Você está na página 1de 45

Unidade I

BASQUETEBOL:
ASPECTOS PEDAGÓGICOS E APROFUNDAMENTOS

Profa. Áide Nessi


Introdução ao basquetebol: sua história

Histórico do basquetebol no mundo:


 1891 – Massachussets (EUA).
 Inverno rigoroso.
 ACM.
 Luther Halsey Gullick (diretor).
 Futebol, rugbi e beisebol.
 Calistenia (ginástica).
 James Naismith (professor).
 Criação de um novo jogo.
Fonte: Chuvas e Carpenter, 2009.
Princípios básicos do novo jogo

 A bola seria esférica e grande.


 O jogador não poderia correr com a bola.
 A bola deveria ser passada com as mãos.
 Seria proibido o contato corporal.
 A meta seria colocada horizontalmente.
 James Naismith escreve 13 regras iniciais.
 Os cestos foram colocados a 3.05m.
 O jogo foi apresentado para 18 alunos.

Fonte: Rodrigues e Darido, 2012.


O basketball e sua evolução

 Primeira partida: ginásio Armony Hill em 1892.


 No mesmo ano, foi apresentada a cesta sem fundo.
 Em 1895, foram introduzidas as tabelas.
 Em 1936, o Basketball foi apresentado nas Olimpíadas de
Berlim.

Fonte: Daiúto,1991.
O basketball e sua evolução

https://www.google.com.br/search?q=modelos+de+tabelas+de+basquetebol
Basketball no Brasil

 Augusto Shaw (1894), professor de artes, recebe o convite


para lecionar no Mackenzie College, em São Paulo.
 O Brasil: 1º da América do Sul e 5º no mundo a conhecer o
Basketball.
 Primeiro contato: mulheres.
 1896: Primeira equipe brasileira de basquete. Colégio
Mackenzie, São Paulo.
 Rio de Janeiro: realizou o 1º torneio de basketball, em 1915.
 1933 – foi criada a Federação Brasileira de Basketball.
 1941 – Confederação Brasileira de Basketball.
Conceito de basketeball

A palavra Basketball se originou segundo a história através de


duas palavras:
 Basket: cesto (cestos de pêssegos utilizados como o primeiro
alvo do jogo);
 Ball: bola, assim o nome jogo em português seria bola ao
cesto.

Fonte:https://www.google.com.br/webhp?sourceid=chrome-instant&ion=1&espv=2&ie
=UTF-8#tbm=shop&q=BOLAS+OFICIAIS+DE+BASQUETEBOL+
Características do basquetebol

 Esporte coletivo de ataque e defesa, participativo, dinâmico e


com rede de comunicação entre os integrantes da mesma
equipe e os adversários.
Dinâmica do jogo de basquete

Fonte: Rose Junior, Pinto Filho e Correa Neto, 2015.


Características do basquetebol

 O basquetebol é constituído de habilidades específicas


(fundamentos) e por habilidades básicas de movimentos
como saltos, lançamentos e corridas.
 Outra característica importante do basquetebol é variabilidade
de ritmo e intensidade na execução das ações.
 Segundo Rose (2005), o basquetebol é um esporte que envolve
capacidades motoras condicionantes e coordenativas, que são
aplicadas de acordo com a especificidade das situações de
jogo e da função de cada jogador. As capacidades
condicionantes básicas são: força, resistência e velocidade.
Ainda temos a flexibilidade, agilidade, equilibrío e ritmo.
Características do basquetebol

Quanto às capacidades coordenativas, podemos citar:


 percepção espaço-temporal;
 seleção imagem-campo;
 coordenação multimembros;
 coordenação óculo-manual;
 destreza manual;
 estabilidade braço-mão;
 precisão.

Fonte: Acervo próprio


Sites para informação

Para mais informações sobre a situação atual da modalidade,


equipamentos, regras e curiosidades, sugerimos os sites de
busca abaixo:
 www.fpb.com.br
 www.cbb.com.br
 www.nba.com/brasil
 www.fiba.com

Fonte:https://www.google.com.br/search?q=imagens+da+sele%C3%A7%C3%A3o+brasileira+masculina
+de+basquetebol+brasil+nas+olimpiadas+rio+2016
Interatividade

Qual foi o motivo que fez o diretor Luther Gulick procurar James
Naismith para criação de um novo jogo?
a) Dar mais uma opção de jogo para os rapazes da ACM.
b) Participação das meninas no jogo com menor brutalidade.
c) James Naismith sentiu a necessidade de mostrar um novo
jogo a ser praticado apenas no período de inverno.
d) Os alunos queriam um novo jogo com as mãos praticados ao
ar livre, com menos brutalidade.
e) Devido ao rigoroso inverno, impossibilitando a prática de
esportes ao ar livre.
Minibasquetebol: sua origem

 Nova York (USA) em 1950.


