Você está na página 1de 7

Darwinistas também não conseguiram enganar as pessoas sobre os

neandertais
Geral / 2010/5/27

Türkçe

Durante anos , os darwinistas alegou que os macacos eram os supostos


ancestrais do homem e que estes foram divididos em várias categorias,
dependendo de suas características de desenvolvimento. Ao estabelecer as
seqüências imaginário como Australopithecus, Homo habilis, Homo erectus,
Neanderthal e Homo sapiens eles tentaram dar a impressão de que o homem
gradualmente tentou andar eretos, que o seu cérebro e habilidades
desenvolvidas gradualmente e que se tornou mais humano, ele deixou suas
características simiescas para trás. Por anos eles se esforçavam para enganar
as pessoas utilizando fotos imaginário e reconstruções.

Mas como todas as decepções , este também chegou ao fim . Recentes


declarações sobre o homem de Neandertal , em particular, tornou essencial
para estabelecer mais uma vez a prova seguinte sobre esta raça humana que
viveu 200 mil anos no passado e, finalmente, foi extinto há 60.000 anos :

Os neandertais eram uma raça humana, assim como as raças humanas de


hoje. A especulação no sentido de que eles eram primitivas foi levantada na
sequência da fraude perpetrada contra o primeiro fóssil de Neandertal
descoberto, e embora esta alegação foi refutada pelo registro fóssil muitas
vezes , a ditadura darwinista ainda insiste em tentar mantê-lo vivo .

• Marcellin Boule , um paleontólogo evolucionista análise de um fóssil disse


pertencer ao homem de Neanderthal na região Chapelle -aux -Saints La da
França em 1908, sustentou que estes seres vivos :
• Não andar eretos,
• Tinha uma testa saliente e
• Eram incapazes de falar por causa da estrutura de seus cérebros.

Os neandertais foram descritos como "primitivo" na base de todas essas


reivindicações. Mas a especulação sobre este fóssil foi baseado em uma
enorme fraude . Pesquisas subseqüentes em que o fóssil em questão:

• Mostraram que o fóssil foi descoberto o Homem de Neanderthal tinha um


tipo de infecção comum , dando a aparência e os joelhos levemente dobrados.
• Mais importante ainda, verificou-se que o paleontólogo darwinista que
investigou o fóssil tinha deliberadamente retratado como andar com uma
varanda. Como a condição do joelho não foi obstáculo para o Homem de
Neanderthal andar ereto .
• Além disso, exames posteriores dos fósseis eliminou as especulações
darwinistas sobre a capacidade dos homens de Neandertal " de falar. Estudos
mostraram que a estrutura da garganta e do crânio de Neanderthal era
completamente compatível com o discurso.

Portanto , afirma que os neandertais eram primitivas e incapazes de andar ou


falar vertical é um legado deixado ao longo da interpretação fraudulenta do
Neanderthal primeiro a ser encontrado. Todos os neandertais descobertos
posteriormente foram mostrados para ter andado ereta e de ter uma estrutura
de passagem da garganta e vocal idêntico ao do homem , tal como o
Neanderthal primeiro.

características Neanderthal refutar as afirmações darwinistas ':

Os neandertais tinham corpos fortes e encorpados

• Todos os fósseis encontrados do Neanderthal ter corpos fortes e


resistentes. No entanto, é surpreendente que os darwinistas devem descrever
isso como um " traço " primitivo. Porque há muitas pessoas atarracado vivas
hoje. É tão ilógico para descrever essas pessoas tão primitivo quanto é para
dizer a mesma coisa sobre o homem de Neandertal . Por exemplo, não se pode
dizer que os europeus estão altos Northwestern mais crua e mais primitivo do
que o chinês ou menores pigmeus. Porque e estrutura óssea do esqueleto não
são conhecidas por serem fatores determinantes no comportamento ou
inteligência.
• Os neandertais tinham testas estreitas
• Existem muitas raças humanas , hoje, com testa estreita. Este fato
também , portanto, refuta a afirmação darwinista de primitivismo.
• Seu volume do crânio foi de 13% maior do que a do homem de
hoje .
• O tamanho do cérebro do homem de hoje é de 1500 cc , em comparação
com 1700 cc na Neanderthals. Darwinistas própria reivindicação ( que
aumenta o tamanho do cérebro ea inteligência e habilidades crescer como a
evolução progride ) , então este é suficiente para refutar as alegações relativas
à Neanderthals. No entanto, inteligência, habilidade e capacidade para o
pensamento são conhecidos por não estar relacionado ao tamanho do
cérebro .

