Você está na página 1de 15

12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.

PENAL MILITAR

Direito Penal Militar

Questão 1: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2014


Assunto: Aplicação da Lei Penal Militar (arts. 1º a 28 do CPM)
Com relação ao salário-mínimo, é correto afirmar que o Código Penal Militar

a) não trata deste assunto.


b) diz que, para efeitos penais, salário-mínimo é o maior mensal vigente no país, ao tempo da sentença.
c) diz que, para efeitos penais, salário-mínimo é o maior mensal vigente no país, ao tempo do crime.
d) diz que, para efeitos penais, salário-mínimo é o menor mensal vigente no país, ao tempo do crime.
e) diz que, para efeitos administrativos, salário-mínimo é o maior mensal vigente no país, ao tempo da indenização.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/261677

Questão 2: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2014


Assunto: Aplicação da Lei Penal Militar (arts. 1º a 28 do CPM)
Assinale a alternativa correta com relação ao militar da reserva ou reformado quando pratica ou contra ele é praticado crime militar.

a) Não conserva as responsabilidades e prerrogativas do posto ou graduação, para efeito da aplicação da lei penal militar.
b) Não é considerado militar para efeitos da aplicação da lei penal militar.
c) Equipara-se ao militar em situação de atividade, para efeito da aplicação da lei penal militar.
d) Aplica-se a legislação penal comum, considerando-o um civil.
e) Conserva as responsabilidades e prerrogativas do posto ou graduação, para o efeito da aplicação da lei penal militar.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/261678

Questão 3: VUNESP - Cabo (PM SP)/PM SP/Graduação/2015


Assunto: Aplicação da Lei Penal Militar (arts. 1º a 28 do CPM)
Consideram-se crimes militares, em tempo de paz, os crimes previstos no Código Penal Militar, embora também o sejam com igual definição na lei penal comum, quando
praticados por militar

a) em situação de atividade ou assemelhado que, embora não estando em serviço, use armamento de propriedade militar ou qualquer material bélico, sob guarda,
fiscalização ou administração militar, para a prática de ato ilegal.
b) em situação de atividade, ou assemelhado, contra o patrimônio sob a administração militar, ou a ordem administrativa militar.
c) antes, durante e depois de período de manobras ou exercício, contra militar da reserva, ou reformado, ou assemelhado, ou civil.
d) da reserva, reformado ou assemelhado, em lugar sujeito à administração pública civil, contra militar da reserva, ou reformado, ou assemelhado, ou civil.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/394525

Questão 4: VUNESP - Cabo (PM SP)/PM SP/Graduação/2014


Assunto: Aplicação da Lei Penal Militar (arts. 1º a 28 do CPM)
Consideram-se crimes militares, em tempo de paz, aqueles previstos no Código Penal Militar, embora também o sejam com igual definição na lei penal comum, quando
praticados por militar

a) em situação de atividade, assemelhado ou civil, contra militar na mesma situação ou assemelhado.


b) em situação de atividade ou assemelhado, ainda que fora do lugar sujeito à administração militar, contra militar da reserva, ou reformado, ou assemelhado, ou
civil.
c) da reserva, ou reformado, ou civil, ainda que fora do lugar sujeito à administração militar, contra militar da reserva, ou reformado, ou civil.
d) em situação de atividade, ou assemelhado, contra o patrimônio sob a administração militar, ou a ordem administrativa militar.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/395012

Questão 5: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Do Crime (arts. 29 a 47 do CPM)
A definição de crime militar, no ordenamento jurídico brasileiro, é estabelecida de modo exclusivo em razão

a) do lugar em que a conduta foi praticada ( ratione loci


).
b) da pessoa que praticou a conduta ( ratione personae
).
c) ratione legis
da lei ( ).
d) do tempo em que a conduta foi praticada (ratione temporis).
e) da pessoa contra a qual a conduta foi praticada ( ratione personae).
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392588

Questão 6: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Do Crime (arts. 29 a 47 do CPM)
O autor que, ao praticar o crime, supõe, por erro plenamente escusável, a inexistência de circunstância de fato que o constitui:

a) poderá ter a pena atenuada ou substituída por outra menos grave, nos termos do Código Penal Comum, e terá sua conduta considerada como atípica, nos termos
do Código Penal Militar.
b) poderá ter a pena atenuada ou substituída por outra menos grave, salvo em se tratando de crime que atente contra o dever militar, nos termos do Código Penal
Militar, e será isento de pena, nos termos do Código Penal Comum.
c) será isento de pena, nos termos do Código Penal Comum, e terá excluído o dolo, nos termos do Código Penal Militar.
d) será isento de pena, nos termos do Código Penal Militar, e terá excluído o dolo, nos termos do Código Penal Comum.

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 1/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
e) poderá ter a pena atenuada ou substituída por outra menos grave, nos termos do Código Penal Militar, e terá sua conduta considerada como atípica, nos termos
do Código Penal Comum.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392590

Questão 7: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Das Penas e das Medidas de Segurança (arts. 55 a 120 do CPM)
Quando o agente, mediante uma só ação ou omissão, pratica dois ou mais crimes, idênticos ou não, sendo as penas para eles previstas, da mesma espécie,

a) nos termos do Código Penal Comum, deverá ter as penas privativas de liberdade unificadas e a pena única será a soma de todas.
b) nos termos do Código Penal Militar, aplica-se-lhe a pena de um só dos crimes.
c) nos termos do Código Penal Militar, deverá ter as penas privativas de liberdade unificadas e a pena única será a soma de todas.
d) nos termos do Código Penal Comum, deverá ter aplicada cumulativamente as penas privativas de liberdade em que haja incorrido.
e) nos termos do Código Penal Militar, deverá ter as penas privativas de liberdade unificadas, sendo a pena única a mais grave, mas com aumento correspondente à
metade do tempo das menos graves.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392591

Questão 8: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Da Extinção da Punibilidade (arts. 123 a 135 do CPM)
Considere o seguinte caso hipotético. Um Sargento da Polícia Militar do Estado de São Paulo pratica o crime de deserção, em 02 de abril de 2005, e permanece foragido,
sendo capturado em 12 de abril de 2016. Na data de captura, referido Sargento contava com 43 anos de idade. Nesse caso, nos termos do Código Penal Militar, e de
entendimento sumulado pelo Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo, é correto afirmar que

a) independentemente da data de instauração do respectivo processo, e do transcurso do prazo previsto na regra geral do art. 125 do Código Penal Militar, o crime
de deserção estará prescrito quando o Sargento atingir a idade de 45 anos.
b) sendo instaurado o processo antes do alcance do limite etário previsto no artigo 132 do Código Penal Militar, a prescrição só ocorrerá após o transcurso do prazo
previsto na regra geral do art. 125 do Código Penal Militar e alcance da idade prevista no art. 132 do Código Penal Militar.
c) independentemente da data de instauração do respectivo processo, o crime de deserção estará prescrito somente quando o Sargento atingir a idade de 60 anos.
d) sendo instaurado o processo antes do alcance do limite etário previsto no artigo 132 do Código Penal Militar, a prescrição ocorrerá se durante o curso do processo
o autor atingir o limite etário previsto nesse dispositivo, independetemente do transcurso do prazo previsto na regra geral do art. 125 do Código Penal Militar.
e) o crime de deserção estará prescrito.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392592

Questão 9: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2014


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
É considerado crime contra a Administração Militar.

a) Motim, art. 149 do CPM.


b) Insubmissão, art. 183 do CPM.
c) Exercício de comércio por oficial, art. 204 do CPM.
d) Desobediência, art. 301 do CPM.
e) Autoacusação falsa, art. 345 do CPM.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/261679

Questão 10: IBFC - Sold (PM PB)/PM PB/Combatente/2014


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa correta. Segundo o artigo 157 do código penal militar, quem praticar violência contra superior terá imposta a pena de:

a) Reclusão, de três meses a dois anos.


b) Detenção, de três meses a dois anos.
c) Reclusão, de três meses a um ano.
d) Detenção, de três meses a um ano.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/354190

Questão 11: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa que indica um crime propriamente militar, de acordo com a denominada Teoria Clássica.

a) Ingresso clandestino (art. 302 do Código Penal Militar).


b) Omissão de socorro (art. 201 do Código Penal Militar).
c) Dano em navio de guerra ou mercante em serviço militar (art. 263 do Código Penal Militar).
d) Ofensa às Forças Armadas (art. 219 do Código Penal Militar).
e) Favorecimento a desertor (art. 193 do Código Penal Militar).
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392589

Questão 12: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Com relação aos crimes contra a Autoridade ou Disciplina Militar, é correto afirmar:

a) o militar que, estando presente no momento da prática do crime de motim, não usar de todos os meios ao seu alcance para impedi-lo, será responsabilizado
como partícipe deste.
b) o militar que, antes da execução do crime de motim e quando era ainda possível evitar-lhe as consequências, denuncia o ajuste de que participou terá a pena
diminuída pela metade com relação ao referido crime militar.
c) o simples concerto de militares para a prática do crime de motim não é punível, nos termos da lei penal militar, se estes não iniciarem, ao menos, os atos
executórios do crime de motim.

