Você está na página 1de 39

PORCELANATO

LÍQUIDO
Tópicos:
• Uretano, Poliuretano ou Epóxi?
• Características Gerais
• Aplicação do Porcelanato Líquido
• Ferramentas de Aplicação
• Características do Porcelanato Líquido Conforme a Aplicação
• Principais Vantagens
• Dicas de Decoração
• O Porcelanato Líquido 3D e Outros Tipos de Efeitos
Uretano, Poliuretano ou Epóxi?
O porcelanato líquido recebe esse nome
por possuir um aspecto brilhante que lembra
o porcelanato. Porém, ele é feito de uma
resina, ou seja, é um revestimento sintético.
Pode ser de resina Epóxi, uretano ou
poliuretano. As três possuem características
semelhantes, porém se diferenciam em alguns
pontos. Abaixo você confere alguns:
A resina poliuretano consegue
acompanhar melhor as mudanças climáticas,
evitando trincas, rachaduras ou fissuras
precoces. Isso por conta das dilatações e
retrações naturais ocasionadas pela variação
de temperatura. Dessa forma, possui boa
flexibilidade mecânica. Tem também boa
resistência química, aos raios Ultra Violetas
(UV) e à abrasão (PU alifático). Ou seja, ela é
mais indicada em ambientes externos, os
quais ficam expostos às intempéries naturais
(chuva, vento etc.);
A resina Epóxi possui ótimo acabamento, além de
impermeabilizar bem a superfície impedindo
infiltrações de contaminantes, como micro-organismos,
e ser de fácil higienização. O fato de possuir alto grau
de impermeabilização a torna suscetível à umidade
ascendente, embora a torne mais higiênica. São mais
indicadas em ambientes internos, com menor
exposição aos raios Ultra Violetas (UV), pois podem
amarelar e calcinar se expostas por períodos longos
aos raios solares. A resina Epóxi tem custo menor, é de
fácil manipulação, é pouco tóxica, aguenta alto tráfego
e nas formulações sólidas (100%) possui odor baixo. É a
mais utilizada no mercado, além de possuir muitas
possibilidades de cores, o que facilita na decoração;
Em relação ao Epóxi, o autonivelante uretano
endurece, ou seca, mais rápido. É mais fosco e possui
maior resistência física e química. Sua estética é mais
rústica, há limitação de cores, alta reatividade da resina
e menor tempo de armazenamento. Em relação à
exposição a raios UV, a resina uretano é semelhante à
Epóxi. Também suporta grandes ciclos térmicos, e sua
permeabilidade é suficiente para aguentar umidade
ascendente. Pode inclusive ser lavado com vapor, além
de ser aplicado em bases com umidade de próximas a
12%. Aguenta grandes variações de temperatura,
inclusive negativas (próximo a -40°C) e pouco mais de
100 °C. É indicado para áreas abertas e externas (mas
com proteção contra os raios UV). Por ser
autoimprimante, não precisa de selador.
Há ainda as resinas Poliúreias, que reagem
em segundos e requerem equipamentos
especiais de aplicação, e as resinas Metil
Metacrilato. Essas possuem alto nível de
reatividade, chegando a poucos minutos, e
inclusive conseguem reagir em temperaturas
abaixo de zero. Porém, possuem cheiro forte,
amarelam se expostas ao sol e geralmente são
mais caras.
Características Gerais
• Como visto acima, cada resina usada para se fazer o piso
porcelanato líquido tem seus próprios atributos. Desse modo, não
existe exatamente uma melhor, mas sim a mais indicada para
determinados ambientes, condições climáticas e até mesmo
decorações. Contudo, elas têm em comum algumas características
em maior ou menor grau, mas que tornam o piso porcelanato
líquido uma opção destacada no mercado. Entre elas, temos:

• – Opções de revestimento liso ou antiderrapante. Há possibilidade


de se incluir materiais como areia no tipo liso para torná-lo menos
escorregadio;

