Você está na página 1de 17

9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Metodologia do Trabalho Científico
Porque escrever uma monografia?
Exigência legal para obtenção do diploma de
Diretrizes para elaboração de projetos de
pesquisa, monografias, dissertações, conclusão de curso;
teses
Aplicar a metodologia científica para garantir
confiabilidade do estudo realizado;;
Professor: José Aristides Timbó Catunda
Demonstrar uma compreensão aproximativa e
pessoal de um determinado assunto;

Contribuir para o avanço científico e


tecnológico.
A MELHOR FACULDADE TECNOLÓGICA DE FORTALEZA.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Qual o esquema geral de uma monografia?


O que é a monografia?

Estudo detalhado de um só tema,


exaustivamente estudado e bem delimitado;

É o tipo
p de trabalho mais usado ao término de
Cursos de Graduação e Pós-Graduação;

Um relatório científico baseado numa pesquisa


bibliográfica ou num trabalho experimental
realizado.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Quais são os princípios da Ciência?


O que é Ciência?
O conhecimento científico nunca é absoluto ou
final, pode ser sempre modificado ou
É a atividade que propõe a aquisição sistemática substituído;

de conhecimentos sobre a natureza biológica, A exatidão sobre um conhecimento nunca é


social e tecnológica com a finalidade de melhoria obtida integralmente, mas sim, através de
da qualidade de vida, intelectual e material. modelos sucessivamente mais próximos;

Um conhecimento é válido até que novas


observações e experimentações o substituam.

1
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

O Conhecimento Nunca é Definitivo


Objetivos da Ciência

Melhoria da qualidade de vida material;


Melhoria da qualidade de vida intelectual.

Função da Ciência

Novas descobertas;
Novos produtos;
Melhoria da qualidade de vida.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

O que é Conhecimento científico?

É um produto resultante da investigação científica.

Surge da necessidade de encontrar soluções para


problemas
bl d ordem
de d prática
ái d vida
da id diária
diá i (senso
(
comum) e,

Do desejo de fornecer explicações sistemáticas que


possam ser testadas e criticadas através de provas
empíricas e da discussão intersubjetiva”.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

O Que é Intuição ?

A intuição é uma função especial da mente humana,


que age pelo pensamento, independente da pessoa
ter formação científica ou técnica.
É um modo onde é considerado o fenômeno psíquico
natural:

Que todos os seres humanos possuem, alguns


em maior ou menor grau de obter
conhecimentos sem a utilização da experiência
ou da razão.

2
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

O Que é Empirismo ? O Que é Racionalização ?

A Razão ou racionalismo (Descartes séc. XVII).

O Empirismo significa “experiência” (Galileu e Doutrina que afirma que a razão humana, o
pensamento racionalista, é a única fonte do
Bacon séc. XVII). conhecimento.
É uma doutrina que afirma que a única fonte do empiristas os racionalistas afirmam
Ao contrário dos empiristas,
conhecimento é a experiência, ou seja, todo que os nossos sentidos nos enganam e nunca
conhecimento somente é obtido por experimentação. podem conduzir a um conhecimento verdadeiro.

Experimentar = Montar, Construir, Testar, Medir, etc. Para os racionalistas um conhecimento é verdadeiro
somente quando é logicamente necessário e
universalmente aceito.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Conhecimento científico atual Conhecimento científico produtivo

A qualidade do conhecimento científico é dependente


da forma de aquisição que é utilizada.

No processo de obtenção de conhecimentos


científicos devem ser utilizadas três formas de
aquisição de conhecimentos:

Intuição + Empirismo + Racionalismo


(experiência)

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Conhecimento científico X Técnico Como se Classifica a Ciência ?

3
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

(nova) Classificação das Ciências Qual a Hierarquia do Saber Científico ?

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Pressupostos para validade científica O que é método científico?