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 2/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
d) a reunião de dois ou mais militares com armamento ou material bélico, de propriedade militar, para a prática de violência contra coisa particular, só caracterizará
o crime de organização de grupo para a prática de violência se a coisa se encontrar em lugar sujeito à administração militar.
e) militares que apenas se utilizam de viatura militar para ação militar, em detrimento da ordem ou disciplina militar, mas sem ocupar quartel, cometem o crime de
motim.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392594

Questão 13: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Consoante o previsto no Código Penal Militar e na jurisprudência majoritária do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo, assinale a alternativa correta no que
diz respeito aos crimes contra o serviço militar e o dever militar.

a) Um Major da Polícia Militar, da ativa, que participa e exerce atividade de administração na empresa proprietária de uma rede de “autoescolas”, que fornece cursos
de formação de condutores em várias cidades do seu estado, comete o crime de “exercício de comércio por oficial”.
b) Um Capitão da Polícia Militar, da ativa, que, por imprudência, deixa de desempenhar a função que lhe foi confiada não poderá ser punido pelo crime de
descumprimento de missão por atipicidade da conduta.
c) O Comandante que, por negligência, deixa de manter a força sob seu comando em estado de eficiência incorre no crime de omissão de eficiência de força.
d) Um Cabo da Polícia Militar, da ativa, que se apresenta embriagado para prestar um serviço administrativo de protocolista não comete o crime militar de
embriaguez em serviço.
e) Um Soldado da Polícia Militar, da ativa, que, por negligência, dorme durante o serviço de dia em uma Companhia Policial Militar comete o crime militar de “dormir
em serviço”.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392596

Questão 14: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Com relação aos crimes militares contra a pessoa, nos termos do Código Penal Militar e da jurisprudência majoritária do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São
Paulo, assinale a alternativa correta.

a) Um Soldado da Polícia Militar que, em serviço de policiamento, dolosamente ofende a integridade corporal de um civil terá praticado o crime comum de lesão
corporal.
b) O Sargento reformado da Polícia Militar que, mediante processo técnico, viola o direito à intimidade pessoal de uma Soldado da Polícia Militar, da ativa, filmando-a
nua no interior da residência desta comete o crime de “violação de recato”.
c) Um Tenente da Polícia Militar que, de serviço, e durante abordagem policial, por imprudência, dispara sua arma de fogo e atinge fatalmente um civil terá
praticado o crime comum de homicídio culposo.
d) Um Cabo da Polícia Militar, da ativa, que mata sua esposa, também Cabo da Polícia Militar, da ativa, não incorrerá no crime militar de homicídio em virtude da
existência de vínculo conjugal entre eles.
e) Um policial militar, da ativa, que, durante deslocamento de uma viatura ônibus, retira seu órgão genital para fora da farda, exibindo-o aos demais militares
presentes no ônibus, pratica o crime militar de “ato obsceno” por encontrar-se em lugar sujeito à administração militar.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392598

Questão 15: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
No que diz respeito aos crimes contra a Administração Militar, assinale a alternativa correta.

a) Um Tenente da Polícia Militar, da ativa, que, por negligência, abusa da confiança de outro militar, apresentando-lhe para recebimento qualquer documento que
deve saber ser inexato, ainda que o ato atente contra a administração ou o serviço militar, será atípico em decorrência da excepcionalidade do crime culposo.
b) Revelar fato de que tem ciência em razão do cargo ou função e que deva permanecer em segredo, em prejuízo da administração militar, será considerado fato
atípico no âmbito penal militar se não for cometido mediante o recebimento de vantagem indevida.
c) Deixar o militar no exercício de função, por negligência, de observar lei, regulamento ou instrução, dando causa direta à prática de ato prejudicial à administração
militar é fato atípico no âmbito penal militar.
d) Um Tenente da Polícia Militar, da reserva, que, durante uma abordagem realizada por dois soldados da Polícia Militar que se encontravam em serviço, atribui falsa
identidade a um colega civil que o acompanhava, a fim de evitar que os policiais militares o identificassem como infrator da lei, pratica o crime militar de “falsa
identidade”.
e) Um Cabo reformado da Polícia Militar que, durante abordagem a que está sendo submetido, em repulsa à injusta agressão sofrida, profere palavras de baixo calão
a Sargento da Polícia Militar, da ativa, responsável pela agressão, incorre no crime de “desacato a superior”.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392601

Questão 16: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa correta no que diz respeito aos crimes militares contra administração da Justiça Militar.

a) O militar que se acusar, perante a autoridade, de crime sujeito à jurisdição militar, inexistente, não incorre em crime em virtude da atipicidade da sua conduta.
b) O Soldado da Polícia Militar, da ativa, que durante o serviço, inovar artificiosamente, na pendência de processo civil ou administrativo, o estado de lugar, de coisa
ou de pessoa, com o fim de induzir a erro o juiz ou o perito, incorrerá no crime militar de fraude processual.
c) O crime militar de “falso testemunho ou falsa perícia” deixa de ser punível se, antes de iniciada a execução da pena, o agente se retrata ou declara a verdade.
d) Acusar-se, perante a autoridade, de crime sujeito à jurisdição militar, praticado por outrem, é fato atípico no âmbito penal militar.
e) Provocar a ação da autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime sujeito à jurisdição militar, só caracterizará o crime militar de “comunicação falsa de crime”
se o autor da conduta sabe que o crime comunicado não se verificou.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392603

Questão 17: VUNESP - Cabo (PM SP)/PM SP/Graduação/2015


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
A respeito do delito castrense tipificado no artigo 203 do Código Penal Militar – “Dormir em Serviço”, é correto afirmar que

a) a tentativa não é juridicamente possível.


b) admite a modalidade culposa.
c) se trata de um crime militar impróprio.
d) o agente pode ser oficial.

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 3/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/394526

Questão 18: VUNESP - Cabo (PM SP)/PM SP/Graduação/2014


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Nos termos do artigo 160 do Código Penal Militar – “Desrespeito a Superior”,

a) para configurar o crime militar, o agente deve praticar a conduta diante de outro militar.
b) para configurar o crime militar, o agente deve praticar a conduta diante de qualquer pessoa, civil ou militar, além do superior ofendido.
c) a pena do crime é aumentada em dois terços, se o fato é praticado contra o comandante da unidade a que pertence o agente, oficial de dia, de serviço ou de
quarto.
d) a pena do crime é dobrada, se o fato é praticado contra oficial-general.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/395013

Questão 19: VUNESP - ETJ (TJM SP)/TJM SP/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa que apresenta a assertiva correta.

a) Desrespeitar um superior hierárquico diante de um civil caracteriza o crime militar de desrespeito a superior.
b) O despojamento, apenas por menosprezo, de uniforme militar por parte do militar não caracteriza crime militar.
c) O militar que critica publicamente em rede social na internet uma resolução do Governo pratica o crime militar de publicação ou crítica indevida.
d) O crime militar de desrespeito a símbolo nacional se caracteriza com base no ato ultrajante praticado pelo militar ao símbolo nacional independentemente do
lugar ou diante de quem o ato for praticado.
e) Pratica o crime militar de deserção o militar que se ausenta, sem licença, da unidade em que serve, ou do lugar em que deve permanecer, por mais de dois dias.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/453597

Questão 20: VUNESP - ETJ (TJM SP)/TJM SP/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
É correto afirmar que

a) o crime militar de dormir em serviço exige o dolo do autor para a sua caracterização.
b) a ingestão de álcool pelo militar durante o serviço caracteriza o crime militar de embriaguez em serviço.
c) o simples concerto para deserção não é crime militar.
d) pratica o crime militar de exercício de comércio a praça que toma parte na administração ou gerência de sociedade comercial.
e) o militar que usa indevidamente uniforme, distintivo ou insígnia de posto ou graduação superior somente cometerá crime militar se obtiver alguma vantagem
desse uso.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/453598

Questão 21: VUNESP - ETJ (TJM SP)/TJM SP/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Com relação aos crimes contra a Administração Militar e contra a Administração da Justiça Militar, é correto afirmar que:

a) desacatar superior, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro, ou procurando deprimir-lhe a autoridade só tipificará o crime militar de desacato a superior se for
praticado diante de outro militar.
b) o militar que pratica, indevidamente, ato de ofício, contra expressa disposição de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal, comete o crime militar de
prevaricação.
c) aquele que patrocina, direta ou indiretamente, interesse privado perante a administração militar, valendo- se da qualidade de funcionário ou de militar só
cometerá crime militar se o interesse for ilegítimo.
d) fraudar o cumprimento de decisão da Justiça Militar caracteriza o crime militar de fraude processual.
e) provocar a ação da autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime sujeito à jurisdição militar, que sabe não se ter verificado, caracteriza o crime militar de
denunciação caluniosa.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/453599

Questão 22: IBFC - Sold (PM BA)/PM BA/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa correta após analisar os itens I a IV.

