Você está na página 1de 25

Colares de

Cordas com Nós


ISABEL AKEL - THE JOY BIJOUX
COLARES DE CORDAS COM NÓS

-2-

O curso
Já pensou que a modelagem digi-
tal pode ser um diferencial no seu
currículo para conseguir um novo
emprego ou uma promoção? Já
pensou em usar o sistema CAD
para modernizar o seu ateliê de
modelagem? Com este curso da
eduK, você conhecerá o passo a
passo para utilizar um sistema
CAD de modelagem, o que pode-
rá abrir portas no mercado de tra-
balho. Armazenar modelagens em
papel não é mais necessário, e as
alterações e ampliações de tama-
nhos ficarão mais rápidas e segu-
ras. A tecnologia não é um empe-
cilho para o seu crescimento, ela
pode ser o seu diferencial para ir
mais longe!

NÍVEL DO CURSO Iniciante

ACESSE PELO APP assista a


cursos ao vivo e acesse o catálogo
de seu smartphone ou tablet.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

-3-

A expert
Nascida em Barcelona, Isabel Akel
veio para o Brasil aos 5 anos de idade.
Desde pequena sempre teve habili-
dades com as mãos. Foi Cabeleireira
e Esteticista. Quando seus filhos nas-
ceram surgiu a necessidade de abrir
um novo negócio, uma nova fonte de
renda, no começo não foi fácil. Mas
com um dom natural para criar e
produzir novos acessórios, os clientes
foram surgindo. Após algum tempo
com a empresa, surgiu um convite da
Revista Pequenas Empresas Grandes
Negócios, para mostrar como novos
empreendedores podiam trabalhar de
sua própria casa. Desse dia em dian-
te Isabel decidiu que era isso mesmo
que ela queria fazer para o resto de sua
vida. Há mais de 30 anos Isabel cria
coleções de acessórios para diversas
marcas, entre elas: Levi’s, Spezatto, Ió-
dice e Le Lis Blanc. Há mais ou menos
um ano criou uma nova linha de aces-
sórios, na sua marca, a The Joy Bijoux,
os colares de corda com nós, acessório
versátil, bonito e moderno para quem
quer estar bem produzido.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

-4-

Sumário
LISTA DE MATERIAIS...................................................................5

LISTA DE FORNECEDORES ......................................................5

AS PEÇAS......................................................................................6

TIPOS DE CORDAS .....................................................................8

MEDIDAS PARA NÃO HAVER


DESPERDÍCIO...............................................................................8

ACABAMENTOS..........................................................................9

ENCAPAR A CORDA
CRUA COM TECIDO....................................................................9

CORRENTES E PONTEIRAS....................................................10

TIPOS DE ACABAMENTOS......................................................11

CUIDADOS PARA MANUTENÇÃO


E CONSERVAÇÃO DAS PEÇAS ............................................11

CORES VERÃO 2017/2018


E INVERNO 2018.......................................................................12

DICAS DE PRECIFICAÇÃO......................................................13

NÓS ..............................................................................................14

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

-5-

Lista de materiais
• Corda de algodão cru • Ponteiras de alumínio
• Cordas sintéticas lisas • Ponteiras de zamac
• Cordas sintéticas estampadas • Alfinete
• Tecido plano liso • Redinha
• Tecido plano estampado • Cola de silicone líquida
• Seladora
• Durex
• Isqueiro
• Tesoura
• Alicates de bijuteria e artesanato
• Cordão de São Francisco
• Corrente

Lista de fornecedores
CRZ EMPORIUM METAIS
Rua Vasco da Gama, 71 - Brás. Telefone: Seladora de fio sintético:
3333-4470 Rua Vasco da Gama nº 51 – Brás. Telefone:
3229.6651

NATHALIA BIJOUX CASA DAS CORDAS


- Loja de acabamentos para colares. Cordas de vários modelos
https://www.nathaliabijoux.com.br/ http://www.casadascordas.com.br/

THALÍA AVIAMENTOS ELO 7


Rua Julio Conceição, 440 – Bom Retiro. Tele- Alicates para bijuterias
fone: 3223.8170 https://www.elo7.com.br/

