Você está na página 1de 22

AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

ROTEIRO DE AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA PEDIÁTRICA


N° do Pront.: ___________

Nome da Criança: _________________________________________________________


DN: ____/____/____ Idade: _____________________________________
Nome do Responsável: ____________________________________________________
Diagnóstico Clínico: _______________________________________________________
Data da Aplicação: ____/____/____
Avaliador (a): ____________________________________________________________
Supervisor Responsável: ___________________________________________________

1. INSPEÇÃO
1.1 PADRÕES POSTURAIS (Neste item, descrever a postura que o indivíduo adota nas
diferentes posições e como permanecem os membros superiores e inferiores, o tronco, o
pescoço e a cabeça. Ex: inclinação lateral de cabeça presente para o lado direito, marcar
com “X” as alternativas “sim” e “D”.)

Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( )


Presença Lateralidade
Postura Sim Não D E
Inclinação
Cabeça lateral
Rotação
Flexão
Extensão

Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( )


Presença Lateralidade
Postura Sim Não D E
Rotação
Interna
Ombro Rotação
Externa
Elevação
Depressão
Protração
Retração

9
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( )


Presença Lateralidade
Postura Sim Não D E
Pronação
Cotovelo Supinação
Flexão
Extensão

Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( )


Presença Lateralidade
Postura Sim Não D E
Punho Flexão
Extensão
Desvio Ulnar
Desvio
Radial

Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( )


Presença Lateralidade
Postura Sim Não Especificar os D E
Mão dedos
Flexão de
dedos
Adução de -
Polegar

Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( )


Presença Lateralidade
Postura
Sim Não D E
Tronco Flexão
lateral
Escoliose
Cifose - -
Dorsal

Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( )


Presença Lateralidade
Postura Sim Não D E
Pelve Flexão

10
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

e Rotação
Quadril Interna
Rotação
Externa
Adução
Abdução
Anteversão - -
Retroversão - -

Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( )


Presença Lateralidade
Postura Sim Não D E
Flexão
Joelho Extensão
Valgo
Varo

Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( )


Presença Lateralidade
Postura Sim Não Especificar os D E
dedos
Plantiflexão -
Tornozelo Dorsiflexão -
e Eversão -
Pé Inversão -
Flexão dos
dedos
Extensão
dos dedos

11
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

2. PALPAÇÃO: (O avaliador deve palpar os músculos apresentados na tabela abaixo


observando a tensão muscular.)
LEGENDA: (1) Flacidez - Diminuída; (2) Normal; (3) Rigidez - Aumentada.

Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( )


Músculos Direito Esquerdo
Deltóide
Bíceps
Tríceps
Peitoral
Abdominais
Oblíquos
Quadríceps
Tríceps Sural
Isquiotibiais

Obs:

12
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

3. TÔNUS MUSCULAR (O avaliador deve testar o tônus muscular nos diferentes grupos
apresentados e classificá-lo de acordo com o quadro abaixo.)

Escala de Ashworth Modificada


(0) Nenhum aumento no tônus muscular;
(1) Leve aumento do tônus muscular, manifestado por uma tensão momentânea ou por resistência mínima,
no final ADM, quando a região é movida em flexão ou extensão;
(1+) Leve aumento do tônus muscular, manifestado por tensão abrupta, seguida de resistência mínima em
menos da metade da ADM restante;
(2) Aumento mais marcante do tônus muscular, durante a maior parte da ADM, mas a região é movida
facilmente;
(3) considerável aumento do tônus muscular, o movimento passivo é difícil;
(4) parte afetada rígida em padrão postural

Escala de Ashworth Modificada


Grupos Musculares
D E
Flexores de Ombro
Extensores de Ombro
Flexores de Cotovelo
Extensores de Cotovelo
Flexores de Punho
Extensores de Punho
Flexores de Quadril
Adutores de Quadril
Flexores de Joelho
Dorsiflexores de Tornozelo
Plantiflexores de Tornozelo

Obs: Durante a realização do teste apresentou clônus? ( ) sim ( ) não


Descreva (local, em que momento foi disparado):

13
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

4. MOBILIDADE: (Neste item o avaliador deve observar a amplitude de movimento de


cada articulação na movimentação ativa e passiva e representá-la nas circunferências
correspondente. Cada circunferência representa um arco de movimento articular de 360
graus divido em 4 quadrantes de 90 graus cada. Preencher a área que você observou a
amplitude de movimento ativo ou passiva. Ex: Abdução de Ombro - ADM completa de 180
graus, se o avaliado tem 90 graus de ADM, preencher um quadrante apenas.)

ARTICULAÇÕES MOVIMENTOS ATIVA PASSIVA

Flexão

Ombro
Abdução

Adução

Flexão

Cotovelo

Extensão

Tronco Flexão

Flexão

Quadril

Extensão

14
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

Adução

Abdução

Rotação interna

Rotação externa

Extensão

Joelho

Flexão

Extensão

Tornozelo

Flexão

15
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

5. FORÇA MUSCULAR: (O avaliador deve testar a força muscular de diferentes grupos


musculares e graduá-la segundo Kendall, 1995, como no quadro abaixo).