I. Reunirem-se militares agindo contra a ordem recebida de superior;

II. Reunirem-se militares recusando obediência a superior, quando estejam agindo sem ordem ou praticando violência;

III. Reunirem-se militares assentindo em recusa conjunta de obediência, ou em resistência ou violência, em comum, contra superior;

IV. Reunirem-se militares ocupando quartel.

a) Os itens I e II constituem Motim enquanto que os itens III e IV constituem Revolta


b) Os itens I e III constituem Revolta enquanto que os itens II e IV constituem Motim se os agentes estiverem armados
c) Todos os itens constituem Motim exceto no caso dos agentes estarem armados, caso em que se configura a Revolta
d) Apenas o item III constitui Motim e os demais itens constituem Revolta independentemente dos agentes estarem armados
e) Apenas o item II constitui Revolta e os demais itens constituem Motim independentemente dos agentes estarem armados
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/515309

Questão 23: IBFC - Sold (PM BA)/PM BA/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Considerando a prática de conspiração, assinale a alternativa correta.

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 4/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
a) Tal conduta existe no ato de concertarem-se militares ou assemelhados para a prática do crime de Motim
b) Tal conduta não é prevista na legislação penal militar
c) Tal conduta existe no ato de concertarem-se militares e não os assemelhados para a prática do crime de Motim
d) Tal conduta existe no ato de concertarem-se os assemelhados e não os militares para a prática do crime de Motim
e) Tal conduta existe no ato de concertarem-se aqueles que não forem militares ou assemelhados para a prática do crime de Motim
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/515310

Questão 24: IBFC - Sold (PM BA)/PM BA/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa correta sobre a pena aplicável no caso da conduta de aliciar militar para a prática de Motim ou Revolta.

a) Reclusão, de dois a quatro anos


b) Detenção, de três a cinco anos
c) Reclusão, de três a quatro anos
d) Detenção, de dois a quatro anos
e) Reclusão, de três a cinco anos
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/515311

Questão 25: IBFC - Sold (PM BA)/PM BA/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa correta sobre qual conduta consiste no crime de Violência contra militar de serviço.

a) Praticar violência contra superior


b) Praticar violência contra superior comandante da unidade a que pertence o agente
c) Praticar violência contra superior oficial general
d) Praticar violência contra oficial de dia, de serviço, ou de quarto, ou contra sentinela, vigia ou plantão
e) Praticar violência contra superior comandante da unidade a que pertence o agente ou oficial general
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/515312

Questão 26: IBFC - Sold (PM BA)/PM BA/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa correta sobre qual conduta consiste no crime de recusa de obediência.

a) Opor-se às ordens da sentinela


b) Recusar obedecer a ordem do superior sobre assunto ou matéria de serviço, ou relativamente a dever imposto em lei, regulamento ou instrução
c) Promover a reunião de militares para discussão de ato de superior
d) Tomar parte em reunião de militares para discussão de ato de superior
e) Promover a reunião de militares, ou nela tomar parte, para discussão de assunto atinente à disciplina militar
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/515313

Questão 27: IBFC - Sold (PM BA)/PM BA/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa correta sobre a conduta que consiste no crime de resistência mediante ameaça ou violência.

a) Opor-se à execução de ato legal, mediante ameaça ou violência ao executor, não havendo crime se a conduta se volta contra quem esteja prestando auxílio
b) Opor-se à execução de ato legal, mediante ameaça ou violência a quem esteja prestando auxílio ao executor, não havendo crime se a conduta se volta contra o
executor diretamente
c) Opor-se à execução de ato legal, apenas mediante violência ao executor, não havendo crime se a conduta se volta contra quem esteja prestando auxílio ou
mediante grave ameaça
d) Opor-se à execução de ato legal, apenas mediante ameaça a quem esteja prestando auxílio ao executor, não havendo crime se a conduta se volta contra o
executor diretamente ou mediante violência
e) Opor-se à execução de ato legal, mediante ameaça ou violência ao executor, ou a quem esteja prestando auxílio
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/515314

Questão 28: IBFC - Sold (PM BA)/PM BA/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa correta sobre a conduta que consiste no crime de deserção após analisar os itens a seguir.

a) Ausentar-se o militar, sem licença, da unidade em que serve, ou do lugar em que deve permanecer, por mais de dez dias
b) Ausentar-se o militar, sem licença, da unidade em que serve, ou do lugar em que deve permanecer, por mais de cinco dias
c) Ausentar-se o militar, sem licença, da unidade em que serve, ou do lugar em que deve permanecer, por mais de dois dias
d) Ausentar-se o militar, sem licença, da unidade em que serve, ou do lugar em que deve permanecer, por mais de oito dias
e) Ausentar-se o militar, sem licença, da unidade em que serve, ou do lugar em que deve permanecer, por mais de quatro dias
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/515315

Questão 29: IBFC - Sold (PM BA)/PM BA/2017


Assunto: Dos Crimes Militares em Tempo de Paz (arts. 136 a 354 do CPM)
Assinale a alternativa correta sobre a pena prevista para o crime de abandono de posto.

a) Detenção, de seis meses a um ano diminuindo-se a pena se o agente é oficial


b) Reclusão, de um a dois anos diminuindo-se a pena se o agente exercia função de comando
c) Reclusão, de seis meses a um ano diminuindo-se a pena se o agente é oficial
d) Reclusão, de um a dois anos diminuindo-se a pena se o agente é oficial
e) Detenção, de três meses a um ano

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 5/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/515316

Questão 30: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2015
Assunto:
O Cb PM “X”, de folga, sabendo que sua esposa o está traindo com o Sgt PM “Z”, dirige-se à Cia onde o Sgt PM “Z” está de serviço e, após breve discussão, saca uma
arma e desfere vários tiros contra o graduado, provocando-lhe a morte. Diante dessa situação, pode-se afirmar que o Cb PM “X”

a) não cometeu crime militar, mas crime comum, e deverá ser julgado pelo Tribunal do Júri por crime de homicídio.
b) cometeu crime militar, porém deverá ser julgado pelo Tribunal do Júri.
c) cometeu crime comum, porém deverá ser julgado pela Justiça Militar.
d) cometeu crime militar e deverá ser julgado pela Justiça Militar.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398699

Questão 31: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2015
Assunto:
Nos termos do Código Penal Militar, assinale a alternativa correta.

a) O crime de motim exige sempre a prática de violência contra pessoa para sua configuração.
b) Na hipótese de vários policiais militares de uma mesma guarnição, todos, em coautoria, recusarem-se a cumprir a determinação de um Sgt PM, todos poderão
responder pelo crime de recusa de obediência.
c) Para a configuração do crime de abandono, não se exige que tenha havido efetivo prejuízo à Administração Militar.
d) O crime de deserção admite, para a sua configuração, a modalidade culposa.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398705

Questão 32: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto:
Considere que o COPOM acione um 1o Sgt PM, na função de CGP (Comandante de Grupo de Patrulha) para apoio a uma guarnição que atende a ocorrência de
desentendimentos entre vizinhos, sendo um deles um Sd PM Reformado. No local, após contatar as partes, o CGP vem a ser ofendido, na presença de seu motorista, pelo
Sd PM Reformado que o chama de “Cegepezinho Idiota”.