NIL.ARTE MIX METAIS


Loja de aviamentos que tinge e vende a corda Acabamentos de metais variados para todos
de algodão e o cordão de São Francisco. os segmentos de moda.
Rua Conselheiro Dantas, 60 – Pari. Telefone: Rua Rangel Pestana nº 1163 – Brás
2832.5777

IRMÃOS HALULI
https://www.irmaoshaluli.com.br/

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

-6-

As peças
SUZI MARCI

2 cordas de 67cm cada 2 cordas de 67cm cada

LOOP ELIS

2 cordas de 100cm cada 2 cordas de 85cm cada

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

-7-

ALICIE

2 cordas de 130 cm
cada

GRAZI

2 cordas: 1 com
130 cm e a outra
com 70 cm cada

NÍVEL DE DIFICULDADE: TEMPO PARA CONFECÇÃO DE


intermediário CADA PEÇA: em média 8 minutos

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

-8-

Tipos de cordas
Existe uma grande variedade de tipos de cor- Cordão de São Francisco: também vistoso.
das que podem ser usadas para a confecção Menos estruturado do que o sintético e mais
dos colares. Cada um deles apresenta uma do que o cordão cru.
gama de espessuras e cores.
Fio de seda: bastante delicado e fino.
Cordão cru (de algodão): mais maleável do
que o cordão sintético. Pode ser tingido ou O peso e a durabilidade não mudam entre os
encapado. tipos de cordas.

Cordão sintético: mais vistoso e estrutura- Em uma mesma peça, pode-se utilizar dife-
do. Pode ser tingido, mas está disponível no rentes tipos de cordas.
mercado em várias cores

Medidas para não haver desperdício


A medida sugerida de corda para começar um colar (peça-piloto) é de
1,50mts. Mas, depois que o colar for feito, a pessoa deve cortar o exces-
so, desmontá-lo e, então, medir novamente para, de fato, saber quanto
usou. Assim, usará a medida certa para a produção desse modelo.
Cada colar tem uma medida específica que só pode ser definida quando
o colar está quase finalizado. Abre-se o nó e calcula-se a metragem. A
partir daí sabe-se a metragem do colar piloto para fazer a sua produção
e o cálculo do valor correto de custo. Atente-se à videoaula, em que a
expert desfaz o nó e mede o comprimento do colar.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

-9-

Acabamentos
Existem 3 principais tipos de acabamentos: Seladora: ligue a seladora. Quando o fio fica
vermelho, ela está pronta para o uso. Passe
Durex: enrole a corda com 2cm de durex an- uma corda na máquina, de cima para baixo:
tes de cortar. Depois, corte só metade da lar- a máquina corta e dá o acabamento selado
gura de durex aplicado para a corda não abrir (queimado) ao mesmo tempo. A máquina
e não se desfazer. esquenta em 1 minuto e é bivolt. Seu preço é
aproximadamente R$ 60,00.
Selar com isqueiro: queime a extremidade
com isqueiro e segure com as pontas dos de-
dos para secar com o menor diâmetro possí-
vel.

Encapar a corda crua


com tecido

MATERIAIS: PASSO A PASSO:

• Fio cru - Enrole o tecido na corda crua.


• Tecido plano com 3,5 cm de lar- - Faça o acabamento com durex para poder fixar o tecido
gura e 1,5 m de comprimento (o na corda.
comprimento varia de acordo
com o modelo do colar)

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 10 -

Correntes e ponteiras

A corrente é usada para alongar o colar. Seu uso não é obri-


gatório nas peças. É interessante utilizá-la para reduzir o
gasto de material.

Os acabamentos também não são obrigatórios, mas valo-


rizam os colares com os seus detalhes. Sua variedade no
mercado é grande e a escolha depende exclusivamente do
gosto e da criatividade do artesão.

Existem também muitas opções de banhos nos acabamen-


tos, como o dourado, ródio, a prata velha, a prata fosca, o
níquel e o ouro velho.

É interessante usar ponteiras de alumínio, pois esse mate-


rial é mais barato e mais leve que o zamac e o latão. Assim
como os demais materiais, o alumínio também pode rece-
ber diferentes banhos.

