Você está na página 1de 22

Portaria n.

01/2018-2
Considerando as orientações da Diretoria Acadêmica da Faculdade Estácio Teresina acerca da
elaboração, defesa e avaliação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC);
Considerando a necessidade de informar quanto aos procedimentos e prazos para realização dos
TCC’s;
A Coordenação de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) do Curso de Bacharelado em Direito da
Faculdade Estácio Teresina, em conformidade com as disposições legais,

RESOLVE:

Art.1º Informar o Cronograma de Atividades para o TCC 2018-2, conforme Anexo I.

Art. 2º Informar as Datas e Horários de atendimento para orientação dos TCC’s, conforme Anexo II.

I – Somente alunos devidamente matriculados na disciplina Metodologia da Pesquisa Jurídica II


podem ser orientados para realização do TCC 2018-2, podendo o professor orientador exigir o
comprovante de matrícula a qualquer tempo.
II – O grupo de alunos(as) deverá ter, no mínimo, três encontros presenciais, sob pena não autorização
de depósito e consequente reprovação na disciplina de Metodologia da Pesquisa Jurídica II,
inviabilizando a defesa do TCC (Anexo IV);
III – As orientações devem ser registrados na Agenda de Orientações, que serão assinadas pelo
orientador a cada encontro (Anexo III);, ficando a mesma sob a guarda dos orientandos, podendo ser
solicitada pelo orientador a qualquer tempo.
IV – O trabalho deve ser escrito atendendo às normas da ABNT, conforme Anexo IX.

Art. 3º Informar as Linhas de Pesquisa dos Orientadores e as Datas de Defesa dos TCCs, conforme Anexo
II.

Art.4º Informar que o Depósito para a Defesa dos TCCs deverá ser realizado no dia 19 de novembro de
2018, diretamente ao seu(sua) orientador(a), por meio de comprovante de entrega e recebimento (Anexo VI).

I – O artigo deve ser entregues ao seu (sua) orientador(a) com os seguintes documentos:

a) O artigo impresso em papel A4, com no mínimo 15(quinze) e no máximo 25 (vinte e cinco)
páginas em 02 vias, sendo uma para o orientador e outra para o examinador;
b) O pôster impresso em papel A4, conforme Anexo XIII, em02 vias, sendo uma para o orientador
e outra para o examinador;
c) Declaração de Autorização para Depósito do(a) Professor(a) Orientador(a), conforme Anexo VII,
em 02 vias, sendo uma para o orientador e outra para o examinador;
d) Termo de Responsabilidade Autoral, conforme Anexo V, individual, em 02 vias, sendo uma para
o orientador e outra para o examinador;
e) Formulário de identificação para Depósito do TCC (Anexo VI)
f) Comprovante de estar devidamente matriculado na disciplina Metodologia da Pesquisa
Jurídica II, sendo uma para o orientador e outra para o examinador.

II – Todos os documentos listados no Art.4º, inciso I devem ser entregues, em duas vias, organizados
em espiral na ordem disposta neste dispositivo, dentro de 01 (um) envelope devidamente identificado
com o nome dos alunos e o seu orientador, conforme Anexo VI.
III – A não realização do Depósito na data aprazada no art. 4º desta portaria implica na reprovação do
grupo de alunos.

Art. 5º Informar que a Defesa dos TCCs será realizada no dia 22 de novembro de 2018(quinta-feira), a
partir das 8:20h no período da manhã, 14:30 no período da tarde e 18:30 no período da noite.
I – A ordem de apresentação dos TCCs será definida pelo respectivo orientador.
II – Os orientandos podem convidar professores da IES para serem examinadores dos seus TCCs, no prazo
mínimo de 10 dias úteis antes da defesa, desde que haja autorização do seu orientador para tal convite.

Art. 6º Informar que o local da Defesa dos TCC’s será informado antecipadamente Coordenação de TCC.

Art.7º Informar que o grupo de orientandos e o respectivo orientador devem comparecer nos dias e horários
designados para defesa do TCC, sendo que a ausência dos orientandos acarretará a reprovação imediata na
disciplina de Metodologia da Pesquisa Jurídica II, e demais consequências em conformidade com o
Regulamento de TCC 2018.

Art. 8º Informar que a avaliação do TCC seguirá os critérios constantes da Ata de Defesa, conforme no
Anexo VI.

I – Não haverá nova oportunidade de apresentação para avaliação do TCC.


II – A ausência injustificada na data e horário designados para defesa e avaliação dos trabalhos implicará na
reprovação, e as consequências decorrentes dela.

Art. 9º Informar que o Depósito Definitivo do TCC deve ser até o dia 27 de novembro de 2018 ao seu
orientador, por meio do e-mail institucioal, devendo ser colocado como título do e-mail o seguinte:
“TCC_2018-2_Título do TCC”. No corpo do e-mail deve constar Título do TCC e os nomes completos dos
autores.

I – No email de Depósito Definito do TCC deve conter os seguintes documentos:


a) Artigo aprovado pela Banca Examinadora, em pdf e em word;
b) Pôster aprovado pela Banca Examinadora em pdf;
c) Termo de Responsabilidade Autoral em pdf, conforme Anexo V;
d) Ata de Defesa devidamente preenchida, de forma legível, com a assinatura da Banca Examinadora e dos
Alunos Orientandos constando, OBRIGATORIAMENTE, o número da matrícula dos Alunos Orientandos,
em pdf.
e) A não identificação da matrícula do aluno inviabilizará a inserção da nota no sistema acadêmico.
f) O email com todos os docuentos necessários ao Depósito definitivo deve ser encaminhado
DIRETAMENTE ao seu orientador que deverá encaminhar à Coordenação de TCC para os fins
procedimentais

Art. 10 Os trabalhos aprovados e que estiverem em conformidade com as regras desta Portaria serão
publicados nos Anais da IV Semana de Pesquisa Jurídica da Faculdade Estácio Teresina.