Na ciência existe a necessidade de utilizar-se de
uma ferramenta para aquisição e construção do
conhecimento, que se denomina

MÉTODO CIENTÍFICO!
Uma maneira de como se fazer algo;
F
Forma d pensar para se chegar
de h à natureza
t d um
de
determinado problema, quer seja para estudá-lo ou
explicá-lo;
Consiste num conjunto de etapas ordenadamente
dispostas a serem executadas que tenham por
finalidade a investigação de fenômenos para a
obtenção de Conhecimentos.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Quais métodos científicos? Quais métodos científicos?


Não existe uma “receita mágica” de método científico, pois Exemplos de métodos científicos clássicos:
a humanidade vem aperfeiçoando a maneira de fazer ciência
ao longo dos tempos.

Um método é aceito quando possui confiabilidade!

4
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Qual a finalidade da pesquisa?
O que é pesquisa?

É utilizada para a descoberta de novos


Conhecimentos;
É o processo através do qual as pessoas adquirem
um novo conhecimento sobre si mesmas ou sobre o
mundo
d em que vivem;
i
modo científico para obter conhecimento da
realidade empírica (?) tudo que existe e pode ser
conhecido pela experiência);
processo formal e sistemático de desenvolvimento
do método científico.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Para que é utilizada a pesquisa? Quais são os Tipos de Pesquisas ?

Basicamente para:

responder a um questionamento (explicar ou


descrever);
resolver um problema;
satisfazer uma necessidade de mercado.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Como Iniciar uma Pesquisa ? Quais as Etapas de uma Pesquisa ?

Escolha do Tema da Pesquisa


Projeto de Pesquisa
A elaboração de uma pesquisa é um processo
Elaboração
em que, a partir de uma necessidade, se escolhe
Formatação
um tema e, gradativamente define-se um
Execução da Pesquisa
problema e as formas de solucioná-lo.
Relatório da Pesquisa

5
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Como definir um Tema ? O Que é Delimitação do Tema ?

Um fator importante no estabelecimento do tema é a delimitação correta


Inicialmente se pode referir que a seqüência de ações para
que o pesquisador deve adotar na pesquisa, por exemplo, a partir de
obtenção de um tema para qualquer pesquisa parte do
seguinte modelo: uma necessidade podem surgir diversos tipos de problemas e,
existirem várias soluções que podem suprir a necessidade.
IDENTIFICAR UMA NECESSIDADE → DEFINIR UM TEMA COMO DELIMITAR O TEMA DA PESQUISA ?
Para delimitar-se um tema há necessidade de se estabelecer um critério
A escolha ou determinação do tema implica na correta para o atendimento da necessidade, ou seja, especifica-se qual possível
identificação da necessidade que irá gerar um problema a ser solução é aquela que se pretende obter pelo processo de pesquisa. Não
solucionado pelo processo de pesquisa. Desta forma, uma há possibilidade de se obter todas as soluções possíveis, pois, isto
identificação inadequada da demanda poderá resultar em uma
seria economicamente inviável e, dependendo do contexto produtivo a
pesquisa desnecessária ou, em um novo produto com baixa
que se aplica a solução totalmente desnecessário.
taxa de adoção pelo consumidor.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Necessidade de Delimitação Qual a Diferença Entre Tema e Título ?

Um tema de uma pesquisa não é a mesma coisa que um


título.

Muitas vezes ocorre um bloqueio mental no


pesquisador, em relação a geração de idéias, porque
mesmo antes de saber “O que fazer ?” procura
determinar o título.

Um tema é algo que expressa a essência do “que fazer”,


anteriormente a qualquer ação.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


O Que é Tema e Título ?

Portanto, o tema expressa a “idéia central da pesquisa”, Trabalhos Acadêmicos


aquilo que irá identificar o objeto de estudo da pesquisa.
Um título é uma forma textual complexa, porém, sintética
e clara que deve expressar em poucas palavras aquilo
que será realizado para resolver-se o problema originado
a partir tema.
tema (Teses Dissertações e outros)
(Teses,
Tema – Melhoria da Produtividade do Setor Moveleiro da Consultar a NBR-14724 ABNT
Região

Título – Sistema Antropotecnológico de Apoio à Decisão


Aplicado a Gerencia de Projetos de Produtos Moveleiros.