 Jay Archer (professor).
 Biddy Basketball.
 Expansão rápida pelo mundo.
 Crianças de 5 a 11 anos.
 Sem especialização precoce.
 Desenvolvimento da personalidade.
 Pode ser jogado 4X4, 5X5.
 Regras especiais.

Fonte: https://www.google.com.br/search?q=imagens+do+mini+basquete+no+mundo
Regras do minibasquetebol

 Equipe: 10 a 12 jogadores (5X5, 4X4).


 Tempo de jogo: 4 períodos de 8 minutos cronometrados.
 Substituição obrigatória de 5 jogadores no 2º período, onde
cada jogador deverá jogar, pelo menos, 8 minutos
cronometrados.
 Não existe linha ou área de 3 pontos.
 Altura do aro: 2.60m.
 Não tem 24 segundos de posse de bola.
 Não tem defesa na quadra toda e ou pressão.
Regras do minibasquetebol

 Quadra: 26 x 14m, 24 x 13m, 22 x 12m e 20 x 11m.


 A linha de lance livre tem 4m de distância da tabela.

Fonte: https://www.google.com.br/search?q=imagens+de+festival+de+minibasquetebol+de+escolas
Metodologia aplicada ao basquetebol

Fonte: Ferreira, Galatti e Paes, 2005, pág127.


Método analítico-sintético

 Excessiva repetição de movimentos estereotipados.


 Inibe conflitos presentes nas situações do jogo.
 Favorece a correção e a avaliação de uma determinada
técnica.
 Tende a não atender aos interesses da criança de jogar.
 Separa a técnica da tática.
 Desfavorece experiências de jogo.
 Treina-se a técnica fora do contexto do jogo.
Método global-funcional

 Técnica e tática desenvolvem-se simultaneamente.


 Tende a atender ao desejo da criança de jogar.
 As habilidades e os fundamentos são aprendidos dentro do
contexto do jogo.
 Favorece experiências de jogo.
 Tende a desfavorecer as relações do aluno/jogador com a bola.
 Pode ter um agravante, já que determinados fundamentos
podem ser aprendidos e fixados de forma “errônea”.
Regras básicas

 Quadra: 28m X 15m (competições internacionais) e 26m X 14m


(competições regionais e nacionais).
 Equipe: 12 jogadores sendo 5 atuantes e 7 substitutos.
 Tempo de jogo: 4 períodos de 10 minutos cronometrados:
 Intervalo: 2 minutos entre 1º e 2º período, 3º e 4º período e
antes do início do tempo extra. Entre o 2º e 3º período serão
15 minutos de intervalo.
 Se o jogo terminar empatado, será necessário ter quantos
tempos extras forem necessários até que haja um vencedor.
 Substituições: ilimitadas.
 Pedido de tempo : duração de 1 minuto, sendo 2 tempos por
equipe no 1º, 2º e 3º períodos e 3 no 4º período.
Regras básicas

 Violações: infrações sem o contato físico com a penalidade da


perda da posse de bola para todas as situações.
 Pontuação: 3 pontos, 2 pontos 1 ponto.
 Faltas: individuais (5 durante toda a partida) e 4 coletivas por
período. As penalidades vão desde a perda da bola até a
exclusão do jogo. A mais comum é a falta simples.
 Lance-livre: arremesso do cabeção do garrafão com
paralização do jogo e sem defesa. Acontece após uma falta
simples, antidesportiva e ou técnica.
Regras básicas

 Exemplo de situação de lance livre.

