Você está na página 1de 6

Memorização 1 - Use melhor o seu cérebro

Técnicas de Estudo
O cérebro é o instrumento de trabalho mais importante que utilizamos para executar t
odas as nossas tarefas. Ele controla todos os nossos movimentos e praticamente t
odas as atividades involuntárias necessárias à nossa sobrevivência. Todas as nossas emoções
tais como alegria e a tristeza, o amor e o ódio, o medo e a coragem, todas são gere
nciadas pelo nosso cérebro. Além disso, é ele que interpreta os estímulos recebidos do m
undo exterior pelos nossos sentidos. Assim, é importante conhecê-lo melhor para sabe
r utilizar seu imenso potencial, pois sua capacidade vai muito além da nossa imagi
nação.
1 - Use melhor o seu cérebro
1.1 - Introdução
Muitos pesquisadores buscam entender o funcionamento do nosso cérebro para constru
ir computadores e máquinas que funcionam de modo análogo.
É o início de uma nova era na computação: a dos "Neurocomputadores", que utilizam redes
que simulam o funcionamento da rede neural cerebral. O objetivo é dotar os computa
dores de inteligência artificial, na tentativa de que eles possam resolver problem
as novos da mesma maneira que nós, os seres humanos.
O interesse por essa área de pesquisa é a prova de que temos funcionando, em nossa p
rópria cabeça, uma tecnologia bem mais avançada do que a dos computadores e softwares
atuais.
1.2 - Capacidade
O cérebro humano possui cerca de 100 bilhões de neurônios. Com isso, ele pode armazena
r o equivalente a mais de 10 terabytes de dados.
Para se ter uma idéia, hoje em dia os maiores provedores de email oferecem caixas
postais com capacidade de armazenamento de alguns gigabytes, e dizem que com tod
o esse espaço, nunca mais será necessário jogar um só email na lixeira.
Se fizermos as contas considerando que um Terabyte equivale a 1024 Gigabytes de
dados, então perceberemos que nosso cérebro nunca terá problemas de espaço.
Se o espaço para guardar as informações não é problema, a grande questão é conseguir se lem
r delas quando necessário.
Para armazenar e recuperar todos esses dados, nosso cérebro não segue a lógica matemátic
a ou mecânica. Ele possui um mecanismo diferenciado, e muito eficiente: as informações
são armazenadas de forma não linear, através de associações. O cérebro tenta associar cada
nova informação a alguma experiência prévia, fato ou conhecimento anterior.
Somente quando ele consegue fazer essa integração de modo satisfatório é que o conhecime
nto se fixa de forma duradoura. Informações soltas tendem a se perder e acabam por s
er descartadas rapidamente.
1.3 - Retenção e recuperação de informações
Outra característica interessante do nosso cérebro é que ele retém as informações de acordo
com a sua percepção de importância.
Mas essa percepção de importância não se vincula aos nossos pensamentos conscientes. Nos
so cérebro tem um complexo mecanismo para classificar essas informações.
Assim, pouco adianta falarmos para nós mesmos que determinada informação é importante. A
linguagem do cérebro é diferente, é uma linguagem própria, e devemos entende-la se quis
ermos fazer um bom uso dessa sofisticada ferramenta que todos nós possuímos.
Um indicativo de que uma informação é importante é a quantidade de estímulos diferentes qu
e recebemos. O cérebro é capaz de captar uma notável quantidade de sensações.
Assim, se apenas ouvimos alguma coisa, o fato terá uma determinada importância.
Entretanto, assistindo à cena, já teremos usado dois sentidos (auditivo e visual) pa
ra receber a mesma informação, e então ela poderá ser considerada mais relevante.
Se associarmos um cheiro, gosto e uma sensação (olfato, paladar e tato) a esta mesma
informação, aí então ela já passa a ter uma atenção especial do cérebro.
Se aliarmos a essa informação um sentimento forte, seja de amor, ódio, raiva, alegria
ou tristeza, aí sim, essa informação se tornará inesquecível para o resto da vida.
Por outro lado, quando o cérebro recebe várias informações e sensações diferentes e não rel
onadas ao mesmo tempo, ele tende a não dar muita importância a nenhuma delas, prejud
icando a retenção.
Assim, quanto menor o número de atividades concomitantes e maior a concentração da pes
soa, melhor será a capacidade de fixação de informações.
Outra forma de chamar a atenção do cérebro para que ele considere alguma informação import
ante é a repetição. Informações que são repetidas constantemente tendem a ser relembradas c
m mais facilidade.
Daí surgiram os primeiros métodos de ensino baseados na repetição, ou na "decoreba".
Entretanto, a partir do momento que a informação para de ser repetida, o cérebro inter
preta que ela não é mais necessária e ela cai no esquecimento.
1.4 - Formas de captação de informações
# Cada pessoa tem uma forma predominante de captação de informações: VISUAIS: São aquelas
pessoas que precisam "ver" para compreender, captar, aprender. Não basta uma conve
rsa ou uma boa explicação.
# AUDITIVAS: Essas pessoas tem uma melhor compreensão quando escutam a informação, res
pondendo melhor ao estímulo auditivo do que aos demais.
# CINESTÉSICAS: Elas precisam sentir, provar e tocar para ficarem satisfeitas. Ass
im, dependem muito mais do tato, olfato e paladar do que as outras pessoas.
# DIGITAIS OU POLIVALENTES: São as pessoas que têm uma captação equilibrada entre os sen
tidos acima descritos.

