GRADUALMENTE A ILUMINAÇÃO EM CADA ESCALA ATÉ QUE COMO JESUS
FECHASSE O CICLO?

A questão é que quando alguém ilumina-se, digamos que qualquer pessoa entrou em
êxtase de iluminação, esse êxtase é chamado de Samadi pelo hindu, Samadi, comunhão com
a essência, é um êxtase que faz a pessoa aliar ela vai ausenta-se do aspecto forma, entra em
contato com a essência, quando alguém está em contato com a essência, nesse momento a
pessoa pode ser Buda, pode ser Khrisna, pode ser Sai Baba, pode ser qualquer pessoa, no
entanto ela não conseguirá, ela será, mas no estado passivo, que, que é o estado passivo? Ela
entrou em comunhão é como se fosse uma rede, não tem aí a Internet, então quando a pessoa
liga-se à rede ela pode acessar computadores distantes, no entanto um ser em estado de
êxtase ele pode sentir-se sendo outros seres, mas onde ele está manifestado, ele não terá
como manifestar outro ser nele, então ele não terá como manifestar, ele pode até tomar a
forma ele pode até se transfigurar em outro ser, mas a individualidade dele continuará
existindo. Quando um ser perde qualquer tipo de individualidade ele não consegue aparecer
nesse mundo com alguma forma, esse mundo existe regras, a regra da relatividade, então um
ser que vem aqui tem que assumir um corpo o fato de assumir aquele corpo e não esse, já faz
aquele ser diferente desse, então não tem como ser esses outros seres, são individualidades
diferentes, sendo a mesma essência, nós somos um único ser, nós todos somos um em
essência, mas essa essência para se manifestar nesse mundo precisa se fragmentar, ao se
fragmentar aí surgem os vários seres, eles não são os mesmos seres são seres diferentes,
mas sendo a mesma essência.

÷ Acervo Aluano ÷
220

9 - QUEM SÓ FAZ O BEM TAMBÉM NÃO FICA PRESO À RODA DE SAMSARA?

Para quem não sabe o que, que é samsara, samsara é a busca de coisas novas, é a
busca de algo que jamais se alcança, essa seria samsara, toda vez que uma pessoa está
querendo comprar um apartamento novo, essa é a samsara dele, toda vez que a pessoa está
querendo um carro é a samsara dele, se está querendo algo só por aquele algo, se você quer
comer só por comer esta é a sua samsara, agora se você quer comer não pelo ato de comer
em si, mas pelas conseqüências de comer que não sejam conseqüências efêmeras, você não
está preso no samsara, então o ato de fazer uma coisa, buscando o efêmero do fazer aquela
coisa prende a pessoa na roda do samsara o que, que faz o samsara? As pessoas ficarem
sempre reencarnando, então ah, eu reencarno porque eu quero fazer tal coisa e aqui onde eu
estou não tenho como fazer, então eu vou encarnar, quem encarna para fazer coisas que só
podem ser feitas aqui, está preso no samsara, você pode ser uma pessoa boa, boníssima, mas
você ama determinadas pessoas que estão aqui, então você vai ficar aqui, então quando você
ama de forma crística, porque ser bom não é ser Cristo, muitas vezes Cristo age de uma forma
que outras pessoas podem dizer: mas que pessoa que não está sendo boa? Mas está sendo
boa, então é preciso para sair da roda das reencarnações, é preciso transcendência,
desapego, saber o seguinte se você ama, onde quer que você esteja terá seres para amar,
tudo faz parte de Deus, se você está aqui ah, eu amo demais essa pessoa, é uma amiga
querida, me faz bem estar perto dela, no entanto ela é Deus, aquela outra pessoa também é
Deus, onde quer que nós estejamos ali estará Deus também, então ame a Deus e se libertará
de samsara.

Então por hoje encerramos agradeço a todos por terem vindo e a próxima palestra
estaremos aqui e no curso também estaremos lá firmes e fortes boa noite a todos.

÷ Acervo Aluano ÷
221

O Resgate das Almas Gêmeas – 29/11/97

Hoje o assunto, o resgate das almas gêmeas, essa fase de transição é um assunto
importante, porque nós vivemos nesse mundo e muitas vezes nós nos sentimos muito sós,
mesmo para quem é casado, não é só para pessoa solteira que já está trabalhando, que já
está buscando a sua realização material, mas interiormente sente solidão, mesmo que esteja
acompanhada, mas é comum sentirmos solidão, massacra que amplifica o vazio em nossas
vidas, no entanto é apenas uma solidão aparente, na fase atual que nos encontramos estamos
sendo mais acompanhados do que todos os tempos que a história já registrou da vida aqui na
Terra.

Muitas vezes nós pensamos que estamos caminhando sozinho nessa vida, mas jamais
estamos sozinhos, eu vou contar para todos aqui o que está acontecendo nos bastidores da
vida.

Para quem está vindo pela primeira vez o meu nome é Aldomon, desde os 16 anos
iniciou-se transformações espontâneas em minha vida que foram marcadas pelo
desenvolvimento natural, espontâneo, de faculdades extra sensoriais, entre elas a que mais se
destacou foi a saída do corpo, por meio da projeção astral, a partir de 16 anos todas as noites
ou dias que me deitasse, saia do corpo e ia para outros mundos, via pessoas que ainda não
nasceram, pessoas que já desencarnaram e pessoas de outros planetas e com elas pude
aprender muitas coisas e depois aprender comigo mesmo, aprender com a minha própria
essência, a essência que anima cada um de nós e uma das coisas que aprendi foi sobre as
almas gêmeas e tive o prazer de encontrar no mundo extrafísico, aquele para o qual eu vou
quando saio do corpo físico e também contentamento de encontrar, nessa realidade física,
muitas das minhas chamadas almas gêmeas, essas almas gêmeas são seres que são como
÷ Acervo Aluano ÷
222
pedaços de nós, que juntas compõem um ser melhor, um ser maior, que não tem como se
manifestar em sua plenitude em nosso mundo fragmentado, as almas gêmeas são como as
gotas d’água que fazem parte de um riacho, de um rio, de um grande rio, de mares e de todo o
oceano, as almas gêmeas são como gotas d’águas.

Todos nós temos as nossas almas gêmeas, no entanto até mesmo para gotas d’águas,
as almas gêmeas ou gotas mais próximas são aquelas que pertencem ao seu rio, ao seu
riacho, o oceano, todos nós somos almas gêmeas como as gotas d’águas de um oceano, no
entanto em função do oceano ser tão grande, as gotas d’águas não se identificam tanto umas
com as outras, apesar de estarem juntas, quando eu falo oceano é que nós estamos num
oceano de pessoas, aqui mesmo tem muitas pessoas, quando andamos pelas ruas vemos
oceanos de pessoas, para onde quer que nos movamos tem lá milhares, milhões, bilhões de
pessoas seres vivos, seres humanos que são também as nossas almas gêmeas, no entanto
porque que não nos identificamos com elas? Como gostaríamos de nos identificar com as
nossas almas gêmeas...

O que é alma gêmea? Quando nós surgimos no mundo das formas, porque que
eu uso o termo surgir e não nascer? Para alguém nascer é preciso não ter existido antes,
então a nossa realidade classifica nascer como ser criado, nós somos seres não nascidos, a
nossa essência é imperecível, ela sempre existiu, existe e sempre existirá, mas ela existia
antes de surgir no mundo das formas, no mundo da essência, eu sei que muitos aqui gostariam
logo de ver sobre alma gêmea, eu preciso explicar o que é uma alma gêmea, primeiro quem
nós somos, depois vamos ver o que é uma alma gêmea e saber onde é que está minha alma
gêmea, o que, que ela está fazendo agora, eu sou alma gêmea de alguém? O grupo delas,
mas primeiro vamos entender de onde nós viemos, pelo menos entender, compreender, só
cada um pode compreender, as palavras são pobres para transmitir a compreensão, só
conseguem transmitir o entendimento.

Quando nós surgimos, digo surgimos porque nós de fato não nascemos no mundo da
forma, o que seria o mundo da forma? Esse que nós estamos aqui é o plano físico, uma das
dimensões do plano físico, existe o plano etérico, o plano astral, o plano mental, dentro desse
mental existe o mental concreto, que são as dimensões mais densas do mental, mental
abstrato, que são as mais sutis e todos esses planos compõem o mundo da forma, sejam eles
físico etérico, astral ou mental.

Nossa essência ela não possui forma, nossa essência ela existe despida de todos os
corpos, como esse, mesmo quando a gente morrer fisicamente se alguém morre fisicamente

÷ Acervo Aluano ÷
223
ela ainda vai ter um corpo, só que é o corpo astral, morre astralmente ainda vai ter um corpo, o
mental, mas se morre mentalmente ela não terá nenhum corpo, ela será essência, quer dizer o
seguinte a essência não tem como ser morta, não perece, porque não obedece o tempo, ela
nunca surgiu, ela sempre existiu, para nós que sempre somos baseados em começo meio e
fim, é inconcebível para nossa mente que está programada a raciocinar em parâmetros de
começo, meio e fim, entender algo, compreender algo, a não ser que tenhamos contato com a
mente não do nosso corpo de forma, mas com os pensamentos de nossa essência, essa
essência quando ela resolver sair do seu mundo de essência e vir para o nosso mundo, que é
o mundo da forma...

No mundo da essência não existe dualidade, não existe positivo, negativo, não existe
bem mal, não existe pequeno grande, não existe distância no mundo da essência, todos nós
somos um, todos, eu, esses objetos, todos aqui, todas as plantas, todos os planetas,
constelações, galáxias, universos, todos nós no mundo da essência somos um, o que acontece
é que o mundo da forma é um mundo que tem características diferentes do mundo da essência
e tais características são dualidade, a primeira coisa e a essência ao manifestar-se no mundo
da forma ela precisa manifestar-se de forma dual, e para se manifestar em forma dual a
essência se fragmenta, como a chuva, a chuva ela se fragmenta e cai, ela se une e depois se
fragmenta em gotas de chuva para depois se unir novamente e ficar nesse ciclo, unindo e
separando, no entanto a consciência que se adquire jamais se perde, isso eu não tenho como
explicar tão rapidamente, mas nessa fragmentação da nossa essência ao surgir, não nascer,
surgir no mundo da forma que é esse em que estamos, nós com um corpo único fomos
partidos em pedaços, que se partiram em outros pedaços, em outros, em outros e aí surgiu o
que? Os grupos de almas gêmeas, cada grupo de início se fragmentava em outros grupos, em
outros grupos até que a essência ao surgir plenamente no mundo da forma, isso no mental,
nós estamos no físico, teremos que perder vários e vários corpos até chegar ao mental, porque
se calcula que tenhamos 7 corpos no plano astral, aqui no físico uma pessoa de evolução
ainda um tanto primitiva, comparada com as evoluções mais amplas, só pode ter um corpo,
quando a gente começa a evoluir mais no físico a gente vai podendo ter 2, 3, 4, 5, e chega um
ponto que podemos ser onipresentes, mas no astral temos geralmente 7 corpos, se evoluímos
lá também podemos estender o número de corpos, mas independente da quantidade de corpos
teremos que perder físico, astral, para chegarmos ao mental e o mental também tem diversos
corpos, relativos à densidade das dimensões.

Quando nós chegamos no mental, imagine uma pessoa, eu cheguei no mental, eu sou
essência, quando eu cheguei no mental houve como que uma explosão de dentro de mim

÷ Acervo Aluano ÷
224
começou a sair bilhões e bilhões e bilhões e bilhões e bilhões de seres, que foram se
fragmentando, antes eu não era nem homem e nem mulher, nem pequeno, nem grande, nem
sábio e nem tolo, mas depois que surgi no mundo da forma eu me tornei bilhões de seres que
começaram a surgir como homens, como mulheres, como pessoas que ainda buscavam
conhecimentos diversos, porque foram em várias direções, não foram a numa única direção,
foram em várias direções e surgiram num mundo que já existia, o mundo da forma e esse
mundo da forma que já existia, fez com que nós nos tornássemos diferentes uns dos outros,
quer dizer que nós antes éramos um só corpo, um só ser, eu uso corpo como exemplo, porque
de fato a gente não tinha nem corpo, nós éramos apenas essência do ser, mas ao surgirmos
no mundo da forma, como que por uma fração de instante éramos um único corpo, num piscar
de olhos um único corpo, que ao abrir novamente os olhos, já não éramos mais um único
corpo, éramos bilhões, trilhões, uma quantidade infinita de corpos e desde então saímos
procurando em todos os lugares as nossas partes, como se nós soubéssemos: ''eu não estou
completo'', o pensamento dentro de nós: ''não estou completo, falta algo'' e esse algo nos deu a
motivação para sair buscando o novo, o que para nós a gente acredita que fosse novo, mas
não era novo, eram as partes que nos compõem, aí começou a nossa senda evolutiva, por
que? Porque começamos a buscar, os hindus chamam isso de Samsara, que é o nosso vagar
em busca de coisas novas, essas coisas novas são as nossas partes, nós estamos buscando
elas, são as experiências, são o convívio com as pessoas e isso não é apenas uma alma
gêmea que busca as outras, todas se buscam e nessa busca saímos para galáxias distantes,
universos distantes e fomos evoluindo, evoluindo, até que chegamos num ponto onde, onde
estão as minhas partes? Quero me integrar novamente ao todo, é à volta, antes nós surgimos
no mundo da forma, agora nós estamos querendo voltar ao mundo da essência e nessa volta
nós temos a necessidade de nos integrarmos novamente aos nossos pedaços, aí surge a
busca das almas gêmeas, digamos que eu estou lá num determinado planeta, numa certa
galáxia distante e eu junto com minhas três almas gêmeas e nós: poxa nós precisamos evoluir,
mas para nós evoluirmos, nós evoluímos mais rápido, mais rapidamente se estivermos em
contato comas nossas outras almas gêmeas e digamos que já tenhamos alcançado um certo
grau de interiorização e alguém fale: não, eu vou me contatar com a minha alma gêmea aí vai
lá e começa a entrar em meditação, interiorização, consciência direcionada não para sentidos
corporais, mas para a fonte da vida, a essência, uma meditação profunda e a pessoa ao
contatar a sua essência, contatar de fato, ela começa a se ver em outro lugar ou outros
lugares, olhando pelos olhos de outras pessoas ou de outra pessoa, eu não vou ampliar
demais logo não, vamos falar de outra pessoa, de repente ela está em outro planeta, digamos
que aqui seja homem ou lá no planeta seja homem em outro planeta e lá está se vendo em um
÷ Acervo Aluano ÷
225
corpo de mulher, está se vendo através de um dos corpos de uma de suas almas gêmeas, uma
dessas que tenha mais afinidade, tenha mais ligação, está se vendo e vê o sofrimento, muitas
vezes, a limitação, a dor dessa outra alma gêmea e aí volta daquela meditação profunda e
pensa: gente, mas aqui eu estou tão bem, aqui eu estou tão tranquilo, eu já aprendi o que faz
sofrer e não sofro mais e a minha outra parte está lá nos cafundé do juda, em outro planeta e
sofrendo e esta alma gêmea que estava em meditação, fala para as outras: olha gente vamos
buscar lá a nossa outra parte, buscar que eu falo não é trazer do planeta deles, é buscar para a
felicidade, é buscar para se encontrar, porque tempo, espaço, é uma ilusão criada pela forma,
quem vence essa ilusão sempre estará do lado de quem ama, sempre, isso eu posso garantir,
porque eu faço isso, muitas vezes quando eu sinto saudade das minhas almas gêmeas eu
entro em meditação e apareço lá onde ela está, mas antes não era assim, eu tive que abrir
mão de muitas coisas ao longo de várias e várias vidas para poder conseguir essas pequenas
coisas, essas pequenas dádivas.

Uma das almas gêmeas ao estar longe da outra, falou assim: mas o meu coração dói
tanto, é uma dor que me aperta, que me tira a vida, a dor da saudade de uma alma gêmea, é
uma das dores mais fortes que existe e o que a outra alma gêmea respondeu? Eu vou te
ensinar a não sentir essa dor, mas a distância é uma ilusão, mesmo quem está distante, se
tiver contato com a essência, na essência não existe espaço, não existe tempo, se nós
buscarmos o contato com a essência, onde quer que nossas almas gêmeas estejam nós
estaremos ali com elas, sentindo a presença delas, conversando com elas, escutando elas,
pois são então as nossas almas gêmeas, é talvez esteja aqui dentro da água alguma alma
gêmea minha, sem dúvida que é, no entanto de evolução diferente, quer dizer faz parte do
grupo, mas é um parente distante, mas é então a dor de ficar longe, aí o que, que a alma
gêmea lá no outro planeta, eu estou contando essa estória que está acontecendo atualmente
na Terra, já aconteceu em muitas épocas passadas, vai acontecer no futuro, mas essa fase de
transição que nós estamos vivendo, está o número desses acontecimentos está bem maior, eu
vou explicar o por quê, está lá a alma gêmea em outro planeta, um planeta já de nível bem
mais evoluído, não existe fome, não existe guerra, não existe desonestidade, onde as pessoas
trabalham, a utopia, a paz plena, onde o obstáculo é vencer a si mesmo, expandir-se rumo ao
infinito, é a única coisa, também não vive aquele marasmo não, esses lugares as pessoas
estão em expansão, expansão, expansão, expansão, nós aqui não estamos tanto em
expansão, nós estamos assim você tem que ir até lá tem uma montanha na sua frente, sai da
montanha, tem o maior rio, difícil, então a nossa expansão ela é muito lenta, nesses mundos
mais sutis a expansão é acelerada, então está lá o ser e ele fala com as suas outras almas

÷ Acervo Aluano ÷
226
gêmeas e elas resolvem: vamos lá para o planeta tal, mas quando nós vamos em essência, a
nossa alma gêmea ela não nos percebe muitas vezes elas estão cometendo erros e nós
falamos para ela em essência: não faça isso, só que elas não têm ouvidos para escutar, só tem
ouvidos físicos, os ouvidos do espírito das pessoas geralmente estão fechados, não escutam
nada o que a essência diz, aí eles falam: a gente tem que ir lá e falar no ouvido físico mesmo
dessas pessoas, ter contato físico e aí vem em naves energéticas ou o espírito, quando evolui,
esse tanto de coisa, objetos, isso aí passa a ser carga inútil, eles voam só com o pensamento,
então está lá em tal galáxia, pensa: não vou lá para a Terra e já surge aqui, sem usar aparelho
nenhum, nave nenhuma, o próprio espírito já consegue fazer isso, surgiu aqui, só que surgindo
aqui na Terra, aí vê o sofrimento do carma coletivo das pessoas aqui e fala: gente, mas como
esse mundo é duro, como as pessoas sofrem, como as pessoas fazem sofrer e os outros
sofrerem, mas tenho que entrar nessa para me comunicar com as minhas partes, com os
pedaços de mim e aí o que, que esse ser tem que fazer essa alma gêmea, tem que mergulhar
nesse oceano das emoções, da ilusão, do medo, do engano, do erro, da agressividade, da
injustiça e sujeito lá né no mundo espiritual superior ele olha assim, como se fosse mesmo um
oceano profundo, um oceano lá, onde a maré está, está agitada, o vento agitado, mas a
pessoa tem que animar, aí ela sai lá daquela colina, onde o tempo não é nem frio nem quente,
onde tudo é tranquilidade, está junto com os amigos, não é agredido de forma nenhuma, não
tem doença, porque a doença aqui na Terra não é brincadeira, então não tem nada disso e a
pessoa vai junta todas as forças e mergulha, vai reencarnando no astral, aí assume corpos
astrais mais grosseiros, como se fossem escafandros astrais e vai mergulhando cada vez mais
fundo, aí veste outro escafandro em cima de outro, aí já fica aqui: aí, quase não dá para me
movimentar direito, isso tudo para chegar lá na alma gêmea para ajudá-la a não sofrer mais,
para que ela cresça e possa ter sempre contato com as outras almas gêmeas, mesmo que
esteja à distância e aí até que: uéeeee!!!!, nasce, reencarna num corpo como esse aqui, aí é
que vai aprender o significado da palavra dor, porque entra num mundo cujo próprio corpo não
obedece por um bom tempo e quando começa a obedecer demonstra vontade própria e aí
começa-se mais uma história de uma alma gêmea em resgate, almas gêmeas em resgate,
resgatando quem? As que aqui estão, porque a Terra é considerada pelos extraterrestres
dos mundos mais evoluídos, é chamada de planeta prisão é um planeta prisão, uma
grande penitenciária, aqui tem dois tipos de presos, o preso que é escravo de si mesmo,
preso à ilusão e tem aquele que está preso às limitações dessa realidade.

Os que estão presos à limitação dessa realidade podem não ser de fato presos da
Terra, aqueles que são escravos da própria ilusão, que criam para suas vidas é aqueles que

÷ Acervo Aluano ÷
227
são prisioneiros da Terra da prisão terrestre, então esses seres eles vêm, essas almas gêmeas
que vêm resgatar eles reencarnam aqui, só que eles não são presos da Terra, eles se
disfarçam de presos da Terra, para chegar junto com os outros presos e vamos embora, vamos
nos libertar disso aí, então ao encarnarmos aqui todos nós, nós começamos a receber a visita
de nossas almas gêmeas, muitos de nós pensamos que alma gêmea é simplesmente aquela
pessoa ideal que nós encontramos para casar, ter filhos e viver felizes para sempre, muitas
vezes nós encontramos nossas almas gêmeas e é igual cão e gato, se bem que tem muitos
cachorros e gatos que vivem harmoniosamente, mas quando um cachorro não conhece o outro
gato, não tem muita afinidade com o outro gato, aí a história é diferente é briga, é violência,
portanto há almas gêmeas que se encontram e não têm esse love todo não, é agressividade, é
muitas vezes um inimigo do outro, até a evolução criar a afinidade, afinidade amorosa,
afinidade de pensamento, mas a alma gêmea que veio resgatar ela surgiu nesse mundo,
nasceu nesse mundo num corpo físico aqui na Terra, ela pode vir como mãe, como pai, como
irmão, como parente, como vizinho, como colega de trabalho, como amigo, amiga, e não quer
dizer que tal alma gêmea vai se casar com outra, criou-se um estereótipo de alma gêmea que
é o par perfeito, proporcionalmente o número de almas gêmeas que se casam em planetas de
sofrimento é muito pouco, muito pouco, a maioria tem uma relação diferente ou como pai, ou
como irmão ou como mãe.

Muitas vezes o ser estava acostumado a viver em corpo masculino, nasce como mãe
para ajudar o outro, se submete por amor o que, que a gente não faz por amor? Amor é uma
das forças mais poderosas, não digo a mais poderosa porque precisa de justiça, precisa de
sabedoria, precisa de poder, mas é uma das forças mais poderosas que se tem, porque é o
que faz um ser que estava lá numa boa mudar muito a sua vida externa, corporal para ajudar
outras, só por amor e aí nasce aqui entre nós e começa a ser aquela pessoa que a gente
apronta com ela, a gente muitas vezes é agressiva com ela e está aquela pessoa sempre
persistente, gente mas por que que essa pessoa me aguenta? Muitas vezes a gente se
pergunta, quando tem uma alma gêmea que já está em nível mais evoluído do que o nosso,
muitas vezes a gente apronta com ela e ela continua ali está ali, parece teimosia, a gente
pensa assim: poxa, mas eu não mereço tanto carinho, não mereço tanto amor, muitas vezes
não sentimos nem nada pelas nossas almas gêmeas, isso eu estou falando das almas gêmeas
que já evoluíram bem mais do que nós, porque tem almas gêmeas que querem é nos fazer
sofrer, porque não sabem que são partes de nós e que nós somos parte delas.

