Você está na página 1de 10

MATEMÁTICA – CESPE E EXATUS – 87/2014

PROJETO EXCOM – PROFESSOR JEFFERSON ALVES – MATEMÁTICA

Prova: Banco Central do Brasil. empresário, via banco público de desenvolvimento, a taxa
Cargo: Analista de Análise e Desenvolvimento de subsidiada de 3% a.a.
Sistemas.
Banca: CESPE. Q2: Se o governo constrói a ferrovia com recursos da
Nível: Suprerior. União, remunera o capital do construtor segundo sua taxa
Ano: 2013. mínima de atratividade, que é de 16% a.a.

O governo federal identificou que é fundamental para o Q3: E menos oneroso para o governo tomar emprestado
crescimento econômico do país a construção de ferrovia via Tesouro Direto, pagando juros a taxa SELIC de 9% a.a.
ligando determinada região produtora de grãos ao porto e financiar a construção a taxa subsidiada de 3% a.a, do
mais próximo. Os estudos de demanda mostraram que o que remunerar o capital do construtor segundo sua taxa
empreendimento não é viável economicamente para o mínima de atratividade, de 16% a.a.
setor privado, razão por que o governo decidiu adotar
medidas para incentivar o setor privado a investir na Q4: Se o governo empresta para o empresário 70% dos
construção e operação da ferrovia. Nas reuniões para a recursos necessários à construção da ferrovia, à taxa
escolha da melhor forma de incentivar o setor privado, subsidiada de 3% a.a., então a taxa interna de retorno do
dois argumentos que se destacaram são apresentados a acionista no negócio supera sua taxa mínima de
seguir. atratividade.

Argumento 1: Q5: Se a taxa interna de retorno do acionista no negócio


supera sua taxa mínima de atratividade, então o
P1: O governo quer que a ferrovia seja construída, há empresário tem interesse em investir seus recursos
necessidade de volumosos investimentos iniciais na próprios em parte da construção e na operação da
construção e não haverá demanda suficiente por sua ferrovia.
utilização nos primeiros anos de operação.
C2: Logo, se é menos oneroso para o governo tomar
P2: Como há necessidade de volumosos investimentos emprestado via Tesouro Direto, pagando juros à taxa
iniciais para a construção da ferrovia e não haverá SELIC de 9% a.a. e financiar à taxa subsidiada de 3% a.a.,
demanda suficiente por sua utilização nos primeiros anos do que remunerar o capital do construtor segundo sua
de operação, a taxa interna de retorno do negocio será taxa mínima de atratividade, de 16% a.a., então o governo
baixa. toma emprestados 70% dos recursos necessários a
construção da ferrovia, via Tesouro Direto, pagando juros
P3: Se a taxa interna de retorno do negócio for baixa, os à taxa SELIC de 9% a.a., empresta ao empresário, via
empresários não terão interesse em investir seus recursos banco pùblico de desenvolvimento, a taxa subsidiada de
próprios na construção e operação da ferrovia. 3% a.a., e o empresário terá interesse em investir seus
recursos próprios em parte da construção e na operação
P4: Se o governo quer que a ferrovia seja construída e se da ferrovia.
os empresários não tiverem interesse em investir seus
recursos próprios na construção e operação, o governo Com referência aos argumentos hipotéticos
deverá construí-la com recursos da União e conceder a apresentados, julgue os itens seguintes, relativos à lógica
operação a iniciativa privada. sentencial.

