Você está na página 1de 2

O que é material direto e

material indireto?
Postado por: Redação Indústria Hoje em 21/out/2014

Aprenda o que é material direto e material indireto, quais as características que definem cada
tipo e como calcular para definir melhor o valor final do seu produto

Quando se fala em produção dentro de uma empresa, existem muitos conceitos


importantes para entender a dinâmica de uma fábrica, o que é essencial para os
administradores da mesma. Você sabe o que é material direto e material indireto?
Esses termos fazem parte da lista de conceitos fundamentais a se conhecer.

Assim, os materiais diretos dentro de uma fábrica são as matérias-primas, materiais de


embalagens, componentes e outros itens essenciais para a produção, acabamento e
para a apresentação final do produto. Como exemplo, pode-se pegar uma fábrica de
móveis, fácil de elucidar.

Nesse tipo de empresa, os materiais diretos são, basicamente, a madeira, as chapas de


compensados e o couro, o que pode variar conforme o tipo de produto que se fabrica
nela. O importante é saber que esses materiais diretos são a matéria prima
indispensável para a fabricação de camas, cadeiras, sofás, mesas e outros.

Já numa editora ou gráfica também é possível exemplificar qual é o material direto. Ele
engloba o papel e as tintas que são usadas para produção de livros, revistas e demais
impressos que a empresa cria. Já os materiais indiretos são aqueles empregados nas
atividades auxiliares de produção, sendo que eles são irrelevantes para a produção em
si.

Para exemplificar pode-se citar graxas e lubrificantes, os quais são usados para fazer a
limpeza e manutenção dos equipamentos, bem como os parafusos e lixas de pequenos
valores empregados na fabricação de móveis. Embalagens de pequeno valor utilizadas
para a expedição dos produtos também são exemplos de materiais indiretos.
Todos eles têm o seu grau de importância no contexto de uma fábrica, mas não são
fundamentais para a produção dos itens em sim. Ou seja, sem eles, a linha de produção
pode seguir o seu trabalho.

– Materiais diretos (matéria-prima) – Materiais indiretos


São aplicados nos produtos São aplicados no processo
Componentes do produto Não são componentes do produto
Por exemplo:
– Materiais diretos – Materiais indiretos
Madeira para móveis; Lixas e estopas
Boi para carne Combustíveis e lubrificantes
Semente para soja, milho, arroz, etc. Material de limpeza
Exemplo de como calcular o material direto e o indireto

É preciso levar em consideração, na hora de como calcular o material direto e o


indireto dentro de uma empresa que os materiais diretos, que são utilizados no
processo de produção, têm como base de apropriação seu valor histórico de aquisição,
mais durante a utilização destes materiais alguns problemas são encontrados.

Por isso, são de grande relevância na classificação dos custos dos materiais a avaliação,
o controle e a programação dos mesmos. Além disso, ao tratar dos itens que integram
o valor dos materiais, existe uma regra que explica claramente que todos os gastos
realizados para colocação do ativo em condição de uso ou a venda incorporam o valor
deste mesmo ativo.

Esses materiais estão diretamente relacionados com a produção, dessa forma, devem
ser incluídos diretamente no cálculo do custo do produto. É possível, ainda, dividir
esses custos em matéria prima, material secundário e embalagens, ou mesmo, apenas
matéria prima e as embalagens.

Esses conceitos estão intimamente ligados aos custos diretos e indiretos de uma
empresa, os quais devem ser identificados para se chegar ao valor final de um produto.
No entanto, para calcular os custos diretos e indiretos, é preciso ainda levar e
consideração os custos com a mão se obra direta e indireta.

Por Fábio Alves e Vivian Fiorio

Você também pode gostar