O diâmetro das ponteiras deve ser escolhido de acordo


com a largura/diâmetro de cada corda utilizada, bem como
a quantidade de cordas que estão em cada lado do colar.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 11 -

Tipos de acabamentos

A ponteira de colar pronta precisa apenas ser colada no


colar. É usada quando o colar é feito com mais de duas
cordas.

O de montar vem com as peças separadas. O valor do fe-


MATERIAIS: cho para montar é muito inferior ao do pronto, muitas ve-
zes compensando o trabalho com a montagem. Confira o
• Alfinete de bijuteria passo a passo.
• Fecho vazado
• Peneirinha PASSO A PASSO:

- Encaixe o alfinete na peneirinha. Ele ficará fixo.


- Introduza o alfinete com a peneirinha no fecho vazado. A
peneirinha ficará travada no buraco do fecho.
- Calcule aproximadamente 1 cm da base e corte com alicate.
- Dobre o alfinete com o alicate formando uma argolinha.
Force até o final para que ela não escape.
- Na argola formada pelo alfinete dobrado, encaixe a argola
pronta para encaixar a corrente.

Cuidados para manutenção e


conservação de peças
Deve-se ter atenção para não sujar os colares com maquia-
gem ou perfumes. É melhor colocá-lo, por exemplo, após já
ter se passado perfume e secado o perfume.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 12 -

Cores verão e 2017/2018


e inverno 2018
CORES VERÃO 2017/2018

Crédito: fashionwebgraphic.com

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 13 -

CORES VERÃO 2017/2018

Crédito: Lunelli

Dicas de precificação
Um tipo de precificação muito praticado e fá- Esse valor que multiplicamos, seja ele entre
cil de ser aplicado é calcular todo o custo com 1,8 e 2,2, depende do valor agregado, custo,
o material do produto em si, exemplo: Corda; concorrência, entre outros fatores e chama-se
corrente; ponteira; fecho; cola. mark-up.

Supondo que esses materiais somem R$15,00, QUANDO CONSIDERAR VAREJO OU ATA-
esse é o preço de custo do produto. Muitos fa- CADO?
zem assim:
Varejo é o comprador final, seja na loja ou di-
Para atacado: custo x 2, ou seja: R$15,00 x 2 retamente com você. Por exemplo, uma en-
= R$30,00, que é o valor para quem vai com- comenda para produções pequenas. Imagine,
prar no atacado. por exemplo, em grandes centros comerciais,
como o Bom Retiro. Quando o cliente com-
Para varejo: valor do atacado x 2,2, ou seja pra no mínimo 12 peças iguais, faz-se preço
R$30,00 x 2,2 = R$66,00, que é o valor do va- de atacado. Abaixo disso, considera-se varejo.
rejo, ou seja, o preço final para o cliente. Agora, claro, se você se tornar um fornecedor
de uma grande loja de fast fashion, por exem-
plo, sua produção será na faixa de 1.000 peças
ou mais

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 14 -

Nós
NÓ SIMPLES OU LAÇADA

O nó simples ou laçada deve ser


realizado conforme as figuras
apresentadas, sendo concluído
como a última imagem (fig.2),
com o nó dobrado e devidamen-
te fechado.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 15 -

NÓ DE ENVERGUE:

1. Deve ser colocado o envergue


dentro do garruncho, deixando
os cabos cruzados como indica a
fig.3.

2. Em seguida, guia-se o cabo “b”


conforme a seta, criando o nó de
envergue. O nó é finalizado com
os dois cabos prontos para traba-
lhar em sentidos opostos (fig.4).

NÓ DE BARCA:

1. O cabo “a” deve dar uma la-


çada com a volta para a esquer-
da de modo a abraçar o cabo “b”
como na Fig.5.

2. A seguir, o cabo “b” deve se-


guir o percurso indicado na Fig.6,
depois o cabo “a” deve realizar o
mesmo procedimento feito pelo
cabo “b”.

3. Por fim, os cabos “a” e “b” fa-


zem uma volta em sentido con-
trário e, ao mesmo tempo, apro-
ximam-se e apertam-se as voltas.

4. Depois de bem socado, o nó


de barca fica com o aspecto da
Fig.7.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 16 -

NÓ DE ESPINHA OU ABOCO:

1. Os cabos “a” e “b” devem ser


posicionados como na figura 7.