I – Havendo impossibilidade de leitura do arquivo, o trabalho automaticamente excluído dos Anais.

Art.11 Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação do Curso de Direito, Coordenação de TCC do
Curso de Direito e Diretoria Acadêmica.

Art. 12 - Esta Portaria entrará em vigor na data da sua publicação.

Teresina, 20 de Agosto de 2018.

Diretoria Acadêmica Coordenação do Curso de Coordenação de TCC


Bacharelado em Direito Direito
ANEXO I
CRONOGRAMA DE ATIVIDADES DO TCC 2018-2

Data Atividade

24/08/2018 Publicação das Linhas de Pesquisa dos Professores e Agenda de Atendimento

31/08/2018 Prazo final para apresentação dos temas de pesquisa pelos orientandos e sugestão de
orientadores(as), IMPRORROGÁVEL.

19/11/2018 Data final para Depósito do Artigo e do Pôster impresso em papel A4 e demais
documentos, que deve ser entregue ao seu orientador. Envelope identificado conforme
Portaria 2018-2.

22/11/2018 Data para Defesa do TCC, conforme Regimento 2018-2.

27/11/2018 Data para Depósito Final TCC (após a defesa e aprovação), para seu orientador via
E–MAIL IMPRORROGAVELMENTE.

OBS.: No período de 01/09/2018 a 18/11/2018 os orientandos DEVEM manter contato com seus
orientadores para AGENDAR os dias e horários das orientações OBRIGATÓRIAS, NO SEMESTRE,
conforme disponibilidade do professor.
ANEXO II
LINHAS DE PESQUISA E AGENDA DE ATENDIMENTO DOS PROFESSORES
ORIENTADORES 2018-2

PROFESSOR EIXOS E TEMÁTICAS E-MAIL AGENDA DE


DE PESQUISA ATENDIMENTO
caesar.adv@hotmail.com Segunda 18h às 22h
César Augusto Civil, Processo Civil, Quinta 16:20h às 18h
Constitucional, Penal e Sexta 18:30h às 20h
Proc. Penal, Direito do
Trabalho.
Osni Moritz Direito Constitucional, osnimoritzfilho@yahoo.com.br Segunda 20:20h às 22h
Direito Administrativo, Sexta 8h às 10h e 18 às 22h
Hermenêutica e
Argumentação Jurídica
Luis Cineas Direito do Trabalho luis.cineas@gmail.com Sexta 8h às 12h
Idelcelina Ximenes Direito das Coisas, idelcelina@yahoo.com.br Terça 14h às 16h
Responsabilidade Civil
Nestor Ximenes Direito Penal, Processo nestorximenes@hotmail.com.br Segunda 18:30h às 22h
Penal e Criminologia
Alessander Mendes Processo Penal e alessander.mendes@hotmail.com Segunda, Quarta, Sexta 18 às
Mediação. 18:30h
Terça 9:50h às 10:30h, Sexta
10:30h às 12h
Marconi Fonseca Direito Ambiental e marconi.fonseca@live.estacio.br Segunda 16h às 18h
Mediação.
Alexandre Bento Direito Civil e Processo alexandre.albuquerque@live.estacio.br Quinta 18:30h às 20h
Civil
Eduardo Diniz Estado, Cidadania e eduardo.diniz@estacio.br Segunda 20h às 21:40h
Processo
Responsabilidade Civil,
Advocacia e OAB
Chrystianne Moura Mediação e Direito Penal chrystianne.fonseca@estacio.br Quinta 17:30h às 18:30h
Samara Cunha Direito Tributário samara.cunha@estacio.br Quinta 17:30h às 18:30h
Eliana Freire Direitos Humanos eliana.nascimento@estacio.br Quinta 16:30h às 18h
Fundamentais, Mediação, Terça 16:30h às 18h
Educação Jurídica,
Filosofia e Sociologia
Jurídica
ANEXO III
AGENDAMENTO DAS ORIENTAÇÕES NO SEMESTRE

DATA DA 1ª ORIENTAÇÃO: HORÁRIO:

ORIENTADOR ORIENTANDOS

DATA DA 2ª ORIENTAÇÃO: HORÁRIO

ORIENTADOR ORIENTANDOS

DATA DA 3ª ORIENTAÇÃO: HORÁRIO:

ORIENTADOR ORIENTANDOS

DATA DA 4ª ORIENTAÇÃO: HORÁRIO:

ORIENTADOR ORIENTANDOS
ANEXO IV
Declaração de Autorização de Depósito do TCC assinada pelo(a) Orientador(a)

Eu, ________________________________________________________________ , orientador do Trabalho


de Conclusão de Curso (TCC) intitulado:
____________________ _______
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ ,
realizado pelos pesquisadores-orientandos:
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _RA_ _ _ __
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _RA__ __ _ _ __
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _RA__ __ _ _ __
autorizo a entrega da versão final, no modelo de trabalho acadêmico e do respectivo pôster.

Teresina, _ de _______________ de 2018.

