Você está na página 1de 19

DRE ARAGUAÍNA, 14 DE AGOSTO DE 2018.

ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS – CONSTRUÇÃO COLABORATIVA

CONTEÚDOS

O Documento Curricular deve ser compreendido como uma reunião de conceitos doutrinários com foco nos
procedimentos e fundamentos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, que visa orientar as escolas tocantinenses
referentes à articulação, desenvolvimento, organização e avaliação de suas propostas pedagógicas. O Estado do Tocantins e
seus municípios tem se esforçado firmemente, nos últimos anos, na busca e compromisso com um ensino de qualidade em
suas escolas, considerando a legislação determinada pelo Conselho Nacional de Educação Básica para esse nível de ensino.
NO PRESENTE CAMPO ESTÃO DISPONÍVEIS PARA ANÁLISE OS DOCUMENTOS CURRICULARES DOS
ANOS FINAIS DOS COMPONENTES CURRICULARES, CONFORME A SEGUINTE ORDEM: LÍNGUA
PORTUGUESA, LÍNGUA INGLESA, ARTE, EDUCAÇÃO FÍSICA, GEOGRAFIA, HISTÓRIA, ENSINO RELIGIOSO,
CIÊNCIAS DA NATUREZA E MATEMÁTICA.

Língua Inglesa – Introdução

O ensino da língua Inglesa como Língua Estrangeira amplia-se considerando seu status de língua franca – uma
língua que se materializa em usos híbridos, marcada pela fluidez e que se abre para a invenção de novas formas de dizer,
impulsionada por falantes pluri/multilíngues e suas características multiculturais. Neste contexto, compreende-se a língua
como um instrumento de comunicação com o mundo, considerando interações com falantes nativos e estrangeiros. Estas
aplicações designam um ato social que pressupõe alguém que fala e escreve; alguém que ouve e lê, inseridos em um espaço
social e cultural e, ainda, em um determinado momento histórico.
Quando o usuário de inglês como língua estrangeira depara-se com o idioma em suas interações sociais, ele tenta
encontrar e atribuir sentido usando seu conhecimento social; o conhecimento que ele tem sobre como o mundo funciona, as
influências das pessoas ao seu redor e experiências anteriores (Cameron,2001; Drury, 2007). Assim, o professor de
Língua Inglesa, consciente da importância desse objeto de estudo, orienta os alunos por meio de três elementos-chave do
aprendizado: aprender, experimentar e aplicar. Na fase de aprendizado, são introduzidas novas estruturas de vocabulário e
frases, por meio de jogos, brincadeiras e atividades. Na fase de tentativa, os alunos praticam enquanto o professor monitora
e estimula o grupo. Na fase de prática, o professor organiza atividades para os alunos usarem a linguagem naturalmente.
Como resultado desta prática, espera-se a aplicação do idioma para adquirir conhecimento científico; nas relações sociais e
de trabalho; no uso das tecnologias e nos meios de comunicação e entretenimento.
O estudo da Língua Inglesa caracteriza-se como um meio e não um fim, potencializando a aplicação dos
conhecimentos adquiridos em sala de aula nas relações com o mundo, em que é exigido que indivíduos processem,
organizem e acessem informações de maneira eficaz. O termo "pensamento crítico" aparece cada vez mais no cenário da
educação e do ensino de idiomas. É considerado uma das principais habilidades para qualquer aprendiz. De acordo com
Trickey e Topping (2004), referenciais curriculares em vários países mostraram menor ênfase no conhecimento de
conteúdo e maior ênfase em habilidades transferíveis, como pensamento crítico e criativo. Desta forma, a publicação deste
Documento Curricular marca o lançamento de uma nova proposta de ensino da Língua Inglesa no estado do Tocantins.