Existem aquelas que são mais próximas, quando elas são mais próximas a interação é
maior, são como irmãos gêmeos que nasceram, como se fossem univitelinos, algo assim, onde

÷ Acervo Aluano ÷
228
a ligação é tão profunda que quando um está triste o outro tem tendência a ficar triste também,
a ligação das almas gêmeas é mais ou menos parecida, então se uma sabe que a outra não
está bem ela vai querer ajudar a outra a ficar bem, por isso é que nós estamos em uma fase de
transição planetária.

Que transição é essa? A Terra é uma casa, que vai ser submetida a uma reforma,
nessa casa morou muitos e muitos seres ao longo de milênios, só que a casa agora está um
pouco assim derrubadinha, precisa mudar umas coisas, uma reforma ali, amplia algumas
coisas, limpa outras, tira aquele capim ali do quintal, só que depois que der uma reforma geral
nem todo mundo que morava aqui vai poder continuar, porque aqueles que não tiverem
educação espiritual, educação evolutiva suficiente para não danificar a casa, o dono da casa
não vai deixar ficar aqui, para renovar o contrato de aluguel, é, porque isso aqui é aluguel, a
gente não é dono disso aqui, não é dono nem dessa casa e nem dessa casa, que é a Terra, o
contrato está vencendo, sabendo disso muitos seres vieram para cá, por que? Porque ficaram
com receio de que além de perder a moradia, a sua querida alma gêmea fosse morar em um
planeta desse aí pentear macaco lá, derrubar dinossauro para o almoço, é porque depois da
transição planetária tem pessoas que vão para planetas semelhantes ao nosso de agora,
outros semelhantes ao nosso de idade média, outros idade da pedra, idade antiga onde a vida
era bem mais difícil do que hoje, então para quem é pai ou é mãe já sentiu amor pelo seu filho,
imagine esse amor se você sabe que o seu filho indefeso vai entrar num lugar onde ele vai
sofrer bastante, é preciso um grau de evolução muito grande, mesmo com grau de evolução, o
sofrimento só é bom quando é educativo, quando passa a não ser mais educativo ele não é
bom, é preciso intervir e aí ir lá e educar, então as almas gêmeas em resgate na fase atual
estão aqui para educar, só que quando eu falo educar, não quer dizer educar assim: faz coisa
errada e passa a mão na cabeça tadinho, tadinho desse meu filho não, fez coisa errada
energia, poder, com amor para educar, para orientar, para direcionar e fazer com que
despertemos antes da hora derradeira que, já está praticamente chegando, quando eu falo
hora derradeira é a hora em que marca lá o contrato venceu, começa-se a reforma, os
moradores já vão começar a passar pela seleção, quem não foi selecionado não fica, quem já
se educou tanto que não precisa nem ficar mais aqui, mesmo depois da reforma vai para um
condomínio muito mais evoluído, muito mais requintado, do que vai se tornar a Terra, mas
aqueles que não tiverem preparados para o que vai se tornar isso aqui, esses vão ter que ir
para outros lugares e as naves já estão a postos para levar essa turma e gostaria que ninguém
aqui estivesse em direção aos planetas de grau mais hostil do que aqui, porque aqui já é fogo,
né? Você trabalha, trabalha e alguém pode chegar e levar aquilo que você conseguiu com o

÷ Acervo Aluano ÷
229
trabalho, mesmo que seja ilusão, mas é uma ilusão que você quer viver, sentir aparente
injustiça e nos outros planetas, essa aparente injustiça será maior ainda do que aqui, quer dizer
que a dor será maior ainda, portanto só que não há mais tempo, ninguém se modifica agora
pelo medo, as almas gêmeas sabem disso, elas já estão aqui mais é preparando para aliviar
não é nem para educar, porque não há mais tempo, a estória das almas gêmeas que vieram
resgatar é coisa de alguns séculos para trás para agora, alguns séculos, têm almas gêmeas
que vieram já há alguns séculos de encarnação para encarnação, é aquela história que: nossa
em tal encarnação você me amava, mas eu aprontei isso com você, em outra encarnação eu
aprontei isso com você e você ainda continua comigo? Por quê? Não tem essa história de ah, é
meu carma, muitas vezes a gente se pergunta: gente porque que eu estou vivendo com essa
pessoa? É, é aquela pessoa que te chateia, que te chateia, mas no fim o amor, o amor é que
sustenta, é que segura, quando não há amor, primeira cutucadinha, se afasta simplesmente, é
sinal de que não há o amor ali e quando uma alma gêmea mais evoluída encontra uma menos
evoluída, ela sente o amor, quando duas almas gêmeas que ainda não estão num grau de
entendimento muito grande se encontram, uma pode matar a outra e a outra querer se vingar,
acontece muito isso, só quando pelo menos uma das duas evoluem suficientemente é que
começa haver essa união.

Uma das características das almas gêmeas é que muitas vezes uma pessoa ama a
outra, não tem afinidade nenhuma, não tem assim, a outra pensa totalmente diferente, digamos
que uma seja virtuosa a outra é toda cheia de vícios, mas a virtuosa continua amando aquela
outra e aquela outra continua amando essa pessoa virtuosa, por que o amor das almas
gêmeas não tem essa coisa de afinidade, de ah, você gosta disso? Gosto ah, não gosta, então
eu não quero saber de você porque você não gosta disso, alma gêmea não tem isso, quando
pelo menos uma delas evoluem elas começam a sentir o amor, só que é um amor que vai
muito além de amor físico de homem e mulher, é um amor de um ser humano para outro ser
humano, é aquilo onde a pessoa quer que a outra pessoa não sofra, que seja feliz, é quando a
pessoa se sente maravilhosamente bem com a presença da outra pessoa, em sentir a outra
pessoa, é mais do que amizade, é uma coisa mais forte ainda.

Portanto, nós temos seres que nos ama assim, que estão aqui, agora, atualmente
senão encarnados estão em espírito e quando não estão encarnados eles enviam alguém para
ajudá-los. Nós temos vários tipos de almas gêmeas: tem aquela que é a nossa contra parte e
tem aquelas que compõem o nosso primeiro grupo de almas gêmeas, imagine, eu vou dar um
número simbólico, imagine que um grupo tivesse 40 almas gêmeas, dessas 40, 20 se juntariam
com 20 formando contra partes, então quer dizer que de 40 almas gêmeas, eu só teria,

÷ Acervo Aluano ÷
230
digamos se eu fizesse parte dessas 40, eu só teria uma contra parte e as outras também,
porque essa coisa de contra parte? É por causa da polaridade do mundo, esse mundo ele é
positivo e negativo, yin e yang, masculino e feminino, aí é que está essas contra partes, as
pessoas pensam que, é cara metade também, é sua cara metade, mas pensam, eu preciso
deixar bem claro que, segundo a informação que eu já pude constatar em projeção mental e
astral e de contato com a essência, as contra partes ao se encontrarem não quer dizer
casamento, pode algumas vezes acontecer casamento, mas aqui na Terra a maioria das vezes
não acontece casamento, só a minoria, porque a vida a dois não é muito educativa como em
outros aspectos que a alma gêmea busca, muitas vezes quando essas contra partes se
encontram a força desses seres aumentam demais a força para vencer as dificuldades, para
crescer, para evoluir, força até para evoluir, evoluem mais rápido e realizam-se.

Quando essas duas se encontram e começam a encontrar as outras 48 e junta essas


48 começam a trabalhar em equipe, ficam com uma força multiplicada para evoluir, no entanto
se for para o lado dito negativo também, sai debaixo, se as 40 se juntam para aprontar alguma
coisa, então vira aí esses dominadores de planeta, onde você vai lá, está lá aquele grupo que
domina no sentido negativo da palavra, mas quando se juntam para o aspecto positivo,
realizam muito, no entanto é difícil fisicamente, a não ser que já tenhamos atingido um estado
de comunhão plena com a essência, um estado de samadi, êxtase cósmico de comunhão com
Deus, com a essência aqui no físico, se a gente não atinge isso, é muito difícil identificar a alma
gêmea que é a nossa contra parte aqui no físico, porque as roupas muitas vezes disfarçam
muito, então você fica assim: peraí, você, as almas gêmeas são tão parecidas que as primeiras
outras contra partes, digamos eu estou aqui com a minha contra parte, ali tem outras almas
gêmeas do meu grupo, duas, uma contra parte da outra, aqui tem, digamos que eu estou aqui
com a minha, mas aí a gente se disfarça com roupas bem assim que perde totalmente as
características fisiológicas, físicas e aqui a gente se guia mais pelo físico, aí você fala: mas
peraí você, você é quem? Você é a minha contra parte ou a contra parte do outro, a gente está
tão próximo, está tão ligado, é tão parecida a vibração, que pode confundir, então aqui no físico
muitas vezes a pessoa confunde, só que a maioria das confusões é o que a pessoa gostaria
que fosse, então eu já vi várias pessoas ah, você é minha alma gêmea de quando? Desse
grupo de contra parte aqui? Não era, a pessoa desejava que fosse como se fosse assim ah, os
meus sofrimentos iam acabar, porque você vai se salvar, então tem essa coisa de ser salvo
pela alma gêmea também, encontrou a alma gêmea vai ser feliz e pronto está garantido, é a
princesa encantada ou príncipe encantado, não é assim, às vezes você encontra a alma
gêmea e ela não tem nada de encantada, é o maior sapo, você vai ter que ajudar o fulano lá

÷ Acervo Aluano ÷
231
para a lagoa toda noite e aguentando o canto e ainda achando bom, porque você ama, mas é
cheio de defeitos gente, não vão pensar que alma gêmea é aquela pessoa que chave com
fechadura, não é assim.

Portanto, precisamos nos conscientizar disso, alma gêmea é aquilo que nos ajuda a
evoluir quando tal ser já tem alcançado um grau acima do nosso, só que o resgate das almas
gêmeas aqui fase atual agora já está terminando, então já não, porque terminando? Porque já
se definiu, as pessoas vão apenas se descobrir quem são, mas o que são já está determinado,
já tiveram séculos, milênios para se educarem espiritualmente, dezenas e dezenas de
reencarnações, não é em 10 anos, 20 anos, 30 anos que alguém se transforma, muitas vezes
para vencer um vício leva uma encarnação inteira, muitas vezes leva dezenas de encarnações
para vencer um único vício, agora pensa que alguém vai de repente, porque a alma gêmea
está ali no pé e porque está aí a transição planetária, vai mudar de uma hora para a outra não,
não é assim, na verdade ninguém muda por medo, uma pessoa não vai aprender uma equação
matemática complexa, porque alguém está ali com uma arma dizendo: se você não souber
resolver essa fórmula agora você vai morrer, a pessoa vai morrer, porque ela não vai aprender
ali do nada, quer dizer do nada que eu falo é sem ter os elementos para resolver aquela
fórmula, só porque tem alguém ali ameaçando ela, pode ficar com medo tentar, inventar e dizer
aqui, aqui é isso aqui, é isso aqui, mas da época que ainda dava tempo, essas pessoas de
nível mais evoluído vinham e começavam a conviver com as almas gêmeas e vinham uma vez
como pai, outra vez como irmão, outras vezes como marido, outra vez como esposa e ia
ajudando, ia se submetendo e se sacrificando muitas vezes, sacrificando a própria felicidade,
em função da felicidade da outra pessoa, felicidade externa que eu falo, felicidade transitória e
o tempo passou, o tempo passou, quando um ser vai evoluindo ele vai mudando o conceito de
alma gêmea, é porque enquanto nós ficamos apegados demais a nossa contra parte, ainda é o
conceito do chamado amor egoísmo, a gente começa a pensar: eu amarei a minha contra
parte, porque ela me amará e me tirará a dor, então é essa a tendência, ela me dará prazer,
porque ela é a minha contra parte, as outras partes de mim ah, eu não vou ganhar nada delas,
está muito distante é muito indiferente, não tem nada a ver.

Quando nós começamos a evoluir muda-se esse conceito, passamos a ver o seguinte:
a partir do momento que começamos a sentir a nossa própria essência, porque fisicamente não
temos muito de alma gêmea não, com outra coisa, é uma diversidade muito grande
fisicamente, mas a essência quando alguém através de purificar o próprio corpo, porque um
corpo para ter idéia de purificação, uma pessoa que está acostumada a comer coisas muito
fortes, digamos muito condimento, muito tempero ou muito condimento, quando ela come o

÷ Acervo Aluano ÷
232
alimento sem esse tempero, parece que o alimento não tem sabor, ela come, fala: isso não tem
sabor, não tem gosto, ela fica querendo por aquele tempero, o corpo quando ele está tão
habituado só a sentidos físicos: visão, audição, tato, paladar, olfato, a gente só começa a
perceber isso, o que é muito sutil, muito sutil, a gente não percebe, quando começamos a
purificar o nosso corpo físico, nosso corpo astral e nosso corpo mental, nós começamos a
perceber algo: a nossa essência e quando começamos a sentir a nossa essência, os nossos
sentidos físicos ficam apurados, tão sensíveis, que começamos também, mesmo vestidos com
a roupa de carne, os olhos, a visão desses olhos, nós começamos a identificar a essência nas
pessoas Exemplo: você vê uma pessoa vestida num escafandro de carne também e você
olha, através daquela roupa, você vê lá dentro a essência escondidinha, lá no cantinho assim,
será se alguém vai me ver algum dia, vai me tirar daqui? Vê, então você fala: mas peraí
essência você faz parte de mim e eu faço parte de você, nós somos um, porque que eu vou te
tratar dessa forma: te agredindo, te fazendo sofrer, se já sofre, eu vou ampliar o seu
sofrimento? Se você faz parte de mim, eu te amo, se eu sei que você e minha essência
também me amam, em forma não porque você não me reconhece e você também não se
reconhece, é como alguém que teve uma amnésia não reconhece nem os irmãos, nem os
parentes e nem a si mesmo, quem eu sou quem você é? Mas ao ter contato com a essência,
em função de ter apurado, sensibilizado a sua percepção, começa a tratar todas as pessoas
como se fossem sua alma gêmea, porque de fato todos nós somos almas gêmeas umas das
outras e é por isso que sempre vem seres, que podem não ser a nossa contra parte, mas
fazem parte de nós, seres iluminados, como Khrishna veio há muito tempo, depois veio Buda,
depois veio Jesus, depois veio muitos outros, atualmente tem Sai Baba lá na Índia, que é um
grande ser iluminado também e tem as outras lamparinas que são seres menores, não são lá
aquele Sol né, mas são um postezinho de rua, uma lamparina, uma lanterna, então sai
iluminando o caminho de poucos, mas sai, lanterninha, porque? Porque quem está vendo a
felicidade, a paz e vê a dor e o sofrimento daqueles que fazem parte de si mesmos, não ficam
indiferentes, não sentem pena, porque cada um só sofre porque quer, mas sentem compaixão,
porque muitas vezes a pessoa não quer, mas não sabe como mudar a compaixão, faz a
caridade, quer iluminar o caminho para que não soframos, então as nossas almas gêmeas são
esses seres maravilhosos que nos orientaram, deixaram a verdade para que possamos nos
desgarrar da dor, do sofrimentos, nos libertar da prisão interna do eu e da prisão externa das
limitações e das dores físicas, das dores de civilização de cultura de próprio ambiente, meio
ambiente. que verdade é essa? Muitas vezes a pessoa fala: poxa, mas alma gêmea trouxe a
verdade, não é religião não?!

÷ Acervo Aluano ÷
233
O que é religião? É religar, a questão é que a pessoa confunde religião com religiões,
é diferente, religiões são coisas criadas pelos seres humanos, religião é uma coisa que não
precisou ser criada, porque sempre existiu, que é o ato de se religar à essência, à Deus, ao
Criador.

E a verdade é a coisa que as almas gêmeas vêm trazer, mesmo aquelas que são
lamparinas, porque afinal as almas gêmeas se não têm muito a acrescentar para o outro,
porque que vai sair lá de longe e vir para cá para querer resgatar alguém? Exemplo: Se vai
afundar junto, é a mesma coisa de uma pessoa amar muito outra e está vendo ela afogando lá
na maior correnteza no rio selvagem e ela vai e pula, só que ela pensa com ela: eu não sei
nadar, vai ser dois afogando, então isso não é muito, não faz muito parte da personalidade das
almas gêmeas, que vêm de outros mundo com maior trabalho até chegar aqui e de repente
morrem junto com a gente na praia, não é assim, então sempre vêm trazer algo que nós ainda
não temos, portanto não tenhamos esse exclusivismo de fala: não eu só vou aceitar algo de
bom para minha evolução, se for da minha contra parte, essa visão vai gerar muita dor e vai
perder a oportunidade de encontrar muitas outras almas gêmeas que estão ali: venha, olha
porque que você não se melhora nisso? Dando o exemplo, porque falar a coisa é fácil, falar é
fácil, você pode falar assim: eu vou pular aquele edifício agora, olha só, eu vou pular, só que
não pula, muito melhor você fazer algo do que simplesmente falar e não fazer, então as almas
gêmeas que vieram nos ajudar elas dão o exemplo e através desse exemplo é que nós vamos
nos educando e saindo do sofrimento, mas e que verdade é essa? Que dizem que trouxeram
aqui para a Terra, a verdade veio para a Terra há muitos milênios, ela já existia, mas ela não
tinha sido descoberta, uma vez que foi descoberta ela jamais foi destruída, civilizações
nasceram, civilizações morreram, renasceram e morreram e renasceram, mas a verdade
continua na Terra, desde quando ela foi dita, que verdade é essa? Então vamos descobrir o
que, que as almas gêmeas trouxeram para resgatar, porque a alma gêmea só vai ter como
resgatar a outra da prisão Terra, essa prisão Terra não quer dizer que só é Terra, o planeta
Terra, quer dizer quando for para outro planeta vai ser prisão Terra do mesmo jeito, é prisão
ilusão aquilo que faz as pessoas entrarem num estado onde elas ficam imobilizadas, elas não
querem ir além, é como se fosse, eu vou dar um exemplo: imagine você andando numa
estrada, uma estrada dessas rural de meio rural, onde não tem nem asfalto nem nada e de
repente você passa perto de uma árvore, uma árvore que pegou fogo, queimou os galhos e
está aquela árvore lá toda escura, só o tronco dela os galhos já morreram, ela já morreu e você
encontra lá uma pessoa abraçada àquele pedaço de toco no meio do caminho, você fala
assim: gente mas você está aqui amarrado nesse toco, porque? Ah, não, porque eu adoro ficar

÷ Acervo Aluano ÷
234
nesse toco é tudo que eu tenho, nossa olha aqui tem coisinha que eu como, tem coisa que eu
me divirto, aqui é bom, aí você fica: gente, mas a pessoa está e ela criou ali uma ilusão de que
aquele toco é tudo que tem na vida e você está indo lá para uma fazenda onde tem pomar,
onde tem acomodações confortáveis, onde tem lazer, onde tem uma diversidade e onde você
também não fica preso, você vai embora, vai andando, vagando aí pela vida, aí você fica
pensando: gente, mas como é que essa pessoa está presa nesse toco, aí então a Terra é como
se fosse um grande toco, onde tem um tanto de gente grudada nela e não solta daqui de jeito
nenhum, então não adianta você tentar segurar na pessoa e arrancar dali, você tem é que
mostrar para ela que aquilo é um toco, só um toco ao longo do caminho, que tem muitas outras
coisas além disso aqui, de início para arrancar as pessoas do toco, não só da Terra, mas de
planetas prisão como esse prisões como esse aqui que nós estamos, é que foi trazida a
verdade.

Mas que verdade é essa? Existe, nós conhecemos aqui 3 verdades, só uma é de fato
a verdadeira, as outras são falsas. Existe a minha verdade, a sua verdade e a verdade única,
se a sua verdade é única, onde quer que você esteja ela será verdade e todos aqueles que
estiverem ligados a essa verdade também será a verdade deles, até então antes da verdade vir
para a Terra, o que era justo e tudo, era a pessoa falar: não isso aqui é justo para mim, outro
não, isso aqui é justo para mim, o que você acha que é justo para você é injusto para mim e
ficava aquela coisa, até que trouxeram um conjunto de leis, as leis já existiam, mas
descobriram a existência dela e uma vez que descobriram nunca mais foi esquecido, muitos
não se interessam em aprendê-las, mas estas leis da vida é que são as leis da verdade única é
que são o mapa, o mapa, o achado que vai nos ajudar a sair dessa prisão, prisão de dentro e
prisão de fora e as almas gêmeas mais evoluídas vieram para nos ensinar isso, seja como
pais, como mães, como irmãos, como amigos, como parentes diversos, pessoas que tiveram
contato, como maridos, como esposas, como namorados, namoradas, vieram ou como
professores ou como qualquer pessoa que teve contato conosco ou que nós tivemos contato
com elas, portanto não tenhamos essa coisa de dizer: você tem que chegar coma senha qual é
a senha? Contra parte ou não? Não, eu não sei se é, então chô, não, busquemos, busquemos
com discernimento como.

Que discernimento é esse? Se a gente pegar um tanto de açúcar jogar na areia, na


areia da praia, você está lá na praia, aquela areia branquinha, você pega um tanto de açúcar e
jogar ali, daqui a pouco você vai ver a formigada lá, formigada lá com areia carregando,
carregando areia? Não, carregando o açúcar, então mesmo as almas gêmeas ao vestir um
escafandro de carne, as que vêm nos ajudar elas também têm dificuldade de movimento, então

÷ Acervo Aluano ÷
235
têm limitações, a gente precisa ver o que é bom, quer dizer o que está nos libertando e aquilo
que está nos limitando e como a formiga esperta, tirar só o que tem de bom, o açúcar e deixa a
areia, a areia não é muito digestiva não, faz mal, se comer vai fazer mal, então muitas vezes a
gente ao encontrar alguém que a gente sente o amor, a gente precisa discernir e tirar o que
tem de bom, o que não tem, deixa que vira adubo para a Terra, então é um tema muito vasto,
tem até um curso que esporadicamente eu ministro, não estou ministrando ele agora que é
meditação vibracional, que eu falo explico em gráficos, desde o começo falando sobre as
almas gêmeas, mas o resgate já terminou, isso aí eu preciso falar, o resgate das almas
gêmeas nessa fase de transição já foi concluído, o que tinha que ser já foi, o que está fazendo
agora é apenas definição, quer dizer o seguinte: tem muita gente que tem dentro uma coisa,
mas externamente não manifesta que tem, agora está a fase de colocar para fora o que tem
dentro, vir a tona o que está oculto, mas o que nós somos isso já está definido, então a gente
vai ver gente que nós pensávamos que era gente boa, começando a enfiar o pé na jaca, eu
gosto de usar esse termo, que é se liberando para tudo que antes condenava, se liberando e
vai ver gente que antes era assim todo desleixado com certas regras de vida, começando a
ficar recatado, todo assim: não peraí, preciso me educar mais, despertar, isso aqui é uma
ilusão, isso não é porque mudou na última hora não, isso já estava previsto de tudo que nós
temos dentro de nós vir a tona nessa fase que estamos aí e cada vez mais acentuado.

Antes de iniciar as perguntas que abriremos um espaço para perguntas hoje está meio
difícil de fazer por escrito né? Mas dá, dá? Então está bom vou avisar que tem um curso de
projeção astral nível I parte teórica que será ministrado nesse próximo final de semana quem
quiser fazer e daqui a duas semanas passando essa quinta na outra teremos a próxima
palestra sobre: os quatro tipos de iluminação, iluminação consciencial não é iluminação elétrica
não então não adianta vir eletricista aqui porque não vai sair é iluminação consciencial eu vou
falar sobre Buda, sobre Jesus sobre Khrishna sobre os iluminados e vamos iniciar agora as
perguntas por escrito é só levantar a mão que serão entregues.

PERGUNTAS

1 - QUANDO ENCONTRAREI MINHA CONTRA PARTE? O QUE TENHO QUE FAZER PARA
ACHÁ-LA?

