Você está na página 1de 4

NBR 12655/96 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –

PROCEDIMENTOS

NBR 12655/06
(Concreto - Preparo, Controle e
recebimento) fck = ?

NBR 12655/06 NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO -


PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO – PROCEDIMENTOS
PROCEDIMENTOS
O preparo, controle e recebimento de concreto, destinado à execução
de estruturas de concreto armado é protendido, é regulamentado
“Resistência característica à pela norma NBR 12
12..655 (Concreto
(Concreto--Preparo, controle e recebimento),
compressão de projeto” não se aplicando a concreto projetado, pavimentos ou concreto
massa para barragens
barragens..

Valor de referência que o projetista


A seguir serão citados alguns pontos relevantes da NBR 12
12..655
655,, para
adota como base de cálculo, efeito de conhecimento
conhecimento..

sendo associada a um nível de confiança


A aceitação do concreto, segundo a norma, consiste de duas etapas
etapas::
de 95%.
a aceitação do concreto fresco (provisória) e a
aceitação definitiva, efetuadas através de ensaios de controle
de aceitação do concreto
concreto;;

NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –


NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO - PROCEDIMENTOS
PROCEDIMENTOS

As dosagens de concretos de classe 15 ou superior devem ser A resistência de dosagem deve atender as condições de variabilidade
prevalecentes durante a construção
construção.. Esta variabilidade, medida pela
definidas através de dosagens racionais e experimentais, devendo os pelo desvio Sd, é levada em consideração no cálculo da resistência de
estudos de dosagens ser realizados com os mesmos materiais e dosagem, segundo a equação
equação::
condições semelhantes para aquelas da obra
obra;;
fcj = fck + 1,65
65Sd
Sd
Só é permitida dosagens empíricas em concretos de classe C10 e Onde:
Onde:
mesmo assim, com consumo mínimo de 300 kg de cimento por fcj é a resistência média do concreto a compressão, prevista para a
cúbico de concreto
concreto;; idade de j dias, em megapascals
megapascals;;
fck é a resistência característica à compressão (megapascals),
especificado pelo projetista, em função do cálculo estrutural, prevista
para ser atingida a j dias
dias;;
Sd é o desvio padrão da dosagem, em megapascals, sendo
arbitrado, caso não se conheça, em função da condição de preparo
do concreto
concreto;;
1,65 Este valor está associado ao nível de confiança de 95
95%%, em
uma distribuição de Gaussiana
Gaussiana..

1
NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO – NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –
PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTOS

A NBR 12655 estabelece 03 condições de preparo para o concreto, As condições de preparo do concreto são definidas a seguir
seguir::
A,B e C, sendo mostrada na tabela a seguir de correlação entre a Condição A: Aplicável a todas as classes de concreto, de C10 a
condição de preparo e o desvio padrão a ser adotado no cálculo de C80
80.. O cimento e agregados são medidos em massa, sendo a água
resistência média de dosagem
dosagem.. medida em massa ou volume com dispositivo dosador e corrigida em
Condição Desvio Padrão (MPa) função da umidade da areia
areia;;
A 4,0
Condição B: Nesta condição de preparo, a NBR 12655 só é
B 5,5
permitida a produção de concretos de classes C10 até C20
20.. Nesta
C1 7,0
condição, o cimento é medido em massa, os agregados em volume e
1 Para condição de preparo C, e enquanto não se
conhece o desvio
desvio--padrão, exige
exige--se para concretos de a água de amassamento medida em volume, mediante dispositivo
classe C15 o consumo mínimo de 350 kg por dosador. A umidade do agregado deve ser retirada regularmente (no
dosador.
mínimo 03 vezes por turno) e o volume do agregado miúdo corrigido
Após o início da obra, pode
pode--se adotar o desvio padrão obtido através pela curva de inchamento estabelecida especificamente para o
dos ensaios de aceitação
aceitação.. No entanto este desvio não poderá ser
inferior a 2 MPa
MPa.. material utilizado
utilizado..

NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO – NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –
PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTOS

OBS:: Na condição B, ainda pode


OBS pode--ser produzido o concreto de classe O controle de aceitação é formado pelo ensaio de
C25
25,, desde que agregados sejam medidos em massa combinada com
consistência e os ensaios de resistência à compressão.
o volume
volume.. Nesta condição particular, a obra deverá dispor de balança
No concreto fabricado na obra, o ensaio de abatimento deve ser
calibrada para que se possa fazer a rápida conversão entre a massa e
realizado quando ocorrer variação na umidade do agregado ou nas
o volume, quando se fizer necessário
necessário;;
seguintes situações
situações::
- Na primeira amassada do dia
dia;;
Condição C: Nesta condição de preparo, a NBR 12655 só é - Ao iniciar o preparo do concreto após uma interrupção da jornada
permitida a produção de concretos de classes C10 até C15
15.. O de concretagem de pelo menos 2 horas
horas;;
cimento medido em massa, os agregados em volume e a água é
- na troca de betoneiro
betoneiro;;
medida em volume e a sua quantidade é corrigida em função da
- cada vez que forem moldados corpos de prova
prova..
estimativa da umidade dos agregados e da determinação da
consistência do concreto
concreto.. Para os concretos usinados, o ensaio de abatimento deve ser
realizado para todo o caminhão betoneira
betoneira..