_ __________ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Professor(a) Orientador(a)
ANEXO V
TERMO DE RESPONSABILIDADE AUTORAL (INDIVIDUAL)

Eu _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ , acadêmico do
curso de Direito, RA nº _ , orientado pelo professor _________________________ , declaro
para os devidos fins que o Trabalho de Conclusão de Curso atende às normas técnicas e científicas exigidas
na elaboração de textos, previstas nas Orientações técnicas para os trabalhos acadêmicos de conclusão do
Curso de Direito, conforme Anexo 13.
Declaro, ainda, que as citações e paráfrases dos autores estão indicadas e apresentam a origem da ideia
do autor com as respectivas obras e anos de publicação. Caso não apresente estas indicações, ou seja,
caracterize crime de plágio, estou ciente dasimplicações legais decorrentes deste procedimento.
O Código Penal em vigor, no Título que trata dos Crimes Contra a Propriedade Intelectual, dispõe sobre
o crime de violação de direito autoral – artigo 184 – que traz o seguinte teor: Violar direito autoral: Pena –
detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. E os seus parágrafos 1º e 2º, consignam, respectivamente:
§ 1º Se a violação consistir em reprodução, por qualquer meio, com intuito de lucro, de obra
intelectual, no todo ou em parte, sem autorização expressa do autor ou de quem o represente, (...): Pena –
reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa, (...).
§ 2º Na mesma pena do parágrafo anterior incorre quem vende, expõe à venda, aluga, introduz no
País, adquire, oculta, empresta, troca ou tem em depósito, com intuito de lucro, original ou cópia de obra
intelectual, (...), produzidos ou reproduzidos com violação de direito autoral. (Lei n.º 9.610,
de 19.02.98, que altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais, publicada no D.O.U. de
20.02.98, Seção I, pág. 3).

Declaro, ainda, minha inteira responsabilidade sobre o texto apresentado no trabalho acadêmico
desenvolvido e intitulado:
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Teresina, de ___________ de 2018.

__________ _ _ _ _
Assinatura do Acadêmico(a)
ANEXO VI
FORMULÁRIO DE IDENTIFICAÇÃO PARA DEPÓSITO DO TCC

Horário da Defesa:
Título do Trabalho:
____________________ _______
____________________ _______
____________________ _______

Nomes dos acadêmicos:


____________________ _______
____________________ _______
____________________ _______

Nome do Orientador(a)
____________________ _______

Teresina, de ___________ de 2018.

_ _ _ _ _ __________ _ _ _ _ _ _ _ _
Assinatura/Rubrica dos Acadêmico(a)s
ANEXO VII

FACULDADE ESTÁCIO DE TERESINA


ATA DE DEFESA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO

Em _______/________/2018 na Faculdade Estácio de Teresina-PI reuniu-se em ato público, a Banca Examinadora de Graduação do(a)s
aluno(a)s:
Matrícula nº
Matrícula nº
Matrícula nº
do Curso de Bacharelado em Direito, orientado por:
Titulação nº
composta pelo membro convidado(as)
Titulação nº

ocasião em que avaliaram a apresentação escrita e oral do Trabalho de Conclusão de Curso no formato de artigo científico e pôster acadêmico
intitulado:

Os critérios e seus respectivos parâmetros de avaliação pela Banca incluíram:

ASPECTOS DA APRESENTAÇÃO ESCRITA PONTOS PONTOS


POSSÍVEIS OBTIDOS
1. Aspectos formais do artigo – Estrutura formal do artigo de acordo com
regras da ABNT (título, nome dos autores, resumo, palavras chaves, abstract, key 1,0
words, paginação, espaçamento, tamanho da letra, margens, introdução,
desenvolvimento, conclusão, referência, apêndices e anexos)
2. Introdução (problema de pesquisa, justificativa e hipótese)
1,0
3. Desenvolvimento (Metodologia, elementos da discussão, análise e
resultados) 2,0
4. Conclusão (Coerente e conexa)
1,0

ASPECTOS DA APRESENTAÇÃO ORAL PONTOS PONTOS


POSSÍVEIS OBTIDOS
1. Abordagem dos elementos essenciais do artigo (introdução, referencial
teórico, metodologia, resultados, analises, discussão e conclusão). 2,0
2. Exposição oral (domínio do conteúdo e clareza nas explicações) e
coerência das ideias expostas no trabalho. 2,0
3. Respostas às questões apresentadas pela Banca Examinadora
(certeza, segurança, clareza nas explicações). 1,0
TOTAL
10,0

Mediante os resultados obtidos, os (as) alunos(as) são declarados:


( ) Aprovados nota igual ou superior a 7,0 (sete) ( ) Aprovados com restrições ( ) Reprovados nota inferior a 7,0 (sete)
Recomendações da Banca:

Prazo para cumprimento das recomendações: 5 (cinco) dias úteis, a contar do desta data.
OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:
a) A efetivação do registro da nota no sistema acadêmico fica condicionada ao depósito da versão final do TCC atendendo às determinações
da Portaria 2018-2, bem como a indicação do número da matrícula dos orientandos.
b) A não entrega do TCC no prazo inviabiliza os procedimentos necessários à formalização da colação de grau, para os acadêmicos do 10º
período.
CIÊNCIA DO RESULTADO DA AVALIAÇÃO
Assinatura dos Orientandos Assinaturas
1 Orientador
2 Examinador
3
ANEXO VIII
MODELO DE PÔSTER (É apenas uma sugestão!)
ANEXO IX
ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA OS TRABALHOS ACADÊMICOS DE
CONCLUSÃO DO CURSO DE DIREITO

MODELO DE ARTIGO DE PERIÓDICO - ABNT


ARTIGO CIENTÍFICO: REGRAS PARA ELABORAÇÃO: TÍTULO
Centralizado

Nome do (as) alunos (as) 1


Nome do (a) orientador (a)2

Resumo: O resumo deve apresentar o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do artigo. Deve ser
composto por frases concisas e afirmativas. Recomenda-se o uso de parágrafo único. Deve-se usar o verbo
na voz ativa e na terceira pessoa do singular. As palavras-chave devem figurar logo abaixo do resumo,
antecedidas da expressão: Palavras-chave; separadas entre si por ponto e finalizadas também por ponto. O
resumo deve conter: entre 100 e 250 palavras. A norma não especifica o espaçamento entre linhas; sugere-
se o espaçamento simples entre linhas.