Anos Finais

A organização do documento de Língua Inglesa para os Anos Finais vem disposta da seguinte maneira: EIXO E
UNIDADE TEMÁTICA - HABILIDADES - OBJETO DE CONHECIMENTO - COMPETÊNCIAS. Os cinco eixos
dispostos no documento são: DIMENSÃO INTERCULTURAL - ORALIDADE - LEITURA - ESCRITA -
CONHECIMENTOS LINGUÍSTICOS. O eixo DIMENSÃO INTERCULTURAL abre a proposta de cada bimestre
sinalizar a importância de que se compreenda que estudar uma língua é também aprender sobre o outro, sobre si mesmo e
sobre as diferentes culturas, sobretudo a cultura local. Os eixos ORALIDADE, LEITURA, ESCRITA e
CONHECIMENTOS LINGUÍSTICOS apresentam, separadamente, unidades temáticas específicas de cada uma dessas
modalidades da língua.
A flexibilidade é um dos aspectos marcantes deste Documento Curricular, pois possibilita que o professor se aproprie
da combinação mais adequada ao seu contexto de ensino-aprendizagem. Considerando a limitação de tempo da carga
horária semanal para o ensino da língua inglesa, é imprescindível um planejamento criterioso que possibilite o
desenvolvimento paralelo de habilidades diversas e que elas estejam voltadas para a descentralização do eixo
CONHECIMENTOS LINGUÍSTICOS, ampliando assim o ensino para uma gama de interesses e possibilidades de
interação por meio desta língua franca.
Alguns objetos do conhecimento e habilidades aparecem repetidamente ao longo do documento, considerando seus
níveis de complexidade. Cabe ao professor aplicá-los em sequência linear ou adaptados para especificidades de cada turma.
O momento apropriado para aprender determinado objeto de conhecimento ou aprofundá-lo; desenvolver tal habilidade ou
focar na aquisição de uma competência específica deve ser regido, primordialmente, pelo interesse e a necessidade do
grupo de aprendizes. Igualmente, a adoção do livro didático deve considerar como ponto de partida este Documento
Referencial e adaptar a proposta do livro ao ponto primordial: o contexto de ensino-aprendizagem. A coluna de Orientações
Pedagógicas nos Anos Finais apresenta uma breve explicação das habilidades propostas para cada ano e as orientações
poderão auxiliar o professor na elaboração de suas aulas.
Durante os anos iniciais, as competências propostas estão relacionadas à vivência do universo infantil. No ciclo dos
Anos Finais estas ​competências são ampliadas​​, a saber:
1. Identificar o lugar de si e o do outro em um mundo plurilíngue e multicultural, refletindo, criticamente, sobre
como a aprendizagem da língua inglesa contribui para a inserção dos sujeitos no mundo globalizado, inclusive no
que concerne ao mundo do trabalho.
2. Comunicar-se na língua inglesa, por meio do uso variado de linguagens em mídias impressas ou digitais,
reconhecendo-a como ferramenta de acesso ao conhecimento, de ampliação das perspectivas e de possibilidades para
a compreensão dos valores e interesses de outras culturas e para o exercício do protagonismo social.
3. Identificar similaridades e diferenças entre a língua inglesa e a língua materna/outras línguas, articulando-as a
aspectos sociais, culturais e identitários, em uma relação intrínseca entre língua, cultura e identidade.
4. Elaborar repertórios linguístico-discursivos da língua inglesa, usados em diferentes países e por grupos sociais
distintos dentro de um mesmo país, de modo a reconhecer a diversidade linguística como direito e valorizar os usos
heterogêneos, híbridos e multimodais emergentes nas sociedades contemporâneas.
5. Utilizar novas tecnologias, com novas linguagens e modos de interação, para pesquisar, selecionar, compartilhar,
posicionar-se e produzir sentidos em práticas de letramento na língua inglesa, de forma ética, crítica e responsável.
6. Conhecer diferentes patrimônios culturais, materiais e imateriais, difundidos na língua inglesa, com vistas ao exercício
da fruição e da ampliação de perspectivas no contato com diferentes manifestações artístico-culturais.

LÍNGUA INGLESA - 6º Ano

3º Bimestre

EIXO/UNIDADE HABILIDADES OBJETO DE ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS


TEMÁTICA CONHECIMENTO

Leitura: (EF06LI10) Conhecer a organização de um Construção de repertório Na habilidade 10, conhecer a


Práticas de leitura e dicionário bilíngue (impresso e/ou on-line) para lexical e autonomia organização de um dicionário bilíngue
construção de construir repertório lexical. leitora. Elaboração de pressupõe: identificar sua composição
repertório lexical expressões usadas no (ordem alfabética, divisão em duas
(EF06LI11) Explorar ambientes virtuais e/ou cotidiano em diferentes partes diferentes línguas etc.), ser
aplicativos para construir repertório lexical na temas, com o uso do capaz de localizar palavras específicas
língua inglesa. dicionário. nos dois idiomas e selecionar o
vocábulo apropriado de acordo com o
contexto da palavra. Esta habilidade é
importante para que, em anos
posteriores, o aluno seja capaz de
esclarecer dúvidas lexicais de forma
autônoma durante o ato de ler e/ou
escrever em língua inglesa.

