Você está na página 1de 7

l

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANO LETIVO 2018/2019

Áreas de Competências do Perfil do Aluno

A- Linguagens e textos F- Desenvolvimento pessoal e autonomia


B- Informação e Comunicação G- Bem-estar, saúde e ambiente
C- Raciocínio e resolução de problemas H- Sensibilidade estética e artística
D- Pensamento crítico e pensamento criativo I- Saber científico, técnico e tecnológico
E- Relacionamento interpessoal J- Consciência e domínio do corpo

2º CICLO DO ENSINO BÁSICO 6º ANO DE ESCOLARIDADE 1º PERÍODO

MODALIDADES E
CONTEÚDOS METAS CURRICULARES / ATIVIDADES E CALENDARIZAÇÃO
DESCRITORES RECURSOS DIDÁTICOS CRITÉRIOS DE
PROGRAMÁTICOS OBJETIVOS ESTRATÉGIAS Nº DE AULAS
AVALIAÇÃO

 Acesso às tecnologias Segurança, Reconhecer a importância do papel das • Introdução aos 1.Recursos digitais de  Avaliação 4 aulas
tecnologias na sociedade contemporânea e
na sociedade. responsabilidade e conteúdos através apoio à diagnóstica. (50m)
as potencialidades da web social.
respeito em do visionamento de operacionalização
 A sociedade ambientes digitais um vídeo.  Observação
contemporânea e a • Debate em 2.Computadores direta.
web social. 1. Identificar aplicações da tecnologia a grupo/turma sobre
 A cidadania digital e os contextos de cidadania digital. os conteúdos 3.Internet  Avaliação
seus domínios de trabalhados no formativa.
Utilizar adequadamente o computador e/ou vídeo. 4.Projetor multimédia
ação. outros dispositivos eletrónicos similares em
• Desenvolvimento  Auto e
 Medidas básicas de segurança
G - Bem-estar, saúde e de atividades 5. Microsoft Office heteroavaliação.
proteção do ambiente complementares de
computador. 1. Reconhecer a necessidade de manter o consolidação dos
computador e/ou dispositivos eletrónicos conteúdos
 Reconhecer os similares atualizados relativamente às
cuidados a ter com os abordados.
suas várias componentes e verificar a sua • Promover o diálogo
downloads da internet. atualidade nos equipamentos disponíveis com os alunos de
na sala. forma que se
2. Identificar e validar, nos equipamentos identifique
disponibilizados, medidas básicas eventuais

CC_2018/2018 pág. 1/7


dificuldades.
(antivírus, firewall) de proteção do 8 aulas
• Alertar os alunos
computador e/ou dispositivos eletrónicos (50m)
para a importância
similares contra vírus e/ou outros tipos de
da postura
ataque.
comportamental
 Regras de ergonomia J - Consciência e domínio 3. Conhecer e adotar as regras de ergonomia correta e da
no uso do computador. do corpo subjacentes ao uso de computadores e/ou participação ativa e
outros dispositivos eletrónicos similares. colaborativa
durante as aulas.
 Noção de internet. A - Linguagens e Textos Explorar diferentes formas de informação
disponíveis na Internet
 Serviços disponíveis
na internet.
1. Identificar os principais serviços da
 A estrutura de um internet.
endereço na internet
(URL). 2. Utilizar as funcionalidades de um browser
para navegar na internet.
 Utilização e
3. Reconhecer, de forma genérica, o
configuração do
significado dos endereços da internet.
browser para a sua
utilização em 4. Criar e organizar uma lista de favoritos.
segurança.
Navegar de forma segura na Internet
 Regras de segurança
na navegação na
1. Identificar medidas a tomar para proteger a
internet.
privacidade quando se acede a informação
na internet.
 Pesquisar informação Investigar e pesquisar 2. Configurar as funcionalidades de um
na internet em browser para navegar em segurança na
enciclopédias digitais, internet.
repositórios, etc., ou 3. Conhecer e adotar comportamentos
utilizando motores de B - Informação e
Comunicação seguros de navegação na internet.
pesquisa, de forma
sistemática e 4. Netiqueta.
consistente, de acordo
com objetivos Pesquisar informação na Internet
específicos.
1. Selecionar, de forma sistemática e
 Conhecer as consistente, os resultados da pesquisa
funcionalidades feita face aos objetivos pretendidos.
básicas de um motor
de pesquisa e 2. Analisar a qualidade da informação
implementar aplicando instrumentos validados.
estratégias de