6
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

O Que é Trabalho Acadêmico ? O Que é Trabalho Acadêmico ?


Dissertação:
Documento que representa o resultado de um trabalho
Tese:
experimental ou exposição de um estudo científico
retrospectivo, de tema único e bem delimitado em sua Documento que representa o resultado de um trabalho
extensão,
extensão com o objetivo de reunir,
reunir analisar e interpretar experimental
p ou exposição
p ç de um estudo científico de
informações. Deve evidenciar o conhecimento da tema único e bem delimitado. Deve ser elaborado com
literatura existente sobre o assunto e a capacidade de base em investigação original, constituindo-se em real
sistematização do candidato. É feito sob a coordenação contribuição para a especialidade em questão. É feito
de um orientador (doutor), visando a obtenção do título sob a coordenação de um orientador (doutor) e visa a
de mestre. (NBR-14724) obtenção do título de doutor, ou similar. (NBR-14724)

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

O Que é Trabalho Acadêmico ?


Qual a Estrutura do Trabalho ?
Trabalho de Conclusão de Curso – TCC,
Trabalho de Graduação Interdisciplinar – TCI,
Trabalho de Conclusão de Especialização e/ou Elementos Pré-Textuais (NBR-14724)
Aperfeiçoamento e outros.
Elementos Textuais (NBR-14724)
Documento que representa o resultado de estudo,
estudo
Elementos Pós-Textuais (NBR-14724)
devendo expressar conhecimento do assunto escolhido,
que deve ser obrigatoriamente emanado da disciplina,
módulo, estudo independente, curso, programa e outros
ministrados. Deve ser feito sob orientação de um
orientador. (NBR-14724)

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Elementos Pré-Textuais e Pós Textuais Elementos Textuais

7
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Numeração das Seções Numeração das Seções

Primária: Secundária:
Corresponde às principais divisões do trabalho Constituída pelo indicativo da seção primária a que
(Capítulos), que são numeradas consecutivamente a pertence, seguido do número que lhe for atribuído na
partir de 1 (um) e identificadas sempre por um único seqüência do assunto separado por um ponto.
algarismo, separado do título da seção por espaço:
2.1 PROBLEMATIZAÇÃO
2 REVISÃO DE LITERATURA
Todas as palavras em maiúsculas e, em negrito.
Todas as palavras em maiúsculas e, em negrito.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Numeração das Seções Numeração das Seções

Terciárias: Quaternárias:

Constituída pelo indicativo da seção primária e secundária a Constituída pelo indicativo da seção primária, secundária e
que pertence, seguido do número que lhe for atribuído na terciária a que pertence, seguido do número que lhe for
seqüência do assunto separado por um ponto. atribuído na seqüência do assunto separado por um ponto.

2.1.1 Definição do Problema 2.1.1.1 A Estrutura do Problema

Todas as palavras em minúsculas, com a primeira letra Todas as palavras em minúsculas, com a primeira letra
maiúscula e, em negrito. maiúscula, sem negrito.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Numeração das Seções NÃO SÃO NUMERADOS:

ERRATA
2 REVISÃO DE LITERATURA Æ Seção Primária AGRADECIMENTOS
LISTA DE ILUSTRAÇÕES
2.1 PROBLEMATIZAÇÃO Æ Seção Secundária
LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS
2.1.1 Definição do Problema Æ Seção Terciária LISTA DE SÍMBOLOS
RESUMOS
2.1.1.1 A Estrutura do Problema Æ Seção Quaternária
SUMÁRIO
REFERÊNCIAS
GLOSSÁRIO
APÊNDICE(S)
Não deve-se ultrapassar de cinco algarismos = 1.1.1.1.1. ANEXO(S)
ÍNDICE(S)

8
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

FORMATAÇÃO DO TRABALHO

(conforme norma ou instituição)