2. Complete com o cabo “b” o


encaminhamento indicado na
Fig.8. Depois que os cabos “a” e
“b” estiverem ligados, obtém-se
o nó de espinha singelo (Fig.8).

3. Para concluir, deve ser feita


mais uma volta do cabo “b” em
torno da cruz formada pelo cabo
“a”.

4. Após a conclusão, obtém-se o


nó de espinha dobrado (Fig.9).

NÓ DE PESCADOR:

1. Colocam-se os dois cabos em


paralelo. Deve ser feito um nó em
cada um deles, uma laçada à vol-
ta do outro, deixando os cabos vi-
rados para o cabo a emendar.

2. Aperta-se com força o nó dei-


xando-o conforme a Fig.12.

3. Para o nó dobrado, a diferença


está na segunda volta em torno
dos cabos e no sentido indica-
do pelas setas S1 e S2 (Fig.13).
Conclui-se com um nó idêntico à
Fig.14.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 17 -

NÓ DE CATAU:

1. Posicionar os cabos como na


Fig.15, sendo o “F” a divisão en-
tre os dois cabos. Pegue os cabos
“a” e “b” e dê uma volta, con-
forme V1 e V2, sem enrugar as
partes M1 e M2, permanecendo
com ambas ligeiramente dobra-
das (Fig.16).

2. Depois, ligar “a” a M1 e “b” a


M2, conforme a Fig.17, ou, como
segundo o processo, quando os
cabos estão livres e não são mui-
to compridos, enfiam-se os cabos
“a” e “b” em M1 e M2 respecti-
vamente, como mostra a Fig.18.
Podemos utilizar um pino de me-
tal como mostra a Fig.19.

3. O nó de catau em cruz é mais


fácil de executar que o vulgar.
Sendo “F” o ponto frágil do cabo,
dão-se três voltas, fazendo passar
uma dentro das outras conforme
as setas. Os ramos laterais da
volta V2 devem ser passadas por
dentro das outras voltas (Fig.20).

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 18 -

4. Aperta-se convenientemente
o nó. Assim, está concluído o nó
como indicado na Fig.21

5. Para o nó de catau de encape-


ladura, dão-se quatro voltas re-
dondas ligeiramente sobrepostas,
obrigando os ramos “V” e “Z”
das voltas V2 e V3, a percorrer
o trajeto indicado pelas setas da
Fig.22.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 19 -

NÓ DE CABULA:

1. Coloque o cabo como a Fig.24,


sendo o “F” o local enfraquecido.

2. Com o chicote, dê duas voltas,


deixando folgada a 1ª volta e justa
a 2ª volta.

3. Na localização do ponto “F”,


deve ser dobrado, passando por
cima da volta justa e por dentro
da volta que ficou folgada, confor-
me seta da Fig.25.

4. Depois de socado, o nó de
cabula é concluído conforme a
Fig.26.

5. Na forma dobrada (Fig.27), re-


pete os passos anteriores de ma-
neira delicada, com a diferença
de mais uma volta justa, com o
chicote “a”, em volta do seio que
contém o ponto “F”, tornando,
assim, o nó mais firme.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 20 -

NÓ DE ESCOTA:

1. Coloque o cabo como a Fig.24,


sendo o “F” o local enfraquecido.

2. Com o chicote, dê duas voltas,


deixando folgada a 1ª volta e justa
a 2ª volta.

3. Na localização do ponto “F”,


deve ser dobrado, passando por
cima da volta justa e por dentro
da volta que ficou folgada, confor-
me seta da Fig.25.

4. Depois de socado, o nó de
cabula é concluído conforme a
Fig.26.

5. Na forma dobrada (Fig.27), re-


pete os passos anteriores de ma-
neira delicada, com a diferença
de mais uma volta justa, com o
chicote “a”, em volta do seio que
contém o ponto “F”, tornando,
assim, o nó mais firme.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 21 -

NÓ DE TECELÃO:

O nó de tecelão é igual ao nó
de escota, diferenciando-se no
modo como é executado.