Eu já encontrei as minhas aí felizmente. Quando encontrar a si mesmo, encontrará a


sua contra parte, enquanto não encontrar a si mesmo você não vai saber quem é a sua contra
parte, você vai poder acreditar que alguém é se chegar assim uma outra pessoa: olha isso aqui
é sua alma gêmea, aí você oh, minha alma gêmea? Vem cá vamos ali, vamos casar, a maioria

÷ Acervo Aluano ÷
236
pensa isso né ou então oh, mestre oh, amigo, então não quer dizer nada, a pessoa falou para
outra isso aqui é sua alma gêmea, ele não está mentindo a pessoa não está mentindo se dizer
qualquer pessoa é sua alma gêmea, pegar qualquer pessoa na rua e falar isso aqui é sua alma
gêmea não estará mentindo, porque de fato é, todos nós somos um, agora você está
perguntando aquela contra parte, essa contra parte você só vai ter como identificar quando
identificar a si mesmo, porque é a mesma coisa de uma pessoa que não viu o seu próprio
reflexo, não sabe nem como é que é sua aparência e sair procurando alguém que se pareça,
que seja idêntico a você, digamos você nunca viu sua imagem e sai procurando: você é
parecido comigo? Aí alguém fala é, é parecido com você, só que você não sabe, precisa se ver,
ver sua própria essência para ver a alma gêmea, encontrar a contra parte, que sempre foi a
verdade.

2 - QUAL A LEI QUE SEMPRE ESTEVE A VERDADE?

Amor com discernimento, quer dizer, amor com sabedoria, justiça com amor, poder
com amor e justiça e sabedoria. Isso aí sempre foi a verdade, o amor é uma série de coisas
que junto com o conhecimento faz a sabedoria e isso sempre foi a verdade, o problema é que
antes dela ser descoberta não tinha seres amorosos, nem seres sábios, nem seres justos e
nem seres que aplicavam o poder com esses três atributos aqui na Terra, mas já existia amor,
já existia poder, já existia sabedoria, já existia justiça, portanto a descoberta desses 4
elementos aqui na Terra é que deu origem à verdade que já existia, mas para nós para que
possamos ter contato, porque? Porque esses 4 elementos funcionam, são como vibrações que
funcionam numa freqüência muito alta, existiam, como a eletricidade sempre existiu, mas foi
descoberta há pouco tempo, houve necessidade de se criar portais, os portais realizava a
função de transformador, transformava vibração de um grau que não alcançávamos, apesar de
existir, para um grau que onde pudéssemos captar, então a verdade foi trazida, apesar de já ter
de sempre existir. Amor, quando se aplica discernimento, conhecimento transforma-se em
sabedoria, a sabedoria junto com amor transforma-se em justiça e justiça, sabedoria e amor
gera um poder supremo, poder absoluto, não existe poder acima do poder que surge com a
junção desses 3 elementos, é o poder de Deus, Deus Absoluto, Criador de tudo.

3 - ESPIRITUALIDADE NÃO TEM NADA A VER COM A RELIGIÃO?

Não, religião o termo religião é religar à essência religião é religar espiritualidade, está
ligado à religião, agora religiões é diferente, religiões são como pessoas que dizem que vão
praticar religião, mas eles dão o rótulo de religião, mas não é religião, é a mesma coisa se você
chegar no cobre dar uma disfarçada no cobre e dizer que é ouro, você sai dizendo isso aqui é

÷ Acervo Aluano ÷
237
ouro, mas não é ouro, mas você dá o nome de ouro, nomes são nomes, agora espiritualidade é
religião, porque a religião é aquilo que nos direcionado para o sutil, para a essência e a
espiritualidade nos direciona, agora existe também religião, religiosos e espiritualistas, então
espiritualidade não está haver com espiritualista, o verdadeiro espiritualista tem ligação, a
verdadeira religião ou religiões que têm ligação com a religião, a questão é que aqui nem tudo
que se diz é verdadeiro, tem muita coisa falsificada, então as religiões falsificadas não tem
nada a ver com espiritualidade, os espiritualistas falsificados não tem nada a ver com religião.

4 - E SE A MULHER TOLERA O MARIDO POR DEPENDÊNCIA FINANCEIRA? COMO FICA


ESTA SITUAÇÃO?

Essa é uma situação difícil que eu gostaria de dar uma opinião, uma orientação nesse
sentido, se a mulher tolera o marido, tanto faz marido, como mulher viu, não vou generalizar
tanto faz homem como marido, como mulher, no caso aqui a mulher tolera o marido, mas podia
ser o marido tolerando a mulher por dependência financeira como fica esta situação? Primeira
coisa: isso eu expliquei, explico no curso de transformação do carma, nós só nos submetemos
àquilo que de fato queremos e queremos algo porque vamos receber algo superior ao sacrifício
que fazemos, uma vez que aquilo que fazemos é superior ao retorno que teremos nós não
fazemos, então ninguém é forçado a fazer nada, todo mundo só faz o que quer, o dia que achar
que tolerar tal situação em função de qualquer outro, podia ser não só aspecto financeiro,
podia ser insegurança emocional, podia ser carências diversas, enquanto existe ali, a pessoa
vai chegar, existe a ilusão, a pessoa vai chegar um dia e vai falar: gente não vale a pena, isso
aqui não é tão importante, mas enquanto não chegar é porque está sendo importante e útil
para a evolução, então o dia que isso não cumprir mais a evolução dessa pessoa, ela irá falar:
não tolero mais pronto e não vai ter culpa, não vai ter vazio e nem nada.

5 - ESTAR ANGUSTIADO, TRISTE, SEM SABER A RAZÃO, É UM REFLEXO DE QUÊ? DE


QUE SE ESTÁ DISTANTE DAS ALMAS GÊMEAS?

Algumas vezes sim, nem sempre, tem pessoas que vieram de outros mundos, lá tinha,
digamos 300 almas gêmeas é aquela maravilha, tudo tem afinidade, tudo com afinidade, todo
mundo em equilíbrio, é aquela felicidade, até que uma falou, umas falaram assim com as
outras, digamos 5: é vamos lá para a Terra para ajudar nossas outras almas gêmeas, vamos
ficar distante, só que ainda não tinham uma evolução para a onipresença, para ter contato
através de meditação com as que ficaram, lá reencarnaram aqui e de vez em quando sentem
aquela falta pode dar tristeza sim, pode dar angústia, melancolia, ficar aquela coisa de ah,
quero morrer, essa vida aqui não presta ah, não, ficar com desilusão do mundo trabalho, não

÷ Acervo Aluano ÷
238
tem sentido, família não tem sentido, nada tem sentido, quando acontece isso é preciso
expandir a consciência para poder mesmo à distância sentir a presença dos entes queridos, aí
vence, passa viu, isso aí eu posso garantir, passa toda tristeza, tudo isso e a pessoa sabe uma
coisa quando começa a expandir a consciência, um dia de uma formiga é muito diferente de
um dia de um ser humano, um dia para uma formiga é trabalho interminável, para um ser
humano um dia passa rapidamente, levantou está na hora de dormir. Quando nós expandimos
a consciência, o tempo passa a ter um valor diferente do que tinha antes de expandirmos a
consciência, então antes de expandirmos a consciência éramos como uma formiga que um dia
era muito longo, um ano, década, muito maior o tempo, expandimos, o tempo começa a ter
uma percepção menor na Terra.

6 - SEMPRE QUE AS DUAS ALMAS GÊMEAS E CONTRA PARTE SE ENCONTRAM VÃO


ESTABELECER ALGUM TIPO DE SENTIMENTO ESPECIAL OU PODEM SE ODIAR
MUTUAMENTE?

Depende do grau de evolução, se você colocar dois tiranos juntos de poder


semelhante, um vai querer matar o outro, é só descuidar, porque por causa do poder, pode até
fazer de conta que está fazendo a vontade do outro só para virar as costas e acerta.

... As perguntas, mas com o tempo vão tendo as respostas, desejo a todos uma boa
noite até a próxima palestra. Vão em paz procurem meditar bastante para buscar a essência.

÷ Acervo Aluano ÷
239

Mestres, os enviados da justiça suprema – 17/12/97

Hoje com os mestres, enviados da justiça suprema, tais mestres estão entre nós,
espalhados ao longo de todo planeta. A Terra que nós vivemos, que nos abriga como casa, seja
nós aqui brasileiros ou estrangeiros em outros países, em todos os continentes, nós já
reencarnamos, a maioria de nós aqui em épocas passadas, uma minoria são visitantes pela
primeira vez do planeta Terra, houve civilizações que se autodestruíram ou por mau uso de
tecnologia ou por leis cármicas que fizeram cataclismas e gerou a auto destruição de
civilizações passadas.

Desde épocas remotas os iluminados descem aqui na Terra, descem dos mundos mais
sutis para nos resgatar, para nos direcionar para o caminho da luz, eles não ficam em grande
parte descendo aqui sempre, o patamar evolutivo dos mestres ascensionados, em seus
diversos níveis evolutivos, é tamanho que é doloroso para eles ficarem descendo sempre aqui,
quer dizer que em média, em épocas normais, ficam apenas poucas dezenas de mestres
encarnados em um planeta como esse como o planeta Terra, planeta classificado como de
nível hostil, primitivo. Onde a ilusão predomina em tudo e praticamente em todos, um planeta
como o nosso e tais mestres só descem na proporção que estão descendo hoje dos mundos
mais sutis para reencarnarem, graças a uma mudança cósmica, graças a uma possibilidade de
crescimento coletivo considerável.

Atualmente existem centenas de mestres encarnados, centenas, espalhados por


todo o planeta, no entanto a maior parte ainda não sabe quem é ainda está despertando para
a sua verdadeira identidade, é um despertar que vem de dentro para fora, não de fora para
dentro, independente dos aspectos externos da vida de tais seres, eles irão chegar o dia e
descobrir: eu não pertenço ao mundo da ilusão, não sou escravo nem dos prazeres, nem das
dores desses mundos quando eu falo esses mundos, não é apenas a Terra, mas todo mundo
que é controlado pelas leis da ilusão que eu falarei qual é essa ilusão. Tais mestres que estão

÷ Acervo Aluano ÷
240
descendo, até a época da transição terá mais de mil mestres ascensionados encarnados na
Terra, muitos estão descendo ainda estão como crianças a maior parte deles já não são mais
crianças, já estão da adolescência para diante, a maior parte deles, alguns ainda são crianças,
a média de período para despertar vai geralmente dos 12 aos 20 anos, desses seres é a média
de 12 a 20 anos de idade terrestre para que eles despertem a consciência de quem são, mas
pode chegar até os 30 anos dependendo das condições genéticas que eles assumiram, quer
dizer as limitações do corpo que vem em função de condicionamentos mentais ou de seus pais
e também em função de elementos culturais, religiosos que poderão limitar a consciência deles
impedindo um rápido despertar, no entanto até o período da transição planetária mais de mil
desses seres estarão aqui entre nós, eu estou falando dos mestres ascensionados, avatares
não terão tantos assim segundo a informação que me passaram terá aproximadamente 12
avatares em corpo físico na época da transição, ainda não estão 12, só que alguns terão
nascido pelo método convencional, que método convencional? Nascer com um corpo biológico,
onde é fecundado, onde passa um período no útero da mulher e depois nasce a mulher dando
a luz, a maior parte dos avatares não nascerão de mulher, nascerão por materialização mental,
quer dizer que eles concentram energia plasmática e materializam um corpo aparentemente
idêntico aos nossos corpos, no entanto de uma energia bem mais sutil e com um
funcionamento biológico um tanto diferente do nosso, porque todo esse aparato? Centenas de
mestres já estão aqui, até a virada da transição, porque eu falo virada? Não, não estou falando
virada do século ou do milênio, porque nós já entramos na transição planetária já estamos
nela, a virada até a conclusão, o apogeu da transformação, nós presenciaremos a mudança a
grande mudança consciencial e material e esses mestres e estes iluminados avatares, aqui
estão entre nós, no entanto nem sempre nós teremos discernimento para reconhecê-los ou
para saber o que eles têm a nos oferecer, a palestra de hoje é dedicada a tais seres, aos
mestres que aqui vieram para realizarem a missão de mudar a consciência humana, eles
vieram com tal missão, no entanto é uma missão diferente dos mestres que vieram em épocas
passadas, porque há alguns milhares de anos atrás, desde a época de Khrisna, depois Buda,
depois Jesus, depois muitos outros que vieram e não ficaram tão conhecidos como esses, os
seres estavam preparando a humanidade despreparada, o que quer dizer? Pegando um
espírito leigo sobre a realidade da vida e ensinando ao longo de diversas encarnações,
paulatinamente, pegando a pedra bruta e dando as primeiras lapidações até o polimento final,
a época de agora não é mais para lapidar pedra bruta, é apenas para dar o polimento final à
pedra que já foi lapidada, quer dizer a pedra seria a nossa consciência então não há mais
tempo para discussões, para imposições, para aprendizado rápido, esses mestres eles vieram
para despertar aqueles que podem ser despertados, que foram trabalhados ao longo de
÷ Acervo Aluano ÷
241
milênios, de milênios aqui reencarnando, voltando a desencarnar reencarnando, dezenas de
vezes, contando séculos e séculos, são estes seres que são o alvo dos mestres
ascensionados, alguém pode se perguntar e aqueles que ficaram enrolando e brincando com a
ilusão desse mundo, enrolando que eu falo é deixando o tempo passar, passa-se uma
encarnação, outra, outra, outra e não se esforçaram nada para a sua própria evolução, tais
seres com eles não se perderá nenhum trabalho, nenhuma energia, tais seres estão como que
numa fila só esperando o exílio, o exílio planetário, quer dizer que espiritualmente tais seres
serão levados para mundos equivalentes ao que a Terra é atualmente e inferiores ao que a
Terra é atualmente, um percentual x poderá sair da Terra voluntariamente para mundos mais
evoluídos, quer dizer eles não serão obrigados a sair, mas a maior parte dos habitantes
atualmente encarnados serão compulsoriamente levados para mundos equivalentes aos seus
níveis evolutivos, para esses seres a consciência dos mestres que aqui estão, não veio para
estes seres, eles ainda não estão preparados para ver a luz da realidade, da verdade e se
trabalhar baseado nessa luz, ninguém muda da noite para o dia pelo medo, descobriu ah, não
uma mudança muito grande vai acontecer no mundo e talvez eu possa até perder o meu corpo
físico, nossa, ter que encarnar em um mundo inferior a esse, esse já é difícil, já pensou um
pior? E vai começar a virar santinho da noite para o dia? Não, no entanto muitas vezes nós
estamos cometendo diversos erros não por crença no erro, mas por ignorância, ignorância
involuntária, estamos preparados para aceitar a consciência transcendental, a consciência da
verdade que em breve falarei, que verdade é essa? De vez em quando eu falo verdade, luz,
que luz é essa? Que verdade é essa? Porque tanta gente fala em verdade. A verdade que os
mestres trazem é única, quer dizer que você pode ver um mestre de olho puxado lá no Japão
expondo a luz da verdade e vê um lá no Oriente Médio debaixo das tendas naquele maior
calor, falando em outro idioma, mas a mesma coisa, ver lá na Índia, ver aqui no Brasil, vê nos
países latinos, vê na América, falando idiomas diferentes, maneiras diferentes, mas em
essência a mesma coisa parecem até que fizeram as mesmas aulas, estudaram na mesma
escola, porque a verdade é única, imutável, é algo que é imperecível, tudo passa e a verdade
não passa, a Terra deixará de existir, não vai ficar uma poeira cósmica dela, a milhões e
milhões de anos no futuro e a verdade continuará, a verdade não foi inventada, ela
simplesmente foi descoberta por aqueles que tinham contato com suas próprias essências e
para nos trazer tal verdade é que centenas de mestres vieram nesta época, no entanto muitas
vezes as pessoas pensam que tais mestres, eles vão chegando simplesmente e juntam a
maior turma de mestres e sai na mídia: nós somos mestres, nos sigam, venham aqui aprender
conosco sobre a essência, sobre Deus, sobre a vida, sobre porque estamos aqui, mas não,
apesar de serem mestres, cada um tem a sua técnica própria, não são seres que não têm
÷ Acervo Aluano ÷
242
individualidade, continuam mantendo suas individualidades, não é porque trabalham
diretamente para Deus que perdem suas individualidades, não é porque fazem acima de tudo
as diretrizes e cumprem as leis do Criador que perderam as suas individualidades, não eles
continuam sendo eles com suas características no entanto tais características, em sua
predominância não desobedecem as leis da vida que eles mesmos pregam.

A Terra está sofrendo atualmente transformações tanto física como astrais, mentais,
etéricas e nós nem sempre estamos a par de tais mudanças, dois mundos se encontram: um
mundo que está sendo destruído e um mundo que está nascendo, eles já estão se
encontrando fisicamente e consciencialmente, a nossa civilização ela está inevitavelmente
destinada a deixar de existir como ela é, toda vez que na Terra ou em qualquer planeta que
flutue os universos ao longo dos vários planos e dimensões, toda vez que as civilizações que lá
vivem de nível humano, começam a entrar em declínio, em declínio das leis da vida, os
grandes mestres, os iluminados e avatares descem, naturalmente que quando um avatar
desce, ele desce com toda a sua comissão de seres e cada avatar tem os seus mestres,
quando eu falo seus mestres, não é que os avatares são donos dos mestres, de suas
comissões, simplesmente cada ser que ascensiona ele ascensiona com determinadas
características predominantes e segue determinados avatares e cumpre funções, tarefas,
missões para estes avatares, atualmente nós veremos mestres ascensionados que seguem a
comissão de Jesus ou ao Comando de Jesus, vamos ver mestres ascensionados que seguem
ao comando de Arcanjo Miguel ou Ashtar Sheran, vamos ver mestres ascensionados que
seguem o comando de Buda, de Khrisna, de Sai Baba, de Bábaji, e de diversos outros que não
tem nomes e também de avatares femininos que existem fala-se muito em seres masculinos,
mas existem as encarnações divinas de mulheres que estão encarnadas aliás, encarnações
divinas de mulheres.

Avatar? O avatar não tem sexo, ele é andrógeno, ele assume o corpo de acordo com a
missão que vem executar, como as missões mais yangs é necessário um corpo masculino, os
avatares preferem encarnações yangs, corpos masculinos, mas quando as missões são mais
anônimas, diversos preferem vir com corpos de polaridade feminina, quer dizer como mulheres,
existe para cada avatar a comissão de mestres ascensionados de 3 níveis evolutivos que será
explicado logo adiante.

Quando eles estão em missão, só mestre de nível 3 que praticamente não comete
erros, mas de nível 2 e de nível 1 ainda cometem diversos erros, um mestre ascensionado ele
não trata por mestre outro mestre ascensionado de nível semelhante ao seu, quer dizer de
÷ Acervo Aluano ÷
243
grau idêntico ao seu, existem 3 graus de mestres ascensionados, primeiro grau é o
ascensionado físico aquele que não precisa nascer mais em nenhum planeta do mundo físico,
nós estamos no planeta Terra, calcula-se pelo estudo metafísico que estejamos na terceira
biodimensão do universo físico, o que que isso quer dizer? Que se nós pegamos objetos físicos
e desagregamos os seus átomos e quebrarmos eles diversas vezes, nós saímos dessa terceira
dimensão e vamos para outra dimensão, diz que vamos para a quarta dimensão, porque que
eu falo dizem? São diversas pessoas que dizem, eu pessoalmente, em função das projeções
astrais, acredito que seja para a quarta dimensão que nós estejamos caminhando, só que há
uma polêmica.

Que quarta dimensão é essa? Seria o plano de uma dimensão espiritual? Não é...
Quarta dimensão é uma dimensão física como essa nossa, no entanto os átomos, as
subpartículas atômicas são mais livres, quer dizer que a distância entre uma partícula e outra é
maior do que a distância entre uma partícula e outra nessa dimensão que nós estamos,
quando a distância entre as partículas passa a ser maior o mundo é mais sutil, quer dizer que
as capacidades são mais amplas, tanto mental, emocional, do sentimento, físico, a capacidade
é bem mais ampla, nós estamos passando para a quarta dimensão, mais ainda continuaremos
no plano físico, calcula-se que os planos possuem dezenas de dimensões densidade, o que
quer dizer que o nosso universo físico há dezenas de dimensões físicas e um mestre
ascensionado de grau um não precisa nascer em nenhuma dessas dezenas de dimensões
físicas, só nasce em missão se quiser, quer dizer que mesmo que um extraterrestre do mundo
mais evoluído surja em uma nave espacial ou mesmo sem nave, porque essas naves, essas
caqueiras todas de objetos e aparelhos, isso só vai até determinada dimensão física a partir de
certa dimensão física não precisa mais desses veículos eletrônicos, o próprio ser pela sua
vontade se conduz pelos universos e pelos espaços infinitos relativamente, porque os
universos não são infinitos isso a gente constata em projeção mental e astral em dimensões
mais sutis, existe uma curvatura, mas eu não quero entrar nessa problemática o que eu queria
explicar é que um mestre ascensionado não é um avatar.

Existem 3 graus de mestre ascensionado, após o terceiro transforma-se em avatar e aí


terá graus de avatar, então todo avatar não é igual, tem avatar em graus diferentes.

No primeiro grau de mestre ascensionado ele não precisa nascer nem nos planetas
extraterrestres, fora da Terra que são de dimensões mais sutis, não precisa nascer nem lá,
mestre de grau 1 só nasce em mundo astral, ainda está preso com o mundo astral, mas no
mundo astral nascem nos planos nas dimensões mais sutis do plano astral quer dizer que não
÷ Acervo Aluano ÷
244
nascem nos lugares para onde os seres da Terra vão depois que desencarnam, quando eu falo
seres da Terra são seres presos ao carma terrestre, porque você pode estar encarnado aqui e
não ser da Terra, não quer dizer que você nasceu também na Terra o ser da Terra é o ser que
veio de outro planeta, nasceu aqui e gostou daqui, mesmo com toda miséria, com toda a dor,
mas gostou do prazer que aqui oferece e ficou preso aqui, contraiu débitos ao mau uso da vida
e não pode sair daqui enquanto não pagar ou então sai compulsoriamente, transfere o carma
para um planeta de grau equivalente ou inferior a Terra.

O mestre de grau 1 ele se transformou em mestre porque saturou o desejo das coisas
transitórias do mundo físico, perdeu o desejo, quer dizer que tudo o que prende o terrestre a
Terra ou o extraterrestre ao planeta, mesmo que muito melhor do que a Terra, não prende mais
um mestre ascensionado no grau 1, primeiro grau da consciência cósmica, quando um ser
começa a educar a sua vida e começar a ver que o que se come é ilusão, é necessário para
manter o corpo de ilusão e não viver para comer, quando começa a usar os braços, mãos não
para adquirir coisas só para você, quer dizer para o próprio ego ou corpo transitório e sim
utilizar isso aqui como instrumento da essência, ascensiona mãos e braços, quando usa as
pernas para conduzir o corpo para o trabalho exclusivo da essência mesmo que utilize coisas
aparentemente fúteis, mas que a finalidade é superior e respeitando leis justas da vida e
amorosas e sábias, ascensiona-se as pernas, por incrível que pareça, mas os mestres eles vão
ascensionando pedaço por pedaço do corpo, eles não ascensionam assim da noite para o dia
o corpo inteiro, então eles vão ascensionando cada parte do corpo, pode parecer brincadeira,
mas não, muitos seres que estão ascensionando eles estão, digamos com uma coisinha
apenas de função corporal ainda prendendo ao carma do plano físico, então utilizando bem a
sexualidade, que eu não vou entrar nessa problemática que é um tema muito polêmico, eu não
vou entrar aqui hoje, mas transcendendo a sexualidade ascensiona o aspecto sexual,
transcendendo o mau uso do verbo, ascensiona com a palavra, uma das coisas que mais
prendem os seres aqui é a palavra também, é uma das últimas, porque a famosa maledicência
prende os mestres ascensionados, eles produzem maior benefício com as palavras do que
malefício, então isto é que os fazem ascensionar também, então eles utilizarão a inteligência
para a essência e ascensionarão na inteligência, utilizarão os olhos para a essência, os
ouvidos para a essência, o tato para a essência o paladar para a essência todos os sentidos de
manifestação corporais irão trabalhar para Deus e isso os faz ascensionar no primeiro grau.