Tamanho do papel:
A4 (210 X 297)
Fonte:
Times New Roman, Normal, tamanho 12
Margens:
Superior - 3 cm ; Esquerda -3,5cm; Inferior - 2,5 cm ; Direita -
2,5cm
Parágrafo:
Entre linhas - 1,5 ou 2 cm
Recuo na 1a. linha - 2,5 cm
Alinhamento: justificado

9
9/4/2008

10
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Construção de Textos

Evitar a utilização das primeiras pessoas do singular e do


plural. As formas impessoais são sempre preferidas:
Errado
... desenvolvi um sistema...
... desenvolvemos um sistema...
... podemos estabelecer...
Correto
... foi desenvolvido um sistema...
... desenvolveu-se um sistema...
... pode-se estabelecer...

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Construção de Textos Construção de Textos

Não utilizar palavras coloquiais. Em um texto científico, deve- Não utilizar em demasia palavras repetidas ou com a mesma
se tomar cuidado com o formalismo. sonoridade:

Errado Errado

... o usuário foi colocado cara


cara-a-cara
a cara com o sistema... ... a apresentação do software foi apresentada ...

... e o sistema ficou bem legal ... ... o sistema, que foi desenvolvido como um sistema...

Correto Correto

... foi apresentado o sistema para o usuário... ... a apresentação do software foi realizada...

... e o sistema apresentou boa performance... ... o sistema, que foi desenvolvido como uma ferramenta...

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Construção de Textos Construção de Textos

Todas as palavras em língua estrangeira devem estar em itálico:


Casos onde se adota a utilização do itálico: Errado
... o software tem o objetivo ...
Expressões em língua estrangeira
... uma página www...
Nomes científicos de espécies ... assim como o hardware...
animais
i i e vegetais
i ... O link
li k estava
t ativo...
ti
Títulos de periódicos e livros no texto Correto
... o software tem o objetivo ...
E referências bibliográficas ... uma página www...
BACK. Nelson. Metodologia de projetos de produtos industriais. ... assim como o hardware...
Rio de Janeiro: Guanabara Dois, 1983. ... O link estava ativo...

11
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Construção de Textos Citações em um Texto Científico

“Citação é a menção no texto de uma informação colhida de


outra fonte, como esclarecimento ao assunto em discussão
Casos onde se adota a utilização do negrito ou sublinhado ou reforço à idéia do autor”
Nomes científicos de espécies animais e vegetais (HELFER; AGNES, 2001, p. 18).
Ênfase de palavras ou letras do texto de acordo com as As citações podem ser realizadas através de dois sistemas
convenções adotadas em cada área do conhecimento diferentes:
a. Sistema autor-data (ou sistema alfabético)
b. Sistema numérico

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Citação Direta Citação Direta

É a transcrição exata de palavras ou trechos de um autor,


respeitando-se rigorosamente a redação, ortografia e
pontuação. Segundo Bezerra Filho (1999, p. 45) “Desse modo, devem
ser tomadas diversas medidas com o objetivo de se
A reprodução deve aparecer, sempre, entre aspas duplas,
mesmo que compreendad maisi de
d um parágrafo.
á f levantar os parâmetros das linhas usadas visando
Quando a citação textual já apresentar palavras entre determinar se elas atendem a determinadas especificações
aspas, estas devem ser transformadas em apóstrofos ou exigidas pelos órgãos administrativos responsáveis pela
aspas simples, ou seja: ‘ ... ‘ fiscalização da qualidade dos serviços prestados pelas
companhias telefônicas”.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Citação Direta Citação Direta


Podem ser utilizados trechos de citações, sem que seja
transcrita a totalidade da frase:
Os voltímetros são instrumentos destinados a medida da
Deve ser utilizada a seguinte forma
tensão elétrica, em circuitos de corrente contínua ou
alternada. A utilização destes instrumentos se dá pela
conexão em paralelo ao circuito, no ponto onde se deseja
medir a tensão, portanto, “Há grande variedade de Os grupos isométricos, ou seja, “[...] aqueles
voltímetros que são empregados em medidas conforme a elementos que tem a mesma forma e a mesma
aplicação necessária, mas basicamente são divididos em dimensão [...]” (BONSIEPE, 1978, pág. 161).
duas classes, os voltímetros de bobina móvel e os de
indicação numérica” (KUSHNIR, 1978, p. 40).