Fonte: https://www.google.com.br/search?q=dribles+no+basquetebol+imagens
Interatividade

Quando temos a ideia central em ensinar as habilidades e os


fundamentos, utilizando a repetição de exercícios, separados do
contexto do jogo formal é onde se aprende a praticar os
fundamentos para depois jogar. Estamos falando de qual
método de ensino?
a) Global-sintético.
b) Sintético- funcional.
c) Analítico-sintético.
d) Global-funcional.
e) Analítico-global.
Estudo dos fundamentos

Os fundamentos podem ser classificados de acordo com sua


caraterística (ataque, defesa, com bola e sem bola) e formas
variadas de execução:
1. Controle do corpo (sem bola, defesa e ataque).
2. Manejo de bola (com bola, ataque).
3. Drible (com bola, ataque).
4. Passe (com bola, ataque).
5. Arremesso (com bola, ataque).
6. Rebote (fase com bola e fase sem bola).
7. Fundamento individual de defesa (sem bola, defesa).
Controle do corpo

 O controle do corpo é a capacidade de realizar movimentos e


gestos específicos do basquetebol, exigidos durante um jogo,
ou seja, são inúmeras maneiras como podemos controlar o
corpo durante uma partida de basquetebol. Por isso, esse
fundamento pode ser considerado pré-requisito para a
realização do jogo.

 Gestos deste fundamento são: corridas para frente, para trás e


lateralmente, corridas com mudanças de direção, fintas, giros,
paradas bruscas, saídas rápidas e saltos (com impulsão em
ambas as pernas e em uma das pernas).
Controle do corpo

 É importante que num primeiro momento o aluno esteja


vivenciando os gestos de forma global, uma vez que ainda
não sabemos se ele permanecerá na modalidade.

Saltos Corridas Paradas bruscas Fonte: Acervo próprio


Manejo de bola

O segundo fundamento apresentado refere-se ao manejo de


bola, compreendido como a capacidade de manusear a bola nas
variadas situações do jogo. O principal objetivo dessa ação é o
desenvolvimento da habilidade motora geral (manipulação) de
controlar a bola com as mãos, como:
 Rolar, tocar, segurar, lançar, trocar de mãos e movimentá-la
em relação a diversos planos do corpo.

Gesto de segurar a bola Passando a bola por entre as pernas

Fonte: Acervo próprio


Drible

O drible (no basquetebol) é o ato de impulsionar a bola contra o


solo com uma das mãos. É um fundamento de ataque com bola,
em que apenas com esse fundamento o jogador poderá se
deslocar pela quadra, ou manter a posse da bola, sem infringir
as regras do jogo. Os tipos de dribles são:
a) drible alto ou de velocidade;
b) drible baixo ou de proteção;
c) drible com mudanças de direção;
d) drible com mudança de direção com giro;
e) drible com passagem da bola por entre as pernas;
f) drible com passagem da bola por trás do corpo.
Drible

1- Drible Alto 2- Drible baixo 3- Drible com mudança de direção

Fonte:https://www.google.com.br/search?q=dribles+no+basquetebol+imagens (figura 2)
Acervo pessoal da autora do livro Áide Nessi (figura 1 e 3)
Passe

 O passe é um fundamento de ataque com bola. É entendido


como lançamento da bola entre integrantes de uma mesma
equipe, com a finalidade de manter a posse da bola, ou de
percorrer os espaços da quadra com sua posse em direção à
cesta, respeitando as especificidades da modalidade. É a forma
mais rápida de se avançar da zona de defesa para a zona de
ataque.
 Esse fundamento envolve, consequentemente, a recepção de
bola, pois sempre que um jogador realiza um lançamento
(passe), o outro deverá recepcioná-la.
 O passe pode ser executado de duas formas: com uma das
mãos e com as duas mãos.
Passe

 Passe com as duas mãos:


a) passe de peito: realizado para curtas distâncias;
Figura A Figura B

b) passe picado: para curtas distâncias, principalmente, quando


o passador está marcado de perto ou ainda em finalizações de
jogadas de contra-ataque; Fontes: Acervo próprio e
https://aminoapps.com/c/nba/page/blog/have-to-keep-going-in-order-to-
improve/ERbq_WmmcPuxPX6MdoalE3MrP8JLe4kGzdM
Passe

c) Passe com as duas mãos acima da cabeça: utilizado para


curtas distâncias, sendo, normalmente, realizado pelos
armadores e alas para servir os pivôs (jogadores próximos à
cesta) ou ainda quando o defensor bloqueia o ângulo para os
passes mais baixos;

Fonte:https://www.google.com.br/search?q=imagens+de+passes+na+NBA
Passe

d) Passe com uma das mãos à altura do ombro: é utilizado para


atingir longas distâncias, principalmente, em jogadas de
contra-ataque.