Na habilidade 11, explorar ambientes


virtuais e/ou aplicativos significa fazer
uso desses instrumentos para
pontencializar a aprendizagem de
novas palavras em inglês,
utilizando-as em um contexto
linguístico apropriado. Recomenda-se
que a habilidade seja consolidada
pelas práticas de usar, analisar e
refletir sobre a língua. Esta habilidade
se concretiza inicialmente ao observar
o uso de determinadas palavras em um
contexto específico (blogs e sites, por
exemplo) e/ou utilizar dicionários
digitais para a pesquisa de
determinado vocábulo.
LÍNGUA INGLESA - 7º Ano
2º Bimestre

EIXO/UNIDADE HABILIDADES OBJETO DE ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS


TEMÁTICA CONHECIMENTO

Oralidade: (EF07LI03) Mobilizar conhecimentos prévios para Estratégias de compreensão ​e Dentre as diversas estratégias que podem
Compreensão oral compreender ​ e produção​ um texto oral. produção de textos orais: ser mobilizadas para a compreensão de
conhecimentos prévios. textos orais, esta habilidade refere-se a
sistematizar a estratégia que antecede a
escuta e se apoia nos conhecimentos
prévios. Mobilizar os conhecimentos
prévios pressupõe acionar saberes
previamente adquiridos sobre o gênero, o
vocabulário e/ou o assunto do texto oral
selecionado para antecipar aspectos da
compreensão deste. Esta habilidade pode
dialogar com as habilidades do eixo leitura,
tais como: (EF07LI07), (EF07LI08),
(EF07LI09) e (EF07LI11), afinal, as
estratégias de compreensão de textos em
inglês, sejam eles orais ou escritos, se
assemelham, apesar das particularidades de
cada uma das modalidades da língua. ​OK

LÍNGUA INGLESA - 8º Ano

1º Bimestre

EIXO/UNIDADE HABILIDADES OBJETO DE ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS


TEMÁTICA CONHECIMENTO

Dimensão Intercultural: (EF08LI19) Investigar de que forma expressões, Abordar o impacto Na habilidade 19, investigar pressupõe
Comunicação intercultural gestos e comportamentos são interpretados em (positivo e negativo) de pesquisar e analisar de que forma os
função de aspectos culturais. aspectos culturais na gestos, expressões e comportamentos
comunicação. estão relacionados ​estão relacionados
com aspectos culturais da sociedade. O
gesto de polegar para cima, por
(EF08LI20) Examinar fatores que podem impedir exemplo, pode ter diferentes
o entendimento entre pessoas de culturas significados em diferentes culturas.
diferentes que falam a língua inglesa. Recomenda-se que esta habilidade seja
consolidada pelas práticas sociais de
uso, análise e reflexão da língua. Uma
estratégia que pode ajudar é a
elaboração de projetos e/ou sequências
didáticas que possibilitem a articulação
da habilidade com textos orais e
escritos sugeridos para o ano.

Ex: ​Usar textos, vídeos, flash cards


dentre outros que mostrem aspectos
interculturais via língua inglesa.

A habilidade 20 pressupõe identificar e


analisar fatores que podem impedir o
entendimento entre pessoas de
diferentes culturas, mesmo falando a
mesma língua. Para isso, o aluno
precisa conhecer as diferenças e
semelhanças entre essas culturas
falantes da língua inglesa e perceber o
modo como se relacionam. Uma
sugestão seria desenvolver a habilidade
com outros componentes curriculares
em projetos interdisciplinares.