NBR 12655/96 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –


PROCEDIMENTOS NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –
PROCEDIMENTOS

No controle der aceitação


aceitação,, os resultados de resistência à
Para cada lote deve ser feita uma amostragem de exemplares
exemplares.. Cada
compressão das amostras são utilizados para a aceitação ou
exemplar deve ser constituído por dois corpos de prova de mesma
rejeição dos lotes, que são volumes de concretos definidos, os
amassada, para cada idade de rompimento
rompimento.. Como resultado
quais são analisados estatisticamente para aceitação ou rejeição
representativo do exemplar, toma
toma--se o maior dos dois valores
como um todo
todo.. Os lotes são formados seguindo os critérios
obtidos..
obtidos
definidos pela tabela abaixo, mostrada a seguir
seguir::
12..655 admite dois tipos de controle da resistência à
A NBR 12
Limites superiores Solicitação dos elementos principais da estrutura
compressão do concreto: o controle estatístico do concreto
Compressão ou Flexão
compressão e flexão por amostragem parcial e o controle do concreto por
Vol. de concreto 50 m3 100 m3 amostragem total.
Nº de andares 1 1 Para cada um dos 02 tipos de controle é prevista uma forma de
Tempo de conc. 03 dias de concretagem 1 cálculo do valor estimado da resistência característica fckest dos lotes
1)este período deve estar compreendido no prazo máximo de sete formados..
formados
dias, que inclui eventuais interrupções para tratamento de juntas

2
NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO – NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –
PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTOS

a) Para lotes com número de exemplares 6 ≤ n < 20


20.., o valor
A) Controle estatístico por amostragem parcial
estimado da resistência característica à compressão (fckest) é
Este tipo de controle se aplica, tanto a concreto produzido em obra,
calculado pela expressão abaixo
abaixo..
quanto a concreto produzido em central
central.. Este controle se
caracteriza pela retirada de exemplares de apenas algumas
betonadas do total de betonadas que são empregadas para a fckest = 2 f1 + f2 + ..... fm-1 - fm
produção do volume de concreto perfaz o lote
lote.. O número mínimo m -1
de exemplares deve ser seis (06
06)
) para concretos do grupo I
(classe até C50
50,, inclusive) e doze (12
12)) exemplares para Onde:
Onde:
m = n/
n/2
2. Despreza
Despreza--se o valor mais alto de n, se for impar
impar;;
concretos do grupo II
II..
f1, f2, .....
.....,, fm = valores das resistências dos exemplares, em
Para este tipo de controle estatístico, o valor estimado deve ser ordem crescente
crescente..
calculado através dos seguintes critérios
critérios.. Não deve ser tomado valores para o fckest inferiores a Ψ6 x f1,
sendo Ψ6 um valor tabelado, o qual é função do tipo de preparo e
número de exemplares da amostra
amostra..

NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –


PROCEDIMENTOS NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –
PROCEDIMENTOS

b)Para lotes com número de exemplares n ≥ 20


20,, o valor estimado da
resistência característica à compressão (fckest) é calculado pela
Condição Número de exemplares
de expressão abaixo
abaixo..
preparo 2 3 4 5 6 7 8 10 12 14 ≥ 16

A fckest = fcm – 1,65 Sd


0,82 0,86 0,89 0,91 0,92 0,94 0,95 0,97 0,99 1,00 1,02

BeC 0,75 0,80 0,84 0,87 0,89 0,91 0,93 0,96 0,98 1,00 1,02
Onde::
Onde
Nota – Os valores de n entre 2 e 5 são empregados para os casos
Fcm é a resistência média dos exemplares do lote, em
excepcionais
megapascals;;
megapascals
Sd é o desvio
desvio--padrão do lote para n-1 resultados, em megapascal
megapascal..

NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO – NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –
PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTOS

a) Para n ≤ 20,
20, o valor estimado da resistência característica à
B) Controle estatístico por amostragem total compressão (fckest) é calculado pela expressão abaixo.
(100
100%%)
Este tipo de controle consiste na amostragem de todos as fckest = f1;
amassadas (betonadas) que perfazem o lote
lote.. Só se aplica a Onde:: f1 é o menor valor de resistência obtido nos exemplares
Onde exemplares..
concreto usinado, a medida que é impossível tirar amostras de
exemplares de todas betonadas de uma concretagem
concretagem..
Para este tipo de controle estatístico, o valor estimado deve ser b) Para n > 2020,, o valor estimado da resistência característica à
calculado através dos seguintes critérios
critérios.. compressão (fckest) é calculado pela expressão abaixo
abaixo..

fckest = fi
Onde::
Onde
i = 0,0505n
n. Quando o valor de i for fracionário, adota
adota--se o número
inteiro imediatamente superior
superior..

3
NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –
PROCEDIMENTOS NBR 12655/06 PREPARO, CONTROLE E RECEBIMENTO –
PROCEDIMENTOS
Casos excepcionais
excepcionais::
Pode--se dividir a estrutura em lotes correspondentes a no
Pode Os lotes de concreto são aprovados automaticamente, quando o
máximo 10 m3 e amostrá
amostrá--los com número de exemplares entre valor estimado da resistência característica à compressão,
2 e 5. Nestes casos, denominados excepcionais, o valor calculado, conforme descrito a acima, satisfizer a relação
relação::
estimado da resistência é dado por
por::
fckest ≥ fck

fckest = Ψ6 . f1

onde::
onde
f1 é o menor valor dos exemplares
Ψ6 é dado pela tabela 3 para os números de exemplos de 2 a 5.