Fonte: https://www.google.com.br/search?q=imagens+de+passes+na+NBA
Passe com uma das mãos

 Maior grau de exigência e pouca utilizada na fase de iniciação


e treinamento. Estes passes são executados em situações
especiais por jogadores bem habilidosos:
Passe por trás das costas

Fonte: https://www.google.com.br/search?q=imagens+de+passes+na+NBA
Interatividade

A realização dos movimentos e dos gestos específicos


utilizados durante um jogo de Basquetebol é caracterizada por
qual fundamento?
a) Drible alto.
b) Rebote defensivo e ofensivo.
c) Passes de peito e picado.
d) Manejo de bola.
e) Controle do corpo.
Arremesso

 O arremesso é um fundamento de ataque com bola realizado


com o objetivo de se conseguir a cesta.
Os tipos de arremessos são:
 a bandeja;
 o arremesso com uma das mãos;
 o jump;
 o gancho;
 a enterrada.
 Daremos maior ênfase nos arremessos em bandeja e com
umas mãos, pois entendemos serem os arremessos mais
executados na fase de iniciação e treinamento do
basquetebol.
Arremesso em bandeja

 É um tipo de arremesso executado quando o atacante se


encontra em deslocamento e nas proximidades da cesta
adversária. A bandeja se caracteriza pela execução de dois
tempos rítmicos e impulsão numa só perna. O atacante que irá
arremessar, se desloca em direção à cesta com ou sem a
posse de bola.

1º tempo rítmico 2º tempo rítmico arremesso

Fonte: Acervo próprio


Arremesso em bandeja

Bandeja sem o uso da tabela Enterrada


Fonte:https://www.google.com.br/search?q=enterradas+nba+imagens
Arremessos

 Arremesso com uma das mãos: é um tipo de arremesso


básico para a execução da bandeja e do jump. Atualmente, é a
forma mais simples de se arremessar, pois oferece um grau
menor de dificuldade em sua execução.

Fonte: https://www.google.com.br/webhp?sourceid=chrome-instant&ion
Arremessos

Jump Gancho
Fonte:https://www.google.com.br/search?q=enterradas+nba+imagens
Rebote

 É ato de recuperar a bola após um arremesso não convertido.


 Tipos de rebote: ofensivo ou de ataque e defensivo ou de
defesa.
Fases do rebote (aprendizagem condicionante):
1. acompanhamento visual da bola (ataque e defesa);
2. ao adversário (defesa) – sair do bloqueio (ataque);
3. salto (defesa) – sincronizar o salto (ataque);
4. queda (ataque e defesa);
5. finalização (ataque e defesa): utilizações de fundamentos.
Rebote ofensivo ou de ataque

 É a recuperação da bola por um atacante após arremesso


executado por um companheiro de equipe.

Fonte:https://www.google.com.br/search?q=enterradas+nba+imagens&espv=2&biw=1366&bih=613&tb
m=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ved=0ahUKEwiT6NCx_MjRAhUBi5AKHWGmAr8Q
Rebote defensivo ou de defesa

 É a recuperação da bola por um defensor após o arremesso


do adversário.

Fonte:https://www.google.com.br/search?q=enterradas+nba+imagens&espv=2&biw=1366&bih=613&tb
m=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ved=0ahUKEwiT6NCx_MjRAhUBi5AKHWGmAr8Q
Fundamento de defesa

 É a posição em que o
jogador se coloca a
frente do oponente
para que venha a
tentar ter sucesso na
ação de defender,
além da maneira em
que esse mesmo
aluno/jogador
se desloca pelo
espaço para que
venha a diminuir o
espaço do atacante
sem cometer faltas.
Fonte: Acervo próprio
Interatividade

Qual a principal característica do fundamento?


a) Impulsão nos dois pés.
b) Execução de dois tempos rítmicos.
c) É realizado tanto parado quanto em deslocamento.
d) Utiliza-se o drible ou passe antes da sua execução.
e) É necessário o uso da tabela.
ATÉ A PRÓXIMA!