C1: Logo, o governo deverá construir a ferrovia com 341 Se o argumento 2 for válido, então a proposição Q3
recursos da União e conceder a operação à iniciativa será verdadeira.
privada.
342 O argumento 2 e não valido.
Argumento 2:
343 A negação da proposição P1 estará corretamente
Q1: O governo federal constrói a ferrovia com recursos da expressa por “O governo não quer que a ferrovia seja
União ou toma emprestados 70% dos recursos construída, não há necessidade de volumosos
necessários à construção da ferrovia, via Tesouro Direto, investimentos iniciais na construção ou haverá demanda
pagando juros a taxa SELIC de 9% a.a., e empresta ao suficiente por sua utilização nos primeiros anos de
operação”.
344 A proposição P2 è logicamente equivalente a “Se hà Prova: Banco Central do Brasil.
necessidade de volumosos investimentos iniciais para a Cargo: Técnico Administrativo.
construção da ferrovia e não haverá demanda suficiente Banca: CESPE.
por sua utilização nos primeiros anos de operação, então Nível: Médio.
a taxa interna de retorno do negócio será baixa”. Ano: 2013.

345 Se a proposição P4 for verdadeira, então o governo A numeração das notas de papel-moeda de determinado
deverá conceder à operação da ferrovia a iniciativa país é constituída por duas das 26 letras do alfabeto da
privada. língua portuguesa, com ou sem repetição, seguidas de um
numeral com 9 algarismos arábicos, de 0 a 9, com ou sem
repetição. Julgue os próximos itens, relativos a esse
sistema de numeração.

346 Considere que, até o ano 2000, as notas de papel-


moeda desse país fossem retangulares e medissem 14 cm
× 6,5 cm e que, a partir de 2001, essas notas tivessem
passado a medir 12,8 cm × 6,5 cm, mas tivessem mantido
a forma retangular. Nesse caso, com o papel-moeda gasto
para se fabricar 10 notas de acordo com as medidas
adotadas antes de 2000 é possível fabricar 11 notas
conforme as medidas determinadas após 2001.

347 Existem mais de 700 formas diferentes de se escolher


as duas letras que iniciarão a numeração de uma nota.

348 Considere o conjunto das notas numeradas da forma


#A12345678&, em que # representa uma letra do
alfabeto e &, um algarismo. Nessa situação, retirando-se,
aleatoriamente, uma nota desse conjunto, a
probabilidade de # ser uma vogal e de & ser um algarismo
menor que 4 é inferior a 1/10.

349 Considere que o valor de determinada nota desse


país seja equivalente a R$ 2,00. Nesse caso, o valor de
todas essas notas em que a numeração contém pelo
menos uma vogal é superior a 4 trilhões de reais.

Considere que as seguintes proposições sejam


verdadeiras.

I Se o dólar subir, as exportações aumentarão ou as


importações diminuirão.

II Se as exportações aumentarem e as importações


diminuírem, a inflação aumentará.

III Se o BACEN aumentar a taxa de juros, a inflação


diminuirá.

Com base apenas nessas proposições, julgue os itens a


seguir.

350 Se o BACEN aumentar a taxa de juros, então as


exportações
não aumentarão ou as importações não diminuirão.