Palavras-chave: Palavras que representam o conteúdo do texto.


A norma não especifica o número de palavras; sugerem-se de 3 a 5 palavras, separadas entre si, por ponto
final.

Abstract: (...)

Keywords: (...)

1 INTRODUÇÃO (utilizam-se um espaço de 1,5 entre linhas, antes e após os títulos).

A introdução é a parte inicial do artigo, onde se expõem a delimitação do assunto que será abordado, os
objetivos da pesquisa e os demais fatores necessários para situar o artigo (todo texto deve se digitado com
espaço 1,5 entre linhas).

2 REFERENCIAL TEÓRICO / DESENVOLVIMENTO

O desenvolvimento é a parte principal do artigo, em que são reveladas, de forma organizada e pormenorizada,
as ideias apresentadas. Pode ser subdividido em capítulos e subcapítulos, dependendo da forma de abordagem
do tema e seguir a NBR 6024:2003 - Numeração progressiva das seções de um documento.
1 Nome, com breve currículo que qualifique o autor na área de conhecimento do artigo, incluindo-se o endereço de e-mail.
2 Nome do orientador (se necessário), com breve currículo que qualifique o autor na área de conhecimento do artigo, incluindo-
se o endereço de e-mail.

2.1 Divisão das seções

Varia, em função da abordagem do tema.

2.1.1 Divisão das subseções (se houver)

Varia, em função da abordagem do tema.

3 CONCLUSÃO

Parte final do artigo, na qual se apresentam as conclusões correspondentes aos objetivos e às hipóteses.

Elementos Pós-Textuais

São os elementos que complementam um artigo.

Título e subtítulo (se houver), em língua estrangeira (elemento obrigatório): Deve ser centralizado,
porque não possui indicativo numérico.

Precede o resumo em língua estrangeira.

Resumo em língua estrangeira (elemento obrigatório). O resumo em língua estrangeira é um elemento


obrigatório, que faz a versão do resumo para um idioma de divulgação internacional. Em inglês, o resumo é
denominado Abstract ou Summary; em francês, Resume; em espanhol, Resumen; em alemão,
Zusammenfassung; e, em italiano, Riassunto.

Palavras-chave em língua estrangeira (elemento obrigatório) - As palavras-chave são denominadas: em


inglês Keywords; em francês Mots-clès e, em espanhol, Palabras clave.

NORMAS DE CITAÇÃO

Citação é a menção que se faz num texto que se está produzindo, extraída das fontes pesquisadas, com
o propósito de fundamentar, esclarecer, ilustrar ou reafirmar idéias, opiniões ou ideologias pertinentes ao
assunto em discussão.
As citações são regulamentadas pela Norma da ABNT – NBR 10.520 / 2002

TIPOS DE CITAÇÕES
A ) Citação Direta: transcrição textual (ipses litteres ) das palavras, idéias e conceitos do autor consultado.
Neste tipo de citação conserva-se a grafia, a pontuação, o uso de maiúsculas e até erros que o texto original
possua. Indica-se autor, ano e página da fonte.
As citações diretas podem ser: curtas ou longas.
► As citações diretas curtas têm até três linhas (no seu trabalho). São transcritas entre aspas duplas,
passando a integrar o seu texto, portanto mantém-se a fonte e o espaçamento entrelinhas usados no trabalho.
Exemplos:
● Conforme afirmam Mezzaroba e Monteiro (2003, p-254) “Imediatamente após a citação direta ou
textual, você também deverá obrigatoriamente indicar a fonte consultada, como na citação direta”.
● “Levando-se em conta as, formas de estudo do objeto de pesquisa, ela pode ser exploratória, descritiva ou
explicativa (PRESTES, 2003, p. 25).
► A citação direta longa tem mais de três linhas (no seu texto). Deve ser feita em parágrafo especial com
recuo de 4cm da margem esquerda, com fonte menor (10) do que a que está sendo usada (12), o espaçamento
entrelinhas deve ser simples e não tem aspas.
Exemplos:
● De acordo com Macedo (2001, p. 89):
O apontamento será formal, quando se transcreve as palavras textuais extraídas de
um documento, ou conceptual, quando se traduz as idéias de outrem com as próprias
palavras. Registram-se somente dados, fatos ou proposições mais importantes.
● As sugestões para se citar material eletrônico, entretanto, tendem a não ser definitivas
e devem modificar-se com muito mais freqüência do que as normas para documentos
impressos, em função do progresso da tecnologia (MATTAR NETO, 2002, p. 218).
► Na citação direta,quando se observa um erro no texto original (fonte) transcreve-se o texto mantendo-
se, inclusive, o erro e, logo depois dele, coloca-se entre parêntese a expressão “sic”.
Exemplo:
● Para que um advogado possa intervir em juízo é necessário que disponha de um mandado (sic).
Somente com esse instrumento ele poderá exercer determinadas atividades em nome daqu ele que lhe
concedeu (AUTOR, ano, p.).
B ) Citação Indireta: Interpretação das idéias do autor da fonte consultada, utilizando-as no nosso texto,
com as nossas próprias palavras. Indica-se apenas o autor e o ano de obra / fonte citada.
Exemplo:
● Segundo Macedo(2001, p.86) a pesquisa bibliográfica tanto pode ser uma pesquisa independente como
parte de outras pesquisas.
C ) Citação de Citação: Citação direta ou indireta de um texto do qual não se teve acesso ao original. Neste
caso, usa-se a expressão apud (citado por, conforme, segundo) após o nome do autor das idéias, seguida do
autor, ano e página (se for o caso) da obra consultada.
Exemplo:
● Para Hobhouse apud Hellen (1968, p. 272), se “se considerassem as instituições sociais como razão
objetiva, ficaria anulada a função da razão na sociedade humana”.
Obs.: Este tipo de citação só deve ser utilizado quando, realmente, não se tem acesso ao documento original.
REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO
a) Citações Inclusas no Texto: As chamadas pelos sobrenome do autor, pela instituição responsável ou pelo
título devem ser em letras maiúsculas (somente as iniciais) e em minúsculas as demais.
Exemplo:
● Como afirma Morais (2003, p.33) “ A monografia apresenta o resultado de um estudo aprofundado sobre
um único assunto “.