• – Inexistência de juntas de dilatação;


• – Após pronto, ele pode apresentar de 2 a 5
milímetros ou mais de espessura de acordo com
o tipo escolhido e a forma da aplicação;

• – Pode ser brilhante ou fosco;

• – Tende a ser um piso auto-nivelante, que se


adapta às imperfeições da base onde é aplicado e
as corrige. Isso se deve por sua característica
líquida. Contudo, o tipo de resina poliuretano
necessita um bom nivelamento da base antes;
• – O porcelanato líquido monolítico funciona
como uma espécie de capa protetora;

• – Pode ser monolítico autonivelante,


multilayer ou espatulado (argamassado). Há
ainda a pintura Epóxi;

• – A resina é vendida de forma líquida, um


pouco pastosa.
Aplicação
• 1 – Faça a preparação da superfície que vai ser
aplicado:

• Essa é uma parte de extrema importância para


que o resultado seja 100% satisfatório. O piso
deve estar limpíssimo, com ausencia de gorduras,
umidade, partículas soltas. Creio que você já
entendeu essa etapa.

• 2- Ferramentas utilizadas para aplicar


porcelanato Líquido (LOGO ABAIXO):
3- Tente sempre usar resinas de excelente qualidade:

Pois existem hoje no nosso mercado várias marcas, mas nem todas
são de qualidade.

Dicas de Compras:

• Verifique com o fabricante as instruções de uso e principalmente as


recomendações para a aplicação.

• Veja a relação ideal no caso dos bicomponentes onde podem variar


dependendo do material e principalmente do fornecedor.

• Veja também o tempo de gel, ou melhor dizendo, qual o tempo


possível ou máximo para esperar sem perder o material que já foi
preparado para aplicação.
4- Aprenda como misturar as resinas Poliuretano e base epóxi (como aplicar
porcelanato liquido) :

Para o material que seja bicomponente a mistura pode ser um diferencial, pois
podem aparecer bolhas de ar no material.

É recomendado dois minutos de mistura utilizando os misturadores (hastes para


pintura), que são acopláveis em furadeiras que é uma ferramenta indispensável
para ter ótimos resultados.

Atente-se também a escolha do recipiente, pois também é um fator de extrema


importância. Recipientes em formato quadrado ou com os fundos perfilados
acumulam material sem mistura gerando assim cicatrizes na superfície onde está
sendo aplicado o porcelanato liquido.

A movimentação na hora da aplicação poder também ser considerado como um


ponto muito importante. Você deverá observar onde começa e onde é o término
da aplicação onde irá evitar falhas de deslocamento.

Deve-se então usar os calçados com pregos e as bases de elevação onde permite
que você possa caminhada ou melhor dizendo, se deslocar sobre o piso ainda em
estado líquido sem o perigo de marcar o piso.
Ferramentas para Aplicação
• - Balança de Precisão • - 1un de Rolo Fura
(Balança para medição das
proporções de endurecedor
Bolhas (Eliminação
e possiveis pigmentos) de Bolhas)
• 1un de Luvas de • 1un de Máscara (Respirador)
com Carvão Ativado
Látex (Utilizadas na (Proporciona proteção
preparação e adequada contra os vapores
manipulação) e odores e partículas
suspensas no ambiente)
• 1un de Sapato de Prego • 1un de Espátula
(Usado para trafegar no Dentada 20cm e 10cm
piso ainda em estado (Ótima no manuseio da
líquido) Resina)
• 1un de Haste Para • 1un de Rodo Dentado +
Mistura (Facilidade para Lâmina de Aço 40cm
misturar endurecedores (Perfeito para
e aditivos) aplicações em grandes
áreas)
• 1un de Lâmina dentada de • 1un de Óculos de
Borracha 40cm (Usado em Proteção (Equipamento
efeitos 3D. Principalmente
de Proteção)
quando são colocadas fotos
no porcelanato líquido)
Características do Porcelanato
Líquido Conforme a Aplicação