Oralidade: (EF08LI02) Explorar o uso de recursos Usos de recursos Explorar pressupõe estudar e analisar o
linguísticos (frases incompletas, hesitações, entre linguísticos e conteúdo para, posteriormente,
Interação discursiva outros) e paralinguísticos (gestos, expressões paralinguísticos no utilizá-lo de maneira autônoma em
faciais, entre outros) em situações de interação intercâmbio oral. situações de interação oral. Enquanto
oral. nos anos anteriores as interações tinham
Alguns exemplos: Sorry, I como foco principal o conteúdo
didn’t mean that, I don’t linguístico articulado pelos falantes em
understand, what do you contato face a face, esta habilidade
mean by..., hummm, refere-se à experimentação de recursos
ahhhh, I know…, I see… linguísticos mais complexos (frase
incompletas, hesitações) e recursos
Além de gestos (worring, paralinguísticos (gestos) em situações
surprising, doubting, de interação oral. Nesse processo,
pointing out) podem ajudar projetos e/ou sequências
didáticas que proponham, por exemplo,
o desenvolvimento de aspectos
comportamentais e atitudinais em
relação ao falar na língua-alvo, tais
como: arriscar-se e fazer compreender,
dar voz ao outro, entender e acolher a
perspectiva do outro, superar
mal-entendidos e lidar com a
insegurança.

Leitura: (EF08LI05) Inferir informações e relações que Construção de sentidos Inferir pressupõe deduzir significado
não aparecem de modo explícito no texto para por meio de inferências e baseando-se nas informações presentes
Estratégias de leitura construção de sentidos. reconhecimento de no texto. Esta habilidade progride a
implícitos. compreensão de texto escrito que
Permitir a inferência de múltiplas interpretações anteriormente estava focada na
considerando os diversos contextos sócio- decodificação e compreensão do
histórico- culturais. sentido explícito da linguagem e, agora,
adiciona a compreensão do sentido
implícita, exigindo uma leitura no nível
de interpretação. Recomenda-se o uso
de textos autênticos como insumo para
as práticas de leitura. Nesse caso, é
necessário atentar para o nível de
complexidade linguística do texto
selecionado.

Simplificar o texto.

Escrita: (EF08LI11) Produzir textos (comentários em Produção de textos Produzir significa escrever textos
fóruns, relatos pessoais, mensagens instantâneas, escritos com mediação do autênticos, criativos e autônomos
Práticas de escrita tweets, reportagens, histórias de ficção, blogues, professor/colegas. apontando sonhos e projetos futuros. É
entre outros), com o uso de estratégias de escrita necessário que seja enfatizada a
(planejamento, produção de rascunho, revisão e Ex: Utilizar o laboratório natureza processual (planejamento,
edição final), apontando sonhos e projetos para o de informática para a produção, revisão) e o propósito
futuro (pessoal, da família, da comunidade ou do produção dos textos com comunicativo do ato de escrever. Esta
planeta). a ajuda do computador habilidade prevê que as produções
possam progredir de formatos de
gêneros mais informais (histórias de
ficção, blogues), e as temáticas também
devem progredir do universo familiar
(projeto pessoal) para o não-familiar
(futuro do planeta.

Conhecimentos (EF08LI12) Construir repertório lexical relativo a Construção de repertório Construir repertório lexical relativo a
Linguísticos: Estudo do planos, previsões e expectativas para o futuro. lexical. um tema significa estudar para,
léxico posteriormente, fazer uso autônomo das
palavras em questão para produção e/ou
compreensão de textos orais escritos.
Esta habilidade prevê a construção
desse repertório com relação a planos,
previsões e expectativas para o futuro.
Pode-se articular esta habilidade com as
propostas de produção e compreensão
de textos orais e escritos que serão
sugeridas ao estudante ao longo do ano.
É importante que esses textos
contenham os elementos que
constituem o falar do futuro, a fim de
que o aluno se aproprie desses
conhecimentos de maneira sólida e
significativa.
2º Bimestre

EIXO/UNIDADE HABILIDADES OBJETO DE ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS


TEMÁTICA CONHECIMENTO

Leitura: Práticas de leitura (EF08LI07) ​Explora​r ambientes virtuais e/ou Leitura de textos de cunho Explorar significa descobrir e usufruir
e fruição aplicativos para acessar e usufruir do patrimônio artístico/literário. de ambientes virtuais e/ou aplicativos
artístico literário em língua inglesa. para acessar obras literárias em língua
Ex: Entrar em museus e inglesa. Esta habilidade favorece a
bibliotecas virtuais para prática de leitura e o exercício de
explorar- Louvre- MASP- fruição. Deve-se utilizar de conteúdos
Museu de Nova York- que estejam disponibilizados em mídias
Biblioteca nacional, digitais, como sites, blogs etc.
dentre outros. Recomenda-se o desenvolvimento da
diversidade linguística presente nos
textos e ações para reconhecer, fruir e
respeitar as diversas manifestações
artísticas e culturais com respeito à
diversidade de culturas.

