Você está na página 1de 4

19/08/2016

PRINCÍPIOS

Legislação do Trabalho e
Os princípios do direito do
Previdenciário trabalho são as IDEIAS
Esp. Marina Polli FUNDAMENTAIS E
INFORMADORAS do
ordenamento jurídico
trabalhista.

FUNÇÃO DOS PRINCÍPIOS

FUNÇÃO INFORMADORA: Cria normas, inspira o A LEI DIZ:


legislador;
“Quando a LEI for OMISSA, o Juiz decidirá
FUNÇÃO NORMATIVA: Integra o Direito; o caso de acordo com a analogia, os
costumes e os PRINCÍPIOS GERAIS DO
FUNÇÃO INTERPRETATIVA: Orienta o Direito;
DIREITO” (Art. 4º, LINDB)

1
19/08/2016

IN DUBIO PRO OPERARIO


PRINCÍPIO PROTETOR
Este princípio é o critério que orienta
TODO O DIREITO DO TRABALHO e tem
É a regra de interpretação segundo o qual,
por fundamento a PROTEÇÃO DO diante de vários sentidos possíveis de uma
TRABALHADOR enquanto parte lei, o Juiz SEMPRE deve decidir por aquele
economicamente mais fraca da relação.
que seja mais benéfico ao trabalhador!
Ele se expressa de três formas:
-a regra in dubio pro operario;
-a regra da norma mais favorável;
-a regra da condição mais benéfica.

NORMA MAIS FAVORÁVEL CONDIÇÃO MAIS BENÉFICA

Entende-se que, havendo mais de uma A aplicação de uma lei ou norma de


norma aplicável aquele caso, sempre caráter trabalhista NUNCA pode diminuir
deve-se optar pela mais favorável ao os direitos dos trabalhadores.
trabalhador, AINDA QUE NÃO SEJA A
QUE SE ENCAIXE NOS CRITÉRIOS Ou seja, não pode haver uma mudança de
CLÁSSICOS DE HIERARQUIA DAS uma situação que traga menos vantagem.
NORMAS.

2
19/08/2016

PRINCÍPIO DA PRINCÍPIO CONTINUAÇÃO DA


IRRENUNCIABILIDADE RELAÇÃO DE EMPREGO
Traz a presunção que os
-as normas do direito do trabalho contratos de trabalho são
tem natureza cogente, de natureza
pública, eles não podem renunciar
presumidamente feitos por
os direitos trabalhistas, a renúncia PRAZO INDETERMINADO,
é vedada; porque o trabalhador tem
intenção de continuar no
-Mas, renúncia é diferente que emprego!!!!
acordo.
Ex: contrato de experiência / dispensa do
sindicato

Súmula nº 212 do TST PRINCÍPIO DA PRIMAZIA DA


DESPEDIMENTO. ÔNUS DA REALIDADE
PROVA (mantida) - Res.
121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003
O ônus de provar o término do
contrato de trabalho, quando Os fatos oriundos da relação
negados a prestação de serviço e o de trabalho PREVALECEM
despedimento, é do empregador, sobre QUALQUER
pois o princípio da continuidade DOCUMENTO que disponha
da relação de emprego constitui em sentido diverso!!!
presunção favorável ao empregado

3
19/08/2016

“SERÃO NULOS DE PLENO


DIREITO OS ATOS
PRATICADOS COM O
OBJETIVO DE DESVIRTUAR
IMPEDIR OU FRAUDAR OS
PRECEITOS CONTIDOS NA
CLT”.