• – Multilayer: um tipo de piso feito com múltiplas camadas de porcelanato


líquido (resina epóxi ou poliuretano). Nele pode-se aspergir quartzo na
resina ainda em sua forma líquida. Basicamente aplica-se a camada de
resina (com o quartzo em seguida), espera-se ela secar, aplica-se
novamente outra camada de resina e assim por diante. Isso possibilita a
correção de deficiências da base, do substrato. Quanto mais camadas,
mais resistente e espessa ela fica, porém é preciso mais tempo para o piso
ficar pronto;

• – Espatulado (argamassado): é feita uma argamassa tendo com base


resina mais quartzo, sendo misturado por meio de equipamento como
misturadora. É um tipo de piso ideal para locais onde é preciso maior
resistência à abrasão e também mecânica. Onde há tráfego contínuo e
pesado, como em indústrias. Pode ser usado para corrigir superfícies
degradadas.
• – Autonivelante: possuem um bom acabamento estético. Podem
ter de 1 a 5 mm ou mais. A resina é aplicada na forma líquida e pura
sobre o piso, nivelando a superfície conforme a ação da gravidade.
Ela ainda pode ser aplicada em cima das opções multilayer ou
espatulada, servindo como acabamento.

• – Pintura – a pintura Epóxi é utilizada como acabamento, servindo


mais para aplicação em pisos monolíticos que possuem baixa
espessura. Ou para fins estéticos, como em pisos com ilustrações,
padrões ou cores distintas. Também é empregada para dar maior
brilho ao chão, podendo se obter um efeito espelhado. Há ainda a
versão semibrilho e fosca.

• Dependendo do tipo, a pintura pode proteger contra raios Ultra


Violetas (UV). Possui grande nível de aderência em pisos de
concreto, cimentícios etc. Também impermeabiliza o chão, sendo
prático a sua utilização em cozinhas, áreas de serviço, banheiros
etc. As pinturas poliuretano e uretanos possuem funções
semelhantes.
Aplicação:
Principais Vantagens
– Ele é excelente para ser utilizado em ambientes como cozinha, banheiro e
lavanderia, pois é facilmente limpo e higienizado. Como é um piso
monolítico, ele tem bom nível de assepsia, ou seja, evita que micro-
organismos se proliferem facilmente;

– Ao final da aplicação você não fica com entulhos para descartar;

– Ele pode ser aplicado em cima de diferentes opções de pisos, como


alvenaria, granito, azulejo, assoalho de madeira, mármore, metal,
cerâmica entre outros materiais;

– Como possui opções brilhantes ou foscas, pode ser usado conforme a


decoração do ambiente. Por exemplo, se sua decoração é rústica, a opção
fosca cai bem. Caso deseje um efeito espelhado, o tipo liso é mais
indicado;
– Como não há rejuntes, ou juntas de dilatação, ele evita acúmulo de
sujeiras, micro-organismos, agentes contaminantes, líquidos etc. O
Epóxi impermeabiliza o chão, evitando que esses itens infiltrem-se
nele. Ou seja, não há absorção de substâncias como óleos,
gorduras, bebidas, materiais de limpeza ou produtos que possam
gerar manchas no piso;

– O piso porcelanato líquido possui boa durabilidade e resistência,


podendo suportar produtos abrasivos e alguns tipos de agentes
químicos com maior teor de acidez. O grau de resistência pode
variar conforme a resina escolhida. Porém, em geral todas
aguentam bem e possuem alto nível de resistência se comparadas a
outras opções mais comuns do mercado;

– O Epóxi necessita apenas de uma ou duas demãos para que se fixe


no solo;
– Ele possui boa resistência a arranhões, porém não
todos. Vai depender do tipo de resina, modelo, marca
etc.;

