Você está na página 1de 17

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Faculdade de Psicologia
Psicologia Comunitária

AS REDES PESSOAIS SIGNIFICATIVAS COMO


INSTRUMENTO DE INTERVENÇÃO
PSICOLÓGICA NO CONTEXTO COMUNITÁRIO
AS REDES SOCIAIS
 Representa o conjunto de todas as relações que uma
pessoa possui de forma significativa.

 A pessoa define assim o nicho social próprio que contribui


para seu reconhecimento.

 A rede social é uma fonte de sentimento de identidade, de


competência e de ação.
AS REDES SOCIAIS
 Os nós numa rede representam as pessoas e
as instituições que criam vínculos de diversas
qualidades e intensidades.

 Os fios estão constituídos pelas relações, pelos


vínculos, pelas diversas formas de
comunicação.

 Um nó pode ser constituído por uma pessoa,


por um grupo, por uma organização.
Diferentes Organogramas

Pirâmide Rede
Forma da rede: dinamismo e multiplicação

• Cada ponto, ao estabelecer uma conexão,


amplia os limites da rede.

• Ao fazê-lo, permite o estabelecimento de novas


conexões com outros pontos, que, com suas
próprias conexões, vão empurrando os limites da
rede para mais longe à medida que o processo
transcorre.
Rede da escola

Rede de
vizinhança

Espaço de
Trabalho
AS REDES SOCIAIS

 A rede é um sistema aberto que, através do intercâmbio


dinâmico entre seus integrantes e entre eles e outros
grupos sociais, torna possível a melhor utilização de
seus recursos.

 Cada membro da família e da comunidade se beneficia


das múltiplas relações que estabelecem e que
favorecem o seu desenvolvimento.
A ESTRUTURA DAS REDES SOCIAIS
 As redes estão determinadas pelos números de pessoas,
órgãos e instituições que as compõem: tamanho médio 8 – 10
pessoas.

 As redes são modificadas por imigrações e emigrações dos


seus membros (pessoas e instituições).

 A constituição das redes também se altera com o passar do


tempo.
 Ex: uma pessoa, ao nascer, faz parte de uma
família e esta é a sua primeira rede. Depois ela
entra na escola, sai de casa, casa, descasa,
muda de cidade, ingressa no mundo do trabalho
pertence a grupos de fé e de lazer, os gostos
culturais também vão mudando conforme a
idade e dos grupos nos quais participa.
REDES PESSOAIS SIGNIFICATIVAS

 Desenvolver uma pesquisa com a rede


pessoal significativa, no contexto de
intervenção psicológico-comunitária.

 Gerar condições para todos os envolvidos na


situação, de serem co-construtores das
possibilidades de mudança.

 Novas propostas de intervenção clínica.


OBJETIVOS
 Avaliar a necessidade de criar uma rede pessoal
significativa em torno de uma pessoa com
problema, para ampliar as possibilidades de
cuidado e responsabilidade pela mesma;
 Avaliar as condições psicológicas de pessoas
convidadas a participar de uma rede;
 Gerar condições para compreensão da proposta
de trabalho com a rede pessoal significativa, tanto
para a solicitante, quanto para todos os envolvidos;
 Avaliar nos integrantes da rede os efeitos do
trabalho realizado.
ORGANIZAÇÃO DA REDE

 Detectando a rede
 Convidando as pessoas para uma reunião
 Ampliando o conhecimento da rede com relação
ao problema
 Levantando possibilidades de ações em conjunto
 Avaliando os efeitos do trabalho por parte dos
participantes da rede
1) Companhia social

2) Apoio Emocional

FUNÇÕES DA 3) Guia cognitivo e


Conselheiro
REDE 4) Regulação Social

5) Ajuda material e de
serviços

6) Acesso a novos
contatos
FUNÇÕES DAS REDES
1) Companhia social: realização de atividades conjuntas
ou estar juntos em determinadas situações vitais

2) Apoio emocional: intercâmbios que conotam uma


atitude emocional positiva, clima de compreensão,
simpatia, estímulo e apoio.

3) Guia cognitivo e conselheiro: relações que


fornecem informações, esclarecem expectativas,
proporcionam modelos de papéis.
FUNÇÕES DAS REDES
4) Regulação social: relações que neutralizam desvios
comportamentais, lembram responsabilidades,
favorecem a resolução de conflitos.

5) Ajuda material e de serviços (suporte social):


colaboração eficaz através de conhecimento
especializado ou ajuda física.

6) Acesso a novos contatos: abertura para a


possibilidade de outras relações além das já
estabelecidas e que evidenciam seu potencial de
vínculo.
A FUNÇÃO DE APOIO SOCIAL DA REDE
 Efeito do apoio social na saúde do indivíduo – o foco
deixa de ser a pessoa com distúrbios para ser a rede
cosntitída.

 A pessoa pode servir como fonte de apoio quando:


ajuda os outros a mobilizar seus recursos psicológicos;
compartilha tarefas e obrigações; fornece recursos
materiais, informação e conselhos.

 Apoio social: padrão duradouro de vínculos sociais


que protegem a integridade física e psicológica das
pessoas.
REFERÊNCIAS:

Meneses, PR. Conceitos sobre redes sociais no


paradigma ecossitêmico (pp. 97-112). Em Introdução
à Psicologia Comunitária. Orgs. Sarriera JC &
Saforcada ET. Editora Sulina: 2010.

Ocampo More, C. As redes pessoais significativas


como instrumento de intervenção psicológica no
contexto comunitário. Disponível em:
http://sites.ffclrp.usp.br/paideia/artigos/31/15.htm.