Escrita: Práticas de escrita (EF08LI11) Produzir textos (comentários em Produção de textos Produzir significa escrever textos
fóruns, relatos pessoais, mensagens instantâneas, escritos com mediação do autênticos, criativos e autônomos
tweets, reportagens, histórias de ficção, blogues, professor/colegas. apontando sonhos e projetos futuros. É
entre outros), com o uso de estratégias de escrita necessário que seja enfatizada a
(planejamento, produção de rascunho, revisão e natureza processual (planejamento,
edição final), apontando sonhos e projetos para o produção, revisão) e o propósito
futuro (pessoal, da família, da comunidade ou do Ex: Utilizar o laboratório comunicativo do ato de escrever. Esta
planeta). de informática para a habilidade prevê que as produções
produção dos textos com possam progredir de formatos de
a ajuda do computador. gêneros mais informais (histórias de
ficção, blogues), e as temáticas também
devem progredir do universo familiar
(projeto pessoal) para o não-familiar
(futuro do planeta.

3º Bimestre

EIXO/UNIDADE HABILIDADES OBJETO DE ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS


TEMÁTICA CONHECIMENTO

Dimensão Intercultural: (EF08LI18) Construir repertório cultural por Construção de repertório Construir repertório cultural significa
Manifestações culturais meio do contato com manifestações artístico-cultural através estudar para, posteriormente,
artístico-culturais vinculadas à língua inglesa da seleção de materiais reconhecer e valorizar a diversidade
(artes plásticas e visuais, literatura, música, para a elaboração e entre as culturas. A habilidade reforça a
cinema, dança, festividades, entre outros), organização de projetos língua inglesa enquanto ferramenta de
valorizando a diversidade entre culturas,bem culturais. acesso a manifestações
como a cultural local. artístico-culturais de outros povos,
propiciando a valorização de diferentes
Saber explicar em Inglês sobre diferentes patrimônios culturais. Há aqui, a
manifestações culturais no mundo e não oportunidade para o trabalho
especificamente sobre a cultura dos países de interdisciplinar com a habilidade
língua inglesa. (EF69AR34), da Arte, no que se refere
a conhecer, analisar e valorizar o
patrimônio artístico-cultural de culturas
diversas.

LÍNGUA INGLESA - 9º Ano

1º Bimestre

EIXO/UNIDADE HABILIDADES OBJETO DE ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS


TEMÁTICA CONHECIMENTO

Dimensão Intercultural: (EF09LI19) Discutir a comunicação Construção de identidades Por discutir, subentende-se estudar para,
Comunicação intercultural intercultural por meio da língua inglesa como no mundo globalizado. posteriormente, debater de que modo a
mecanismo de valorização pessoal e de língua inglesa viabiliza a comunicação
construção de identidades no mundo Elaboração de material intercultural e como ela afeta a
globalizado e no contexto local (onde moro, com os exemplos de valorização pessoal e a construção de
trabalho, estudo) cultura com os contextos identidade ao redor do mundo.
globais e locais, para os Recomenda-se que esta habilidade seja
alunos criarem noção de consolidada pelas práticas sociais de uso,
globalização através da análise e reflexão da língua. É importante
língua inglesa. que o aluno, dessa forma, se conscientize
sobre a importância da comunicação
intercultural que o inglês proporciona, e
de como isso influencia na criação de
identidades. Uma estratégia que pode
ajudar é elaborar projetos e/ou sequências
didáticas que possibilitem a articulação
da habilidade com textos orais e escritos
sugeridos para o ano.

Escrita: Estratégias de (EF09LI10) Propor potenciais argumentos para Escrita: construção da A habilidade é complexa e propõe a
escrita expor e defender ponto de vista em texto argumentação escrita lógica e organizada de textos
escrito, refletindo sobre o tema proposto e contextualizada. (temas argumentativos autênticos, criativos e
pesquisando dados, evidências e exemplos para tais como: natureza, autônomos. O estudo sistematizado da
sustentar os argumentos, organizando-os em turismo, lazer, esportes, estrutura e do propósito do texto
sequência lógica. doenças, violência etc... argumentativo (nas habilidades EF09LI06
relacionados aos diversos e EF09LI07 deve anteceder o
contextos (bairro, cidade, desenvolvimento desta habilidade. Para o
estado e país). alcance da habilidade, é preciso estudar e
sistematizar:
Respeitar as
aprendizagens adquiridas a) o uso de argumentos adequados para
e o conhecimento da defender um ponto de vista;
língua inglesa de cada
aluno na composição de b) a adequação dos argumentos ao
suas escritas. posicionamento/tema da argumentação;
c) o uso de dados, evidências e exemplos
para sustentar uma argumentação.
Pode-se oferecer oportunidades para que
os estudantes possam explorar
previamente a leitura de textos que
sirvam como modelo para repertoriar a
produção escrita. É importante que esses
textos tenham exemplos de como
fortalecer um argumento, a fim de que os
alunos possam se apropriar desse
conhecimento de maneira significativa.