b) Nas Citações após o texto: o sobrenome do autor, o nome da instituição responsável ou o título da fonte
deve ser todo em letras maiúsculas, entre parênteses, seguido do ano da fonte e da página (se for o caso).
Exemplo:
● “ A monografia apresenta o resultado de um estudo aprofundado sobre um único assunto (MORAIS,
2003, p. 33).”
c) Nas citações após o texto: quando a fonte citada tiver até três autores, indica-se todos, separados entre si
por ponto e vírgula.
Exemplo:
● (CRUZ; CORREA; BARBOSA, 2006, p. 21)
d) Quando a fonte citada tiver mais de três autores : indica-se apenas o primeiro autor seguido da
expressão et al.
Exemplo:
(MONTEIRO et al. , 2006, p. 42)
e) Quando a fonte citada tiver mais de três autores e houver a indicação de um organizador,
responsável ou coordenador : deve-se indicá-lo na referência, seguido da expressão que o designou,
abreviada (org., resp., coord.).
Exemplo:
● (MACHADO [ org.], 2007, p. 15)
f) Citação de vários Trabalhos de um mesmo autor com coincidência de ano de publicação : distingue-
se as diferentes fontes pelo acréscimo de letras minúsculas, em ordem alfabética (conforme a lista de
referência) após a data, sem espaço.
Exemplo:
● De acordo com Pinheiro (2006 a, p16).
● (PINHEIRO, 2006b, p.15).
g) Citação indireta de informações contidas em diversas obras de um mesmo autor, com diferentes
datas de publicação: indica-se o sobrenome do autor seguido das datas das obras, em ordem cronológica,
separados por virgula.
Exemplos:
● Como afirmar Merriam (2000, 2004, 2006)
● (MERRIAN, 2000, 2004, 2006).
h) Coincidência de sobrenomes de autores: acrescenta-se ao sobrenome as iniciais de seus prenomes; se
mesmo assim ainda houver coincidência acrescenta-se o prenome por extenso.
Exemplos:
● (CASTELLANI, R. , 2003) (CASTELLANI, Rui, 2003)
● (CASTELLANI, R, 2006) (CASTELLANI, Rosa, 2006).
i) Citação indireta de diversos documentos de diferentes autores: devem ser mencionados
simultaneamente, em ordem alfabética, separados por ponto e vírgula.
Exemplo:
● Diversos autores salientam a importância da produção científica em IES (PAVANELE, 2002; ROCHA,
2005; ZANETE, 2007).
NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE REFERÊNCIAS
Referência é o conjunto de elementos identificadores de cada fonte consultada no decorrer de um
trabalho acadêmico / científico.
Ao final do trabalho deve-se listar, em ordem alfabética, as fontes efetivamente consultadas / utilizadas
na realização do trabalho. A este elemento pós-textual denomina-se Referências.
As normas aqui apresentadas estão em conformidade com a ABNT – NBR 6023 (agosto-2002).
1.1 Regras Gerais de Apresentação
a) As referências devem ser alinhadas apenas à esquerda do texto;
b) Para facilitar a identificação de cada documento, deve-se utilizar espaço simples entrelinhas da mesma
referência e espaço duplo (2 simples) entre diferentes referências;
c) O recurso tipográfico para destaque do TITULO, deve ser NEGRITO, uniformemente usado em todo
trabalho;
d) O SUBTITULO não deve ter destaque tipográfico;
e) O título deve ter apenas a 1ª letra maiúscula e, se for o caso, as iniciais dos nomes próprios que o
compõem;
f) Todas as referências constantes de uma lista devem manter o mesmo padrão. Se se optar pela inclusão de
elementos complementares (ilustrador, revisor, nº de páginas e etc) deve-se incluir os mesmos elementos em
todas as referências da lista;
g) Na falta de alguma informação sobre a fonte usam-se as seguintes abreviações
● [s.l.] sem local (cidade) de publicação,
● [s.n.] sem editora ,
● [s.d.] sem data (ano de publicação);
1.2 Tipos de Documentos (fontes para pesquisa)
● Monografias:livros,catálogos,enciclopédias,monografias,manuais,folhetos,dicionáriose etc;
● Publicações Periódicas: revistas, jornais etc.;
● Documentos resultantes de eventos: anais, atas, resumos e etc.
● Patente: documento que atesta / legaliza privilégio concedido por uma invenção.
● Documentos Jurídicos: legislação, jurisprudências, doutrinas.
● Imagens em movimento: filmes, videocassete, DVD etc.
● Documentos iconográficos: pinturas, gravuras, fotografias, cartazes, slides e etc.
● Documentos Cartográficos: atlas, mapas, globo, fotografias aéreas e etc.
● Documentos Sonoros: discos, CDs (compact disc) e etc.
● Documentos Tridimensionais: esculturas, maquetes, monumentos, esqueletos, animais empalhados e etc.
● Documentos de acesso exclusivo em meios eletrônicos: bases de dados, listas de discussão, BBS [sites],
arquivos em disco rígido e etc.
1.3 Definições dos Termos
● Autor (es): pessoa (s) física (s) responsável (eis) pela criação do conteúdo intelectual ou artístico de um
documento.
● Autor (es) entidade (s): instituição (ões), organização (ões), empresa (s), comitê (s), comissão (ões),
evento (s), etc. responsável (eis) por publicações em que não se distingue autoria pessoal.
● Capítulo, seção ou parte: divisão de documento, numerado ou não.
● Documento: qualquer suporte que contenha informação registrada, formando uma unidade que se possa
utilizar como fonte de consulta, estudo ou prova. Inclui: impressos, manuscritos, registros sonoros,
audiovisuais, eletrônicos e etc.
● Elementos complementares: são informações que, quando acrescentadas aos elementos, essenciais,
permitem melhor caracterização do documento referenciado.