Obs: A força muscular necessita da compreensão do paciente frente à solicitação do movimento.


Realizar se possível o teste, caso não seja possível observar a movimentação espontânea.

(0) Ausência de contração


(1) Há uma leve contração porém incapaz de produzir movimento
(2) Há movimento somente na ausência da gravidade
(3) Consegue realizar movimento vencendo a gravidade
(4) Consegue realizar movimento vencendo a gravidade e também uma resistência externa
(5) Consegue realizar movimento superando uma resistência maior que o músculo bom.

Articulações Grupos Grau de Força


Musculares
D E

Flexão

Extensão

Abdução
Ombro
Adução

Rotação Interna

Rotação Externa

Flexão

Extensão
Cotovelo Pronação

Supinação

Flexão

Extensão
Punho Desvio Ulnar

Desvio Radial

Flexão
Tronco Extensão

Rotação

Flexão

16
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

Extensão

Adução
Quadril Abdução

Rotação Interna

Rotação Externa

Flexão
Joelho
Extensão

Dorsiflexão
Tornozelo
Plantiflexão

Obs:

17
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

6. REFLEXOS E REAÇÕES
LEGENDA: (A) - Aumentado: hiperreflexia
(D) - Diminuído: hiporeflexia
(SR) -Sem reflexo, ausente: arreflexia
(N) - Normal- normorreflexia

Reflexo/reação Início Término Classificação Lateralidade Observação


(meses) (meses)
Reflexo de 0 2 -
Pontos Cardeais
Reflexo dos 0 2 -
Olhos de Boneca
Reflexo de 0 2 -
Glabela
Reflexo 0 2
Magnético
Reflexo de 0 2
Galant
Reflexo de 0 2 -
Marcha
Reação de 0 2
Colocação dos
Pés
Reação Positiva 0 3
de Apoio
Reflexo de 0 4 -
Sucção
Manobra de 0 4
Propulsão
RTL 0 4
Reflexo de 0 5
Preensão Palmar
Reflexo de 0 6 -
Extensão
Cruzada
RTCA 0 6
Reflexo de Moro 0 6
Reação de 0 6
Colocação das
Mãos
Reflexo de 0 12
Preensão Plantar
Reflexo Cutâneo 0 12
Plantar
Reflexo de 0 * -
Defesa
Reflexo de 4 12
Landau
18
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

Reação de 6 *
Paraquedismo
Reação de 6 *
Anfíbio
RTCS 9 24
* persiste por toda a vida

Obs:

19
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

6.1 Reflexos Profundos

LEGENDA: (A) - Aumentado: hiperreflexia


(D) - Diminuído: hiporeflexia
(SR) -Sem reflexo, ausente: arreflexia
(N) - Normal- normorreflexia

Classificação
Reflexos D E
Estilorradial
Bicipital
Tricipital
Patelar
Aquileu

6.2 Reflexos Superficiais


Classificação
Reflexos
D E
Babinski
Cutâneo Abdominal

20
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

7. REAÇÕES DE ENDIREITAMENTO
Classificação: (0) ausente (1) Presente (2) Presente com alteração

Início Término
Reação Classificação
(meses) (meses)

Cervical de Retificação 1 11

Labiríntica de Retificação 4 *

Corporal de Retificação 6 *
* Presente por toda a vida.

21
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

8. REAÇÕES DE EQUILÍBRIO

Classificação: (0) ausente (1) Presente (2) Presente incompleta

Postura Início Término Classificação


(meses) (meses)

Prono 6 *

Supino 7 *

Sentado 8 *

Gato (quatro apoios) 9 *

Joelhos 12 *

Em pé 12 *
* Presente por toda a vida

22
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

9. REAÇÕES DE PROTEÇÃO

Classificação: (0) Ausente (1) Presente (2) Presente incompleta

Posição sentado – reação dos membros superiores

Direção Início (meses) Término (meses) Lateralidade Classificação

Frente 6 * -

Lados 8 *

Trás 10 * -
*Presente por toda a vida

Posição em pé – reação dos membros inferiores

Direção Inicio (meses) Término (meses) Lateralidade Classificação

Frente 10-12 * -

Lados 12-14 *

Trás 12-15 * -
*Presente por toda a vida

23
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

10. MARCOS DO DESENVOLVIMENTO MOTOR (FUNÇÃO MOTORA): Iniciar a


observação a partir da idade cronológica e avançar ou retroceder de acordo com os
sucessos ou insucessos.