CC_2018/2019 pág. 2/7


redefinição dos
critérios de pesquisa 3. Analisar a pertinência da informação no
para filtrar os contexto em que está a trabalhar.
resultados obtidos. 4. Conhecer critérios de credibilidade das
 Explorar informação de fontes de informação.
diferentes fontes e 5. Avaliar a qualidade da informação
formatos (texto, recolhida, verificando diferentes fontes,
imagem, som e vídeo). autorias e atualidade.
 Critérios de 6. Identificar atos de violação de direitos de
credibilidade das autor e de propriedade intelectual.
fontes e informação.
7. Adotar um comportamento consciente de
 Direitos de autor e não realização plágio.
propriedade intelectual.
8. Conhecer as regras de licenciamento
 Noção de plágio. proprietário/aberto, gratuito/comercial e
Creative Commons ou similar.
 Conceito de referência
bibliográfica. 9. Definir um tema de interesse e trabalhá-lo
em grupo.
 Noção de software
pirata. 10. Planificar s várias tarefas e etapas do
F - Desenvolvimento trabalho a realizar.
 Regras de pessoal e autonomia
licenciamento: 11. Realizar pesquisa na internet sobre o tema
estipulado.
• Software livre.
12. Coligir informação de diferentes fontes.
• Software proprietário.
13. Analisar e sistematizar a informação
• Software comercial. recolhida.
• Software gratuito. 14. Identificar as fontes consultadas na
• Licenças Creative realização do trabalho.
Commons.

ARTICULAÇÃO INTERDISCIPLINAR
Devido ao seu caráter transdisciplinar, a disciplina de Tecnologias da Informação e Comunicação articula-se com todas as outras que compõe o currículo.
Poderá contribuir para a aquisição de vocabulário de língua inglesa, específico da área de informática.
Contribui para a aquisição de competências digitais para desenvolvimento de trabalhos e partilha de documentos, seguindo os critérios corretos de análise e pesquisa de informação, a credibilidade das fontes
e a correta citação das referências bibliográficas.
Poderá apoiar os alunos no desenvolvimento de competências de comunicação oral e escrita, através da compreensão, interpretação e produção, partindo da recolha de textos e de informação para usar em
outras áreas disciplinares, na leitura e na análise de documentos autênticos e na pesquisa de informação em fontes digitais.

CC_2018/2019 pág. 3/7


PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANO LETIVO 2018/2019

2º CICLO DO ENSINO BÁSICO 6º ANO DE ESCOLARIDADE 2º PERÍODO

MODALIDADES E
CONTEÚDOS METAS CURRICULARES / ATIVIDADES E CALENDARIZAÇÃO
RECURSOS DIDÁTICOS CRITÉRIOS DE
PROGRAMÁTICOS OBJETIVOS DESCRITORES ESTRATÉGIAS Nº DE AULAS
AVALIAÇÃO