351 Se o dólar subir, então a inflação diminuirá.

352 Suponha que o aumento da taxa de juros diminua o


consumo, e o decréscimo do consumo diminua as
importações. Nessa situação, é possível que juros e
exportações aumentem na mesma época.
Prova: Câmara Municipal de Ibiraçu. c) 84 dias.
Cargo: Técnico Legislativo. d) menos de 81 dias.
Banca: EXATUS.
Nível: Médio. 358 - Determinado produto é vendido em porções com
3
Ano: 2013. volume igual a 40 dm , e em sua composição há 8% de
Estado: Espírito Santo. solventes, 15% de corantes, 25% de resinas e o restante é
água. Guardadas essas proporções, em 3,4 porções desse
353 - Ana possui três recipientes vazios. O recipiente A produto há:
3
possui capacidade para 8 cm , o recipiente B tem
3 3
capacidade para 7 cm e a capacidade do recipiente C é a) menos de 10 dm de solventes.
3 3
de 10 cm . Ela precisa encher os recipientes A, B e C, b) mais de 20 dm de corantes.
3
transferindo determinada substância líquida contida em c) mais de 35 dm de resinas.
3 3
outro recipiente, utilizando um tubo graduado em 4 cm , d) exatamente 70 dm de água.
3 3
5 cm e 6 cm . Considerando que ela pode realizar todas
as possíveis transferências do líquido entre o tubo e os 359 - Um título de R$ 5400,00 foi resgatado antes do seu
recipientes e vice versa, é correto afirmar vencimento por R$ 4590,00. Sabendo que a taxa de
que: desconto simples comercial efetivada nessa transação foi
de 18% a.a., é correto afirmar que o resgate do título foi
a) Ana conseguirá encher apenas o recipiente A. antecipado em:
b) Ana conseguirá encher apenas os recipientes A e B.
c) Ana conseguirá encher apenas os recipientes B e C. a) 6 meses.
d) Ana conseguirá encher os recipientes A, B e C. b) 7 meses.
c) 9 meses.
354 - O perímetro de um triângulo retângulo mede 45 cm, d) 10 meses.
e seus lados formam uma progressão aritmética de razão
3. A área desse triângulo é igual a: Prova: Polícia Militar do estado do Espírito Santo.
Cargo: Curso de Formação de Oficiais Combatentes.
2
a) 90 cm . Banca: EXATUS.
2
b) 75 cm . Nível: Médio.
2
c) 60 cm . Ano: 2013.
d) 54 cm2.
360 - O soldado Fontes possui 3 pares de sapatos, 4
355 - Aldair aplicou um capital de R$ 3600,00 à taxa de camisas e 3 calcas que fazem parte do uniforme de gala
juros compostos de 20% a.a. e após determinado período, da Policia Militar. Para comparecer a um evento sobre
resgatou R$ 6220,80. O prazo de aplicação desse capital seguranca publica trajando um uniforme de gala, o
foi de: soldado Fontes pode se vestir de:

a) 3 anos. a) apenas uma maneira.


b) 3,5 anos. b) 4 maneiras diferentes.
c) 4 anos. c) 10 maneiras diferentes.
d) 5 anos. d) 24 maneiras diferentes.
e) 36 maneiras diferentes.
356 - As medidas da altura, da largura e do comprimento
de um paralelepípedo reto retângulo formam uma
progressão geométrica de razão 4. Sabe-se que o volume
3
desse paralelepípedo é igual a 8000 cm . Portanto, há
nesse paralelepípedo
arestas cuja medida é igual a:

a) 8 cm.
b) 20 cm.
c) 50 cm.
d) 125 cm.

357 - Um grupo de 14 operários realiza determinada obra


em 90 dias, trabalhando 6 horas por dia. Se esse grupo
fosse constituído por 9 operários, trabalhando 10 horas
por dia, essa mesma obra seria realizada em:

a) mais de 90 dias.
b) 88 dias.
GABARITO COM RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES (II) “ha necessidade de volumosos investimentos iniciais
na construcao e nao havera
341. Resolução: demanda suficiente por sua utilizacao nos primeiros
anos de
Se o argumento 2 é válido, então sua conclusão é operacao.
VERDADE. E se a conclusão for VERDADE, retiramos da
mesma que “e menos oneroso para o governo tomar Como negar logicamente uma proposição é alterar o
emprestado via Tesouro Direto, pagando juros a taxa valor lógico da mesma, devemos então negar
SELIC de 9% a.a. e financiar a taxa subsidiada de 3% As duas sentenças completas. A sentença (I) é uma
a.a.,” é VERDADE. sentença simples. A sentença (II) é composta pela
conjunção.
Repare também que a Q3 tem sentido de excludência
entre as ideias. Ou seja, ou o governo faz uma coisa ou Logo, as respectivas negações são:
outra. Para poder investir ele vai ter que decidir por um
dos dois tipos de investimentos que irá fazer. Dando um (I) “O governo nao quer que a ferrovia seja construída”
caráter de disjunção exclusiva para a proposição. E numa
disjunção exclusiva, como somente um dos termos pode (II) “nao há necessidade de volumosos investimentos
ser Verdade para que toda a proposição seja Verdade, iniciais na construcao
garante-se então que Q3 é Verdadeira. Vide abaixo ou havera demanda suficiente por sua utilizacao nos
tabela da disjunção exclusiva. primeiros
anos de operacao”.
p q p∨∨q
V V F Lembrando que a negação da conjunção é:
V F V
F V V ~(p∧ ∧q) = ~p∨
∨~q, justifica-se então a negação da sentença
F F F (II).

