Você está na página 1de 2

Sobre o Arrependimento – São João Maximovitch

Abre para mim as portas do arrependimento, Doador da Vida!

O arrependimento é exprimido pela palavra grega metanoia. No sentido literal, ela significa
mudança de mente. Em outras palavras, arrependimento é uma mudança da inclinação, do modo de
pensar; uma mudança do eu interior. Arrependimento é uma reconsideração dos pontos de vista,
uma alteração na vida.
Como isso pode acontecer? Da mesma forma como um quarto escuro no qual um homem entra é
iluminado pelos raios do sol. Olhando ao redor do quarto no escuro, ele pode supor certas coisas,
mas há um grande número de coisas que ele não vê e nem sequer suspeita que estão lá. Muitas
coisas são percebidas de modo muito diferente do que realmente são. Ele tem de se mover com
cuidado, não sabendo que obstáculos pode encontrar. Quando, porém, o quarto se torna claro, ele
consegue ver as coisas claramente e se mover livremente.
A mesma coisa acontece na vida espiritual.
Quando estamos imersos em pecados e a nossa mente está ocupada somente com preocupações
mundanas, não percebemos o estado da nossa alma. Ficamos indiferentes a quem somos
interiormente, e insistimos ao longo de um caminho falso sem estarmos cônscios disso.
Mas então um raio da Luz de Deus penetra na nossa alma. E que sujeira vemos em nós mesmos!
Quanta inverdade, quanta falsidade! Quão horríveis muitas de nossas ações provam ser, as quais
julgamos serem tão maravilhosas. E se torna claro para nós qual é o caminho verdadeiro.
Se reconhecemos nossa insignificância espiritual, nossa pecaminosidade, e sinceramente desejamos
a emenda — estamos perto da salvação. Das profundezas da nossa alma clamaremos a Deus: “Tem
piedade de mim, ó Deus, tem piedade de mim, segundo a Tua misericórdia!”; “Perdoa-me e salva-
me!”; “Concede-me ver minhas próprias faltas e não julgar meu irmão!”.
Quando a Grande Quaresma começar, apressemo-nos em perdoarmos uns aos outros todas as
mágoas e ofensas. Que possamos sempre ouvir as palavras do Evangelho no Domingo do Perdão:
Se perdoardes os homens de suas dívidas, vosso Pai celestial também vos perdoará; mas se não
perdoardes os homens de suas dívidas, também vosso Pai não vos perdoará (Mt. 6:14-15).

São João Maximovitch, A Word on Repentance.


Tradução: Fernando Xavier

Você também pode gostar