Existem vários testes para identificar de qual forma a pessoa pode reter melhor as
informações. Entretanto, cada um de nós, intuitivamente, já sabe qual tipo de estímulo no
s chama mais a atenção.
Quem ainda não notou um domínio maior de um dos estímulos, provavelmente é uma pessoa di
gital ou polivalente.
Reconhecer o tipo de pessoa que nós somos é particularmente útil quando podemos escolh
er qual é o melhor método de estudos para reter informações com mais qualidade e consegu
ir recuperá-las mais facilmente.
Entretanto, devemos sempre nos exercitar também nas outras formas de captação nas quai
s somos menos habilidosos. Desta forma, poderemos desenvolver o poder geral de c
aptação e a adaptabilidade para situações onde não podemos definir o modo de passagem das
informações.
A facilidade de captação por qualquer das vias (visual, auditiva ou cinestésica) nos f
ornece uma versatilidade maior em qualquer que seja a fonte de dados.
1.5 - Hemisférios cerebrais
O cérebro é composto por dois hemisférios, o direito e o esquerdo, que se comunicam a
partir um feixe de fibras nervosas denominado corpo caloso.
Esses hemisférios estão conectados ao sistema nervoso a partir de uma conexão cruzada,
assim o hemisfério direito controla o lado esquerdo do corpo, enquanto o hemisfério
esquerdo controla o direito.
Cada um desses hemisférios tem e características diferentes. O lado esquerdo trabalh
a a linguagem, fala, lógica, números, matemática, sequência e palavras e o lado direito
trabalha a rima, ritmo, música, pintura, imaginação, imagens, modelos e harmonias.
O hemisfério esquerdo é sempre o mais "acadêmico", mais "estudioso" e o hemisfério direi
to o mais "artístico", mais "criativo".
Algumas pessoas usam mais o hemisfério esquerdo, e outras, mais o direito. O ideal
é encontrar o equilíbrio, aprendendo a utilizar os dois hemisférios do cérebro e, assim
, alcançar os benefícios da conciliação entre suas competências.
O fato de usarmos mais um dos lados, não nos impede de desenvolver o outro e, se o
fizermos, teremos uma máquina mais capaz e completa.
1.6 - Sistema Límbico
No cérebro, há estruturas responsáveis pelas emoções, pela sexualidade, e pela autopreserv
ação e preservação da espécie. Essas estruturas formam o Sistema Límbico e são responsáveis
proteção instintiva do indivíduo.
Ativar o Sistema Límbico é a forma mais simples e direta de estimular o cérebro. Como
já foi dito anteriormente, associar informações a emoções é uma poderosa ferramenta ajuda n
retenção de informações de forma que elas fiquem acessíveis e não sejam esquecidas com fac
lidade.
1.7 - Conclusão
O cérebro é a mais sofisticadas ferramenta que existe atualmente. Muitos autores diz
em que até hoje não fomos capazes de utilizar nem 5% do seu potencial.
E mais: estudos comprovam que o cérebro tem a incrível capacidade de melhorar seu de
sempenho à medida em que é utilizado e exigido. Quanto mais o cérebro for treinado e d
esafiado, independente da idade, melhor será seu funcionamento. Ao contrário, quanto
menos for utilizado, mais rápido ficará enferrujado e sujeito às doenças degenerativas.
Assim, utilizar, exigir, treinar e desafiar o cérebro é essencial para manter sua saúd
e e sua agilidade.
Um cérebro ágil faz com que tenhamos um melhor entendimento do mundo ao nosso redor,
além de melhorarmos a capacidade de raciocínio, memória e aprendizagem. Use-o o máximo
que puder. Não há contra-indicações.
Avalie a afirmativa abaixo:
As informações no cérebro não são armazenadas linearmente, mas através de associações.
De acordo com o tópico estudado, a afirmativa acima é:
Verdadeira X
Falsa
Afirmativa:
As informações no cérebro não são armazenadas linearmente, mas através de associações.
Parabéns, você acertou!
A afirmativa está correta, já que para armazenar e recuperar todos os dados, o cérebro
humano não segue a lógica matemática ou mecânica. Ele possui um mecanismo diferenciado,
e muito eficiente: as informações são armazenadas de forma não linear, através de associaç
. O cérebro tenta associar cada nova informação a alguma experiência prévia, fato ou conhe
cimento anterior.
Avalie a afirmativa abaixo:
O cérebro humano consegue assimilar todas as informações recebidas juntamente com qual
quer tipo de sensação, que não interferem em seu mecanismo de retenção.