Analisando-se o enunciado, pode-se afirmar que o Sd PM Reformado

a) não cometeu crime militar, pois o Policial Militar Reformado somente poderá cometer crime comum.
b) cometeu o crime militar de desrespeito a superior, em razão de a ofensa não ser suficiente para caracterizar o desacato a superior.
c) não cometeu crime militar, pois a sua conduta não afrontou as instituições militares.
d) cometeu o crime militar de desrespeito a superior, em razão de a ofensa ter sido perpetrada na presença do motorista do CGP.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398890

Questão 33: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto:
Com relação ao crime de motim, é correto afirmar que

a) o civil poderá ser processado na Justiça Militar, na esfera estadual, pelo cometimento do crime, em concurso com o Policial Militar.
b) para sua caracterização, se exige o concurso necessário de dois ou mais militares.
c) jamais poderá ser cometido pelo militar inativo, mesmo na hipótese de concurso com dois ou mais militares do serviço ativo.
d) para sua consumação, há necessidade da presença de pelo menos um militar armado.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398891

Questão 34: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto:
O policial militar que cria ou simula incapacidade, conseguindo a sua exclusão do serviço ativo,

a) não comete qualquer crime militar, devendo ser responsabilizado apenas na esfera administrativa.
b) poderá cometer o crime militar de abandono de função.
c) não comete qualquer crime militar, devendo ser apenas responsabilizado na esfera civil.
d) pratica a conduta tipificada como crime militar de deserção, sendo este considerado um dos casos assimilados.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398892

Questão 35: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto:
Considere que o Sgt PM Beltrano, CGP, durante o serviço de policiamento ostensivo, em 10 de janeiro de 2014, às 12h, ao retornar à OPM, surpreenda o Sd PM Fulano,
fardado e armado, no interior de uma Padaria, a 500 metros de distância da Unidade. O Sd Fulando iniciaria o serviço às 13h e estava almoçando e ingerindo grande
quantidade de cachaça, demonstrando, ao ser cumprimentado pelo graduado, os seguintes sinais de alteração da capacidade motora: sonolência, olhos vermelhos,
desordem nas vestes, odor de álcool no hálito e arrogância. Diante dessa situação, é correto afirmar que o Sd PM Fulano

a) cometeu o crime militar de embriaguez em serviço e estará sujeito à prisão em flagrante.


b) cometeu o crime militar de embriaguez em serviço, porém deverá ser instaurado apenas um Inquérito Policial Militar.
c) não cometeu o crime militar de embriaguez em serviço.
d) cometeu crime comum e deverá ser preso e conduzido à Central de Flagrante ou à Delegacia de Polícia.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398896

Questão 36: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto:
Considere o seguinte enunciado para responder a questão.

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 6/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.

“A”, utilizando-se de arma de fogo, atira em “B”, no Município de Guarulhos, em 25 de dezembro de 2013, às 12 h. “B” é imediatamente socorrido por viatura do SAMU
(Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao Pronto-Socorro local e, diante da gravidade da lesão, transferido ao Hospital das Clínicas em São Paulo, onde vem a
falecer em 30 de dezembro de 2013.

O Código Penal, com relação ao tempo de crime, considera que este foi praticado

a) no momento da ação ou da omissão, portanto, em 25 de dezembro de 2013.


b) no momento da ação ou da omissão, assim como o momento do resultado, portanto, o aplicador do direito poderá optar por 25 ou 30 de dezembro de 2013.
c) no momento do resultado, portanto, em 30 de dezembro de 2013.
d) no momento da ação ou da omissão, assim como o momento do resultado, portanto, o aplicador do direito poderá optar por qualquer data entre 25 e 30 de
dezembro de 2013.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398897

Questão 37: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto:
Considere o seguinte enunciado para responder a questão.

“A”, utilizando-se de arma de fogo, atira em “B”, no Município de Guarulhos, em 25 de dezembro de 2013, às 12 h. “B” é imediatamente socorrido por viatura do SAMU
(Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao Pronto-Socorro local e, diante da gravidade da lesão, transferido ao Hospital das Clínicas em São Paulo, onde vem a
falecer em 30 de dezembro de 2013.

O Código Penal considera como lugar do crime

a) apenas o Município de Guarulhos, lugar onde ocorreu a ação.


b) tanto o Município de Guarulhos como o Município de São Paulo, pela teoria da ubiquidade.
c) apenas o Município de São Paulo, lugar onde se produziu o resultado.
d) tanto o Município de Guarulhos como o Município de São Paulo, pela teoria da atividade.

Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398898

Questão 38: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto:
Nos termos do Código Penal Militar (Decreto-Lei n.º 1.001/69), consideram-se crimes militares, em tempo de paz, todos aqueles previstos no Código Penal Militar, embora
também o sejam com igual definição na lei penal comum, quando praticados

a) por militar fruindo férias, ainda que fora do lugar sujeito à administração militar, contra militar da reserva, ou reformado, ou assemelhado, ou civil.
b) por militar em situação de atividade que, embora não estando em serviço, use armamento de propriedade militar para a prática de ato ilegal.
c) por militar de serviço durante o período de manobras ou exercício, somente quando em lugar sujeito à administração militar, contra militar da reserva, ou
reformado, ou assemelhado, ou civil.
d) por militar em situação de atividade, ou assemelhado, contra o patrimônio sob a administração militar, ou a ordem administrativa militar.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/399291

Questão 39: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto:
Com relação ao crime militar de violência contra superior, previsto no Código Penal Militar (Decreto-Lei n.º 1.001/69), é correto afirmar que
a) não necessita o agente conhecer a condição de superior da vítima.
b) se da violência resulta lesão corporal, aplica-se, além da pena da violência, a do crime contra a pessoa.
c) se a violência é praticada com arma, o crime será considerado hediondo.
d) somente será tipificado quando houver a constatação de lesão corporal.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/399292

Questão 40: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2016


Assunto:
Em relação ao crime denominado “Exercício de comércio por oficial”, é correto afirmar que

a) praticará o delito o oficial da ativa que participar de sociedade anônima, na qualidade de acionista.
b) praticará o delito o oficial da reserva remunerada que tomar parte na administração de sociedade comercial.
c) a pena é de suspensão do exercício do posto ou reforma.
d) a lei penal militar vigente pune também a conduta culposa.
e) responderá pelo delito o oficial da ativa que participar de sociedade por cotas de responsabilidade limitada, na qualidade de sócio cotista.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/402831

Questão 41: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2016


Assunto:
Em relação ao crime de violência contra superior em tempo de paz, é correto afirmar que

a) a pena cominada ao crime é de reclusão de três meses a dois anos.


b) se a violência é praticada com arma, a pena é aumentada de um terço.
c) se da violência resulta lesão corporal, a pena mínima passa a ser de dois anos.
d) se da violência resulta morte, haverá pena de mortepor fuzilamento.
e) quando há lesão praticada com o uso de arma, esse delito é absorvido pela violência, tendo em vista o princípio da consunção.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/402832

Questão 42: VUNESP - JE TJRJ/TJ RJ/2016


https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 7/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
Assunto:
O Soldado Stive, da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, de serviço, juntamente com sua companheira de serviço, Soldado Julieta, durante abordagem a uma civil
conhecida como Chapinha, por imprudência e sem intenção, efetuou um disparo de arma de fogo que veio a atingir fatalmente Chapinha. Diante da conduta praticada
pelo Soldado Stive, é correto afirmar que o policial militar cometeu

a) crime comum de homicídio culposo.


b) crime militar de homicídio culposo.
c) crime comum de feminicídio.
d) crime militar de feminicídio.
e) crime comum de lesão corporal seguida de morte.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/403230

Questão 43: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2015


Assunto:
Nos termos do Código de Processo Penal Militar, considera-se em flagrante delito quem

a) é perseguido até 72 horas logo após o fato delituoso, em situação que faça acreditar ser ele o seu autor.
b) praticar infrações permanentes enquanto não cessar a permanência.
c) acaba de cometer o crime, até o prazo de 48 horas.
d) está cometendo o crime, até o prazo de 48 horas.
e) é encontrado, independentemente de prazo, com instrumentos, objetos, material ou papéis que façam presumir a sua participação no fato delituoso.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/403295

Questão 44: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2015


Assunto:
O Código Penal Militar estabelece critérios para que um ilícito seja crime militar em tempo de paz, conforme previsão legal do Artigo 9º do referido Codex. Considerando
as regras previstas, ocorrerá o crime militar quando praticado por militar

a) em serviço ou atuando em razão da função, em comissão de natureza militar, ou em formatura, ainda que fora do lugar sujeito à administração militar, contra
militar da reserva, ou reformado, ou civil.
b) em serviço, de folga ou atuando em razão da função, em comissão de natureza militar, ou em formatura, ainda que fora do lugar sujeito à administração militar,
contra militar da ativa ou civil.
c) mesmo em situação de inatividade, ou assemelhado, contra o patrimônio sob a administração civil ou militar, ou a ordem administrativa militar.
d) em situação de atividade ou assemelhado que, embora não estando em serviço, use armamento de propriedade militar ou qualquer material bélico, sob guarda,
fiscalização ou administração militar, para a prática de ato ilegal.
e) em situação de atividade ou de folga, ou assemelhado em serviço ou de folga, contra o patrimônio sob a administração civil, ou a ordem administrativa militar.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/403296

Questão 45: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2015


Assunto:
Ocorrerá o crime de deserção quando se ausentar o militar, sem licença, da unidade em que serve, ou do lugar em que deve permanecer, por mais de oito dias, cuja
pena será de detenção de seis meses a dois anos e, se oficial, a pena é agravada. Além dessa hipótese, o Código Penal Militar traz outras formas similares à deserção.
Assinale a alternativa que apresenta corretamente uma dessas outras formas.