12
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Citação Direta Citação Direta


Citação direta integrada no parágrafo:

Os grupos isométricos, ou seja, “[...] aqueles elementos


que tem a mesma forma e a mesma dimensão [...]”
(BONSIEPE, 1978, p. 161), possuem a finalidade de A relação de simetria catamétrica que é referida por
selecionar diferentes faixas ou níveis,
níveis mas sempre Bonsiepe
p ((1978,, p
p. 161)) como “[...]
[ ] elementos q
que nem são
relacionada com o tipo de função. Esta coerência formal congruentes nem afins, porém estão ligados por uma
facilita a operacionalidade do usuário, por exemplo, no relação comum interfigural.”, é evidenciada pela função a
momento da seleção de faixas de freqüências no gerador que se destinam e, após observar-se o seu padrão gráfico é
de áudio qualquer nova seleção é realizada naquele grupo que se constata uma clara relação catamórfica entre os
específico. elementos.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Citação Direta Recuada Citações com Vários Autores

Utiliza-se a expressão: et al. para mais de três autores.


No texto, por exemplo:
Ribeiro et al.
al (1999,
(1999 p.
p 35)
Nas referências bibliográficas, por exemplo:
RIBEIRO, Santos; SILVA, João; TALLES, Jorge; TELLES, Luiz.
Metodologia. São Paulo: Editora, 1999

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Citação Indireta

É a transcrição não literal de palavras ou trechos de um


autor, em que se reproduz fielmente conteúdo e idéias do
documento original.

A citação deve aparecer sem a utilização de aspas e na


forma: Autor (Ano) ou (Autor, Ano)

Utiliza-se o conteúdo original, mas, a forma escrita é


modificada pelo autor da monografia.

13
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA


Citação Indireta Citação Indireta

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Citação de Citação Citação de Citação

É a citação de um documento ou texto ao qual não se teve


acesso direto.

No texto deve ser indicado o sobrenome do(s) autor(es)


do trabalho original, não consultado, seguido da
preposição “apud” e do sobrenome do(s) autor(es) da
obra consultada.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Citação de Citação Citação de Citação

Citação de citação nas Referências (bibliográficas).

Quando for elaborado a seção de Referências deve ser


observada a regra específica para serem relacionadas as
citações de citações,
citações por exemplo:

Menciona-se apenas os autores efetivamente consultados.

No texto = Silva (1987 apud SANTOS, 1999, p. 49)

Nas referências = SANTOS, Ricardo.

14
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Citações Numéricas Citações Numéricas

Citações pelo sistema numérico (ABNT 10520).


As citações devem ter numeração única e consecutiva para
todo o documento, capítulo ou página.
A indicação da numeração no texto é feita pouco acima da
linha do texto, colocada após a pontuação que fecha a
citação, ou alinhada ao texto entre parênteses.
Por exemplo: (1) ou 1
Quando for utilizado o sistema numérico para citações não
podem haver notas de rodapé.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Citações Recursos

Outros recursos para citações. Ibidem ou Ibid. = na mesma obra


Idem ou Id. = do mesmo autor
A primeira nota de identificação de fonte de uma
Op. cit. = na obra citada
citação no texto, por exemplo: (JOÃO, 2000, p. 67)
L
Loc. cit.
it = no lugar
l citado
it d
deve conter os elementos essenciais da obra,
Et seq. = seguinte ou que se segue
conforme a NBR 6023.
Passim = aqui e ali; em vários trechos
Nas indicações posteriores, utilizam-se os
Cf. = Confira
seguintes recursos:
Sic. = Assim mesmo, desta maneira