1. Executa-se cruzando os ca-


bos dos dois fios como mostra a
fig.32, obrigando o seio “a” a se-
guir o percurso das setas, como
na fig.33.

2. Com o chicote “b”, deve-se


seguir a seta da fig.33 obtendo-
-se, finalmente, o nó de tecelão
(fig.34).

NÓ LAIS DE GUIA:

São cinco os diferentes tipos de


Lais de Guia a executar.

Singelo pelo chicote

1. Obtém-se a fase intermediária


do Lais de Guia singelo pelo chi-
cote sendo executado como nas
figuras 1 e 2.

2. Seguindo a seta da figura 3,


com o cabo “a”, é feito o nó Lais
de Guia singelo pelo chicote.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 22 -

DOBRADO PELO CHICOTE:

1. Inicia-se esse nó executando os


passos das figuras 1 e 2 do nó de
Lais de Guia singelo pelo seio.

2. Como mostra a figura 4, dá-se


uma volta V1 no cabo “a”, idên-
tica em tamanho à primeira volta
V (ter atenção para que as duas
voltas sejam iguais no tamanho
para que depois a força seja re-
partida pelas duas voltas V e V1).

3. Termina-se o nó Lais de Guia


dobrado pelo chicote seguindo
a orientação do chicote “a” como
mostram as figuras 4 e 5.

SINGELO PELO SEIO:

1. Executa-se o Lais de Guia sin-


gelo pelo seio, iniciando-o com
a execução idêntica às figuras
1 e 2 (Lais de guia singelo pelo
chicote), só que, desta vez, com o
cabo dobrado pelo seio, como nas
figuras 6 e 7.

2. Depois de ter completado o


movimento indicado pelo cabo
“ S2” da figura 8, faça com êxito
os movimentos do seio “a” repre-
sentados pela seta S1, conforme a
fig.7 . Desta forma, será concluí-
do o Lais de Guia singelo pelo
seio, representado pela fig.9.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 23 -

DOBRADO PELO SEIO:

1. Realize os procedimentos do
nó Lais de Guia singelo pelo
seio. Em seguida, o seio “a” de-
verá dar uma volta semelhante à
primeira, como na fig.10. Assim,
conclui-se um nó como a fig 11.

2. Por fim, passe o nó dentro de


“a”. Esse nó oferece mais resistên-
cia por ter o cabo dobrado, assim
dando melhor proteção (fig.12).

LAIS DE GUIA ESPANHOL:

1. Dá-se ao cabo a disposição da


fig.13.

2. Como mostra a fig.14, com a


parte interna das voltas V1 e V2
ligeiramente sobrepostas, roda-se
o cruzamento P1 à volta do eixo
“e”, de modo a levá-lo ao ponto
P2. Assim, obtém-se o indicado
na fig.15.

3. Finalmente, com V1 e V2 se-


guem as setas como mostra a
fig15, concluindo o Lais de Guia
Espanhol (fig.4).

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 24 -

CATAU DE BANDEIRA:

1. Dão-se 2 voltas redondas para


a direita, seguido do cruzamento
do cabo “a” do arremate sobre a
bandeira dobrada (Fig.1).

2. Com o seio “a”, conforme seta


da fig.2, e após se ter curvado o
chicote “a”, obtém-se o represen-
tado na fig.3.

3. Para tornar o nó mais seguro


e, para terminar, prende-se o seio
“a” conforme fig.4, deixando o
nó de catau de bandeira pronto
para passar pelo chicote “a”.

NÓS DE BRANDAIS:

O nó de brandais pode ser efe-


tuado pelo lado direito ou na
diagonal, sendo o direito mais
usado, porque oferece maior
resistência.

1. O nó de brandais direito é
executado dando ao chicote “a” a
disposição da fig 1. O chicote “b”
é da outra espinha. Seguindo com
esse chicote, como indica a seta,
obtemos o nó de brandais direito,
representado na fig 2.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
COLARES DE CORDAS COM NÓS

- 25 -

2. Para execução do nó de bran-


dais na diagonal, siga as indica-
ções da fig 3.

NÓ DE EMPATADURA OU DE ANZOL:

A execução é simples. Siga as figuras dos nós


já na sua apresentação final.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “COLARES DE CORDAS COM NÓS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)