a) Na mesma pena da deserção incorre o militar que deixa de se apresentar à autoridade competente, dentro do prazo de cinco dias, contados daquele em que
termina ou é cassada a licença ou agregação ou em que é declarado o estado de sítio ou de guerra.
b) Na mesma pena da deserção incorre o militar que não se apresenta no lugar designado, dentro de quarenta e oito horas, findo o prazo de trânsito ou férias.
c) Na mesma pena da deserção incorre o militar que, tendo cumprido a pena, deixa de se apresentar, dentro do prazo de setenta e duas horas.
d) Na mesma pena da deserção incorre o militar que consegue exclusão do serviço ativo ou situação de inatividade, criando ou simulando incapacidade.
e) Na mesma pena da deserção incorre o militar que, dispensado temporariamente da incorporação, deixa de se apresentar, decorrido o prazo de licenciamento.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/403297

Questão 46: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2015


Assunto:
É considerado crime contra autoridade ou disciplina militar:

a) o desacato a superior.
b) o ingresso clandestino.
c) a conspiração.
d) o excesso de exação.
e) a desobediência.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/403299

Questão 47: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2017


Assunto:
Assinale a alternativa correta com relação ao crime militar.

a) A omissão é relevante como causa para o crime militar quando o omitente, apesar de não poder, deveria agir para evitar o resultado.
b) Diz-se o crime militar tentado quando, iniciada a sua preparação, não se consuma por circunstâncias alheias à vontade do agente.
c) Deixam de ser elementos constitutivos do crime militar a qualidade de superior ou a de inferior, a de oficial de dia, de serviço ou de quarto, ou a de sentinela,
vigia, ou plantão, quando a ação é praticada em repulsa à agressão.
d) Quando, por ineficácia absoluta do meio empregado ou por absoluta impropriedade do objeto, é impossível consumar-se o crime militar, a pena correspondente
ao crime será diminuída de um a dois terços.
e) A pena pode ser atenuada ou substituída por outra menos grave quando o agente age em estrita obediência à ordem direta de superior hierárquico, em matéria
de serviços.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/465795

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 8/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
Questão 48: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2017
Assunto:
Nos termos do Código Penal Militar, é correto afirmar que

a) pratica o crime militar de deserção o militar que consegue exclusão do serviço ativo ou situação de inatividade, criando ou simulando incapacidade.
b) caracteriza o crime militar de revolta a reunião de militares agindo contra a ordem recebida de superior, ou negando-se a cumpri-la.
c) promover a reunião de militares, ou nela tomar parte, para discussão de ato de superior ou assunto atinente à disciplina militar caracteriza o crime militar de
motim.
d) o militar que, embora não tendo a posse ou a detenção de dinheiro, valor ou bem, público ou particular, o subtrai, ou contribui para que seja subtraído, em
proveito próprio ou alheio, valendo-se da facilidade que lhe proporciona a qualidade de militar ou de funcionário, incorre no crime militar de peculato culposo.
e) a participação de militar, de modo ostensivo ou simulado, diretamente ou por interposta pessoa, em contrato, fornecimento ou concessão de qualquer serviço
concernente à administração militar, sobre que deva informar ou exercer fiscalização em razão do ofício caracteriza o crime militar de corrupção passiva.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/465796

Questão 49: IBFC - Sold (PM BA)/PM BA/2017


Assunto:
Assinale a alternativa correta sobre a conduta prevista para o crime de desacato a superior de posto.

a) Comete tal crime o agente que desacatar superior, lhe ofendendo a dignidade, diminuindo-se a pena se o superior é oficial comandante da unidade a que
pertence o agente
b) Comete tal crime o agente que desacatar superior, lhe ofendendo a dignidade, agravando-se a pena se o superior é oficial comandante da unidade a que
pertence o agente
c) Comete tal crime o agente que desacatar superior, lhe ofendendo a dignidade, não havendo previsão de agravamento da pena
d) Comete tal crime o agente que desacatar superior, lhe ofendendo o decoro, diminuindo-se a pena se o superior é oficial comandante da unidade a que pertence o
agente
e) Comete tal crime o agente que desacatar superior, lhe ofendendo o decoro, não importando se o superior é oficial comandante
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/515317

Questão 50: IBFC - Sold (PM BA)/PM BA/2017


Assunto:
Assinale a alternativa correta sobre a conduta prevista para o crime de peculato.

a) Apropriar-se de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, desde que público, de que tem a posse ou detenção, em razão do cargo ou comissão, ou desviá-lo
em proveito próprio ou alheio
b) Apropriar-se de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, desde que particular, de que tem a posse ou detenção, em razão do cargo ou comissão, ou desviá-
lo em proveito próprio ou alheio
c) Apropriar-se de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse ou detenção, em razão do cargo ou comissão, ou desviá-
lo em proveito próprio ou alheio
d) Apropriar-se de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, desde que público, de que tem a posse e não a detenção, em razão do cargo ou comissão, ou
desviá-lo em proveito próprio ou alheio
e) Apropriar-se de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, desde que particular, de que tem a detenção e não a posse, em razão do cargo ou comissão, ou
desviá-lo em proveito próprio ou alheio
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/515318

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 9/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.

Direito Processual Penal Militar

Questão 51: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Da Lei Processual Penal Militar e sua Aplicação
Em relação à menagem, é correto afirmar que

a) a sua concessão deve observar como requisito objetivo, que o acusado não seja reincidente.
b) haverá detração na pena do período, salvo se concedida em residência ou cidade.
c) poderá ser concedida pela autoridade de polícia judiciária militar.
d) a sua concessão deve observar como requisito subjetivo, que o crime seja apenado com pena privativa de liberdade de reclusão ou detenção.
e) somente poderá ser aplicada ao militar, ativo ou inativo, sendo vedada a sua aplicação aos civis.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392675

Questão 52: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2017


Assunto: Da Lei Processual Penal Militar e sua Aplicação
Em relação às medidas preventivas e assecuratórias e às normas relativas à polícia judiciária e ao processo penal militar, assinale a alternativa correta.

a) As coisas apreendidas em um inquérito policial militar e reclamadas por terceiros, sobre as quais recaiam dúvidas sobre o direito de propriedade, deverão ser
restituídas ao reclamante a fim de que as dúvidas sejam dirimidas em juízo competente.
b) Serão recolhidos a quartel ou à prisão especial, à disposição da autoridade competente, quando sujeitos a prisão, antes de condenação irrecorrível os diplomados
por faculdade ou instituto superior de ensino nacional.
c) Estão sujeitos a sequestro os bens do acusado necessários à satisfação do dano causado pela infração penal ao patrimônio sob a administração militar.
d) Compete à Policia Judiciária Militar a apuração de fatos decorrentes de acidentes de trânsito envolvendo veículos automotores de propriedade ou sob
responsabilidade da Polícia Militar do Estado de São Paulo, caracterizados ou não, salvo nos casos da vítima ser civil.
e) O auto de prisão em flagrante delito será redigido após a oitiva do condutor, do ofendido e das testemunhas e depois do interrogatório do preso e deverá ser por
todos assinados.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/465798

Questão 53: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Da Polícia Judiciária Militar
Considere o caso hipotético. Uma viatura descaracterizada da Polícia Militar, composta pela guarnição do Tenente “X”(encarregado) e Soldado “Z”(motorista), conduzindo
a civil “Y” (passageira), ao transitar pela Rodovia dos Imigrantes teve a sua passagem obstruída por um caminhão, precipitando-se numa ribanceira, lesionando
gravemente a passageira (civil “Y”). Analisando-se o enunciado no que concerne a atuação da Polícia Judiciária Militar, é correto afirmar que

a) compete à Polícia Judiciária Militar a apuração no tocante ao veículo oficial e à Polícia Judiciária Comum com relação à lesão corporal da passageira.
b) a apuração do fato, em razão de tratar-se de acidente de trânsito envolvendo veículo de propriedade da Polícia Militar, somente seria apurado pela Polícia
Judiciária Militar na hipótese de veículo oficial caracterizado.
c) compete à Polícia Judiciária Militar a apuração do fato, não importando a qualificação da vítima, pois se trata de acidente de trânsito envolvendo veículo
automotor de propriedade ou sob responsabilidade da Polícia Militar do Estado de São Paulo.
d) compete à Polícia Judiciária Comum (Polícia Civil) a apuração do fato, em razão de tratar-se de crime de trânsito.
e) a apuração do fato, em razão de tratar-se de acidente de trânsito envolvendo veículo de propriedade da Polícia Militar, somente seria apurado pela Polícia
Judiciária Militar se a vítima fosse militar do Estado.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392677