Resposta: CERTO. Juntando ambas, temos:

342. Resolução: “O governo nao quer que a ferrovia seja construida, nao
há necessidade de volumosos investimentos iniciais na
Novamente a questão Q3 será nosso referencial para construção ou havera demanda suficiente por sua
resolvermos esta questão. Na questão 31 percebemos o utilizacao nos primeiros anos de operacao”.
caráter de disjunção exclusiva da proposição. Para
verificarmos se um argumento é válido partimos do Resposta: CERTO.
pressuposto que as premissas são verdadeiras para
tentarmos chegar à determinação de que a conclusão 344. Resolução:
também é uma verdade. Voltemos também à tabela
descrita na questão 31, mais especificamente as duas Repare que a proposição P2 é uma condicional. Quando
linhas na cor amarela. Verificamos então que se o texto diz “Como..., a taxa...” perceba que há uma
partirmos do pressuposto de Q3 ser Verdadeira, então relação de implicação entre os termos que poderia ser
podemos ter “menos oneroso para o governo tomar transcrita por “se...a taxa...”. Ou seja, se há uma relação
emprestado via Tesouro Direto, pagando juros a taxa de implicação inerente À proposição, esta pode ser
SELIC de 9% a.a. e financiar a construcao a taxa reescrita como uma condicional. E como notamos que os
subsidiada de 3% a.a” como Verdade ou Falso. Vimos na termos de P2 foram preservados em suas posições, ou
questão 31 que se for Verdade então o argumento é seja, o que era hipótese se manteve hipótese e o que era
válido. Mas se for Falsa, concluiremos que o argumento tese se manteve tese sem prejuízo algum aos seus
não se tornará válido. Então, percebemos que como devidos valores lógicos, podemos garantir que a
temos duas possibilidades diferentes para começarmos a proposição enunciada neste item 34 é equivalente à
desenvolver nosso argumento, não temos como verificar proposição P2. Compare abaixo ambas:
que o argumento é válido.
P2: Como ha necessidade de volumosos investimentos
Resposta: CERTO. iniciais para a construcao da ferrovia e nao havera
demanda suficiente por sua utilizacao nos primeiros
343. Resolução: anos de operacao, a taxa interna de retorno do negocio
sera baixa.
Repare que temos duas sentenças completas em P1: “Se há necessidade de volumosos investimentos iniciais
para a construcao da ferrovia e nao havera demanda
(I) “O governo quer que a ferrovia seja construida” suficiente por sua utilizacao nos primeiros anos de
operacao, entao a taxa interna de retorno do negocio
sera baixa”.
Resposta: CERTO. Para sabermos quantas notas conseguimos construir
agora basta dividir “R” Por “S2”.
345. Resolução:
R = 910 = 10,9375 (Ou seja, menos que 11.)
Repare que a proposição P4 é uma condicional. Veja S2 83,2
abaixo:
Resposta: ERRADO.
“P4: Se o governo quer que a ferrovia seja construida e
se os empresarios nao tiverem interesse em investir seus 347. Resolução:
recursos proprios na construcao e operacao, o governo
devera construi-la com recursos da Uniao e conceder a Como as escolhas são independentes, basta determinar
operacao a iniciativa privada.” o número de possibilidades para cada escolha e
multiplicar.
E como toda condicional, temos três situações diferentes
para que uma condicional seja VERDADE. Relembremos (I) De quantas formas diferentes podemos escolher a
na tabela abaixo e siga a cor amarela primeira letra?

