Você está na página 1de 2

PRODUÇÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL poesia popular nordestina no Sul, tem dado

frequentemente entrevistas à imprensa paulista sobre o


ATIVIDADE SOBRE TIPOS E GÊNEROS assunto.
TEXTUAIS EVARISTO, M. C. O cordel em sala de aula. In:
BRANDÃO, H. N. (Coord.).
01. (ENEM - 2015) Gêneros do discurso na escola: mito, conto, cordel,
Embalagens usadas e resíduos devem ser descartados discurso político, divulgação científica. São Paulo:
adequadamente. Todos os meses são recolhidas das Cortez, 2000.
rodovias brasileiras centenas de milhares de toneladas A biografia é um gênero textual que descreve a
de lixo. Só nos 22,9 mil quilômetros das rodovias trajetória de determinado indivíduo, evidenciando sua
paulistas são 41,5 mil toneladas. O hábito de descartar singularidade. No caso específico de uma biografia
embalagens, garrafas, papéis e bitucas de cigarro pelas como a de João Antônio de Barros, um
rodovias persiste e tem aumentado nos últimos anos. O dos principais elementos que a constitui é
problema é que o lixo acumulado na rodovia, além de A) a estilização dos eventos reais de sua vida, para que
prejudicar o meio ambiente, pode impedir o o relato biográfico surta os efeitos desejados.
escoamento da água, contribuir para as enchentes, B) o relato de eventos de sua vida em perspectiva
provocar incêndios, atrapalhar o trânsito e até causar histórica, que valorize seu percurso artístico.
acidentes. Além dos perigos que o lixo representa para C) a narração de eventos de sua vida que demonstrem
os motoristas, o material descartado poderia ser a qualidade de sua obra.
devolvido para a cadeia produtiva. Ou seja, o papel D) uma retórica que enfatize alguns eventos da vida
que está sobrando nas rodovias poderia ter melhor exemplar da pessoa biografada.
destino. Isso também vale para os plásticos inservíveis, E) uma exposição de eventos de sua vida que mescle
que poderiam se transformar em sacos de lixo, baldes, objetividade e construção ficcional.
cabides e até acessórios para os carros.
Disponível em: www.girodasestradas.com.br. Acesso 03. (ENEM - 2014)
em: 31 jul. 2012.
Os gêneros textuais correspondem a certos padrões de A última edição deste periódico apresenta mais uma
composição de texto, determinados pelo contexto em vez tema relacionado ao tratamento dado ao lixo
que são produzidos, pelo público a que eles se caseiro, aquele que produzimos no dia a dia. A
destinam, por sua finalidade. Pela leitura do texto informação agora passa pelo problema do material
apresentado, reconhece-se que sua função é jogado na estrada vicinal que liga o município de Rio
A) apresentar dados estatísticos sobre a reciclagem no Claro ao distrito de Ajapi. Infelizmente, no local em
país. questão, a reportagem encontrou mais uma forma
B) alertar sobre os riscos da falta de sustentabilidade errada de destinação do lixo: material atirado ao lado
do mercado de recicláveis. da pista como se isso fosse o ideal. Muitos moradores,
C) divulgar a quantidade de produtos reciclados por exemplo, retiram o lixo de suas residências e, em
retirados das rodovias brasileiras. vez de um destino correto, procuram dispensá-lo em
D) revelar os altos índices de acidentes nas rodovias outras regiões. Uma situação no mínimo incômoda. Se
brasileiras poluídas nos últimos anos. você sai de casa para jogar o lixo em outra localidade,
E) conscientizar sobre a necessidade de preservação por que não o fazer no local ideal? É muita falta de
ambiental e de segurança nas rodovias. educação achar que aquilo que não é correto para sua
região possa ser para outra. A reciclagem do lixo
02. (ENEM - 2015) doméstico é um passo inteligente e de consciência.
Olha o exemplo que
João Antônio de Barros (Jota Barros) nasceu aos 24 de passamos aos mais jovens! Quem aprende errado
junho de 1935, em Glória de Goitá (PE). Marceneiro, coloca em prática o errado. Um perigo!
entalhador, xilógrafo, poeta repentista e escritor de Disponível em: http://jornaldacidade.uol.com.br.
literatura de cordel, já publicou 33 folhetos e ainda tem Acesso em: 10 ago. 2012 (adaptado).
