Você está na página 1de 3

COMUNIDADE EVANGÉLICA SARA NOSSA TERRA - SEDE

INSTITUTO DE VENCEDORES – IV
MÓDULO II
PROF.ª: PASTORA MONIQUE
ALUNA: PATRICIA AGUIAR DE OLIVEIRA
EQUIPE: INTENSOS

VITÓRIA NOS RELACIONAMENTOS: Você pode Conseguir


Bispa MARIA LÚCIA RODOVALHO
Resenha Crítica

JOÃO PESSOA-PB
JANEIRO 2019
Resenha do livro de Maria Lúcia Rodovalho, Vitória nos Relacionamentos: Você pode
Conseguir, SBE Edições e Produções. (Brasília, 2003) 119p.

OLIVEIRA, Patricia Aguiar1

O livro “Vitória nos Relacionamentos: Você pode Conseguir”, da SBE Edições e


Produções, escrito por Maria Lúcia Rodovalho tem uma linguagem bastante simples e
envolvente, e através da Oração de Jabez em destaque no início do livro que encontramos
em I Crônicas 4. 9-10 a autora nos direciona a entender a necessidade de alargar nossas
fronteiras emocionais, pois o tema tem ligação direta com o nosso relacionamento com
Deus e com o nosso relacionamento interpessoal (com cônjuge, amigos, colegas de
trabalho, família, membros da Igreja, e etc.).

Através de doze curtos capítulos, a Bispa Maria Lúcia nos desafia a ser uma pessoa
melhor para termos relacionamentos melhores. Essa evolução enquanto pessoa vem, se
ao invocarmos a Deus como Jabez fez, nos dispondo a mudar de vida, pois ... somos filhos
de Deus, criados em Cristo Jesus, gerados pelo Espírito Santo (p.14), entendemos então
que, o que precisamos para sermos melhores, encontramos em Deus.

A autora começa nos mostrando a fé de Jabez em pedir as benções de Deus, fato que o
levou a ter um destaque em meio a uma genealogia citada em I Crônicas. A parti dai ela
nos convida a responder “Quais são os limites demarcados da sua vida?” (p. 20) pois as
vezes o que pedimos a Deus, não suportamos receber. Por isso devemos alargar nossas
fronteiras emocionais.

No decorrer dos ensinamentos sobre como executar esse “alargamento” aprendemos


algumas lições que por mais que pareçam obvias, no dia-a-dia não nos damos conta de
quão importantes são, como: Casamento não cura problema de solidão (p.31); Atraímos
e somos atraídos por aqueles que são iguais a nós (p. 33); Temos que aprender a amar as
diferenças. As diferenças dos outros que estão perto de nós é que vão contribuir para
sermos pessoas melhores (p.37); A gente sabe que amor é aceitação, mas nós confundimos
aceitação com aprovação (p.41); Amargura é a vingança não executada (p.45); O diabo
desiste daquele que persevera (p. 97); Você só vai crescer se enfrentar as dificuldades (p.
104). Em uma narrativa simples e objetiva a Bispa nos ensina esse caminho.

1 Aluna do IV Módulo II
Em seu sexto capítulo “Semeadura nos Relacionamentos” Maria Lúcia descreve as sementes
necessárias para que os relacionamentos sejam solidificados. Primeira semente, a Aliança,
algo que não se quebra, não importa as circunstâncias; Segunda semente, o Amor e a
Generosidade, usados de forma incondicional e constante; Terceira semente, Perdão, pois
ninguém é perfeito. Com as sementes certas então, recebemos o amor adequado.

O livro enfatiza “O propósito da Família” em seus capítulos oitavo e nono, mostrando que:
Família é um lugar de proteção; Família é um lugar onde as pessoas se sentem bem-
vindas e são especiais pelo que são e não pelo que fazem; Família é um lugar de parceria;
Família é um lugar de aceitação, de apoio, de segurança, de limite e de respeito; Família
é um lugar de apoio. Neste contexto, tiramos os seguintes ensinamentos: “aceite cada
membro como eles são e não espere que eles sejam como você”, pois... “as pessoas não
mudam quando você exige mudança, mas elas mudam quando você muda” (p. 85);
sabendo que “o Espírito Santo, é poderoso para fazer mudanças quando você ora” (p.87),
e faça a sua parte pois “Apoio é envolver a outra pessoa com palavras e ações” (p.88)

Por fim, no último capítulo, intitulado “Unção para o Sucesso”, a escritoras resume três
fatores que irão delinear nosso sucesso: Ter uma Identidade Espiritual; Assumir a
Responsabilidade da sua vida; e Ter Propósito na Vida. E conclui “Vale a pena confiar no
Senhor!” (p.118).

É uma obra que pode ser recomendada para eclesiásticos, seminaristas e estudantes, a
fim de que seja feita uma análise crítica de seu conteúdo que dialoga com as Sagradas
Escrituras, pois não usa linguagem cansativa e rebuscada explicando claramente todos
os termos utilizados, se tornando uma ótima ferramenta de consulta e aprendizado sobre
desenvolvimento pessoal e relacionamentos.

Maria Lúcia Rodovalho é Doutora Honoris Causa em Filosofia com especialização em


Terapia Familiar Sistêmica. É Bacharel em Psicologia Clínica pela UCB e Teologia.
Atualmente preside a Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra de Brasília, na qual é
Bispa, e coordena eclesiasticamente o Ministério Sara Jovem. É autora dos livros: O
propósito de Deus para família cristã; Relacionamento em crise; Paternidade – a busca de
um filho; A Cura da alma; Os Improváveis; Felizes para sempre; Espelho, espelho meu,
que mulher sou eu?; Viva feliz; Reconstruindo sua Vida Emocional; dentre outros.