Questão 54: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto: Da Polícia Judiciária Militar
Com relação aos procedimentos voltados aos locais de crime, o Policial Militar deverá preservar a área imediata e, se possível, também a área mediata, não lhe alterando
a forma em nenhuma hipótese, salvo quando absolutamente necessário para preservar outras provas. Para tanto, o policial militar deverá:

a) não revirar os bolsos das vestes do cadáver, salvo o necessário para proceder à sua identificação.
b) fechar as portas e janelas visando evitar a adulteração do local.
c) tentar localizar objetos (do crime ou ilícitos) na cena do crime.
d) não fumar, não beber e nem comer no local.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398904

Questão 55: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2014


Assunto: Do Inquérito Policial Militar
Com relação aos prazos, é correto afirmar que o Inquérito Policial Militar deverá terminar dentro de

a) vinte dias, se o indiciado estiver preso, contado esse prazo a partir do dia em que se executar a ordem de prisão.
b) vinte dias, se o indiciado estiver preso, contado esse prazo a partir da data de sua portaria.
c) trinta dias, se o indiciado estiver preso, não podendo ser prorrogado esse prazo.
d) trinta dias, se o indiciado estiver preso, podendo esse prazo ser prorrogado por mais quinze dias se houver diligências ou provas faltantes.
e) quarenta dias, se o indiciado estiver preso, não podendo ser prorrogado esse prazo, contado a partir da data de sua portaria.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/261680

Questão 56: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Do Inquérito Policial Militar
Considere a situação hipotética. Um Policial Militar, durante o serviço operacional de patrulhamento ostensivo, comete um crime doloso contra a vida de um civil. Diante
deste enunciado e no que concerne à necessidade de instauração de Inquérito Policial Militar (IPM), assinale a alternativa correta.

a) Instaurado IPM, a Justiça Militar, após a apreciação, poderá determinar o seu encaminhamento à Justiça Comum.
b) As autoridades de Polícia Judiciária Comum e Militar deverão deliberar sobre a necessidade ou não de instauração de IPM.

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 10/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
c) Não se deve instaurar IPM, pois se trata de um crime comum de homicídio que deverá ser apurado pela Polícia Civil.
d) Instaura-se obrigatoriamente IPM que, após concluída a apuração, poderá ser remetido pela autoridade de Polícia Judiciária Militar ao Delegado de Polícia.
e) Instaura-se obrigatoriamente Inquérito Policial pela Polícia Civil e IPM pela Polícia Militar, sendo este último, após concluída a apuração, encaminhado
obrigatoriamente pela Justiça Militar à Justiça Comum.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392676

Questão 57: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2015
Assunto: Do Inquérito Policial Militar
Nos termos do Código de Processo Penal Militar, com relação ao Inquérito Policial Militar (IPM), é correto afirmar que

a) o IPM poderá ser dispensado, sem prejuízo de diligência requisitada pelo Ministério Público, quando o fato e sua autoria já estiverem esclarecidos por documentos
ou outras provas materiais.
b) a autoridade militar somente poderá mandar arquivar autos de IPM quando verificar que o fato que está sendo apurado não se trata de crime militar.
c) o arquivamento de IPM obsta a instauração de outro, mesmo se novas provas aparecerem em relação ao fato, ao indiciado ou a terceira pessoa.
d) discordando da solução dada ao IPM, a autoridade que o delegou não poderá avocá-lo, devendo encaminhar, de imediato, para deliberação, à Justiça Militar.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398703

Questão 58: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto: Do Inquérito Policial Militar
Com relação ao Inquérito Policial Militar, é correto afirmar que

a) a autoridade militar não poderá mandar arquivar autos de inquérito, salvo se verificar a inexistência de crime ou de inimputabilidade do indiciado.
b) é dispensável o termo de juntada de documentos, sendo indispensáveis os despachos, que devem, porém, ser reduzidos ao mínimo possível.
c) a testemunha não será inquirida por mais de quatro horas consecutivas, sendo-lhe facultado o descanso de meia hora, sempre que tiver de prestar declarações
além daquele termo.
d) a designação de escrivão para o inquérito caberá, exclusivamente, à respectiva autoridade instauradora.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/398903

Questão 59: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2016


Assunto: Do Inquérito Policial Militar
Quanto à finalidade do inquérito policial-militar, assinale a alternativa correta.

a) A finalidade precípua do inquérito policial-militar é a de ministrar elementos necessários à propositura da ação penal, sendo efetivamente instrutórios da ação
penal os exames, as perícias e as avaliações realizados regularmente no curso do inquérito, por peritos idôneos e com obediência às formalidades.
b) A única medida preliminar ao inquérito que deve ser tomada é a de dirigir-se ao local, providenciando para que não se alterem o estado e a situação das coisas,
enquanto necessário.
c) O inquérito, por expressa disposição constitucional, é público.
d) De acordo com o disposto no Código de Processo Penal, o inquérito deverá terminar dentro do prazo de cinco dias se o indiciado estiver preso, contado esse
prazo a partir do dia em que se executar a ordem de prisão, ou dentro do prazo de quinze dias quando o indiciado estiver solto, contados a partir da data em que se
instaurar o inquérito.
e) No âmbito de polícia judiciária militar, é prescindível que o inquérito seja encerrado com minucioso relatório.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/402833

Questão 60: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2015


Assunto: Do Inquérito Policial Militar
Inquérito policial militar nada mais é que um conjunto de diligências (atos investigatórios) realizadas pela polícia judiciária militar e formalizadas em um capeado, com o
objetivo de investigar as infrações penais militares e colher elementos necessários para que possa ser proposta a ação penal. Nesse sentido, quanto ao Inquérito Policial
Militar, é correto afirmar:

a) embora sigiloso, o seu encarregado pode permitir que dele tome conhecimento o advogado do indiciado e a imprensa, em obediência ao princípio da
transparência.
b) será encarregado do inquérito, sempre que possível, oficial de posto não inferior ao de primeiro-tenente.
c) o encarregado do inquérito poderá manter incomunicável o indiciado, que estiver legalmente preso, por cinco dias no máximo.
d) a autoridade militar poderá mandar arquivar autos de inquérito, desde que conclusivo da inexistência de crime ou de inimputabilidade do indiciado.
e) o inquérito deverá terminar dentro de vinte dias, se o indiciado estiver preso, contado esse prazo a partir do dia em que se executar a ordem de prisão; ou no
prazo de quarenta dias, quando o indiciado estiver solto, contados a partir da data em que se instaurar o inquérito.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/403298

Questão 61: VUNESP - ETJ (TJM SP)/TJM SP/2017


Assunto: Do Inquérito Policial Militar
De acordo com o Código de Processo Penal Militar, e com relação ao Inquérito Policial Militar, assinale a alternativa correta.

a) O Inquérito Policial Militar deverá terminar dentro de vinte dias, quando o indiciado estiver solto, contados a partir da data em que se instaurar o inquérito.
b) A autoridade militar só poderá mandar arquivar autos de inquérito, se conclusivo pela inexistência de crime ou de inimputabilidade do indiciado.
c) Nos crimes contra a honra, ainda que decorrerem de escrito ou publicação, cujo autor esteja identificado, o Inquérito Policial Militar não poderá ser dispensado.
d) O arquivamento de inquérito não obsta a instauração de outro, se novas provas aparecerem em relação ao fato, ao indiciado ou a terceira pessoa, ressalvados o
caso julgado e os casos de extinção da punibilidade.
e) Quando concluído os autos do Inquérito Policial Militar deverão ser remetidos ao auditor da Circunscrição Judiciária Militar onde ocorreu a infração penal, contudo
os instrumentos desta, assim como todos os objetos apreendidos deverão permanecer em poder do Encarregado que será responsável pela custódia até o término do
processo.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/453594

Questão 62: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2017


Assunto: Do Inquérito Policial Militar
Assinale a alternativa correta no que diz respeito à polícia judiciária militar e ao inquérito policial militar.