 Noção de internet. Colaborar e Identificar diferentes ferramentas de


• Fazer uma breve 1.Recursos digitais de  Avaliação 6 aulas
comunicar comunicação, sabendo selecionar a(s) abordagem teórica apoio à diagnóstica. (50m)
 A estrutura de um adequada(s) ao tipo de comunicação e simples, de forma operacionalização
endereço na internet pretendida que desperte nos
(URL). alunos o interesse 2.Computadores
1. Explorar sumariamente diferentes  Observação direta.
 Serviços disponíveis na ferramentas e ambientes de comunicação para a temática.
internet. na internet. • Promover o 3.Internet
diálogo,  Avaliação formativa.
 Características dos 2. Adequar a ferramenta de comunicação ao conduzindo os 4.Projetor multimédia
tipos de ferramentas e seu contexto de utilização. alunos à  Auto e
ambientes de identificação dos
3. Utilizar de forma segura e responsável as 5.Microsoft Office heteroavaliação.
comunicação. I - Saber científico, técnico e cuidados a ter na
diferentes ferramentas de comunicação à
 Selecionar a(s) tecnológico distância. construção de uma
ferramenta(s) publicação.
4. Conhecer e adotar comportamentos • Fazer uma breve
adequada(s) ao tipo de seguros na partilha de dados em
comunicação introdução
situações de comunicação. exemplificativa,
pretendida.
5. Identificar comportamentos deliberados, através do
 Características das repetidos e hostis praticados por um visionamento de
ferramentas de individuo ou grupo com a intenção de um vídeo e, se
comunicação numa prejudicar outro e conhecer os necessário,
perspetiva de web procedimentos a tomar nessas complementar com
social. circunstâncias. o próprio software.
• Alertar os alunos
 Principais regras de Conhecer e utilizar o correio eletrónico em para o
netiqueta na internet. situações reais de realização de trabalhos cumprimento das
E - Relacionamento práticos
 Office 365 online: regras de conduta, 8 aulas
interpessoal de participação e
 Utilização em 1. Utilizar uma conta de correio eletrónico
(50m)
segurança de uma respeitando as boas práticas de proteção de proteção de
conta de correio de dados pessoais. dados e de direitos

CC_2018/2019 pág. 4/7


eletrónico. de autor aquando
2. Aceder, gerir e encerrar em segurança a
 Composição da utilização da
sua conta de correio eletrónico,
mensagens correio internet.
reconhecendo os cuidados a ter quando o
eletrónico. • As pesquisas na
faz e adotando comportamentos seguros.
 Responder e internet deverão
reencaminhar e 3. Adotar comportamentos seguros na gestão ser orientadas pelo
mensagens. das mensagens de correio eletrónico não professor.
 Envio de mensagens solicitadas e estar alerta para a prática do • Os alunos deverão
com anexos. phishing. ser estimulados a
 Gestão de pastas e entreajudarem-se
4. Enviar mensagens de correio eletrónico de
ficheiros no na realização das
forma adequada e responsável.
Onedrive. tarefas.
 Upload e download 5. Utilizar, de forma adequada, no envio de • Desenvolvimento
de ficheiros e pastas mensagens, os campos «Para», «Cc» e de exercícios
para o Ondedrive. «Bcc». complementares
 Partilha de pastas e que servem para
6. Anexar documentos a uma mensagem de consolidar e/ou
ficheiros. correio eletrónico. aprofundar
 Criação e gestão de
7. Abrir em segurança ficheiros recebidos em determinadas
formulários.
anexo e guardar, noutro meio de funcionalidades e
 Características da armazenamento, o(s) anexo(s) de uma conceitos.
plataforma padlet. mensagem de correio eletrónico.
 Utilização da 8. Utilizar boas práticas de criação e
plataforma padlet. utilização de uma password segura.
9. Utilizar plataforma online para criar e gerir
produtos digitais.
10. Criar e configurar um blogue /website.
11. Gerir e editar o conteúdo do
blogue/website.
12. Utilizar o mural padlet.