Exemplo de um ser que ascensionou nessa encarnação, eu dou o exemplo de um ser


que não nasceu ascensionado e ascensionou, que todos aqui conhecem Chico Xavier, ele não

÷ Acervo Aluano ÷
245
era ascensionado antes dessa encarnação, nessa encarnação ele ascensionou, só que ele só
vai vestir o mérito de ascensionado na sua próxima encarnação, nessa ainda não, porque
existem limitações cármicas que ainda o perseguem e na próxima ele virá, com como se pode
dizer com a graduação do mestre ascensionado, ele ascensionou nessa, só que como se pode
dizer a habilitação de ascensionado ele vai pegar lá fora, não é aqui no plano físico que uma
pessoa adquire a vibração de ascensionado, adquire é lá do outro lado, então quando ele
chegar lá ele será submetido a uma iniciação e concluirá a sua ascensão.

Todo ascensionado para se tornar ascensionado tem que se tornar santo, senão não
ascensiona, só que o estereótipo de santo que nós estamos acostumados nem sempre é
verdadeiro, as pessoas tem como estereótipo de santo aquele que se auto flagela aquele
sujeito meio ingênuo que acha que todo mundo é bom, só vê coisa boa nos outros, não mata
nenhum inseto, nem nada, este é que é o santo.

O santo ele tem uma característica principal: ele voluntariamente não gera mal a
nenhum ser, quer dizer que ele não desrespeita voluntariamente nenhuma lei, ele busca servir
a Deus, servir a essência acima de tudo, esta é a característica de um santo, ele se educa, ele
renuncia a ilusão ele renuncia o ego em prol da essência, alguém já viu um santo se auto
endeusando? Alguém já viu um santo preocupado se a conta bancária diminuiu ou
aumentou? Não. Por quê? Porque ele não em si, ele não pensa em seu corpo transitório, ele
pensa se o que ele está fazendo está de acordo com as leis da vida, agora porque que um
santo ainda chora mesmo assim? Porque nós, enquanto não atingimos esse grau, o santo é o
que vem antes, algum ser que numa vida desenvolve essa chamada santitude, quando chega
lá do outro lado ele ascensiona, do outro lado é quando desencarna.

Chico Xavier transformou-se em santo nessa encarnação, chega lá ele se transforma


em ascensionado, quando ele reencarnar novamente ele não é santo, ele é ascensionado, o
santo é o que vem antes de ascensionar, é quando você está em processo de ascensão, você
desenvolve características de santo, muitas vezes até vive uma vida muito dolorosa, muito
assim sofrida, mas em outra vida que vem como ascensionado não precisa mais desse
sofrimento todo, esse sofrimento foi educativo em função de aspectos cármicos.

No caso de um ser que ascensiona grau 1, tal ser ele adquire uma compreensão da
vida onde ele pode achar um bolinho gostoso, uma comida gostosa, no entanto ele vai saber
que entre servir a essência e o prazer da comida, o prazer da comida perde, os mestres eles
podem se casar, ter filhos, no entanto quando filho, esposa ou marido, porque existem as

÷ Acervo Aluano ÷
246
mestras, a gente fala mestre, mestre porque a nossa cultura é machista, você já viu como é
que é, você tenta escapar do machismo, mas sempre cai nele, mas as mestras e mestres eles
envolvem-se com as coisas daqui, mas quando marido, filho, esposa se coloca entre servir a
essência ou servir alguém, o alguém perde, jamais coloca nada na frente da essência, à frente
da essência, mais importante do que o trabalho pela essência, então esta é uma característica
forte, sempre que a pessoa coloca interesses pessoais, particulares acima de interesses
superiores tal pessoa não está trabalhando para atingir o ascensionado, então tais mestres
ascensionados de nível 1, porque o que mais tem na Terra é nível 1, depois vem o de nível
2, nível 3 minoria também, de acordo com o que vai subindo o nível vai diminuindo a
quantidade, porque? Porque não necessita desse tanto de gente super capacitada para fazer
um trabalho que já pode por gente não tão evoluída para fazer, esses seres de grau 1 eles
cometem mais erros do que o de grau 2, não precisa falar, e o de grau 2 muito mais do que o
de grau 3, porque o de grau 3 já está limpando, a percentagem de erro é ínfima, quase
imperceptível, porque se tivesse não chegava a transcender o mundo da forma e transformar-
se em avatar, mas o grau 1, já vi mestres de grau 1 sendo maledicente, já, enquanto não
despertava, sendo maledicente, bebendo, se alimentando de carne e se envolvendo com a
ilusão mesmo, namorando aí a torta e a direita, só que quando a força da consciência começa
despertar, começa a não se identificar com a ilusão, eu dei esses exemplos não que eu
condene, quem me conhece sabe que eu não condeno nada, eu vejo a importância de tudo
para a nossa evolução, são níveis evolutivos diversos que nós possuímos, no entanto se você
quer estar em um patamar superior não pode agir com características de ser que ainda está no
patamar de imersão na inconsciência, os mestres, como eu disse, só tratam por mestre quem
está num nível superior ao deles, quer dizer você não vai ver um mestre de grau 1 tratando
outro de grau 1 como mestre, trata como um igual, mas você vai ver um mestre de grau 1
tratando um mestre de grau 2 como mestre, com todo o respeito, só que os mestres não tratam
os seus mestres como as pessoas que ainda não viram a verdade tratam, quem ainda não viu
a verdade quando identifica um mestre espiritual, tem a tendência de ficar bajulando, de ficar
endeusando, de ficar querendo jogar as próprias responsabilidades em cima dos ombros ou da
consciência de determinado mestre, os mestres não agem dessa forma com seus mestres,
eles fazem aquilo que está ao seu alcance, aquilo que não está eles pedem orientação aos
mestres do que fazer e de como aprender a adquirir as suas próprias respostas, mas eu quero
explicar porque que o santo ainda chora, pois é, eu falei ficou assim no ar, o santo ainda chora
porque ele não tem poder e nem compreensão para entender o porque existe dor, o porque a
dor massacra a vida de tantas pessoas e eles sentem assim... Eles não queriam que as
pessoas sofressem, mas eles não têm como fazer muita coisa para aliviar o sofrimento,
÷ Acervo Aluano ÷
247
por isso que eles choram, porque as pessoas comuns choram? De dor ou de prazer, o
santo ainda chora mas é só de amor, então por amor eles choram, eles não suportam o amor
que têm, não têm sabedoria, não têm compreensão da justiça e não têm poder suficiente para
aliviar a carga de amor que eles têm e eles choram. Nós enquanto não atingimos o estado de
transcendência da ilusão, nós choramos, porque um ente querido morreu, porque tivemos uma
perda, seja emocional, material, diversas perdas, nós choramos, choramos pela doença
choramos pela dor, quando nós sentimos amor demais e não achamos que merecemos tanto
amor, nós choramos, quando vivenciamos felicidades muito grandes e acreditamos que não a
merecemos, nós choramos, quer dizer que tanto de um lado como do outro nós somos frágeis,
para tirar a dor que habita dentro de cada um de nós é que os mestres desceram nesta época,
porque a época onde a dor visitará com maior força a humanidade mais do que nas outras
anteriores que nós já vivemos, precisamos ser fortes, precisamos aprender a nos alimentar de
espírito, porque se for se alimentar de aspectos físicos, alimentar que eu falo é aquilo que nos
dá motivação para viver, a maior parte dos habitantes da Terra são drogados, média de 70%
são drogados, outra parte de 20% são irresponsáveis, só escapa ainda 10% de pessoas
lúcidas e só pessoas lúcidas são fortes o suficiente para vencer a dor que a ilusão causa,
aqueles que não são fortes para vencer o prazer que a ilusão causa, não será forte suficiente
para vencer a dor que a ilusão causará para a nossa vida e como médicos que vêm para nos
aliviar a dor os mestres vieram, para aliviar a nossa dor, muitos sofrem e só vêm e só
percebem que estão sofrendo quando tentam o suicídio por desespero ou quando pensam nele
quando as coisas não estão bem, por isso é que se veio tanta gente, se veio tanto médico pode
saber que a epidemia vai ser braba, pode saber que não vai ser fácil não, é, porque que está
vindo tanta gente? Centenas? Diversos avatares? A toa é que eles não estão, isso eu posso
garantir, porque a civilização que morre fará a dor ao corpo que compõe a civilização e quem é
o corpo? Os órgãos, as células, somos nós, são os países, são as maneiras, são os clãs, as
tribos, as maneiras de ser quando, eu falo tribos é porque existem maneiras de ser coletivas, é
como o brasileiro falar: mas o americano é estranho, o americano falar, mas o indiano oriental é
estranho, a maneira de ser, o aspecto cultural, então para ajudar cada um de acordo com sua
cultura é que encarnaram nos diversos países os mestres, porque a justiça suprema não deixa
ninguém sofrer sem ter meios para não sofrer, só sofre quem quer, por isso a pena, você não
vê nenhum mestre sentindo pena de ninguém, só enquanto ele está ascensionando aí sim,
quando está na fase de santo ainda, fica: tadinho, tadinho do povo fica sofrendo, quando atinge
o grau de mestre não sente pena de ninguém, sente compaixão, que é diferente. Compaixão é:
você vai precisar apanhar, a natureza animal só se educa dessa forma, força só se educa com
a força, quer dizer que eles compreendem, você vai sofrer, vai ser necessário mas você vai
÷ Acervo Aluano ÷
248
aprender a se educar e vai deixar de gerar sofrimento e já estou fazendo algo para aliviar o seu
sofrimento, estou lutando contra aquilo que gera sofrimento, se uma pessoa que está lá na
cama sentindo seu corpo sentindo sendo comido vivo pelo câncer, até hoje eu nunca vi, na
minha experiência de assistente espiritual, uma pessoa que foi corroída pelo câncer não se
arrepender de ter agredido o seu próprio corpo, eu não vi, sempre se arrependeram, quando
sentiram aquela dor extrema e viram, gente mas como dói dói dói e não pára de doer e vai
doendo é como é como ter os rins exprimidos assim, mastigados é uma dor que você pensa
assim: não, vai parar, mas não pára, você pensa: vai parar, mas não pára e o espírito que não
vai pela sabedoria que não vai pelo amor ele vai pela dor.

Como o destino praticamente de todos já está relativamente traçado, ninguém vai


mudar, como se pode dizer vencer séculos de evolução em poucos anos, muitos vão
descobrir que estão do lado da realidade, por quê? Porque será irradiado o conhecimento
da realidade para cada um e vai ver uma coisa: que o mundo em que nós estamos vivendo
deturpou, degenerou tanto a verdade que hoje em dia o que é verdade passa a ser errado e o
que é errado passa a ser verdade é se você tenta obedecer uma lei que seja da vida, parece
que você é que estava errado, se todos estimulam a desonestidade e você alimenta em si a
honestidade, todo mundo lhe trata como uma pessoa esquisita, como uma pessoa excêntrica,
como tolo, porque as pessoas pensam que não existam leis superiores às leis aqui da
civilização. Como é que alguém vai obedecer as leis terrestres se sequer querem obedecer as
leis da vida, que são acima das nossas, que antes das nossas existirem tais leis já existiam, só
se estiver amadurecido espiritualmente o suficiente para tal, mas uma vez que o santo se
transforma em ascensionado ele passa a adquirir compreensão das leis, sabedoria e poder de
interferir, aí ele pára de chorar aí, não fica nessa choreira, vê uma pessoa sofrendo e se sente
amor ele compreende compreensão da justiça impede as sobrecargas energéticas, chorar
sempre é sinônimo de sobrecarga energética, quer dizer que se você teve amor demais
sobrecarrega o cardíaco e o laríngeo e você chora como uma forma de descarregar o chacra,
se você sentiu muita opressão, muita dor você chora como uma forma também de descarregar
plexo solar e laríngeo, aí você chora, eu estou dando esses detalhes porque o ser humano é
muito frágil, muito frágil.

O mestre de grau 2: é aquele que por seus esforços conseguiu vencer a sedutora
ilusão do plano astral, não comentarei muito sobre os outros mestres, porque eles precisam
vencer coisas para se tornarem mestres que nós não conhecemos, porque não são deste
mundo, são do mundo astral e mental, então o mestre de grau 2 ele vence a sedutora ilusão do

÷ Acervo Aluano ÷
249
mundo astral, que é incalculável, nós não temos pontos de referência aqui o que, que prende a
pessoa aos prazeres? Quais são os prazeres que geralmente prendem os seres aqui na
Terra? Má alimentação, a pessoa come, não o que o corpo necessita, mas o que a gula aceita
e gosta muitas vezes, está comendo um veneno, mas está achando o veneno saboroso e isso
escraviza carmicamente aqui, impede a ascensão, bebida altera a consciência, é um elemento
intruso ao corpo que o corpo não necessita, drogas, outro elemento, maledicência as pessoas
gostam de falar mal das outras, isso escraviza aqui na Terra, o mau uso da força, as pessoas,
mau uso da inteligência o que, que é mau uso? Usar desrespeitando as leis da vida, mau
uso do corpo, mau uso da inteligência, mau uso do poder, isso tudo escraviza e porque
que as pessoas gostam de fazer isso? As pessoas que estão presas na ilusão do prazer
dessas coisas? Porque a felicidade é baseada no prazer que essas coisas
proporcionam? Toda felicidade que vem em função de um prazer ilusório se transformará em
dor e infelicidade no futuro e atualmente pela lei de aceleração cármica, em função da
mudança dimensional não fica mais para a próxima vida é nessa vida mesmo, a partir do ano
que vem mais rápido ainda, então quando alcançamos um prazer que não vem através do que
a gente come, que não vem através do que a gente toca, que não vem através do que a gente
tem, que não vem através do que a gente sabe, porque muita gente adora saber para ter
prazer pelo que sabe, vaidade, eu sou mais porque eu sei e outros não sabem isso, ainda é um
prazer ilusório que prende quando vencermos os prazeres transitórios nos tornaremos
ascensionados em grau 1, por isso que mesmo o ascensionado de grau 1 merece respeito,
porque é um ser que venceu a ilusão, mesmo que ainda esteja mergulhado nela em um corpo
transitório, mas acima de tudo serve à essência, pode ter os seus defeitos, muitas vezes pode
errar, mas acerta em predominância e não é escravo da ilusão.

Há uma diferença em ser escravo e não, o escravo ele faz tudo, o que a ilusão
quer e o que é a ilusão? É o erro, é a ignorância das leis espirituais, as leis espirituais elas
comandam o mundo físico, a gente fala: ah, mas leis, físico, onde é que está essa lei? Cadê o
livro? Onde é que está? Porque as nossas leis foram inventadas, foram criadas pelos homens,
agora as leis espirituais que regem a vida no mundo físico não foram criadas pelos homens,
são leis criadas pela essência, elas existem antes de nosso mundo existir essas leis já existem,
essas leis já existem, portanto quem não tem conhecimento delas e não as seguem vivem na
ilusão e a verdade é tudo aquilo que se refere a essas leis, ao conhecimento dessas leis e ao
cumprimento dessas leis, quem não vê essas leis, quem não as compreende e não as segue
vive em ilusão e toda ilusão leva ao erro e todo erro leva ao sofrimento, como se pode dizer,
sofrimento? Não, eu sou feliz, eu sou feliz por quanto tempo? A ilusão é temporal, quer dizer o

÷ Acervo Aluano ÷
250
seguinte: passa, você é feliz, você é feliz hoje e amanhã? Estou feliz, estou com saúde, mas
daqui a pouco escorrega, quebra a perna, a saúde já era, estou feliz porque ganhei uma
gratificação no trabalho, arrumei um emprego, bom um bom salário e daqui a pouco? E quando
perder? Vai continuar feliz? Não existe estabilidade no mundo da ilusão que não seja perdida,
eu estou falando isso, mas porque que eu estou falando isso? Porque o objetivo maior de
descermos aqui é para aprendermos isso, aprendermos não apenas na teoria, mas na prática e
os mestres aqui vieram pela justiça suprema para mostrar para cada um de nós que nós
precisamos despertar, no entanto só desperta quem quer, quem não quer não desperta, agora
despertará para alguns séculos ou milênios aí para frente, em outros planetas, não aqui na
Terra mais.

Estes mestres eles têm certas características, eu disse que eles respeitam as leis da
vida em primeiro lugar, o que eles pregam eles precisam cumprir pelo menos 60%, abaixo de
60% do que eles pregam eles são falsos mestres, uma coisa é conhecer a lei, outra coisa é
compreender e vivenciar, se você pega um livro onde está escrito todas as leis da vida ou pelo
menos grande parte delas e sai dizendo que você é um mestre? Não, porque falar é fácil,
praticar é que é a característica, se você fala: não fale mal de ninguém, isso aí é ilusão, virou
as costas você está, o que, que é falar mal de alguém? É depreciar alguém, é colocar alguém
como inferior, isso é falar mal, é colocar alguém em situação desrespeitosa, ridícula, isso é
maledicência, é inferiorizar, é depreciar, é ironizar, é satirizar, é ver com malícia, é pôr erro
onde não tem, é a crítica que massacra, por isto é que os mestres eles não ficam falando mal
dos outros, quando se transformam em mestres, outra coisa é que um sujeito ascensionou,
encarnou, pegou uma genética e uma cultura desfavorável, fica até determinados anos como
uma pessoa comum, pessoa comum, você nem sabe, parece uma pessoa comum, até que a
sua consciência espiritual desperta e aí começa a questionar e a refazer a revolução da
ascensão, quando ascensiona ele tem que voltar a...

Todo mestre ascensionado ele reascensiona, quer dizer que ele o ascensionado ainda
não é uma conquista real, não é que você deixa de ser uma vez que é, é que você reencarna e
precisa voltar a ser constantemente.

O avatar não, uma vez que você ascensionou mentalmente, você não precisa
mais nascer nem no plano mental, você se transformou num ascensionado mental, o
que quer dizer? Num avatar. Você saiu do mundo da forma, nós temos plano físico, esse que
nós vivemos, plano etérico, o que liga o plano físico ao plano astral, plano astral, plano mental,
quando você transcende o plano mental você vai para a essência e transforma-se em avatar e
÷ Acervo Aluano ÷
251
como avatar você irá realizar tarefas aqui só que um avatar desde que ele reencarna, ele
poderá se quiser lembrar que é avatar, se nascer biologicamente ele poderá preferir,
dependendo da missão, não se lembrar que é avatar, para que possa saber como os seres
humanos se sentem imersos na ilusão, quer dizer que eles vão ficar como nós por algum
tempo até que eles despertem.

Outra coisa que se caracteriza nos mestres é que eles servem acima de tudo, quando
despertam, servem acima de tudo à essência, eles não tem essa coisa de eu estou
trabalhando, eu não posso sair daqui, o espaço é estreito, cercadinho, os mestres eles tem
uma característica que vocês podem reconhecer facilmente eles quando despertam não se
alimentam de elogios, só um mestre ascensionado tem essa característica, um outro ser não
tem, eles não se alimentam de elogios das pessoas concordarem com eles ou se alimentar de
algum apoio externo, eles fazem as coisas vindo da essência para o corpo, então outra coisa é
que eles têm uma vontade que não tem como ser quebrada.

O que é uma vontade que não tem como ser quebrada? Ninguém consegue
vencer o mestre, mesmo de grau1, por quê? Você pode quebrar as pernas de um mestre e
eles continuarão servindo à essência e você pode matar um mestre e ele continuará servindo à
essência, ele jamais ficará contra Deus, jamais, absolutamente nunca você nunca vai ver um
mestre dizendo assim: Deus me abandonou, nunca vai, você nunca vai ouvir ele contra as leis,
pensando que as leis estão sendo contra ele, um mestre verdadeiro, mesmo em grau 1, ele
sempre tem compreensão das leis e tem uma vontade que não se dobra diante de nada, ele só
pode desrespeitar tal princípio, enquanto não descobrir que é um mestre depois que descobrir
ele vai agir como tal. Só que cada um de nós precisamos ter discernimento para saber de uma
coisa: os mestres não estão aqui para fazer por nós o que só nós podemos fazer por nós, não
estão aqui para pensar por nós, não estão aqui para tirar os nossos pecados, os nossos erros,
eles estão aqui para nos ajudar a ver a verdade, eles estão aqui para nos ajudar a superar as
nossas próprias limitações, para nos ensinar o caminho e não para nos carregar no caminho,
não pense que estando na sombra de um mestre você já está com a vida ganha, porque não
está, você pode ser transmigrado da mesma forma de alguém que está lá longe da verdade, é,
não pense que porque você está ali lavando a roupa dele, cozinhando para ele, porque não
está, porque você disse que ele é gente boa, apóia, patrocina, não, isso não adianta nada, isso
aí não corrompe a lei, não corrompe, então o mestre ele não está aqui para fazer por nós
aquilo que depende de nós, mostre através do comportamento que está seguindo a verdade e
não através de endeusar ou cultuar, porque eles não precisam ser endeusados, outra coisa é

÷ Acervo Aluano ÷
252
que um verdadeiro mestre, mesmo de grau 1 você pode bajular ele o tanto que for, você pode
dar um carro importado, de marca cara para ele, dar uma mansão para ele, mas se ele for
mestre ele vai continuar não concordando com os erros que você comete, não adianta pensar
que, não toma isso aqui, ah, você quer fazer uma viagem? Eu pago a sua viagem, sei lá e tudo
o que você vai fazer por mim, tem um lugarzinho melhor em dimensão mais sutil, estou com
passagem, estou com contrato renovado para viver aqui na Terra, o verdadeiro mestre ele é
imparcial, então não importa se você é amigo, se você está ali com ele, é colega, na hora da lei
te pegar ai, ai, ai, mestre me ajuda, ele vai lá e puxa a tua orelha, você está sofrendo, porque
você fez isso, eu te dei toda a orientação e você não seguiu, precisa desmistificar, viu? Por
quê? Porque eu vejo que os próprios mestres tem problemas quanto a isso, muito problema,
porque fica aquela bajulação ah, mas como você é evoluído, mas você é Deus, sim ele é Deus,
mas você também é Deus, porque que você fica porque ele é Deus fica querendo exaltá-lo,
sendo que você também é Deus, a única diferença é que ele sabe e você não sabe, mas ele
está procurando te ensinar para você saber, então quer servir a Deus pode servir ajudando os
mestres, mas nada de ficar endeusando mestre, porque? Porque isso atrapalha a sua
própria evolução e mestre anda levando um puxão de orelha por causa de deixar gente ficar
endeusando e esquecendo de endeusar Deus, o único ser que merece ser endeusado é Deus.