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 11/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
a) A polícia judiciária militar é exercida, independentemente de delegação, pelos Comandantes de Pelotão, Companhia e Unidade da Polícia Militar.
b) A designação de escrivão para o inquérito policial militar deve recair em segundo ou primeiro-tenente, se o indiciado for oficial, e em cabo, nos demais casos.
c) É vedado ao encarregado do inquérito policial militar se manifestar, no relatório deste, a respeito da existência de infração disciplinar visto que esta deverá ser
apurada em procedimento disciplinar próprio.
d) O inquérito policial militar deverá terminar dentro de vinte dias, se o indiciado estiver preso, contado esse prazo a partir do dia em que se executar a ordem de
prisão; ou no prazo de quarenta dias, quando o indiciado estiver solto, contados a partir da data em que se instaurar o inquérito.
e) Em se tratando de delegação para instauração de inquérito policial militar, deverá aquela recair em oficial ou aspirante a oficial de posto ou graduação superior ao
do indiciado, seja este da ativa, da reserva, remunerada ou não, ou reformado.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/465797

Questão 63: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Do Processo Penal Militar em Geral
No que concerne à incompetência do juízo, o Código de Processo Penal Militar determina que

a) o juiz somente poderá reconhecer a existência de causa que o torne incompetente até o recebimento da denúncia.
b) após a alegação de incompetência do juízo, os autos deverão ser remetidos imediatamente ao Tribunal de Justiça Militar.
c) a exceção de incompetência deverá ser oposta por escrito, logo após a qualificação do acusado.
d) alegada a incompetência do juízo, será dada vista dos autos à parte contrária, para que diga sobre a arguição, no prazo de 5 (cinco) dias.
e) o órgão do Ministério Público poderá alegar a incompetência do juízo, antes de oferecer a denúncia.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392679

Questão 64: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Do Processo Penal Militar em Geral
Com relação ao processo especial de deserção, assinale a alternativa correta.

a) Apesar do contido no Código de Processo Penal Militar, se o desertor não for julgado dentro de 81 dias, a contar do dia de sua apresentação voluntária ou
captura, será posto em liberdade, mesmo se der causa ao retardamento do processo.
b) O termo de deserção tem o caráter de instrução provisória e destina-se a fornecer os elementos necessários à propositura da ação penal, sujeitando, desde logo,
o desertor à prisão.
c) A doutrina e a jurisprudência entendem que a concessão de liberdade está abarcada pelas atribuições de polícia judiciária militar, podendo assim ser concedida
antes da análise do Conselho de Justiça.
d) Uma vez entendida que a prisão cautelar é necessária, persistindo os motivos que alicerçam a necessidade, poderá ser o acusado mantido no cárcere mesmo
após o prazo de sessenta dias previsto no Código de Processo Penal Militar.
e) Consumado o crime de deserção, o Comandante ou o primeiro Oficial em Serviço que tomar conhecimento do fato, lavrará o respectivo Termo de Deserção que
deverá ser remetido à Justiça Militar Estadual.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392683

Questão 65: VUNESP - Sarg (PM SP)/PM SP/CFS - Curso de Formação de Sargentos/2014
Assunto: Do Processo Penal Militar em Geral
Nos termos do Código de Processo Penal Militar (Decreto-Lei n.º 1.002/69), é correto afirmar que

a) a designação de escrivão para o inquérito caberá exclusivamente ao respectivo encarregado.


b) as testemunhas e o indiciado somente poderão ser ouvidos durante o dia, em período que medeie entre as sete e as dezoito horas.
c) na prisão em flagrante, na falta ou impedimento de escrivão, poderá a autoridade designar para lavrar o auto qualquer pessoa idônea que, para esse fim, prestará
o compromisso legal.
d) o Inquérito Policial Militar somente poderá ser instaurado pelo Oficial de Serviço.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/399293

Questão 66: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Da Jurisdição e Competência da Justiça Militar
Considere o caso hipotético. Um Sargento PM Reformado, funcionário de uma empresa de informática que presta serviço ao Centro de Processamento de Dados da Polícia
Militar (CPD), surpreende sua esposa abraçada a um Cabo PM, da ativa, da Diretoria de Telemática e, não suportando a traição, tomado pelo ciúme, saca de sua pistola
particular e efetua vários disparos ferindo mortalmente a esposa e o Cb PM. Analisando o enunciado no que concerne à competência para julgamento, é correto afirmar
que

a) mesmo sendo um crime de natureza militar, é competente para o julgamento o Tribunal do Júri.
b) o crime cometido é comum, pois a motivação (ciúme) não afronta as instituições militares, sendo competente para o seu julgamento o Tribunal do Júri.
c) o crime cometido é militar, competindo aos juízes de direito do juízo militar processar e julgar, singularmente, o Cb PM.
d) o homicídio do Cb PM é crime militar e o homicídio da esposa é crime comum, sendo competente para o julgamento, respectivamente, a Justiça Militar e o
Tribunal do Júri.
e) o crime cometido é militar, competindo ao Conselho de Justiça, sob a presidência de juiz de direito processar e julgar o Cb PM.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392678

Questão 67: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Da Jurisdição e Competência da Justiça Militar
Assinale a alternativa correta no que diz respeito à competência constitucional da Justiça Militar estadual, de acordo com a jurisprudência consolidada do Tribunal de
Justiça Militar de São Paulo.

a) O crime militar de concussão praticado por policiais militares que exigem dinheiro de um civil em razão de atos funcionais deverá ser processado e julgado pelo
juiz de direito do juízo militar, de maneira singular.
b) A competência constitucional do Tribunal de Justiça Militar para decidir sobre a perda do posto e da patente dos oficiais e da graduação das praças não impede a
perda da graduação de militar mediante procedimento administrativo.
c) O crime militar de homicídio praticado por um policial militar que por imprudência, durante uma abordagem policial, efetua disparo de arma de fogo atingindo de
modo fatal um civil, deverá ser processado e julgado pelo Tribunal do Júri.
d) O crime militar de lesão corporal dolosa praticado por um policial militar contra um civil durante uma abordagem policial deverá ser processado e julgado pelo
Conselho de Justiça, sob a presidência do juiz de direito.
e) O crime militar de homicídio praticado por um policial militar da ativa contra outro policial militar da ativa deverá ser processado e julgado pelo Tribunal do Júri.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 12/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392725

Questão 68: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Das Questões Prejudiciais e dos Incidentes (DPPM)
No que concerne ao indulto, à anistia e à reabilitação, o Código de Processo Penal Militar determina que:

a) o indulto, a anistia e a comutação da pena são concedidos pelo Ministro da Justiça e poderão ser requeridos pelo condenado ou, se não souber escrever, por
procurador ou pessoa a seu rogo.
b) concedida a reabilitação, após transitar em julgado a sentença condenatória, o auditor, de ofício, ou por iniciativa do interessado ou do Ministério Público,
declarará extinta a punibilidade.
c) mesmo indeferido o pedido de reabilitação, em qualquer hipótese, poderá o condenado renová-lo, antes do decurso de dois anos.
d) a revogação da reabilitação será decretada pelo auditor, de ofício ou a requerimento do interessado, ou do Ministério Público, se a pessoa reabilitada for
condenada, por decisão definitiva, ao cumprimento de pena privativa da liberdade.
e) concedido o indulto ou comutada a pena, o juiz, somente por iniciativa do interessado ou do Ministério Público, mandará juntar aos autos a cópia do decreto, a
cujos termos ajustará a execução da pena, para modificá-la, ou declarar a extinção da punibilidade.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392682

Questão 69: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2014


Assunto: Das Medidas Preventivas e Assecuratórias (DPPM)
Assinale a alternativa correta em relação à “Menagem”.

a) A menagem a militar não poderá efetuar-se no lugar em que residia o réu quando ocorreu o crime ou seja, sede do juízo que o estiver apurando, devendo ser
indicado local diverso para cumprimento.
b) A menagem a civil será no lugar em que o réu residia quando ocorreu o crime, não considerando-se para tanto a sede do juízo ou o local da administração militar
onde ocorreram os fatos.
c) A menagem poderá ser concedida pelo juiz, nos crimes cujo máximo da pena privativa de liberdade não exceda a quatro anos, tendo-se, porém, em atenção a
natureza do crime e os antecedentes do acusado.
d) A menagem poderá ser concedida pelo comandante do militar acusado, nos crimes cujo máximo da pena privativa de liberdade não exceda a dois anos, tendo-se,
porém, em atenção a conduta disciplinar do acusado, exigindo-se que o militar esteja, no mínimo, no bom comportamento.
e) A menagem poderá ser concedida pelo juiz, nos crimes cujo máximo da pena privativa de liberdade não exceda a cinco anos, tendo-se, porém, em atenção a
natureza do crime e os antecedentes do acusado.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/261682

Questão 70: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2016


Assunto: Das Medidas Preventivas e Assecuratórias (DPPM)
Quanto às medidas preventivas e assecuratórias, assinale a alternativa correta.

a) Para o Código de Processo Penal Militar, o termo “casa” compreende qualquer compartimento habitado, aposento ocupado de habitação coletiva e compartimento
não aberto ao público, onde alguém exerce profissão ou atividade.
b) A busca em mulher será feita por qualquer militar a fim de não importar retardamento ou prejuízo da diligência.
c) A autoridade militar não poderá requisitar da autoridade policial civil a realização de buscas, tendo em vista sua independência funcional.
d) Entende-se por busca pessoal apenas aquela feita nas vestes da pessoa.
e) A única hipótese de busca pessoal, independente de mandado, é feita no ato da captura de pessoa que deve ser presa.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/402834