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Recursos Recursos
O termo Ibidem ou Ibid. só é utilizado quando forem realizadas A expressão Op. cit. é utilizada em seguida ao nome do autor,
várias citações de um mesmo documento, variando apenas a referindo-se à obra citada anteriormente, na mesma página,
paginação. quando houver intercalação de outras notas.
Schmidt, 1997, p. 90 Tell, 1995, p. 67
Santos, 1987, p. 305
Ibidem. p
p. 95 Tell,
Tell Op.
Op cit.
cit p.
p 45
A expressão Loc. cit. é empregada para mencionar a mesma
O termo Idem ou Id. substitui o nome, quando se tratar de página de uma obra já citada, quando houver intercalação de
citação de diferentes obras do mesmo autor outras notas de indicação bibliográficas.
Souza, 1995, p. 45
Carraro, 1997, p. 18 Silva, 1991, p. 76
Idem. 1998, p. 132 Souza, loc. cit. = Souza, 1995, p. 45

15
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Recursos Recursos

A expressão Et. seq. é usada quando não se quer mencionar


todas as páginas da obra referenciada. A abreviatura Cf. é usualmente empregada para ser feita
Indica-se a primeira página, seguida da expressão: referência a trabalhos de outros autores ou a notas do mesmo
Popper, 1975, p. 211 et seq. autor.
et seq. = página x em seqüência
Cf.
Cf Telles,
Telles 1999,
1999 p.
p 67
O termo Passim é utilizado quando for feita referência a diversas
A expressão Sic. é utilizada para destacar erros gráficos ou de
páginas de onde foram retiradas as idéias do autor, evitando-se
a indicação repetitiva dessas páginas. Indica-se a página inicial outra natureza, informando ao leitor que estava assim mesmo
e final do trecho que contém as definições ou conceitos no texto original
utilizados.
Medeiros, 1975, p. 201-287 passim. “A nota era demasiada alto (sic) alta” (Tell, 1977, p. 8)

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Notas de Rodapé Notas de Rodapé

São anotações colocadas ao pé da página ou no final do As notas de rodapé devem ser separadas do texto por um
capítulo ou do trabalho, identificadas por números com a traço que se inicia na margem esquerda e tem 4 cm;
finalidade de indicar a fonte de consulta ou esclarecer ou
São digitadas em espaço simples com fonte menor que a
complementar o texto.
texto
do texto; Exemplo: Texto = 12 Nota = 10

A seqüência numérica das notas de rodapé é ordenada por Devem ser iniciadas a dois espaços 1,5 da última linha da
numeração única, em ordem crescente, por capítulo ou página.
para todo o trabalho.

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Notas de Rodapé A BIBLIOGRAFIA

Como referencio segundo as normas?


(Associação Brasileira de Normas Técnicas - NBR
6023:2000)
Elementos Essenciais
AUTOR. Título. Edição. Local de publicação: Editora, data de
publicação. N° de páginas ou volumes. (Coleção ou Série).
Ex.: SENGE, Peter. A quinta disciplina: arte e prática da
organização que aprende. 4.ed. São Paulo: Best Seller, 1999.

16
9/4/2008

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Modelo de referências bibliográficas


A BIBLIOGRAFIA
1 CALLISTER JÚNIOR, C.D. Materials science and engineering: an introduction.
2.ed. New York, N.Y.: Wiley, 1991.
(modelo ref. livro)
Referências bibliográficas que serviram de embasamento 2 CSIKAI, J. Use of 14 MeV generator for radiation damage studies. In: ADVISORY
teórico e apresentadas segundo as normas da ABNT - GROUP MEETING ON NUCLEAR DATA FOR RADIATION DAMAGE ASSESSMENT
AND RELATED SAFETY ASPECTS, Oct. 12-16, 1981, Vienna. Proceedings...
NBR 6023; Vienna: IAEA, 1982. (IAEA-TECDOC-263).
(modelo ref. art. conf. publicado como doc. técn.)
devem constar apenas
p os trabalhos consultados e
3 D´AMICO
D AMICO, F.;
F HAMADA,
HAMADA M.M.;
M M MESQUITA,
MESQUITA C.H.;C H VIEIRA,
VIEIRA J.M.;
J M COSTA JÚNIOR,
JÚNIOR
mencionados no texto; N.P.; BRAGA, J.; VILLELA, T. Development of large volume organic scintillators for
use in the MASCO telescope. Nucl. Instrum. Methods Phys. Res., v. 422, p. 148-
outras publicações não mencionadas devem ser 154, 1999. Section A.
relacionadas sobre o título de Bibliografia consultada; (modelo ref. art. em periódico)
4 HERZFELD, C.M. (Ed.). Temperature its measure and control in science and
devem ser colocadas em ordem alfabética e numeradas. industry. New York, N.Y.: Reinhold, 1993. v.3. pt.3: HARDY, J.D. (Ed.). Biology and
medicine.
(modelo ref. livro publicado em vol. e partes)