p q p→→q R1 = 26.
V V V
V F F (II) De quantas formas diferentes podemos escolher a
F V V segunda letra? Como pode haver letra repetida temos:
F F V
R2 = 26
Repare que a sentença “o governo devera conceder a
operacao da ferrovia a iniciativa privada.” Está na tese Logo aplicando o princípio multiplicativo temos:
da condicional. Veja abaixo:
R1 x R2 = 26 x 26 = 676 (Formas diferentes de inserir as
Tese da condicional: “o governo devera construi-la com letras.)
recursos da Uniao e conceder a operacao a iniciativa
privada.” Resposta: ERRADO.

Note a última linha da tabela verdade da condicional. 348. Resolução:


Vemos que uma condicional pode ser VERDADE com a
tese FALSA. Como esta nossa Tese é uma conjunção, A probabilidade de um evento ocorrer é dada por:
temos que se uma conjunção é FALSA então pelo menos
uma de suas componentes é falsa. Vide Tabela abaixo: P(A) = número de casos favoráveis = n(A)
Número total de casos = n(U)
p q p∧∧q
Vamos então determinar quantas coisas são favoráveis
V V V
ao nosso evento e o número total de casos.
V F F
F V F
(I) Casos Favoráveis: Notas com Vogal e algarismo menor
F F F
que 4.
O quê nos gera a possibilidade de termos a sentença “o
Vogais: 5 {a, e, i, o, u}
governo devera conceder a operacao da ferrovia a
iniciativa privada” como FALSA.
Algarismos menores que 4: 4 {0, 1, 2, 3}
Logo, pelo princípio multiplicativo, temos:
Resposta: ERRADO.
n(A) = 5 x 4 = 20 possibilidades.
346. Resolução:
Como a área de um retângulo é o produto de suas
(II) Total de Casos: # Qualquer letra e & qualquer
dimensões, temos que a área de uma nota antes de 2000
algarismo.
é:
2 # Qualquer letra: 26
S1 = 14 x 6,5 = 91 cm
& qualquer algarism o: 10
Logo, para 10 notas teremos:
2
R = 10 x 91 = 910 cm .
Logo, pelo princípio multiplicativo, temos:
n(U) 26 x 10 = 260 possibilidades.
A área das notas depois de 2000 vale:
2
S2 = 12,8 x 6,5 = 83,2 cm
Assim, a probabilidade será: (*) Se a inflação não aumentar então as exportações não
aumentarão ou as importações diminuirão.
P(A) = n(A) = 20 = . 2 . = . 1 .
n(U) 260 26 13 A tese da primeira e a hipótese da segunda coincidem
sem suas ideias. Logo, aplicando o Silogismo Hipotético,
Vemos então que 1/13 < 1/10. temos:

Resposta: CERTO. →(*)


(III)→

349. Resolução: Se o Bacen Aumentar a taxa de juros, então as


importações não aumentarão ou as importações não
Primeiro vamos determinar a quantidade total de votas diminuirão.
que podem ser feitas indiscriminadamente. Pelo
princípio multiplicativo, temos: Resposta: CERTO.

R1 = 26 x 26 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10 = 351. Resolução:
676 000 000 000
Note que a tese da (I) é uma composta pelo conectivo
Como precisamos de notas com pelo menos uma vogal, “ou” e que a hipótese da (II) é uma composta pelo “e”.
perceba então que só não podemos ter notas sem São conectivos que trazem relações diferentes para suas
vogais. Vamos então determinar de quantas formas componentes. Logo, não podemos aplicar o silogismo
diferentes podemos ter notas sem vogais. Como são 5 hipotético e chegar a alguma conclusão conforme
vogais, retirando estas do nosso universo de letras, enunciada neste item.
temos:
Resposta: ERRADO.
R2 = 21 x 21 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10 x 10 =
441 000 000 000 352. Resolução:

Para determinarmos quantas terão pelo menos uma A sentença “O aumento da taxa de juros diminua o
vogal, basta subtrair R1 de R2. consumo” pode ser reescrita da seguinte forma.