vários inéditos. Reside em São Paulo desde 1973, Esse editorial faz uma leitura diferenciada de uma
vivendo exclusivamente da venda de livretos de cordel notícia veiculada no jornal. Tal diferença traz à tona
e das cantigas de improviso, ao som da viola. Grande uma das funções sociais desse gênero textual, que é
divulgador da A) apresentar fatos que tenham sido noticiados pelo
próprio veículo.
B) chamar a atenção do leitor para temas raramente E) reportagem, pelo registro impessoal de situações
abordados no jornal. reais.
C) provocar a indignação dos cidadãos por força dos
argumentos apresentados. 06. (ENEM – 2013)
D) interpretar criticamente fatos noticiados e Art. 2º Considera-se criança, para os efeitos desta Lei,
considerados relevantes para a opinião pública. a pessoa até doze anos de idade incompletos, e
E) trabalhar uma informação previamente apresentada adolescente aquela entre doze e dezoito anos de idade.
com base no ponto de vista do autor da notícia. [...]
Art 3º A criança e o adolescente gozam de todos os
04. (ENEM – 2014) direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem
O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei,
esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e assegurando-se-lhes, por lei ou por outros meios, todas
depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem. as oportunidades e facilidades, a fim de lhes facultar o
ROSA, J. G. Grande sertão: veredas. Rio de Janeiro: desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e
Nova Fronteira, 1986. social, em condições de liberdade e de dignidade.
No romance “Grande sertão: veredas", o protagonista Art 4º É dever da família, da comunidade, da
Riobaldo narra sua trajetória de jagunço. A leitura do sociedade em geral e do poder público assegurar, com
trecho permite identificar que o desabafo de Riobaldo absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes
se aproxima de um(a) à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte,
A) diário, por trazer lembranças pessoais. ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao
B) fábula, por apresentar uma lição de moral. respeito, à liberdade e à convivência familiar e
C) notícia, por informar sobre um acontecimento. comunitária. [...]
D) aforismo, por expor uma máxima em poucas BRASIL. Lei n. 8 069, de 13 de julho de 1990. Estatuto da
palavras. criança e do adolescente.
E) crônica, por tratar de fatos do cotidiano. Disponível em: www.planalto.gov.br (fragmento).
Para cumprir sua função social, o Estatuto da criança e
5. (ENEM - 2011) do adolescente apresenta características próprias desse
No capricho gênero quanto ao uso da língua e quanto à composição
O Adãozinho, meu cumpade, enquanto esperava pelo textual. Entre essas características, destaca-se o
delegado, olhava para um quadro, a pintura de uma emprego de
senhora. Ao entrar a autoridade e percebendo que o A) repetição vocabular para facilitar o entendimento.
cabôco admirava tal figura, perguntou: “Que tal? Gosta B) palavras e construções que evitem ambiguidade.
desse quadro?” C) expressões informais para apresentar os direitos.
E o Adãozinho, com toda a sinceridade que Deus dá ao D) frases na ordem direta para apresentar as
cabôco da roça: “Mas pelo amor de Deus, hein, dotô! informações mais relevantes.
Que muié feia! Parece fiote de cruis-credo, parente do E) exemplificações que auxiliem a compreensão dos
deus-me-livre, mais horríver que briga de cego no conceitos formulados.
escuro.”
Ao que o delegado não teve como deixar de confessar,
um pouco secamente: “É a minha mãe.” E o cabôco,
em cima da bucha, não perde a linha: “Mais dotô, inté
que é uma feiura caprichada.”
BOLDRIN, R. Almanaque Brasil de Cultura Popular.
São Paulo: Andreato Comunicação e Cultura, no 62, 2004
(adaptado).
Por suas características formais, por sua função e uso,
o texto pertence ao gênero
A) anedota, pelo enredo e humor característicos.
B) crônica, pela abordagem literária de fatos do
cotidiano.
C) depoimento, pela apresentação de experiências
pessoais.
D) relato, pela descrição minuciosa de fatos verídicos.