Questão 71: VUNESP - Tec Adm (PM SP)/PM SP/2016


Assunto: Das Medidas Preventivas e Assecuratórias (DPPM)
Em relação ao sequestro, previsto no Código de Processo Penal Militar, é correto afirmar que

a) por se tratar de competência da Justiça Militar, quaisquer bens podem ser suscetíveis de sequestro.
b) para a decretação do sequestro, é necessário somente a existência de indícios veementes da proveniência ilícita dos bens.
c) todo dinheiro apurado será recolhido ao Tesouro Nacional.
d) se a autoridade judiciária militar entender que se trata de matéria de alta indagação, remeterá o embargante para o juízo cível e não manterá o sequestro.
e) transitada em julgado a sentença condenatória, a autoridade judiciária militar, sempre de ofício, determinará a avaliação e a venda dos bens em leilão público.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/402835

Questão 72: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Da Prisão e da Liberdade Provisória (DPPM)
Nos termos do Código de Processo Penal Militar, o instituto da liberdade provisória

a) tem sua aplicação vedada em razão dos valores, hierarquia e disciplina, prestigiados pelo Direito Penal Militar.
b) poderá ser aplicado ao crime militar de desrespeito a superior quando a infração for punida com pena de detenção não superior a dois anos.
c) não poderá ser aplicado aos crimes culposos contra a segurança externa do país.
d) poderá ser aplicado a todos os crimes culposos previstos no Código Penal Militar.
e) poderá ser aplicado ao crime militar de publicação ou crítica indevida quando a infração for punida com pena de detenção não superior a dois anos.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392680

Questão 73: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Da Prisão e da Liberdade Provisória (DPPM)
No que concerne à prisão em flagrante delito, a Justiça Militar do Estado de São Paulo determina que

a) se houve necessidade de diligências complementares, o Auto de Prisão em Flagrante Delito original deverá ser remetido diretamente ao Juiz de Direito da 5ª
Auditoria Militar dentro de 10 (dez) dias.
b) são competentes para a lavratura do Auto de Prisão em Flagrante Delito apenas o Comandante do policial e o Oficial de Dia.

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 13/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.
c) após a lavratura do Auto de Prisão em Flagrante Delito a autoridade de polícia judiciária militar deverá obrigatoriamente colher a homologação da autoridade
hierarquicamente superior.
d) o Auto de Prisão em Flagrante Delito deverá ser redigido em única assentada (documento único) e após a sua integral leitura, deverá ser assinado, em todas
folhas, pelo condutor, ofendido e testemunhas.
e) o Auto de Prisão em Flagrante Delito subsidiará as informações a serem registradas no Sistema de Audiência de Custódia (SISTAC), conjuntamente com aquelas
obtidas a partir do relato do próprio autuado na audiência de custódia.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392684

Questão 74: VUNESP - ETJ (TJM SP)/TJM SP/2017


Assunto: Da Comunicação dos Atos Processuais Militares
Conforme o Código de Processo Penal Militar, assinale a alternativa correta no que diz respeito à comunicação dos atos processuais.

a) A citação far-se-á por oficial de justiça mediante mandado, quando o acusado estiver servindo ou residindo fora dessa sede, mas no país.
b) A citação far-se-á por oficial de justiça mediante edital quando o acusado estiver servindo ou residindo fora da sede do juízo, mas no país.
c) A intimação ou notificação de militar em situação de atividade será feita pessoalmente, devendo o militar intimado ou notificado informar a autoridade a que
estiver subordinado.
d) O processo será suspenso quando o acusado que, citado, intimado ou notificado para qualquer ato do processo, deixar de comparecer sem motivo justificado.
e) A citação feita no início do processo é pessoal, bastando, para os demais termos, a intimação ou notificação do seu defensor, salvo se o acusado estiver preso,
caso em que será, da mesma forma, intimado ou notificado.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/453595

Questão 75: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Dos Procedimentos Especiais (DPPM)
Nos termos do Regimento Interno de Execução Penal do Presídio da Polícia Militar “Romão Gomes”, é correto afirmar:

a) a pena em regime fechado será cumprida progressivamente em três estágios, sendo que o primeiro estágio será executado no prédio da administração, sendo
garantido, dentre outros, trabalho com escolta pessoal e direta, dentro dos limites da área de segurança e guarda externa do Presídio.
b) a competência disciplinar é inerente ao cargo, função e posto, sendo o Comandante do Presídio competente para aplicar as sanções previstas na Lei de Execução
Penal a todos os presos.
c) os Policiais Militares paulistas, do serviço ativo ou da inatividade remunerada, serão incluídos no Presídio da Polícia Militar “Romão Gomes” independentemente de
autorização, salvo se presos em decorrência de crime comum.
d) no caso de prática de transgressões disciplinares, pune-se a tentativa com a sanção correspondente à falta consumada.
e) nas hipóteses legais o Comandante do Presídio poderá determinar, por ato motivado, como medida cautelar, o isolamento do preso, por período não superior a
quinze dias.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392735

Questão 76: VUNESP - ETJ (TJM SP)/TJM SP/2017


Assunto: Dos Recursos e das Ações Autônomas de Impugnação (Habeas Corpus, etc.)
Conforme o Código de Processo Penal Militar, e no que diz respeito aos recursos no processo penal militar, é correto afirmar que

a) a apelação será interposta por petição escrita, dentro do prazo de cinco dias, contados da data da intimação da sentença ou da sua leitura em pública audiência,
na presença das partes ou seus procuradores.
b) caberá recurso em sentido estrito da sentença definitiva de condenação ou de absolvição.
c) cabe apelação da decisão judicial que decretar, ou não, a prisão preventiva, ou revogá-la.
d) não caberá revisão dos processos findos em que tenha havido erro quanto aos fatos, sua apreciação, avaliação e enquadramento.
e) os recursos em sentido estrito serão interpostos no prazo de cinco dias, contados da data da intimação da decisão, ou da sua publicação ou leitura empública
audiência, na presença das partes ou seus procuradores.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/453596

Questão 77: VUNESP - JDM (TJM SP)/TJM SP/2016


Assunto: Da Execução de Sentença Penal Militar
Considere o seguinte caso hipotético. O Sd PM “X” foi condenado pela 3ª Vara Criminal Federal de São Paulo à pena de 7 (sete) anos e 6 (seis) meses de reclusão e a 6
(seis) meses de detenção e ao pagamento de 68 (sessenta e oito) dias-multa, a ser cumprida inicialmente no regime fechado, como incurso nas sanções do art. 16,
parágrafo único, inciso IV da Lei nº 10.826/03 (posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito) c. c. art. 288, parágrafo único (associação criminosa) e art. 329
(resistência), em concurso material, todos do Código Penal Brasileiro, sendo-lhe concedido o Livramento Condicional. O Juiz de Direito das Execuções Criminais revogou e
determinou a regressão ao Regime Fechado, com fundamento no descumprimento das condições fixadas na legislação, tendo então o Sd PM “X”, por meio de seu
advogado, ajuizado agravo em execução.

Analisando o contido no enunciado, é correto afirmar que

a) o recurso ajuizado pelo Sd PM “X” deverá ser conhecido e analisado pela Justiça Militar Estadual, pois das decisões do Juiz das Execuções Criminais e Corregedor
do Presídio (5ª Auditoria) caberá o recurso de agravo em execução.
b) a Justiça Militar Estadual não deve conhecer do agravo em execução, pois da decisão ou sentença que conceder ou revogar livramento condicional caberá apenas
recurso em sentido estrito.
c) o recurso de agravo em execução não deverá ser conhecido, pois além de estar previsto unicamente na Lei de Execução Penal, o Tribunal de Justiça Militar, em
recente decisão, vedou a sua aplicação no âmbito da Justiça Militar.
d) a Justiça Militar Estadual não deve conhecer do agravo em execução, pois este possui previsão na Lei de Execução Penal e não é contemplado no Código de
Processo Penal Militar.
e) o recurso de agravo em execução deverá ser conhecido, em razão de possuir previsão expressa no Código de Processo Penal Militar.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/conteudo/questoes/392681

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 14/15
12/04/2018 TEC Concursos - Questões para concursos, provas, editais, simulados.

Gabarito
1) B 2) E 3) B 4) D 5) C 6) D 7) C
8) B 9) D 10) B 11) B 12) E 13) A 14) E
15) D 16) E 17) D 18) A 19) C 20) A 21) B
22) C 23) A 24) A 25) D 26) B 27) E 28) D
29) E 30) D 31) C 32) C 33) B 34) D 35) C
36) A 37) B 38) D 39) B 40) C 41) B 42) B
43) B 44) A 45) D 46) C 47) C 48) A 49) B
50) C 51) B 52) B 53) C 54) D 55) A 56) A
57) A 58) C 59) A 60) E 61) D 62) D 63) E
64) B 65) C 66) B 67) B 68) D 69) C 70) A
71) B 72) C 73) E 74) E 75) D 76) A 77) A

https://www.tecconcursos.com.br/questoes/cadernos/experimental/5345236/imprimir 15/15