● Elementos essenciais: são as informações indispensáveis à identificação de um documento. Esses
elementos estão estritamente vinculados ao suporte documental, portanto variam em conformidade com o
tipo de documento.
● Edição: todos os exemplares produzidos a partir de uma matriz. As reimpressões e tiragens pertencem à
mesma edição. Só se tem nova edição se a anterior sofrer alterações.
● Editora: casa publicadora, pessoa (s) ou instituição responsável pela produção editorial, conforme o
suporte documental utilizam-se outras denominações como: produtora, para imagens em monumento;
gravadora, para registros sonoros e etc.
● Monografia: item completo, constituído de uma só parte ou que se pretende completar em um número
preestabelecido de partes separadas.
● Publicação periódica: publicação editada em unidades físicas sucessivas, com designações numéricas e
/ou cronológicas a ser continuada indefinidamente.
● Subtítulo: informação que segue o título com vistas a esclarecê-lo ou complementá-lo conforme o
conteúdo do documento.
● Título: palavra expressão ou frase que designa o assunto / conteúdo de um documento.
1.4 Normas de Organização dos Elementos das Referências
(Todas as referências devem ser padronizadas e uniformes)
→ Os elementos essenciais de uma referência são: AUTOR (ES). Título: subtítulo (se houver). nº da edição.
Local de Publicação: Editora, ano de publicação.
→ Os elementos complementares da referência são: indicação de outros tipos de responsabilidade (tradutor,
ilustrador, revisor e etc.); informações sobre características físicas (nº de páginas, volume, ilustrações,
dimensões e etc.).
A) AUTOR (ES)
► Inicia-se pelo último sobrenome, por extenso, todo em caixa alta, seguido do (s) prenome (s) e demais
sobrenomes, estes apenas com a inicial maiúscula.
Exemplo.:
NEVES, Maria Helena de Moura. Gramática na Escola. 2. ed. São Paulo: Contexto, 1991
► De dois a três autores , indica-se todos, separando-os por ponto e virgula (;)
Exemplo:
ANDRADE, Maria M. de. ; HENRIQUES, Antonio. Língua Portuguesa: noções básicas para cursos
superiores. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1991.
CALDAS, M. Aparecida Esteves; SILVA, Sinézia C. de Araújo ; RAMIRES, Gilka F. Gomes. Pesquisa
escolar: conhecimento e utilização de fontes bibliográficas. Recife: Bagaço, 1995.
► Mais de Três autores , indica-se apenas o primeiro, seguido da expressão latina et al.
Exemplo:
GRINOVER, Ada Pellegrine et al. Juizados Especiais Criminais: comentários à Lei 9.099, de 26.09.1995.
2. ed. rev. atual. e aum. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1997.
► Até três autores com um identificado como coordenador, responsável ou organizador: indica -se os três,
identificando-se de forma abreviada o (coord.), (resp.) ou (org.).
Exemplo:
ALMEIDA, Luis Cláudio ; CHAVES, Carlos Alberto (org.) ; DEVID Lúcio Márcio. Fundamentos da
Administração Hospitalar. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2004.
► Mais de três autores sendo um deles identificado como organizador, responsável ou coordenador, indica-
se apenas este seguido da expressão que o identifica, de forma abreviada, entre parênteses (org.), (resp.) ou
(coord)
Exemplo:
SANTANA, Marcus Vinicius (org.). Pesquisa na área da saúde. 2. ed. São Paulo: Renovar, 2000.
► Autor-entidade, indica-se o nome da entidade / instituição, por extenso, em caixa alta.
Exemplo:
CENTRO DE ENSINO UNIFICADO DE TERESINA Manual para a elaboração de TCC. Teresina: Ed.
CEUT, 2003.
► Outras responsabilidades (tradutor, revisor, ilustrador), indica-se logo após o título.
Exemplo:
BELL, W. E. Dores orofaciais: classificação, diagnóstico e tratamento. Tradução Wilma S. Gomes. Rio de
Janeiro: Quintessence, 1991.
► Autor com sobrenome de parentesco (Júnior, Jr., Neto, Filho etc), o sobrenome de parentesco entra junto
com o sobrenome que o antecede.
Exemplo:
MAZZERINE NETO, Sávio Augusto. Pesquisa e produção do conhecimento. São Paulo: Renovar, 2002.
► Autor com sobrenome composto, ligado por hífen ou não, inicia-se pelo sobrenome composto, seguido do
(s) prenome (s) e demais sobrenomes.
Exemplo:
CASTELO BRANCO, Paulo de Almeida. Metodologia do Trabalho científico. 3. ed. Teresina: EDUFPI,
2001.
B) TITULO DA OBRA
► O título e o subtítulo (se houver) devem ser reproduzidos como figuram no documento, separados por
dois pontos, o título em negrito e o subtítulo sem destaque.
C) EDIÇÃO
► Indica-se a edição (à partir da 2ª) utilizando-se abreviaturas dos numerais ordinais e da palavra edição (
na forma adotada na língua do documento).
Exemplo:
3. ed. - 5th ed.
D) LOCAL DE PUBLICAÇÃO
► Indica-se o nome do local (cidade) tal como figura no documento. No caso de homônimos de cidades,
acrescenta-se o nome do estado / do pais.
Exemplo:
Teresina : - Campinas / SP
E) EDITORA
► Indica-se o nome da editora tal como figura no documento, suprimindo-se palavras que designam a
natureza jurídica ou comercial, desde que não prejudique a identificação.
Exemplo:
Atlas , - EDUFPI - Editora Revista dos Tribunais
F) DATA (ano de publicação)
► A data de publicação deve ser indicada em algarismos arábicos. Em caso de publicação periódica deve (
m )ser indicado ( s ) o (s ) mês ( es ) de forma abreviada.
MODELOS DE REFERÊNCIAS (Fontes Diversas)
Elementos essências: autor(es). Título. Edição. Local: editora, data.