R1 – R2 = 676 000 000 000 – 441 000 000 000 = 235 000 Se aumenta a taxa de juros então diminui o consumo.
000 000 de notas.
Já a sentença “decréscimo do consumo diminua as
Como cada uma vale R$ 2,00; temos: importações” pode ser reescrito como:

235 000 000 000 x 2 = 470 000 000 000 (Quatrocentos e Se decresce o consumo então diminui as importações.
setenta Bilhões de Reais.)
Como numa argumentação supõe-se premissas
Resposta: ERRADO. verdadeiras, suponhamos essas acima como verdade.

350. Resolução: Se aumenta a taxa de juros então diminui o consumo. (V)


Se decresce o consumo então diminui as importações.(V)
Primeiro façamos a contrapositiva da proposição (II).
Lembrando que a contrapositiva é: Admitindo que “Aumenta a taxa de juros” é (V), as
outras componentes também serão (V). Pois, caso
→q = ~q→
p→ →~p contrário, se “diminui o consumo” for falso, a primeira
proposição seria falsa. Tornando nossa suposição errada.
(*) Se a inflação não aumentar então as exportações não
aumentarão ou as importações diminuirão. Partindo do pressuposto também que

Uma técnica que pode relacionar duas condicionais é a “Os juros aumentam”(V)
do Silogismo Hipotético, que diz o seguinte:
“As exportações aumentam”m(V)
→q, q→
p→ →r então p→
→r
Vamos verificar por Absurdo que não podemos garantir
Repare que a Tese da primeira é a hipótese da segunda. a relação garantida pelo enunciado.

Comparando a (III) com a (*), temos: Relacionemos agora os valores encontrados no


III Se o BACEN aumentar a taxa de juros, a inflação enunciados (II) e (III).
diminuirá.
V V
II Se as exportações aumentarem e as importações 2p = a + b +c
diminuírem, a inflação aumentará.
O semiperímetro é a metade do perímetro.
O que obriga a sentença a “Inflação aumentará” ser
Verdade. (*) p=a+b+c
2
V
Se os lados estão em progressão aritmética de razão 3,
III Se o BACEN aumentar a taxa de juros, a inflação temos que:
diminuirá.
a=a
O que obriga “Inflação diminuir” ser Verdade. (**)
b=a+3
Repare que:
c = a + 2.3 = a + 6
“Inflação aumentará” ser Verdade.
Temos então que:
“Inflação diminuir” ser Verdade
Absurdo!! Ou é uma coisa ou outra. Mostrando assim 2p = a + b + c = a + a + 3 + a + 6 = 3a + 9
que a suposição de que “juros e exportações aumentem
na mesma época” é Falsa. Como 2p = 45, então:

Resposta: ERRADO. 3a + 9 = 45

353. Resolução: 3a + = 45 - 9

Repare que: 3a = 36
3
Para encher o recipiente com 10cm de capacidade basta a = 36
3
usarmos duas vezes o tubo com 5cm de capacidade. 3
3 3 3
5cm + 5cm = 10cm a = 12.
3
Para encher o recipiente de 7m , basta utilizar uma vez Assim, cada lado vale:
3 3
um tubo de 4m e a metade de um tubo com 6m .
a = a = 12 cm
3 3 3 3 3
4m + 6m = 4m + 3m = 7m
2 b = a + 3 = 12 + 3 = 15 cm
c = a + 2.3 = a + 6 = 12 + 6 = 18 cm
E a outra metade do recipiente de 6m3? Ou seja, e os
3
outros 3m ? Junte-os com um tubo de E p semiperímetro é:
3 3
5m para encher o recipiente de 8m .
p = 12 + 15 + 18 = 45 = 22,5 cm
3 3
3m + 5m = 8m3 2 2

Concluímos então que é possível encher todos os Para determinarmos a área de um triângulo apenas
recipientes com os tubos que temos. conhecendo as medidas de seus lados, precisamos da
seguinte fórmula.
Resposta: d.
      