Quem é Deus? Muita gente pensa que Deus é um sujeito vestindo uma toga, sei lá um
manto, um camisolão, sentado numa nuvem, num lugarzinho bem limpo aí do universo, onde
não existe nada de ruim, só que naturalmente este não é Deus, não tem nenhum ser que se
manifeste no mundo da forma que seja Deus plenamente, ele é uma manifestação
fragmentada de Deus, mesmo os avatares, um ser só se transformará em Deus totalmente no
mundo da essência, enquanto estiver no mundo da forma ele é Deus, mas ele é parte de Deus,
você pode dizer que um mar é feito de gotas d’água, agora dizer que uma gota d’água é o
oceano aí é outra história, então a gota d’água pode saber que ela é uma com o oceano, agora
ela assumir para sempre que é o Criador Absoluto Transcendental manifestado aqui, esse
mesmo ser vai saber que o Criador só manifesta-se em sua plenitude no mundo da essência,
aqui na forma não tem como, porque aqui é mundo limitado, ele terá que manifestar-se em um
corpo em um corpo que é transitório, passageiro, então a essência é Deus, quer dizer que isso
que faz o pensamento surgindo dentro da sua cabeça, que faz você saber: eu existo, isso aí é
Deus, no entanto a nossa percepção é tão pequena que a gente não identifica que é ele, outra
coisa é que, eu vou falar uma coisa que até expliquei no curso que dei esse final de semana:
Desenvolvimento da Consciência Cósmica, o ascensionado quando ele está ascensionando
ele tem um último medo, qual é o último medo que o ser vive, não é medo de dor, não é medo

÷ Acervo Aluano ÷
253
de morrer, não é medo de perder, nada assim, o último medo não é medo de perder parente, o
último medo é o medo de perder a individualidade, é o último medo que o ser vive antes de se
tornar ascensionado, porque quando ele começa a sentir a essência, imagine, eu gosto de
fazer um exemplo o avatar, ele é igual um peixinho, porque ele é igual um peixe? Porque
ele vive mergulhado no oceano da essência, o habitat dele é a essência, ele vem de vez em
quando para cá, mas aqui ele só está de passagem, é como quando o peixe dá um pulo ele dá
um pulo e cai novamente na água, isso aí é o avatar, mas o mestre em grau 1, ele é o mestre
que começa o que? A nadar na essência, no oceano da essência, ele não mergulha, ele não
suporta mergulhar ainda, de grau 1, só que quando ele vai tocar nesse oceano da essência,
quando ele vai tocar no oceano da essência, ele vai ter o último medo, é o medo de deixar de
ser, é o medo de deixar de existir como individualidade.

Que é essa individualidade? Não é personalidade, a personalidade é a


individualidade transitória, é aquilo que há 10 anos atrás, para quem já tem mais de 10 anos,
há 10 anos atrás, o ser, a pessoa era de uma forma, a personalidade depois de 10 anos, viveu
muita coisa, viu que muita coisa estava errada o que fazia, amadureceu muito as idéias e
mudou a personalidade, mudou, mas você continua se sentindo você como você era há 10
anos atrás, há 1000 encarnações atrás você também era a mesma coisa, só que outra
personalidade, o chamado outro ego, esse ser que faz com que você, você, você, você,
identifica que não é eu, essa é a sua individualidade, só que quando você começa a tocar a
essência para o último grau de ilusão, quer dizer o último despertar da ilusão, onde você vai
ver a realidade, a verdade, você terá que tocar a essência e a essência é uma, quer dizer que
na essência todos nós somos um, a mesma força que pulsa em mim, pulsa em todos, nós
somos todos, o ser tem medo, ele pensa: quando eu tocar a essência eu vou continuar sendo
eu? Eu vou deixar de existir? Só que nós não deixamos de existir, nós vamos descobrir uma
coisa maravilhosa, maravilhosa, sabe o que nós vamos descobrir? É que: você, a essência que
te anima, isso que te dá noção de individualidade, é absolutamente, totalmente idêntica a
percepção de individualidade de todos os outros seres, quer dizer o seguinte: que nós estamos
dentro de todas as pessoas, você e eu somos um, absolutamente um, no entanto a minha
personalidade está diferente da sua por causa da fragmentação da essência ao manifestar-se
nesse mundo, um mundo dual, um mundo do pequeno, grande, do perto, do longe, dos corpos,
só que essa percepção de individualidade que você tem, é a mesma que eu tenho, é a mesma
que todos os seres tem, no entanto você só vai saber disso quando você tocar a essência e
tocando a essência você vai ficar: meu Deus, a sua consciência vai fazer assim oh, vai dar um
big bem interno, bum abre-se um universo dentro de você, você vê constelações, vê galáxias,

÷ Acervo Aluano ÷
254
vê planos, dimensões, dentro do seu microcosmo e lá você vai descobrir uma coisa que você
está dentro de todos os seres, mas você idêntico quando volta do estado, quer dizer que você
solta a essência, a essência continua em você e você plenamente consciente dela, a partir
desse dia sempre que você tiver tocando a sua essência, você vai sentir que estava tocando a
essência de todos os seres que vivem, por isso que todo mestre ele não vê o que você parece
ser, vê o que você é e o que você é é ele e é por isso que eles estão aqui, para mostrar para
nós que nós somos uma essência única, é como se eles estivessem despertando a parte deles
que adormece, é, eles estão aqui para despertar a eles mesmos, que somos nós, cada vez que
um mestre desperta um ser e o ser vê que ele é Deus, ele olha para o mestre e fala: gente eu
sou você, eu sou tudo, mas é maravilhoso e a vida se transforma, desde então a felicidade é
permanente, a dor deixou de existir, a infelicidade e a paz se torna real.

É um tema muito vasto, sem dúvida, no ano que vem vamos explorar mais. A próxima
palestra é aquela que tem no calendário, os caminhos para a iluminação espiritual, o tema da
próxima palestra que será dada dia 08 de janeiro que vem. Podem iniciar as perguntas, quem
quiser levante as mãos que...

PERGUNTAS

1 - A FRASE É A SEGUINTE: PAI PORQUE ME DESAMPARASTE? E AFASTE DE MIM


ESSE CÁLICE.

Não um mestre degrau 1, um mestre de grau 1, não diria essa frase, Jesus é um
avatar, está acima de um mestre de grau 3, ele jamais diria nenhuma dessas frases aqui, nem
que ele estivesse bêbado, uma coisa que seria impossível.

2 - QUANTAS ENCARNAÇÕES HUMANAS A ESSÊNCIA TEM DIREITO?

Vou explicar, vou dar uma explicação rápida, só que ela é profunda, talvez não fixe
bem, não seja bem assimilada, quando a essência sai do mundo da essência e entra no mundo
da forma ela se fragmenta, ao se fragmentar ela divide-se em grupos de almas gêmeas que
surgem num determinado universo do plano mental, vai evoluindo e descendo das dimensões
do plano mental para o plano astral, das dimensões do plano astral para o plano etérico, do
plano etérico para o plano físico e depois sobe novamente do plano físico para o astral, mental,
passa pelo etérico, mental e volta para a essência, isso, a descida é chamada de dia de
Brama, quando Deus cria e a subida é chamada de noite de Brama, quando Deus dilui a sua
criação transitória, quer dizer o seguinte: que um ser ele não tem um tempo indeterminado para
÷ Acervo Aluano ÷
255
ficar no reino humano não, existe tempo determinado sim, se ele não sair do reino humano
antes de determinado período ele é diluído na noite de Brama e volta a ser essência sem saber
que é essência, ele retorna, mas não com a percepção da individualidade que ele tinha antes.

3 – PORQUE UMA PESSOA AO PRESTAR CONTAS DE SEUS ATOS APÓS DESENCARNE


NÃO PODE ALEGAR DESCONHECIMENTO DAS LEIS ESPIRITUAIS, VISTO QUE TAIS
LEIS NÃO SÃO ENSINADAS NAS ESCOLAS, NEM NAS MAIORES RELIGIÕES
OCIDENTAIS?

Pelo mesmo motivo de alguém morar num prédio e mesmo que não saiba, a criança
que não sabe que existe lei da gravidade pula da janela, ela com certeza vai cair, poderá se
machucar ou morrer, as leis elas existem, cabem a nós descobrir e todo ser que quer descobrir
descobre rapidamente, no entanto enquanto não vem o despertar é conveniente não saber que
certas leis existem, porque aí a consciência não irá impulsioná-la a não desrespeitá-la, quer
dizer se você não sabe, você desrespeita bem facilmente do que se você sabe e a
personalidade da pessoa se defende dessa forma para não deixar de existir e dar lugar à
essência.

4 – NÃO SEI SE ME PERDI, VOCÊ DISSE AFINAL QUAL É A VERDADE?

Sim, agora a verdade inteira só um avatar poderá dizer para vocês e mesmo que já sei
da verdade, em uma hora uma hora e meia, impossível, me siga e daqui há uns 2 anos me
pergunte de novo. E aí depois segue um avatar, que aí você fica completo.

6 – COMO PODEMOS RECONHECER OS MESTRES DE PRIMEIRO GRAU?

Só vai ter como reconhecer um mestre quando ele se identificar que é mestre, ele
identificar para ele mesmo, enquanto ele não souber, você não vai ter como identificar, depois
que ele estiver despertado a consciência de que é um mestre, você vai poder reconhecer,
porque ele vai trabalhar com todos os seus esforços pela humanidade, sem querer nada em
troca, nem fama, nem poder, nem dinheiro, nem nada, trabalho incondicional pela humanidade,
respeitando as leis da vida de forma imparcial, vai reconhecer um mestre de grau1 dessa
forma.

7 – PODERIA NOS INFORMAR O NOME DE ALGUNS AVATARES?

÷ Acervo Aluano ÷
256
Já foi dito Jesus, Buda, Khrisna, Sai Baba, Bábaji e muitos outros que não tem nem
nome reconhecido, Arcanjo Miguel, que é o mesmo comandante Ashtar Sheran é um avatar.

8 - MAHATMA GANDHI TRANSFORMOU-SE NUM MESTRE DE NÍVEL 1?

Não, Mahatma Gandhi é um mestre de nível 2, El Morya, mestre de nível 2 para nível
3, Saint Germain, de nível 2 para nível 3, então tem vários mestres aí que já, estão esses
mestres que são mais falados eles são de nível 2 para nível 3.

9 - É VERDADE QUE O MESTRE KUTUMÍ FOI PROMOVIDO A AVATAR?

Não. Se transformar em avatar demora um bom tempo e ele entrou em mestre de nível
2 para nível 3 ele vai demorar um bom tempo para mudar de, um bom tempo, põe milhares de
anos aí, viu?

10 - SE UM SER SÓ SE TRANSFORMA EM DEUS NO MUNDO DA ESSÊNCIA, PORQUE


SAI BABA, QUE VOCÊ DIZ SER UM DEUS ENCARNADO NO MUNDO DA FORMA?

O ser só se transforma Deus em sua plenitude, que eu falei, em sua plenitude no


mundo da essência, agora Deus onipresente, onipotente, onisciente, tem como se transformar
nesse mundo, Sai Baba é um dos avatares que se transformou em um ser onipresente,
onipotente, onisciente, então ele pode ser chamado de Deus aqui, não um Deus em sua
plenitude, que ainda é a manifestação fragmentada dele, mesmo que seja bem poderosa.

11 – UM VERDADEIRO MESTRE NORMALMENTE SE DECLARA COMO TAL AOS SEUS


SEGUIDORES?

Algumas vezes sim, outras não, isso depende das características de cada mestre, nada
os proíbe de declararem-se mestres, no entanto é necessário que o façam sem se colocarem
em situação superior aos demais seres. Só fica pior para eles, né, porque se eles errarem, o
pau come.

12 - PODE OS MESTRES DE GRAU 2 E 3 SE ENVOLVEREM EM COMPROMISSOS


TERRENOS COMO CASAMENTO, FILHOS ETC.? E O AVATAR?

Ambos podem. Tanto o avatar, quanto o mestre de grau 3, 2, 1 podem se envolver com
o casamento e filhos, no entanto o avatar ele só se envolve em casamento ou com propósito
religioso ou político ou então é político, só que não a política da dos parâmetros da Terra, um

÷ Acervo Aluano ÷
257
avatar pode nascer como um rei num país ou como governante em país e para unir
administrações podem haver uniões, só que um avatar ele já é andrógeno, quer dizer o
seguinte, até o mestre a partir do grau 2 já começa assimilar os traços de androgenia, começa
no grau 1, depois vai para o grau 2 e já e 3 assumindo aspectos de androgenia, que é
equilíbrio de energia yin e yang, por isso que muitos mestres tem gente que diz que ele é muito
afeminado, porque o sujeito né, homem né, muito delicado, sensível, carinhoso, terno, meigo,
não é o típico homem ah, todo agressivo, todo bruto, todo áspero, todo de impor, então já
começa no grau 1 a androgenia, o ser fica equilibradas as energias, vai diminuindo a
necessidade de se envolver com o sexo oposto e se se envolve é sempre com a razão superior
e não essa razão que os seres humanos comuns se envolvem.

13 - AINDA TENHO VONTADE DE ESTUDAR INGLÊS, FAZER FACULDADE, CASAR, ISTO


ATRAPALHA O MEU CRESCIMENTO ESPIRITUAL?

Não, tudo o que nós vamos fazer, se o nosso espírito sente necessidade de fazer, é
porque ainda é para o nosso crescimento espiritual, agora se a pergunta fosse: isso aí gera
carma? Isso aí gera sofrimento? Gera, então, estudar, você ficar preso todo dia naquela sala
de aula e tudo, dedicar e tudo, casamento, a vida conjugal não é fácil viu? Mesmo para alguém
que está trabalhando espiritualmente vai gerar a dor, agora a dor pode ser aliviada se você se
dedica a vida espiritual, então você amortece a dor, você amortece a ilusão, alimentando a
realidade em você, não atrapalha a evolução espiritual, no entanto vai ensinar diversas coisas,
que o espírito pode, seu espírito pode estar necessitando aprender e também pagar os
pecados né?

14 – QUEM É DEUS? VOCÊ DIZ QUE SOMOS DEUSES, POR FAVOR, ESCLAREÇA
MELHOR.

Para ter idéia, eu disse que nós todos somos Deus, que a essência que nos alimenta é
Deus, que nós fazemos parte dele, no entanto esclarecer melhor isso, só se a pessoa ver Deus
e para você ver Deus, sentir Deus, não se consegue de forma intelectual, você não vai ser
apresentado para Deus por alguém, alguém pode te mostrar o caminho e gradativamente,
paulatinamente você vai seguindo o caminho e vai se auto descobrindo, vai se sutilizando, a
consciência vai expandindo e num belo dia você acorda, abre os olhos e vê no mundo coisas
que antes você não via, porque não tem como ser visto apenas com os olhos, você vai sentir
coisas que antes não sentia, vai pensar e vai compreender, Deus não é mostrado, Deus é
revelado pelo seu próprio espírito a si mesmo, é só trabalhar na senda espiritual sem

÷ Acervo Aluano ÷
258
arrogância, sem vaidade, sem orgulho, sem querer ser mais do que ninguém, sem querer
saber aprender só para ter vaidade de pensar assim: eu sei, aprenda para aplicar, não adianta
saber o que tem em mil livros se não aplicar uma página de um único livro, não adianta, só
será uma pessoa vaidosa da ilusão que tem na próxima vida, volta sem se lembrar de mais
nada e pronto trabalho perdido.

15 – BUDA PODERÁ REENCARNAR?

Os avatares eles reencarnam pelo método tradicional se quiserem, eles materializam o


corpo a seu bel prazer, Buda é um avatar. Se um avatar quiser materializar essa escola todinha
com o pensamento, ele materializa, só pensar, ele pensa, a sua força interna agrega os átomos
e materializa sem problemas, então eles podem encarnar a hora que eles quiserem e
desencarna, digamos um avatar pode encarnar agora e daqui a uns segundos desencarnar,
pronto.

Uma ótima pergunta aqui, eu gostei, não que eu não tenha gostado das outras, mas eu
gosto de perguntas que estimulem a gente a crescer evolutivamente, perguntas que não têm o
intuito de evolução eu não considero boas perguntas.

16 - SE OS MESTRES MUITAS VEZES COMEÇAM IGUAIS AOS OUTROS ATÉ


DESPERTAR, NESSE PERÍODO ELES ADQUIREM CARMA? ISSO NÃO OS APRISIONA A
RODA DAS REENCARNAÇÕES, PRINCIPALMENTE SE VIVER POUCO APÓS O
DESPERTAR?

Um mestre de grau 1 ele só é, não que ele não tenha carma, mestre de grau 1 pode ter
carma de vidas passadas e trazer para essa vida, só que ele tem uma coisa, ele tem, por
exemplo, duas coisas: ele sempre gera mais darma do que carma e ele sempre quando é
colocado à prova entre servir à ilusão ou à verdade, ele serve a verdade sempre, então por ter
mais darma do que carma, o seu carma não o aprisiona, por termais consciência de lucidez do
que inconsciência, quando, mesmo na época em que o mestre não está desperto, ele não tem
como servir o mal voluntariamente, ele serve involuntariamente pela sua ignorância, mas uma
vez que desperta, nem involuntariamente ele serve mais o mal, ele vai se aprimorando,
aprimorando, aprimorando, até ir para o grau 2, 3 e sucessivamente.

÷ Acervo Aluano ÷
259

COMANDO ASHTAR II - 1997

É com grande felicidade que estou com vocês uma vez mais, para transmitir novas
informações. Sem dúvida, sei que muitos aqui presentes têm outras fontes de conhecimentos.
Têm lido, ouvido falar ou até mesmo vivenciado um contato com realidades que lhes serão
"mostradas" em sentido figurado, pois estando em carne e osso, para que o corpo astral as
presencie, é preciso um certo treinamento da percepção extra-sensorial.

Eu pediria a atenção de todos para um aspecto; o aspecto da transição planetária e da


participação de extraterrestres nessa transição que está em vias de ocorrer. Há uma
necessidade urgente de nos prepararmos para vivenciá-la com o máximo de entendimento
possível, pois o tempo de que dispomos é muito pequeno. O Comando Ashtar, comando
extraterrestre originário de um universo distante, em sentido dimensional, vem nos trazer a
ajuda física e espiritual tão necessária para enfrentarmos a fase difícil que nos espera.

A transição planetária se manifestará basicamente em duas etapas: a primeira


com transformações geográficas em todo o planeta; a segunda quando se dará sua mudança
dimensional. Os extraterrestres deverão atuar efetivamente, de forma direta, apenas na
segunda etapa da transição. Quem passar pela primeira etapa e sobreviver, sofrerá uma
transformação interna interessante, necessária para ascender à segunda etapa.

Na primeira fase teremos uma verticalização brusca do eixo magnético. Essa


verticalização será surpreendente para a maioria de nós, e será tão rápida que muitos
habitantes das regiões litorâneas não terão tempo nem condições de se locomoverem, em
busca de lugares mais altos, cuja água do mar não alcance. Quando os meios de comunicação
se posicionarem, alertando sobre o perigo e pedindo em seus documentários que as pessoas

÷ Acervo Aluano ÷
260
se afastem do mar, será tarde demais, infelizmente. Na região do Canadá, por exemplo, haverá
um degelo rápido e muitos perderão seus corpos físicos.

Vários segmentos filosóficos e religiosos sugerem que o apogeu das transformações


na superfície do globo se dará na passagem do século, embora não se possa estabelecer uma
data certa para tais fatos, pois ninguém possui dados exatos. Alguns chegam a afirmar que a
data do desenlace cairá numa Sexta feira, mas isto não passa de especulação. Em várias
partes do planeta há quem fale desse assunto, por isto acreditamos que, para muitos aqui
presentes, nossas informações podem não ser tão novas. Todavia, ao falar sobre transição
planetária, esperamos estar fornecendo novas peças para o mesmo quebra-cabeça.

Gostaríamos que as pessoas valorizassem mais a informação que estão recebendo.


(Há meio século, praticamente, ela vem sendo transmitida). Muitos foram aqueles que viveram
e morreram tentando passar tal conhecimento. As pessoas não lhes deram ouvidos e não se
prepararam interna e externamente para as fases de transformações que o planeta irá viver,
com certeza. E mesmo que alguns não acreditem em planejamentos cósmicos, hierarquia
superior ou governo oculto do mundo, esses fatos que estão previstos há séculos, se abaterão
sobre a face do planeta Terra. Segundo previsões, até dois mil e quatro ou dois mil e cinco,
primeira e Segunda etapas da transição estarão concluídas.

Dentro da primeira fase, que marca a transição do nosso eixo magnético, sua
verticalização se dará gradualmente. Mudanças já vêm sendo notadas pelos cientistas. O nível
do mar vem subindo lentamente, as quatro estações têm se alterado de maneira brusca e a
temperatura se eleva cada vez mais. Infelizmente, porém, não estamos dando muita atenção a
tais acontecimentos. Contentamo-nos com as explicações que dizem respeito à poluição
atmosférica. No entanto nosso problema não se limita à poluição. Inúmeros são aqueles que se
preocupam e lutam para preservar o nosso meio ambiente. Entretanto já está comprovado
pelos cientistas extrafísicos que nossos recursos naturais estão exauridos pelo uso que deles
se fez, por várias civilizações, há milênios. Tais recursos, dos quais já não dispomos, serão,
portanto neutralizados através de um estado dormente.

A verticalização do nosso eixo será brusca. Sua conclusão se dará em poucos dias,
talvez horas. No início ocorrerá um degelo rápido na região do Canadá, que será muito
atingido. Ali várias pessoas perderão seus corpos de manifestação, infelizmente. (Digo
"infelizmente" sob um certo ponto de vista, pois quero, numa próxima palestra sobre transições
de vida, mudar tal conceito e mostrar que os acontecimentos previstos já estavam

÷ Acervo Aluano ÷
261
programados bem antes de aqui descermos em um corpo de carne. Nós apenas os
vivenciaremos. É preciso que o maior número possível de pessoas sejam alertadas, porque
ainda há uma chance de se prepararem para que o trauma seja minimizado, visto que não se
pode alterar o rumo dos acontecimentos. Podemos modificar bruscamente nossa conduta
diante da vida e diante de nós mesmos, mas a transição será inevitável e, sem dúvida, grande
parte de nós será pega de surpresa).

Atualmente vivemos envoltos em uma aura consciencial e energética totalmente


conturbada. A maioria de nós, por mais que tente viver em equilíbrio, dentro das regras ou leis
mais evoluídas, se vê impulsionada a conviver com as energias hostis que estão ao nosso
lado. Nós as respiramos, nós as sentimos em nosso corpo. Elas nos impedem de libertar a
nossa própria energia, para nos sentirmos mais sutis. Depois da transição dimensional, quando
a nossa terceira dimensão irá passar para um plano mais elevado, muitas coisas mudarão no
interior das pessoas. Nossa aura interior e exterior se verá livre das energias heterogêneas que
tanto nos causam dor, conturbação mental e limitações na área do sentimento e do
pensamento.

Vivemos atualmente numa dimensão paralela, onde ainda somos predominantemente


controlados pela densidade atômica da terceira dimensão física, que já vem sendo sutilizada
gradativamente ao longo de alguns anos. Breve a Terra entrará no portal de transição, que já
começou a atingir o nosso planeta, como uma leve irradiação, e isso gerará a verticalização do
eixo. Quando estivermos tocando no ponto de transição, aí sim a verticalização será brusca e
provocará a perda em massa de corpos físicos de manifestação. Ao chegarmos nesse ponto,
muito já terá mudado em nossa vida, tanto em termos físicos, como num sentido pessoal. Em
sentido pessoal, a maioria das pessoas não perceberá qualquer alteração da realidade. Apenas
uma pequena porcentagem já começa a despertar para esse fato. Alguns estão sendo
conscientizados violentamente da nova realidade. Profissão, família, lado afetivo, motivos de
alegria ou de prazer que antes eram suficientes, começarão a mostrar-se aquém dos
interesses que irão surgir internamente.

Pessoas que estão despertando, de repente se perguntam se estão empregando seu


tempo de maneira útil e produtiva, pois parece que ficar fazendo certas coisas por tantas horas
não leva a nada. O conflito faz com que percam a noção de identidade, pois a realidade em
que vivem está sofrendo uma rápida mudança. Elas estão sendo sacudias pela irradiação da
realidade mais ampla na qual o planeta Terra está entrando. Fatos inexplicáveis estão
ocorrendo em suas vidas, como a ruptura dos laços afetivos, pois percebem que não podem
÷ Acervo Aluano ÷
262
perder mais tempo com ilusões, precisam despertar para o que é real. Mas, afinal, o que é real
na vida? Apenas acordar, trabalhar, divertir-se com objetos e coisas, namorar, reproduzir,
conviver, dormir e morrer? Será apenas isso?