1) Monografias no todo (inclui livro e / ou folheto (manual, guia, catálogo, enciclopédia, dicionário etc) e
trabalhos acadêmicos (ensaio, dissertação, tese).
Exemplos:
MARTINS,AlbertoLuis.Metodologia do Trabalho Científico. 3. ed. São Paulo: Rêspel
2003.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. Levantamento epidemiológico da saúde bucal:


manual de instruções. 4. ed. São Paulo: Santos, 1999.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS NBR 10520: informação e documentação:


citações em documentos. Apresentação. Rio de Janeiro, 2002.

BRASIL. Constituição da Republica Federativa do Brasil. 8.ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2003.

MUSEU DA IMIGRAÇÃO (SÃO PAULO, SP). Museu da Imigração – S. Paulo: catálogo. São Paulo,
1997.

2) Monografia no todo – em meio eletrônico (CD-ROM e ON-LINE)


Exemplos:
KOOGAN, André; HOUAISS, Antonio (ed.) Enciclopédia e dicionário digital 98. Direção Geral de André
Koogan Breikmam. São Paulo: Deta Estadão, 1998. 5 CD-ROM.
MONTEIRO, C. A. F. A dinâmica climática e as chuvas no Estado de São Paulo: versão 1.0. Rio Claro:
Grupo de pesquisa climatológica Geográfica do CNPq, Associação de Geografia Teorética, 2000. 1 CD -
ROM.
SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Tratados e Organizações Ambientais em matéria de
meio ambiente. In:_ . Entendendo o meio ambiente. São PAULO, 1999. v. 1. Disponível em:
(http://www.bdt.org.br/sma/entendendo/atual.htm). Acesso em 08 mar. 1999.
CUNHA, Euclides da. Os Sertões. São Paulo: Três, 1984. Disponível em: ( http://users.cmg.com.br/secult/).
Acesso em: 04 jun. 2004.
3) TCC, Dissertações eTeses
Exemplos:
BAEZ, Narciso L. Xavier. Execução de quantia certa contra a fazenda pública a partir da Constituição
Federal de 1988. 2002. 58f. Monografia (Especialização em Direito Processual Civil) – Universidade do
Oeste de Santa Catarina, Chapecó, 2002.
BUENO, M. S. S. O salto na escuridão: pressupostos e desdobramentos das políticas atuais para o ensino
médio 1998. 257 f. Tese (Doutorado em Educação) Faculdade de Filosofia e Ciências – Universidade Estadual
Paulistana, Marília, 1998.
4) Publicações Periódicas (Revistas, Jornais e Boletins)
Exemplos:
REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA. Rio de Janeiro: IBGE, 1939.
BOLETIM GEOGRÁFICO. Rio de Janeiro: IBGE, 1943 – 1978. Trimestral.
SÃO PAULO MEDICAL JOURNAL. São Paulo: Associação Paulista de Medicina, 1941. Bimestral. ISSN
0035-0362.
EXAME. São Paulo: Ed. Abril, Ano 40, n. 24, 6 dez. 2006.
5) Artigos de Periódicos Científicos (impressos)
Exemplos:
TOURINHO NETO, F. C. Dano Ambiental. Consulex, Brasília, DF, ano 1, n. 1, p. 18 -23, fev. 1997.
MANSILLA, H.C.F. La controvérsia entre universalismo y particularismo en la filosofia de la cultura.
Revista Latinoamericana de Filosofia, Buenos Aires, v. 24, n. 2, primavera 1998.
LEITE, F. Ovelhas nascem de ovários congelados. Folha de São Paulo, São Paulo, 30 jun. 2001. Folha
Ciência, p. 10.
MARCELO, Cláudia. Crescem os lares sob chefia da mulher. Diário Catarinense, Florianópolis, 12 maio
2002. p. 34.
GONÇALVES FILHO, Antonio. Crítico de arte elege a Mona Lisa Brasileira. Diário do Povo do Piauí,
Teresina, 10 mar. 2008. Folha Cidade, p. 12.
6) Artigos de Jornal(ON-LINE)
Exemplos:
SILVA, M. M. L. Crimes da era digital. Net, Rio de Janeiro, nov. 1998. Seção Ponto de Vista. Disponível
em: (http://www.brazilnet.com.br/contexto/brasilnevistas.htm). Acesso em 28 nov. 1998.
RIBEIRO, P.S.G. Adoção à brasileira: uma análise sociojurídica. Dataveni@, São Paulo, ano 3, n. 18, ago.
1998. Disponível em: (http://www.datavenia.inf.br/frame.artig.html). Acesso em: 10 set. 1998.
7) Trabalhos apresentados em eventos
Exemplos:
BRAYNER, A. R. A. ; MEDEIROS, C.B. Incorporação do Tempo em SGBD orientado a objetivos. In:
