Você está na página 1de 5

No sistema representado na figura, não há atritos e o fio é inextensível e tem peso desprezível.

No local, a intensidade da aceleração da gravidade vale g. Ignorando a influência do ar, calcule


o intervalo de tempo que o corpo A (de massa m) leva para atingir a base do corpo B (de
massa M) quando é abandonado de uma altura h em relação a B.

h ( 5m + M )
a)
2mg
h ( 5m + M )
b)
4mg
h ( m + 5M )
c)
2mg
h ( m + 5M )
d)
4mg
h( m + M )
e)
2mg

Solução:

Primeiro, observe que quando o corpo B desliza x para a direita, o corpo a desce 2x e anda x
para a direita junto com B. Assim, a aceleração vertical de A é igual ao dobro da aceleração de
B. Desse modo, isolando os corpos:
Corpo A:
F = ma (i)
mg - T = m ( 2a ) (ii)
Corpo B:
2T - F = Ma (iii)

(i) em (iii) � T=
( M + m) a (iv)
2

(iv) em (ii) � mg -
( M + m ) a = 2ma � a = 2mg
2 5m + M

Logo, a aceleração vertical de A é dada por:

4mg
a A = 2a =
5m + M
Cálculo do tempo de queda:

1 2
h= a At
2

2h h ( 5m + M )
�t = =
4mg 2mg
5m + M
Alternativa A.

A figura representa uma pista no plano vertical, por onde uma partícula desliza sem atrito.
Abandonada do repouso no ponto A, a partícula passa por B, tendo nesse ponto aceleração 2 g
(igual ao dobro da aceleração gravitacional). Sendo R o raio da circunferência descrita, a altura
de A em relação à base é:

a) 1R.
b) 2R.
c) 3R.
d) 4R.
e) 5R.
Solução:

No ponto B:

v2
= 2g
R

� v 2 = 2 gR

Seja h a altura de A em relação a base. Conservando a energia mecânica do sistema em A e


em B:

mv 2
mgh = mg ( 2 R ) +
2

m ( 2 gR )
� mgh = mg ( 2 R ) +
2
� h = 3R
Alternativa C.

Na situação esquematizada na figura, o bloco A de massa m está apoiado sobre o prisma B de


massa M. O bloco A deverá ser mantido em repouso em relação ao prisma B. Para tanto,
utiliza-se um fio ideal paralelo à face do prisma inclinada de um ângulo θ em relação à
superfície de apoio do sistema, considerada plana e horizontal. Todos os atritos são
desprezíveis e a aceleração da gravidade local tem módulo g.

Aplica-se em B uma força constante horizontal F e o sistema é acelerado para a esquerda.


Admitindo que A não perde o contato com B, determine a máxima intensidade admissível para
F.

a ) ( M + m ) gcosq
b) ( M + m ) gsenq
c ) ( M + m ) gtgq
d ) ( M + m ) gcotgq
�M + m �
e) � �gtgq
� M �

Solução:

No caso limite, a força de contato entre A e B é nula. Isolando o corpo A:


Ty mg
(i)tgq = = � amax = gcotgq
Tx mamax

Para o conjunto AB:

(ii) Fmax = ( M + m ) amax

(i) em (ii):

Fmax = ( M + m ) gcotgq

Alternativa D.

Uma esfera é abandonada de uma altura H a partir do repouso desliza sobre uma superfície
sem atrito até, no ponto A mostrado na figura, perder o contato com esta superfície. Sabe-se
que o ponto A fica no topo de uma superfície como formato de uma semiesfera de raio R. A
altura H a partir da qual o carrinho iniciou o seu movimento é:

R
a)
2
3R
b)
2
5R
c)
2
R
d)
4
3R
e)
4
Solução:

Conservando energia:

mv 2
mgH = mgR +
2

No ponto A, a força de contato é nula, desse modo, o peso é força centrípeta:

mv 2
mg = � mv 2 = mgR
R
Das duas equações, vem:

mgR
mgH = mgR +
2
3mgR
� mgH =
2
3R
�H =
2
Alternativa B.