Nós estamos sendo despertados de maneira brusca e, para que se possa viver o
despertar interno de modo mais tranqüilo, alguns seres perderão bens materiais como forma de
desapego nessa área. Outros passarão dificuldades com entes queridos, em preparação para
o trauma maior ligado à perda deles, coisa que nem todos receberão sem sofrimento. Tudo é
uma simulação preparatória para a transição, onde muitos perderão seu veículo de
manifestação terrestre, não mais da forma usual. Pessoas cheias de vida, saudáveis,
desencarnarão, de maneira coletiva.

A transição planetária será de grande importância em nossa vida, pois precisamos


compreender que aqui na Terra tudo é efêmero; trabalho, profissão, tudo passa. Caso
venhamos a perder o corpo físico, ficará, com certeza, o aprendizado positivo dos fatos que
vivenciaremos.

Pode parecer bárbaro dizer que muitas pessoas morrerão sem poder reagir. Sim, de
fato é uma barbaridade para nós, como o é nossa maneira de viver para as hierarquias
superiores. Para elas a nossa civilização é bárbara. E para que uma civilização assim
decadente deixe de existir, muito de sua memória viciada também precisará desaparecer, até
mesmo microorganismos, pequenos animais, insetos e determinadas substâncias. Tudo deverá
ser retirado do nosso planeta, para que possamos viver em maior harmonia. Também, nem
todas as pessoas que perderem seus corpos físicos nessa fase da transição poderão nascer
de novo aqui. Algumas serão levadas para mundos inferiores, outras para planetas mais
evoluídos que o nosso. Portanto, o tempo de transformação é agora.

De agora em diante, a qualquer instante pode acontecer a transição planetária e nada


resguardará a pessoa, nem práticas religiosas, nem vela acesa no quarto, tão somente o
desenvolvimento interno. Por conseguinte, o máximo que podemos fazer para nos prepararmos
em vários sentidos, quanto ao desapego e quanto ao contato, é estabelecer conexão com a
divindade superior. A noção de imortalidade e o controle emocional são fatores importantes
para vivenciarmos essa transição com o maior equilíbrio possível.

As pessoas que perderem seus corpos de manifestação física vão se projetar em


corpos extrafísicos, como no fenômeno que denominamos "morte", onde o corpo astral se vê

÷ Acervo Aluano ÷
263
projetado em uma dimensão mais sutil do que esta na qual vivemos. A morte, na verdade, não
existe, é apenas uma passagem. Podemos comprovar isto desenvolvendo a projeção astral, ou
projeção para fora do corpo. Uma vez projetados para outra realidade, o ato de preparação
será o de desenvolver uma conexão superior que ligue as pessoas, que serão recolhidas
durante a segunda parte da transição.

A segunda fase da transição, que é a transição dimensional, não poderá ser


vivenciada por nós sobre a superfície da terra. Mais uma vez ocorrerá a operação Arca de Noé,
que foi executada há milênios, quando houve determinados cataclismos sobre este mundo, e
que ficou registrada em nossa história. Essa operação será posta em prática porque não
poderemos permanecer aqui quando nosso planeta passar pela transição, pois nossos átomos
e moléculas não estão preparados para a mudança repentina da terceira para a quarta
dimensão de densidade do átomo físico.

( A quarta dimensão, na verdade, já existe. Ela está interpenetrando essa dimensão em


que ora estamos, embora não seja possível detectá-la, já que sua energia é mais livre; seus
átomos são descarregados de energia ou descondensados).

Nessa fase milhões de naves sobrevoarão os céus de todos os continentes, de todos


os países para a grande colheita de almas, que está prevista. Elas trarão embaixo, na sua
lataria, uma mensagem, escrita no idioma ou dialeto regional. (Os povos que não tiverem
linguagem escrita, como tribos primitivas, não poderão ler as palavras escritas nessas naves).
No caso do Brasil, será este, mais ou menos, o texto: "Brasil, o amamos. Estamos aqui para
auxiliá-los, para ajudá-los." Apesar disso, num momento assim tão penoso, poucas pessoas
chegarão a ler a mensagem. Foi o que constatei na projeção que tive, quando o Comando
Ashtar me transportou para o futuro, para o momento da transição dimensional. Pude ver como
tudo acontecerá e vi também como ficará o planeta depois dos fatos de que falamos.

Para Brasília, vi o início da transição se dar ao cair do crepúsculo. Primeiro veio


um vento estranho, que gerou uma vibração atmosférica. O ar, mesmo dentro de locais
fechados, vibrava e causava uma oscilação dimensional. Isto quer dizer que toda matéria e
todo átomo eram abalados, produzindo vibração. Naquele instante, um tipo de nave desceu
sobre a cidade. Era uma nave recolhedora que, vista de baixo, era pontiaguda e, vista de trás,
mostrava as turbinas eletromagnéticas. Tinha cor de alumínio e media aproximadamente
duzentos metros de comprimento por oitenta a cem metros de largura. (Geralmente vemos

÷ Acervo Aluano ÷
264
essa nave apenas de baixo, a traseira e a dianteira. Raramente a veremos de perfil, dependerá
do seu posicionamento). Veremos também naves de até um quilômetro de comprimento.

Surgirá uma frota incomensurável dessas naves sob o céu e a maioria das pessoas
pensará que elas terão vindo para nos atacar. No entanto, a sua função será de nos recolher.

Então uma nuvem energética, que é o portal dimensional ou cinturão de fótons,


descerá, envolvendo o planeta. Mas as naves não serão atingidas por essas energias, pois
elas têm uma blindagem dimensional feita por uma tecnologia extraterrestre, mais avançada.

Nós precisamos ser recolhidos por essas naves, pois só assim teremos chance de
sobreviver. Quem ficar fora das naves, infelizmente, perderá o corpo físico. Assim sendo, no
momento que a transição começar, o melhor será buscar a divindade interna e permanecer
quieto, onde quer que cada um esteja; dentro do elevador ou no banho, não importa. Os
extraterrestres das naves têm a leitura da vida das pessoas, sabem onde tem vida humana e a
teleportam. Não haverá flutuação. O recolhimento será mesmo por teleportação;
desmaterializam a pessoa e a materializam de novo dentro da nave.

Antes do aparecimento da nave recolhedora, outra nave terá feito seu trabalho entre
nós. Essa nave, conhecida como batedora (cassandras), tem uma forma mais estranha que
a outra. Também tem cor de alumínio, um alumínio mais para aço inoxidável, e possui luzes,
cuja função desconhecemos. São naves pequenas, medindo em média três a quatro metros,
no máximo. Sua função é acompanhar as pessoas pelas ruas. Elas descem e ficam bem
próximas, falando no idioma local, pedindo que todos se acalmem, que não entrem em pânico
com o que vai acontecer. São naves que exercem a comunicação. E possuem um sistema de
som que não se danifica com o problema de oscilação da vibração atmosférica.

Tanto as pessoas que perderem o corpo físico como as que continuarem encarnadas
serão recolhidas pelas naves extraterrestres que aqui vierem com esta finalidade. Elas estão
encarregadas de recolher seres no físico e no astral. Mas, por que as pessoas precisam ser
recolhidas? Porque a transição dimensional é algo que afeta até mesmo nossos corpos
astrais. Quem for levado no físico estará preservado do portal. Alguns sequer perceberão a
perda corpórea. Todavia, quando virem as naves, não devem ter medo, pois elas estarão aqui
para nos ajudar. Os extraterrestres negativos já perderam a permissão de atuar no nosso
espaço, logo, qualquer nave negativa que nele penetrar, será imediatamente abatida ou
recolhida pelas naves positivas.

÷ Acervo Aluano ÷
265
É muito sério o que falamos. Eu, como instrumento que sou, outros extraterrestres que
vêm trabalhar aqui entre nós e várias pessoas mais, ao longo do planeta, estamos recebendo
as informações que ora lhes passamos. Como já disse, elas são peças de um quebra-cabeças,
que vêm se juntando há algum tempo.

Muitos devem estar questionando por que os extraterrestres não vêm nos avisar
pessoalmente, descendo entre nós, pousando suas naves e entrando em contato direto
conosco. É que a maioria de nós não está preparada para isso e tal contato poderia gerar uma
guerra. Os extraterrestres positivos não desejam guerra alguma conosco e, além disso, querem
evitar um pavor coletivo. No entanto estão tendo contato com alguns de nós, muitos
extraterrestres também, que vestiram um corpo de carne como o nosso e estão falando dessas
coisas. Pode ser inacreditável para quem vive nessa realidade tão materialista, mas os que já
desenvolveram uma sensibilidade maior através de práticas conscienciais energéticas têm uma
percepção ativa, a certeza de que tais fatos acontecerão.

Precisamos saber que o pior da transição não será a perda do corpo físico. O pior
mesmo será não estarmos preparados internamente e sofrermos um trauma em função do
pânico, porque a energia vibracional eletromagnética não é nada agradável. Será necessária
pois uma transformação interna. A oportunidade é agora, antes da transição. E quem não se
trabalhar para amar mais o seu próximo e a si mesmo terá muitos problemas porque as
energias vibracionais irão se chocar com suas próprias energias inferiores ou lentas, causando
inevitavelmente um atrito eletromagnético.

Quem vive nas dimensões mais sutis, não esta nada feliz vendo que a maioria de nós
nada faz por um crescimento interno. Temos direcionado cada minuto, cada hora, dia, ano,
décadas de nossa vida para aumentar os bens materiais, nos esquecendo dos bens morais e
espirituais. A preparação para a transição vem em função desse tipo de desenvolvimento.

Os extraterrestres já estão entre nós. Alguns até parecem idênticos a nós em aparência
física, mas não são como nós. Geralmente não se apresentam como oriundos de outro planeta,
com um corpo físico de lá. A maioria veste um corpo físico terrestre e não tem como provar sua
origem extraterrestre. Todavia têm como mostrar o que é necessário fazer e falar para essa
fase que estamos vivenciando, uma fase sem igual em nossa história.

Muitas pessoas identificarão e sentirão que a transição planetária está próxima.


O que fazer então? É preciso descobrir o papel de cada um perante a vida, qual a missão que

÷ Acervo Aluano ÷
266
veio realizar. Alguns terão por tarefa ajudar outros na primeira fase, quando haverá muita
morte, devido aos cataclismos. São aqueles que têm preparado locais para acolher visitantes
de outros países e de outras regiões. Assim os sobreviventes poderão correr para os pontos
mais altos, seja por mar, terra ou ar.

Na primeira fase: Brasília e a região Centro-Oeste, por serem lugares mais altos,
serão buscadas pelas pessoas que residem no litoral. Na véspera, alguns perceberão o que vai
acontecer, sentirão vontade de se deslocar para cá. Outros perderão seus empregos e serão
obrigados a procurar regiões com melhores condições de vida. Não compreenderão o porquê
de, às vezes, estarem desenvolvendo atividades mais simples, com remunerações menores.
Porém a mudança se fará necessária, para preservar seu corpo físico. Certas pessoas se
deslocarão para essas áreas com o simples propósito de ajudar ao seu próximo, ou apenas
porque deverão perder o corpo físico. Serão inconscientemente levadas a fazer aquilo que o
programa de vida estabeleceu como necessário para elas.

Alguns encarnados de vibração elevada, ditos positivos, também perderão seus corpos
físicos, pois haverá necessidade de um contingente maior de trabalhadores da luz no plano
astral, para auxiliar aquelas almas que desencarnarem bruscamente, lá chegando
desorientadas. Seu trabalho será relacionado a recolher e tranqüilizar a maior parte desses
espíritos.

O Comando Ashtar foi encarregado pelo governo positivo do planeta para trabalhar
nessa transição. É coordenado pelo Senhor Jesus, que é o governador geral do planeta Terra.
O Comando Ashtar recebeu a incumbência de recolher, física e astralmente, os seres daqui, e
de fazer a comunicação dos fatos que irão ocorrer, no plano físico.

É um trabalho difícil, chegar diante de uma platéia como esta e falar de transição
planetária. É preciso que haja uma motivação muito grande vinda do outro lado. Geralmente o
que vai acontecer é primeiramente mostrado no astral para quem faz esse tipo de trabalho. A
veracidade dos fatos foi provada diversas vezes, pois é grande a responsabilidade daquele que
leva a informação. Apesar da minha pouca idade, estou consciente do que significa falar das
transformações que irão destruir esta civilização para que outra nasça, mais luminosa, mais
bela, cuja consciência e sentimento transcendam a matéria, porque a vida neste planeta não
pode mais continuar hostil. E está sendo planejada a vinda de um número significativo de
pessoas, em torno de oito a nove bilhões, que irão habitar a Terra. Após a transição a

÷ Acervo Aluano ÷
267
reprodução de seres será intensa, portanto não haverá problemas de poucos habitantes no
planeta.

Ainda há tempo de procurar se espiritualizar para ter a noção de que a morte não
existe, é uma ilusão. Precisamos dedicar pelo menos uma hora diária ao aprimoramento
interno, para transcendermos os apegos materiais. Não há uma religião específica que nos
possa preparar. Em qualquer uma há pessoas que já estão prontas. Nos momentos difíceis,
quando acontece algo superior às nossas forças, há quem entregue a vida a Deus. Tal atitude
parece religião, mas não é. O pedido, o chamado é simplesmente para se ter mais contato com
a divindade, com a essência de cada um.

A pessoa poderá ter um mestre espiritual, seja ele ou ela; Mãe Santíssima, Jesus, Sai
Baba, Mestres Ascencionados, os santos que desceram sobre a Terra, não importa. É bom ter
contato diário com essas divindades, porque no momento que ocorrer a transição, precisamos
entregar nossa vida a elas, para que estejamos ligados e sejamos mais facilmente recolhidos,
seja no físico ou no astral. É que as naves terão duas missões: a primeira será de recolher as
pessoas que forem identificadas por terem em sua aura um grau de amor e consciência
suficiente; a segunda será de recolher a semente.

Recolher a semente significa recolher uma quantidade ínfima de pessoas que não
tenham vibração suficiente para voltar para a Terra e que servirão de sementes em outros
planetas. Essas sementes darão início a uma humanidade semelhante à nossa, pois
possibilitarão que parte dos espíritos recolhidos no astral tenham um corpo para reencarnar
num planeta de nível inferior ao nosso. A maior parte dos seres que não tiver vibração
suficiente não será recolhida. Todavia, no plano astral, independente do grau de evolução, os
que não forem recolhidos serão beneficiados pela dura prova escolhida, de perder
bruscamente o corpo físico.

Atualmente é necessário um trabalho de controle emocional, porque foi constatado que


no momento da transição dimensional haverá muito pânico entre os despreparados. Haverá
quem morra de parada cardíaca devido ao susto, o que impedirá seu recolhimento, por falta de
tempo. Haverá pessoas caindo desmaiadas e outras se machucando ao pular janelas. Por isso
alguns voluntários estão desenvolvendo um material que ensina como fazer esse controle das
emoções.

÷ Acervo Aluano ÷
268
O pavor e o susto serão naturais, será difícil permanecer quieto. Mas a pessoa deverá
procurar um local seguro, na segunda fase da transição, porque não dará tempo de correr para
lugar algum. A eletricidade, as telecomunicações, tudo deixará de funcionar e não será possível
avisar a ninguém sobre os acontecimentos. Será preciso entregar os familiares nas mãos do
Criador Absoluto, sob a Sua condução. Mesmo que não estejamos acostumados a entregar
nossa vida à inteligência superior, será necessário fazê-lo naquele momento.

O Comando Ashtar está despertando várias pessoas que se voluntariaram antes de


nascer aqui, para se trabalharem e para comunicarem aos outros, os fatos que irão ocorrer. A
saída de cada um será fazer o trabalho interno para se sobrepor à dor.

Na quarta dimensão a matéria não é tão presa nem tão densa como aqui. Nela se
construirá uma civilização cujos membros irão respeitar a vida em si mesmos e nos outros,
porque aqueles que não respeitarem a vida, não terão mais como nascer nesse mundo, ou não
terão passado na seleção para aqui permanecerem. Logo, essa transição será uma seleção.

Os frutos estão sendo colhidos agora. Cada alma é um fruto. Aquele que estiver
verde não será colhido para ficar aqui, seguirá para outro mundo, onde possa
amadurecer. Os que ficarem é porque já estão maduros o suficiente para respeitar, amar
a vida e para serem justos uns com os outros. Será dentro desses padrões de conduta que
se constituirá a nova civilização.

O Comando Ashtar transportou-me para o futuro, após a transição dos planetas e


pude ver como será Brasília: Aqui, a maioria da população que será recolhida, irá querer
voltar para o local geográfico mais próximo de onde vivia. O mar estará bem perto da cidade,
que será reconstruída, como várias outras o serão, ao longo do planeta. Os extraterrestres
doarão tecnologia, equipamentos, material, alimento e educação para a nossa civilização.

Esse futuro pode também ser vivenciado por outras pessoas. Já acumulei, inclusive,
alguns relatos de sonhos, projeções ou visões que muitos tiveram com a transição do mundo, e
em breve os divulgarei de algum modo. Algumas pessoas viverão essas experiências e terão
também sensações a respeito de uma espiral, que quando ocorrer causará dor em nossa
civilização. Muita gente já teve projeções, sonhos e visões pós-transição.

No planeta inteiro serão construídas casas e prédios numa velocidade espantosa, com
tecnologia extraterrestre. Surgirá uma nova arquitetura, diferente da que conhecemos. Ela

÷ Acervo Aluano ÷
269
explorará estilos mais arredondados na maioria dos prédios. Pelo menos em Brasília, o local
que vi, a geometria não será mais tão quadrada.

Na véspera da transição o acontecimento será documentado em rádio, televisão,


jornal, por muitas pessoas. Infelizmente a maioria dos ouvintes, telespectadores e leitores não
vai acreditar, pensando que tudo não passa de fanatismo de alguma seita ou religião. Todavia
uma minoria vai se preparar e deverá regressar ao planeta Terra, sem traumas.

Logo após a transição o sistema de transporte, a comunicação e a produção de


alimentos sofrerão uma revolução. Com a verticalização do eixo algumas regiões virgens serão
expostas. Elas possuem elementos orgânicos que farão com que os alimentos cresçam mais
do que crescem atualmente, sem o uso de adubos químicos.

Determinados insetos e animais não serão recolhidos. Ficarão aqui e morrerão. Com
sua morte a vida poderá ser mais harmoniosa, pois as pessoas não serão mais picadas por
insetos. É que eles não terão mais nenhum papel na nova fase da humanidade que aqui viverá.

Não será mais necessária tanta luta pela sobrevivência. O sistema econômico será
mais justo e o homem gastará mais tempo querendo melhorar a vida do que querendo gerar a
guerra. Nesse caso a gente poderá ter em abundância tudo de que necessitar.

Novas regiões serão cultivadas, novos minérios, sem dúvida, serão descobertos pelo
degelo nos pólos e isso possibilitará um avanço tecnológico muito grande. É possível que em
vinte ou trinta anos após a transição já tenhamos um aparelho flutuante pessoal, como hoje
temos o nosso carro.

A transição será benéfica, vai nos permitir viver melhor. O que é a morte de um
determinado número de pessoas diante da vida que, ao longo de milênios, será em dobro e em
total harmonia, ainda mais sabendo nós que fatalmente perderemos o corpo de qualquer
maneira? Por isso, ela ocorrerá independente de nosso estado de espírito.

Entre nós, nesta plateia inclusive, como já pude identificar, várias pessoas estão
despertando para o fato de que foram enviadas de outra realidade para esta, com a missão de
trabalhar em prol de seus irmãos terrestres. Mas enquanto persistirmos dogmatizados na
fixação materialista, impossível conseguir transcender um milímetro que seja para o
crescimento interno.

÷ Acervo Aluano ÷
270
Aqueles que já não temem a morte, já têm contato com a divindade e já se controlam,
de modo relativo, emocionalmente, para não entrarem em desespero diante da morte, não
precisam mais assistir a nenhuma palestra. Porém, se perceberem que têm ainda alguma
dificuldade a vencer, então será necessário trabalhar bastante, para que no momento da
transição, mesmo os que não acreditam que ela se dará, estejam atentos e possam saber
como reagir para minimizar o caos.

Esta palestra está acontecendo para que a informação seja passada. O intuito não é
fazer com que todos acreditem. É difícil crer naquilo que os olhos não vêem, naquilo que o
corpo não sente. Às vezes, mesmo a gente vendo e sentindo, não acredita, muito menos se
não vemos nem sentimos. No entanto há muitos que acreditam. Alguns chegam a ter certeza e
esses estão preparados para essa transição (e vale lembrar que entre acreditar e ter certeza
há grande distância). Aqueles que crêem estão se preparando; os que não crêem não poderão
se preparar e não terão como minimizar o trauma do último momento.

A telepatia está sendo usada pelos extraterrestres para se comunicarem com pessoas
que precisam ser preparadas para ajudar nos momentos de pânico. De repente pessoas
comuns, donas de casa, profissionais liberais, funcionários públicos, começarão a sentir coisas
estranhas. O primeiro sintoma será uma desintoxicação corporal: As toxinas começarão a
sair; as pessoas terão febre, gripes súbitas, estágios corporais alterados, que nunca
experimentaram na vida. Tais reações serão sintoma de preparação. Estará sendo afinada sua
antena telepática. Depois a pessoa passa a receber mensagens intuitivas vindas de outras
dimensões. Ela sente que precisa fazer algo, não sabe exatamente o quê. Pode até tentar
fazer alguma coisa que não seja bem o que queria. Depois encontra a sintonia necessária e
começa a realizar sua missão.

A telepatia será, pois um dos meios mais eficientes e efetivos de contato entre os seres
de outros planetas e nós. Como foi dito em palestra anterior, haverá contatos físicos na
véspera da primeira fase da transição ou a partir do final deste ano de 1996. No próximo ano,
as aparições de naves irão aumentar. Em plena luz do dia iremos vê-las passando timidamente
pelo céu. Com timidez sim, porque elas não pousarão aqui, na cidade, não virão a nossa casa
para tomar um café ou para conversar. Elas se mostrarão, farão apenas um contato visual.
Serão naves geralmente em forma de disco e em forma de esfera luminosa.

Essas naves já aparecem em plena luz do dia, embora com raridade, uma vez por mês,
aproximadamente. Nas redondezas de Brasília, pelo menos, há ainda pouca incidência de

÷ Acervo Aluano ÷
271
naves, mas chegará o momento em que surgirão todos os dias nos céus da cidade, para nos
prepararem. E farão contato físico com algumas pessoas.

Contatos físicos não ocorrem apenas em estradas desertas, tarde da noite; podem
ocorrer sim durante o dia, dentro de apartamentos. A pessoa tem, de repente, uma intuição ou
simplesmente olha e vê a nave bem próxima. Ela se apresenta no físico, mas se faz visível
apenas para aquela pessoa com a qual deseja se encontrar; outras, nem sempre conseguem
vê-la.

Se tal fato acontecer com alguns de vocês, saibam que a nave estará querendo
contato para passar informações de preparação para um desenvolvimento espiritual ou para
realizar cirurgias espirituais ou físicas, que serão muitas nessa fase. Não serão mais
experiências de seres negativos outrora admitidos entre nós, porém que agora não têm
permissão de continuar atuando em nosso universo, aqui na Terra. Se alguma nave negativa
tentar contato conosco, será recolhida ou abatida. Portanto não é necessário ter medo se você
tiver sonhos ou sofrer qualquer experiência física, como a implantação de aparelhos para
melhorar o seu desenvolvimento consciencial e energético. Somente naves positivas estão
tendo permissão de ter contato conosco.