SIMPOSIO BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS, 9. 1994, São Paulo. Anais... São Paulo : USP, 1994.
p. 16-29.
SOUZA, L. S.; BORGES, A. L.; REZENDE, J. O. Influência da Correção e do preparo do solo sobre algumas
propriedades químicas do solo cultivado com bananeiras. In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE
DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PALNTAS. 21. 1994, Petrolina. Anais ... Petrolina EMBRAPA CPATSA,
1994. p. 3-4.
8) Documento Jurídico
→ Inclui: legislação, jurisprudência (decisões judiciais) e doutrinas (interpretação de textos legais).
Exemplos:
BRASIL. Constituição (1988). Emenda Constitucional nº 09, de 9 de novembro de 1995. Dá nova redação ao
art. 177 da Constituição Federal, alterando e inserindo parágrafos. Lex: legislação federal e marginália, São
Paulo, v. 59, p. 1966, out. / dez. 1995.
BRASIL. Medida provisória nº 1.569-9, de 11 de dezembro de 1997. Estabelece multa em operações de
importação, e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo,
Brasília, DF, 14 dez. 1997. Seção 1, p. 29514.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.
Brasília, DF, 1996.

BRASIL. Consolidação da legislação previdenciária: regulamento e legislação complementar. Organizador


Aristeu de Oliveira. 6. ed. São Paulo: Atlas, 1997.

BRASIL. Portaria MEC nº 1886, de 30 de dezembro de 1994. Fixa as diretrizes curriculares e o conteúdo
mínimo do curso jurídico. Diário Oficial da União. Brasília, 4 jan. 1995.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Súmula nº 14. In: . Súmulas. São Paulo: Associação dos
Advogados do Brasil, 1994. p. 16.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Habeas-Corpus nº 181. 636-1, da 6ª Câmara Cível do Tribunal de
Justiça do Estado de São Paulo, Brasília, DF, 6 de dezembro de 1994. Lex: jurisprudência do STJ e Tribunais
Regionais Federais, São Paulo, v. 10, nº 103, p. 236-240, mar. 1998.

9) Legislação (CD-ROM)
Exemplos:
BRASIL. Regulamento dos Benefícios da previdência social. In: SISLEX: Sistema de Legislação,
jurisprudência e Pareceres da Previdência e Assistência Social. [s.l.]: DATAPREV, 1999. 1 CD-ROM.

BRASIL. Lei nº. 9468, de 10 de julho de 1997. Institui o programa de desligamento voluntário de servidores
civis do Poder Executivo Federal e dá outras providências. Diário Oficial da União: República Federativa
do Brasil: Poder Legislativo, Brasília, DF, 11 JUL. 1997. LIS – Legislação Informatizada Saraiva, São Paulo:
Saraiva, n. 45, abril / maio 2001. 1 CD-ROM.

10) Legislação (ON-LINE)


Exemplos:
BRASIL. Lei nº 9.887, de 7 de dezembro 1999. Altera a legislação tributária federal . Diário Oficial [da]
República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 8 dez. 1999. Disponível em (http://www.in.gov.br/mp-
leis/leis-texto-asp?id=LEI%209887). Acesso em: 22 dez. 1999.

BRASIL. Constituição (1998). Constituição da República Federativa do Brasil: versão atualizada até a
emenda nº 30/2000. Disponível em (http://www.teiajurídica:com.br). Acesso em: 05 jun. 2001.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Súmula nº 14. Não é admissível, por ato administrativo, restringir, em
razão de idade, inscrição em concurso para cargo público. Disponível em
(http://www.truenetm.com.br/jurisnet/sumusSTF.html). Acesso em 29 nov. 1998.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Vistos, relatados e discutidos estes autos, acordam os Ministros da
Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça, na conformidade dos votos e das notas taquigráficas a seguir,
por unanimidade, rejeitar os embargos de declaração. Acórdão da 6ª turma do STJ. Relator: Ministro
Fernando Gonçalves. Disponível em: (http://www.teiajuridica.com). Acesso em: 3 jun. 2001.