– Aguenta impactos, movimentação de carga e contato


com itens de maior peso também conforme o tipo de
resina empregado;

– O Piso Porcelanato Líquido de resina Epóxi pode ser


achado em várias colorações, incluindo incolor e
opções metálicas. A opção transparente permite
manter a cor original da base;

– A aplicação em grandes ou pequenas áreas é simples e


fácil;
– A secagem, ou cura, em geral é rápida, conforme o agente
endurecedor usado. Isso ajuda a economizar tempo, o que
é bom para locais que não podem ficar muito tempo
parados, fechados ou sem uso;

– Caso surjam problemas na superfície, ele pode ser reparado


facilmente e de forma rápida;

– Como mencionado acima, ele é autonivelante. Ou seja,


torna o chão uniforme. Desse modo, ele acaba suprimindo
desníveis, falhas ou imperfeições de superfícies irregulares
como as feitas de concreto;

– O piso porcelanato líquido pode ser personalizado com


ilustrações, padrões, estampas, desenhos, esquemas de
tons e cores etc. conforme você preferir. Especialmente o
Epóxi, pois, como comentado antes, possui mais opções;
– A manutenção geralmente tem custo baixo;

– A opção brilhosa dispensa a aplicação de


materiais como cera e outros produtos químicos
usados para dar mais brilho ao chão;

– As resinas de uretano e poliuretano aguentam


bem as mudanças de temperatura, evitando
melhor o aparecimento de trincas e rachaduras
precoces;

– Não possui cheiro forte.


Dúvidas Recorrentes
– Existe alguma recomendação na hora de se aplicar o Porcelanato Líquido?

Para aplicar a resina sobre o chão é necessário que a superfície esteja


devidamente limpa, sem machas de gordura, poeira e outras substâncias.
Também deve evitar-se umidade sobre ela. Caso contrário, há chances de
ter de se refazer todo o processo de aplicação. Depois, é preciso aguardar
o tempo de cura, secagem, que pode variar de algumas horas até dias
dependendo do tipo e finalidade a qual o piso será submetido. Após estar
pronto, pode-se limpá-lo e, enfim, deixá-lo livre para uso.

Em locais desnivelados a resina tende a ir e se concentrar em regiões mais


baixas, acabando por nivelar o local. Porém, se não houver resina
suficiente, as partes mais altas podem ficar com pouca quantidade de
resina ou com a base descoberta. Por isso é importante ficar de olho para
manter a aplicação de forma correta e bem distribuída.
– Quanto custa o Porcelanato Líquido?

Seu preço é calculado por metro quadrado. Até


pouco tempo atrás, os fabricantes exigiam ao
menos 100m quadrados para aplicação. Porém,
isso vem mudando conforme o porcelanato
líquido se populariza;

– Onde posso comprar resina para fazer


Porcelanato Líquido?

O porcelanato líquido pode ser adquirido aqui


mesmo em nossa loja de pisos e revestimentos.
– Como é feita a aplicação do Porcelanato Líquido?

Não há um método padrão, pois cada tipo e efeito desejado pode


requerer uma variação na aplicação e equipamentos específicos. Mas em
geral a resina é espalhada sobre a base com a ajuda de uma espécie de
rodo após a ela ter sido devidamente lixada e higienizada. Isso pode ser
feito a cada nova camada. É importante ler as instruções de aplicação do
fabricante da resina utilizada e contratar um profissional especializado
para fazer a aplicação. Também é importante ressaltar que as embalagens
dos produtos usados precisam ser devidamente descartadas, pois podem
prejudicar o meio ambiente.

– E a limpeza? Como é realizada?


A higienização deve ser feita com sabão neutro, ou detergente neutro, e
água. Há produtos específicos no mercado para limpeza de porcelanatos
líquidos também. Outras substâncias químicas podem danificar o piso,
removendo o brilho e até gerando manchas.
– Quanto tempo demora para o Porcelanato Líquido ficar pronto?