Recomendamos que ninguém se aproxime de uma nave que esteja pousada ou


pousando. Deixe que os seres se aproximem, pois existem alguns campos eletromagnéticos
prejudiciais ao nosso corpo que, enquanto não forem desligados na nave, poderão nos
envenenar de radioatividade. A pessoa poderá se sentir agredida, embora não seja essa a
intenção dos extraterrestres, se for envenenada por radiação ou tiver o corpo paralisado ao se
aproximar da nave. Se eles quiserem, descerão, teleportar-se-ão e farão o contato, seja lá
como for. Não se pode fazer um contato direto.

Eventualmente poderá haver aparições de seres negativos que estão escondidos nas
montanhas ou sob o mar. Eles desejam voltar para casa, mas não conseguem sair do planeta,
visto que são detectados, apesar de terem destruído ou desativado grande parte de seus
equipamentos para evitar serem descobertos. Fisicamente não podem ser percebidos, porque
seus corpos são semelhantes aos nossos e não podemos assim monitorá-los com perfeição.

÷ Acervo Aluano ÷
272

SISTEMA DE EXPANSÃO CONSCIENCIAL - 1997

Falemos de demônios e de anjos, como aqueles dos desenhos animados. Se a pessoa


está a ponto de fazer alguma coisa ruim, vem o demônio e fala: Vai, faz isso, faz! Você vai
gostar! Mas vem então o anjo e diz: Não, não faça isso, não! Não faça isso, rapaz! Isso vai te
atrapalhar! Aí a pessoa fica indecisa, sem saber se faz a coisa errada ou a certa.

Se aquilo que representa o errado tem predominância sobre a consciência, que se


volta mais para a voz dos inferiores em detrimento do respeito às leis cósmicas, a pessoa
amarra, cega, ensurdece, neutraliza totalmente a consciência impedindo-a de se manifestar.
Com o passar do tempo, seus parâmetros de certo e errado que influenciam suas ações vão se
modificando. Muitas vezes, essa pessoa acredita estar fazendo o que a sua consciência
manda, mas na verdade quem está mandando é a inconsciência dela.

Aquilo que é só entendimento não é consciência. Aquilo que a pessoa só teoriza, tipo
"isto aqui é bom", "isto me agrada e me faz feliz", mesmo que seja um hábito, não é
necessariamente um parâmetro de consciência. Mas se a pessoa pensa "eu faço isso, eu sou
dependente de determinado vício, de determinado comportamento ou crença, porque tenho
elementos que me satisfazem dentro disto", isto é consciência.

Geralmente a pessoa que é adepta do animalismo, o é também do materialismo, sendo


raros os casos de pessoas que possuam apenas uma destas características. O materialista é
apegado a cada instante de prazer intelectual ou emocional, no entanto ele não fica preso

÷ Acervo Aluano ÷
273
apenas às emoções. Os animalistas exploram mais o seu animalismo do que o apego às
coisas materiais. Acreditam que a vida acaba como uma luz que se queima e que não tem mais
como recondicionar, que a morte é o fim de tudo. O animalismo é inconseqüente e o
materialismo alimenta essa inconseqüência. A pessoa polui porque pensa que aquela poluição
vai desaparecer, ou melhor dizendo, vai desaparecer antes que repercuta em sua vida.

Um empresário de uma indústria que polui pode pensar: "Porque iria eu me preocupar
com a poluição? Quando vierem as conseqüências, eu já terei morrido! Tudo já terá acabado, e
pronto!" Ele não sabe que seu corpo morre mas depois seu espírito vai reencarnar no seio de
uma família que mora bem à beira de um rio poluído. Ele não sabe disso, se alguém lhe falasse
ele não acreditaria, ele tem medo. E o animalismo lhe incute cada vez mais esse medo de
querer acreditar, esse medo de que suas ações podem pesar na sua consciência.

Com a vivência e as conseqüências das ações da pessoa, aquilo que foi inicialmente
entendido começa a ser compreendido e ela sofre pelos seus erros. E ao sofrer sente dor e
desconforto. Aquilo que antes era prazer agora é dor e desilusão. O que fazer agora? Ela vai
tentar descobrir como acertar e vai se educando até o momento em que desamarra sua
consciência e a abraça, deixando-a falar dentro da cabeça, dentro da mente. Essa consciência
manifesta-se como se fosse um mestre, um sábio, no entanto, enquanto existir entendimentos
apenas, estes irão questionar a pessoa, estabelecendo uma dualidade. Essa dualidade vai se
manifestando paulatinamente, fazendo com que a pessoa não se sinta tão só, porque sempre
vai ter alguém para conversar dentro de si mesma.

É importante não projetarmos nossa atenção somente para fora, mas também para
nosso interior. A maioria das pessoas desta civilização não têm o hábito de conversar consigo
mesmas. Quando digo conversar, não significa verbalizar externamente, mas sim internamente
sem mexer a boca, fazendo a voz cantar interiormente. Mas porque que fazer isso? Cada ação
e cada emoção têm uma origem e é essa origem que vai determinar nosso nível de
consciência.

Quando determinados padrões comportamentais começam a prevalecer, ao mesmo


tempo que a pessoa sintoniza sua mente rumo ao infinito e cria consciência, ela começa a não
mais respeitar apenas os parâmetros do animalismo e do materialismo. Uma nova visão da
realidade (digamos, o que é mais importante para alguém dentro dos parâmetros efêmeros e
eternos) vai sendo incutida nas emoções e nos sentimentos. Observe que dentro do

÷ Acervo Aluano ÷
274
materialismo e do animalismo só existem parâmetros efêmeros, não existem parâmetros
eternos.

Muitas pessoas dizem não acreditar que existe vida após esta vida aqui. Muito menos
que voltarão a vestir outro corpo de carne. Existem outras que acreditam mas não têm certeza,
agindo como se fossem inconscientes. Sua inconsciência aliada à sua indecisão faz com que
não se libertem de fato. São pessoas que mascaram sua consciência (é o que se pode chamar
de inconsciente reprimido). Reprimir a inconsciência é pior do que ser um inconsciente
declarado, porque o inconsciente declarado sabe que é inconsciente e os outros também o
sabem. O reprimido não sabe que é inconsciente: os outros sabem e lhe dizem, mas ele não
aceita.

De uma maneira interna e espontânea, a pessoa deve começar a vencer suas


tendências emocionais e inconseqüentes; é ela enxergar além das cascas, é ela se fundir cada
vez mais com a consciência maior da coletividade hierárquica, não apenas com a consciência
de alguns poucos bilhões de seres humanos, mas se fundir com a inteligência maior. É a sua
consciência entrar em contato direto com outras consciências, senti-las e essas outras
consciências serem de vários reinos, não apenas humanos, mas inferiores e superiores a
humanos, como os reinos dos animais, dos vegetais e dos minerais; como os reinos dos
angélicos e dos arcangélicos; com planetas, sóis, constelações, galáxias e universos!

Quando a pessoa, aqui representando um microcosmo, faz uma ponte de ligação (ou
fusão) com o macrocosmo, vários temores e incertezas começam a deixar de existir, porque
em cada ato dela sua consciência começa a falar: "melhor isso aqui", "você foi muito áspero",
"olha, você foi muito agressivo", "você foi muito egoísta", "você foi muito intolerante". Temos a
tendência de querer entorpecer a nossa consciência. Quanto mais animalista ou materialista a
pessoa se torna, menos a consciência imortal se manifesta nela, tornando-a cada vez mais
densa e solitária.

Quando afirmo que uma consciência pode expandir-se mesmo no animalismo e


materialismo, é porque se chega à conclusão de que se é só, de que se nasce só, que se vive
só e se morre só. A solidão e as carências acontecem em função da pessoa estar distante de si
mesma, em função dela entorpecer a sua consciência. Ela pode até dizer "Ah! Eu compreendo
os mistérios mais complicados dos universos, eu sei como os átomos se formam e se
desintegram, eu sei sobre tudo, eu compreendo tudo". Aquele que só intelectualiza, que lê um
milhão de livros, encheu sua mente, encheu sua memória de teorias, é como alguém que com

÷ Acervo Aluano ÷
275
uma multidão de milhões de pessoas em volta de si se sente totalmente solitário, porque ele
compreende, mas não sente aquilo que compreende. Então é como se aquilo que ele
compreendesse não existisse, porque sente só o vazio dentro dele. Porque aquilo que ele
entende é flutuante, existe e deixa de existir. A inconseqüência do materialismo e do
animalismo faz com que uma pessoa destrua aquilo em que acredita.

Diferentemente de entendimento e compreensão, aquilo que se torna consciência é


como um mestre que se instalasse dentro da própria pessoa. A partir daí há uma reavaliação
dos parâmetros de realidade, apego familiar, apego a bens materiais, apego profissional, apego
ao prazer e apego religioso; a pessoa transcende a muitos destes aspectos. Ela poderia até
dizer "agora sou universalista, eu pego de tudo um pouco", mas até a isto ela transcende. Ela
se torna a própria manifestação da vida e sente. Todos nós somos, mas quando a pessoa
sente ela é muito diferente de quem apenas teorizou. A consciência da pessoa é que faz a
fusão do ser com o sentir. Se alguém quer expandir sua consciência, deve fortificá-la bem,
alimentá-la, colocá-la para "malhar" para que ela se exercite bastante, porque assim ela vai
aumentando.

Certa vez alguém que fez uma viagem astral me perguntou: "Aldomon, por que nos
mundos mais sutis, em civilizações muito mais avançadas que a nossa, não existe a
necessidade de guardas vigiando determinados comportamentos, como o trânsito, ou coisa
assim? A gente anda pelas cidades, vê as portas e janelas abertas, as pessoas transitando
livremente, não há regras impostas". _ Porque a consciência das pessoas conhece as regras e
sabe segui-las. Quando nós aumentamos nossa consciência, aumentamos conseqüentemente
nossa maturidade e é isto que vai fazendo a nossa vida se tornar mais luminosa, diria,
incandescentemente luminosa.

Num mundo como o nosso, onde bilhões de pessoas são totalmente conduzidas pelo
animalismo e o materialismo, é extremamente difícil uma pessoa se libertar disso, mesmo que
tente com muito afinco. Porém, se estivesse numa civilização mais avançada, num mundo em
que bilhões são conduzidos por bons sentimentos, por uma visão consciencial cósmica, essa
pessoa então daria saltos na evolução. Porque se ela conseguiu mostrar mais humanidade
aqui, onde tudo direcionava a não conseguir, quando ela for para um lugar onde tudo direciona
para conseguir, ela não consegue só 10 por cento, porém muito mais. Por isso, quando alguém
está prestes a dar um salto quântico em sua evolução, vem antes para mundos como a terra
para aqui, através de vivências, conseguir chegar a um patamar mais elevado.

÷ Acervo Aluano ÷
276
Cada pessoa tem a sua vida nas mãos. A maioria vive correndo atrás de um emprego
melhor, um carro novo, um apartamento maior, e muitas vezes acha que pode "passar a perna"
em Deus e o mundo. Ah, eu quero isso, eu quero aquilo. Quer! Ela quer pegar coisas externas
e colocar em volta de si. Mas dentro dela, o que ela quer colocar?

O conhecimento intelectual, apenas, de nada adianta, porque muitas pessoas ficam


animalizadas pelo intelectualismo e se tornam vaidosas demais por aquilo que sabem. Uma
das piores vaidades é a intelectual. A pessoa se julga superior pelo intelectualismo, pelo poder
e pela inteligência, sentindo-se superior a tudo e a todos. Não sabe ela que a sua consciência
está numa camisa de força, algemada, está dentro de um casulo de aço. Vai ter que fazer
muito esforço e derramar muito ácido ali para derreter toda essa carapaça.

Quando tem a noção de que a vida pode ser bem mais que apenas a profissão, bem
mais que apenas uma família, bem mais do que os lados afetivo, material e social, a idéia que
a pessoa passa a ter deste mudo se transforma. A imagem dos bens terrenos dura pouco mais
do que o tempo em que uma folha cai da árvore e vai até o chão. Enquanto está na árvore
junto com outras, a gente até consegue ver a folha, mas depois que cai, a ninguém mais
interessa. Em nossa vida é a mesma coisa. Entra presidente, sai presidente, entra ministro, sai
ministro; com o passar do tempo, as pessoas têm apenas uma vaga lembrança, não mais se
importam. Agora, imagine alguém lutar para conseguir algo que é efêmero, fazendo sua
consciência toda girar em torno daquilo. Se aquilo desaparece, a consciência também
desaparece!

Mas os bens efêmeros também tem seu valor, no momento em que direcionamos
nossa consciência para aplicá-los em função de algo eterno em nós. É preciso se ter a
consciência de que estamos adquirindo certas coisas, mas que na verdade nada é nosso, é
tudo emprestado. Vamos utilizá-las para nosso crescimento interno.

Vamos expandir a nossa consciência. É necessário que nós façamos perguntas


internas e tentemos encontrar as respostas. Quem tem respostas para todas as suas
perguntas? É difícil! Por que instantaneamente, eu acho muito improvável que alguém tenha as
respostas para todas elas. O tempo, as nossas experiências e vivências nos têm dado
respostas momentaneamente aceitáveis. Quer dizer que aquilo que temos como certo, daqui a
pouco vemos que já não é mais tão certo, que se tornou obsoleto. As regras mudam em alguns
casos, em outros apenas se ampliam.

÷ Acervo Aluano ÷
277
Em dado momento posso me perguntar; "Onde é que a minha consciência está?"
Estará ela em algum prazer do paladar, do tato, da visão, da audição, da memória, do corpo
em geral? O prazer guiado apenas nestes aspectos é prova de inconsciência. A pessoa que
consegue procurar um equilíbrio entre a dor e o prazer, geralmente demonstra um pouco mais
de consciência.

Como se comporta esta consciência a nível de várias realidades? Quando uma pessoa
começa a descobrir o motivo pelo qual existe, aí ela começa a aplicar de maneira mais
direcionada a sua vida. Então, por que nós existimos, o que nós estamos fazendo aqui? De
onde viemos e por que Mesmo uma pessoa que pareça ter tudo sob controle, que aos olhos
alheios tenha uma vida maravilhosa, na realidade não tem uma vida fácil. O nível de
consciência dela é que pode fazê-la ter "recreios". Ela pode de repente conseguir isolar sua
mente dos problemas desta realidade aqui. É um descanso momentâneo, para que ela possa
juntar forças para voltar e resolver as dificuldades, para que seus problemas sejam
solucionados.

Viemos? Para onde iremos? O que sabemos é que esta vida é dura, tanto para a
pessoa espiritualizada com para a materialista, para todos enfim. Não existe ninguém aqui para
quem a vida seja fácil.

Qualquer pessoa pode ligar-se à fonte do conhecimento universal, onde existem


respostas para todas as coisas. No entanto, Exemplo: é como o vôo de um pássaro. Se o
pássaro estiver carregando muita coisa pesada nas suas costas ele não vai dar conta nem de
alçar vôo. Precisa muitas vezes abrir mão dos apegos maiores que se tem na vida para
conseguir ascender. Mas, veja bem, quando eu falo deste "abrir mão" não quero dizer que a
pessoa deva radicalizar, tipo desfazer-se de tudo que tem e ficar sem nada para não mais ter
preocupação. Se agir assim, ela vai ter preocupação novamente. Por isto, é preciso encontrar
um ponto de equilíbrio, para que através deste ela possa aprender a utilizar seu intelecto, suas
capacidades mentais, emocionais e os conhecimentos de âmbito geral, para a finalidade do
auto crescimento, aumentando sua maturidade.

Tenho falado muito sobre projeção astral e projeção mental, mas existe uma
manifestação da qual ainda falarei muito no futuro: a projeção consciencial, que permite a
pessoa viajar consciencialmente, onde ela consegue expandir sua consciência e fazer uma
empatia com as consciências de outras pessoas, ampliando o seu grau de sensação. Um
exemplo disso é o amor do grande amigo ou amiga, que mesmo distantes fisicamente

÷ Acervo Aluano ÷
278
conseguem manter acesos os vínculos afetivos, graças ao amor na consciência. A consciência
sem amor não tem como se expandir.

A consciência precisa de amor. O amor faz com que uma pessoa sinta a outra
mesmo estando longe dela, quer dizer, não precisa estar colada a ela, sente-lhe a vida, sente o
seu nível consciencial. Nossa comunicação ainda é muito pobre: normalmente nos
expressamos através de sons, de códigos sonoros. No entanto, a consciência se manifesta por
vibração. Uma pessoa chega perto de outra e sente a sua consciência, sem que haja
necessidade de verbalizar ou decodificar, simplesmente sente a sua vibração.

À medida que vai aumentado o contato com a consciência, a pessoa entra também em
contato com a sua própria essência (o seu eu superior interno), com a mônada, através da
expansão consciencial. A voz mais ampla manifesta-se em cada pensamento e a pessoa vai
deixando de ser fruto de uma personalidade mutante.

Antes que aconteça a transição planetária, as pessoas vão precisar alcançar um nível
muito alto de expansão consciencial, o que inclui a transcendência sobre o efêmero. Isto seria
realmente grandioso. A pessoa come para se alimentar, mas se tem prazer com a comida, que
tenha um prazer sem abuso. Bebida, se prejudica, corte-a. "Ah, mas por que eu deixaria de
comer carne? Para me tornar menos animalizado? Todo mundo come! Se eu deixar vou
comer o quê, capim?" "E a bebida? Para que vou parar de beber? Um pouquinho só não
faz mal para ninguém." Veja bem o que você está buscando na comida ou na bebida. Seria
uma fuga ou o quê? Paulatinamente veja, de acordo com a sua força interna, que hábitos
você precisa mudar, o que você quer largar ou não. Com muita lucidez, procure certificar-se se
estas coisas efêmeras cumprem algum papel em sua vida. Se não cumprem, por que
atrapalhar a consciência com manifestações inúteis?

Se o papel que as coisas efêmeras cumprem vem em função de uma carência, de um


vazio, veja a causa real desse vazio e saiba que ainda resta algum tempo para trabalhar em
cima disso, antes da coisa ficar ainda mais difícil. É preciso que não se deixe que a solidão
umente dentro de cada pessoa, que ela busque agora acordar e ver que não é apenas estando
com alguém ou junto com a multidão que vai deixar de estar só. É preciso estar consigo
mesma para que a consciência perceba as outras consciências.

“O corpo que vestimos aqui não passa de uma casca, porém raros são os
momentos em que temos essa certeza. Aquilo que é verdade ou mentira é muito relativo.

÷ Acervo Aluano ÷
279
Cada um de nós tem suas próprias verdades, porém existem algumas verdades que
nunca mudam, estas se expandem, já as que mudam não se expandem.”

Se algo em nós deixa radicalmente de ser como antes porque se expande, aumenta,
intensifica, isso faz com que consigamos não ser o produto do comportamento de milhares de
pessoas ou de manipuladores de massas. A maioria de nós somos teleguiados, fazemos coisas
que não sabemos por que estamos fazendo, como o impulso de comprar, por exemplo, mesmo
quando aquilo que já tenho supre as minhas necessidades, mas eu quero comprar porque o
que saiu é novidade, ainda que aquilo não me proporcione vantagem alguma. Se agimos
assim, nossa inteligência está sendo manipulada por aqueles que alimentam o materialismo e
o animalismo.

Aqueles que alimentam o materialismo e o animalismo não se preocupam se o que


fazem é correto, querem apenas nos induzir a fazer o que eles querem. Existe uma hierarquia
nisso, podem ter certeza. Há aqueles que são animalistas da base da pirâmide, verdadeiros
"coitadinhos" que fazem coisas sem nem saber o porquê. Os outros lá de cima são
conspiradores, são os que se alimentam dos outros. Exemplo: É como se uma cobrinha fosse
engolida por outra maior, e outra maior ainda come aquela maior e assim uma vai se
alimentando da outra, da outra e da outra. Para matar a grande cobra, as cobrinhas precisam
deixar de ser cobrinhas. Se uma delas acorda, transforma-se num ser humano e as cobras vão
morrer de fome. Imagine então as fábricas do vício. Já pensou? No dia em que ninguém mais
alimentar-se de vícios, as fábricas irão à falência e as pessoas vão aprender a direcionar suas
forças para as coisas positivas.

Cada pessoa manifesta uma realidade bem particular. No entanto, esta é influenciada
por outras realidades criadas por outros universos pessoais de seres pertencentes a reinos
inferior a reino humano e superior a reino humano. A grande questão é aprender quais regras
ou leis coordenam esse sistema de expansão consciencial para podermos aplicá-lo a nosso
favor, naturalmente que contra ninguém, mas a favor do crescimento geral.

Através de observação científica podemos analisar uma série de sistemas empregados


na expansão consciencial. Há os sistemas que se baseiam na experiência diretamente obtida e
outros na indiretamente obtida. Quando uma pessoa vivencia uma manifestação em grupo, sua
consciência é constituída por uma síntese da consciência do grupo. Essa síntese pode ser
chamada de consciência grupal.

÷ Acervo Aluano ÷
280
Possuímos muitos níveis conscienciais grupais. Quando nos referimos, por exemplo,
ao grupo do animalismo, este preenche as necessidades emocionais, de pensamentos, de
sensações e de crenças que cada pessoa desse grupo precisa para alimentar a si mesma e ao
grupo. Podemos dizer que no mundo em que vivemos o nível de consciência é, no âmbito
geral, o da consciência grupal. Mesmo quem se considera individualista está sendo
inconscientemente guiado por essa síntese de consciência grupal. Vamos primeiro analisar
aqueles que podem ser guiados conscientemente. Ainda que uma pessoa pense que é dona de
si, de seus pensamentos e emoções, ela não o é de maneira alguma. Se alguém tenta mudar
um pensamento, isto vai refletir em suas emoções e em suas ações, fazendo mudar suas
atitudes perante o grupo ou meio em que ela viva, seja a escola, a família, o trabalho ou outro.
Dependendo de suas atitudes, este indivíduo é discriminado negativamente pelo grupo que
constitui aquela realidade existencial e que induz o nível consciencial da pessoa a ver apenas
dentro de um cercado. Este cercado tem divisões hierárquicas que estimula a pessoa a lutar
pela ascensão dentro daquele parâmetro de realidade. É o estímulo dela, é o troféu, aquilo que
lhe dá ideal de vida, a razão pelo que viver.

O grupo do animalismo tem características muito interessantes, algumas semelhantes


aos grupos da religiosidade, do materialismo e do espiritualismo. Os animalistas pregam,
basicamente, a exploração máxima das sensações emocionais e corporais. A razão não é de
forma alguma fator predominante nesse grupo indutor de um determinado nível consciencial.
Dentro de cada grupo de nível consciencial animalista existem graduações de realidade. Nessa
hierarquia, a realidade daquele que está acima é tanto mais animalista quanto mais próxima do
topo da pirâmide ele estiver. Tal realidade vai se animalizando mais e mais, a ponto da pessoa
ser chamada de animal e considerar isto um elogio. Prosseguindo na análise, se alguém
disser: "puxa, você é tão humano", isto será uma ofensa porque, dentro de grupo do
animalismo, ser humano, justo e controlado é sinônimo de fraqueza.

Como poderia alguém que pertence a esse grupo mudar a sua consciência? É
impossível, não há como mudá-la se continuar a seguir as regras do grupo. Para consegui-lo,
mesmo que conviva com pessoas cujos parâmetros de vida sejam animalizados, é necessário
que se alcance um patamar bem mais elevado do que as regras contidas na hierarquia do
animalismo, tais como o abuso dos cinco sentidos da matéria de maneira inconsequente.