Classificação: (0) Ausente (1) Presente com auxílio do terapeuta (2) Presente
com dificuldade (3) Presente sem auxílio

IDADE CRONOLÓGICA: 0 - 1 MÊS

Classificação
Posição Marco Motor
Vira a cabeça para liberar as vias aéreas ( )
Acompanha com os olhos objetos que se
Prono ( )
movem
Mãos permanecem fechadas ( )
Acompanha com os olhos objetos que se
( )
Supino movem
Mãos permanecem fechadas ( )
Puxado para Braços ficam em flexão e a cabeça pende
( )
sentar-se para trás

IDADE CRONOLÓGICA: 1 - 2 MESES

Posição Classificação
Marco Motor
Consegue estender o segmento torácico ( )
Prono Cabeça levanta-se por curtos intervalos de
( )
tempo, ainda oscilante

IDADE CRONOLÓGICA: 3 - 4 MESES


Posição Marco Motor Classificação
Cabeça levantada para a linha média ( )
Prono Extensão de tronco suficiente para o apoio
( )
do antebraço
Supino Cabeça pode ser mantida na linha média ( )

24
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

Brinca com as mãos, traz objetos até a


( )
linha média e leva-os à boca

Cabeça mantida em alinhamento como


Puxado para ( )
tronco
sentar-se
Sentado O tronco tem que ser apoiado ( )

IDADE CRONOLÓGICA: 5 MESES


Posição Marco Motor Classificação
Apoia-se sobre um dos antebraços e
estende a mão para pegar um brinquedo ( )
com o outro
Prono Levanta cabeça, ombros e pernas
simultaneamente sobre a base de apoio, ( )
balançando-se para trás e para diante
Rola da posição prona para supina ( )
Leva os pés à boca ( )
Supino Rola para qualquer um dos lados e até
( )
para a posição prona
Puxado para
Ajuda ao ser puxado para sentar-se ( )
sentar-se

IDADE CRONOLÓGICA: 6 MESES


Posição Marco Motor Classificação
Extensão completa e apoio dos braços
( )
estendidos
Prono Apoia-se sobre um dos antebraços e
estende a mão para pegar um brinquedo
com o outro
Rolam para posição prona com preferência
Supino ( )
para um lado
Puxado para Pernas levantadas com extensão ( )
sentar-se Boa colaboração para sentar-se ( )

25
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

Sentado Coloca os braços à frente para apoiar-se ( )


Suporta bem seu peso, mas não se
Levantando-se ( )
mantém de pé independentemente

IDADE CRONOLÓGICA: 7 - 8 MESES


Posição Marco Motor Classificação
Indo da posição prona para sentar-se ( )
Prono Empurra-se para trás ou puxa-se para
( )
frente com os braços. Rasteja
Inclina-se lateralmente com apoio sobre
( )
uma das mãos
Sentado Controle postural adequado. Movimenta-se
na posição sentada, sem precisar apoiar- ( )
se sobre as mãos
Puxa-se para levantar segurando nas
Levantando-se ( )
mobílias
Apóia-se sobre mãos e pés, mas perdendo
Engatinhamento ( )
facilmente o equilíbrio
Agarra objetos grandes e pequenos com a
Manuseio de ( )
palma da mão.
objetos
Boa coordenação óculo-manual ( )

IDADE CRONOLÓGICA: 9 - 11 MESES


Posição Marco Motor Classificação
Engatinha
( ) apoio em mãos e joelhos
Prono ( )
( ) apoio em mãos e pés
( ) apoio em mãos, um joelho e um pé
Pode estender os dois braços, erguendo a
Supino cabeça para sinalizar que quer ser ( )
levantada
Ao girar sobre si mesma existe um bom
Sentado ( )
equilíbrio sem apoio do braço

26
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

Pode ficar em pé sozinha ( )


Levantando-se Pode andar segurando em mobílias ou
( )
segurada pelas mãos por alguém
Realiza movimento de pinça usando o
Manuseio de
polegar e o indicador para pegar objetos ( )
objetos
pequenos

IDADE CRONOLÓGICA: 12 MESES


Posição Marco Motor Classificação
Ortostática Fica em pé com apoio mínimo ( )
Dá alguns passos inseguros (base
( )
alargada) sem apoio
Caminhar
Anda rapidamente quando levado pela
( )
mão

IDADE CRONOLÓGICA: 13 MESES


Posição Marco Motor Classificação
Ortostática Fica em pé sem apoio ( )
Tenta levantar-se através da posição semi-
Levantando-se
ajoelhada sem apoio das mãos
Marcha independente ( )
Caminhar Anda rapidamente quando levado pela
( )
mão

27
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

11. DESCRIÇÃO DA AVALIAÇÃO:

a) A criança foi colaborativa? ( ) Sim ( ) Não

Obs:

b) O(a) acompanhante foi participativo (a)? ( ) Sim ( ) Não

Obs:

28
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

12. EXAMES COMPLEMENTARES:


( ) RX
( ) Ressonância magnética
( ) Tomografia computadorizado
( ) Eletromiografia
( ) Documentação cinematográfica
( ) Sangue
( ) Urina
( ) Fezes
( ) Outros. Qual?________________________________________________________

29
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199

13. TESTES COMPLEMENTARES: Inventário Portage Operacionalizado e Escala de


Desenvolvimento Motor (Colocar em anexo).

Bibliografia básica:
SHEPHERD, R. B. Fisioterapia em pediatria. 3. Ed. São Paulo: Santos, 1995.

FLEHMIG, I. Desenvolvimento normal e seus desvios no lactente: diagnóstico e


tratamento precoce do nascimento até o 18º mês. São Paulo: Atheneu, 1987.

30