 
354. Resolução:
Então:

   ,  ,     ,     ,   

   , ,  ,  , 

  , 
O perímetro de um triângulo é a soma das medidas de
  ,    
seus lados.
Resposta: a.
355. Resolução: Temos:

A fórmula do montante na capitalização composta é: V = a . (4a) . (16a)


n 3
M = C(1 + i) Como o volume é de 8000cm , logo:
3
Onde: 64a = 8000
3
M – montante a = 8000
C – Capital 64
i – taxa na forma unitária
3
n - prazo a = 125

  √    
Recolhendo as informações do texto temos:
Logo os lados do paralelepípedo são:
M = 6220,80
3
C = 3600 a = 5cm
i = 20% a. a. = 0,2 a. a
3
b = 5 . 4 = 20cm
Substituindo na fórmula, temos:
3
c = 16 . 5 = 80cm
n
6220,8 = 3600(1 + 0,2)
Resposta: b.
n
6220,8 = (1,2)
3600 357. Resolução:
n
1,728 = (1,2) É um problema de regra de três composta. Que vamos
organizar da seguinte forma
Vamos substituir os valor de “n” pelas seguintes opções
para identificarmos em qual temos a aproximação 1,728. Dias Operários horas
90 14 6
3
(1,2) = 1,728 Já encontramos!!! X 9 10

Resposta: a. Vamos estudar a condição de proporcionalidade entre as


grandezas.
356. Resolução: Quanto maior o número de operários trabalhando, o
trabalho será feito em menos dias. Logo, estas grandezas
O paralelepípedo retângulo pode ser representado pela são INVERSAMENTE proporcionais.
seguinte figura:
↓Dias ↑Operários horas
90 14 6
X 9 10

Quanto mais horas por dia forem trabalhadas,


precisamos de menos dias para fazer o serviço. Logo,
estas grandezas são INVERSAMENTE proporcionais.

Se os lados estão em progressão geométrica de razão 4, ↓Dias↓


↓ ↑Operários ↑
horas↑
podemos descrever seus lados da seguinte forma: 90 14 6
X 9 10
a=a
Montando o calculo, temos:
b = a.4
. X . = 14 x . 6 .
c = (a . 4)4 = 16a 90 9 10

Sabendo que o volume do paralelepípedo é dado por . X . = 84


90 90
V=a.b.c
X = 84
Resposta: c. 360. Resolução:

358. Resolução: Basta aplicar o princípio multiplicativo com o número de


possibilidades do soldado escolher cada peça.
Para 3,4 porções, temos de volume:
3 x 4 x = 36 formas diferentes
3
3,4 x 40 = 136dm
Resposta: e.
Calculando os devidos percentuais temos:
3
Solventes: 8% de 136 = 0,08 x 136 = 10,88 dm
3
Corantes: 15% de 136 = 0,15 x 136 = 20,4 dm
3
Resinas: 25% de 136 = 0,25 x 136 = = 34 dm
3
Água: 52% de 136 = 0,52 x 136 = 70,72 dm

Resposta: b.

359. Reaolução:

Sabendo que uma das fórmulas de Desconto Racional


Simples é

Va = Vn(1 – i.n)

Onde:

Va – Valor atual do Título


Vn – Valor nominal do título
i – Taxa na forma unitária
n – Prazo.

Recolhendo os dados do texto, temos:

Va = 4590
Vn = 5400
i = 18% a. a. = 18% = 1,5% a. m. = 0,015 a. m.
12
N=?

Logo:

4590 = 5400(1 – 0,015n)

4590 = 1 – 0,015n
5400

0,85 = 1 – 0,015n
0,85 – 1 = –0,015n

–0,15 = –0,015n ( x – 1)

0,15 = n
0,015

n = 10 meses.

Resposta: d.