Nós temos uma série de instintos programados. Esses instintos vêm de nossa origem
genética animalizada. O medo da morte (o mais forte), as sensações de prazer animal, de
contato animal, de movimentos corporais, tudo isto faz parte dos nossos instintos. A
÷ Acervo Aluano ÷
281
agressividade proposital ou não, para se sobrepor a si mesmo e aos outros, vai fazendo as
pessoas serem movidas por propósitos inconseqüentes. Um animal jamais é consequente. O
ser humano começa a demonstrar comportamentos semelhantes aos dos animais e tais
comportamentos vão sendo requintados com a lógica e com a razão, algumas vezes todos
presentes na pessoa quando ela, por exemplo, estiver tomada de ira, raiva, preguiça, etc.

Entretanto, não é tão importante continuar a definir agora o que são instintos
animalizados. Eu creio que quem está dentro de um corpo de carne e ossos aqui desse mundo
já sabe, porque já conviveu com manifestações de teimosia e de explosões emocionais e isso
faz com que a pessoa tenha conhecimento de que é seduzida por sensações físicas.

Continuemos a analisar os dois grupos conscienciais que são dos piores: o


animalismo e o materialismo. Enquanto os animalistas, que são pura emoção instintiva (não
raciocinada, não intelectualizada), exploram ao máximo as sensações corporais de origem
corporal, os materialistas exploram as sensações de origem emocional intelectualizada (a
fusão da emoção com o intelectualismo) Portanto, é preciso analisar primeiro o princípio
emocional antes de deduzir o princípio intelectual de alguém.

Exemplo: Suponhamos um contingente de 10 milhões de pessoas que compõem uma


realidade animalizada. Este contingente enorme de pessoas ao alimentar essa realidade obriga
todos os que convivem naquele meio a obedecer regras que não são explicitamente impostas:
são regras veladas, sutis, que se revelam em determinadas atitudes. Por exemplo, uma pessoa
chega e pergunta para a outra: "O que você faz para se divertir?" A pergunta sugere que cada
pessoa precisa ter sua fonte de prazer através de uma diversão qualquer, porque é uma regra
daquela realidade. Para uns a diversão é o esporte (uma dimensão corporal); para outros a
diversão é via oral (falar, comer, beber...). A origem de diversão da pessoa vai desde a
alimentação às bebidas. A maioria das pessoas que têm na bebida a sua fonte de prazer,
ingerem bebidas alcóolicas, que sabemos acabam alterando de maneira negativa a
consciência da pessoa.

O álcool entorpece a consciência, fazendo vir a à tona o lado mais animalizado da


pessoa, que passa a alimentar o seu lado mais instintivo, e ela nada faz a esse respeito,
porque existem 9.999.999 pessoas incentivando-a agir assim. Então, nesse grupo de 10
milhões, é praticamente impossível uma pessoa atritar com esses padrões de normalidade que
foram incutidos por tanta gente. "Se você beber só um pouquinho não vai fazer mal..." A
pessoa vai entendendo que enquanto não cair de bêbado o prazer da bebida não atrapalha

÷ Acervo Aluano ÷
282
nada. "Ah, mas eu só bebo socialmente!" "Bebida não me faz mal, porque eu sei beber!" Essas
idéias vão sendo alimentadas e a pessoa continua a beber. A princípio ela não bate o carro,
não agride ninguém, não faz nada mais drástico, mas é certo que vem a se arrepender depois.
Mas não é só a bebida que atrapalha, há também o descontrole da comida, cujo excesso pode
levar a pessoa à autodestruição. Esses descontroles afetam a pessoa de forma muito sutil e
são contabilizados de maneira quase invisível ao longo de muito tempo. Ela está se tornando
mais e mais animalizada e não se dá conta disso! Ela não sabe que está entorpecendo o ser
humano que há nela, amarrando, encantoando em algum lugar de seu ser, enquanto que seus
animais estão soltos fazendo a maior bagunça, tomando conta de todas as suas ações.

Mesmo que o número de pessoas do grupo de influência seja mil vezes menor, uma
pessoa sozinha ainda terá que travar uma batalha sem tréguas para que sua consciência se
veja liberta desse cercado que a aprisiona. Só boa vontade não adianta. Só querer não
adianta. A pessoa precisa ter como, precisa ter conhecimento para travar uma verdadeira
guerra contra a manifestação do animalismo que existe em si mesma e nos outros.

Dizer que o animalismo é incutido apenas exteriormente seria muito fraco. Ele pode ter
origem genética, tendo sido programado ao longo de centenas de gerações por quem encarava
o animalismo como coisa natural. O próprio espírito (alma) da pessoa vem com esse programa;
o meio em que ela vive vem com esse programa - essa classe de animalismo. Poderíamos
pensar que tal pessoa jamais chegaria a fazer uma expansão consciencial, pois para isto é
preciso ser espiritualista universalista. Mas não! Ela também pode consegui-lo. Como isso seria
possível? Ela chega através da síntese ou egrégora animalista da coletividade. Essa egrégora
é expansiva, a nível de bairro, cidade, estado, país, continente, globo. O planeta inteiro
alimenta determinado nível consciencial. Exemplo: É como se a coletividade gerasse bolinhas,
lá em cima. Essas bolinhas controlam a manifestação das pessoas que alimentam essas
energias que fluem, que são inteligentes. Essas energias são a síntese das emoções
projetadas pelas pessoas; são egrégoras coletivas das emoções e dos pensamentos.

Muitas vezes a pessoa pensa que está fazendo algo cujo pensamento vem dela, que
as emoções vêm dela, mas que ingenuidade! Tais emoções e pensamentos vêm daquilo que
há milênios e milênios nós criamos – os parâmetros de realidade existenciais coletivos. A
pessoa vai precisar aprender a reconhecer quando a sua ligação com os parâmetros inferiores
está começando a saturar, e tratar de romper essa ligação. Quando vai chegando a um nível
consciencial onde a pessoa vê a sua vida sendo manipulada e se pergunta "Espere aí, porque
que eu estou fazendo isso?" Ao ver que já não precisa mais fazer aquilo, ela desperta o
÷ Acervo Aluano ÷
283
raciocínio e a partir desse momento ela vai começar a atritar com as realidades emocionais
animalizadas daquele setor. Nesse momento ela vai ver, ainda que inconscientemente, toda
aquela egrégora do grupo voltar-se contra ela. Mas é bom que isso aconteça, porque isso vai
chocá-la e ela vai ver que aquilo que fez causou repercussão. Ela vai começar a perceber que,
se ela é agressiva, existem pessoas ainda mais agressivas que ela, e ela já não quer, não tem
como ser mais agressiva que as outras.

Enquanto nós aceitarmos em nosso mundo interno determinado padrão de realidade


não temos como mudar. É só a partir da não aceitação de algo que fazemos ou sentimos que
podemos mudar, e essa mudança vem paulatinamente, não acontece da noite para o dia. É
preciso ir promovendo uma ruptura gradual para que possamos nos libertar daquele programa
inteligente que as gerações passadas criaram.

Se de repente todo mundo parasse de fazer determinadas coisas, as criaturas


energéticas, psíquicas, que existem no mundo astral e que interferem no inconsciente das
pessoas, morreriam de fome; não mais as alimentaríamos e mudaríamos a nossa civilização.
Na visão de algumas pessoas, somos tão pequenos que, mesmo que parássemos com certas
coisas, o mundo continuaria como antes. Isso não é verdade! Algo está acontecendo para que
o mundo se transforme.

A expansão consciencial é provocada quando alguém se vê preso por uma inteligência


coletiva inferior e não tem como se libertar das realidades animalistas das quais deseja se
livrar. Expandir a consciência é algo como uma sublimação da existência, através da aplicação
coerente e conseqüente de certas regras que o animalismo e o materialismo abusam,
sobrecarregam, usam de maneira inadequada. Nós precisamos nos educar para que a nossa
consciência se expanda.

Vamos ver agora essa consciência em âmbito geral. O animalismo impulsiona a pessoa
a acreditar que determinadas coisas são normais. A idéia de normalidade, do comum, vem pela
exteriorização da realidade fruto de um conjunto de consciências. Vamos representar numa
esfera a mente de alguém e o que é consciência. Para isto vamos dividir a esfera em duas
partes: uma que a pessoa credita ser e outra que ela não acredita ser. A primeira diz, por
exemplo, "eu acredito que ser vingativo não funciona, porque eu tive experiências concretas,
palpáveis, que me ensinaram que quem é vingativo sempre sofre". Essa é uma certeza que se
cristalizou dentro dela. Já na outra parte ela é uma pessoa impaciente, mas está fora dela, ela

÷ Acervo Aluano ÷
284
não tem certeza sobre a sua própria impaciência, ela não vivenciou experiências que
pudessem sedimentar uma certeza dentro da sua consciência.

Continuemos a analisar a mente da pessoa, pois é na mente que a consciência se


manifesta, bem como a inconsciência. Por exemplo, muitas pessoas acham que, por pegar um
livro técnico e estudá-lo inteiro, aquilo se tornou consciência. Na verdade aquilo se tornou
intelectualismo, não consciência, sem se negar que o intelectualismo também pode oferecer
instrumentos para a consciência.

Há uma diferença entre entender e compreender. Compreensão vem como


consequência de uma vivência pessoal ou de uma empatia com alguma vivência
impessoal. Isto quer dizer que nós podemos aprender "por osmose" e temos a
capacidade de, através disso, estabelecermos entendimentos e torná-los compreensão.

As variações das deduções sobre "colocar-se no lugar dos outros" são virtualmente
infinitas. Ao observar o que outra pessoa está vivenciando , as consequências de seus atos,
posso fazer associação com algo que já vivi ou que ainda pretendo fazer, e com isto ver onde
já errei, evitar novos erros, enfim, concretizar coisas que vão para a consciência.

Muita gente apenas entendeu algo e pensa que compreendeu. Aí é que está o
problema. Quando isso acontece uma tremenda confusão é gerada na mente da pessoa,
porque ela começa a defender aquela idéia e acaba por colocar sobre seu apenas
entendimento uma espécie de "máscara" de compreensão.

Geralmente, as pessoas guiadas pela inteligência grupal inferior apenas entendem,


não compreendem. Isso faz com que a pessoa seja direcionada por parâmetros de realidades
que são mutantes. O que é que é essa mutação? O simples fato de comentarmos (isso não é
tão raro) que algum conhecido já "não é o mesmo de um ano atrás", observando que aquela
pessoa "está diferente" significa que houve uma mutação. Ela já não é mais a mesma pessoa,
apesar de ser a mesma consciência, o mesmo espírito.

Quando uma pessoa acrescenta consciência à sua vida ela deixa de ser como era,
enquanto que a pessoa que apenas tem entendimento (coisa na memória) não muda nada.
Alguém pode cometer o mesmo erro mil vezes, mas se esse erro ficar só no campo do
entendimento, vai continuar errando sempre. De nada adianta a pessoa só saber que está
errando, é necessário ela ter consciência de que está errando. Ao ter essa consciência de que
está errando, a idéia vai se cristalizando dentro da mente e mais elementos vão sendo
÷ Acervo Aluano ÷
285
adquiridos para aumentar a nossa força, possibilitando a libertação do controle exercido pelo
animalismo e o materialismo.

Os Caminhos que Levam à iluminação Espiritual – 08/01/98

O tema de hoje é um tema muito importante, porque na fase em que nosso planeta
está vivendo nossa consciência precisa iluminar-se para que a gente possa alcançar a
realidade nova que está surgindo já dentro de muitas pessoas e precisa surgir dentro de cada
um de nós os vários caminhos para a iluminação espiritual.

Para quem já acompanha este trabalho, que está sendo realizado há alguns anos aqui
em Brasília, já pode observar que procuro passar uma noção universalista em nossas palestra,
em nossos trabalhos diversos, porque “a iluminação não se alcança não é apenas em uma
exclusiva religião ou maneira de pensar ou filosofia, a iluminação espiritual alcança-se
através de diversas linhas conscienciais de trabalho pelo próprio espírito, pelo próprio
autoaprimoramento e compreensão das leis da vida que regem esse mundo e todos os
outros mundos, seja no plano astral, plano mental ou mundo da essência, mundo
espiritual”.

Ao longo do tempo aqui na Terra nós recebemos diversas ajudas de seres que não
precisavam mais nascer aqui e aqui vieram para nos dar um exemplo, para nos ensinar como
viver de forma que pudéssemos construir paz, de forma que pudéssemos ser felizes. Aqui sem
exceção desde a criança ao adulto à pessoa já mais vivida busca a felicidade, busca um
estado espírito de contentamento.

A iluminação é o nosso estado de contentamento imperturbável, imperecível, muitas


vezes nós buscamos prazeres transitórios, porque só isso que nós conhecemos, não temos
referenciais, desde que nascemos nosso primeiro prazer é mamar, é o nosso primeiro mamar,

÷ Acervo Aluano ÷
286
se sente dor, mama, se fica incomodado com alguma coisa, mama, é o primeiro prazer,
porque? Porque o nosso espírito ele está em busca de algo e mesmo quando criança, quando
neném, quando bebê, nosso espírito já se manifesta no corpo, mesmo que tal corpo seja
predominantemente instinto, nosso espírito já pulsa nele, já o mobiliza a fazer algo e esse algo
é buscar, buscar a felicidade, o prazer supremo e esse prazer supremo vêm ao longo de
centenas ou milhares de encarnações, ele não vem muito rapidamente, por quê? Porque
prazeres menores se colocam no caminho, impedindo que nós sigamos o caminho correto para
a iluminação espiritual, para alguém conseguir seguir este caminho é preciso voluntariamente,
espontaneamente abandonar os outros, não tem como alguém que queira desenvolver paz
perpétua, felicidade perpétua consegui-la se continua trilhando os caminhos da ilusão.

Nós estamos vivendo numa realidade onde cada dia que passa aquele que busca a
evolução está sendo mais cobrado, hoje em dia não é como era antes que você fazia de conta
que estava fazendo algo e enganava todo mundo e a si mesmo, nós estamos sendo muito
cobrados, porque o mundo em que nós estamos vivendo está aumentando a instabilidade, quer
dizer o seguinte que tudo que nós trabalhamos para construir pode ser destruído muito
rapidamente, conceitos estão sendo quebrados, diluídos através da nossa própria evolução e
através do manifestar o que está lá no fundo, está vindo à tona, as máscaras estão sendo
quebradas e a predominância da nossa cultura é a predominância viciosa e de forma tão forte
que tal verdade de evolução espiritual passa a ser algo para a maioria de nós, vivendo nessa
realidade, parece inalcançável, mas não é, parâmetros como: seguir as leis da vida, o
cumprimento das leis da vida, nos será muito mais cobrados do que era há alguns anos atrás,
antigamente pessoas que tinham conhecimento espiritual tinham medo de cometer erros para
não ter que nascer novamente para pagar, lá na Índia, cultura hindu, por exemplo há épocas e
milênios atrás a cultura Hindu, o conhecimento sobre o carma, sobre a reencarnação, para
quem tinha tal conhecimento, cometer certos erros sabendo que estavam errando era
extremamente doloroso, eles não queriam erram, com medo de ter que reencarnar novamente
nesse mundo para pagar os erros cometidos, atualmente os erros não se espera mais outras
vidas, aquelas pessoas que ainda têm como resgatar algo aqui, resgatam muito rapidamente
você faz hoje, daqui há alguns meses ou semanas você está contraindo, está tendo que pagar,
a cobrança vem em cima de você.

A felicidade transitória será destruída, essa palestra de hoje especial foi orientada a
mim pelos espíritos, porque todas as palestras que ministro são orientadas por uma equipe
espiritual, então eles chegam e falam esse tema precisa ser abordado, aí muitas vezes a

÷ Acervo Aluano ÷
287
pessoa fala: pôxa, mas esse auditório tem aqui algumas dezenas de pessoas, mas cada
pessoa é um universo importantíssimo, vocês todos estão sendo vigiados, acompanhados por
espíritos mais evoluídos que os amam muito, muito mesmo e querem muito bem a vocês e
sempre utilizam instrumentos que estejam à mão deles, instrumentos físicos, que possam ser o
instrumento deles, mesmo que imperfeito, mas que ajude a construir uma paz real e todos
aqueles que buscam harmonia, tranquilidade, felicidade, paz para a vida.

O que é paz? É você acordar pela manhã, respirar e sentir como se você se
transformasse em ar, de tão leve e agradecesse a Deus por estar vivo, isso é paz, agradecer a
Deus: obrigado por eu estar vivo, não precisa de mais nada, além disso, quem está em paz
está desse jeito, paz real louva a Deus, agradece a Deus, esse ser que nos mantém, todos
nós, que nos mantém todos nós vivos, agradece a tal ser por existir e a paz se perpetua ao
longo do dia, até que algum aborrecimento vem e tenta abalar tal paz.

A questão é... Eu busco paliativos nesse trabalho que nós estamos realizando
aqui? Não, eu não quero paliativos, a felicidade real não é constituída através de paliativos e a
iluminação é o estado de felicidade permanente, se você vê uma pessoa reclamando de algo,
ela não está iluminada, se você vê uma pessoa em depressão em função de algo, ela não está
iluminada, se você vê alguém com incompreensão, não está iluminada, quem guia o que...

O que é o caminho para a iluminação? É um caminho, como eu tenho essa lâmpada


nos iluminando aqui, Exemplo: imagine que a essência que mantém toda a vida pulsando,
vivendo, que essa essência, pessoalmente ou através de uma de suas fragmentações, porque
só tem como ver a essência pessoalmente quem não vê apenas com os olhos físicos, ou
astrais, ou mentais, quem vê com os olhos do espírito, não tem nada a ver com clarividência,
clarividência ainda é visão astral, ou em alguns dos casos mental, olhos do espírito transcende
o mundo da forma, transcende isso aqui, do palpável, do dual, do pequeno, grande, do eu, ele,
nós, isso ainda, quem vê a clarividência no máximo ou a visão ordinária dos olhos físicos,
portanto quem vê o espírito já consegue ser guiado pela luz do espírito, os vários caminhos
podem estar em diversas religiões, não é por alguém ser católico, ou espírita, ou evangélico,
ou esotérico, hindu, maometano, diversas religiões que podem se enumerar em centenas de
ramos, não quer dizer que porque está numa religião não vai conseguir a iluminação, os
caminhos da iluminação podem ser os mais diversos, no entanto todos têm uma característica:
são iluminados pela essência, a essência está em tudo, se a pessoa está no catolicismo, mas
está sendo guiado pela essência, não vai seguir não é o catolicismo, vai seguir é a própria
essência, no catolicismo é que irá manifestar o seu amor, o seu trabalho, a manifestação de
÷ Acervo Aluano ÷
288
sua própria iluminação, se é espírita a mesma coisa, se é espiritualista é através dos
conhecimentos universalistas que o espiritualismo prega é que vai manifestar o seu trabalho.

Quantos santos e santas do catolicismo viviam em êxtase, em Samadi, quantos seres


iogues, pessoas que seguem os conhecimentos das leis trazidas por Krishna viviam em êxtase,
em Samadi, quantos evangélicos dão palestra em êxtase, muitas vezes você vê um pastor
dando palestra em êxtase, ele está em Samadi ali, então a iluminação não é algo exclusivo de
determinada religião ou de outra, a questão é que as tendências que a pessoa vai incutindo à
sua vida, à sua maneira de pensar, isso é que determina a iluminação, se uma pessoa tem
respeito pela vida, ela não vai querer ser motivo ou ter desejo de matar...

“A gente precisa aprender a respeitar a vida para poder se iluminar, quem não
respeita à vida não se ilumina.”

Respeitar todas as pessoas, eu sei que respeitar é muito difícil quando nós somos
agredidos, o sangue sobe e quando a gente vê já fez ou já falou ou já se expressou fisicamente
de forma que se envergonha depois, mas não dá o braço a torcer porque se sentiu fragilizado
em função da agressão à sua própria vida feita por outra pessoa, mas quem quer se iluminar
vai precisar aprender uma coisa: não tem lugar no caminho da iluminação, seja em qualquer
religião, para o ego, para o egoísmo, existem pessoas que são simples pais, mães de família
que muitas vezes passam até por ateu, não seguem religião nenhuma, mas seguem, são
pessoas que não desejam fazer mal a ninguém, pessoas que buscam se autoaprimorar,
buscam seguir leis amorosas e justas da vida, tais pessoas muitas vezes se iluminam bem
mais do que religiosos ferrenhos que ficam ali orando, orando, se dedicando todos os dias às
suas religiões, porque a iluminação não se alcança com as religiões, se alcança com a religião
que alguma religião das religiões possa ensinar à alguém, precisamos compreender isso,
existe religião e religiões, as religiões podem ensinar alguém a religião, mas também podem
não ensinar e a pessoa não vai encontrar ou religar-se à essência, voltar para si mesmo.

Exemplo: No caminho da iluminação nós precisamos acender a lâmpada da essência,


a luz da essência em nossa vida, ao acender a luz da essência em nossa vida, imagine alguém
que ao se locomover, ao andar, uma luz o acompanha, então por mais escuro que esteja o
caminho, sempre que a pessoa se aproxima vai clareando, isso aí é uma simbologia de que,
digamos que você está vivendo nesse mundo aqui, como qualquer um de nós, as mesmas
dificuldades e as mesmas limitações, esse mundo é controlado pela ignorância, pela
inconsciência, a inconsciência, nós podemos chamar de mal, mas eu não gosto de usar esse

÷ Acervo Aluano ÷
289
termo bem e mal, porque eu não vejo bem e mal, para mim bem e mal não existe, existe
consciência e inconsciência, existe amor consciente e amor inconsciente, justiça
consciente e justiça inconsciente.

Uma pessoa que é dita por essa realidade mal, ela é uma pessoa inconsciente, uma
vez que a inconsciência deixa de existir nessa pessoa, ela passa a ser aquilo que essa
realidade diz ser bom, então é apenas o ponto de vista da pessoa ao se alterar que muda
essas classificações de bem e mal, no entanto o que nós chamamos de mal é o adubo do bem,
o que nós chamamos de bem, quer dizer que sem a inconsciência, se nós sempre fôssemos
conscientes seríamos é como se pode dizer paradoxal nesse mundo em que nós vivemos que
é o mundo da dualidade, quer dizer que tudo ou é bom ou é mal negativo, positivo, frio, quente,
sofrimento e dor, sofrimento, prazer, dor, felicidade, infelicidade, todas essas dualidades fazem
parte desse mundo e cada dia que passar, antes do apogeu da transição planetária, vai ficar
claro uma coisa para grande parte da população terrestre, uma coisa que sempre esteve muito
claro, no entanto não brilhando com tanta intensidade como nessa fase, que sempre entre um
prazer e outro ou melhor dizendo entre uma dor e outra é que se esconderia o prazer do
mundo dual, do mundo ilusório o que, que eu estou querendo dizer com isso? Você está
feliz porque ganhou alguma coisa? Daqui a pouco você vai perder, você vai ficar triste,
porque você vai perder qualquer coisa que você ganha, você está feliz por qualquer motivo que
passa, essa felicidade vai passar.

Nós estamos nesse mundo para aprender a ter estabilidade sentado em uma
gangorra, parece impossível, não é? Você está numa gangorra, sobe, ah, estou feliz desce
estou triste, sobe ah, estou feliz, desce estou triste, e mesmo assim você aprender a adquirir
estabilidade, você vai precisar aprender a sair da gangorra, sair da gangorra, você só vai
conseguir estabilidade quando sair da gangorra, mas peraí, mas eu estou colado nessa
gangorra, como é que eu vou sair dela? É a sua percepção, a nossa consciência, enquanto
você tiver percepção exclusivamente para a gangorra você não conseguirá sair dela, nós
somos bem mais do que corpo, nós somos espíritos, esse corpo aqui que nós estamos
vestindo, ele vai perecer como centenas ou milhares de outros corpos que nós vestimos já
perecera