Como mencionado acima, o período de cura (secagem e


endurecimento) pode variar conforme o tipo de resina, a aplicação
realizada e a finalidade do piso. Em alguns casos em poucas horas já
pode ser possível liberá-lo para tráfego leve, sendo necessário mais
algumas para tráfego pesado. Mas há situações em que alguns dias
podem ser necessários até que ele fique pronto para uso.

– Como é feita a manutenção do Porcelanato Líquido?

Deve-se evitar arrastar objetos pontiagudos sobre ele. Tente


revestir os pés dos móveis com proteções arredondas ou feltro. A
renovação do piso pode ser feita caso ele mude de aparência e
consistência. Áreas danificadas podem requerer uma nova
aplicação da resina. Sua revitalização pode ser realizada de 3 a 5
anos com produtos próprios e até equipamentos como
enceradeiras.
Dicas de Decoração
Uma das coisas que mais chamam atenção no porcelanato líquido é seu
alto nível de brilho. Por isso, experimente combinar esse piso com um
estilo de decoração industrial e moderno, caracterizado pela presença de
móveis e objetos metálicos e brilhantes. O resultado poderá ficar incrível!
Com cores mais claras o brilho pode ser potencializado, ajudando
inclusive no aumento de claridade de um ambiente. Dessa forma,
gerando a sensação de que o espaço possui maior amplitude.
Principalmente em tons brancos. Aliás, isso combina bem com uma
decoração escandinava.
Por não possuir rejuntes, divisórias ou juntas de dilatação, o
porcelanato líquido também dá sensação de continuidade,
ampliando a sensação de que o espaço é maior. Aliás, tente
usar a mesma cor do teto ou combiná-lo com ele. O efeito
pode ficar bem interessante.
O efeito espelhado também algo bem interessante e que
pode deixar a estética de um ou mais cômodos mais
elegante e bonita! Aliás, elegância é um dos adjetivos que
caracterizam bem o porcelanato líquido, assim como pisos
de mármore e outras pedras nobres.
O uso de móveis e itens foscos em contraste com
o brilho do piso pode ocasionar uma decoração
bem diferenciada e com estilo próprio.
Na cozinha, lavandeira ou banheiro, dá para se
aplicar a pintura Epóxi ou poliuretano sobre os
azulejos de modo a combinar com o piso
porcelanato líquido.
O uso de variações nas cores do piso (porcelanato
líquido decorado), bem como padrões, texturas,
ilustrações, combinações e outras técnicas pode
desenvolver ambientes decorados impressionantes!
O Porcelanato Líquido 3D e Outros
Tipos de Efeitos
• Uma técnica bem interessante é a do porcelanato líquido
3D. Importada de Dubai, ela consiste na aplicação de um
adesivo com uma ilustração na base selada, sendo coberta
pela resina do porcelanato líquido incolor. Dessa forma,
conforme o ângulo que você olha, tem-se a impressão de
que as imagens são tridimensionais. O fundo do oceano,
por exemplo, fica bem bonito no banheiro.

• Também há o porcelanato líquido flocado, conhecido como


flake. Nesse caso, adicionam-se flocos coloridos ou mica no
revestimento epóxi. O acabamento é feito em resina
transparente, incolor. O efeito decorativo é bem suave,
sendo ótimo para decorações mais simples e agradáveis.
• Também temos porcelanatos líquidos
metalizados, perolados, marmorizados,
fluorescentes ou fosforescentes. Além, é claro,
das opções mais tradicionais, como brilhoso,
fosco e transparente (ou translúcido).

• O Porcelanato Líquido é uma tendência cada vez


mais abraçada por decoradores e arquitetos,
possuindo tantas possibilidades de
personalização e vantagens, que fica difícil não
ser seduzido por ele. Possui um dos melhores
custos-benefícios do mercado, sendo muito
prático e exigindo cuidados simples para sua
manutenção.

Você também pode gostar