Você está na página 1de 102
CONHECIMENTOS ESPECiFICOS + +++ ++ CONHECIMENTOS ESPECIFICOS/Assistente em Administragao chivas lugate Pace Genes Graduado pela Faculdade de Direito da Alta Paulista ~FADAP, Advogade regularmente inscrito na OABSP Er ohaalies Administracdo UNESP Campus Tup@/Pesquisadora Membro do grupo de pesquisas REAP-Rede de Educagdo Ambiental da Alta Paulista (Projeto de Extensa). Professora do médulo de Informatica e ingles na UNATI- Universidade para Terceira Idade. Autora ¢ coautora de artigos e resumos expandidos em revistas qualificadas e anais de eventos, notadamente na drea a administra (do e engenharia ambiental. Ex Consuliora Empreender Jr. Consultoria Empresarial e Agronegacios - UNESP Tupat 1. NOGOES DE ADMINISTRACAO FINANCETL CONCEITOS BASICOS, TESOURARIA, CONTROLADORIA E AUDITORIA; 1 muito discutida pelos autores a origem do termo finangas, entendendo uns que 0 mesmo provém do latim medieval financia, indicando os diferentes meios necessiries para a realizagio das despeses pilblicas e a consecugio dos fins do Estado. ‘Outros autores defendem a tese, mais aceita, que a referida palavra emana, no latim medieval, do verbo fini, do qual surgiram © verbo finary e o temo finatio, sendo que este teve seu significado mudado através dos tempos. Assim sendo, na Idade Média, em tum primeiro periodo, designava decisiio judicial,depois multafixada em juizoe, finalmente, os pagamentos e prestagSes em geral ‘Posteriormente, por volta do século XIV, os negécios financeiros eram identificados com os neyécios monetérios em geral, 20 mesmo tempo, dava-se palavraflnan2 o signfieado deprimente de intiga, usura e frude [Em um terceiro period, primeiro na Franga e depois em outros paises, a palavra finangas passou a ser empregada unicamente «em relago aos re-curs0s ¢ despesas do Estado e das comunas “Todavia, no dmbite do dircite, o termo financas si FINANCAS PUBLICAS (Os autores discordam, no entanto, quanto a expresso adequada a ser empreyada, Alguns preferem o simples substantivo finanga fu finangas, sem adigio do adjetivo publica ou piblices, por consideri-lo suficiente para indiear “a canjunto dos meios de riqueza de que se serve o Estado para a consecustio dos seus fins”. Outros autores, no entanto, adotam a expressiio finangs piblica ou finangas publicas por entenderem que o termo finanga ow finangas é por si sb insuficiente, porque significa somente assuntos de dinheiro e sua administragho, enquanto o termo finangas pibli- cas, em seu sentido moderno, pressupse a existéncia de uma economia de dinheito “Todavia, Hugh Dalton reconhece que, embora a despesa pilblica consists, em regra, em pagamentes em dinheiro, existem “dus espécies de receitas piblicas nfo expressas em dinheiro, que si: a) certos servigos de pessoas niio pagos em dinheiro; e b) o paga- mento de certos impostos por outros meios gue nao em dinheiro. Aguns desses servigos gratuits io prestados voluntariamente aos poderes piblicos, outros por forga da lei. Exemplos dos primeiros, na Inglaterra, slo servigos para a magistratura e para empresas. [Exemplos dos tltimos sho os servigos do jiri eas abrigagdes que tém todos os cidadios, de acordo com a Common Law (Lei Civil), de ajudar na remogiio da neve das russ, na extingfio de incénclios e ne ajuda & policia na perseguigto a assassinos e larBes, ‘Tima forma mais importante de servigos em muitas comunidades modernas & 0 servigo militar obrigatério, Mias este & pago, em- bors numa base muito mais baixa do que seria necessirio, a fim de obter um montante igual de setvigo voluntirio pago"” Face és mazes expostas, entendemos ser terme finanga insuficiente para compreender a atividade financeira do Estado, pelo que dove vir acompanhada do adjetiva pilblica rOnnumnrcnmme AY Nova ‘HM Han CONDE