2º Bimestre

EIXO/UNIDADE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS


TEMÁTICA CONHECIMENTO

Leitura: Estratégias de (EF09LI06) Distinguir fatos de opiniões em Recursos de A habilidade 06 amplia as estratégias de
leitura textos argumentativos da esfera jornalística. argumentação através da compreensão de texto escrito
apresentação de textos desenvolvidas em anos anteriores e
multimodais, inclusive corrobora para o desenvolvimento da
mídias sociais para o leitura crítica. Ela favorece o estudo
sistematizado da estrutura e do propósito
do texto argumentativo, e prevê que o
(EF09LI07) Identificar argumentos principais e desenvolvimento das aluno diferencie opiniões de fatos em
as evidências/exemplos que os sustentam. estratégias de leitura textos argumentativos de gêneros do
jornalismo, como crônica, coluna de
Leitura jornais locais opinião etc. Há, aqui, oportunidade para
digitais ou impressos o trabalho interdisciplinar com a
(Cidade e Estado) habilidade (EF89LP01), da Língua
focando na interpretação Portuguesa, no que se refere à distinção e
de imagens. análise da qualidade das informações em
textos jornalísticos.

A habilidade 07 amplia as estratégias de


compreensão de texto escrito
desenvolvidas em anos anteriores e
corrobora para o desenvolvimento da
leitura crítica. Ela favorece o estudo
sistematizado da estrutura e do propósito
do texto argumentativo, e prevê que se
possa reconhecer argumentos principais e
indicadores que os amparam na escrita.
Recomenda-se que sejam selecionados
textos jornalísticos, preferencialmente
autênticos, com temáticas que favoreçam
a reflexão /problematização dos temas
tratados. É importante que esses textos
tenham elementos que sirvam para
sustentar os argumentos que são
utilizados em sua escrita, como citações
de especialistas, dados estatísticos etc.

Conhecimentos (EF09LI14) Utilizar conectores indicadores de Conectores (linking Utilizar os conectores pressupõe produzir
Linguísticos: Estudo do adição, condição, oposição, contraste, words) e compreender textos orais e escritos que
léxico conclusão e síntese como auxiliares na os empreguem para comunicar ideias
construção da argumentação e intencionalidade compreensíveis na língua inglesa – nesse
discursiva. caso, ideias argumentativas. Pode-se
articular esta habilidade com as propostas
de produção e compreensão de textos
orais e escritos que serão sugeridas ao
estudante ao longo do ano. É importante
que esses textos façam uso de conectores
simples e sofisticados (​but​,although,
therefore, furthermore, moreover), a fim
de que o aluno se aproprie desse conteúdo
de maneira sólida e significativa.maneira
sólida e significativa.

3º Bimestre

EIXO/UNIDADE HABILIDADES OBJETO DE ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS


TEMÁTICA CONHECIMENTO

Oralidade: Produção oral (EF09LI04) Expor resultados de pesquisa ou Produção de textos orais Esta habilidade refere-se à produção e
estudo com o apoio de recursos, tais como com autonomia ​e se apresentação autônoma de textos orais
notas, gráficos, tabelas, entre outros, adequando preciso com orientação e sobre resultados de pesquisas ou estudos
as estratégias de construção do texto oral aos auxílio do professor. que utilizem recursos (gráficos, tabelas,
objetivos de comunicação e ao contexto. notas) que dialoguem com a finalidade e
. o contexto da comunicação. A habilidade
pode ser ampliada com o
desenvolvimento de aspectos
comportamentais e atitudinais em relação
ao falar na língua-alvo, tais como:
arriscar-se e se fazer compreender, dar
voz e vez ao outro, entender e acolher a
perspectiva do outro, superar
mal-entendidos e lidar com a
insegurança.