Você está na página 1de 2

XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO

Intensivo Semanal

INTENSIVO SEMANAL – XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO

Disciplina Ética Profissional


Aula 01

EMENTA DA AULA
1. Atividades privativas da advocacia.

GUIA DE ESTUDO
São hipóteses em que há a dispensa do advogado. Se uma lei especificar dispensar o
advogado e não deverá ser tácita.

1. Atividades privativas da advocacia: são elas:


a) Assessoria e consultoria jurídicas: consiste em atuação extrajudicial do advogado,
neste ponto o advogado atua preventivamente.
b) Visar atos constitutivos de pessoas jurídicas: microempresas e empresas de pequeno
porte configuram exceção a esta regra, pois dispensam o visto do advogado em seus
atos constitutivos.
O advogado que presta serviços para a Junta Comercial não poderá visar atos
constitutivos de pessoas jurídicas (art. 2º, parágrafo único do REAOAB).
c) Postular em juízo: são hipóteses em que há a dispensa do advogado:
 Habeas Corpus;
 Justiça do Trabalho: no caso de recurso no TST a presença do advogado é exigida
(Súmula 425 do TST);
 Justiça de Paz;
 Juizado Especial Cível: há a dispensa do advogado em causas de até 20 salários
mínimos, desde que não seja necessário o ingresso com recurso.
Obs.: Exercício efetivo da advocacia: se dá com a prática de, pelo menos, cinco atividades
privativas.
Procuração: é o instrumento do mandato. Se não for juntada por motivo urgente
poderá ser feita no prazo de 15 dias, prorrogável por igual tempo em única vez. Passados
os 30 dias, os atos praticados pelo advogado são considerados nulos.

EXAME DE ORDEM
Complexo Educacional Damásio de Jesus
XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO
Intensivo Semanal

Substabelecimento:
a) Com reserva de poderes: advogado A substabelece a procuração ao advogado B, mas
permanece no processo. Neste caso, os honorários somente serão recebidos pelo
substabelecido (advogado B) mediante aval do substabelecente (advogado A); logo o
advogado substabelecido não poderá contratar honorários com o cliente.
Haja vista a permanência no processo, não se faz necessária a informação ao cliente.
b) Sem reserva de poderes: advogado A substabelece a procuração ao advogado B, mas
sai do processo. Neste caso, os honorários serão calculados de forma proporcional (ao
tempo e trabalho de cada advogado).
Obs.: em relação à sucumbência, o advogado substabelecente também a receberá de
forma proporcional.
É necessário informar o cliente da saída do processo, uma vez que o advogado que
dará andamento ao processo diverge daquele que atendeu o cliente.
Renúncia e revogação da procuração:
Renúncia Revogação

Direito/dever do advogado. Direito do cliente.

Notificar o cliente de forma inequívoca A partir do dia seguinte à ciência da carta


(carta com AR, fax, e-mail, etc.). de revogação, o advogado não fará mais
parte do processo.

Prazo máximo de 10 dias da data do aviso O advogado que entra no processo após a
de recebimento para a efetiva saída do revogação não poderá fazer acordo que
processo. renuncie os honorários sucumbenciais, uma
vez que o advogado que saiu tem direito a
eles proporcionalmente.

Foro íntimo: o advogado não poderá revelar


o motivo da renúncia, é infração disciplinar.

EXAME DE ORDEM
Complexo Educacional Damásio de Jesus