ARTICULAÇÃO INTERDISCIPLINAR
Devido ao seu caráter transdisciplinar, a disciplina de Tecnologias da Informação e Comunicação articula-se com todas as outras que compõe o currículo.
Poderá contribuir para a aquisição de vocabulário de língua inglesa, específico da área de informática.
Contribui para a aquisição de competências digitais para desenvolvimento de trabalhos e partilha de documentos, seguindo os critérios corretos de análise e pesquisa de informação, a credibilidade das fontes
e a correta citação das referências bibliográficas.
Poderá apoiar os alunos no desenvolvimento de competências de comunicação oral e escrita, através da compreensão, interpretação e produção, partindo da recolha de textos e de informação para usar em
outras áreas disciplinares, na leitura e na análise de documentos autênticos e na pesquisa de informação em fontes digitais.

CC_2018/2019 pág. 5/7


PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANO LETIVO 2018/2019

2º CICLO DO ENSINO BÁSICO 6º ANO DE ESCOLARIDADE 3º PERÍODO


MODALIDADES E
CONTEÚDOS METAS CURRICULARES / ATIVIDADES E CALENDARIZAÇÃO
RECURSOS DIDÁTICOS CRITÉRIOS DE
PROGRAMÁTICOS OBJETIVOS DESCRITORES ESTRATÉGIAS Nº DE AULAS
AVALIAÇÃO

 Conceitos básicos Criar e inovar Criar um vídeo original sobre uma temática • Fazer uma breve 1.Recursos digitais de  Avaliação 9 aulas
definida, utilizando as funcionalidades
sobre imagem. introdução apoio à diagnóstica. (50m)
elementares de uma ferramenta de criação e
edição de vídeo, instalada localmente ou exemplificativa, operacionalização
 Formatos de ficheiros disponível na internet. através do
para armazenar visionamento de
C - Raciocínio e resolução 1. Planear um projeto mediante um tema 2.Computadores  Observação direta.
imagens. um vídeo e, se
de problemas definido.
 Conceitos sobre necessário, 3.Internet
vídeos: 2. Recolher, na internet ou através de complementar com  Avaliação formativa.
 Noção de medida de dispositivos eletrónicos, imagem, som e o próprio software. 4.Projetor multimédia
Frames por segundo D - Pensamento crítico e vídeo em formato digital, de acordo com o • Promover o
(fps). pensamento criativo projeto de produção em curso. diálogo,  Auto e
 Compressão. conduzindo os 5.Microsoft Office heteroavaliação.
3. Analisar e selecionar conteúdos de
 Resolução. alunos à
acordo com o projeto.
identificação dos
 Codecs. H - Sensibilidade estética e 6.Software de criação e
cuidados a ter na
 Tipos de ficheiros. artística edição de vídeo.
construção de uma
 Software de criação e publicação.
edição de vídeo. • Alertar os alunos
para o
cumprimento das
regras de conduta,
de participação e
de proteção de
dados e de direitos
de autor aquando
da utilização da
internet.
• As pesquisas na
internet deverão
ser orientadas pelo
professor.

CC_2018/2019 pág. 6/7


• Os alunos deverão
ser estimulados a
entreajudarem-se
na realização das
tarefas.
• Desenvolvimento
de exercícios
complementares
que servem para
consolidar e/ou
aprofundar
determinadas
funcionalidades e
conceitos.

ARTICULAÇÃO INTERDISCIPLINAR
Devido ao seu caráter transdisciplinar, a disciplina de Tecnologias da Informação e Comunicação articula-se com todas as outras que compõe o currículo.
Poderá contribuir para a aquisição de vocabulário de língua inglesa, específico da área de informática.
Contribui para a aquisição de competências digitais para desenvolvimento de trabalhos e partilha de documentos, seguindo os critérios corretos de análise e pesquisa de informação, a credibilidade das fontes
e a correta citação das referências bibliográficas.
Poderá apoiar os alunos no desenvolvimento de competências de comunicação oral e escrita, através da compreensão, interpretação e produção, partindo da recolha de textos e de informação para usar em
outras áreas disciplinares, na leitura e na análise de documentos autênticos e na pesquisa de informação em fontes digitais.

A DELEGADA __________________________

CC_2018/2019 pág. 7/7