Neanderthals " características de fala :

• Investigação em restos fósseis tem mostrado que as cordas vocais


Neanderthal eram adaptadas para produzir todos os sons produzidos pelo
homem de hoje.
• Anatomic exame de fósseis do crânio confirmou isso.
• Segundo os pesquisadores , uma vez que exigem movimentos diferentes
sons da língua diferente , o crânio humano precisa os canais com mais sub-
lingual , a fim de realizar os nervos mais amplo da língua. As investigações
demonstraram que os canais de Neanderthal foram idêntico aos de seres
humanos de hoje.
• Os pesquisadores Richard Kay, Matt e Michelle Cartmill Balow feito de
plástico modelos dos canais de sub-lingual de três espécies de
Australopithecus, duas espécies de Neanderthal, bem como os dos chimpanzés
, gorilas e seres humanos . ( Human Speech anteriores , www.eurekalert.org /
releases / DU- HuSp.html )

Quando eles examinaram estes modelos eles observaram que os canais de


seres humanos eram duas vezes maiores do que a dos chimpanzés. Canais
pertencentes ao Australopithecus, Uma espécie de macaco, tinham as mesmas
dimensões como macacos, enquanto que os dos neandertais possuíam as
mesmas dimensões que os seres humanos.

As últimas descobertas sobre o homem de Neandertal refutar as


afirmações evolucionistas :

técnicas médicas Neanderthals "tratamento e cerimônias :

• Apreciação das cavernas habitadas pelos neandertais têm fornecido


dados importantes que não foram diferentes para o homem de hoje. Sabemos,
por exemplo, que os neandertais tratados os doentes e feridos e enterravam
seus mortos com flores. É claro que é impossível para os seres primitivos que
têm como um estilo de vida social.
Uma agulha de Neanderthal e flauta

• Uma agulha e uma flauta feita de osso suportar pertencente ao


Neandertais foram descobertos. Estas importantes descobertas mostram que
os seres humanos em questão possuía uma concepção avançada de arte eo
conceito de vestuário.

Erik Trinkhaus , um perito em o homem de Neandertal , fez as seguintes declarações


sobre o assunto:

Uma das descobertas mais interessantes sobre os Neanderthal é uma


flauta feita a partir de um osso de urso. O musicólogo Bob Fink , que
analisou este osso encontrado em uma caverna no norte da Iugoslávia
em 1995 , estabeleceu que o ato produziu quatro notas e teve a metade
e tons completa . Esta descoberta mostra que os neandertais usavam a
escala de sete notas que constituem a base da música ocidental. ("
Neandertals vivido em harmonia , "O AAAS Science News Service, 03 de
abril de 1997 ), Fink afirma que " a distância entre o segundo e terceiro
furos na flauta de idade é o dobro que entre o terceiro eo quarto . " Isso
significa que o primeiro representa a distância de uma nota cheia, e a
distância ao lado de uma meia nota . Fink diz: " Estas três notas ... é
inevitavelmente diatónico e soar como um encaixe quase perfeito em
qualquer tipo de escala diatônica padrão, moderno ou antigo ",
revelando que os neandertais eram pessoas com uma boa orelha e
conhecimento de música.[1]

A agulha de costura 26.000 anos de idade , mostrou ter sido usado por
pessoas de Neanderthal, também foi encontrado durante as escavações
fósseis. Esta agulha , que é feito de osso, é extremamente simples e
tem um buraco para o a linha fosse passada através dele.[2]
Neanderthal objetos decorativos :

1. Steven L. Kuhn , professor de arqueologia e antropologia da Universidade do


Novo México, e Mary C. Stiner passou anos estudando cavernas Neanderthal ,
na costa sudoeste da Itália , e concluiu que os neandertais engajados em
atividades que exigem processos de pensamento complexo , como os de o
homem de hoje .[3]
2. Finalmente , os paleontólogos da Universidade de Bristol descobriram jóias
Neandertais em cavernas de 50.000 anos no sul da Espanha . Os neandertais
usavam objetos decorativos feitos de conchas do mar e diferentes pigmentos
para colorir.
3. Alguns anos atrás, cientistas alemães revelaram que os neandertais fabricaram
um passo pegajosa feita a partir de resina de árvore . Os cientistas disseram
que esta seria uma tarefa difícil, que necessitam de aquecimento a
temperaturas de 400 graus durante várias horas.

outra indicação por Erik Trinkhaus , que passou anos estudando os neandertais , são
as seguintes:

" as comparações detalhadas dos restos dos esqueleto dos Neandertais com o dos
humanos modernos têm mostrado que não há nada na anatomia neandertal que
indique em termos locomotor, manipulativo, intelectual, ou as habilidades lingüísticas
inferiores aos dos humanos modernos.
A decepção darwinista de'' O número de
cromossomos diminuiu 48-46 ''
Geral / 2010/7/8

Türkçe

A idéia de que os darwinistas


têm vindo a manifestar há
algum tempo , que " os 48
cromossomos em macacos
diminuiu gradualmente para 46
através da fusão de dois
cromossomas e de seres
humanos foram o resultado
pode ser muito enganosa para
algumas pessoas. Porque
embora esta conta é
extremamente ilógico em
termos científicos , é também
extremamente simples e pode
convencer as pessoas que não têm conhecimento suficiente
sobre o assunto. Como essas pessoas vão ter consciência
de que um único gene possui uma extraordinária
complexidade e é muito sensível para permitir que
qualquer alteração aleatória ou de transição. A única coisa
realmente importante é que essas pessoas não sabem que
Darwinistas estão incapaz de explicar o surgimento
do mesmo uma única proteína.

Nem mesmo uma única proteína dentro da célula pode


formar espontaneamente e por acaso , muito menos genes
inteiros. Tem de haver outras proteínas e da própria
célula , para que uma proteína para formar . No entanto,
os genes são muito mais complexas do que as proteínas .
Tem de haver ambas as proteínas e também todos os
organelas dentro da célula , a fim de genes de existir. Por
essa razão, para os darwinistas que são incapazes de dar
conta de uma única proteína para entrar em especulações
e contar contos de altura sobre genes possivelmente só
poderia enganar crianças. Embora até mesmo as crianças
de hoje não acreditam em fraude.

Outra prova da situação desesperadora em que se


encontram os darwinistas

Darwinistas surgiu com a alegação de que os 48


cromossomos em macacos caíram para 46 , como
resultado da fusão de dois cromossomos com base em uma
doença observada em seres humanos. Cromossoma 2 ( a
fusão de dois cromossomos ) em seres humanos é uma
desordem genética que ocorre em uma taxa de apenas 1 /
1000 . A fim de explicar o fosso gigante , como os
chimpanzés ter 48 cromossomos e os seres humanos com
46 cromossomos , a ciência está sendo distorcido por
biasedly darwinistas , que tentam retratar cromossomo 2
em seres humanos como meio de prova para o ancestral
imaginário comum. No entanto, não há evolução aqui. A
fusão que ocorre no cromossomo humano ( a fusão de dois
cromossomos ) não é evolução, mas uma desordem que
causa dificuldades e até mesmo a morte do indivíduo . O
exemplo mais conhecido é a Síndrome de Down . As
experiências científicas , até agora, revelou que esta fusão
não oferece nenhum benefício , pelo contrário, produz
mutantes insalubres ou indivíduos inférteis. Que os
darwinistas tentam apresentar um transtorno , como uma
prova da evolução indica que o grande estado lastimável
que estão polegadas Além disso, é completamente ilógica e
infundada de olhar para as semelhanças entre os números
de cromossomos ou genomas , a fim de manter a ilusão de
que os seres humanos evoluíram a partir de chimpanzés .
Em termos de seqüência do genoma , há uma similaridade
de 75% entre os seres humanos e vermes nematóides .
Em termos de número de cromossomos , por outro lado , o
gênero Peromyscus, Ou a espécie comumente referida
como veados , ratos, a batata eo tabaco também tem 48
cromossomos. O número de cromossomos do ser humano,
por outro lado , é de 46 , como é, por exemplo, em Lepus
europaeus, Uma espécie de lebre. Portanto , não tendo o
mesmo número de cromossomos implica necessariamente
semelhança. Mesmo com o mesmo número de
cromossomos , uma diferença de um único gene pode fazer
com que o organismo da forma de vida totalmente
diferente. Portanto , os seres humanos não são mais as
mesmas do que os chimpanzés são os mesmos que a
batata ou a planta do tabaco .

Deus criou a fé supersticiosa de que o darwinismo é de tal forma a cair e ser


derrotado. Os defensores desta teoria , que carece de uma única peça de evidência de
apoio, estão tentando fazer as pessoas que estão mal informados sobre o assunto os
seus apoiantes. A fim de evitar que fossem levadas em , o público deve perceber que
os darwinistas são incapazes de explicar o início da vida , que eles estão em um estado
de desespero e perplexidade em face de uma única proteína e que não há uma única
peça de evidência fóssil para corroborar suas alegações. O que os darwinistas falar é
nada mais do que especulações baseadas em decepção.