Você está na página 1de 102
CONHECIMENTOS ESPECIFICOS TY) ++++++ CONHECIMENTOS ESPECIFICOS/Assistente em Administrago okt chines Paste Gonos Graduado pela Faculdade de Direito da Aita Paulista ~FADAP. Advogado regularmente inscrito na OAB/SP Git agli Adbinistragdo UNESP Campus Tupd/Pesquisadora. Membro do grupo de pesquisas REAP-Rede de Fducagao Ambiental da Alta Paulista (Projeto de Extensio), Professora do médulo de Informatica ¢ inglés na UNATI- Universidade para Terceira Idade. Autora e coautara de artigos 2 resumos expandidos em revistas qualificadas e anais de eventos, notadamente na drea a administra- $0 ¢ engenharia ambiental. Ex Consultora Empreender Jr. Consultonta Empresarial ¢ Agronegécios - UNESP Tupa 1, NOGOES DE ADMINISTRACAO. FINANCEIRA: CONCEITOS BASICOS, TESOURARIA, CONTROLADORIA E “AUDITOR muito discutida pelos autores 2 origem do termo finangas, entendendo uns que © mesmo provém do latin medieval financia, indicando os diferentes meios necessérios para a realizago das despesas publicas e a consecusto dos fins do Estado, (Outros autores defendem a tese, mais aceita, que a referida palavra emana, no latim medieval, do verbo finire, do qual surgiram © verbo finare e 0 termo finatio, sendo que este teve seu significado mudado através dos tempos. Assim sendo, na [dade Média, em um primeiro periodo, designava decisio judicial depois multa fixada em juizo e, finalmente, os pagamentos ¢ prestagSes em geral. Posteriormente, por volta do século XIV, os negécios financeiros eram identificados com os negocios monetérios em geral, &, ao ‘mesmo tempo, dava-se a palavra finan2 o significado deprimente de intriga, usura e fraude Em um terceiro periodo, primeiro nn Franiga e depois em outros paises, a palavra finangas passou a ser empregada unieamente em relagiio aos re-cursos e despesas do Estado e das comunas. sm dinhiro, Por out express se 103 di dblicos-c. por extensfo. a sun aquisigio, administracio e emprege: FINANGAS PUBLICAS: (Os autores discordam, no entanto, quanto & expresso adequada a ser empregada, Alguns preferem o simples substantivo finanga ou finangas, sem adigo do adjetivo piblica ou piblicas, por considert-lo suficiente para indicar “o conjunto dos meios de riqueza de que se serve 0 Fstado para a consecugii dos seus fins” Outros autores, no entanto, adotam a expresso finanga piblica ou finangas piiblieas por entenderem que o termo finanga ou finangas é por si s6 imsuficiente, porque significa somente assuntos de dinheiro e sua administrago, enquanto o termo finangas publi- as, em seu sentido moderno, pressunde a existéncia de uma economia de dinheiro, Todavvia, Hugh Dalton reconhece que, embota a despesa pabliea consiste, em regra, em pagainentos em dinheito, existern “duas espécies de receitas piblicas niio expressas em dinheiro, que so: 8) certos servigos de pessoas nilo pagos em dinheiro; eb) o page- ‘mento de certas impostos por outros meios que nfo ém dinheiro, Alguns desses servigos arntaitos sto prestados voluntariamente aos poderes piblices, outres por forga da lei. Exemplos dos primeires, na Inglaterra, sio servigos para a magistratura e para empresas. [Exemplos dos itimos so 08 servigos do tir ¢ as obrigagées que tém todos os cidadios, de acorda com @ Common Law (Lei Civil), de ajudar na remogdo da neve das ruas, na extingdo de incéndios ¢ na ajuda a policia ma perseguiglo a assassinos © ladies, ‘Uma forma mais importante de servigos em muitas comunidades modemnas é o servigo militar obrigatorio. Mas este € pago, em- bora numa base muito mais baixa do que seria necesséri, a fim de obter um montante igual de servigo voluntirio pago”” Face as razdes expostas, entendemos sero termo finanga insuficiente para compreender a atividade financeira do Estado, pelo que deve vir acompanhada do adjetivo publica NOW bidasmo cohen g Nova ‘OM CONES WINCES