De acordo com o tópico estudado, a afirmativa acima é:


Verdadeira
Falsa X
Afirmativa:
O cérebro humano consegue assimilar todas as informações recebidas juntamente com qual
quer tipo de sensação, que não interferem em seu mecanismo de retenção.

Você errou. Entenda:


A afirmativa é falsa, já que quando o cérebro recebe várias informações e sensações diferen
não relacionadas ao mesmo tempo, ele tende a não dar muita importância a nenhuma dela
s, prejudicando a retenção.
Assim, quanto menor o número de atividades concomitantes e maior a concentração da pes
soa, melhor será a capacidade de fixação de informações.
Avalie a afirmativa abaixo:
O mecanismo da repetição é muito útil para o cérebro humano, pois informações que são repet
constantemente tendem a ser lembradas com facilidade.
De acordo com o tópico estudado, a afirmativa acima é:
Verdadeira X
Falsa
Afirmativa:
O mecanismo da repetição é muito útil para o cérebro humano, pois informações que são repet
constantemente tendem a ser lembradas com facilidade.
Parabéns, você acertou!
A afirmativa está correta, já que outra forma de chamar a atenção do cérebro para que ele
considere alguma informação importante é a repetição.
Daí surgiram os primeiros métodos de ensino baseados na repetição, ou na "decoreba".
Entretanto, a partir do momento que a informação para de ser repetida, o cérebro inter
preta que ela não é mais necessária e ela cai no esquecimento.
Avalie a afirmativa abaixo:
As informações são captadas de três maneiras básicas (visual, auditiva e cinestésica), e ca
a ser pessoa tem uma forma predominante de captação de informações.
De acordo com o tópico estudado, a afirmativa acima é:
Verdadeira X
Falsa
Afirmativa:
As informações são captadas de três maneiras básicas (visual, auditiva e cinestésica), e ca
a ser pessoa tem uma forma predominante de captação de informações.
Parabéns, você acertou!
A afirmativa está correta. As pessoas podem ser classificadas de acordo com a form
a predominante de captação de informações:
VISUAIS - são aquelas pessoas que precisam "ver" para compreender, captar, aprende
r. Não basta uma conversa ou uma boa explicação.
AUDITIVAS - essas pessoas tem uma melhor compreensão quando escutam a informação, resp
ondendo melhor ao estímulo auditivo do que aos demais.
CINESTÉSICAS - elas precisam sentir, provar e tocar para ficarem satisfeitas. Assi
m, dependem muito mais do tato, olfato e paladar do que as outras pessoas.
DIGITAIS OU POLIVALENTES - são as pessoas que têm uma captação equilibrada entre os sent
idos acima descritos.
Avalie a afirmativa abaixo:
O cérebro humano possui dois hemisférios, sendo que o direito controla o lado direit
o do corpo e o esquerdo controla o lado esquerdo.
De acordo com o tópico estudado, a afirmativa acima é:
Verdadeira
Falsa X
Afirmativa:
O cérebro humano possui dois hemisférios, sendo que o direito controla o lado direit
o do corpo e o esquerdo controla o lado esquerdo.
Parabéns, você acertou!
A afirmativa é falsa, pois é justamente o contrário. O cérebro é composto por dois hemisfér
os, o direito e o esquerdo, que se comunicam a partir um feixe de fibras nervosa
s denominado corpo caloso.
Esses hemisférios estão conectados ao sistema nervoso a partir de uma conexão cruzada,
assim o hemisfério direito controla o lado esquerdo do corpo, enquanto o hemisfério
esquerdo controla o direito.
Avalie a afirmativa abaixo:
A exigência contínua de atividade cerebral pode fazer com que o cérebro se deteriore m
ais rapidamente, causando várias doenças degenerativas, principalmente nas pessoas m
ais velhas.
De acordo com o tópico estudado, a afirmativa acima é:
Verdadeira
Falsa X
Afirmativa:
A exigência contínua de atividade cerebral pode fazer com que o cérebro se deteriore m
ais rapidamente, causando várias doenças degenerativas, principalmente nas pessoas m
ais velhas.
Parabéns, você acertou!
A afirmativa está incorreta, já que estudos comprovaram que o cérebro tem a incrível cap
acidade de melhorar seu desempenho à medida em que é utilizado e exigido. Quanto mai
s o cérebro for treinado e desafiado, independente da idade, melhor será seu funcion
amento. Ao contrário, quanto menos for utilizado, mais rápido ficará enferrujado e suj
eito às doenças degenerativas.

Técnicas de Estudo
Memorização 1 - Use melhor o seu cérebro
Avaliação de Conteúdo
1 - Use melhor o seu cérebro
1.1 - Introdução
1.2 - Capacidade
1.3 - Retenção e recuperação de informações
1.4 - Formas de captação de informações
1.5 - Hemisférios cerebrais
1.6 - Sistema Límbico
1.7 - Conclusão