Modelo de referências bibliográficas Modelo de referências bibliográficas


5 INSTITUTO DE PESQUISAS ENERGÉTICAS E NUCLEARES. F. Ambrozio Filho; J.
Vatavuk; R. Panelli. Processo de produção de uma liga ferrosa ao nitrogênio. BR
PI Pat. 9900989-7, 1 mar. 1999.
(modelo ref. patente)
6 KAISER, W. (Ed.). Ultrashort laser pulses and aplications. Berlin: Springer 1.CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFPe, 4.,
Verlag, 1998. (Topics in Applied Physics, 60). 1996, Recife. Anais eletrônicos... Recife: UFPe, 1996.
(modelo ref. série monográfica) Disponível em: <http://www.propesq.ufpe.br/anais.htm>.
7 LEAL NETO, R.M.; FERREIRA, P.I. Combustion synthesis reactions in the Nb-Ni Al
system. Adv. Powder Technol., v. 299/300, p. 271-276, 1999. Acesso em: 21 jan. 1997.
(modelo ref. art. em periódico)
8 PERROTTA, J. A. Proposta de um núcleo de reator PWR avançado com 2.SILVA, R.N.; OLIVEIRA, R. Os limites pedagógicos do
características adequadas para o conceito de segurança passiva. 1999. Tese
(Doutorado) – Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares, São Paulo. paradigma da qualidade total na educação. In: CONGRESSO
(modelo ref. tese) DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFPe, 4., 1996, Recife. Anais
9 VENTURINI, L.; CAMPOS, V.P.; BERTI, E.A.R. Dependence of a whole body eletrônicos... Recife: UFPe, 1996. Disponível em:
counting efficiency on body. size and composition. In: REGIONAL CONGRESS ON
RADIATION PROTECTION AND SAFETY, 5th, REGIONAL IRPA CONGRESS, Apr. <http://www.propesq.ufpe.br/anais/anais/educ/ce04.htm>.
29-May 4, 2001, Recife, PE. Proceedings... Recife: SBPR, 2001. 1 CD-ROM Acesso em: 21 jan. 1997.
(modelo ref. art. conf. publicado em CD-ROM)

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Bibliografia
1. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Sumário. Rio de
Janeiro: ABNT, 1989. (NBR6027).
2. FRANÇA, J.L. Manual para normalização de publicações técnico-
científicas. 4.ed. Belo Horizonte: UFMG, 1999.
3. INTERNATIONAL ATOMIC ENERGY AGENCY. INIS: Authority list for
journal titles.Vienna: IAEA, 1997. (IAEA-INIS-11 (Rev. 24)).
4.
4 MORETTI FILHO,
FILHO J.J Redação de dissertações e teses.teses Piracicaba:
Universidade de São Paulo, 1982.
5. ROZENBERG, I.M. O sistema internacional de unidades – SI. São
Paulo: Instituto Mauá de Tecnologia, 1998.
6. SUGAI, M.; IGAMI, M.P.Z. Guia para elaboração de publicações
técnico-científicas. São Paulo: IPEN, 1995.
7. WINKLER, P.W.; GORMAN, M. (Coord.). Código de catalogação anglo-
americano. 2.ed. São Paulo: FEBAB, 1983. v. 1, 2.

17